Você está na página 1de 65

Coleção Fábulas Bíblicas Volume 14

DEUS
ODEIA
AS CRIANÇAS

Preparai a matança para os seus filhos por causa da maldade de seus


pais, para que não se levantem, e nem possuam a terra, e encham a
face do mundo de cidades. Isaías 14:21

JL
jairoluis@inbox.lv
“Podemos estar certos de que Deus não teria jamais permitido
que crianças fossem mortas se elas já não estivessem condenadas
e predestinadas à morte eterna”.
João Calvino
(Racionalizando o assassinato de crianças no Antigo
Testamento)

3
Sumário
O que é o Cristianismo? ....................................................... 5
1 - A superstição da ferradura da sorte .............................6
2 - A superstição da oração .............................................7
3 - A essência do cristianismo é a superstição ....................9
1 – Deus é um assassino de crianças .................................... 10
1 - Deus mata uma criança pessoalmente. ...................... 10
2 - Outra criança vítima da vingança de Deus? ................. 14
3 - Deus aceita o sacrifício humano de uma menina? ........ 14
4 - As crianças e a vida no Paraíso.................................. 15
2 - Por que Deus odeia as crianças? ..................................... 18
1 - Deus odeia as crianças. Disso não há nenhuma dúvida. 18
2 - A criação do homem ................................................ 20
3 - O Dilúvio Universal .................................................. 20
4 - Sodoma e Gomorra.................................................. 21
5 - O assassinato dos primogênitos do Egito. ................... 22
6 - Mais infanticídios bíblicos .......................................... 23
7 – Deus ordena: “Apedrejem seus filhos desobedientes”. . 31
8 - A matança dos Santos Inocentes. .............................. 33
9 - Por que Deus necessita disso? ................................... 34
3 - Por que Deus odeia os fetos? .......................................... 36
4 - Mais bobagens do Cristianismo >>> ............................... 43
Mais conteúdo recomendado .......................................... 54
Livros recomendados .................................................... 55
Referências e Fontes:.................................................... 65

4
O que é o Cristianismo?

É uma superstição bizarra, primitiva e engraçada, que atribui


poderes mágicos a um cadáver pregado em uma cruz. Atualmente
tornou-se uma fonte de piadas e diversão para ateus e descrentes
em todos os “quatro cantos do mundo”. As pessoas crentes nesta
superstição são trolladas pelos religiosos com um deus invisível
que é pai do cadáver da cruz, além de ser ele mesmo; que é
onipotente, mas precisa de intermediários (os religiosos, claro);
que é onisciente, mas precisa constantemente ser avisado dos
problemas de sua própria criação através de orações. Mais
engraçado impossível.

5
1 - A superstição da ferradura da sorte

Vamos imaginar a seguinte situação. Digamos que você tem


câncer. Você está deitado no hospital depois de uma rodada de
quimioterapia e você se sente terrível. Uma pessoa aparece em
sua sala com um sorriso brilhante no rosto e uma ferradura na
mão. Ele lhe diz: "Esta é uma incrível ferradura da sorte. Se você
tocar esta ferradura, vai curar seu câncer. Mas eu preciso lhe
cobrar R$ 100,00 para tocá-la”.

Você pagaria ao homem os R$ 100,00?

Claro que não. Todos nós sabemos que tocar a ferradura terá
efeito nulo sobre o câncer. A crença na ferradura da sorte é pura
superstição.

É também muito fácil de provar cientificamente que a ferradura


não tem nenhum efeito sobre o câncer (ou qualquer outra coisa).
A forma como iria fazê-lo é simples: nós levaríamos 1.000
pacientes com câncer e os dividiríamos de forma aleatória em dois
grupos de 500. Deixaríamos 500 dos pacientes com câncer para
tocarem na ferradura da sorte e os outros 500 como duplo-cego.
6
Então poderíamos comparar as taxas de remissão de câncer entre
os dois grupos. O que iríamos encontrar seria zero beneficios da
ferradura. Não veríamos nenhuma diferença estatística entre as
taxas de remissão nos dois grupos de 500 pacientes.

2 - A superstição da oração

Agora vamos imaginar outra situação. Você tem câncer, acabou


de sair de uma rodada de quimioterapia e você se sente terrível.
Desta vez, uma pessoa aparece na sua sala com um sorriso
brilhante no rosto e uma bíblia na mão. Ele lhe diz:

 "Há um ser chamado Deus, que é o todo-poderoso,


onisciente e criador todo-amoroso do universo. Eu sou o
seu representante na terra. Se me permite orar a Deus em
seu nome, Deus vai curar seu câncer”.

Você concorda com a oração, o homem reza em cima de você por


10 minutos. Ele invoca todos os poderes de cura de Deus,
rogando-lhe, recitando versos das Escrituras e assim por diante.
Depois, quando ele está se preparando para sair, o homem diz,
7
"Oh, e a propósito, Deus diz que você deve 10% de dízimo de sua
renda para a igreja. Você consideraria fazer uma doação dedutível
hoje"?

 A pergunta é:
 Existe alguma diferença entre os dois homens, será que a
oração tem qualquer efeito maior do que a ferradura?
 A resposta é:
 Não. A crença na oração é tão supersticiosa como a crença
na ferradura da sorte.

O mais fascinante é que podemos provar que a oração não tem


nenhum efeito exatamente da mesma maneira que nós podemos
provar que ferraduras não têm efeito. Tomamos 1.000 pacientes
com câncer. Oramos com 500 deles e deixamos os 500 outros em
paz. Então, olhamos para as taxas de remissão câncer de entre
os dois grupos. O que descobrimos é que as orações têm benefício
zero. Não veríamos nenhuma diferença estatística entre as taxas
de remissão nos dois grupos de 500 pacientes. Em outras
palavras, podemos provar que a crença na oração é pura
superstição. A crença no poder da oração não é diferente da
crença no poder da ferradura da sorte. Estes experimentos foram
realizados muitas vezes, e eles sempre retornam os mesmos
resultados. Simplesmente, a oração não tem absolutamente
nenhum efeito sobre o resultado de qualquer evento. O "poder da
oração" é realmente "o poder da coincidência". Crença na oração
é pura superstição. A oração não tem absolutamente nenhum
efeito em cada experimento científico que realizamos, porque
Deus é imaginário.

8
3 - A essência do cristianismo é a superstição

Basta ler a definição de superstição em qualquer dicionário para


ter a certeza absoluta. Simplesmente não há o que discutir sobre
isso.

O dicionário Michaelis define a palavra "superstição" desta forma:

 su.pers.ti.ção
sf (lat superstitione) 1 Sentimento religioso excessivo ou
errôneo, que muitas vezes arrasta as pessoas ignorantes à
prática de atos indevidos e absurdos. 2 Crença errônea;
falsa ideia a respeito do sobrenatural. 3 Temor absurdo de
coisas imaginárias. 4 Opinião religiosa baseada em
preconceitos ou crendices. 5 Prática supersticiosa. 6
Presságio infundado ou vão que se tira de acidentes ou
circunstâncias meramente fortuitas. 7 Crendice,
preconceito. 8 Todo excesso de cuidado ou de exatidão em
qualquer matéria. 9 Dedicação exagerada ou não
justificada. [ref]

9
1 – Deus é um assassino de crianças

Proteja suas crianças da lavagem cerebral das igrejas.

1 - Deus mata uma criança pessoalmente.

Caro amigo crente da mitologia judaico-cristã, para provar o que


afirmamos vamos jogar na sua cara uma prova bíblica da mente
assassina do seu Deus livresco. Seremos duros nesse aspecto,
portanto prepare suas desculpas idiotas, nós conhecemos todas!
O que o amigo crente cristão diria se alguém lhe dissesse que,

10
SEGUNDO A BÍBLIA, Deus é um assassino de crianças?
Evidentemente dirá que é coisa de um ateu manipulando as
escrituras. Mas não mencionaremos aqui os assassinatos de
crianças no dilúvio (onde deve ter morrido muitas), ou os
primogênitos mortos durante a última praga do Egito, ou as
crianças mortas em tantas batalhas que supostamente fizeram os
sagrados israelitas conquistando nações vizinhas, onde eles não
deixaram "nenhuma mulher, nenhuma criança, nenhum animal
vivo".

