Você está na página 1de 162

Créditos Agradecimentos Especiais:

Igor “A Malk já tá saindo” Spala, por estar tão


Escrito por: Ro Tico Amadeu e colaboradores empolgado em também ajudar narradores novatos
Co-autores: Welton Pereira, Yan Queiroz e Igor e trabalhar incessantemente no livro.
Spala Raphael “Eu pensei em como tornar a Capital
Desenvolvido por: Ro Tico Amadeu mais crível” Oliveira, por oferecer material de
Diagramação: Ro Tico Amadeu qualidade e opiniões válidas.
Ilustrações Originais: Ro Amadeu, Welton Roque “tu é supercriativo” Llew, por me apoiar
Pereira e Yan Queiroz em todo o percurso e torcer pela nossa vitória.

O livro Capital by Night é resultado de uma Welton “Sábado é meu níver!” Pereira, por não
colaboração coletiva da comunidade Segredos perceber que quem ganhou o maior presente foi a
de Narrador do Facebook. gente, o de ele entrar no projeto.
Yan “trabalhei mais a história” Queiroz, por
Meu agradecimento a cada pessoa que colaborou sempre prezar pela qualidade do material final e
com um personagem. Sou muito grato. não deixar eu aceitar menos que isso.

Colaboradores
Andre Luiz Fernando Souza Nana Larsson
Airton Munhoz Gilberto Jhunior Pedro Niik
Alessa Malkavian Igor Spala Rafael Alexandre
Álvaro Francisco Jay R. Obertus Raphael Oliveira
Alvaro Pereira Julio Nicolodi Rob Trindade
Chrystian Rissoli Junior Adrian Roque Llew
Dênis de Lima Marc Siqueira Vanderlei Pereira
Ederson Guedes Mateus Fontoura Welton Pereira
Eduardo Aguiar Matheus Cândido Yan Queiroz

© 2017 White Wolf Entertainment AB. All rights reserved.


Vampire: The Masquerade®, World of Darkness®, Storytelling
System™, and Storytellers Vault™ are trademarks and/or
registered trademarks of White Wolf Entertainment AB. All
rights reserved.
For additional information on White Wolf and the World of
Darkness, please, visit: www.white-wolf.com,

4 CRÉDITOS Versão 1.1 - Revisão I - Jun 2020


Conto: Memórias de um Jardim Morto 06

Introdução: Bem-vindo à Capital 14

Capítulo I: A História 24

Capítulo II: Localidades 34

Capítulo III: Dramatis Personae 56

Capítulo IV: Conspirações 126

Capítulo V: Narrativa 138

CAPITAL BY NIGHT 5
Memórias de uM
jardiM Morto
Sentado na poltrona que já foi de minha progenitora, sempre me fizeram acreditar. Como pode um antigo
observo a vasta biblioteca da família. Olho por todos aliado deixar suas larvas agirem degradando tudo de
os cantos e detalhes, cada ângulo, cada detalhe belo que tento reconstruir?
reconstruído por mim neste parco tempo que retorno. Ao fundo sinto o cheiro cítrico, característico da
Meu olfato sente cada nanograma do perfume das pedra chutada pela bota, adoro o perfume dela, um
rosas que sempre estão vivas no jardim e que secam filete de algo que muito perdi se imiscui ao cheiro das
como natureza morta em cada cômodo incômodo deste Rosas e da Cadaverina e vejo a bela serva me entregar
Ateliê que, na verdade, é um grande Mausoléu. De uma caixa rubra, feita da madeira que um dia foi o ouro
uns tempos para cá, parece que os odores das Rosas destas terras. Ainda sinto o cheiro da madeira vermelha
se confundem com a minha adocicada cadaverina, como se houvesse sido recentemente extirpada da
diferente do fel amargo que escorre da psicose vida, me vejo numa alegoria daquele objeto.
paranoica que me domina.
Sou desperto dos devaneios pelo calor do toque da
As sombras ofídicas parecem sair de meu encéfalo Carmona, observo seu belo semblante, ela me sorri
e minha própria sombra parece uma Python pronta e acaricia minha mão, e sai severa com um pequeno
a me esmagar nas suas artimanhas frequentes, uma sorriso, mas em seu coração sinto uma criança
ponta de questionamento, não medo, não dor, por saltitando por ter agradado seu pai. Eu? Pai? Uma
talvez ter sacrificado outras Rosas que, por artimanhas gargalhada decrépita toma conta do salão.
próprias, se esgueiraram nas sombras como cobras e
não desabrocharam de forma virtuosa para sua família Abro a caixa, o cheiro dos papéis uns mais velhos e
e para enfeitar de forma efetiva a Alva Torre, em vez requintados que outros tomam sua parte nas sinfonias
de a circundar e como uma vinha enfeitar a circular daquela pérfida ópera de odores; os ácaros despertam
Torre de Marfim com seus belos botões rubros. com o ar fresco voltando à caixa e tomam sua parte
neste complexo cenário.
Mas o que está feito, está feito, minhas operações
nunca chegarão aos pés das de minha Matrona, Observo cada um dos papéis e por fim retiro a
talvez apenas sejam diferentes, mas apesar dos longa carta, que por si só ainda tem as impressões das
questionamentos, das dúvidas que vejo pairando, das dédalas da Matriarca, o perfume desta flor toma conta
mudanças repentinas de aliados, o único intento deste do ambiente como uma Diva se sobressaindo em um
cadáver vem a ser reerguer o nome desta Cidade, dita solo perante toda a sinfonia. Ao fundo, o cheiro do
Imperial e hoje tão plebe. Seria muita pretensão desta ator repugnante que o havia escrito. Com cuidado as
mera criança que brinca na noite? dobras são desfeitas e os globos oculares se deparam
com o enredo de sua própria tragédia:
O que fiz nos últimos meses não se compara à
decadência e degradação que foram os anos passados Eu, Augusto Chagas Carvalho, nascido em 1850 sob
lentos como sebo viscoso escorrendo pelos orifícios a influência de Plutão, Urano e Netuno, condenado
deixados pelos vermes em um corpo em decomposição. desde então a uma existência que visa apenas e nada
Acendo este cigarro e observo as silhuetas da fumaça mais que a comprovação da efemeridade da vida e
tomando formas proféticas, tão confusas como a a certeza da morte. A dor da vivência cotidiana foi
mente da louca que quer ser minha Matriarca por muito cedo ainda no cerne da família, aplacada pelas
puro ciúmes da mais bela Rosa, Insana maldita que primeiras letras ensinadas por meu progenitor, em meio
acolhe traidores, tão maldita como os Monstros que ao Engenho da família. Progenitor, um dos poucos
tentam se esconder entre os insetos e traem aquilo que agraciados na época pelo Bacharel em Advocacia.
.
de junh o de 2012
Santos, 10
ai,
r a , m ã e de meu p
o
ada senh e as
Minha am m in h a história, .
tanto d e
segue um le n t a d ecadência
minha
s t if ic a t ivas para
ju
,
n o e d o amoníaco
do carbo
“Eu, filho id ã o e rutilância
,
de escu r
Monstro da
e s d e a e pigênese
Sofro, d
infância, díaco.”
d o s s ig nos do zo
cia má
A influên

E tendo aprendido a escrever os primeiros rabiscos,


minhas primeiras rimas foram formadas, e o apreço
pela leitura me fez criar um mundo meu, apenas meu
mas no qual pude fugir de minha própria sina. Clamava
a dança das letras acalento quando, na flor de minha
primeira década, a doce e fria companheira vestida no
cetim preto levou minha progenitora em seus braços
no parto doloroso de um fraterno feto morto. Aos
doze, mandado à capital paulista, colocado no seio
da sociedade estudantil no Liceu Paulista, segui em
meus contos e na profissão daquele que me provia,
letrado bacharel e doutor em Direito. Mas optei pelo
magistério, pela beleza do ensinar a arte do escrever
e do que está escrito.
Meu físico foi sempre fraco, por mais que fosse
tratado, com beberagens, com novas tecnologias ou
pajelança, minha saúde era frágil, e foi dentre tais
consultas e internações que achei algo que pensei
jamais existir. Essa era minha musa na minha época,
e cerca de 30 poemas, sonetos e contos toscos eram
escritos a cada troca de lua.

“Pois é mister que, para o amor sagrado,


O mundo fique imaterializado
– Alavanca desviada do seu futuro –“

Por dentre dos brancos dos trajes, do cheiro do álcool,


da podridão e do brilho negro do mogno dos soberbos
doutores, entre uma sangria e um suador para as febres,
conheci aquela por quem pude conhecer o sagrado, e
que me fez pensar por alguns anos que era possível a
crença em algo como amor. Era por quem eu voltava e
deixava menos soturnas, mas mais doloridas as palavras
as quais eu sangrava com sangue negro sobre os
papéis. Anne Marie era o nome daquela, descobri ela Ao lado dele, tão belo e acalentador exemplar de um
apaixonada por meus folhetins, e pelo único livro que macho perfeito, pelo qual até mesmo os demais machos
havia publicado até então. Seu berço era de entre as poderiam ter desejo, ou apenas segui-lo cegamente,
inspirações das palavras, mas tinha escolhido servir afinal, ele é o líder e o artista perfeito, os olhos cheios
se dedicando aos doentes. de vida e piedade e, ao mesmo tempo, duros e cheios
Foram 5 anos com ela, nos quais uma verborragia deliderança. Samuel nos deixou a sós, ele folheouos
poética aconteceu para mim. Produzia, enquanto últimos escritos, todos manchados ainda de sangue,
dormia, enquanto lecionava, enquanto sorria, enquanto observou novamente a face decrépita que em breve não
me deitava com ela. Minhas publicações foram seria mais minha e olhou no fundo de meus olhos. Foi
aumentando, tal a intensidade do amor que eu sentia. feita a constatação de minha morte em vida, quando
Minha semente fecundou aquele terreno fértil, e aos meus amores morreram comigo, minha morte que se
7 meses de gestação ela se apressa em trazer minha aproximava, mas ele me daria o direito a uma nova
cria ao mundo, mas durante o parto, ambas, semente vida onde poderia morrer tentando a chance de ser
e terreno secaram e adubaram uma semente que se feliz novamente, mal sabia que ele mesmo tiraria de
iniciou no desespero, seguiu pela loucura e deu os mim a única coisa que eu tinha amado.
frutos da melancolia. Ainda me apegava a este lado com os últimos
Não parava a escrita, a pena novamente como faca fiapos de vida, quando senti as lâminas gélidas
rasgava e sangrava em negro o papel com borrões se afundando em meu pálido pescoço, já tão pálido
salgados que escorriam por entre as cicatrizes do pela doença quanto o progenitor de minha morte,
papel. Só me importava o escrever, minha saúde se Naquele momento, éramos uma dicotomia reversa,
escoava, minha família se preocupava, meu irmão em ele um cadáver andante, tinha mais vida que eu, um
alma, Samuel, publicava os escritos que eu permitia, arremedo de criatura, decrépito, com os vermes e os
outros eu queimava, outros guardava junto com as bacilos já devorando meus pulmões e meu interior.
cartas de Anne Marie antes de nossas núpcias. E O meu sangue já ralo foi absorvido, a dama de cetim
assim era particionada minha mente, em parte ao negro estava ao meu lado, segurando minha mão, já
público que me via doentio e brilhante, outra parte me tão gélida quanto ela, e eu me afundando no êxtase
degradando, abusando do tabaco e do ópium, e uma que aquelas lâminas de marfim provocavam em minha
terceira guardada no fundo de minh’alma. carcaça.
As mãos de minha morte foram delicadamente
retiradas das minhas, senti o gosto férreo e poderoso
que escorria pela minha boca, senti minha carne, meu
a! âmago, meu espírito se retorcendo, voltando para
Com que avidez ele dessa fonte sug dentro da casa que ele não queria mais, e uma criatura
de acordo, que estava em gestação em minh’alma revelou sua face
Ninguém mais com a Beleza está
ga, pela primeira vez. Uma besta nunca sentida, talvez
Do que essa pequenina sanguessu oprimida pelas minhas dores e amores, tomouconta de
Bebendo a vida no teu seio gordo! minha carcaça já não tão mais decrépita, mas profana,
com a força amaldiçoada de mover cadáveres. Ataquei
meus companheiros terminais de mazela, trouxe aeles
A falta de cuidado com meu físico levou minha o descanso eterno que a esta besta não foi permitido. O
já decrépita carcaça a ser infectada pelo bacilo, que vermelho da fome se transforma no cinza da culpa, o
corroeu meus pulmões, minh’alma e o restante de sangue em minha boca e garganta foram regurgitados
minha vida, enquanto minha mente oscilava entre em parte pela parcela humana que me cabia. Como
momentos de lucidez, e aqueles onde tinha certeza assim se alimentar dos fluídos de um igual?
da presença de minha amada e nossa filha ao meu
Jean Paul Delamare era o nome de meu novo pai-
lado. Fui levado a uma das acumulações de tísicos
mãe em morte, sendo que meu catre foi o novo útero,
deste país, minha condição foi arrastada por três anos,
minha carcaça contaminada, meu próprio óvulo, e o
nos quais ainda escrevia, em meus últimos respiros,
sangue dele o novo sêmen. Dessa união funesta nasceu
quando o líquido divino espirrava a cada espasmo por
este novo ser que, segundo explicado por meu paterno
minha boca e minhas narinas. Logo após ter recebido
monstro, é amaldiçoado a ser uma criatura notívaga,
a extrema unção, e minh’alma que já era destruída
hematófaga, resistente ao ferro e ao punho, porém
estava encaminhada ao julgamento, ao qual sabia que
sensível à madeira certeira ao coração. Aprendi a
por meu descaso eu tinha a mesma culpa do suicida
não viver entre monstros, e reaprendi entre os vivos,
enforcado ou de um dos apreciadores do cianeto,
aprendi sobre minha nova espécie, e quis manter meus
recebo a derradeira visita meu amigo e futuro biógrafo,
fragmentos de humanidade quem sabe já corruptos
Samuel. Mas ele não veio só.
quando andava sobre o Astro Rei. Aprendi um pouco
sobre os meandros de uma nova política de famílias
que comandavam o circo noturno. Era um artista, entre
reis, feras, filósofos, magos, loucos e renegados. Mas
havia outros fora desta Camarilla, existiam aqueles que
se relacionavam dentro das próprias famílias e faziam
poucos negócios com nossa sociedade. E existiam os
pérfidos renegados de suas próprias humanitas que
se deixavam viver pela besta e deixar seus monstros
interiores tomarem conta. E por fim conheci Valerie,
você minha querida senhora, raio de sol por dentre a
decrépita gruta funerária que é meu coração.

Abro na treva os olhos quase ceg


os.
Que mão sinistra e desgraçada enc
heu
Os olhos tristes que meu Pai me
deu
De alfinetes, de agulhas e de pre
gos?!

Havia necessidade em aprender e viver, fui enviado


por Valerie e meu pai a França, de onde a cada mês
enviava cartas, dizendo minhas descobertas de criança
pálida à luz da Cidade Luz, bem como uma obra a
cada seis meses. Então vieram as guerras, os horrores,
que alimentaram o meu mundo dos escritos, eu podia
absorver as dores no ar, o cheiro de sangue e pólvora,
minha besta se deliciava com aquilo, enquanto meu
lado humano se quebrava aos gritos e horrores. Por
fim, fui convidado por meu até então amado Jean Paul
para a Semana de Arte Moderna no Brasil. Viagem
amaldiçoada.
Carregava em mim uma maldição, de nunca mais
trazer prazer a ninguém e apenas dor a quem me cedia
sua vida, além da maldição de me inebriar perante
a beleza do novo sangue que em minha veia corria.
Maldito! Maldito! Maldito! Três vezes maldito em
minha culpa por viver, não vivo, trago a praga de
minha segunda morte, sou vetor tísico, carrego comigo
a dor e a podridão. Venho para o Brasil, metade da
tripulação chega tísica a Santos, por minha culpa, por
minha sede. Escrevi sete obras durante a viagem, das
quais apenas uma mantive, as outras eram pérfidas e
nunca chegariam aos pés do então amado Pai Jean Paul.
Chego e eu, em meu falso cortejo, sou levado à casa
dos italianos negociantes, levanto e vejo meu Pai me
espe rando, levanto e beijo-o a face gelada e saudosa
de feições tão familiares, um gelo reconfortante como
as lâminas que me abraçaram no mundo noturno.
Maldito, Maldito, Maldito, tríplice maldito sou.
Segui a Santos para embarcar no dia mais próximo,
quando encontrei minha contraparte monstruosa, e
provavelmente a decadência que iria buscar, Carmello.
expliquei-lhe meu sofrimento e o monstro riu de minha
desgraça. E como não rir? De um arremedo de não vida
dedicado a um fantasma. Pedi ajuda a Carmello para
levar a besta para passear e me aproveitar um tanto dela.
Comecei com uma pintura horrenda, a fornicação,
o sangue e a morte de três meretrizes voluptuosas
desnecessariamente, o jorro da gula de uma refeição
exagerada, combinada com o pescoço quebrado de uma
prostituta inocente e os pulmões arrebentados de uma
terceira pela sola de um bom corte de sapato. A queda
da consciência como um morcego me assombrando
no escuro do quarto no dia. E então a tentação da
destruição de uma irmã contra um irmão. Por fim, a
minha decadência começa, a observação dos atos de
Carmello me levam a vontade de aprender a colocar
minha parca vontade sobre os outros, e assim escrever
as histórias a minha maneira. Em troca quebraria os
ossos para o Negociante Italiano. Além disso, minha
decadência a aqui começa realmente.
Rubra, lâmina, rubra,

Úmida e afiada

Comandada pela efemeridade

Do pensamento em prosa

Fúria, rubra, Fúria,

O frio cadáver

Queima nas paixões,

Da destruição e luxúria

Filosofia, furiosa, Filosofia,

Diamante em Dureza

Ardil da Besta,

Para libertar-se das grades

Jaula, filosófica, Jaula,

sanguinolenta em suas barras,

Maleável em essência,

Na fúria corrente da alma.

Alma?

-Julio César Nicolodi


“O que os jovens esquecem é que nenhuma mudança
profunda será conquistada através da baderna. Porém, às
vezes os anciãos também precisam ser lembrados da pior
maneira de que as Crianças da Noite existem e querem ser
ouvidas.”

O iconoclasta expressou toda a sua confusão em sua face.


“Então… É… Isso significa que nós podemos… Seguir com
o plano?!”

A matriarca se aproximou do homem fedendo tanto a


whiskey excessivo que a presa do Iconoclasta consumiu
horas atrás como ao aroma férreo do vitae que ele não
conseguiu limpar da jaqueta e barba antes de encontrá-la.

“Meu caro. Minhas crias e netos. Sangue do meu sangue.


Se eu, a Matriarca de mais de um milênio de não-vida,
der as bênçãos à sua revolução, então não seria um ato de
rebeldia, não é mesmo?
Seria apenas mais outro passo calculado de uma anciã.

Não.

Eu não só quero que você toque o terror esta noite.

Não.

Eu quero é que você me surpreenda!


Eu quero despertar amanhã sentindo toda a fúria que
corre em suas veias desde Troile!
Eu, como anciã, também quero ter medo da minha
própria existência após ouvir sobre o que vocês fizeram
esta noite na Capital.
Só então você saberá que foi bem sucedido.

Rebela-te!”
Bem-vindo
à Capital
“Quando os ricos fazem a guerra, são sempre os pobres que morrem”.
-Jean-Paul Sartre

Introdução
se vence ou se sofre uma derrota catastrófica, e é
A capital. Uma cidade em que as profundas
apenas uma questão de tempo para que o vencedor
marcas da corrupção são sentidas em cada
se torne o derrotado. Num piscar de olhos vidas
esquina. Obras inacabadas servem de abrigo para
são roubadas, acabadas ou destruídas.
misteriosas figuras que há muito vivem no limite
da sociedade. Ruas escuras em áreas sem vigilância E tudo não passa da influência dos Membros.
fazem o crime proliferar enquanto policiais mantêm A sede por poder da Camarilla corrói a cidade
a ralé longe dos bairros nobres. Moradores de rua como um câncer, transformando o que antes era
se aglomeram e, completamente ignorados, viram uma elegante cidade dos barões em um antro de
parte da paisagem de muros pixados e ruas sujas. violência e miséria. Um vampiro quer reformar
sua mansão? Que se feche um hospital para
Ao mesmo tempo, luxuosas festas nas coberturas
redirecionar verbas! Um ancião quer derrotar seu
de edificações magnificentes regadas a vinho
inimigo mafioso? Influencie as gangues para um
e sangue dos inocentes acentuam as máscaras
embate sangrento, não importando quem se fira
vestidas por aqueles no poder. A devassidão e
com as balas perdidas. Os humanos da capital são
libertinagem estão disponíveis para quem pagar
meros brinquedos nas mãos dos imortais.
o maior preço e, quanto mais gente inocente se
ferir, maior o prazer. A vida não vale nada e a Ou não seriam? Será que o cheiro da fumaça dos
imortalidade a tudo justifica. pneus queimados já chega na cobertura penthouse?
Será que o sangue dos inocentes já corre tão fraco
A capital é uma cidade de contrastes. Entre o que
que os poderosos sentiram o gosto diluído em suas
se é considerado belo e o lixo, entre o abismo da
bocas? A profecia de que as crianças sempre se
vida moderna e a epifania da verdade, entre o amor
rebelarão contra os seus senhores sempre se torna
doentio e a distância isoladora; absolutamente tudo
realidade, e talvez o momento da retaliação seja
é extremo e ninguém mediano aqui sobrevive. Ou
este.

CAPITAL BY NIGHT 15
Essa é a capital. Uma cidade cheia de vampiros elevando o conflito e a sensação de que eles se
jovens querendo seu pedaço de algo que já está preparam para um ataque fatal.
em ruínas. Um lugar onde tanto eles poderão Ou seria tudo isso mais um golpe dos anciãos?
aproveitar de sua imortalidade ou acabá-la. Um Enquanto o clã Toreador aproveita o cenário
local para se chamar de lar. E essa não é qualquer caótico para fazer mudanças internas, os Tremere
capital: essa é a sua capital! se perguntam se seu Primógeno pacifista Preto
Velho é suficiente para levantar a voz deles na
Capital e os Ventrue revisam a situação e indagam
A Camarilla se o momento não é esse para a Praetor Danisha
Soberana nessas terras por pelo menos duzentos retomar o poder. Já os Gangrel e Nosferatu se
anos, a Camarilla local é basicamente composta de proliferam nas partes ermas da cidade e entre os
imigrantes portugueses e suas crias. Outrora uma rebeldes, convertendo os Brujah em sua busca
poderosa base do monarca Ventrue Dom Afonso por liberdade.
de Bragança, a Capital caiu em um principado Mas ninguém quer mais o poder que os
Malkavians. Lionel, o antigo senescal do Ventrue
Brujah controverso e se esforça para controlar os
mais jovens e agradar os Anciãos. A sua jovem Dom Afonso, foi até indicado como o novo Príncipe
em sua partida da cidade, mas bastou perder o apoio
Príncipe - Joaquina Alcântara, do Clã dos Filósofos
dos Ventrue para nunca ser nomeado. Lionel, agora
- persevera em uma tensa relação entre os crescentes
Iconoclastas e já perde sua base aliada entre oso Primógeno Malkavian, busca cada oportunidade
grandes nomes da Torre de Marfim local. para depor Joaquina e irá parar apenas quando
Aumentando a tensão, recentemente, até uma for coroado.
Caçada de Sangue foi chamada contra o Primógeno No entanto, talvez nem mais haverá um
Nosferatu Rodriguez sob a acusação de traição principado para ser disputado. Ao menos é o que
e venda de informações para os Anarquistas, os Anarquistas esperam.

16 BEM-VINDO À CAPITAL
Os Anarquistas
Uma força crescente e difícil de ser contida são os Anarquistas. Essa desconexão entre
os senhores e suas crias, entre a liberdade e os rígidos padrões da sociedade da Torre
de Marfim gera incontáveis frustrações oprimidas e basta uma voz gritar no escuro
para que outras a sigam.
O grito de liberdade é uma expressão sincera contra toda a estrutura monárquica
que há séculos os anciãos da Capital praticam (afinal, o termo Príncipe por si
é algo com o qual alguém das novas gerações simplesmente não consegue
se relacionar). A sociedade mortal se transforma em tal velocidade que a
maioria dos anciãos simplesmente não consegue acompanhar mais, abrindo
espaço para que neófitos controlem determinados campos que eles não
compreendem. Claro que os mais antigos Ventrue controlam a mídia,
mas quem controla (ou até entende) a internet?
Nesse contexto, os neófitos não só crescem impacientes como
adquirem influências mortais que antes nem existiam. Mas o
que fazer quando se é um importante membro, porém não
recompensado e prestigiado? Ir contra o sistema. E muitos
querem. Eles inclusive conquistaram dois territórios e o
algoz Toreador Leonardo Latorre já não possui recursos
para barrar tal crescimento. Uma guerra no horizonte
é possível.
O líder local é o Caitiff Constantino,
aliás, o termo Barão também é algo arcaico
e monárquico demais para seu estilo.
Comumente chamado de Tim, esse
vampiro supostamente de outra Capital
agora defende os interesses dos
mais jovens, conseguindo mais
e mais afiliados à sua causa
e usando cibercrimes para
sabotar os anciãos da Capital.
supostamente, porque seu
passado esconde segredos
dos próprios anciãos
locais, o mistério de
que os Anarquistas
possam ser uma
poderosa
ferramenta
cresce.

CAPITAL BY NIGHT 17
O Sabá Se ao menos houvesse recursos. O Sabá entende
que apenas cabeças de pá neófitos não conseguirão
A Espada de Caim agora observa. Se o tomar a cidade e a seita tem raramente convertido
embate entre a Camarilla e os Anarquistas não novos Cainitas. Como convencer alguém que tem
for resolvido pacificamente, haverá então uma a opção pela Anarquia de que os ideais religiosos
oportunidade única de surpreender os dois lados e de guerrilha do Sabá são a solução? Em um
enfraquecidos por uma guerra. Com espiões em mundo tão cínico como o da Capital brasileira,
várias partes da cidade, o Sabá anseia o momento fanatismo é visto como exagero e de fato ninguém
em que a Camarilla cometa um erro fatal e abra morreria pela causa.
as defesas para uma invasão em massa.
Até São Paulo cair, ao menos. Em eventos
A grande Cardeal da América Latina é agora a recentes, o Sabá perdeu sua mais importante
Malkavian Antitribu Sacerdotisa Carmesim. Com megalópole na América Latina. Agora, a Seita
um histórico de ódio contra o ancião Malkavian não só necessita de um novo lar para os vários
Lionel, não seria uma surpresa se ela agora virasse Cainitas que sobreviveram, mas está sedenta por
todas as atenções para a Capital e planejasse o uma nova base. Seria a Capital a nova sede da
golpe fatal. Espada de Caim?

18 BEM-VINDO À CAPITAL
Ainda assim, os Malkavians possuem vários
Os Clãs na Capital domínios importantes. Desde o centro velho
que lentamente cai nas garras dos Anarquistas
Brujah e sangue-fracos, passando pelo clube Faest da
dominatrix Isabella, até a grande Prisão Estadual
Os Brujah estariam à beira de um colapso, não onde uma fanática religiosa decide quem merece
fosse a Matriarca Lavinia, a grande líder do clã e punições severas ou está apto a encontrar a
Primógena consegue ainda controlar os membros salvação. E se isto não fosse pouco, Antônio
que optam por ficar na Capital e até alguns dos Abravanel hoje é quase uma harpia.
que já seguem o líder Anarquista Constantino.
O fato de que a Príncipe Joaquina Alcântara é Com o tamanho também veio a divisão. Sob o
Brujah só trouxe problemas para o clã. A mesma olhar tirano de Lionel, os jovens mal conseguem
se distancia dos seus para cada vez mais ouvir uma parte de algum desses domínios sem antes
os outros anciãos, sendo acusada de fazer o que deverem suas almas e muitos agora se uniram
for para ficar no poder que aparentemente não aos Anarquistas. Inclusive sua cria, Ádria, que
será mais dela. transformou sua emancipação em uma das
maiores vergonhas que ele sentiu, provando que
Ainda assim os Brujah são numerosos na Capital qualquer um poderá se rebelar, talvez não sem
e controlam diversos domínios. A universidade sérias consequências, claro.
Federal ainda forma grandes membros da
sociedade mortal e amplia as influências do clã em
campos especializados enquanto que a Prefeitura,
apesar de ser cada vez mais disputada com os Nosferatu
Ventrue, ainda fornece suporte político contra as Os Nosferatu já tiveram muito e hoje se agarram
manobras dos inimigos. ao pouco que ainda possuem. Escândalo após
A maior arma do clã ultimamente, porém, tem escândalo, a reputação do Clã foi severamente
sido sua harpia. Cassiano Brandão controla o machucada. O ancião que certa vez trouxe
status na Capital e sobretudo o jogo de favores no seus membros para criarem a primeira galeria
qual os anciãos são mestres. Sutilmente, Cassiano subterrânea da cidade, o Barata Cascuda,
consegue diminuir o impacto das ações duvidosas conseguiu se livrar dos déspotas Dom Afonso
de seus irmãos e exaltar os feitos dos aliados, de Bragança e Lionel Montés e declarar sua
mantendo parte da base Brujah satisfeita. independência da Torre de Marfim. Hoje, o Barata
controla toda a antiga região portuária da cidade,
além do o obscuro matagal em seu entorno que
uma comunidade de moradores de rua transformou
Malkavian em lar e onde sangue-fracos proliferam.
O Clã da lua é não só numeroso como poderoso O ancilla Rodriguez se tornou então o
na Capital. Por conta de seu brilhante ancião Primógeno, apenas para se envolver em outro
e Primógeno Lionel Montés, os Malkavians escândalo ainda pior. As graves acusações de que
controlam vários setores da política da cidade ele compartilhava informações sensíveis sobre os
e da alta sociedade, talvez até explicando em anciãos da cidade para os Anarquistas levaram a
partes como os mais afortunados da cidade têm Príncipe a declarar uma Caçada de Sangue contra
uma tendência a exageros e depravações (ou seria o mesmo, acabando de vez com o prestígio do clã.
isto um traço comum da aristocracia no geral?).
Os Nosferatu então aproveitam a situação
Lionel mesmo amarga uma enorme perda. para abandonar a Torre de Marfim em massa, se
Outrora um grande Príncipe em Portugal na aliando ao Barata. Os poucos que ficam agora
Idade das Trevas, o Malkavian veio à Capital e devem decidir quem será seu futuro representante
se contentou em ser senescal do lendário Dom na Primigênie, se é que os outros anciãos os
Afonso de Bragança, apenas para perder o possível aceitarão. Talvez o clã perca agora a representância
posto de futuro Príncipe para uma Brujah quando permanentemente ou talvez um jovem terá
o Dom deixou seu cargo. sagacidade suficiente para clamar um assento

CAPITAL BY NIGHT 19
nesse complexo jogo de xadrez dos anciãos.

Toreador
Em uma cidade em que cada vez mais as artes
abraçam expressões subversivas, os Toreador
crescem. Após pequenas derrotas que se
acumularam e fizeram com que os Ventrue e até
mesmo Brujah ganhassem uma maior relevância
na política local, nenhum Clã agora tenta subir na
escala social tão agudamente como os Toreador.
Se ao menos eles concordassem em um líder,
porém. Seu membro da Primigênie é Lorenzo
del Monte, comumente conhecido como o coxo
amargurado, um ancião que deixou os Ventrue
tomarem o Elísio central da cidade e perdeu seu
prestígio dentre os da rosa. É o ambicioso Natanael
quem ameaça seu Primógeno. O dono do clube
de entretenimento adulto, A Esfinge, hoje batalha
para subjugar seu ancião e tomar seu lugar no topo
da Guilda do clã. O Ancillae inclusive quer tornar
o seu clube o mais importante Elísio da cidade e
para tal deverá convencer a Príncipe da cidade e
provocar a ira dos Ventrue.
Talvez a esperança de ascensão venha do
membro mais proeminente do clã na corte local,
o algoz Leonardo Latorre. O Toreador que
ascendeu ao status ao proteger a região portuária
hoje se tornou a peça fundamental para lidar
com o problema dos sangue-fraco e Caitiff que
proliferam na área. Acumulando favores, talvez
Leonardo agora consiga abraçar novos membros
ou atrair membros de outras cidades para reacender
a Guilda local e elevar o status do clã ao seu
glorioso auge de outrora.

Tremere
A Capital não é gentil com nenhum Clã, quem
dirá com os Tremere. Cada vez mais fragmentados
por estranhos rumores e eventos, os Tremere
demonstram estranhamente não serem tão
obedientes e leais como nas maiorias das cidades.
Grande parte atribui este traço à bizarra Capela.
Fundada em um cemitério coberto por mistérios e
eventos paranormais inexplicáveis, sua Regente
Alba parece refletir a energia niilista e necrótica
do local. Outrora uma maga verdadeira, seu

20 BEM-VINDO À CAPITAL
traumático abraço deixou profundas marcas e sua
regência tem sido no mínimo excêntrica.
O membro da Primigênie, Preto Velho, é quem
tenta balancear a imagem dos Usurpadores.
Cortês e gentil, o mesmo tenta ser o mais útil
à Capital, já que muitos dos membros de sua
casa se preocupam mais com experimentos e
aprendizados do que ajudar a cidade. Mas é
a esperta Isis quem se aproveita melhor dos
jogos de status, fofocas palacianas e favores
que tanto sustentam a Camarilla. De natureza
inquieta, Isis sobe rapidamente no cenário local,
entendendo e suprindo a demanda de anciãos
independentemente de qualquer moralidade.
Os Tremere então crescem. Não tão unificados
como em muitas cidades, mas ainda assim em
um modelo de pirâmide. Transgressões ainda
são punidas, círculos de aprendizado ainda são
respeitados e laços de sangue são refeitos quando
necessário. Nas entranhas do cemitério, porém,
eles escondem enigmas que os superiores não
gostariam de saber. Como eles conseguem certa
liberdade e o que poderia ser mais poderoso que
os laços de vitae, só o tempo dirá.

Ventrue
Os Ventrue não estão no poder há algum tempo,
e isso os preocupam. Desde a fundação da vila
que daria origem à Capital, o antigo Príncipe Dom
Afonso de Bragança agradou os barões locais,
constituiu a sociedade e aumentou sua relevância.
Mas a Capital não seria o centro urbano que é hoje
sem a visionária Praetor do Clã, Danisha de Ruit.
Ela quem percebeu que o futuro dessa colônia não
seria agrícola, movendo todas as peças para que
um polo urbano fosse criado, se surpreendendo
quando nem o Dom Afonso nem a primigênie a
escolheram para liderar sua própria criação.
Os Ventrue hoje então possuem respeito,
influência e cargos. A Praetor (dirigente) do
Clã Danisha também é membro da Primigênie,
defendo os interesses dos de Sangue Azul. O
“xerifado” - neologismo popular na cidade - é
composto por dois grandes Ventrue, tanto o
honrado cavalheiro Antoine de Vaux como o
militar Almirante Raimundo de Albuquerque
garantem que as seis tradições sejam seguidas.

CAPITAL BY NIGHT 21
Dos domínios, além de um dos mais tradicionais política local. Desde o Serpentes da Luz Jacques
bairros nobres, destacam-se tanto o Grand Teatro que lentamente quer tomar os pontos espirituais
da Capital, que serve tanto de Elísio, reuniões da da cidade e corromper igualmente membros e o
Gerousia (corpo dirigente Ventrue) e Salão (Elísio rebanho em prol do Sabá à Giovanni Antonella,
apenas para anciãos), como o Quartel General que atualmente é reconhecida na cidade, nenhum
controlado pelo Almirante e que agora é de forte deles ainda se tornou uma força a ser reconhecida
interesse Brujah. e talvez exatamente por isso persistem. No minuto
Paradoxalmente, porém, os Ventrue são poucos, em que um deles chamar atenção, talvez seja
concentrando o poder e cargos ao máximo. Talvez eliminado.
por medo de criarem Anarquistas ou dividirem
poder, os Ventrue vêm abraçando cada vez menos
no novo milênio, além do fato de que a Príncipe
agora é Brujah e eles também necessitam de
permissão para tal, o que desacelerou o crescimento
que eles tiveram na época do Dom. Sentindo que
será necessário mais membros e sobretudo os
jovens para controlar as novas influências que
surgem e se desenvolvem entre os mortais, isto
está claramente prestes a mudar.

Gangrel
Se o Clã Gangrel é ou não parte da Camarilla
neste momento é irrelevante: o que importa é
que, na Capital, a maioria esmagadora não é.
Pouquíssimos defendem os ideias da Camarilla e
ainda tentam seguir as seis tradições, mas a maior
parcela é jovem e não é nem bem quista na Capital.
Jurando lealdade cada vez mais aos Anarquistas,
os Gangrel não querem ficar fora da política local
de forma independente, mas lutar pela liberdade e
destituir a Torre de Marfim do controle total dos
mortais e domínios. Nas bordas do centro urbano,
os Gangrel se reproduzem e encontram meios de
sobreviver, como no Moto Clube Lobo-Guará ou
na comunidade carente do morro do Abaeté.
O poder político dos que optaram por se filiar à
Torre de Marfim é quase nulo, porém. O clã não
possui o direito de escolher um Primógeno.

Os Outros
De certo há muitos outros vampiros na Capital
e em seu entorno que apenas os dos sete clãs.
Nenhum, porém, possui qualquer papel notável na
política local. Desde o Serpentes da Luz Jacques

22 BEM-VINDO À CAPITAL
A Estrutura da Camarilla na Capital
Príncipe: Joaquina Alcântara, Brujah (Status 5)
Senescal: Vago, Joaquina pondera quem poderá ser
Primigênie (Status 4)
• Brujah: Lavinia Albuquerque
• Malkavian: Lionel Montés
• Nosferatu: O caçado Rodriguez, atualmente vago
• Toreador: Lorenzo del Monte, o Pierrot Coxo
• Tremere: O Preto Velho
• Ventrue: Danisha de Ruit
• Gangrel: Não detém tal posição
Xerife: Antoine de Vaux, Ventrue (Status 3)
Algoz: Leonardo Latorre, Toreador (Status 2)
Harpia: Cassiano Brandão, Brujah (Status 3)
Harpia menor: Isis Bevilacqua, Tremere (Status 2)
Harpia Secreta: Antônio Abravanel, Malkavian (Status 1)
Zelador de Elísio: Lorenzo del Monte (vide Primógeno Toreador)

Outros
A cidade ainda pode conter um ou mais dos cargos abaixo se assim o narrador desejar. O ideal
seria distribuí-los entre os jogadores que possuam o antecedente status:
Arauto: Um comunicador, o Arauto pode proclamar qualquer decisão que a Príncipe tome, devendo
garantir que todos a recebam.
Secretários (Primigênie): Cada membro da Primigênie pode apontar um secretário dentro de seu
clã para cuidar da maioria dos afazeres e comunicar seu clã sobre cada decisão tomada.
Chicote (Xerife): O Xerife detém o direito de apontar mais Chicotes, investigadores menores,
para suprir a demanda da cidade. O chicote só pode agir de fato em uma quebra das 6 Tradições.
Antigamente era o atual Senescal militar, o Almirante Raimundo. Ele ainda age como tal, apesar
de não manter mais o posto.
Capo (Algoz): O Algoz também pode contratar olhos em outros pontos da Capital para garantir
que ninguém de fora entre na cidade.
Host (Zelador de Elísio): Em noites em que a sociedade da Capital recebe cortes de outras cidades,
mais que um Host é necessário. Geralmente eles controlam a segurança do local e tarefas menores.
Harpia Menor (Harpia): Nenhum Harpia pode cumprir seu papel sem saber de todas as intrigas
da corte. O Harpia pode selecionar neófitos para reportarem qualquer escândalo que conseguirem
descobrir, pagando em favores as descobertas.
Sombra: A Príncipe também detém o direito de apontar um Ancilla ou Crianças da Noite dispostas
a observar uma coterie novata na cidade para garantir que eles obedeçam às tradições e aprendam
sobre quem controla cada Domínio.

CAPITAL BY NIGHT 23
Capítulo I:
A História
“Não há nada mais relapso do que a memória. Atrevo-me mesmo a dizer que a memória é uma
vigarista, uma emérita falsificadora de fatos e de figuras.”
-Nelson Rodrigues

Do Começo...
e carregando uma cruz mataram os guerreiros que
“Cada vez que a história da cidade é contada,
protegiam suas tribos, mataram os deuses antes
o orador muda algo. E se você soubesse de cada
cultuados e escravizaram os que sobraram para
vida destruída, de cada sonho massacrado e de
construir aquela igreja ali. Bom, na verdade a igreja
cada deslealdade, mudaria também. Quer dizer,
do centro sofreu um incêndio e foi reconstruída.
essa porra é Camarilla. Quem é que vai sair por aí
Mas era ali, você entendeu, né?
falando “E foi assim que eu traí meus aliados, fiz
diablerie no meu senhor e conquistei essa posição Com uma bíblia debaixo dos braços, os brancos
pra que todo bosta chupasse minhas bolas pro resto vieram e conquistaram. Uma pequena vila foi
da eternidade. Fim”? criada à margem do rio e, de vez em quando, seres
da noite atravessaram a ribanceira vindos de outras
Ninguém, né!?
vilas para encontrar um novo lar. O senhor do meu
Mas esse começo já te explica bastante: somos senhor afirma que a maioria dos Portugueses que
uma cidade de hipócritas, gente que derramou vieram pra estas terras corriam de algo. Alguns
sangue inocente pra construir esse império. Pronto. eram ainda alvos do fogo da inquisição, outros
Essa é a nossa história. Fomos monstruosos. Somos estavam sendo caçados por suas crias que se
monstros. Sempre seremos. Ta aí a única verdade rebelaram e ainda havia aqueles que perderam
que te contarei hoje. O resto é pura especulação. seus principados por não aceitar a criação da
Mas do começo, você me pede. Camarilla. Burros. Criminosos. Idiotas. Aqui eles
sobreviveram, envelheceram e hoje são chamados
Ok.
de “anciãos”, um termo formal para um filho da
A cidade começou há quatrocentos anos atrás puta escravista que fracassou na Europa, mas que
em um banho de sangue. Homens brancos vai jogar na sua cara que tem séculos de idade.
cobertos com roupas metálicas brilhantes ao sol
Mas o que você conhece por cidade não existiu

CAPITAL BY NIGHT 25
até a chegada da Família Real no Rio de Janeiro Afonso comprou a maioria das terras que
e a ambição de alguns anciãos, que, pra ser bem compõem as cidades em nossa volta e foi sua cria,
sincero, deveriam ter voltado pro barco assim que a Danisha, quem coordenava de fato a fazenda
Napoleão perdeu a porra daquela guerra!” daqui, até então apenas uma vilazinha. Diga o que
quiser da Danisha, ela teve coragem suficiente pra
passar a perna em seu senhor e começar os acordos
Dom Afonso de com os barões do café que ergueram uma cidade
onde tudo aqui era só uma igreja.
Bragança Só tinha uma pedra no salto alto dela, o Lionel. O
“O que eu mais gosto na história do Dom Afonso Malkavian português (quer dizer, ele mais parece
de Bragança é que ele foi embora. Mesmo. Se um nórdico, né?) moveu cada influência no banco
você tivesse sido abraçado naquela época pensaria para afundar os fazendeiros daqui em dívidas até
igual. O Ventrue que dizia ter mais de um milênio e que ele controlasse grande parte das decisões
meio de idade, que viu Roma cair e a Camarilla ser importantes tomadas. Danisha, pra passar a perna
formada pensou “Já que nossa forma de governo de mais uma vez, aproveitou a abolição da escravatura
principados não funciona na Europa, que tal trazer para trazer novos imigrantes, selecionar os mais
isso pra ser um fracasso no Brasil também?”. E o proeminentes e abraçá-los. Ela sempre esteve
pior é que ele não veio sozinho com essa ideia de dois passos à frente do seu tempo, usando cada
Camarilla não, o Lionel ‘tava aqui cortando a fita mudança como uma oportunidade.
da fundação da cidadela ao lado dele. Quando a cidade de fato começou a crescer, Dom
Dom Afonso de Bragança era um Ventrue… Afonso de Bragança agradeceu sua cria e pediu
Peculiar. Sua fala exageradamente palaciana, sua pra ela largar o osso, dando o cargo de Senescal
maneira de tratar a todos como meros caipiras e da sua nova corte ao Lionel. Era uma maneira de
sua necessidade de controlar a todos, bem, eu falei dizer “obrigado por ter construído meu império,
peculiar? Acho que descrevi só mais outro Ventrue! agora, você é jovem demais pra governar e olha

26 CAPÍTULO I: A HISTÓRIA
A Ameaça Lasombra A Rebelião do Barata
É por isso que eu sou contra minhas “Quando a ferrovia trouxe o boom da
crias lerem estes relatos. A quantidade de cidade e mortais de toda a região buscavam
informações falsas que os Anarquistas querem oportunidades, quatro anciãos controlavam tudo.
passar é ultrajante. Lionel controlava a Alta Sociedade, a Matriarca
Não, o Brasil não foi colonizado pela as massas, um ancião Nosferatu os excluídos
escória européia. Longe disso, aliás. Com o enquanto Dom Afonso era o idiota folgado
fim da Convenção dos espinhos coincidindo que ficava com o lucro de tudo isso. Perceba
com o descobrimento das Américas, o Sabá que o Pierrot Coxo e Danisha ainda não eram
decidiu tomar as novas terras como lar e longe considerados anciãos naquela época e isso conta.
dos domínios da Torre de Marfim européia.
Se o México se tornou a capital do Sabá, fica
Mas o idiota cresceu ambicioso e começou a
nítido que a Camarilla usaria todos os seus espremer todo mundo por mais. Cansado de ter
recursos para garantir que tanto a América do seus desgarrados abusados pelos poderosos, foi
Norte como a do Sul fossem dela. o Ancião Nosferatu quem decidiu abandonar o
barco e tacar o foda-se. O Ancião brigou com
Não eram inclusive os Ventrue que fizeram todos e saiu do Principado, levando grande parte
o massacre que o texto induz a se entender,
do seu clã contigo. Até aí tudo bem, o problema
foram os Lasombra e seus jesuítas. Os do clã
mesmo aconteceu quando ele decidiu pegar a
da nobreza inclusive ajudaram a dissipar a
ameaça dos bestiais Lasombra e dar um fim porra de um dos lugares mais vitais da cidade,
à escravidão. Pesquise mais antes de acreditar a zona portuária e se declarou autocrata. Aí sim
neste ladrado. fudeu tudo.
Se mais algum outro membro citar essas Logo, todo mundo pensou que uma caçada
calúnias, temo que perderei o controle de de sangue seria declarada. Mas o cara não era
mim e responderei à altura. nada fraco e tinha um exército de nosferatu e sei
lá quantos carniçais, crocodilos e a porra toda.
A gente ouviu no Elísio que até um Arconte
só quem merece mais o cargo? Isso mesmo, Nosferatu viria à cidade resolver a treta, mas que
meu camarada aqui de séculos que não fez porra a cabeça do barata já tava a prêmio. Repara que
nenhuma a não ser pisar no seu calo. Mas fica por nem o nome do cara a gente pode falar mais, ele
aqui, que uma corte sem súditos pra me bajularem é conhecido por Barata Cascuda porque até seu
é um desperdício”. Um grande homem ele era. nome foi apagado da corte, tamanha a vergonha.
A história da alta cúpula nem era tanto pra caçar
Puta da vida, Danisha não disputou a influência
o Barata, era mais pra decidir o que fazer se os
da cidade com o Lionel não, ela CRIOU novas
Nosferatu se rebelassem. Eles conheciam os
influências para liderar. Como assim? Ela pensou
antigos túneis que os escravos usavam, trilhas
em criar uma rota de comercío pra aumentar
secretas na mata, cada um dos cortiços da cidade…
seus negócios com os barões vizinhos? Que se
Enfim, foi a primeira vez que o termo “Revolução
construa uma rodovia. O café precisa pagar os
Anarquista” foi usado. Bastava o Barata cair pra
impostos para os influenciados por Lionel pra ser
que gangues de jovens insatisfeitos avançassem
transportado? Que se construa uma ferrovia. Os
nos pescoços dos anciãos. A cidade mal se formou
imigrantes italianos precisam ficar na fazenda de
e já tinha um prazo de validade, no minuto que
Lionel? Que se construam cortiços. Ao invés de
o Dom Afonso declarasse a caçada de sangue.
tomar uma parte da pequena cidade, ela triplicou
o local e ficou com dois terços. Sacou a jogada? Pois bem. Só que esse contato do Dom Afonso
com a Camarilla européia gerou algo inesperado.
Quando a vila jesuíta virou uma cidade, quando
No calor dessa discussão, uma carta chegou e
pessoas foram abraçadas e uma corte local estava
mudou tudo.”
plena, bastou um ancião discordar pra gerar o caos.
Você já ouviu a história daquele Nosferatu, o
Barata Cascuda?”

