Você está na página 1de 281

■Bom-dia!

Bom-dia! Como vai o senhor?


Bem, obrigado. E o senhor?
Bem, obrigado. Sente-se, por favor.

O senhor é o novo engenheiro?


Sou, sim.
Como é o seu nome?
Tomás Lima.
De onde o senhor é?
Eu sou de Ouro Preto, mas moro em São Paulo.
Onde o senhor mora? No centro da cidade?
Não, moro na Avenida Paulista. Aqui estão meus documentos
ótim o. O senhor começa hoje mesmo. Boa sorte!

-O i. Diretor: - Seu Oliveira, este é Tomás Lima, o novo


-O i. engenheiro.
- Você é a secretária deste departamento? Sr. Oliveira: - Muito prazer.
- Sou. Tomás Lima: - Muito prazer.
- Como você se chama?
- Marina.
- Você é de São Paulo?
- Não, não sou. Sou do Rio de Janeiro. E você?
1.0 senhor é médico? 4. A senhora é diretora? 7. Você é secretária?
S o u ,____________ Não,______________ Não,

2 .0 senhor é professor? 5. A senhora é brasileira? 8. Você é engenheiro?


Não,______________ Não,______________ Não,

3. A senhora é professora? 6. Você é estudante? 9. Você é italiana?


S ou,________________ Sou,___________ Sim,

Eu moro no centro da c

em de
A porta carro. 0 professor está escola.
em + 0 = no de + 0 = do
A porta casa. 0 aarcom está restaurante.
em + a = na de + a = da
em + nos de + os = dos As oortas escritórios. Os motoristas estão carros.
i/i
II
o

em + as = nas de + as = das As portas escolas. Os documentos estão armários.

C. Onde estão os projetos dos engenheiros? Estão nas gavetas do escritório.

1. (a secretária) Onde, etfóá a g&on-etár-ia?


(a sala/o presidente) Ostána soda dopr&gidesnfo.

2. (os livros) ________________________________________________________________


(os armários/os estudantes) _________________________________________________

3. (o professor)___________
(a sala/o diretor) _______

4. (as chaves/as p o rta s)___


(as gavetas/as secretárias)

5. (o dinheiro/a firma) _____


(o cofre/o banco)_______

6. (os carros/as professoras) _


(o estacionamento/a escola)

7. (o cliente)_______________
(o consultório/o médico)

8. (os documentos/os engenheiros)


(as gavetas/as mesas) _________

9. (o paletó/o médico) ____


(o armário/o consultório)

10. (as chaves/o carro)_____


(o armário/a sala)______

11. (os planos/a nova fábrica)


o
(a gaveta/o engenheiro)
c
12. (os óculos/o professor)
(o bolso/o paletó) ___

2
Eu sou da Itália, mas moro em São Paulo, no Brasil.

>cê mora? / Onde o senhor mora?

'/.oro no Brasil. / Moro em São Paulo. / Moro na Avenida São João. Países Cidades
o Brasil São Paulo
*. Onde você mora? (Brasília)
a China Pequim
Onde você mora? (São Paulo) o Japão Tóquio
Onde o senhor mora? (Itália) . a França Paris

Onde a senhora mora? (Alemanha) a Alemanha Berlim

, Onde você mora? (Boston)_______


Exceções: Exceções:
. Onde você mora? (Peru)_________ Portugal o Rio de Janeiro

Onde você mora? (Rua da Luz) Marrocos o Porto (Portugal)


Israel o Cairo
Onde o senhor mora? (Avenida Brasil)
Cuba
. Onde a senhora mora? (Avenida Tiradentes)
Ruas e avenidas
. Onde o senhor mora? (Rio de Janeiro) ____
a Avenida Copacabana
nos. Onde você mora? (Portugal) ____________
a Rua Tupi

B. onde voce é? / De onde o senhor é?

do Japão. / Sou de Tóquio.

1. De onde você é? (Paris)

2. De onde você é? (Londres)

3. De onde o senhor é? (Nova York).

4. De onde a senhora é? (Berlim)__

5. De onde a senhora é? (Tóquio)______

6. De onde você é? (Espanha)_________

7. De onde o senhor é? (México)_______


/
/ U W f

8. De onde a senhora é? (França)______

9. De onde você é? (Canadá) _________

10. De onde você é? (Roma)___________

11. De onde você é? (Portugal)_________

12. De onde a senhora é? (Rio de Janeiro)


- Onde está a chave da casa? - Onde estão as chaves do carro?
Onde?
- Está na gaveta da mesa. - Estão no carro.

- Estão no armário do escritório.

- E onde estão as chaves da porta? - Estão na gaveta da mesa.

- E onde estão as chaves do carro? - Estão no carro.

- E onde está a carteira? - Está no bolso do paletó.

- E onde estão meus óculos? -A divinhe!

Modo indicativo - Presente simples

SER - Presente simples


Eu sou Nós somos
Vocês moram aqui no Rio?
Você Vocês
- Vocês moram aqui no Rio?
Ele é Eles são - Não. Somos mineiros e moramos em Belo Horizonte.
Ela Elas Estamos aqui em férias.

ESTAR - Presente simples


Eu estou Nós estamos
Você Vocês
Ele está Eles estão
Ela Elas

MORAR - Presente simples


i 1
Eu moro Nós moramos
Você Vocês
Ele mora Eles moram
Ela Elas * yt e
Praia de Ipanema - Rio de Janeiro/RJ.
A. Vocês são mineiros?
Somos, sim. Mas nossos amigos são paulistas.

©Alexandre Fagundes De Fagundes j Dreamstime.com


i~i
estátua do Cristo Redentor - Rio de Janeiro/RJ. Igreja de São Francisco de Assis - Belo Horizonte, Minas Gerais.

B. Você mora em São Paulo? Moro, sim.


1. (começar) Você________________ o curso amanhã. Eu hoje.
2. (morar) Você_____________________________ aqui?__ , sim.
3. (morar) Eu não________________ em apartamento. E você?
4. (morar) Nossos amigos, _______ na Espanha.
5. (falar) Ele___________ inglês e alemão e ela espanhol.
6. (morar) Vocês não. _______ no Brasil? ., sim.
7. (falar) V o cê _____ .francês, mas eu não______
8. (entrar) N ó s ____ _ no escritório do advogado.
9. (entrar) A secretária ___ _______ na sala do chefe.
10. (trabalhar) A senhora__ muito? Não, não muito. Não. muito.
11. (morar/trabalhar) O senhor no Rio de Janeiro? Onde o senhor. ____ ? No centro da cidade?
12. (morar/falar) N ó s ______ no Brasil e _______________ português.
-,v 13. (perguntar) O d ire to r___ . o nome do novo advogado,
14. (morar/falar) Meus filhos em Londres e ________ inglês.
C. Dncls você vs:;ê? '; 'oo?',- v ::
1. E u _________________ no aeroporto.
2. Luís_________________ em São Paulo?_________________ ,sim.
3. Os advogados_________________ no escritório? Não,n ã o __________________.
4 .0 m édico_________________ no hospital? Não, n ã o _________________ .
5 .0 d in h e iro _________________no cofre.
6. Vocês_________________ na fábrica?
7 .0 liv ro _________________ no armário? Não, não________________ .
8. Você________________ no consultório?
9. N ó s_________________ na praia e e les_________________ na montanha.
10. H elen_________________ em Nova York, mas Teresa e A n a _________________ em Paris.
11. E u __________________ aqui.
12. Os planos_________________ na firma.
13. N ó s_________________em São Paulo, no hotel.
14. A chave_________________ na porta?_________________ , sim.
\

D. jrstía está o d ire to r?


Está na fábrica.

i.______________________________ ?
Está no banco.
2. ?
Está na praia.
3. ?
Estou aqui.
4. 7
Estamos aqui na sala.
5. ?
Está no consultório.

E. ;-;o bvoco?
Náo, náo está. Está na firma.

i. ?
Não, não está. Está no Japão.
2. 7
Não, não estamos. Estamos na fábrica.
3. ?
Não, não está. Está no consultório.
4. 7
Não, não estão. Estão no escritório.
5. 7
Não, não está. Está na gaveta da mesa.

6
Texto narrativo
No aeroporto

Estamos no Aeroporto do Rio de Janeiro. O Rio de Janeiro é uma cidade bonita,


com muitas praias e montanhas.

Nossos amigos, Paulo e Luísa, são cariocas e moram aqui.


Ele é engenheiro e ela é secretária de uma firma de importação e exportação.

Nós somos paulistas e moramos em São Paulo, a maior cidade do Brasil.


Estamos no Rio em férias.
A. A cada imagem corresponde uma frase. Qual é?

Ela entra
Os documentos Nós estamos na
no escritório
estão na bolsa. sala de televisão.
às 8 horas.

B. Complete o diálogo. Use você (tratamento informal).

Tomás: _________________ Luísa: Moro na Rua Augusta. E você?


Luísa: Bom-dia! Tomás: ___________________________
Tomás: _________________ Luísa: Eu gosto muito dessa rua.
Luísa: Bem, obrigada. E você? Tomás: ___________________________
Tomás: _________________ Luísa: Não, não sou. Sou médica. E você?
Luísa: De onde você é? Tomás: ___________________________
Tomás: _________________ Luísa: O novo engenheiro da firma?
Luísa: Sou de Porto Alegre. Tomás: ___________________________
Tomás: _________________ Luísa: Boa sorte!

C. Retome o diálogo acima. Use o senhor / a senhora (tratamento formal).


5
í(2®tSBBD®g1

l o i o
_ 7

\1

A cidade
Paulo: - Venha comigo. Vou mostrar a cidade para você.
João: - Para onde vamos primeiro?
Paulo: - Vamos para o centro, de ônibus. Há um ponto de ôni­
bus ali na esquina.
João: - De ônibus não. Temos tempo. Vamos a pé.
Gosto de andar. E você?
Paulo: - Eu também gosto. Veja! Esta é a parte antiga da cidade.
Este prédio aqui é o Correio. Aquele prédio ali é a Pre­
feitura. Aquele prédio lá, naquela esquina, é o cinema.
João: - Estes prédios são antigos. Gosto deies. E você? Você
também gosta?
Paulo: - Gosto muito. São muito bonitos. Mas há prédios mo­
dernos também. No subúrbio. A estação rodoviária, por
exemplo, é nova. A estação antiga não funciona mais.
João: - E o aeroporto?
Paulo: - É moderno, também. Tem 5 anos.

Uma informação, por favor! l i a


- Uma informação, por favor!
- Pois não.
- Há um ponto de ônibus nesta esquina?
- Não, aqui nesta esquina, não. O ponto de ônibus
é aíi, naquela esquina. Há outro ponto lá, mais
longe. Você está vendo?

9
-
PARK | Há uma casa antiga na rua principal.
21 J um homem uma mulher

A. 1. Há_____________ carro e ______________ bicicleta na garagem do prédio.

2. Há_____________ professora e ______________ aluno na sala de aula.

3. Aqui no centro, h á _____________ estação rodoviária antiga.

4. Nesta avenida aqui, h á _____________ hotel muito bom e _____________ cinema.

B. 1. O que há na sua bolsa? 2 .0 que há no prédio onde você trabalha?


Na minhabolsa, h á __________ chave, No meu prédio, há __________ escritório de engenha
___________documento importante, __________ clínica,

___________ carteira com pouco __________ consultório médico,

dinheiro. Mais nada! __________ dentista muito bom ...

e várias salas vazias.


IR - Presente simples
|PARE |
Modo indicativo - Presente simples
Eu vou Nós vamos
Você Vocês
Ele vai Eles vão
Ela Elas
A. Para onde vamos? Vamos para o centro.

* * *
1. (Brasília) Para onde vamos? _________________

2. (aeroporto) Para onde vamos? ______________

3. (Estação Rodoviária) Para onde ele vai? _______

4. (ponto do ônibus) Para onde você vai?________

5. (França) Para onde Antônio vai?______________

6. (Paris) Para onde a senhora vai?______________

7. (fábrica) Para onde eles vão? ________________

8. (Belo Horizonte) Para onde você vai? _________

9. (Canadá) Para onde vamos?_________________

10. (Avenida das Bandeiras) Para onde vocês vão? _

11. (consultório) Para onde os médicos vão? ______

12. (São Paulo) Para onde Paulo e Luísa v ã o ? ______

13. (hotel) Para onde Luísa va i? _________________

14. (correio) Para onde vocês vão? ______________

15. (Rua 7 de Setembro) Para onde o senhor vai? __

B. Complete com ir.


João, meu m arido,___________________ para o escritório ee u ___________________ para o banco. Meus filhos
para a escola. Ao meio-dia, nós___________________ para casa. Hoje, João não___________________ para o escritório. Ele e
e u ___________________ para o Rio de Janeiro.
-? -
Eu vou de ônibus... Eles vão de metrô.
Ir de, Ir para/a
ir para/a Eu vou para o centro. Eu vou para a escola.
Eu vou ao centro. Eu vou à escola.

de trem
de bicicleta de ônibus
de navio de carro

de metrô de avião

A. Eu vou de ônibus para a cidade.


1. (táxi) Eu vou de, tá x i para o centro.

2. (carro) Nós_______ ___________________ à fábrica.

3. (avião) Eu____________ _____________ - P ^a o Canadá.


4. (avião) Paulo e Luísa para o Rio de Janeiro.
5. (navio) Vocês não__ para os Estados Unidos.
6. (metrô) Os funcionários _____para a academia.
7. (a pé) Nós___________ à universidade.
3. (ônibus) Você. ___ para o escritório.
9.(trem) Luís não. ____ para casa.
’0. (bicicleta) Os meninos ___________para a escola.

B. Como vamos para o centro? Vamos de ônibus.


.? Vamos de avião.
2.. _? Ele vai a pé. É mais agradável
3.. _? Vou de metrô.
4.. _? Vou de trem.
5.. _? Elevai de navio.
6.. .? Vamos de ônibus.
7. . ? Eles vão de táxi.

8.. _? Eles vão de carro.


9.. _? Ela vai a pé. É perto.
'O. ? Elas vão de navio.

11
Distâncias
aqui / aí com você / aii na esquina / iá no Japão

Este livro Esse banco Aquele engenheiro


Esta bolsa Essa loja Aquela secretária
aqui
Estes livros Esses bancos (perto de você) Aqueles engenheiros
Estas bolsas Essas lojas Aquelas secretárias

Estes carros aqui são modernos. Esses documentos aí são importantes?


Aquelas praias lá são bonitas.
1. ______________
_ banco aqui é importante na cidade.

2. _ . prédio ali na esquina é grande e tem muitos escritórios.

3.. . ponto de ônibus ali na esquina é novo.

4._ . bolsa aí perto de você é de Laura.

5.. . casa lá na esquina é bonita.

6.. _salas aqui têm muitas mesas.

7.. . chaves aí na mesa são de Lúcia?

8.. _cofres ali têm muito dinheiro.

9.. .fábrica lá no subúrbio é muito grande.

10. informação aqui no livro é importante.

Neste(s), nesta(s) / Naquele(s), naquela(s) em + este = neste de + este = deste


Deste(s), desta(s) / Daqueie(s), daquela (s) de + essa =

em + aquele = de + aquele =
Ele não trabalha nesta loja aqui. Ele trabalha naquela loja,
ali na esquina. em + aquela = de + aquelas
Eu não gosto deste restaurante aqui. Eu gosto daquele
restaurante lá na esquina. I

B. (ponto de ônibus/esquina) Há um ponto de ônibus nesta esquina aqui.


1. (médico/consultório/aqui)__________________________________________________

2. (aeroporto/cidade/lá)______________________________________________________

3. (posto de gasolina/esquina/ali) ______________________________________________

4. (muitos livros/armários/aqui) _______________________________________________

C Complete a frase. Siga o exemplo. Ele é professor e trabalha naquela universidade lá no subúrbio.
1. Vocês gostam ____________ carro estacionado ali na esquina?

2. Nós moramos a q u i,______________ prédio.

3. Eu gosto das aulas______________ professora aqui da nossa escola.

4. Onde você trabalha? Aqui p e rto ______________ escritório ou lá nosu búrbio,_______________ empresa de informática?

12
5. Você fala muito. Você________ falar, não é?

5. Esta praia é calma. Eu_________.

7. Q uem __________ nosso chefe? Quem?

8. Elas não__________ professora lá da universidade.


Ela é muito complicada.

----- 9. Nós______________ conversar com amigos.

______ '0. Nós__________ vocês. E vocês? Vocês___________ nós?

B. .t a ( asa ê moderna. Gosto dela.


1. Estas casas são antigas. G osto______________________

2. Esta cidade é antiga.______________________________

------------ 3. Este aeroporto é m oderno.________________________

4. Aquelas mesas são modernas._____________________

5. Aquela carteira é nova.___________________________ *

6. Meu carro não é velho.____________________________

7. Minhas amigas são simpáticas._____________________

8. Minha casa é grande._____________________________

9. Meu carro é antigo.______________________________

*0. Meus livros são antigos.___________________________

nática?

Maceió, Alagoas.
13
D* Gosto do aeroporto desta cidade, Gosto da parte velha da cidade
1. Eu posto • m u ito __________ am igos_____ João.

2. Meus amigos postam muito _ vida alegre no Rio.

3. Você gosta__________ planos _ novo diretor?

4. Nós gostamos. prédio _____Correio.

5. Este diretor não gosta secretária.

6. Eles gostam ______ filmes de terror.

7. Gostamos nossa casa na praia.

8. Ela gosta casa da Mônica, mas não gosta Mônica.

9. Ela gosta m u ito . Shopping novo. Ela está sempre lá.

10. Eu gosto m u ito ___ livro de Português. E vocês? Vocês gostam?

11. Vocês gostam ___ trabalhar aos domingos? Eu não!

12.Quem gosta. ___ pizza deste restaurante? Quem?

13. Nós não gostamos ____ viagem para a Bahia. Choveu muito.

14. Meu amigo gosta _ praias do Rio. Todo ano ele vai para lá.

15. Os paulistas gostam m u ito . metrô.


Todo dia milhões de pessoas vão de metrô para o trabalho.

E. Aqui no mapa, veja! O aeroporto desta cidade aqui é longe do centro.


1. Veja__________prédio ali! Quem gosta__________ prédio?

2. Eu gosto__________ firma aqui. Você também?

3. Minha amiga gosta__________livro ali.

4. As cidades__________ região aqui no mapa são importantes.

5. As ruas__________ cidade lá são muito estreitas.


A cidade é muito antiga.

6. As portas__________ salas ali estão abertas.

7. A chave__________ gaveta aqui está na mesa.

8. Os clientes__________ empresa aqui são americanos.

9 .0 p rojeto__________ ponte lá no subúrbio é muito moderno. Gosto____

10. Os documentos deste diretor estão_________ gaveta ali perto da porta.

TER Presente simples


Modo indicativo - Presente simples
Eu tenho Nós
Você Vocês
A. Eu tenho dinheiro no banco.
1. Luís e Teresa quatro filhos. 9. Nós um amigo em Recife.

2. Quem tempo? Você ? 10. Vocês livros novos no armário.

3. Não, eu não tempo. Nunca! 11.0 Rio de Janeiro muitos turistas.

4 .0 Brasil muitas cidades antigas. 12. A senhora dinheiro?

5. Esta cidade muitos prédios modernos. 13. Não, eu não dinheiro. cartão
de crédito.
5. Aquele prédio ali oito andares,
14. Nós parentes em Porto Alegre,
7. Estas montanhas muitas casas bonitas,
15. Meu filho quatro anos. E o seu?
3 .0 senhor sorte. Parabéns!

B. Você tem dinheiro? Não, na o tenho dinheiro. Tenho cartão de crédito.


'.E le te m uma casa? (apartam ento)_________________________________________________________________________

2. Eles sempre têm sorte? (a z a r)_____________________________________________________________ . É um problema ...

3. Nós temos dinheiro no banco? (dinheiro na fir m a ) ___________________________________________________________

4. Vocês têm a chave do carro? (chave da casa) ________________________________________________________________

5.0 médico tem casa na montanha? (casa na praia) ________________________________________________ ________ __

6. Os armários têm documentos? (liv ro s )_____________________________________________________________________

7. A estação rodoviária tem trens? (ônibus)____________________________________________________________________

5. Eles têm amigos na China? (amigos no Japão) ________________________________________________ . São bons amigos.

C. \ cada imagem corresponde uma frase. Qual e?


^ A R l^

NÓS Que azar!


<

amigo nosso carro -A i! Ai! - A i! Meu pé! -Q u e azar! - Não foi


amiga nossa casa Minha Desculpe! nada.
amigos nossos filhos cabeça!

amigas nossas filhas

A. (nós) Nossa casa não é grande.


1. (nós)____ filhos não estão aqui.

2. (eu)_________ mulher gosta de andar.

3. (nós)_________ trabalho é interessante. - Onde está nosso - Está na oficina.


carro, Mariana? - Porquê?
4. (eu)__________apartamento é grande.

5. (nós)_________ amigos têm problemas.

6. (eu)__________amigos moram em Salvador.

7. (eu)_________marido e _________ filha vão para casa a pé.

8. (nós) . secretárias trabalham bem.

9. (eu) _ filhas vão de ônibus para a escola.

10. (nós) _ cidade é pequena, mas tem muitos parques. parques são bonitos.

Ao telefone mm
-A lô !
- De onde fala?
-Com panhia Brasileira de Papéis.
- O senhor Teixeira está?
- Não, não está. Hoje ele está trabalhando no escritório de São Paulo
- £ o doutor Nunes está?
- Está, sim. Mas está atendendo um cliente agora.
- Agora de manhã?
- É. Ele sempre atende os clientes de manhã.
- Está bem. Telefono mais tarde. Até logo.
- Até logo.

16

L
_ _ _ _

VENDER Presente simples


Modo indicativo - Presente simples ---- 1..................... 1
Eu vendo Nós vendemos
Você Vocês
A. (vender) Minha firma vende computadores. Ele vende Eles vendem

1. (atender) A secretária_____________o telefone. Ela Elas

2. (atender) Nós sempre_____________o diretor.

3. (escrever) Ele_____________pouco.

4. (atender) Ela_____________a porta.

5. (comer) Tomás. muito.

6. (comer) Tomás e Antônio muito.

7. (receber/responder) Nós_____________muitos e-mails,


mas não____________ . Não temos tempo.

8. (aprender) Você. inglês na escola?

9. (beber) Nós não. cerveja de manhã. Eu atendo meus clientes de manhã.

'0. (aprender) Vocês não ____ japonês na escola?

11. (vender) Eu não____ minha casa. Gosto muito dela.

12. (aprender) Eu______ Português na escola.

'3. (escrever/responder) Eu sempre _________ para meus


amigos, mas ninguém _______ . Porquê?

14. (receber) Paulo não__________ cartas. Só e-mails.

Eu aprendo português na escola.

B. (comprar/vender) Nós compramos e vendemos casas e apartamentos.


1. (morar/trabalhar) João_____________em São Paulo, mas_____________em Santos.

2. (morar/trabalhar) Nós____________ no centro, mas____________ no subúrbio.

3. (morar/trabalhar) Eles____________ neste prédio e _____________naquela fábrica. Eles vão a pé para o trabalho.

4. (morar/trabalhar) Eu_____________aqui e ____________ lá. É muito prático.

5. (comer/beber) Luís____________ pizza e ____________ cerveja.

6. (comer/beber) Nós____________ pizza e ____________ vinho.

7. (comer/beber) O senhor____________ pizza e _____________ água? É bom?

8. (comprar/vender) Nós____________ e _____________ carros antigos.

9. (atender/mostrar) As secretárias_____________o telefone e _____________o escritório para os clientes.

■0. (andar/comer)Eu_____________muito e _____________pouco.

11. (andar/comer) Você_____________muito e _____________pouco.

*2. (trabalhar/andar) Os m édicos_____________muito e _____________ pouco.

3. (andar/mostrar) Nós_____________com turistas o dia inteiro._____________a cidade para eles. Somos guias de turismo.

4. (beber/comer/andar) Meu am igo___________ m uito,____________ muito e ____________ pouco. E não vai à academia...

17
Morar - Agora eu estou morando no Brasil
Modo indicativo - Presente contínuo
Atender - Agora eu estou atendendo um cliente
MM

A . Agora a loja está vendendo tudo com desconto.


1. (trabalhar/atender) Agora o médico nã o _______________________no hospital. Ele_______________________ clientes
no consultório.

2. (comer/beber/conversar) Agora nós____ pizza e cerveja.


E_________________________ , é claro!

3. (mostrar) Hoje, e le ________________________ ______ a cidade para os amigos.

4. (atender) Desculpe! Um momento, por favor. Eu ______________________________o telefone.

5. (atender) Ela_____________________________ a porta agora.

6. (aprender) Você agora_____________________ ________ Português. Boa sorte!

7. (trabalhar) Eles n ã o _______________________ _____ muito agora. O chefe está em férias!

8. (escrever) Vocês nã o______________________ ______ agora.

9. (atender) Nós não________________________ ____ clientes agora. Só amanhã!

10. (aprender) Eu não________________________ alemão agora. Só português.

i telefone O diretor nào atende o telefone,


a porta Quem vai atender a porta/
o cliente - Q médico atende o cliente no consultório.

Na praça

B.
Use os verbo-, beber, escrever, andar, trabalha^
comprar, vender, conversar e dormir.

0 operário _______________________________________

0 guarda_________________________________________

Paulo e João______________________________________

0 p ip o q u e iro _____________________________________

Dona Maria_______________________________________

Laura____

Fábio

0 cachorro
Texto narrativo
Uma cidade pequena É a
Estamos visitando uma pequena cidade brasileira. Ela fica no in­
terior de Minas Gerais. O centro da cidade é a praça da igreja.
Nessa praça, há lojas, uma farmácia, um cinema, um ou dois bancos,
um bar e uma padaria. À noite, os moços e as moças vão à praça
para encontrar os amigos e conversar com eles. As casas são an­
tigas. Há casas modernas na parte nova da cidade. A vida aqui é
muito calma.

A. lomplete com o vocabulário do texto.


1. A cidade fica n o ______________________________de Minas Gerais.

2-A da igreja é o _____________ da cidade.

3 Há dois_____ _____nessa cidade.

- Os moços e as __________ vão à praça para __os amigos.

5.À_________ , os moços vão ao bar para _ com os amigos.


6 -Na_________ _da cidade, as casas são____

7 Gosto______ ___ vid a _______________ dessa cidade.

B. creva uma pequena ck lade de seu país. Considere a cidade da população.

C loloque em ordem.
- E ali na esquina, naquela calçada.
- .'amos de ônibus para o centro?
Há, sim. Mas também há prédios novos. Você tem dinheiro?
- Não, vamos a pé. Gosto de andar.
- Não, não tenho. Onde é o banco?
Eu também. Há muitos prédios antigos no centro?
D. A cada imagem correspondem duas frases. Quais sao?

Palácio da Alvorada - Brasília, DF,

• • • • • • • • •
A porta
Nesta Aqueles
O ponto de deste Brasília é Este ônibus O A vida aqui
praça, Que azar! prédios
ônibus é ali restaurante uma cidade Ai! Meu pé! vai para Presidente é muito
há uma Desculpe! são muito
na esquina. está moderna. o centro. mora aqui. calma.
farmácia. altos.
aberta.
A hora do almoço
Vamos almoçar? f f i i

José: — O que você vai pedir?


Luís: — Talvez uma salada de legumes e depois carne com
batatas. E você?
José: — Você está com pressa?
José: — A mesma coisa. Vou tomar também uma cerveja.
_ ís: — Náo. Porquê?
Estou com sede.
,osé: — Porque quero almoçar agora. Estou com fome.
Luís: — Eu também.
.osé: — Há um bom restaurante aqui perto.
Hora da sobremesa
. uís: — Boa ideia! Como vamos até íá? Luís: — Já podemos pedir a sobremesa. Que ta! um sorvete?
José: — A pé, é claro! Hoje está quente.

) restaurante Hora do cafezinho


.. is: — Quanta gente! Onde vamos sentar? José: — Agora o cafezinho.
.osé: — Há uma mesa livre ali no canto.
A conta
Luís: — A conta, por favor. Este restaurante não é caro.
Garçom: — Desculpe, senhor, mas a gorjeta não está incluída.
Luís: — Ah! É mesmo.

O final
José: — 0 troco está certo?
Então podemos ir embora.

Numa lanchonete eB I
— Estou muito cansado.
Vamos entrar naquela lanchonete.
Vou pedir um suco. E você?
— Eu estou com fome e com sede.
Vou tomar um refrigerante e comer um sanduíche.

21
Responda
1. Por que José e Luís querem almoçar agora?____________________

2. Eles têm tem po para almoçar? Como você sabe?________________

3. Por que eles vão a pé ao restaurante? ________________________

4. Há muita gente no restaurante, mas ainda há uma mesa livre. Onde?

5 .0 que eles vão pedir? Descreva o almoço to d o ._________________

6. José vai tomar uma cerveja. Por quê?_________________________

7. Por que eles vão pedir sorvete como sobremesa?_______________

8 .0 que vai acontecer depois da sobremesa?____________________

A. Complete com poder.


Está chovendo. Vamos ficar em casa.
O que podemos fazer?
1. Nós________________________ _ assistir à televisão.
2. Eles________________________ _ ler o jornal.
3. Eu_________________________ mandar e-mails para meus amigos.
4 .0 Felipe___________________ ____ telefonar para os amigos.
5. A Luísa_____________________ ___ estudar para o teste de amanhã.
6. Você_______________________ _ouvir seu CD novo.
7. Vocês______________________ __ abrir e-mails.
8. As crianças__________________ _______ ir dormir mais cedo/tarde.
9. Nós________________________ _ assistir a um bom filme.
10. E vocês? Vocês_____________

B. Responda.
No trabalho: Você pode conversar? — Posso.
No trabalho: Você pode dormir? — Não, não posso.

1. Você pode chegar mais tarde à aula? _____________

2. Você pode tomar cerveja?______________________

3. Vocês podem fum ar?__________________________

4. Seu chefe pode sair mais cedo? _________________

5. Vocês podem discutir com o chefe? ______________

6. As secretárias podem ir para casa na hora do almoço?

7. Seus colegas podem usar sua mesa? _____________


MORAR — Futuro imediato
Modo indicativo — Futuro imediato
Eu vou m orar Nós vamos m orar
Você Vocês
Ele vai m orar Eles vão m orar
Ela Elas

A. 0 que você vai tomar?


/ou tomar uma cerveja.
\ 0 que você vai comer?_______________

2 .0 que vocês vão tomar? _____________

3.0 que ele vai pedir ao garçom?________

O que vamos fazer depois do almoço?_

3. Como sobremesa, o que ela vai oferecer?

5.0 que vamos beber no alm oço?______

B. /océ vai tom ar café? Não, vou tom ar chá.


1. ? Vamos, sim. Vamos falar com a secretária.

Z ? Não, vou jantar às 7 horas.

3. ? Vou, sim. Vou tomar cerveja.

? Não, vamos comprar uma casa.

5. ? Não, ele vai ficar em casa.

5. ? Não, eles vão tomar sopa.

C. Relacione.

Ele jantar a conta porque está sem dinheiro,

Elas vou escrever problemas na firma porque não gostam do chefe,

Eu (não) vai pedir devagar porque não estou com pressa,

Nós vamos pagar para mim porque não tem meu endereço,

Ela (não) vão ter sobremesa porque não gostam de doce.

andar mais tarde porque não estamos com fome.


Palavras interrogativas

Como? p° r 9uê?

Quanto/a/os/as? Quem?

Qual/Quais? Quando?

A. ■
ü quê/ Onde?
1 .__________ _é ele? — Ele é Roberto, meu amigo.

2 .__________ . ele mora? — Em São Paulo.

3. _____ . ele está aqui no Rio? — Porque ele está em férias.

4. _____ . ele vai fazer hoje? — Ele vai visitar o Corcovado.

5. _____ . ele vai ao Corcovado? — De carro.

6. _____ . custa a visita ao Corcovado? — Nada. É grátis,

7. _____ amigos ele tem no Rio? — Muitos. Ele tem muitos amigos aqui.

8. ______ . ele vai voltar para São Paulo? — No domingo.

9.__________ . é a profissão dele? — Ele é advogado.

B* Entrevistando um artista, Faça as perguntas.


1. ______________________________ ? Meu nome é Betinho Estrela.

2. ______________________________ ? Eu canto música caipira.

3. ______________________________ ? Eu estou aqui em São Paulo porque vou fazer um show.

4.. ? No Teatro Tupiniquim.

5. ? No sábado que vem.

6. ? Muitas. Muitas pessoas vão ver meu show.


Eu sou muito popular aqui.

? Eu vou ganhar 2.000 dólares.

. ? Meu show vai ser muito bonito. Luzes, efeitos especiais

? Tininha Maravilha vai cantar comigo.


Nós sempre trabalhamos juntos.

10. ? Vou cantar as músicas do meu último CD.

C. Entreviste seu colega e seu professor.


j rf J Ser e Estar

Ser — qualidade permanente Estar — qualidade temporária


Ela é bonita. Ela está bonita hoje.
0 Saara é quente. Hoje está quente.

iplete com ser ou estar.


-ioje___________________ quente.

1 Ele___________________ inteligente.

H. Ele___________________ americano.

- Nós . contentes agora.

: '.ossosamigos. _________ na sala.

5 Nós___ ___ brasileiros.

-.Suíça. __ um país bonito.

S Eu___ aqui agora. O Saara é um deserto.

; Os copos. _____ na mesa e de cristal.


1-1. Onde __seu carro? Na garagem?

■. O Brasil ___ um país muito, muito grande.

"O Ele___ médico e ___________________ no hospital agora.

TI O Alasca _ frio. A Sibéria tam bém __________________. E o Saara?

- Ele cozinheiro e no restaurante agora.

: ries estrangeiros. Eles __no Brasil para trabalhar.


O café está frio.

Usos especiais de Ser

tempo partido
posse j profissão cargo religião
cronologico político j impessoais

4 4 4 i
* * 1

Agora é
Este carro é Eleé Ele é diretor Somos Eles são É importante
primavera.
do Roberto. jornalista. da firma. católicos. socialistas. falar inglês.
Hoje é dia 4.

25
A.
Ronaldo______ Ronaldo________
especialista um homem feliz:
Ronaldo________ em informática. ele tem bons amigos.
na praia porque ________ importante
Ronaldo__
________ verão. ter amigos.
meu irmão.

Ronaldo____
muito prático. Ronaldo__
de Curitiba.

Ronaldo________ aqui.

Ronaldo_____
com os amigos
no bar.
Ronaldo__
meu chefe.
Ronaldo, este Ronaldo________
livro não________ com fome porque já
m eu!________ seu? 1 hora.

B.
1.V o c ê ________ professor ? Não, e u __________ aluno.

2. Você________ garçom? Não, e u __________ cozinheiro.

3. Elas_________com fome? Não, elas nã o __________com fome.

4. Os copos_________ na mesa? Sim, eles_________ na mesa.

5. Mariana, você_________ com sono? Sim,__________com sono.

6. Ele_________garçom?_________ , e agora_________ no restaurante.

7. Vocês_________estrangeiros?_________ ,e _________ aqui para trabalhar.

8 .0 Dr. Fagundes_________ médico? Não, e le _________ dentista.

9. Luís e José, vocês_________ americanos? Não, nós__________ingleses.

10.0 carro_________ na garagem? Não, não_________ . __________na oficina.


f
C.
1. .? Eles são fotógrafos.

2. ? Eles estão no clube.

3. ? Nós somos brasileiros.

4. ? Eu estou em casa à noite.

5. ? Porque estamos com sede.

6. ? Ela é Cláudia, a secretária do presidente.


.? Eu estou nervoso porque tenho muitos problemas.

. ? Ele está no dentista.

? Eu vou bem.

Eu estou com fome. Eu estou com frio. Eu estou com sede.

E - está com fome. O que ele vai fazer? Ele vai almoçar,
1. Ele está com sede.________________________________________

2. Ele está com fo m e ._______________________________________

3. Eles estão com calor._

4. Eles estão com frio ._

5. Ela está com sono.

6. Vocês estão com pressa.

7. Ele está com dor de cabeça.

im rapaz cabeludo
—Que horror! Quando você vai cortar o cabelo?
- Depois do jantar.
— Depois do jantar? Depois do jantar, o barbeiro está fechado.
- Ah! É mesmo! Então vou antes do jantar.
antes de (do, da, dos, das) depois de (do, da, dos, das)
1 3-7 J Eu vou sair antes do almo Ele vai sair do restaurante depois de pagar a conta.
Eles vão pensar antes d e ' Eles vão chegar depois das cinco horas.

A. Responda. Use: antes de, do(s), da(s).


(o almoço) Quando você toma aperitivo? do qifftoço,

1. (o meio-dia) Quando você vai ao banco?________________

2. (o café da manhã) Quando ele vai viajar?________________

3. (o cafezinho) No almoço, quando ele vai pedir a sobremesa?

4. (ir ao barbeiro) Quando você vai ao Correio?____________

5. (sair do escritório) Quando eu posso falar com você? _____

6. (chegar ao escritório) Quando você compra o jornal? ____

B. Responda. Use: depois de, do(s), da(s).


(o almoço) Quando você toma cafezinho? D&pois do aitftoco,

1. (o café da manhã) Quando você vai ao escritório?_______

2. (o jantar) Quando vamos ao cinem a?_________________

3. (a aula de Português) Quando você vai voltar para casa? _

4. (acabar meu trabalho) Quando você vai sair do escritório?

5. (os feriados) Quando você vai falar com seu chefe? _____

6. (conhecer São Paulo) Quando ele vai a Recife? _________

Um foalie a fantasia •
— Nossa! Olhe ali no canto! Quanta gente esquisita!
— t mesmo. Olhe! Há um chinês, dois japoneses,
dois espanhóis e três alemães.
— O chinês é meu irmão.
Não gosto das mulheres. Estão muito feias.
— Os homens estão engraçados.
— E o cabeludo? £ homem ou mulher?
— É meu marido.
Olinda, Pernambuco, com a vista de Recife ao fundo.
1) Sílalja final nao e tônica
Piural de substantivos e adjetivos o atlas os atlas
o ônibus os ônibus
~s 2) Sílaba finai é tônica
a casa as casas
o pente os pentes inglês ingleses
- vogal o táxi os táxis o mês _____ os meses
o marido os maridos a flor as flores
o u ru b u _______ os urubus - r
---------- — --------- *— ----------------------- --- ~---------------------- -- a cor as cores
- m o homem os homens o rapaz os rapazes
1■■ ........ ........................
r,-,~......... — -Z feliz felizes
-a l o animal os animais uma vez
-e l o papel os papéis
o irmão os irmãos
-o l espanhol espanhóis -a o s
a mão as mãos
-u l azul azuis
o coração os corações
1} Sílaba final não é tônica -a o -o e s
a função as funções
fácil fáceis
o pao os paes
difícil difíceis -a e s
- il alemão alemães
2) Sílaba final é tônica
gentil gentis Atenção: as palavras terminadas em -H e as palavras
civil civis terminadas em - s fazem o plural de forma idêntica.

A. H; o plural. o atlas francês_____


a casa ________ o papel azul_______
o táxi e o trem ______ o p ã o ____________
o ônibus in g lê s ________ o c ã o ____________
o mês mais cu rto _______ a organização_____
a fa c a ________________ a m ã o ____________
o ga rfo _______________ o irmão e a irm ã ___
a colher_______________ a estação_________
o rapaz fe liz___________ o a v iã o ___________
a lição fá c il____________ o pão a le m ã o _____
a mulher g e n til________ a expressão_______
o dia ú t i l _____________ o jardim e a garagem

B. "asse para o plural.


1. Este barril é grande._

2. Meu amigo é inglês. _

3. A sopa está fria. ____

4 .0 dia está quente. __

5. Minha mão está fria.

6. Este apartamento é bom, mas a garagem é pequena. ________________________________________________________

7. Aquele hotel é co nfortável._______________________________________________________________________________

8. Nosso professor é espanhol.______________________________________________________________________________

9 .0 canal de televisão tem propaganda comercial. ________________,____________________________________________

10. Nosso diretor é japonês. _________________________________________________________________________________

__ 29
Texto narrativo — Um almoço bem brasileiro B i

Hoje, o Sr. e a Sra. Clayton vão almoçar na casa da família Andrade. Mariana Andrade vai preparar um
cardápio bem brasileiro para seus convidados.

Como aperitivo, vai oferecer a tradicional "caipirinha" e, como entrada, uma sopa de milho-verde. O prato
principal vai ser lombo assado com farofa. Como sobremesa, os convidados vão comer doces e frutas.

Tudo já está preparado. A campainha está tocando. Luís Andrade vai receber seus amigos.

A.
1.0 que o Sr. e a Sra. Clayton vão fazer hoje?

2. Por que Mariana vai oferecer "caipirinha" para seus convidados?

3. Você conhece "caipirinha"? Você gosta de "caipirinha"?

4. Descreva o cardápio de Mariana.

5. A campainha está tocando. O que Luís Andrade vai fazer?

B. Com base nas fotos da página 31, pre ios típicos do Brasil. Antes, porem, identifique
pratos que aparecem nas fotos.

Cardápio 1 Cardápio 2
Aperitivos: Aperitivo:

Entrada: Entrada:

Prato principal: Prato principal:

Bebida: Bebida:

Sobremesa: Sobremesa:

E, finalmente: E, finalmente:
Caipirinha

Peito de frango grelhado

Batata frita

Carne assada
Salada de tomate, alface e cenoura

Farofa

Doce quindim
Feijão

Laranja

©Aline Domingues; caipirinha, feijoada; batata frita, carne assada, peito de frango grelhado, feijão, lingüiça, guanará, laranja, doce quindim e salada de tomate, alface e cenoura. ©Raquel Barraca; arroz, cafezinho, queijo com goiabada.
C Prepare um cardápio típico de seu país. Convide seu amigo e explique como vai ser

Cardápio
Aperitivo:

Entrada:

Prato principal:

Bebida:

Sobremesa:

E, finalmente:

D. Risque o que é diferente. Explique por quê.

1. alm oçar ja n ta r oferecer to m a r comer

2. baile navio avião carro trem

3. o a p eritivo a cerveja a água o m édico a caipirinha

4. p o rta qu en te janela sala canto

5. o bife a com ida os legum es a gorjeta os pães

6. talvez banco restaurante escritório aeroporto

7. a pé à no ite de táxi de ônibus de trem

8. antes de sem pre de manhã grande mais tarde

9. in te rio r cabeludo feio b o n ito alto

10. com frio com am igos com sono com sede com pressa

32
André: — Estou procurando um apartamento
perto do centro.
Jorge: — Para aiugar?
André: — Não. Para comprar. Ontem, vendi
minha casa. Quero um apartamento
com três quartos, uma boa sala,
cozinha, dois banheiros, área de serviço
e duas garagens.
Jorge: —- Não é fácil encontrar apartamento
grande no centro.
André: — É verdade. Ontem, comprei um jornal,
li os anúncios, mas não achei nada
interessante.
Jorge: — Nada?
André: — Nada. Todos os apartamentos grandes
que estão à venda ficam longe do
centro.
Jorge: — Você prefere mesmo morar
no centro?
André: — Prefiro. É mais prático.

— Vamos comprar um terreno em übatuba.


— É grande?
— É. Tem 1000 m2e fica bem perto da praia.
— Puxa! É caro, não é?
— Que nada! O preço é ótimo. A gente vai fazer
um negócio da China!
É! Às vezes, a gente tem sorte.

33
Modo indicativo — Pretérito perfeito
-'

MORAR- Pretérito perfeito VENDER Pretérito perfeito


i ; |
Eu m orei Nós moramos : Eu vendi Nós vendemos
Você Vocês Você Vocês
I

Ele m orou Eles m oraram Ele vendeu Eles venderam


Ela Elas Ela Elas
L............................

A. Ontem, eu comprei um jornal.


1. (comprar) Você________________ ____ o jornal ontem?

2. (comprar) Ontem, nós___________ __________ um carro.

3. (comprar) Ontem, e u ____________ __________um livro para você.

4. (mostrar) A senhora já ___________ __________ a cidade para eles?

5. (gostar) O senhor_______________ _______do filme? É bom, não é?

6. (comprar) No mês passado, eles__ ___________________ uma casa bonita.

7. (achar/gostar) Vocês______________ __o show interessante? Vocês____________ ?

8. (acabar/ajudar) Eu não__________ _____ o trabalho porque ela não________

9. (tomar) No domingo passado, e le _ _______________aperitivo com os amigos.

10. (andar) Ontem, e u ______________ sete quilômetros, mas elas_____________ doze.

B R A S í LI A ESCRITÓRIOS
COMPRA E
VENDO VENDA
Casa estilo colonial, QL 22, 2
Urgente, c/1 amplo dorm., sl.
pavimentos, Piso superior c/ 4
ampla, cozinha, banh., a. qts., 1 suíte-banh. (reversível), Centro
serv., gar. à parte. Tratar na escrit., rouparia, varanda c/ R. 7 de Abril, ót., sl. 94m1
23
0de
1
9
8
7
6
5
4
Z Imóveis. F: 78-3499 vista para o Lago, Térreo: 3 sis, frente, d divisórias, 4 ambs.,
copa, coz., pise., chur. etc. copa e 2 banhs. Uso imediato.
Tr.: 35-2525. Dir. propr. F.: 25-2798

B. Ontem, eu vendi minha casa.


1. (responder) Você já ______ ______ a carta?

2. (escrever) Eles já ________ ___ para você?

3. (aprender) Onde vocês___ _________ inglês?

4. (vender) Eu_____________ meu carro ontem.

5. (vender) Nós___________ _ nossos móveis.

6. (vender) A senhora já ____ ___ o apartamento?

7. (vender) O jo rn a le iro já ___ _________ todos os jornais.

8. (comer/beber) Eu_______ ____ pizza e ______________ vinho.

9. (escrever/responder) Ela__ _____ para mim, mas eu não

10. (entender/responder) Você _______ a pergunta, mas não . Porquê?


C. Ontem, eu escrevi urna carta.
1. (receber) Ontem, e u ___________ ______ meu salário. E você? Você tam bém ___________________________ ?
2. (escrever) Ontem, nós__________ ________para eles. E vocês? Vocêstam bém ___________________________ ?
3. (responder) Eu________________ _ a carta. Por que você não___________________________ ?
4. (beber) Na festa, ela____________ ______champanha. E ele? O que ele ____________________________ ?
5. (comer) Eles__________________ tudo. E elas? Por que elas não__________________________ ?
6. (beber) Na festa de ontem, e u ___ ___________ , mas você não________________________. Você nunca bebe.
7. (encontrar/conversar) Ontem, Luís _ __________________ Carlos e ___________________________ com ele.
8. (perguntar/responder) Eu_______ ___________ . Por que você n ã o ___________________________?
9. (almoçar) Ontem, nós__________ __no restaurante do clube. E vocês? Onde vocês_______________________?
10. (conversar/beber) Na fe s ta ,_____ _____________ pouco. Eun u n c a ____________________________ muito.

tf; A gente = nós

HQ0
A gente vai fazer = Nós vamos fazer um
um negócio da China! negócio da China!

Substitua a gente por nós.


1. A gente aqui em casa gosta muito de você. E você? Você gosta da gente?

2. Nosso chefe é muito difícil. A gente não gosta de trabalhar com ele.

3. No ano que vem, a gente vai comprar um apartamento. A gente prefere morar
perto do centro.

4. A gente precisa aprender Português para viver bem no Brasil.

indicativo — Presente simples e Pretérito perfeito

LER — Presente simples LER — Pretérito perfeito


Eu leio Nós lemos Eu li Nós lemos
Você Vocês Você Vocês
Ele lê Eles leem Ele leu Eles leram
Ela Elas Ela' Elas
L
A. Eu nunca leio o jornal. E você? Você lê?
1. Eu sempre________________________ à noite. E você? Você

2. Eles________________________ a Vejo. Eu tam bém _______


3. Só ele a seção de esportes.
Ela não

4. Nós nunca o jornal de manhã.


Elas também não ______ . Ninguém tem tempo.
5. No domingo, é diferente: a gente ______________________ o jornal inteiro.

Eu não sei se elas também

B. Eu li a reportagem. Todo mundo leu.


1. Eu não________________________ o artigo.
Você________________________ ?

2. Ela________________________ , mas não entendeu.


3. A gente ____________________ no jornal que vai chover amanhã.
4. Eles muito nas férias. Choveu o tempo todo.
5. Vocês já _ o contrato? Não, nós ainda não____

Modo indicativo - Presente simples

Ele quer abrir


QUERER - - Presente simples o guarda-chuva.

Eu quero Nós queremos


Você Vocês
Ele quer Eles querem
Ela Elas

O que você quer?


Casa ou apartamento?
O que vocês querem?
Eu quero ... você quer ...
Temos um problema. Nós ________________________morar num lugar diferente, mas não nos entendemos.

Eu ________________________comprar um apartam ento perto do centro porque é mais prático, mas minha

m ulher ________________________ morar numa casa. As crianças ________________________ uma casa com piscina,

o que vai ser impossível. Helena ________________________ morar longe do centro por causa da poluição. A gente

não sabe o que a gente ________________________ !

Modo indicativo - Presente simples

PREFERIR — 13resente simples


Eu p re firo Nós preferim os
Você Vocês
Ele prefere Eles preferem

LE la_ _ _ _ Elas
A. O que você prefere?
— O que você prefere? Chá ou café?

— Eu ________________________ ______

— E ela? O que ela ____________________ ?

— Ela ________________________ ______

— E eles? Você sabe o que eles __________ ?

— Eles ________________________ _____

— O que vocês preferem? Cinema ou teatro?

— Nós ________________________ _____

— E elas? O que elas preferem?

— Elas________________________ _____ . Evocê?


— Eu? Eu________________________ __

B. 1que?fi< cr cm ccsd, mas cu p re firo sair.


1. (querer/preferir) Ela_________________comprar um carro grande, mase le _________________ um carro pequeno.

2. (querer/preferir) Meus am igos_________________viajar, mase u _________________ ficar em casa.

3. (preferir/querer) Ele_________________ir a pé, mase u _________________________ ir de ônibus.

4. (querer/preferir) No verão, eles_________________ir à praia, mas n ó s _________________ ir às montanhas.

5. (preferir/querer) Quando está chovendo, eu ______________ficar em casa, mas ele sempre ir ao cinema.

E você?

37
Um lugar agradável

André: Ontem comprei um apartamento.

Jorge: No centro?

André: Não. Num bairro residencial,


não m uito longe do centro.

Jorge: Você m udou de ideia?

Andre Mudei. E estou contente.


Jorge: Onde fica seu apartamento?

Andre No Jardim Paulista, perto de um


grande parque.

Jorge: Perto de um grande parque?

André: É. Em frente do parque, há um


museu famoso.

Jorge. E atrás?
MASP - Museu de Arte de São Paulo | Diego Grandi 1123rf.cci«J
André: Atrás do parque, há um grande colégio.
Jorge: Que bom! f quanto custou o apartamento?

André: Um absurdo! Mas valeu a pena. Vou mudar amanhã.

Complete com o Pretérito perfeito.

O dia da mudança pegar

comer levar beber

: : : : e n tra r;J | começar preparar

-- conversar
---- trabalhar
.JHHHKãMaK..... ............ . chover

chegar aceitar oferecer

No dia da mudança, não . O caminhão às 8 horas

da manhã. Os homens em nossa casa, os móveis

um a um e ___________ _____ tudo para o caminhão: mesas, cadeiras, sofás, poltronas, camas, armários.

Eles muito. Ao meio-dia, e u __________________________ um lanche para eles.

Eles Teresa, minha mulher, sanduíches e suco.

Todo m undo ________

À uma hora, o trabalho , outra vez.