Do alto de sua hipocrisia e estupidez você dirá:

 "Essas crianças que morreram, não foram mortas por Deus,


morreram em consequência de atos divinos ou pelas ações
de líderes israelenses".

Em outras palavras, foram mortos como "efeito colateral" das


decisões de Deus. Este raciocínio bizarro deixaria intocado (como
uma pomba inocente) o todo-poderoso e amoroso deus. Mas se
também lhe disser que a Bíblia nos diz que o próprio Deus com
suas próprias e invisíveis mãos assassinou uma criança específica,
você acreditaria? Sim, caro crente, uma criança inocente.

Vejamos:

O maravilhoso Rei Davi vê banhando-se nua a bela Betsabé, não


resiste à tentação e a toma para si, sem levar em conta um
pequeno detalhe: estava casada com Urias. Davi pensaria “Bah,
sou Rei, faço o que me dá na telha”, mas Betasabé acaba grávida.
A Davi lhe ocorre uma maravilhosa ideia para sair do pepino:
enganar Urias para que durma com sua esposa. Fácil! Acreditaria
que o filho é seu. Não funcionou. Mas como Davi é rei, envia Urias
para frente de batalha e este acaba morto, tanto Urias quanto o
problema de Davi. O rei toma a garota como uma mulher e pronto,
11
todos felizes. (2 Samuel, capítulo 11) Mas não. Há alguém que
não está feliz. Deus! Deus envia seu profeta Natã para reclamar
com Davi seu comportamento como ladrão de mulheres e
assassino.

2 Samuel 12:9-12
9 - Por que desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de
seus olhos? A Urias, o heteu, mataste à espada, e a sua mulher
tomaste para ser tua mulher; sim, a ele mataste com a espada dos
amonitas. 10 - Agora, pois, a espada jamais se apartará da tua casa,
porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para
ser tua mulher. 11 - Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua
própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus
olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres
à luz deste sol. 12 - Pois tu o fizeste em oculto; mas eu farei este
negócio perante todo o Israel e à luz do sol.

David, totalmente traído se arrepende infinitamente com as


palavras: "Pequei contra o Senhor" e assombrosamente Deus o
perdoa diante de tão eloquente discurso de arrependimento:

2 Samuel 12:13
13 - Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. Tornou Natã a
Davi: Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morreras.

Mas Deus não ficaria sem a sua vingança! Vingar-se-ia de alguma


maneira. Alguém consegue adivinhar quem seria a vítima da
vingança de deus?

 Matando o filho de Davi e Betsabé com suas próprias mãos


invisíveis!

12
2 Samuel 12:14-18
14 - Todavia, porquanto com este feito deste lugar a que os inimigos
do Senhor blasfemem, o filho que te nasceu certamente morrerá. 15
- Então Natã foi para sua casa. Depois o Senhor feriu a criança que a
mulher de Urias dera a Davi, de sorte que adoeceu gravemente. 16 -
Davi, pois, buscou a Deus pela criança, e observou rigoroso jejum e,
recolhendo-se, passava a noite toda prostrado sobre a terra. 17 -
Então os anciãos da sua casa se puseram ao lado dele para o fazerem
levantar-se da terra; porém ele não quis, nem comeu com eles. 18 -
Ao sétimo dia a criança morreu; e temiam os servos de Davi dizer-lhe
que a criança tinha morrido; pois diziam: Eis que, sendo a criança
ainda viva, lhe falávamos, porém ele não dava ouvidos à nossa voz;
como, pois, lhe diremos que a criança morreu? Poderá cometer um
desatino.

Pois é amigo crente, você leu com seus próprios olhos, SUA BÍBLIA
DIZ TEXTUALMENTE: “Depois o Senhor feriu a criança que a
mulher de Urias dera a Davi” (2 Samuel 12:15)

Deus, esse Deus de amor não é apenas um assassino convicto e


confesso, mas ASSASSINA CRIANÇAS direta e indiretamente.
Neste caso particular, para se vingar! O que em última análise,
não faria muito sentido porque Davi ainda seria um grande rei e
teria muitos filhos mais, incluindo o futuro sucessor de Salomão.

1. Qual a sua opinião caro amigo crente?


2. Qual é a desculpa?
3. Como vai defender SEU DEUS assassino de crianças
inocentes?

13
Eu recomendo que você use a desculpa infalível: “Os caminhos de
Deus são misteriosos”... TALVEZ você durma tranquilo. Eu no seu
lugar, a partir de agora, pensaria duas vezes quando voltar a ler
o famoso versículo: "Deixai vir a mim as criancinhas...".

2 - Outra criança vítima da vingança de Deus?

1 Reis 14:16-18
E entregará a Israel por causa dos pecados de Jeroboão, o qual pecou,
e fez pecar a Israel. 17 - Então a mulher de Jeroboão se levantou, e
foi, e chegou a Tirza; chegando ela ao limiar da porta, morreu o
menino. 18 - E o sepultaram, e todo o Israel o pranteou, conforme a
palavra do Senhor, a qual dissera pelo ministério de seu servo Aías, o
profeta.

Julgue você mesmo!

3 - Deus aceita o sacrifício humano de uma menina?

Juízes 11:30-40
30 - E Jefté fez um voto ao Senhor, e disse: Se totalmente deres os
filhos de Amom na minha mão, 31 - Aquilo que, saindo da porta de
minha casa, me vier ao encontro, voltando eu dos filhos de Amom
em paz, isso será do Senhor, e o oferecerei em holocausto. 32 -
Assim Jefté passou aos filhos de Amom, a combater contra eles; e o
Senhor os deu na sua mão. 33 - E os feriu com grande mortandade,
desde Aroer até chegar a Minite, vinte cidades, e até Abel-Queramim;
assim foram subjugados os filhos de Amom diante dos filhos de Israel.
34 - Vindo, pois, Jefté a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe
saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a única
filha; não tinha ele outro filho nem filha. 35 - E aconteceu que, quando
14
a viu, rasgou as suas vestes, e disse: Ah! filha minha, muito me
abateste, e estás entre os que me turbam! Porque eu abri a minha
boca ao Senhor, e não tornarei atrás. 36 - E ela lhe disse: Meu
pai, tu deste a palavra ao Senhor, faze de mim conforme o que
prometeste; pois o Senhor te vingou dos teus inimigos, os filhos de
Amom. 37 - Disse mais a seu pai: Concede-me isto: Deixa-me por
dois meses que vá, e desça pelos montes, e chore a minha virgindade,
eu e as minhas companheiras. 38 - E disse ele: Vai. E deixou-a ir por
dois meses; então foi ela com as suas companheiras, e chorou a sua
virgindade pelos montes. 39 - E sucedeu que, ao fim de dois meses,
tornou ela para seu pai, o qual cumpriu nela o seu voto que tinha
feito; e ela não conheceu homem; e daí veio o costume de Israel, 40
- Que as filhas de Israel iam de ano em ano lamentar, por quatro dias,
a filha de Jefté, o gileadita.

4 - As crianças e a vida no Paraíso.

Obviamente que as crianças, por sua natural inocência, deverão


ser as criaturas mais felizes do Paraíso. Lamentavelmente não,
serão perseguidas por Deus até no Paraíso... Acredite se quiser!

Isaías 65:17-25
17 - Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá
mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. 18 -
Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque
eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. 19 -
E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais
se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor. 20 - Não haverá mais
nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias;
porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos
será amaldiçoado. 21 - E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão
vinhas, e comerão o seu fruto. 22 - Não edificarão para que outros
15
habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do
meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão
das obras das suas mãos. 23 - Não trabalharão debalde, nem terão
filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do
SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles. 24 - E será que
antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os
ouvirei. 25 - O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão
comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão
mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.