CAPITAL BY NIGHT 27
O Adeus tão
Desejado
“Deixa eu ser claro aqui: Dom Afonso fugiu
de Portugal por causa dos Anarquistas, criou sua
cidade enquanto a Camarilla de lá estava sendo
erguida e alguns séculos depois a situação se
inverteu. Portugal agora era um porto seguro
dos anciãos da Ibéria que tanto sofreram na
revolta da Tyler e agora a colônia se tornou seu
maior pesadelo. Por que então, como todo “bom”
colonizador, não voltar pra sua pátria amada e
deixar sua cria pra recolher parte do lucro? O
Barata Cascuda tinha um exército leal, Dom
Afonso acumulou apenas o ódio de seus súditos.
Ninguém ia morrer por ele e ele sabia muito bem
disso.
Então, ele disse tchau. Mas antes de partir,
ele olhou pros outros anciãos e disse “Seu novo
Príncipe é Lionel, o único cara que pode continuar
meu legado de babaquices. Boa sorte ae!”. E meu
amigo, a merda atingiu o ventilador. Depois de
séculos sofrendo com o opressor Dom Afonso,
ninguém queria o ditador do Lionel no poder.
Meu senhor conta que o Lionel despertou em uma
noite com baratas cobrindo sua boca, ele cuspiu
e com elas um bilhete caiu: “Sabemos onde você
dorme. Preparando a querosene e a estaca”. E o
Lionel, bem, surtou. Ele bem sabia que aquilo
não deveria ser só obra dos Anarquistas, mas que
os próprios anciãos da cidade estavam tramando
sua morte pra que um deles chegasse ao poder.
Restava descobrir qual.”

Niceas, o Idealista
“A piada que a gente sempre conta pras Crianças
da Noite: Que loucura o Malkavian Lionel sofre?
Catsaridafobia. Não sabe que fobia é essa? Ora,
é medo de barata! hahahahaha.
Só não fala isso pra ele que ele entra em frenesi.
Eu sei que muitas outras cordas foram
movimentadas nas sombras desse grande evento,
não vamos ser otários. Mas cara, isso prova todo o
nosso ponto e a nossa batalha. Sim, o Movimento
Anarquista funciona.

28 CAPÍTULO I: A HISTÓRIA
Joaquina era uma aliada nossa - atenção pro de que a gente seria massacrado tomou conta.
“era”, a gente vai ter que ter uma conversa sobre Não que a gente não conseguisse conquistar a
isso daqui a pouco -. O que talvez a maioria não cidade, mas e depois? E se os Príncipes da região
saiba é que a gente estava mesmo em contato com mais trocentos justicares baixarem aqui? A gente
o senhor dela, o Niceas. O homem era um gênio. não poderia se tornar um mal exemplo, mas eu
Imagina alguém que conhecia toda a ideologia tinha certeza de que nós seríamos os primeiros e
grega sobre a base da civilização, mas que além a nossa ideologia se espalharia como uma febre.
da teoria tinha o sangue Brujah fervendo em suas Eu sonhei que em todo o canto do Brasil príncipes
veias. Eu até ignoro as acusações de que ele era iriam cair, enquanto que Tim achava que nós é
um aristocrata hipócrita e só foco no que ele nos quem iríamos parar na guilhotina.
ensinou. Niceas sabia como ninguém mesclar E a maioria decidiu esperar pra ver o que
os dois mundos. Ajudando a gente dentro da aconteceria com o principado, achando que se
Camarilla, ele nos via como parte da sociedade Niceas subisse no poder a gente poderia conviver
cainita e não o inimigo dela, e isso nos ajudou pacificamente. Eu te pergunto: existe Anarquia
a persistir. pacífica? É convivência ou é covardia?
Sua cria Joaquina frequentava nossos discursos É covardia, claro.
e logo começou a levantar nossa bandeira nos
Elísios. Ela também trazia certas visitas que depois Eu já tinha previsto que a Camarilla ia tirar logo
de um tempo decidiram ficar. Aproveitando a o Niceas da jogada. Acusá-lo de Anarquista seria
instabilidade no poder, a gente abraçou até onde difícil, ele era muito prestigiado no Clã. O golpe
pôde e acho que foi nessa época que o boato de veio mais embaixo mesmo: de repente, Niceas
que a gente iria destituir o principado chegou aos foi apontado como Arconte, e foi apontado pra
ouvidos dos Anarquistas das cidades vizinhas. investigar um caso na puta que o pariu. A gente
Em uma noite, dez outros apareceram no meu achando que o cara ia ser derrotado e ele foi
discurso e, na seguinte, mais quinze. A minoria promovido. Filhos da puta. A coroação de Lionel
virou maioria. O golpe estava prestes a ser dado. estava até marcada. O champagne gelando na
Ou Lionel cairia ou a gente se rebelaria.” geladeira da cobertura do Hotel Espinoza, mas
foram os Ventrue que deram o golpe.”

Tim, o Nosso Líder Lionel, o Prínc…


“Tá aqui a diferença entre a Camarilla e nós:
eu posso livremente chamar o Tim de covarde Não, pera!
e sair vivo. Pois então, Tim, o nosso líder, é um
“A essa altura você já se esqueceu da Danisha,
covarde. Nos quarenta e cinco do segundo tempo,
né? A Ventrue cria do Dom Afonso que ajudou seu
ele nos iludiu de que uma certa ajuda americana
senhor a criar o império, apenas pra ganhar uma
ia chegar e, cara, isso cagou todo o processo.
medalha de participação? Ela mesma. Danisha
Imagina uma galera sedenta por liberdade, pronta
sonhava com o principado e foi uma punhalada nas
pra criar um Estado Anarquista brasileiro. Agora
costas descobrir que o Lionel ficou com o cargo.
imagina o movimento carregando a bandeira
Imagina seu senhor escolher até um Malkavian
dos exploradores capitalistas americanos? Não
menos você? Foda, né. E nem era por misoginia
combina, né? Tá ok, ele tava em contato com uma
- pra quem tem mais de mil anos de idade como o
galera da Califórnia, mas como você explica pra
Dom isso não conta, competência é competência.
galera toda que esses caras não tão querendo é
O cara era mesmo um babaca que só queria
controlar a gente? Me diz?
agradar a corte portuguesa e não ia escolher uma
No minuto que a gente se multiplicou, a gente neerlandesa jovem pros padrões dele.
se dividiu. Eu ainda lembro da votação de quem
Pois bem, dizem que ela falou no Elísio: “Se
iria liderar o movimento e se tornar o nosso barão,
não eu, que até uma Brujah”. E foi assim que o
apenas pra mudar a pauta para “será que a gente
nome de Joaquina foi levantado como principal
vai ter um Baronato?”. Pouco a pouco esse medo

CAPITAL BY NIGHT 29
oposição. Por que a Joaquina? É só somar um
mais um: ela era jovem o suficiente pra promover
a mudança que a gente precisava e igualmente
jovem para que os anciãos a controlassem. E se
desse errado eles sabiam que a gente iria matá-la,
mas os anciãos seriam preservados, ou seja, a
Joaquina não passaria de uma laranja no poder.
Sabe quem discordou disso? Isso mesmo, o
Tim. Nosso líder simplesmente decidiu que aquilo
bastava. Colocariam uma Brujah no poder pra calar
a nossa boca e tava tudo certo. Covarde.
Mas ninguém vira Príncipe sem uma base aliada.
Sua Matriarca, a Lavinia, logo aceitou o trato,
mas foi Danisha quem colocou um ponto final
na discussão, tomando as rédeas do clã Ventrue e
aceitando a barganha por poder.”

Rosas Amargas
Achar que os Ventrue apoiaram Joaquina
apenas por vingança contra Lionel é diminuir
o impacto de cada decisão e só demonstra
uma visão limitada dos fatos. Essa estratagema
enfraqueceu não só os Malkavians como
os maiores apoiadores de Dom Afonso, os
Toreador.
Exonerar Lionel foi uma sábia maneira
de minar sua base aliada. Os Toreador, que
estavam em ascensão na Alta Sociedade
dado o impacto da expansão da cidade e
com ela expressões artísticas, perderam
todas as promessas de cargos e domínios
importantes. O cargo de algoz mesmo veio
muito depois e ainda nas mãos de um poser, e
não um artista. Um brujah se tornou harpia,
um Ventrue xerife e até o zelador de elísio
Toreador perdeu seu Elísio. Lorenzo, o Pierrot
Coxo que agora é o Primógeno, nada pode
fazer a não ser ter o cargo honorário sem a
menor representatividade. O Grand Teatro,
antes Toreador, não é agora nossa casa? Pois
bem, nessa transição, nós de Sangue Azul
garantimos que os Toreador ficassem com
pouco. Mas cuidado, toda rosa tem seus
espinhos e de certo eles tramam nas sombras
a nossa derrota. Cuidado com Natanael,
enquanto Lorenzo continua amargurando
a perda, o ancilla não irá se contentar com
pouco.

30 CAPÍTULO I: A HISTÓRIA
Joaquina, mais do mais perigoso. Olha a filha da putice. Agora você
mesmo se tocou como Leonardo Latorre ganhou o cargo.
Mas tinha outro cargo que virou um enorme
“Uma das frases mais toscas é que o poder problema, o de Senescal. A Príncipe não faz tudo
corrompe. Discordo. Eu gosto mesmo é da versão sozinha e nem coordena todo mundo que agora
“O poder não corrompe, revela” e se você jogar bate em seu escritório. Não. Joaquina deveria
no google pra descobrir quem é a alemã que falou ser assessorada por Lionel tal qual Dom Afonso
isso você se surpreenderia. Pois então, não levou era. E é aí que a coisa toda complica. Quem disse
muito pra Joaquina se revelar. que Lionel aceitaria servir? O que era um dos
Primeiro, Joaquina agiu na punição indireta do maiores cargos e iria mantê-lo na linha logo se
Barata. Indireta porque os anciãos fizeram o que tornou uma dor de cabeça. Lionel simplesmente
fazem de melhor: moveram cada peça do xadrez abdicou do cargo publicamente, e ainda tomou o
sem sair de casa. Nunca foi sobre matar o Barata. posto de ancião e primógeno do Clã Malkavian,
Não, os caras decidiram que ele iria se tornar agora ficando no conselho de anciãos para fazer
um exemplo de quem já teve tudo e que agora forte oposição à Joaquina.
vive de migalhas. Investimentos foram cortados, Essa foi a maneira dele declarar guerra, e
máfias se estabeleciam sem serem controladas logo a Primigênie estaria dividida. De um
pela polícia, balas perdidas davam conta dos lado, a Ventrue Danisha e a Matriarca Brujah
parentes de carniçais e até um estranho acidente Lavínia alimentavam o poder enquanto que o
com um dos guindastes do porto destruiu parte Toreador Lorenzo e o Malkavian Lionel tentavam
do mesmo. Em pouco tempo, a zona portuária foi desestabilizá-lo. Como o primógeno Tremere
do foco da economia a uma zona de prostituição. Preto Velho ficou sempre em cima do muro e os
E é aí que entra a cereja do bolo. Adivinha quem Gangrel nem representatividade tinham, quem
foi o único membro escolhido pra arriscar sua ia decidir essa disputa era mesmo o próximo
não-vida? Isso mesmo, um Toreador. Os caras Primógeno Nosferatu. Tá preparado pro shitshow
que apoiaram Dom Afonso ficaram com o cargo do milênio?

CAPITAL BY NIGHT 31
foi apontado que dois de nós estavam controlando
A caçada de Sangue o cara, fornecendo sangue e esperando brechas para
sobrepor o laço de Manuel. Os caras sacaram que
“Imagina um clã que viu seu ancião mandar
os dois anarquistas iriam diablerizá-lo em breve,
o antigo Príncipe ir tomar no cu. Como você
já sabendo detalhes do casarão que ele mora e das
sobrevive com essa vergonha em uma sociedade
senhas dos alarmes que protegem o local.
aristocrática onde o status vale tanto? Pois é
nesse cenário que os Nosferatu perceberam que Uma desses dois, a Rafaela, foi pega. Depois
o próximo Primógeno seria escolhido apenas para de muita tortura, eu fiquei sabendo que ela
ser humilhado, os anciãos estavam sedentos por confessou ter ganhado dicas de um Nosferatu,
punir um Nosferatu e o Barata não tava mais ali trocando informações, e as ligações apontaram
pra isso. ser o Rodriguez.
Rodriguez foi o cara escolhido. Ele já prestava Quando a Camarilla se tocou de que o Primógeno
serviços ao Xerife tentando colaborar em Nosferatu tava dando pra gente informações
investigações, mas nem de longe tinha a idade ou quentes, ele foi considerado um traidor e uma
perspicácia pra sobreviver no tanque de tubarões caçada de sangue foi imposta. O cara foi então
que é a primigênie. Como os anciãos precisavam executado pela cidade inteira e o cargo de
que o Primógeno Nosferatu desempatasse o jogo, Primógeno Nosferatu agora tá extinto, até onde
o lado perdedor não deixaria barato. Não era tentar eu sei.
convencer toda a oposição, bastava apenas mudar Só tem um problema: não foi ele. A morte do
um voto pra vencer qualquer discussão polarizada. Rodriguez foi pura queima de arquivo. Deve ter
Ano passado, a merda atingiu o ventilador. Pedro votado errado e alguém deu cabo do cara. Como
Cavalcanti, carniçal do Ventrue Manuel, o Barão eu sei disso? Porque eu sou o segundo Anarquista.
do Sangue, foi pego facilitando um ataque ao seu Eu é quem deveria invadir o casarão do barão com
dominador sem nem perceber. Pela investigação, a Rafaela e sugar aquele filho da puta até a última
gota. Se tem uma lição que você precisa tirar da

32 CAPÍTULO I: A HISTÓRIA
Camarilla é que toda a história é uma pilha de Cadê a Timeline?
mentiras. Nem eu sei se tudo o que eu te contei
é verdade ou se há camadas e mais camadas de Fazer uma lista de datas seria uma afronta
manipulações da verdade pra que a gente entenda contra um cenário genérico. Se a Capital foi
uma parte. fundada no Século XVII, então a Capital não
poderia ser Brasília ou Cuiabá, por exemplo,e
Mas nós somos Anarquistas. A gente não como Salvador foi fundada em pleno
depende da história e de suas mentiras. A gente século XVI, também seria excluída dessa
escreve a nossa história, noite após noite. E eu não lista. As datas então são deixadas de lado
vou deixar barato o que fizeram com a Rafaela. propositalmente.
Náh, eu vou é fazer essa cidade amanhecer em Há no entanto algumas datas sugeridas que
chamas. Quem sobreviver vai chorar lágrimas de podem ser adotadas dependendo da história
sangue sob as pilhas de cinzas dos anciãos após da cidade que você escolheu. O vilarejo
a gente consumir o vitae deles. Eu tô pronto pras que originou a Capital era provavelmente
consequências. Eu não vou gastar uma eternidade Lasombra até metade da era colonial (meados
de escravidão, não sem antes tentar conquistar a do século XVII). Dom Afonso se tornou a
minha liberdade. A nossa liberdade. Sabe quantos figura mais importante da região desde então
esperam que a gente consiga? Sabe quantos vão até o final da Primeira República (Início do
século XX), quando Danisha expande o centro
seguir o nosso exemplo?
urbano e forma a cidade.
Daqui a alguns anos você vai se lembrar desta
Dom Afonso poderia ter abdicado do
noite e perceber que você começou a fagulha que
principado no final do Regime Militar e
acendeu as chamas dessa revolução.
então Joaquina seria a Príncipe desde a
Esta foi a história da Capital, mas ela não termina Nova República, estando em torno de meio
aqui. Tá pronto pra criar mais um capítulo dela século no poder. A caçada de Sangue contra
comigo?” Rodriguez se deu no ano passado, independe
em que ano estamos.

CAPITAL BY NIGHT 33
Capítulo II:
Localidades
“O melhor drama está no espectador e não no palco.”
-Machado de Assis

A Cidade
A Capital é uma cidade dividida e cheia de
contrastes. Mais do que apenas mudanças estéticas,
o narrador é encorajado a enfatizar cada um dos Domínios “?” em Preto
diferentes sentimentos que cada área transmite.
Por exemplo, descrevendo em detalhes como os Você deve ter notado que no mapa há várias
áreas em preto com a legenda “?”. Para que
moradores se diferem e como quem transita pela
fique bem claro: essas áreas podem tanto virar
noite aparenta pertencer a algum grupo ou tribo
o domínio de seus próprios personagens como
que em outras áreas seria menos frequente. Além o dos jogadores.
disso, a presença (ou ausência) de elementos tais
quais iluminação, limpeza e segurança afetam o Vá em frente e explore toda a sua
clima do bairro presente. criatividade. Talvez você decida que em um
deles há um bando do Sabá, um grupo de
O narrador deve também acrescentar ou Anarquistas ou até mesmo outras criaturas
adaptar determinados locais para a sua realidade. sobrenaturais como Lobisomens ou
Uma cidade praiana possui uma cena noturna Changelings. Outros narradores podem dar
completamente diferente de uma capital urbana, aos personagens dos jogadores a chance de
assim como uma cidade majoritariamente tentarem manter seu próprio domínio, já
colonizada por alemães terá traços arquitetônicos de cara conquistado perante à corte local e
diferentes de uma típica capital nordestina. Como devidamente pago na ficha com antecedentes.
sempre, não há uma só capital e o narrador deve O que funcionar melhor para você e seu grupo.
se sentir livre para usar o que lhe convém e criar
o que falta.

CAPITAL BY NIGHT 35
Aeroporto Internacional Cemitério I
Descrição: O aeroporto Internacional da Capital Descrição: O Cemitério da Casa Santa abriga
é uma das localidades vitais para o principado. também um dos maiores crematórios da capital.
Já que vampiros do mundo inteiro podem usar o Domínio: A Capela Tremere da Capital reside
domínio para entrar no Brasil, o que garante que nesta localidade e no prédio adjacente, conectada
Cainitas caçados de seitas inimigas não o façam? por túneis subterrâneos. Enormes mausoléus
Domínio: Atualmente os Gangrel coordenam servem para locais de experimentos taumatúrgicos,
não só o aeroporto como as áreas ermas em torno inclusive necromânticos.
do mesmo. Armazéns e hangares se tornaram no Disputa: Frequentemente aparições assombram
entanto um enorme trabalho a ser feito... o local e atormentam os vampiros que lá tentam
Disputa: O ancião Malkavian Lionel mais de habitar. Há também um terrível mistérios sobre
uma vez tentou influenciar o local. Além dele, a conexão deste local com forças obscuras (veja
alguns Giovanni também procuram traficar através a descrição da Capela Tremere neste capítulo).
dele longe dos olhos da Camarilla. Refúgio: Tremere de outras cidades podem
Refúgio: Vários Gangrel usam o enorme temporariamente ser abrigados no mausoléu
terminal de cargas de Importação como um refúgio central, mas nenhum Tremere usa o local como
coletivo. Enormes contêineres selados e adaptados refúgio permanente, apenas o prédio ao lado.
servem de abrigo contra o sol. Rumores: O lugar possui uma péssima
Rumores: Há muito mais que vampiros da ressonância e rumores de que qualquer Tremere
Camarilla por lá. Rumores de que Setitas têm usado que passar muito tempo no local será mentalmente
mortais corruptos do aeroporto para sustentar afetado persistem.
atividades ilícitas crescem,

38 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Centro Velho
Descrição: O coração morto da cidade, o Centro
Velho é um ponto comercial falido, cheio de bares
decrépitos, padarias cheias de ratos, baratas e
moradias caindo aos pedaços.
Domínio: Caitiff e até mesmo sangue-fracos
utilizam dos cantos mais sujos para sobreviver
até que o xerife os encontre, mas o Centro Velho
é um Território de Caça que oficialmente pertence
aos Malkavians.
Disputa: Em algum momento, algum Ancião irá
conseguir verbas e meios para revitalizar a área.
Resta saber se será um Toreador, um Ventrue, um
Malkavian ou qualquer outra força inesperada.
Refúgio: Muitos. Em seus cortiços e prédios
em ruínas vários Membros residem. Desde uma
coterie Gangrel até grupos e mais grupos de
sangue-fracos.
Rumores: O Sabá aprendeu a ser discreto
quando necessário e línguas falam em um bando
de espiões residindo no local e anotando todos
os passos dos membros.

Córrego Ermo
Descrição: Nos limites pertos das rodovias de
acesso à cidade, há um matagal onde um córrego
percorre. Na rodovia em si, um posto de gasolina
atrai a atenção de transeuntes.
Domínio: Os Gangrel mais jovens utilizam essa
área, inclusive, frequentemente recebendo visita
das cidades vizinhas. Próximo dali também fica
o Lobo-Guará Moto Clube
Disputa: Anarquistas dos arredores e até o
Sabá já tentaram e tentarão novamente derrubar
este local.
Refúgio: Não há nada além de mato e poucas
construções abandonadas. Mas os Gangrel que
aprenderam a se unir com a terra fazem bom
proveito da área.
Rumores: O córrego possui uma enorme
tubulação abandonada. Nem os Nosferatu tiveram
interesse nessas galerias, talvez porque outra
criatura já a domine. É aqui que ao menos uma
vez ao ano o Matusalém Gangrel Macunaíba
reúne alguns seletos para compartilhar histórias.

CAPITAL BY NIGHT 39
Fábricas Abandonadas
Descrição: Quando a fábrica italiana de
máquinas de escrever Olivetti veio à falência,
um enorme parque industrial fora abandonado,
deteriorando-se com o tempo.
Domínio: Os Brujah usam os enormes galpões
abandonados para sediar seus comícios e até um
certo clube de luta ilícito. O local é domínio da
Matriarca Lavínia.
Disputa: Os Nosferatu estão chegando cada
vez mais próximos e os Ventrue pensam em
revitalizar a área.
Refúgio: Um enorme bunker foi construído
décadas atrás e alguns dizem que até Anarquistas
procurados já residiam no local.
Rumores: A Príncipe Brujah Joaquina Alcântara
raramente é vista na área e muitos especulam sobre
sua relação com o clã em geral. Rumores de um
atrito persisitente e discussões calorosas com a
Matriarca do clã crescem a cada noite.

Morro
Descrição: A Comunidade carente do Morro
de Abaeté se estende cada vez mais em torno da
prisão estadual. Centenas de milhares de pessoas
já residem lá.
Domínio: Alguns Caitiff conseguiram fixar
residência no local, mas o morro não é domínio
oficial de nenhum membro da Camarilla e
estranhamente nunca foi declarado território de
caça local.
Disputa: Por detrás dos panos, o Serpente da
Luz Jacques Deschamps tenta cada vez mais
influenciar o crime organizado local.
Refúgio: Nada além de alguns Caitiff. Alguns
dizem que recentemente alguns sangue-fraco de
cidades vizinhas visitaram o local pensando em
fixar residência na área, um crime que será julgado
pelo Algoz Toreador Leonardo Latorre.
Rumores: A explicação para os membros da
Camarilla evitarem o local que seria um excelente
Território de Caça é uma forte presença de
lobisomens na comunidade.

40 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Parque Quartel General
Descrição: Localizado no centro velho da Descrição: Popularmente conhecido como
cidade, o parque é a maior área verde do espaço “QG”, o local abriga uma vasta instalação de
urbano da cidade. treinamento bélico das forças armadas nacionais.
Domínio: Estranhamente ninguém se fixa e Domínio: Os Ventrue controlem o local com
nem tenta mais frequentar o local. Os gangrel todas as forças. Almirante Raimundo tem total
inclusive evitam a área e contam terríveis lendas apoio da Camarilla para tal.
de membros que desapareceram lá. Disputa: Os Brujah sonham com a noite em que
Disputa: Todos os membros evitam a todo o Almirante cometerá um erro fatal. Por décadas,
custo o local. isso nunca aconteceu.
Refúgio: Nos anos oitenta, a prefeitura decidiu Refúgio: O quartel general possui diversos
construir um abrigo para os sem-teto. Hoje dormitórios completamente equipados e um
desativado, o local seria um excelente refúgio bunker de guerra para situações de emergência.
não fossem as terríveis lendas urbanas. A cria do Almirante provavelmente reside aqui.
Rumores: Ninguém sabe da verdade, mas as Rumores: O Almirante quer criar também uma
especulações de que o local seja um antro de base da marinha dentro dos territórios Nosferatu
algo extremamente letal circulam. Contrariando da zona portuária. A retaliação seria enorme.
expectativas, não parece ser relacionado aos
Garou, mas algo muito mais monstruoso e
igualmente letal.
Exemplo de História:
Os Nosferatu estão desesperados para
Prefeitura descobrir os podres do Ventrue Almirante
Descrição: No coração da cidade, a prefeitura Raimundo. Como o mesmo quer revitalizar
as docas do domínio Nosferatu e instaurar
da Capital é na verdade um complexo de prédios
uma base da marinha, os Ratos pretendem
com funções diferentes, contendo cada um deles
vasculhar escândalos anteriores ou até mesmo
infinitos corredores de salas. criar um.
Domínio: Quando os Brujah recentemente
O novo alvo deles agora é a cria do
entenderam que oposição política se faz Almirante. Os jogadores são abordados por
participando dela, o domínio foi estabelecido um Nosferatu para seguir a cria de Raimundo,
e hoje se torna o Elísio onde a Príncipe é vista. descobrir e reportar seus segredos. A cria,
Disputa: Tanto os Malkavians como os Ventrue porém, é cada vez mais vista se encontrando
possuem uma maior influência no que se passa de com uma Caitiff do Morro Abaeté. Teria a
dia no prédio e o domínio Brujah é muito mais cria dele abraçado sem permissão? Teria a cria
uma formalidade que merecimento. dele sido corrompida pelo Serpentes da Luz
Jacques? Teria o mesmo algum parente mortal
Refúgio: Não há conhecimento de nenhum no morro e que a protege custe o que custar?
membro residindo no local nem de instalações Teria a cria dele cansado dos anos de abuso
para tal. de seu senhor e pensando em se unir aos
Anarquistas?
Rumores: Quando a Giovanni Antonella se
apresentou à Camarilla local e pediu permissão Com esta informação em mãos, cabem a
para ficar, ela contou bizarras histórias de como eles decidir o que fazer com ela. Os jogadores
o prédio seria assombrado. Os membros mais venderão suas descobertas para os Nosferatu
antigos se lembram de que a prefeitura já foi um ou será que o próprio Almirante tenha algo de
prédio onde supostos comunistas eram torturados maior valia para oferecer? E caso o Almirante
na ditadura militar e os ecos de tais atos ainda saiba que eles descobriram algo, não estariam
então suas não-vidas em risco?
persistem.

CAPITAL BY NIGHT 41
Prisão Estadual Zona Portuária
Descrição: A Penitenciária Governador Campos Descrição: Entre dezenas de docas abandonadas
fica à margem da cidade, atraindo pouca atenção e hangares, a zona portuária se tornou um disputado
dentro de suas paredes fortemente vigiadas território de caça e controle da cidade.
Domínio: A maior concentração de Malkavians Domínio: Nosferatu se proliferam entre as áreas
da Capital influencia o local, usando-o como o local ermas em torno do porto e rumores afirmam que o
favorito tanto para reuniões e para experimentos território é agora totalmente um domínio Autarca
com os presos. do Nosferatu Barata Cascuda.
Disputa: Oficialmente, apenas entre os Disputa: O Ventrue Almirante Raimundo possui
Malkavians. O ancião Lionel tenta cada vez mais controle sobre as forças armadas e sonha em
diminuir o poder da Irmã Glória (veja abaixo) revitalizar as docas com o patrocínio da Marinha
Refúgio: Irmã Glória, uma fervorosa crente Brasileira para controlar a área.
neopentecostal, usa o local seja para guiar fiéis, Refúgio: Além do Barata Cascuda e qualquer
converter presos ou punir criminosos. Nosferatu que o respeite, outros Caitiff e até
Rumores: Irmã Glória tem recebido cada sangue-fracos são comumente vistos na área.
vez mais visitas de outra irmã. Seria ela a irmã Rumores: Dezenas de sem teto residem no local
Prudência, Malkavian Antitribu? (Maiores e rumores de que Barata Cascuda os tornaram um
informações sobre a irmã Prudência encontram-se verdadeiro exército de carniçais persistem. Suas
no Apêndice: O Credo do Anjo Perdido. deformidades, afinal, são difíceis de se explicar.

42 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Clube Noturno FÆST
Os gênios do marketing por detrás do logo declaram que a balada FÆST na verdade
representa tanto “fest”, do inglês festividade, como “fast”, que significa rápido, uma alusão
às paixões temporárias e fugazes da era moderna. A busca por um nome cosmopolitano na
verdade esconde o verdadeiro significado: “Fast” em inglês também significa jejum, e
é justamente nessa balada que vampiros vêm quebrar o seu jejum quando despertam
famintos.
A idéia do empreendimento na verdade vem da Malkavian narcisista Isabelle
Lima. A esbelta cainita de cabelos morenos e olhos esverdeados herdados
pela descendência italiana comanda um verdadeiro espetáculo de pecados e
hedonismos. A decoração remete ao sadomasoquismo em todos os aspectos:
desde as paredes cobertas com barras, celas e algemas aos atendentes e
bartenders vestidos de couro da cabeça aos pés.
A própria Malkavian Isabelle é uma dominatrix, usando de seus
dons para aumentar tanto os prazeres quanto os medos de seus
“escolhidos”, testando os limites do corpo e mente em cada
“sessão”. Sua “arte” é tão profunda que várias vítimas escolhem
retornar, quase em um processo de Síndrome de Estocolmo
de prazer e sofrimentos intensos. Um segredo que poucos
sabem é que em raros casos o jogo se inverte e Isabelle se
torna a submissa até de outro cainita quando ele consegue
despertar esse desejo nela. Ninguém jamais quebrou
o código de como seduzi-la, mas no minuto em que
ela aceita inverter papéis, ela mesma se torna uma
peã completamente submissa.
E isto é só a pista e o primeiro andar. A
disputadíssima área vip é na verdade um
verdadeiro labirinto onde swing é praticado
e claramente se tornou o maior território
de caça da capital. Infelizmente
isso também atraiu a visita de
vários anarquistas e sangue-
fracos, que possuem uma
ideia diferente de diversão
e geralmente terminam
suas desavenças em
violência. A máscara
é protegida tanto
pela escuridão,
consumo
pesado de
drogas e

CAPITAL BY NIGHT 43
carniçais segurança que vigiam cada canto, mas Sugestões de Plots e Rumores
o que mais surpreende é que o público hoje é
majoritariamente gótico e adepto a hábitos nada
• As práticas secretas de Isabelle Lima sempre
foram vistas como heresias, mas ultimamente uma
convencionais, misturando ficção e realidade sem
suposta vítima comentou em um grupo de whatsapp
problemas.
que aquilo é na verdade um culto infernalista
Locais de Interesse: antes de desaparecer. Certa vez alguém inclusive
Dark Room: O primeiro andar exibe tanto um reconheceu nas paredes um símbolo Baali, mas
mezanino com vista privilegiada da pista onde isto também pode ser ponto comum declarar que
cainitas escolhem suas presas quanto um enorme um culto feminino é heresia.
labirinto de puras trevas onde sexo é praticado • Rumores de que a Tremere Alícia participa das
sem pudores. Ali, membros aproveitam para se práticas surgem e muitos se perguntam se ela é fiel
alimentar de suas presas em paz. ao círculo dos sete ou se Isabelle encontrou formas
Área VIP: No segundo andar dessa enorme de quebrar o laço. Rumores se espalham enquanto
balada, encontram-se salas de paredes vermelhas mais e mais anarquistas procuram a verdade…
acolchoadas onde somente os convidados de • Um motorista de Uber pegou uma garota
Isabelle e seu “harém” praticam as mais intensas aparentemente menor de idade na porta do clube
formas de masoquismo. Carniçais tratados como para levá-la para casa. Intoxicada, ela comentou
cachorros, mulheres em jaulas e pessoas presas vários pontos absurdos que aconteciam no local e o
nas paredes são comuns. motorista decidiu falar com seu pastor. Alguns fiéis
O altar: Em alguma passagem dos corredores que também são policiais militares vão investigar
escuros e fortemente vigiados há a entrada para um por conta própria o local…
nível completamente desconhecido. Uma espécie • Muitos comentam que a arte da Malkavian
de igreja vermelha é encontrada, onde magia e Isabelle pode apenas ser superada por um Toreador
sexo se misturam. Há figuras femininas e difíceis Antitribu e aparentemente ela comprovou essa
de se decifrar nas paredes, mas fica claro que teoria. Alguns frequentadores dizem ver uma
Isabelle possui muito mais que um rebanho, mas mulher entrando e saindo do clube frequentemente
sim um culto à sua figura e quaisquer que sejam e alguns acham que ela é afiliada à Espada de
estas divindades… Caim. Estaria Isabella dormindo com os inimigos?

44 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Bar Anarkophobia
No coração do centro velho, um bar punk ainda resiste, Anarkophobia - uma alusão à
música homônima da banda punk nacional Ratos de Porão - é um bar que já passou
por diversos donos e constantemente reabre com a mesma cara, apenas nova direção.
As paredes de blocos cru cobertas por pôsteres de bandas, pichações, grafites e até
expressões vulgares de seus frequentadores ajudam a criar um clima alternativo
e obscuro. Bandas de diversos estilos performam para jovens intoxicados que
buscam expressar sua ira contra as falsidades da vida moderna enquanto
jovens vampiros, sangue-fracos e iconoclastas observam pelas sombras ou
engajam em debates filosóficos tentando abrir os olhos de quem sente
que o sistema é injusto, mas não consegue enxergar as manipulações
dos anciãos que dominam a cidade.
Uma prática comum dos vampiros que frequentam esse local e que
se tornou quase um jogo é participar dos “moshs”. O considerado
estilo de expressar violentamente o ritmo da música - geralmente
por empurrar os outros em uma abertura na pista de dança e que
possui um intricado balanço e etiqueta entre não machucar
seus participantes e ao mesmo tempo ser agressivo - se
tornou um passatempo perigoso em que vampiros
mandam seus carniçais ou até eles mesmos entram
na roda, tendo que tanto proteger a máscara quanto
não entrar em frenesi ao sentir as provocações ou
simplesmente pelo ferimento de mortais que
exalam o aroma de vitae fresco.
O local já foi domínio Malkavian, Brujah
e até Toreador. Hoje ninguém sabe ao
certo quem rege tal bar e quais suas
verdadeiras intenções.
Locais de Interesse
• Na porta lateral do bar,
há uma área externa onde
muitos jovens fumam e
praticam uma pausa
entre os moshs.
Containers de
lixo servem de
assento e, atrás
deles, jovens
se tornam
m a i s

CAPITAL BY NIGHT 45
íntimos e vampiros apreciam suas presas.
• O bar na verdade possui uma certa área VIP.
Mais uma sala com apenas uma luz vermelha
e algumas poltronas velhas descoordenadas, as
bandas geralmente passam um tempo aqui antes de
se apresentarem. Drogas pesadas são consumidas
e o local se tornou o território de caça favorito
para vampiros que gostam de sentir um barato
enquanto se alimentam.
• O armazém das bebidas alcóolicas atrás do bar
é na realidade um local para atividades ilícitas.
Entre os corredores de caixas de cerveja fica a sede
de uma gangue local, provavelmente controlada
por um Malkavian.

Anarkophobia

Caos, democracia?
Medo, exploração...
Cresce dia após dia
O ódio pelo poder
São faces marcadas
Que temem a revolução
Revolução, revolução
Cresce a tirania
Medo, alienação
Morte e anarquia aos porcos
Desse poder
Promessa sem valor
Falta de razão
Sua moral é fraca
É fácil corromper
Seu olhar de terror
Não causa compaixão
A sua paranoia
Me causa só prazer
Anarkophobia!!!
Doença do poder
Anarkophobia!!!
A cura é só a morte
-Anarkophobia, Ratos de Porão

46 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Capela Tremere: Cemitério
O cemitério da Casa Santa se localiza onde a parte glamourosa da cidade começa a dar
lugar aos subúrbios e comunidades carentes. No meio ponto entre estas duas realidades
há também um meio ponto entre o mundo da carne e dos mortos. O Cemitério, como
pode se prever, é o palco de inexplicáveis eventos sobrenaturais.
Os Tremere acham isso tão intrigante a ponto de criar a capela no local. Da nobre
visita do fundador, o grande Tremere ancião da região da Boêmia, Klaus Geiser
König - infame por ser expulso de Londres pelo próprio Mithras e acabar
séculos depois em uma caravana para o Brasil, veja o título Guerra por São
Paulo -, uma capela foi erguida em um local que muitos consideravam o
pior ponto a ser escolhido.
Ao passo que as perturbadoras manifestações sobrenaturais se
tornaram mais frequentes, mais e mais os Tremere se tornaram
obcecados por estudá-las. Mais de um aprendiz se perdeu à Besta,
e não fosse a renomada Regente Alba Dias da Fonseca e sua
enorme lealdade ao Círculo dos Sete, a Capela provavelmente
estaria fechada.
Resta saber agora se a ressonância obscura e poderosa
que o local emana possa ser convertida em potentes
manifestações taumatúrgicas como combustível para
os rituais mais avançados ou se a energia sombria
os corromperá bem antes disso, mas é fato que
quem passa muito tempo impregnado nos
estudos e sem pausas acaba invariavelmente
enlouquecendo.
Locais de Interesse:
• O gigantesco Mausoléu do Barão Miguel
de Almeida Vasquez hoje ocupa a maior porção
da Capela. Após uma discreta entrada cujas laterais
são cobertas por caixas de mármore grafadas com os
nomes de seus descendentes, a parede central com um
anjo esculpido se abre para uma escada subterrânea onde
enormes salas arqueadas recepcionam convidados e mais
além abrigam diversos laboratórios e espaços para as práticas
taumatúrgicas. Alguns acreditam que o anjo de mármore seja na
verdade um gárgula.
• Em uma dessas câmaras há uma vasta parede coberta com portas
metálicas. Dentro dessas colunas de caixas para guardar restos mortais, há
recipientes contendo o vitae de diversos membros coletados durante séculos.
• Túneis subterrâneos dão acesso a um prédio adjacente ao cemitério. O
cortiço serve de abrigo, concentra o rebanho que também fornece vitae para os
experimentos e ainda garante uma certa segurança extra e vigia ao cemitério.
Rumores:
• Os Tremere locais estão indo longe demais com os experimentos. Mais e mais correm
boatos nos Elísios de que alguma visita de um alto membro da Pirâmide virá em breve para cá.

CAPITAL BY NIGHT 47
O Grand Teatro
Somente os tolos vêm o teatro como uma fortaleza Toreador. Não importa a época, o teatro
sempre foi o verdadeiro palco da política nacional e das armações da elite. Os Ventrue
logo aprenderam que, nas noites de ópera, o prefeito senta-se lado a lado do banqueiro,
durante o intervalo entre o primeiro e segundo ato, a filha do barão do café flerta com
o major e, na época da ditadura, a resistência se encontrava nas fileiras dos artistas.
Há décadas, o Grand Teatro da Capital abriga a sede Gerousia, um termo Ventrue
para o conselho a portas fechadas que rege o clã na Capital. Tirar o Teatro do
domínio Toreador foi relativamente fácil. Após o local ser quase destruído em
um incêndio, os Ventrue ofereceram as verbas para a reconstrução e logo
garantiram salas especiais e vários privilégios fora do olhar do Clã das Rosas.
Mas o golpe só foi instaurado nas ameaças de um ataque terrorista
na Ditadura Militar, onde supostamente revolucionários destruiriam a
elite local na noite do Elísio, forçando o Príncipe a reconhecer o risco
fatal e mudar a reunião dos membros para longe dali, mudando o
Elísio de local e oferecendo aos Toreador uma nova casa para a
guilda local.
Nas noites atuais, os Ventrue da capital se reúnem para
debater, aconselhar e punir membros de sangue azul neste
local. Sob o olhar frio de Danisha van de Ruit, uma
das poucas sobreviventes das fracassadas Invasões
Holandesas no nordeste, o clã congrega. Ela não só
conseguiu perseverar na Capital como se tornou
a Praetor do Clã, um termo Ventrue para a líder
de todo o conselho que rege a cidade. Fora do
mesmo, Danisha também conquistou seu
espaço entre os anciãos, se tornando a
primogênita Ventrue da Capital.
Mas o teatro esconde um outro
segredo: é lá o Salão da cidade.
Poucas Crianças da Noite ouviram
este termo ou sabem de seu
significado. Um Salão é como
um Elísios onde apenas os
anciãos da cidade são
convidados a participar,
reunindo-se em
noites diferentes
e longe dos
olhares dos
neófitos
p a r a
decidir
o

48 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
rumo da cidade inteira. Ali é onde os jogos da Ventrue fariam isso? Que crime o Anarquista teria
verdadeira Jyhad são jogados, sem que os jovens cometido para se esconder? Estaria ele em nome
saibam que são apenas peças descartáveis do do Gerousia Ventrue?
tabuleiro deles. • Os Tremere frequentam cada vez mais o
teatro. Rumores de que o local teria propriedades
místicas adquiridas logo depois do incêndio a
Locais de Interesse: serem exploradas circulam, mas os mesmos nunca
O Teatro apresenta muito mais que os olhos chegam a um acordo com os Ventrue. Será que
podem ver. Além de todas as instalações clássicas, eles vão disputar o domínio para transformá-lo
os Ventrue foram espertos em adicionar à planta em uma capela Tremere? Que propriedades o
original várias salas durante a renovação: teatro apresenta que agradariam os ocultistas?
Dormitórios: Escondida por uma passagem Será que só os Tremere perceberam? O que os
atrás do espelho de um dos camarins fica a entrada Ventrue pediriam em troca dessa permissão e que
para uma vasta ala subterrânea de refúgios longe os Tremere ainda não aceitaram?
do conhecimento do Príncipe. A área que no mapa
é assinalada como “Depósito de Cenografia”
possui de fato o potencial para abrigar até cinco A Boate Esfinge
membros em quartos de luxo e mais um bunker
Localizada no centro antigo da cidade, essa boate/
com oito camas para uma necessidade extrema
bar/prostíbulo funciona em um antigo prédio com
de se defender.
fachada vintage. Por dentro, entretanto, a reforma
Salão dos Anciãos: No largo e elegante “Espaço feita por Natanael trouxe ares modernos ao local.
Itiberê da Cunha” um enorme lounge bar com ares A decoração é praticamente toda em vinho e preto.
aristocráticos serve de reunião para o Salão da No primeiro piso, temos um bar que mais atrai
cidade. Entre paredes decoradas com as partituras homens de negócios após o expediente; no andar
de Itiberê da Cunha, anciãos não só da Capital como superior, temos uma pista de dança, mais bares
das cidades próximas sentam nas aconchegantes e até um palco onde artistas de vários estilos se
e datadas poltronas de couro e apreciam o vitae apresentam.
provido pelos lacaios Ventrue enquanto debatem
A parte mais interessante, entretanto, é o subsolo:
todo o futuro da cidade. Em certas reuniões,
homens e mulheres de boa aparência desfilam
nem o Príncipe é convidado, demonstrando o
entre os convidados, 99 por cento homens héteros
poder e artimanha dos mais antigos em governar
e gays que pagam os dançarinos por um momento
independentemente de quem atualmente esteja
de atenção. Há vários quartos onde todos podem
no poder.
se organizar em duplas ou orgias, contanto que
paguem o preço combinado. Muitos Membros
Sugestões de Plots e Rumores frequentam o lugar porque há, dentre os garotos e
garotas de programa, alguns poucos selecionados
• Uma nova ancião quer se fixar na Capital e é que conhecem a natureza vampírica e gostam de se
cada vez mais vista no Teatro. Patrícia Gomes é entregar a certos clientes (Rebanho de Natanael).
do clã da Lua e logo rumores apontando que ela A única coisa que Natanael exige, logicamente, é
é na verdade uma monitora do Inconnu circulam. a não violação de seu patrimônio.
Seria isso verdade ou uma loucura Malkavian?
O que o Inconnu deseja com a cidade? Ou seria Para mais detalhes sobre a boate e uma crônica
outro Ancião o verdadeiro monitor, desviando a que a usa como cenário, veja o Apêndice: O Credo
atenção de seus planos? do Anjo Perdido.
• Rumores sobre um “fantasma da ópera”
circulam e na verdade há de fato uma figura
misteriosa entre as coxias do teatro. Um anarquista
de uma outra cidade recebeu asilo e refúgio em
um dos aposentos secretos do Teatro. Por que os

CAPITAL BY NIGHT 49
Lobo-Guará, o Moto Clube
Na parte da estrada onde as luzes da cidade já não tocam mais, há um posto de gasolina onde
a sede de um motoclube persiste. Mais comumente chamado apenas de lobo-guará, o clube
é um ponto para aqueles que querem se reunir fora da cidade, curtir um churrasco, ouvir
rock clássico ou iniciar uma jornada. Em um ambiente familiar, crianças aproveitam
para pousar em motos harley davidson e vários eventos beneficentes que cobram de
entrada um quilo de alimento acontecem noite afora.
Os Gangrel em especial usam o local como seu ponto de encontro, se reunindo
de tempos em tempos com membros de outras cidades perto da Capital. O
clube, porém, é regido pelo casal Ádria, uma Malkavian que se rebelou
contra o ancião Lionel, e Brandon, um Brujah Anarquista de longa história
e infama. Já que é um domínio fora da cidade, a morte final e até diablerie
passariam impunes.
Locais de Interesse:
• A ampla garagem do moto clube recebe reuniões Gangrel
de todas as partes da cidade. Muitos outros vampiros também
frequentam o local, sobretudo os Brujah.
• Muitos usam o solo atrás do posto de gasolina, perto do
córrego, para se fundir com a terra. Outros podem dormir
tanto no almoxarifado quanto em um pequeno quarto
para o zelador que nunca é ocupado permanentemente.
• Os donos do clube possuem uma van estacionada
dentro da garagem que dizem estar cheia de
armamentos pesados. De certo que o clube
possui poder bélico para desafiar qualquer
gangue da cidade se necessário.
Rumores:
• Há um certo debate se o clube
possa aceitar anarquistas. Por ser
um território neutro, certamente,
mas a príncipe mais de uma vez
mostrou sua desaprovação
para tais reuniões e
começa a pensar nos
Anarquistas mais
como uma ameaça
do que algocom o
que se conviver
conviver
com.

50 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
O Cidadão da Capital, Gazeta e Bar
Incrustado no topo do centro velho da cidade, um prédio antigo serve de sede para o Cidadão
da Capital, o mais tradicional jornal local. Sua arquitetura clássica remonta ao século XIX,
dando requinte ao bairro.
Por dentro, no entanto, o Cidadão não parou no tempo. O prédio abriga os servidores
modernos dos maiores impérios midiáticos do país. Até mesmo concorrentes alugam
andares inteiros do potente maquinário necessário para colocar no ar portais
jornalísticos, redes sociais inteiras e periódicos virtuais. No topo, o jornal
tradicional ainda é produzido.
Na esquina do prédio, A Redação é uma das lanchonetes mais tradicionais
da Capital. O bar já era pitoresco em sua fundação, na década de 60, quando
a classe jornalística aqui se reunia para tomar o café da manhã mais
premiado da cidade antes do expediente ou um happy hour no final do
mesmo. Recentemente o estabelecimento começou a receber uma
outra clientela: Os jovens que saem da boate Esfinge, localizada
duas quadras abaixo.
O dono da lanchonete já tentou coibir a presença destes por
diversas vezes, alegando que eles perturbam a paz dos clientes
habituais. No entanto, a justiça não pôde fazer nada. Restou
então ao bar abraçar o novo fluxo. A receita deu muito
certo, pois o movimento foi revitalizado, o que gerou
a expansão do local, para acomodar um restaurante
que serve almoço, e um mezanino para acomodar
clientes que preferem um local mais calmo.
Rumores:
• O local é conhecido por ser discreto
para a troca de informações. Dezenas
de furos jornalísticos foram fechados
n’A Redação, principalmente no
mezanino.
• Um dos jornalistas da
gazeta cada vez mais suspeita
da presença sobrenatural
e possui inclusive um
dossiê complexo de
vários suspeitos.
Ele se converteu
e pensa em
conversar com
o seu pastor
sobre o
fato.