38
B. Responda.
1. Quais são os móveis da sala de estar?

2. Onde está o sofá?

3. Onde está a mesinha?

4. Onde está a televisão?

5. Onde está a estante?

6. Quais são os móveis da sala de jantar?

7. Onde estão as cadeiras?

8. Onde está o tapete?

9. Onde está o vaso?

10. Onde estão as flores?

11. E o quadro? Onde está o quadro?

C. Desenhe a planta de um quarto.


Distribua nela os móveis abaixo
e depois explique a posição deles.

o armario

f
Num

Num bairro residencial, não m uito longe do centro.

num bairro = em um bairro

Substitua
1. Ele mora em uma casa antiga.

2. Eu encontrei a informação em um livro de escola.

3. A polícia achou os documentos em umas caixas velhas.

4. Ele guardou o dinheiro em uns bancos estrangeiros que ninguém conhece. E agora?

5. Comprei o sofá em uma loja perto daqui.

eu m e u , m in h a , m e u s , m in h a s nós nosso, nossa, nossos, nossas

você seu, sua, seus, suas vocês seu, sua, seus, suas

ele (s e u , s u a , s e u s , s u a s ) d e ie eles (s e u , s u a , s e u s , s u a s ) d e le s

ela (s e u , s u a , s e u s , s u a s ) d e la elas (s e u , s u a , s e u s , s u a s ) d e la s

41
A. Complete com meu(s), minha{s), nosso(s), nossa(s).
1. Quero conversar co m __________ '_______ professor de Português.

2. Queremos conversar co m __________________ professor de Inglês.

3. Vamos sair c o m __________________ .filhos.

4. Gostamos de sair com __________________ amigos.

5. Ontem, falamos co m __________________ filha P °r telefone.

6. Moro neste bairro co m __________________ família. Gosto d o --------------------------------bairro.

7. Estou falando co m __________________ mulher.

8. Vou guardar__________________ documentos no cofre.

9. Venha comigo! Quero m ostrar__________________ apartamento para você.

10___________________amigas querem falar comigo.

B. Complete com seu(s), sua(s).


1. Maria, onde está___________________irmão?

2. Helena, onde fic a _____________ casa?

3. Você vai sair co m __________________ marido?

4. Onde você com prou__________________ livro?

5. Onde você com prou__________________ livros?

6. André, quero conhecer__________________ 'rma-

7. André, quero conhecer__________________ irmãs.

8. Maria e André, onde está__________________ carro?

9. Vocês mostraram__________________ documentos?

C. Complete com deie{s), dela(s).


1. (ela) Onde estão os ó c u lo s __________________ ? Estão aí com você?

2. (ela) O apartam ento__________________ é confortável.

3. (ele) Não gosto da cidade__________________ .

4. (ele) Você conhece os irmãos__________________ ?

5. (elas) O p a i__________________ é alemão. E a mãe?

6. (ele/ela) A fam ília__________________ é grande. A fam ília___________________ também é.

7. (eles/ela) A m ãe__________________ não está aqui. Ela está na Europa com a am iga_________________

8. (eles/elas) O escritório__________________ é no centro. Oescritório__________________ é no subúrbio.

9. (ela/ele) Os irm ãos__________________ trabalham aqui. Osirmãos__________________ também.

10. (ela/ele) Você quer o liv ro _________________ ou oliv r o __________________ _?


D* Leia a máo de seu (sua) colega.
Diga a eie (ela) o que vai acontecer
no futuro. Comece assim:
Você tem muita sorte. Seu futuro vai ser ótimo.
Seu chefe v a i...

F. O armário tem mais de cem anos. As portas do armário são muito grandes.
O armário tem mais de cem anos. As portas dele são muito grandes.

1. Vou comprar a casa. 0 preço da casa é bom.

2. Vou convidar meu amigo para um jan ta r especial. Quero convidar a família de meu a m igo também.

3. Não quero estas cadeiras. A qualidade das cadeiras não é boa.

4. Meus irmãos moram na Europa. A vida de meus irmãos é muito diferente da minha.

5. Estes quartos são muito claros. As janelas dos quartos são grandes.

|
43
G. João, onde está seu irmão? Meu irmão está em casa.
1. Luísa, onde trabalha__________________ irmã?____________ irmã trabalha no banco.

2. (ele) Onde está a filha ? Afilha __ está aqui.

3. (nós) Gostamos d e __ amigos.

4. (eles) Mariana e Luís vão morar na Europa. Os filhos_______________ vão ficar no Brasil.

5. (ele/ela) Não quero as chaves__________________ . Quero as chaves.

6. André, você ve n d e u ______________casa? Não, nãov e n d i_______ casa. Vendi apartamento.

7. Cristina, você q u e r_________________ bolsa e __________________ óculos agora?

8. (ele) Ele está conversando com o pai . Problema de família...

9. (ela) Ele está conversando com a mãe

10. (ela) Você conhece a casa__________

11. (ele, nós) Ele vendeu a bicicleta e comprou carro.

12. (ela/ele) Teresa quer visitar as amigas. , mas Tomás prefere visitar os am igos.

13. (eles) Ana e Paulo venderam a fábrica

14. (ela) Os produtos desta fábrica são ótimos. As máquinas__________________ são muito modernas.

15. (ele) O bairro é muito bom. As ruas__________________ são muito limpas. É bom morar aqui.

Ela precisa viajar. Ele precisa cortar o cabelo. Osenhi :isa de gasolina.

Complete*
1. Vou ao banco porque preciso

2. Ela vai ao supermercado porque precisa

3. Vamos à padaria porque precisam os___

4. Vou ao posto de gasolina p o rq u e ______

5. Ele vai ao barbeiro p o rq u e ___________

6. Ela vai à Estação Rodoviária porque

7. Vou telefonar para ele p o rq u e ____

8. Vamos escrever para ela porque

9. Vou vender minha casa _____

10. Eles vão de avião porque

44
Texto narrativo

Onde morar? É É I
Viver no centro de São Paulo está cada vez mais difícil, quase Depois de vários anos de desenvolvimento industrial, São

impossível. A vida é muito agitada e os apartamentos estão Paulo é hoje uma grande cidade. Os antigos bairros residen­

cada vez mais caros. ciais perto do centro são agora bairros comerciais. Por isso, a

Se você quer viver com conforto, numa boa casa ou num família que prefere morar numa casa confortável, num lugar

apartamento grande e com muita luz, você precisa morar tranqüilo, precisa procurar por novos bairros, cada vez mais

num bairro. distantes. Isso sempre acontece nas grandes cidades.

A. Rf^pondíi.
1. Por que é difícil morar no centro de São Paulo?
2. Onde podemos viver com mais conforto?
3 .0 que aconteceu com os bairros residenciais perto do centro?
4. Você prefere morar no centro ou num bairro residencial mais distante? Aponte as vantagens e desvantagens de morar no
centro ou longe do centro.

B. Reescreva os anúncios
rpiN H E IR O S i
| ALUGO | C C I lA N D I f l
por extenso. | Apto., 2 qts. 1 d suite, gar., j ALG. CASA 3qts., s!., BflflRR m TUUCft
. 8o andar. Dir. d o proprietário. , coz., banh., laje, grade, c/
Casa com 4 dorm., sl.,
J Tr.:29-3533 ; fone, próx. Centro
coz., banh., telefone,
' 1 Cel. F.: 56-3782
piscina, vista para o mar.
T. 70-7070

ALUGA-SE I Á G U A S LIN D A S
PINHEIROS VENDO LUZIM
2 dorm s. c/ gar. e tel. Face norte, Bela casa 2 pav., QI-25 salão, VENDE
lavabo, 3 suítes (hidro/closet), 3 DE PARTICULAR
ensolarado. Rua tranqüila. Ótimo liv.,
qts., arms., qto. p/ babá, copa, PARA PARTICULAR
s/ jant., 2 gds. dorms. d arms. embutidos, coz., belojar. inverno, sauna, pise.,
2 banhs., lav., copa-coz., área serv. e gar., churrasqueira, excelente negócio.
Apto., 3 qts. c/ suíte,
Ch. d o zelador. Plantão hoje 94-9055 reform. gar., I o andar
Sl fiador. T. 06-9696
C. Observe a planta deste apartamento.

Agora responda.
1. Quais são as dependências da área social,
da área de serviço e da área íntima?

2. Este apartamento é bom para que tipo de


família? Explique.

3. Para que tipo de família ele não é muito


bom? Explique.

4. Dê sua opinião. Você gosta deste aparta­


mento? Por quê?

5. Quais são as vantagens de morar em uma


casa ou em um apartamento?

6. Onde você prefere morar, numa casa ou


num apartamento? Explique por quê.

CASA APARTAMENTO
VANTAGENS DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGENS
1 -------- 1 1L ----- !

46
é *à
r yy.ya

Ele: — Vamos passar no jornaleiro. Assim, posso comprar


o jornal e trocar o dinheiro para o ônibus.
— O Estado, por favor.
Jornaieiro: — Já acabou. Eu abri a banca há meia hora,
mas já vendi quase tudo. O senhor nào quer
A Folhai Ainda tenho um pouco.
Ele: — A Folhai Está bem. Por favor, o ônibus Estações,
número 69, passa por aqui?
Jornaleiro: Por aqui náo. Passa pela rua ao lado.
Ele: — Obrigado.

ces?;.:

Ele: — Susana, na página 15 há um artigo m uito interessante


sobre o Chico Mota.
Susana: Eu já li. Ele esteve aqui há 15 dias. Foi um sucesso.
No sábado, ele cantou para 50.000 pessoas no
Estádio do Pacaembu.
Ele: — Eu não sabia. Que penal Perdemos a chance de ver o
Chico.

a Susana: — Náo se preocupe. Ele vai voltar em abril.

Assim não dá!


— Há dez anos estou tentando ver a Marina Moreno. Agora é a minha chance! Por favor,
duas entradas para o show da Marina Moreno no sábado.
Sinto m uito, náo tenho mais.
Modo indicativo Presente simples e Pretérito perfeito

ABRIR — Presente simples ■ ABRIR — Pretérito perfeito


11’ •■■■■ —i
Eu abro Nós abrim os Eu a bri Nós abrim os

Você Vocês Você Vocês


Ele abre Eles abrem Ele abriu Eles abriram
Ela Elas Ela Elas

A. '
1. (abrir) Esta lo ja __ sempre às 9 horas.

2. (abrir) O diretor. _ o cofre do banco.

3. (abrir) Os bancos. _às 10 horas.

4. (partir) Meu trem __desta estação.

5. (discutir) Nós sempre com ele.

6. (assistir) Eu________ . à televisão toda noite,

7. (decidir) Os diretores__________ tudo na


reunião.

8. (partir) Os ônibus para o Rio não_


desta estação.

9. (assistir) Ele sempre__________ a filmes pela O banco só abre às 10.


televisão.

10. (dividir) Ele o aluguel da casa com


seu irmão.

B. Eu abri a banca há meia hora.


1. (abrir) Eu não esta janela ontem,

2. (partir) O avião. há 15 minutos.

3. (assistir) V ocê_ . à televisão ontem?

4. (decidir) Vocês já ___o que vão fazer?

5. (abrir) Nós_____ o cofre na semana


passada.

6. (partir) Eles________________ para a Europa no ano


passado e ainda não voltaram.

7. (assistir) Há 15 dias e u _______ a um filme


sobre a Bahia.

8. (abrir) Nossa firma uma loja nova no


mês passado. Em Curitiba.
C. Complete.
1. (discutir) Ontem, nós sobre os problemas de nossa
cidade. São muitos.

2. (discutir) Estamos sempre sobre dinheiro. Que problema!


3. (dividir) Vou____________
_____________ o dinheiro com meus sócios. Chá ou caft

4. (desistir) Nossos amigos não vão_________________ de seus planos.

5. (preferir) Você. . chá ou café? Chá?

6. (preferir) Ele sempre. _____ viajar de avião. Acha mais fácil.

7. (telefonar) No mês passado, e le . de Londres.

8. (esquecer) Eu sempre________ o número do telefone dele.

9. (mudar) Amanhã, vam os. __ de casa. Vai ser um dia difícil.

10. (receber) Este artista nunca ____ os jornalistas. Não sei por quê

D. Complete com o Presente contínuo


1. (partir) Veja! Nosso t r e m ________________ ! Que pena!

2. (assistir) Silêncio! E u _________________ ao filme.

3. (aprender) Agora e u _____________ Português. Gosto da professora. Eu rápido.


4. (desistir) Olhe! E le _________________ ! Que pena!

5. (insistir) N ó s _________________ em ficar aqui. Gostamos daqui.

6. (discutir) João e Antônio os problemas da fábrica. Eles têm opiniões diferentes.


7. (mostrar) Venha! E le ___ a casa para os amigos.

8. (fazer) Meu irmão mais velho ________um curso de Inglês em Londres.


9. (trocar) Venha ajudar! Eles__ o pneu do carro.

10. (abrir) Olhe! Eles _________ o cofre! Chame a polícia!


por + o = pelo por +os = pelos
por + a = pela por + as = pelas

A. 0 ônibus passa por aqui ou pela rua Augusta?


1.0 ônibus para o Rio passa_________________ Aparecida?

2. Este ônibus passa_________________ centro?

3. Vamos para o centro ponte nova! É mais rápido.

4. Ele não saiu porta da frente. Ele saiu uma janela.

5. Este ônibus vai para a minha cidade praias, mas o trem vai

_________________ montanhas. praias é mais bonito.

6. Recebi seu presente Sedex. Obrigado!

7. A notícia chegou _ jornais. Foi um choque!

8. Você vai passar ___ lá? Posso ir com você?

9. Ela compra tudo __ _ internet.

O marido chegou mais ce d o ... 10. Posso mandara informação e-mail?

B.
Você está no táxi e quer ir ao Shopping Center, mas o motorista não conhece o caminho. Explique a ele como ir.
Comece assim:

0 senhorpre&isapassarpefo Banco Bras/feiro, depoispefo...


Números Cardinais

0 — zero 15 — quinze 60 — sessenta 700 — setecentos


1 — um, uma 16 — dezesseis 70 — setenta (setecentas)

2 — dois, duas 17 — dezessete 80 — oitenta 800 — oitocentos


18 — dezoito (oitocentas)
3 — três 90 — noventa
19 — dezenove 100 — cem 900 — novecentos
4 — quatro
(novecentas)
5 — cinco 20 — vinte 101 — cento e um (uma)
1000 — mil (mil pessoas)
6 — seis 21 — vinte e um (uma) 200 — duzentos
(duzentas) 2000 — dois mil (duas mil
7 — sete 22 — vinte e dois (duas)
pessoas)
8 — oito 23 — vinte e três 300 — trezentos
(trezentas) 1.000. 000 — um milhão
9 — nove 24 — vinte e quatro
(um milhão
400 — quatrocentos
10 — dez de pessoas)
30 — trinta (quatrocentas)
11 — onze 2.000. 000 — dois milhões
31 — trinta e um (uma) 500 — quinhentos
12 — doze (dois milhões
(quinhentas)
de pessoas)
13 — treze 40 — quarenta 600 — seiscentos
14 — quatorze ou catorze 50 — cinqüenta (seiscentas)

A. Escreva por extenso.


2- ______________________________________

8- ______________________________________

12 - _______________________________________

1 5 - ________________

1 6 - ________________

1 7 - ________________

1 8 - ________________

2 7 - _________________

5 6 - _________________

6 7 - _________________

7 6 - _________________

8 5 - ________________

100 - _____________________________________ 2210 - 2.000 .010 -

113- ________________

5 5 5 - ________________

C<1
e: 2 casas -- duas casas.

.eia: 22 amigas 232 vezes 800 portas 2000 palavras Meses do ano
41 livros 471 carros 2000 problemas
1. Janeiro
1001 dias
2. Fevereiro
82 casas 522 páginas 1001 noites 1.351.000 pessoas
3. Março
4. Abril
Dezembro | Janeiro Fevereiro 5. Maio
S T Q Q S S D S T Q Q S S D S T Q Q S S D
6. Junho
1 2 3 4 ô| 1 2 3 1 2 3 4 5 6 7
6 7 8 9 10 11 12| 4 5 6 7 8 9 10; 8 9 10 11 12 13 14 7. Julho
13 1 4 151 6 17 18 19 11 12 13 14 15 16 17Í 15 1 6 1 7 1 8 1 9 20 21 8. Agosto
20 21 22 23 24 25 26 18 19 20 21 22 23 24 22 23 24 25 26 27 28
9. Setembro
27 28 29 30 31 25 26 27 28 29 30 31
10. Outubro
0 !Março Abril Maio
S T Q Q S S D S T Q Q S S D S T Q Q S S D 11. Novembro
1 2 3 4 5 6 7 1 2 3 4; 1 2 12. Dezembro
8 9 1 0 11 12 13 14 5 6 7 8 9 10 1l! 3 4 5 6 7 8 9
1 5 1 6 1 7 1 8 1 9 20 21 1 2 1 3 1 4 1 5 16 17 18 10 11 12 1314 15 16 Dias da semana
22 23 24 25 26 27 28 19 20 21 22 23 24 25 17 1819 20 21 22 23
domingo
29 30 31 26 2? 28 29 30 % 25 26 27 28 29 30
segunda-feira
Junho Julho Agosto
S T Q Q S S D S T Q Q S S D S T Q Q S S D terça-feira
1 2 3 4 5 6 1 2 3 4 1 quarta-feira
i 7 8 9 1 0 11 12 13 5 6 7 8 9 10 11 12 3 4 5 6 7 8 quinta-feira
1 4 1 5 1 6 1 7 1 8 19 20 1 2 1 3 1 4 1 5 1 6 17 18 | 9 10 11 1213 14 15
sexta-feira
21 22 23 24 25 26 27 19 20 21 22 23 24 25 1 6 1 7 1 8 1 9 20 21 22
28 29 30 26 2? 28 29 30 31 ^ ^ 2 5 26 27 28 29 sábado
Setembro Outubro Novembro Estações do ano
ÍS T Q Q S S D S T Q Q S S D S T Q Q S S D
primavera
1 2 3 4 5 1 2 3 1 2 3 4 5 6 7
6 7 8 9 1 0 11 12 4 5 6 7 8 910 8 910 11 12 13 14
verão
13 1 4 1 5 1 6 1 ? 18 19 11 1213 14 15 16 1711516 17 18 19 20 21 outono
20 21 22 23 24 25 26 1819 2 0 2 1 2 2 23 24 22 23 24 25 26 27 28 inverno
27 28 29 30 25 26 27 28 29 30 31 29 30

Dia 25 Dia 26 Dia 27 Dia 28 Dia 29


anteontem ontem . hoje W v am anhâ depois de amanhã

A. W. Li.

1. Que dia é hoje? — Hoje, é ,dia de de


Agora é ______________ (dia da semana/dia do mês/mês/ano/estação do ano)

2. Em que dia você nasceu? — Eu nasci no dia

3. Quando é o N atal?____________________

4. Quando vamos ter um feriado?

5. Qual é o maior feriado do seu país?

6. Quando vão começar suas férias? _


B. )h?;erve a dau: e responda.
— Que dia é hoje?

6âf., 3 de novembro & S&X/tdr^&irOL. dia trè g de* n o w ffd tro

2âf., 15 de ja n e iro __________________________________________

Sábado, I 2 de a b ril_________________________________________

4âf., 2 de ju lh o ____________________________________________

3âf., 19 de ju n h o ___________________________________________

5âf., 23 de novem bro_______________________________________

Sábado, I 2 de m a rç o _______________________________________

5âf., 30 de o u tu b ro _________________________________________

6âf., 14 de m aio___________________________________________

Domingo, 25 de fevereiro___________________________________

3âf., 27 de agosto__________________________________________

Modo indicativo — Pretérito perfeito

SER — Pretérito perfeito ESTAR - - Pretérito perfeito


-------------- -
Eu fu i Nós fomos Eu estive Nós estivemos
Você Vocês Você Vocês
Ele fo i Eles foram Ele esteve Eles estiveram

. Ela
.. ... . ... ....... Elas Ela
_ 1________ L Elas
TER — Pretérito perfeito IR * — Pretérito perfeito
■-... ... .............
Eu tive Nós tivem os Eu fu i Nós fomos
t[-_--------------
_____________
Você Vocês Você Vocês
Ele teve Eles tiveram Ele
r .
fo i Eles foram
Ela ..... . . __ J
*......... Elas Ela Elas
......... ........
* Observe que a forma é a mesma do verbo ser.

A. Complete com ser no Pretérito perfeito. B. Complete com estar no Pretérito perfeito.
1.0 filme de ontem interessante. 1. Eu no Canadá em 2011.

2. E u _________________ presidente do clube no ano 2. Os franceses________________ no Rio em 1555.


passado. Que horror! Nunca mais! Só tive problemas.
3. Os holandeses________________ em Pernambuco
3. N ó s _________________ bons amigos. em 1630.

4. Elas amigas de escola. 4. A rainha da Inglaterra no Brasil em 1968.

5. — A festa ________________ boa? 5. — Vocês j á ________________ na China?


— _______________ . Porque você não — Já. Nós_________________lá em 2014.
C. Complete com ter no Pretérito perfeito. D. Complete com ir no Pretérito perfeito.

1. E le _________________ m uito trabalho na semana 1. N ó s ________________ para a Europa com eles.


passada. Eu tam bém _______________ . Mas ontem não.
2. Meus vizin h o s________________ surfar ontem, porque
Ontem ninguém _______________ . Foi feriado.
ontem foi feriado.
2. C arlos_________________ problemas no escritório.
3. — Paula, você já ________________ à Bahia?
3. Nós n ã o _________________ aula ontem. Ninguém
foi à escola. 4. — Não, eu nunca________________ . E você?

4. Vocês________________ tempo para acabar o trabalho? 5. Ele________________ ao cinema com amigos.

5. Eles________________ uma reunião hoje de manhã.


Foi ótima!

E. Complete com o Pretérito perfeito de ser — ter — ir — estar.


Janeiro__________________ um mês bom para mim. N ós__________________ um feriado longo.
Eu_____________ para o Rio com amigos. N ós__________________ no Pão de Açúcar e em outros lugares
bonitos. Quero voltar para lá nas férias de julho.

&
As
Na estação
— A que horas parte o trem para o subúrbio?

As quinze para as oito.

— Que horas são agora, por favor?

Agora são 5 para as oito.

— Que pena! O trem já partiu.

Que horas são?


São oito horas.
8:05 São oito e cinco. 12:00 É meio-dia.
8:00

São oito horas em ponto. 8:15 São oito e quinze. 24:00 É meia-noite,

8:30 São oito e meia. 01:00 É uma hora.

8:40 São vinte para as nove. 01:10 É uma e dez.

8:45 São quinze para as nove.


A. Que horas são?

1. Que horas são? 2. Que horas são? 3. Que horas são? 4. Que horas são? 5. Que horas são?

6. Que horas são? 7. Que horas são? 8. Que horas são? 9. Que horas são? 10. Que horas são?

à 1 hora
às duas horas
B.
ao meio-dia
à meia-noite

1. (19:00) A que horas você janta? 8. (1:45) A que horas ele foi para casa?
(Janto às se,te, kor-as.

2. (19:45) A que horas você vai ao cinema? 9. (16:15) A que horas você encontrou José?

3. (14:15) A que horas ele vai à escola? 10. (13:00) A que horas vocês almoçam?

4. (19:30) A que horas eles vão encontrar os amigos?

5. (14:50) A que horas ele abre o consultório?

6. (17:35) A que horas o avião vai partir?

7. (23:30) A que horas vai chegar o trem?


Às seis da manha*
—■A que horas ele vai telefonar?
— Às seis.
Às seis da manha?!
Náa» Às seis da tarde.

O acidente fc

A. e horas você chegou? Às três da manhã.


1. — A que horas foi o acidente? (5:00) — __________
2. — A que horas ele saiu? (14:00) — __________
3. — A que horas a festa acabou? (2:00) — __________
4. — A que horas parte o avião? (10:00) — __________
5. — A que horas ele vai telefonar? (22:30) — __________
6. — A que horas vocês chegaram? (17:30) — __________

B. A que horas ele chegou? Ele chegou às 7 horas.


1. _______________________________________________ ? Ele partiu às 7:20.

2. _____________________________________________________ ? Ele prefere partir as 5:25.

3. _______________________________________________ ? A reunião começou as 2:42.

4 . ______________________ ? Nós chegamos à m e:a -':.:e .

5. _______________________________________________ ? Eu prefiro partir às 5 da manhã.

6 . _______________________________________________ ? A reunião acabou às 10 da noite.

7. _______________________________________________ ? A festa vai começar às 9 3 0 em ponto.

8. _____________________________________________ ? Vamos chegar a Vier.a as 5:45 da manhã.

9.________________________________________________ ? Meus amigos chegaram às 5 horas da tarde.

10. _______________________________________________ ? Você vai chegar a Londres ao meio-dia em ponto.

C.
— A que horas á a aula? — É das 8 às 10 da manhã.
1. (trabalhar/8:00-12:00) Ele trabalha ______

2. (estudar/13:00-17:00) Eles_____________

3. (ficar na loja/9:00-18:00) Elas__________

4. (assistir à televisão/20:00-23:00) Ontem eu

5. (almoçar/12:00-13:00) Em casa, a g e n te __

6. (jantar/19:30-20:30) A g e n te ___________

7. (ser/7:00-10:00) No hotel, o café da manhã

8. (estar livre/12:00-14:00) Eu ____________

9. (esperar/16:00-17:30) Ontem, eu ________


T

D .Organize sua agenda desta S E T E M ilt©


semana e descreva suas D a t a M a n h ã - 7 h à s 1 2 h T a r d e - 1 3 h à s 1 8 h N o i t e - 1 9 h à s 2 2 h

atividades. 8 -1 O h fíu ta dc p aitu yu êú 1 8 h 'P o a i xc


1 3
11 h P e x x iã a com c fieücaC c ic iitm io (a x iv c n a iia x te i
2afe ir a
1. Qual é o horário de suas aulas de ve*teUu dc m e i)
<M teo*ttew
de Português?
7 -8 h idcadcx-.ta 1 7 :3 0 h pentecta 2 0 h r.xte.: P ..
1 4
1 0 P ateetea xa é â m a ta de
3 a fe ir a
fa m é ic ic
<Mtem

8 -1 O h de p a ita a u ê e 1 3 -1 5 h p e ije a d a nc
1 5
2. Quando você vai à academia?
4 a fe ir a
i A -^ n h p lan ejam cn tc da
dtcjc { f it a de lla t a l

7 -8 h idcadcm ia 1 5 h {?}i£e à ce£ta.f r 1 9 :3 0 h p ciu d ãe r 'e


1 6
1 O h P cu xiãc im fic rtax te : pcaxcãc q e ta í feaie c m ectteà
5 a fe ir a
ava íia eà c dc deàemfiexdc
3. Quando o pessoal de Vendas se o ttto *d tã d a {u x e io x á ú a (cancelada)
reuniu com você?
1 7
8 -1 O h sdcda de p o itu cfu êi “7 a td e tic ie f

6 a fe ir a
1 0 h McCM&iãc de m ete i
p a ta o anc que cem
d e fic ú de
(cancelada.)
a m o rn o .

4 .0 que está programado para hoje à S d d ad c c dowinqc na


tarde? Em que horário? 1 8 e 1 9
f iia ia ... que nixqucxt é
S á b a d o e
de { e iic f
D o m in g o

5. Fale sobre as duas reuniões cancela­


das (horário, tema).

6. A reunião de 5âfeira à tarde é importante? Por quê?

7. Dê sua opinião. É bom trabalhar nessa empresa? Por quê?

Fazendo compras ÁUDIO 27

— Vamos depressa! Quero comprar um vestido


para a festa de hoje à noite e as lojas vão fechar
daqui a meia hora.

— Esta loja é nova. Veja! 0 vestido amarelo é muito


elegante.

— Vou pedir à vendedora para me mostrar aquela


blusa branca. Ela combina com a minha saia preta.
Roupas

As roupas deie As roupas dele/deía As roupas dela

— Traje social -----


a calça o vestido
o paletó a camisa
o terno (calça e paletó) a saia
a camisa a blusa
a calça comprida
Traje esportivo
Na praia a camiseta Na praia
o calção o short o biquíni
a sunga a bermuda o maiô
a calça jeans

Roupa íntima
a cueca o pijama a camisola
as meias a calcinha
o sutiã
Acessórios
a gravata os sapatos a bolsa
o tênis as joias e as bijuterias
a sandália
o cinto
1. Risque todos os intrusos. o relógio
No escritório, ele veste/usa: os óculos
calça paletó short gravata sunga o celular
sapato camisa cam iseta calcinha meias
No clube, jogando tênis, ela usa/veste:
camisola cam iseta short tênis sandália
calcinha cinto joias sutiã paletó

2 . 0 que ele usa para dorm ir? E ela?


O que ele usa quando vai a uma festa m u ito
chique? E ela? O que ela usa para ir a um
churrasco? E ele?

3. Explique.
0 que são camisa, camiseta, camisola?
1____________________________________

A. Responda.
1.0 que você usa quando vai trabalhar?
2 .0 que você usa quando fica em casa no domingo?
3 .0 que você usa quando vai a uma festa m uito chique?
4 .0 que você está usando agora?
5. Você acha que há diferença entre o modo de vestir
dos brasileiros e o das pessoas de seu país? Explique.

I
Ele chegou ao Brasil há 3 semanas,
@ Há daqui a Ele está em São Paulo há 10 dias.
Ele v a i p a r tir para o Rio daqui a 3 dias.

Complete.
1. (50 minutos) Ele está esperando lá fo ra _____
2. (10 minutos) Ele vai abrir a loja ____________
3. (uma hora) Ele abriu a loja ________________
4. (três dias) Eu estive no Rio de Janeiro ______
5. (quinze anos) Ele trabalha no b a n c o _______
6. (muitos anos) Ele entrou na firm a _________
7. (uma semana) Vocês estão aqui ___________
8. (20 minutos) O avião vai chegar aqui _______
9. (6 meses) Eles vão falar Português m uito bem
10. (40 minutos) Eu pedi a sobremesa _________
11. (um ano) Ele estuda Português ____________
12. (meia hora) Nós vamos ja n t a r _____________

Sempre fem inino: a viagem, a paisagem, a reportagem, a cidade, a idade


Sempre masculino: o cinema, o sistema, o poema, o idioma, o sintoma, o telegrama,
o programa, o sofá, o crachá, o guaraná.

Atenção: um dia bonito, um mapa novo, o clima frio, o planeta deserto...


verm elho
verm elha

m arrom
m arrom

A. Passe para o feminino.


1. Meu irmão é um professor antigo. _______________________________
2. (cidade) Meu país é muito grande. _______________________________
3. (casa) 0 apartamento do meu vizinho é simples e confortável. _______
4. (revista/fotografias) Esse jornal tem artigos muito interessantes. _____
5. Meu dentista é competente. ___________________________________
6. (folhas) Os papéis verdes estão na mesa. _________________________
7. Meu pai é um homem calmo. ___________________________________
8. (novela) Este filme foi bom. ____________________________________
9. Esse cantor é um homem bom e amável. _________________________
10. (blusa/bolsa) Ela comprou um vestido cor-de-rosa e um casaco cinza.
11. (casa/rua) Eles preferem um apartamento pequeno, num bairro comum.
12. Este senhor é elegante e conservador. ___________________________
13. Meu amigo é m uito otimista. ___________________________________
14. (música) O filme é triste.
15.0 marido de minha filha é um homem difícil. _____________________
16. (revista) O livro azul está no escritório do doutor. __________________
17.0 senhor já falou com o diretor comercial? ________________________
18. (a entrevista) O livro deste escritor francês é longo, mas interessante. _
19. (estrada) Este rio é longo, estreito e escuro. _______________________
20. (língua) O idioma alemão não é fácil. ____________________________

B. Complete.
1. (caro) Copos de cristal s ã o _________________________________ .
2. (pequeno/confortável) Minha casa é _________________________________ , m a s _______
3. (famoso) As praias do Rio de Janeiro s ã o __________________________________ .
4. (antigo/moderno) Este hotel é ________________________________ . Prefiro h o té is _____
5. (alemão/moderno) Muitas cidades_________________________________s ã o __________
6. (mau) Esta ideia não é _________________________________ !
7. (espanhol/francês/americano) Gosto de m ú sica __________________________, vestidos
e ca rro s __________________________________ .
8. (simples/simples) Maria é uma mulher _____________________ e mora num apartamento
9. (branco/azul/amarelo/cinza) Comprei duas blusas______________________ , um vestido _
duas saias__________________________ e um chapéu .
10. (verde/bom) Estas bananas e s tã o __________________________ , mas as laranjase s tã o ___
11. (azul/marrom) Hoje quero comprar duas saias_________________________ e uma blusa _

0
f

12. (residencial/tranquilo) Valeu a pena comprar o aparta­


mento num b a irro ______________________________ .
A vida aqui é m u ito _____________________________ .
13. (industrial/japonês) Esta f ir m a _________________tem
uma d ire to ra ______________________________ .
14. (comum/feliz) Você acha que a m u lh e r_____________
é __________________________________ ?
15. (bom/bom/grande) Este apartamento é _______ ,
mas esta casa não é ________ , porque ém u ito ______
para nós.
16. (longo/interessante/bom) Ele escreveu uma carta
________ e __________, com notícias m u ito ________ .
17. (antigo/moderno/industrial/bonito) Salvador é uma
c id a d e ______________ , Brasília é uma cidade
_______________ , São Paulo é uma c id a d e __________
e o Rio de Janeiro é uma c id a d e ______________ .
18. (frio/quente) Não gosto de morar em países m uito
_______________ ou muito .
19. (difícil/interessante) Meu trabalho é _______________ ,
m as_______________ .
20. (velho/novo) Minhas bolsas e s tã o ______________ .
Preciso comprar uma bolsa _______________ .
©Celso Diniz | Dreamstime.com

C. uma viagem longa D. este artista espanhol


1. telefonema
( ) 1. dia
2. chefe
( ) 2. oportunidade
3. diretora
( ) 3. ideia
4. sofá
( ) 4. mapa
5. dentista
( _________ _________ ) 5. limão
Texto narrativo Rios do Brasil ÉÉà
Durante esta semana, às 11 horas da noite, o canal.9 está pas­
sando docum entários sobre os rios do Brasil. Anteontem, tive ­
mos um film e sobre o Rio Amazonas. Foi m uito interessante.
O film e mostrou a famosa "pororoca", o encontro das águas
desse rio com as águas do mar. Que barulhão!
O film e de ontem foi sobre a construção da usina hidrelétrica
de Itaipu, no Rio Paraná, na fronteira do Brasil com o Paraguai.
O film e de amanhã vai ser sobre o Rio São Francisco, um gran­
de rio, inteiram ente brasileiro.

Responda.
1. Você gosta de assistir a docum entários na televisão? Por quê?

2. No seu país, a televisão é exclusivamente comercial ou também educativa?

3. A televisão apresenta programas diferentes: música, entrevistas, filmes,


documentários, jornal, novelas etc. Que programa você prefere? Porquê?

4. O que você sabe sobre o Rio Amazonas?

5. O que é a "pororoca"?

6. O Brasil pode construir muitas usinas hidrelétricas. Por quê?

7.0 Rio São Francisco é chamado "rio da unidade nacional". Por quê?

8. Fale sobre os rios do seu país.

9. Com que países o Brasil tem fronteiras?

10. E o seu país?


©Lanthilda | Dreamstime.com
1e Policiai

Alô! Alô! Todos os carros! Assaltaram


a casa de joias Leão de Ouro.

O suspeito é um homem branco,


de mais ou menos 30 anos, alto e gordo,
com cabelo e olhos castanhos.

Cuidado! Ele está armado e é perigoso!

Mais tarde, na Delegacia de Polícia.

2- Policial: A senhora pode descrever o iadráo?


Testemunha: - Posso. Eu o vi de perto. Ele não é loiro.
É moreno. O rosto dele é redondo e a
te s ta ...
2 Policiai: Um momento. Vamos fazer o retrato.
Testemunha: - A testa não é alta. Os olhos... nunca vou
esquecê-los. Os olhos são grandes.
E as sobrancelhas são bem grossas.
2® Policial: E o nariz. É assim?
Testemunha: - É comprido e fino. Tenho certeza.
2 - Policiai: E o queixo?
Testemunha: - Acho que é quadrado.
2 Policial: Assim?
Testemunha: - Assim mesmo.
2° Policiai: E as orelhas? São assim?
Testem unha:- Não sei. Não me lembro, mas o cabelo
é crespo.
2' Policiai: Assim?
Testemunha: - Assim mesmo. Agora, deixe-me ver
o retrato. Meu Deus! É este o homem.
É ele mesmo, sem tirar nem pôr.
Meu tipo ideal m
— Gostaria de conhecer um homem de 25 anos,
alto, de cabelos pretos e lisos e de olhos azuis.

— Tipo esportista ou intelectual?

— Esportista, claro.

Ah! Eu, ao contrário, sempre quis conhecer


um rapaz de tipo intelectual, magro e de voz
suave. Sonho com ele todas as noites.

O corpo humano

0 GORDO

A. Descreva o Magro, Estas palavras váo ajudar você.

magro gordo direito


estreito j largo velho jovem/moço redondo j quadrado
loiro moreno branco PS1 pontudo oval

64
B. Descreva estas pessoas (aparênda física e temperamento. Imagine como elas vivem e como
e H o n g q l Zhangíaka M ichael Zhang) | Dream stlm e.com
se relacionam com os outros).

1) Ele é cientista, é ... 2) Ela é loira etem ... 3) Ele é operário, é

Olhe as fotos novamente... Como você acha que essas pessoas sáo?
Estas palavras váo ajudar você:
1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3

simpático mal-humorado comunicativo fácil risonho

bem-humorado tím ido aberto difícil intelectual

desembaraçado pessimista moderno esportivo fechado

otimista ingênuo antiquado reservado preguiçoso

esperto inteligente desonesto ativo chato

antipático bobo honesto. interessante sério

65
Modo indicativo

VER - Presente QUERER — Pretérito perfeito ------------


.
Eu vejo Nós vemos Eu quis Nós quisemos
Você Vocês Você Vocês
Ele vê Eles veem Ele quis Eles quiseram
Ela Elas Ela
1- 1 l_ . Elas ... 1 ...

VER — Pretérito perfeito PODER — Pretérito perfeito


r.... ........... ...... ....7
Eu vi Nós vimos Eu pude Nós pudemos
Você Vocês Você Vocês
Ele viu Eles viram Ele pôde Eles puderam
Ela Elas Ela Elas
_____L _____

A. Eu sempre vejo meu amigo no escritório. B. u nunca vi nove.


1. Ele sem pre-------------Mariana na praia. 1. Vocês j á _______ neve?
2. Eles nunca_______ Luís. — Não, nunca________
3. Aos domingos, nós________ nossos amigos. 2. Você________ o acidente na avenida?
4. Vocês--------------o diretor aos sábados? — ----------- , sim. Foi horrível.
5. Luísa--------------Ana todos os dias na escola. 3. Eu nunca_______ João cantando.
6. Eu nunca------------- Teresa cantando. 4. Ontem, eles m e ____________ na loja, mas eu não o s ___
7. Você sem pre--------------Lúcia no banco. 5. Anteontem, ela ________ o diretor da firma jantando
8. Eu sem pre------------- Eduardo, mas ele nunca no clube.
m e --------------- Ele e muito distraído. 6. Você--------------o ladrão correndo?
— ----------- , sim. E também corri atrás dele.
C. Eu vejo Amélia todos os sábados. Ontem eu vi Amélia.
1. Ontem, n ó s --------------- sua irmã na cidade.
2. Aos sábados, eles________ um filme no cinema e aos dom ingos,________ televisão.
3. Na semana que vem eles________ os amigos.
4. Não gosto d e ________ acidentes.
5. Você q u e r _______ este filme inglês? Não, prefiro _________ o filme francês.
6. Na viagem, eles________ paisagens lindas, lindas.
7. Ela________ a família amanhã.
8 .0 que é que você________ agora?--------------- uma mulher. Ela está abrindo a bolsa.
9. Eu s e m p re ------------ guardas andando pela cidade.
10. Você já _______ um elefante?Já_________ , sim. No circo.

D. Eu sem pre quis conhecer o Japão.


1. Meus amigos ________ me ajudar, mas não foi necessário.
2. O la d rã o _______ assaltar esta mulher, mas ela gritou.
3. N ó s ________ver Cida ontem, mas ela está viajando.
4. Por que v o c ê ________ entrar neste restaurante? É muito
barulhento.
5. Sábado passado, e le s ------------- falar comigo, mas eu não
________ falar com eles.
6. Eu---------------ir lá porque é mais tranqüilo.
7. Nós_______ ficar em casa para ver o jogo.
8. Eu sem pre________ conhecer a Europa. Agora eu vou.
9. Meu vizin h o________ dar uma festa para a filha dele.
10. Francisco, por que seu irmão n ã o _______ ficar aqui?
Ele não gosta de nós?

E. Todos puderam ver o jogo pela televisão.


1. Eles n ã o _______ viajar. Nós também n ã o ----------------.
Ninguém ________ .
2. Por que ela n ã o ________ assistirà aula?
3. N ó s _______ ver o show até o fim. Valeu a pena!
4. Ela ________ descrevero rosto do ladrão. Ela o viu de perto.
5. Sem crachá, o funcionário não _______ entrar na empresa. Foi um dia com plicado...
6. Na terça-feira passada, o professor Olavo n ã o ------------- dar aula. Ele nunca pode às terças-feiras.
7. Ontem, todo mundo ________ chegarcedo, mas eu não ________ .V o c ê ________ ?
8. Eu n ã o ------------- entender as perguntas do teste, por isso eu não respondi. E você? V o c ê _____
9. José, por que você n ã o ________ falarcom o diretor ontem?
10. Ontem, finalmente, eu _______ veraquele filme famoso do Carlitos. Foi ótimo.

67
F. Ontem, eu quis ir ao cinema, mas não pude. Meu dinheiro acabou.
1. Na semana passada, n ó s ________falar com. ele, mas não_________ porque ele saiu mais cedo.
2. Os tu ris ta s _______ conhecer esta igreja antiga, mas n ã o ________ entrar. A igreja fechou às 5 horas.
3. Ontem, os alunos sair mais cedo, mas não O diretor não permitiu.
4. Ontem, nós não _ ___sair de casa. Ficamos para ver o jogo pela televisão.
5. Ontem, e le s ____ ver o jogo, mas n ã o ________ porque não encontraram mais entradas.

1 1 ijj:
Você já viu a cozinha?
Quem vai me ajudar?

(nós) Ele não nos viu na rua.


1. (nós) Ele nunca --------------viu aqui.
2. (eu) Vocês nunca p o d e m --------------aj-dar. Por quê?
3. (eu) Meus vizinhos se m p re ----------------atam .
4. (eu) Estou muito cansada. Você p o d e --------------ajudar?
5. (eu) Preciso sair agora. Pedro está --------------esperando.
6. (eu) Francisco, v o c ê ________e spe ro u ~ jrto tempo?
7. (nós) Nossos a m ig o s -------------- co r . daram para uma festa.
Vamos, sim.
8. (eu) Meus colegas------------- c c r . ra-a— cara uma festa, mas
não sei se vou.
Pronomes pessoais (2)
9. (nós) Nós sempre convidamos nossos za'e~:es para jantar, mas
(ele) Eu vi o ladrão. Eu o vi. eles n ã o _______ convidam nunca. rd ' z_e será?
(ela) Eu não entendi a pergunta. Eu não a entendi, 10. (nós) Por que vocês não -------------- avisaram?
(você) Júlio, quem ajudou você? Quem o ajudou?
(vocês) Mário e Joana, quem ajudou vocês?
Quem os ajudou?

Você Vocês
Ele o, a Eles os, as
Ela Elas

A. Eu vi os rapazes. Eu os vi.
1. Mário não fechou as janelas.

2. Ela prepara o jantar em 10 minutos.

3. Lúcia ajudou Carmem no trabalho?

4. Eu vejo Cláudia e Anita mais tarde.

5. Ana viu o filme.


B. Teresa, eu sempre a vejo na biblioteca.
Teresa, eu sempre a vejo na biblioteca.
(Eu sempre vejo você.)

1. Lúcia, M á rio --------------viu na estação de metrô.

2. Lúcia e José, meu amigo conhece vocês. Ele________


encontrou em Campos do Jordão.

3. Paulo, você foi ao banco hoje? Q uem ________ atendeu lá?


6. Vocês viram os rapazes? 4. Felipe, n ã o ________ vejo mais no restaurante.

5. Marina, nós ________ atendemos depois.

7. Nós vimos os animais no circo. 6. Adriana e Rafael, nós ________ esperamos amanhã para o
jantar.

8. Ele comprou a casa ontem.

9. Ele vende livros nesta loja.

C. Completar.
— Ontem, meu marido e eu fomos ao teatro. Na sala de
espera vimos nossos colegas de escritório, mas eles não
________ viram. Comprei o programa e li os nomes dos
atores. Meu marido também ________ leu.

Não tenho a chave da porta.


Não posso abri-la.^ xEu pude ver o ladrão.
Eu pude vé-lo.

Eu pude ver a fo to g ra fia .


Eu pude ve-ía.

Eu pude ver os ladrões.


Eu pude vé-los.

Eu pude ver as fotografias.


Eu pude vè-ías.

Eu nao pude ver você, Margarida.


Eu nao pude vé-Sa, Margarida.

Amigos, desculpem! Eu não pude ver vocês.


Amigos, desculpem! Eu nao pude ve fos.

69
Quero fazer o trabalho. Quero fazê-lo.
1. Quero ver o diretor. Q uero_____________

2. Quero conhecer a nova diretora. Q uero___________

3. Amanhã vamos visitar nossos amigos.____________

4. Que bom! Vamos comprar esta bela casa._________

5. O diretor não quis atender o cliente.____________

6. Vou prepararoa peritivo________________________

7. Amanhã, vamos atravessar o Rio Amazonas. ______

8. Quero aprender esta música. __________________

9. Vou encontrar meus amigos no restaurante. ______

10. Não posso abrir a p o rta .______________________

11. (vender) Esta casa é muito grande para nós. Queremos

12. (comer) Que belas laranjas! Vamos ____________

13. (comprar) Gostei deste relógio. V o u ____________

14. (esperar) Meus amigos chegam hoje. Vamos ___

15. (conhecer) Brasília é uma cidade moderna. Quero

Pronomes pessoais (4)

Você
Ele -no, -na
Ela

As secretárias digitam os relatórios. As secretárias digitam-nos.


1. Na reunião, os sócios resolveram o problema. Foi fácil!

2. Os vizinhos descreveram os ladrões.

3. Os candidatos leram o regulamento?

4. Os vizinhos chamaram a polícia.

5. Os alunos assinaram os documentos.

6. Eles apresentaram vocês ao Presidente?

7. Os sócios contrataram você, Marcos?

8. Meus colegas ouviram todas as minhas reclamações

9. Os diretores aprovaram o plano.

10. Que sorte! Bons advogados ajudaram vocês

O vinho, beberam no todo?!


Nossa! Você está morrendo?
Pronomes pessoais (5)

Eu vi o ladrão. Eu o vi.
Eu me Nós nos

Você o, a Vocês os, as


Ele (-Io, Ia) Eles (-los, -Ias)
Ela (-no, -na) Elas (-nos, nas)
____

Você está doente?


— Nossa, seu rosto está vermelho! Você está doente?
— Não sei! Não estou me sentindo bem. Estou com dor de
cabeça, dor de garganta e dor nas costas. Não posso falar,
nem andar.
— Acho que você está com febre.
— Vou à farmácia comprar um remédio para gripe.
— Acho melhor você ir ao médico.

dor de cabeça
dor de ouvido
dor de dente \ Acho que estou resfriadr
dor de garganta
dor de estômago
dor de barriga
dor nas pernas
dor nas costas
tosse
gripe
febre
enjoo

estar resfriado, resfriada

A. Hoje vou ao dentista porque estou com dor de dente.

1. Sua testa está muito quente. Você................................................................................................................


2. Desculpe, mas hoje não posso falar muito. Estou.............................................................................................
3. Tomei chuva ontem e h o je ................................................................................................................... Atchim!
4. Nossa! A reunião foi longa e difícil. Estou..........................................................................................................
5................................................................................................................... porque comi demais.
6. Vou comprar um xarope para o João. Ele não para d e .....................................................................................
7. Não quero comer nada. Por favor, não posso nem pensar em comida. Eu.....................................................
8. Você falou demais e agora..................................................................................................................................
9. Esta cama não é boa. Estou sem pre...................................................................................................................
10. Você está resfriada e com febre também. Acho que você................... ...........................................................
B. Simulando diálogos.

1. Chefe e subordinado
Converse com seu chefe. Diga-lhe que você trabalha muito, está muito cansado e precisa de uns dias de folga. Explique-lhe
como você se sente. Comece assim: - Seu Osório, e u ...

2. Médico e cliente
Você está em consulta. Explique ao médico como você se sente. Diga-lhe que você trabalha muitas horas por dia, não faz

exercício físico, é ansioso; por isso fuma demais, come m a l... Seu único prazer é passar horas e horas no bar, com seus amigos.
Comece assim: - Doutor, o que eu devo fazer? Eu ...

Modo imperativo - MOSTRAR

Mostrei ||§ |
- A senhora viu o ladrão. Agora veja esses retratos.
Qual destres homens é o ladrão? Mostre!
- Nào sei, não.
- Não tenha medo. Nós vamos protegê-la.

Mostre-me o que você está fazendo! Não vendam nada!


Mostremos, na reunião, as vantagens do negócio! VENDER Vendam tudo com desconto!
Mostrem seus passaportes! Vendam todo o estoque!

— Mostre! (-ar — > e) Eu vendo -— Venda! (-er — > a)

mostre (você)! venda (você)!


mostremos (nós)! vendamos (nós)!
mostrem (vocês)! vendam (vocês)!

Tenha paciência! Abra a porta já!


Tenhamos cuidado! Ele é muito esperto! Abramos uma exceção! Ele é um grande amigo!
Tenham pena de mim! Abram os braços para os candidatos!

Eu tenho — Tenha! Eu abro — Abra! (-ir — > a )

tenha (você)! abra (você)!


tenhamos (nós)! abramos (nós)!
tenham (vocês)! abram (vocês)!

Veja o que você fez!


Vejamos o que vai acontecer!
Vejam como é fácil fazer isto!

Eu vejo — Veja!

veja (você)!

vejamos (nós)!

vejam (vocês)!
L
72
A. Seu problema e a solução.
Imperativo
Você está com dor de barriga?
Algumas formas irregulares
Coma manos/__________________

Seja esperto! Você está com dor de dente?


SER
Sejamos pacientes com ele!
(Seja!)
Sejam pontuais! Você está com dor nas costas?
seja (você)!
sejamos (nós)! Dor de garganta? Você está com dor de garganta?
sejam (vocês)!

Dor de cabeça? Você está com dor de cabeça?


Esteja aqui amanhã!
Estejamos preparados para tudo!
Estejam no aeroporto 2 horas antes do voo! Você está com dor nos pés?
esteja (você)!
estejamos (nós)! Você está com gripe?
estejam (vocês)!

Você está com tosse?


Vá embora!
Vamos até lá!
Vão ver o que ele está fazendo!
Você está com enjoo? Coitado!
vá (você)!
vamos (nós)!
vão (vocês)! Você está resfriado?

B. Na aula de ginástica.
Olhem para mim!
Meninos e meninas, mantenham sua forma física!

(dobrar/esticar) Agora, rápido, ___________ _ e ___________ a perna. Vamos!

(fazer) Agora ______________ o mesmo movimento com a perna esquerda!

73
C. (você) Há muitos ladrões na rua. Tenha cuidado!

1. (você) Você trabalha demais e está muito magro. mais e menos!