Isto é importantíssimo! Não haverá memória! Ou seja, uma vez


chegados ao Paraíso Deus nos formata o cérebro e nossa memória
é completamente apagada (e toda a saga vivida na terra desde a
criação do mundo torna-se uma inutilidade completa). Portanto
seremos eternamente felizes sem memória. Isto nos confirma que
a felicidade está na ignorância. A Bíblia volta a repetir que não
haverá choro e tudo será alegria e felicidade. Uma verdadeira
festa!

 Mas o versículo 20 diz algo interessante: “O menino


morrerá de cem anos…” (¡!??)
 No Paraíso as crianças morrerão?
 Que história é essa?

Bem, já sabemos Deus não gosta muito das crianças, mas pelo
que lemos aqui, os único que morrerão no Paraíso serão
justamente as pobres crianças. Que perseguição é essa de Deus
com as crianças, que as persegue até no Paraíso?

O resto dos versículos nos dizem coisas que revelam muito sobre
como será o Paraíso:

16
 - Viveremos em casas.
 - Trabalharemos.
 - Comeremos.
 - Não amaldiçoaremos.
 - Deus continuará nos ouvindo e espionando como sempre.
 - O Leão come palha e as serpentes comem pó… ehh
serpentes no paraíso?
 - Os pecadores estarão lá, serão apenas amaldiçoados por
100 anos.
 - O Paraíso continua a se chamar Jerusalém, logo a religião
judaica é a verdadeira.

Que coisa!

17
2 - Por que Deus odeia as crianças?

1 - Deus odeia as crianças. Disso não há nenhuma dúvida.

Pode ser medianamente compreensível (dadas às circunstancias


da época) que Deus e os escritores tivessem ódios arraigados
contra, por exemplo, dos porcos (animais impuros), dos cães (um
dos animais mais baixos) ou contra outros muitos animais (por
serem inferiores ao homem), e inclusive ódio contra a mulher
(também inferiores desde seu ponto de vista)… Mas o que nunca
entendi nem entenderei, é o ódio que Deus tem contra as crianças
indefesas. É inconcebível que um Deus que se autodenomina
“Amor” e “compreensão”, não só tenha permitido e apoiado a
morte de crianças inocentes; mas inclusive, o próprio matou
crianças com suas próprias mãos invisíveis.

18
As crianças não são responsáveis pelos seus atos e nem podem
ser castigadas por isso. Inclusive em nossa era moderna não se
castiga uma criança como se fosse adulto até chegar à
maioridade. E em muitos casos os pais são castigados se o fazem.
Muito menos ainda as crianças devem pagar pelos erros e
“pecados” cometidos por seus pais. Isso é uma aberração que a
Bíblia expressa e apoia muito claramente:

Êxodo 34:7
7 – (Deus) que usa de beneficência com milhares; que perdoa a
iniquidade, a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá
por inocente o culpado; que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos
e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração.

Vemos neste horroroso versículo como os filhos pagam os pecados


de seus pais inclusive até a 4ª geração. Isso contradiz todos os
elementos da justiça mais básica, mas é o que nos ensina um
Deus excessivamente cruel e arbitrário na Bíblia “Sagrada”.

1. Que sentido tem tratar de ser bom por toda a vida se no


final das contas pagarei pelos erros de meus pais a avós?
2. Por que uma criança não tem a oportunidade de ser bom e
chegar ao paraíso, pois já possui o estigma do pecado e os
erros das gerações anteriores?

E isso NÃO É UM VERSÍCULO ISOLADO; Deus deixa muito claro


inclusive entre os “10 Mandamentos”.

Êxodo 20:5

19
Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor
teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos
até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

Deus nos diz em um de seus mandamentos que a maldade e os


erros cometidos por alguém serão cobrados até 4ª geração.
Absolutamente atroz! Certamente o amigo leitor crente cristão
dirá que tudo isso sã invenções para desprestigiar ao seu Deus.
Pois lamento informa-lo que não é bem assim. A própria Bíblia nos
ensina em inumeráveis passagens que as crianças são vítimas dos
ódios e ressentimentos de Deus. Vejamos alguns:

2 - A criação do homem

Desde o início dos tempos já podemos notar uma rejeição e


indiferença de Deus às crianças. Vemos com assombro que o Deus
todo-poderoso poderia ter criado o homem normalmente, MAS O
CRIOU JÁ COMO UMA PESSOA ADULTA; eliminado totalmente as
etapas da infância e da adolescência, sendo esses períodos
fundamentais para a aprendizagem. (Talvez por isso Adão e Eva
fossem tão idiotas para desobedecer a uma simples ordem de
Deus.) Seria a criação de Adão e Eva já adultos o primeiro indicio
de seu ódio às crianças?

3 - O Dilúvio Universal

Esta é a prova mais evidente de que para Deus as crianças não


valem nada. Não tem valor algum.

20
Quando decide de maneira muito inteligente destruir toda a raça
humana (previamente criada por ele mesmo) sob uma grossa
camada de água, para resolver O PROBLEMA INCONTROLÁVEL
(ele é todo-poderoso) do excesso de pecado; Deus decide que só
se salvarão oito pessoas, TODAS ADULTAS, NENHUMA CRIANÇA.
O Gênesis não fala nada, mas é muito provável que os filhos de
Noé tivessem filhos e até netos (Lembre-se de que Noé começou
a construir a barcaça com a idade 500 anos!!!) que obviamente
morreram sob a angústia do afogamento divino. Claro, eles não
podiam protestar, ao contrário, deveriam estar gratos por Deus
matar a sua descendência para eles sobreviverem. Mas o pior é a
falta de coração e sensibilidade divina quando assassina o resto
da população infantil no diluvio. CRIANÇAS COMPLETAMENTE
INOCENTES QUE TINHAM COMO ÚNICA CULPA SEREM FILHOS DE
PAIS PECADORES. Não se sabe a cifra exata de mortes humanas
durante o diluvio (que supostamente ocorreu uns dois mil anos
antes de Cristo), mas conhecendo a fertilidade dos primeiros
humanos, deveriam ser milhões. Milhões de crianças inocentes
assassinadas por Deus!

4 - Sodoma e Gomorra.

Logo depois que Ló ofereceu suas filhas para serem violadas pelos
homens de Sodoma e Gomorra para deixarem os “anjos” em paz,
Deus decide destruir ambas as cidades com uma chuva de fogo.
Como sempre só escapam uns poucos eleitos e entre os restos
calcinados dessa horrível matança estão todas as crianças
inocentes das duas cidades, cujo único erro foi serem filhos de
pais pecadores. Mas enfim, a deus isso pouco importa!

21
Gênesis 19:24-25
24 - Então o Senhor, da sua parte, fez chover do céu enxofre e fogo
sobre Sodoma e Gomorra. 25 - E subverteu aquelas cidades e toda a
planície, e todos os moradores das cidades, e o que nascia da terra.

5 - O assassinato dos primogênitos do Egito.

Temos aqui outro ato de atrocidade e irresponsabilidade divina.


Como última praga para conseguir com que o Faraó deixasse em
liberdade os escravos Israelitas, Deus, através de seu servo
Moisés, decide matar o primogênito de todos os habitantes da
região. Claro, que para evitar que fossem mortos os filhos dos
israelitas, estes deveriam pintar com sangre de cordeiro um sinal
nas portas de suas casas para que quando passasse o anjo da
morte não assassinasse ninguém ali. E como os Egípcios não
estavam sabendo de nada disso, morreram milhares de
primogênitos inocentes da população comum do Egito, que não
tinha nada a ver com esses conflitos políticos e divinos. E muitos
(talvez a grande maioria) desses primogênitos eram crianças
inocentes.