CAPITAL BY NIGHT 51
Al-Khatab, O Bairro Muçulmano
Segundo o censo demográfico do IBGE, existem mais de 250 mil seguidores do islã
na Capital. Muitas famílias são tão antigas quanto os grandes engenhos de escravo no
Nordeste. São descendentes dos hauçás e malês - muçulmanos africanos que chegaram
no país como escravos. Depois da abolição, chegaram na Capital em busca de trabalho.
Na virada do séc XX, no entanto, uma segunda leva chega, composta por sunitas
vindos da Síria e do Líbano. Estes acharam um lar nas imediações da Praça dos
Malês, onde a mesquita de Al-Khatab já existia.
No decorrer das próximas duas décadas, os libaneses e sírios expandiram
a influência dos muçulmanos na Capital, participando ativamente da
economia da cidade. Hoje o bairro possui uma impressionante estrutura
de alto padrão. O minarete da mesquita se ergue acima de prédios de
vidro, pontuado por colégios islâmicos. Um dos principais hospitais
da cidade se encontra aqui.
Al-Khatab conta com uma pequena comunidade de vampiros
muçulmanos Ashirra também. Ao contrário do que se possa
imaginar, poucos são Assamitas. O imã Omar Al-Khayal
aconselha seu rebanho noturno a esquecer as diferenças
de clã ao se reunir em prol de Alá.
Rumores
• A antiga comunidade hauçá/malê ainda existe,
nas sombras dos sírios-libaneses que chegaram
mais tarde. Eles têm seus próprios mitos,
guardiões negros e pesadelos…
• Al-Khayal é o termo com o qual a
Ashirra denomina os Lasombra do mundo
islâmico. O que um Lasombra do islã faz numa
cidade da Camarilla do Ocidente?
• Da mesma maneira que os Ashirra do Oriente
Médio possuem respeito e alianças entre outras
criaturas da noite, rumores indicam que os Ashirra
pretendem encontrar um garou de mente aberta para iniciar
um acordo. Isso, claro, pode terminar em um massacre.
• Rumores de que um vampiro anda procurando entre ocultistas
materiais para um ritual que irá lidar com o Abismo crescem. Não
há Lasombras conhecidos na cidade, então ou a culpa é do Sabá ou
dos Ashirra.
• Dois vampiros não reconhecidos são cada vez mais vistos perto desta
área. A príncipe começa a dar indícios de um acidente diplomático e o algoz
Toreador Leonardo Latorre é denominado para observar a área.
• Em breve, uma celebração do mês sagrado islã deve reunir na capital muitos
muçulmanos de outras capitais. Ninguém sabe ao certo como isso afetará a máscara
ou se poderá ser usado como uma oportunidade para os inimigos da Camarilla local
entrarem nesses domínios. O xerife cresce em preocupação e os anciãos irão se reunir para
decidir logo o que fazer para manter a segurança da cidade.

52 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
• O cadáver de Hassab ainda pode ser visto
O Centro da Cultura perambulando pelos corredores do Centro
Cultural.
Árabe
O Centro da Cultura Árabe da Capital foi
aberto da década de 80, com uma homenagem a
seu fundador, o finado visionário Aníbal Farah Aníbal Farah Hassab,
Hassab. É dele o projeto da maior parte do bairro
de Al-Khatab, incluindo melhorias na mesquita,
o Samaritano
o Hospital Adma Jafet - referência no tratamento Nota: A natureza de Anibal fica a cargo do
a pandemias na Capital -, entre outras grandes narrador. Ele pode hoje ser um carniçal, um
obras arquitetônicas. vampiro Ashirra, um membro ou até mesmo
uma aparição.
Aníbal veio do Líbano na década de 30,
fugindo da perseguição religiosa. Seu pai teve Físicos: Força 2 Destreza 2 Vigor 2
envolvimento com a política desenvolvimentista Sociais: Carisma 3 Manipulação 5
da época, o que o influenciou para a mesma Aparência 2
carreira. Seu talento para mediar conflitos fez Mentais: Percepção 2 Inteligência 4
com que fosse o vereador mais novo da República Raciocínio 2
Velha, com apenas 23 anos. Sua primeira esposa
morreu nesta época, de uma tuberculose. Aníbal Talentos: Empatia 2 Expressão 3 Intimidação
passou incólume pelo período dos militares 4 (Suborno) Liderança 4 Lábia 5
ao fechar contratos como empreiteiro. A partir (Persuasão)
da redemocratização se elege repetidas vezes Perícias: Condução 1 Etiqueta 3
como Deputado Estadual, chegando ao cargo de Conhecimentos: Acadêmicos 4 (Arquitetura)
Presidente da Assembleia Legislativa da Capital. Finanças 3 Direito 3 Ocultismo 4
Foi responsável pela criação de quase uma centena (Geomancia) Política 5 (Capital)
de novos municípios. Por fim, falece aos 75 anos,
em decorrência de um infarto. Foi velado na Antecedentes: Aliados 4 (diversos, na política
Assembléia Legislativa, e sua cripta se encontra e na construção civil) Contatos 3 Fama 2
Recursos 3, Influência (Política) 5, e outras
no próprio Centro Cultural. influências menores como Burocracia e
O Centro Cultural per se reúne as funções de Jurídico, ao gosto do narrador
escola, museu e mussala, onde as orações são
conduzidas e aulas da cultura árabes são ensinadas,
além de uma curadoria e exposição do patrimônio
cultural árabe. A sala Aníbal Hassab também
reúne uma exposição dos projetos originais do
arquiteto. Tudo isso administrado por seu filho,
o médico aposentado Augusto Hassab.
Rumores
• Os Hassab foram acusados de apostasia, ainda
no Líbano, e isso que os levou a se mudarem
para cá.
• As construções de Hassab foram feitas
em lugares bastante específicos, e ele foi bem
idiossincrático na escolha de tais locais, chegando
a comprar lotes e desviar ruas para transformá-
las em praças, hospitais, escolas ou conjuntos
habitacionais.

CAPITAL BY NIGHT 53
Nihon, o Bairro Asiático
Localizado a leste do Centro Velho, o outrora bairro japonês cedeu com o tempo às outras
culturas asiáticas. Visitado até por turistas de outras capitais, o curioso bairro decorado
com lanternas de papel e arcos vermelhos hoje atrai curiosos em busca da culinária
asiática, artes marciais ou Animes. Se para os visitantes o local é um centro de
diversões, para os vampiros não poderia ser mais o oposto: o bairro é claramente
de outras criaturas da noite.
O que exatamente existe por lá ainda é um ponto de debate. Os Anarquistas
contam histórias de um tipo exótico de cadáveres com poderes absurdos e que
podem até sair na luz do dia, se alimentando de carne humana. A Camarilla
ouviu relatos de metamorfos que se transformam em raposas e conseguem
transformar papéis origami em complexas ilusões. Mas os Tremere
afirmam saberem exatamente o que há lá: “deuses menores”, espíritos
escondidos entre os mortais e presos no mundo da carne. Como
há diversas lendas asiáticas e livros sobre o assunto, os Tremere
pensam que ainda conseguirão desvendar este mistério um dia.
Atualmente, o Bairro Asiático é evitado pelos vampiros.
Como, porém, alguns místicos necessitam de raros
componentes ou tomos para as suas magias, alguns
arriscam-se tentando acordos e trocas. Outros
procuram no infame crime organizado local uma
forma de eliminar seus inimigos sem deixar rastros
na Camarilla. O que é oferecido, porém, em
troca da não-vida de um membro que será
eliminado varia enormemente, e alguns
ousam especular que até estranhos rituais
incompreensíveis para os de cultura
latina ou européia devam ser feitos, mas as
consequências sempre aparecem algum tempo
depois.
Rumores:
• A película para acessar a umbra no Nihon é muito
menor que em outras partes da cidade e tanto os Tremere
quanto Antonella Giovanni possuem interesses no local.
• Duas irmãs conhecidas como “Morte Escarlate” aceitam
contratos de execução e se tornaram infames na Camarilla por tal.
Dizem que se o que for oferecido é pouco, o contratante então é quem
é eliminado e seu vitae usado para bizarros rituais necromânticos.
• O vitae dos Kitsune(homens-raposa) produz um efeito colateral poderoso
nos vampiros que o consomem. É dito que tanto alucinações poderiam revelar
espíritos e passagens para umbra quanto o usuário poderia temporariamente emular
a Disciplina Quimerismo. Petrus, o Degustador, estaria particularmente interessado.
• O vulto de um menino asiático pregando peças é visto por vampiros que se alimentam
próximo demais do bairro. Ele ilude suas vítimas a cometerem erros e pode inclusive
expressar poderes como telecinese.

54 CAPÍTULO 2: LOCALIDADES
Lista de Localidades
Brujah: Fábricas Abandonadas, Prefeitura, Universidade Federal, Subúrbio (III),
Lobo-Guará moto clube, Jardim do Éden (veja Cassiano Brandão)
Gangrel: Aeroporto, Córrego, Lobo-Guará moto clube, Subúrbio (I)
Malkavian: Clube Faest, Prisão Estadual, Prefeitura, Centro Velho, Centro
Revitalizado, Bairro Nobre (II), Hospital (I)
Nosferatu: Zona Portuária, Terminal Ferroviário, Subúrbio (II), Rodoviária,
Manutenção do Metrô
Toreador: Teatro Desativado “Macário”, Zona de Teatros, Bares (I e II), Boate
Esfinge, Bairro Decadente (I), Distrito Fashion, Zona
Tremere: Cemitério da Santa Casa, Bairro Italiano (II)
Ventrue: Prefeitura, Grand Teatro da Capital, Quartel General, Centro de
Convenções, Bairro Nobre (I)
Caitiff: Comunidade do Morro Abaeté, Centro Velho
Anarquistas: Centro Velho, Anarkophobia, Lobo-Guará moto clube
Sabá: Escondidos como espiões em alguns pontos da cidade, como a Comunidade
do Morro Abaeté.
Ashirra (Vampiros Islâmicos): Al-Khatab, o Bairro Muçulmano
Shen (Criaturas Sobrenaturais Asiáticas): Nihon
Elísios: Grand Teatro da Capital (Ventrue), Prefeitura (Brujah), Teatro Macário (Toreador)
Territórios de Caça: Zona Portuária, Centro Velho, Clube Noturno FÆST, Bar Anarkophobia

Outras Localidades:
• Aquário Municipal: um enorme complexo labiríntico com aquários para exposição de animais
que atualmente está fechado por falta de recursos.
• Hotel Espinoza: Da opulenta família judaica dos Espinoza, o premiado hotel 5 estrelas inclui
um complexo que ainda conta com luxuosos restaurantes, bar de cobertura com vista para toda a
Capital e salão de festas.
• Mansão S&S: um enorme espaço para casamentos e eventos com um jardim de recepção, salão
de danças com decoração vitoriana e outros.
• Museu de Artes Contemporâneas (MAC):
• Biblioteca Municipal Cecília Meireles: A antiga biblioteca que fica entre a Universidade e o
Centro Velho, hoje carece de investimentos e modernização. Ela possui o maior acervo de jornais
antigos da Capital.
• Zoológico da Capital: Um dos pontos turísticos da região, o Zoológico conta com diversas
espécies e até uma certa arena para apresentações.
• Igreja do Centro: A antiga Igreja Católica do centro velho está fechada para restauração há
dois anos e alguns suspeitam de que as obras estejam paradas. Se tornou um esporte para jovens
invadir o local na calada da noite.

CAPITAL BY NIGHT 55
Capítulo III:
Dramatis
Personae
“Você nunca conhece realmente as pessoas. O ser humano é mesmo
o mais imprevisível dos animais. Das criaturas.”
-Hilda Hilst

Os Amaldiçoados capital como São Paulo chegaria às centenas.


Os vampiros da Capital são complexos por Acrescente agora alguns Caitiff e os de seitas
natureza. Há dentre eles dinâmicas que datam inimigas e terá um número ainda maior.
séculos de idade, segredos enterrados e rancores Mas nada impede que você faça ajustes. Se sua
alimentados através de eras. Cada vampiro, então, crônica por exemplo se passa primariamente na
é um mundo cheio de possibilidades e você, como Capela Tremere da Capital e sua cidade comporta
narrador, poderá escolher quais delas servirão para apenas vinte vampiros, livre-se de todos os
a sua história. Nosferatu após seu Primógeno Rodriguez receber
Uma importante nota é sobre a quantidade de a caçada de sangue e seja feliz. Se sua campanha
vampiros que a cidade comporta. Isso depende e é Anarquista, então corte muitos dos Tremere,
muito de sua população e de quanto a máscara é diga que vários foram acusados de infernalismo
preservada. Tipicamente, uma cidade da Camarilla e agora os cargos estão vagos, desestabilizando
possui legalmente um vampiro para cada 100.000 o poder local.
habitantes, isto é, vampiros reconhecidos pelo Crie, adapte, modifique. Cada detalhe desta
Príncipe e excluindo qualquer presença Sabá, capital foi composto como opção e não regra. A
Anarquista ou sangue-fracos. É possível que hajam Capital é sua. Abuse de suas possibilidades e conte
mais, porém cada vampiro acima do número ideal a melhor história possível. Se você imaginou que
começa a se tornar uma ameaça à Máscara. Então, esta Capital teria um jogador como Príncipe e você
uma capital como Fortaleza que em 2019 tinha algo quer aceitar que ele seja Toreador, por que não? Se
em torno de 2.700.000 mortais teria pelo menos você tiver um Primógeno Brujah mais interessante
capacidade para 27 vampiros da Camarilla e uma que aquele que eu crie, vá fundo!

CAPITAL BY NIGHT 57
que culminou no abandono de Dom Afonso dessas
Brujah terras.
Lavinia viu tal momento em que Lionel poderia
se tornar Príncipe como sua última chance de
Lavinia, a Matriarca liberdade. Após um golpe que envolveu até a
Primógena e Praetor Ventrue Danisha de Ruit,
Nenhum outro Brujah possui mais prestígio Lavinia conseguiu não só garantir que sua neta
dentro do clã que ela na Capital, quiçá no Brasil Joaquina Alcântara se tornasse Príncipe quanto
todo. A matriarca de uma linhagem Brujah de mais sua cria Cassiano Brandão, a Harpia, controlando
de um milênio, Lavinia Albuquerque começou sua assim até como o status é regulado na Capital e
não-vida nas terras da Ibéria séculos antes da Idade garantindo que Lionel não tivesse chances de um
das Trevas. De maneira obscura ela encontrou seu contra ataque. Afinal, uma diablerie cometida há
lugar na sociedade local até ser presa pelo suposto um milênio atrás e séculos antes da criação da
assassinato de seu violento marido. Camarilla só mancharia sua reputação no clã e não
A lenda da viúva chegou aos ouvidos de na cidade como um todo. Lionel estranhamente
Magdalena, uma filósofa que a abandonou logo decidiu não usar esta carta na manga até hoje e,
depois do abraço quando a revolução chegou ao invés, depôs seu primógeno e subiu ao cargo,
nessas terras. A pouca diferença que ela fez na desafiando agora a Matriarca onde ela mais tem
corte local logo gerou frustração, porém. Ela poder: na corte dos anciãos.
sonhava em lutar sem levar espadas, educar sem Sua relação atual com o clã é de alguém
ensinar duras lições e mudar a Camarilla sem que observa as crianças com um certo ar de
depor nenhum príncipe. superioridade. Nenhum Brujah dos últimos
Sua senhora, Magdalena, se tornou com o tempo séculos demonstra entender os conceitos básicos
controladora e autoritária. Vendo a Brujah como do clã e a idade a tornou entediada das políticas
uma opressora tentando domá-la, Lavinia cometeu locais. Hoje, Lavinia busca um substituto para
o crime supremo de diablerie contra sua senhora sua posição na Primigênie da Capital, alguém
e pensou em declarar-se Anarquista como os que que misture os ideais filosóficos, mas que tenha
agora faziam por lá. A corte vampírica local logo o pulso de um iconoclasta para peitar os anciãos
começou a desconfiar do sumiço da mesma e o quando necessário.
Príncipe Malkavian de Coimbra Lionel Montés
finalmente descobriu a verdade.
Mas ao invés de caçá-la, Lionel a pressionou
para aceitar um acordo. Quando a oportunidade
chegou para vir ao Brasil, Lionel usou o segredo
sombrio da Matriarca para levá-la junto consigo
para as novas terras, forçando-a a liderar o seu
clã sem fazer oposição ao principado do Ventrue
Afonso de Bragança. Três de suas crias mais
sábias foram trazidas juntamente e, apesar dos
fracassos iniciais, ela logo estabeleceu uma sólida
base para o clã, nunca aceitando mais do que lhe
era oferecido e inclusive torcendo para que Lionel
não se adaptasse à nova terra.
Lionel, no entanto, resistiu. A inimizade dos dois
atravessou eras até o ponto em que o Primógeno e
ancião Nosferatu, o homem que hoje é conhecido
como Barata Cascuda, declarou-se autarca e
abandonou o principado, trazendo à tona vários
podres da corte local e iniciando uma revolução

58 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Lavinia Albuquerque, a
Matriarca e Primógena
Clã: Brujah
Senhora: Magdalena Torrero
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Diretora
Geração: 7a
Abraço: 873
Idade Aparente: 40 e poucos

Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 3


Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
Aparência 3
Mentais: Percepção 3, Inteligência 4,
Raciocínio 4

Talentos: Empatia 3, Expressão 3,


Intimidação 4, Liderança 3, Lábia 4
Perícias: Etiqueta 3, Armas Brancas 2,
Sobrevivência 2,
Conhecimentos: Acadêmicos , Política 3,
Direito 1, Linguística 3, Ocultismo 2.

Disciplinas: Presença 6, Potência 4, Rapidez


2, Fortitude 4.

Antecedentes: Prestígio no Clã 5,


Influência: Política 4, Alta Sociedade
3 e Universidade 2, Contatos
2 (Universidades e Câmara dos
Vereadores), Recursos 3 (Investimentos
e renda de aluguéis), Lacaios 4, Status 4
(Primógena Brujah)

Humanidade: 4
Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 3,
Coragem 2
Perturbação: Melancolia e Amnésia.
Força de Vontade: 7

Impressões: Apesar do abraço aos trinta


anos, a Besta ao longo dos séculos tomou-lhe o
semblante inocente e lhe conferiu uma face rígida,
onde poucas emoções além de raiva extrema são
reveladas. Ela agora aparenta ter mais de quarenta,
sua pele raramente exibe algum rubor e seus
enormes olhos azuis parecem sempre intimidar
seus convidados. Somada à sua altura acima da
média e corpo robusto, Lavinia é apavorante.

CAPITAL BY NIGHT 59
Cassiano, a Harpia Comportamento: Pedagogo
Geração: 8a
Ao fitar a figura de Cassiano Brandão, é difícil Abraço: XIX
acreditar que um alguém tão calmo pertença ao clã Idade Aparente: 30 anos.
do conhecimento, segundo estereótipos. Sempre Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 3
bem vestido e de palavras polidas, o acadêmico Sociais: Carisma 4, Manipulação 4,
da Universidade Católica construiu sua identidade Aparência 3
e reputação a partir de ferramentas que vão além Mentais: Percepção 5, Inteligência 4,
de seus punhos. Raciocínio 3
Nascido no século XIX, no alto sertão
pernambucano, saiu das terras do carcará e galgou Talentos: Prontidão 2, Empatia 5, Lábia 4
sua posição mortal através dos estudos, estudos Perícias: Etiqueta 3, Condução 2,
Performance 3, Sobrevivência 2
estes que chamaram a atenção de Lavinia, uma
antiga membro da família Brujah, atraída pelo Conhecimentos: Acadêmicos 4, Investigação
4, Ocultismo 2, Política 4.
desejo de alguém que entendesse o valor dos
ideias de trabalho e união.
Disciplinas: Presença 5, Potência 2,
No decorrer das constantes mudanças de nomes Auspícios 1.
e cidades a fim de manter intacta sua máscara,
Cassiano encontra-se desde a primeira década Antecedentes: Influência: Universidade
dos anos 2000 alocado na instituição de ensino da 5, Recursos 3, Contatos 5 (ex-alunos em
qual leciona. Utilizando de seu carisma para atrair todos os campos da sociedade), Status 3
estudantes, criou o Jardim do Éden, um centro de
lazer voltado aos estudantes acadêmicos a terem Humanidade: 7 (ou Trilha do Intelecto 4)
um local de descanso e lazer. Oportunamente, a Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
partir dali o Brujah montou sua rede de contatos que Coragem 3
vão desde acadêmicos frustrados a vendedores de Força de Vontade: 8
drogas, passando por médicos ex-alunos, seguindo
até seu carniçal vereador da cidade.
Impressões: Na casa dos trinta, Cassiano
Conhecido por ser intermediador de diálogo aparenta ser um belo homem pernambucano. Sua
entre sua família e os demais clãs, Cassiano fez o humanidade lhe concede um certo ar saudável
entremeio de conflitos entre o clã brujah e outros mesmo quando não está se esforçando para tal.
membros, sendo o pivô da reorganização gradual Ele sempre será o ajudador e o sorridente, mas
de sua casa, somando para a notoriedade atual bastante rancoroso com quem mexe com os seus.
da casa do conhecimento, sendo braço direito da
Primigênie local.
Seu comportamento, claro, despertou a atenção
da príncipe da capital que, por sua vez, ofereceu-
lhe o cargo de harpia, posição que tem executado
nos últimos anos. Hoje, Cassiano percebe que
a Príncipe é omissa e criou uma oportunidade
única para o projeto longo e silencioso que já
vislumbrava há algum tempo, tomar a posição
dela como príncipe.

Cassiano Brandão, a Harpia


Clã: Brujah
Senhora: Lavinia
Natureza: Galante

60 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Carol, a Caçadora
De grande teimosia, Caroline sempre teve
dificuldades em se adaptar. Sua expulsão
da faculdade de jornalismo, por conta do
comportamento explosivo, a atolou em dívidas
e problemas e não havia um emprego que
conseguisse manter.
Foi quando seus talentos investigativos se
tornaram sua fonte. Carol aceitava os casos
mais imorais, desde pais em separação tentando
arranjar qualquer desculpa para ficar com a
guarda dos filhos a partidos políticos em busca
dos segredos sujos de seus oponentes. Contanto
que o dinheiro fosse abundante, ela aceitava,
inclusive implantando provas falsas se necessário.
Logo, as vítimas de seus abusos revidaram. Geração: 11ª
Forçada a aprender artes marciais e até a atirar Senhora: Janine Dias
para se defender, Carol descobriu um lado violento Abraço: 1995
posto em utilidade e o abraçou como pôde, Idade aparente: Perto dos 30
oferecendo aos seus clientes pequenos delitos
que logo escalaram para violência física. Sua
aparência e maneirismos sedutores confundiam Físicos: Força 3, Destreza 3, Vigor 3
seguranças e a concediam fácil acesso onde outros Sociais: Carisma 2, Manipulação 3,
Aparência 4
músculos não entrariam.
Mentais: Percepção 4, Inteligência 2,
Sua infama chega então à Brujah Janine, do Raciocínio 3
Moto Clube. Logo ela a manipula para ser sua
segurança pessoal e fazer o trabalho sujo de dia Talentos: Prontidão 4, Esportes 3, Briga 3,
que a mesma não pode. Forçando um laço de Intimidação 3, Manha 3, Lábia 2
sangue e a transformando em carniçal para que Perícias: Condução 3, Etiqueta 1, Armas
ela mantenha seus segredos protegidos, Janine Brancas 2, Armas de Fogo 3, Furtividade
apenas decidiu abraçá-la quando certa de que a 3, Sobrevivência 2
caçadora ajudaria a proteger os Anarquistas. Conhecimentos: Investigação 4,
Computador 1
Para sua decepção, porém, Carol trabalha para Disciplinas: Potência 1, Presença 1, Rapidez
quem paga mais. Sendo assediada pela Príncipe 1
diversas vezes, Carol frequentemente trai o Antecedentes: Recursos 3, Contatos 2
movimento em prol do principado, inclusive Humanidade: 4
eliminando o carniçal de um dos grandes nomes
Virtudes: Consciência 1, Autocontrole 3,
da seita e cobrindo todos os traços desse evento. Coragem 5
Resta saber se ela entrará finalmente para a Força de Vontade: 8
Camarilla, e até pensa em cometer diablerie em
Impressões: Carol claramente frequentava a
sua senhora antes.
academia quando mortal. Seu corpo é o do padrão
de beleza e suas curvas impressionam. Carol se
finge de burra, apenas para enganar suas vítimas
Carol Lima, a Caçadora e aparentar ser frágil. Ela lida com estereótipos
Clã: Brujah que as mulheres enfrentam como uma ferramenta
Natureza: Esperta mortal para cumprir seus contratos, sempre
Comportamento: Valentona atacando covardemente e de surpresa.

CAPITAL BY NIGHT 61
hárpias, Douglas é na verdade agora os olhos e
Douglas, o Renegado ouvidos dentre as Crianças da Noite, reportando
cada descoberta à Matriarca e à Príncipe.
Crescer na comunidade carente Morro do Abaeté
não foi fácil. Mesmo com todo o esforço e ética,
Douglas só recebia portas fechadas. Após muito
Douglas Villares
estudo para entrar no programa da Universidade Clã: Brujah
da Capital e já na casa dos 30, o programa do Senhor: Murilo, o Anarch
governo foi fechado e ele então perdeu a vaga Natureza: Esperto
conquistada com suor e lágrimas. Comportamento: Fanático
Cansado e em depressão, sua única salvação Geração: 13a
foi o teclado do computador. Douglas acordava, Idade Aparente: Quase 30
escrevia e voltava para cama. Por meses, Douglas Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 3
expressou em forma de texto toda a sua angústia, Sociais: Carisma 4, Manipulação 2,
história de amigos próximos que perdeu e tudo Aparência 2
o que havia de errado na política da Capital. Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
Ao publicar o PDF, outros jovens seguiram o Raciocínio 2
mesmo exemplo. Usando a internet como meio Talentos: Esportes 2, Empatia 3, Manha 3,
de comunicação, Douglas reivindicava os direitos Liderança 2, Lábia 3
básicos dos moradores da comunidade, criava Perícias: Condução 1, Furtividade 2,
grupos de discussões e logo fazia denúncias contra Sobrevivência 2
os poderosos. As queixas nunca iam longe, mas Conhecimentos: Computador 2,
ao menos sua força de protesto se tornou uma Investigação 3, Direito 1, Política 2
arma, inclusive cobiçada por partidos políticos. Disciplinas: Presença 1
Antecedentes: Aliados 2
Cansado de ser assediado pelas falsas dicotomias
Humanidade: 7
da política nacional, Douglas encontrou online
um amigo que o instigou a continuar sendo Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 4
independente. Sua resistência cresceu nos anos
Força de Vontade: 6
seguintes e logo veio o encontro com esse amigo,
onde os dois debatiam madrugada adentro os Impressões: Douglas é um homem robusto,
conceitos da sociedade moderna, as ilusões dos ainda exibindo traços mortais. Sua fala é eloquente,
partidos nacionais e como os jovens poderão sempre tentando ouvir muito mais que falar. Ele
tentar mudar algo, mas faltam-lhes conhecimento ainda se veste como um mortal desta década faria,
e abertura. Foi assim que Murilo decidiu abraçá-lo. se destacando negativamente no Elísio.
Douglas foi apresentado ao mundo dos vampiros
e logo se descobriu no meio de Anarquistas.
Mas algo estava errado. A violência e formas
arriscadas do Movimento Anarquista nunca o
conquistaram. A causa era ótima, mas a forma
de protesto errônea em sua visão. Após conhecer
a Matriarca Brujah Lavinia, Douglas concordou
com cada palavra que ela diz e logo pensou em
mudar de lado. Ele acreditava que a mudança
aconteceria dentro da Camarilla, e não fora dela,
já que a mesma é o que há de errado no mundo.
Decidido a finalmente tomar uma posição e fazer
a diferença, Douglas então renega seu status de
Anarquista e se apresenta para a Príncipe. Apesar
do fato de Douglas ser agora um Membro sob
investigação e não confiável nas palavras das

62 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Derik, o Ductus Abraço: Desconhecido
Idade Aparente: 40 e poucos
Abraçado no início do século, Derek era
campeão de boxe regional e o funcionário mais Físicos: Força 4, Destreza 3, Vigor 3
forte dos estaleiros em São Francisco. Pegava Sociais: Carisma 2, Manipulação 4,
sua moto nos finais de semana e rodava, sentir o Aparência 2
vento e o sol no rosto que nunca pôde esquecer. Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
Raciocínio 2
Foi quando Eddy Belltheo, um Brujah anarquista
e primeiro líder dos cavaleiros da rodovia,
Talentos: Prontidão 3, Briga 3, Expressão 2,
conheceu Derik e percebeu o potencial Brujah Intimidação 4, Liderança 2, Lábia 3
do mesmo. Derik Gostou muito de sua condição, Perícias: Condução 3, Ofícios 2, Armas
mas entrou em desacordo com seu senhor logo Brancas 4, Segurança 2, Sobrevivência 2
na primeira década como Cainita e partiu. Nessa Conhecimentos: Computador 2,
época, ele foi dominado por uma Seguidora de Investigação 3, Linguística 1,
Set, Taena Khalil, sem jamais perceber. Ele a Ocultismo 2,
via como uma boa amiga, bebeu do sangue dela
algumas vezes e sigilosamente aprendeu os Disciplinas: Potência 3, Presença 3, Rapidez
segredos de sua arte. 2, Serpentis 1
Uma noite, porém, Taena fora morta pelo Sába
e Derik relutou. Em combate, ele foi observado Antecedentes: Aliados 5, Contatos 3,
por Gregory Schult, o Ductus, e fora convidado Recursos 2, Status 5 (Inquisidor)
a entrar para a Seita. Como tinha se desfeito o
laço com Taena, Derik realmente não tinha o Trilha da Voz e do Poder Interior 3
porquê de resistir. Virtudes: Convicção 3, Instinto 2,
No complicado início, foi bucha de canhão por Coragem 4
décadas, recebendo os serviços mais perigosos. Na Força de Vontade: 7
década passada, porém, recebeu oportunidades e Impressões: Derik tem um porte físico muito
virou membro honorário da Inquisição, realizando além do comum e se torna absolutamente
diversas caçadas a infernalistas. Finalmente, intimidador em todas as situações. Líder de
considerou que tinha contas a acertar com seu um bando nômade, ele investe em um visual e
senhor, o matando, juntamente com dois membros atitude de motoqueiro punk. Ninguém sai de uma
do bando. Os outros foram ‘convidados’ a se juntar conversa com o mesmo sem se sentir incomodado.
a ele, adotando o nome Cavaleiros da Rodovia
pro seu novo bando.
Hoje, seu bando foi chamado à Capital por
conta de misteriosos casos que a Inquisição deve
investigar. Alguns inclusive falam que a rápida
expansão do Sabá nos subúrbios se deve a algum
tipo de presença infernalista…

Derik Clay, Ductus dos


Cavaleiros da Rodovia
Clã: Brujah Antitribu
Senhor: Eddy Belltheo
Natureza: Autocrata
Comportamento: Rebelde
Geração: 9a

CAPITAL BY NIGHT 63
A morte de seu marido algumas décadas depois
Joaquina Alcântara, foi na verdade um assassinato. Nesta intriga
palaciana em que Niceas finalmente concedeu à
a Príncipe sua carniçal as terras da Capital, foi completamente
De origem na Família Real Portuguesa, sua ofuscada pela possibilidade de se criar a Biblioteca
mãe lhe deu à luz em plena embarcação para o da Capital. Niceas mesmo apenas atendia o
Brasil, falecendo logo após dadas as condições chamado de sua senhora, a Matriarca Lavinia, para
precárias da viagem. A fuga às pressas da Ibéria a nova Capital e para influenciar a política local
se deu pela perda iminente de poder por conta e minar o poderio Ventrue do Príncipe da época.
da invasão de Napoleão no início do século XIX Nesse contexto, Joaquina fora abraçada.
e, já no Rio, sua família fora a responsável pela Com o sangue antigo em suas veias e com as
criação do acervo da Real Biblioteca. Quando D. transformações sociais nacionais que tornavam a
João ordenou a vinda dos milhares de exemplares Família Real cada vez mais irrelevante, Joaquina
de livros de Portugal, sua vida mudou. abraçou a transformação e idealizou um novo
O primeiro contato da jovem Joaquina Alcântara modelo de sociedade. Muito mais integrada aos
com um livro - e não apenas cartas e documentos jovens do clã e aos imigrantes vindos agora da
reais que seu pai organizava - se tornou sua Itália e Alemanha, Joaquina não queria se tornar
primeira grande paixão. Joaquina lia sobre como uma líder, apenas influenciar aqueles que estavam
a Reforma de Martinho Lutero transformou a no poder para aceitar um sistemas menos rígido.
sociedade apenas ao traduzir um livro, sobre Tudo em vão, porém. A cidade crescia e atraia
como a Revolução Gloriosa inglesa demonstra anciãos sedentos por cargos, status e favores. A
como religiões perigosamente influenciam a Matriarca mesmo havia se tornado a Primógena
política e como a Idade das Trevas representa do clã e nada fez para diminuir o abismo entre
as piores consequências de não se ter acesso ao os neófitos que agora eram gerados e os anciãos
conhecimento. que dominavam a Torre de Marfim. Quando o
Um dos curadores da biblioteca que veio de anarquismo se tornou uma ameaça, Joaquina,
Portugal era o enigmático Niceas. O homem, que apesar de já ser uma Ancilla, tentou apaziguar
era um ávido consumidor de livros de sociologia, os ânimos. Pensando que a revolução seria sem
veio a se tornar seu tutor na fase mais terrível de derramar sangue, ela fez a ponte entre os dois
sua vida, quando seu pai faleceu. Niceas agora mundos e até era recebida no Elísio como uma
cuidava da biblioteca e não se incomodava com a representante dos mesmos.
presença de uma dama da corte real ali, inclusive E então o Príncipe se cansou da política nacional.
a incentivando a ler cada vez mais e contrariando
os costumes da época de que mulheres só liam
romances.
Instigada pelo fato de que ela crescia e Niceas
nunca envelhecia, a mesma começou a ligar
os pontos. Contra a parede, Niceas se sentiu
incapaz de executá-la e inclusive decidiu torná-la
carniçal. Apesar da enorme obsessão, Joaquina
não conseguia ver que era apenas uma nobre
manipulada por um Ancião Brujah e o que ela
sentia por ele era o vício de vitae falando alto. A
mudança de seu pretendente para o filho de um
barão foi inclusive um exemplo disso. Quando sua
avó escolheu um pretendente, bastou comunicar
ao Niceas que o mesmo fora trocado, forçando-a
a sair do Rio para a Capital.

64 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


evitar o convívio social exagerado: ela aparece
tarde e sai cedo de qualquer reunião. Sua oratória
é cativante: ela não simplesmente fala, discursa.
Poucos não saem tocados por suas palavras.

Joaquina Alcântara, a
Príncipe
Clã: Brujah
Senhor: Niceas
Geração: 9a
Abraço: Séc XIX
Natureza: Pedagoga
Comportamento: Juíza
Idade Aparente: trinta e tantos

Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 3


Sociais: Aparência 3, Carisma 5,
Manipulação 4
Decidido a voltar a Portugal, Dom Afonso de Mentais: Percepção 3, Inteligência 4,
Bragança apontou seu senescal Lionel como o Raciocínio 4
grande sucessor. Em uma suja manobra política,
porém, a Matriarca Brujah o traiu, atiçando pelas Talentos: Prontidão 2, Briga 1, Empatia 2,
sombras seu clã e então convencendo os anciãos Expressão 3, Liderança 4, Lábia 4
de que ou sua neta seria a nova líder ou sangue Perícias: Condução 1, Etiqueta 3, Armas
seria derramado. Fascinados com a possibilidade Brancas 1, Sobrevivência 1
de colocar temporariamente no poder uma ancilla Conhecimentos: Acadêmicos 2 (Sociologia),
para aquietar os neófitos e então manipulá-la, os Finanças 3, Investigação 2, Linguística 3,
anciãos apoiaram o golpe e definiram a práxis da Política 4, Ocultismo 3.
mesma contra Lionel, um tirano narcisista que
não dividiria seu poder. Se alguém então fosse Disciplinas: Presença 5, Rapidez 3,
arriscar sua não-vida pelo poder, que fosse uma Fortitude 3, Auspícios 2
ancilla descartável.
Há algumas décadas no poder, Joaquina tenta Antecedentes:Antecedentes: Aliados 5,
tanto ceder à pressão dos anciãos como ouvir Contatos 3, Rebanho 1, Influência
(Política 4, Finanças 2, Ruas 3,
os neófitos. Considerada tanto uma traidora dos Burocracia 3) Recursos 4, Lacaios 5.
Anarquistas pelos mesmos, como uma líder
revolucionária demais pelos anciãos, Joaquina
Humanidade: 4
sofre para manter o equilíbrio entre ambos e
perde cada vez mais aliados dos dois lados. Mais
uma vez, os Iconoclastas não estão satisfeitos e Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 4
os anciãos pensam se Lionel não seria o homem
Força de Vontade: 8
ideal para oprimir os gritos que ecoam nas ruas
da Capital e eliminar de uma vez por todas a
ameaça Anarquista. Perturbação:
Bulimia: Joaquina expressa situações de
Impressões: Joaquina é uma mulher que se stress intenso com uma fome avassaladora
impõe naturalmente. Seu magnetismo ocupa o e incontrolável. Quanto mais faminta,
local todo que estiver e se torna inconfortável mais sua impaciência se expressa.
sem sua presença. A Príncipe gosta também de

CAPITAL BY NIGHT 65
de instaurar um principado e ambos governaram
Malkavian soberanos dentre todos os Membros que a Capital
atraiu. Lionel controlava a Matriarca Brujah
após chantageá-la sobre o terrível assassinato do
Lionel, o Ancião senhor dela, e ela então mantinha os jovens na
linha. Quando fama se tornou mais importante
A pior loucura é aquela abraçada pela alta que descendência, Lionel se adaptou e investiu
sociedade. Lionel cresceu em berço de ouro todas as fichas no novo deus da humanidade, sem
quando os romanos ainda chamavam Coimbra imaginar que ele poderia usar o novo brinquedo
de Conímbriga. O homem que tinha tudo para para manipular a política nacional.
ser rei (a província inclusive foi a cidade natal de Mas a carta pedindo para que Dom Afonso
seis reis daquela era) teve sua mente corroída pela voltasse a Portugal chegou, e com ela o fim da
impossibilidade e fracasso quando os sarracenos paz local. Os papéis simplesmente se inverteram:
conquistaram o local. se antes a pátria portuguesa era lar de anarquistas,
A queda de alguém tão sábio e de maneira hoje se transformou em um polo seguro da
dramática logo se tornou o brinquedo favorito Camarilla enquanto que a Capital se tornou um
de seu senhor, o Malkavian Casimiro. Lionel era ninho deles. Com todas as preparações feitas para
frequentemente humilhado por ele até a noite em Lionel se tornar o novo Príncipe, uma revolta das
que decidiu dar um fim à sua vida. Mas Casimiro crianças da noite assustou os anciãos e em um
tinha outros planos e acabou por perpetuar sua perfeito golpe seus inimigos Brujah tomaram o
dor, abraçando-o. Lionel, porém, nunca conseguiu poder que lhe era direito.
se vingar de seu senhor. Quando a carta chegou Traído e amargurado, Lionel cedeu
dizendo que o mesmo havia sofrido um terrível temporariamente. Vulgarmente negando a posição
final nas garras de lupinos durante uma viagem, de Senescal que há séculos mantinha, o Malkavian
o mesmo riu incontrolavelmente por horas até se decidiu depor seu próprio Primógeno para então
sentir liberto. tomar o cargo e bater de frente contra a Matriarca
Quando os portugueses reconquistaram Coimbra pela traição. Agora dentro das reuniões dos anciãos
no século XII, Lionel estava pronto para clamar da cidade, Lionel consegue levantar sua voz contra
o que era seu de nascença, iniciando um reino de os Brujah e fazer forte oposição ao governo atual,
terror e tirania. Controlando a nata da corte local, não deixando nenhum erro passar impune.
não havia espaço para qualquer opinião contrária. Mas se foi a ameaça Anarquista que o tirou do
Infame por seu pulso firme e exageros enquanto poder, será ele quem o devolverá. Recentemente,
Príncipe durante a Idade das Trevas, Lionel veio
parar no Brasil fugindo da revolta anarquista que
se instaurava lá. Conquistando muitos inimigos
e perdendo todos os aliados, Lionel teve que
abandonar Portugal para literalmente não ser
diablerizado.
Nas terras tupiniquins, Lionel se deu muito bem.
Seu lado frio e racista apoiou todas as atrocidades
cometidas pelos portugueses. O que lá era um
abuso, aqui se tornou uma horrenda ferramenta.
Lionel manipulou a família real e sobreviveu a
cada etapa do governo.
Braço direito do Ventrue Dom Afonso, Lionel
expandiu seus acordos com a família real e
conquistou parte das terras das ricas fazendas
em torno da Capital. Lionel já era senescal muito
antes de Dom Afonso sequer ter a necessidade

66 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Lionel decidiu abraçar ilicitamente uma jovem
com traços rebeldes, Ádria, apenas para alterar
suas memórias e implantá-la entre os Anarquistas.
Se ele ainda possui controle sobre sua cria
abandonada ou se ela é quem está agora livre dos
laços, somente o tempo dirá.

Lionel Montés
Clã: Malkavian
Senhor: Casimiro
Natureza: Monstro
Comportamento: Autocrata
Geração: 8a
Abraço: 759
Idade Aparente: Perto dos trinta

Físico: Força 2, Destreza 2, Vigor 2


Social: Carisma 2, Manipulação 5,
Aparência 3
Mental: Percepção 3, Inteligência 5,
Raciocínio 4

Talentos: Esportes 1, Expressão 4,


Intimidação 5, Liderança 5, Lábia 3
Perícia: Etiqueta 3, Armas Brancas 3,
Furtividade 4
Conhecimento: Acadêmicos 3, Política 4,
Investigação 2, Finanças 3, Linguística 3,
Ocultismo 3

Disciplinas: Demência 5, Auspícios 5,


Ofuscação 5, Dominação 4, Potência 3

Antecedentes: Influência: (Mídia 5,


Transportes 4, Finanças 2, Alta
Sociedade 2), Recursos 5, Aliados 5,
Contatos 5 (mídia e governo).

Humanidade 3
Virtudes: Consciência 1, Autocontrole 3,
Coragem 5
Força de Vontade: 10
Perturbações: Narcisismo e Histeria

Impressões: Sua pele e cabelos, agora tão alvos,


de nada lembram um homem jovem da Ibéria.
Sua beleza e porte chamam a atenção, porém
logo se revelam assustadores: Lionel tem um
olhar perturbador de um Serial Killer. Há poucos
traços humanos e muito mais predatoriais em seus
quase dois metros de altura e até seu corpo magro
esconde a força bruta que pode exibir.

CAPITAL BY NIGHT 67
Luís, O Cordeiro Luís Gerônimo, O Cordeiro
Clã: Malkavian
Luís era um homem cheio de traumas e segredos.
Senhora: Irmã Glória
Em vida, o único emprego que Luís conseguiu
Natureza: Penitente
manter era o de coveiro. O homem conseguiu
alugar um pequeno quarto em uma esquisita pensão Comportamento: Excêntrico
e passou a evitar todo o tipo de interação com Geração: 9ª
seus vizinhos, pois sempre julgava as prostitutas e Abraço: 1988
usuários de drogas que ali habitavam. Ao ponto de Idade aparente: Por volta dos 40
quase nenhuma interação social, do cemitério para Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 1
ficar trancado no quarto, Luís apenas se entretia Sociais: Carisma 1, Manipulação 2,
com as vozes em sua cabeça. Sua obsessão pelo Aparência 2
trabalho, provavelmente um efeito colateral do Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
misterioso cemitério da Capital, o tornou cada Raciocínio 3
vez mais excêntrico, ao ponto de ter estranhos Talentos: Empatia 3, Intimidação 3, Manha
desejos sexuais com as únicas mulheres com que 1
interagia, os cadáveres. Perícias: Armas Brancas 3, Furtividade 2
Os Tremere simplesmente decidiram demiti- Conhecimentos: Ocultismo 3, Teologia 2.
lo, pois logo Luís atrairia atenção indesejada. Disciplinas: Ofuscação 1, Auspícios 1
Desesperado e completamente obcecado com o Antecedentes: Mentor 3
cemitério, Luís implorou diversas vezes para ser Humanidade: 6
pego, em vão. Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 2
Trancado em seu quarto, as visões dos vizinhos
começaram. A mais importante foi quando Luís Força de Vontade: 5
sentiu que um deles estava prestes a ter uma Perturbação: Esquizofrenia
overdose e ligou para o porteiro. O mesmo negou Impressões: O Cordeiro aparenta ser um homem
assistência e o vizinho foi encontrado morto na alto, forte do trabalho braçal, mas de olhar frágil
tarde do dia seguinte. A polícia veio pegar seu e linguagem corporal reclusa, como se sempre
depoimento, revelando o laudo de que o vizinho estive com medo ou intimidado. Ele responde
havia falecido quase meio dia após a ligação de as vozes em sua mente verbalmente, tornando
Luís, colocando-o como suspeito. Luís teve um difícil qualquer conversa. Ele aleatoriamente
surto ao ser interrogado, coversava alto com todas repete versos da bíblia e ignora interações por
as vozes em sua mente e terminou por agredir não prestar atenção.
o policial, sendo levado à delegacia onde foi
espancado antes de ser preso.
A surpresa veio pela mulher que pagou a fiança:
uma fervorosa crente da igreja neopentecostal que
dizia saber exatamente como curar os demônios
do homem. Colocado em um abrigo perto da
Penitenciária da Capital, Luís recebeu o abraço
para que o sangue dela, purificado por Cristo,
também purificasse sua alma. Sofrendo diversos
abusos mentais da Irmã Glória, hoje Luís é apenas
conhecido como o Cordeiro, tendo frequentemente
sua vontade manipulada pela mesma e se
autopunindo por cada pecado que comete. Luís
agora age sendo o punidor, executando as ordens
de Glória cegamente.