2. (vocês) Não há bons programas na televisão. Não muita televisão!

3. (nós) Nosso carro está muito velho. __________ um carro novo!

4. (você) Não quero comprar nada. Não _____ , por favor.

5. (vocês) A reunião é às oito. ______________ pontuais!

6. (vocês) Já é tarde. ______________ dormir!

Vamos à ttália nas férias.


Vamos primeiro a Roma.
Vou ao médico, a + o = ao
Vou à farmácia, a + a = à
Ela escreve aos amigos, a + os = aos
Ela escreve às amigas. a + as= às

Vamos ao médico e à farmácia.

1. Primeiro va m o s_____________ banco e, depois, prefeitura e biblioteca.

2. Mostrei meus planos ______________ diretor e secretária.

3. Ontem à noite, ofereci um coquetel ______________ colegas de meu marido e esposas.

4. Vamos ao aeroporto receber nossos amigos. Eles estão voltando de uma longa viagem. Eles foram ________
México, Estados Unidos, Bermudas, Espanha,
França, Alemanha, Grécia e Japão.

5. No ano que vem, vam os_____________ Europa. Queremosi r ______________ Suíça,_______________ Zurique. Depois
vamos Itália, Roma. Queremos ir também Áustria,
Viena e, se possível, Bruxelas, na Bélgica.

74
Não (nem) nem

- Hoje eu vou tocar piano e cantar.


- Vai mesmo?
- Não. Hoje eu não vou tocar piano nem cantar.
- Mudou de ideia?
- Mudei. Hoje eu não vou nem tocar piano nem cantar.
- Graças a Deus!

Gosto de cinema e de teatro.


Não gosto nem de cinema nem de teatro. Ou Não gosto de cinema nem de teatro.
1. Você sempre compra chocolate e frutas para eles.
2. Eles gostam de carne e de peixe.______________
3. Ontem, saímos com Pedro e com Teresa.______
4 .0 ladrão é alto e m oreno.____________________
5. Eles querem leite e chocolate.________________
6. Esta casa é velha e feia._____________________
7. Esta casa é grande e antiga.__________________
8. Eles sempre viajam de avião ou de carro._______
9. Meus filhos sempre comem doces e frutas._____
10. Ontem assisti ao jogo e ao film e _____________

Texto narrativo Q B
Brasília ©Aqulllno Bouz

Brasília é a capital do Brasil desde 1960.


Construída em menos de 5 anos, ela está
situada no coração do Brasil, país enorme,
para tornar a sede do governo federal mais
acessível a todos os brasileiros.

A mudança do governo federal do Rio de


Janeiro, a antiga capital brasileira, para Bra­ -

sília não foi fácil.


Palácio da Alvorada, Brasília, D
Ninguém queria deixar a bela cidade do Pão de Açúcar e do Corcovado para ir viver no
Planalto Central, numa cidade nova, isolada, sem mar, sem praia. Nem os funcionários públicos, nem os políticos...

No entanto, Brasília é agora, sem dúvida, o centro das decisões políticas do país.

Brasília é uma cidade diferente. Sua construção obedeceu a um plano-piloto. A base deste plano são dois eixos que se
cruzam: o Eixo Rodoviário, no sentido norte-sul, e o Eixo Monumental, no sentido leste-oeste. À noite, com suas luzes
acesas, a cidade, vista do alto, parece um grande avião.

Os edifícios principais de Brasília têm linhas de grande beleza e são sempre uma surpresa para o turista. A Praça dos
Três Poderes é o cartão-postal da cidade. Nela, estão os edifícios do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal
e o Palácio da Alvorada, o local onde reside e trabalha o Presidente da República. Há muitos outros edifícios de rara
beleza em Brasília, como a catedral que, de longe, parece duas mãos postas em oração, e o Palácio dos Arcos, sede do
Ministério das Relações Exteriores — lindo, com seu jardim aquático.

Brasília é o resultado do trabalho combinado de três grandes artistas brasileiros: o urbanista Lúcio Costa, o arquiteto
Oscar Niemeyer e o paisagista Burle Marx.

Nada se compara a Brasília, e ela, por sua vez, não se integra a mais nada. É uma cidade única, diferente de todas as
outras cidades do mundo. De todas. Realmente, Brasília é Brasília.
75
A. Responda.
1. Por que a capital do Brasil mudou do Rio de Janeiro para Brasília?
2. Compare a situação geográfica de Brasília com a do Rio de Janeiro.
3. Por que, à noite, Brasília parece um grande avião?
4. Fale sobre o Palácio da Alvorada, a Catedral e o Palácio dos Arcos.
5. Brasília é criação de três artistas. Fale sobre eles.
6. Brasília é única. Você concorda?

B. Examine as fotos e identifique


o iocai em que foram tiradas.

( ) Baía de Guanabara
raO
tu u -R io de Janeiro
OJa;
-D E
c *3
03
x F
vA
Oj “
_ fO
< a>
©Q
( ) Ouro Preto
- Minas Gerais

( ) Brasília - Distrito Federal

( ) Pão de Açúcar
- Rio de Janeiro

( ) Cataratas da Foz do Iguaçu


- Paraná

( ) Monumento às Bandeiras
- São Paulo

( ) Calçadão de Copacabana
- Rio de Janeiro

( ) Teatro de Manaus
-Am azonas

( ) Pelourinho
- Salvador - Bahia

( ) Cidade Alta e Cidade Baixa


com o Elevador Lacerda
- Salvador
Fazendo compras E ia
Sílvia: Quanta gente na loja! Parece que todo mun­
do resolveu fazer compras hoje!
D. Vera: Venha, Sílvia. Vamos até a seção de utilidades
domésticas. Quero ver uma nova máquina de
lavar roupa. A minha quebrou e náo tem mais
conserto.
Vendedor: A senhora já viu os novos modelos da máqui­
na "Alvorada"? Ela faz tudo. Tudo!
D. Vera: Tudo? Tudo o quê?
Vendedor: Tudo. Ela lava e seca a roupa muito bem. Vou
lhe dar um folheto.
D. Vera: Mas todas as máquinas de lavar roupa fazem
isso.
Vendedor: A senhora diz isto porque não conhece a
nossa. Ela é muito mais econômica. A senhora
põe um monte de roupa na máquina. E agora
veja: só um pouco de sabão em pó.
D. Vera: Éverdade. É bem econômica. E tem garantia?
Vendedor: Claro. Damos garantia de um ano.
D. Vera: Vou pensar um pouquinho. Obrigada.

Alguma coisa Você quer comprar vários aparelhos eletrodomésticos. Simule uma
conversa com um vendedor de loja. Faça perguntas, peça folheto etc.
mais simples fi& j

Gostaria de ver um aparelho de som.


Temos as melhores marcas. Nacionais
e importadas. Aqui estão os últimos
modelos. Veja que beleza!
São muito caros. Gostaria de comprar
alguma coisa mais simples. O senhor
não tem outros?
Indicativo - Presente e Pretérito perfeito

Presente Pretérito perfeito


c c
LU !
\
faço fiz
N ! faz fez
<c
U. i fazemos fizemos
fazem ................ ... , .1
______1I......................................... fizeram

Presente Pretérito perfeito


ponho pus
‘O põe pôs
a
pomos pusemos
põem puseram

Presente Pretérito perfeito


OC digo disse
LU
N diz disse
D
dizemos dissemos
dizem
- ..... - -- -- -______ disseram

Presente Pretérito perfeito

OS dou dei
< dá deu
D
damos demos
dão deram

o trabalho a mala os sapatos


o almoço compras o paletó
o café um curso a gravata
anos um favor a mesa
um cheque uma viagem a carta no correio
uma pergunta o dinheiro no banco
a chave no bolso

DIZER

bom dia um presente


até logo bom-dia
uma mentira uma aula
a verdade uma opinião
"não" parabéns
"sim"
õSo Eu faço café para meus amigos.

1. Eles não favores, mas eu


Gosto de fazer compras com meu marido.
2. Eu não isto. E você? Você ? Ele não é nada econômico.

3. Nós não viaaens lonaas. E eles? Eles


?
4. Eles _ compras aos sábados. E vocês? Quando
vocês ?

5. Ela o trabalho em casa, mas todo mundo


na fábrica.
6. A gente cursos interessantes. E ele? Eu acho
que ele não .

7. Elas tudo rápido, mas ele não


Ele tudo devagar. Eu também.

(3b Eu fiz tudo em meia hora.


1. Eu não isso. Ouem ? Eu não dou gorjeta.

2. Eu tudo direito, mas ele não

3. Ela _ u m almoço muito gostoso.

4. Nós não compras. Alauém ?

5. Você não seu trabalho. Ninauém

6. Vocês já as malas? Eu ainda não


7. Meus amigos _ uma longa viagem, mas a gente
não _•
8. Todo m u n d o_ tudo certo, menos ele.
Ele _ tu d o errado. Ele sempre faz.
Todo mundo faz tudo certo, menos ele.
Ele faz tudo errado.
M I W
1. Aqui a gente__ informações, mas lá ninguém

2. Nós _explicações para o diretor.

Eles também _

3. Vocês informações por telefone, mas ela não

4. Eu não gorjeta.

E você? Você__ ?

5. Quem aula de Português?

Você 7

6. Todo m u n d o__ descontos, mas eu não


D. Ele me deu um beijo. Que beijinho d o ce ... que ele deu.”

1. Ontem, nós uma festa. Foi ótima.

2. Eu gostei muito do livro que vocês m e ________

3 .0 que v o c ê __________para ela? Eu nã o______ nada. Eu nunca dou.

4. A gente__________bom-dia para ela, mas ela não respondeu.

5. Todo mundo .gorjeta, por isso eu também

6. Quem lh e __ permissão para entrar? N inguém .

7. Eles já m e __________ o novo endereço, mas não


o número do te le fo n e ._________ para você?

E. Ele põe anúncios na internet.


1. Você açúcar no café, mas eu nã o .

2. Ele_________ seus documentos no cofre. E vocês? Onde vocês_________ ?

3. Nós__________paletó e gravata para trabalhar. Todo m undo__________.

4. Q uem _________ a mesa na sua casa? N inguém _________ . Ninguém almoça em casa.

5. A gente__________dinheiro no banco todos os meses. E ele? Ele tam bém _________ ?

6. Eles gasolina no carro, mas ela não . Ela só álcool (etanol).

MM Eu pus o carro no estacionamento, mas eles


F. Eu pus a mesa para o jantar.
puseram na garagem.
1. Eu não sei q u e m _________ a mesa. A lguém __________?

2. Q uem __________isso aqui? Foi você? Você__________isso aqui?

3. Eu não__________nada na gaveta. Vocês_________ ?

4. Ontem, nós__________um anúncio no jornal.

5. Eles_______ todo o dinheiro no banco. A gente tam bém _______

6. Todo m u n d o __________ jeans para ir ao churrasco.


N inguém __________bermudas.

7. Ele__________ o carro no estacionamento, mas eles


na garagem do edifício.

G. le sempre diz a verdade.


1. Nós não nada. E você? Você

2. Eles sempre . a verdade. E vocês? Vocês tam bém _____

3. A gente só _ _ a verdade, mas elas__________mentiras.

4. Ela sempre _ _que trabalha demais.

5. Eu sempre _ . sim, mas ele não. Ele sempre. nao.


6. Todo mundo até logo quando sai. Ninguém
até logo quando chega.

80
H. Ele disse a verdade.

1.0 que vocês ? Nós não nada.

2 .0 que ela__ __? Você sabe o que ela______


Eu sem pre
3. A g e n te ____ _ "obrigado" e eles, "de nada". d ig o sim,
mas ele não.
4. Todo mundo _____ a mesma coisa. Ninguém nada Ele sempre
diferente. diz não.
5. Q uem _____ isso? A lguém _________ ?

6. Eu quero saber o que eles_________ .

7. O que você_________ ? Eu?! Eu não nada.

A prazo ou à vista? ffiiS


— Este é o carro do ano! Observe suas linhas modernas e seu motor
potente e silencioso.
É bonito. E parece bom. Quanto custa?
— Bem, é um carro de luxo. Uma joia! Mas temos planos especiais de
pagamento. Com uma pequena entrada e o saldo em 60 prestações,
este carro é seu. Um ótim o negócio.
Mas eu só quero saber o preço. Quanto custa a vista?
— Um momento, preciso consultar a nossa tabela.

. ocê quer comprar uma casa na praia, um apartamento na cidade, uma bicicleta.
Converse com o vendedor. Discuta as formas de pagamento e escolha a mais interessante.

Plano de pagamento
entrada
saldo em prestações

81
Vou lhe dar um folheto Vou dar um folheto para você/para ele.

(para mim) (para nós)


Você
(para você, para ele, para ela) (para vocês, para eles, para elas)
Ele, Ela

A. lheto para ele. Dei-lhe um folheto.


- Posso mandar-lhe
1. Ele atendeu o cliente e deu- .um folheto, um folheto?
2. Você não tom ou o café que preparei? Porquê?

3. Ele entrou na loja e o vendedor____ __mostrou as novas máquinas.

4. Convidei os Vieira e ofereci-_________ um jantar.

5. Você não gostou do presente que e u __________ dei?

6. Não tenho notícias de Mário. Vou__________ telefonar.

7. Vocês não responderam ao e-mail que e u __________mandei. Por quê?

8. Eu________ fiz um favor mas você não me disse obrigado.

B. piete. e me mostrou sua casa nova.

1. (nós) Ele mostrou a casa dele.

2. (nós) Não fomos à festa porque vocês não______ disseram a data.

3. (eu) Escrevi para ele, mas ele não__________respondeu.

4. (eu) Você p o d e __________ explicar o problema?

5. (eu) 0 diretor não deu outra chance.


Preciso comprar outra máquina.
A minha não tem mais conserto.

Meu livro é velho. Meus amigos são alegres.


O dele também. Os dele também.

Meu livro está na mesa. E o seu (livro), onde está?


1. (eu/você)__________ casa é grande. E _______
2. (eu/você)__________ irmãs moram na Holanda. E
3. (eu/você)_________pai trabalha na Ford. E_____
4. (eu/você)__________ livros estão no armário. E__
5. (eu/ele)__________ amigo vai almoçar aqui. E___
Com plete.
1. Nós conhecemos__________ alunos da escola.
2. ____ casas têm portas e janelas.
3. Ela mandou pelo Correio.
4. Ele telefona .dia, menos sábado.
5. D iga______
_____ o que você sabe.
6. Encontrei_________ em ordem.
7. ____ família tem seus problemas.
8. As crianças co m e ra m _________ ?
9. A empregada lim pa__________casa,__________ dia.
10. Ele to m o u _________ sopa, mas não comeu mais nada.
11. Ele vai para a Europa ano e passa dois meses lá.
12. Este ônibus passa por _ ruas da pequena cidade. Com
13. Ele trabalhou______ semana, mas no domingo foi para a praia.
14. _____ manhã é a mesma coisa: acordo atrasado e saio correndo
para o trabalho.
15. Ele vem a q u i__________ dia, mas não fica comigo od ia __________ .
Depois do almoço, ele vai embora. É sempre assim.

— Você sempre fala pelos cotovelos, mas hoje está quieta. O que aconteceu?
— Nada.
— Vamos, conte-me tudo. Você brigou com seu namorado?
— Briguei. E ele agora tem outra namorada. Isto sempre acontece comigo.
— É, eu sei. Preste atenção! Vou lhe dizer uma coisa: você sempre está com dor de cotovelo. Você já experimentou
"Maravilha", a nova pasta de dente?
— Não. Por què?
— "Maravilha" faz milagres: perfuma o hálito e traz alegria para seu sorriso. Experimente "Maravilha".

Seis meses depois...

— Vejam! "Maravilha" trouxe-me a felicidade. Use, você também, "Maravilha". Ela está à venda nas boas farmácias do seu bairro.
/ “X
-j PARE I
Modo indicativo
\ 1 /

I TRAZER — Presente simples TRAZER — Pretérito perfeito


Eu trago Nós trazemos Eu trouxe Nós trouxemos
Você Vocês Você Vocês
Ele traz Eles ‘ trazem trouxe
| Ele Eles trouxeram
Ela Elas Ela Elas

A. traz boas noticias. E eu nunca recebo cartas ...

1. A internet sempre _novidades.

2. Nem sempre os jornais _ _____ a verdade.

3. Esse funcionário só nos _____ prejuízo.

4. As idéias dele são boas, mas não__________ lucro para a empresa.

5 .0 folheto que me deram não__________ muita informação.

6. Os programas de televisão__________ muita propaganda.

7. Eu sempre__________ o livro de Português para a aula. É necessário.

8. Fique sentado. Eu lh e __________ o café aqui.

9. Vocês sem pre__________ seus amigos aqui?

10. Nós sem pre__ tudo. Eles nunca nada. Quero


saber porquê.

■mail dele trouxe boas notícias. Ótimo!


1. Fomos ao supermercado e __________ tudo o que você pediu.

2. Q uem __________ isto para cá? Quem?

3. Ela_________ cafezinho para as visitas.

4. Ninguém __________ nada aqui para nós?

5 .0 Artur já _________ as cadeiras aqui para a sala? Já?

6. Por que vocês não__________ Mariana para cá?

7. E les__________ os documentos aqui para nós, mas não


__________ as fotos.

8. Eu não posso pagar a conta porque n ã o _________ dinheiro. E agora?

9. Estamos aqui preocupados. Eles__________mais notícias? E vocês?


_________ alguma novidade?

10. Esta máquina até agora só nos__________ problemas. Precisamos


vendê-la.
Como voce
chegou aqui?
Levar — trazer

— Como você chegou aqui?


— O Carlos me trouxe.
— E como você vai voltar para lá?
— O Álvaro vai me levar.

Levar ou trazer?
1. — O gravador não está aqui em casa. Acho que o Felipe o _______ para
a escola. Ele tem d e __________ -Io de volta. Preciso muito dele.
2. — Dona Liana, sua televisão está quebrada. Vou _ -Ia para a ofici-
na. Lá é mais fácil consertar.
— E quando o senhor v a i_________ -Ia de volta?
3. — Alô, meu bem. Estou aqui no escritório. V ou___ o Mateus, um
amigo, para jantar conosco aí em casa.
Tudo bem, Afonso, mas__________ bebida. Talvez uma garrafa de vinho.

Expressões

Ela não para de falar.


falar pelos cotovelos
Ela fala pelos cotovelos.
O Raimundo está com dor de cotovelo.
estar com dor de cotovelo
O colega dele foi promovido e ele não.
A história que ele contou não tem pé nem cabeça.
não ter pé nem cabeça
Ninguém entendeu nada.
Ela me ajuda muito.
ser o braço direito
Ela é meu braço direito.

Relacione as expressões com as ilustrações.

Ela é meu braço direito.

Mas esse quadro não tem pé


nem cabeça!

Estou com dor de cotovelo. Que raiva!!

Meu Deus, ela fala pelos cotovelos!

85
v s ro o s revisão

1. (fazer/pôr/dizer) Todas as manhãs, e u __________ café,_________ a mesa e __________ bom-dia para as crianças.

2. (ser/fazer/pôr/ser/fazer) Mas hoje de manhã, _________ diferente: Alexandre o café e a


mesa para mim. _________ grande minha surpresa: geralmente, ele não _________ nada.

3. (poder/dar) Ontem, nós nã o_________ dar a informação ao cliente, mas nossa colega______ .

4. (estar/querer/poder/ser) Eles_________ aqui ontem e _________ falar comigo. Eu não_________ atendê-los._____


pena.

5. (ir/fazer/trazer/dar) Ontem, eles_________ ao supermercado,_________ compras,__________ tudo para casa e ___


tudo para mim. Vou fazer um grande jantar.

6. (trazer) Aos domingos, eu sem pre_________ vinho para nosso almoço eela __________ a sobremesa. Uma delícia!

1. (querer) Ontem n in g u é m __________ me ajudar. Mas hoje todo m undo __________ participar da festa. É sempre assim!
2. (poder) Eu ontem não__________entregar meu trabalho. Acho que ninguém _________ . Problemas com o computador...
3. (estar/ser/ser) A lg u é m _________ aqui e deixou um presentinho para mim. Quero saber q u e m __________ . _________
você?
4. (ter/ser/ir) Ontem e le s _________ problemasem casa. _ _ _ _ _ _ por isso que não___________trabalhar.

São Paulo
São Paulo, a capital do Estado de São Paulo, é a maior cidade do Brasil.
São Paulo foi fundada por padres jesuítas, que vieram para o Brasil para catequizar os índios. Para alcançar tribos afasta­
das, os jesuítas deixaram o litoral e subiram a Serra do Mar, chegando ao planalto de Piratininga, a 700 metros acima do
nível do mar. Aí, no dia 25 de janeiro de 1554, fundaram um pequeno colégio para os índios, o início de uma aldeia.
A posição da pequena aldeia não era favorável para seu desenvolvimento, pois a floresta fechada e a Serra do Mar a sepa­
ravam do litoral, onde se desenvolvia a vida da colônia. Durante três séculos, a aldeia de São Paulo de Piratininga pouco
cresceu. A partir do século XIX, no entanto, por causa do trabalho de seus habitantes, brasileiros e imigrantes europeus.

86
a aldeia começou a progredir rapidamente. Um dos fatores desse progresso intenso foi a grande produção de café. São
Paulo deve a este produto grande parte de seu desenvolvimento. A riqueza que ele trouxe fez, depois, nascer a indústria
paulista.

Hoje, São Paulo á o maior centro industrial brasileiro. Nele, tudo se produz. É, também, o grande centro financeiro do país. Uma
das maiores cidades do mundo, nela vivem e trabalham pessoas de todas as regiões do país e do globo. Por isso, São Paulo,
a pequenina aldeia no planalto de Piratininga, é hoje uma cidade de mil faces, feias e bonitas. Uma cidade surpreendente.

5 Complete o quadro com as informações encontradas no texto. Escreva frases completas.


A História de São Paulo. Séculos XVI a XIX Séculos XIX e XX Hoje em dia

Século XVI - São


Paulo fo i fundada
p o r jesuítas. Eles
construíram um
pequ e n o co lé g io para
catequizar os índios.
Analise o gráfico abaixo e responda às perguntas.

O crescimento da população da cidade de São Paulo

M ilh õ e s

A TI
1500 1600 1700 1800 1900 2000 A no

Fonte: IBGE

1.0 que o gráfico mostra sobre o crescimento da população de São Paulo a partir de 1850?

2. Quais as causas principais desse espantoso desenvolvimento?

3. Explique: "São Paulo é hoje uma cidade de mil faces, feias e bonitas."

Sáo Paulo da garoa


L e tr a /M ú s ic a d e M u r ilo A lv a r e n g a /
D ie se s d o s A n jo s G a ia
(d a d u p la A lv a r e n g a e R a n c h in h o )

Ê, ê, ê São Paulo, São Paulo das noites frias


Ê São Paulo, Ao cair da madrugada,
São Paulo da garoa, Das campinas verdejantes
São Paulo, que terra boa! Cobertas pela geada.
Falando de televisão C 9

Ele — Já são 10 horas. Amélia ainda está dormindo?


Ela Ainda. Ontem, ela ficou acordada ate tarde, vendo um filme policiai.
O filme era muito bom.
Ele — Você também viu o filme?
Ela — Não. Antigamente, eu gostava desses filmes e não sata de casa, só para
vè-los. Hoje em dia, náo tenho mais paciência para isso. Prefiro ler um
bom livro.
Ele — Para mim, a televisão é interessante. À noite, quando a gente está can­
sado, nada melhor que uma poltrona e um bom programa de televisão. Por falar nisso, onde está o jornal? Quero
saber o que vai passar hoje.
Ela — Acho que está com o Antônio. Quando eu entrei na sala, ele o estava lendo.

Não é mais como era antigamente Au d io 41

Hoje em d ia ,... A n tig a m e n te ,...

— Ainda bem que você chegou. Eu já ia telefonar para sua casa. Por que você não veio trabalhar ontem?
— É que eu estava cansado.
— Mas isso não é motivo! Antigamente, você nunca faltava.
— É verdade, mas depois que mudamos de chefe, tudo ficou diferente. Não é mais como era antigamente. Ando muito
desanimado. Estou até pensando em procurar outro emprego.
— É, eu ia sugerir isso para você.
7

Modo indicativo — Imperfeito

MORAR — imperfeito 1 VENDER - Imperfeito


■ ■ ■ ■ ■ ■ ■
Eu morava Nós morávamos fiEu vendia Nós vendíamos
Você Vocês Você Vocês
Ele morava Eles moravam Ele vendia Eles vendiam
Ela Elas Ela Elas

ABRIIR — Imperfeito T E R - - Imperfeito


Eu abria Nós abríamos Eu tinha Nós tínhamos
Você Vocês Você Vocês
Ele abria Eles abriam Ele tinha Eles tinham
Ela Elas Ela Elas

PÔR — Imperfeito
Eu punha Nós púnhamos
Você Vocês
Ele punha Eles punham
Ela Elas

n PARE |
8-2 J| imperfeito do indicativo — Situações

2. Ontem, eu fui à cidade.


0 trânsito estava um horror.

4. Enquanto ele via televisão,


ela cantava.
wnrnmmmmmmmmmimmKmmmmmmmmmmmÊm
1. (comprar) Antigamente, e u __________ tudo nesta loja.
2. (fumar) Antigamente, ele não__________ muito.
3. (estudar) Antigamente, nós to d o s__________ nesta escola.
4. (escrever) Antigamente, eles__________ para nós toda semana.
5. (comer) Antigamente, e le __________ muito pouco.
6. (receber/responder) Antigamente, nós__________ muitas cartas e nunca as
7. (discutir) Antigamente, e le__________ com todo mundo.
8. (ir) Antigamente, a gente___________ à escola a pé.
9. (ir) Antigamente, a gente__________ daqui até a cidade em 10 minutos.
10. (ser) Ele_________ um bom aluno quando criança.

Complete com o imperfeito do Indicativo. Estenda a frase, como no exemplo:


Antigamente, ele era meu melhor amigo. Hoje em dia, ele não fala comigo.
1. (ser) Nós_________ bons amigos. Hoje em d ia ,__________________________________________________________

2. (ser/ter) Antigamente, a cidade__________mais bonita porque__________mais árvores. Atualmente,_____________

3. (pôr) Antes eles_________ paletó e gravata para trabalhar. Atualmente,______________________________________

4. (fazer/pôr/lavar) Antes, ela_________ o café,__________ a mesa e,depois,__________ a louça. Agora, ela não faz mais
nada, porque____________________________________________________________________________________ .
5. (ser/ir/ter) Quando nós______________ crianças,___________ a pé para a escola porque nossa famílian ã o ________
carro. Agora,________________________________________________________________________________________

1. (estar) Ontem, chegamos cedo ao escritório. As portas ainda_________ fechadas.

2. (estar) Ontem, eu não fui trabalhar porque__________ com febre.

3. (ser/ter/estar) Meu primeiro carro_________ muito bonito.__________ duas portas e __________ sempre muito bem
conservado. Uma joia! Vendi-o ontem.

4. (estar/estar/haver) Entrei na sala. Ela__________escura porque as janelas__________ fechadas. Não_________ ninguém lá.

5. (estar/poder) O choque foi muito grande, por isso ontem nós_____________ nervosos e quase não______________falar.

D.
1. (ser) Vendi minha casa porque ela_____________pequena para nossa família, mas até agora

2. (ser) Ela não aceitou o emprego porque o salário_____________ridículo.

3. (haver/estar) Entrei no banco e tive uma surpresa: não____________ filas e todos os funcionários__________ de bom
humor. De repente,_____________________________________________________________________ .

4. (estar/haver/parecer) Ontem, no escritório, foi um dia bem diferente. O chefe não ____________ enão____________
nada para fazer.____________ feriado. Por isso,____________________________________________________ .5

5. (estar/ter/haver) Fiquei com pena do Marcelo. Eu o vi ontem e falei com ele. Ele____________ atrasado para uma reunião,
seu carro não____________ gasolina, não____________ posto de gasolina por perto, nem táxi no ponto. Coitado! Hoje ele
deve estar mais calm o...
1. (almoçar/tocar) Nós___________ __________________ quando o telefone_________________________ .

2. (ver/apagar) Eles______________ _ televisão quando a lu z_______________________________________ .

3. (pôr/começar) Ele_____________ o carro na garagem quando__________________________ a chover.

4. (entrar/conversar) Quando o chefe ____________na sala, ele_____________________ com a secretária.

5. (sair/roubar) Quando ela________ ___________da loja, o ladrão_________________________sua bolsa.

6. (pensar/aparecer) Eu___________ ____ nela quando ela__________________________na minha frente.

7. (ler/chamar) Eu_______________ ____ o jornal quando ele m e ________________________________ .

8. (dormir/sair) A gente ainda______ ___________ , quando vocês________________________________ .

9. (apagar/ver) Quando a luz______ __ , eles______________________um filme de suspense na televisão.

10. (pôr/quebrar) A na____________ a mesa quando__________________________ os copos. Que barulhão!

uanto ele estava vendo televisão, ela estava cantando.


1. (trabalhar/dormir) Que absurdo! Enquanto a g e n te __________________________ , você___________________________ .

2. (ler/ver) Ontem, enquanto ela______________________, ele______________________ televisão. Eles não conversaram.

3. (ir/ir) Nós não nos encontramos porque, enquanto e u ________________ para o Rio,e la __________________ para Curiti­
ba. Até hoje não entendi o que aconteceu.

4. (falar/pensar) Enquanto ela__________________________________, ele _______________________ em seus problemas.


5. (trabalhar/economizar/perder/gastar) Ela ficou brava com ele porque enquanto ela________________________________
e __________________ , e le __________________________ tempo e _______________________ dinheiro em bobagens.

6. (fazer/pôr/conversar) Enquanto e u ___________________ o chá eela_________________ a mesa, nós_________________ .

G. ia protestar, mas não tive chance. Ele ia atravessar a rua quando viu o amigo.
1. (reclamar) Ele ., mas mudou de ideia.

2. (atravessar) Ele. a rua quando viu o amigo.

3. (dizer) Ele____ alguma coisa, mas mudou de ideia.

4. (ser) A festa um sucesso, mas ninguém apareceu.

5. (trazer) Eu _ _____ flores para você, mas a loja estava fechada.

6. (comprar) Nós. _____________a casa, mas achamos o preço muito alto.

7. (ir) Depois do trabalho, nós______________ ao cinema, mas não deu certo.

8. (pagar) Ela____________ a conta do restaurante, mas a gente não permitiu.

a frase. Siga o exemplo: Eu ia dizer a verdade, m as... perdi a coragem.


1. Ele disse que ia chamar a polícia, m a s ___________________________________

2. Eu avisei ao meu chefe que ia mudar de emprego p o rq u e _________________

3. Que azar! Eles iam se casar q u a n d o ____________________________________

4. Que sorte! Nós íamos assinar o contrato q u a n d o _________________________


5. Deu tudo errado! O cofre já estava aberto e nós íamos pegar o dinheiro quando
Ontem, toda vez que o telefone tocava, eu pensava que era você.
1. (telefonar/estar) Ontem, toda vez que e u ___________________para você, seu telefone___________________ ocupado.

2. (ouvir/pensar) Ontem, sempre que e le ____________________________aquela música,_________________________nela.

3. (olhar/sorrir) Na festa, sempre que e le ______________________________ para ela, e la ____________________________ .

4. (falar/interromper) Fiquei furioso na reunião de ontem porque toda vez que e u ____________________ ,
ele m e ________________________ .

5. (diminuir/morrer) Tivemos problemas com o carro ontem. Sempre que e u _________________ a velocidade, e le ________ .

.eia este texto.

Eles estão na sala vendo A empregada, que está pondo a mesa


A casa toda fica às escuras.
televisão, quando a luz se apaga. para o jantar,

O programa que estão vendo é muito


para o serviço e vai para a cozinha.
interessante: uma história de Sherlock
Holmes. O filme para quando o detetive
está reunindo provas para mostrá-las
à polícia.

Agora escreva novamente o texto, começando assim:


'Ontem, eles estavam na sala ___________________

93
Lsm i j™ £ i\ l™

Mariana é mais alta (do) que Paulo.


Mariana é menos alta (do) que Pedro.
Mariana é tão alta quanto João.

Z 111
BOM MELHOR (DO) QUE

MAU PIOR (DO) QUE

GRANDE MAIOR (DO) QUE

PEQUENO MENOR (DO) QUE

M arina tem tantos filhos q u an to


Pedro.
Comparativo
A. Mais... do que / Menos... do que

Complete as frases.
As palavras abaixo podem ajudar você.
fá cil sim ples calm o mau com plicado bom

mais simples
A vida de antigamente era m enos______ do que a vida de agora.
mais________
m enos______

Complete.

1. (caro) O jantar no restaurante é _____________ do que o lanche na lanchonete.

2. (longo) A viagem do Brasil para o Japão é ______________ a viagem do Brasil para os Estados Unidos.

3. (velho) A cidade de Londres é _____________ Brasília.

4. (tranquilo/agitado) Antigamente a gente tinha uma vida ______________ e _______________agora.

5. (grande) Os problemas de uma cidade grande s ã o ______________ os problemas de uma cidade pequena.

6. (bom) Este restaurante é ótimo. Ele é ______________ quanto o restaurante Grande César de Roma.

7. (mau) Seu trabalho não está bom. Ele e s tá ______________ o meu.

8. (mau) Não falo bem nem inglês nem francês. Meu inglês é ______________ quanto meu francês.

9. (bom) Os carros americanos s ã o ______________ os carros europeus?

10. (econômico) Os carros grandes s ã o ______________ os carros pequenos.

11. (quente) O Saara é ______________ o Rio.

12. (bom) João e Pedro são bons professores. João é um professor______________ quanto Pedro.

13. (longo) Janeiro é um m ê s ______________ fevereiro.

14. (longo/quente) Julho é ______________ quanto dezembro, mas é .

B. Ele tem tantos amigos quanto eu. Ele fala alemão tão bem quanto ela.
Complete com tão / tanto, a, os, as.
Desculpe, mas eu
nao tenho tanto tempo
bom tanto tempo quanto você
fácil tanta paciência
tão quanto quanto
caro tantos amigos
importante tantas vezes

.filhos

.dinheiro
As famílias de agora (não) têm quanto as de antigamente.
.oportunidades
(não) são .felizes

.formais

.tranqüilidade

1. Eu não tenho _____ tempo quanto você.

2. Nós não tem os_________ paciência quanto ela.

3. Eu estou________ cansado quanto você, mas vou continuar.


4. Ele te m ________ problemas quanto eu, mas não reclama.

5. As casas m uito modernas não são________ confortáveis quanto as antigas.

6. Eu fiz _______ perguntas quanto você.

7. No Rio, em abril, os dias não são_______ quentes quanto em janeiro.

8. Não ve jo _______ filmes quanto vocês. Nãote n h o _________tempo quanto vocês.

9. Ele não vai trabalhar muito, mas vai ganhar________ quanto nós. Éjusto?

10. Nós não podemos esperar. Nem eles. Eles tê m _______ pressa quanto nós.

Os quindins de laiá.
- Lí essa receita ontem mesmo. Mas
Quem vem amanhã para So alguns colegas da escola. Quero
onde ela está? Ahí Achei. Esta aqui.
o seu aniversário? fazer quindins, mas náo sei como.
Ouça: Ingredientes...

Receita de Quindim

1 coco ralado
1/2 kg de açúcar
125 g de manteiga
60 g de farinha de trigo

— Como fazer?
— É muito fácil. Em uma tigela bem funda,
1) junte o coco com o açúcar,
2) acrescente a manteiga e a farinha de trigo e bata bem,
3) adicione as gemas,
4) ponha em forminhas untadas com manteiga e leve ao forno não muito quente.
5) Quando pronto, tire o doce ainda quente das forminhas.
— Ótimo! Posso fazer os quindins sozinha.
Leio a receita com atenção e não há perigo de errar. Você pode comprar o coco para mim?
— Eu ando tão ocupada ...

Ele anda contente porque a empresa vai muito bem ultimamente.

Substitua astar por andar.

1. Ela está triste ultimamente porque ele foi embora.

96
2. Ele está contente porque os negócios vão bem.

3. Nós estávamos preocupados porque tínhamos problemas.


Tudo está em ordem agora.

4. Estas crianças estão contentes ultimamente porque logo vão


estar em férias.

5. Ultimamente estamos preocupados. Temos problemas.

6. Os programas de televisão não estão interessantes ultimamente. Aliás, estão, cada vez piores.

7. Meu filho não está bem ultimamente. Ele está comendo mal e dormindo pouco nessas últimas semanas. Não sei por quê.

Modo indicativo

VIR — Presente simples SABER Presente simples


venho Nós vim os Eu sei Nós sabemos
Vocês Você Vocês
vem Eles vêm Ele sabe Eles sabem
Elas Ela Elas

V IR -- Pretérito perfeito SABER — Pretérito perfeito


Eu vim Nós viemos Eu soube Nós soubemos
Você Vocês Você Vocês
Ele veio Eles vieram Ele soube Eles souberam
Ela Elas Ela Elas

VIR — Pretérito imperfeito SABER — Pretérito imperfeito


Eu vinha Nós vínhamos Eu sabia Nós sabíamos
Você Vocês Você Vocês
Ele vinha Eles vinham Ele sabia Eles sabiam
Ela Elas Ela Elas
_______ 1

A. : :::p?'e vem aqui.


1. Eu sempre_____________ aqui para conversar com meus amigos.

2. Ontem, e le ______________ sozinho, mas geralmente ele______________ com ela.

3. Antigamente, n in g u é m ______________ aqui porque era perigoso.

4. No domingo passado, e u ______________ . Por que vocês não •_________ ?

5. Nós______________ aqui todo domingo. Por que vocês não_______________.


97
6. Antes, e u ______________ aqui todo dia. Agora, eu não______________ mais.

7. Antigamente, nós______________ver Helena toda semana. Elestam bém ______________ . Mas agora é diferente. Ontem,
só nós_____________ . Ninguém mais________;_____ .
8. A gente______________ quando a gente pode. Ontem, a gente não pôde. Desculpe!

9. - Q u e m _____________ jantar aqui ontem?


-T o d o o m u n d o _____________ .Eu também.

10. Antigamente, todo o m u n d o ___________ visitara gente aos domingos. Agora sóv o cê s___________ ! O que aconteceu?

B. vi;.':
Eu vim, mas não vi você.
Ele veio, mas n ã o ______________ ninguém.
Ontem
N o s ______________ , mas n a o _______________oJose.
E les______________ aquie _______________ vocês. Que sorte!

Eu s e m p re ______________ meus amigos quando e u _____ ____ aqui.


Ele diz que nunca m e _____________ q u a n d o ___________ aqui.
Sempre/nunca
Nós nunca ______________ aqui, porque aquin ã o _______ __nossos amigos.
Eles dizem que, quando e le s ______________ aqui, eles não ___________ninguém.

quem _____________ ao Brasil, muitas praias desertas.


Antigamente
meus amigos me ______________ , quando aqui.

Eu sabia que você estava aqui.


Eu soube que você estava aqui. (= Eu fiquei sabendo, alguém me contou.)

Eu sei o que está acontecendo.


1. Eu______________ ontem que você vai viajar. A Eliane me contou.
2. Quando crianças, nós não______________ falar inglês.A g o ra ,___
3. Vocês onde está o Rodrigo?
4. Nós não __que você estava precisando de ajuda. Desculpe!
5. Ele____ na semana passada que a situação é complicada.
6. Ela nunca__________
_____ o que está acontecendo porque não lê jornal.
7. Vocês______________ que eles vão se casar?
8. Antigamente, ninguém ______________ o endereço dele. Agora, todo mundo Está na internet.
9. Eles______________ ontem que a situação está melhor.
10. Estou nervoso. Não o que fazer. Por favor, me ajude!

- Eu conheço Marcos.

- Eu sei que ele mora no Rio. - Eu não conheço a índia.

- Eu sei falar inglês.


- Eu conheço esse problema.
- Eu sei jogar tênis.
- Eu conheço esse carro.

98
r

Saber ou conhecer?
1. Ninguém ______________ o que eu penso.
2. Eu n ã o ______________jogar golfe, mase u ____________
muitas pessoas q u e _____________ .
3. Q uero______________ outros países.
4. Você______________ quanto custou isto?
5. Eu______________ um homem q u e ______________ falar
20 línguas.
6. Eu______________ este carro. Eu______________ que ele
é muito bom.
7. Eu______________ quem ele é, mas não o _____________
pessoalmente.
8. Nós______________a família dele, mas não___________
onde moram.

Mim - Comigo - Conosco

Ele deu o üvro para mim, (Ele me deu o livro).


João trouxe o livro para mim. (para você, para ele, para nós, para eles)
João gosta de mim. (de você, dele, de nós, deles)
João só pensa em mim. (em você, nela, em nós...)
João faz tudo por mim. (por você, por e le ...)

João não vai lá sem mim. (sem você, sem e le ...)

(eu) João vai trabalhar comigo, (com você, com ele)


com
(nós) João vai ficar conosco. (com vocês, com eles)

WSÈÊÊ!jÍBÊk
A. ) Ele gosta de você.
mpre penso neles. Entre os dois, meu coração balança.

1. (nós) Você gosta de

2. (eles) Eu sempre penso (em)

3. (eu) Ele deu o caderno e os livros para

4. (eu) Vocês não têm mensagens para _

5. (eu, eu) Ele não quer falar (com) ____ porque não gosta de

6. (você) Eu tenho uma notícia para . Vou lhe mandar um e-mail

7. (nós, eles) Ela não quer jantar (com) _ . Ela prefere jantar com
8. (ele/eu) Eu não gosto (d e )_____________ porque ele não gosta d e _______________ .

9. (nós) Eles trabalharam muito tempo (com) ____________ .

10. (eu/eu) Eles telefonaram p a ra ______________ e disseram que querem falar (co m )______________ .

11. (eu/eu/ele/ele) Ele sempre pensa e m ____________porque precisa d e ___________ . Eu nunca penso (em)
Acho que não preciso (de)______________ .

12. (eu) Venha (co m )______________ . Quero mostrar-lhe a cidade.

13. (nós/nós) Ele não quer sair (co m )______________ porque não gosta mais d e ______________ .

14. (eu/eu) Minha amiga saiu (co m )______________ e comprou um presentep a ra ______________ .

15. (vocês/vocês/eu) S e m ______________ eu não posso ir. Eu preciso d e _____________ . Por favor, venham
(co m )_____________ .

ronomes — revisão.
. ...
1. Alice, ligue para_________amanhã. Q uero__________ contar uma novidade.

2. Vimos Pedro saindo do hotel e corremos para cum prim entá-_________. Ele tam bém ________ viu e sorriu para______

3. Eles não gostam desta cidade, mas visitaram -_________ com seus amigos.

4. Não vejo Ricardo há muito tempo. Vou telefonar para_________ e convidá-_________para vir aqui conversar. Vou
fa z e r-__________um café e vou contar para_________ todos esses nossos problemas. Você acha que ele p o d e ______
ajudar?

5. Amélia, vou visitá-_________ na semana que vem. Você p o d e _________ esperar na estação do metrô?

6. Eu gosto muito de você, mas não sei se você gosta d e _________ . Eu penso sempre em você. Quando é que você pensa
e m _________ ?

7. Onde está André? Eu não consigo e n co n trá -__________ . Preciso (de) __________ . Diga a _________ para _____
procurar.

8. Gostei muito do livro. Vou lê -_________ outra vez.

9. Meu amigo, venha. Quero mostrar-__________minha casa.

10. Mariana, eu gosto d e _________ . E você? Você gosta d e _________?

11. Vamos à praia amanhã. Você não quer i r _________?

12. Fui ao shopping sozinho porque Adriana não quis ir _________ . Ela nunca quer!
Texto narrativo
Usos e costumes

Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul

0 Brasil, como os países da Europa e os outros países da América,


tem usos e costumes diferentes para cada região do seu grande
território.

"— Você já foi à Bahia, nego?


Não? Então, vá!"

A música tem razão. A Bahia é um dos estados mais interessantes do


Brasil. Seus habitantes guardam ainda tradições de religião, comidas
e costumes da época da escravidão negra. A capital, Salvador, tem
365 igrejas (segundo a tradição popular). Seus habitantes misturam
o culto católico com cultos africanos, como o candomblé. A festa
de lemanjá, rainha do mar, atrai milhares de pessoas e é um lindo
Elevador Lacerda e vista da c id a d e baixa. S alvador, Bahia.
espetáculo. A comida também é bem característica: acarajé, vatapá,
cuscuz, tudo feito com azeite de dendê. E os doces? A famosa
cocada e os deliciosos quindins, muito famosos, são feitos com coco.

Ao norte da Bahia, fica o Ceará.

"Olê, mulé rendeira,


Olê, mulé rendá.
Tu nTensina a fazer renda,
Que eu t'ensino a namorar."

Como são lindas as rendas do Ceará! E as praias, branquinhas, com


jangadas no mar! O Ceará apresenta vários tipos característicos.
O jangadeiro, por exemplo, é o pescador que sai, no seu barco à
vela, muito frágil - a jangada, sem saber se vai voltar. Há, também,
a figura da rendeira tecendo suas rendas enquanto transmite sua
arte à filha, uma tradição de muitas e muitas décadas. Ao lado da
rendeira e do jangadeiro, há o cangaceiro - uma figura do passado,
uma mistura de herói e de bandido, do homem violento, mas
Jangadas, Ceará.
valente. O cangaceiro vivia antigamente uma vida dura no duro
sertão do Ceará, atacando e fugindo, sobrevivendo...

No extremo sul do país, fica o estado do Rio Grande do Sul, cuja


capital é Porto Alegre.

"Vou m'embora, vou nVembora,


Prenda minha,
Tenho muito que fazer."

Seus habitantes, os gaúchos, são gente forte, alegre e orgulhosa,


que aprendeu a defender suas terras nas violentas lutas de fronteira.
Os pampas são a paisagem característica desse estado. Nos
invernos, sempre rigorosos, os gaúchos usam o poncho, uma longa
capa feita de lã de carneiro. Durante o ano todo, não dispensam
nem o chimarrão, um tipo de chá muito amargo, nem o churrasco,
carne assada no espeto, sua comida típica.

G aúchos, Rio G rande d o Si


onda a estas perguntas.

1. Por que cada uma das regiões brasileiras tem usos e costumes próprios?

2. Por que a Bahia tem influência africana em suas comidas e em sua religião?

3. Qual a festa de tradição africana mais conhecida?

4. Se você já provou comida baiana, o que achou dela?

5. Você gosta de pratos exóticos? Por quê?

6. Quais são os tipos característicos do Ceará? 0 que você sabe sobre eles?

7. Quem são os gaúchos? O que você sabe sobre eles?

8 .0 que é o poncho? Por que os gaúchos o usam?

9. Qual a comida típica do gaúcho?

10. Fale sobre figuras típicas do folclore de seu país.

creva o nome de cada um dos Estados brasileiros destacados e de sua capital.

102
á*C ±
Bons tempos aqueles o -» a BEEC3

Senhor Veja, moço, naquele carro! O motorista


está quase dormindo! Ele nao esta vendo
que o sinal está fechado! Eie vai bater
naquela bicicleta!
Moço — Ah! que sorte! Ele desviou dela na hora H!
Senhor — Ainda bem. É perigosíssimo dirigir
quando a gente está m uito cansado ou
não se sente bem.
Moço — De fato, o senhor tem razão. E o trânsito,
numa cidade tão grande quanto esta,
deixa qualquer pessoa maluca. Há carros
demais, gente demais, sinais demais e ...
Senhor — ... e muita indisciplina. Vocè não se
lembra, mas eu me lembro com saudade
dos tempos em que esta cidade era
pequena. Bons tempos aqueles... Mal
posso acreditar que eia cresceu tanto.
Moço — O senhor tem razão. O senhor gosta de
dirigir?
Senhor Só em estradinhas do interior. Aqui não.
Eu me sinto mal com toda essa confusão.
Prefiro andar de ônibus.

Vamos para a praia Au d io «

— O tempo tem andado péssimo. Não chove há


semanas e está muito abafado.
É, e ainda por cima esta poluição.
— Neste fim de semana, vou para a praia. Lá tem que
estar melhor.
— Boa ideia. Eu também vou. Lá eu me sinto bem.
Os dias são muito claros e o céu é limpíssimo.
Aqui, mal posso respirar.
SEN TIR - - Presente simples ■ SENTIR Pretérito perfeito
Eu sinto Nós sentim os Eu senti Nós
Você Vocês Você Vocês
Ele sente Eles sentem Ele sentiu Eles

Ela Elas Ela Elas

SEN TIR - - Pretérito imperfeito


Eu sentia Nós sentíam os
Você Vocês
Ele sentia Eles sentiam
Ela Elas

ü
A. Numa festa informal para seus amigos

— O que você veste?


— Eu______ ____

O que você serve?


Eu __________

Como você diverte os seus amigos?


Eu

O que você prefere: receber seus amigos em casa ou num restaurante?


Eu_____

um dia duro de inverno.

— O que você serve para suas visitas?


— Eu

O que você sente?


Eu_____

O que você veste?


Eu

O que você prefere: ficar em casa ou sair?


Eu

Como você se diverte?


Eu me

104
1. (divertir) Ele anda nervoso. Nada o
----------------------------- Garçom, nao vai nos servi
2. (preferir) O que vocês__________________ ? Chá ou café?

3. (servir) O que você__________________ como sobremesa no verão?

4. (divertir) Você__________________ seus amigos com suas histórias malucas.

5. (divertir) Eu__________________ meus amigos com minhas piadas.

6. (mentir) Eu não____________________muito,mas vocês_____ o tempo todo.


Não acredito mais em vocês.

7. (preferir) Eles__________________ visitar o Rio em julho. Não é tão quente.

8. (servir) Eu sempre__________________ cafezinho para meus amigos, quando eles vêm me visitar.

9. (servir) Você acha que este garçom __________________ bem? Nós já estamos aqui há meia hora!

10. (servir) Este livro não__________________ para nossos alunos. É muito antigo.

11. (servir) Estas blusas ainda__________________ para você. Use-as mais um pouco.

12. (mentir) Eu nunca____________________ ,mas e le_______________ o tempo todo.

13. (vestir) Eu__________________ roupas quentes quando está muito frio. Todo o mundo

14. (mentir) Cuidado com eles! Eles sempre_________________ ,

15. (divertir) No circo, o palhaço__________________ as crianças.

16. (preferir) Nós__________________ esperar por João aqui.

17. (preferir) Eu__________________ chá, por favor. E você?

18. (vestir) Os gaúchos__________________ poncho no inverno.

19. (servir) No verão, e u _______________ sorvete. E você? O que você_______________ ?

20. (divertir) Cinema e teatro nunca m e __________________.

PARE
9-2 Verbos pronominais

VESTIR-SE — Presente do indicativo


— Por que você está cansada?
Eu me visto Nós nos vestimos
Porque até agora eu só trabalhei. Eu não me sentei
Você Vocês nem um minuto! Eu me mato por vocês!
Ele se veste Eles se vestem
— Não se queixe! Amanhã é domingo!
Ela Elas

$o Conjugue em todas as pessoas.

LEVANTAR-SE SENTAR-SE QUEIXAR-SE


Pretérito imperfeito do indicativo Presente do indicativo Pretérito perfeito do indicativo

105
Os verbos pronominais em português podem ter sentido reflexivo e recíproco.
Ex.: Eu me olho no espelho, (reflexivo)
Eles se conhecem há muito tempo, (recíproco)

 decisão ÉÉÉl
Ela então se decidiu. Levantou-se, vestiu-se e saiu. No elevador, encontrou um vizinho. Cumprimentaram-se,

m m

conversaram um pouco e, na rua, despediram-se. Ela virou a esquina e dirigiu-se para o escritório do noivo.