Êxodo 4:22-23
22 - Então dirás a Faraó: Assim diz o Senhor: Israel é meu filho, meu
primogênito; 22 - e eu te tenho dito: Deixa ir: meu filho, para que me
sirva. Mas tu recusaste deixá-lo ir; eis que eu matarei o teu filho, o
teu primogênito.

Por que o Todo-poderoso e bondoso Deus castiga as crianças, que


são inocentes de tudo isso? Recordemos que Deus é “Todo-
poderoso” e com um simples desejo poderia matar todos os
22
egípcios adultos e deixando as crianças com vida... POR QUE NÃO
FEZ ISSO? Além disso, algumas pragas atrás, Deus já havia
castigado a população egípcia com horríveis enfermidades e
açoites, como consequência causando sofrimento às pobres
crianças.

Levítico 26:22
22 - Enviarei para o meio de vós as feras do campo, as quais vos
desfilharão, e destruirão o vosso gado, e vos reduzirão a pequeno
número; e os vossos caminhos se tornarão desertos.

Ora bem... Deus envia feras para assassinar crianças. Não apenas
utiliza os animais para seus obscuros propósitos e para não
manchar suas mãos divinas de sangue; como também as crianças
são assassinadas de maneira brutal e desumana.

6 - Mais infanticídios bíblicos

 Deus castiga com canibalismo infantil.

Deus ameaça castigar os pecadores obrigando-os a comer seus


próprios filhos mortos (bem, espero que estejam mortos e não
vivos, a passagem não esclarece).

Levítico 26:29
29 - E comereis a carne de vossos filhos e a carne de vossas filhas.

Este é um dos versículos mais incoerentes. Deus não apenas


reconhece que as crianças são inocentes, que não sabem
23
distinguir ente o bem e o mal; mas que os entrega como botin de
guerra. Como se fossem mercadorias comuns totalmente
negociáveis e transferíveis.

Deuteronômio 1:39
39 - E vossos pequeninos, dos quais dissestes que seriam por presa,
e vossos filhos que hoje não conhecem nem o bem nem o mal, esses
lá entrarão, a eles a darei e eles a possuirão.

Nestes três versículos seguintes Deus dá instruções ao exército


israelita, deixando muito claro que quando estiverem em batalha
devem assassinar todas as pessoas desses povos. Matando sem
misericórdia mulheres, velhos e principalmente crianças.

Deuteronômio 7:2
2 - e quando o Senhor teu Deus as tiver entregue, e as ferires,
totalmente as destruirás; não farás com elas pacto algum, nem terás
piedade delas;
Deuteronômio 7:16
16 - Consumirás todos os povos que o Senhor teu Deus te entregar;
os teus olhos não terão piedade deles; e não servirás a seus deuses,
pois isso te seria por laço.
Deuteronômio 20:16
16 - Mas, das cidades destes povos, que o Senhor teu Deus te dá em
herança, nada que tem fôlego deixarás com vida;

De novo Deus ameaça obrigar a comer seus próprios filhos.


Imagine a cena, amigo leitor crente cristão: Um soldado lhe
obrigando a ponta de lança a que uma mãe coma seu próprio filho
– POR ORDEM DO SEU PRÓPRIO DEUS? Simplesmente aterrador!
Mas está no seu livro “sagrado”!

24
Deuteronômio 28:53
53 - E, no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertarão,
comerás o fruto do teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas,
que o Senhor teu Deus te houver dado.

Este é pior ainda. Deus obriga os israelitas a matar os meninos e


a “revisar” as meninas e mulheres. As que não são virgens,
também devem ser passadas ao fio da espada. Você pode
imaginar os soldados assassinando a espadadas um grupo de
crianças chorando. Imagino que Deus sorria complacente cada vez
que caia ao solo um menino morto.

Números 31:17
17 - Agora, pois, matai todos os meninos entre as crianças, e todas
as mulheres que conheceram homem, deitando-se com ele.

De novo Josué nos demonstra que conhece os segredos do som,


já que o pode manejá-lo à vontade e, soprando suas trombetas,
derruba os muros de Jericó. Graças a isso puderam entrar na
cidade e assassinar toda a população incluindo crianças e animais
inocentes.

Josué 6:20-21
20 - Gritou, pois, o povo, tocando os sacerdotes as buzinas; e sucedeu
que, ouvindo o povo o sonido da buzina, gritou o povo com grande
brado; e o muro caiu abaixo, e o povo subiu à cidade, cada um em
frente de si, e tomaram a cidade. 21 - E tudo quanto havia na cidade
destruíram totalmente ao fio da espada, desde o homem até à mulher,
desde o menino até ao velho, e até ao boi e gado miúdo, e ao jumento.

25
Outra vez Josué “O Sicário (assassino) de Deus” arrasa com todos
os povos das montanhas assassinando a “Tudo que tinha vida”,
inclusive crianças. Claro, que se matou “tudo que tinha vida”,
também cortou as árvores? Ou esses “filhos de Deus” não sabiam
que as árvores são seres vivos?

Josué 10:40
Assim feriu Josué toda aquela terra, a região montanhosa, o Negebe,
a baixada, e as faldas das montanhas, e a todos os seus reis. Não
deixou nem sequer um; mas a tudo o que tinha fôlego destruiu
totalmente, como ordenara o Senhor, o Deus de Israel:

Mais terrorismo divino!

Salmos 137:8-9
8 - Ah! filha de babilônia, que vais ser assolada; feliz aquele que te
retribuir o pago que tu nos pagaste a nós. 9 - Feliz aquele que pegar
em teus filhos e der com eles nas pedras.

Neste interessante versículo Deus fere com sua própria mão os


homens da cidade, incluindo as crianças. Como os castiga?
Enchendo-os de hemorroidas! Sim, isso mesmo, hemorroidas! Em
muitas bíblias mudaram para “tumores”. Que melhor maneira de
castigar as crianças do que as enchendo de hemorroidas?

1 Samuel 5:9
9 - E sucedeu que, assim que a levaram, a mão do SENHOR veio contra
aquela cidade, com mui grande vexame; pois feriu aos homens
daquela cidade, desde o pequeno até ao grande; e tinham
hemorroidas nas partes íntimas.

26
Aqui Deus ordena matar toda a população… Incluindo crianças e
animais inocentes!

1 Samuel 15:3
3 - Vai, pois, agora e fere a Amaleque; e destrói totalmente a tudo o
que tiver, e não lhe perdoes; porém matarás desde o homem até à
mulher, desde os meninos até aos de peito, desde os bois até às
ovelhas, e desde os camelos até aos jumentos.

E aqui a melhor prova de como o mesmíssimo Deus de amor


assassina uma inocente criança recém-nascida com suas próprias
mãos.

27
2 Samuel 12:15 e 18
15 - Então Natã foi para sua casa. Depois o Senhor feriu a criança que
a mulher de Urias dera a Davi, de sorte que adoeceu gravemente.
18 - Ao sétimo dia a criança morreu;

Esta é a famosa (cruel e sádica) história das 42 crianças


assassinados por ironizarem a careca do profeta Eliseu. Para
cumprir esta macabra obra, Deus utilizou um par de ursos.

2 Reis 2:24
24 - E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do
SENHOR; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram
quarenta e dois daqueles meninos.

De novo esta aberrante fixação de Deus e da Bíblia com devorar


os próprios filhos. Neste caso em particular, chegam a detalhar a
“receita” SIMPLESMENTE ABOMINÁVEL!

2 Reis 6:26-29
26 - E sucedeu que, passando o rei pelo muro, uma mulher lhe bradou,
dizendo: Acode-me, ó rei meu senhor. 27 - E ele lhe disse: Se o
SENHOR te não acode, donde te acudirei eu? Da eira ou do lagar? 28
- Disse-lhe mais o rei: Que tens? E disse ela: Esta mulher me disse:
Dá cá o teu filho, para que hoje o comamos, e amanhã comeremos o
meu filho. 29 - Cozemos, pois, o meu filho, e o comemos; mas
dizendo-lhe eu ao outro dia: Dá cá o teu filho, para que o comamos;
escondeu o seu filho.