68 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Ádria, a Indômita
Com o suicídio de seu pai e a morte acidental de
sua mãe por overdose de Lítio, Ádria foi enviada
para um Internato Religioso fora da Capital. Das
punições severas do Internato até o retorno à
sua cidade natal, Adriana sempre foi julgada por
escutar vozes.
Jogada de volta à sociedade sem o menor
acompanhamento, Ádria trabalha alguns meses
como garçonete. Após uma batalha jurídica,
ela recupera seus direitos e consegue vender as
propriedades de sua família para o filantropo
Lionel, que gerava uma sensação de familiaridade
em Ádria e se torna seu mentor e guia. Natureza: Juiz
Comportamento: Rebelde
Ela nem imaginava, mas era o alvo daquela velha
Geração: 9ª
criatura fazia anos. Lionel decidiu aprisioná-la
Abraço: Anos 70
ao sangue e, mesmo após o Abraço, a manteve
prisioneira. Muitos invernos depois e ela ainda Idade aparente: 19 anos
estava naquela velha mansão, vigiada. Com uma Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 3
nova ótica sobre tudo ao seu redor, compreendia Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
as vozes em sua mente como algo natural e a Aparência 3
sua loucura como algo benéfico. Em noites mais Mentais: Percepção 4 (Introspectiva),
Inteligência 3, Raciocínio 4 (Emboscadas)
difíceis, as vozes se tornavam conhecidas. Ela
via os miolos de seu pai no chão, as lembranças Talentos: Prontidão 2, Esportes 2, Acuidade
1, Expressão 2, Intimidação 3, Liderança
se embaralhavam. 3, Manha 2, Lábia 3
Após encontrar alguns manuscritos do seu Perícias: Armas Brancas 2, Armas de Fogo
senhor, uma tentativa dele no banco de tomar 3, Roubo 2, Etiqueta 1, Furtividade 3,
Condução 3, Sobrevivência 1
as dívidas de seu pai e transferir em seu nome o
penhor da propriedade, ela descobriu que ele já Conhecimentos: Acadêmicos 1, Ocultismo
2,Computação 1, Investigação 1,
a observada desde criança, chegando a suspeitar
Disciplinas: Auspícios 1, Demência 3,
depois de seu envolvimento com os problemas da Ofuscação 1
família apenas para conseguir tais propriedades.
Antecedentes: Influência (Saúde) 2, Lacaios
Não deve ter sido fácil pra Ádria trair seu 1, Recursos 2, Status 1
senhorio ao fugir com um grupo de motociclistas Humanidade: 6
do Moto Clube Guará, inclusive se envolvendo Virtudes: Consciência 3, Coragem 3,
com o líder do grupo, o anarquista Brandon. Não Autocontrole 4
deve ter soado bem para a Camarilla ver um dos Força de Vontade: 6
vampiros mais proeminentes do jogo político da Perturbações: Distúrbio Bipolar, Animismo
Capital não conseguir controlar a sua própria cria. Sanguinário
Lionel perdeu o status de honrado na Capital. Qualidades: Madrugador (1pt.),
Introspecção (1pt), Informações Sobre o
Ádria agora queria ver o jogo político da cidade Inimigo- Lionel (2pt.).
em chamas, a mesma sensação que nutria desde Defeitos: Simpatizante (aos anarquistas)
pequena em relação ao Internato. (1pt.), Chamas do passado (2pt.)
Rumores
Ádria, a Indômita • Lionel na verdade ainda controla sua cria.
Clã: Malkavian De certa forma, ele é capaz de acessar sua mente
Senhor: Lionel, o Ancião através da Rede de Loucura ou seu sangue.

CAPITAL BY NIGHT 69
Antônio Abravanel, o Físicos: Força 2, Destreza 1, Vigor 3
Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
informante Aparência 2
Mentais: Percepção 3, Inteligência 4,
Raciocínio 3
Antônio foi, durante vários anos, um membro
da Camarilla apenas em nome. Entretanto, por Talentos: Briga 1, Esquiva 2, Empatia 3,
Expressão 3
algum motivo desconhecido, resolveu voltar a
Perícias: Etiqueta 1, Armas de Fogo 3,
frequentar os Elísios. Armas Brancas 2, Furtividade 2
Em épocas passadas, o mesmo se envolveu com Conhecimentos: Computador 2, Cultura
um incidente envolvendo o seu senhor. Acusado Cainita 2, Cultura Camarilla 1, Cultura
de diversas calúnias, Abravanel foi suspeito de Malkavian 1, Investigação 3, Medicina 2,
Ocultismo 2,
ser um Lasombra e até um infernalista. Nada foi
Disciplinas: Demência 4, Ofuscação 3,
provado, mas as desconfianças continuam - ou Auspícios 3
talvez elas se devam apenas ao fato de ele ser do Antecedentes: Influência Saúde 2, Lacaios
Clã da Lua. 1, Recursos 2, Status 1
Desde então, Antônio se especializou na busca Humanidade: 6
de informações. Sussurrando uma coisa aqui, outra Virtudes: Consciência 3, Coragem 3,
ali e raramente pedindo algo em troca, o Malkavian Autocontrole 4
criou um lugar para ele mesmo na Camarilla. Força de Vontade: 6
De vez em quando, e se achar necessário, joga a Perturbação: Obsessão-Compulsão
merda no ventilador. Entretanto, mesmo nessas Impressões: Antônio nem se esforça para se
ocasiões, muitos continuam achando que ele não encaixar. O Malkavian é cada vez mais visto nos
fala tudo o que sabe. Elísios com roupas simples de peregrino. Em
Enquanto alguns o acusam de omisso, outros o muitos momentos sua fala tem tons religiosos e
alertam para ser menos sincero. Seja por inabilidade até fanáticos.
ou destemor, Antônio não esconde o repúdio em
relação às condutas de certos indivíduos da Torre.
Rumores
Contudo, em algumas ocasiões, tomou a iniciativa
de trabalhar com esses mesmos indivíduos. É • Rumores sugerem que suas informações não
algo que ele não divulga e também não esconde, são exatamente fofocas de Elísio, mas complexas
se tornando agora uma Harpia não reconhecida visões sendo liberadas pouco a pouco. Seriam as
pela cidade. informações puras descobertas e especulaçãoes
ou seriam intrigantes profecias?
Antônio afirma odiar tumultos, embora já tenha
dito a seguinte frase durante um interrogatório: “É
sério, eu não tenho nada pra esconder. Na verdade,
essa conversa seria mais interessante se eu tivesse
motivos para mentir pro senhor”.

Antônio Abravanel
Clã: Malkavian
Senhor: Timothy Bassaloth
Natureza: Arquiteto
Comportamento: Juiz
Geração: 11ª
Abraço: 1918
Idade aparente: 18 anos

70 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


A Sacerdotisa
Carmesim
Recentemente, uma reunião em Buenos Aires
para definir o futuro do Sabá de toda a América
Latina foi feita. A Camarilla há muito tempo foi
repelida de Buenos Aires e, embora os anarquistas
tenham assumido o controle da cidade, o Sabá
olha a cidade com ganância.
Enquanto alguns acreditam que chegou a hora
de assumir o controle do que era um símbolo da
Camarilla na América do Sul, outros consideram
necessário fortalecer seu próprio centro de poder
no México e manter suas crenças com a insidiosa
heresia cainita nos territórios da Camarilla, ao
passo que outros acreditam que é necessário de ataques e, nesses momentos, feudos tolos
emigrar para o Oriente e se preparar para a guerra e infantis contra os anarquistas e “membros”
contra os Antediluvianos. da Camarilla eram apenas um desperdício de
energia e tempo.
O boato da chegada de uma Priscus do Brasil
apenas aumentou as expectativas dos Filhos de Mas quando saí do Brasil com meu templário
Caim. E, de surpresa, a notícia que a Sabá brasileira Jasone Obertus e minha leal escudeira, a
havia sido coroada como a Cardeal responsável arcebispo do Rio de Janeiro, Charlotte,
por toda a América fora anunciada. encontramos um Sabá fragmentado, mais caótico
do que o normal e com vários traidores infiltrados,
Será que agora a nova Cardeal Carmesim irá além da liderança local carregando todo o peso
ajudar a Espada de Caim a conquistar Buenos da estrutura da seita em seus ombros...”
Aires ou usará toda a sua nova base política para
direcionar seus esforços para declarar guerra à
Camarilla brasileira?
Rumores
O motivo pelo medo da Capital em relação • Há muito tempo o Cardeal Sabá responsável
à Sacerdotisa não é infundado, porém. Boatos pela América do Sul é o Papa Legba. Teria ele
e mais boatos sobre uma suposta ligação dela perdido parte do seu poder e agora só domina o
com Lionel aumentam. Alguns inclusive ousam Caribe? Seria ele a figura que ela descreve ter
especular se ela não seria uma cria do mesmo que visto morrer? Como então explicar a conexão do
se uniu ao Sabá. Independentemente da verdade, Serpentes da Luz, Jacques, com ele?
é fato que a mesma chegou a diablerizar décadas
atrás a cria favorita de Lionel e o mesmo sonha • Carnesim cita que logo os mortais se rebelarão
com a retaliação. A guerra entre os dois, se chegar contra os vampiros. Estaria a Capital na mira dos
a acontecer, pintará as ruas da Capital de rubro. caçadores?
• Boatos surgem de que Carmesim seria a
arquirrival do Malkavian Lionel e que seu ódio
“Eu era apenas uma Priscus que viu seu cardeal é tamanho que o impediu de virar o Príncipe da
morrer e também sofria das visões dolorosas que Capital, pois os anciãos temiam a retaliação da
apenas um lunático auspicioso entende. (Ou não) mesma.
A noite é escura e cheia de horrores: a Espada • Um Sabá recentemente derrotado e interrogado
de Caim, em Buenos Aires, deve saber que a repetia rindo incontrolavelmente “Ela está
Segunda Inquisição está se aproximando. chegando! Ela está chegando! Vai chover sangue.
Que a América Latina está sofrendo uma onda Vitae carmesim.”

CAPITAL BY NIGHT 71
um mundo de dor para quem é pecador, logo, se
Irmã Glória a dor for imposta nesta vida, então as almas serão
salvas e o Inferno eterno será desnecessário. Ela
A menina Glória das Dores nasceu no início do
então começou a se ver como uma nova profeta
século XX, filha única de uma das poucas famílias
que prepararia a nova vinda do Messias. Uma vez
tradicionalmente protestantes da Capital. À época,
por semana, reunia alguns enfermos e pregava a
o catolicismo ainda reinava de forma contundente
Palavra de Deus a eles. Com o tempo, passou a
no Brasil e o protestantismo procurava fincar raízes
angariar uma série de seguidores.
cada vez mais profundas. O pai de Glória resolveu
então instituir seu próprio templo na Capital e suas Em certa ocasião, Glória recebeu autorização
ideias eram vendidas como água no deserto. Ele era para sair da clínica. Não que estivesse curada,
um homem ungido que fazia milagres. As pessoas mas é que sua mãe havia falecido. Ela foi até sua
diziam seu nome com respeito, admiração e até casa após anos e encontrou seu pai prostrado do
certa idolatria. Aos domingos, o homem ia até os lado do caixão e muitos fieis ao redor de sua mãe
menos favorecidos, como favelados, mendigos e morta. Seu pai a abraçou, chorou, falou de Deus.
presidiários, buscando trazê-los a sua fé e angariar Aquilo enfureceu Glória. Durante a noite, quando
novas almas para o Senhor - e novos dizimistas os fieis e parentes foram embora, apenas Gloria e
para seu templo que já estava bem consolidado. seu pai estavam perto do caixão. Ela foi até seu
antigo quarto de criança, naquele fatídico lugar
Glória observava àquilo tudo com a inocência
em que seu pai entrava a noite. O cômodo havia
de uma criança. Em sua mente infantil, já achava
sido transformado em uma pequena oficina, ela
muito estranho que Papá fosse tão bonzinho com
pegou um martelo e voltou à sala. Seu pai estava
as pessoas da igreja e tão mau com ela. De noite,
de cabeça baixa, talvez pegando no sono. Sem
ele vinha até seu quarto. Isso durou muitos e
pensar duas vezes, ela desferiu várias marteladas
muitos anos. Glória tinha medo porque nunca sabia
na cabeça do homem. O sangue respingou pelo
quando Papá vinha e não conseguia dormir direito,
cômodo vazio e acertou o caixão aberto, atingindo
nem se desenvolver nos estudos. Como forma de
o cadáver de sua mãe.
defesa, desenvolveu alguns amigos imaginários
que a protegiam e lhe faziam companhia. A mulher foi presa ainda durante a madrugada
por homicídio e aguardaria o julgamento ali na
Sua mãe achava que tinha algo de errado com
Prisão Estadual Governador Campos. Glória foi
ela e queria enviá-la a um internato ou hospício.
logo aceita na ala evangélica e, em pouco tempo, já
Gritava com ela, batia na menina e a chamava de
era uma líder, pregando e acolhendo os pecadores.
louca. Dizia que seu casamento iria terminar por
“Pai, em tuas mãos, entrego o meu espírito”,
sua causa e a pequena Glória nem sequer entendia
passagem de Lucas, 23, versículo 46. Ela era uma
por quê. O pai não queria enviá-la a lugar algum,
ferramenta da boa nova e do renascimento no
porque Deus iria curá-la.
espírito. Para renascer, contudo, é preciso morrer.
Quando entrou na puberdade, seu pai mudou de
ideia e a enviou a uma casa de recuperação para
enfermos mentais. No hospício, os exames eram
constantes, com agulhas, remédios e terapia de
choque. Naquele ambiente insalubre, os amigos
imaginários de Glória foram sumindo pouco a
pouco, dando espaço para vultos esparsos que
via pelo cantos dos olhos. Sozinha, lia a Bíblia
que havia ganhado de seu pai em sua partida.
Em um dia, ela teve uma revelação: lendo o livro
do Apocalipse, notou que as outras religiões e
denominações estavam equivocadas. Sozinha
nas noites insanas, Glória desenvolveu sua
própria Teologia da Dor e da Provação, como ela
denominou. O raciocínio era o seguinte: haverá

72 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Eram tantas atrocidades cometidas pela mulher
que sua pena ia sempre aumentando. As noites na
solitária eram mais numerosas que os dias no pátio
e ela preferia assim. Se via como mártir de uma
causa santa. Aos trinta e cinco anos, já como uma
das mais influentes pastoras neopentecostais da
prisão, foi Abraçada. Lionel sabia da existência
de Glória desde que ela chegara, há anos atrás, ao
sanatório. Ele observou seus passos, estudando se
devia Abraçá-la. Quando ela foi à prisão, o Ancião
permaneceu olhando de longe e vendo até onde
ela iria. Não tendo mais dúvidas do potencial da
mulher para seus planos, a Abraçou.
Hoje, Irmã Glória, como é chamada, domina a
Penitenciária Estadual para seu Senhor, sendo ali Irmã Glória
um reduto seguro para o Clã da Lua. Não foi difícil, Clã: Malkavian
graças à influência e disciplinas de seu Senhor, Senhor: Lionel Montés
continuar à frente de alguns cultos, mesmo não
Natureza: Monstro
estando no status de presidiária. Não havia mais
processo algum e muitos agentes carcerários e Comportamento: Mártir
policiais afirmam nunca tê-la visto como uma das Geração: 9ª
encarceradas. Sua influência religiosa é notória Abraço: anos 40
até fora da prisão, que ela faz de Refúgio. Aquele Idade aparente: 35
lugar que durante tantos anos foi um antro de dor e
sofrimento, abrigando muitos insanos e psicopatas, Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 2
exala tanto uma aura de loucura e maldade que Sociais: Carisma 1, Manipulação 4,
chamá-lo de Inferno é um eufemismo. Esta é a Aparência 1
missão de Irmã Glória: provocar dor e sofrimento Mentais: Percepção 3, Inteligência 4,
para que as pessoas sejam salvas. É melhor sofrer Raciocínio 3
por alguns dias, meses ou anos do que por toda a
eternidade. Suas práticas hediondas lhe renderam Talentos: Prontidão 2, Acuidade 2,
certa (má)fama na Camarilla como torturadora. Liderança 3, Intimidação 3, Manha 3,
É para a prisão que são enviados os inimigos Lábia 4
declarados e presos de guerra da Torre de Marfim. Perícias: Condução 1, Armas brancas 3,
Mais pecadores para serem restaurados pelas mãos Armas de fogo 1, Furtividade 2, Tortura 4
de Irmã Glória. Conhecimentos: Acadêmicos 4 (teologia),
Política 1, Direito 3, Ocultismo 2.

Rumores Disciplinas: Demência 4, Auspícios 3,


Ofuscação 1
• Irmã Glória está muito obcecada com sua
Antecedentes: Influência (Jurídico 3,
Penitenciária e sua missão divina a ponto de Igreja3, Saúde 1), Lacaios 3, Recursos 3,
se esquecer de certas motivações políticas dos Humanidade: 4
Malkavian. Lionel planeja destituir-lhe um pouco
Virtudes: Consciência 1. Autocontrole 3,
do poder que ela vem conquistando. Coragem 5
• Uma freira foi vista conversando com Irmã Força de Vontade: 8
Glória. Há suspeitas de que possa ser Prudência da Perturbação: Obsessão-Compulsão
Vingança Divina, o que é duplamente antagônico, Impressões: de estatura baixa e corpulenta, Irmã
visto que Glória não tem relação com o Sabá e Glória se veste de maneira discreta. Há décadas
odeia o catolicismo. Para mais informações veja não esboça um sorriso - a não ser os sádicos.
o apêndice O Credo do Anjo Perdido

CAPITAL BY NIGHT 73
ficam ainda mais confusas: uma figura esguia e
Nosferatu alta em um cobertor antigo cheio de bolor e repleto
de um barro já seco e escurecido pelo tempo. Os
seus trajes, porém, não são tão dignos de nota
Barata, o Autarca quanto o que ele arrasta consigo: uma gambiarra
de duas rodas e de barulho irritante — que à
O Nosferatu conhecido como Barata Cascuda primeira vista remete aos carrinhos dos catadores
é um mistério mesmo para os Ratos de Esgoto. de materiais recicláveis — mas preenchido
Alguns sussurros nas sombras dizem que ele havia por uma interminável lista de bugigangas sem
sido um artesão de manufatura preciosa e talentos sentido. Cópias baratas e quebradas de estátuas,
artísticos incomparáveis em seu tempo, outros jornais e revistas antigas e amontoadas, plantas
referem-se a ele como um poeta de criatividade artificiais, pedaços de sucata e brinquedos são
ímpar e promiscuidade idem. Seja como for, algumas delas. Para completar, em meio a esse
ninguém parece ter tido a oportunidade — ou emaranhado e confuso de pequenos objetos
ousadia — de perguntá-lo para uma resposta inanimados ordinários, parece haver uma biologia
definitiva. misteriosa e tentacular: é possível observar o que
Barata já foi um membro ativo na política da alguns descreveriam como “patas e tentáculos”
Capital. Ancião de seu clã e Primógeno de seu nas frestas escuras “daquilo”.
tempo, Barata serviu ao Príncipe Dom Afonso de Alguns Membros mais esotéricos dizem que é
Bragança até onde pôde. No entanto, uma crescente possível interpretar aquela “alegoria do fim do
divergência culminou na sua saída oficial do mundo” que ele sempre traz consigo como um
principado, mantendo ainda seu domínio da zona pedaço da alma da própria cidade e, para aqueles
portuária da Capital para surpresa de muitos. Isto que conseguem interpretá-los, obter respostas
foi claramente um ato de rebeldia contra o governo valiosas para os movimentos futuros da Jyhad.
local, e não fossem seus séculos de existência e Mais de um vampiro importante da Camarilla
diversas influências, Barata já teria sido caçado (e, se os rumores forem verdades, do Sabá) já
por tal ousadia. procuraram o Nosferatu atrás de conselhos. Seja
Isso se o Príncipe não caísse, porém. Barata lá qual for a motivação desses encontros obscuros,
estava aparentemente fora da política local quando ele é cercado por uma névoa de mistério, bizarra
todo o golpe dos Brujah foi imposto e, para o e alienígena.
seu agrado, a nova Príncipe não tem recursos Alguns relatos dizem que aqueles que invadem o
suficientes para expulsá-lo de seus domínios. seu Domínio sem sua permissão são surpreendidos
Sua estranha agenda tem intrigado muitos dos pelo barulho de sua carroça e, quase sempre, isso
Membros do Domínio, que especulam o que o
Ancião estaria tramando ou planejando com a
sua aparente distância da Jyhad e politicagem. Os
movimentos do Barata são erráticos: ele parece
mais interessado em se cercar de mendigos, sem-
tetos e outros desgraçados que vivem ao redor de
seu domínio, num caótico subúrbio impregnado
de mazelas sociais — como uma ferida pútrida
que macula a cidade. Muitos especulam se ele
seria o tal Profeta Leproso que tem salvado (ou
corrompido?) a vida de viciados e prostitutas em
perigo madrugada adentro, uma pequena lenda
urbana que até mesmo alguns poucos mortais já
balbuciam assustados.
Apesar de seu alto domínio em Ofuscação,
quando o Barata se deixa ser observado, as coisas

74 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


já é o suficiente para afugentar até mesmo os
mais corajosos. Aqueles mais ousados são
surpreendidos por uma vasta massa de sem-
tetos raivosos que parecem seguir as ordens de
um misterioso mestre numa espécie de frenesi
mortal...

Barata Cascuda, o
Autarca
Clã: Nosferatu
Senhor: Desconhecido
Geração: Desconhecido
Abraço: Desconhecido
Natureza: Ranzinza
Comportamento: Excêntrico
Idade Aparente: Indecifrável
Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 2
Sociais: Carisma 2, Manipulação 3,
Aparência 0
Mentais: Percepção 4, Inteligência 5,
Raciocínio 4
Talentos: Prontidão 3, Expressão 2,
Empatia 3, Intimidação 5, Manha 4,
Lábia 3
Perícias: Ofícios 3, Furtividade 4,
Sobrevivência 3
Conhecimento: Investigação 3,
Linguística 2, Ocultismo 4, Política 1
Disciplinas: Animalismo 5, Ofuscação 5,
Potência 2, Metamorfose 2, Fortitude 1
Antecedentes: Influência 3, Prestigio no
Clã 3, Lacaios 5, Rebanho 3, Aliados 4,
(In)Fama 1
Humanidade: 4
Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 2,
Coragem 5
Força de Vontade: 9

Impressões: Uma mistura acurada de um


santo, leproso e bicho-papão depois de um
grave acidente com ácido sulfúrico.
Tudo tende a terminar; Barata, como ser eterno
e amaldiçoado, tem o papel de testemunhar o
desmoronar iminente de tudo o que o cerca.
Interprete-o paciente como um animal noturno
que se esconde da luz, observe as vicissitudes
do tempo, pois as repostas para seus próximos
passos estão codificadas ali.

CAPITAL BY NIGHT 75
Antônio, O Artista Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
Raciocínio 4
Talentos: Prontidão 3, Esportes 1, Expressão
Antônio nasceu em uma família rica, porém não 2, Empatia 3, Intimidação 2, Lábia 3,
demorou para o mesmo entender que sua família Manha 2
estava falindo e apenas o orgulho permanecia. Ele Perícias: Etiqueta 3, Performance 4, Ofícios
sempre foi um excelente artista e passou a expandir 3, Furtividade 3, Sobrevivência 1
isso, ganhando dinheiro e aproveitando para ouvir Conhecimentos: Acadêmicos 2,
os gritos dos corações das pessoas que pediam Computador 1, Finanças 1, Investigação
seus serviços e suas artes tocaram várias almas. 2, Política 2

Com o passar do tempo, ele foi descobrindo


Disciplinas: Ofuscação 3, Potência 2,
segredos sujos e passou a fazer chantagem com Fortitude 2, Rapidez 3, Auspícios 2
isso, mas de uma forma sutil e indireta, codificando
certas informações em suas artes e crescendo
Antecedentes: Recursos 3, Contatos 3,
cada vez mais. Aliados 2
Anos após, o mesmo recebeu um pedido especial
de Carlota Joaquina, a Rainha consorte de Portugal Humanidade 6
e Algarves. O pedinte não se identificou e pediu Virtudes: Consciência: 2, Autocontrole 4,
para que o quadro fosse pintado em tons obscuros Coragem 4
e acinzentados. Antônio o fez e ainda deu um jeito Força de Vontade: 7
de descobrir quem foi que requisitou o mesmo,
fazendo com que ele chegasse ao final da sua vida
Impressões: Antônio possui não só olhos
e ao começar da sua não-vida.
estranhamente com as pupilas amareladas como
Suas pinturas não pararam, porém. Elas quem sofre de catarata, mas aparenta ser coberto
passaram a vir acompanhadas de mensagens de pêlos. Ele na verdade se diverte assustando
ocultas em cada traço, tornando o descobrimento seus visitantes, abrindo frequentemente as portas
de informações quase impossível para terceiros de seu ateliê para quem quiser comprar suas artes,
que não eram destinados a ela. Ele passou pela descobrir ou contar segredos.
tempestade da maldição, observou e ouviu bem o
que lhe foi ensinado e, como todo bom Nosferatu, Rumores
ele também faz negócios derradeiros com suas • Desde que Barata Cascuda abandonou o
informações principado e Rodriguez foi caçado, o clã Nosferatu
não possui Primógeno. Antônio quer preencher
esta vaga, se é que ela ainda existe.
Antônio de Fonseca,
o Artista Nosferatu
Clã: Nosferatu
Senhora: Madame C.
Natureza: Perfeccionista
Comportamento: Visionário
Geração: 10ª
Idade Aparente: Acima dos 45 anos
Abraço: desconheicido

Físicos: Força 2, Destreza 4, Vigor 3


Sociais: Carisma 2, Manipulação 4,
Aparência 0

76 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Carlos Frattini
Nascido durante os anos 60, Carlos viveu em
meio a intriga e segredos durante toda sua vida. De
família de militares que se tornaram políticos na
Nova República, Carlos sempre teve que manter
aparências e sempre usou isso a seu favor. Se
tornou uma pessoa mesquinha e que se orgulhava
das vantagens que recebia por seu aspecto físico
e social, sempre cultivando-as.
De moral fraca, sua especialidade se tornou a de
encobrir segredos dos seus aliados na política e
no ramo empresarial. O desdém com os sem-teto,
uma de suas principais marcas, diversas vezes
o levou a não poupar esforços para desabilitar agora todos os olhos se viraram para ele e seu
famílias inteiras apenas para retomada de posse senhor.
de terras da Capital para a construção de prédios
de luxo ou esconder o desvio de verbas destinadas Carlos “o colecionador de
aos abrigos de inverno, por exemplo.
segredos”
Carlos usufruiu do luxo da vida dos corruptos
até cruzar o caminho dos ratos de esgoto. Seu Natureza: Malandro
abraço pelos nosferatu foi uma forma de punição Comportamento: Juiz
ao seu culto à aparência. Sua face, antes bela, Geração: 12°
agora totalmente arruinada pelo seu senhor, Senhor: Eleonor, o “Judas”
deixando claro que sua origem repugnante e Abraço: Começo dos anos 80
suas mordomias arrancadas dele naquela noite Idade aparente: Indescritível
se transformaram em nada.
Caminhando e vivendo nas ruelas e esgotos da Físicos: Força 3, Destreza 3, Vigor 4
cidade, Carlos usou de seus métodos imorais para (Resoluto)
persistir. Seus ouvidos atentos para escutar os Sociais: Carisma 3, Manipulação 4
segredos dos outros e a habilidade de descobrir e (convincente) , Aparência 0
encobrir informações sobre os poderosos fizeram Mentais: Percepção 1, Inteligência 2,
dele uma arma política nas mãos cainitas. Raciocínio 4 (Pensamento rápido)
Talentos: Lábia 3, Prontidão 2, Intimidação
Carlos não vende suas informações por dinheiro 1, Briga 1
ou fama, mas por outros segredos e alguns agrados. Perícias: Condução 1, Furtividade 4
Ele sempre sabe de algum boato ou pista sobre os (esconder-se), Sobrevivência 3, Armas
vampiros mais famosos na cidade, mas ele antes brancas 2
quer saber os segredos de seus clientes antes de Conhecimentos: Acadêmicos 2,
contar os dele. Computador 4 (quebrar códigos) ,
Investigação 4 (Descobrir segredos),
Política 3, Finanças 1
Rumores
Disciplinas: Ofuscação 2, Potência 1
• Carlos desconfia que há algo de errado com Antecedentes: Contatos 2, Aliados 2
a Caçada de Sangue de Rodriguez. Ele oferecerá (política e mídia)
o mundo a quem tiver alguma prova e comprará
pistas com os maiores segredos que conhece. Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 3,
• Assim como alguém de sua linhagem caçado, Coragem 4
Carlos aparenta ter contatos entre os Anarquistas e Humanidade 5

CAPITAL BY NIGHT 77
Lilly, a Ativista Clã: Nosferatu
Senhor: Rodriguez, o caçado
Para muitos, a luta de Liliane foi uma surpresa. Natureza: Competidora
Uma garota privilegiada e mimada que tinha tudo Comportamento: Filantropa
para ser fútil e meios de alavancar uma carreira Geração: 11ª
jurídica no famoso escritório de advocacia de sua Idade Aparente: Não cabe
mãe, seus engajamentos em causas da quais ela Abraço: Nos anos 90
não sofria, porém não conseguia ficar calada, só
aumentou com os anos. Aos trinta, ela já havia Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 2
abdicado de um casamento infeliz e passou a
Sociais: Carisma 3, Manipulação 2,
cuidar de seu filho sozinha enquanto trabalhava Aparência 0
pelos direitos de imigrantes bolivianos contratados Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
ilegalmente e tratados como escravos nas fábricas Raciocínio 3
da Capital. Talentos: Expressão 3, Empatia 4,
Os Nosferatu ouviram primeiro sobre ela Intimidação 2, Lábia 2, Liderança 1,
Manha 1
quando um grupo de imigrantes ilegais foi preso
e sofreu maus tratos nas mãos da Irmã Glória, Perícias: Empatia com Animais
2, Condução 1, Furtividade 2,
na Penitenciária Governador Campos. Lilly se Sobrevivência 2
tornou uma fervorosa inimiga dos métodos deveras Conhecimentos: Acadêmicos 3,
torturadores que eram empregados no local para Computador 1, Direito 4, Finanças 1,
corrigir supostas transgressões. O caso quase Investigação 2, Política 3
chegou à grande mídia e foi abafado apenas por
poderosas jogadas de influências. Mas o que Disciplinas: Ofuscação 1, Animalismo 1.
levou a mesma a receber o abraço foi quando o Antecedentes: Recursos 2, Influência
orfanato pelo qual seu senhor era obcecado estava Burocracia 2
prestes a ser fechado por uma manobra política.
Ele a ajudou com a ação judicial e, neste caminho, Humanidade 7
Rodriguez não só a via como uma arma para minar Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
as influências inimigas como não conseguia parar Coragem 4
de pensar em como a bela face dela responderia Força de Vontade: 7
ao abraço. Impressões: Tal qual os Nosferatu turcos
O fatal momento se deu quase uma década Lazarenos, a maldição em Lilly se expressou de
depois. Ao se tornar primógeno, Rodriguez forma que sua pele se assemelha à de um leproso.
finalmente conquistou um favor da Príncipe que
foi pago com o direito do abraço. O ato doloroso
e desumano transformou Lilly não só fisicamente
como mentalmente, levando três noites de extrema
dor sofrida em cada deformidade para finalmente
culminar no monstro no qual ela se tornou.
Após o abraço, tudo mudou. Lilly continua sua
saga pelos menos privilegiados, mas não como
um meio de expressar sua empatia pelas vítimas
e sim como uma busca por vingança, uma forma
de punir e fazer sofrer os verdadeiros responsáveis
por toda a dor do mundo, os vampiros.

Liliane Saraiva Matias

78 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


um sonho do que realidade. Em sua mão direita,
Máscara de Cera um espelho. Olhando para Luís, ele diz:
Nasce em 1891 Luís Freitas Maximiliano, -Estás pronto para ver a face do seu verdadeiro
que quando criança fora enviado para estudar eu?
na capital, onde permanece por 12 anos. Seguiu A visão o impele a um grito de horror estridente
seus estudos na Europa, formou-se em filosofia que ecoa junto às galerias do subsolo. Ele era agora
em Oxford, com ênfase no pensamento grego. um Nosferatu. Envergonhado de sua aparência,
Especializou-se no estudo da literatura vitoriana, cobre o rosto com as mãos. Clama para voltar
apaixonou-se pela obra de Arthur Rimbaud, a seu ateliê. Seu mestre o leva. Ele toma suas
assim como pelos alfarrabios de Edgar Allan ferramentas, materiais de trabalho e volta para
Poe, sobretudo pela criatividade e morbidez, as galerias. Lá, confecciona uma, dentre tantas
estranhamente admirável e sedutora. máscaras que faria ao longo de sua eternidade.
Foi em Paris, França, que o jovem Luís Freitas Enquanto esculpia, seu senhor revela que a morte
Maximiliano encontraria sua verdadeira vocação. de Beatriz foi fruto de um frenesi descontrolado,
Após visitar o Museu de cera Grévin, uma promovido pela cria estimada de um dos Anciãos
marca indelével fora deixado na alma do jovem da Capital.
angustiado. Luís comprou apetrechos, tomou Enraivecido e munido de ódio e rancor, Luís
livros técnicos e deu início ao seu primeiro ensaio. resolve convidar o tal assassino a fazer uma visita
Em menos de um ano, objetos, animais diversos ao ateliê. Lá chegando, Luís o encurrala e, com
e pessoas estavam entre suas criações artísticas. a potência que lhe cabe, ele enterra a estaca de
O jovem entusiasmado retorna a sua cidade natal. madeira feita na noite anterior no coração do
Nela, constrói um ateliê e, em pouco tempo, algoz de sua amada. Em uma epifania artística,
começa a se destacar na cena cultural local. Em ele embebe o corpo do assassino em cera quente,
um sarau, Luís conheceu uma jovem cantora lírica, esculpe e apara suas arestas, modela feições e
de nome Beatriz Mauren. Luís pede permissão a silhueta corpórea, de modo a retratar o corpo
para escrever a ela nos dias seguintes e uma troca feminino, cujas feições representaria o rosto de
de cartas se estabelece. Em seguida, romance, e sua falecida amada. Um novo adereço enfeitaria
pouco tempo depois, o noivado é anunciado. sua galeria pessoal.
Todavia, uma semana antes do casamento um Hoje, Luis dirige uma rede de informantes e
corpo havia sido encontrado: o corpo de sua barganha espaços, assim como influência e troca
amada e o sangue da doce Beatriz havia sido de favores. O segredo ainda hoje se mantém
drenado. Luís decide que a única coisa que lhe escondido, enquanto ele planeja o próximo passo
traria conforto e paz seria o reencontro com sua para atacar o ancião, afinal, a criatura precede de
musa e decide tirar sua vida. No entanto, como se um criador.
por uma força invisível, é impedido. Como que
por um golpe firme e dolorido, um sofrido abraço
é contemplado pela lua cheia.
As noites que se seguiram foram estranhas.
Flashs de um lugar gotejante, seguido de sons
quase indecifráveis olfatos pútridos e uma dor
lacerante. Quando lúcido, percebeu-se assistindo
a um banquete horripilante. Como na Santa Ceia,
doze homens se deleitavam sobre uma carcaça
de porco, seguido de ratos e uma capivara. Eram
seres cuja degeneração física assemelhava-se
às criaturas descritas por Poe, em suas obras.
Paralisou, sem reação, recuou. Atrás dele, o
homem que ele havia visto, no que parecia mais

CAPITAL BY NIGHT 79
finalmente o filho que lhe fora negado. Agora
Odalisca, a bela tudo seria diferente! Abraçaria e daria todo o amor
que não pôde dar ao seu filho e que seu Senhor
A menina que se tornaria conhecida dentre os
não lhe dera! Seu futuro filho/amante já era certo:
Nosferatu simplesmente como Odalisca nasceu
Ciro. Só podia ser ele! Ela nem sequer se lembrava
e cresceu em uma favela da Capital dominada
de quanto tempo já havia se passado desde que
pelo tráfico de drogas. Filha de mãe solo e ainda
vira o jovem pela última vez. Ele já estava bem
por cima adolescente, a menina cresceu em um
recuperado de seu sumiço (um completo absurdo,
lar desestruturado, tendo como único apoio as
por sinal). No fundo, ela queria encontrá-lo ainda
aulas de dança do ventre em um projeto social.
em lágrimas, procurando por ela como nos filmes
Apesar dos pesares da vida, a resiliência da jovem
que via na adolescência. Ela sentiu raiva e se
era sua maior virtude. Trabalhou e estudou da
mostrou a ele na sala do pequeno apartamento do
melhor forma possível, mas, seguindo os passos
rapaz. O pânico e desespero do jovem ao vê-la em
da mãe, acabou engravidando, não tendo seu filho
seu novo Eu apenas a deixou mais enfurecida e
assumido pelo pai. Certo dia, entretanto, ela não
ela perdeu o controle, tamanha raiva de seu amado
estava mais grávida. Ela jura ter tido um aborto
e nojo de si mesma. Ela voltou a si, vendo o que
espontâneo, mas sua mãe e os vizinhos acreditam
tinha feito, e completou o que fora fazer: o Abraço.
que ela tenha feito um aborto clandestino, pois
passou dias com uma infecção uterina que quase A questão é que ela não sabia como proceder,
a matou prematuramente. Abraçar alguém necessita de conhecimento e
até um pouco de sorte! Ciro se contorcia de dor,
Tantas mazelas e tristezas só tinham uma
chamando a atenção dos vizinhos. Ela assistiu
válvula de escape: a dança. Com o tempo, ela foi
desesperada e sem saber o que fazer ao homem
se destacando e se especializando, o que a levou
que amava se tornando uma Cria Abortada — a
a receber um convite que mudaria para sempre
segunda de sua vida —, um amontoado de carne
sua vida: ela iria se apresentar fora da favela,
amorfa. A Maldição Nosferatu atingiu o rapaz em
finalmente, seria vista e aplaudida no Centro de
cheio, destruindo qualquer semelhança com um
Cultura Árabe da Capital, um lugar que só conhecia
ser humano. Suas cordas vocais apenas emitiam
pela televisão.
gemidos guturais e até sua mente fora atingida.
Acontece que Odalisca foi Abraçada brutalmente Ele não sobreviveria nem dentre os homens nem
naquela noite, aos dezenove anos. dentre os vampiros. Desesperada e arrependida,
Quando terminou a apresentação, após os muitos ela o arrastou aos esgotos e o escondeu em uma
aplausos e elogios, ela saiu para celebrar com os vala de captação de dejetos até decidir o que faria
demais participantes do elenco de dançarinos. com ele.
Nessa época, ela namorava um outro jovem do Ela ainda não encontrou seu caminho na
elenco, chamado Ciro. A certa altura da noite, já Camarilla da cidade, mas mantém sua arte como
com a bebida — e outras possíveis substâncias
— fazendo efeito, a jovem se perdeu do grupo.
Sentiu um golpe e, quando se deu conta, estava
sendo arrastada para um buraco no chão; fora
Abraçada por meio de uma violência que até hoje
não compreende, mas que lhe deixou com muitos
traumas e sequelas. Seu Senhor sempre lhe negou
muitas explicações, mas ela ouviu rumores de
que seu Abraço havia sido um acerto de contas,
pois, aparentemente, outro Membro da Capital
pretendia Abraçá-la.
A menina Nosferatu decidiu que, quando fizesse
uma Cria, a trataria de forma completamente
diferente da que foi tratada. Talvez pudesse ter

80 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


escape, tal como fazia anteriormente. Sua dança é Geração: 11ª
a única ligação com seu lado Humano. Quando ela
deixar de dançar, terá se tornado tão monstruosa
quanto seu aborto.

Rumores
• O acerto de contas seria uma traumática
vingança do Barão do Sangue, o Ventrue Manuel.
Supostamente a mãe mortal de Odalisca era presa
dele e conseguiu durante o ato escapar, ameaçando
quebrar a máscara. Se Odalisca descobrir, ela
obviamente tramará pela destruição do mesmo.
• Ao que parece, um Toreador famoso da
cidade comentou que havia gostado da jovem e
iria Abraçá-la. Quando seu Senhor soube, como
vingança, logo Abraçou a moça. Entretanto, o Idade Aparente: Quando ofuscada, de uma
Degenerado havia criado o rumor para retirar a adolescente.
atenção de seu inimigo de sua verdadeira futura Abraço: 1980
Cria. Odalisca, então, tem desejo de se aproximar
dos Toreador para descobrir a verdade, visto que
Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 3
seu Senhor ainda a trata de maneira bastante rude.
Sociais: Carisma 3, Manipulação 2,
Ela é frequentemente vista na Esfinge. Aparência 0
• Na noite em que abraçou Ciro, um vizinho jura Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,
ter visto algo. Temendo se tratar de uma briga ou Raciocínio 2
assassinato, o jovem efetuou uma gravação com Talentos: Prontidão 2, Acuidade 2, Manha 3
seu aparelho de celular. Após isso, divulgou as Perícias: Empatia com animais 1, Ofícios
imagens na internet e ela logo viralizou. A imagem 2, Perfomance 4, Furtividade 3,
é embaçada e escura, mas um perito em informática Sobrevivência 3
poderia facilmente restituir a qualidade da cena Conhecimentos: Acadêmicos 1,
Computador 1
e, aos olhos certos, a verdadeira natureza daquele
embate viria à tona. É apenas uma questão de
tempo para que isso aconteça, mas Odalisca nem Disciplinas: Ofuscação 3
sequer imagina que esse descuido pudesse lhe Antecedentes: Recursos 1, Contatos 4
trazer algum problema.
• Ciro não aguenta mais viver nas sombras Humanidade 6
escondido nos esgotos da cidade. Ele entende que Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
seria caçado se descoberto, então decidiu usar a Coragem 3
rede Nosferatu para entrar em contato com os Força de Vontade: 6
Anarquistas. Ele pensa em maneiras de se rebelar Impressões: Vaidosa, apesar da aparência
contra a Odalisca, trair o clã e entrar no movimento. Nosferatu que a deixa com um corpo cadavérico
em que suas juntas e ossos aparecem revestidos de
uma fina e transparente pele úmida, tal qual a de
Daiane “Odalisca”, a Bela um anfíbio. Na maior parte do tempo, entretanto,
ela assume a aparência de uma linda jovem negra.
Clã: Nosferatu
Senhor: Rodriguez, o caçado Apesar de tudo, no fundo, ela ama a não-vida,
Natureza: Diletante mas odeia a forma como ela lhe foi imposta. O
ódio por seu clã e senhor a alimentam.
Comportamento: Penitente

CAPITAL BY NIGHT 81
puxar a corda presa com mais força do que devia,
Toreador se desequilibrou e caiu. Despencou diretamente no
palco, de uma altura de uns dez metros. O elenco
se desesperou, todos corriam para acudir o moço
Lorenzo, o Pierrot aparentemente morto. Uma fratura exposta fez as
atrizes se sentirem mal. Não havia o que fazer, o
Coxo - Primógeno jovem não tinha mais salvação. Se sobrevivesse,
certamente ficaria coxo. Que morte dramática,
Nascido na fome e na miséria em um pequeno que fim horrível para alguém tão talentoso, diziam
vilarejo escondido nos Pirineus – entre a Espanha pelos cantos do teatro. Durante a noite, após ser
e a França, o menino Lorenzo desde muito novo parcamente medicado e com a perna imobilizada,
aprendeu que a vida não é para os pobres. Aos treze o rapaz estava delirante de febre. Morreria, com
anos, decidiu sair de casa e tentar a vida. Escondido certeza, não fosse uma figura que se apresentou
em uma carroça carregada de abóboras, foi até a a ele. Disse que era uma patrona das artes, uma
cidade mais próxima e, dentre os becos imundos, fã que o observava há várias noites e esperava
perdeu-se para sempre de sua família e seu passado, ansiosa pela sua estreia, finalmente, como ator
mas não de sua miséria. Lorenzo passou fome, principal. Se ele quisesse, ela daria a chance de
teve de roubar para comer e, por roubar, foi preso, sua estreia ainda ser feita, mesmo que só para ela.
esbofeteado e humilhado diversas vezes. Quando Ele aceitou, no ápice de seu delírio febril, o Beijo.
deu por si, estava pedindo esmolas nas portas de
igrejas e locais públicos. Lorenzo é um artista angustiado, sempre tendo a
impressão de que algo se encontra por fazer. Seu
Em uma ocasião, à porta de um teatro, ouviu os ferimento grave pouco antes do Abraço acabou por
risos e vozes que lá de dentro vinham. Espremeu- lhe imprimir uma cicatriz que levaria para toda a
se entre uma fresta e outra e entrou no recinto, eternidade: Lorenzo é coxo da perna esquerda, o
mantendo-se escondido. Foi então que a catarse que constrasta sobremaneira com seu jeito sempre
artística lhe tomou pela primeira vez na vida: imponente de se vestir, agir e falar. Porta, por
no palco, os atores representavam a Commedia isso, uma bengala de apoio; resquício da moda
dell’arte e ele se apaixonou pela Colombina. entre os cavalheiros de quando ainda era vivo. O
Queria estar ali, queria ser parte daquilo, e decidiu Toreador sempre fora intempestivo e, ao tomar
que estaria e seria. Ao final do espetáculo, foi pedir decisões, não voltava atrás. Veio para a América
emprego ao elenco. Não havia vagas. Noite após tentar um lugar de mais destaque, um lugar em
noite, o menino faminto voltava e falava com que pudesse fazer mais por seu Clã e por sua arte.
pessoas diferentes, até que foi encarregado de Na Capital, encontrou uma cena Toreador ainda
ajudar nos serviços braçais: consertar, carregar, por ser montada. E ele tomou, finalmente, o papel
limpar, lavar roupas, tudo fazia de bom grado. De
lá, passou a ocupar a coxia, sendo responsável
pelos efeitos especiais. Tudo no teatro era mágico!
Com o tempo, de tanto assistir às encenações,
conseguiu um pequeno papel, e foi ganhando
mais espaço até que, finalmente, viria a fatídica
encenação: conseguira o papel de Pierrot e iria
estrear no dia seguinte. Após muita preparação,
noites e noites sem dormir, ele estava pronto.
Na noite de estreia, entretanto, um dos
funcionários ficou doente. Lorenzo precisou
subir na parte de cima do palco que estava sendo
preparado para soltar um nó que atrapalhava o
deslizar das cortinas. Esbravejando de raiva, o ator
não percebeu que já havia se esquecido de como
lidar com trabalho tão braçal. Em um descuido, ao

82 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


principal para si. Hoje, o Pierrot coxo – como
é chamado secretamente por seus desamores –
tomou fielmente a missão de dirigir o Clã da
Rosa, o que vem fazendo, até então, de forma bem
satisfatória, apesar de, como dito, sempre sentir
que “há algo inacabado que precisa ser feito”.
Lorenzo fez de refúgio um antigo teatro que
fora abafado quando um maior e mais luxuoso
foi construído. A Casa de Espetáculo Macário já
não funciona há anos. Alguns dizem se tratar de
um lugar assombrado por almas de atores famosos
que morreram na miséria.

Lorenzo del Monte – o


Pierrot Coxo
Clã: Toreador
Senhor: Beatrice de Laurent (in memorian)
Natureza: Perfeccionista
Comportamento: Diretor
Geração: 8a
Abraço: 1780
Idade Aparente: 26 anos
Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 3
Sociais: Carisma 4, Manipulação 4,
Aparência 3
Mentais: Percepção 4, Inteligência 3,
Raciocínio 3
Talentos: Prontidão 3, Acuidade 3,
Expressão 5, Liderança 2
Perícia: Ofícios 2, Armas brancas 3,
Performance 2
Conhecimento: Linguística 2, Ocultismo 2,
Investigação 2
Disciplinas: Presença 5, Auspícios 5,
Rapidez 2, Dominação 2
Antecedentes: Status 4 (Primógeno),
Recursos 4, Rebanho 2, Influência (cena
artística e cultural) 3, Influência 3 (alta
sociedade), Lacaios 2.
Humanidade 6
Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 3
Força de Vontade: 7
Impressões: alto, branco de cabelos pretos,
sempre bem vestido. Seu semblante carrega
sempre uma melancolia. Seu andar é sempre
desajeitado e, por isso, mantém ao seu lado uma
bengala muito apreciada por ele, na verdade, uma
bengala-espada de prata.