L
C. linhe os verbos pronominais do texto e ciassifique-o$ (reflexivos ou recíprocos).

Ela então se decidiu. Levantou-se, vestiu-se e saiu. No elevador, encontrou um vizinho. Cumprimentaram-se, conversaram
um pouco e, na rua, despediram-se. Ela virou a esquina e dirigiu-se para o escritório do noivo. Lá...

Complete a história»

106
mm
D. Complete as frases com os seguintes verbos, no tempo adequado.

1. Teresa, o avião já vai partir. Precisamos agora mesmo.


v e s tir-s e

2. Na festa, to d o s_______________ alegremente.


Lia se acha o máximo.
s e n tir-s e
3. Se não_______________ , ele mora nesta casa.
Mas não tenho certeza.
h o s p e d a r-s e
4. A gente sempre_______________ com as
mulheres.

d iv e rtir - s e 5. Quando ela passou, todos os rapazes


___________ _ _ _ para vê-la.

6. Quando vou a Londres,_______________


e n g a n a r-s e
sempre no mesmo hotel.

7. As crianças estavam atrasadas, por isso elas


s e rv ir-s e _______________ depressa e correram para a
escola.

d e s p e d ir-s e 8 .0 almoço estava pronto, mas a empregada não estava em casa. Por isso nós mesmos

v»rar-se 9. Quando a gente está cansado, a gente não _______________ bem.

10. A festa vai ser animada. As moças e os rapazes vão _______________ muito.
c u m p rim e n ta r-s e
11. Aquele homem não estava_______________ bem. Ele pegou um táxi e fo i para casa.

d e c id ir-s e 12. Ela gosta de Antônio e de Pedro, mas não_______________ por nenhum deles. Que problema!

Quadro gerai dos pronomes pessoais

Complementos

Direto Indireto Reflexivo recíproco


me me, mim, comigo me
■ 1 "i
o, a
................
(-Io,-Ia) lhe se

(-no, -na)

nos nos, conosco nos

os, as

(-los, -Ias) lhes se

(-nos, -nas)
—------------------------------------------ -— .
Dinheiro curto... 9 9
Vi Marina ontem. Ela acabou de chegar da Europa. Voltou impressionadíssima com os preços de lá. Os hotéis são caríssimos.
Eia mal pôde fazer compras e por isso náo pôde trazer o relógio que lhe pedi. Ela queria ficar nos melhores hotéis e comer nos
restaurantes mais famosos. É claro que náo foi possível. Você também tem de ouvir Marina contar suas histórias.

Superlativo (1)
Ela queria ficar nos melhores hotéis da cidade.

bom o melhor de
Este hotel é moderno.
Este hotel é o mais moderno da cidade. mau, ruim o pior de

Estas cidades são famosas. grande o maior de


Estas cidades são as mais famosas da Europa.
pequeno o menor de

Transforme as frases usando o superlativo.

1. Comprei um carro caro. Coftrprcio carro m is caro da doja.


2. Ela mora numa casa confortável. ______________________________

3. Esta loja vende sapatos lindos. Mas é muito ca ra ._________________________

4. Ontem vimos um filme muito ruim. ______________________________

5. A sala dele é clara. ______________________________

6. Fizemos uma viagem curta. ______________________________

7. Ela mora num bom apartamento. ______________________________

8. Fabricamos máquinas grandes. _____________________________

9. Eles fizeram um mau negócio. ______________________________

10. Ela abriu uma loja pequena. _____________________________

O senhor é amabUissimo.

Superlativo (2)
Marina voltou impressionadíssima com os preços.
mm

amável amabilíssimo

Este hotel é moderno. mau, ruim péssimo


Estas cidades são famosas.
bom ótimo
Este hotel é muito moderno.
Estas cidades são muito famosas.
agradável agradabilíssimo
Este hotel é moderníssimo.
Estas cidades são famosíssimas. fácil facílimo

difícil dificílimo

108
Transforme as frases conforme o modelo.
Esta sala é clara. Esta sala é muito clara. Esta sala é claríssima.
1. Ele comprou um apartamento v e lh o ._________________________

2 .0 irmão dela é alto._________________________________________

3 .0 tempo em São Paulo é instável.______________________________

4. Gosto muito de Roberto. Ele é um bom am igo.___________________

5. É difícil dirigir em São Paulo.__________________________________

6. Ela acha fácil dirigir em Nova York._____________________________

7. Nosso diretor é um homem ocupado.__________________________

8. Ele é jovem, mas é responsável._______________________________

9 .0 que aconteceu com Tomás? Ele está gordo.____________________

10. Vou comprar este carro. Ele está em boas condições e o preço é justo.
11. Nossa! Coitado! O que aconteceu com ele? Ele está ruim mesmo!____
12. Não gosto desta rua. Ela é escura. É perigoso andar aqui à n o ite .____

13. Vou a pé para o escritório. Moro perto do centro._________________


14. Neste restaurante, os garçons são ruins, mas o cozinheiro é bom .___

Escolha duas ilustrações abaixo e faça, para cada uma, um texto de propaganda. Empregue as duas
formas de superlativo (1) e (2). As palavras que aparecem ao lado das ilustrações podem ajudar você.

Grifes famosas Ambiente fino


Sofisticação Cozinha requintada
Elegância Grandes recepções
Moda prática ou pequenos grupos

Trajes de festa Serviço perfeito

Grandes descontos Totai segurança

Liquidação de verão de loja chique Buffet


Recepções sofisticadas
Eventos empresariais

Clima saudável
Ar puro
Linda paisagem
Vida simples em contato com
a natureza amiga
Tranqüilidade, muita tranqüilidade

Lançamento - Terrenos para construção


de casas de campo na Serra Gaúcha

109
Eu ouço Nós ouvim os Eu peço Nós pedim os
Você Vocês Você Vocês
Ele ouve Eles ouvem Ele pede Eles pedem
Ela Elas Ela Elas

pedim os

pediram
Ela Elas

....... :

Eu pedia Nós pedíam os


Você Vocês
Ele pedia Eles pediam
Ela Elas

C om plete com os verbos nos tem pos adequados,


Psiu! Não façam barulho.
1. (ouvir) Eu_____________rádio todas as manhãs, mas ele não Ele quer ouvir rádio.

2. (ouvir) Não façam barulho! Ele está_______________ seu


programa preferido.
3. (fazer) Ela não vai sair agora porque está_______________ um
bolo.
4. (pedir) Ontem, e le _______________ um livro emprestado.
5. (pedir) Amanhã, eles_______________ férias ao chefe.
6. (fazer) No ano passado, ele m e _______________ muitos favores.
7. (pedir) Você sempre_______________ sorvete de sobremesa,
mas e u _______________ salada de frutas.
8. (fazer/fazer) No ano passado, e u _______________ ginástica três
vezes por semana. Graças a Deus, agora não_______________
mais. Detesto fazer ginástica!
9. (fazer/fazer/pedir) Você_______________ bons negócios com
esta fábrica japonesa?
— Não, não_______________ . Eu sempre_______________
os folhetos, mas nunca os recebo.
10. (fazer) Os baianos gostam d e ______________ festas. Eles
___________festas o ano inteiro.
11. (pedir) Quando como neste restaurante, sempre______________ o prato do dia.
12. (pedir) Nós______________ o número do telefone dele, mas ele não deu. Você sabe por quê?
13. (ouvir/ouvir) Antes, nós______________muita música clássica; agora não______________ mais porque não temos tempo.
É uma pena!
14. (ouvir/pedir) O público______________o concerto em silêncio e depois______________ bis.
15. (ouvir/ouvir/ouvir) Quando eu morava numa casa,______________ a chuva bater no telhado. Agora que moro em
apartamento, nã o ______________ mais. Era tão bom d o rm ir______________ a chuva...

acabar de
— Por que você está nervosa?
— Porque acabo de (acabei de) ver um acidente.

Acabar de. Acabo de lembrar:


Eia acabou de chegar da Europa. Não temos mais vinho.

1. (quebrar) Sinto muito, mas não vamos mais tomar vinho


no jantar. Eu______________________________ a última
garrafa.
2. (contratar) Temos uma nova secretária._____________-Ia.
3. (telefonar) Julieta não está em casa. Eu_______________
para lá.
4. (sair) Querem falar com o sr. Morais, mas ele___________

5. (receber) Hoje, vamos jantar fora. Eu______ meu


salário.
6. (ver) Marina não está em casa. Eu_________ -Ia na
porta do cinema.
7. (fazer) Ele está contente porque__________ um
ótim o negócio.
8. (comprar) Eles estão sem dinheiro porque_______ uma casa.
9. (sair) Vou comprar o últim o disco desta cantora. Ele
10. (limpar) A casa está limpa. Eu____________ -Ia.

x ma! + verbo
í Py ] Ele está com dor de garganta e ma! pode falar.
Não vou conversar com ele porque mal o conheço.

Mal + verbo.
Ela mal pôde fazer compras.
1. Eu trabalho muito e mal posso sair com meus am igos________________________________________________________
2. Ele está com sono e ____________________________________________________________________________________
3. Por causa da dor de cabeça, e la __________________________________________________________________________
4. Ela estava com dor na mão e _____________________________________________________________________________
5. Porque minha amiga estava com pressa e u _________________________________________________________________
6. Não é possível! E u ______________________________________________________________________________________
7. Por causa do sol, e le _________________________ o farol fechado
8. Meu salário é muito b a ix o ____________________ _____ com ele
9. Não vou convidar meu vizinho para a festa porque
10. Não me lembro do rosto dele. E u ______________

111
1.0 que você precisa fazer hoje? Eupre&iso fo rm a r meu. traéaiko.

2 .0 que eles precisam comprar? Eles precisam Meu salário é muito baixo.
Mal posso viver com ele.

3. A que horas você precisa almoçar? Eu

4. Por que ele precisa sair?

5. Com quem você precisa falar?

1. _

2. _

3. _

4. _

5. _

1. Não posso ajudá-la porque tenho q u e ______________________________________________________________

2. Ele não veio à festa porque teve d e _________________________________________________________________

3 .0 médico não vai nos atender hoje porque vai ter q u e _________________________________________________

4. Para ser engenheiro, você_________________________________________________________________________

5. Para marcar uma entrevista com aquele artista, a gente________________________________________________

6. A gente__________________________________________________________________ para dirigir em São Paulo.

7. Para levantar cedo, a g e n te ________________________________________________________________________

8. A gente________________________________________________________________________para ser elegante.

9. Para abrir uma firma, nós_________________________________________________________________________

10. Para falar com o Papa, você_______________________________________________________________________

112
Sinais de trânsito

Vamos sempre reto!


Esta rua é mão única. Vamos sempre em frente! Esta rua é contramão.
Esta rua dá mão. Não podemos virar à direita. Você está na contramão.
Não podemos virar à esquerda. Você não pode entrar na contramão.

Vocé está dirigindo seu carro em direção


Av. Quinze de Novembro ao banco, Você está na Âv, Treze de Maio,
perto do supermercado. Observe a figura
P C e responda a estas perguntas,
□ □ □ □ Barbeiro

1. Onde fica o banco?


□ □ Banco □ □

« THomens
+ 2. Em que rua você vai virar para chegar ao banco?
Av. Vinte e Um de Abril
Itrab a lh an do

7++ 3. Por que você não pode virar na Rua Tiradentes?

□ □ CL □ □ □ □
d !=! 4. Que tipo de rua é a Rua Dom Pedro I?
□ □ □ □ □ □
5. E a Avenida Vinte e Um de Abril?

tr Av. Sete de Setembro


6. A Rua Marechal Deodoro dá mão. Se você pegar esta rua,
você pode ir até o fim? Por quê?

7. Depois de resolver seus negócios no banco, você vai ao


barbeiro. Que caminho você tem que fazer?

Av. Treze de Maio 8. Por que você tem de fazer um trajeto tão comprido?

113
Placas de advertência

Declive acentuado Aclive acentuado Ponte móvel

Área com
Mão dupla adiante Projeção de cascalho
desmoronamento

Restaurante Ciclistas Máquina agrícola Passagem de pedestre


Posto de gasolina
Borracheiro
Telefone

Cuidado animais Animais selvagens Passagem de nível


sem barreira
Texto narrativo — Doas lendas indígenas,

A vitória-régia é uma bela flor aquática, típica do Rio Amazonas. Os índios contam uma lenda para explicar seu aparecimento.
Naia era uma indiazinha bem bonita e pensava, como todos de sua tribo, que a Lua era um moço de prata. Do casamento das
índias virgens com este moço, nasciam as estrelinhas do céu.

Naia apaixonou-se pela Lua e, para aproximar-se dela, subiu montes e montanhas. Mas, mesmo chegando ao topo das mais
altas montanhas e erguendo os braços, não conseguia alcançá-la. A Lua ficava sempre muito longe, no céu infinito.
Naia desistiu de buscar o moço de prata e ficou triste.

Uma bela noite, porém, aproximou-se do grande rio. O que viu? Dentro dele, bem lá no fundo, estava a Lua. Naia não teve a
menor dúvida. O moço de prata, noivo das virgens, lá estava, chamando-a, num convite de amor.

A jovem lançou-se às águas do rio-mar, num mergulho ansioso. Foi-se afundando, mais e mais, até desaparecer.

A Lua sentiu-se responsável pelo trágico acidente e achou que a indiazinha merecia ser recompensada e viver para sempre.
Num gesto de gratidão, transformou-lhe o corpo numa flor diferente, bela e majestosa: a vitória-régia.

Responda.
1. Quem era Naia?
2. Por que Naia queria alcançar a Lua?
3. Por que Naia desistiu da ideia?
4. Explique como Naia morreu.
5. Como surgiu a vitória-régia?
6. A vitória-régia é uma flor típica do Rio Amazonas. O que mais você sabe sobre ela?
f

2. A criação da noite

No princípio, era só o dia. A Cobra Grande guardava


a noite no fundo do rio. Um dia, sua filha se casou e
disse ao marido:
— Quero muito ver a noite. O marido respondeu:
— A noite não existe. Há somente o dia.
— A noite existe, sim. Meu pai a guarda no fundo do rio.
O marido, então, mandou guerreiros à casa da Cobra
Grande em busca da noite.
Quando chegaram lá, a Cobra Grande entregou-lhes
um coco de tucumã e avisou:
— Tenham muito cuidado com este coco. Se ele se
abrir, o mundo todo ficará escuro e tudo se perderá.

117
Os guerreiros prometeram tom ar cuidado, mas, na viagem de volta, ouviram ruídos estranhos vindos de dentro do
coco. Era o ruído de sapos e grilos, de corujas e morcegos, de todos os seres que se movimentam à noite. Cheios de
curiosidade, os guerreiros abriram o co co ...
Imediatamente, o mundo escureceu. A filha da Cobra Grande entendeu o que tinha acontecido:
— Soltaram a noite! — disse, furiosa.
E o marido, espantado:
— O que vamos fazer? Tudo vai-se perder.
— Não tenha medo! Com este meu fio de cabelo, vou separar o dia e a noite.
E arrancou um fio de seus cabelos.
Logo, o céu se tornou vermelho e a madrugada começou ...
Assim, nasceu a noite.

Mas quando, finalmente, os guerreiros chegaram à


aldeia, a filha da Cobra Grande os castigou pela
desobediência, transformando-os todos em macacos.
E os macacos, assustados, começaram a pular pela mata,
de árvore em árvore, de galho em galho. Quando,
porém, a noite chegou, com medo, eles se recolheram,
muito quietos, à espera do dia.1
4
3
2

1. Por que os guerreiros foram à casa da Cobra Grande?


2. Por que os guerreiros desobedeceram ao aviso da Cobra Grande?
3. Explique como apareceram os macacos.
4. Conte lendas de seu país.
D. Pedro II dormiu aqui Audio so

Guia — Sinto muito, mas sempre trago os turistas para este hotel.
Até agora ninguém se queixou.
Turista — Pois serei o primeiro! Veja! Este hotel é horroroso.
E vai de mal a pior. É tao velho que está caindo aos
pedaços. Está muito malcuidado. E não oferece nenhum
conforto.
Guia — Mas é o hotel mais tradicional de nossa cidade!
D. Pedro II dormiu aqui há 190 anos!
Turista Pois é ... E desde aquele dia nunca mais ninguém
fez nada para conservá -lo.
Guia — Não adianta discutir. Não posso alterar o programa
da agência de turismo.
Turista Pois aqui eu não fico de jeito nenhum. Alguém me
indicara um hotel pequeno e bem limpinho, numa
ruazinha tranqüila. O senhor tem alguma sugestão?

Na portaria do hotel B8B


— Há alguma carta para mim?
— Não, nenhuma.
— Alguém veio me procurar?
— Não, ninguém.
— O senhor tem certeza de que não há nenhum recado?
— Tenho, senhor. Não há nenhum recado, nenhum telefonema
e nenhuma carta. Não há nada para o senhor.
PARE
10-1 Pronomes indefinidos (1)


O senhor tem alguma sugestão?
algum amigo alguns amigos alguém
alguma amiga________________ algumas amigas Alguém vai nosajudar.
Complete com algum, alguma, alguns, algumas, alguém.
1. Quando morreu, ele d e ix o u __________________________ dinheiro e _________________________ casas para os filhos.
2. _________________________ dia vou ao Canadá. Estou com saudade de _____________________ amigos que tenho lá.
3. Veja! __________________________ luzes estão acesas. Há __________________________ em casa agora.
4. Eu trouxe ___________________ jornais e ___________________ revistas para você. Quer?
5 .0 advogado precisa de __________________ informações sobre aquele caso.
6. Não sei o que fazer. Você tem ___________________ ideia?
7. Eles saem cedo e voltam tarde. É difícil encontrar _____________ em casa.
8. — Por favor,______________pode me ajudar? — ______________proble­
ma?
9. _____________viu o que aconteceu lá na esquina?
10. Eu não o conheço bem. Eu só o v i_____________ vezes. Parece boa pessoa.
11. — Ele me disse que esta firma vai de mal a pior. — É verdade.___________
bancos e ___________ fábricas não querem mais fazer negócios com ela.
Eles não têm saída.
12. — ______________ telefonou para você, mas não deixou o nome.
13. — Você conhece____________ lá no banco? — Não, ninguém.
14. A escola levou______________ crianças e _______________ professores ao
museu. Foi um dia diferente.
15. __________quer fazer________ pergunta?_________ te m __________ dúvida?

Complete com nenhum, nenhuma, ninguém, nada,


1. Você tem algum amigo aqui? — N ã o ,_______________ .
2 . ___________________ amigo quer me ajudar. Acho q u e ____________________ gosta de mim.
3 . — Alguém me telefonou?
— Não,__________ .
4. — Meu Deus! Quantos copos você quebrou?
— Não quebrei___________ copo. Quebrei alguns pratos.
5. Ele não te v e ___________ problema, por isso não fe z ___________ pergunta.
6. Telefonei para lá, mas não havia___________ em casa.
7. — Você pode me emprestar algum dinheiro? — Não, de je ito _________.
8. — O que você disse?
— _________ . Eu não disse__________ .
9. João não é meu amigo. Ele não f e z ____________________ para me ajudar.
10. Todos queriam ajudar; mas, na hora H ,__________________ apareceu. É sempre assim...

120
^I0 3^J Modo indicativo — Futuro do presente
i
vrm
MORAR — Futuro do presente VENDER - Futuro do presente
Eu morarei Nós moraremos Eu venderei Nós venderemos
Você Vocês Você Vocês
Ele morará Eles morarão Ele venderá Eles venderão
Ela Elas Ela Elas

A B R IR — Futuro do presente SER — Futuro do presente


Eu abrirei Nós abriremos Eu serei Nós seremos
Você Vocês Você Vocês
Ele abrirá Eles abrirão Ele será Eles serão
Ela Elas Ela Elas

Formação:
Quase todos os verbos em português,
W-
Eu
Futuro do presente
terei Nós teremos
1
mesmo os que são compíetamente irregulares,
seguem esta regra de formação: Você Vocês
infinitivo + terminações próprias do tempo. Ele terá Eles terão
Exemplo: Morar + ei -4 eu morarei Ela Elas

Observe: somente os verbos fazer, trazer e dizer são irregulares no Futuro do presente.

FAZER — Futuro do presente TR A Z E R Futuro do presente


Eu farei Nós faremos Eu trarei Nós traremos
Você Vocês Você Vocês
Ele fará Eles farão Ele trará Eles trarão
Ela Elas Ela Elas

Eu direi Nós diremos


Você Vocês
Ele dirá Eles dirão
Ela Elas

A. _ j texto.

Ontem, nosso guia nos mostrou as Cataratas do Iguaçu. Saí­


mos do hotel logo depois do café da manhã. O ônibus já esta­
va nos esperando. Cinco minutos depois, ele partiu. Todos
nós estávamos contentes. O ônibus seguiu pela estrada até a
fronteira com a Argentina. Lá, descemos do ônibus e toma­
mos um barco pequeno. Não dissemos uma palavra, nem
fizemos barulho durante a viagem de barco, porque tudo nos
parecia perigoso: estávamos muito perto das cataratas.
Foi bom chegar à Argentina. À tarde, o ônibus nos trouxe de
volta para o hotel. Estávamos muito cansados, mas felizes.
C ataratas d o Iguaçu, Foz d o Iguaçu, Paraná.

121
Agora, passe os verbos do texto para o Futuro do presente. Comece assim: "Amanhã, nosso guia

1. No ano que vem, minha vida vai melhorar: vou trabalhar menos e descansar mais.

2. Eles disseram que vão comprar e vender carros usados.

3. Nós vamos partir às 9 de São Paulo e às 11 vamos chegar à Bahia.

4 .0 que você vai fazer? Você vai me trazer ainda mais problemas?

5. Ana Maria vai dizer ao chefe que precisa ganhar um salário melhor. O que você acha que ele vai lhe dizer?

6. Estas suas idéias vão nos trazer problemas.

as perguntas. Use o Futuro do presente.


1. (passar) Onde vocês passarão suas férias? Em Campos do Jordão.

2. (abrir)___________________ ? Às dez horas em ponto.


3. (ajudar)
4. (fazer) _____________________________________________________________________________________ ? Nada.
5. (ir) _________________________________________________________________________________ ? De navio.
6. (beber) _______________________________________________________________________________? Um guaraná.
7. (trazer)__________________________________________________________________________________________ ?Nenhum.
8. (dizer)______________________________________________________________________________________ ? Não.
9. (comprar)___________ _______ ____________________________________________________ ? No Shopping Leste.
10. (pedir) ____ _________________________________________________________ ________? Goiabada com queijo.
pare| Modo indicativo
C ° V Verbos dormir e subir no Presente Perfeito, Imperfeito e Futuro do Indicativo

DORMIR — Presente simples DORMIR — Pretérito perfeito


Eu durm o Nós dorm im os Eu dorm i Nós dorm im os
Você Vocês Você Vocês
Ele dorme Eles dorm em Ele dorm iu Eles dorm iram
Eia Elas Ela Elas

DORMIR — Pretérito imperfeito DORMIR — Futuro do presente


Eu dorm ia Nós dorm íam os Eu dorm ire i Nós dorm irem os
Você Vocês Você Vocês
Ele dorm ia Eles dorm iam Ele dorm irá Eles dorm irão
Ela Elas

LU
Elas
Como dormir: cobrir, tossir, engolir

Modo indicativo

SUBIR — Presente simples SUBIR — Pretérito perfeito


------------- ---------
Eu subo Nós subimos Eu subi Nós subimos
Você Vocês Você Vocês
Ele sobe Eles sobem Ele subiu Eles subiram
Ela Elas Ela Elas

SUBIR- Pretérito imperfeito


Eu subia Nós subíamos Eu subirei Nós subiremos
Você Vocês Você Vocês
Ele subia Eles subiam Ele subirá Eles subirão
Ela Elas Ela Elas

Como subir: fugir, sumir, consumir, sacudir, acudir, cuspir

Complete.
1. (dormir) Boa-noite!___________________bem!
2. (dormir) Vocês__________________ bem no verão?
3. (dormir) Antigamente, a gen te ___________________mais.
4. (subir) Os preços___________________sempre.
5. (dormir) Quando estou cansado, e u ___________________a
noite inteira.
E você? Você__________________ ?
6. (subir) Eu não___________________ a escada. Eu tom o o
elevador. E você? Você__________________ ?
7. (subir) Quando eu queria falar com e le ,__________________ até o 15.°
andar. Agora eu lhe mando e-mails.
8. (cobrir) À noite, ela sempre se___________________porque diz que sente
frio. Mas eu não m e ___________________ .
9. (fugir) Todo m u n d o ___________________ dele porque ele é perigoso.
Mas eu n ã o __________________ . Eu não tenho medo dele.
10. (consumir) As pessoas___________________ mais no fim do ano. Eu tam ­
bém ___________________.
11. (subir) As águas do r i o ___________________ quando chove muito.
12. (fugir) N ã o ___________________!
13. (cobrir-se) __________________ Está frio.
14. (sumir) N ã o ___________________! Quero falar com vocês.
Vocês se m p re___________________ quando preciso de vocês.
15. (fugir) Ontem, os ladrões_________________ . Elessem pre____________

Era umcarro novinho em folha!


Ê m ii\

— Não acredito! Roubaram meu carro!


Você deve estar enganado.
— Não, não estou. Eu o estacionei ali, pertinho daquela árvo­
re e agora não está mais lá.
Calma! Vamos ver este negócio. A que horas foi isso?
— Agorinha mesmo. Não faz nem dez minutos.
Mas que coisa! Nao é possível! Você tem certeza?
— Tenho. Foi aqui mesmo. Mal posso acreditar.
Como era o carro?
— Era novinho em folha. O que é que a gente faz agora?
A gente tem de ir à policia, é a primeira coisa que a gente
deve fazer. Não ha outro remédio.

j d desprezo: Que filrnínho monótono!

| e. muitas vezes o usado como forma típica da língua, sem função definida: Fie ficou um bom tempinho Ia.

124
i
Geralmente, a terminação do
Usa-se zinho, zinha para os seguintes casos:
diminutivo é inho, inha:

a. palavras term inadas em sílaba tônica: café cafezinho, mulher mutherzinha..


escola escolinha papei papefzinho

casa — casinha
b. palavras term inadas em duas vogais: pai paizinho, boa boazinha
menino m enininho

rapaz — rapazinho c. palavras term inadas em som nasal: bom bonzinho, mãe • mãezinha,
irmão - irmaozinho

1. Um copo pequeno é um

2. Um anel pequeno á um

3. Um chapéu pequeno é um

4. Uma mão pequena é uma .

5. Um nariz pequeno é um _

6. Uma praça pequena é uma

carinho

1. Uma rua pequena e tranqüila é uma ___________________.

2. Estou procurando uma casa pequena e bonita. Sonho com uma ___________________ assim.

3. Ir ao cinema em dia de chuva é um bom programa. É um ___________________ bom.

4. Você está fazendo café, não está? Senti o cheiro. Que ___________________ bom!

5. Ele é um bom rapaz. Gosto dele. Ele é m uito ___________________. Gosto dela também. Ela também é muito

6. A gente gosta muito de nosso chefe. É um 100%.

ênfase
1. Fale baixo, por favor! Fale bem __________________ .
2. Eles moram muito perto daqui, __________________ .

3. Eu li o livro inteiro. Eu li o livro __________________ .

4. Gostei do livro todo, do começo até o fim. É ótimo do ________________ até


o ________________ .
5. Trabalhe direito\ Faça tudo ________________ !

6. Tomo café com muito pouco açúcar. Só um ________________ , por favor!

125
1. — O que você me diz do filme que ganhou o Oscar? — Horrível! Que filminho! ...

2. — O que você me diz da nova secretária do Artur? — Credo! Que mulherzinha desa­
gradável!
3. — Você conhece esta revista? Todo o mundo elogia. — Não sei por quê. Mais uma
revistinha!
4. — Lá vem ele! — Quem? O Paulo? Que homenzinho chato!

5. — Estou procurando outro emprego. Não aguento mais meu chefe. — É, seu chefe é ^
difícil. Meu Deus, que chefinho!

Tenha calma! É só um m in u tin h o /)


sem função definida
1. Espere um minuto, por favor. Só um
2. Estou ocupado agora. Venha falar comigo em outra horal Numa
mais fácil.
3. Vou embora agora. Tchaul

B.

1. Você já leu o jornalzinho da escola?


2. Ela deixa tudo limpinho.
3. Ela está tão bonitinha hoje!
4. Não gosto desta mulherzinha.
5 .0 solzinho está gostoso hoje.
6. Quero só um pouquinho de chá.
7. Aceita um cafezinho?
8. Ele tem uma vidinha calma.
9. Nossa! Que livrinho ruim!
10. Joãozinho, agora você vai ficar sentadinho aí.
11. Ela faz uma comidinha gostosa.
12.0 ladrão entrou na casa devagarinho.

c.
1. A empregada já terminou o serviço. A casa está limpo agora. Acata está Üimbinka apora.

2. As contas estão completamente certas._______________________________________

3. Maria é bonita, mas um pouco boba. ________________________________________

4. Gostei destas roupas. Vou comprar todas. São muito baratas.

5. Cuide bem da bicicleta. Ela é muito nova. ________________

6. Gosto do café bem doce.__________

7. Não coma estas bananas hoje! Elas ainda estão muito verdes.

8. Ele foi até a casa dele e voltou muito rápido porque mora muito perto daqui.

9. Detesto este hotel. É caro, mas não é confortável.______________________

10. Ele não é um bom escritor, mas os livros dele fazem sucesso.
Substitua o verbo grifado.
Faça outras modificações, se necessário.
1. Estivemos em Bruxelas há cinco anos._____________

2. Há dois meses eu não o vejo.____________________

3. Lúcia e André se separaram há alguns anos.________

4. Há dois dias ele saiu do hospital e já está trabalhando.

5. Há quanto tempo nós nos conhecemos?___________

6. Não sei exatamente. Já há muito, muito tem po._____

Ele trabalhou muito hoje. dew e sta r &ansa.do, (suposição)

1. Eles estão em dificuldade. Nós ajudá-los. (

2. Já são duas horas e você ainda não almoçou. Você


estar com fome. (_

3. Ele precisa falar com você. Você esperá-lo.

4. Todo mundo respeitar as leis. (.

5. Ele está muito nervoso. Ele ter problemas.


iplete as frases. Use dever.
1. (cansado) Vera, você trabalhou o dia todo sem parar. Você_____________ estar

2. (contente) Eles receberam o primeiro prêmio. Eles ________________________

3. (doente) Hoje, está quente, mas eles estão com frio. Eles __________________

4. (antigo) Estes quadros são muito caros. Eles _____________________________

5. (rico) Que casa enorme! Ela é linda! Os donos

6. (rico) Eles ganharam o primeiro prêmio da loteria. Eles ______

7. (estrangeiro) Estas pessoas não entendem o que dizemos. Elas

8. (feliz) A festa deles foi um sucesso. Eles __________________

1. Como deve ser um amigo para ser, de fato, um bom amigo?


Ele deve

2 .0 que vizinhos devem fazer para serem, de fato, bons vizinhos?


Eles devem __________________________________________

3. Para ser uma boa cidade, o que nossa cidade deve nos oferecer?
Ela deve______________________________________________

4. O que a gente deve fazer para ser feliz?


A gente deve_____________________

128
Canção popular
Teresinha de Jesus O prim eiro foi seu pai,

De urna queda foi ao chão O segundo seu irmão,

Acudiram três cavalheiros, O terceiro foi aquele

Todos três, chapéu na mão. A quem eia deu a mão.

Números Ordinais

1®, V , 1®s, I a* 6° sexto... 30® trigésimo... 90® nonagésimo...

primeiro, a, os, as 7Qsétim o... 40® quadragésimo... 100® centésimo...

2® segundo... 8® oitavo... 50° quinquagésimo...


......... ■
3Pterceiro... 9® nono... 60° sexagésimo... 1.000.000® milionésimo...

4® quarto... 10® décim o... 70® septuagésimo...

5® quinto... 20° vigésimo... 80® octagésimo...

129
ia o texto em voz alta, indicando, no mapa, a cidade mencionada.
Um passeio pelo Brasil \
L
Preparem-se! Vamos conhecer o Brasil em 30 dias. Sairemos de
São Paulo e nossa 1â escala será o Rio de Janeiro. Lá, passaremos
o I a, o 2a, o 3a e o 4a dias. No 5a dia, partiremos para Salvador, O „

onde ficaremos 4 dias, o 6a, o 7a, o 8a e o 9a. No 10a dia, estaremos


em Manaus. No 15a dia, nosso destino será o Pantanal Mato-Grossense. /
No 21a dia, chegaremos a Brasília. Lá, nosso grupo se dividirá para
pontos diferentes do Nordeste. No 29a dia, nos reuniremos novamente o
em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Encerraremos nossa viagem
no 30a dia, todos felizes sob o sol do Nordeste, rumo a São Paulo.

1.(1a) A s__________ pessoas da fila devem apresentar seus


Pela milésima vez, não!
documentos agora.

2. (3â/26a) Antigamente, a sala dele era n a ___


____________ porta deste corredor.
Agora ele trabalha n o ____________ andar.

3. (100a) Está é a ________________________ vez que lhe digo isto!


4. (5a/2â) Vá até o __ sinal e vire na
esquina!
5. (16a) Ela mora no. andar.
6. (1.000a) Pela____ vez, não!

C. Diga de outra forma.

— Roubaram meu carro.

— Calma! Vamos ver este negócio.

— Eu estacionei meu carro agorinha mesmo, pertinho daquela árvore.

Não faz nem dez minutos.

— Não há outro remédio.

— Meu carro era novinho em folha.

— Você tem certeza? Você deve estar enganado.

— A gente tem de ir à polícia.

130
i

Texto narrativo
Um pouco de nossa história 1S33

O Brasil não é um país muito antigo, mas muita coisa já aconteceu aqui desde que os portugueses chegaram em 1500.

Durante 300 anos, depois de sua descoberta, o Brasil pouco se desenvolveu. Mas, em fins de 1807, D. João VI, o rei de

Portugal, e sua família abandonaram Lisboa, fugindo dos exércitos de Napoleão e instalaram-se no Rio de Janeiro. Com a

família real, veio a corte portuguesa. Com a chegada de 15.000 pessoas, a vida da pacata cidade do Rio, com seus 60.000

habitantes, metade deles escravos, mudou completamente. Da noite para o dia, o país começou a progredir.

Em 1821, D. João VI voltou para Portugal, mas deixou em seu lugar seu filho D. Pedro, o príncipe herdeiro, para defender os

interesses de Portugal no Brasil. Foi um erro! Aqui, desde os nove anos de idade, D. Pedro sentia-se um brasileiro. Criado em

liberdade, em contato direto com o povo, o príncipe constantemente desafiava a autoridade de seu pai.

No dia 7 de setembro de 1822, contrariando as intenções de Portugal, proclamou, ele mesmo, a nossa independência. Isso

aconteceu em São Paulo. O príncipe aí estava para acalmar os patriotas, que exigiam a independência. Às margens do Riacho

Ipiranga, alguém entregou-lhe uma carta de seu pai. Sabendo das agitações políticas pela independência e conhecendo bem

seu filho e suas tendências, D. João VI, na carta, ordenou-lhe voltar para Portugal. Irritado, D. Pedro arrancou do chapéu as

fitas com as cores de Portugal, e, erguendo a espada, g rito u :In d e p e n d ê n c ia ou morte!" Ele tinha apenas 22 anos. Foi, então,

aclamado 1s Imperador do Brasil.

Alguns anos depois, com a morte do pai, D. Pedro voltou a seu país de origem como D. Pedro IV, rei de Portugal.
Responda.
1. A colonização do Brasil foi rápida?

2. Pense um pouco e responda. Por que o Brasil progrediu com a vinda da corte portuguesa?

3. Tente imaginar os problemas que a chegada da Família Real e da corte portuguesa causou à cidade do Rio de Janeiro.

4. Por que D. Pedro não acompanhou o pai quando este voltou a Portugal em 1821?

5. Por que D. Pedro se sentia, também, brasileiro?

6. Qual era o ambiente político no Brasil por volta de 1821?

7. Por que nossa independência foi proclamada em São Paulo e não no Rio de Janeiro?

8. Descreva o quadro de Pedro Américo, que ilustra este texto.

9. A história de seu país é muito antiga?

10. Conte um episódio interessante da história de seu país.

rm tttm fiim iisi) imnim?

M useu Im p e ria l em P e tró p o lis, Rio de Janeiro.

132
& 0Ò*
Progresso é progresso E B
Você está louco! Construir aqui na Avenida Paulista? Isto
nunca vai ser possível.
Por que não?
Porque é caro demais, ora essa! Cada centímetro vale
ouro. E depois, onde vamos achar uma casa à venda por
aqui?
Não é fácil, eu sei, mas veja aquela, na esquina. Eu soube
que os proprietários querem vendê-la. O ponto é ideal.
Mas, por que querem vendê-la? Qualquer um gostaria de
ter uma casa como esta.
Problemas de família ... O primeiro dono faleceu há um
ano e deixou vários herdeiros. Eles tinham resolvido
alugar a casa, mas depois desistiram e agora decidiram
vendê-la.
É uma boa oportunidade e não devemos perdê-la. Para

©Diego Grandi 1123rf.com


falar a verdade, eu já tinha pensado nisso. Só faltava
coragem ...
Deve haver vários interessados. Vamos ver se consegui
mos fechar o negócio antes dos outros.
Tomara! Mas olhe! Que casa bonita! Que pena demoli-la!
Casa das Rosas, na Avenida Paulista, São Paulo.
De fato é m uito bonita. Mas o que é que se vai fazer?
Progresso é progresso.
Mesmo assim é uma pena!

Pronomes indefinidos (3)

Cada centímetro vale ouro. Vamos fechar 0 negócio antes dos outros.
Cada uma destas salas tem duas janelas. Volte outro dia.
Cada aluno receberá um livro. Não gostei desta casa. Vamos procurar outra.

Ele deixou vários herdeiros. Qualquer um gostaria de ter uma casa como esta.
Fiz vários negócios com ele. Qualquer dia desses vou visitá-la.
Várias pessoas estavam interessadas no negócio. Qualquer coisa serve.

Complete com: cada, vários, várias, outro, outra, outros, outras, qualquer.

1 . ________________ aluno recebeu um livro.

2 . ________________ dia desses ele vai aparecer.

3. Não gostei desta blusa. Quero v e r __________________.

4. Já li todas estas revistas. Vou c o m p ra r_________________ .

5. Não desanime! T e n te __________________ vez.

133
13. — 0 que você quer comer?
— Tanto faz.

14. Tenho

15. Já fomos a casa deles

Modo indicativo - Verbo sair no Presente, Perfeito, Imperfeito e Futuro

SAIR — Presente simples SAIR — Pretérito perfeito


Eu saio Nós saímos Eu saí Nós saímos
Você Vocês Você Vocês
Ele sai Eles saem Ele saiu Eles saíram
Ela Elas Ela Elas

SAIR — Pretérito imperfeito SAIR — Futuro do presente


Eu saía Nós saíamos Eu sairei Nós sairemos
Você Vocês Você Vocês
Ele saía saiam
j sairá sairão
Eles Ele Eles
Ela Elas Ela Elas

Como sair: cair, trair, distrair, atrair, subtrair etc.


Complete com o verbo no tempo adequado.
(sair) Eu só sairei daqui amanhã.
1. (sair) Não __________________ ontem porque estava chovendo.

2. (atrair) O açúcar __________________ as formigas.

3. (cair) Cuidado com os buracos. Você pode __________________.

4. (subtrair) Ele errou o problema porque __________________ em vez de somar.

5. (sair) Quando eu era criança, não __________________ muito de casa.

6. (sair) Amanhã, queremos ir ao cinema, mas não __________________ com chuva.

134
7. (sair) Por favor, a que horas as crianças _________________
da escola?

8. (trair) Eu nunca __________________ meus amigos, mas


ele _________________ .

9. (distrair) Por favor, não me __________________ . Estou


trabalhando.
10. (cair) No ano passado, o Natal __________________ numa
4àfeira.
11. (atrair) Vitrines bonitas sempre _________________ clientes.

12. (sair) Quase nunca e u _____________ sozinha. Não gosto.

13. (cair) Ele __________________ e quebrou a perna.

14. (distrair) Eu me __________________ vendo televisão. Eles


se _________________ ouvindo música.

15. (distrair-se/cair) As calçadas aqui são muito irregulares. Se a


gente _____________ , a gente __________________ .

Contexto EB
Borá — a cidade que prefere não crescer

Borá, localizada a 450 quilômetros de São Paulo, tem 834 ha­


bitantes. Cerca de 80% de seus moradores vive do trabalho
volante nas regiões vizinhas. São boias-frias. "É uma popula­
ção pobre", reconhece o prefeito, um homem de 53 anos, fi­
lho de lavradores, que não conseguiu estudar além da quarta
série do primeiro grau. Mas, segundo ele, a pobreza de seus
habitantes não impede que a pequena cidade desfrute de
benefícios que podem causar inveja aos grandes centros de
desenvolvimento: lá não há meninos de rua, nem pedintes e
muito menos favelas.
O asfalto cobre 98% das poucas vias públicas e a água tratada
e o esgoto chegam a todas as residências. Três médicos e dois
dentistas contratados pela Prefeitura atendem toda a popu­
lação, e o índice de criminalidade é zero. O último homicídio
aconteceu há mais de 50 anos e a cadeia pública, construída o Richmaths / iStockphoto.e

depois, até agora não recebeu nenhum preso. A Prefeitura ar­


recada pouco dinheiro da população, mas mesmo assim consegue pagar as contas da farmácia da maioria dos moradores e
mantém uma horta, distribuindo, duas vezes por semana, legumes, verduras e frutas entre os habitantes da cidade.
A Prefeitura mantém, também, uma frota de quatro ônibus e seis peruas para o transporte de estudantes da zona rural para
a única escola da cidade, localizada na zona urbana, e que atende alunos do primeiro grau. Os que dependem de colégios de
outras cidades também têm condução grátis da Prefeitura. Não há trabalho em Borá, pois as lavouras de café estão em extinção.
Por isso, a Prefeitura transporta os boias-frias para cidades vizinhas, onde trabalham no corte de cana e na colheita da laranja.
Um dos orgulhos do prefeito é o funcionamento da Prefeitura. O número de funcionários é adequado às necessidades da ad­
ministração.
Já houve tempo em que Borá chegou a oferecer terrenos para famílias interessadas em se mudar para lá. Mas a situação mudou:
"Não adianta nada trazer famílias para cá se aqui não há emprego", — diz o prefeito. "Em lugar de buscar novos moradores,
que poderão trazer novos problemas, preferimos ajudar nossos moradores para que eles não deixem a cidade em busca dos
grandes centros."

A. * omplete com números.


Wm
Borá, que fica a _______ km de São Paulo, tem habitantes. % de
suas ruas são asfaltadas e % de suas casas recebem água tratada e têm esgoto.
dentistas e _____ médicos cuidam da saúde da população.
peruas e _ ônibus levam as crianças para a escola local e os jovens para escolas
de cidades vizinhas.

Complete.

A maior parte da população de Borá é formada por lavradores sem emprego fixo. Eles são _______________ . A população
é pobre, mas todos vivem bem. A Prefeitura, além de pagar médicos e dentistas, paga também _______________ . Na área
de alimentação, a Prefeitura mantém uma __________________, que fornece verduras e legumes para a população.

1. Qual é o futuro de Borá?

2. Você acha que o Prefeito está fazendo um bom governo? Por quê?

MORAR Mais-que-perfeito do indicativo


Eu t in h a m o ra d o Nós tín h a m o s m o ra d o

Você Vocês

Ele tin h a m o ra d o Eles tin h a m m o ra d o

Ela Elas
L i...

136
Particípio

Particípios regulares Particípios irregulares


andar — andado ganhar — ganho ver — visto
falar — falado gastar — gasto abrir — aberto
comer — comido pagar — pago cobrir — coberto
beber — bebido dizer — dito vir — vindo
decidir — decidido fazer — feito pôr — posto
insistir — insistido escrever — escrito
jr — ido
ser — sido

fio Complete com o Mais-que-perfeito composto do indicativo.


(discutir) Eu estava nervoso, porque eu tinha discutido com meu chefe.

1. (pensar) Ele queria passar as férias nas montanhas. Ela j á _______________ nisso.

2. (resolver) Eu j á _______________ sair quando ela telefonou.

3. (partir) O avião j á _______________ quando chegamos ao aeroporto.

4. (comprar) Ela gostou daquele apartamento, mas você j á _______________ uma casa.

5. (ir) Quando o professor chegou, os alunos j á _______________ embora.

6. (vender) Nós fomos para o Rio de ônibus p o rq u e _______________ nosso carro.

Complete com o Mais-que-perfeito composto do indicativo. Depois estenda a frase,


(escrever) Ele estava feliz porque ela lhe tinha escrito, p o r isso estava cantando.

1. (ver) Ele n u n c a _______________ mulher tão bonita, por is s o _______________ .

2. (falar) Eles j á _______________ com o diretor, por is s o ________________.

3. (permitir) Os funcionários estavam bravos porque o diretor n ã o _______________ a festa. Por isso _______________ .

4. (vender) Nós queríamos comprar aquela casa, mas ele já a _______________ . Poris s o ________________ .

5. (decidir) As crianças queriam ir à praia, mas os p a is _______________ ir às montanhas. Por isso _______________ .

6. (dizer) Ninguém acreditou, mas e le _______________ a verdade. Por isso _______________ .

7. (fazer) Nós n u n c a _______________ aquele trabalho, por is s o _______________ .

8. (abrir) A sala estava gelada porque e le _______________todas as portas e janelas. Por is s o ________________.

9. (gastar) Não pude comprar as entradas de teatro, eu j á _______________ todo o meu dinheiro. Por is s o ___________

10. (ganhar) E la _______________ um carro novo, por is s o ________________.

11. (escrever/responder) Ele reclamou porque ele j á _______________ três cartas e elan ã o _______________ a nenhuma.
Por isso ________________________ .

137
12. (vir) Ele teve dificuldade em achar minha casa porque nunca _______________ aqui, por isso __________

13. (pôr) No estacionamento, ele ficou nervoso porque não sabia onde _______________ seu carro, mas ____

14. (pagar) Ele descobriu que n ã o _______________ a conta da luz, poris s o _______________ .

15. (trabalhar/comer/dormir) Eles estavam muito cansados p o rq u e ___________ m u ito ,____________ pouco e
mal, por is s o _______________ .

‘or que ele estava contente?


>orque, no escritório, ele tinha recebido uma boa notícia.
Por que ele estava desanimado?
Porque, no escritório, o chefe dele tinha

Por que ela foi promovida?


Porque ela tinha ____________________

Por que a mãe ficou brava com o menino?


Porque ele tinha ___________________

Família de palavras — Complete o quadro

VERBO SUBSTANTIVO VERBO SUBSTANTIVO


..
1. partir a partida 14. assinar

2. chegar 15. voar

3. a saída 16. o aumento

4. empregar 17. a resolução

5. trabalhar 18. escolher

j 6. a parada 19. repor

7. proibir 20. defender

8. a permissão 21. a abertura


! .
9. propor 22. cobrir

10. pintar 23. a perda

11. discutir 24. o prejuízo

12. a preferência 25. sugerir

13. receber 26. a promoção


intervalo

Irene no céu AUDIO 4

Manuel Bandeira

Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor

Imagino Irene entrando no céu:


— Licença, meu branco! E São Pedro bonachão*:
— Entre, Irene. Você não precisa pedir licença.

(extraído de Estrela da Vida Inteira, Editora José Olímpio, 1966.)

*bonachão, bonachona: p e ssoa q u e é sim ple s, b e m -h u m o ra d a , a fá v e l, c a lm a .

Responda.
1. Por que Irene não precisa pedir licença para entrar?

2. A linguagem de Irene é típica de que tipo de pessoa? No caso, quem é o branco?

3. Irene é revoltada contra sua situação? Como sabemos?

Texto Narrativo
Bandeiras e bandeirantes
Au d io 5
P o r E m m a E b e r l e i n O . F. L i m a

Nos primeiros tempos, no século XVII, a vida da colônia desenvolvia-se ao longo do litoral. Pouco se sabia sobre o interior
do Brasil. Lá dentro, na mata, havia riquezas sim, riquezas para descobrir e índios para caçar e levar para as fazendas como mão
de obra escrava. Mas a mata era fechada, fechada. Era preciso conquistá-la. Organizaram-se, então, expedições particulares
que, saindo principalmente de São Paulo, sumiam por anos na mata escura. Eram as "bandeiras", assim chamadas por causa da
bandeira que levavam e que as identificava ... Os "bandeirantes", membros da expedição, geralmente paulistas, eram homens
determinados, corajosos, ousados. Deixavam suas propriedades e a família para tentar a sorte e enriquecer. As mulheres ficavam
para trás, cuidando da terra e da prole, sozinhas por anos, fortes elas também.
As bandeiras avançavam pela selva adentro, embrenhavam-se nas florestas, subindo morros, atravessando campos, a pé
ou navegando rios. Muitos bandeirantes morriam por causa de febres, acidentes, picadas de cobra... Muitos voltavam sem nada,
alguns nunca mais voltavam. Às vezes, para garantir a sobrevivência do grupo, interrompiam a marcha e descansavam durante
meses às margens de algum rio, onde plantavam e depois colhiam para o sustento do grupo. Derrubando árvores e escavando
seus troncos, construíam canoas para novos deslocamentos. Quando, finalmente, as canoas partiam rio abaixo, levavam menos
homens: alguns ficavam para trás, com sua índia e a nova família.
A aventura, longa e difícil, valeu a pena? Ouro e pedras preciosas? Esmeraldas, diamantes? Com certeza, valeu. Com
seu esforço incrível, os bandeirantes empurraram os limites do Brasil, aumentando seu território. Dos 8.500.000 km2 do atual
território brasileiro, pelo menos 5.000.000 km2 foram resultado da ousadia dos bandeirantes. Pelo caminho, fundaram vilas,
descobriram minas e mais minas de ouro, de prata, platina, esmeraldas, águas-marinhas, diamantes...
Poucos episódios da história dos povos são tão espantosos quanto a aventura dos bandeirantes. Exploradores que, por
sua própria conta e risco, expandiram e ocuparam o território brasileiro. Uma grande aventura! Loucura? Hoje, relatos oficiais e
lendas se confundem. Não podia ser diferente...

139
A. Responda.

1. Por que os membros da expedição são chamados de "bandeirantes"?

2. Compare o litoral e o interior do Brasil na época dos bandeirantes.

3. Por que se diz que as mulheres dos bandeirantes eram tão fortes quanto seus maridos?

4 .0 estado de São Paulo é conhecido como "a terra dos bandeirantes". Você sabe por quê?

São Paulo

Objetivo das bandeiras


_ Apresam ento de índios
■■' Prospecção de minas
Viajando em fim de semana I222Q

i. Num sábado
— Bom-dia, senhor. 0 que vai hoje?
— Estou indo para itatiaia. Quero que vocé faça uma boa revisão
no carro.
— 0 senhor quer que eu veja os pneus, examine a bateria, o óleo
e encha o tanque, não é?
— É.
— 0 senhor prefere que eu ponha gasolina ou álcool (etanol)?
— Gasolina, por favor. Quanto tempo vai levar?
— Uns vinte minutos, no máximo.
— Tomara que eu chegue lá com dia claro. O hotel onde vou me
hospedar fica longe do centro.

II. No sábado seguinte ffiS i


— Bom-dia, senhor. O que manda hoje?
— O mesmo de sempre. Vou a Itatiaia de novo. O que você acha
do tempo?
— Duvido que chova hoje à tarde. Talvez, faça um pouco de frio.
— É, pode ser que faça frio.

lli. Quinze dias depois ESSI


— Olá, tudo bem?
— Tudo bem. O mesmo de sempre?
— Não, hoje não. Só gasolina. Não vou a Itatiaia esta semana.
— É pena que o senhor não vá. 0 tempo está tão bom!
— Pois é. Que pena que a gente precise trabalhar num sába­
do tão bonito!

