Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

FACULDADE DE ENGENHARIA MECÂNICA


Curso de Graduação em Engenharia Aeronáutica

TRABALHO DESCRITIVO DO OVERHAUL DO MOTOR PT6A PARA DISCIPLINA


DE MANUTENÇÃO DE AERONAVES (FEMEC43091)

Prof. Giuliano Gardolinski Venson

Lohanna Ferreira Paiva (11611EAR009)

Uberlândia, Dezembro de 2020


LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Western Skyways [5]. ........................................................................... 4


Figura 2: Motor PT6A [4]. .................................................................................... 5
Figura 3: TBO Motor PT6A [2]. ............................................................................ 5
Figura 4: Desenho esquemático das seções do motor PT6A [4]. ........................ 7

2
SUMÁRIO

1. OBJETIVOS ........................................................................................................... 4

2. DESCRITIVO ......................................................................................................... 4

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ........................................................................... 8

3
1. OBJETIVOS

No contexto da disciplina de Manutenção de Aeronaves, no curso de graduação


em Engenharia Aeronáutica da Universidade Federal de Uberlândia, o presente
trabalho tem por objetivo principal familiarizar o discente com o processo de
manutenção de um componente aeronáutico, no caso a revisão geral (“overhaul”) do
motor PT6A.

2. DESCRITIVO

A manutenção do motor em questão foi realizada por uma oficina de manutenção


americana chamada Western Skyways, certificada pela FAA para a revisão geral das
séries de motores da Continental, Lycoming e Pratt & Whitney PT6A, tendo
especialistas nas aeronaves da família Beechcraft e Cessna, segundo o site da
empresa.

Figura 1: Western Skyways [5].

Esse motor é um motor a reação turbohélice, que possui uma variedade de


modelos que variam em potência de 580 a 1940 shp. É muito utilizado em aeronaves
do tipo Beechcraft Super King Air, Pilatus PC-12 e Embraer Super Tucano. A revisão
geral deste tipo de motor tem um TBO, time between overhaul, de 3000 a 6000 horas.

4
Figura 2: Motor PT6A [4].

Acessando o site da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, é


possível ter acesso a instrução suplementar que fornece orientações para os
proprietários, operadores e pessoal de manutenção quanto a revisão geral do
TBO do motor.

Figura 3: TBO Motor PT6A [2].

No vídeo são mostrados ex-trabalhadores da Pratt & Whitney (fabricante do


motor) ou de empresas de transporte aéreo com experiência neste tipo de motor que
compõe o corpo técnico da oficina. A seguir está o descritivo dos processos de
manutenção no qual o motor passou:

1) Departamento de desmontagem: Área onde os motores são desmontados


utilizando ferramentas especiais dispostas em bancada vertical.
2) Departamento de limpeza: após a desmontagem, as peças são separadas por
material (aço, alumínio e magnésio) para que, posteriormente, possam ser
mergulhadas no tanque de solvente, o que elimina todo o óleo e demais detritos

5
acumulados. Após isso, são depositados no equipamento de limpeza
ultrassônica (Ultrasonic Cleaner Unit) com água e sabão finalizando a limpeza.
3) Departamento de Inspeção: O chefe de inspeção, responsável pelo controle
de qualidade das turbinas na oficina, deve garantir que as ordens de serviço
sejam devidamente verificadas antes da liberação do motor. No vídeo são
mostrados alguns equipamentos/processos de inspeção por testes não
destrutivos como equipamento de medição de dureza de Rockweel, análise de
dados nas lâminas do compressor da turbina, equipamento para teste de dado
por impacto nas lâminas, microscópio para análise de “buried damages” (danos
não superficiais), inspeção com partículas magnéticas (MPI: magnetic particle
inspection) no eixo do motor, o qual permite detectar descontinuidades
superficiais ou não e inspeção fluorescente, um teste penetrante aplicado num
anel do compressor com o objetivo de encontrar rachaduras ou danos ocultos.
4) Departamento de pintura: Aqui é realizada a pintura preventiva nas partes de
magnésio após a limpeza, como a carcaça da caixa de redução do motor.
5) Departamento de Inspeção Detalhada: Aqui, as peças são inspecionadas
minuciosamente, onde a inspeção de cada peça pode durar até 5 dias. Após
essa inspeção é realizada uma etapa de balanceamento realizado por uma
máquina de balanceamento horizontal do conjunto de redução de primeiro
estágio, reduzindo os efeitos de vibração os quais seriam exponencialmente
maiores havendo desbalanceamento.
6) Departamento de montagem: No vídeo é possível ver o corpo técnico da
oficina realizando a instalação de bicos de injeção, seguida pela sessão de
montagem das turbinas (“power section”) auxiliada por ferramentas especiais.
Um dos mecânicos utiliza uma ferramenta com PN TT1000, que é utilizada para
testar o isolamento térmico da turbina (“resistance insulation test”). Além disso,
foram realizados testes como a inspeção de parada repentina, inspeção de
contaminação de óleo, entre outros. No final da montagem da “Power Section”,
foi acoplado a “Gas Generator Section” como motrsado na figura abaixo e irá
para a célula teste do motor, no qual diversos testes foram efetuados que
fornecerão dados que auxiliaram a performance e resistência do ponto de vista
mecânico, elétrico, manufatura e propulsivo.

6
Figura 4: Desenho esquemático das seções do motor PT6A [4].

7) Avaliação de custos: Após a finalização de serviço, foi informado que


o tempo da revisão completa do componente foi de 4 a 6 semanas.
Normalmente, é realizada uma avaliação de custos de manutenção
após a etapa de desmontagem, onde são fornecidos ao cliente uma
prévia de custos e possibilidades. Além disso, é possível ver no vídeo
que a empresa possui um serviço de aluguel de aeronaves para
substituir àquela que está em revisão.

7
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

[1] VENSON, G. G. Publicações Técnicas em Manutenção de Aeronaves. 2020.


Material de aula – Curso de Engenharia Aeronáutica, Universidade Federal de
Uberlândia, Uberlândia.

[2] INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR – IS N° 91.409-001 REVISÃO B. Disponível em: <


https://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/iac-e-is/is/is-91-409-
001/@@display-file/arquivo_norma/IS91.409-001B.pdf>. Acesso em 21 de
dezembro de 2020.

[3] PRATT WHITNEY PT6A TURBOHÉLICE. Disponível em: <


http://aeronaves2014.blogspot.com/2014/08/pratt-whitney-pt6a-turbohelice.html>.
Acesso em 21 de dezembro de 2020.

[4] PT6A ENGINE REPAIR. Disponível em: < http://www.primeturbines.com/pt6a-


engine-repair.php>. Acesso em 21 de dezembro de 2020.

[5] WESTERN SKYWAYS. Disponível em: < http://www.westernskyways.com/>.


Acesso em: 26 de dezembro de 2020.

Você também pode gostar