CAPITAL BY NIGHT 83
Leonardo, Algoz Leonardo Latorre, Algoz
Clã: Toreador
A região portuária da Capital surgiu quando a
Senhora: Ana Queiroz
cidade ainda era uma pequena vila de pescadores.
Geração: 11
Com o boom da industrialização e a abertura
comercial pela qual o país passou décadas atrás, Abraço: Década de 60
resultou hoje em quilômetros e quilômetros de Natureza: Autocrata
depósitos e contêineres imensos, com a paisagem Comportamento: Diretor
adornada por plataformas de petróleo reluzentes Idade Aparente: Início dos 30
no oceano próximo. Físicos: Força 3, Destreza 3, Vigor 2
Nesse cenário, surge o Ancilla Leonardo Latorre, Sociais: Carisma 4, Manipulação 3,
um proeminente membro do clã da Rosa. Ainda Aparência 3
em vida, Leonardo era um talentoso e implacável Mentais: Percepção 3, Raciocínio 3,
Inteligência 2
corretor de seguros que se familiarizou com o
ambiente hostil e passível de inúmeros acidentes Talentos: Briga 1, Prontidão 4, Empatia 2,
Intimidação 3, Manha 3, Lábia 3,
da área portuária, tornando-se um homem bem-
Perícias: Condução 2, Etiqueta 3, Armas de
sucedido. O seu abraço apenas intensificou a Fogo 3, Furtividade 2
sede por poder: ele passou a não só caçar por ali, Conhecimento: Direito 4, Política 2,
mas a se infiltrar por trás de todas as esferas do Finanças 3, Computador 2, Ocultismo 1,
funcionamento do porto mais importante da região. linguística 2
Estranhamente, aquela área era relativamente Disciplinas: Auspícios 3, Presença 3,
Rapidez 2, Ofuscação 2, Potência 1,
livre da influência dos anciões. Leonardo ainda Fortitude 1
contava com a familiaridade do local e a sua Antecedentes: Recursos 3, Aliados 3,
capacidade de se adaptar às novas tecnologias Contatos 4, Lacaios 2, Influência 2,
da qual os membros mais antigos não gozavam. Status 2
O próprio Xerife da Capital, Antoine de Vaux, Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 3,
Coragem 5
concedeu status ao membro ao perceber o bom
trabalho que havia sido feito ali. Leonardo Humanidade: 6
interceptou mais de uma carga clandestina nos Força de Vontade: 7
porões mais sombrios dos navios, uma delas um Impressões: Leonardo é alguém entre forte e
membro do Sabá, que ele entregou de bom grado acima do peso. Sua fala é de certa forma acelerada
à Camarilla local. e agressiva: ele sente a necessidade de convencer
sempre as pessoas e todos estão em seus planos.
O ambicioso Ancilla pretende alavancar ainda
mais o seu status na cidade. Ele espera resolver
algum caso realmente grande que bote em risco
a Torre de Marfim para que assim ele possa se
tornar o próprio Xerife. Secretamente, Leonardo
tem pensado em até mesmo forjar alguma crise,
se isso for necessário...
Rumores
• Ultimamente, o guardião do porto tem ficado
curioso em relação a uma movimentação anômala
em uma das plataformas marítimas mais distantes
e se pergunta se a sua grande chance de se tornar
uma peça chave para a Capital não chegou. É
exatamente a hora de “pescar” aliados e escolher
bem aqueles que cabem no papel de inimigos.

84 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Natanael Lacerda, o
Ancilla
Natanael Lacerda é tudo o que um Toreador
padrão gostaria de ser: rico, belo e sociável. Só
lhe faltava o talento artístico. Natanael é um típico
Arteiro, como todo o Clã da Rosa na cidade passou
a chamá-lo. Desde cedo, no entanto, Natanael
compreendeu que se não poderia produzir suas
próprias peças de arte, iria obtê-las de outro modo.
De início, comprava; quando o dono não vendia,
roubava. Assim, Natanael passou a ser um grande
colecionador e ladrão de arte.
Para encobrir seus afazeres criminosos, o
Toreador investiu em um clube noturno que
funciona como zona de prostituição para os Abraço: 1860
mortais e, no andar inferior, uma zona de caça Idade Aparente: Vinte e tantos
aberta para os Membros da cidade. A Esfinge Físicos: Força 2 Destreza 4 Vigor 2
é seu refúgio e sua maior criação artística: um Sociais: Carisma 4 Manipulação 2
local livre de regras e moralidade. As mulheres Aparência 5
e homens que atendem aos Membros fazem parte Mentais: Percepção 4 Inteligência 3
de seu Rebanho particular e, por isso, sabem bem Raciocínio 2
manter segredo, preservando a Máscara.
Como um bom alpinista social, o Toreador Talentos: Prontidão, 3 Esportes 2, Empatia
costuma fazer de tudo para agradar os outros 3, Manha 2, Lábia 3
Membros da cidade, inclusive fazendo vista Perícia: Etiqueta 3, Armas de fogo 2, Armas
brancas 2, Performance 3, Segurança 3,
grossa para algum deslize cometido em seu Furtividade 3
estabelecimento. Com o que vem juntando de Conhecimento: Acadêmicos 1, Computador
informações, há algum tempo Natanael começou 1, Finanças 1, Investigação 1, Linguística
a se fazer ser notado como um distribuidor de 1, Ocultismo 2, Política 1
status, uma Hárpia. Se será reconhecido ou não,
ainda não sabe, mas alguns Membros com o rabo Disciplinas: Presença 4, Auspícios 4,
preso talvez precisem apoiá-lo logo, logo… Rapidez 2, Ofuscação 2
Natanael tem o sonho de transformar a Esfinge Antecedentes: Recursos 4, Rebanho 4,
Lacaio 1, Status 2, Geração 3
em um Elísio. Isso o coloca diretamente contra
seu Primógeno, o Pierrot Coxo.
Humanidade 5
Para mais detalhes do seu histórico, sobre o
Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 4,
clube A Esfinge e seu carniçal, leia o Apêndice: Coragem 3
O Credo do Anjo Perdido Força de vontade: 5

Natanael Lacerda, Ancilla Impressões: Um anjo ou um diabo na Terra,


Clã: Toreador Natanael seduz com um simples olhar, apaixona
Senhor: Valentim com um discreto sorriso e parte corações quando
Natureza: Esperto se vai. Natanael gosta de ser o centro das atenções
para simplesmente ignorar quem o quer. Quanto
Comportamento: Galante
mais desinteressado, mais as pessoas se esforçam
Geração: 10ª
para serem notadas. Seu ego é o que mais importa.

CAPITAL BY NIGHT 85
Petrius, o Natureza: Mercenário
Comportamento: Visionário
Degustador Geração: 10a
Abraço: séc. XX
Petrius ficou conhecido de uns anos para cá entre Idade Aparente: 40 e tantos
os vampiros do novo mundo como o Degustador. Físicos: força 2, Destreza 2, Vigor 2
Apresentando técnicas únicas de provar o sangue, Sociais: Carisma 3, Manipulação 4,
identificando as mais sutis e ocultas pinceladas em Aparência 2
cada gosto por trás da vitae, o Toreador passou a Mental: Percepção 4, Inteligência 3,
conquistar o gosto de muitos cainitas. Raciocínio 3
Petrius investiu de modo pesado em coletas de
tipos de sangue, fazendo leilões para Ventrues que Talentos: Prontidão 3, Esportes 1, Briga
não querem ou não conseguem mais se alimentar 1, Acuidade 2, Expressão 3, Empatia
3, Intimidação 1, Liderança 3, Lábia 3,
da maneira comum. Os Toreador procuram este Manha 3
achado no mundo cainita para buscar a vitae que Perícias: Etiqueta 4, Performance 3,
melhor produz a arte de suas pinturas e, de fato, Furtividade 2,
Petrius enxerga a vitae como a mais bela arte, tendo Conhecimentos: Acadêmicos 2, Finanças 3,
uma epifania cada vez que prova uma vitae. Os Investigação 2, Medicina 3, Ocultismo 4,
Gangrel também buscam sua consulta, comprando Política 3
sangue de animais que fossem e estivessem em
extinção ou qualquer outra criatura que não Disciplinas: Presença 4, Auspícios 3
pudessem caçar. Até mesmo os Caitiff estão na
lista dos que acabam consultando este degustador Antecedentes: Aliados 2, Contatos 3,
em troca de um pouco de sangue de qualidade. Lacaios 3, Rebanho 4, Recursos 5
O fato é: Petrius vende, sem ver a quem.
Pagando bem, que mal tem? Sua fama em toda Humanidade: 4
América Latina está muito bem constituída, com Consciência: 2, Autocontrole 4, Coragem 3
aliados, contatos e influência, fazendo leilões e Força de Vontade: 6
estando presente em eventos dos mais excêntricos Impressões: Petrius sempre passa um ar de
possíveis, vendendo vitae exótica e rara. Se você sofisticação, de alguém culto e da Alta Sociedade.
procura alguém para descobrir um sabor novo e Leitor assíduo, Petrius usa adjetivos complexos
de qualidade, procure Petrius. e raros para descrever o vitae exatamente como
um sommelier o faria.
Rumores
• Petrius recentemente começou a roubar sangue
de vampiros ilegalmente. Durante o dia, neófitos
são estacados, levados até um refúgio fora do radar,
extorquidos e seu sangue vendido. Aos poucos ele
está avançando para Ancillaes.
• Rumores apontam que o Moto Clube Lobo-
Guará está de alguma maneira envolvido nessa
rede de sequestro de membros.
• Há a possibilidade de Petrius estar se viciando
em sangue de cainitas.

Petrius Salamenco
Clã: Toreador
Senhor: Valentim

86 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Clarissa, a Sereia
Nascida em um lar extremamente problemático
e tóxico, Clarissa teve sua infância inteira uma
perspectiva cruel da vida. Com uma mãe ausente e
pai abusivo, a garota achou na arte uma espécie de
fuga da sua realidade opressiva. No entanto, não
demorou para que sua família usasse do talento
da jovem para benefício próprio.
Como cresce rodeada por essa loucura, sua
cabeça começou a quebrar a cada vez mais, na
mesma medida que sua perícia para a área de
apresentações teatrais também crescia. Bela desde
criança com seus longos cabelos loiros, além de
talentosa, Clarissa conquistou os palcos do Grand
Teatro, ainda jovem. Clã: Filhas da Cacofonia
Seu abraço estava praticamente certo com Senhora: Lídia Dias
um Malkavian cria de Lionel, mas foi Lídia, Natureza: Monstro
pertencente ao clã das sereias e apenas de Comportamento: Galante
passagem pela Capital, que a abraçou. A partir Geração: 12ª
daí, a insanidade de Clarissa somente aumentou, Idade Aparente: 22
assim como sua ambição. Começou a participar
Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 2
das noites como uma cantora e performista da
Sociais: Carisma 3, Manipulação 4,
elite, fazendo contatos importantes no ramo. Aparência 4
Atualmente, detém certos segredos da alta Mentais: Percepção 1, Inteligência 3,
casta da cidade, usando de moeda de troca a Raciocínio 2
outros cainitas interessados. Sua filiação de seita Talentos: Empatia 2, Expressão 3,
é desconhecida, o que levanta teorias de vários Intimidação 2, Lábia 3
lados. Apesar de que a maioria a considera como Perícia: Etiqueta 1, Armas Brancas 3,
independente ou simpatizante da Torre de Marfim. Performance 4, Sobrevivência 1
Conhecimento: Acadêmicos 2, Política 2
Música 4, Linguística 3
Rumores: Disciplinas: Melpominee 3, Presença 2,
• Um dos motivos que teria levado ao interesse Fortitude 1
do clã da lua na mulher seria sua insanidade. Os Antecedentes: Fama 3, Recursos 3,
Influência Elite 3, Contatos 2, Geração 1
boatos que circulam é de que ela teria assassinado
seus pais dias antes de seu abraço e que tal fato Humanidade 5
teria sido um catalisador a mais para a vontade Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 2,
Coragem 5
dos malkavianos de a terem como membro- os
mesmos teriam influenciado a polícia a despistar o Força de vontade: 6
caso. Entretanto, com o abraço surpresa de outro
clã, Clarissa teria ficado endividada e submetida Impressão: É difícil não notar seu longo cabelo,
a um laço de sangue. sua face perfeitamente simétrica e sua altura
de modelo. Clarissa também possui uma falsa
Clarissa Portobello, fachada de simpática e agradável. Ela envolve
os presentes em conversa, divide a atenção e faz
a Sereia elogios pontuais, mas em sua mente ela pensa em
como se aproveitar deles o tempo todo.

CAPITAL BY NIGHT 87
nova. Tão misterioso quanto chegou, seu Senhor
Tremere desapareceu. De lá para cá, o velho vem visitando
alguns terreiros de candomblé, sempre ofuscado
pela imagem de um espírito - os frequentadores
Preto Velho, o começaram a pensar que ele era uma manifestação
espiritual, um Preto Velho, e ele permitiu.
Primógeno Há alguns anos, uma ordem superior chegou
Nascido no seio da religião islâmica, o jovem até ele, pedindo que fosse ajudar a consolidar a
Mohamed, de origem hauçás, foi vendido para Capela da Capital. Logo ele, que sempre fora tão
traficantes de escravos quando sua tribo fora afeito ao campo e à sua gente simples, ali onde
derrotada em uma guerra étnica. Além da guerra, a Máscara podia deixar frestas, teve de se mudar
o jovem presenciou o tráfico humano, o navio para a cidade grande. Ele vê isso como algum
negreiro, o senhor de engenho e o chicote do preceito divino, pois o que ele viu quando chegou
capitão do mato. A revolta crescia cada vez mais ao Cemitério da Casa Santa não lhe agradou nem
no peito daquele que perdera seu nome, passando a um pouco.
ser chamado de malê. Com o tempo, o homem que Rumores
havia lhe comprado no interior da Bahia percebeu • Todos sabem que a história de seu Abraço
que o rapaz tinha um amplo conhecimento, contada por Preto Velho - como gosta de ser
retirando-o do trabalho da lavoura e o mantendo chamado - é fantasiosa. Alguns suspeitam de que
mais em casa, como tutor de seus filhos. ele tenha diablerizado seu Senhor e usa o conto
Apesar de manter suas orações a Alá em dia, como subterfúgio. A aura dele não demonstra
o contato com homens e mulheres escravizados nada, mas talvez ele deva ser convencido a dizer
de várias etnias, além dos próprios indígenas, a verdade logo, logo.
foi abrindo suas visões sobre o mundo e sobre • Apesar de relativamente jovem em termos
as religiões. O medo do homem branco também vampíricos, Preto Velho é bastante respeitado
fez com que o catolicismo fosse ao menos pela sua sabedoria de vida. Ele possui influência
parcialmente absorvido pelo rapaz que, em pouco em certos terreiros da cidade e tem aliados no
tempo, se tornou um grande entusiasta e estudioso bairro de Al-Khatab - já que sua descendência
de religiões. Foi nos cultos em terreiros escondidos muçulmana ainda permanece em algum lugar de
que ele encarnou pela primeira vez Ogum e, após sua alma morta. É às vezes visto no Centro da
isso, foi convencido de seu tino espiritual. Cultura Árabe.
Já idoso, após muito bem fazer por aquelas • Preto Velho não está satisfeito com os rumos
bandas e para aquela gente sofrida, o homem que
passara a vida toda escravizado caminhava em
direção a um brejo. Era uma madrugada de lua
nova. Ele se assentou à beira da água e esperou,
pois sabia que a Morte iria encontrá-lo. E ela
veio, em forma de homem. Ele não se apresentou,
mas os dois conversaram como se fossem já
velhos conhecidos. Riram e contaram segredos
há muito esquecidos. Falaram de profecias e de
simplicidade. O homem lhe fez revelações e,
em troca, Mohamed lhe falava do Mundo Além.
Quando o assunto parecia ter se esgotado, já perto
do amanhecer, o homem perguntou se ele estava
pronto. Ele sempre estivera pronto para a morte.
O homem então se aproximou e lhe entregou o
que ele ansiava: uma morte sem dor. Mohamed
tornou-se um Tremere naquela noite de lua

88 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


tomados pela Regente na Capela. Para ele, que
muito bem entende do sobrenatural, o cemitério
é um lugar sagrado que não deve ser violado.
Talvez ele se imponha, indo contra sua Regente,
ou talvez seja melhor deixar que vampiros em
posições mais altas na pirâmide lidem com os
problemas da Capela.

Preto Velho, o Primógeno


Clã: Tremere
Senhor: Desconhecido
Geração: 9ª
Abraço: 1815
Natureza: Visionário
Comportamento: Pedagogo
Idade Aparente: mais que 70

Físicos: Força 1, Destreza 2, Vigor 3


Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
Aparência 1
Mentais: Percepção 5, Inteligência 5,
Raciocínio 3

Talentos: Prontidão 3, Empatia 3, Manha 2,


Intimidação 2,
Perícias: Empatia com animais 2,
Sobrevivência 2, Furtividade 2,
Conhecimentos: Acadêmicos 2, Linguística
2, Política 1, Ocultismo 5, Herbalismo 3

Antecedentes: Aliados 2, Status 4, Prestígio


de Clã 2
Disciplinas: Taumaturgia 4 (Linha do
sangue 4, Manipulação Espiritual 2),
Auspícios 4, Ofuscação 2

Humanidade: 6
Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 4
Força de Vontade: 8

Impressões: Calmo e sábio, o Tremere


raramente busca oportunidades para se expressar,
preferindo que venham até ele quando estiverem
prontos para ouví-lo, senão é perda de tempo.
Seu porte é sempre de um homem gentil e suas
palavras tentam tocar aqueles que as ouvem.

CAPITAL BY NIGHT 89
esquivando de seus dons sobrenaturais. Sem muita
Alba Dias, a Regente escolha e com a eternidade a sua disposição, o
feiticeiro esperou pacientemente a hora certa para
Assim como uma nevasca que irrompe sem
sua próxima investida que veio, de fato, com a
aviso prévio sobre uma cidade tropical, a Regente
morte do pai de Alba. Ela, uma mulher já formada,
Tremere da Capital é inegavelmente anômala.
havia dedicado anos da sua vida a suas próprias
Dizem que há incontáveis anos ela fora a filha de
pesquisas arcanas e nunca havia engravidado, seu
um impiedoso latifundiário da emergente cidade de
casamento fora um total fracasso; a fortuna da
Vila Rica que fizera sua fortuna na efervescência
família sem a presença do patriarca estaria fadada a
do garimpo de ouro que explodia naquela região.
se perder pelas mãos traiçoeiras de outros homens
Estranhamente, a garota demonstrava muito
de negócios. O vampiro ofereceu uma irrecusável
mais empatia pelos negros que a serviam do que
ajuda e, novamente, a mulher se esquivou. Em um
a maioria das outras “sinhazinhas”. Por várias
frenesi diante da aparente derrota, ele sobrepujou
noites a garota furtivamente espionava a senzala e
a mágika da dama e a drenou até a morte. Após
testemunhava apavorada — e fascinada — aqueles
checar todas suas anotações e pesquisas escondidas
ritos tão estranhos para alguém criado sob a égide
no sótão do casarão da família, ele percebeu todo
inabalável da cruz do catolicismo. Não demorou
o potencial que ela apresentava e então a abraçou,
muito para a presença da garota ser descoberta
por pouco não fora tarde demais.
pelos escravos: alguns a toleravam, pois viam em
seus olhos a doçura, curiosidade e bondade de uma Alba lamentou por anos todos os seus dons
infante que não era culpada pelos crimes de seus perdidos com a sua nova situação. Por mais que
pais; outros, mais amargurados e traumatizados avançasse nos estudos taumatúrgicos, para ela
pelos contínuos abusos e castigos físicos, viram aquilo representava apenas uma ínfima fração do
em Alba uma oportunidade de vingança. domínio que tivera das tramas que compõem a
própria realidade nos seus anos como mortal. Foi
O que ninguém sabia era que todo aquele
a visita do Infame Feiticeiro Klaus que a motivou
ambiente místico e sensual, impregnado de danças
novamente a prosseguir: o homem contava sobre
guiadas por uma percussão ancestral e transes
inúmeras revelações e mistérios daquelas terras,
catárticos, havia sido o catalisador que faltava para
atiçando a alma morta-viva de Alba outra vez.
a garota Despertar para a magia verdadeira. Não
Uma delas fora o estranho Cemitério localizado
se sabe muito bem como, mas em uma derradeira
na Capital. Usando do pouco traquejo que ainda
noite alguns escravos a sequestraram e a levaram
lhe sobrava de seu passado na alta sociedade, a
mata adentro. Enquanto os culpados não eram
Tremere conseguiu com que os superiores do seu
descobertos, mais de uma dezena dos negros da
Clã (e por consequência a Camarilla) aceitassem
propriedade sofreram torturas intermináveis pelas
aquela mórbida Capela. Ela se tornou sua Guardiã
mãos do Capitão do Mato, tanto para servirem
de exemplo quanto para tentar extrair alguma
informação sobre a “sinhazinha perdida”. Quando
a garota reapareceu sozinha e aparentemente sem
maiores danos meses depois, todos se espantaram.
A menina àquela altura já era uma mulher, menos
pelo tempo passado e mais pelos conhecimentos
adquiridos naquela estranha epopéia...
Um ambicioso vampiro de Vila Rica, que
detinha o pai da garota como um de seus peões
nos seu próprio jogo de xadrez, se interessou pela
história que era comentada pelos Salões e resolveu
checar pessoalmente. Aquele ardiloso Tremere
não demorou muito para perceber que havia algo
diferente com a menina, e mesmo ela parecia
enxergar a alma maligna no “Comendador”, se

90 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


e Regente, e seus estudos, desde então, nunca
pararam. Na verdade, alguns dizem que a Capela
a tocou de uma forma tão profunda que Alba não
é mais a mesma. Aqueles mais atentos especulam
se ela ainda pode ser considerada uma vampira…
Clã: Tremere
Senhor: Desconhecido
Geração: 9a
Abraço: 1755
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Ranzinza
Idade Aparente: 30 anos

Físicos: Força 1, Destreza 3, Vigor 4


Sociais: Carisma 2, Manipulação 3,
Aparência 2 das pessoas. No clã, ela tem o mesmo amargor
Mentais: Percepção 5, Inteligência 5, para falhas e não perdoa nada, sempre reportando
Raciocínio 3 seus inferiores ao Pontífice.

Talentos: Prontidão 3, Acuidade 4, Empatia


2, Liderança 4, Intimidação 3, Lábia 1 Rumores
Perícias: Etiqueta 3, Empatia com
Animais 2, Segurança 1, Furtividade 3, • Alba tem cada vez mais mergulhado nos
Sobrevivência 3 estudos da anti-matéria que permeia sua Capela:
Conhecimento: Acadêmicos 2, Medicina ela desenvolveu inúmeros rituais para tentar
4 (Herbalismo e outros métodos se comunicar com “aquilo”. Vários deles,
anacrônicos), Investigação 3, Linguística aparentemente, não deram sucesso, o que a faz
3, Política 1, Ocultismo 5
ficar ainda mais irritada e frustrada.

Disciplinas: Taumaturgia 5 (Linha do • Alba tem observado sua cria Isis e seu suposto
Sangue 5, Sedução das Chamas 4, plano secreto de expandir a Capela, fingindo não
Movimento da Mente 2, Manipulação ter conhecimento da situação. Ela observa, de uma
de Sombras 3, Poder de Netuno 1), distância segura, como a mística do lugar parece
Auspícios 3, Dominação 2, Fortitude 2
ser onisciente e manipular a jovem Tremere. Alba
não pretende interferir, mesmo que as coisas se
Antecedentes: Status 3, Status no Clã 4, compliquem para sua cria
Lacaios 3, Contatos 3
• A Regente ouviu falar de um outro lugar no
Humanidade: 4 subúrbio da Capital que talvez tenha propriedades
similares ao Cemitério e provavelmente moverá
Virtudes: Consciência 5, Autocontrole 3,
Coragem 5 seus esforços para descobri-lo. Estamos falando
Força de Vontade: 9 do Orfanato de Prudência (vide a história pronta
d’O Credo do Anjo Perdido)
Perturbação: Obsessão/Compulsão
Impressões: Alba é uma mulher de estatura • Alba conhece inúmeros rituais taumatúrgicos,
baixa e um pouco acima do peso. Seu olhar vários deles criados por ela mesma. Ela também
transmite sempre uma certa agressividade e suas pode ter o conhecimento de outras Trilhas
expressões dificilmente seguram alguma reação Taumatúrgicas no nível 1 ou 2. A sua compulsão
negativa. e obsessão pelos estudos durante séculos lhe
garantiu um amplo conhecimento da Magia do
Ela sempre está cansada dos jogos da corte e Sangue.
das máscaras, tentanto revelar todas as falsidades

CAPITAL BY NIGHT 91
Matias Silva, o Idade Aparente: Início dos 30

Compulsivo Físicos: 2, Destreza 2, Vigor 2


Sociais: 3, Manipulação 1, Aparência 3(2)
Jovem estudante da faculdade de Antropologia Mentais: 4, Inteligência 4, Raciocínio 3
da Capital, Matias tem a sua personalidade Talentos: Prontidão 4, Esportes 1, Acuidade
marcada pela introspecção e forte curiosidade. 3, Condução 1,
Originário de uma família de classe média-alta Perícias: Armas brancas 1, Furtividade 3,
do Morumbi que ao querer desbravar o mundo, Segurança 2
aceitou reduzir os seus padrões para viver no Conhecimento: Acadêmicos 2, Linguística
decadente subúrbio e assim, conhecê-lo melhor. 2, Ocultismo 2, Ciências 3
Através da luneta do seu Telescópio Cassegrain Disciplinas: Taumaturgia 1 (Linha do
Sangue 1), Auspícios 2, Dominação 1
Maksutov e da sua natureza observadora, Matias
Antecedentes: Recursos 3
vigiava a movimentação da cidade e, após
perambular pelas ruas e bares, teve um especial Virtudes: Autocontrole 3, Consciência 3,
Coragem 4
interesse pelas histórias contadas sobre o estranho
Humanidade: 7
cemitério que era bem próximo de sua morada.
Após se sentir aficionado pela arquitetura do Força de Vontade: 8
gigantesco Mausoléu, Matias decidiu se aproximar
da velha estrutura e, dia e noite, fotografou e Rumores
acompanhou a sua movimentação. (Porém, ele • Matias anda decepcionado com o lento avanço
também era observado). em Taumaturgia e pensa que deva haver outras
As lendas urbanas sobre o velho cemitério maneiras de se tornar versado na Magia do Sangue,
permeavam o seu imaginário e ele estava decidido como artes proibidas e infernalismo.
a descobrir se eram reais ou não, passando noites a • Alba tem se mostrado uma falsa aliada. Ele
fio perambulando pelos arredores daquele “campo- sente pela Regente lealdade devido ao laço de
santo”. Então, foi tomado por uma angústia sangue, mas sabe intimamente que está sendo
inexplicável. Dia após dia, essa sensação se usado como um mero peão.
tornava ainda pior, ao ponto da sacada do seu velho
apartamento alugado se tornar mais convidativa Impressões: Matias era um belo rapaz de traços
do que deveria. Mas, ele insistiu, pesquisando em italianos, que pouco a pouco perde sua beleza
artigos antigos e conversando com pessoas muito e aparenta ter um ar de psicopata enquanto sua
idosas sobre o passado de sua sina. compulsão se manifesta

Sua fixação pelo cemitério só aumentava, assim


como suas teorias. Sua obstinação não seria
desapercebida, assim sendo, alguns membros já
traçavam o seu futuro e decidiram abraçá-lo e
darem mais ferramentas para que ele descobrisse
o que acontecia naquele território.

Matias Silva, o jovem


feiticeiro
Clã: Tremere
Geração: 10a
Abraço: Década de 60
Natureza: Visionário
Comportamento: Juiz

92 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Isis Bevilacqua, a
Aproveitadora
Se o mundo fosse uma savana, Isis seria
uma hiena. A mulher com uma visão única
para identificar e aproveitar oportunidades não
se contentava com nada menos que o melhor.
Ainda enquanto uma mortal, nascida em um lar
abastado e extremamente formal, iniciou uma
carreira bem sucedida como advogada. Mais
tarde, não inteiramente satisfeita, abandonou
tudo e se tornou uma das editoras chefes de uma
proeminente revista da Capital, a qual conduziu
com mãos de ferro.
Foi exatamente nessa função que a mulher fez
uma agenda invejável (nos bastidores da redação, Um deles, um vampiro Tremere.
a sua caderneta pessoal fora carinhosamente Obviamente, a perspicácia, coragem e astúcia
batizada de “Caixa de Pandora”): figurões da da mulher foram bastante admiradas pela própria
política, advogados, socialites, presidentes de Regente da Capela; o mesmo não pode ser dito da
empresas, delegados, funcionários da alta cúpula falha do Feiticeiro responsável pela manutenção
do governo municipal e muitos outros tipos mundana do funcionamento escuso do lugar,
estavam ali, alguns devendo favores, já outros punido com a sua morte final. Com esse vácuo
sendo veladamente ameaçados por aquela atrevida numa função tão necessária para manter a Capela,
“dama”. Enfadada do dia a dia tumultuado do meio Isis foi abraçada pela própria Regente.
jornalístico (e com o conforto de uma herança Mesmo depois de seu abraço, Isis continua
recentemente ganha), Isis resolveu abandonar a fazendo o que sempre fez de melhor: manipular
carreira e direcionou todas as suas finanças em a burocracia a seu favor, ameaçar com palavras
vários investimentos imobiliários na cidade, a sua aveludadas aqueles que se intrometem em sua
agenda privilegiada apenas garantiu ainda mais ambiciosa agenda, e, obviamente, aumentar ainda
o sucesso de sua nova jogada. Aquela mulher se mais seus ganhos pessoais. Porém, um novo traço
tornou um dos nomes mais poderosos e influentes de comportamento surgiu na mulher, não se sabe
por trás da revitalização de vários espaços urbanos se influenciado pelo inevitável Laço de Sangue
da Capital. imposto aos Feiticeiros ou não: ela se tornou uma
Um deles fora o misterioso e requintado grande bajuladora de seus superiores, o que fez
Cemitério da Santa Casa, onde muitos membros com que outros Ancillaes um pouco mais íntegros
de sua família também estavam sepultados. Mas tivessem uma pequena ojeriza diante de seu
o que realmente motivou o estranho investimento ardiloso modus operandi. Até mesmo os anciãos
não fora nenhum saudosismo tolo, e sim o mórbido de outros Clãs são rodeados pela sua estranha
fato dos muito ricos pagarem uma boa quantia “dança” de intrigas e floreios, o que fez alguns a
para terem seus amados eternizados em um local considerarem uma Hárpia da Capital.
de acesso limitado aos “simples mortais”. Pelo Porém, por que seres tão perspicazes e antigos,
visto, o elitismo se perdura até no post-mortem... conhecedores das artimanhas de cortes longínquas
A mulher só não esperava que aquele santuário imemoriais, permitiriam que essa “jovem” tão
fosse palco de uma trama muito maior do que atrevida aparente estar tão no controle da situação
toda a sua existência. Após descobrir inúmeras assim? Será que ela mesma não está sendo
intromissões econômicas e sutis manipulações manipulada para revelar os segredos guardados
burocráticas em seu pretenso negócio, a mulher a sete chaves de um clã tão estruturado como
trilhou todas as pistas e chegou até alguns nomes. é os Tremere? Talvez essas respostas tenham

CAPITAL BY NIGHT 93
consequências drásticas. Perícias: Etiqueta 3, Armas de Fogo 1,
Condução 1, Performance 2, Segurança 2,
Furtividade 1
Rumores: Conhecimento: Acadêmicos 2, Computador
2, Direito 3, Finanças 4, Política 3,
• Isis está direcionando todos os seus recursos Investigação 2, Linguística 1, Ocultismo 1
para a expansão da Capela, uma surpresa para
alavancar o seus Status com o Regente. Para isso, Disciplinas: Dominação 3, Auspícios 1
ela forjou uma crise no desolado bairro vizinho
para que os “indesejados” barracos fossem
eliminados, assim tornando tudo muito mais Antecedentes: Recursos 4, Influência 4,
Contatos 3, Status 2, Aliados 2
fácil. O resultado foi uma centena de pessoas em
situações vulneráveis desabrigadas, um confronto
com a polícia e um ou outro “indigente” morto. Humanidade: 5
Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 3,
• Um desafio surgiu em sua empreitada de Coragem 4
expansão da Capela, não uma licitação fraudulenta Força de Vontade: 7
aqui ou uma empreiteira de construção civil Impressões: Uma mulher muito bem tratada
corrupta acolá, e sim algo que foge completamente pela vida, seus cabelos castanhos claros contrastam
de seu controle: em certas noites, quando Isis com a sua palidez, o que lhe confere certo charme.
costuma checar pessoalmente o avanço de suas Seu guarda-roupa é recheado de roupas das mais
obras, ela tem se deparado com “algo” nas caras grifes globais, a maioria comprada em
escavações feitas pelos tratores naquele local. Este suas periódicas viagens à Europa. Maquiagem,
“algo” tem não só autorizado como até mesmo perfumes e jóias reforçam a imagem de uma
conduzido a conclusão daquela obra... mulher muito bem sucedida e impiedosa em seus
• Isis não se interessa muito pelos assuntos investimentos. Para ela, linguagem é poder e
tradicionalmente ligados ao clã. Ela costuma se sua voz é inviolável! Ela usa esse dom para seus
referir (quando longe de seus Anciões, obviamente) objetivos e sempre demonstra toda a sua ambição
a esses assuntos como “baboseiras esotéricas”. Ela e ímpeto para aqueles que ousarem tentar passá-
se diz muito mais prática do que qualquer outra la para trás.
coisa, e ignora muitas das pesquisas realizadas
pelos seus irmãos e irmãs. Isis: Linguagem é poder
Neófito: discordo
Isis: lata!
Isis Bevilacqua, a neófito: au au
Isis: *olhar soberano e sai da cena*
Aproveitadora
Clã: Tremere
Senhora: Alba, a Regente
Geração: 10a
Abraço: Final dos anos 70
Natureza: Competidor
Comportamento: Galante

Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 3


Sociais: Carisma 3, Manipulação 4,
Aparência 3
Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,
Raciocínio 3

Talentos: Prontidão 1, Empatia 2,


Intimidação 3, Lábia 3, Manha 1

94 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Alexandre Gonzalez
Independência e ousadia são a marca registrada
de Alexandre, mas características indesejáveis
para um Tremere. No início do século XX, o jovem
arqueólogo começou a pesquisar o Caminho de
Peabiru, uma travessia pré-colombiana utilizada
por indígenas de várias etnias. O mais famoso
desses caminhos supostamente interligava Cuzco,
no Peru, ao litoral carioca.
Foi nos estudos arqueológicos sobre esse
caminho que ele se deparou com o místico. Para
melhor elaborar seu trabalho, Alexandre passou
a dominar o guarani, o tupi e o inca, tornando-se
um especialista em arqueologia linguística. Foi aí
que as coisas tornaram-se estranhas, pois o jovem mais tanto dele e ele possa, finalmente, retomar
conseguiu traduzir alguns feitiços grafados em seus estudos. Há algo às margens do Caminho
pedras pelo Caminho de Peabiru. Ele acredita que Antigo que precisa ser descoberto.
os povo indígenas, além de trocarem alimento e
ferramentas, também trocavam conhecimento • Alexandre tem muita proximidade com Preto
sobrenatural. Velho. Começou quando o Ancião lhe ensinou
uma ou outra língua antiga africana,mas Alba
Seus estudos esbarraram em magia antiga teme que sua Cria esteja sendo muito influenciada
autóctone e isso chamou a atenção da Regente pelo Muçulmano.
Tremere, Alba Dias, que já empreendia seus
estudos no solo sagrado da Capela atual, o que
culminou no Abraço de Alexandre. Em princípio,
Alexandre Gonzalez
a não-vida e todo o conhecimento acumulado Clã: Tremere
pelos Tremere atraíram sobremaneira a atenção Senhor: Alba
de Alexandre, mas a prisão da Capela e do Geração: 10ª
vínculo à Regente começam a tirar a paciência Abraço: anos 30
daquele espírito livre. Temendo ter tomado uma Natureza: Sobrevivente
decisão ruim, Alba fez com que Alexandre fosse Comportamento: Perfeccionista
encarregado de Abraçar um novo integrante,
Força: 3, Destreza 4, Vigor 3
tornando-se responsável por sua educação, o que
manterá Alexandre preso à Capital. Carisma 2, Manipulação 2, Aparência 2
Percepção 4, Inteligência 3, Raciocínio 3.
Acontece que o jovem acredita ter se deparado
Habilidades: Prontidão 3, Esportes 2,
com um caminho sem volta em seus estudos e Acuidade 3, Briga 3, Manha 2, Condução
faz de tudo para buscar um modo de retomá-los. 2, Armas brancas 3, Armas de fogo 2,
Algo chama por ele sob as margens do Caminho Furtividade 3, Segurança 2, Sobrevivência
de Peabiru e ele deseja responder a esse chamado. 2, Acadêmicos 2, Linguística 3,
Ocultismo 3, Ciências 4.
Disciplinas: Taumaturgia 3 (Linha do
Sangue 3, Sedução das Chamas 2),
Rumores Auspícios 2, Fortitude 2, Potência 2.
• Alexandre Abraçou recentemente um jovem Antecedentes: Recursos 2., Geração 3.
estudante de Antropologia para cuidar da parte Humanidade 6
tecnológica da Capela. Ele pretende fazer com Autocontrole 3, Consciência 3, Coragem 4
que isso seja usado a seu favor: se trouxe mais Força de vontade 7
um Tremere para a Capela, talvez não precisem

CAPITAL BY NIGHT 95
frouxas. O jovem se engajou no curso de Direito
Marco, o Ludibriante da Universidade de Paris. Ao mesmo tempo que
alimentava o sentimento do amante, o rapaz fazia
Marco Monteforte nasceu nos anos 30 em
com que o mesmo mandasse gordas quantias de
Fortaleza. Seu pai foi empregado na famosa casa
dinheiro à família. Francis precisou voltar ao Brasil
Boris Frères - uma casa de importação gerenciada
em 1952 e, em troca da fidelidade do jovem, Francis
por franceses -, e, devido ao seu trabalho,
deixava ainda uma renda fixa. Completamente
rapidamente conseguiu uma ascensão social. A
livre na cidade que fervilhava e sem nenhum
chamada Belle Époque estava no seu auge, e os
interesse amoroso, o jovem procurava uma nova
costumes franceses eram largamente presentes.
vítima para fazê-lo ser maior socialmente até que
O menino foi indicado para estudar no Liceu do
se deparou com uma livraria de antiguidades.
Ceará. O pai o estimulava a ser um manipulador
social, pois queria que o filho escalasse ainda mais Percebendo dessa vez que, em vez de frágil,
ao topo da pirâmide que o próprio João sabia não deveria parecer interessado, mostrou-se cada vez
conseguir. mais “sintonizado” com a líder do grupo - Danielle
- que o via como um jovem estudante promissor.
Rapidamente, o jovem tentava assimilar todo
O jovem estudou o que pôde, de Eliphas Levi ao
o conhecimento que lhe era dado. Enquanto isso
contemporâneo Crowley. Como estudante treinado
se sucedia, o pai do garoto rapidamente tratou de
que era, rapidamente mostrou apreender aquilo
levar o menino ao trabalho e fazer mostrar aos
que era ensinado.
chefes como o rapagote era um mulato bonito com
olhos castanhos acentuados, traços delicados e com Ao finalizar seus estudos em 1954, chegou a noite
um francês razoável. João sabia que seus chefes em que ele foi introduzido a um novo degrau de
tinham prediletância por jovens rapazes e estava conhecimento que o jovem rapidamente abraçou
disposto a dar o filho como moeda de troca para para si: os Tremere. Danielle, na realidade, era
uma maior ascensão social. Em contrapartida, o uma carniçal que internamente recrutava jovens
filho era educado emocionalmente pelo pai: ele promissores. Por se demonstrar tão inteligente,
deveria parecer um homem refinado e de certa Marco fora escolhido como o próximo, o que
forma delicado, mas nunca se envolver. Aos ele rapidamente aceitou. Para alguém novo,
poucos, o jovem foi se tornando frio a sentimentos, Marco demonstrou pouca surpresa ao que estava
ainda que transparecesse uma fragilidade aos que conhecendo e tomou o novo cargo com mais
o desconheciam em profundidade. Dessa forma, entusiasmo. Conciliando isso com seu dever
o menino se tornou duas pessoas completamente mortal, ele cuidou de se livrar de Francis, ao
diferentes: àqueles que não o interessavam,ele embebedá-lo e atirá-lo a um Toreador local,
transparecia uma educação fria - o que o fez fazendo o membro matar o seu ex-amante em
não se envolver, nem desenvolver amizades na
escola - e aos que interessavam uma fachada de
fragilidade, que escondia um monstro frio que
queria se aproveitar.
Emília, a mãe do garoto, estava alienada de
toda a ação do marido e achava que o filho era
um preciosidade: um rapaz educado e inteligente
que amava. Quando Francis Bloc Boris chegou
à capital, em 1949, ele se encantou com o
refinamento do jovem de origem humilde. Ao
retornar à França para negócios no ano seguinte,
Francis fez questão de levar o jovem - que agora
era seu amante - para estudar na Universidade
de Paris.
Em Paris, Marco Monteforte conheceu um
mundo em que as amarras estavam mais

96 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


uma festa movimentada, chamando a atenção
das pessoas, e levando o Toreador - um pretenso
desafeto dos Tremere locais - à desgraça social.
Mostrando-se hábil, após curtos seis anos, em
1960, o jovem é finalmente abraçado com todos
os requisitos do clã por Etienne Lefebvre.Depois
de um treinamento na capela de Paris, o neófito
e seu senhor foram direcionados primeiramente
a Portugal, de onde Etienne sumiu. Prevendo
o perigo, Marco tentou voltar a Paris, mas foi
enviado sozinho para Fortaleza, sua cidade
natal, a fim de investigar a Camarilla local para
os Tremere.
Voltando ao Brasil no início dos anos 90, Marco
se deparou com uma cidade que nem de longe ele
reconhecia. Decidido a se mudar para a Capital
para fugir do passado apresentando a persona de Raciocínio 2
empresário médio do ramo dos calçados, nem de
longe ele aparenta ter os recursos que tem e ainda Talentos: Acuidade 3, Empatia 4 (Detectar
apresenta a mesma personalidade: para aqueles carências), Lábia 4 (mentiras)
por quem ele tem interesse, o jovem apresenta Perícias: Ofícios 2, Etiqueta 3, Performance
uma educação polida misturada com uma pretensa 2
fragilidade, em contraste com a frieza com quem Conhecimento: Acadêmicos 4, Direito 3,
ele não tem interesse. Linguística 3, Política 3, Ocultismo 3
Enquanto considerar os Tremere ser o último
Disciplinas: Auspícios 1, Dominação 3
degrau a ser subido, Marco se manterá fiel aos Taumaturgia 2 (Linha da Corrupção)
princípios. Aprendendo o suficiente sobre o clã
Antecedentes: Recursos 3, Rebanho 2
e a Camarilla para transitar, o vampiro não tem (amantes), Lacaios 1 (amante)
problemas em parecer que foi abraçado “ontem”,
fingindo um desconhecimento quase ingênuo,
Humanidade: 5
misturado com uma falsa fragilidade. Entretanto,
Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 4,
o mesmo quer ascender cada vez mais nesse longo Coragem 3
jogo de xadrez que é a não-vida vampírica.
Força de Vontade: 7
Impressões: Marco não aparenta em nada os
trinta anos quando foi abraçado. Seus olhos são
Marco Monteforte encantadores e muitos que os observam se perdem
Clã: Tremere neles, aceitando o que quer que ele diga.
Senhora: Etienne Lefebvre Rumores
Geração: 9a • Rumores de que uma carta enviada
Abraço: 1960 anonimamente de Paris chegou para Dom Afonso
Natureza: Esperto após ele já ter abandonado o principado, revelando
Comportamento: Arquiteto os crimes de Marco e o advertendo. Os Nosferatu
Idade Aparente: Perto dos 20 hojem supostamente a possuem.
• Marco tem sido visto cada vez mais na
Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 3 companhia de Lionel e Lorenzo, e alguns já
Sociais: Carisma 3, Manipulação 4, especulam se há algum tipo de envolvimento
Aparência 4 amoroso com algum deles.
Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,

CAPITAL BY NIGHT 97
sua transformação de de Ruit para Danisha de Ruit.
Ventrue Com a base de poder em todas as camadas da
sociedade, Danisha se tornou a Praetor, líder de
todo o conselho Gerousia Ventrue da capital. Sua
Danisha, a Praetor maneira decisiva e direta de lidar com assuntos gera
uma aura de total controle e confiança. Mas isso
Nascido no berço de grandes comerciantes não foi suficiente para que Seu senhor a escolhesse
neerlandeses, o garoto de Ruit que depois seria como a próxima Príncipe. Pensando que Danisha
conhecido como Danisha viveu a tensa era em deveria se dedicar somente ao Clã e menos às
que a união portuguesa e espanhola afetaram os transformações progressistas da cidade, o Ancião
negócios de sua família e os neerlandeses tomaram optou por apoiar o milenar Lionel, abrindo uma
a decisão de invadir o Nordeste. Perdendo a ferida no ego de Danisha que jamais se fechou.
batalha, a família de de Ruit decidiu cometer
suicídio antes de se tornarem escravos ou serem Danisha fez oposição direta a Lionel. A
executados. cidade precisava progredir e crescer, e isso
não aconteceria obedecendo antigos modelos
De Ruit, porém, decidiu enfrentar o destino fatal patriarcais e monárquicos. Lionel estava preso no
e fora levado ao senhor da cana local. Mal ele tempo e ela enxergava a mudança no horizonte.
sabia que o barão era um Ventrue e decidiu usá-lo Os Iconoclastas estavam fora do controle,
como um servo carniçal absolutamente submisso. os Anarquistas se proliferaram e até mesmo
Sua escravidão virou Abraço na virada do século ancillas expressavam suas insatisfações. Uma
XVIII, quando a oportunidade de expandir os absolutamente inesperada aliança de Danisha com
negócios levou o Ventrue a confiar em de Ruit a Matriarca Brujah Lavinia marcou o momento
uma parte de suas novas terras que se tornariam a em que a práxis fora concedida à ancilla Brujah
capital. Nesta altura, seu senhor já era o Príncipe Joaquina para se tornar Príncipe. Muitos dizem
destas terras, porém, a cidade em si era nada inclusive que, na noite anterior, a Ventrue gritou
mais que um ponto que os fazendeiros raramente na Gerousia “Se não eu, que até uma Brujah! Mas
visitavam, uma sombra da antiga colônia jesuíta jamais Lionel”.
em que apenas uma igreja cercada de pequenos
comércios persistiam. O que quase ninguém sabe, porém, é que a
ameaça anarquista que tanto desestabilizou
Conquistando cada vez mais espaço na Torre os Anciãos naquele período se originou nela.
de Marfim e cada vez mais independente de seu Danisha abraçou secretamente Tim, o futuro líder
senhor, de Ruit se tornou uma sábia oposição dos Anarquistas e, após camadas e camadas de
ao mesmo, fazendo negócios com os barões do Dominação, o líder não só se lembra quem o
café bem antes de se tornarem a nova moda da
agricultura. A opção de também Abraçar novos
imigrantes italianos concedida pelo seu senhor, o
Príncipe, o garantiram certa soberania no século
passado, onde de Ruit percebeu que este modelo
agrícola não duraria muito e o foco deveria ser o
centro urbano.
Usando cada favor acumulado e sua perspicácia,
de Ruit lapidou acordos para colocar esta colônia
na rota de uma ferrovia, atraindo investidores e
impulsionando o comércio. Com a ferrovia, vieram
as fábricas. Com as fábricas, a rodovia. De Ruit
literalmente transformou a antiga e pacata colônia
jesuíta em uma cidade e, nessa transformação
progressista, ele também começou a exibir seu
verdadeiro eu na alta sociedade local, completando

98 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


abraçou, como nem percebe que ainda está sob
o controle de sua senhora. Quando o Primógeno
Danisha van de Ruit,
Nosferatu Rodriguez começou a cavar a origem a Praetor
do líder, Danisha agiu. Implantando pistas falsas Clã: Ventrue
de que o mesmo estava vendendo informações aos
Senhor: Dom Afonso de Bragança
Anarquistas, dominando testemunhas e coagindo
Natureza: Visionária
aliados, uma Caçada de Sangue fora chamada,
dando fim ao Nosferatu. Comportamento: Arquiteta
Geração: 8a
Hoje, Danisha sente o cheiro da pólvora e Abraço: XVIII
vitae no ar. A cidade passará em breve por outra Idade Aparente: Quase trinta
transformação e ela certamente se transformará
Físico: Força 3, Destreza 2, Vigor 4
com ela. Resta saber qual evolução será. Seu
Social: Carisma 3, Manipulação 5,
intenso apoio velado aos Anarquistas pode ser Aparência 3
um forte indício de que Danisha acredita que a Mental: Percepção 4, Inteligência 4,
Camarilla já não mais serve, ou talvez ela apenas Raciocínio 3
os usará como força motora para fortalecer a Torre Talentos: Prontidão 1, Expressão 4,
de Marfim e eliminar os anacrônicos que tanto Intimidação 4, Liderança 4, Lábia 4,
atrasam o progresso. Se Joaquina não servir mais Perícia: Etiqueta 4, Armas Brancas 3,
aos seus propósitos, talvez seja então o momento Sobrevivência 2
de Danisha clamar a práxis que tanto merece. O Conhecimento: Acadêmicos 4, Direito 2,
Política 5, Investigação 2, Finanças 4,
que é certo é que ela irá controlar tanto o Gerousia Linguística 2, Ocultismo 4
Ventrue como o Salão dos anciãos Grand Teatro Disciplinas: Dominação 4, Presença 5,
para realizar quaisquer objetivos. Fortitude 4, Auspícios 4
Impressões: Danisha é séria e composta.
Apesar de fisicamente aparentar ser jovem, suas Antecedentes: Prestígio no Clã 5
(Praetor), Influências: (Alta Sociedade
roupas são sempre de uma mulher de negócios 5, Burocracia 4, Finanças 4), Recursos
com um toque avant guard. Marcas de grifes 5, Aliados 5, Contatos 5 (governo e
famosas, jóias e pérolas exibem suas riquezas. Judiciário).
Humanidade 5
Presa seletiva: Danisha se alimenta de mortais Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 2,
retrógrados e tradicionalistas, uma forma de Coragem 4
expressar que o velho tem que morrer. Força de Vontade: 8

CAPITAL BY NIGHT 99
Fabrício, o Advogado Sociais: Carisma 3, Manipulação 4,
Aparência 3

do Diabo Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,


Raciocínio 2
Nascido na periferia, Fabrício é um homem
talentoso e esforçado, sempre se destacando e Talentos: Prontidão 2, Empatia 3,
Intimidação 3, Liderança: 2, Lábia 3
pavimentando seu caminho no curso de direito.
Perícias: Etiqueta 2, Armas de Fogo 1,
De uma mãe diarista e pai viciado em jogatinas, Condução 1, Performance 1
ele trilhou seu próprio caminho. Conhecimentos: Acadêmicos 2, Finanças 2,
Estudou, se esforçou e entrou na faculdade Direito 4 e Política 2
quando ainda era jovem, se tornando um homem de
sucesso, bem visto por uns e mal visto por outros. Disciplinas: Dominação 2, Presença 1 e
Fortitude 1
Sua infâmia precede entre os mortais,
principalmente os de má índole, seu sucesso como
advogado foi por conta de defender nos tribunais Antecedentes: Recursos 4, Lacaio 1 (Juiz),
Prestígio de Clã 1, Influência 2, Fama 2 e
as pessoas menos merecedoras possíveis, mas foi Status 1
assim que seu recursos e Influência subiram
Por esta infama, o clã da realeza o escolheu Humanidade 6
para filiar-se à grandiosa casa Ventrue. Abraçado Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 4,
já no seu auge de poder e influência na Capital, Coragem 4
Fabrício tinha quase meio século como carniçal Força de Vontade: 6
da Torre de Marfim quando Lorena Fernandes lhe Voz Encantadora
deu a imortalidade para que o clã tenha olhos na Impressões: Fabrício é um elegante homem
Capital. A mesma o ensinou o agoge do clã, as e de estilo. Sempre bem vestido, ele exibe tanto
tradições da família e da seita. ternos de grifes italianas e cores fortes quanto
Nas noites atuais, ele foca o seu crescimento camisas de cetim ou de estampas ousadas, nunca
dentro do poderio do sangue azul, tanto na Dignitas chegando ao brega. Sua pose é sempre sedutora, ele
como um Tribuno (Informante), acreditando um por muitas vezes tenta ser o centro das atenções,
dia se tornar alguém mais importante dentro da apenas para julgar os outros. De vez em quando
família. O apelido “Advogado do Diabo”, do qual ele quebra o padrão aristocrático e exibe traços
ele nem gosta muito, o permite viver na parte nobre de sua origem apenas para confundir inimigos.
da cidade, ter figurões mortais lhe devendo pelos Presa seletiva: Réu de um crime ou julgamento.
seus serviços e ter no centro da Capital sua rede
de advogados. Dizem que até o juiz principal da
capital está na sua folha de pagamento...

