Você está na página 1de 9

28/09/2017

ORDEM DE PRODUÇÃO

DR. ALDO CÉSAR PASSILONGO DA SILVA

INTRODUÇÃO
Para que um sistema produtivo transforme
insumos em produtos (bens e/ou serviços), ele
precisa ser pensado em termos de prazos, onde
planos são feitos e ações são disparadas com base
nestes planos para que, transcorridos estes
prazos, os eventos planejados pelas empresas
9000-8000 a.c.
venham a se tornar realidade
 De uma forma geral, pode-se dividir o horizonte de
planejamento de um sistema produtivo em três
níveis: o longo, o médio e o curto prazo

1
28/09/2017

INTRODUÇÃO
Prazos Atividades Objetivos

Longo Prazo Plano de Produção Previsão de Previsão de


(Estratégico) Vendas de LP Capacidade de
Produção

Previsão de
Médio Prazo Plano-mestre Vendas de MP Planejamento
9000-8000 a.c.
(Tático) Pedidos em da Capacidade
Carteira

Curto Prazo Programação Vendas Produção


(Operacional)

INTRODUÇÃO
Um sistema produtivo será tão mais eficiente quanto consiga
sincronizar a passagem de estratégias para táticas e de táticas
para operações de produção e venda dos produtos solicitados

Quanto aos horizontes destes prazos, geralmente, o longo


prazo é medido em meses ou trimestres com alcance de anos,
o médio prazo em semanas com a abrangência de meses à
frente, e oa.c.curto prazo é medido em dias, para a semana em
9000-8000

curso
 Estes prazos dependem da flexibilidade em se montar, manobrar e
operar o sistema produtivo
 Em um estaleiro, por exemplo, se terá prazos muito maiores do que
em uma empresa que monta computadores via solicitação pela
Internet

2
28/09/2017

INTRODUÇÃO
Planejamento, Programação e Controle da Produção (PPCP) é
uma função técnica e administrativa que tem por objetivo fazer
os planos que orientarão a produção e servirão de guia para
seu controle.

É um conjunto de funções inter-relacionadas que objetivam


comandar o processo produtivo e coordená-lo com os demais
setores daa.c.empresa.
9000-8000

O PPCP objetiva formular os planos para organizar a aplicação


dos recursos humanos e materiais de modo a controlar as
ações para correções de eventuais desvios e minimizar perdas.

INTRODUÇÃO
O PPCP recebe outras denominações :

PCP – Planejamento e Controle da Produção

SIG – Sistema Integrado de Gestão

PPS9000-8000
– Sistema
a.c. de Planejamento de Produção

TPS – Sistema Total de Produção (Total Production System),


dentre outros.

3
28/09/2017

INTRODUÇÃO
O PPCP determina:

 o que vai ser produzido


 quanto vai ser produzido
 onde vai ser produzido
 como vai ser produzido
 quandoa.c.vai ser produzir
9000-8000

Fluxo de Informações e PCP


Acompanhamento e Controle da Produção

Marketing Planejamento Estratégico da


Produção
Previsão de Plano de
Vendas Produção
Avaliação de Desempenho

Pedidos em
Carteira
Planejamento-mestre da
Produção
Plano-mestre
Engenharia de Produção
Estrutura do
Produto
Roteiro de Programação da Produção
Fabricação Administração dos Estoques
Seqüenciamento
Emissão e Liberação

Compras Ordens de Ordens de Ordens de


Compras Fabricação Montagem
Pedidos de
Compras

Fornecedores Estoques Fabricação e Montagem

Planejamento e Clientes
Controle da Produção: 8
Teoria e Prática

4
28/09/2017

Introdução
PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO
1.prever a demanda (Previsão);
2.desenvolver um plano de produção agregado (Planejamento Agregado
da Produção);
3.realizar um planejamento da capacidade que suporte o planejamento
agregado (Planejamento de Capacidade de médio prazo, também
chamado RRP = Resource Requirements Planning);
4.desagregar o plano agregado (Desagregação) ;
5.programar a produção no curto prazo em termos de itens finais
9000-8000 a.c.
(Programa Mestre de Produção - MPS) e analisar a capacidade no nível
MPS;
6.controlar por meio de regras de controle (por exemplo, regras de controle
de estoques) ou programar as necessidades em termos de componentes e
materiais e avaliar/analisar a capacidade no nível SCO;
7.controlar a emissão/liberação das ordens de produção e compra,
determinando se e quando liberar as ordens (atividade chamada na
literatura de revisão e liberação de ordens - Order Review and Release -
ORR);
8.controlar estoques;
CONTROLE DA PRODUÇÃO