141
Correio sentimental Au d io »

Rio de (Janeiro, 8 depadho de... Rio de Janeiro, 75 depadho de...

Querida Candinba,
Querida Condindo.,

Rsta é a sepunda carta jae dhe escr&-


Rstoa apaixonadap o r umrapaz, mas o-o. Tado-ez o-ocè não tenha recebido a
acho (jae ede não (posta de mim. Todos os
prim eira, Como dhe disse antes, estou
sábados ede o-emaoposto depasodina,
apaixonadap o r umrapaz, mas dao-ido jae
onde trabadho como caixa, e sempre ede me ame.
pede ao emprepado (jae eneha o tanjae, Para {adar a o-erdade, nem estou
examine a bateria, o-epa ospneas e certa de jae ede me o-epa, juando o-ai
o-eri{‘jae o ódeo.
papar a conta, 7ado-ez nem mesmo me
7ento conrersar com ede, mas não con- ouça. Rde só cono-ersa com o emprepad
sipo, Rde está sempre com muitapressa jae o atende. Rstoa muito, muito triste .
e nem odhapara mim, Que deo-o{jazer? Que deo-o{a ze r? Por {ao-or, peço-dhe
Rspero jae o-ocè me responda dopo. jae me responda desta o-ez.

Borbodeta A{dita da Capitad Borbodeta A {d ita da Capitad

São Paulo, 22 de julho de ...

Minha cara Borboleta Aflita da Capital


Que pena que você não possa ver o que é óbvio: este seu amor
não tem futuro. Que pena que você seja tão ingênual
Lamento que você esteja complicando sua vida.
Desista deste moço. Borboleta Aflita! Esqueça-se dele! Por que
você não se interessa pelo rapaz que trabalha com você ai no
posto? Talvez ele lhe traga a felicidade com que você está
sonhando.
Candinha

142
Modo subjuntivo — Presente do subjuntivo (1)

Formação:
O presente do subjuntivo forma-se a partir
da pessoa do singular do presente do indicativo

MORAR (Eu moro/Que eu more) i DIZER (Eu digo/Que eu diga)


— Presente do subjuntivo — Presente do subjuntivo

Que eu more Que nós moremos Que eu diga Que nós digamos
Que você Que vocês Que você Que vocês
Que ele more Que eles morem Que ele diga Que eles di9am
Que ela Que elas Que ela Que elas

VENDER (Eu vendo/Que eu venda) PODER (Eu posso/Que eu possa)


— Presente do subjuntivo

Que eu possa Que nós possamos


Que você Que vocês
Que ele possa Que eles possam

Que ela Que elas

ABRIR (Eu abro/Que eu abra) PEDIR (Eu peço/Que eu peça)


— Presente do subjuntivo — Presente do subjuntivo

Que eu abra Que nós abramos Que eu peça Que nós peçamos
Que você Que vocês Que você Que vocês
Que ele abra Que eles abram Que ele peça Que eles peçam
Que ela Que elas Que ela Que elas

& Dê a V’ pessoa do singular do Presente do indicativo e do Presente do subjuntivo.

Presente do indicativo Presente do subjuntivo Presente do indicativo Presente do subjuntivo


!----------------------------------- (
1. ter - eu Que eu ll.s u b ir - e u Que eu

2. morar - eu Que eu 12. vender - eu Que eu


f '
3. fazer - eu Que eu 13. vir - eu Que eu

4. ver - eu Que eu 14. co m p ra r-e u Que eu —


*
5. p e d ir-e u Que eu 15. le r - eu Que eu

6. d iz e r-e u Que eu 16. tra z e r-e u Que eu

7. partir - eu Que eu 17. pôr - eu Que eu

8. ouvir- eu Que eu 18. preferir- eu Que eu

9. s a ir-e u Que eu 19. se rv ir-e u Que eu

10. dormir - eu Que eu 20. desistir - eu Que eu

143
, Complete com o Presente do subjuntivo.
__________________________________
1. ouvir — Que nós 9. fazer — Que vocês

2. trazer — Que ele 10. pôr — Que ele

3. partir — Que você 11. ter — Que a gente

4. pedir — Que o senhor 12. desistir — Que eles

5. morar — Que elas 13. vender — Que as senhoras

6. dizer — Que nós 14. vir — Que nós

7. subir — Que a gente 15. ver — Que eles

8. sair — Que ela 16. chover — Que

Prefiro que você O que você quer 'Tomara que chova Duvido que ele
esqueça o caso. que eu faça? três dias sem parar" aceite o convite.

O subjuntivo é introduzido por verbos de desejo e ordem, de dúvida e de sentimento*

Desejo - Ordem B i b. Dúvida 3c Sentimento


Desejo que
Quero que Estou contente que
Não estou certo de que
Proíbo que Estou triste que
Não tenho certeza de que
Espero que Receio que
Duvido que
Exijo que Tenho medo de que
eles venham Não acho que ele venha chova
Prefiro que Lamento que
Não penso que
Peço que Sinto que
Não acredito que
Sugiro que Que pena que
Talvez
Tomara que É pena que
Oxalá

144
A.
1. (andar) Quero que ele _mais depressa.

2. (vender) Desejamos que vocês_ _____ logo a casa.

3. (partir) Prefiro que eles_______ _________ sem dizer até logo.

4. (fazer) Peço que vocês não _____________ barulho.

5. (trazer) O que o senhor quer que e u ____________________ ?

6. (ter) Talvez vocês_________________ sorte. Quem sabe?

7. (poder) Tomara que vocês vir no sábado.

8. (trazer) Duvido que estas cartas ____ boas notícias.

9. (mudar) Não acho que eles____ de ideia. São muito teimosos.

10. (dizer) Não penso que ele sempre _____ a verdade.

11. (gostar) Sinto que você não_____ de meus amigos.

12. (poder) Lamento que eles não __ esperar.

13. (sair) Tenho medo de que vocês ___ tarde. O aeroporto fica longe.

14. (ter) Que pena que a gente não _ ___ tempo para conversar.

15. (acordar) Tenho medo de que ele ____ tarde.

16. (entrar) O diretor exige que n ó s _ _______ na hora.

17. (repetir) Não acredito que eles__ . o erro.

18. (vir) Espero que nossos amigos _ nos receber.

19. (desistir) Receio que a senhora _ .deseus planos.

20. (lembrar-se) Duvido que ela ainda_ __ do que eu disse.

B. >mpiete com o Presente do su

1. (dizer) Duvido que e le _______________ a verdade.

2. (entender) Espero que vocês m e _______

3. (sair) Espero que eles __ ______________

4. (vir) Não queremos que v o cê s_________

5. (fazer) Como você quer que a g e n te ____

6. (encontrar) Tomara que eu a s _________

7. (esperar) Peço-lhes que m e ___________

8. (ouvir) Sinto que você não m e _________

9. (descobrir) Talvez um dia n ó s __________ o que aconteceu.

10. (comer/dormir) A mãe quer que o menino ------------------ tudo e ______________________ bem.
Atenção! Mudanças ortográficas.

ficar — (eu fico) que eu fique

chegar — (eu chego) que eu chegue

conseguir* — (eu consigo) que eu consiga

começar — (eu começo) que eu comece

esquecer — (eu esqueço) que eu esqueça

dirigir — (eu dirijo) que eu dirija

*conseguir — conjuga-se como vestir: eu visto, ele veste/eu consigo, ele consegue.

1. pagar a conta — Éde (jaer (jae eapapae a conta do dentista,

2. ficar em casa — Ele quer que e la ____________________

3. começar o trabalho — Ele tem medo de que a gente não _

4. pegar o ônibus — Ele duvida que você_______________

5. verificar o óleo — Ele exige que o rapaz_______________

6. chegar às duas — Ele prefere que nós________________

7. ficar quieto — Ele não acredita que vocês______________

8. dirigir devagar — Ele está pedindo que você___________

9. alugar a casa — Ele receia que os proprietários_________

10. esquecer o que aconteceu — Ele duvida que nós

D
Faça frases longas.
B -

1. perder o trem — Talvez edeperna o trem porjae saia de casa tarde e fio i apé até a estação.

2. não falar comigo — Talvez

3. fazer barulho — Talvez

4. ter azar Talvez______

5. desistir da ideia Tomara q u e _

6. não chover hoje à noite Tomara q u e _

7. dorm ir a noite toda Tomara q u e _

8. pôr o dinheiro no banco Talvez______

9. não servir Que pena que

10. ganhar pouco Que pena que

IMeO
11. trabalhar o dia inteiro — Que pena que

12. não conhecer Susana — Que pena que

13. poder vir — Que bom que

14. ter amigos aqui — Que bom que.

15. não gostar da gente — É pena q u e ___

16. ter idéias malucas — É pena q u e ___

o primeiro dia de trabalho de sua nova secretária. Diga o q


que ela faça.
Preste atenção, por favor!
1. Eu quero que você ___________________

2. É importante que ____________________

3. Prefiro que _________________________

4. Todos nós aqui no escritório esperamos que

5. Não permito que ____________________


------------------------------------------------------------------------------------------------------------ -
Você está conversando com um bom amigo seu. Você está lhe contando U iíV < V . \ i ii ít ; •

mudar de empr
seus problemas no trabalho._________ ________________________

As coisas vão mal no escritório.

Duvido que meu chefe____________

Não acredito q u e ________________

TaIvez__________________________

Não estou certo q u e ______________

Com tantos problemas, não acho que

Um grande amigo seu vai mudar-se para outro país, a trabalho. Você está triste com essa partic
contente com o progresso profissional dele. Converse com ele e explique-lhe como você está
se sentindo.

É pena que

Estou contente que.

Tenho medo de que

É bom que
Contexto A soara 1
Ele morava no Rio e era funcionário público estadual.
Casado com uma mineira, levava uma vidinha quieta e
sossegada.
Um dia, no entanto, algo aconteceu. Sua sogra precisava ir
a Minas ver uma fazendinha que o marido tinha deixado.
A fazenda, cujas terras estavam abandonadas, ficava no
Triângulo Mineiro. Foram os três, de Volks, ele, a mulher e
a sogra. Na fazenda, a velha teve uma síncope fulminante.
Levaram-na correndo para Uberaba. Tinha morrido mes­
mo. Enterrar, onde? Ali? O sogro estava no túm ulo da fa­
mília, no Caju, no Rio.
O je ito era voltar logo para o Rio, para fazer o enterro.
Voltaram.
A sogra deitada no fundo do carro, com os braços sobre o
corpo, a mulher chorando baixinho, entre o desconsolo e
a compreensão, e ele, a noite inteira, firme no volante, co­
mendo asfalto. Não parava para nada. Só uma vez,
por causa da gasolina, mas arrancou logo. Lá atrás,
balançando, o cadáver miúdo da velhinha.
Depois de Juiz de Fora, já madrugada, a fome aper­
tou. No primeiro posto, saíram um instante para ir
ao banheiro e comer sanduíche. A chave ficou no
carro. Era um minuto só e a sogra estava ali, embo­
ra morta, vigilante. Quando voltaram, o pior tinha
acontecido. O carro não estava onde ele o deixara.
Alguém o levara. Tentaram tudo. Polícia, amigos,
anúncios no jornal.
Até hoje, nem carro, nem sogra.

(Adaptado de "A sogra" de Sebastião Nery, Folha de São Paulo - 2/12/79.)


I

a ! v .c.1 u a U

A.

1. Na fazenda, a velha teve uma síncope fulminante.


Levaram-na correndo para Uberaba. Tinha morrido mesmo.

a. A sogra morreu em Uberaba.

b. A sogra foi correndo para Uberaba.

c. A sogra morreu na fazenda.

d. A sogra morreu a caminho de Uberaba.


2. Depois de Juiz de Fora, já de madrugada, a fome apertou. No primeiro posto, saíram um instante para ir ao banheiro e
comer sanduíche.

a. Pararam no primeiro posto que encontraram depois que saíram de Uberaba.

b. Pararam porque já era madrugada.

c. Eles tinham jantado em Juiz de Fora.

d. Este foi o primeiro posto em que pararam depois de Juiz de Fora.

1 .0 que você sabe sobre a sogra e toda a sua família?

2 .0 que você sabe sobre a fazendinha da família?

3 .0 que aconteceu com o carro e o cadáver da velhinha? Imagine um final para a história.

5 3 ^ SÍkff• Lf.L;

Eu vendera Nós vendêramos Eu abrira Nós abríramos


Você Vocês Você Vocês
Ele vendera Eles venderam Ele abrira Eles abriram
Ela Elas Ela Elas

Formação Emprego
0 Mais-que-perfeito simples do indicativo é formado a partir da A forma simples do Mais-que-perfeito do indicativo é muito
3a pessoa do plural do Pretérito perfeito do indicativo,
pouco usada oralmente. Seu uso se restringe, quase exclusiva­
morar -» eles moraram -> eu morara
mente, a textos escritos. Neles, esse tempo é corrente. Seu uso
querer -» eles quiseram eu quisera
é mais freqüente em textos escritos de alta qualidade. A forma
composta do tempo (eu tinha visto) é mais coloquial, mas corre­
ta em qualquer nível de linguagem.
2. Depois de Juiz de Fora, já de madrugada, a fome apertou. No primeiro posto, saíram um instante para ir ao banheiro e
comer sanduíche.

a. Pararam no primeiro posto que encontraram depois que saíram de Uberaba.

b. Pararam porque já era madrugada.

c. Eles tinham jantado em Juiz de Fora.

d. Este foi o primeiro posto em que pararam depois de Juiz de Fora.

B.

1 .0 que você sabe sobre a sogra e toda a sua família?

2 .0 que você sabe sobre a fazendinha da família?

3 .0 que aconteceu com o carro e o cadáver da velhinha? Imagine um final para a história.

Eu morara Nós moráramos


Você Vocês
Ele morara Eles moraram
Ela | Elas

Eu vendera Nós vendêramos


Você Vocês
Ele vendera Eles venderam Ele abrira Eles abriram
Ela Elas Ela Elas

Formação Emprego
O Mais-que-perfeito simples do indicativo é formado a partir da A forma simples do Mais-que-perfeito do indicativo é muito
3â pessoa do plural do Pretérito perfeito do indicativo,
pouco usada oralmente. Seu uso se restringe, quase exclusiva­
morar - * eles moraram eu morara
mente, a textos escritos. Neles, esse tempo é corrente. Seu uso
querer -> eles quiseram eu quisera
é mais freqüente em textos escritos de alta qualidade. A forma
composta do tempo (eu tinha visto) é mais coloquial, mas corre­
ta em qualquer nível de linguagem.
1. almoçar (eles almoçaram) — Eu aitnoqara

2. cuidar (eles cuidaram) — Você______

3. correr________________ — Nós______

4. perceber_____________ — Eles_

5. insistir_______________ — Vocês

6. desistir_______________ — N ós_

7. saber________________ — Eu__

8. d a r__________________ — Ela__

9. v e r__________________ *1
8
7
6
4
3
2 — N ós_

10. v ir __________________ — Ela__

1. Eu já jantara quando ele telefonou._____________

2. Ela já abrira a porta quando ele tocou a campainha.

3. Quando a notícia chegou, nós já partíramos.

4. Eu não conheci meu avô. Quando eu nasci, ele já morrera.

5 .0 ladrão ainda não fora embora, quando a polícia chegou.

6. Quando o elevador chegou, ela ainda não se despedira da amiga.

7. Eu estava nervoso porque nada dera certo.________________

8. Nós estávamos preocupados porque ele ainda não telefonara.


Que - Una as frases empregando o pronome relativo que.

1. Você nos deu livros. Lemos os livros. í&mos os diw os jo& mocí nos dca,
2. A revista é cara. Eu comprei a revista. A re v is ta ___________________
3. A moça trabalha no posto. Gosto dela. Gosto da moça ____________
4. Ele não recebeu a carta. Eu lhe escrevi a carta. Ele não recebeu a carta
5 .0 relógio era de seu pai. Ele perdeu o relógio. O re ló g io ___________
6 .0 carro era velho. Eles venderam o carro. O ca rro .________________
7. Os papéis são importantes. Nós temos estes papéis._______________
8. As crianças vieram aqui. Elas fizeram muito b a ru lh o .______________
9. A fazenda é muito grande. Ele herdou a fazenda._________________
10. Não conheço o rapaz. Ela ama este rapaz._______________________
11. Temos muitos parentes. Nem conhecemos os parentes.

12. Vimos 0 filme. Você tinha recomendado 0 filme.

13. Os rapazes trabalham nesta firma. Eles são estrangeiros.

14. Recebemos muitos e-mails. Nem sempre eles são importantes.

15. Eu plantei esta árvore. Ela cresceu depressa.

151
1. Eu não sei o nome do homem. Eu entreguei o pacote para ele

2 .0 rapaz não gosta de mim. Eu gosto do rapaz.


O rapaz de quem eu
3. Os tios são ricos. Ela mora com eles.
Os tios com
4. A moça estava ocupada. Ele pediu uma informação para a moça.

5. Nossos amigos são muito divertidos. Saímos sempre com eles.

6. João e Maria casam-se hoje. Desejamos muitas felicidades a eles.

7. Meu irmão mora longe daqui, muito longe. Penso sempre nele.

8. Alguns colegas de escola querem nos visitar. Dei nosso endereço a eles.
Casamento, cerimônia civil

9. Nossos adversários são fortes. Jogamos sempre contra eles.

10. Para nossa festa, a gente vai convidar aquele cozinheiro. Lúcia falou dele. Ele faz a melhor feijoada do mundo!.

11. A moça é advogada. Ele se casou com ela.

12. A sogra nunca está contente. Ele faz tudo para ela.

13. Pedro é nosso vizinho. Meu filho sempre brinca com ele.

14.0 jornaleiro é muito engraçado. Eu converso sempre com ele.

15. A telefonista estava nervosa. Falei com ela hoje de manhã.


Una as orações, empregando os pronomes relativos que ou quem.
1. Eu não conheço esta pessoa. Você está falando desta pessoa.

2. Eu não conheço esta pessoa. Ela lhe deu este presente.

3. A moça é advogada. Ele se casou com ela.

4. Pedro é nosso vizinho. Ele é o melhor amigo de meu filho.

5. A sogra dele nunca está contente. Ele faz tudo para ela

6. Eu converso sempre com o jornaleiro. Ele é dono da banca de jornais da esquina.

7. Mariana estava nervosa. Eu vi Mariana chorando esta manhã.

8 . Nunca mais vou falar com Iara. Eu discuti com ela essa manhã.

Eu não sei o nome da cidade. Ela veio daquela cidade. -> não seio nome dia cidade de onde eda v-eio.
1. Tenho um problema: eu deixei meu carro no estacionamento. O estacionamento está fechado agora.

2. A firma é muito grande. Eu trabalho na firma.

3. A rua é estreita e escura. Ela mora nessa rua.

4. Que chato! Esqueci minha bolsa no cinema. O cinema fica do outro lado da cidade.

5. Esta cidade é calma! A gente está querendo mudar para esta cidade.

6 .0 escritório é grande e claro. Trabalho nesse escritório.

7. A fábrica era moderna. O incêndio começou nessa fábrica.

8 .0 hotel fica nas montanhas. Nós sempre passamos as férias de julho nesse hotel.

9 .0 livro estava no velho armário da sala. O documento foi achado no livro

10.0 colégio é muito antigo. Estudei nesse colégio.

11. Ele ainda se lembra do lugar. Ele passava as férias nesse lugar quando menino.

12. Eu já arrumei a sala. Vai haver uma reunião nessa sala.

13. Eu não sei o nome do restaurante. Ela me telefonou desse restaurante.

14. Ele quer abrir um restaurante fino nesta rua. Nesta rua há muitas lojas sofisticadas.

15. A Prefeitura avisou: vai demolir esse prédio. Ela mora nesse prédio. E agora?
PARE
12-7
II. Pronomes relativos variáveis: o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas

Os pronomes relativos invariáveis: que, quem, onde podem ser substituídos por o qual, a qual, os quais, as quais.

Os contratos — ele assinou são importantes.


Eu não conhecia as pessoas i # -; - me ajudaram.
A pessoa falei deu-me a informação.
0 prédio ; >a,:aC eu moro tem 6 andares.

Atençãol
que e quem podem ser substituídos por o qual, a qual, os quais e as quais.

O livro de que estou falando recebeu um prêmio importante.


O livro do q u a l estou falando recebeu um prêmio importante.

A pessoa que/a qual eu conheci...


As bobagens que /asquais eu o u v i...
0 problema que / o qual eu tiv e ...
Os amigos que / os quais me telefonaram ...
Continue: ...
As pessoas com quem / com as quais eu v im ...

As empresas de que / (de + as quais) das quais lhe fa le i...

Os países em que / (em + os quais) nos quais eu v iv i...

0 país em que / (em -f o qual) no qual eu conheci...

0 lugar onde / em que / (em + o qual) no qual encontrei mais am igos...


'.
por quem / (por + as quais) pelas /
As pessoas me interessei...
quais

>mplete todas as frases da explicação dada acima.

A pessoa que / a qual eu conheci n a Á fric a é a g o ra g ra n d e a m ig a .

bstitua que, quem por o qual, a qual, os quais, as quais.


1. Estamos esperando a resposta de que talvez dependa nosso futuro.

2. Acho que o problema que vocês criaram não tem solução.

3. Depois da briga, a moça devolveu ao rapaz todos os presentes que ele lhe tinha dado.

4. Tenho vários amigos na Europa de quem nunca me esqueço.

5. Vou levar à polícia aquele documento que você me deu. É falso, sabia?

6. Duvido que você tenha ideia das dificuldades por que passei.
Complete a frase livremente.
Use as formas variáveis do pronome relativo (o qual, a qual, os quais, as quais).

(sair com) Os amigos com os quois saímos , estão sempre de bom hum or.

1. (insistirem ) O a s s u n to _____________________________________________

2. (falar com) M eu v iz in h o ,___________________________________________

3. (gostar de) Os a r tis ta s _____________________________________________

4. (m ostrar para) Os tu r is ta s __________________________________________

5. (telefonar para) M inha ir m ã , ________________________________________

6. (entrar por) A porta

155
João, cu ja casa é grande, tem muitos filhos. Mas este livro est
1. Aquele livro, cujas____________________, é muito antigo. todo rasgado!

2. Não posso assinar os contratos cujas____________________.


3. Não paguem as contas cu jo ____________________.
4 .0 turista, c u jo ____________________, teve problemas no aeroporto.
5. Minha vizinha, cujos___________________ , está muito preocupada.
6 .0 advogado, cuja____________________, ajudou-nos muito.

ases empregando os pronomes relativos


Jo, cuja...

As lojas estão sempre cheias. Os preços das lojas são muito bons.
As lojas cujos preços são muito bons estão sempre cheias.

1.0 carro estava estacionado ali há vários dias. A placa do carro era de Porto Alegre.

2 .0 prédio ficava na rua principal. Os moradores do prédio reclamavam do barulho.

3. Os alunos saíram mais cedo. Os livros dos alunos ficaram na classe.

4. Esta sala é a melhor do edifício. As janelas da sala são grandes.

5. Meu amigo mudou-se para o Rio de Janeiro. A esposa de meu amigo é carioca.

6. A orquestra não se apresentou ontem. O maestro ficou doente.

i
155
Intervalo
Ouça a música "Trem das Onze"
e Adoniran Barbosa.
I
Trem das Onze
(Adoniran Barbosa)
Não posso ficar
Nem mais um minuto com você
Sinto muito, amor,
Mas não pode ser
Moro em Jaçanã
Se eu perder esse trem
Que sai agora às onze horas
Só amanhã de manhã...

Não posso ficar...

E além disso, mulher,


Têm outras coisas
Minha mãe não dorme
Enquando eu não chegar
Sou filho único
Tenho minha casa pra olhar

Não posso ficar...

Use sua imaginação.


1. Descreva o rapaz.

2. Com o é sua mãe?

3. Que ideia você faz d o bairro em que ele mora? Justifique.

ixplique.
1. Só am anhã de m anhã.

2. Mas não pode ser.

3. Tenho m inha casa pra olhar.

| [gj,Ouça a música completa e cante junto.


fexto narrativo

O ouro e as pedras preciosas brasileiras


No Brasil há, praticamente, todas as classes de pedras e metais
preciosos: ouro, prata, platina, águas-marinhas, ametistas,
esmeraldas, topázios, turmalinas.

Às vezes, as pedras são extraídas de profundezas consideráveis; às vezes,


encontram-se nos leitos dos rios. Só raras vezes aparecem na superfície da terra, como
conseqüência da erosão do solo.

No século XVIII, o ouro fez progredir a região de Minas Gerais. Vila Rica, atual Ouro Preto, desenvolveu-se rapidamente. Hoje,
considerada Cidade Monumento Internacional pela UNESCO, essa cidade, a mais importante das cidades históricas de Minas,
é uma joia do barroco brasileiro. Em 1720, em outra região de Minas Gerais, foram encontrados diamantes e o povoado que aí
surgiu chamou-se Diamantina.

Várias pedras, internacionalmente famosas, são originárias de Diamantina: "Star of the South", "English Dresden", "Star of
Minas", "Presidente Vargas".

Pedras preciosas são encontradas em quase todo o território brasileiro, principalmente nos estados de Minas Gerais, Bahia,
Ceará, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiás.

No Brasil, ninguém possui minas em propriedade.

Segundo a lei, a riqueza mineral é propriedade ou


patrimônio público e, para a extração das pedras
por empresas particulares, o governo outorga
licenças.

Responda.
1. No solo do Brasil, há grande variedade de metais
e pedras preciosas. Cite alguns tipos.

2 .0 ouro e as pedras preciosas estão ligados à


expansão do território brasileiro e à sua coloniza­
ção. Explique.

3 .0 que você sabe sobre as cidades históricas de


Minas? Você sabe algo sobre o herói Tiradentes?

4. A quem pertencem as riquezas minerais do Bra­


sil? O que é preciso para explorá-las?

5. Seu país tem riquezas minerais? Se tem, como se


faz sua exploração?

6. Você gosta das pedras brasileiras? Fale um pouco


sobre o assunto. (Suas preferências, o valor delas
em seu país etc.)

158
Fim de semana perdido £S 3

Por que é que você está tão bravo? O que foi que aconteceu desta vez? Afinal, hoje é 6ãfeira ...
Por isso mesmo. Náo há fim de semana sem chuva. É sempre a mesma coisa: uma beleza durante a semana,
mas fim de semana ... chuva, neblina, garoa, frio ... Olhe pela janela!
Eu sei. Mas o que é que se vai fazer? Para que a gente aproveite bem o fim
de semana, é necessário que haja alternativas: um cineminha, teatro, um
bate-papo com amigos num barzinho.
Náo adianta, fim de semana tem que ser com sol, praia, piscina, churrasco
ao ar livre...
Acho que então não tem jeito.
Náo tem jeito mesmo. Mais um fim de semana perdido. Que absurdo!

Modo subjuntivo — Presente do subjuntivo (2)

Há 7 verbos de conjugação irregular no Presente do subjuntivo.

estar
Duvido que ele seja um bom Ela quer que nós estejamos lá às 8. — Receio que não haja lugar para todo
funcionário. mundo.

Peço-lhe que não dê gorjetas. — Espero que você saiba o que está — É pena que ninguém vá à festa de Lúcia.
Peço-lhes que não deem gorjetas. fazendo.
querer Espero que ele saiba
o que está fazendo.
Talvez ele queira ficar aqui.
0 subjuntivo é introduzido por certas conjunções, por expressões impessoais e por frases com palavras indefinidas + que
(pronome relativo).

É importante que você diga o que Embora você seja meu amigo, você Estou procurando alguém que me
ouviu na reunião. nunca me telefona. compreenda.
Embora não nos vejamos muito, É possível que a reunião seja Vou chegar mais cedo para que
somos boas amigas. às 10 horas. possamos ir ao cinema.
É importante que você saiba o que ele Preciso de alguém que me Vamos embora antes que comece
disse. compreenda. a chover.

O presente do subjuntivo é introduzido por expressões impessoais + que, por certas conjunções e por frases que contenham
palavra indefinida + que (pronome relativo).

A.
Estas conjunções introduzem o presente ou o imperfeito* do subjuntivo.

Ela fala devagar para que (a fim de que) todos a entendam.

Embora seja rico, ele trabalha muito.

Vou ajudar você, contanto que (desde que) você me ajude depois.

Vamos à praia, a não ser que você queira ficar em casa.

Não vamos desistir da ideia, mesmo que isto nos dê muito trabalho.

Telefone para mim, caso você não possa vir.

Não vou assinar o contrato sem que eu saiba o que está escrito.

Vamos esperar até que ele vá embora.

Faça alguma coisa antes que seja tarde demais.


* O imperfeito do subjuntivo será estudado na Unidade 14.

5
B.

É possível que É necessário que


É impossível que É melhor que
É provável que ele vá É difícil que eles façam
É aconselhável que Convém que
É importante que Basta que
possa me ajudar,
saiba falar inglês,
queira trabalhar aos sábados,
seja organizada.
não tenha problemas com computadior.

Complete.
Existe alguém que
(ter)______________________ tem po para me ouvir?
(ser)______________________ sincero,
(gostar)___________________ de mim e
(querer)___________________ passar a vida toda a meu lado?

A. lete as frases.
m
(ter cuidado) É melhor que você tenha cuidado.

1. (dar uma explicação) É melhor que você m e _________

2. (ouvir com atenção) É melhor que eles m e ___________

3. (ir embora) É provável que e le _____________________

4. (saber a resposta) É provável que vocês_____________

5. (ser paciente) É aconselhável que nós_______________

6. (estar aqui bem cedo) É aconselhável que amanhã você

7. (pagar a vista) É necessário que vocês_______________

8. (saber a verdade) É importante que todo m undo______

9. (haver outra chance como esta) É difícil q u e _________

10. (ter bons amigos) Para que você seja feliz, basta que você

11. (ler as instruções) Basta que você para fazer um bom trabalho.

12. (dizer tudo o que sabe) Para que você não tenha problemas, convém que

te as frases.
1. (ouvir) Falo alto para que todo mundo m e _________________________________ Vocês estão me vendo?
2. (ver) Faço gestos para que todo mundo m e ________________________________

3. (saber) Não faça nada sem que e u __________________________________________

4. (vir) Você terá um bom lugar desde q u e ________________________________ cedo.

5. (haver) Vamos esperar até q u e _____________________ alguém para nos atender.

6. (preferir) Embora eu_____________________ a blusa amarela, vou levar a azul.

7. (querer) Telefone-me caso você______________________mais informações.

8. (vestir) Mesmo que eu m e ______________________depressa, chegaremos tarde.

9. (compreender) Repito a explicação a fim de que os alunos m e __________________

10. (ajudar) Vou terminar o trabalho mesmo que ninguém m e _______ ;____________ .

161
11. (ficar) Vou abrir o guarda-chuva antes que e u ___________________ todo molhado. Vou abrir o guarda-chuva antes
que eu fique todo molhado.
12. (querer) Vou servir-lhes chá, a não ser que vocês______________________café.

13. (ser) Podemos comprar a casa, a não ser q u e ______________________cara demais.

14. (gostar) Vou conversar com eles, embora eu não______________________deles.

15. (fazer) Ele concorda em trabalhar conosco contanto que nós


o que ele quer. Vai ser difícil!...

:a frases.

embora tenhamos mais luz na sala.

para que você permita.

mesmo que ela cresça demais.

caso seja fácil.

a fim de que você não queira,

contando que ela me dê sombra.

antes que ele me pague pelo serviço.

desde que vocês protestem.

sem que chegue o inverno.

a não ser que seja muito difícil.

Eu estou enganado? Impossível! É impossível que eu esteja enganado.

1. Eu estou errada? Impossível!_____________________________________________________________________________

2. Você precisa saber a verdade. Toda a verdade! É melhor q u e __________________________________________________

3. Você sabe meu nome? É provável que você não_____________________________________________________________

4. Eu vou embora agora. Agora mesmo! É necessário q u e ______________________________________________________

5. Ela quer mesmo trabalhar? Ótimo! Basta isso: basta q u e ______________________________________________________

6. Ele deve pedir recibo. Convém que ele faça isso.____________________________________________________________

7. Há erros em nosso trabalho? Erros? É bem possível q u e _______________________________________________________

8. Ela precisa estar aqui às 10. Convém q u e ___________________________________________________________________

9. Por favor, dê uma olhada em meu trabalho. Basta q u e _______________________________________________________

10. Ele precisa ler o regulamento de novo. É melhor q u e _______________________ para que não tenha probiemas depois.

162
E uma saía bem grande. Não acha?

E. Você está conversando com um corretor de imóveis. Você está explicando a ele o tipo de casa que
você quer comprar. Fale sobre o bairro, as distâncias, sobre a casa em si.
Eu quero uma casa grande, embora minha família seja pequena. É importante que a sala seja bem grande.
É bom q u e __________________________________________________________________________________
Basta q u e __________________________________________________________________________________
Mesmo que
Para q u e __
A não ser que.
Caso
Contanto que
Sem q u e ___

F. ajudar) Eu vou achar alguém que me ajude.


1. (trazer) Eu vou comprar um livro que muitas informações sobre vulcões.

2. (haver) Vamos à praia num domingo em q u e . _____ sol.

3. (saber) Eu não conheço ninguém q u e ______ falar bem dez línguas.

4. (explicar) O aluno precisa de um professor que lhe ___________ o uso dos verbos.

5. (estar) Só vou contratar um funcionário cujos documentos __________________em ordem.

6. (querer) Estou procurando alguém q u e _______________ ir comigo a exposição.

G. Complete livremente.
a. Com quem você quer casar?
Estou procurando alguém que goste de mim.
Estou procurando alguém com quem e u ___
Quero encontrar uma pessoa q u e __________

b. Que livro você quer ler?


Eu quero ler um livro q u e ____________________

c. Fale sobre a casa ou apartamento de seus sonhos.


Eu quero morar numa casa q u e _______________

d. Descreva o que você considera um emprego ideal.


Eu preciso de um emprego em que eu
í vi J Por que é que Por que O que é q u e ... O q u e ...?

Ouça o seu professor e preste atenção à entonação correta. Em seguida faça o exercício.
Diga de outra forma:

1.0 que é que você está vendo? __________________________________________________________________________ ?

2. Do que é que você está falando?__________________________________________________________________________?

3. Por que é que você está aqui? __________________________________________________________________________ ?

4. Onde é que você trabalha? __________________________________________________________________________?

5. Quem foi que você viu?* __________________________________________________________________________ ?

6 .0 que é que você fez? * ?

7. Quando foi que aconteceu?* _________________________________________________________________________ ?

* Com o verbo no pretérito perfeito, as duas formas são usadas.

Quem foi que você viu? Quem é que você viu?

Eu vi as crianças saindo da escola.

164
T
Pergunte de outra forma {cuidado com a entonação). Ouça a resposta.

1. Onde você mora?

2. Quanto você quer ganhar?

3. Para quem você trabalha?

4. Por que você está brava?

5. Quem chegou? _______

6. Quem disse isso? _____

7.0 que você disse? ___

8. Quando ele vai começar?

9. Até quando vou esperar?

10. Quando você vem? __

11. Quanto você deu? ___

12. Quando ela nasceu? _

13. Aonde você vai? ____

14. Aonde você foi? _____

15.0 que você pediu? _

Contexto
A outra noite
Rubem Braga

Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e
chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa, de táxi, encontrei um
amigo e o trouxe até Copacabana, e contei a ele que lá em cima, além das
nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam
a cidade eram vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma
paisagem irreal. Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou
um sinal fechado para voltar-se para mim:
— O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem
mesmo luar lá em cima?
Confirmei:
— Sim, acima da nossa noite preta, enlamaçada e torpe havia uma outra —
pura, perfeita e linda.
— Mas que coisa ...
Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva.
Depois, continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser
aviador ou pensava em outra coisa.
— Ora, sim senhor...
E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse uma boa-noite e um "muito
obrigado ao senhor", tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito
um presente de rei.
(BRAGA, R. Para gostar de ler, v. 2, Crônicas. São Paulo: Ática, 1979.)

165
Responda.
1.0 autor escreveu esta crônica no Rio de Janeiro ou em São Paulo? Como você sabe?

2. Ele escreveu a crônica em casa? Como você sabe?

3. "...Tanto lá como aqui". Lá se refere a que cidade? E aqui?

S? Certo ou errado, de acordo com o texto?

Naquela noite,

1. estava chovendo no Rio de Janeiro.

2. em São Paulo, o tempo também estava feio.

3. em Copacabana, apesar da chuva, havia luar.

4. o autor convidou o amigo a entrar no táxi.

5. a cidade, vista de cima, estava linda.

6. a paisagem parecia irreal porque o autor estava sonhando.

7. o chofer conversou com os dois passageiros.

8. quando o sinal fechou, o amigo desceu do carro.

9. quando o chofer começou a conversar, o carro estava parado.

10. a conversa deixou o motorista mais feliz.

?ia o texto novamente e continue a explicação.


O autor disse que havia dois mundos bem diferentes: o mundo acima das nuvens e o outro, a cidade, abaixo delas.

O mundo acim a...


gb Explique.
1. noite preta______

2. noite enlamaçada_

3. luar____________

4. nuvens enluaradas.

5. paisagem irreal___

6. sinal fechado____

7. céu fechado_____

8. a corrida de táxi__

iJoDê sinônimos.
1. nuvens alvas_

2. sinal fechado.

adj. masc. > adj. fem. + mente = advérbio

lento * lenta lentamente

longo longa longamente

silencioso silenciosa silenciosamente

feliz feliz felizmente

Aqui estão alguns adjetivos. Dê os advérbios em -mente.


1. fraco — 5. fácil — _

2. rápido — . 6. breve —

3. correto — 7. difícil — .

4. calmo — _ 8. suave —
Substitua pelos advérbios em -mente.
m&SBBm
com interesse (interessada) interessadamente
1. com nervosismo — 8. com paciência —

2. com atenção — _ 9. com facilidade —

3. com força — 10. com delicadeza —

4. com brutalidade — 11. com violência —

5. com economia — 12. com cuidado —

6. com preguiça — 13. compressa — _

7. com honestidade — 14. com seriedade — .

Escolha alguns advérbios e use-os em frases. Assim:


- Como ele leu o contrato? Com atenção?
- Sim, com muita atenção. Ele leu o contrato atentamente.

(c0 Relacione os antônimos. S B ©3 Relacione os sinônimos.


■Ssl
sem querer secretamente por acaso manualmente
com naturalidade totalmente de imediato de propósito
por obrigação espontaneamente intencionalmente casualmente
às claras artificialmente de repente prontamente
em parte, parcialmente de propósito a mão subitamente

E.
(anualmente)

(mensalmente)

(quinzenalmente)
5
(semanalmente)

(diariamente)

(semestralmente)

Como ele fala?

Ele fala bem

mal

demais

muito

bastante

pouco

alto

baixo

rápido

16S _ _ _
Ele esta magro. ete com os advérbios: bem, mal, alto, baixo, muito, pouco, bastante.
Eu acho que ele
1. Fique quieto! Você fala __________________________________________
não come bem.
2. Ele está magro. Ele come m u ito ___________________________________

3. Ele não entende o que a gente diz. Ele ouve m u ito ____________________

4. Agora chega! Você já trabalhou___________________________________

5. Estamos preocupados. Ela está no hospital e está m u ito _______________

6. Não consigo ouvi-lo. Fale um pouco mais___________________________

7. Não precisa gritar. Eu ouço m u ito __________________________________

8. Fale mais____________________________ , por favor. Você está gritando.

9. Coitada! Ela ganha m u ito ____________________ , embora trabalhe_____

Mau ou mal?
1. Ele é meu cantor preferido. Ele é u m ______________cantor. U m ______________cantor sempre canta

2. Todos gostam da comida que ela faz. Um a_______________ cozinheira sempre cozinha___________

3. Que bom! Ela vai ser promovida. Ela é um a_______________ funcionária e sempre trabalha________

4. Não gosto deste professor. Ele ensina m u ito _______________ . Ele é u m ________________professor.

Curiosidades do Português do Brasil

Você está conversando com um brasileiro, mas está difícil entender o que ele está dizendo. Vamos ver se
você decifra o que você está ouvindo. Tente!

Linguagem popular

O domingo.
No d o m in g o ninguém trabaia. D om ingo é pra discansá, ficá em casa à vontade, conversano co a famia, cos amigo,
cos vizinho, com eno bem. Si tá choveno, é m ió num saí. Si num tá, a gente podi i pra praia.
Programão! I nu cinema nu fim di semana? Craro! Tem m uito film e bão pur aí. Filme é coisa qui num farta. Só qui us filme
di agora tem m uito tiro, muitas m orti. Us film e di agora é m uito violento. Ocês gosta di film e assim? A gente aqui em
casa num gosta não; nois prefere coisa diferente, nois gosta di música caipira. Nois ouvi ela sempri.

Linguagem correta

No dom ingo, ninguém trabalha. D om ingo é para descansar, ficar


em casa, conversando com os amigos, com os v iz in h o s ,...

A. ' yysy texto em 7:


linguagem correta. Explique p o r que você corrigiu
a frase.

«
t
i
4
«

176
Texto narrativo

Tietê — O rio que foge do mar

O Tietê nasce regato, nasce doce e limpo, morre sujo na metrópole e revive depois, nas próprias águas. O Rio Tietê é um rio
inteiramente paulista. Nasce em Salesópolis, na Serra do Mar, cruza todo o estado de São Paulo e deságua no Rio Paraná, no
limite com o Mato Grosso do Sul. Quem sai de São Paulo leva pouco mais de duas horas para chegar ao local da nascente,
numa antiga fazenda da região, a 18 quilômetros do centro urbano de Salesópolis. Ali, uma placa de bronze, cravada próxi­
ma a um filete de água, apresenta esta inscrição: "Aqui nasce o Tietê. Sociedade Geográfica Brasileira. 1554-1954, São Paulo."

Desse filete até o Rio Paraná, onde deságua, o Tietê percorre cerca de 1.100 quilômetros.

Ao nascer entre duas pedras, tem uma vazão de apenas 700 litros de água por hora. Aos poucos, vai ficando volumoso, à
medida que recebe a adesão de uns 30 pequenos afluentes.

Em São Paulo, no início do século XX, o Rio Tietê era um lugar onde mulheres lavavam roupas, onde se realizavam regatas
e grandes pescarias. Bem antes disso, ele foi o rio dos Bandeirantes, que o percorriam em busca de ouro, fundando novos
povoamentos. Para eles, era a via de acesso às minas de ouro em Mato Grosso, nos idos de 1720. Em sua marcha, os bandei­
rantes usavam canoas, escavadas em um único tronco de peroba, que mediam 17 metros de comprimento, por quase 2 me­
tros de largura e que podiam transportar até 60 toneladas de carga. Eles venciam os obstáculos a pé, carregando as canoas
e voltavam a colocá-las na água, quando a navegação de novo se tornava possível. Em 1628, o bandeirante Antônio Raposo
Tavares partiu em direção ao sul, em expedição às missões espanholas de Guaíra. O rio se chamava, então, Anhembi.

©Alexandre Fagundes De Fagundes Dreamstime.com


j

Rio Tietê, São Paulo.


171
O poeta M ário de Andrade assim o definiu:
“Rio que entras pela terra
£ que me afastas do m a r..."

Esse rio "ao contrário", que não corre para o mar, como a maioria dos rios brasileiros, foi durante muito tempo a única estrada
para o interior. Apesar dos acidentes geográficos que impediam sua travessia em vários pontos, a viagem por ele era ainda c
mais rápida.

O Tietê desliza tranqüilo e belo, em direção a Moji das Cruzes. Em muitos bairros desta região, como o do rio acima, moradores
usam suas águas para beber e fazer comida.

No centro de Moji das Cruzes, o Tietê ainda está vivo. Mas, à medida que se aproxima da Capital, seu leito passa a receber cargs
muito maior de detritos domésticos e industriais. O nível de poluição chega ao ponto máximo depois da confluência com
Rio Tamanduateí, próximo à Ponte das Bandeiras, no centro de São Paulo, quando recebe os resíduos de milhares de fábricas e
esgotos não tratados.

A prova de maior capacidade de reabilitação do rio vem dele próprio. Sainda a 200 quilômetros da Capital, a recuperação da£
águas começa na cidade que leva seu nome, a cidade de Tietê. As pessoas podem aí nadar, passear de barco, e os peixes vo lta r
a se reproduzir. De Barra Bonita até a foz, as águas do Tietê são consideradas limpas, mesmo recebendo os esgotos de engenhos
e curtumes. A recuperação é ajudada pelo relevo, com um grande número de quedas d'água e corredeiras que aumentam -
oxigenação das águas.

Tornar o rio inteiramente limpo não é difícil, apenas custa dinheiro criar novas redes coletoras de esgoto e novas estações cte
tratamento.

Responda.
1. Por que dizemos que o Tietê é um rio inteiramente paulista?
2. Explique a expressão: "Um rio ao contrário."
3 .0 Tietê é afluente de qual rio?
4. Onde fica o Rio Paraná?
5. Por que o Rio Tietê era tão importante no passado?
6. Como os bandeirantes navegavam no rio?
7. Como eram as canoas dos bandeirantes?
8. Por que o Tietê é tão poluído,
ao passar pelo centro de
São Paulo?
Mato Grosso
É possível "limpar" o Rio Tietê? do Sui
Explique os versos de Mário
de Andrade: /
"... rio que entras pela terra
E que me afastas do mar."

Cidade
Rio

172
4 cfh
Agência de viagens B S
E!e — Desisti de viajar para a Europa.
Ela — Nossa! Por quê? Você sempre quis fazer esta viagem!
Ele — Pois é! Hoje de manhã, estive na agência de viagens e
nada deu certo lá.
Ela — Como assim?
Ele — Para começar, eles queriam que eu pagasse tudo
adiantado. Quando eu lhes disse que nao tinha
condiçòes de pagar a viagem a vista, torceram o nariz e exigiram que eu arranjasse dois
avalistas. Depois, embora avalista não fosse problema, não gostei nem do piano de
pagamento nem da organização da firma. Assim não dá!
Ela — Você tem razão. Quando a gente não está contente, não deve mesmo insistir. Por que
você não vai ao meu agente de viagens?

Modo subjuntivo — imperfeito


__

Formação:
0 imperfeito do subjuntivo forma-se a partir da 3â pessoa do plural do perfeito do indicativo.
Eles moraram eles moraram + esse se eu morasse

MORAR — imperfeito PODER — Imperfeito ...... ..

eles mora/crtrí morasse eles puderâfarí — pudesse

Se eu morasse Se nós morássemos Se eu pudesse Se nós pudéssemos

Se você Se vocês Se você Se vocês


Se ele morasse Se eles morassem Se ele pudesse Se eles pudessem
Se ela Se elas Se ela Se elas

VENDER — imperfeito D IZ E R - - Imperfeito


eles vendetâirí vendesse eles disse/áírí -> dissesse
: -—j
Se eu vendesse Se nós vendêssemos .
Se eu dissesse Se nós disséssemos
]—
Se você Se vocês Se você Se vocês
Se ele vendesse Se eles vendessem Se ele dissesse Se eles dissessem
Se ela Se elas Se ela Se elas

A B R IR — Imperfeito P E D IR - - Imperfeito
■■ ....... 1 ............
eles a b r i -* abrisse eles p e d i r á -» pedisse

Se eu abrisse Se nós abríssemos Se eu pedisse Se nós pedíssemos

Se você Se vocês Se você Se vocês


Se ele abrisse Se eles abrissem Se ele • pedisse Se eles pedissem
Se ela Se elas Se ela Se elas

173
Dê o perfeito do indicativo e o imperfeito do subjuntivo nas pessoas indicadas.
Perfeito do indicativo imperfeito do subjuntivo
Se eu
Se ele

Se eles
15. querer — Eles. Se a gente

Emprego
Tive medo de que
Eu sempre quis encontrar alguém você não voltasse.
que me aceitasse como eu sou.

Eu duvidava que você pu.


fazer o trabalho sozinhi

A loja vendeu todo o


estoque, embora os preços
U fossem absurdos.

Ele queria
eu o ajud

Emprega-se o i m p e r f e i t o d o s u b j u n t i v o nos mesmos ca­


sos do presente do subjuntivo (com verbos de ordem,
desejo, dúvida, sentimento, expressões impessoais, cer­
CD
o tas conjunções e estruturas com palavras indefinidas se­
guidas de pronome relativo). Estando o verbo da oração
principal no p r e t é r i t o (imperfeito, perfeito, mais-que-
perfeito e futuro do pretérito*), o verbo da oração de­
pendente estará no i m p e r f e i t o d o s u b j u n t i v o .

* O futuro do pretérito será abordado à página 186.

174
A. Ele não deixou que eles saíssem.
(perder) Tive medo de que você p e rd e s s e a hora.
1. (fumar) Ele nos pediu que não______________
2. (sair) Ele não deixou que eles_______________
3. (voltar) Tive medo de que você não.
4. (pôr) Ela não quis que nós________ a mesa.
5. (abrir) Duvidei que você_________ . o cofre.
6. (ficar) Ela preferia que to d o s______ ___ quietos.
7. (dar) Eu queria que você_________ uma olhada.
8. (escutar) Fiquei triste que eles não m e .
9. (ver) Era importante que ela também _
que ele tinha feito.
10. (estudar) Eu proibi que as crianças__ na sala. Eu proibi que as crianças estudassem na sa
11. (andar) Ela mandou que e u ________ mais depressa.
12. (chegar) Nós fizemos questão de que eles____ ________ na hora.
13. (ter) Ele queria comprar um carro que__________ .4 portas.
14. (conseguir) Fizemos tudo para que e le _______ __ o emprego, mas
ele logo pediu demissão.
15. (ser) Não perdemos a calma, embora a situação. difícil. Foi o
que nos salvou.

I
B. Passe o verbo principal para o perfeito do indicativo. Depois faça as
fe­ modificações necessárias.
Ela duvida que nós possamos ajudar. Ela duvidou que nós pudéssemos ajudar.

1. Ela quer que eu fiq u e ._________________________________________


desse 2. Duvido que você venha._______________________________________
3. Faço questão de que vocês me escutem._________________________
4. Ele pede uma bebida que não seja gelada.________________________
5. Exigimos que ela nos ouça._____________________________________
6. É importante que ele pague a conta.____________________________
7. Ele deseja que ela seja fe liz .__________________________________
8. Sinto muito que ele não seja feliz, mas não posso fazer nada.______
9. É melhor que você venha j á . _________________________________
10. Espero que você me compreenda._____________________________
11. Ela sorri o tem po todo, embora tenha problemas, muitos problemas.
C. Passe o verbo principal para o imperfeito do indicativo. Faça, depois, as modificações necessárias.
Ela duvida que eu faça tudo sozinho. Ela duvidava que eu fizesse tudo sozinho
1. É provável que ele fiq u e .____________________________________________________________________________
2. É melhor que você espere.
3. Queremos que você leia a carta.
4. Não temos certeza de que ele seja honesto.
5. Eu espero que você v e n h a ._____________
6. É importante que você leia isso.
7. Gosto de você, embora você não goste de mim.
8. Ele leva uma vida confortável, embora ganhe pouco.
9. Eu explico devagar para que você ente n d a ._______
10. Não vou, mesmo que vocês me p e ça m ._________
11. Eu sempre vou embora antes que eles cheguem.
12. A mãe canta para que a criança d u rm a ._______
13 Ele precisa de alguém que o compreenda.
14. Basta que ele diga uma palavra._______
15. Eu não conheço ninguém que queira trabalhar aos domingos.