Fabrício Albuquerque
Clã: Ventrue
Senhora: Lorena Fernandes
Natureza: Arquiteto
Comportamento: Juiz
Geração: 10ª
Idade Aparente: Acima dos 45 anos
Abraço: Desconhecido

Físicos: Força 3, Destreza 2, Vigor 2

100 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Victoria, a
Privilegiada
Victoria sempre teve tudo o quis. Desde pequena
seus pais a tratavam como se ele fosse se tornar
uma pródiga, colocando-o nos melhores colégios,
patrocinando viagens internacionais e perdoando
cada erro no caminho. Filha de banqueiros,
Victoria entrou no mercado imobiliário por conta
de suas amigas ricas e logo encontrou todas as
portas abertas pela sua família. Ela logo sentava
para negociar com vereadores, empresários e
investidores. Representando o banco da família,
ela logo aprendeu como capitalizar com transações,
bem como obter informações privilegiadas dos
imóveis que o banco colocaria no mercado por
conta de clientes que não conseguiam arcar com
as dívidas e juros.
Victoria, a Privilegiada
Clã: Ventrue
Seu boom na carreira se deu quando o ramo da
Senhor: Almirante Raimundo de
construção civil bateu à porta. Por meio do banco, Albuquerque
ela ficou responsável por financiar e vender o
Natureza: Esperta
mais novo empreendimento de casas nobres da
Comportamento: Bon Vivant
Capital, agora lidando com milionários de outras
cidades e grandes nomes da política nacional. Por Geração: 9ª
transformar a cidade, ela logo chamou a atenção Abraço: 1999
dos Ventrue, e seu nome era constantemente Idade aparente: Início dos 30
citado por Danisha, que esperava da Príncipe a Físicos: Força 1, Destreza 2, Vigor 2
autorização para o abraço. Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
Aparência 4
O golpe, no entanto, veio do Almirante
Raimundo de Albuquerque. Após ele ajudar a Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,
Raciocínio 3
Príncipe contra o Barata Cascuda e sua dominância
Talentos: Empatia 2, Expressão 2, Lábia 4
na Zona Portuária, o Almirante pediu o favor da
autorização do abraço, pois esperava abraçar Perícias: Etiqueta 4, Performance 1
um poderoso vereador militar. Danisha logo Conhecimentos: Acadêmicos 3,
Computador 1, Finanças 4, Direito 2,
interferiu, porém. Como Praetor do clã ela exigiu Linguística 2, Política 3
que Victoria fosse a escolhida, dando a ele então a Disciplinas: Presença 1
possibilidade de abraçá-la em seu nome em troca
Antecedentes: Mentor 2, Recusos 4,
do favor. Após ponderar, o Almirante decidiu que Influência (Finanças 4, Política 3,
ela tinha de fato um enorme potencial e decidiu Burocracia 2), Contato 3(Banqueiros)
aceitar a barganha. Humanidade: 5
Nas noites atuais, Victoria tenta se adaptar às Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 2,
normas rígidas do clã enquanto pensa em maneiras Coragem 4
de controlar sua influência com a limitação de Força de Vontade: 7
agir apenas de noite. Ela agora estuda potenciais Impressões: Victoria é a alma de todo o local
carniçais e como irá tratá-los. Além disso, ela que visita. Ela interage com todos, gosta de falar
sente que sua relação com a família não pode ser sobre coisas triviais e prefere ouvir as pessoas
abruptamente rompida, tanto pelo seu bem estar afim de descobrir como usá-las.
mental como para suas influências e negócios. Presa seletiva: Mulheres de baixa renda.

CAPITAL BY NIGHT 101


colarinho branco sem perder o domínio do seu
Jonata, o Lorde do crime organizado na Capital.

Crime/Empresário Jonata, Lorde do Crime


O homem famoso da noite da Capital pelo Clã: Ventrue
nome de Jon começou por baixo. Após se formar Senhor: Fabrício Albuquerque
em administração e conseguir um empréstimo Natureza: Esperto
no banco, Jonata decidiu abrir com dois amigos Comportamento: Galante
seu primeiro clube. Com o tempo, Jon percebeu Geração: 11ª
que várias prostitutas e traficantes menores Idade Aparente: Acima dos 40 anos
frequentavam o local e pensou, se ele controlasse
Abraço: 1993
os dois grupos, então seus lucros aumentariam.
Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 3
Pegando férias da gerência da casa por um Sociais: Carisma 4, Manipulação 3,
longo tempo, Jon seguiu se infiltrando em outras Aparência 4
camadas da noite da Capital e logo viu vários Mentais: Percepção 2, Inteligência 4,
braços da Máfia Italiana que controlava o tráfico. Raciocínio 2
Frequentando locais diversos, ele mapeou como o Talentos: Empatia 2, Intimidação 2,
tráfico funcionava e logo chegou à fonte. Somente Liderança 3, Lábia 4
um grupo pousava uma ameaça contra o domínio Perícias: Etiqueta 1, Armas de Fogo 2,
da máfia italiana na cidade, uma rede de policiais Condução 1
corruptos. Desviando verbas, Jon logo adquiriu Conhecimentos: Acadêmicos 3, Finanças: 2,
parte das drogas que eram apreendidas assim que Direito: 4 e Política: 2
fotos eram tiradas. De início pagando muito mais Disciplinas: Dominação 2
que o tráfico comum e então se tornando menos Antecedentes: Recursos 3, Influência
competitivo, o capital para fazer o negócio de (Política 2, Submundo 4), Aliados 2
drogas veio de suas mulheres. Limitando o acesso Humanidade 5
de mulheres na balada e ficando com parte do Virtudes: Consciência 1, Autocontrole 3,
lucro deles, Jon seguiu seu plano. Coragem 4
Força de Vontade: 7
Jon quase foi pego. A fim de abafar uma das
maiores investigações da Polícia Federal, Jon Impressões: Sempre bem vestido e elegante,
teve a ideia de fazer chantagem contra um Jonata gosta de se portar como um sedutor
deputado federal que curtia suas mulheres e logo empresário bem sucedido, jamais denotando seus
percebeu que o caminho era misturar política crimes. Muitos perguntam se ele era modelo em
com negócios. Já controlando agora quatro vida, devido à sua beleza e ar sofisticado.
casas noturnas, Jon então apoiou candidatos Presa seletiva: Mulheres seduzidas.
através de doações volumosas e recebeu em troca
vigilância, benefícios e ótimos contatos para mais
investidores.
Seu abraço se deu tanto por proteção como por
estratégia. Os Ventrue temiam que a Máfia Italiana
atraísse a atenção do Clã Giovanni e viram em
Jonata a oportunidade de limitá-los. Obviamente
por ir contra tal máfia, os Ventrue descobriram
que também já havia inclusive um plano para
executá-lo.
Após o abraço, Jonata continua sua carreira do
Lorde do Crime, se envolvendo em lavagem de
dinheiro e em contratos ilícitos com a prefeitura,
aumentando cada vez mais a cartela de crimes de

102 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


ajudado muito o Clã, sobretudo o Almirante.
Humberto, o Humberto ainda pretende se destacar como um dos
mais proeminentes Neófitos da Capital, deixando
Telepastor cada vez mais sua fé de lado e focando nos lucros
Humberto era um garoto pobre da periferia da que ela traz.
Capital. Seu pai foi preso quando jovem e sua
mãe se perdera pelo vício. A ineficiente assistência Humberto Santiago, o
social da cidade tentou endireitar-lhe a vida, mas Telepastor
sem sucesso: Humberto não evitou o caminho
para o crime. Estranhamente, a sina de seu pai Clã: Ventrue
se repetia e o jovem fora encarcerado na mesma Senhor: Almirante Raimundo
prisão em que seu genitor também estava. Natureza: Capitalista
Comportamento: Mártir
Ao saber da presença de seu pai a poucos
pavilhões do seu, Humberto se juntou a um grupo Geração: 10ª
de missionários pentecostais para encontrá-lo, Idade Aparente: 50 anos
não que visse algo de sagrado em seus objetivos. Abraço: 80
Quando o derradeiro encontro se deu, o homem Físicos: Força 2, Destreza 1, Vigor 2
fora arrebatado por epifanias sagradas e Humberto Sociais: Carisma 4, Manipulação 4,
dedicou-se ao culto e foi além: escreveu um Aparência 2
manuscrito onde contava toda a sua trajetória, Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,
chegando até um editor que prontamente o Raciocínio 3
publicou. Talentos: Prontidão 1, Empatia 2,
Intimidação 2, Liderança 3, Lábia 2
Ahistória de superação foi um sucesso estrondoso. Perícias: Ofícios 1, Armas de Fogo 1,
O caso de Humberto fora acompanhado por jornais Condução 1, Performance 3
e programas de televisão locais e o julgamento Conhecimentos: Computador 2, Direito 3,
do homem teve forte apelo midiático e a comoção Finanças 3, Política 3,
pública se fez presente: sua libertação fora Disciplinas: Dominação 2, Presença 1,
comemorada por uma multidão de desconhecidos. Antecedentes: Recursos 4, Influência 4,
Alguns políticos viram a oportunidade de Contatos 2, Rebanho 2, Fama 2
palanque eleitoral e Humberto também soube Humanidade 5
como canalizar toda aquela atenção, começando Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 3,
como pastor e logo já estava na TV. Com o passar Coragem 5
dos anos, Humberto controlava cada vez mais a Força de Vontade: 7
sua igreja por trás das cortinas, elegendo outros Presa seletiva: Fiéis da sua Igreja que pecam
rostos mais jovens e carismáticos para expandirem
seu “negócio”, dedicando-se apenas à parte que
mais lhe interessava: o lucro!
A anciã do Clã Ventrue, Danisha, observou o
pastor pelas sombras. Ela estudou cada aperto de
mão trocado com políticos corruptos, cada aceno
direcionado aos militares envolvidos com milícias,
cada aliciador de menores de idade. Mais de uma
eleição importante da Capital fora decidida pelo
apoio de Humberto a determinado político e, por
medo de que outros vampiros o controlassem, ela
ordenou que o Almirante cobrasse antigos favores
e o abraçasse.
Agora em sua nova condição, Humberto tem

CAPITAL BY NIGHT 103


Dom Afonso nunca chegou lá, e havia uma carta
Antoine, O Xerife assinada por Danisha relatando que ele havia
sido atacado no caminho por bestas brasileiras e
No verão de 1554, Nicolau Durand de
pereceu. Antoine logo descobriu que, apesar do
Villegagnon desembarcou no Rio de Janeiro com o
brasão e selo ser da Ventrue, a assinatura na carta
intuito de estabelecer uma colônia francesa. Entre
era falsa, decidindo então secretamente reabrir
os jovens mais promissores de seu agrupamento,
o caso.
estava Antoine de Vaux, um leal soldado que se
arriscava em um desconhecido Novo Mundo.
Antoine de Vaux
Após forte participação na negociação das Clã: Ventrue
alianças com os temidos nativos Tamoios e Senhor: Dom Afonso
no estabelecimento da colônia na Baía de
Natureza: Idealista
Guanabra, de Vaux ascendia muito rapidamente
no agrupamento francês e em pouco tempo já era Comportamento: Galante
considerado o braço direito de Villegagnon. Geração: 8ª
Idade Aparente: Perto dos 30
A expulsão portuguesa dos franceses mudou
tudo, porém. Após um massacre, apenas um Abraço: Séc XIX
pequeno grupo foi escolhido para ser escravo. Mas Físicos: Força 3, Destreza 4, Vigor 3
logo a sabedoria e servidão de Antoine foram vistas Sociais: Carisma 4, Manipulação 3,
como qualidades de um aliado e não serviçal. Por Aparência 3
ter sua vida poupada por Dom Afonso, Antoine Mentais: Percepção 4 (Atento), Inteligência
3, Raciocínio 3
desde então jurou proteger o mesmo, se tornando
uma espécie de guarda real para o português. Talentos: Prontidão 3, Esportes 3, Expressão
3, Intimidação 5 (Hierarquia), Liderança
Quando os inimigos de Dom Afonso se 3, Lábia 3, Expressão 2, Briga 3.
multiplicaram, a necessidade de que Antoine Perícias: Briga 2, Armas Brancas 4
lutasse de forma veemente para proteger o Dom (Decepar), Etiqueta 3, Furtividade 2,
Condução 1
era clara, sobretudo se seus traidores conseguissem
manipular a mente do cavaleiro contra o mesmo. Conhecimentos: Acadêmicos 2, Investigação
4 (Pistas Ocultas), Direito 2, Política 2,
Logo, Antoine recebeu o abraço, e com ele um Ocultismo 2
forte laço de sangue. Disciplinas: Dominação 3, Fortitude 4,
O juramento então se tornou lealdade. Antoine Presença 5, Potência 2
agora se tornara o primeiro Xerife da Capital, Antecedentes: Recursos 3, Influência
quando nem ela e nem este cargo exatamente (Política 2, Submundo 4), Aliados 2
existiam. Sendo assim, Antoine serviu aos Ventrue Trilha Via Equitum (Variação Camarilla dos
muito mais que aos interesses da sociedade,
inclusive sendo treinado na Trilha dos Cavaleiros
pela xerife da cidade vizinha, Veronica.
Muito antes de Dom Afonso deixar a Capital,
o juramento já havia sido pago. Antoine decidiu
ficar, apenas para perceber que havia algo de errado
com sua partida. Ele logo encontrou testemunhas
de que Dom Afonso foi visto mais algumas vezes
na cidade e que jamais havia pegado o trem que
o levaria ao porto.
Aceitando o papel de xerife apenas para
continuar sua investigação, as pistas ficaram
frias com o tempo. Foi só na década passada que
Antoine conseguiu entrar em contato via internet
com a Camarilla portuguesa. Para sua surpresa,

104 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


ideais da Trilha do Acordo Honrado) 4 1 Quebrar um juramento
Virtudes: Consciência 5, Autocontrole 3,
Coragem 4
Força de Vontade: 9
Qualidades : Frequentador do Elísio (1
pt.); Ex- Carniçal (1pt.); Reputação (1pt);
Veterano (1pt).
Impressões: Antoine é um francês que se destaca.
Sua típica beleza e trejeitos europeus seduz a
muitos, enquanto que seu porte físico avantajado
impressiona. Sua fala é sempre baixa, misteriosa,
ele nunca revela tudo o que pensa.
Presa seletiva: Homens que quebram sua palavra

Via Equitum
A Trilha que Antoine segue é na realidade
uma versão moderna de uma variação do
Caminho do Rei, chamada de Trilha do
Cavaleiro - ou Via Equitum. Ela se assemelha
em muitos aspectos à Trilha do Acordo
Honrado, porém trocando a lealdade ao Sabá e
ao Código de Milão pela lealdade à Camarilla e
às seis Tradições.
Para os seguidores deste caminho, honra,
verdade e caráter são valores incorruptíveis.
Em eras passadas, os cavaleiros eram obrigados
a seguir uma rígida hierarquia entre si e
compelidos a manter seus juramentos para seus
senhores, independentemente de eles serem
virtuosos.
A Hierarquia dos Pecados deste Caminho é
a seguinte:
10 Negligenciar seus deveres
9 Atos desonrosos (como atacar pelas
costas)
8 Tratar outros com desrespeito
7 Agir de forma injusta
6 Agir de forma vergonhosa perante outros
cavaleiros
5 Falhar em proteger os necessitados
4 Desrespeitar um superior
3 Não aceitar um duelo para manter sua
honra
2 Quebrar sua palavra

CAPITAL BY NIGHT 105


o sofrimento - do homem. Por fim, suas orações
Raimundo, o foram ouvidas.

Almirante Um Membro chamado Augusto Vilaseca havia


ficado sabendo do desespero do Almirante por uma
Controle e ordem são as palavras que guiam a cura através de um lacaio que, por coincidência,
não-vida do Almirante Raimundo de Albuquerque, era um dos médicos procurados. Ele foi a um
do Clã Ventrue. Filho mais velho de um Capitão jantar na casa do Almirante, se passando por um
da Fragata na recém instituída Marinha do Brasil, médico estrangeiro de renome. A família toda o
o jovem foi sempre disciplinado no ponto de vista acolheu, depositando no vampiro suas esperanças.
ideológico dos militares. A pátria brasileira era sua Ao final do jantar, no escritório privado, veio
maior prioridade e a Marinha era a única forma a fatídica proposta: o Abraço em troca de sua
de manter a unidade nacional, haja vista que foi lealdade e esforços incondicionais. Ele, que era
por um navio que essa terra, antes selvagem e acostumado à hierarquia militar, aceitou e, com o
bárbara, tornou-se civilização. Abraço, ganhou também um Vínculo de Sangue.
Foi na Batalha do Riachuelo, um episódio da A família que já não era quista foi esquecida aos
Guerra do Paraguai, que o jovem Raimundo poucos. Raimundo assistiu impassível à morte
mostrou todo o seu poder de liderança. À época, de sua esposa, filhos e netos com a frieza de
o praça já havia alçado ao posto de Segundo- um cadáver. Os bens da família foram desfeitos
Sargento e lutava para se destacar. Os poucos e o Ventrue só tinha o desejo de trabalhar para
navios que não dependiam da força do vento e seu Senhor. Augusto Vilaseca mudou-se para a
os canhões foram a vida daquele homem por Capital a convite do antigo Príncipe, um aliado
semanas. As águas do rio e seus afluentes já de longa data, recebendo um Domínio em troca
estavam transbordando em vermelho de sangue de seu apoio na consolidação da Camarilla local.
corajoso quando, ao amanhecer, o último tiro de Quando o Príncipe partiu, seu aliado escolheu
canhão foi disparado e as duas últimas fragatas se adormecer, colocando Raimundo aos cuidados de
embrenharam em combate. A Marinha Brasileira seus Domínios e protetor de seu descanso.
saiu vitoriosa e os sobreviventes foram aclamados Pela primeira vez em décadas, o Almirante pôde
como herois em seu retorno ao Rio de Janeiro. se ver livre minimamente do laço de sangue que o
Raimundo sobreviveu com poucos machucados, prendia e pôde agir por conta própria. Sua não-vida
mas com a mente tomada pela guerra e pela até então parecia ter sido vivida por outra pessoa
vontade de comandar. A guerra muda os homens, e ele notou que sua lealdade era devido ao laço
principalmente quando muitos sob seu cuidado de sangue. Era hora de agir por conta própria e
perecem diante do chumbo inimigo. mostrar do que era capaz. Agora, os domínios,
Acontece que a guerra é exceção, não a paz.
Após a Guerra do Paraguai, em 1870, o Segundo-
Sargento fora afastado, condecorado com o posto
de Almirante da Esquadra. Embora os homens
normais queiram terminar a guerra logo e retornar
ao seu lar, para Raimundo, a guerra era seu habitat.
Em casa, não gostava da companhia de sua esposa
e seus quatro filhos só lhe perturbavam. Por anos
ele se trancou no escritório e, quando saía, era para
se distrair na noite. Em uma de suas noitadas de
bebedeira, contraiu sífilis que, à época, não tinha
cura. Desesperado, procurou sem sucesso vários
médicos e curandeiros. Prometeu melhorar seu
estilo de vida. Não podia ser esse o fim de um
Almirante que tanto fizera pela pátria! Os médicos
fizeram o que puderam e prolongaram a vida - e

106 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


recursos e influências de seu Senhor adormecido
estavam à sua disposição. Assim, em princípio,
para se fazer presente na sociedade da Capital,
fez o que sabia fazer de melhor: obedeceu ordens
superiores, colocando-se à disposição dos Ventrue.
Hoje, sua influência reside principalmente
nas forças armadas do Estado, estendendo-se
à Marinha brasileira como um todo e a outras
forças policiais. Na Capital é onde seu poder
mais se faz ser notado, já que dois carniçais estão
em altos postos de comando, trabalhando para o
Almirante. Suas forças estão sendo empregadas
para proteger os Domínios Ventrue e ampliá-
los. Para protegê-los, por influência de Danisha,
tornou-se um Chicote do Xerife; para ampliá-
los, o Almirante pretende revitalizar as docas,
tornando o lugar uma fortaleza para os negócios Almirante Raimundo de
de sua Família. Acontece que o Almirante também
tem seus próprios planos e deseja subir um nível
Albuquerque
na hierarquia, alçando-se ao cargo de Xerife. Clã: Ventrue
Para isso, mantém-se fiel ao Xerife atual, mas Senhor: Augusto Vilaseca
observando de perto e esperando a mínima chance Natureza: Diretor
para ocupar seu lugar. Comportamento: Tradicionalista
Geração: 9ª
Idade Aparente: 40 anos
Rumores Abraço: 1880
• Aparentemente, o Almirante matou sua família Físicos: Força 3, Destreza 4, Vigor 4
toda para poder usar seus recursos para cumprir
Sociais: Carisma 2, Manipulação 4,
as ordens de seu Senhor, fato que escandaliza a Aparência 2
quem fica sabendo. Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
• Raimundo acredita que os Anarquistas são Raciocínio 3
uma doença que deve ser extinguida, o que pode Talentos: Prontidão 2, Acuidade 2, Briga
gerar sérios abalos quando vier a descobrir certos 3, Intimidação 4, Liderança 4, Lábia 1,
Manha 2
segredos guardados por seu Clã.
Perícias: Etiqueta 3, Armas brancas
• O Ventrue, apesar de acostumado a cumprir 2, Armas de Fogo 3, Furtividade 2,
ordens, também tem seu próprio desejo de ascensão Performance 3, Sobrevivência 4
social na Camarilla, visto que, em vida, chegou a Conhecimentos: Acadêmicos 2, Política 2,
uma das patentes mais altas da Marinha. O que ele Ocultismo 2, Estratégia Militar 4
não imagina, entretanto, é que seus planos para se Disciplinas: Dominação 4, Presença 2,
Fortitude 5, Metamorfose 2
tornar Xerife não são apenas seus, mas podem ter
sido sugeridos sutilmente pela própria Danisha. Antecedentes: Recursos 3, Influência
(Forças militares 5, Polícia Civil 3, Polícia
• Raimundo protege o local de descanso de Federal 2), Lacaios 2, Contatos 3, Status
seu Senhor, que parece ter lhe dado ordens bem 2.
detalhadas sobre quando deve despertá-lo. É Humanidade 5
possível, entretanto, que Raimundo, após o laço Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 4,
de sangue se desfazer, tenha realizado o Amaranto Coragem 5
no vampiro adormecido. Força de Vontade: 8
Perturbação: Megalomaníaco
Presa seletiva: Jovens meliantes/indisciplinados

CAPITAL BY NIGHT 107


já vazia.
Manuel Batista, o Naquela mesma noite e após todos irem embora,
“Barão do Sangue” Manuel olhava indeciso para um revólver calibre
38, quando ouviu a voz doce de um ser das trevas
Manuel é proveniente de uma das famílias que lhe daria a oportunidade da revanche, daria
mais tradicionais do ramo do café, durante os a oportunidade para que o ódio daquele ser se
séculos XVIII e XIX. Manuel pouco se adaptou propagasse por mais tempo.
à nova realidade dos imigrantes. Sua crueldade Caracterizado por ter uma visão pragmática
e destempero poderiam ser notados desde muito e anacrônica sobre todos os temas e por manter
jovem, quando se divertia maltratando escravos hábitos sádicos, o Barão é motivo de piadas
e escravas na senzala e na casa grande. até por aqueles que pertencem à sua família de
Com a morte de seu pai, Manuel já participava sangue azul. A Besta é cada vez mais forte nele,
ativamente da vida política, escolhendo aqueles manchando sua reputação no Clã e potencialmente
que seriam eleitos através de ameaças e se transformando em um grave problema contra
perseguições de seus opositores. Já aos 40 anos, a Máscara ou o Clã. A cada noite, o Barão corre
casou-se com uma jovem apenas por um acordo o risco de se perder definitivamente e os Ventrue
de negócios. Porém, mantinha em segredo alguns claramente agirão antes disso acontecer.
gostos extremamente peculiares ao pagar quantias Nota: O personagem trata de temas maduros.
bastante razoáveis para “moças da vida” negras Tomamos cuidado para tornar suas atrocidades
para então performar atos sádicos. implícitas para não potencialmente ferir leitores.
Nas décadas seguintes, se adaptou ao jogo A intenção aqui é a de apresentar um monstro que
político marcado pela alternância de poder entre se perde para a Besta ao passo que alimenta suas
as oligarquias cafeeiras paulistas e os produtores transgressões. Narradores são encorajados a não
rurais de Minas, que fora intitulada de política do descrever as barbaridades e apenas usá-lo como
café-com-leite. Ele parecia inabalável, as sacas uma forma de ilustrar os horrores do cenário, não
de café eram vendidas a preço de ouro para os vangloriá-lo.
EUA, as que restavam ainda eram encaminhadas A punição inclusive está a caminho: os Ventrue
para a Europa. não deixarão sua reputação na cidade ser manchada
Quando a Primeira Grande Guerra eclodiu, pelo Barão do Sangue e claramente sua decadência
trouxe um rastro de morte e destruição no velho o tornará um risco à máscara e ao Clã. Os Ventrue
mundo. Tal rastro cedo ou tarde reverberaria não pensarão duas vezes em uma execução pública
no novo mundo também, gerando uma forte como um exemplo a não ser seguido.
crise econômica nos EUA em 1929, impedindo
que o café brasileiro fosse vendido em larga
escala e quebrando economicamente os grandes
produtores.
Manuel, aos 60 anos de idade, via o abismo
de perto, seu estilo de vida fora mudado
repentinamente. Getúlio Vargas tomava medidas
cada vez mais pesadas contra as Oligarquias
cafeeiras e ele já não tinha mais força política
para revidar.
Já era tarde da noite quando os interventores de
Vargas invadiram a fazenda e empilhavam as sacas
de café para torrá-las, na tentativa de recuperar
o valor do produto. Manuel experimentava a dor
da falência e se embebedava com a última dose
de Whisky escocês que havia sobrado da adega

108 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Manuel Batista, o “Barão
do Sangue”
Clã: Ventrue
Natureza: Monstro
Comportamento: Tradicionalista
Senhor: Almirante Raimundo
Geração: 10a

Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 2


Sociais: Carisma 3, Manipulação 4
(convincente), Aparência 3
Mentais: Percepção 4 (experiente),
Inteligência 3, Raciocínio 3

Talentos: Prontidão 1, Esportes 1, Briga 1,


Intimidação 3, Liderança 3, Lábia 2
Perícias: Armas Brancas 1, Armas de Fogo
2, Etiqueta 3, Furtividade 1, Cavalgar 2
Conhecimentos: Acadêmicos 3, Finanças
2, Direito 1, Linguística 2, Política 3,
Ocultismo 2.

Disciplinas: Dominação 3, Fortitude 2,


Presença 3.
Antecedentes: Contatos 2, Lacaios 3,
Influência (Política 3, Militar 1),
Recursos 3
Humanidade: 3
Virtudes: Consciência 1, Autocontrole 2,
Coragem 3
Força de Vontade: 5
Perturbação: Histriônico (não aceita ser
ignorado, devendo inclusive cometer
exageros ou calúnias para chamar a
atenção) e Obsessivo-Compulsivo
(pelos atos hediondos que comete)
Defeitos: Teimoso, Insolente e Alvo
de Risos
Impressões: Manuel ainda possui o português
colonial e sua oratória é sempre mal humorada
Seus traços aristocráticos são de um senhor muito
acima do seu peso e suas roupas, palacianas.
Presa seletiva: Prostitutas negras

CAPITAL BY NIGHT 109


conhecê-lo de perto e, mesmo que tenha se
Caitiff levado quase um ano, a decisão de abraçá-lo foi
tomada logo na primeira noite. Tim possuía uma
nova visão para a sociedade e cidade. Dentro de
Constantino “Tim”, suas limitações em compreender quem eram as
conspirações que de fato a controlavam, Tim a
O Líder Anarquista fez entender que os anciãos eram justamente o
que seguravam o inevitável progresso de uma
Quem pensa em um típico Barão motoqueiro nova era. Quem antes a ajudou a criar a cidade,
Anarquista dos anos 90, de nada imagina agora se tornaram um câncer, consumindo-a e
Constantino. O homem programador que apegando-se no poder que já nem é mais deles.
acompanhou a revolução da internet não era
inicialmente fã dos ideais revolucionários de Para a cidade evoluir, os anciãos deveriam
outras épocas, mas sim do modernismo de filmes morrer. Nessa epifania, Danisha o abraçou. Em
como “O Clube da Luta” ou de denúncias como o um período de dois anos de constantes alterações
documentário “A revolução será televisionada”. de memórias e comandos implantados, Tim
Para Tim, a sociedade capitalista escondia em suas agora nem se lembra de quem seja a sua senhora,
camadas superiores a influência de conspirações contando uma estranha história de que um Caitiff
além da compreensão de um cidadão comum. o abraçou antes que os Nosferatu pudessem. E, ao
mesmo tempo em que ele reúne os jovens da cidade
Adepto da cena cyberpunk e sci fi da era e se corresponde virtualmente com membros da
“Matrix”, Tim frequentava raves nos limites da Camarilla para convertê-los, Tim ainda reporta para
Capital enquanto discutia no caminho como a mídia um estranho usuário de nickname “Mrs. Singer”
e governo eram manipulados pelos Illuminati e o algumas de suas movimentações acreditando ainda
Pentágono. Até o uso de entorpecentes pesados estar em contato com os Anarchs de Ex=tactic
eram vistos como formas de se abrir a mente para Rev.Ø.lution, mas de fato sendo manipulado
a verdade: todos são escravos do sistema. por sua senhora Ventrue. Tantas dominações e
Mas na segunda-feira, as contas pilhavam. frequentes reiterações deixaram marcas profundas
Trabalhando em uma empresa de softwares, Tim em suas mentes. De vez em quando, Tim sente
teve acesso aos mais modernos equipamentos e, a necessidade de aquietar as memórias confusas
entre suas folgas e atestados falsos, começou a e forte enxaqueca com o sangue de usuários de
programar maneiras de invadir os servidores do entorpecentes, delirando sobre possíveis imagens
governo. Falhou dezenas de vezes, porém, em de uma mulher em sua mente. Os mais próximos
invadir o sistema de bancos e, quase pego, teve que acreditam que ele inclusive seja verdadeiramente
trocar de emprego e desistir, focando somente em Malkavian.
sistemas do governo como o da Receita Federal
e finalmente o de registro de pessoas quando o
mesmo foi automatizado.
Nesta época, Tim já estava em contato com
Ex=tactic Rev.Ø.lution, o líder de uma nova
geração de vampiros Anarquistas que usavam
cyber crimes contra a Camarilla, mas foram
os Nosferatu da Capital que o descobriram.
Contratado para criar identidades falsas com o
intuito de manter a Máscara, Tim se tornou um
recurso vital e, como tal, chamou a atenção dos
Ventrue.
Quando Danisha pensou em contratá-lo, ela
mal imaginava se encantar com sua mente e
ideais. Após um breve contato virtual, ela decidiu

110 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Nas noites atuais, Tim tenta se tornar um Disciplinas: Fortitude 1, Dominação 1.
líder cada vez mais ausente fisicamente, se Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 4,
aproveitando de meios eletrônicos para coordenar Coragem 3
as ações de ataque, que inclusive acontecem em Força de Vontade: 7
âmbitos digitais poi sua cabeça já está claramente Humanidade: 6
a prêmio. Se um ancião vai expandir sua influência Perturbação: Esquizofrênico
e renovar o centro velho, então a população será
Impressões: Muitos chamam Tim de “Tio” e
mobilizada para um manifesto contra todos os
por uma boa razão: seu visual nerd e atitude quieta
pequenos comércios que seriam destruídos. Se
o destaca por motivos diversos. Tim prefere falar
armamentos para a máfia chegarão via porto, então
pouco, mas certeiro. Ele nunca levanta a voz, a
a documentação será alterada para que a receita
não ser para calar as vozes em sua mente...
tenha que inspecionar a carga e barrar tal ato.
No entanto, sua maior vitória tem sido criar uma
rede de Anarquistas de outras cidade em torno A Linguagem da Rede
desta, conectando revolucionários e encontrando
From: FatGuysRev <Send_All> 22:47 Yesterday
aliados para que, quando a grande luta acontecer, Alguém vai na estréia do The Purge dia 12? Ouvi dizer
todos se unam para o golpe fatal. que nesse finalmente eles guilhotinam a freira da prisão.

Rumores From: HellonEarth <Reply_FatGuysRev> 23:03 Yesterday


Sério mesmo? Pensei q a gente ia assistir o Massacre da
• Tim não está sendo cada vez menos visto Serra Elétrica II na casa dos mauricinhos, aquele em que o
por temer ser caçado, mas sim porque ele já militar é assassinado e voa sangue azul na tela. Bora?
encontrou sua morte final e alguém próximo a From: Just.Tim <Reply_FatGuysRev> 00:27 Today
ele teve que continuar usando seu nickname para Os pais do cão raivoso estarão em casa. Melhor o The
não desestabilizar o movimento. Purge. Terminando aqui de programar umas paradas e
confirmo o horário. Levem álcool. @Marla.SInger, como
vamos estourar a pipoca? O milho tá acabando, acho que tava
Constantino “Tim”, O Líder .12 conto aqui perto de casa…

Anarquista Com o tempo, os Anarquistas entenderam


Clã: Caitiff (Ventrue) que a rede não é um local seguro. Mesmo
com todo o esforço que Tim e até os líderes
Senhora: Desconhecida (Danisha)
americanos fizeram, sempre haverão brechas.
Geração: Desconhecida (9a)
Abraço: Começo deste milênio Há então várias camadas de proteção.
Nicknames são trocados de tempos em tempos
Natureza: Pedagogo
e identidades verificadas. Sem saber, todos
Comportamento: Bom Vivant os aparelhos que acessam a rede também são
Idade Aparente: 40 e poucos hackeados frequentemente por Tim: se alguém
Físicos: Força 1, Destreza 2, Vigor 2 em algum momento trair o movimento,
Sociais: Carisma 3, Manipulação 3, haverá informações de localidades, acessos e
Aparência 2 outros pontos vitais para rastreá-lo.
Mentais: Percepção 4, Inteligência 4, A maior proteção, porém, é a linguagem
Raciocínio 2 da rede. No exemplo acima eles definem
Talentos: Empatia 2, Expressão 4, Liderança quem será o próximo alvo, se a Malkavian
3, Manha 4, Lábia 2 Irmã Glória ou o Almirante Ventrue, e ainda
Perícias: Condução 3, Etiqueta 1, Armas coordenam a falta de recursos como balas
de Fogo 3, Segurança 5, Furtividade 3, de calibre .12 de maneira completamente
Sobrevivência 2 figurada. Ninguém garante que Just.Tim seja
Conhecimentos: Acadêmicos 4 (t.i), o Tim, líder Anarquista. Para quem tentar
Computador 4, Investigação 3, hackear a rede, terá uma desagradável surpresa
Linguística 1, Política 3,
ao perceber a linguagem em códigos que se
Antecedentes: Aliados 5, Contatos 4, altera frequentemente para despistar possíveis
Rebanho 2, Influência (Burocracia 5)
Recursos 3, Lacaios 3. espiões.

CAPITAL BY NIGHT 111


Armando dos Natureza: Celebrante
Comportamento: Bon Vivant
Orgulhosos Geração: 12a
Abraço: 1982
As Harpias dizem que há áreas na Capital Idade Aparente: 23 anos
que estão fora dos limites para quem quer que Físicos: Força, 1 Destreza 3, Vigor 2
respeite a autoridade da Camarilla e cada vez mais Sociais: Carisma 3, Manipulação 4,
relatos da proeminência dos Órfãos ganharam os Aparência 3
corredores dos elísios. Em qualquer outro domínio Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
isso seria encarado como piada, no entanto, é fato Raciocínio 3
que os chamados Orgulhosos Caitiff controlam
uma grande rede de inteligência e agora são ao Talentos: Briga 1, Atletismo 2, Instinto 1,
menos tolerados. Empatia 1, Manha 2, Lábia 2
Pouco se sabe sobre seu líder. É um Sem Clã, Perícias: Ofícios 1, Condução, 1 Etiqueta
tal qual sua ninhada, e foi abraçado durante os 2, Armas de Fogo 1, Segurança 3,
Furtividade1
Anos de Chumbo. Teria ele atuado na área da
Conhecimentos: Acadêmicos 1 Computação
inteligência da resistência armada? Ou seria ele do 3 Finanças 2 Direito 2 Ocultismo 1
governo? Pouco importa. Hoje, ele adota aqueles Tecnologia 3
abandonados por seus senhores, se tornando um
homem recluso das ocasiões sociais da Camarilla. Disciplinas: Rapidez 1 Presença 1 Ofuscação1
Sua ninhada, no entanto, é bastante procurada e Antecedentes: Status 1 (Tolerado na
por um bom motivo: os Orgulhosos se especializam Capital), Influência: Ruas 2, Burocracia
no serviço que os vampiros, conservadores por 2, Transportes 4, Identidade Alternativa
2, Mentor 2
natureza, não são capazes de realizar no mundo
moderno. Contam principalmente com hackers,
burocratas e negociadores. Humanidade: 7
Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 4,
Dentre seus discípulos, um dos mais conhecidos Coragem 2
é Armando Lamarca, um jovem membro que pode Força de Vontade: 5
ser encontrado frequentemente caçando no clube Impressões: Armando quando mortal raramente
Faest, inclusive em sua área VIP. frequentou uma academia. Seu corpo é de
Armando é um facilitador. Ele cria novas aparência frágil, mas sua personalidade e humor
identidades, lida com sistemas de segurança e compensam qualquer ponto.
talvez seja o traficante do sangue favorito de
um dos Ventrue da Gerousia. No momento, ele
tenta fazer parte do grupo seleto dos prazeres de
Isabelle. Apesar de novato, seus dedos estão em
tortas demais, e isso pode ter um preço terrível
demais a se pagar.
Atualmente, seu acordo com o Toreador Petrius,
o Desgustador, tem gerado muitas vantagens.
Os Orgulhosos agora possuem uma rede de
compradores exóticos, tal qual os maiores Ventrue
da cidade, e seus lucros aumentam a cada presa
rara que encontra.

Armando Lamarca
Clã: Caitiff
Senhor: Ernesto

112 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


JP, A Bomba Relógio
João Paulo é uma criança em pleno
desenvolvimento, ou pelo menos era isso que
ele gostaria de ser. João foi abraçado durante uma
invasão do Sabá e seja lá quem o fez teve um único
intuito de usá-lo para causar o caos na cidade.
E, infelizmente para seu senhor, ele sobreviveu.
Na primeira vez que ele foi encontrado, ele estava
todo sujo de sangue e havia corpos e restos de
corpos ao seu redor em um estado catatônico.
Ainda há quem fale que em seu primeiro frenesi
ele matou a sua família. Foi depois de voltar a si
por conta do anarquista que o encontrou que ele
entendeu parcialmente o que se tornara.
Alguns membros acham que isso ainda assombra
Aparência 4 (carinha de anjo)
esse menino e talvez seja isso que o fez ser tão
Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
recluso com todos ao seu redor. Seja como for, Raciocínio 3
ele é praticamente uma máquina de matar, e os
Talentos: Prontidão 3, esportes 3, briga 4
anarquistas sabem muito bem disso. Chega a ser (briga de rua), intimidação 2, liderança 1
assustador como um ser tão pequeno consegue Perícia: etiqueta 2, armas de fogo 2, armas
matar e não apresenta um pingo de remorso. brancas 4 (bastão), Furtividade 3,
sobrevivência 2
Nos momentos em que João não está em
combate, dizem que ele é mantido em controle Conhecimento: acadêmicos 1, computador
1, investigação 2, ocultismo 1, cultura
entre grupos de anarquista, muitas vezes com uma cainita 1
estaca no coração. Seja como for, ele nunca fica
muito tempo no mesmo grupo, sendo jogado de
Disciplinas: potência 3, Rapidez 3, fortitude
uma coterie para a outra. Quase como se fosse 3, ofuscação 2, metamorfose 2, auspício 1
uma bomba prestes a explodir. Com isso tudo Antecedentes: Status Anarquista (arma
não se sabe quanto tempo João vai ficar “vivo”. poderosa) 1, Aliado (anarquistas) 1,
Alguns Anarquistas querem tirar o máximo de
proveito dele antes que ele morra ou sucumba Humanidade 3
para a besta.
Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 3,
Coragem 4
Força de vontade: 5
João Paulo Perturbação: JP é viciado em vitae Cainita
Impressões: JP é apenas uma criança. Por
Clã: Caitiff detrás de sua aparência angelical, traços severos
Senhor: Desconhecido de ódio e falta de controle se expressam. Sua
Natureza: Monstro decadência de laços humanos é tal que ele mal
Comportamento: Conformista consegue falar coerentemente. Seu vício por vitae
Geração: 11° precisa ser saciado constantemente, seja pelos
Abraço: 2010 Anarquistas para mantê-lo em controle ou seja
Idade Aparente: 13 anos, ainda com por suas vítimas. Nem o próprio João Paulo vê
características infantis muita esperança em si mesmo. Ele tem ciência de
que é um monstro e sabe que cedo ou mais tarde
Físicos: Força 3, Destreza 4 (ágil), Vigor 3 vai morrer. João tem raiva do sabá, mas gostaria
Sociais: Carisma 1, Manipulação 1, de saber o porquê fizeram isso com ele.

