Você está na página 1de 5

FOGE COM TEU FILHO!

    Mas, o que significa isso? Significa que não podemos afastar nossos filhos
da sociedade, não podemos colocá-los numa redoma de vidro, não podemos
escondê-los para sempre debaixo das nossas asas, mas, podemos mantê-los
afastados das armadilhas que Satanás já preparou para eles.

    Como? Do mesmo jeito que fizeram José e Maria. Preste atenção nos
detalhes desta história:

1. JOSÉ E MARIA ESTAVAM LIGADOS EM DEUS


–   Maria viu o anjo de Deus e conversou com ele.
–   José recebeu preciosas instruções do anjo de Deus, enquanto dormia.

Certa vez fui ao enterro de uma jovem, esfaqueada numa festinha de garagem.
Fiquei muito impressionado com tudo, mas, o que mais me choca ainda hoje é
quando me lembro do lamento e do remorso de sua mãe, que, chorando,
repetia várias vezes: “Meus Deus, que arrependimento… alguma coisa estava
me avisando para não deixá-la sair ontem”.

Pais, se liguem em Deus. “Coisa” não fala, não avisa. Quem avisa, é Deus.


Quem fala, é Deus. Quem alerta dos perigos que nossos filhos estão correndo,
é Deus. É Deus, que ama nossos filhos tanto quanto nós.

Da próxima vez que “alguma coisa”  estiver alertando-os, parem, ajoelhem-


se, peçam instrução a Deus e, nem que tenham que arrumar uma briga com
seus filhos, expliquem para eles o quê vocês estão sentindo e não permitam
que saiam para aquele encontro, passeio ou festa.
FOGE COM TEU FILHO!

2. JOSÉ E MARIA ESTAVAM LIGADOS UM AO OUTRO


    Havia uma cumplicidade entre eles. Esta cumplicidade aparece desde o
anúncio da gravidez de Maria, e fica em relevo quando foi para fugir para o
Egito. Já que tinham algo a fazer, fizeram juntos, sem reservas, sem
adiamentos, sem ‘mas’ nem ‘porém’, sem opiniões divididas.

Nossos filhos ficam confusos que há duas vozes de comando dentro de casa.
Um diz ‘sim’, o outro diz ‘não’. Eles até se aproveitam desta fraqueza do casal,
jogam um contra o outro e os manipula para conseguir o que querem.

   Pais, sejam mais que marido e mulher. Sejam cúmplices. Formem um time,
uma equipe, um exército de dois. Caminhem juntos. Seus filhos se sentirão
muito mais seguros percebendo que há união e unidade no casal e não
ficarão tentados a manipulá-los. Quando houver um ‘não’, que seja do casal;
quando houver um ‘sim’, a mesma coisa.
    FOGE COM TEU FILHO!
3. JOSÉ E MARIA ESTAVAM LIGADOS AO FILHO
   Deus lhes deu aquela criança para que cuidassem dela até que ela estivesse
em condições de enfrentar a vida sozinho. Anos mais tarde, Jesus enfrentou o
próprio diabo – e o venceu na tentação do deserto. Antes de sua morte na
cruz, enfrentou sozinho Pilatos e o neto de Herodes.

Criá-los é tarefa difícil, mas temos que ser responsáveis por nossos filhos até
que eles crescem, em todos os sentidos. Mesmo que algum deles te diga: “-Eu
não sou mais criança”, ele ainda é uma criança e não sabe se defender sozinho.
Nem Jesus, o próprio Filho de Deus, sabia se defender sozinho enquanto ainda
era uma criança.

Nossos filhos são a missão que Deus nos deu na face da Terra. Se os
perdemos, além do sofrimento insuportável, teremos que carregar o peso da
derrota, pois teremos falhado como pais.

Liguem-se aos seus filhos. Conversem com eles. Ensine-os a enxergar os perigos
da vida. Ensine truques a eles, para escapar das armadilhas de Satanás, coisas
práticas como, por exemplo: “-Filho, se teu amigo quiser dirigir depois de ter
ingerido bebida alcoólica, não entre no carro. Telefone para mim, que eu vou te
buscar. Seja a hora que for”. Perca uma hora de sono, mas não perca seu filho
num acidente estúpido.

    Acima de tudo, porém, ensine-os a depender de Deus. Ensine-os a orar, a


pedir a proteção divina. Ensine-os que não é vergonha ter fé, mesmo que
seus amigos pensem ao contrário.

A maior herança que os pais podem deixar para os filhos é a educação. Eduque
seus filhos para a vida profissional, mas, por favor, eduque-os ainda mais para a
vida espiritual.
FOGE COM TEU FILHO!

4. JOSÉ E MARIA ERAM REALISTAS


   Eles não tinham dúvida alguma de que Herodes iria matar Jesus, se
colocasse suas mãos nele.