D. Ontem ela não quis faiar comigo. Por quê?


Talvez c/a cstfu-cssc cansada nayaeda hora.
Talvez________________________________________

Talvez________________________________________

Talvez________________________________________

Talvez

Talvez

E. Complete com o verbo no tem po adequadoJ


(esperar) Eu não quero que você me espere.

1. (dizer) Duvidei que e le _________________________sim.

2. (amar) Sinto muito, muito que ela não m e ___________


Ela é a mulher da minha vida!

3. (poder) Esperava que eles_______________________vir.

4. (poder) Espero que eles_________________________vir

5. (ter) É melhor que vocês___________________________


paciência.

6. (dizer) Ela fechou a porta antes que nós______________


"até logo".

176
7. (ter) Eu sonhava com um apartamento que___ vista
Ele quer uma esposa que Ba
para o mar.
cozinhar bem.
8. (poder) Ele trabalhou mais na 6afeira para que.
ficar em casa no sábado.

9. (esperar) Não quero que você m e___________

10. (falar) Ela não deixou que ele______________

11. (permitir) Duvido que ele.

12. (saber) Ele quer uma esposa que______ cozinhar bem.


Ele é um bom garfo.

13. (esquecer) Tenho medo de que você m e.

14. (esquecer) Tive medo de que ele meu nome.

15. (querer) Você precisa ajudar mesmo que não

F. Complete as sentenças.
Faço questão que jante conosco. Não quero que você saia agora.
1. Faço questão de que_______

2. Não quero que.

3. Eles duvidaram que

4. Eles disseram que talvez.

5. Ela diz que talvez.

6. Eles vieram para que nós.

7. Receio q u e _________________
8. Esperávamos q u e ____________
9. Era provável q u e _____________
10. Convém q u e ________________
11. Fique conosco mesmo q u e ___
12. É pena q u e _________________
13. Fico aqui, contanto q u e ______
14. Prefiro q u e _________________
15. Ele precisa de um mecânico que
16. Tomara q u e ________________
17. Foi pena q u e ________________
18. Não acho q u e _______________
19. Não pensamos q u e __________
20. Não encontrei ninguém q u e __
&
Contexto

A forra do peão!

O baiano Cícero Alves da Silva, 26 anos, é um


brasileiro, desses que se veem em qualquer
ponto de ônibus. Há quatro anos, viajou para
São Paulo com uma mala de couro para tentar
mudar de vida. Não conseguiu emprego fixo
nem teto para morar. Trabalhando como pe­
dreiro, quando tinha serviço dormia em galpão
de obra. Desempregado, residia de favor na
casa de amigos. Todos os domingos, Cícero
passava em frente de um bar na Vila Madalena,
um dos pontos mais animados de São Paulo, e
admirava a alegria dos fregueses. Na madrugada
de segunda-feira, dia 10, o pedreiro Cícero
tom ou coragem e resolveu ir à forra2.
Depois que todos tinham ido embora, arrom­
bou o bar com um pedaço de ferro. Ao entrar,
foi direto à cozinha. Ele tinha trabalhado como
garçom e não teve dificuldade para preparar o
cardápio de sua refeição. No freezer, escolheu dois pedaços de frango, descongelados sob água corrente de uma torneira. Par=
acompanhar, preparou um molho de pimentão e farofa. Meticuloso, depois de passar o frango na frigideira elétrica, arrumou
a mesa para um jantar farto e solitário. No barril de chope, serviu-se à vontade. Foram — conta de bêbado — cerca de trinta
canecas. De sobremesa, sorvete de morango. Uma lata inteira. O pedreiro tentou ouvir um CD de Jorge Ben Jor, mas não con­
seguiu. Não sabia como ligar o aparelho de som da casa.
"— Esqueci da vida, — conta ele. Não lembrei nem que Deus existia." De estômago cheio e cérebro carregado, Cícero teve uma
ideia. Numa sacola, separou um videocassete, um toca-discos a laser, vinte e dois CDs, nove fitas de vídeo e alguns alto-falantes
para levar embora. Todo mundo acha que ia revender as mercadorias por uns trocados, mas ele garante que era para consumo
próprio. Quando amanhecia, pegou no sono. Era segunda-feira e
ele sabia que o bar não abre nesse dia. Mas, para azar dele, a pro­
prietária e sua sócia resolveram aparecer no bar no final da tarde.
0 pedreiro acordou com o barulho da porta de ferro se abrindo.
Assustado, pulou o muro e correu. As duas proprietárias gri­
taram por socorro. Um borracheiro das vizinhanças agarrou o
pedreiro na rua e segurou-o até que ele fosse preso. Atrás das
grades, Cícero responde agora a um inquérito por tentativa
de fu rto e, condenado, pode pegar quatro anos de prisão. Na
polícia, tornou-se uma atração. Todos os dias é chamado para
tirar fotografias algemado e contar sua história. Nascido em
Heliópolis, a 255 quilômetros de Salvador, certa ocasião quase
perdeu a vida numa enxurrada. Outra vez, numa bebedeira,
dorm iu na carroceria de um caminhão basculante e acordou no
momento em que, coberto de terra, foi despejado numa obra.
No passado, sua biografia renderia teses sociológicas sobre
pobres migrantes destruídos pela cidade grande. No presente,
é uma história banal, uma história que, de tão banal, talvez
queira dizer alguma coisa.

1 - peão de obra - trabalhador sem qualificação que fiaz serviços braçais na construção civil.
2 - ir à forra - vingar-se.

178
A.rb-po nrk.
1. Como era a vida de Cícero em sua cidade natal? Quais foram suas maiores dificuldades em São Paulo?

2. Embora não fosse homem violento, Cícero "resolveu ir à forra" Por quê? Explique.

3. Descreva o cardápio do jantar que Cícero preparou.

4. Embora estivesse sozinho, Cícero passou momentos agradáveis preparando sua refeição e, depois, jantando. Indique
no texto as passagens que mostram essa satisfação.

5. Qual foi o azar de Cícero na segunda-feira? Foi a primeira vez na vida que Cícero teve azar?

6. Por que todo mundo quer ouvir Cícero contar sua história? Por que as pessoas fazem questão de tirar fotos de Cícero
com algemas? Dê sua opinião.

7. Você tem ideia do motivo por que Cícero concorda em ser fotografado todo dia com algemas?

B. ' i ; ;o p . . q u - ' - d\z 777


1. às vezes, Cícero morava na casa de amigos sem pagar.
2. ele entrou no bar com violência.
3. ele tomou chope quanto quis.
4. depois do jantar, ele se esqueceu de todos os seus problemas.
5. provavelmente, Cícero ia vender os objetos que estava levando do bar, mas não ia conseguir muito dinheiro com a venda.
6. as proprietárias do bar pediram ajuda.

C O que é? Como é? Para que serve? Explique cada um dos itens abaixo.
Ex.: sacola — é um tipo de saco com alça, feito geralmente de tecido ou de plástico, que serve para transportar uma quanti­
dade reduzida de objetos, alimentos etc.

1. galpão________________________________________________________________________________________________

2. to rneira_______________________________________________________________________________________________

3. farofa_________________________________________________________________________________________________

4. frigideira___________________________________________________________________________________________ _

5. b a rril_________________________________________________________________________________________________

6. caneca________________________________________________________________________________________________

7. caminhão basculante____________________________________________________________________________________

D. verbos do texto.
1. Ele não estava contente, por isso decidiu____________________de vida.

2. Ele não tinha dinheiro, por isso____________________de favor na casa de amigos.

3. Ela v a i____________________a mesa para o jantar.

4. Por favor,___________________ o aparelho de som. Quero ouvir um pouco de música.

5 .0 discurso era longo e ele estava cansado, por isso____________________ no sono.

6. No jogo de ontem, os m eninos____________________o muro para pegar a bola no jardim do vizinho.

179
7. Na viagem, ele. muitas fotografias.
8. Ele gosta d e __ . para os amigos a história do dia em que quase a vida lutando
com jacarés.

9. Por favor,____ a água na pia. Não precisamos mais dela.


10. Não entendo esta palavra. O que isso?

Expressões com o verbo dar

1. dar para (ser possível) 5.darbom -dia


Não dá para comprar esta casa. É muito cara. Ele me deu boa-noite quando me viu.

2. dar para (localização) 6. dar certo/errado (ter um determinado resultado)


A janela da sala dá para o lago. Esta porta dá para a cozinha. A viagem deu certo; mas a reunião deu errado.

3. dar para (ter talento) 7. dar um susto (causar, aplicar)


Não dou para matemática; dou para línguas. Ela me deu um tapa. (Eu levei um tapa)

4. dar (ser suficiente) 8. dar-se bem/mal com (relacionar-se)


Este dinheiro dá? Dá. Eu me dou bem com todo mundo. Não tenho
problemas com ninguém.
A. Considerando a lista da página anterior, numere as frases abaixo de
acordo com seu sentido.
( ) — Desculpe, não deu para telefonar.
( ) — Ele me deu um pontapé.
( ) — Dou-lhe parabéns pelo seu aniversário.
( ) — Quando está muito quente não dá para trabalhar direito.
( ) — A porta do restaurante dá para o parque.
( ) — Um quilo de açúcar não vai dar para fazer os doces.
( ) — É pena, mas eu não dou para música.
( ) — Tudo deu errado porque não planejamos direito a viagem.
( ) — Elas se dão muito bem. São grandes amigas.

B. Eles estavam contentes porque o p la n o tin h a sido u m sucesso.


Eles estavam contentes porque o plano tinha dado certo.

1. Eles estavam desanimados porque o projeto tinha sido um fracasso.

2. Ele é tão engraçado que não é possível ficar triste a seu lado.

3. Este dinheiro só é suficiente para comprar um apartamento pequeno.

4. Desta sala, a gente vê a praia.

5. Estamos todos contentes porque nossa ideia teve bom resultado.

6. Ela gosta da irmã e vive bem com ela.

7. Vamos, diga bom-dia para ele!

8. Ele não tem talento para negócios, por isso a empresa não teve bom resultado.

9. Você acha que a gente pode comprar o carro com este dinheiro? Este dinheiro ésuficiente?

10. Vendo tanta coisa errada, não é possível ficar quieto.


Modo indicativo — Futuro do pretérito

Formaçao:
Forma-se o Futuro do pretérito a partir do Infinitivo,
morar + ia -> moraria esperar + ia -> esperaria

Observe
MORAR — Futuro do pretérito
---------------------- 1
Eu moraria Nós moraríamos Eu faria Nós
Você Vocês Você Vocês
Ele moraria Eles morariam Ele faria Eles
Ela Elas Ela Elas

VENDER — Futuro do pretérito D IZ E R - - Futuro do pretérito


Eu venderia Nós venderíamos Eu diria Nós diríamos
Você Vocês Você Vocês
Ele venderia Eles venderiam Ele diria Eles diriam
Ela Elas Ela Elas

T R A Z E f\ — Futuro d<3 pretérito


Eu abriria Nós abriríamos Eu traria Nós traríamos
Você Vocês Você Vocês
Ele abriria Eles abririam Ele traria Eles trariam
Ela Elas Ela Elas

SER — Futuro do pretérito


Eu seria Nós seriamos
Você Vocês .
Ele seria Eles seriam
Ela Elas

(permitir} Eu perm itiria sua entrada, mas agcra


não dá para abrir a porta.

1. (explicar) Eu lhe. o problema, mas agora não dá. Não tenho tempo.

2. (dar) Ele lh e ___ estas informações, mas hoje não dá. Ele não veio trabalhar.

3. (gostar) Ela____ __de viajar, mas o salário dela não dá.

4. (abrir) Eu_____ . o cofre para você, mas não dá. Não tenho a chave,

5. (ficar) Ele_____ .rico com esse projeto, mas ele não dá para negócios.

182

; V í 1t l r i S f I W i é M i . IS iÚ *ütr.M
Ordens e pedidos

Ajude-me!
Você poderia me ajudar, por favor?
Será que você poderia me ajudar, por favor?

A. Observe o quadro acima e faça o mesmo.

1. Mostre-me seus documentos!

2. Parem de conversar e acabem logo esse serviço!

3. Esperem-me lá fora!

4. Por favor, passe-me o açúcar!

5. Traga-me o café e a conta, por favor!

6. Faça-me um grande favor: não faça barulho!

7. Diga-me que horas são!

8 .0 chefe não está. Isso é só com ele. Passe mais tarde!

9. Estou morrendo de calor. Abra a janela!

10. Estamos atrasados. Ande mais depressa!


B. A partir das ilustrações, dê a ordem e, depois, transforme-a em pedido.

184
VERBO SUBSTANTIVO ADJETIVO

1-rir a risada risonho

2. mentir ________________________ _________

3----------------------------------------- ------------------------------------------------------ difícil

4. enriquecer ________________________ _________

5 --------------------------------------------------- a pobreza _________

6 --------------------------------------------------------------------------------------------- triste

7.----------------------------------------- a fraqueza _________

8 --------------------------------------------------- a ignorância _________

9 --------------------------------------------------------------------------------------------- obrigatório

10 --------------------------------------------------- o conselho _________

11. interessar ________________________ _________

12------------------------------------------------------------------------------------------------ alegre

13.cansar ________________________ _________

14. ausentar-se

15. morrer

16------------------------------------------------------ vivo

17.________________________ o hábito ____

18------------------------------------------------------ a correção ___

Faça frases com as palavras que lhe parecem mais difíceis»

Au d io is
Intervalo

Expressões idiomáticas
— estar, ficar de cara amarrada — pôr os pingos nos iii — ir por água abaixo
Meu chefe ficou de cara amarrada Esta história está muito mal contada. Nossos planos falharam. Foi tudo
porque cheguei tarde. Vamos pôr os pingos nos iii, já! por água abaixo. E agora?
VERBO SUBSTANTIVO ADJETIVO

1. rir a risada risonho

2. mentir

3. difícil

4. enriquecer

5. a nnhrp7a

6. triste

7 a fraqueza

8. a innnrânria

9. obrigatório

10. o conselho

11. interessar ________________________

12______________________ ____________________________ alegre

13. cansar ________________________

14. ausentar-se ________________________

15. morrer ________________________

16_________________________ _______________________________ vivo

17.----------------------------------------------- o hábito

18------------------------------------------------------ a correção

Faça frases com as palavras que lhe parecem mais difíceis.

Intervalo

Expressões idiomáticas
— estar, ficar de cara amarrada — pôr os pingos nos iii — ir por água abaixo
Meu chefe ficou de cara amarrada Esta história está muito mal contada. Nossos planos falharam. Foi tudo
porque cheguei tarde. Vamos pôr os pingos nos iii, já! por água abaixo. E agora?
— estar, ficar de pernas para o ar — pisar em ovos
A casa ficou de pernas para o ar depois da festa. Ele é tão complicado que a gente pisa em ovos
quando fala com ele.

— (um) "abacaxi"
Que "abacaxi"! Como vamos resolver isso?

— bater papo
Ela adora bater papo com os amigos no telefone.

— estar, ficar, viver com a cabeça nas nuvens (= no ar)


— estar, ficar de orelha em pé Depois que começou a sair com ele, ela não presta atenção
Ele anda desconfiado e por isso está sempre de em mais nada. Vive com a cabeça nas nuvens. (= no ar)
orelha em pé.
Texto narrativo

Os índios do Brasil
Quando, em 1500, Pedro Álvares Cabral, descobridor do Brasil, che­
gou às praias da região que agora é a Bahia, havia 5 milhões de índios
na área que, depois, se transformou no Brasil. Hoje, há 421.000 índios,
pouco mais de 8% da população original. Várias foram as causas des­
ta redução: mortes por doenças contagiosas (sarampo, tuberculose,
varíola e gripe), por assassinatos, por suicídios, por confinamento e
guerras tribais.

Na época do descobrimento do Brasil, existiam quase 1.200 línguas


indígenas. Hoje são 170, faladas por 206 grupos.

No momento, a situação do índio brasileiro é crítica, mas já foi


pior. No final dos anos 1950, havia, no máximo, 100.000 índios.
A partir dos anos 1960, no entanto, o governo organizou reservas para protegê-los e preservar sua cultura. Hoje, essas reservas
ocupam quase 12,5% do território, uma área igual à área ocupada pela França e pela Inglaterra, juntas. Apesar disso, muitos no­
vos indígenas continuam desaparecendo. "É muita terra para pouco índio", sem dúvida, mas os povos indígenas são nômades
e precisam de grandes espaços para viver sua vida de forma autêntica.

Qual o futuro dos índios brasileiros? O futuro deles depende do governo. Só a ação do governo vai impedir sua morte e a des­
truição de sua cultura. A febre do ouro, a exploração da madeira, a criação de fazendas extensas para a criação de gado e o
desenvolvimento de cidades próximas às reservas são as maiores ameaças aos índios.

Na busca do ouro, os garimpeiros invadem as reservas indígenas, perturbam seu habitat (a floresta, os rios) e sua cultura. Grupos
inteiros de índios morrem por doenças como gripe. Em áreas da floresta, onde não há ouro ou onde o ouro acabou, chegam
grandes companhias que cortam árvores por causa do valor comercial de sua madeira. Outros grupos comerciais cortam ár­
vores para formar pastagens para criação de gado. Em todos esses casos, as áreas indígenas são invadidas e choques armados
com os índios acontecem.

Ainda hoje há grupos de índios ocultos na floresta. São os índios arredios. Temos pouca ou nenhuma informação sobre eles.
Eles vivem completamente isolados, exatamente como viviam há 500 anos. Nenhum desses grupos tem contato com outro
grupo indígena, resistindo com violência à invasão de suas terras. Quando perdem a luta, afastam-se para pontos ainda mais
inacessíveis. As tentativas de aproximação são sempre perigosas. Como já aconteceu várias vezes, os índios podem atacar de
repente. Flechas e bordunas são sua resposta à tentativa de conversa do homem branco.

Como há 206 grupos diferentes de índios e 170 línguas indígenas, não se pode falar de uma cultura indígena, mas de diferentes
culturas indígenas. Entretanto, apesar das grandes diferenças, entre eles há um ponto em comum. Enquanto nós organizamos
nosso mundo e nossa vida em diferentes esferas (economia, política, educação, religião etc.), na vida do índio, todas as esferas
estão ligadas. Assim, por exemplo, o corte de uma árvore tem implicações religiosas, sociais, políticas, econômicas etc.

O índio respeita a floresta. A posse da terra é coletiva e é determinada pelo seu uso.

Os índios vivem em aldeamentos, geralmente de 30 a 100 pessoas. Há aldeamentos maiores, com 400 ou 500 pessoas.

Na produção, há trabalho masculino e feminino. O homem caça, pesca e colhe o


que foi plantado. A mulher cuida da plantação e cozinha. A produção, como ve­
mos, depende do trabalho da família; mas, depois, é distribuída na comunidade.

Ao contrário de nós, que queremos entender a realidade através da ciência, os


índios explicam o sol, a chuva, o dia, a noite, a morte através de mitos.

Os rituais — festas com músicas, danças, bebidas, pintura corporal e trajes espe­
cíficos — marcam momentos importantes na vida das pessoas e da comunidade
e colocam o índio em contato com os seres de seus mitos, com o espírito de seus
mortos e com os seres sobrenaturais que vivem nos rios e na floresta.

A política atual do governo brasileiro defende a proteção do índio e a preserva­


ção de sua cultura. Ele deve viver como sempre viveu. O homem civilizado pode
aproximar-se dele, mas deve respeitar sua cultura, tão diferente da nossa.
_____________ 187
Influência indígena no Português do Brasil
1. Nomes de lugares ou regiões:
Ibirapuera, Ipiranga, Morumbi, Jabaquara, Anhangabaú, Itaparica, Embu, Itapecerica,
Cotia, Pirituba, Cantareira, Maracatins, Aracaju.
2. Nomes de pessoas:
Iara, Araci, Jaci, Jacira, Ubirajara.
3. Nomes de plantas e frutas:
abacaxi, maracujá, mandioca, ipê, jacarandá.
4. Nomes de animais:
tatu, jacaré, piranha, urubu, tamanduá.

Responda
1. Número de índios_________________________________
em 1500___________________________________________
nos anos 1950_______________________________________
hoje em d ia _______________________________________

Por que o número de índios é maior hoje do que nos anos 1950?

2. Número de línguas indígenas


em 1500_________________
hoje em dia

3. Extensão das terras indígenas

4. Apesar da criação das reservas e da proteção dada ao índio pelo governo federal, o futuro dos índios e de sua cultura air
é incerto. Porquê?

5. Para você refletir antes de responder:

Nas reservas, poucos índios ocupam vastíssimo território, muitas vezes rico em ouro e madeira de lei. Você considera a cria
das reservas medida realista ou não? Comente.
nda

çao
Eu não faria isso se fosse você.
Se eu estivesse em férias, dormiria até às 10.
Se eu estivesse em fer
dormiria até às 10.
A. Complete com os verbos nos tempos adequados,
(poder/vir) Se eles pudessem, viriam aqui.

1. (falar/ouvir) Se você mais alto, ele a ___ _

2. (estar/ajudar) Se ela aqui conosco, ela nos

3. (gostar/conhecer) Você com certeza dele se o


4. (ligar/fkar) Se ela m e ___________ __ hoje, muito contente.

5. (gastar/ter) Se eles______________ menos,. .mais dinheiro no banco.

6. (dormir/trabalhar) Se ele_________ mais, melhor.

7. (viajar/permitir) Eu _ para a Europa este ano se meus negócios o

8. (gostar/aceitar) E le_ _de dançar com ela se ela_______________

9. (ficar/receber) Nós _ mais tranqüilos se notícias de nossos filhos.

10. (ser/ter) Minha vida _mais fácil se eu _ um salário maior.

B» Faça frases completas. Não comece com Se (faça frases longas).


(ter dinheiro/trabalhar mais) Ele teria mais dinheiro se trabalhasse mais.

1. (ficar em casa/estar fazendo frio) _________________________________________________________________________

2. (morar em apartamento/poder escolher) __________________________________________________________________

3. (sorrir/estar contente) __________________________________________________________________________________

4. (entender turista/falar Português) ________________________________________________________________________

5. (ajudar/pedir ajuda) ____________________________________________________________________________________

6. (reclamar/não servir bem) _______________________________________________________________________________

7. (vida m onótona/tudo muito f á c il) ________________________________________________________________________

C. Faça frases completas. Comece com Se (prolongue a frase).


(ter tempo/estudar) Se eu tivesse mais tempo, estudaria francês. Mas não tenho, por isso, quero passar um mês em Paris

1. (ter dinheiro/comprar) Se eles


2. (convidar/aceitar)

3. (estar chovendo/ficar em casa)

4. (estar feliz/cantar)

5. (ser verão/ir à praia)

6. (ler este livro/gostar)

7. (trabalhar muito/ficar rico?)

D. Responda.
1.0 que você faria se fosse milionário?
Se eu_____________________________ , e u ____________

2 .0 que você faria se fosse um grande jogador de futebol?

3 .0 que você faria se ganhasse um grande prêmio na loteria?

4. Se você pudesse criar e organizar uma cidade, como seria ela?

5. Se você ficasse sabendo que o mundo iria acabar amanhã, o que você faria nessas últimas horas?

©Andres Rodriguez | Dreamstlme.com

E. Diga de outra forma. Observe o exemplo.


Você não ajuda porque não quer.
Se você quisesse, ajudaria.

1. Ele está sempre de mau humor porque dorme mal.

2. Vocês criam problemas porque fazem tudo sem pensar.

3. É claro que ela não se casa com ele porque não gosta mais dele.

4. Você diz isso porque não é meu amigo.

5. Você não pode dizer nada sobre o caso porque você não sabe o que aconteceu.

191
Verbos irregulares

Verbos em -ear
Passear, pentear, semear, bloquear, frear, recear... são irregulares no presente do indicativo e do subjuntivo
PASSEAR * - Presente do indicativo
Eu passeio Nós passeamos
Você Vocês
Ele passeia Eles passeiam

Ela Elas

ESSSS- Presente do subjuntivo


Que eu passeie Que nós passeemos
Que você Que vocês
Que ele passeie Que eles passeiem
Que ela Que elas

Complete com o verbo no tem po adequado,


(passear) Antigamente, nós passeávamos mais.

1. (pentear-se) Eu sem pre. ________ pela manhã. 7. (passear/recear) Ontem, foi domingo, mas ningué^

2. (pentear-se) Ela proibiu que e u ____________ ali. ____________ na praia por causa do frio. Eu

3. (passear) Não quero que você________ ___ sozinha que este verão não seja muito bom.

à noite. É perigoso. 8. (semear) É sempre assim: "Quem

4. (frear) Ontem, e u ____________ rápido, por isso não bati. tos colhe tempestades."

5. (passear) Quando éramos crianças,____________ 9. (semear) Se chovesse mais nesta região, os agricui-

sempre a pé pela praia com nossos pais. Hoje em dia, tores____________ outros tipos de legumes. Mas

nós____________ de carro. com pouca chuva, nem pensar. Não dá!

6. (recear/bloquear) Eu___________
________ que apolícia____ 10. (recear) Eu___________que Julieta esteja em

a rua e que não possamos passar. apuros.

192
A maioria dos verbos em -iar é regular (copiar* pronunciar* renunciar* presenciar, avaliar, negociar, anunciar). Há, porém
alguns irregulares no Presente do indicativo e do subjuntivo. Odiar é um deles.

ODIAR - Presente do indicativo ODIAR - Presente do subjuntivo


Eu odeio Nós odiamos Que eu odeie Nós odiemos
Você Vocês Você Vocês
Ele odeia Eles odeiam Ele odeie Eles odeiem
Ela Elas Ela Elas

* Eu copio, ele copia * Eu pronuncio, ele pronuncia * Eu renuncio, ele renuncia


(a cópia) (a pronúncia) (a renúncia)

Verbos em -uir (atribuir, retribuir, substituir, poluir etc.)

Os verbos em -uir são praticamente regulares, pois apresentam irregularidade apenas na 3â pessoa do singular do Presente do
indicativo: ele atribui, ele polui, ele substitui (i em vez de e).

Apenas construir e destruir são realmente irregulares.

Modo indicativa3 - - Presente simples


CONSTRUIR DESTRUIR
...... ................................................. 1
Eu construo Nós construímos Eu destruo Nós destruímos
Você Vocês Você Vocês
Ele constrói Eles constroem Ele destrói Eles destroem
Ela Elas Ela Elas
M o d ific a ç ã o na 3a pessoa d o s in g u la r (i e m vez de e).

193
Complete com o verbo no tem po adequado, Engenheiros constroem
edifícios.
(construir) Que tipo de casa sua firma constrói?
Dinamites destroem
edifícios.

1. (construir) Engenheiros edifícios.


2 o
2. (destruir) D inam ites__ edifícios. n o
n o
3. (substituir) As m áquinas_________ ___ os operários. a o

4. (construir) Duvido que e le s ______ ______uma casa maior.

5. (poluir/destruir) As indústrias____ ________ o ambiente e __________ a tranqüilidade


da população.

6. (destruir/construir/reconstruir) Há alguns dias uma grande tempestade _

que nós tín h am o s_____________ .Agora precisamos_____________ -Ia.


7. (construir/distribuir) 0 governo alimentos para a população.

Modo indicativo — Presente simples. Verbos seguir, valer, caber, medir, perder.

SEGUIR* — Presente simples VALER — Presente simples


sigo Nós seguimos Eu valho Nós valemos
Vocês Você Vocês
segue Eles seguem Ele vale Eles valem
Elas Ela Elas

Presente simples MEDIR*** — Presente simples


Eu caibo Nós cabemos Eu meço Nós medimos
1______
Você Vocês Você Vocês
;
Eie cabe Eles cabem Ele mede Eles
Ela Elas Ela Elas

PERDER — Presente simples


PERDER
alguma coisa Eu perco Nós perdemos
— Perdi meu guarda-chuva. Preciso comprar outro, Você Vocês
a aula Ele perde Eles
— Não posso perder esta aula.
Ela Elas
o ônibus, o avião
— Por causa do trânsito, perdi o avião,
: C o m o v e s tir, s e i v ir e tc .
a chance
—■Não perca esta chancel (visto, veste — sirvo, serve etc.).
perder tempo Como seguir, também: conseguir, perseguir, prosseguir
— Você está perdendo tempo. Trabalhei
C o m o s a b e r, t r a z e r n o P r e tó ria P e rfe ito
o sono
(soube, trouxe, coube)
— Perdi o sono e dormi pouco. Estou cansado,
a hora C o m o p e d ir, o u v ir

— Para não perder mais a hora, comprei um despertador. (eu peço, ele pede/eu ouço, ele ouve)

194
Gosto do meu carro, embora eie nã
Complete com o verbo no tem po adequado,
grande coisa.
(medir) Quanto você mede?

1. (medir) Eu 1,60 m

e ele 1,70 m.

2. (medir) Ele não quer que você ____________

a sala. Ele já ____________ ontem.

3. (valer) Este carro está muito maltratado. Já não

____________ mais nada.

4. (valer) Gosto do meu carro, embora ele

não ____________ grande coisa.

5. (valer) Se minha casa ____________ mais,

eu a trocaria por um apartamento.

6. (caber) Eu não ____________ em seu carro.

Está muito cheio.

7. (caber) Para que sua mala ____________

no armário, precisaremos tirar as caixas.

8. (caber) Para que os adultos ____________ no sofá, as crianças sentarão no chão.

9. (perder) Preciso trabalhar. Já ____________ muito tempo conversando com vocês.

10. (perder) Se fosse mais cedo para a cama, não ____________ a hora no dia seguinte.

11. (perder) Se eu ____________ o ônibus das 7 horas, com certeza perderia a reunião.

12. (perder) Eu ____________ o sono quando estou preocupado. E você? Você também _____

13. (perder) Vou dar-lhe um mapa para que você não se ____________ .Mas não o _ _ _ _____ ., por favor!

14. (seguir) Eu ____________ pela praia e meu cachorro sempre ____________ atrás de mim.

15. (seguir/perder) aquele homem! Não o de vista! Se fosse mais cedo pa


16. (conseguir) Veja! Eu não ____ acabar este desenho. João também não a cama, não perderu
a hora no dia seguint
Talvez você ________ .

17. (conseguir) Seria bom se você duas entradas para

o show.

18. (conseguir) Ele estava aborrecido porque não tinha ___________

um aumento de salário.

19. (conseguir) Ele está sempre muito ocupado, mas talvez a gen­

te ____________ falar com ele. Antigamente não era assim. A

gente ____________ falar com ele a qualquer hora.

20. (conseguir) Ele duvidou que nós ____________acabar o trabalho

em três dias. Mas nós conseguimos!

195
Contexto

O gato e a barata
Millôr Fernandes. Fábulas Fabulosas.

A baratinha velha subiu pelo pé do copo que, ainda com um pouco de vinho, tinha sido larga­
do a um canto da cozinha, desceu pela parte de dentro e começou a lambiscar o vinho. Dada
a pequena distância que nas baratas vai da boca ao cérebro, o álcool lhe subiu logo. Bêbada, a
baratinha caiu dentro do copo. Debateu-se, bebeu mais vinho, ficou mais tonta, debatendo-se
mais, bebeu mais, tonteou mais e já estava quase morrendo, quando deparou com o carão do
gato doméstico que, do alto do copo, sorria de sua aflição.
— Gatinho, meu gatinho, pediu ela — me salva (1), me salva.
Me salva que assim que eu sair daqui eu deixo você me
engolir inteirinha, como você gosta. Me salva.
— Você deixa mesmo eu engolir você? — disse o gato.
— Me saaalva! — implorou a baratinha. Eu prometo.
O gato, então, virou o copo com uma pata, o líquido escorreu
e com ele a baratinha que, assim que se viu no chão, saiu
correndo para o buraco mais perto, onde caiu na gargalhada.
— Que é isso? — perguntou o gato. Você não vai sair daí e cumprir sua promessa? Você
disse que deixaria eu comer você inteirinha.
— Ah, ah, ah, — riu então a barata, sem poder se conter. E você é tão imbecil a ponto de
acreditar na promessa de uma barata velha e bêbada?

(1) Me salva! Linguagem


popular.
Forma correta: Salve-me!

196
A. Enumere as ações da baratinha.
1. Primeiro, ela subiu pelo pé do copo.
2. Depois, ela desceu pela parte de dentro etc.

B. Enumere as ações do qalo.


1. Primeiro, ele olhou para dentro do copo e sorriu da aflição da
baratinha.
2. Depois,...

C. Responda.
1. A baratinha caiu logo dentro do copo?
2. Por que ela ficou logo tonta?
3. A baratinha ia morrendo sem reagir?
4. Por que o gato, animal tão esperto, foi enganado pela barati­
nha?
5. Você acha que a baratinha estava mesmo muito bêbada quando falou com o gato? Por quê?

D. Relacione as palavras à direita com a ideia associa­


da a elas à esquerda.
Im perativo (revisão)

A. Diga ao Felipe para...

1. abrir a porta porque ... Felipe, não tussa duran


p o r fíaror, o lra ap o rto poryoe, o saio eetó o concerto porque incorr
o público e o pianista
alagada.
2. não perder a hora s e n ã o __________________

3. ouvir o que você está dizendo para que

4. sentir-se à vontade pois

5. descobrir o que aconteceu senão

6. ficar em casa porque

7. medir a mesa senão

8. não odiar matemática pois

9. não mentir senão

10. repetir a informação pois

11. não fugir senão

12. não tossir durante o concerto porque

13. pedir mais ingressos para a palestra pois

14. vir mais cedo senão

15. ir ver o que está havendo no vizinho porque


C. Vocè vai viajar. Escreva dois bilhetes.
• O primeiro será para sua secretária. Explique-lhe o que ela deve fazer durante sua ausência, (rotinas do escritório).
• O segundo bilhete será para sua empregada. Explique-lhe o que deve fazer. Considere a segurança da casa, os cuidados
com o jardim e com o cachorro.
• Use sempre o imperativo.

D. Baseando-se no texto "O gato e a barata", ponha as orações abaixo no imperativo.


1. (subir/descer/lambiscar) — Baratinha ________ p e ,io p í do eopo ________ pe,daparte, díe, dentro e>________ otninho/

2. (salvar) — Gatinho,_____________ -me!

3. (sair) — Que é isso, baratinha.______________já daí!

4. (ser) — Gatinho, não______________tão imbecil!

5. (acreditar) — Gatinho, não______________ em barata velha e bêbada!

199
Família de palavras

Complete os quadros»

SUBSTANTIVO ADJETIVO ADVÉRBIO


1. a força forte forte mente

2. o amor

3. verdadeiro

4. a vida

5. silencioso

6. feliz

7. largo

8. a altura

9. bobo

10. inteligentemente

11. a ansiedade

12. econômico

13. o cuidado

14. o perigo

15. o silêncio

SUBSTANTIVO ADJETIVO VERBO


1. a sujeira

2. mentiroso

3. permitir

4. proibido proibir

5. confundir

6. morrer

7. preocupado

8. a limpeza

9. prometer

10. o cansaço

200
Intervai©
Ouça a música " A Banda", letra e música de Chico Buarque.

A Banda
Estava à toa na vida
o meu amor me chamou,
Pra ver a banda passar
cantando coisas de amor

A. Vocabulário.

1. Relacione.

estar à toa estar sempre quieto


desperdir-se de dizer até logo, adeus
viver calado aparecer
surgir estar desocupado
desencanto desilusão

2. Complete.

B. Compreensão.
— E cada qual no seu canto.

— (Eu) Estava à toa na vida/O meu amor me chamou.

2. Ouça a música novamente e responda.

1. Como estava a cidade antes de a banda passar? Considere a população.

o homem sério______________________________________________

a namorada_________________________________________________

a moça triste

a rosa triste

a lua cheia

2. Durante a passagem da banda, o que aconteceu?

com as pessoas em g e ra l___________________

com o homem sério

com a namorada

com a moça triste

com a rosa triste

©Mark Herreid [ Dreamstime.com

202
com a meninada

com o velho fraco

com a lua cheia

com a moça feia

3. Depois que a banda


passou e foi embora,
o que aconteceu na cidade?

"A Felicidade"
Ouça a música "A Felicidade",
de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

A felicidade

Tristeza não tem fim


Felicidade sim

A felicidade é como a pluma


que o vento vai levando pelo ar

A* Compreensão. Indique a passagem da


música que diz que

1. a felicidade é frágil, imprevisível e dura pouco.


2. para que não acabe, a felicidade precisa de atenção e cuidados.

1- Parte

O carnaval
A maior festa popular brasileira e a mais conhecida mundial­
mente é, sem dúvida, o carnaval. Oficialmente, o carnaval
dura três dias: domingo, segunda-feira e terça-feira. Na reali­
dade, porém, a festa começa já na noite de sábado e só term i­
na na manhã de quarta-feira de Cinzas.

Alegria ou ilusão?

"A gente trabalha o ano inteiro.


Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia de rei,
De pirata ou jardineira,
E tudo se acabar na 4âfeira."

2- Parte

á história do carnaval
A tradição dessa festa vem desde os tempos da guerra do Paraguai. No começo, era o entrudo, festa de origem europeia.
Fazendeiros, peões, brancos e pretos brincavam nas ruas, jogando água, farinha de trigo e polvilho uns nos outros. Com o
tempo, por causa dos excessos, o entrudo foi proibido em algumas cidades. Apareceram, então, os bailes de salão. O primeiro
realizou-se no Rio de Janeiro, em 1840. O povo, no entanto, sem o entrudo, inventou outras formas de mostrar sua alegria
nas ruas. Em 1846, surgiu "o cordão do Zé Pereira" — um grupo de pessoas que saíam pelas ruas da cidade, com bumbos e

ac-
tambores, fazendo um barulho ensurdecedor. Depois, muito depois, apare­
ceram os corsos — um enorme desfile de carros, muitos com capotas de lona
abaixadas, levando foliões fantasiados, muito confete, serpentina e alegria. Os
corsos ficaram famosos em todo o país e mesmo cidades pequenas do interior
costumavam fazê-los.

3á parte

O carnaval de hoje

© D avld Davls ] D ream stim e. com


Carnaval no Rio de Janeiro.

Várias cidades brasileiras mantêm hoje, por tradição, um carnaval de rua com carac­
terísticas bem próprias. Em Salvador, na Bahia, a multidão, dançando e cantando, na
maior confusão, segue o Trio Elétrico, um caminhão muito iluminado, que lentamen­
te percorre as ruas da cidade espalhando músicas carnavalescas num volume de som
infernal. Em Recife, capital de Pernambuco, multidões em delírio dançam o frevo -
música de ritmo extremamente rápido e alegre.

Os desfiles das escolas de samba são espetaculares... Embora haja desfiles em várias
cidades brasileiras, o Rio de Janeiro é, sem dúvida, o grande cenário. As escolas de
samba cariocas nasceram no morro. A primeira surgiu em 1929.

Nessas escolas, compositores, instrumentistas e dançarinos uniam-se para desfilar. As


mulheres saíam vestidas de baiana e os homens com roupa colorida, camisa listrada
e chapéu de palha, a indumentária típica do malandro carioca.

Só em 1952, as escolas começaram a organizar-se realmente. Hoje, o samba desce o


morro e "pede passagem" para entrar na avenida. O espetáculo é quase indescritível.
Ao som da batucada, milhares de pessoas, de todas as idades, operários, comerciá-
rios, velhas cozinheiras, arrumadeiras, estudantes, costureiras, desocupados, sam­
bando, invadem a cidade, transformados em reis, rainhas, índios, generais, damas

205
antigas, numa grande festa colorida de cetim, plumas e lantejoulas. É o mundo de sonho e fantasia, que, depois
de um ano de dura preparação, desfila sob os aplausos do público. E cada uma das escolas espera ansiosamen­
te ganhar o prêmio.

O Rio para nesses três dias para viver o carnaval. Na quarta-feira, tudo é apenas uma lembrança. Os operários
voltam para as suas máquinas, as cozinheiras para seu fogão, os comerciários para seu balcão. Mas, enquanto
esperam o resultado do julgamento, já pensam no desfile do próximo ano.

Responda
1.0 que o entrudo tem a ver com o carnaval?
2 .0 entrudo desapareceu naturalmente? Explique.
3 .0 entrudo — uma manifestação popular de rua foi substituído por outras formas de festa de rua. O texto cita duas que já
não mais existem. Quais são?
4. Aponte três manifestações de carnaval de rua dos dias de hoje.
5. Por que se diz que as escolas de samba nasceram do povo?
6. Pense nos desfiles das escolas de samba cariocas. Responda: O que é o carnaval? Alegria ou ilusão? Discuta.

Sambódromo, Rio de Janeiro.

206
Faubaté, 10 de março ... F/orianópo/is, 20 de outubro

P iin la fuerida amipa /.aura Querida Susana

A fu/u-ao a/puns conse/lospara Mcê fue o-aise casar dentro em Çuardo bempuardada afue/a carta fue mocè me mandou
breo-e, Cepapaciente, com seu marido e aprenda a ourir e a não lá tanto tempo. F/a é m inla Bíb/ia, minla. Tábua dos Dez
dizer nada. ( 5 m e/lor não dizer nada do fue criarprol/em asJ Flandamentos. Sempre acle i fue, sepuindo os conse/los fue
/dse suas labi/idadespara conseguir de/e 0 fue Mcê fu e r sem mocè me deu, eu seria {e /iz. Fias acontece, eu não se ip o r
fue e/eperceba 0 fue está acontecendo. Quando e/e clepar fuê, fue meu casamento não está dando certo. D Arna/do
em casa, exausto, irritado, sepa apradáre/, cono-erse, sorria, não é 0 marido com fue eu sonlama. /mapine, e/e nãoposta de
não discuta. Se e/e fuiser sair com u-ocê■ mista sua roupa te/emisão e odeia {u te b o / Quando estou cansada, e/e corre
mais bonitapara fue e/e se sinta {e/iz. Fnfuanto e/e estimer para a cozinla e tra z um clá p ara mim/ií/unca saímos à
assistindo ao{uteboZpe/a te/emisão, não 0perturbe, mas, noiteporfue, diz e/e, posta de {ic a r sozinlo comipo, ouo-indo
sempre fue {orpossív-e/, o{ereça-/le um ca{ezinlo, um suco, música. D inleiro, Susana, não éprob/ema: desde 0 início de
ta/u-ez uns biscoitinlos... nosso casamento, tenlo uma conta no banco sópara mim. Posso
Aconteça 0 fue acontecer, {fu e sempre a seu Zado. ConQe {fazer 0 fue fu ise r sem dar exp/icaçoes a ninpuém/ Como se
ne/e. Acredite sempre em tudo 0 fue e/e Zle disser. Assim, isso não bastasse, 0 Arna/do pede minla opinião sobre tudo e
fuerida amipa, lao-erá tranfui/idade em seu /a r e e/e será um acla importante tudo 0 fue eu dipo. Fu não 0 entendo ...
marido {e/iz. Fmcü, esposa dedicada, com certeza encontrará i/ão apuento mais/Dipam 0 fue disserem, o-ou me separar
a sua {e/icidade. Soa so rte / de/e. Amanlã mesmo, depois fue e/e sairpara 0 traba/lo,
arrum areim inlas ma/as e abandonareiesta casa. /ou para
Oím abraço cleio de amizade, a casa de mamãe. /Vãoposso mais me sopeitar a o-io-er com um
lomem fue não me tra ta como esposa/Que desi/usão/
da Cusana
/aura
M odo subjuntivo — Futuro

MORAR — Futuro do subjuntivo VENDER — Futuro do subjuntivo


Quando eu morar Quando nós morarmos Quando eu vender Quando nós venderm
Quando você Quando vocês Quando você Quando vocês
Quando ele morar Quando eles morarem Quando ele vender Quando eles vendere
Quando ela Quando elas Quando ela Quando elas

ABRIR — Futuro do subjuntivo


Formação:
Quando eu abrir Quando nós abrirmos
Forma-se o futuro do subjuntivo a partir da
Quando você Quando vocês
3â pessoa do plural do perfeito do indicativo.
Quando ele abrir Quando eles abrirem
Eles tiveram -> tiveram Quando eu tiver.
Quando ela Quando elas

Emprego

a. Depois das conjunções quando, enquanto, logo que, assim que, depois que, se, como, sempre que
à medida que, conforme, indicando ação no futuro.
Mandarei o dinheiro como for possív
im p o r ta n te : Quando estas conjunções introduzem verbos
que indicam açáo no presente ou no pretérito, usa-se o Indicativo.

Quando eu venho aqui, eu sempre vejo você.


Antigamente, quando eu vinha aqui, eu sempre via você.
Ontem, quando eu vim aqui, eu vi você.
AMANHÃ, quando eu VIER aqui, eu verei você.

quando quiser.
enquanto puder.
logo que (assim que) puder.
depois que eu receber meu salário.
Enviarei o dinheiro
se tiver tempo.
como (= conforme) puder.
sempre que for possível.
à medida que for recebendo.

b. Em orações relativas.
quem vier.
aquele que vier.
todos os que vierem.
Receberei tudo quanto eles mandarem.
tudo o que eles mandarem.
onde você quiser.
o que vocês mandarem

208
Em orações do tipo:

aconteça o que acontecer,


haja o que houver.
Ficaremos aqui digam o que disserem.
pensem o que pensarem,
venha quem vier.

A. (beber) Eles beberam. Quando você beber.


1. (beber) Eles ____________ _____ Quando eu ____
2. (conseguir) Eles ________ _________ Quando você
3. (sair) Eles ______________ ___ Quando nós ______
4. (pôr) Eles ______________ ___ Quando eles _____
5. (dizer) Eles _____________ ____ Quando vocês ___
6. (ir) Eles _________________ Quando nós ______
7. (vir) Eles _______________ __ Quando eu _______
8. (ver) Eles ______________ ___Quando eu _______
9. (acabar) Eles ___________ ______Quando nós ___
10. (fazer) Eles ____________ _____ Quando elas ___

B. (poder) Eie vai telefonar quando puder.


1. (entrar) Vou sair da sala quando e le___________ Não gosto dele.
2. (poder) A situação é difícil, mas aguentaremos enquanto . Não vai
ser fácil, não.
3. (estar) O aluno não falará enquanto o professor________ explicando a
matéria.
4. (ser) O menino disse que será médico quando_________ grande. Levarei sua bagagem como puder.
5. (saber) Não se preocupe! Telefonarei para você, se ___ de alguma
novidade.
6. (chegar) João trocará de roupa assim q u e _______ em casa.
7. (vender) Teremos mais lucro à medida q u e ______ mais.
8. (estar) Estou sempre em casa. Venham visitar-me sempre que
livres.
9. (caber) Levarei sua bagagem se ela no carro. Não garanto.
10. (querer) Se D e u s______________ , tudo dará certo. Deus é grande!
11. (dar) Sairei logo que o professor _____________ licença.
12. (ter) Caaalma! Avisaremos quando ________________ notícias.
13. (querer) Faça c o m o ____________ . Se não der c e rto ...
14. (fazer/chover) S e ______________ calor, ficaremos na praia; se
ficaremos em casa, é claro!
15. (fazer) Conforme o trabalho que nós , ganharemos muito dinheiro. Depende de nós.
16. (fechar) Depois que n ó s __________ as janelas, trancaremos todas as portas.

209
1

meu cachorro será bem gratificado.


2. (querer) Todos os que
deverão deixar seu nome na secretaria.
3. (chegar) Quem_________________ primeiro escolherá o melhor
lugar.
4. (estar) Levante a mão quem _________________ contra.
5. (estar) Fique sentado quem __________________ de acordo.
6. (dizer) Tudo quanto vocês
Cuidado com o que vocês
7. (pagar) Todos os que
desconto de 10%.
8. (poder) O barco está afundando! Salve-se quem ____
9. (mandar) Prometo que faremos tudo o que vo c ê s ___
10. (trazer) Receberemos bem todas as pessoas que eles

D.
O barro está afundando! Salve* :.e quem puc
1. (ser)__________________q u e m __________________,
diga que não estou.
2. (d o e r)__________________ aq u e m __________________ ,
diremos toda a verdade.
3. (haver)__________________ o que ,
continuaremos bons amigos.
4. (d a r)_________________ q u a n to ___________________,
você nunca pagará sua dívida.
5. ( ir ) _________________ a o n d e __________________ ,
ele sempre será reconhecido.

6. (fazer) Não adianta, Jo ã o .__________________ o que

_________________ , você não resolverá o problema.

210
i
. Não adianta fugir.
onde
7. (estar) Eu o encontrarei algum d ia ,___
, o calor não diminuirá.
8. (chover)_________________ quanto
_ ela qual
9. (ser) Diga-me a verdade,__________
o que
10. (dizer) Vocês não me farão mudar de ideia.
o que
11 . (custar) Você me ouvirá,

E. Complete o texto.

Querido Amaddo

Sinto muitot mas e,gta é m o canta de despedida, /Vão posso

I
tnais continuar a sea dado ponjae o (u tu ro será itpuad a

todos os dias (jae passamos Juntos até apora. Receio cjuei

___ o (jae ___ t


(h a n e r) roce não mude de atitade.

(c u s ta r) ___ o(jae ,rocecontinuará me tratando

como se ea /fosse apenas amagrande amtja sua, nao sua esposa. R ia s

------ onde
acredite; (e s ta r) euoamareidomesmo

modo. ( ir ) ___ para onde___ , Vera r e i roce com/JoJ no


t - - - 'f v c s ir u r '

coração, Reu ro d ta re i correndo, (acontecer)


(jue
---- —j se roce me (jaiser de rodta.
Basta c/vamar.

Sua daura


Regra gerai: o pronome átono é coiocado depois do verbo.
Conte-me tudo!

Casos especiais
1. Pronome átono antes do verbo.
O pronome átono virá antes do verbo quando, antes do verbo, aparecer:

palavra negativa: não, nunca, ninguém, nada etc.


Ninguém me viu.
Nada me assusta.
Não se preocupe, nem me deixe preocupado.

pronomes indefinidos: tudo, vários, pouco, muito etc.


Alguém me disse que você estava aqui.
Tudo se esquece.

pronomes relativos: que, quem, onde, o qual, cujo etc.


A pessoa que nos atendeu estava ...
A pessoa de quem lhe falei não pôde vir.

conjunções subordinativas: embora, para que, quando, se etc.


Vou esperar até que você me diga o que aconteceu.
Ninguém resolve meu problema, embora me tratem muito bem.
Como lhe disse ontem, tudo está em ordem.
Não vou embora sem que me digam a verdade.
Quando lhe derem licença, saia!

certos advérbios: sempre, já, bem, aqui, mais etc.


Que Deus te acompanhe
Já lhe expliquei tudo.
o que o Diabo te carregue!
Sempre me disseram que não havia problema.
Aqui se fala Português.

orações que indicam desejo, do tipo: Deus me livre!


Deus te acompanhe!
O diabo te carregue!

orações que se iniciam por palavras interrogativas ou exdamativas:


Quem lhe disse isso? Como eles se amam!
Como você se chama? Quanto tem po me custou este trabalho!

212
2. Pronome átono no meio do verbo. Diga-me o qi;
0 pronome pode vir no meio do verbo, se o verbo estiver no Futuro do presente ou no
Futuro do pretérito. Nunca se coloca o pronome átono depois destes tempos.

Eu lhe darei notícias. ou: Dar-lhe-ei notícias,


Ele me diria tudo se pudesse. ou: Dir-me-ia tudo se pudesse.

Observações

— Na linguagem formal, não se começa oração com o pronome átono.


— A colocação do pronome átono no meio do verbo é exclusiva da linguagem formal escrita.
— No Brasil, é generalizada a tendência de se colocar o pronome átono antes do verbo:
Eu me chamo Maria.
Mariana nos visitou.