CAPITAL BY NIGHT 113


esconda.
Irajá, o Infiltrado
O bandeirante de nome Irajá nasceu em território Irajá, o Infiltrado
nacional no século XVIII, sendo batizado como Clã: Caitiff
Augusto. Filho de exploradores portugueses em Senhora: Jaci
busca de pedras preciosas, desde pequeno Augusto Natureza: Esperto
se familiarizou com os secretos caminhos nas
Comportamento: Excêntrico
matas e seus perigos. Se tornando uma parte vital
Geração: 10a
da renda dos Portugueses, seus trabalhos chegaram
aos ouvidos do Ventrue Dom Afonso. A decisão Físicos: Força 4, Destreza 3, Vigor 4
de transformá-lo em carniçal para garantir que Sociais: Carisma 2, Manipulação 2
seus bandeirantes não ficassem com parte do Aparência 1
ouro encontrado logo se tornou uma ótima saída, Mentais: Percepção 5,
já que a lealdade ao vitae que Irajá agora possuía Inteligência 3, Raciocínio 4
era inabalável. Talentos: Prontidão 3, Esportes 4, Briga 4,
Tudo mudou com o ataque de Jaci. Sua vingança Intimidação 3, Sobrevivência 4
contra os índios explorados e mortos fez toda a Perícias: Empatia com Animais 3, Etiqueta
fonte de lucro de Afonso sangrar. Ao reparar que 1, Furtividade 3
Augusto não morreu, Jaci o capturou e fez seguidas Conhecimentos: Ocultismo 3, Investigação
torturas para que ele também pagasse pelo preço 3
de todo o sofrimento que apoiava, mesmo que Disciplinas: Animalismo 3, Fortitude 3,
pelo laço de sangue. Rapidez 1
Antecedentes: Aliados 2 (Gangrel)
Dom Afonso jamais mandou algum dos seus
Humanidade: 4
recuperá-lo, porém. Longe do sangue Ventrue,
Augusto foi pouco a pouco deixando sua lealdade Virtudes: Consciência 1, Autocontrole 2,
Coragem 4
para trás, e como Jaci o alimentava com seu vitae
Força de Vontade: 7
para fechar os ferimentos apenas para repeti-los,
Augusto começou a entregar uma por uma das Impressões: Irajá representa sua perda de
rotas que os bandeirantes conheciam, dos crimes humanidade e monstruosidade em muitos traços,
cometidos e apagados e da proteção de seus quase ameaçando a máscara. Sua fala também é
antigos mestres. rústica, expressando-se com grunhidos e ruídos
primitivos, já que raramente falou português no
Nas próximas décadas, Augusto mostrou seu último século.
valor. Atacando os bandeirantes e usando táticas
contra as que ele antes usava para se proteger,
Augusto foi renomeado como Irajá e, em um ritual
de significância sublime, foi abraçado.
Sua senhora, bem como muitos de seus irmãos,
caíram ao longo dos anos. Seu ódio pela Camarilla
só cresceu. No entanto, um século depois, ninguém
aparenta se lembrar de sua figura. Foi por isso
que, quando ouviu tardiamente que Dom Afonso
havia regressado para Portugal, Irajá reapareceu na
Capital. Hoje, o Caitiff está tentando estudar a cena
local, talvez ele queira se unir aos Anarquistas,
continuar Autarca ou quem sabe até se infiltrar na
Camarilla para destruí-la por dentro. Os Nosferatu,
porém, já foram acionados pelo Ventrue Manuel
Batista para encontrar qualquer segredo que ele

114 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Muito em breve, ela espera conseguir equilibrar
Gangrel suas alianças efêmeras entre os Anarquistas e os
Membros mais “nobres”, possivelmente jogando
uns contra os outros e se aliando ao lado vencedor.
Diná, a Amoral Por mais que odeie admitir, a garota aprendeu
muitas coisas com seu pai...
Diná nasceu em berço esplêndido, filha de
um político bem-sucedido e uma mãe exemplar. Diná
Quando seu pai foi preso em um esquema Clã: Gangrel
de corrupção, não só seu padrão de vida caiu Senhor: Desconhecido
bruscamente, mas seu mundo ruiu em pequenos Geração: 12a
pedaços impregnados de vergonha. A jovem garota
Abraço: Meados dos anos 90
acabou por tentar manter a sua vida de antes: com
a ajuda das pessoas erradas, Diná fez com que Natureza: Esperta
seus antigos amigos, também filhos de políticos e Comportamento: Bom Vivant
outros endinheirados, se tornassem seus clientes Idade Aparente: 18 anos. Com maquiagem,
em um esquema de tráfico de entorpecentes. roupas e atitude certa: 28 anos
Não satisfeita com o retorno financeiro e com
evidências cada vez mais fortes de que a polícia Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 1
estava em sua cola, a bela garota tentou um passo Sociais: Aparência 4, Carisma 3,
ainda mais ousado. Trocou seus amigos pelos Manipulação 3
pais dos mesmos, oferecendo não drogas, mas Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
seu próprio corpo. Muitos dos seus clientes eram Raciocínio 2
ex-companheiros de seu pai que viam na menina
uma emoção sexual sórdida. Talentos: Prontidão 2, Empatia 2, Expressão
1, Intimidação 2, Liderança 1, Manha 2,
Quando Diná tentou extorquir um famoso Lábia 3
político da Capital, ameaçando divulgar o seu Perícias: Etiqueta 3, Perfomance 2,
“segredinho” para tablóides locais, ela se viu em Segurança 2, Furtividade 2,
verdadeiros apuros: um “assalto” tirou sua vida Conhecimentos: Computador 3, Finanças
precocemente, seu corpo morto abandonado nas 1, Investigação 2, Linguística 1, Política2,
beiras de um canal distante do centro da cidade.
Um vampiro misterioso a observava secretamente Disciplinas: Metamorfose 2, Presença 2,
desde noites atrás, admirando a ironia daquela Fortitude 1
figura: uma aparência angelical por fora mas
internamente preenchida por instintos tão fortes Antecedentes: Recursos 2, Contatos 2,
como o de uma exótica e feroz ave do paraíso. Rebanho 1, Aliados 1
Assim, a abraçou.
Diná tem se saído bem na Jyhad (talvez a Humanidade 5
convivência com os bastidores de poder tenha Virtudes: Consciência 2, Autocontrole 4,
Coragem 4
suas vantagens), e sua atitude dinâmica também
permite que ela lide satisfatoriamente com os Força de Vontade: 6
Anarquistas locais. Ela se diverte quando alguns
Membros a confundem com um Toreador ou Impressões: Decorrente da maldição de seu
Ventrue nas reuniões do Elísios, as quais ela Clã, Diná possui uma pequena penugem âmbar
sempre comparece. A Forasteira mantém-se em ambas as orelhas, que ela normalmente exibe
atenta a outros neófitos que, assim como ela, não misturando com bijuterias e jóias (roubadas), como
conquistaram a “fatia do bolo” no intricado jogo se fosse um acessório vanguardista extravagante.
de poder da Camarilla, esperando a oportunidade Esperta, Diná se aproveitará de qualquer pessoa
certa de abordá-los (ou manipulá-los). ou oportunidade para evoluir na Jyhad.

CAPITAL BY NIGHT 115


qualquer coisa por grana, influência ou segurança.

Dra. Marília
Clã: Gangrel
Senhor: Seu Zé
Natureza: Capitalista
Comportamento: samaritano
Geração: 13a
Idade Aparente: 33
Físicos: Força 2, Destreza 3, Vigor 2
Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
Aparência 2
Mentais: Percepção 4, Inteligência 3,
Raciocínio 3
Talentos: Prontidão 3, Acuidade 1,
Empatia 2, Manha 1, Lábia 2
Dra. Marília, a Perícias: Empatia Com Animais 3,
Condução 1, Sobrevivência 1
Veterinária Conhecimentos: Acadêmicos 3,
Computador 1, Finanças 2, Investigação
Dr Marilia, veterinária e dona de uma clínica de 2, Direito 2, Medicina 3
luxo na nossa cidade, quando mortal dividia seu Disciplinas: Animalismo 3
tempo entre sua clínica e um abrigo de animais Antecedentes: Lacaios 3 (equipe da clínica) ,
resgatados. Ela foi a responsável por ajudar Recursos 3,
vários carniçais de vampiros em recuperações em Humanidade: 6
situação que apenas o vitae não seria o bastante. Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 3,
Coragem 4
Seu sucesso, porém, não vem apenas de seu
trabalho duro e sua competência. Dr. Marília Força de Vontade: 4
fechou os olhos para muitos procedimentos Impressões: Dra. Marília reteve seus traços
pouco éticos, caindo nas graças do Gangrel Seu humanos e ainda pode se passar naturalmente
Zé após salvar seu companheiro canino. Nesta por um. Tudo nela é mediano e nada chama a
noite, ele resolveu que ela deveria ser abraçada. atenção, desde a altura, traços, trejeitos e apenas
No entanto, desta decisão até o abraço, quase sua vontade de subir na escala de poder se destaca.
oito anos se passaram, já que este gangrel não
era muito influente e precisou acumular alguns
favores. É possível que ela acabe precisando pagar
por algum deles, inclusive.
Hoje, ela continua guiando sua clínica e o
pequeno abrigo de cãe resgatados, se esforçando
para se alimentar apenas de animais e poder
fornecer bolsas de sangue ou serviços de
veterinária/médica para os carniçais de outros
membros
Há alguns meses ela foi oficialmente apresentada
no Elísio local. Ela está começando a viver por
conta própria dentro da Camarilla e sabe que no
seu novo estado ela terá que se preparar e guardar
recursos para eventuais crises. Ela fará quase

116 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Caio, o Reabilitador Físicos: Força 3, Destreza 3, Vigor 2
Caio é o caçula de uma família rica e influente Sociais: Carisma 4, Manipulação 1,
Aparência 1
do ramo de lojas de departamento. Durante a
adolescência, se perdeu para as drogas e as más Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
Raciocínio 3
companhias, tornando-se indigno do sobrenome
Leonardi. Sem dinheiro e sem apoio da família,
acabou nas ruas. Talentos: Prontidão 2, Esportes 1, Briga 2,
Empatia 4, Expressão 1, Intimidação 2,
Depois de sobreviver a uma overdose, Caio Liderança 3, Manha 2, Lábia 1
encontrou ajuda em um grupo de apoio solidário, Perícias: Empatia com Animais 1,
mudou de vida e lentamente venceu o vício. Condução 1, Etiqueta 1, Furtividade 2,
Sobrevivência 2
Após trabalhar para se formar em uma barata
universidade, Caio passou em um concurso Conhecimentos: Acadêmicos 1,
Computador 1, Investigação 3, Direito 1,
público e se tornou assistente social, além de ser Política 3, Ciências 1,
voluntário nos narcóticos anônimos.
Seu senhor, que observou toda sua jornada e Disciplinas: Animalismo 1, fortitude 2,
admirando sua força de vontade, decidiu abraçá- metamorfose 1
lo. Depois de descobrir o poder do laço, uniu ao
sangue sua família mortal para controlar a empresa Antecedentes: Influência: Ruas 2, Política
e usar os recursos para caridade e combate às 2, Saúde 2, Recursos 4
drogas.
Na noite, Caio Augusto pode ser encontrado em Humanidade: 9
ações sociais, sopão solidário, AA e NA. Já nos Virtudes: Consciência 5, autocontrole 4,
elísios, o Gangrel costuma defender os oprimidos coragem 3
e é ridicularizado pelos harpias, defendendo que Força de Vontade: 9
todos têm o direito de errar e tentar novamente. Impressões: Raramente Caio se destaca por sua
Talvez por isso sua infâmia de supostamente ter aparência e de fato ele se veste bem desleixado,
um pé entre os Anarquistas se tornou muito forte mas ao menos sua calma e serenidade convencem.
desmerecidamente, apenas porque coordena o Sua mentalidade, mais humanitário que um
final de semana solidário do moto clube Lobo- humano comum, é o traço que mais se destaca
Guará “Rock contra a Fome”. em sua pessoa.
Dentro do clã alguns o respeitam por lutar
por uma causa e outros o acham um tolo por se
importar demais com outros membros e com o
rebanho. Ele não liga para o que os outros pensam,
apenas quer ser hoje melhor do que ele foi ontem.

Caio Augusto Leonardi, O


Reabilitador
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Filantropo
Clã: Gangrel
Geração: 10ª
Senhor: Felipe
Abraço: 1981
Idade aparente: 31 anos

CAPITAL BY NIGHT 117


Lourdes, a Anarch Idade Aparente: 30
Abraço: desconheicido
Lourdes nasceu na era imperial do Brasil e já era
escrava desde a nascença. Sua vida foi de abusos Físicos: Força 4, Destreza 5, Vigor 5
e trabalho até convencer a senzala inteira a armar Sociais: Carisma 5, Manipulação 3,
um plano de fuga. Utilizando do suposto amor que Aparência 3
seu senhor sentia por ela, Lourdes perguntava sobre Mentais: Percepção 4, Inteligência 4,
detalhes da área como rios e fontes de comida, raciocínio 3
aprendeu a ler com as filhas do senhor e armou
seu plano em sofridos quinze anos. Talentos: Prontidão 4, Esportes 4,
Presciência 3, Briga 4, Empatia 2,
Durante a fuga vários morreram em conflitos, Intimidação 4, Liderança 3 Lábia 3,
alguns desistiram e outros pereceram até que, Manha 3
três meses depois, um quilombo foi finalmente Perícias: Empatia com Animais 3,
fundado e perdurou por dois anos até que senhor Condução 1, Etiqueta 2, Furtividade 3,
Sobrevivência 4
dos escravos veio com jagunços e outros escravos
para reaver suas mercadorias Conhecimentos: Acadêmicos 2, Investigação
3, Direito 1, Ocultismo 2, Política 1
Após fugirem, os poucos sobreviventes
morreram um a um pelos ferimentos, fome e Disciplinas: Metamorfose 4, Fortitude 4,
doenças das matas. Lourdes, porém, se recorda Animalismo 3, Potência 3,
de uma mulher completamente nua e branca, de Antecedentes: Status Anarquista 2, Contato
olhos animalescos e cauda atacando-a ferozmente (Submundo) 3
e a abraçando. Sua genitora se intitulava Víbora
Fantasma e a chamava apenas de Filha da Serpente. Humanidade 4
Nos anos que passaram Lourdes aprendeu o Consciência 3, Autocontrole 3, Coragem 5
caminho das feras caçadoras, lutou com sua Força de Vontade: 8
genitora contra animais e criaturas até que, após
Impressões: Sua pele de ébano reflete um tom
algum um tempo, elas se afastam naturalmente.
pálido, demonstrando sua longevidade. Seus olhos
Lourdes continuou a buscar conhecimento. Seu aparentam os de um predador dada sua maldição
primeiro contato com a Camarilla foi neutro, mas de clã, lhe dando uma aura selvagem e perigosa.
logo eles se mostraram tão escravistas quanto seu Quando fala, Louders demonstra desdém e uma
senhor. Se envolvendo letamente com atividades certa impaciência, especialmente se alguém tentar
ilegais nas estradas, ela então chamou a atenção dos impor sua opinião.
Anarquistas. Seu contato com Tim (Constantino)
a levou a ponderar que lado desta guerra escolher
e sua decisão contra os opressores foi tomada.
Hoje, Lourdes é exilada da Capital. Ela se
esforça para ser uma carismática representante
dos injustiçados e agir contra qualquer ancião
que consiga. Lourdes almeja se tornar a nova
representante do movimento, mas antes deverá
derrotar a Malkavian Anarch que cada vez mais
toma o seu lugar.

Lourdes, Filha da Serpente


Senhora: Víbora Fantasma
Natureza: Rebelde
Comportamento: Sobrevivente
Geração: desconhecida

118 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


enorme, mas sua distância das políticas Gangrel,
Macunaíba, o do clã que ele veio a aprender que provavelmente
faz parte, o torna uma obscura e distante peça
Longevo do intrincado quebra-cabeça das redondezas da
Mais uma personalidade nacional nômade, Capital. Visto pelo menos uma vez ao ano por
Macunaíba tem uma antiga história que remete aqui, ele se reúne nas margens do córrego com os
aos tempos anteriores à colonização. Nascido em homens brancos para contar lendas de eras mortas,
uma tribo da linhagem Caeté, o jovem guerreiro porém sua verdadeira motivação para interagir
claramente tinha outro nome. Crescendo entre os com aqueles da cidade é matar sua fome milenar
valores de que um guerreiro deve proteger com por vitae Cainita, seja dos Caitiff abandonados
a vida sua tribo, o garoto foi apresentado muito nas áreas ermas, dos tolos que transitam na noite
jovem à morte e sangue. escura da rodovia ou dos bandos nômades do Sabá
que insistem em passar pela área.
Ter se tornado cedo demais pai o fez ainda mais
protetor do que era e, quando uma doença levou Nota: As estatísticas de Macunaíba não foram
seu filho, o guerreiro entrou em uma espiral de descritas para preservar seu caráter lendário. Sendo
ódio sanguinário e violência desmedida, jamais praticamente invencível, use-o como achar melhor.
se recuperando completamente. Quando sua Rumores
tribo foi ameaçada por um dos Deuses da Noite
• Os mais velhos acreditam que Macunaíba
- misteriosas figuras das matas que viviam entre
teria abraçado um escravo desta área, mas qual o
as trevas -, o guerreiro tentou em vão derrotá-los,
destino dele é incerto. Talvez Macunaíba volte a
sofrendo severas e prolongadas torturas por conta
essas terras frequentemente em busca desse elo
de sua audácia. Quanto mais perto da morte, mais
perdido.
o sangue corrompido dos Deuses da Noite lhe era
dado apenas para prolongar seu sofrimento. • Alguns acreditam que a cria de Macunaíba
foi derrotada pelos barões daquela época e posta
Mas até Deuses brigam. Quando o Deus da
para dormir. Uns ainda afirmam que foi o próprio
Noite Ubirajara decidiu trair seus irmãos, ele
Antoine de Vaux e a mando do antigo Príncipe
concedeu a maldição ao torturado a fim de usá-lo
Afonso de Bragança. Tal cria então estaria estacada
como distração na fuga. Apesar de ambos serem
e mantida até hoje nos confins da Igreja do Centro.
facilmente derrotados, o jovem foi mantido não-
vivo apenas para ser novamente torturado e servir • Nem mesmo o vitae dos jovens vampiros que
como escravo dos Deuses. Macunaíba caça está sendo suficiente. O mesmo
se indaga se sua fome não será saciada apenas
Sua liberdade se deu quando os homens brancos
com o vitae dos anciãos da Capital.
pisaram em suas terras. Ao primeiro passo de
um ataque, ele fugiu, refugiando-se por séculos
em outros pontos da América até cair no torpor.
Ao despertar neste século, o mesmo teve quase
nenhum contato com os deuses brancos que de
certa forma o libertaram. Após anos de reclusão,
uma jovem gangrel que finalmente entendia sua
língua tupi conseguiu lentamente se comunicar.
Conhecido agora como Macunaíba - termo tupi
para “aquele que trabalha na noite” -, ele sofreu
até aprender a nova língua falada pelos povos
aqui presentes.
Temendo que um dos Deuses da Noite termine
sua existência, Macunaíba atravessa o Brasil
com cautela, jamais ficando muito tempo em
uma localidade. As matas possuem olhos, e ele
constantemente se sente observado. Seu poder é

CAPITAL BY NIGHT 119


Besta, a menina atrairia facilmente os olhares
Mônica, a Sangue do Algoz. Felizmente, quem a encontrou foi
Brandon, que a acolheu dentre os Anarquistas,
Fraco lhe ensinando o pouco que ela sabe. Mônica tem
Mônica Silvestre era uma adolescente oriunda uma tremenda gratidão pelo Movimento. Seu
de uma família classe média. Foi na junção entre fanzine, “A-CORDA!”, tenta quebrar as amarras
as aulas de artes e a internet que encontrou seu dos jovens estudantes contra o sistema e despertá-
passa-tempo: gostava de criar fanzines e era los para a verdade podre da sociedade da Capital,
mesmo boa nisso; desenhava, xerocava e deixava justamente a Camarilla.
espalhado pelos corredores da escola. Abordava
temas maduros para sua idade, como questões Mônica, a Sangue Fraco
sociais e políticas, tudo no anonimato. Gostava Clã: Caitiff, Sangue Fraco
quando via alguém lendo ou comentando sobre Natureza: Pedagoga
suas ideias, pois influenciar alguém era satisfatório Comportamento: Sobrevivente
para a menina. Geração: 14ª
Certa vez, colegas lhe chamaram para uma Físicos: Força 1, Destreza 3, Vigor 2.
festa clandestina no campus da Universidade. A Sociais: Carisma 4, Manipulação 3,
música não era do seu agrado, nem a bebida, nem Aparência 3.
as conversas, mas Bruno era. O rapaz cursava Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
o segundo ano de Direito. Ela se encantou e se Raciocínio 2.
deixou ser levada para um lugar em que poderiam Talentos: Prontidão 3, Empatia 3, Esportes
ficar mais à vontade: a sala do Centro Acadêmico. 1, Expressão 3, Manha 2, Lábia 2.
Era um lugar fechado e que cheirava a mofo e Perícias: Empatia com animais 1, Condução
maconha. Mônica estava nervosa, mas algo em 1, Ofícios 2, Performance 2, Furtividade 3
Bruno dizia que ela poderia confiar nele. Os dois Conhecimentos: Acadêmicos 2, Linguística
1, Computador 2
começaram as carícias e, logo, ela sentiu uma leve
dor seguida de uma sensação tão prazerosa que Disciplinas: Presença 1, Fortitude 1.
lhe impedia de dizer não aos toques e avanços Antecedentes: Aliados 1, Contatos 2,
Recursos 2
do rapaz. Em poucos minutos, sentiu sua cabeça
rodar, um sono tomou conta e ela logo começou Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3,
Coragem 2
a se desesperar, achando que ele tinha colocado
Força de vontade 4
algum remédio ou droga em sua bebida. Tentou
se desvencilhar dele, mas ele não parava de beijá- Humanidade 7
la. Desesperada, tentou gritar, mas já não tinha
forças. Enfim, tudo escureceu.
Mônica despertou enfurecida e com muita fome,
conseguindo se saciar bem longe dali, quando
atacou um rapaz que se afastou da festa. Em novo
desespero, fugiu. A recém-Abraçada não sabia,
mas seu Senhor tinha apenas poucos meses de
não-vida e, em pânico pelo desmaio da jovem,
tentou fazer com que ela tomasse de sua vitae
para se regenerar. Não dando certo, ele fugiu e a
deixou para morrer sozinha. O Abraço acidental
surtiu efeito e a menina era agora uma criatura que
não entendia nada sobre si ou sobre o mundo no
qual acabou de adentrar. Após tentativas e erros
diversos, se machucando no Sol, no fogo, quase
atacando seus pais e se deixando ser tomada pela

120 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Tomi, o Sangue Fraco
Filho de uma das maiores socialites da cidade,
ele foi exposto logo cedo para os contatos que
gerariam ótimas oportunidades após se formar
em direito. O jovem de família da classe alta
sempre se preparou para vencer, mas sua insistente
implicância em colocar todos os erros do percurso
em inimigos imaginários era levado com um
certo desprezo pelos seus pais. Porém, em cada
delas, um fracasso diferente. No seu estágio no
jornal, por exemplo, culpou o editor chefe por
ser controlado por forças maiores. Na prefeitura,
foi a vez dos investidores internacionais, que
puxaram um acordo com o banco da Capital,
outra instituição controlado pelo “illuminati” ou surpresa de todos, Tomi inclusive conseguia
similares. Sua paranóia só crescia. Ele sentia que suportar brevemente a dor do sol, podendo
toda vez que estava próximo de algum resultado coordenar carniçais do movimento de dia. Um
real, lhe passavam a perna. ano depois ele mesmo desenvolveu um poder
Foi na dark web que respostas começaram único de potencialmente uma disciplina nova: ele
a surgir. Cada novo site comprova uma de consegue criar um campo temporário de energia
suas teorias, até que ele chegou ao fórum que que o evita ser atingido por projéteis enquanto
comentava o fanzine “A-CORDA”, lidando com parado.
teorias da conspiração da sua própria Capital.
Logo, os próprios Neo-Anarquistas também o Tomi, o Sangue Fraco
observavam, hackeando o seu computador em Natureza: Fanático
busca de dados contra seus ricos pais. Tomi se Comportamento: Juiz
tornou uma excelente ferramenta do movimento, Clã: Caitiff, Sangue Fraco
reportando inclusive seus antigos chefes e Geração: 15ª
revelando conexões que claramente se relacionam Senhora: Mônica
com os anciãos da Capital.
Abraço: Ano passado
O abraço veio tardio, já que pro movimento Físicos: Força 2, Destreza 1, Vigor 3
Tomi era mais útil pela manhã em seus trabalhos Sociais: Carisma 2, Manipulação 3,
que apenas a noite. A primeira decisão foi expô-lo Aparência 2
ao mundo dos Cainitas para que ele conseguisse Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
entender outras camadas de mistérios e então Raciocínio 2
conseguir sua lealdade através de um laço de Talentos: Prontidão 3, Expressão 3, ,
sangue. Mas como o vitae de sua dominante, Liderança 2, Manha 1, Lábia 2
Mônica, mal conseguia expressar características Perícias: Condução 3, Etiqueta 3,
vampíricas, foi uma questão de tempo para se Furtividade 2,
perceber que ela era sangue fraco, e que se ele Conhecimentos: Acadêmicos 3,
fosse transformado ele também seria. Após o Computador 3, Investigação 3, Direito 2,
Política 1
movimento aprender tais traços únicos dela, Tomi
se tornou o experimento ideal. Apesar de saber Disciplinas: “Escudo 1”, vide histórico.
que havia grandes chances dele morrer, uma Antecedentes: Influência (Política 3,
Burocracia 2, Direito 2) Recursos 5
tentativa foi feita.
Humanidade: 6
Tomi foi abraçado e, literalmente apenas duas Virtudes: Consciência 2, autocontrole 2,
horas depois, ressurgiu enquando Mônica chorava coragem 4
e Tim decidia o que fazer com o corpo. Para a Força de Vontade: 6

CAPITAL BY NIGHT 121


Antonella Giovanni Antonella Giovanni
Clã: Giovanni
Antonella nasceu e cresceu meio ao Mausoléu,
Natureza: Autocrata
no coração dos Giovanni, e embora sua família
Comportamento: Arquiteta
tentasse mantê-la tão isolada quanto possível
dos famigerados assuntos internos, os limites Geração: 10ª
dos poderes de ocultação imortal foram, por Abraço: 1967
ela, alcançados. Ocasionalmente, aos doze Idade Aparente: Casa dos 60, 65 anos
anos, conheceu os Membros e, aos quatorze, Físicos: Força 1, Destreza 3, Vigor 2
vivenciando fatos relacionados aos Lacaios da Sociais: Carisma 3, Manipulação 5,
linhagem, ansiosamente, esperou a honra do Beijo Aparência 2
de Requerimento. Mentais: Percepção 3, Inteligência 3,
Raciocínio 3
A espera persistiu morosamente. “Talvez ano que
Talentos: Prontidão 2, Empatia 2, Expressão
vem” ou, ainda, “em poucos anos, quando alcançar 2, Intimidação 2, Liderança 2, Lábia 3.
a maioridade”. Porém, ao passo que envelhecia, Perícias: Ofícios 2, Etiqueta 3, Furtividade
viu as desculpas tornaram-se mais elaboradas. 2, Performance 2
Antonella tornou-se, humilhantemente, uma Conhecimentos: Acadêmicos 1, Finanças 2,
Carniçal aos cinquenta e cinco anos. Parcialmente Investigação 1, Linguística 2, Medicina 1,
presa ao Laço de Sangue com, no mínimo, doze Ocultismo 2, Política 1
vampiros e finalmente aos sessenta recebeu o Disciplinas: Dominação 3, Necromancia 2,
Abraço e pôde ser considerada uma igual pelos Antecedentes: Contatos 3, Aliados 3,
poderes estabelecidos no Clã – exceto por Recursos 1, Mentor 1, Lacaios 1
todo mundo em Veneza saber que qualquer um Humanidade 6
Abraçado tão velho não seria importante, útil Virtudes: Consciência 3, Autocontrole 3,
somente para obedecer encantadoramente as Coragem 4
ordens dos superiores a quem estaria presa. Força de vontade 4
Ela, no entanto, utilizou bem deste artifício. Impressões: Antonella foi abraçada tardiamente
Não suspeitando que Antonella os odiasse tanto e não só sua face, como trejeitos também exibem
quanto os “amava”, mediante o seu pedido para a marca do tempo. Ela pensa na não-vida como
ir à América – “a Terra da Liberdade”, eles não uma orquestra, onde ela é a maestrina. Cada passo,
tiveram motivo para suspeitar que ela fosse uma cada aliança e cada palavra são degraus que ela
cadela velha com uns poucos, porém bons, truques usa para escalar a sociedade dos vampiros. Ela
novos. sabe que como Giovanni, está em desvantagem,
mas ela pretende mudar isso noite após noite.
Antonella decidiu surpreendentemente se
apresentar à Príncipe, adquirindo o status de
tolerada na Capital. Ela não se tornou um membro
da Camarilla, visto que não seria possível, mas
ao menos sua presença local não se faz um
crime. Apesar de inicialmente ser menor que uma
reconhecida, ela também não é caçada, ficando
logo claro que ela deveria usufruir da oportunidade
para criar fortes alianças que a garantisse uma certa
proteção. Aliando-se a uma coterie da Camarilla,
ela agora lidera uma operação sutil de controle e
influência social, tecendo teias na cultura local e
nos campos artísticos, políticos e sociais – graças
à atuação de sua coterie e a sua própria, é claro.

122 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


Severino, o Gárgula
Quando os pais de Severino se mudaram do
sertão para a Capital, ele foi convencido de que
este seria o fim da fome e sofrimento. A Capital,
porém, só lhe trouxe amarguras. Logo ficou difícil
arranjar um emprego, a fome de novo bateu à porta
e eles então foram expulsos do apartamento. Se
afogando em álcool, seu pai veio a falecer. Sua
mãe foi dois anos depois, agora para as drogas.
Abandonado, Severino virou um sem-teto. A
criança não sabia nada a não ser pedir comida e
rezar. Vivendo no jardim do palácio do museu de
história da capital - porque o centro era perigoso
demais - Severino era vigiado. Os Tremere já
tinham um enorme interesse no local, já que perceberam o sumiço dos seus? E se perceberam,
algumas das ervas que ali cresciam serviam de por que não reportaram? E onde raios eles
componentes para rituais e os Tremere que se conseguem Tzimisce na Capital?
sentiam desconfortáveis com os mistérios do
cemitério buscavam um outro local para performar • O próprio Faust foi feito pelo método antigo.
sua magia de sangue. Apenas não se lembra.
Quando a ordem de “limpar” o local foi • Não há Gárgulas. O que os Tremere estão
recebida, uma figura nas sombras agiu. Um anjo, fazendo na Capela da Capital é muito pior.
como Severino pensa, se revelou. O gárgula
Independente Faust se encantou com as preces Severino, o Gárgula
da criança e, percebendo que ele seria outra Clã: Gárgula Independente
vítima dos Tremere, protegeu o garoto como
Natureza: Criança
pôde. Porém, um ritual de sangue imposto no
local logo o contaminou. Severino cuspia sangue Comportamento: Conformista
e nem o vitae do gárgula era capaz de curá-lo. Geração: 12ª
No desespero, Faust cometeu o crime do abraço. Senhor: Faust
Abraço: 1994
Com o sangue de Severino sugado, junto foram
quase todas as suas memórias. O garoto perdeu Físicos: Força 2, Destreza 2, Vigor 2
todo o sofrimento e dor, sobrando apenas um Sociais: Carisma 2, Manipulação 2,
Aparência 0
leve vazio pela falta de amor. Como seria uma
questão de tempo para os dois serem caçados Mentais: Percepção 3, Inteligência 2,
Raciocínio 2
pelo Algoz, ambos fugiram da Capital. Faust
Talentos: Prontidão 3, Manha 3
treinou o neófito e hoje o usa para espionar os
Tremere, desconfiando de que os mesmos estão Perícias: Furtividade 3, Sobrevivência 3
ainda performando rituais profanos onde gárgulas Conhecimentos: Investigação 2
são reproduzidos de maneira herética e proibida Disciplinas: Vôo 1, Fortitude 1,
pela Camarilla. Ambos inclusive pensam em Antecedentes: Mentor 3
transformar outros para ajudar na causa. Humanidade: 6
Rumores Virtudes: Consciência 3, autocontrole 4,
coragem 2
• Os Gárgulas criadas na Capela são do método Força de Vontade: 5
antigo: orgias de sangue, animal morto, placenta Impressões: Severino é uma criança de pedra,
e outras heresias. Mas onde eles conseguem a por dentro e por fora. Ele se comporta de modo
matéria prima? Por que os Nosferatu e Gangrel não apático, com frases simples e evita contato visual.

CAPITAL BY NIGHT 123


Jacques, A Serpente Comportamento: Diretor
Geração: 10a
O Serpentes da Luz Jacques vai de muitos nomes. Abraço: 1962
Alguns o conhecem por Jax e poucos sequer se Idade Aparente: 18
lembram de seu nome verdadeiro, Djah, enterrado Físicos: Força 4, Destreza 3, Vigor 3
na sua complexa história mística há décadas, Sociais: Carisma 3, Manipulação 3,
quando ele ainda era um praticante da magia do Aparência 4
sangue haitiana. Mentais: Percepção 2, Inteligência 3,
raciocínio 3
Jacques, como ficou conhecido no Brasil, chegou
Talentos: Esportes 2, Empatia 5,
a essas terras muito mais interessado no chamado Intimidação 2, Liderança 3, Manha 3,
que ouvia das Entidades que nos planos do Sabá Lábia 5
de conquistar essas terras. Ambos estão na verdade Perícias: Armas de Fogo 3, Segurança 3.
intimamente ligados, queira ele ou não. Furtividade 3, Sobrevivência 3
Sua devoção o levou a pactuar com Entidades Conhecimentos: Política 3, Direito 4,
Linguística 2, Medicina 2, Ocultismo 5.
há muito adormecidas e não cultuadas desde que
foram conjuradas por escravos africanos que Disciplinas: Feitiçaria do Sangue: Wanga 5
(Corrente de Axé 5, Sorte dos Orixás 3,
buscavam se vingar dos barões do café locais e Manipulação Espiritual 3), Auspícios 3,
esquecidas com o tempo. Com a ajuda do supremo Presença 1
Cardeal Sabá da América Latina, Papa Legba - Antecedentes: Influência: Ruas 3, Jurídico
El Cristo Negro -, Jacques não só avançou nos 3, Alta Sociedade 2, Recursos 5, Mentor
pactos como conquistou seu espaço na sociedade 5 (Cardeal Papa Legba), Lacaios 4, Status
no Sabá 2
política local.
Trilha dos Filhos dos Orixás (Guerra por
Desafiado apenas pelo poder místico do Caern SP, alternativamente Trilha da Morte e
Seita do Abrigo Materno, Jacques tem um da Alma 4)
complexo e lento plano para corromper o local Virtudes: Convicção 4, Autocontrole 2,
em nome de seus Loas. Como o Caern oferece Coragem 4
aos jovens da comunidade carente uma chance, Força de Vontade: 9
Jacques os seduz para abandonar a favela para Perturbação: Esquizofrênico.
trás, oferecendo o brilho de uma vida luxuosa e Impressões: Jacques é um carismático e belo
imoral na política mortal. homem caribenho. Ele exibe um certo gingado e
Sua maior conquista, porém, é hoje tanto o até sua fala possui traços rítmicos. Seu sotaque
seu refúgio como o santuário Hounfour para francês é charmoso, quando não engraçado.
suas práticas religiosas: uma prisão estadual em
que sonhos são destruídos e vidas sem valor são
convertidas à causa do Sabá.
Influenciando inclusive a polícia e setores da
lei, Jacques é capaz de colocar qualquer jovem
idealista atrás das grades e dentro de seu ninho
corruptor, onde até dizem que nos corredores
da prisão há uma forte presença sobrenatural
corruptora claramente sendo sentida…

Jacques Deschamps, A
Serpente
Clã: Serpentes da Luz
Senhora: Viollette LeBatelier
Natureza: Monstro

124 CAPÍTULO 3: DRAMATIS PERSONAE


vitae. Para tal, ele necesita de algumas gotas de
Feitiçaria do Sangue sangue (e não 1 ponto de vitae) de qualquer alvo
que não ele.
Cobra: Wanga ● ● ● ● ● Dom de Axé
A extensa e complexa história de como as
O cainita pode guardar por uma cena extra os
religiões africanas originaram esta prática de
efeitos de nível 1 a 3 e doar seus benefícios para
magia do sangue não caberia em poucas palavras.
outro. Por exemplo, deixando já possível a um
Contrariando o Lore dos Serpentes da Luz, seus
mortal curar 1 nível de vitalidade como no nível
primeiros usuários foram os Samedi do século
3 antes mesmo de entrar em combate.
18, tornando-se popular por todo o Caribe e em
diversas variações após.
Sorte dos Orixás
Mais que uma simples forma arcaica de
Através da ativação de vitae, o vampiro é capaz
Taumaturgia, Wanga é uma série de práticas
de pedir aos espíritos tanto que o abençoe como
religiosas onde seus usuários prestam oferendas
prejudiquem seus inimigos.
e fazem juramentos aos deuses e Orixás nela
contida, sejam eles de práticas Voodoo, Santeria ou ● Mão Acolhedora
qualquer outra religião da matriz Afro-Caribenha. Abençoando a si mesmo ou um alvo, o próximo
É menos sobre repetir fórmulas e mais sobre se teste dele terá que ter mais “1”s rolados que os
conectar com Entidades e seus favores. sucessos do Taumaturgo para ser uma falha crítica.
Como qualquer taumaturgia, o vampiro testa sua Então, se o Taumaturgo obter 3 sucessos, um teste
força de vontade contra uma dificuldade igual a 3 necessita de quatro “1”s para ser uma falha crítica.
+ o nível utilizado. Sorte dos Orixás necessita do
gasto de 1 ponto de vitae por utilização, enquanto
● ● Bênção do Destino
que Corrente de Axé ignora esta regra. Por uma cena uma tarefa tem a dificuldade
baixada em 1
Corrente de Axé ● ● ● Maldição do Destino
Esta Linha Taumatúrgica permite ao usuário Este poder amaldiçoa o alvo com +1 na
substituir a energia Axé por vitae, utilizando dificuldade de um teste específico
pequenos rituais com ervas e extratos raros
somente encontrados em lojas de ocultistas ● ● ● ● Do lado do Destino
verdadeiros. Escolha um alvo. Todos os testes dele terão
+1 na dificuldade e todos os seus testes contra o
● Toque da Vida
mesmo receberão-1
Por uma cena, o vampiro emula condições
humanas, como fazer o coração bater ou corar a ● ● ● ● ● Mão da Punição
pele por uma cena sem gastar vitae. Após amaldiçoar o alvo, cada sucesso na
ativação é um “1” que o alvo precisa superar para
● ● Virilidade das Raízes e Pedras
não falhar ou até mesmo tirar uma falha crítica
Por uma cena o vampiro pode elevar um dos em seu próximo teste.
atributos físicos por um ponto sem gastar vitae
para tal.
● ● ● Sopro de Vida
O Cainita cura 1 nível de vitalidade sem
gastar vitae, contanto que realize o ritual e esteja
completamente concentrado.
● ● ● ● Favor dos Orixás
O vampiro agora pode ativar uma disciplina
que exija apenas 1 ponto de sangue sem gastar

CAPITAL BY NIGHT 125


Capítulo IV:
Conspirações
“É pecado pensar mal dos outros, mas raramente é engano.”
- Henry Louis

Alianças e Desafetos maneira que a Príncipe trata os Anarquistas e


Você pode pensar que entendeu o cenário da pensar que há muito mais uma aliança que um
Capital apenas por conhecer a história da cidade desafeto, mas de fato para entender o grau dessa
(capítulo 1), os vampiros que a habitam (capítulo relação, quem se aproveita disso ou se são só
3) e onde eles frequentam (capítulo 2). No entanto, falsas aparências leva-se tempo e deve-se mover
nada revela mais sobre como a sociedade cainita se esforços. Vampiros são mestres em esconder suas
expressa que através de suas alianças e desafetos. verdadeiras intenções e quem é o que diz não
Como os vampiros se relacionam entre si, que costuma durar muito. Eu aconselho não usar regras
cicatrizes ainda contam, que favores ainda devem para tratar desse assunto. Obviamente contatos
ser pagos e que inimigos foram conquistados é o podem fornecer vitais pedaços de informações
que de fato traz uma cidade à não-vida. e lacaios podem inclusive espiar um membro, e
ainda assim as aparências irão enganar.
Esqueça a estrutura básica de clãs e seitas. Nas
próximas páginas, eu irei te revelar não só esse Alianças não são apenas uma forma de representar
contexto de quem se relaciona com quem, como a dinâmica da cidade, porém. Sua principal função
conspirações que ferem esses arquétipos básicos. é a de inserir personagens jogadores neste contexto,
Por exemplo, alguém pode estar na Camarilla e criando ao narrador oportunidades para que os
ainda assim tramando por sua destruição ou alguém anciãos manipulem os jovens para suas tramas
pode estar na estrutura de seu clã, mas querendo e consigam desafetos que nem são seus nesse
trair seus superiores. processo. Colocar os personagens dos jogadores
em conspirações, participando delas e as tendo
Alianças e desafetos são geralmente difíceis de como antagonistas é uma excelente forma de
serem detectados. Claro que alguém pode olhar a aproveitar este conteúdo.

CAPITAL BY NIGHT 127


Os Obstinados
Conceito: Seguidores da oposição imposta pelo matusalém Malkavian Lionel, os Obstinados não
se contentam em não terem chegado ao poder e o apoiarão a qualquer custo. O conceito central é
derrubar a atual Príncipe Joaquina e eleger Lionel como o seu sucessor.
Membros: Os Obstinados são uma das maiores conspirações da cidade, composta de quase metade
dos membros da mesma, incluindo a maioria dos Malkavians e dos Toreador, além de diversos anciãos.
Estrutura: Lionel lidera sobretudo os Anciãos, controlando por exemplo Lorenzo, o Pierrot Coxo.
Outros possíveis membros: Selina Medrano, uma jovem Brujah que não aceita a Matriarca e quer
se tornar a próxima Primógena. Dr. Russell, um ancilla Malkavian coordenador de um hospital e que
pretende ajudar Lionel para se tornar a futura Senescal dele.
Alianças Abertas: Eles acreditam que os Emergentes estão do seu lado, mas isto não é fatual.
Alianças Secretas: Se Lionel conseguir controlar sua cria Ádria, então os Moto Clube Anarchs
logo estarão do lado dele nesta busca.
Inimigos: Claramente os Leais e os Neo-Anarquistas
Objetivo Atual: Atualmente o grupo se destina a tentar mudar a mente do Primógeno Tremere,
o Preto Velho, contra a Príncipe Joaquina e a favor de Lionel, o que significaria um voto a mais
confirmado. Sendo assim, eles tentarão uma aliança ou até quem sabe destruí-los, caso o Tremere
decida ficar do lado de Joaquina. Além disso, perturbar os Anarquistas contra a Príncipe se tornou uma
prioridade para depô-la. Qualquer ação contra os mesmos com o intuito de perturbá-los é bem-vinda.
sá >

R
o
l
ri

ec
N áve

<

ur
fi

Fi
es

so
To con

el
ec

Vi o
A
In

ta
lia
lo

l
d

>
<

LIONEL
< Ambicioso demais
Gênio insano >

PIERROT ABRAVANEL
>
Fo
<

iro
nt
e d da C
Bo

r
e
do
qu
e L or
bo

ca
fo
uc te

Pe
Fo
ro

<
s

PETRIUS
>

128 CAPÍTULO 4: CONSPIRAÇÕES


Os Leais
Conceito: Fiéis ao principado da Brujah Joaquina, os Leais ainda acreditam que ela é a principal
solução para os problemas da Capital (ou ao menos aproveitam enquanto ela dura no poder).
Membros: Joaquina e toda a sua base aliada pertencem a essa conspiração. Os clãs Brujah e
Ventrue possuem diversos membros que juram lealdade à príncipe, inclusive suas anciãs Lavinia
Albuquerque e Danisha van de Ruit.
Outros possíveis membros: Damião, um Nosferatu ajudante do Algoz e que pretende acabar com
o estigma que o Barata criou. Maísa Dias, uma recém abraçada cria de Joaquina e que quer proteger
sua senhora.
Estrutura: Joaquina é apenas a líder aparente. Nos bastidores, tanto Danisha de Ruit quanto a
Matriarca comandam a conspiração.
Alianças Abertas: Nenhuma, porém eles veem os Sangue Novo como uma oportunidade
Alianças Secretas: Os Neo-Anarquistas controlados por Tim ainda estão sob a influência de
Danisha e por consequência evitando se opor diretamente ao principado, ficando apenas na fala e
não nas ações.
Inimigos: Obviamente os Obstinados por tomar o poder são seus maiores antagonistas e possuem
praticamente metade da cidade. Além deles, os Moto Club Anarchs de Ádria querem destruí-los.
Objetivo Atual: Os Leais tentam agora diminuir a ameaça Anarquista pacificamente, o que
acalmaria os ânimos dos anciãos e trairia estabilidade ao governo de Joaquina. Tentar dialogar, ou
mesmo iludi-los no momento parecem soluções plausíveis, ao menos até ajuda de um Justicar chegar.
>
a
ad
ul

<
ip

Fa
In
an

lsa
co
sa
m

m
jo
te

pe
ve

>
en
In

te
lm

nt
ci

<

JOAQUINA
Fa

Apoio total >


< Aliado Útil

DANISHA MATRIARCA
>
ai a
Um

r
de ado
ap <

s
l
en ipu
ed Tr

m
ra aid

nd an
em or

pe M

te
e
se a

In vel
us

< ifrá
pl

de
an

CASSIANO
c
de
os

In
>

CAPITAL BY NIGHT 129


Os Emergentes
Conceito: Esta conspiração, que se iniciou com o Toreador Natanael, tenta conquistar espaço na
corte, independentemente de sua lealdade. Quem oferecer mais, leva.
Membros: Natanael agita quem está à margem do poder e ainda assim sedentos pelos mesmos,
criando uma rede composta sobretudo por ancillas que ainda não possuam representância como o
informante Malkavian e quase Harpia, Antônio Abravanel, ou o Ventrue Almirante Raimundo de
Albuquerque, que apesar do cargo ainda quer mais.
Outros possíveis membros: Silvia Gomes, uma antiga carniçal de Rodriguez viciada em vitae e
abandonada, implorando para ser abraçada. Mauro, um neófito Ventrue que quer controlar o mercado
de investimentos online e bitcoins.
Alianças Abertas: Nenhuma, se os Leais não cederem, então que os Obstinados tomem o poder
e os ofereçam tais cargos.
Alianças Secretas: Os Tradicionalistas, inclusive o Almirante tenta coordenar os dois grupos em
prol dos seus ideais.
Inimigos: Os Leais. Quem quer que esteja no poder não apoia as mudanças de cargo almejadas
por eles.
Objetivo Atual: Desestabilizar os maiores cargos da cidade, como por exemplo tornar Antônio
Abravanel o mestre de Harpias, depondo o Brujah Cassiano Brandão. Como Antônio então controlaria
o status, ele facilitaria o caminho para que Natanael seja o novo Zelador de Elísio contra Lorenzo
del Monte, o Pierrot Coxo. A conspiração então sabota cada uma das ações dos que possuem cargos.
>
o

<
ri

R
el

et
D
áv
es


eg
er
ec

gr
en
l
N
To

ad
er

o
ad
<

>

NATANAEL
til
Cego Ambicioso >
< Tolo Manipulável

DINÁ ALMIRANTE
qu a >
<

Pr isa

t
ro
In

Fo éspo
om D

ei
de

iss ema
c

D
fo
or
>

ABRAVANEL
<
is

130 CAPÍTULO 4: CONSPIRAÇÕES


Moto Clube Anarchs
Conceito: Os Moto Clube Anarchs são os Anarquistas originais (ou mais “raiz”, como preferem).
Contrariando o movimento mais jovem e tecnológico que Tim tenta impor, os Anarchs querem algo
mais próximo do quintessencial do Movimento Anarquista de Los Angeles, com um líder barão e
uma oposição ativa e violenta contra a Camarilla.
Membros: Vários Brujah, Gangrel e Caitiff independentes se uniram ao Moto Club.
Estrutura: Brandon e Ádria são um casal e controlam o Moto Club, assim como a gangue que
frequenta o local. Brandon quer ser eleito Barão, porém Ádria cresce em poder igualmente.
Outros possíveis membros: Jake, um Anarquista californiano de passado obscuro e que fugiu do
baronato de lá. Rafi, um Assamita anarquista refugiado do cisma do clã nas Noites Finais.
Alianças Abertas: Apesar de oposição, eles ainda são parte do Movimento Anarquista e seguem
os neo-anarquistas de Tim, apenas discordando de grande parte.
Alianças Secretas: Secretamente o Toreador Petrius usa o Moto Club para conseguir vitae de
maneira ilícita, oferecendo certas vantagens na luta contra a Camarilla.
Inimigos: O Principado como um todo, em especial os que estão no poder. Joaquina e seus Leais
devem ser destruídos e não poupados.
Objetivo Atual: Convencer o maior número de Anarquistas a se converterem para o moto clube. Os
Anarchs querem escolher um Barão, um verdadeiro líder. Eles também buscam maneiras de infiltrar
na cidade e matar os anciãos, ativamente. Bo
>
ro

m
ei
Ve or

ba
ad
ad

<

R
rd
lv

el
Pa
Sa

óg
i
or

io
m

>

BRANDON
A
<

Confiável >
< Mercenário

ÁDRIA JP
>
<

ue tro
M
er eit

s
A

?
on
ce
pr

m
M
ná dor
ov

ri

Q
o
a

<
>

ARMANDO
a

CAPITAL BY NIGHT 131


Os Neo-Anarquistas
Conceito: Seguidores do líder Tim, os Neo-Anarquistas prezam muito mais por ações discretas e
indiretas a fim de preservar suas identidades e garantir sua sobrevivência. Utilizando-se de hackers
e meios tecnológicos, a oposição é muito menos ativa e declarada que os do Moto Clube Anarchs,
por exemplo.
Membros: Quer queiram ou não, o Moto Club é parte dos Neo-Anarquistas. Além deles, uma série
de Sangues-Fracos e até gárgulas fazem parte do grupo.
Outros possíveis membros: Cauã, um sangue-fraco grafiteiro que descreve em símbolos os domínios
da cidade. Eleonor, uma Brujah neófita jornalista que investiga os segredos sujos dos membros.
Estrutura: Tim lidera o movimento anarquista sem tomar a posição de “Barão”, afinal o termo é
não só aristocrata como pretensioso.
Alianças Abertas: Os Moto Clube Anarchs, típicos do estereótipo dos Anarquistas de Los Angeles,
ainda fazem parte do movimento, se opondo às decisões que Tim toma constantemente.
Alianças Secretas: Sem saber, Tim é controlado por Danisha e então é protegido pelos Leais.
Inimigos: A Camarilla, sobretudo os Tradicionalistas.
Objetivo Atual: Conseguir mais membros. Eles procuram candidatos ao abraço, sobretudo talentosos
jovens e que ainda assim preferem ficar nas sombras. Um membro errado e a conspiração pode
ser localizada e exterminada. Os Neo-Anarquistas também tentam enganar, manipular ou hackear
carniçais a fim de conseguir informações sobre os anciãos.
us >
a

Pr esp
ad
te is

<

om ei
a
m em

R
O

iss toso
D

or
go sta
en

a Líd
Pe acifi

>
sa
P
ri

TIM
er
<

Inteligente >
< Corajosa

LUCY MÔNICA
>
<

M ira
Ir
In

ri

a
rr
ta
co

an
nt

ue
ns

G
e
qu

>

<
e

ELEONOR
nt
e

132 CAPÍTULO 4: CONSPIRAÇÕES


Os Corrompidos
Conceito: Há uma força sobrenatural corrompendo membros da cidade. Ela se inicia na Capela
Tremere (o cemitério da Santa Casa) e contamina quem tenta manipulá-la. Os Corrompidos
instintivamente querem não só continuar se alimentando dessa fonte, como contaminar mais membros.
Membros: Praticamente toda a Capela Tremere e a Irmã Glória, que pensa em purificar o local,
mas se tornou tão corrompida quanto eles.
Estrutura: Não há uma estrutura definida. Dito isso, a Regente da Capela Tremere, Alba, está tão
contaminada que suas ações favorecem aqueles que estão contaminados também.
Outros possíveis membros: Elias Fuglerud, um mortal que frequenta o cemitério de dia para
prestar as honras à sua falecida esposa. Leon, Tremere neófito sensitivo e medium.
Alianças Abertas: Como a maioria dos Tremere está contaminada, os Tremere então são sua
maior proteção.
Alianças Secretas: Os poucos Giovanni que agora chegam à cidade começaram a se aliar aos
Corrompidos e usar esse ponto para residir na Capital.
Inimigos: Arcontes e Justicares claramente não ficarão satisfeitos em saber da corrupção e agora o
Primógeno Tremere Preto Velho tentará purificá-los, mas se não for possível, então tomará medidas
extremas.
Objetivo Atual: Dentro dos limites dos laços de sangue e discrição, derrotar o Primógeno, o Preto
Velho. Eles também tentam corromper mais membros, recebendo visitas de outras capelas além desta
e ainda de interessados em aprender taumaturgia. O Serpentes da Luz Jacques Deschamps também
sente essa fonte de corrupção e estuda maneiras de aproveitá-la.
Le s >
ém ano
al

<

Le
Pl

al
us

en
Se

>
or

to
Em

ra
,P
til
ã
Pe

ALBA
<

< Pode ser Útil


Pecadora >

ISIS MATIAS
>
ad o
<

id nid
Fa
Po

tim u

o
In er P
de

tic
se

s
Lo ert
rC

isa
uc ida

ec
on

Pr
v

IRMÃ GLÓRIA
<
>

CAPITAL BY NIGHT 133


Os Tradicionalistas
Conceito: Compostos por aqueles que querem manter o status quo da sociedade da Camarilla e
ainda vêem o sistema colonial imperialista como o ideal modelo de sociedade, os Tradicionalistas
esperam manter os cargos dentre os mais antigos e os jovens sob seu total controle.
Membros: Abertamente, os Tradicionalistas seriam todos os anciãos membros do Salão da cidade.
Secretamente esta conspiração exclui Danisha e Matriarca e é liderada pelo Ventrue Manuel Batista,
o Barão do Sangue. Ele coordena em seu casarão a reunião frequentada pelo Ventrue Almirante
Raimundo, o Malkavian Lionel e a Primógena Tremere Alba Dias.
Estrutura: Apesar de Manuel controlar o show, é Lionel quem de fato os lidera.
Alianças Abertas: Grande parte dos Tradicionalistas possuem ideias que os Obstinados buscam,
já que Joaquina é jovem demais e pacifista ao lidar com Anarquistas
Alianças Secretas: Os emergentes apresentam uma oportunidade de expandir sua rede, contato
que eles saibam quem estará no poder caso eles consigam cargos.
Inimigos: Ambos os grupos Anarquistas continuamente sabotam suas ações e querem claramente
cometer diablerie em um deles.
Objetivo Atual: Descobrir mais sobre a ameaça Anarquista, quem é o seu líder e então forçar o
principado a declarar caçada de sangue contra eles. Lionel diz que agora tem meios para tal.