Talvez estas sejam as passagens onde a fúria assassina de Deus


contra as inocentes crianças atinja seu máximo. Deus ordena que
sejam jogadas contra as pedras, paredes e lançadas com arcos,
28
que abram os ventres das mulheres grávidas... Ufa! Ainda bem
que deus é amor!

Isaías 13:15-18
15 - Todo o que for achado será transpassado; e todo o que se unir a
ele cairá à espada. 16 - E suas crianças serão despedaçadas perante
os seus olhos; as suas casas serão saqueadas, e as suas mulheres
violadas. 17 - Eis que eu despertarei contra eles os medos, que não
farão caso da prata, nem tampouco desejarão ouro. 18 - E os seus
arcos despedaçarão os jovens, e não se compadecerão do fruto do
ventre; os seus olhos não pouparão aos filhos.

Preparem-se para ter os seus filhos assassinados ao estilo


"abatedouro” ... Como se fossem gado.

Isaías 14:21
21 - Preparai a matança para os seus filhos por causa da maldade de
seus pais, para que não se levantem, e nem possuam a terra, e
encham a face do mundo de cidades.

Aparentemente um dos muitos castigos de Deus é evitar a


concepção. Imagino que Deus aprova o "controle de natalidade"
apenas para punir e castigar.

Oseas 9:11
11 - Quanto a Efraim, a sua glória como ave voará, não haverá
nascimento, não haverá gestação nem concepção.

Deus volta a ameaçar jogar as crianças contra as paredes além de


rasgar o ventre das grávidas e tirar os fetos não nascidos. Parece

29
que deus quer ter certeza de que essas crianças não tenham a
mínima possibilidade de vida. Vá com o bom Deus!

Oseas 13:16
16 - O povo de Samaria carregará sua culpa, porque se rebelou contra
o seu Deus. Eles serão mortos à espada; seus pequeninos serão
pisados e despedaçados, suas mulheres grávidas terão rasgados os
seus ventres.

Mais e mais ordens de Deus para assassinar toda uma cidade


incluindo crianças pequenas.

Ezequiel 9:5-7
5 - Enquanto eu escutava, ele disse aos outros: "Sigam-no por toda a
cidade e matem, sem piedade ou compaixão, 6 - velhos, rapazes e
moças, mulheres e crianças. Mas não toquem em ninguém que tenha
o sinal. Comecem no meu santuário". Então eles começaram com as
autoridades que estavam em frente do templo. 7 - E ele lhes disse:
"Contaminem o templo e encham de mortos os pátios. Podem ir!" Eles
saíram e começaram a matança em toda a cidade.

De novo Deus castiga obrigando os que não o obedecem a comer


seus filhos! (Não quero nem imaginar em que consistirá a dieta
alimentícia de Deus)

Jeremias 19:9
Eu farei com que comam a carne dos seus filhos e das suas filhas; e
cada um comerá a carne do seu próximo, por causa do sofrimento que
lhes infligirão durante o cerco feito pelos inimigos, os quais procuram
tirar-lhes a vida’.

30
Mais ameaças contra crianças.

Jeremias 51:22
22 - E por meio de ti despedaçarei o homem e a mulher, e por meio
de ti despedaçarei o velho e o moço, e por meio de ti despedaçarei o
jovem e a virgem;

7 – Deus ordena: “Apedrejem seus filhos desobedientes”.

31
Vejamos outro espetacular fragmento bíblico onde Deus nos
ilustra como devemos castigar nossos filhos desobedientes.
Vejamos os versículos bíblicos:

Deuteronômio 21:18-21
18 - Se alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedeça à
voz de seu pai e à voz de sua mãe, e que, embora o castiguem, não
lhes dê ouvidos, 19 - seu pai e sua mãe, pegando nele, o levarão aos
anciãos da sua cidade, e à porta do seu lugar; 20 - e dirão aos anciãos
da cidade: Este nosso filho é contumaz e rebelde; não dá ouvidos à
nossa voz; é comilão e beberrão. 21 - Então todos os homens da sua
cidade o apedrejarão, até que morra; assim exterminarás o mal do
meio de ti; e todo o Israel, ouvindo isso, temerá.

Isso mesmo, amigos crentes cristãos, o Deus que adoram em sua


busca permanente da virtude e que é amor infinito, nos
recomendou isso: “Apedrejar nossos filhos desobedientes”.

1. Recordem que Deus é imutável, ou seja, é o mesmo ontem,


hoje e sempre.
2. E se em Deuteronômio disse isso, dever ser tão válido hoje
em dia como daqui há mil anos no futuro.

Como você dá uma interpretação diferente para isso?

1. Como justifica que o Deus do Antigo Testamento é tão cruel


e déspota, enquanto o do Novo Testamento é todo amor e
bondade (aparentemente)?
2. Como você pode considerar a Bíblia como um guia moral
para sua vida?
3. Ou utiliza apenas os versículos que lhe convém?

Não se preocupe, eu entendo plenamente suas reações


descontroladas diante dessas sandices bíblicas. Sei como é, todo
32
crente ao deparar-se com versículos como esse apela para
milhares de desculpas conhecidas que não explicam nada. Porém
no momento em que começar a ver a Bíblia de forma imparcial,
as coisas mudam. É assim que milhares de crentes tiram as
vendas dos olhos, deixam de seguir cegamente os parasitas
religiosos e passam a dirigir sua própria vida.

 Por que Deus não mandou apedrejar o diabo?

8 - A matança dos Santos Inocentes.

Pois ao contrário do que os cristãos podem pensar, esta festa toda


de sangue infantil não pertence apenas ao Antigo Testamento.
Podemos constatar que no “melhorado” Novo Testamento, as
crianças também são vítimas e sofrem por causa das absurdas
decisões de Deus. Uma estranha estrela e uns magos vindos do
Oriente avisam ao rei Herodes, o Grande, de que nascerá um novo
rei, superior a ele e que lhe usurpará o trono. Obviamente Herodes
não quer isso e decide eliminar o problema pela raiz: Matar todos
os meninos de Belém menores de dois anos. Assassinatos de
crianças diante do olhar atento, onipresente e impassível de Deus?
Além disso… Quem acendeu a tal estrela que causou todo esse
desastre? Presume-se que Deus seja quem domina todos os
fenômenos naturais e astronômicos. Por acaso Deus não é
Onisciente e já sabia que este massacre iria ocorrer? Por que José
não avisa ao resto dos meninos para que fujam também?

Mateus 2:16-18
16 - Quando Herodes percebeu que havia sido enganado pelos magos,
ficou furioso e ordenou que matassem todos os meninos de dois anos
para baixo, em Belém e nas proximidades, de acordo com a

33
informação que havia obtido dos magos. 17 - Então se cumpriu o que
fora dito pelo profeta Jeremias: 18 - "Ouviu-se uma voz em Ramá,
choro e grande lamentação; é Raquel que chora por seus filhos e
recusa ser consolada, porque já não existem".

 Devemos lembrar ao leitor crente cristão de que não há


nenhuma referência histórica desta horrível matança. Tudo
pertence ao reino da fábula com a maior parte da Bíblia.
 Esta história só parece em Mateus, nenhum outro texto
sequer a cita.

Amigo leitor crente cristão, você percebeu como Deus parece ter
prazer e sentir uma alegria insana e doentia ao ver crianças
despedaçadas contra as paredes? Ou ao ver como os pais comem
os seus filhos? Ou ao abrirem barrigas de mulheres grávidas?

9 - Por que Deus necessita disso?