A. Coloque o pronome átono e explique.


(lhe) Não lhe disse nada. (por causa da palavra negativa não)

1. (lhe) Não telefonei ontem. ___________________________


2. (me) Diga o que sabe._______________________________
3. (as) Dei para meu melhor am igo._______________________
4. (se/lhe) Nunca esqueça do que dissemos.________________
5. (se) Alguém sentou na minha cadeira.___________________
6. (me) Quando chamaram, já era tarde.___________________
7. (lhe) Daria tudo para que dissesse a verdade._____________
8. (Ihe/me) Tudo daria para que dissesse a verdade.__________
9. (lhes) Farei alguns favores._____________________________
10. (lhes) Não farei nenhum favor.________________________
11. (nos/nos) Embora conte muita coisa, ele não conta tu d o .___
12. (Ihe/me) Peço que ouça._____________________________

Recorde (Consulte a Unidade 6). Quebraram-na.

Quebraram esta cadeira -> Quebraram-na.


Preciso pagar a conta -> Preciso pagá-to.

Aprenda.

Bebemos o vinho -» Bebemo -Io.


Mandamos a carta Mandamo-/a.

B. Substitua as palavras indicadas por um pronome e coloque-o corretamente na frase.


1. Infelizmente, não podemos ajudar nosso amigo. Sinto muito!

2. Fiz tudo para destruir as suspeitas.

3. Visitaremos as obras do governo amanhã.

213
4. Levarei a mala comigo. É mais seguro.
oomi^o. E m is s^aro.
5. Deixaremos os documentos na gaveta.

6. Escreveremos o relatório amanhã.

7. Não mandaremos estas notícias hoje.

8. Você sabia que recusei a oferta?

9. Se levarmos as crianças, não teremos sossego.

10. Conte tudo para nós.

11. Tudo será negado aos nossos inimigos.

12. Nada posso dizer a você. É segredo. -

13. Queremos as informações agora.

14. Vimos os rapazes correndo. O que aconteceu?

15. Escutamos a mesma música três vezes.

16. Os convidados beberam toda a cerveja.

17. Vocês deram todos os bilhetes a João? E agora?

18. Consegui convencer Mariana. Não foi fácil.

19. Quero ler o relatório mais uma vez. Não entendi tudo.

20. Precisamos completar o exercício agora.

Contexto

Cachaça, água que passarinho não bebe

"Você pensa que cachaça é água?


Cachaça não é água, não.
Cachaça vem do alambique
E a água vem do ribeirão."
(Marchinha de Carnaval da década de 1950.)

A cachaça nasceu com o Brasil, no século XVI. Naquela terra que ninguém
sabia bem o que era (ilha? continente?), os portugueses decidiram produzir
açúcar. Afinal, espaço havia, e sol e solo bom ... A ideia era produzir açúcar
aqui e vendê-lo para a Europa. Foram, então, surgindo no Nordeste os grandes engenhos, fazendas produtoras de açúcar. Es­
cravos africanos vieram, muitos, para trabalhar duro. Foi aí que a cachaça apareceu, resultado da fermentação do caldo da cana-
de-açúcar. Os escravos a tomavam com prazer: ela os deixava zonzos, livres... bêbados. Depois veio o Ciclo do Ouro, em Minas.
E lá estava a cachaça, ajudando os mineradores a suportar os dias de trabalho duro e as noites geladas nas serras mineiras.

Desde a sua origem, a cachaça, ou pinga, era vista pelas elites como "bebida de pobre", uma marca pesada de indigência.
O preço baixo, por outro lado, tornou-a muito popular. Um gole da "branquinha" esquentava o corpo, fazia esquecer a fome,
além de animar as conversas e a roda de violão.

Pode-se, hoje, afirmar com segurança que a cachaça é, no Brasil, a bebida nacional por excelência. Atualmente é apreciada
em todos os níveis sociais e pode atingir preços muito elevados.

Pinga ou cachaça? Pinga é, ainda, o nome popular da bebida barata, consumida principalmente nos ambientes muito pobres.
Cachaça é o nome que se dá à bebida pura, produzida artesanalmente em alambiques. São cerca de 40.000 alambiques de
pequenos produtores, fabricando, eles próprios, a sua cachaça, com gosto característico - como acontece nas vinícolas.

Apreciar uma boa cachaça, no churrasco com amigos ou numa noite de samba, é um hábito brasileiro. A cachaça é brasileirís­
sima, como o futebol e a caipirinha. Mas lembre-se! Sem cachaça, nada de caipirinha ... (e, principalmente, se dirigir, não beba!)
(Texto de Em ma Eberlein O. F. Lima)

A. .poncid.
1. Por que a pinga é considerada "bebida de pobre" pelas elites brasileiras de antigamente?

2. Que efeito tinha a pinga sobre os escravos nos engenhos de açúcar e, mais tarde, sobre os escravos que trabalhavam nas
minas de ouro e pedras preciosas de Minas Gerais?

3. Para os entendidos, qual é a diferença entre pinga e cachaça?

4. Hoje em dia a cachaça tem "status". Em que ocasião ela é bebida socialmente?

B.

1. A pinga ou cachaça tem muitos e muitos outros nomes. Aqui estão alguns. Examine a lista e converse com seus amigos
sobre eles. O que cada um desses nomes sugere?
C Marvada pinga (A Moda da Pinga)

Marvada Pinga é canção sertaneja cômica, de domínio público, muito conhecida no Brasil inteiro. Inezita Barroso, uma
estudiosa do folclore nacional, canta-a. Trata-se de um monólogo muito divertido - uma mulher viciada em pinga, uma "ca-
chaceira",fala de seus hábitos, em linguagem caipira.
Ouça a música duas ou três vezes, acompanhando-a com o texto.
Em seguida, transcreva o texto para linguagem formal.

Marvada Pinga
Co'a marvada pinga é que eu me atrapaio Pego o garrafão e já balanceio
Eu entro na venda e já dô meu taio Que é pra mode vê se tá memo cheio
Pego no copo e dali num saio Num bebo de vez porque acho feio
Ali memo eu bebo, ali memo eu caio No primeiro gorpe, chego inté no meio
Só pra carregá é queu dô trabaio, oi lai! No segundo trago é que eu desvazeio.

Venho da cidade, já venho cantano Eu fui numa festa no Rio Tietê,


Trago um garrafão, que venho chupano Eu lá fui chegano no amanhecê
Venho pros caminho, venho tropicano Já me dero pinga pra mim bebê
Chifrano os barranco, venho cambeteano Já me dero pinga pra mim bebê.
E no lugar que eu caio já fico roncano, oi lai! Tava sem fervê.

O marido me disse, ele m efalô Eu bebo da pinga porque gosto dela


Largue de bebê, peço por favô!" Eu bebo da branca, bebo da amarela
Prosa de home nunca dei valô bebo nos copo, bebo na tigela
Bebo com o sor quente pra esfriá o calô E bebo temperada com cravo e canela
E bebo de noite é pra fazê suadô, oi lai! Seja quarqué tempo, vai pinga na guela, oi lai!

Cada vez que eu caio, caio deferente Eu bebi demais e fiquei mamada
Miaço pra trás e caio pa frente Eu caí no chão e fiquei deitada
Caio devagar, caio de repente Aí eu fui pra casa de braço dado
Vô de corrupio, vou deretamente Ai! de braço dado é com dois sordado
Mas sendo de pinga, eu caio contente, oi lai! Ai! muito obrigado!

Se desarrumou, então arrume!


Desembrulho a garrafa que um amigo teve a lembrança de me mandar,

(arrumar) Se desarrumou o quarto, então arrume!

1. (embrulhar) S e____________________________ ,então


2. (amarrar) S e ________________________ , então
3. (fazer) Se ___________________________ , então
4. (aparecer) Se ________________________ , então
5. (cobrir) Se __________________________ , então
6. (pentear) Se _________________________, então
7. (montar) Se _________________________ , então

216
... desde sua o rig e m ...
Pode-se afirmar com segurança ...
Sem cachaça, nada de caipirinha...

a. Preposições simples Outras preposições simples

a ante após
com contra
Segundo - conforme
de desde
durante
em entre
exceto, menos etc.
para perante por
sem sob sobre

A. Complete as frases, preenchendo as lacunas com preposições. Embrulhar Desembrulhar


Tente usar todas as preposições que dão sentido às frases.
1.0 navio partiu

____________________________________________ a tripulação completa.

______________________________________________________ mim.

__________________________________________________ muita demora.

___________________________________________uma chuva de confetes.

_________________________________________________________ Lisboa.

0 navio partiu sob uma chuva forte de confetes. O navio partiu sem mim.
2. Não venho aqui

3. Só vamos jantar

4. O prisioneiro fugiu

5 .0 réu apresentou-se

6. Todos chegaram na hora,

7. Comprei este presente

8 .0 ator deixou o palco

9. Infelizmente, nada pudemos fazer___________________ele.

10. Temos que a g ir___________________ o regulamento.

11. Temos que a g ir___________________ o regulamento. Não vamos criar problemas.

12. Nossos atletas receberam a m edalha__________________ ouro.

13. Há muitos buracos na rua. Ande

14. Ela merece o prêmio: estudou

muitos obstáculos.

15. Margarida, só a aceitaremos

seus amigos.
me cumpri

Locuções prepositivas
... além de animar as conversas...
São cerca de 40.000 alambiques ...

a fim de Lompii com uma das Ic


além de dadas.
antes de 1. Ele passou (os) carros para
ao lado de chegar mais depressa.
2 .___________________ sair, fechou as janelas e
apagou as luzes.
3. ______________ o nosso regulamento,
ninguém pode ficar com as chaves das salas.
4. Já procurei por toda a p a rte ,_______________
(a) m esa,___________________ (os) armários, (o) telefone, mas não acho o
caderno de endereços.
5. Tudo deve estar p ro n to __________________ (o) convidado chegar.
6. Não gostei do jantar porque,_______________ ___ vinho ou cerveja, serviram água. Que ideia!
7. ______________ (a) minha dor de cabeça, vou sair com você.
8. Ele gastou uma fortuna com a fe sta :___________________ vinho, havia também champanha.
9. Eles b rig a ra m ___ dinheiro. Foi um escândalo!
10. Ontem, ela passou ___ mim e nem me cumprimentou. E éramos tão amigos
antigamente...

Contração das preposições com outras palavras


Faca a contração e forme uima frase com ela.
a+ o = B I Vou ao escritório do Dr. Alberto.

a+ a = à Vou à Itália.

de + este m deste As páginas deste livro não estão rasgadas.

de + aquela =

de + isto =

de + aqui =

em + o =

em + esse =

em + um =

em + aquilo =

em + isso =

em + eles =

por + as
I. Crase é a contração da preposição a introduzida pelo verbo (exemplo; dizer a - quem diz, diz alguma
coisa a alguém), mais o artigo definido feminino a que antecede o substantivo.

d iz e r... a Ele disse a verdade ã polícia.


ira Ele não vai à festa do amigo.
dar ...a Ele não deu bom-dia à vizinh

Atenção:

1. A crase existe apenas diante de substantivos femininos.


2. Quando não há a preposição ou o artigo feminino, não há crase.

Â. : rnseio se necessário.
1. Dei o livro a menina.
2. Dei o livro a uma menina.
3. Ele foi a festa do amigo ontem.
4. Ele sempre vai a festas.
5. Ninguém entregou nada a ela.
6. Mostre a casa a pessoas amigas!
7. Não tenho nada a dizer a vocês, só a Mônica.
8. Ele se referiu a alguém, talvez a pessoa com quem ele trabalha.
9. Ele começou a conversar enquanto nos dirigíamos a porta de saída.
10. Ele explicou os problemas as alunas, mas nada disse a diretora.
Ele começou a conversar enquanto
nos dirigíamos a porta de saída.
B. Craseie se necessário.
Pertencer a
Este celular pertence a mim.
a você.
a todo o mundo,
a vizinha de Mário,
a alguém aqui?
a pessoas estranhas,
a melhor aluna da escola,
a mãe de Moacir.
Entregar a
Eu entreguei o pacote a meu colega. Eu não me refiro a problemas antigos.
a Joana, a mulheres estrangeiras,
a João. as mulheres brasileiras,
a pessoa que abriu a porta, a tudo o que aconteceu,
a quem abriu a porta, as dificuldades que tivemos,
a moça da loja. a matéria publicada ontem.

II. Crase nas locuções adverbiais de tempo, de modo e de lugar quando formadas com
substantivos femininos.
TEMPO MODO LUGAR

à tarde
às claras
à noite à margem do rio
às escondidas
Ele vinha às sete Ele saiu Ele estava à direita do presidente
às pressas
à hora certa à porta, à janela
à francesa
às vezes

Nas locuções adverbiais de instrumento, não há crase.


Instrumento
um carro a gasolina, Ele estava a espera do amigo,
Elevai comprar um fogão a lenha, que chegaria às 8.
um barco a vela.

C. Craseie se necessário.
1. Gosto de sair a noite. A noite, nesta época do ano, é muito agradável.
2. Ele estava a espera do amigo que chegaria as 8.
3. Eles conversaram a beira da piscina antes de ir a sauna.
4. As vezes não me sinto a vontade com ele. Ele não me dá atenção.
5. Minha sala fica a esquerda do elevador. A direita, é a sala do meu chefe.
6. Qual você prefere: carro a álcool ou a gasolina?
7. Se pudesse, ele não trabalharia. Ele trabalha a força, coitado!
8. As quartas-feiras, ele sai de casa as escondidas, as seis horas da manhã e só volta a noite.

221
A árvore da laranja A árvore da maçã A árvore do caju A árvore da manga
é a ia ra ty& ira é a fKGLci&ira é a _____________

A árvore da banana
A árvore da goiaba
é a _____________
éo é a _____________

A árvore da pera
é a ___________

A árvore do coco
A árvore do abacate
é o ___________
A árvore do mamão é o ______________
é o _____________
A árvore da ameixa
é a _____________

A árvore da jabuticaba
A árvore da uva A árvore do figo é a ________________
é a __________ é a __________

Receita de Caipirinha
Ingredientes
- pinga ou cachaça de boa qualidade;
- limão "Taiti" bem suculento (1 por pessoa);
-g e lo em cubos;
- açúcar (de cana) ou adoçante.
Modo de fazer
- corte cada limão em 8 partes;
- retire a parte branca de cada pedaço, para que a caipirinha não fique amarga;
- num recipiente fundo (um copo grande ou de madeira), esprema com um "socador" cada um
dos 8 pedaços de limão, por vez;
- despeje esse suco no copo em que vai ser servida a bebida, junte o mesmo volume de pinga,
depois o gelo e, finalmente, o açúcar. Se preferir, use adoçante. Mexa bem e sirva.
Frutas vendidas na feira livre.

Fruta-do-conde

Limão
Mamão

Melão Tangerina

Manga Abacaxi Frutas diversas

Fotos de Aline Domingues e Francisco Goulart.


Intervalo

Procissão A Escada

Era um homem bem vestido 0 moço entra apressado


Foi beber no botequim Pra vera namorada
Bebeu muito, bebeu tanto E é da seguinte forma

escada
Que
saiu
de

assim

As casas passavam em volta Mas lá em cima está o pai


Numa procissão sem-fim Da pequena que ele adora
As coisas todas rodando E por isso pela escada

3 S S //7 7

f V' unssv
rçs ele
oiaA
£ embora.
Unssv
(Poeminhas cinéticos, de Millôr Fernandes

Preste atenção à forma como estão escritos os poemas e responda. Explique sua resposta.

A . P ro c is s ã o — C e rto o u e rra d o ?

a. Havia uma escada


na frente do botequim.

b. O homem saiu do bar


andando com passos
regulares.

c. O homem estava com soluço,


provavelmente por causa
da bebida.

d. Quando o homem d. Ele desceu a escada


chegou à rua, aostrambolhões,
a rua era plana. degrau por degrau.

e. As casas e as coisas e. Quando o moço


rodavam em chegou à rua,
volta dele. saiu andando.

f. Ele foi embora


com passo firme.
224
{B B Texto narrativo

Riquezas do Brasil: o pau-brasil e o açúcar (1)

Desde seu descobrimento, o Brasil explorou suas riquezas naturais e viveu grandes épocas, graças à sua agricultura.

A primeira riqueza natural a ser explorada foi o pau-brasil — um tipo de árvore assim chamado porque de sua madeira se
extraía uma tinta vermelha como brasa, muito utilizada na Europa quinhentista para a produção de tecidos vermelhos, de
alto preço. O Brasil possuía esta árvore em abundância — por isso ficou conhecido como Terra do Brasil, nome que substi­
tuiu Terra de Santa Cruz. Atraídos pelo pau-brasil, para cá vieram os europeus, principalmente espanhóis e franceses. Com a
ajuda dos índios, os europeus desenvolveram uma exploração sistemática do pau-brasil e, em poucas décadas, devastaram
a Mata Atlântica, embora esta cobrisse nossa costa do norte ao sul.

A segunda riqueza brasileira foi o açúcar. Sua produção deu início ao processo de colonização do Brasil, primeiramente no
litoral da região nordestina, onde se estendiam as vastas terras dos engenhos — as fazendas que cultivavam a cana e pro­
duziam o açúcar. As condições de solo e clima, a presença de matas das quais se extraíam madeiras para as construções e a
fornalha, e de cursos d'água que funcionavam como vias de transporte faziam dessa região a região ideal para a atividade
açucareira. O cultivo da cana nos engenhos estabeleceu uma organização social rígida e bem característica. Havia a casa-
grande, a residência do senhor de engenho e de sua família. Era uma construção resistente, de onde o senhor de engenho
governava a propriedade. O Brasil possui ainda magníficos exemplares de casas-grandes. Havia, também, a capela, local
onde se reuniam as pessoas para as cerimônias religiosas: missas, batizados, casamentos e funerais.

A senzala, a habitação dos escravos, em geral constituía-se numa única peça, onde se amontoavam todos, sem distinção de
idade e de sexo. A casa do engenho, local onde se produzia o açúcar, era formada pela moenda, pelas fornalhas e caldeiras
e pela casa de purgar (limpar o açúcar).

Os empregados assalariados eram poucos.

Faziam parte da propriedade, ainda, o canavial, as áreas da mata e, para a subsistência da família, uma pequena área para a
plantação de gêneros como a mandioca, o milho e o feijão.

Os escravos, que viviam nas senzalas, trabalhavam desde o nascer do sol até a noite, tanto no cultivo da cana como na fa­
bricação do açúcar. O negro, na verdade, foi o grande elemento que sustentou a economia açucareira nordestina por mais
de 300 anos. O jesuíta Antonil deixou-nos um testemunho de seu trabalho:

"Os escravos são as mãos e os pés do senhor do engenho."

Por causa dessa vida difícil e dura, o negro cometia suicídios e empreendia fugas para a floresta, onde formava os quilom ­
bos (aglomerações de negros fugitivos).

Canavial
£
0
1
I

ç
ü
O
1. Por que acabou a exploração do pau-brasil?
2. Por que o Nordeste brasileiro foi grande produtor de açúcar?
3. Quais são as partes de um engenho de açúcar típico (casa-grande etc.)?
4. Explique a organização do engenho (organização social e de trabalho).
5. Não se pode falar da produção de açúcar sem considerar a presença do negro escravo. Explique. Fale sobre a qualidade de
vida desse elemento no engenho.

Navio negreiro Capela

I 11
â (A)

Moenda
Que desastre!
— Meu Deus! 0 que foi que aconteceu?
— Um desastre! Bati o carro.
— Mas como?
— Na hora H, o freio falhou.
— Alguém se machucou? ^
— Não, ninguém. Foi só o susto. Mas meu carro acabou.
Ninguém? Ainda bem! Entáo nao se aborreça. A gente, que anda o dia inteiro de carro,
para cima e para baixo, está sujeito a essas coisas. A batida parece que foi feia, mas
talvez você tenha tido sorte. Poderia ter sido pior. E o seu seguro, naturaimente, vai
pagar o prejuízo...
— É aí que está o problema. Sempre tive seguro. Mas, ultimamente, tenho tido problemas
no escritório. Poucos clientes, pouco dinheiro, você sabe como é. Por isso deixei de
pagar o seguro. Anos e anos pagando e nenhum acidente. Agora ...
Que situaçac! Garanto que se voce tivesse pago o seguro direitinho, vot è não teria
batido. É sempre assim.
— É, eu sei. Azar meu!

f J Tempos compostos do indicativo


MORAR — Perfeito composto ABRIR — Futuro do
n--------------------------- 1
Eu tenho morado Nós temos morado Eu terei aberto Nós teremos aberto
Você Vocês Você Vocês
Ele tem morado Eles têm morado Ele terá aberto Eles terão aberto
Ela Elas Ela Elas
1_—__

VENDER — Mais-que-perfeito composto


Eu tinha vendido Nós tínhamos vendido Eu teria partido Nós teríamos partido
Você Vocês Você Vocês
Ele tinha vendido Eles tinham vendido Ele teria partido Eles teriam partido
Ela Elas Ela Elas

3 j-*i
L/

.
■ •
-
— Tenho tido problemas ultimamente.
O Perfeito com posto expressa uma ação que se iniciou no passado e continua no presente
Trata-se de uma ação incompleta, não terminada.

— Eu já t in h o p a r a d o de pagar o seguro quando bati o carro.


M ais-qu e-p erfeito composto (consulte a unidade 11).

— Quando ele chegar, já te r e i s a íd o .


O Futuro do Presente composto expressa uma ação term inada em
algum ponto do futuro.

— Eu também te r ia d e s is tid o .
0 Futuro do P retérito composto indica uma ação que poderia te r
acontecido no passado.

Perfeito composto (tenho faSado)


A. Responda à pergunta. Complete sua resposta livremente,
(viajar muito) 0 que você tem feito ultimamente?

Ô(dtimamenteJ eu tenho rijad o mito, por isso hoje, jaero {picar emcasa.
ou ... por isso mo tenho risto meas codepas o u ...

1. (trabalhar muito) Ultimamente, eu

2. (ficar em casa) ________________

3. (dormir até tarde) _____________

4. (descansar) ___________________

5. (ir ao cinema) _________________

6. (não fazer nada) ______________

7. (gastar muito dinheiro) ________

8. (não vir aqui) _________________

9. (não telefonar) ________________

10. (comer fora) ________________

B. Responda à pergunta. Complete sua resposta livremente,


(trabalhar) O que vocês têm feito desde que chegaram?

Desde jae cherpamos, ms só temos trahadhadoporjae nosso trahadho está atrasado.


ou ... e não temos tido tempopara mais nada o u ...

1. (só estar doente)

2. (só ter problemas)

3. (só falar em vocês)

228
4. (só ficar sentado diante do computador) O rapaz está feliz porque t
5. (só comer e dormir) ________________ feito bons negócios ultimam

6. (só ouvir bobagens) _______________


7. (só ficar em casa) __________________
8. (só chover) _______________________
9. (só fazer frio) _____________________
10. (não fazer sol)

C. Perfeito simples (falei - ação terminada no passado) ou


Perfeito composto (tenho falado - ação não terminada)?
1. (vir) Ontem, nós_________________ aqui mas não havia ninguém.
2. (vir) Ultimamente, M anoel_________________ aqui duas vezes por semana.
3. (estar) Desculpe, eu não lhe telefonei porque sei que v o c ê ______________
muito ocupado ultimamente.
4. (fazer) Depois q u e _________________ fortuna, ele não trabalhou mais.
5. (fazer) O rapaz está feliz porque. bons negócios
ultimamente.
_____em um grande
6. (trabalhar) Desde o início do mês, eles_____________
projeto. Estão todos muito animados.
7. (perder) Ele_________________ o relógio no cinema. Era de estimação
8. (teiefonar) Desculpe, eu nã o . porque estava muito ocupado.

9. (fazer) Eles______________ muita economia ultimamente porque querem comprar uma casa maior,

10. (ver) Eu não o nas nossas festas ultimamente. Por onde ele anda?

Ela tem estado


D, Ela está muito nervosa. Ela tem tido problemas no escritório muito ocupada.
ultimamente.

Ela está mais gorda.

Ela está sem dinheiro.

Ela está pensando em viajar.

Ela vai receber um aumento de salário.

Ela vai se casar no mês que vem.


E. Faíe sol O que voce tem feito
ultimamente?
Eu tenho...

Futuro do presente composto {terei falado)

A. ocê ra\ estar livre às 11 ? (a reunião — acabar)


(/ou. A té iát a rauniaoj,á ta rá aaalaoío.

1. Você precisa devolver o livro no dia 18.


(ler) Sem problema,

2. Você vai estar livre às 6?


(terminar meu trabalho). Vou. Até lá, eu já
3. Você pode me dar uma resposta até 5afeira?
(falar com os diretores) Posso. Até 5afeira,
4. Vamos jantar fora? Lá pelas 8 horas?
(dar a última aula) Ótimo! Até lá, eu já
5 .0 que você acha? Vamos fechar o negócio na 4afeira?
(advogado — ler o contrato) Claro!

B. daqui a 5 anos. O que você terá feito até lá?

â~u ta ra i

C.
1. (conhecer) Até o fim do ano, e u . todos os estados brasileiros. Faltam poucos,
2. (receber) Até amanhã, ele _ todas as informações que pediu. Será??
3. (fazer) Até o fim da semana, ela ____ todo o trabalho.
4. (recuperar) Só daqui a dois anos, nós _________ nosso capital. É muito tempo.
5. (ver) Até o fim do dia, nós_________ todos os documentos. Todos?!
6. (aprender) Até o fim do curso, eles. _______ todos os verbos. Todos?!
7. (conseguir) Daqui a um ano, e u __ _tudo o que desejo, se tudo correr bem, é claro.
8. (gastar) Até o dia 15, ela________ todo o seu salário. É sempre asssim.
9. (vir) Até o fim do mês, eles______ __aqui dez vezes.
10. (chegar) Amanhã a estas horas, ele já ________ lá.
11. (ler) Daqui a dois dias, e u __________ o livro todo.
12. (pôr) Até 2afeira, nós_____________ tudo em ordem. Nem acredito!

230
Futuro do pretérito composto (teria falado)
A. (achar) Sem você, eu não teria achado o caminho.

1. (chegar) Sem você, eu n ã o _________________ até aqui.


2. (ficar) Com um bom contrato, n ó s ________________ ricos.

: 3. (ser) Com ela, e ie _________________ mais feliz. Paciência...


4. (fazer) Com mais tempo, e u __________________um trabalho
melhor.
i 5. (conseguir) Com paciência, Joana________________ fazê-lo.
w
6. (abrir) Com medo, eu n ã o _________________ aquela porta.
7. (sair) Dependendo de mim, ela n ã o _________________ da
firma.
8. (convencer) Com diplomacia, você o _________________ .
9. (sarar) Com tratamento adequado, Jorge j á _________________ .
10. (obedecer) Sem ameaças, eles não me _________________ .
11. (perder) Sem nossa ajuda, todos vo cê s_________________
essa oportunidade.
12. (sair) Com chuva, n in g u é m _________________ .
13. (ver) Sem óculos, eu n ã o _________________ nada.
14. (viajar) Com mais dinheiro, n ó s __________________mais tempo.
15. (descobrir) Acho que, com jeito, v o c ê ______________________
a verdade. Mas você não teve diplomacia...

B. Respo nda.
1. Ontem foi domingo e você ficou em casa porque estava chovendo.
Mas, com um belo dia de sol, o que você teria feito? (Dê 5 ações)

2. Pense na sua família, no seu trabalho, no tipo de vida que você leva.
Você está contente com tudo? No passado, o que você teria feito de
forma diferente?
Contexto

SUA MELHOR VIAGEM DE FERIAS COMEÇA EM CASA


N ã o te n h a m e d o de s a ir p o r este va sto B rasil', Nos países de m e lh o r in fra e s tru tu ra tu rís tic a , os
n ã o te n h a surpresas d e s a g ra d á ve is, n ã o p e rc a g u ia s de v ia g e m sã o s o fis tic a d o s e d e ta lh a d o s ,
te m p o co m a tra çõ e s se cu n d á ria s, n ã o g a ste d i­ p o rq u e h á u m a re la ç ã o d ire ta e n tre p la n e ja r e
n h e iro em v o lta s in ú te is : p la n e je sua v ia g e m de a p ro v e ita r a v ia g e m , v á lid a s o b re tu d o neste p a ís
i
férias. de g ra n d e s d is tâ n c ia s . Se n ã o p la n e ja r, você n ã o *
te rá te m p o p a ra a p ro v e ita r as m e lh o re s a tr a ­
P la n e ja r a v ia g e m é tã o im p o rta n te q u a n to v ia ­
ja r. S u p o n h a qu e você te n h a e n tra d o em férias ções, g a s ta rá e xcessivam ente c o m c o m b u s tív e l,

e, lo g o n a m a n h ã s e g u in te , s a i a esm o. C om o e d e s p e rd iç a rá a v a n ta g e m ú n ic a d a d iv e rs id a d e

n ã o p la n e jo u , n o m e io d o e n g a rra fa m e n to você de lu g a re s. P la n e ja n d o , você p o d e rá o p ta r p e lo

se descobre a c o m p a n h a n d o a m u ltid ã o q u e v a i tip o de p ra ia a seu g o s to . O u ta lv e z p re fira u m a


s e m p re a o m e sm o lu g a r, a o m e sm o te m p o , p o r e s tâ n c ia h id ro m in e ra l c o m c lim a de tip o e u ro ­
u m a e s tra d a q u e n ã o é a m e lh o r. p e u o u a e x c ita ç ã o d a flo re s ta , d o rio c a u d a lo s o .
É p o ssíve l q u e você d eixe de co n h e c e r u m lu g a r
C an sa d o e a b o rre c id o , você se h o s p e d a n a q u e le
m a ra v ilh o s o p o rq u e lh e disse ra m q u e o acesso
h o te l ca ríssim o de q u e lh e fa lo u u m a m ig o , p a ra
era o p io r possíve l e qu e n ã o h a v ia h o te l a lg u m .
lo g o d e s c o b rir q u e n e m se m p re os p reços in d i­
ca m q u a lid a d e . E assim , de e n g a n o em e n g a n o , P la n e ja n d o , você sa b e rá q u e a e s tra d a fo i a s fa l­
você v o lta p a ra casa p a ra d e s c o b rir q u e d e ix o u ta d a e q u e u m h o te l fo i c o n s tru íd o n a c id a d e z i-
de a p ro v e ita r o m e lh o r d a via g e m . n h a p ró x im a - m u d a n ç a s rá p id a s são fre q ü e n te s
n o tu ris m o b ra s ile iro . É, p o r ta n to , fu n d a m e n ta l
N a d a d o q u e você le u é exa g e ro . Se você tive s­
q u e você se p re p a re p a ra sua v ia g e m . A ssim ,
se p la n e ja d o to d o s os passos d a v ia g e m , co m
q u a n d o suas fé ria s tiv e re m c h e g a d o a o fim , você
ce rte za n ã o te ria tid o n e n h u m a d ific u ld a d e .
v o lta rá tra n q ü ilo e re fe ito a o tra b a lh o .

A. Certo ou errado?

O texto afirma que

C E
1. o sucesso de uma viagem depende de um bom planejamento.
2. é complicado viajar pelo Brasil sem planejar, porque se trata de um país de grandes distâncias.
3. se em países de excelente infraestrutura turística os guias de viagem são importantes, no Brasil são mais ainda
porque o brasileiro não tem o hábito de planejar suas viagens.

4. muitas vezes informações erradas impedem você de aproveitar as atrações mais importantes do local.

232
B. Transforme as orações.

Disseram que não havia hotel algum. (Que não havia nenhum hotel)
i/o c l não teo-e nenhuma difjicuddade, l/ocè não teo-e difjicuíídade afyuma,

1. Ele não convidou nenhum amigo.

2. Nós não tivemos nenhuma chance no concurso.

3. Meus parentes não me mandaram nenhuma notícia.

4. Fiz tudo sem nenhuma ajuda.

5. Nenhum sócio teve lucro neste negócio.

6. Hoje, não atenderei nenhum cliente.

7. Nenhum jornal deu a notícia.

8. Nenhuma resposta está certa.

9. Nenhum plano deu certo.

10. Nenhum dinheiro comprará nosso voto.

A. Leia a frase dada e, em seguida, faça a sua, usando o verbo deixar com o mesmo sentido.
Esta música me deixa triste. (Torna-me triste)

A noticia, (jue o-ocê nos trouxe, deixou-me, ftetfiz,

1. Ele deixou o emprego. (Ele saiu do emprego / largou o emprego)

2. Ele não me deixou falar. (Ele não permitiu que eu falasse)

3. Deixe tudo como está! (Não mexa em nada!)

233
B. Faça uma frase para cada 1 [ura, usando o verbo deixar.

A. Leia a fras ) sentido.


(/ocê deixou. de, apmoo-eitar o meOvo^ da. watpem, (Você não aproveitou)

/Vós deixamos de convidar o Otáv-io, p orjue tiv-emospmoèdemas com ede. (Nós não convidamos)

1. Não deixe de ir à festa! (Vá à festa!)

2. Ele deixou de fumar. (Ele parou de fumar.)

3. Ele deixou de pensar nela depois que ela o deixou. (Ele parou de pensar nela / ela o largou.)

B.
deixar — deixar de

1. Não deixe de assistir ao filme.

234
2. Se você quiser ter saúde, deixe de fumar.

3. Eie não deixou ninguém entrar.

4. Ele não me deixa falar.

5. Não deixe de me telefonar!

6. Deixe o rapaz ir embora.

7. Ele deixou a sala quando eu entrei.

8. Deixe o livro em cima da mesa, por favor.

9. Não deixe de falar com ele. É importante.

10. Deixe de falar sobre seus problemas! Pense em outra coisa!

C. jnmeira vez qu e seu amsgo vai fazer uma viagem mternaac


i J ^ í |• * .ST i | > * i» f
3lavras sublmr idas por formas do verbo deixar e deixar di

;XXX^XX>0<X)OKXXXXXXXXXX^<XXXX><C^^
V
Caro Doiton
/

Peeta eaaprimeira o-iapem internacionad Permita-me dar-Vke adpane coneellioe, /Vão eaia do /votei

em eme docamentoe. /Vão oe Varpae m Vapor adpom. Caidado com em dinheiro. A Vínpaa eetranha
pode dazer roce fic a r confieo) m e nãoperca a caVma, A proreite tado o (jae opaíe Vhe oferecer,
v
■ //(p a r é eempre am prande experiência. <$
O
• -
ò
O Pare de traíaVhar atn oa doie diae antee dapartida. Aeeimf roce te rá tempo de tomar ae áitimae
/•
proridenciae com odpama tran(jaiVidade. Mande notíciae.

M m aíraqo.

Peiip e
A

Cx><XxXXXXXXXKX>-< V a: XXXXXXXX A A A /
M O R A R — P e rfe ito MORAR — Mais-que-perfeito
Que eu tenha morado Que nós tenhamos morado Se eu tivesse morado Se nós tivéssemos morado
Que você Que vocês Se você Se vocês
Que ele tenha morado Que eles tenham morado Se ele tivesse morado Se eles tivessem morado
Que ela Que elas Se ela Se elas

M O R A R — F:uturo composto
Quando eu tiver morado Quando nós tivermos morado
Quando você Quando vocês
Quando ele tiver morado Quando eles tiverem morado
Quando ela Quando elas

Os tempos compostos do subjuntivo indicam ações terminadas. Eles são usados nas mesmas
condições dos tempos simples do subjuntivo.

Exemplo:

Duvido que ele tenha vendido a casa.


Duvidei que ele tivesse vendido a casa.
Ele comprará uma fazenda quando tiver vendido suas ações.

Os tempos compostos do Modo subjuntivo, perfeito (tenha falado), mais-que-perfeito (ti­


vesse falado) e futuro composto (tiver falado) correspondem aos mesmos tempos do Modo
indicativo. Eles são introduzidos apenas porque a estrutura da frase exige o subjuntivo. Se
não fosse assim, o indicativo seria usado.

— Ele foi?
— Duvido que tenha ido.
— Ele disse que tinha tido problemas.
— Eu sei. Lamentei que ele tivesse tido problemas.
— Até lá, terei terminado isto.
— Ótimo. Daremos uma festa quando você tiver terminado.

236
Pretérito perfeito do subjuntivo (tenha morado)

A. Quem disse isto?


— Eu não disse. Talvez eie tenha dito.

1. — Quem trouxe essas coisas? —

2 .— Quem mandou este e-mail? —

3. — Quem levou minhas chaves? —

4. — Quem pagou a conta?

5. — Quem viu o ladrão?

B. — Eie perdeu todos os documentos.


— Não é possível! Não acredito que ele tenha perdido todos os documentos!

1. — Eles saíram de casa tarde. Não sei se chegaram ao aeroporto na hora.


— Tomara q u e _________________________________________________________________
2. — Imagine! Ele convidou todo o mundo para a festa!
— Todo o mundo?! Não é possível q u e __________ todo o mundo! É muita gente!
3. — Ele teve problemas, mas não desistiu.
— Eu sei. Embora e le ___________________________________________________________
4. — Mônica disse que Luciana desistiu da ideia.
— Não acredito. Duvido que Luciana______________________________________________
5. — Você acha que ele fez bobagem?
— Acho. Receio que e le _________________________________________________________

237
B. Foi você? Foi você quem disse aquilo? Duvidei que você tivesse d ito aquiio.

1. Você tinha tido coragem de protestar, mas ninguém acreditou. Todo mundo duvidou qu e _

2. Vocês só chegaram às 7h? Pensei que vocês_____________________________________às 6h.

3. Você trabalhou mesmo no domingo? Eu não acreditei que você_________________________

4. Eles foram de ônibus? Pensei que eles_____________________________________de avião.

5. Ele fez o trabalho em três horas, mas eu não acreditei. Eu duvidei que e le_________________

238
i
C. Desenvolva a parte em negrito da frase, usando o Mais-que-perfeito do subjuntivo.

1. Com tempo, eu o teria convencido. S& &a ttV&ggej tid o t&ínpo^ e>a o t&ria cowôttcido,
2. Falando com ele, a gente teria resolvido o problema. Se a gente_____________________________

3. Sem autorização, não teríamos entrado._________________________________________________

4. Sem sua ajuda, eu não teria feito o que fiz._______________________________________________

5. De avião, você já estaria lá._____________________________________________________________

6. Com sol, a gente teria ido ao clube.______________________________________________________

7. Com chuva, o piquenique teria sido um fracasso.__________________________________________

8. Com jeito, teríamos conseguido um desconto.____________________________________________

9. Com um bom xarope, ele já teria acabado com esta tosse.__________________________________

10. Dependendo de nós, tudo teria sido diferente.___________________________________________

Futuro do subjuntivo composto (tiver morado)


A. Quando eu vou poder sair daqui?
- Só depois que você tiv e r term inado
seu trabalho.

— Quando eles vão se casar? (alugar uma casa) S ó depois ja e , tiw r w adubado m a com,

(comprar móveis) — Só depois q u e _____ — tiv e r terminado o trabalho.

(ter aumento de salário) — Só depois que

(conseguir uma promoção) — Só depois que

(fazer um bom pé-de-meia) — Só depois que

239
B. Lida a carta, eu a responderei. Quando eu tiver lido a carta, eu a responderei.
1. Lido o livro, vocês farão um resumo.
Quando vocês tiv e re m ___________________________________________________________

2. Escrita a carta, eu a mandarei.


Quando _______________________________________________________________________

3. Feitas as compras, poderemos ir para casa.


Assim q u e ________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
4. Feitas as contas, você verá que nosso lucro é pequeno.
Depois q u e _______________________________________________________________________________________________

5. Acabada a reunião, a gente irá embora.


Logo q u e __________________________

6. Compradas as passagens, poderemos tomar o trem.


Logo q u e ____________________________________

7. Feitos os cálculos, poderemos dar nosso preço.


Assim q u e _______________________________

8. Posta a mesa, poderemos almoçar.


Depois q u e ____________________

9. Atendido o últim o cliente, o dentista fechará o consultório.


Assim q u e _________________________________________

10. Terminados os exames, terei tempo para viajar.


Depois q u e ________________________________

C. Relacione e complete as frases com os verbos no tempo adequado.

— Nossa casa está pronta. Quando poderemos nos mudar?

— Logo que a loja pintara casa

o jardineiro fazer os armários t/o-zr fe ito os OLrmrios,

o marceneiro pôr a casa em ordem

os pintores entregar o fogão

a Companhia de Energia Elétrica plantara grama

a faxineira ligar a luz


f 1

D .Complete as frases com o perfeito, mais-que-perfeito ou futuro composto do su


(tenha, tivesse ou tiver falado).
Quando você tiver me dado s u
(acabar) Quando eu tiv e r acabado meu trabalho, falarei com ele. endereço, eu o levarei para casa
Não posso me atrasar.
Termine cada uma das frases com palavras suas.

1. (insistir) Eu não teria vindo se você nã o____________________


2. (terminar) Logo que e u _____________________ __ , falarei com ele.
3. (receber) Embora n ã o ______________________ _, fiquei contente.
4. (conseguir) Embora não ___, não vou desistir.
5. (insistir) Mesmo q u e ___ , não teria conseguido nada.
6. (chegar) Tomara que___
7. (ver) Era possível q u e __
8. (concluir) Volte para casa assim q u e .
9. (ser) Embora___________________ ., ninguém a reconheceu.
10. (distribuir) Q u a n d o _________ ______, irei embora.
11. (receber)Telefone-me quando.
12. (entender) Embora j á _______ , ela continuou fazendo perguntas.
13. (perder) Fiquei aborrecido que meu time _________________o jogo. Nós queríamos tanto que ele ganhasse...

14. (fazer) E m bora_____________________ ninguém se lembrava dele.


15. (comprar) E m bora__________________ _um carro esporte muito moderno, ele só dirigia, no máximo, a 40 km
por hora.

Família de palavras

A.
1. cantar oointor

2. escrever e ^& rito r

3. traduzir _______

4. pintar _______

5. inventar _______

6. esculpir _______

7. administrar _______

8. dirigir _______

9. cobrar _______

10. comprar ______

11. vender ______

12. pagar ______

13. ganhar ______

14. perder ______


C. Complete.
1. jornal jtn a tis to .

2. dente __________

3. tênis __________

4. piano __________

5. violino __________

6. violão __________

7. arte __________

8. massagem __________

9. motor __________

10. samba __________

242
Intervalo

Asa-Branca
Quando olhei a terra ardendo

Qual fogueira de São João

Eu perguntei a Deus do céu

Ah! Por que tamanha judiação

Eu perguntei a Deus do céu

Ah! Por que tamanha judiação

Asa-Branca é um clássico popular brasileiro, conhecido e cantado pelo país afora. É música típica do Nordeste, tanto pelo
ritmo quanto pelo tema — a seca, drama que atinge, periodicamente, extensa área dessa região.

Responda.
1. Aponte, na letra, as palavras ligadas à ideia de sol e de falta de chuva.

2. "Até mesmo a asa-branca / Bateu asas do sertão". Este fato é significativo. Por quê?

3. Apesar de muito triste, o sertanejo está otimista. Explique.

Garota de Ipanema
Olha que coisa mais linda

Mais cheia de graça

É ela a menina que vem e que passa

Num doce balanço a caminho do mar

Responda.
1. Como você imagina a garota de Ipanema? Justifique.
2. Fale sobre o poeta. O que você sabe sobre ele? Justifique.
3. Indique a passagem da canção que diz que
a. o poeta vê a garota vindo em sua direção e, depois, indo embora.
b. a garota anda calmamente em direção à praia.
c. a garota está sozinha. O poeta também.
d. a garota não tem ideia do efeito que sua passagem provoca.
e. a passagem da garota, tão linda, transforma o mundo.
Texto narrativo

Riquezas do Brasil: o caft

Depois dos engenhos de açúcar no Norte e Nordeste, foi a vez da mineração do


ouro no século XVIII em Minas Gerais. Em meados do século XIX, no entanto,
com as minas já decadentes, surgiu, na região Sudeste, a cultura do café. Esta
seria uma fonte de riqueza tão grande ou maior ainda que as anteriores. Ini­
ciando sua marcha no Rio de Janeiro, a cultura cafeeira foi se estendendo em
direção a São Paulo pelas fazendas do Vale do Paraíba, dando origem, nessa re­
gião, a diversas cidades como Pindamonhangaba, Taubaté, Guaratinguetá, São
José dos Campos. Mais tarde, descobriu-se, no interior paulista, a terra roxa*,
fertilíssima para o plantio de café, e a marcha tom ou esse rumo. As fazendas
do Vale do Paraíba, que já apresentavam terras cansadas, entraram, então, em
decadência.

O interior paulista cobriu-se de fazendas. Apareceram as estradas de ferro, e


cidades como Campinas e Ribeirão Preto cresceram rapidamente.

Até aquele tempo, a mão de obra era escrava, mas a abolição ia chegar e seria Avenida Paullsta' Sao paul°-
preciso substituir os escravos por outros trabalhadores. Era necessária a imigração e ela veio. Os italianos, "os colonos", inva­
diram São Paulo com suas tradições, costumes e língua, introduzindo novos hábitos na vida dos paulistas. E vieram, ta m b é r
entre outros, os alemães, os espanhóis, muitos portugueses, árabes, turcos, japoneses, judeus de todos os cantos, todos eles
dando sua contribuição para a criação de um povo com perfil especial. Os paulistas são, sim, brasileiros, mas quase sempre
ligados a outros povos, a outras paisagens.

O café, já anos antes, tinha feito nascer uma nova "aristocracia" — a dos "barões do café"— constituída de grandes fazende -
ros brasileiros, do Vale do Paraíba, que acumularam fortunas fabulosas e viviam como verdadeiros nobres abastados.

Com a riqueza trazida pelo café, São Paulo, cidade provinciana, acanhada, começou a se transformar, abrindo novas ruas
avenidas e bairros, por onde corria m uito dinheiro.

Uma avenida tornou-se o símbolo de toda esta riqueza, a Avenida Paulista, com suas mansões e palacetes. Hoje, estas resi­
dências cederam lugar a imensos edifícios, muitos deles sedes de bancos, que continuam, por assim dizer, símbolos de pode'
e riqueza.

* Terra de cor vermelha, em italiano "terra rossa'


Daí veio a expressão deturpada em português, terra roxa

Responda*
1. Por que se fala em "marcha do café"?

2. A abolição da mão de obra escrava não abalou a produção do café. Por quê?

3. Como era São Paulo antes do café? Qual foi a influência do café sobre o desenvolvimento de São Paulo?

4 .0 que você sabe sobre "os barões do café"? £


o

£
5. Que efeito teve sobre São Paulo a vinda em massa de imigrantes I
a
italianos?

6. A população paulista tem um perfil diferente do restante dos

brasileiros. Explique.

7. Em cem anos, a Avenida Paulista foi construída duas vezes. Explique.

244
Beatriz: — Então ele me perguntou: — Você quer sair Beatriz: Eu lhe disse que tinha sido convidada para
comigo à noite? uma festa e não podia deixar de ir.
Cecília: — Não consigo ouvi-la, Beatriz. Fale mais alto. Cecília: E era verdade?
Beatriz: — Então ele me perguntou se eu queria sair Beatriz: Não. Depois fiquei com pena dele e lhe
com ele à noite. disse: — Não me leve a mal. Telefone-me
Cecília: — E o que foi que você respondeu? um dia desses.
Beatriz: — Eu lhe respondi: — Sinto muito, mas não dá. Como?
Cecília: - O que foi que você lhe respondeu, Beatriz? Beatriz: Eu lhe disse para não me levar a mal e
Beatriz: — O telefone está uma droga. Eu lhe respondi que telefonar-me um dia qualquer.
sentia muito, mas não dava. Cecília: F. agora?
Cecília: — E daí? Beatriz: Agora estou sozinha aqui em casa,
Beatriz: — Eu lhe expliquei: — É que fui convidada para sentada ao lado do telefone, à espera
uma festa e não posso deixar de ir. de que ele se lembre de mim.
Cecília: — Como? Fale mais alto. Sou mesmo uma boba, Cecília!

Discurso indireto

I. Reprodução posterior
Discurso direto Discurso indireto
Declarações
— Eu estou cansado porque trabalhei muito hoje. Ele disse que estava cansado porque tinha trabalhado muito
Amanhã trabalharei menos. naquele dia, mas que trabalharia menos no dia seguinte.
Perguntas
Onde você mora? Você pode me ajudar? Ela perguntou onde eu morava e se eu podia ajudá-la.
Ordens
Fique quieto! Não diga nada sobre isto! Ele mandou-me ficar quieto e não dizer nada sobre aquilo,
ou
Ele mandou que eu ficasse quieto e não dissesse nada sobre
aquilo.

Discurso direto Discurso indireto Discurso direto Discurso indireto


este aquele
Presente do indicativo ou subjuntivo Imperfeito do indicativo ou subjuntivo
aqui lá
Perfeito do indicativo ou subjuntivo Mais-que-perfeito do indicativo
hoje naquele dia
ou subjuntivo
agora naquele momento
Futuro do presente Futuro do pretérito
ontem no dia anterior,
Futuro do subjuntivo Imperfeito do subjuntivo na véspera
amanhã no dia seguinte

245
O dentista falou para a moci
— Fique quieta e nao feche a
A. Ttinei este trabalho, disse ele.
Ele disse que estava contente porque tinha terminado aquele trabalho.
1. — Eu moro num apartamento perto do centro e vou para o escritório a pé, explicou-me ela.

2. — Meu telefone está quebrado, por isso não pude telefonar-lhe ontem, disse-me ele.

3. — Amanhã, sairemos bem cedo e só voltaremos no fim do dia, avisou-me ela.

4. — Não quero que você fale sobre isto com ninguém, advertiu-me ela.

5. — Quando eu tiver mais dinheiro, comprarei uma chácara. Adoro a vida no campo, disse ela.

B. endereço dele? perguntou-me eia.


Ela me perguntou se eu sabia o endereço dele.
1. — Quanto custou o conserto da máquina?, quis saber o marido.

2. Meu filho perguntou: — A gente vai a pé até lá? Você sabe quando a gente vai chegar lá?

3. — Vocês viram meu guarda-chuva?, perguntou Mariana.

4. — A moça quis saber: — 0 que vocês farão agora?

5. — Você quer que eu fique?, perguntou ela.

C. - Espere um pouco! disse-me ela.


Ela me disse para esperar um pouco.
Ela me disse que esperasse um pouco. — Tenha paciência! Não perca a cabeça!,
aconselhou-me Virgínia
1. A mãe disse para o menino: — Tire o cotovelo da mesa!

% %1
2 .0 dentista falou para a mocinha: — Fique quieta e não feche a boca!

3. Esteja aqui às 5 horas!, disse-me Carolina.

4. — Tenha paciência! Não perca a cabeça!, aconselhou-me Virgínia.

5. — João chamou a mulher: — Veja o que fiz!

246
1
II. Reprodução imediata

Discurso direto Discurso indireto

/ À
Você vai comigo ao cinema? 0 que ele está perguntando Ele está perguntando (perguntou)
(perguntou)? se você vai com ele ao cinema.

Ah! Não posso. Tenho um - Ela disse que não pode porque
compromisso.

O que ela disse?


Que pena!

Na reprodução imediata, os tempos verbais do discurso direto se mantêm no discurso indireto.

A. Reproduza imediatamente.
— Não vamos sair hoje porque está chovendo.
Edes estão dizendo jae /fáo v-ão sa ir hojeporojae está ehov-endo,

1. — Não estou entendendo nada, diz o aluno.

2. — Você fez tudo errado, está reclamando meu chefe.

3. — Vocês fizeram tudo errado, está reclamando nosso chefe.

4. — Amanhã, vocês farão tudo de novo, disse ele.

5. — Isso vai dar certo?, ele perguntou.


B. Complete o diálogo.
Na estação do m e trô

— Cuidado, Jorge! Não pise na faixa amarela! É perigoso. Os trens passam muito perto da plataforma.

— Como?! O que você disse?

— Eu disse____________________________________________________________________________

— Ah!, desculpe; não estou ouvindo. Fale mais alto!