>
ito

<
o
ire
uc

Fa
Lo

ci

G
o

lm

ên
en
Br

io
te
<

>
C
on

MANUEL
tr
ol
Tolo Decadente >

ad
o
< Obcecada

ALMIRANTE LIONEL
sa
m >
au
C
ca
<

Lo

in riar
R

Se
uc
es

t
a
Pa
a
pe

ad
>
ita
do

ALBA
bs
O
<

134 CAPÍTULO 4: CONSPIRAÇÕES


Os Sangue Novo
Conceito: Crianças da Noite ou recém-abraçados que desejam se aproveitar da estrutura da Camarilla
ao invés de se tornarem massa de manobra dos anciãos. Os Sangue Novo buscam desenvolver
influências e conquistar cargos.
Membros: Variados Neófitos e Crianças da Noite de vários clãs.
Estrutura: Não há uma estrutura fixa, porém a Gangrel Diná apresenta mais propostas de como
o grupo possa crescer.
Outros possíveis membros: Judy, neófita Brujah que deseja controlar o território de caça do centro
velho. Joe, um policial sangue-fraco que deseja limpar o sistema judiciário do controle de Fabrício,
o Advogado do Diabo.
Alianças Abertas: Nenhuma
Alianças Secretas: Os Sangue Novo alimentam os Anarquistas contra os Tradicionalistas em busca
de brechas para tomar o poder.
Inimigos: Os Tradicionalistas claramente querem controlá-los ao invés de compartilhar o poder.
Objetivo Atual: Os Sangue Novo aprenderam que favores e segredos são poderosas armas. Eles
se infiltram em todas as outras conspirações, tentando conseguir favores ou descobrir segredos que
os comprometam.
>

In
<
ão

flu
Pe
tiç

en
ca
pe

te
lsa

do
om

>
Fa

ra
C

DINÁ
<

Sábia Conselheira >


< Fraca

VICTORIA HUMBERTO
Um

>
ap <

o
ed Tr

In ros
ra aid

de
em or

il
Po

út
se a
us

<
pl
an

DRA. MARÍLIA
os
>

CAPITAL BY NIGHT 135


Os Cainitas
Conceito: Os vampiros do Sabá voltaram suas atenções para a cidade e começam a identificar
aliados e possíveis traidores da Camarilla.
Membros: Todos os Cainitas da Espada de Caim das cidades vizinhas.
Estrutura: A Sacerdotisa Carmesim coordena de longe toda a movimentação Sabá na cidade,
enquanto que o líder do bando, Derik, coordena os espiões e Jacques Deschamp as formas de
corromper membros locais.
Outros possíveis membros: Goliat Velázquez, um Pander que deseja converter todo o Moto Clube
para a seita. Akemi Toro, uma Malkavian Antitribu que deseja se implantar na rede de loucura local.
Alianças Abertas: Nenhuma
Alianças Secretas: Muitos dos ideais da Espada de Caim condizem com o que os Anarquistas
querem. Uma aliança para destruir a Camarilla local é então estudada.
Inimigos: Obviamente toda a Camarilla deveria desprezar os Cainitas, porém, alguns ainda tentam
ajudá-los apenas para depor ou executar seus inimigos.
Objetivo Atual: Entender como a estrutura da cidade se mantém, revelando quais os pontos fracos
e quem a trairia. Encontrar um refúgio comunal ideal, localizado o mais perto possível do centro e
ao mesmo tempo discreto o suficiente para durar.
>
e t
an

C
sp lev

on
<
e

fiá
rr

to

ve
es
ei
eI

pe

l
te
Su

ita

>
an

da
ist

<

CARMESIM
D

Mentora >
< Aprendiz

JACQUES DERIK
>
In

o
<

ra
nt
st
áv

le
do
Se

o
el

ta
du

Vi
us
>
to

ss
r

AKEMI
<

136 CAPÍTULO 4: CONSPIRAÇÕES


Lista de Conspirações
Os Leais: Aqueles que estão no poder, representando seu apoio à Príncipe Joaquina,
sobretudo os Ventrue e Brujah
Os Obstinados: A oposição contra Joaquina, representando seu apoio a Lionel, como
os Malkavians e Toreador
Os Tradicionalistas: Os Anciãos da Capital e sua vontade de manter o status quo,
incluindo a maioria dos membros da Primigênie e daqueles que possuem cargos
Os Sangue Novo: Jovens que buscam ascender na Camarilla, sobretudo as Crianças da
Noite e Neófitos recém-abraçados.
Os Emergentes: Entre os Anciãos e os jovens há aqueles que buscam cargos, como
os Ancilla e ainda os que se consideram Anciãos nas últimas décadas.
Os Corrompidos: A Capela Tremere e aqueles tocados pelo mistério do Cemitério
Moto Clube Anarch: Os Anarquistas punks iconoclastas originais do movimento, de
oposição direta e violenta contra a Camarilla
Os Neo-Anarquistas: Jovem vertente tecnológica e de oposição indireta à Camarilla,
preferindo minar as influências dos Anciãos sem declarar guerra aberta.
Os Cainitas: Infiltrados e espiões Sabá que decidirão se tomar a Capital em breve deva
ser uma prioridade da Espada de Caim da América Latina

Outras Conspirações e Coteries:


• Os Sanguinários: Time do Toreador Petrus, o Degustador, destinado a capturar vampiros para
extrair e vender seu vitae. Alguns deles são Anarquistas do Moto Clube
• Os Convictos: Coterie daqueles que serviram ao antigo Príncipe Dom Afonso e acreditam que
ele foi na verdade assassinado. Eles procuram provas para incriminar algum membro da cidade.
• Os Devotos: Aqueles que seguem a palavra da Irmã Glória e do Telepastor Humberto, encontrando
salvação dos pecados da não-vida
• Os Farejadores: Coterie daqueles que cuidam da vigia do Aeroporto da Capital, composta
sobretudo por membros Gangrel
• Os Convertidos: Conspiração dos que foram abraçados pelo Movimento Anarquista, mas
perceberam que a Camarilla oferece melhores oportunidades de sobrevivência, como o Douglas.
• Os Zeladores: Coterie temporária do Zelador de Elísio para ajudar na segurança de grandes
PIERROT
eventos anuais, quando a Capital recebe vampiros de vários estados.
• Os amargurados: Conspiração basicamente Nosferatu daqueles que acreditam que Rodriguez
era inocente e foi pego pelas manipulações dos Anciãos
• Os Catárticos: Liderados sobretudo pelo Tremere Preto Velho, os Catárticos sabem que há uma
presença sobrenatural inexplicável contaminando membros da Capital e tentarão dissipá-la.
• Os Administradores: A coterie formada sobretudo pela aliança Ventrue e Brujah tenta controlar
todas as faces do governo da Capital e limitar as influências de Lionel sobre ele
• Os Protetores: Esta coterie se dedica a manter a máscara, criando identidades falsas, sumindo
com provas e controlando a mídia para que nada vaze

CAPITAL BY NIGHT 137


Capítulo V:
Narrativa
“Tem que ter drama. Se não tiver drama, eu faço acontecer o drama.”
- Esteban Tavares

trama do Rodriguez faria todo o sentido. Já se você


O Início se interessou pela perda de humanidade do Barão
Agora que você tem toda a dinâmica da Capital do Sangue e pelo fato de que seu clã agora o vê
em suas mãos, é hora de fechar o livro e contar como um problema, então comece a pensar em
uma história. Nenhum dos capítulos anteriores uma cena onde ele desrespeita alguém ou ameaça
pode ser mais importante que este momento em a máscara .
que você decide um foco, faz escolhas e apresenta
aos seus jogadores. O único objetivo do livro é o Depois de vislumbrar os temas e personagens
de te apresentar ferramentas para contar uma rica que mais te agradam, pare. É hora de encontrar
histórica e nada mais importa. seus jogadores e apresentar a proposta da mesa
para que eles criem seus personagens. Se você
Primeiro, o narrador deve fazer escolhas para não apresentar um breve ponto dos temas que irá
limitar o escopo. Em suma, você simplesmente não abordar, você então corre o risco de criar toda uma
vai decorar cada uma das dezenas de personagens história em que os jogadores irão contra os anciãos,
e seus segredos. Você poderia apenas selecionar apenas para que os personagens dos jogadores
alguns, focar em determinados temas e deixar o sejam justamente Tremere fiéis aos seus anciãos
resto para futuras continuações. Depois de ler tudo, e completamente submissos via laço de sangue,
vá anotando cada inspiração, cada cena que você te forçando jogar toda a história no lixo ou ainda
imagina nessas localidades ou tramas que mais lhe a perceber, durante o jogo, que não é isso que eles
agradam. Se por exemplo você achou interessante buscam, tendo que lidar com escolhas aleatórias.
que o Anarquista Tim seja controlado por um
membro da cidade e então gostaria de narrar uma É hora então de supervisionar a criação de
história sobre esse ponto, anotar então detalhes da personagens.

CAPITAL BY NIGHT 139


quem está aprendendo a dirigir agora, correndo
Supervisionando a Criação o risco de um acidente catastrófico. Não tenha
de Personagens vergonha de negar e, se quiser testar, talvez uma
história “one shot” - curta, que começe e termine na
Você tem basicamente vários papéis durante
mesma sessão de jogo e que não tenha continuação
a criação de personagens. O menos importante
- seja um ponto de partida bem melhor que uma
é esclarecer dúvidas sobre regras e acreditar no
história completa de vários capítulos.
oposto - de que você está lá majoritariamente
para explicar sobre bolinhas e dados - é um erro Seu papel durante a criação de personagens é
grotesco. Não, esse papel das regras é o que fazer anotações sobre as conexões dos jogadores.
menos importa. Se alguém quer comprar uma Disciplina fora do
clã, não cabe somente a você proibir ou liberar,
O primeiro papel é autorizar ou banir
mas também anotar qual então a conexão do
determinados aspectos. O velho “Posso jogar
personagem com seu tutor e tentar inclusive
com um Tzimisce, um Ventrue com Potência
achar alguém da Capital que poderia ter sido
ou um Brujah com uma Trilha da Sabedoria?”.
esse membro. Não é sobre um Ventrue anotando
Se esta for sua primeira história, aconselho
Potência 1 na ficha, é sobre o Ventrue ter um
restringir absolutamente tudo até que você se
tutor Nosferatu a quem ele deve favores por
sinta confortável com os termos do jogo. Então,
ter aprendido tal poder. E se esse Nosferatu for
nada de linhagens, clãs que não sejam Camarilla,
justamente Rodriguez? E se para aprender o
disciplinas fora do clã, linhas taumatúrgicas de
personagem teve que tomar sangue do mesmo? E
suplementos, personagens anciãos e trilhas da
se ele ainda tiver laço de sangue com um caçado?
sabedoria. Nada. Aceite somente o básico e quanto
Será que ele sentiria que Rodriguez ainda não
menos poderoso os personagens, melhor. Narrar
foi destruído? Percebeu agora como a história se
para anciões é como dirigir uma Ferrari, incrível
escreve sozinha durante a criação de personagens?
para quem já entende e complexo demais para

140 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Então, pergunte e anote. O personagem tem
contatos? Ótimo, peça para ele especificar. É
alguém na Política? Legal, os Malkavians, Ventrue
e sobretudo a Príncipe controlam a prefeitura.
Será que eles estão tranquilos com um neófito
agora tendo um informante no local? Você quer
introduzir uma trama em que os Malkavians
estão tentando renovar o Centro Velho e isto irá
gerar um conflito contra os Anarquistas e o Bar
Anarkophobia? Que tal se o contato informasse
ao personagem do jogador que um projeto está
tramitando na câmara agora para arrecadar
investimentos para tal evento? Quanto mais
pessoal sua história for, menores as chances de
os jogadores não se importarem e a ignorarem.
Porém, a mais vital função do narrador na
criação de personagens é de fato descobrir o
que os personagens querem. Se os jogadores não
deixarem isso implícito, você deve perguntar
diretamente quais as aspirações do personagem,
o que ele quer na Capital, se ele almeja algum
cargo e qual será o primeiro passo que ele imagina
para atingir tais objetivos. Anote tudo, pois esta
é a verdadeira base da história.

Criando a História
Criar uma história é tão simples quanto pensar
nessa máxima: tudo o que os jogadores querem,
ou alguém não quer que eles consigam ou alguém
quer exatamente a mesma coisa que não pode ser
dividida. Simples e direto ao ponto. O centro de
toda grande história então não é a luta entre a
Camarilla e o Sabá ou os segredos das profecias
dos Antediluvianos, mas sim a luta, obstáculos,
decepções, traições, falhas e epifanias que os
personagens sofrem ao seguir seus objetivos.
A história, então, é nada mais que alguém
querendo algo e o mundo se opondo. Tome por
exemplo um personagem que quer manter um
domínio. O jogador decide que seu personagem
quer controlar o antigo zoológico da Capital, agora
desativado, e que seu grupo todo o transformará
em um refúgio, inclusive alocando pontos na
ficha para tal. Ótimo, a história poderia ser sobre
os vampiros tentando arranjar favores na corte
para que o Príncipe oficialize tal refúgio como
domínio dos mesmos, garantindo direitos como
punir aqueles que desrespeitarem a área.

CAPITAL BY NIGHT 141


A história também poderia ser sobre um querem, ou alguém não quer que eles consigam ou
poderoso ancião que quer justamente o mesmo alguém quer exatamente a mesma coisa que não
domínio e tentará provar que os personagens são pode ser dividida” porque aí está a sua história.
incompetentes, inclusive forjando algum crime Se opor ao que os personagem querem como
e criando a oportunidade para que eles sejam forma de história é seu objetivo. Tentar criar muito
punidos com a perda do local. A história também e depois adaptar ao gosto dos jogadores e seus
poderia abordar um ex-segurança que suspeita personagens é perda de tempo. Dessa maneira
de atividades ilícitas no local, que observa os você garante que eles ativamente participarão da
personagens e decide caçá-los. Ou talvez o Sabá história, já que é exatamente o que os personagens
pensou que um zoológico fechado seria um ótimo fariam e tudo é extremamente pessoal, os jogadores
refúgio coletivo e arma assassinar os jogadores e se sentirão parte do cenário e raramente irão negar a
tomar o local para si. história. Isso também evita coincidências que firam
E, como narrador, você agora é a resistência a lógica e credibilidade do cenário, especialmente
do cenário que reage quando os personagens dos quando o narrador força certos eventos para que
jogadores agem. Sua função, então, é olhar para a história cruze o caminho dos jogadores e não
esta lista de personagens e conspirações, pensar aconteça naturalmente. Claro que um cainita
no que os personagens querem e se perguntar fugitivo pode bater na porta deles pedindo refúgio
quem não gostaria que eles tivessem sucesso ou magicamente alguém pode esbarrar em um
a ponto de iniciar uma disputa e quem poderia jogador e derrubar uma carta que contenha uma
ajudá-los. Pronto, esses são os personagens do informações vital para iniciar a história, mas esse
narrador - comumente chamados de NPCs, Non- tipo de abordagem deve ficar apenas quando a falta
Player Characters - que você precisará entender de preparação e o conhecimento prévio sobre o
e ler com atenção. Espero que agora você tenha que os personagens querem não exista.
entendido a máxima “tudo o que os jogadores

142 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Horror Pessoal
Uma última nota sobre criação de histórias é
o arco do personagem. Existe um truque muito
bem usado em narrativas avançadas como no
filme O Cavaleiro das Trevas e em muitas outras
mídias que é acrescentar à máxima “tudo o que
os jogadores querem alguém não quer que eles
consigam”, a frase “e tudo o que os personagens
querem não é necessariamente o que eles
precisam”.
E adivinha qual o melhor arco de personagem
possível em uma história de vampiro? O Horror
Pessoal da realização da perda de Humanidade.
Quando a história passa uma rasteira nos
personagens e ao final dela tudo o que eles
acreditavam cai por terra abaixo, fazendo com que
eles terminem a história diferentemente de como
começaram, isso se torna o arco de transformação
pelo qual aquele personagem passou e as mais
comoventes histórias apostam nesse ponto. Tentar
usar cada elemento apenas para tirar as vendas do
personagem que culpa outros por seus erros, para
fazer alguém perceber que o que ele mais ama não
é o que ele mais protege ou que suas ações causam
terríveis consequências é a essência da realização
de que ele é um monstro e, não importa quanto
ele evite, a Besta sempre vence com o tempo. Ou
seja, ele começa achando que quer simplesmente
manter um domínio, mas lá no final da história
ele vai perceber o quanto seu aspecto predatório
e o quanto ele estava disposto a sacrificar por esse
local (talvez até vidas inocentes) simplesmente
não valem a pena.
Voltamos ao exemplo do domínio e do Ventrue
com Potência 1. O Sabá então invade o local e
ele inicia um combate totalmente Mortal Kombat,
com tripas sendo arrancadas, vários ataques por
turno e poderes usados levianamente. Só que o
gasto de vitae aumenta a fome e a violência do
Ventrue, exigindo testes de autocontrole. Se ele
perder para sua Besta, o narrador poderia descrever
que tudo fica vermelho e que o personagem
retorna a si momentos depois, completamente
banhado em sangue e restos mortais distante do
zoológico. Barulhos de sirene anunciam o pior:
há duas viaturas na porta, uma ambulância e
diversos repórteres ao vivo. Em uma maca, passa
um policial completamente desfigurado pelos
golpes e em outra um saco preto carrega um corpo.

CAPITAL BY NIGHT 143


O personagem tem curtos flashbacks do
momento em que policiais invadiram o local
e foram brutalmente atacados por ele. As
consequências não poderiam ser piores: na noite
seguinte, a harpia irá informar ao personagem
que um ancião preveniu que determinadas
informações fossem publicadas, evitando a quebra
da Máscara e, assim, o personagem agora deve
um favor de não-vida ao ancião. O Príncipe irá
puni-lo com a perda do domínio e uma humilhação
no Elísio segue. Mas o pior será a marca em sua
mente, já que seu personagem tem pesadelos
frequentes sobre o incidente, começa a tremer
incontrolavelmente toda vez que vê um policial
uniformizado em puro trauma e, de vez em quando,
durante uma conversa comum, os sons se abafam
e ele ouve os gritos de socorro dos policiais
feridos. Sua face refletida na poça de sangue,
totalmente desumana e bestial, ainda o tormenta
toda vez que ele olhar no espelho. Por diversas
semanas, o personagem estará traumatizado,
representando a perturbação que ele poderia ter
adquirido pela perda de humanidade, se alguma.
Caso ele tenha se arrependido dos atos e não perdeu
humanidade, isto é temporário, senão poderá ser
uma esquizofrenia permanente.
Toda história, mesmo as mais clichês e básicas,
tem o potencial de se tornar uma obra prima
quando se exploram as consequências dos atos
cruéis tomados.

144 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Elenco de Apoio
Raul “Memória dos
Ancestrais”
Lobisomem
Raul nasceu na comunidade do Morro de Abaeté,
mas não cresceu por lá. Seus pais, donos de uma
pequena venda que cresceu e se tornou um grupo
de mercados, logo saíram do local. Por conta dos
parentes, amigos e constantes visitas por conta
de uma filial lá, porém, eles decidiram fazer algo
pela comunidade. As constantes doações e suporte
ao projeto “Abrigo Materno” da amorosa figura
pública, a “Vó”, eram na verdade um sinal do que
seguiria durante sua primeira transformação. estatísticas parecidas e poderes especiais diferentes.
Seria suicídio enfrentá-lo fisicamente.
Raul também é umbandista e tinha constantes
Transformação: Crinos (monstruoso e mortífero
presságios quando visitava o terreiro. Foi naquele lobisomem). Imediatamente em seu turno e ainda ataca
local que ele aprendeu um pouco sobre os mistérios
da noite, sobre a herança que os ancestrais africanos Força 6, Destreza 5, Vigor 7, Raciocínio 3
deixaram e sobre os espíritos que existem no Iniciativa:1d10+ 8
mundo além desse. Garras: 9 dados de ataque, Dano Agravado +6 dados
Após os traumas e confusões da primeira Rapidez: Raul tem 7 ações extras em combate,
transformação, Raul foi acolhido no “Abrigo podendo usá-las todas de uma vez ou aos poucos em
Materno”, sendo apresentado à litania pela “Vó”, turnos diferentes. Use as regras da disciplina Rapidez,
menos o gasto de vitae. Considere-o em Frenesi quando
agora revelada uma pacifista garou que tira garotos utilizar esse poder, perdendo completamente o controle
das ilusões do crime organizado da comunidade de quem ele ataca e não podendo parar.
e os oferece uma nova oportunidade longe dos
Resistência a dor: Raul pode ignorar até o final do
braços da Wyrm. combate todas as penalidades de dano gastando 1 de
Raul então ampliou sua pesquisa. Suas viagens Força de Vontade
para a umbra e conexões com o Caern da chapadas Regeneração: Raul regenera um Nível de vitalidade
dos Guimarães abriram sua mente para uma de dano agravado por turno enquanto transformado.
conexão espiritual profunda, onde ele aprendeu Absorção de Dano: Raul pode absorver dano
com outros Uktenas brasileiros sobre os mistérios agravado como se tivesse Fortitude 7 enquanto
dessas terras e nossos ancestrais. transformado.
Maior que a necessidade de estudar, porém, era a Ressurreição: Uma vez por combate, se todos os
níveis de vitalidade forem preenchidos com dano
sua fúria em proteger tais conhecimentos. Jurando agravado, ele imediatamente rola 7 dados (dificuldade
guardar o Caern - local sagrado dos lobisomens - 8). Cada sucesso recupera um nível de vitalidade de
na comunidade do Morro de Abaeté, Raul agora dano agravado e ele ressuscita em frenesi. Caso vença o
caça qualquer criatura da noite que se aproxime combate, Raul adquire penalidades severas e ferimentos
do que é sacro. Ele começa agora a desconfiar permanentes incuráveis.
que há uma certa influência dos sanguessugas na SentirVampiros: Qualquer vampiro com humanidade
penitenciária abaixo do morro e talvez seja a vez 6 ou menos pode ser detectado através de um teste de
de exterminar a ameaça pela raiz. Percepção + Ocultismo (6 dados), pois eles exalam uma
certa aura que pode ser “cheirada” até horas depois de
Nota: É muito improvável que Raul ataque sair do local.
sozinho. Lobisomens geralmente caçam em Camuflagem Natural: Como o poder de Ofuscação 1.
alcateia. Imagine outros quatro lobisomens com

CAPITAL BY NIGHT 145


Judy, a Gótica
Maga
Judy tem uma história de muitos problemas
e pouco sucesso. Sua mãe faleceu logo na
adolescência e seu pai arranjou uma namorada
rapidamente, a qual odiava. Após vários abusos
no lar, ela fugiu para a Capital com algumas
poucas notas no bolso. Trabalhando ilegalmente
como faxineira de um decrépito bar e padaria,
Judy terminou em um cortiço amargurada com a
vida. Nos poucos momentos livres, ela buscava
paz, visitando o cemitério da Capital e acabou
conhecendo um grupo de feiticeiros góticos.
Namorando um deles, ela logo percebeu que
ele era alguém obscuro, lidando com estranhos pensa em começar a caçá-los. Seu propósito será
rituais e arranjando inimigos no processo. Ela o de ser o ceifador daqueles que causam a morte
não entendia quem eram eles, como havia outros de inocentes.
grupos místicos na cidade e como eles duelavam, Magias: Judy rola três dados para conjurar magias,
apenas que aquilo era uma guerra nas sombras e sendo que os sucessos podem tanto representar a
logo ela estava inserida nesse contexto. duração (para cada sucesso, o efeito é prolongado por
um turno), número de alvos (cada sucesso um alvo
Uma noite, ao sair do trabalho, um homem diferente sofre o dano) ou dano (cada sucesso causa dois
encapuzado a seguiu até o ponto de ônibus. Na de dano automático como potência faria, geralmente
rua deserta, ele sacou uma arma e ela já pensou agravado). Ou seja, dois sucessos representam ou 4
que sofreria um assalto ou abuso. Uma voz em de dano agravado automático em um alvo ou dois de
sua cabeça dizia, porém, para ela fechar os olhos dano em dois alvos diferentes, em qualquer combinação
ao invés de gritar ou correr. O homem não disse que ela desejar.
nada, e apenas apertou o gatilho. Cansada com Judy pode prolongar o teste por diversos turnos e
as dores da vida e pensamentos negativos que a acumular sucessos.
consumiam, ela simplesmente fechou os olhos. Há um problema, porém: cada vez que ela rola um
Mesmo fechados, ela viu a bala, sentiu o cheiro teste, ela acumula um ponto de “Efeito Colateral”,
metálico da pólvora queimada e sabia que estava por alterar a realidade. Se essa reserva acumular 5
pontos de “Efeito Colateral” ou se ela tirar uma falha
morta. Ao abrir os olhos, a bala ainda estava lá, crítica em uma magia, ela rola cada ponto de “Efeito
parada no ar à sua frente. Em pânico, seu assassino Colateral” como um dado e causa contra si um efeito
correu. Ela não exibia nenhum ferimento, mas ao mágico bizarro e doloroso, usando a mesma regra de
tocar a bala, seus dedos se queimaram gravemente. dano e duração, podendo inclusive matá-la no processo.
Judy despertou. A voz em sua mente era na Magias Conhecidas:
verdade um fantasma que lentamente se revelou Corte certeiro: Judy possui uma espada e cada
como uma figura encapuzada, um ceifador. Antes sucesso feito na magia antes do ataque conta como 2
de regressar aos góticos, ela foi encontrada por de potência nesse ataque da espada. Ela precisa gastar
Erva, uma jovem mística que disse ter tido uma então um turno para executar a magia e outro para
atacar. Ela rola 6 dados para atacar e seu dano base é
profecia com Judy e veio resgatá-la. Ela foi só de 4 dados mais esse dano automático da magia.
descobrir depois que os góticos eram alimento de
Rapidez: Judy pode executar uma magia para ganhar
vampiros que circulam pelo cemitério e até hoje
uma ação extra por sucesso.
nem imagina o porquê de eles quererem sua morte.
Obstinada, Judy estudou as leis do Karma como sua Lentidão: Judy também pode fazer o oposto, retirar
de um alvo uma ação extra por sucesso, cancelando
tradição mágica o faz, mas sempre se perguntando a utilização de rapidez dele. Personagens sem ações
qual o papel dos vampiros nos males da cidade. extras se tornam letárgicos, agindo uma vez a cada
Desde então ela tenta observar tais monstros e dois turnos.

146 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Liana, a Segurança
Carniçal
De porte firme e ainda assim vestida elegantemente,
Liana acompanha seu mestre visitando primeiro
cada aposento que ele irá entrar, criando um
perímetro com os outros seguranças mortais e se
comunicando constantemente com eles atrás de
possíveis atividades suspeitas e brechas. Liana
jamais assume, ela investiga.
Parada de Dados:
Iniciativa: +7
Estacar: 8 dados de ataque, dificuldade 9, 4
dados + potência, letal.
Tiro Taurus Calibre .38: 7 dados de Ataque, 3
dados extras de dano. Farias, o Policial
Mortal
Um homem moreno e de largos ombros, Farias
impõe-se fisicamente onde vai. Seu olhar
intimidador representa que ele não está para
brincadeira: um movimento errado, uma resposta
dúbia e ele irá responder agressivamente. Farias
tem alta moralidade e jamais aceitaria propina.
Quem se encontrar em seu caminho é melhor
não ter quebrado a lei e apresentar prontamente
seu RG, bem como responder diretamente cada
pergunta feita.
Parada de dados:
Interrogação: 6dados,demaneiraconstrangedora
e agressiva.
Tiro Taurus Carabina .357: 6 dados de Ataque,
8 dados extras de dano

Tonho, o Criminoso
Mortal
Um meliante valentão, Tonho nunca soube
conseguir o que quer sem usar a força bruta. Ele
se veste como um surfista de roupas de marca,
sempre cobrindo a face com o capuz do blusão
da Rip Curl e seus tênis são sempre os da moda.
Por uma grana extra, Tonho faria qualquer coisa,
contanto que não se arriscasse ser pego pela polícia.
Parada de Dados:
Furto: 6 dados
Tiro Colt .22: 5 dados de Ataque, +2 dados dano.

CAPITAL BY NIGHT 147


uma clínica veterinária 24 horas com seu cachorro
Vitae: Presas Mortais debilitado no colo. Ela caminha em direção
ao estacionamento escuro ao lado do local. Se
Aline: Uma garota de 17 anos de idade, vestida
abordada, ela está assustada e chora. Se agredida,
com um vestido curto e pesada maquiagem, agora
ela desmaia.
desgastada. Ela está saindo de um bar e vai para
casa a pé. Se abordada, ela não irá parar e tenta Vitor: Na porta de um elegante bar, Vitor fuma
desviar o olhar e o caminho de seus predadores. com um copo na mão. Ele aborda os personagens,
Se agredida, ela irá gritar e tentar correr. Seu vitae seja para perguntar, visivelmente bêbado, se
está intoxicado de álcool. alguém tem outro cigarro, seja para dar em cima
de algum deles. Se agredido, ele cairá rapidamente
Severina: A faxineira de uma loja aguarda no
e não consegue se proteger.
ponto de ônibus o transporte para a casa. Fora
do peso e já de certa idade, ela se veste de forma Íngride: Uma criança sem-teto e pedinte. Ela
simplista e assiste distraída a novela pelo celular. veste roupas doadas e rasgadas, parecendo ter
Se abordada, ela irá implorar, dizendo que não apenas a companhia de um cachorro que a segue.
tem nada e tem família. Se agredida, irá chorar e Ela chega quase chorando, pedindo algo para
rezar, tentando se proteger. comer. Se agredida, correrá gritando. O cachorro,
porém, latirá e poderá atacar os jogadores.
Ricardo: Jovem taxista, ele para em frente àa
um bar para um café requentado e se distancia Josias: Um homem religioso, Josias é magro
para fumar. Se abordado ele pensa que será para e alto, caminha com a jovem filha de saia até o
informações e responde. Se agredido, ele tenta calcanhar. Com uma bíblia embaixo do braço, ele
bater no agressor. ora em voz alta. Se abordado, ele irá orar ainda
mais alto. Se agredido, ele tentará proteger a filha.
“Fanho”: Morador de rua esquizofrênico,
Josias não possui Fé Verdadeira.
o apelidado “fanho” fala consigo mesmo
e movimenta-se em grande velocidade. Se Irina: Vendedora de sanduíches na saída
abordado, ele não responde diretamente e continua dos clube noturnos e áreas de bares, Irina está
conversando consigo. Se agredido, ele grita e corre. preparando o porta malas de sua van para iniciar
o trabalho mais tarde. Ela já veste o avental e já
Jussara: Morena alta, do lado de um vazio
colocou a placa com os preços ao lado do carro.
terminal de ônibus. De roupas curtas e provocantes,
Se abordada, ela fala que vai começar logo mais,
ela claramente espera clientes pararem com
confundindo os personagens com clientes. Se
seu carro. Provavelmente ela irá abordar os
agredida, ela tentará entrar no carro e acelerar.
personagens, oferecendo seus serviços. Se
agredida, ela tentará sacar uma faca de sua bolsa Elias: Jovem frequentador de academia, Elias
e revidar. sairá suado e em passo acelerado, como se
ainda estivesse correndo e praticando esporte.
Mauro: Senhor que caminha com seu cachorro
Se abordado, ele ignora e continua correndo. Se
na noite. Ele conversa com o cachorro e lhe fornece
agredido, Elias irá tentar correr para escapar.
comandos. Mauro veste moletom de corrida e
parece não ter medo de andar sozinho a essa hora. Ricky: Homem de porte físico impressionante,
Se abordado, ele ouvirá atentamente. Se agredido, Ricky estará ao lado de um posto de gasolina
ele cai e tenta se proteger. O cachorro se distancia vestido de um jeans apertado e um blusão, semi
e late, mas não ataca. aberto para revelar que ele está sem camisa. Ele irá
abordar os personagens oferecendo serviços, tanto
Dário: Segurança de um hotel prestes a iniciar
sexuais como drogas. Se agredido, ele irá revidar.
seu turno noturno, Dário caminha em direção ao
hotel e para para atender uma ligação. Dário não é Cíntia: Chorando e gritando, ela sai violentamente
forte e já está uniformizado. Se abordado, ele evita da casa de seu namorado. Na rua, ela irá xingar
conversar apontando para o celular. Se agredido, ainda mais e perceberá que sua bateria acabou.
ele correrá para o hotel. Ela irá abordar os jogadores para usar a internet
e pedir um serviço de carona. Se agredida, ela cai
Berenice: Socialite, a mulher sai chorando de
em prantos enquanto se defende.

148 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Elenco de Suporte
Josué:_________________________________________________________________________
Salazar:________________________________________________________________________
Rubem:________________________________________________________________________
Omar:________________________________________________________________________
Jana:________________________________________________________________________
Max:_________________________________________________________________________
Latifa:________________________________________________________________________
Joel:_________________________________________________________________________
Eurico:________________________________________________________________________
Noémi:________________________________________________________________________
Emanuela:____________________________________________________________________
Alina:________________________________________________________________________
Bastos:_________________________________________________________________________
Edgar:_________________________________________________________________________
Vilma:_________________________________________________________________________
Olivia:_________________________________________________________________________
Simone:______________________________________________________________________
Mota:________________________________________________________________________
Cerqueira:____________________________________________________________________
Karem:_______________________________________________________________________
Hellen:_______________________________________________________________________
Jobim:_______________________________________________________________________
Damião:______________________________________________________________________
Amarante:____________________________________________________________________
Leal:_________________________________________________________________________
Wilson:_________________________________________________________________________
Helder:_________________________________________________________________________
Israel:_________________________________________________________________________
Alencar:______________________________________________________________________
Coutinho:_____________________________________________________________________
Carmem:_____________________________________________________________________
Fabiano:______________________________________________________________________
Alex:_________________________________________________________________________

CAPITAL BY NIGHT 149


>

__ ___
<
__ _

__
__ __

__

__ ___
__ __

__

__
__ __

__ ___
__ __

__
__ __

__ __
__ ___

__
__

>
< __

>
<

__

__
__

__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__

__
__
__

>

__
__
<

Mapa de Relacionamento
Conceito da Coterie: ___________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Membros:____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Estrutura: ___________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Refúgio: _____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Alianças: ____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Inimigos: ____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Objetivo Atual: _______________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

150 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Sinopse da História
Conceito: ____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Tema e Atmosfera:____________________________________________________________
Trama Central: _______________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Conspiração Antagônica: _______________________________________________________
Principal Antagonista: _________________________________________________________
Motivações : __________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Possíveis Aliados: _____________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Primeiro Ato (Introdução dos Temas):___________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Segundo Ato (Complicações):___________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Terceiro Ato (Clímax):_________________________________________________________
LIONEL

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Resolução e Possível Continuação: ______________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Tramas Paralelas: ____________________________________________________________
PIERROT ABRAVANEL

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Ideias para Cenas de Caça e Horror Pessoal: _____________________________________
_____________________________________________________________________________
PETRIUS

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

CAPITAL BY NIGHT 151


Extras
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

152 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Extras
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

CAPITAL BY NIGHT 153


Extras
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

154 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Extras
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

CAPITAL BY NIGHT 155


Palavras Finais
Dubai. Pandemia de 2020. Eu me sento todos os dias em frente ao computador e trabalho
neste projeto intensamente. Foi em um dia desses, lendo mais e mais mensagens na minha
caixa de entrada, clamando por ajuda para como começar a narrar de entusiastas de todo
o Brasil que essa luz me veio.
A ideia de fazer um cenário genérico que ajudasse narradores iniciantes não é nova,
porém. Eu tenho um rascunho de seis meses atrás e até o roteiro de um vídeo que nunca
gravei. Mas e por que então agora? Pela quantidade abundante de novas mesas que nesta
complicada era surgem. Não é à toa: as pessoas sempre buscam na arte formas de expressar,
digerir ou esquecer a realidade. Era então importante concluir este sonho agora.
22 de Abril de 2020, em uma data tão representativa, eu subo o post na comunidade
do Facebook em que o personagem do Yan Queiroz, o Barata Cascuda, é publicado.
Anteriormente eu havia postado uma localidade e dito que havia essa possibilidade de
enviarem seus personagens para o cenário e desde então dezenas e mais dezenas de
personagens foram recebidos.
Não demorou para precisar de ajuda, e nesse momento o Welton Pereira apareceu. Já
havia visto todo o seu talento na criação da história o Credo do Anjo Perdido - ideia original
dele e do talentoso Yan, um presente que recebi e tive o prazer de ajudar a desenvolver e
diagramar - e foi um prazer tê-lo no time. Welton trabalhou incessantemente na revisão
e em textos adicionais para que hoje você tivesse esse resultado final. Outro que trouxe
todo o seu talento foi o Igor Spala, ajudando a preencher cada lacuna e necessidade de
personagens que faltavam. Se a Capital possui exemplos diversos dos vampiros que lá
habitam, isso se deve em grande parte ao Igor.
Eu só tenho que agradecer. A comunidade foi generosa em confiar em minhas habilidades
a construção desse mundo. O intrincado quebra-cabeças em que cada um colabora com
uma peça diferente deu trabalho para ser montado, confesso. Começar a citar nomes é
falhar em agradecer a todos. Eu já até receio a raiva de quem não teve seu personagem
escolhido ou a voz sempre negativa dos que nunca produzem nada para o RPG nacional,
mas adoram criticar qualquer iniciativa - a galera do “não faço, mas se fizesse faria melhor”
me assombra constantemente.
Mas é para você, para o narrador que leu o livro básico e não sabe exatamente por
onde começar. Para você, que irá entreter e emocionar por horas e mais horas um grupo
de amigos. O RPG me trouxe grandes alegrias e eu espero que você, da nova geração
de narradores, experencie parte ou até mais do que eu nessas mais de duas décadas de
Vampiro: a Máscara senti. E, se me cabe um último conselho: transforme o jogo em arte.
Entenda que boas histórias transcendem o lúdico do jogo e modificam pessoas. Você pode
causar um impacto muito maior nas pessoas a sua volta. A humanidade vem fazendo isso
há milênios e espero que um dia seus filhos e netos continuem esse maravilhoso legado.

-Ro Tico Amadeu, Junho de 2020.

156 CAPÍTULO 5: NARRATIVA


Nome: Natureza: Clã:
Jogador: Comportamento: Geração:
Crônica: Conceito: Senhor:
Atributos
Físicos Sociais Mentais
Força ___________ OOOOO Carisma__________ OOOOO Percepção _________OOOOO
Destreza __________ OOOOO Manipulação _______ OOOOO Inteligência _________ OOOOO
Vigor ___________OOOOO Aparência _________ OOOOO Raciocínio______________ OOOOO
Habilidades
Talentos Perícias Conhecimentos
Prontidão __________ OOOOO Empatia c/Animais ________ OOOOO Acadêmicos_________ OOOOO
Esportes ___________ OOOOO Ofícios _____________OOOOO Computador__________ OOOOO
Acuidade __________ OOOOO Condução _____________OOOOO Finanças ___________ OOOOO
Briga _____________OOOOO Etiqueta __________ OOOOO Investigação ________OOOOO
Empatia ___________ OOOOO Armas de Fogo ___________ OOOOO Direito ______________ OOOOO
Expressão _________OOOOO Furto ___________ OOOOO Medicina __________ OOOOO
Intimidação ________ OOOOO Armas Brancas _____________OOOOO Ocultismo ____________ OOOOO
Liderança _________OOOOO Performance ________ OOOOO Política ____________ OOOOO
Manha __________ OOOOO Furtividade ____________OOOOO Ciência____________ OOOOO
Lábia _________ OOOOO Sobrevivência ___________ OOOOO Tecnologia _________ OOOOO
_________________OOOOO _________________OOOOO _________________OOOOO
Vantagens
Disciplinas Antecedentes Virtudes
_________________OOOOO _________________OOOOO Consciência/Convicção__OOOOO
_________________OOOOO _________________OOOOO
_________________OOOOO _________________OOOOO Autocontrole/Instinto ___OOOOO
_________________OOOOO _________________OOOOO
_________________OOOOO _________________
LIONEL
OOOOO Coragem ___________OOOOO
_________________OOOOO _________________OOOOO

_______________________ Humanidade/Trilha Vitalidade


_______________________ __________________ Escoriado �
_______________________ OOOOOOOOOO Machucado -1 �
Atitude :___________( ) �
_______________________ Ferido -1
_______________________PIERROT Ferido Gravemente
ABRAVANEL
-2 �
_______________________ Força de Vontade Espancado -2 �
_______________________ Aleijado -5 �
_______________________ OOOOOOOOOO
Incapacitado �
_______________________ ����������
_______________________ Fraqueza
_______________________ Pontos de Sangue
_______________________ ���������� Experiência
_______________________ PETRIUS

_______________________ ����������
Sangue por Turno :_____
Atributos: 7/5/3 • Habilidades:13/9/5 • Disciplinas:3 • Vantagens:5 • Virtudes:7 • Pontos de Bônus:15 (7/5/2/1)
“Rá! Eu aposto que até hoje você deva estar se perguntando
‘Por que foi que eu voltei? Hahaha Que Cagada!”

A risada grotesca do Barata ecoava pela ampla galeria. Na


escuridão, apenas ele, sua lanterna e o caixão aberto eram
visíveis. Em tom de escárnio, o Barata faz uma voz infantil
“Não, não pode ser! Por que vocês não deixaram o Lionel
ser Príncipe? Ele sempre me deu os melhores boquetes!
Hahahahaha”.

O Barata fixou seus olhos no homem pálido dentro do


caixão. Os vermes corroendo a roupa pomposa da nobreza
portuguesa, a teia de aranha na boca aberta do velho ali
deitado e as cavidades oculares já ocupadas pelas carcaças
de insetos que a aranha consumiu ao longo de muito tempo.

“Como pode alguém ser tão burro! Quer dizer, você tinha
tudo, ainda achou que esta merda de cidade não valia a
pena, decidiu voltar depois de receber esta carta do seu
senhor - acredite, deu um PUTA trabalho escrever com o
jargão arcaico tosco que só ‘vosmecê’ usam. Hahahaha”

Outra pausa para gargalhadas solitárias.

“Forjar a assinatura e brasão dele foi até fácil, mas aquela


merda de dialeto português de mil-e-meu-senhor-queimou-
na-fogueira-da-inquisição, que caralho, viu!”

Em um movimento rápido e brusco, o Nosferatu agarra


um rato e já rapidamente arranca-lhe a cabeça.

“Sabe, eu até queria dividir essa refeição com você. Não


que eu queira sua companhia, longe disso. Eu sempre te
detestei e isso era óbvio. Não. Eu queria era te despertar
para que você visse o que fizeram com o seu Império: uma
quase sangue-fraco no poder, os Ventrue covardemente se
escondendo e os anarquistas queimando a cidade que você
tanto lutou para colocar de pé.

Mas esta não é a sua noite, Dom Afonso de Bragança. Quem


sabe na próxima eu não te desperte?”

O PURGATÓRIO FICA NA TERRA...


A Capital. Durante séculos, o principado português colonial controlou o que hoje
compõe milhões de mortais que se aglomeram em um espaço urbano decrépito. A
podridão e corrupção são reflexos diretos de seus líderes que, sedentos por poder e
pelo sangue dos inocentes, exploram e consomem cada vida mortal.
Na Capital, ou você é o predador, ou se torna a presa.

...E ESTÁ PRESTES A SE TORNAR UM INFERNO!


Com a partida do antigo Príncipe, a propalação do Movimento Anarquista culminou
na escolha de uma Principe Brujah, jovem demais para controlar os anciãos e
inexperiente demais para atender às demandas das insatisfeitas Crianças da Noite. Já é
possível cheirar o aroma metálico de sangue no ar, enquanto que muitos se aproveitam
do clima de instabilidade para dar seu xeque-mate. É um momento de calamidade,
oportunidades, desespero, quebra de alianças e traições.
Que lado você irá apoiar?
Afinal, esta não é qualquer Capital. Esta é a sua Capital.

O livro Capital by Night inclui:


• Uma cidade completa, perfeita para representar qualquer cidade grande brasileira.
• Dezenas de vampiros de todas as seitas e que representam a pluralidade de uma
Capital brasileira, prontos para serem inseridos em qualquer campanha.
• O Credo do Anjo Perdido, uma história pronta para ser jogada na Capital ou
acoplada ao seu próprio Cenário.
• Tramas, localidades, dicas para narradores iniciantes e muito, muito mais!

Você também pode gostar