Todas essas crianças eram INOCENTES, eles não tinham culpa de


nascerem filhos de povos contrários a um Deus assassino e
sangrento. Parece que o raciocínio de Deus (dos escritores
bíblicos) ao assassinar todas essas crianças era “Acabar com o
mal pela raiz”. Imagine se hoje em dia seguíssemos essa absurda
e tenebrosa filosofia? Executar os filhos dos assassinos e ladrões!
Nenhuma pessoa sã faria isso! Mas o crente parece não ver
problema em aceitar que Deus o tenha feito com muitíssima
frequência no passado. Lembre-se também que Deus é imutável,
que não muda e que se deliciava em ver correr sangue infantil
pela terra, portanto, também deve sentir o mesmo hoje e sempre.

34
Você dirá:

1. “Mas no Novo Testamento Jesus amava as crianças”.


2. Então você está admitindo que Deus mentiu ao dizer que
era imutável?
3. Ou isso, por acaso, é uma contradição bíblica?

Em todo caso, aceitemos que sim, que Deus cansou de ver tanta
criança inocente assassinada e decide, de uma hora para outra,
amá-los e protege-los. Por acaso isso o desculpa pelos
assassinatos de seu passado? Por mais que Deus se arrependa de
suas cruéis matanças, estas ocorreram (na Bíblia, pelo menos) e
não podem ser apagadas. Se bem que exista uma importante
influência genética no comportamento infantil, a grande maioria
das crianças com um ambiente adequado e uma sólida educação
serão pessoas de bem que contribuirão para fazer deste mundo
um lugar melhor para todos. Corrigir e educar… JAMAIS assassinar
nem agredir! Por isso quando leio ou escuto a famosa frase “Deixai
vir a mim as crianças...”, sempre penso:

“Será que Deus quer mais sangue inocente?”

35
3 - Por que Deus odeia os fetos?

Deus odeia os fetos. Disso não há nenhuma dúvida. Já vimos como


Deus descarrega toda a sua cólera e ódio contra as inocentes
crianças (a tal ponto que parece deleitar-se com a imagem de
crianças esmagadas contra paredes ou pedras). Mas o ódio de

36
deus contra os pequenos vai ainda além! Ao que parece também
os agride e ataca antes mesmo de nascerem.

Vejamos dois versículos para ter uma ideia sobre isso:

Êxodo 21:22-23
22 - Se alguns homens pelejarem, e um ferir uma mulher grávida, e
for causa de que aborte, porém não havendo outro dano, certamente
será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e
julgarem os juízes. 23 - Mas se houver morte, então darás vida por
vida,

Veja que o aborto nem é considerado morte por esta lei de


Deus, apenas um dano simples.

Esta é uma das tantas e tontas leis que Deus dá aos seus súditos.

Entenda os versículos: se dois homens estão brigando e por acaso


ferem uma mulher grávida e esta aborta, mas sem morrer, ficam
apenas à disposição dos juízes para que recebam apenas uma
simples multa. Mas se a mulher morre, o que a feriu será
executado. Se o feto morre, pagará apenas uma indenização em
forma de multa, mas se a mulher morre, paga com a vida

1. Por acaso os fetos não são humanos para Deus?


2. Por que o feto é considerado de menor valor que uma vida
humana por Deus?
3. Por que não somos todos iguais para Deus?

Este par de versículos nos mostra que para Deus a vida de um


não nascido vale bem menos do que a vida de uma pessoa adulta.
Claro que as desculpas cristãs abundam, mas como sempre,

37
nunca explicam nada sobre coisa nenhuma. Uma das mais comuns
é afirmar que se trata de erro de tradução, que todas as bíblias
estão erradas e obviamente, é preciso interpretar os versículos, o
que em parte está certo.

 Só para lembrar: quando um crente cristão usa a palavra


“interpretar”, isso realmente é a última coisa que ele tem
em mente, porque uma interpretação honesta não lhe seria
favorável, ele quer dizer na verdade adaptar e espremer a
realidade para que se encaixe nos conceitos estúpidos de
sua crença religiosa.

A palavra “aborto” não aparece na Bíblia nessa forma. A palavra


utilizada neste versículo é do hebraico: “yeled”, que significa algo
como “sair sua criança”; na Bíblia hebraica moderna traduzida
para o inglês, a palavra é “depart” (her fruit depart [from her]
“seu fruto sair”, perecer ou morrer), que pode significar sair,
perecer ou morrer.

Por isso muitos crentes alegam que o versículo não se refere a


abortos como tal, mas a um parto prematuro, o que só deixa mais
engraçado! Pois se uma mulher é agredida em uma briga e a
criança sai de seu ventre, isso não é um aborto, é só um parto
prematuro!!!

 Se por algum tipo de lesão mecânica a criança “sai” da mãe,


geralmente se chama “aborto traumático”. O aborto em si
não é traumático, mas pode gerar consequências
psicológicas como a Síndrome pós-aborto, seja aborto
provocado, involuntário ou traumático.

38
Para citar literalmente o “aborto”, a Bíblia utiliza a palavra
(nephel) que significa “um nascimento prematuro; que cai da
matriz; um aborto”; ou também a palavra (shachol) que significa
“causar um aborto (em mulheres, gado, etc.)” ou “fazer um
aborto, permitir um aborto”.

Mas que seja, vamos supor que na realidade Deus não quis dizer
que na briga a mulher abortasse, mas que tivesse um “parto
prematuro” ... É pior! Imagine um Deus que condena um parto
prematuro, mas NÃO CONDENA E NEM MENCIONA NENHUM
CASTIGO PARA O ABORTO, já que EM NENHUMA PARTE DA
BÍBLIA SE ENCONTRA CASTIGO OU PENA A QUEM FAZ UMA
MULHER ABORTAR.

1. É possível desprezar ainda mais essas inocentes crianças


ainda não-nascidas?
2. Sem dúvida, para deus a morte de um feto não tem o
mínimo valor.
3. É porque deus apoia o aborto?

Mas acalme-se amigo leitor crente cristão, é provável que estes


versículos, como muitos outros da sua Bíblia, não sejam mais que
outro simples plágio dos costumes e leis de culturas anteriores.

O Código de Hamurabi (*1.000 anos antes do surgimento da


Bíblia) diz assim:

 § 209 “Se um homem golpeia a filha de um homem e lhe


causa um aborto, pagará dez siclos de prata por seu
aborto”.
 § 210 “Se a mulher morre, sua filha morrerá”

39
 § 211 “Se, por um golpe, causa um aborto à filha de um
liberto (escravo), pagará cinco siclos de prata”.
 § 212 “Se a mulher morre, pagará a meia mina de prata”

O “Código de los Hititas” (*1.300 anos antes do surgimento da


Bíblia) diz assim:

 §17. Se alguém causa aborto em uma mulher livre; se


estava no décimo mês (lunar) de gravidez pagará 10 siclos
de prata, se estava no quinto mês, pagará 5 siclos de prata;
e assim restituirá.
 §18. Se alguém causa aborto em uma mulher escrava, se
estava no décimo mês (lunar) de gravidez pagará pagará 5
siclos de prata.
 §18b. Se alguém causa aborto em uma mulher escrava,
pagará 10 siclos de prata.

(*) – Considerando o consenso entre a maioria dos historiadores


para o início da escrita do texto bíblico em 700AEC.

Em fim… nada de novo! Mas não se alegre muito, pois estes não
são os únicos versículos bíblicos que mostram o ódio e o rancor
de Deus contra os infantes não-nascidos. Em numerosos
versículos podemos ler como Deus, ao ordenar múltiplas
matanças, não perdoa nem mesmo os fetos dentro das barrigas
das mães.

Oseias 13:16
16 - O povo de Samaria carregará sua culpa, porque se rebelou contra
o seu Deus. Eles serão mortos à espada; seus pequeninos serão
pisados e despedaçados, suas mulheres grávidas terão rasgados os
seus ventres.
Oseias 9:11
40
11 - A glória de Efraim lhe fugirá como pássaro: nenhum nascimento,
nenhuma gravidez, nenhuma concepção.
Oseias 9:14
Ó Senhor, que darás a eles? Dá-lhes ventres que abortem e seios
ressecados.
Isaías 13:18
18 - Seus arcos abaterão os jovens; não terão compaixão pelos frutos
das entranhas, nem piedade das crianças.