Ordem de Produção (OP)


Documento ou conjunto de documentos que servem
como base para a documentação do lote. Devem ser
preenchidos com os dados obtidos durante a produção
e que contemple as informações da fórmula
mestra/fórmula padrão.
9000-8000 a.c.
Cada etapa do processo é realizada e conferida,
conforme Ordem de Produção, tais como:

Recebimento das matérias-primas e material de


embalagem; manipulação; envase; esterilização (quando
necessário); embalagem; devolução das matérias-
primas e material de embalagem não utilizados;
apontamento final.

5
28/09/2017

Ordem de Produção (OP)

A Ordem de Produção é aberta, normalmente, pelo Setor


de Planejamento e Controle da Produção (PCP).

Para abertura da OP, o PCP verifica todas as matérias-


primas, excipientes, materiais de embalagem e materiais
9000-8000 a.c.
envolvidos para produção do respectivo produto,
garantindo assim que não irá faltar nada para finalizar o
processo de fabricação.

Planejamento da Produção
Previsão de Vendas: quantas unidades de cada produto
estão previstos para faturamento?

Capacidade de Produção: qual capacidade instalada do


departamento de produção? Há mão de obra disponível?
Há9000-8000
matéria-prima
a.c. e material de embalagem necessários
para produção?

Disponibilidade de materiais: ponto fundamental para


que nada falte durante o processo produtivo;

6
28/09/2017

Planejamento da Produção
Recursos financeiros: a empresa tem como honrar todos
os pagamentos para aquisição de materiais e manufatura
para obtenção do produto?

Tempo necessário para obtenção de todos os materiais


(lead time), desde compra até liberação final do produto
terminado.
9000-8000 a.c.

Ordem de Produção (OP)

A Ordem de Produção é aberta, normalmente, pelo Setor


de Planejamento e Controle da Produção (PCP).

Para abertura da OP, o PCP verifica todas as matérias-


primas, excipientes, materiais de embalagem e materiais
9000-8000 a.c.
envolvidos para produção do respectivo produto,
garantindo assim que não irá faltar nada para finalizar o
processo de fabricação.

7
28/09/2017

Processo de Fabricação para


Medicamentos
As instalações devem estar situadas em um local que,
quando considerado juntamente com as medidas para
proteger o processo de fabricação, apresente risco mínimo
de causar qualquer contaminação de materiais ou produtos;
9000-8000 a.c.
A qualidade, a segurança e a eficácia devem ser projetadas e
definidas para o produto;

Cada etapa crítica do processo de fabricação deve ser


validada.

Processo de Fabricação para


Medicamentos
Todos os equipamentos e as etapas de processo, devem ser
desenhados para atender à produção do produto a que está
destinado;

Após o processo de produção estar aprovado pelo órgão


9000-8000 a.c.
fiscalizador (no caso de medicamentos para humanos é a
ANVISA), ele não poderá sofrer nenhuma alteração, se não
for comunicada à ANVISA.

8
28/09/2017

Processo de Fabricação para


Medicamentos
Durante o processo de fabricação, cada produto a ser
fabricado é caracterizado por um número de lote:

 combinação definida de números e/ou letras que


identifica, de forma única, um lote em seus rótulos,
documentação
9000-8000 a.c. de lote, certificados de análise
correspondentes;
 quantidade de um medicamento ou produto que se
produz em um ciclo de fabricação, cuja característica
essencial é a homogeneidade;
 responsável pela rastreabilidade do lote fabricado.

Você também pode gostar