Muitos casais perderam seus filhos porque não se deram conta que a desgraça
pode acontecer em qualquer casa, em qualquer família. Parece que para eles
as coisas ruins só podiam acontecer com o filho do vizinho, nunca com os seus
filhos, até que um dia…

Pais, acordem! Neste exato momento há um traficante tentando viciar seu


filho, e ele não está longe. Talvez esteja lá naquela esquina onde seu filho fica
até tarde da noite, ou dentro da escola, na sala de aula ou até mesmo dentro
de casa, pela Internet.
Neste exato momento alguém pode estar induzindo seu filho a beber, fumar,
cheirar, ‘picar’, ‘transar’, prostituir, roubar, mentir. E, este alguém nem sempre
é um estranho. Pesquisas confirmam que a maioria das meninas que sofreram
violência sexual na infância foram estupradas por pessoas de confiança da
família, incluindo parentes.

O diabo é cheio de truques e tem muitos auxiliares que, em troca de um


punhado de moedas ou de um minuto de prazer, irá trair sua confiança e
destruir sua família.

Não precisam se transformar em pais neuróticos, mas, sejam realistas! 


Procurem antever o perigo real de cada situação. Não existe mais ‘festinha
inocente’. O mal se espalhou. Você não pode manter seus filhos numa redoma,
mas pode – e deve – ensiná-los a ver o perigo para se proteger.
   FOGE COM TEU FILHO!

5. JOSÉ E MARIA ERAM OBEDIENTES À VOZ DE DEUS


– Deus disse: “Foge para o Egito”. Eles obedeceram.
– Depois, Deus disse: “Agora voltem, mas, evitem passar pela Judéia e vão
morar em Nazaré”. Eles obedeceram, novamente.

Alguns pais estão ligados em Deus e já aprenderam a ouvir sua voz, mas não
obedecem. Deus dá uma ordem, mas, eles fazem diferente.

Deixam-se levar pelos pedidos ou pelas reclamações de seus filhos ou ficam


preocupados com a opinião dos outros e fazem tudo errado: cedem quando
deveriam ser firmes ou proíbem quando deveriam permitir.

Se quisermos salvar nossos filhos temos que aprender que às vezes é preciso
“fugir para o Egito”, mas, noutras vezes, é preciso voltar e enfrentar a vida de
frente.

Nossos filhos são como nós, aprendem com seus próprios erros. Se eles não
enfrentarem certas situações, jamais irão crescer, jamais serão responsáveis e
maduros.

Tem pais que adotam um padrão. Uns sempre dizem ‘sim’ aos filhos; outros
sempre dizem ‘não’. Isto não é inteligente. Não existe uma resposta pronta
para todas as situações da vida. Mas, como saber quando dizer ‘não’ e quando
dizer ‘sim’? Peçam orientação a Deus e obedeçam à Sua voz.

Às vezes uma “Retirada Estratégica” é melhor; noutras vezes, “O ataque é a


melhor defesa”.
FOGE COM TEU FILHO!

6. JOSÉ E MARIA DEPENDIAM DE DEUS


Mesmo que você converse muito com seus filhos. Mesmo que eles tenham
aprendido tudo o que você sempre lhes ensinou. Mesmo que você os tenha
preparado para as mais diversas armadilhas que o diabo já colocou no
caminho deles, sempre haverá um truque novo, um golpe que ainda não foi
aplicado, uma conversa ‘fiada’ que eles não conseguirão discernir, uma
sedução irresistível, uma situação que você não imaginou e que, devido a
inexperiência deles, os deixarão em dificuldade.

Conheci excelentes casais que preparam seus filhos do melhor jeito que
sabiam, mas, ainda assim, infelizmente, vieram a perdê-los. Não foi culpa deles.
Como eu disse, o diabo tem muitos truques; a maioria destes truques são tão
antigos quanto a raça humana, mas, alguns, são novos. E muitos caem.

Por isso eu recomendo aos pais: não confiem apenas no que vocês ‘passaram’
para seus filhos. Mantenham sua própria vida espiritual em ordem. Confiem
em Deus. Depositem seus filhos aos pés de Jesus.

Orem por seus filhos; orem pelos amigos de seus filhos; orem por seus
relacionamentos amorosos; orem pelos lugares que eles freqüentam; orem
pelos filhos dos outros que lá estão também; orem, inclusive, pelos inimigos
dos seus filhos.

Depois, deitem e durmam em paz, na dependência de Deus. Uma vez que


vocês os tenham colocado nas mãos de Deus, creia de todo o coração que o Pai
está no comando.
FOGE COM TEU FILHO!

Conclusão
   Como José e Maria conseguiram salvar seu filho das mãos de Herodes, este
terrível rei?
– Eles estavam ligados em Deus.
– Eles estavam ligados um ao outro.
– Eles estavam ligados ao filho.
– Eles eram realistas.
– Eles eram obedientes à voz de Deus.
– Eles dependiam de Deus.

Façamos o mesmo!
Venha, vamos pedir sabedoria e disposição a Deus. Vamos pedir que Ele nos
ensine quando devemos “Fugir com nossos filhos” e quando devemos
enfrentar as situações que a vida nos impõe.

Deus seja louvado!

Autor: Pr Franco

4 Comments

Você também pode gostar