Precisa dizer mais alguma coisa? É mais do que evidente que Dios
odeia as crianças mesmo quando ainda estão no ventre de suas
mães. Um Deus que é considerado um “Deus de vida”, um Deus
de amor e compaixão… E vemos nesses horripilantes versículos
como sua fúria sangrenta chega até o fundo do útero das mães
para buscar crianças e assassiná-las!

 Como adorar ou tomar como exemplo a um Deus desses


sem ser um doente mental como ele?

Até que ponto se pode justificar e disfarçar todas essas


atrocidades cometidas e permitidas por esse arcaico e malévolo
Deus judaico-cristão?

Por isso, amiga crente cristã que está esperando um bebê… Nem
pense em dizer: “Eu coloco esta criança nas mãos de Deus”!
Depois do que temos visto sobre deus e as crianças é melhor não
invoca-lo!

O amigo leitor crente cristão percebeu como Deus despreza e


ignora a vida de um feto em relação com a de uma pessoa adulta?
Por que para Deus a perda de um feto vale apenas algumas

41
moedas, enquanto a morte de um adulto justifica cobrar-se
executando o agressor? Perceba como isso é atroz!

 Caro amigo leitor crente cristão, agora pode começar a


inventar suas desculpas idiotas de sempre, para defender a
sua Bíblia insana e o seu deus demente... Mas continue
lendo, pois nós já as conhecemos e classificamos todas elas
para sua vergonha.

42
4 - Mais bobagens do Cristianismo >>>

43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
Mais conteúdo recomendado

54
Livros recomendados

570 páginas 317 páginas 198 páginas


Originally published as a
Mentiras Fundamentais da Com grande rigor histórico pamphlet in 1853, and
Igreja Católica é uma e acadêmico Fernando expanded to book length in
análise profunda da Bíblia, Vallejo desmascara uma fé 1858, The Two Babylons
que permite conhecer o dogmática que durante seeks to demonstrate a
que se deixou escrito, em 1700 anos tem derramado connection between the
que circunstâncias, quem o o sangue de homens e ancient Babylonian
escreveu, quando e, acima animais invocando a mystery religions and
de tudo, como tem sido enteléquia de Deus ou a practices of the Roman
pervertido ao longo dos estranha mistura de mitos Catholic Church. Often
séculos. Este livro de Pepe orientais que chamamos de controversial, yet always
Rodriguez serve para que Cristo, cuja existência real engaging, The Two
crentes e não crentes ninguém conseguiu Babylons comes from an
encontrem as respostas demonstrar. Uma obra que era when disciplines such
que sempre buscaram e desmistifica e quebra os as archeology and
posaam ter a última pilares de uma instituição anthropology were in their
palavra. É uma das tão arraigada em nosso infancy, and represents an
melhores coleções de mundo atual. early attempt to synthesize
dados sobre a formação many of the findings of
mitológica do cristianismo Entrevista com o autor these areas and Biblical
no Ocidente. Um a um, AQUI. truth.
magistralmente, o autor
revela aspectos mais
questionáveis da fé
judaico-cristã.

55
600 páginas 600 páginas 312 páginas

“Dois informadíssimos volumes de Karlheinz Deschner


sobre a política dos Papas no século XX, uma obra
"Su visión de la historia de
surpreendentemente silenciada peols mesmos meios de
la Iglesia no sólo no es
comunicação que tanta atenção dedicaram ao livro de
reverencial, sino que, por
João Paulo II sobre como cruzar o umbral da esperança a
usar una expresión
força de fé e obediência. Eu sei que não está na moda
familiar, ‘no deja títere con
julgar a religião por seus efeitos históricos recentes,
cabeza’. Su sarcasmo y su
exceto no caso do fundamentalismo islâmico, mas alguns
mordaz ironía serían
exercícios de memória a este respeito são essenciais para
gratuitos si no fuese
a compreensão do surgimento de algumas
porque van de la mano del
monstruosidades políticas ocorridas no século XX e outras
dato elocuente y del
tão atuais como as que ocorrem na ex-Jugoslávia ou no
argumento racional. La
País Basco”.
chispa de su estilo se nutre,
por lo demás, de la mejor
Fernando Savater. El País, 17 de junho de 1995. tradición volteriana."

“Este segundo volume, como o primeiro, nos oferece uma Fernando Savater. El
ampla e sólida informação sobre esse período da história País, 20 de mayo de
da Igreja na sua transição de uma marcada atitude de 1990
condescendência com regimes totalitários conservadores
até uma postura de necessária acomodação aos sistemas
democráticos dos vencedores ocidentais na Segunda
Guerra Mundial”.

Gonzalo Puente Ojea. El Mundo, 22 de outubro de 1995.

Ler online volume 1 e volume 2 (espanhol). Para


comprar (Amazon) clique nas imagens.

56
136 páginas 480 páginas 304 páginas
De una manera didáctica, “Se bem que o cristianismo "En temas candentes como
el profesor Karl Deschner esteja hoje à beira da los del control demográfico,
nos ofrece una visión crítica bancarrota espiritual, el uso de anticonceptivos,
de la doctrina de la Iglesia segue impregnando ainda la ordenación sacerdotal de
católica y de sus trasfondos decisivamente nossa moral las mujeres y el celibato de
históricos. Desde la misma sexual, e as limitações los sacerdotes, la iglesia
existencia de Jesús, hasta formais de nossa vida sigue anclada en el pasado
la polémica transmisión de erótica continuam sendo y bloqueada en su rigidez
los Evangelios, la basicamente as mesmas dogmática. ¿Por qué esa
instauración y significación que nos séculos XV ou V, obstinación que atenta
de los sacramentos o la na época de Lutero ou de contra la dignidad y la
supuesta infalibilidad del Santo Agostinho. E isso nos libertad de millones de
Papa. afeta a todos no mundo personas? El Anticatecismo
ocidental, inclusive aos não ayuda eficazmente a hallar
cristãos ou aos respuesta a esa pregunta.
Todos estos asuntos son
anticristãos. Pois o que Confluyen en esta obra dos
estudiados, puestos en
alguns pastores nômadas personalidades de vocación
duda y expuestas las
de cabras pensaram há ilustradora y del máximo
conclusiones en una obra
dois mil e quinhentos anos, relieve en lo que, desde
de rigor que, traducida a
continua determinando os Voltaire, casi constituye un
numerosos idiomas, ha
códigos oficiais desde a Género literario propio: la
venido a cuestionar los
Europa até a América; crítica de la iglesia y de
orígenes, métodos y
subsiste uma conexão todo dogmatismo
razones de una de las
tangível entre as ideas obsesivamente
instituciones más
sobre a sexualidade dos <salvífico>.
poderosas del mundo: la
profetas
Iglesia católica.
veterotestamentarios ou de
Paulo e os processos penais
por conduta desonesta em
Roma, Paris ou Nova York.”

Karlheinz Deschner.

57
1 – (365 pg) Los 2 - (294 pg) La época 3 - (297 pg) De la
orígenes, desde el patrística y la querella de Oriente hasta
paleocristianismo hasta consolidación del el final del periodo
el final de la era primado de Roma justiniano
constantiniana

4 - (263 pg) La Iglesia 5 - (250 pg) La Iglesia 6 - (263 pg) Alta Edad
antigua: Falsificaciones y antigua: Lucha contra los Media: El siglo de los
engaños paganos y ocupaciones merovingios
del poder

58
7 - (201 pg) Alta Edad 8 - (282 pg) Siglo IX: 9 - (282 pg) Siglo X:
Media: El auge de la Desde Luis el Piadoso Desde las invasiones
dinastía carolingia hasta las primeras luchas normandas hasta la
contra los sarracenos muerte de Otón III
Sua obra mais ambiciosa, a “Historia
Criminal do Cristianismo”, projetada em
princípio a dez volumes, dos quais se
publicaram nove até o presente e não se
descarta que se amplie o projeto. Trata-
se da mais rigorosa e implacável
exposição jamais escrita contra as formas
empregadas pelos cristãos, ao largo dos
séculos, para a conquista e conservação
do poder.
Em 1971 Deschner foi convocado por uma corte em Nuremberg acusado
de difamar a Igreja. Ganhou o processo com uma sólida argumentação,
mas aquela instituição reagiu rodeando suas obras com um muro de
silêncio que não se rompeu definitivamente até os anos oitenta, quando
as obras de Deschner começaram a ser publicadas fora da Alemanha
(Polônia, Suíça, Itália e Espanha, principalmente).

59
414 páginas 639 páginas
LA BIBLIA DESENTERRADA EL PAPA DE HITLER: LA VERDADERA
HISTORIA DE PIO XII
Israel Finkelstein es un arqueólogo y
académico israelita, director del ¿Fue Pío XII indiferente al sufrimiento
instituto de arqueología de la del pueblo judío? ¿Tuvo alguna
Universidad de Tel Aviv y co- responsabilidad en el ascenso del
responsable de las excavaciones en nazismo? ¿Cómo explicar que firmara
Mejido (25 estratos arqueológicos, 7000 un Concordato con Hitler?
años de historia) al norte de Israel. Se Preguntas como éstas comenzaron a
le debe igualmente importantes formularse al finalizar la Segunda
contribuciones a los recientes datos Guerra Mundial, tiñendo con la
arqueológicos sobre los primeros sospecha al Sumo Pontífice. A fin de
israelitas en tierra de Palestina responder a estos interrogantes, y con
(excavaciones de 1990) utilizando un el deseo de limpiar la imagen de
método que utiliza la estadística ( Eugenio Pacelli, el historiador católico
exploración de toda la superficie a gran John Cornwell decidió investigar a
escala de la cual se extraen todas las fondo su figura.
signos de vida, luego se data y se
cartografía por fecha) que permitió el
descubrimiento de la sedentarización de El profesor Cornwell plantea unas
los primeros israelitas sobre las altas acusaciones acerca del papel de la
tierras de Cisjordania. Iglesia en los acontecimientos más
terribles del siglo, incluso de la historia
humana, extremadamente difíciles de
Es un libro que es necesario conocer. refutar.

60
513 páginas 326 páginas 480 páginas

En esta obra se describe Jesús de Nazaret, su


a algunos de los hombres posible descendencia y el
Santos e pecadores:
que ocuparon el cargo de papel de sus discípulos
história dos papas é um
papa. Entre los papas están de plena
livro que em nenhum
hubo un gran número de actualidad. Llega así la
momento soa
hombres casados, publicación de El puzzle
pretensioso. O subtítulo é
algunos de los cuales de Jesús, que aporta un
explicado pelo autor no
renunciaron a sus punto de vista diferente y
prefácio, que afirma não
esposas e hijos a cambio polémico sobre su figura.
ter tido a intenção de
del cargo papal. Muchos Earl Doherty, el autor, es
soar absoluto. Não é a
eran hijos de sacerdotes, un estudioso que se ha
história dos papas, mas
obispos y papas. Algunos dedicado durante
sim, uma de suas
eran bastardos, uno era décadas a investigar los
histórias. Vale dizer que o
viudo, otro un ex esclavo, testimonios acerca de la
livro originou-se de uma
varios eran asesinos, vida de Jesús,
série para a televisão,
otros incrédulos, algunos profundizando hasta las
mas em nenhum
eran ermitaños, algunos últimas consecuencias...
momento soa incompleto
herejes, sadistas y que a mucha gente le
ou deixa lacunas.
sodomitas; muchos se gustaría no tener que
convirtieron en papas leer. Kevin Quinter es un
comprando el papado escritor de ficción
(simonía), y continuaron histórica al que proponen
durante sus días escribir un bestseller
vendiendo objetos sobre la vida de Jesús de
sagrados para forrarse Nazaret.
con el dinero, al menos
uno era adorador de
Satanás, algunos fueron
padres de hijos
ilegítimos, algunos eran
fornicarios y adúlteros en
gran escala...

61
576 páginas 380 páginas 38 páginas

First published in 1976, La Biblia con fuentes An Atheist Classic! This


Paul Johnson's reveladas (2003) es un masterpiece, by the
exceptional study of libro del erudito bíblico brilliant atheist Marshall
Christianity has been Richard Elliott Gauvin is full of direct
loved and widely hailed Friedman que se ocupa 'counter-dictions',
for its intensive research, del proceso por el cual los historical evidence and
writing, and magnitude. cinco libros de la Torá testimony that, not only
In a highly readable (Pentateuco) llegaron a casts doubt, but shatters
companion to books on ser escritos. Friedman the myth that there was,
faith and history, the sigue las cuatro fuentes indeed, a 'Jesus Christ',
scholar and author del modelo de la hipótesis as Christians assert.
Johnson has illuminated documentaria pero se
the Christian world and diferencia
its fascinating history in a significativamente del
way that no other has. modelo S de Julius
Wellhausen en varios
aspectos.

62
391 páginas

PEDERASTIA EM LA IGLESIA CATÓLICA Robert Ambelain, aunque defensor


de la historicidad de un Jesús de carne
En este libro, los abusos sexuales a y hueso, amplia en estas líneas la
menores, cometidos por el clero o por descripción que hace en anteriores
cualquier otro, son tratados como entregas de esta trilogía ( Jesús o El
"delitos", no como "pecados", ya que en Secreto Mortal de los Templarios y Los
todos los ordenamientos jurídicos Secretos del Gólgota) de un Jesús para
democráticos del mundo se tipifican nada acorde con la descripción oficial
como un delito penal las conductas de la iglesia sino a uno rebelde: un
sexuales con menores a las que nos zelote con aspiraciones a monarca que
vamos a referir. Y comete también un fue mitificado e inventado, tal y como
delito todo aquel que, de forma se conoce actualmente, por Paulo,
consciente y activa, encubre u ordena quién, según Ambelain, desconocía las
encubrir esos comportamientos leyes judaicas y dicha religión, y quien
deplorables. además usó todos los arquetipos de las
Usar como objeto sexual a un menor, ya religiones que sí conocía y en las que
sea mediante la violencia, el engaño, la alguna vez creyó (las griegas, romanas
astucia o la seducción, supone, ante y persas) arropándose en los
todo y por encima de cualquier otra conocimientos sobre judaísmo de
opinión, un delito. Y si bien es cierto personas como Filón para crear a ese
que, además, el hecho puede verse personaje. Este extrajo de cada religión
como un "pecado" -según el término aquello que atraería a las masas para
católico-, jamás puede ser lícito, ni así poder centralizar su nueva religión
honesto, ni admisible abordarlo sólo en sí mismo como cabeza visible de una
como un "pecado" al tiempo que se jerarquía eclesiástica totalmente nueva
ignora conscientemente su naturaleza que no hacía frente directo al imperio
básica de delito, tal como hace la Iglesia pero si a quienes oprimían al pueblo
católica, tanto desde el ordenamiento valiéndose de la posición que les había
jurídico interno que le es propio, como concedido dicho imperio (el consejo
desde la praxis cotidiana de sus judío).
prelados.

63
A Bíblia Desenterrada – Documentário (Espanhol)
OS PATRIARCAS – 1 OS REIS – 2

O ÊXODO – 3 O LIVRO - 4

A Bíblia Desenterrada – Documentário (Inglês)


The Patriarchs – 1 The Exodus – 2

The Kings – 3 The book – 4

64
Referências e Fontes:
http://ateismoparacristianos.blogspot.com/
http://pt.wikipedia.org
Bíblia Sagrada, várias

65