— Eu já estou gritando. Você é surdo?

— O quê?

C. Leia o diálogo e depois passe o para o discurso


indireto (reprodução posterior).

O capitão Rodrigo, tom ando seu terceiro copo, disse:


— Pois garanto que estou gostando deste lugar. Quando entrei
em Santa Fé, pensei cá comigo: Capitão, pode ser que você só
passe aqui uma noite, mas também pode ser que passe o resto
da vid a ...
Um cheiro de lingüiça frita espalhava-se no ar.

Rodrigo sorriu e começou a bater com a mão no balcão:


Como é, amigo Nicolau, essa lingüiça vem ou não vem? Do
fundo da casa, o vendeiro respondeu:
Tenha paciência, patrão.

(Trecho de "Um Certo Capitão Rodrigo"de Erico Veríssimo em 0 Tempo e o Vento. Editora Globo S.A.)

248
O capitão Rodrigo, tom a n d o o seu terceiro copo, disse que...

Agora leia o texto que você produziu. Melhore-o, substituindo palavras repetidas, eliminando palavras desnecessárias,
corrigindo possíveis erros, etc. Torne seu texto agradável e correto.

D. Leia a história e narre-a em discurso indireto. Comece assim:


Ontem...

249
0 capitão Rodrigo, to m a n d o o seu terceiro copo, disse que...

Agora leia o texto que você produziu. Melhore-o, substituindo palavras repetidas, eliminando palavras desnecessárias,
corrigindo possíveis erros, etc. Torne seu texto agradável e correto.

Dé Leia a história e narre-a em discurso indireto. Comece assim:


Ontem...

249
E. Leia os quadrinhos. De| is. conte a história, usando sempre o discurso indireto, começando assim:
Ontem...

As Aventuras da Família Brasil


Preciso de 0 que eu
Você não
dinheiro para o dei ontem era para
especificou
um mês.
supermercado. de que ano.

SERÁ HOMEM 0 QUE VOCÊS ELE É QUEM

Adaptado de Luís Fernando Veríssimo, AventurasdaFamíliaBrasil, Objetiva, 2003.

I. Voz passiva com ser: Eu fur convidada para uma festa.


Formação:
Forma-se a voz passiva com o verbo auxiliar ser, conjugado em todas as suas formas, seguido do particípio do verbo principal.
Este particípio concorda em gênero e número com o sujeito.

......
Voz ativa Voz passiva
......... ... ............... ....... .. .......... ......................... ........... — .....................

Todo mundo lê este jornal. Este jornal é lido por todo mundo.
Todo mundo lia este jornal. Este jornal era lido por todo mundo.
Todo mundo leu esta notícia. Esta notícia foi lida por todo mundo.
Todo mundo lerá esta notícia. Esta notícia será lida por todo mundo.
Todo mundo leria esta notícia. Esta notícia seria lida por todo mundo.
Todo mundo está lendo estes artigos. Estes artigos estão sendo lidos por todo mundo.
Todo mundo estava lendo estes artigos. Estes artigos estavam sendo lidos por todo mundo.
Todo mundo tem lido estes artigos. Estes artigos têm sido lidos por todo mundo.
Todo mundo tinha lido estas cartas. Estas cartas tinham sido lidas por todo mundo.
Quero que os alunos leiam este livro. Quero que este livro seja lido pelos alunos.
Eu quis que meus amigos lessem este livro. Eu quis que este livro fosse lido pelos meus amigos.
Vocês entenderão tudo, quando lerem estas cartas. Vocês entenderão tudo, quando estas cartas forem lidas.

Observação: O agente da passiva pode ou não aparecer.

Exemplo: Os homens demoliram a casa. Exemplo: A casa foi demolida.


Mas você sabe que as luzes são
ser apagadas.
Eu sei, mas parece que o Renato não sabe.
E a loja? Por que você não limpou a loja hoje?

(limpar) — Eu não limpei a loja hoje porque eu já tinha

Mas a loja tem que ser todo dia. É novidade para você?
Bom...

(entregar) — E as encomendas? Foram

Foram, faz tempo. Nós já tínhamos _ _ todas quando a


senhora chegou.
Ótimo.

ií. Voz passiva com verbos auxiliares poder, precisar, dever, ter que, te r de.

Não podemos comprar esta casa. Veja o preço! — Esta casa não pode ser comprada por nós. Veja o preço!
— Eu devo pagar as contas hoje. As contas devem ser pagas hoje.
Alguém precisa dizer a verdade. — A verdade precisa ser dita.
- Eu tenho de resolver o problema já. O problema tem de ser resoivido já.

A. Alguém precisa dizer a verdade.

A rerdadeprecisa, ser dita,

1. Sinto muito. Nada pude fazer.______

2. Vocês têm de recebê-lo bem. Afinal ele é o nosso melhor cliente..

3. Não devemos enganar estas crianças.______________________

4. Precisamos fazer o trabalho rapidamente.__________________

5 .0 povo deve proteger as árvores.________________________

6. Temos que abrir o escritório no domingo. Vai haver uma reunião.

7. Tomara que ele possa ler o bilhete.___________________________

8. Você deve trancar a porta e fechar todas as janelas._____________

9. Talvez ele pudesse explicar o acidente, mas ele não quer falar disso.

10. Duvido que você precise assinar o contrato. Em todo caso

252
B. Compiete com o tempo adequado. Use a voz passiva.

1. (contratar) Ontem, eles______________________ pela companhia.

2. (fazer) Antigamente, o p ã o ___________________ __em casa.

3. (dar) Ouça! A notícia________________________ agora.

4. (demolir) Você quer saber se aquela casa antiga _ ________________ pela Prefeitura?
5. (analisar) Este contrato n ã o __________________ com cuidado. Agora são só problemas,
6. (ver) Ultimamente, o J o rg e __________________ por aqui. Que estranho!

7. (vender) No ano que vem, todo o nosso estoque _

8. (receber) Ele n ã o ___________________________ pelo diretor se não fosse amigo dele. Nada como ter am igos...

9. (aumentar) Nossos salários__________________ ________ uma vez por ano.


10. (sacudir) Ontem à noite, a c id a d e _____________ _____________ por um terremoto. Um horror!

11. (informar) Escreva-me logo q u e ______________

12. (avisar) Ele me disse que já sabia de tudo. E le ___ _________________por Eduardo um dia antes.

13. (pôr) Ontem à noite, quando entrei, vi que a mesa _____________________ para o jantar, mas não havia
ninguém em casa.

14. (resolver) Se o p ro b le m a ____________________ no ano passado, não teríamos tantas dores de cabeça
agora. Mas não f o i...

15. (dar) Amanhã à tarde, quando a n o tíc ia ________ ___________ , estaremos longe daqui, bem longe!

Formação:
Usa-se a 3â pessoa verbal, singular ou plural, concordando com o sujeito, mais a partícula se.
Vende-se um apartamento = (Um apartamento é vendido)
Vendem-se casas = (Casas são vendidas)

A. Uma loja é a lu g a d a na rua principal.


Aiuga-se uma loja na rua principal

1. Uma casa é alugada na praia. _____________

2. Motoristas são admitidos. ________________

3. Informação é dada. _____________________

4. Informações são dadas. __________________

5. Professores de informática são procurados. _

6. Duas salas são alugadas. _________________

7. Um cão foi perdido. _____________________

8. Todos os documentos foram perdidos. _____

9. Silêncio é pedido. ______________________

10. Português é falado aqui. _________________

11. Recibos são sempre exigidos. _____________

253
12. Móveis são consertados.

13. Clientes são atendidos a partir das 10 horas. Antes não!

14. Durante vários anos, Português era ensinado aqui.

15. Daqui, tudo foi visto.

B. >rbo na frase e classifique-o no quadro ao lado, como se pede.


VOZ MODO
Nesta cidade veem-se muitas casas antigas. ativa - passiva indicativo - subiuntivo

1. Todos tinham lido a notícia.


2. Calculara-se mal o custo da obra.
3. Sem garantia, eu teria desistido.
4. Do trem, avistava-se a torre da igreja.
5. Plantou-se café em toda esta região.
6. Não me aceitaram como sócio.
7. Ele será atendido rapidamente.
8. As perguntas têm de ser respondidas.
9. Observem-se as normas de trânsito.
10. Talvez ela não tenha entendido.
11. Tudo foi feito rapidamente.
12. Ele tinha medo que o plano não fosse
aceito pela diretoria.

C. Tomando a palavra televisão como centro de ação, faça uma série de frases, nas vozes ativa e passiva,
empregando os seguintes verbos: comprar, ver, vendar, ligar, desligar, consertar, trocar, regular.

Exemplo: Ontem, o técnico consertou nossa televisão.


Esta televisão foi comprada com garantia de um ano.

Faça outras frases com as palavras.

livro

ler

escrever

comprar

emprestar

vender

publicar

guardar

perder

dar

criticar

254
casa

comprar ______________________________________________

a lu g a r________________________________________________

vender _______________________________________________

pintar ________________________________________________

re fo rm a r______________________________________________

a u m e n ta r_____________________________________________

co n s tru ir______________________________________________

d e co ra r_______________________________________________

h e rd a r________________________________________________

d e m o lir_______________________________________________

in v a d ir_______________________________________________

d e ix a r________________________________________________

D. Fucio fui frito ;><>: •*iu.


Ela fez tudo.

1. As condições propostas foram aceitas por todos os presentes.

2. Fomos acolhidos carinhosamente por eles, na festa.

3 .0 trabalho será feito por um grupo de especialistas. Ainda bem...

4. A situação seria analisada pelo chefe do departamento.

5. A notícia tinha sido publicada em todos os jornais. Um tremendo escândalo!

6. Todos os candidatos poderão ser aceitos. Todos são bons e há vagas para todos.

7. Não fomos vistos por ninguém, graças a Deus!

8. O livro foi traduzido por um jornalista.

9. Você será orientado por qualquer pessoa daqui. Todos têm condições de ajudá-lo. (° S d IJ jT i^ ç c r) °)

10. Muitos livros foram vendidos ontem. COMPRO


E VENDO
LIVROS
ENTRE

11. Iniciou-se a reunião com muito atraso.

12. Vendem-se estas lojas.


13. Sinto muito, mas encerraram-se as inscrições ontem.

I
14. Logo depois do assalto, prenderam-se todos os bandidos.

15. Naquele dia, entrevistar-se-iam os últimos candidatos.

v ,u i i l c a iu

Segurança
0 ponto de venda mais forte do condomínio era a sua segurança. Havia as belas casas, os jardins, os playgrounds, as piscinas,
mas havia, acima de tudo, segurança. Toda a área era cercada por um muro alto. Havia um portão principal com guardas
que controlavam tudo por um circuito fechado de TV. Só entravam no condomínio os proprietários e visitantes devida­
mente identificados e crachados. Mas os assaltos começaram assim mesmo. Ladrões pulavam muros e assaltavam as casas.

Os condôminos decidiram colocar torres com guardas ao longo do muro alto. Nos quatro lados. As inspeções tornaram-se
mais rigorosas no portão de entrada. Agora, não só os visitantes eram obrigados a usar crachá. Os proprietários e seus fami­
liares também. Não passava ninguém pelo portão sem se identificar para o guarda. Nem as babás. Nem os bebês.

Mas os assaltos continuaram.

Decidiram eletrificar os muros. Houve protestos, mas no fim todos concordaram. O mais importante era a segurança, Quem
tocasse no fio de alta-tensão em cima do muro morreria eletrocutado. Se não morresse, atrairia para o local um batalhão de
guardas com ordens de atirar para matar.

Mas os assaltos continuaram.

Grades nas janelas de todas as casas. Era o jeito. Mesmo se os ladrões ultrapassassem os altos muros, e o fio de alta-tensão,
e as patrulhas, e os cachorros, e a segunda cerca de arame farpado, erguida dentro do perímetro, não conseguiriam entrar
nas casas. Todas as janelas foram engradadas.

Mas os assaltos continuaram.

Foi feito um apelo para que as pessoas saíssem o mínimo possível. Dois assaltantes tinham entrado no condomínio no banco
de trás do carro de um proprietário, com um revólver apontado para sua nuca. Assaltaram a casa, depois saíram no carro rou­
bado, com crachás roubados. Além do controle das entradas, passou a ser feito um rigoroso controle das saídas. Para sair, só
com um exame demorado do crachá e com autorização expressa da guarda, que não queria conversa nem aceitava suborno.

Mas os assaltos continuaram.

Foi reforçada a guarda. Construíram uma terceira cerca. As famílias de mais posses, com mais coisas para serem roubadas,
mudaram-se para uma chamada área de segurança máxima. E foi tomada uma medida extrema. Ninguém pode entrar no
condomínio. Ninguém. Visitas, só num local predeterminado pela guarda, sob sua severa vigilância e por curtos períodos.

E ninguém pode sair.

Agora, a segurança é completa. Não tem havido mais assaltos. Nin­


guém precisa temer pelo seu patrimônio. Os ladrões que passam
pela calçada só conseguem espiar através do grande portão de fer­
ro e talvez avistar um ou outro condômino agarrado às grades da
sua casa, olhando melancolicamente para a rua.

Mas surgiu outro problema.

As tentativas de fuga. E há motins constantes de condôminos que


tentam de qualquer maneira atingir a liberdade.

A guarda tem sido obrigada a agir com energia.

(De Luís Fernando Veríssimo, extraído da revista Veja, de 27/3/85)

256 _____________________
A. Certo ou errado?

De acordo com o texto,

[. ••] 1) no começo, a segurança que o condomínio oferecia era, comercialmente falando, uma vantagem.

[...] 2) depois de certo tempo, só os bebês do condomínio não foram submetidos às exigências das medidas de segurança.

[...] 3) todos os condôminos receberam com entusiasmo a ideia de eletrificar o muro. Afinal, segurança era o objetivo...

[...] 4) os guardas que cuidavam da segurança eram honestos.

[...] 5) os condôminos, no início, podiam sair do condomínio. Depois, não.

[...] 6) os condôminos mais ricos receberam tratamento especial.

[...] 7) no final, as visitas aos condôminos foram totalmente proibidas.

B. ;esponda.

1. Com o tempo, as medidas de segurança foram aumentando. No final, quais eram todas elas?

2. No fim, os ladrões, de fora, observavam o interior do condomínio. Que viam eles?

3. No final, os guardas tinham de vigiar os moradores. Por quê?

C. Quai é a diferença?

o guarda a guarda

........J
a segurança o seguro

a visita o visitante

o condomínio o condômino

a família os familiares
...............................

D. Passe para a voz passiva com ser. Faça as modificações necessárias.

1. É aconselhável que controlem tudo por um circuito fechado de televisão.

2. Se alguém tocasse o fio de alta-tensão, morreria eletrocutado.


3. Haverá sossego só quando o condomínio tom ar medidas de segurança.

4. Os guardas devem sempre fazer um exame demorado dos crachás.

5. No condomínio, os guardas fazem, periodicamente, inspeções rigorosas.

E. Passe para a voz passiva com se.


1. Construíram uma terceira cerca._______

2. Pulavam os muros e assaltavam as casas.

3. Decidiram eletrificar os muros.________

F. •:%v. '■ (?VOZ ativa.


1. Toda a área era cercada por um muro alto._______________________________

2. Foi feito um apelo e reforçada a guarda.___________________________________

3. Além do controle das entradas, passou a ser feito um rigoroso controle das saídas.

Formação:
Forma-se o infinitivo pessoal a partir do infinitivo impessoal. Ele é regular para todos os verbos.

MORAR — Infinitivo pessoal üV


EN
DE
R— Infinitivo pessoal
Eu Morar Nós Morarmos Eu Vender Nós Vendermos
Você Vocês Você Vocês
Ele Morar Eles Morarem Ele Vender Eles Venderem
Ela Elas Ela Elas

PARTIR — Infinitivo pessoal PÔR — Infinitivo pessoal


Eu Partir Nós Partirmos Eu Pôr Nós Pormos
Você Vocês Você Vocês
Ele Partir Eles Partirem Ele Pôr Eles Porem

Ela Elas Ela Elas

258
Emprego
1 .0 uso do infinitivo pessoal é obrigatório quando
a. os sujeitos das duas orações são diferentes.
Ela pediu para (nós) esperarmos.

b. o sujeiro do infinitivo está expresso, não importando se é igual ou diferente do sujeito da oração principal.
Por eles precisarem de dinheiro, trabalharam mais.
Para nós podermos chegar na hora, precisaremos tomar um táxi.

2 . 0 uso do infinitivo pessoal é facultativo quando o sujeito do infinitivo pessoal não é expresso e é o mesmo
da oração principal.

Por não termos tempo, não fomos iá.


A

OU

Por não ter tempo, não fomos lá.

A.
(ter) É necessário (nós) termos paciência.

1. (dizer) Ele pediu para nós_________


________________ tudo.
2. (ficar) É melhor vocês____________

3. (ir) Ela pediu para (nós) n ão________


_______________________ embora.
4. (ser) Eles nos criticaram por (nós)____
______________________ exigentes.
5. (ter) Basta vocês__________________

paciência e tudo se resolverá.


6. (pôr) Para nós___________

a casa em ordem, trabalhamos o dia inteiro.

B.
Para fazer o conserto, cobraram um absurdo.
Para fazerem o conserto, cobraram um absurdo.

1. (querer) Eles complicaram a situação por n ão________________ dar explicações.


2. (estar) Por________________ sem dinheiro, ficaram em casa no domingo.
3. (fazer) Para________________________nosso trabalho, nós vamos pedir sua ajuda.
4. (ter) S e m ________________________ certeza, vocês não poderão decidir nada.
5. (ter) Para n ã o ________________________ problemas, desistiram do plano.
6. (dar) S e m ________________________ ajuda, não vamos receber ajuda.

C. Ela pediu para ele ficar. Elas pediram para eles ficarem.

1. Ela pediu para eu ficar. Elas pediram para n ó s ____________________________


2. Ele disse para você tele fo n a r._________________________________________
3. Eu pedi para ele chegar lo g o ._________________________________________
4. Ela sempre pede para eu aju d a r.______________________________________
5. É bom você ir e m b o ra .______________________________________________
6 .0 ônibus parou para o passageiro descer._______________________________
7.0 carro parou para eu passar._________________________________________
8. Ela chorou por estar tris te .___________________________________________
9. Vi o acidente sem poder aju d a r._______________________________________
10. Antes de fechar o negócio, converse c o m ig o .____________________________

ji>ARhj A oração com infinitivo pessoai pode ser transformada numa oração com conjunção
6) e verbo no indicativo ou subjuntivo.

Ele deu o livro para eu jer.

A. Nas frases que se seguem, sublinhe o infinitivo pessoal e depois transforme-o em verbo do indicativo
ou do subjuntivo. íntroduza a conjunção adequada. Veja o exemplo!
1. Ela explicou de novo para ele compreender. Ela explicou de novo para q u e _____________________________________

2. Eu ri por estar alegre. Eu ri porque_____________________________


3. Eu tomei um táxi por estar atrasado. Eu tomei um táxi porque______
4. Ele insiste para eu aceitar o presente.__________________________
5. Vou trancar as portas por estar com m edo.______________________
6. Ela mudou de ideia sem me consultar._________________________
7. Ele desistiu da ideia depois de avaliar as dificuldades._____________
8. Ninguém vai sair desta sala antes de ser encontrada a minha carteira.

9. Não lhe trouxe nenhum presente por não saber o que lhe dar.

10. Vou protestar em voz alta para todos me ouvirem. Todos!

B. Nas frases que se seguem, sublinhe o verbo que vai ser transformado em infinitivo pessoai. Siga o exemplo.

Ele diz que é grande conhecedor de vinhos.


Ele diz s e r grande conhecedor de vinhos.

1. Ele reclamou porque não foi avisado.


2. Deixe que ele vá a pé.
3. É melhor que vocês esperem aqui fora.

260
4. Eles assinaram o contrato sem que o tivessem lido.
5. Antes que você desista, vamos tentar ajudá-la.
6. É provável que os sintomas desapareçam.
7. Ele nos deu o dinheiro para que o aplicássemos.
8. Nunca imaginei que tivesse tantos amigos aqui.
9. Depois que fizermos o trabalho, ele nos pagará.
10. Ninguém irá à festa sem que tenha sido convidado.

Regência verbai
I. Verbos seguidos de in fin itiv o sem preposição.
Eu odeio trabalhar. Ele te n t o u ajudar.
C o m p le te o b a lã o .

Faça fra s e s c o m os v e rb o s s e g u in te s .

consegu ir_______________________ preferir


d e c id ir__________________________ pretender
desejar__________________________ procurar
dever ___________________________ querer
e v ita r___________________________ saber
o d ia r___________________________ tencionar
p o d e r___________________________ tentar
precisar_________________________

II. Verbos seguidos de preposição + Infinitivo.


Ele a p re n d e u a dirigir em 3 dias. Eles in s is tir a m e m esperar.

Faça fra s e s c o m o s v e rb o s s e g u in te s .

acabar de, p o r______________________________________ ensinara

aconselhara________________________________________ esquecer-se de
acostumar-se a gostar d e _____

ajudara ____ insistirem _____

aprendera _ lembrar-se de _

arriscar-se a __ morrer d e _____

cansar-se d e _ o b rig a ra _____

co m e ça ra ___ parar d e ______

concordar em . pedir para____

consentirem _ p e n s a re m ____

continua ra__ preparar-se para

deixar d e ____ recursar-se a _

desistir d e ___ so n h a re m ____

discordar de _ terminar d e ___

UI. Verbos seguidos de preposição + substantivo,


Ele d e s is tiu d a viagem. Ele s o n h o u c o m o chefe.

Faça fra s e s c o m os v e rb o s s e g u in te s .

acabar com, em __________________ falar com, de, sobre

a c re d ita re m _____________________ fugir d e _________

a g ra d a ra ________________________ gostar d e _______

andar d e ________________________ interessar(-se) por .

cansar(-se) de __ __________________ Iembrar(-se) de —

casar(-se) c o m ____________________ lutar com _______

concordar c o m ___________________ morrer d e _______

contar com _______________________ o b e d e c e ra ______

cuidar d e _______ ________________ p e n s a re m -----------

depender d e _____________________ respondera --------

desistir de _______________________ sofrer d e _______

discordar de ________________ ____ sonhar c o m _____ _

esquecer(-se) d e __________________ viver de _________

Regência nominal
í. Adjetivos seguidos de preposição + in fin itivo .
Estou c o n te n te e m p o d e r ajudar vocês. Ele não é c a p a z d e fa z e r esse trabalho.

Faça fra s e s c o m os a d je tiv o s s e g u in te s .

agradável d e _______________________________________ duro d e


alegre em, por ______________________________________fácil d e ____
ansioso por, p a ra ____________________________________ favorável a
apto a ________ igual a ________
contente em, por interessado em _
contrário a ____ satisfeito por, em
difícil d e ______ triste por, e m __

MGjôtivos seguidos de preposição + su ostãntivo.


Estamos a p to s a o tr a b a lh o .
Estou t r is t e p e la n o tíc ia .

Faça fra s e s c o m os a d je tiv o s s e g u in te s .


agradável para, a ____________________ igual a ________
alegre com, p o r _____________________ interessado em _
ansioso p o r ________________________ parecido c o m __
apto a _____________________________ prejudicial para, a
contente com, p o r ___________________ satisfeito c o m __
contrário a _________________________ semelhante a __
favorável para, a ____________________ triste com, p o r __

A.
1. Todos começaram__ . falar ao mesmo tempo.
2. Ele ajudou-m e_____ colocar tudo na estante.
3. Não go sto_________ viajar com estranhos.
4. Não podemos deixar_________ irá sua festa.
5. O diretor, afinal, consentiu_________ nos receber.
6. Estas crianças não gostam _________ trabalhar.
7. O público morreu _________ rir com as piadas deste cômico.
8. Temos ________ ensinar os novos funcionários_________ trabalhar com estas máquinas.
9. Já era tarde quando nos lembramos. enviar-lhes uma mensagem,
10. Ele cansou-se_________ ajudar-nos fazer nosso trabalho.

B.
1. Este trabalho depende_________ nós. Não podemos desistir__________(ele)
2. Ela só pensa_________ (ele) porque gosta m u ito __________(ele). Ela sonha _ ele todas as noites.
3. Luís se interessa_________ tudo.
4. Eu co n to _________ você. Nãofu ja __________mim!
5. Não pude responder_ seu e-mail.
6. Ontem, sonhei_____ você e hoje, só estou pensando voce
7. Preciso falar ____ você _____ aquele problema.
8. Espero que ele se lembre mim.
9. Pode viajar tranqüila. Nós cuidaremos_________ (a) casa e _ (os) garotos
10. Minha filha vai se casar_________ um rapaz de muito futuro.

C.
1. Estamos ansiosos_________ conhecer o país.
2. Não sei se já estamos aptos_________ prestar o exame.
3. Ela ficou contentíssima_________ receber seu telefonema.
4. Eu estou interessada_________ aprender japonês.
5. Fiquei tris te _________ ter de ir embora.
6. Se a experiência não for bem-sucedida, ele é capaz_________ abandonar tudo.
7. Ele é contrário_________ viajarmos agora.
8. Não estou interessado_________ participar deste projeto.
9. Ele está satisfeito_________ mudar para outro país.
10. Este trabalho não é d ifícil________fazer. Quando as instruções são claras, qualquer trabalho é fá c il_________ fazer.

D. Fiquei alegre com a notícia.


1. Ela ficou muito contente_________ sua visita.
Nosso chefo náo é favorável a mudanças.
2. Neste ponto, ele é parecido_________a mãe.
3. Eles estão aptos_________ (o) cargo.
4. Estou ansioso______________ notíciasdeles.
5. Esta fotografia é ig u a l_________ (a) outra.
6. Esta notícia não foi agradável_________ninguém.
7. Nosso chefe não é favorável_________mudanças.
8. Estamos interessados_________ livros antigos.
9. Eles são sempre contrários_________nossas sugestões e __________nossos planos.
10. Será que o público ficará satisfeito_______ as medidas do governo?

E. Complete com preposição, se necessário.


Depois que Marta aprendeu ___________________________________ falar inglês e francês, achou que estava apta

_______________________________ trabalhar. Decidiu _______________________________ arranjar um emprego.

Estava ansiosa ___________________ ganhar seu próprio dinheiro. Ela não queria nem ___________________ pensar

trabalhar num escritório. Ela não _____________________ g o s ta v a _____________________ ficar horas e horas sen­

tada numa sala fechada digitando relatórios. Ela sonhava _______________________ um trabalho sem rotina e morria

medo de não o encontrar.

Então, ela começou ___________________ ler anúncios de jornal. Como os anúncios eram muitos, Marta pediu _______

Mônica, sua irmã, __________________ ajudar selecionarosanúnciosmais interessantes. Às vezes,

Mônica ficava ca n sa d a___________________ (a) tarefa e reclamava. Marta tentava __________________ compreendê-la.
Intervalo - Provérbios
A. Examine o desenho e escolha o provérbio que se aplica à situação.

B. Converse com seus colegas. Considerem os provérbios acima, um a um. Imaginem situações às quais
eles se aplicariam.

265
A. Relacione.
1. leve como uma pluma ( ) noite sem lua
2. rápido como um raio ( ) uma pedra grande
3. preto como carvão ( ) grande cansaço
4. pesado como chumbo ( ) piche
5. escuro como breu ( ) uma flecha
6. feio como o diabo ( ) seda
7. dorm ir como uma pedra ( ) urubu

B.
1. surdo como uma porta ( ) depois do dia vem a noite
2. tremer como vara verde ( ) quindim
3. doce como mel ( ) Olívia, a mulher do Popeye
4. certo como dois e dois são quatro ( ) café sem açúcar
5. amargo como fel ( ) ver um fantasma
6. magro como um palito ( ) Hein? O que foi que você disse? Hein?

C. Complete as frases com símiles.


1. Ele estava tão cansado que caiu na cama e _____________
2. Ela fez regime rigoroso e agora ______________________
3. Não consegui enxergar nada. A rua estava _____________
4. Eu nem o vi direito. Ele passou por aqui _______________
5. Fale mais alto. Ele não a está escutando. Ele é __________
6 .0 susto foi tão grande que meia hora depois eu ainda __
7. Não consigo carregar sua mala, João. Ela ______________
8. Preciso tirar outra fotografia. Nesta, eu estou ___________
9. Não tenho dúvidas. É isso mesmo o que vai acontecer. É tão
10. Depois do trabalho, as mãos do mecânico ficam _______

D. Faça frases, usando os símiles dados

M: Texto narrativo
A imigração nas regiões Sudeste e Sul do Brasil
Enquanto o Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo davam ocupação ou trabalho
para o imigrante italiano, os estados do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, davam-
lhe possibilidade de tornar-se pequeno proprietário. No Rio Grande do Sul, os imigrantes italia­
nos dedicavam-se à cultura da uva e fundaram cidades como Bento Gonçalves, Caxias e Garibaldi,
famosas por seu vinho.
Região Sudeste
Em 1824, chegaram os primeiros alemães ao Rio Grande do Sul, dando origem à cidade de São Leo­
poldo. Em 1850, Dr. Hermann Blumenau fundou, às margens do Rio Itajaí, em Santa Catarina, uma
colônia que apresentou grande desenvolvimento. Atualmente, a cidade de Blumenau é um gran­
Região Sul
de centro comercial e industrial. Em 1851, surgiu Joinville, outra cidade de origem alemã. Desde
sua chegada, os alemães, e depois seus descendentes, participaram ativamente do desenvolvimento
econômico e cultural do Brasil. Os japoneses só começaram a vir para cá em 1908, mas já constituem um dos maiores grupos de
imigração. Estabeleceram-se, predominantemente, nas áreas rurais. No Estado de São Paulo, os japoneses concentraram-se ao
redor da capital, dedicando-se à cultura das hortaliças. Esta horticultura forma o "cinturão verde", responsável pelo abastecimento
da população da Grande São Paulo. No vale do Paraíba, na região alagadiça, desenvolveram a cultura do arroz, usando a mesma
técnica aplicada em sua terra natal. Demonstrando espírito pioneiro, os japoneses deram impulso, também, à cultura do chá e
da pimenta-do-reino.

267
Há ainda outros grupos de imigrantes no Brasil. Os eslavos fixaram-se no Estado do Paraná. Os sírios e libaneses, desde o fim
do século passado, já vinham para o Brasil. Como a Síria e o Líbano estavam sob o domínio da Turquia, eram registrados como
turcos. Distribuíram-se por todo o território brasileiro, assimilando-se facilmente. Não sendo agricultores, fixaram-se, principal­
mente, nas cidades e dedicaram-se ao comércio.

Os imigrantes são elementos importantíssimos na formação da população brasileira. Se, de um lado, os que para cá vieram
adotaram a nova terra e nela construíram sua nova vida, por outro, o Brasil deve a eles grande parte de seu desenvolvimento.
Seus descendentes, sem dúvida, são agora brasileiros. Cada qual, entretanto, de alguma forma, sente-se ligado ao país de seus
antepassados.

Responda.
1. Que fator atraiu os imigrantes para as terras do sul?
2. De que nacionalidade eram os imigrantes que se dirigiram para o Rio Grande do Sul? A que tipo de trabalho se dedicaram?
3. Quem povoou o vale do Rio Itajaí? O que construíram aí?
4 .0 que é o "cinturão verde"?
5 .0 que sabe sobre a imigração no Paraná?
6. Pode-se dizer que houve uma imigração turca no Brasil? Explique.
7. Diga o que sabe sobre a imigração portuguesa para o Brasil.
8. Conte-nos sobre os movimentos de imigração e emigração de seu país.

Gaúcho, natural do Rio Grande do Sul.


1. ARTIGOS 3. DEMONSTRATIVOS
1.1 Formas 3.1 Formas

Definidos Indefinidos Singular/Plural

Masculino Feminino Masculino Feminino Masculino este(s) aqui/esse(s) aí/aquele(s) ali, lá

Singular o a um uma Feminino esta(s) aqui/essa(s) aí/aquela(s) ali, lá

Plural os as uns umas Neutro isto aqui - isso aí - aquilo ali, lá

1.2 Emprego Artigo Definido 3.2 Contrações com Preposições


Nomes de países - com artigo: o Brasil, a Itália, os Preposições + Demonstrativos
Estados Unidos.
deste(s)/desse(s)/daquele(s)
Algumas exceções: Portugal, Angola, Israel, São Salvador.
de desta(s)/dessa(s)/daquela(s)
Nomes de cidades e de ilhas - sem artigos: Paris, Roma,
d isto-disso-da quilo
Brasília, Cuba.
neste(s)/nesse(s)/naquele(s)
1.3 Contrações e Combinações com Preposições em nesta(s)/nessa(s)/naquela(s)
Algumas exceções: o Rio de Janeiro, o Cairo, o Porto, nisto - nisso - naquilo
o Havre, a Córsega.

Preposições Artigo Definido Artigo Indefinido


4. PALAVRAS INTERROGATIVAS
+ o - a - os - as um uns uma umas 4.1 Formas
-------------- ;-----—— ---------------- ---------------------------------------------- 1
Variáveis
d u m -d u m a - Invariáveis
de d o -d a -d o s -d a s masculino/feminino
duns - dumas
quem
num - numa - o quê?
em n o -n a -n o s -n a s quanto(s) quanta(s)
nuns- numas por quê?
qual qual
pelo - pela - quando?
por X quais quais
pelos - pelas como?
onde?

2. CRASE 4.2 Empregos


Contração da preposição a com o artigo definido a/as Quanto custa o livro?
Quantos funcionários vieram?
2.1 Formas
Qual candidato você prefere?
Preposição Artigo definido (do Quais livros devo comprar?
Contração
(parte do verbo) substantivo feminino) Quem chegou? (= que pessoa ...)
a a à Por que estes livros estão aqui?
a as às O que ele quer?
l______________________ I1
___________ 1
Quando o avião chegou?
2.2 Emprego Quando você chegou?
Com nomes femininos: Onde está Pedro e onde está meu carro?
Vou à farmácia (Ir a + a farmácia) Como ele veio?
5. POSSESSIVOS
5.1 Formas
Pessoa Possessivos
eu meu, minha, meus, minhas
.

você seu, sua, seus, suas seu amigo/sua amiga


seus amigos/suas amigas
ele dele 1 o amigo dele = seu amigo/o amigo dela = seu amigo
> seu, sua, seus, suas
ela dela J os amigos dele = seus amigos/os amigos delas = seus amigos
a amiga dele = sua amiga/a amiga dela = sua amiga
as amigas dele = suas amigas/as amigas dela = suas amigas

nos nosso, nossa, nossos, nossas

vocês seu, sua, seus, suas seu amigo/sua amiga


seus amigos/suas amigas
eles deles 1
y seu, sua, seus, suas o amigo deles = seu amigo/o amigo dela = seu amigo
elas delas J os amigos deles = seus amigos/os amigos dela = seus amigos
a amiga deles = sua amiga/a amiga delas = sua amiga
as amigas deles = suas amigas/as amigas delas = suas amigas

6. GÊNERO - SUBSTANTIVOS
masculino feminino masculino feminino
E ADJETIVOS
o médico a médica o jornalista a jornalista
6.1 Formação famoso famosa o artista a artista
Observações: o professor a professora 0 estudante a estudante
encantador encantadora inteligente inteligente
a) Sempre feminino inglês inglesa . . . . .
. _ industrial industrial
a viagem, a paisagem alemão a ema ..
difícil difícil
a cidade, a idade
simples simples
b) Sempre masculino espanhol espanhola comum comum
o cinema, o sistema, o problema, o poema, feliz feliz
o programa, o mapa, o clima, o dia, bom boa
o sofá, o fubá, o guaraná, o crachá mau má

7. NÚMERO 8. PRONOMES PESSOAIS


7.1 Formas 8.1 Formas 8.2 Empregos
Singular Plural
Sujeito Objeto direto Objeto indireto Reflexivo
-a, -ã, -e, irmã irmãs
eu me me, mim, comigo me
-i, -o, -u —► + -s tatu tatus Pedro me conhece Pedro me telefonou Eu me visto
-al,-el, —► + is papel papéis Ele telefonou para mim
-ol, -ul, —► + is Ele falou comigo
azul azuis
você o, a, -Io, -Ia, -no, -na lhe se
-il —► X +-eis fácil fáceis
ele Pedro o conhece Pedro lhe telefonou Você/ele/ela
-il —► -X +-s gentil gentis ela Pedro quer conhecê-lo se veste

-z F
1 —► +es mulher
rapaz
mulheres
rapazes nós
Pagaram-na a vista

nos nos, conosco nos


-ês ) francês franceses Pedro nos conhece Pedro nos telefonou Nós nos vestimos
— + “S Ele falou conosco
mão mãos
-ão } —► + -ões estação estações vocês os, as,-los,-las, lhes se
pão pães eles -nos, nas Pedro lhes telefonou Vocês/eles/elas
X> + ~ães
elas Pedro os conhece se vestem
-m —► +ns homem homens Pedro quer conhecê-los
-s —► -s lápis lápis Viram-nos ontem

270 ^
9. COMPARATIVO 11. DIM INUTIVO
9.1 Formas 11.1 Formas
Igualdade tão, tanto, -a, -os, -as... como/quanto Palavras em Terminação -inho, -inha
A casa é tão confortável como/quanto o apartamento. -a escola - escolinha
Ele tem tantos problemas quanto eu. -e sorvete - sorvetinho
Superioridade m ais... (do) que -o livro - livrinho
A casa é mais confortável (do) que o apartamento. -z rapaz - rapazinho

Inferioridade m enos... (do) que


A casa é menos confortável (do) que o apartamento. Palavras em Terminação -zinho,
-zinha
a) sílaba final tônica:
9.2 Formas Especiais café cafezinho
(mais) grande —» maior papel papelzinho
(mais) pequeno(a) menor mulher mulherzinha
(mais) bom/boa - 4 melhor b) sílaba final com duas vogais:
(mais) mau/má/ruim -> pior pai paizinho
boa boazinha
c) sílaba final nasal:
10. SUPERLATIVO irmão irmãozinho
10.1 Relativo maçã maçãzinha

Superioridade
o mais... do/da 12. PRONOMES INDEFINIDOS
A casa mais antiga da rua. 12.1 Formas
A melhor casa da rua. Variáveis Invariáveis
o mais ... do/da singular plural tudo
Esta casa é a mais antiga da rua. masculino todo o todos os nada
Esta é a melhor casa da rua. outro outros alguém
qualquer quaisquer ninguém
Inferioridade nenhum algo
o menos... do/da vários cada
A casa menos antiga da rua. feminino toda a todas as
outra outras
A pior casa da rua.
qualquer quaisquer
o menos... do/da
nenhuma
Esta casa é a menos antiga da rua. várias
Esta é a pior casa da rua.

m o Mu
! U.Z Ah soluto 13. PREPOSIÇÕES
LOCUÇÕES PREPOSITIVAS
-0 -4 o + íssimo belo - belíssimo
-e - 4 e + íssimo leve - levíssimo 13.1 Preposições Simples
-vel —► -vel + -bilíssimo agradável - agradabilíssimo
a com de em para sem
10.3 Foirmas Especiais ante contra desde entre perante sob
após por sobre
fácil - facílimo até
difícil - dificílimo
bom/boa - ótim o (a) 13.2 Locuçoes Prepositivas
mau/má - ruim/péssimo(a) ao lado de, através de, apesar de, além de, a fim de, antes
grande - máximo de, atrás de, junto a, junto de, longe de, perto de, depois
pequeno - mínimo de, em vez de, em cima de, embaixo de, em lugar de, por
causa de, de acordo com, por trás de...

271
14. ADVÉRBIOS EM -MENTE 15. CONJUNÇÕES COM SUBJUNTIVO
14.1 Formação 15.1 Com Presente e imperfeito do Subjuntivo
adjetivo adjetivo para que até que
= advérbio afim aeque antes que K
masculino feminino mesmo que sem que ■\ ele venha
embora caso ele viesse
lento lenta lentamente contanto que a não ser que
atencioso atenciosa atenciosamente desde que (condicional) mesmo que
superficial superficial superficialmente
15.2 Com o Futuro do Subjuntivo
14.2 Outros Advérbios quando
depois que
De modo: enquanto

i
sempre que
logo que
Ele fala bem, mal, demais, muito, pouco, bastante, amanhã assim que ele vier
alto, rápido... à medida que
por mais (menos)
que D
como
De tempo: se
Ele vai vir logo, já, ainda, na semana que vem, de
manhã, de noite... 16. ORAÇÕES CONDICIONAIS COM SE
Se ele vier, ficarei feliz.
Ele veio na semana passada, de (à) noite, de (à)
Se ele viesse, eu ficaria feliz.
tarde... Se ele tivesse vindo, eu teria ficado feliz.

CONJUGAÇÃO VERBAL

Modo indicativo Modo subjuntivo Verbos regulares


Tempos Tempos
Tempos simples Tempos simples
compostos compostos Primeira conjugação:
Eu moro Que eu more
Tu moras Que tu mores
c Ele mora Que ele more
Morar
d)
QJ Nós moramos Que nós moremos
Modo imperativo Formas nominais
Vós morais Que vós moreis
Eles moram Que eles morem Afirmativo Infinitivo impessoal
Eu morava Se eu morasse mora (tu) morar
o 2 Tu moravas Se tu morasses more (você) Infinitivo pessoal
soi ^
Ele morava Se ele morasse moremos (nós) morar eu
<U Q. Nós morávamos Se nós morássemos
O. E morai (vós) morares tu
Vós moráveis Se vós morásseis
morem (vocês) morar ele
Eles moravam Se eles morassem
O Eu morei tenho morado tenha morado
morarmos nós
Tu moraste tens morado tenhas morado Negativo morardes vós
<v
CL Ele morou tem morado tenha morado não mores (tu) morarem eles
Nós moramos temos morado tenhamos morado não more (você) Inf. impessoal (pretérito)
1
+-*
Vós morastes tendes morado tenhais morado
CL
não moremos (nós) ter morado
Eles moraram têm morado tenham morado
- — ___ não moreis (vós) Inf. pessoal (pretérito)
Eu morara tinha morado tivesse morado
O
não morem (vocês) ter morado
ro .tf Tu moraras tinhas morado tivesses morado
£ £
o q3 Ele morara tinha morado tivesse morado
teres morado
•£ o.
'V i
Nós moráramos tínhamos morado tivéssemos morado ter morado
<D =>
CL ^
Vós moráreis tínheis morado tivésseis morado termos morado
Eles moraram tinham morado tivessem morado terdes morado
QJ
Eu morarei terei morado Quando eu morar tiver morado
5
terem morado
Tu morarás terás morado Quando tu morares tiveres morado
Q- Ele morará terá morado Quando ele morar tiver morado Gerúndio
~o Nós moraremos teremos morado Quando nós morarmos tivermos morado
Presente
3 Vós moráreis tereis morado Quando vós morardes tiverdes morado
3
LL Eles morarão terão morado Quando eles morarem tiverem morado
morando
2 Eu moraria teria morado Pretérito
'QJ
Tu morarias terias morado tendo morado
Q. Ele moraria teria morado Particípio
"D Nós moraríamos teríamos morado morado
3 Vós moraríeis teríeis morado
3
LL Eles morariam teriam morado

272
Conjugação verbal
Verbos reguiares
Segunda conjugação: Atender
o-
Modo indicativo Modo subjuntivo Modo imperativo
Tempos simples Tempos Tempos simples Tempos
compostos compostos atende (tu)
Eu atendo Que eu atenda atenda (você)
atendamos (nós)
Tu atendes Que tu atendas atendei (vós)
Presente

Ele atende Que ele atenda atendam (vocês)


Nós atendemos Que nós atendamos
Vós atendeis Que vós atendais não atendas (tu)
Eles atendem Que eles atendam não atenda (você)
não atendamos (nós)
Eu atendia Se eu atendesse não atendais (vós)
Tu atendias Se tu atendesses não atendam (vocês)
imperfeito
Pretérito

Ele atendia Se ele atendesse


Nós atendíamos Se nós atendêssemos Formas nominais
Vós atendíeis Se vós atendêsseis
Infinitivo impessoal
Eles atendiam Se eles atendessem atender
Eu atendi tenho atendido tenha atendido
Pretérito perfeito

Infinitivo pessoal
Tu atendeste tens atendido tenhas atendido atender eu
Ele atendeu tem atendido tenha atendido atenderes tu
Nós atendemos temos atendido tenhamos atendido atender ele
atendermos nós
Vós aten destes tendes atendido tenhais atendido atenderdes vós
Eles atenderam têm atendido tenham atendido atenderem eles
Eu atendera tinha atendido tivesse atendido inf. impessoal
O
03 . t i Tu atenderas tinhas atendido tivesses atendido pretérito
£ *£ ter atendido
o q3 Ele atendera tinha atendido tivesse atendido
c °-
^ i
Nós atendêramos tínhamos atendido tivéssemos atendido Inf. pessoal
Vós atendêreis tínheis atendido i pretento'
I» tivésseis atendido
ter atendido
Eles atenderam tinham atendido tivessem atendido
teres atendido
d) Eu atenderei terei atendido Quando eu atender
4-> tiver atendido ter atendido
a;
VJ Tu atenderás terás atendido Quando tu atenderes tiveres atendido termos atendido
tendes atendido
% Ele atenderá terá atendido Quando ele atender tiver atendido terem atendido
XI Nós atenderemos teremos atendido Quando nós atendermos tivermos atendido
3 Vós atendereis tereis atendido Quando vós atenderdes tiverdes atendido
D
Gerúndio
Eles atenderão terão atendido Quando eles atenderem tiverem atendido
O Eu atenderia teria atendido Presente
4-1
atendendo
'5 Tu atenderias terias atendido
%
Q. Ele atenderia teria atendido Preterito
"O
tendo atendido
Nós atenderíamos teríamos atendido
Vós atenderíeis teríeis atendido
273

3
Participio
=3 atendido
Ll_ Eles atenderiam teriam atendido
Conjugação verba!
Verbos reguiares
Terceira conjugação: Abrir
i
Modo indicativo Modo subjuntivo Modo imperativo
Tempos simples Tempos Tempos simples Tempos Afirmativo
compostos compostos abre (tu)
Eu abro Que eu abra abra (você)
abramos (nós)
<L» Tu abres Que tu abras abri (vós)
C Ele abre Que ele abra abram (vocês)
CO
0) Nós abrimos Que nós abramos
oi Negativo
Vós abris Que vós abrais não abras (tu)
Eles abrem Que eles abram não abra (você)
não abramos (nós)
Eu abria Se eu abrisse não abrais (vós)
Tuabrias Se tu abrisses não abram (vocês)
o 2
Ele abria Se ele abrisse
4-» QJ
a Nós abríamos Se nós abríssemos Formas nominais
O- E
Vós abríeis Se vós abrísseis
Infinitivo impessoal
Eles abriam Se eles abrissem abrir
o Eu abri tenho aberto tenha aberto
Infinitivo pessoal
5 Tu abriste tens aberto tenhas aberto
S abrir eu
Q. Ele abriu tem aberto tenha aberto abrires tu
o abrir ele
Nós abrimos temos aberto tenhamos aberto
abrirmos nós
a5 Vós abristes tendes aberto tenhais aberto abrirdes vós
CL abrirem eles
Eles abriram têm aberto tenham aberto
Eu abrira tinha aberto tivesse aberto Inf. impessoal
.è o Tu abriras tinhas aberto tivesses aberto (pretérito)
Êv£ ter aberto
8 ai Ele abrira
~ CL
tinha aberto tivesse aberto

'5í i Nós abríramos tínhamos aberto tivéssemos aberto Inf. pessoal


Vósabríreis tínheis aberto tivésseis aberto (pretérito)
£
ter aberto
Eles abriram tinham aberto tivessem aberto
teres aberto
Futuro do presente

Eu abrirei terei aberto Quando eu abrir tiver aberto ter aberto


Tu abrirás terás aberto Quando tu abrires tiveres aberto termos aberto
Ele abrirá terá aberto Quando ele abrir tiver aberto terem aberto
Nós abriremos teremos aberto Quando nós abrirmos tivermos aberto
Vós abrireis tereis aberto Quando vós abrirdes tiverdes aberto Gerúndio
Eles abrirão terão aberto Quando eles abrirem tiverem aberto
O Eu abriria teria aberto Presente
abrindo
*a» Tu abririas terias aberto
£
Q. Ele abriria teria aberto Pretérito
“O tendo aberto
Nós abriríamos teríamos aberto
3 Vós abriríeis teríeis aberto Participio
LD
U Eles abririam teriam aberto aberto
Conjugação dos verbos auxiliares Conjugação dos verbos irregulares
mais comuns caber, cobrir, construir e dar
Modo indicativo Modo indicativo
Ser Estar Ter Haver Caber Cobrir Construir Dar
Eu sou Eu estou Eu tenho Eu hei Eu caibo cubro construo dou
Tu és Tu estás Tu tens Tu hás Tu cabes cobres constróis dás
<D Ele é Ele está Ele tem Ele há <D Ele cabe cobre constrói dá
c
Nós somos Nós estamos Nós temos Nós havemos 5 Nós cabemos cobrimos construímos damos

O-
Vós sois Vós estais Vós tendes Vós haveis 8 Vós cabeis cobris construís dais
Eles são Eles estão Eles têm Eles hão - Eles cabem cobrem constroem dão
Eu era Eu estava Eu tinha Eu havia Eu cabia cobria construía dava
Tu eras Tu estavas Tu tinhas Tu havias Tu cabias cobrias construías davas
8 '53 Ele era Ele estava Ele tinha Ele havia 3 *õ» Ele cabia cobria construía dava
Nós éramos Nós estávamos Nós tínhamos Nós havíamos Nós cabíamos cobríamos construíamos dávamos
£ £
o_ è
Vós éreis Vós estáveis Vóstínheis Vós havíeis 8 8-
q_ .ê
Vós cabíeis cobríeis construíeis dáveis
Eles eram Eles estavam Eles tinham Eles haviam Eles cabiam cobriam construíam davam
Eu fui Eu estive Eu tive Eu houve Eu coube cobri construí dei
Tu foste Tu estiveste Tu tiveste Tu houveste Tu coubeste cobriste construíste deste
8o Ele foi Ele esteve Ele teve Ele houve 8o Ele coube cobriu construiu deu
'03 53 Nós fomos Nós estivemos Nós tivemos Nós houvemos Nós coubemos cobrimos construímos demos
8 a!
Vós fostes Vós estivestes Vós tivestes Vós houvestes £*5 Vós coubestes cobristes construístes destes
CL Q-
Eles foram Eles estiveram Eles tiveram Eles houveram CL Q_ Eles couberam cobriram construíram deram
Eu fora Eu estivera Eu tivera Eu houvera tÀ Eu coubera cobrira construíra dera
ro P rcs O
Tu foras Tu estiveras Tu tiveras Tu houveras Tu couberas cobriras construíras deras
C <u
O "t Ele fora Ele estivera Ele tivera Ele houvera o 't: Ele coubera cobrira construíra dera
. t i CL» .ü a»
Nós fôramos Nós estivéramos Nós tivéramos Nós houvéramos JSj 3- Nós coubéramos cobríramos construíramos déramos
ti 8 Vós fôreis Vós estivéreis Vós tivéreis Vós houvéreis 8S Vós coubéreis cobríreis construíreis déreis
CL O"
Eles foram Eles estiveram Eles tiveram Eles houveram o- cr Eles couberam cobriram construíram deram
Eu serei Eu estarei Eu terei Eu haverei Eu caberei cobrirei construirei darei
Tu serás Tu estarás Tu terás Tu haverás Tu caberás cobrirás construirás darás
-a 8
O c
Ele será Ele estará Ele terá Ele haverá -8 8 Ele caberá cobrirá construirá dará
Nós seremos Nós estaremos Nós teremos Nós haveremos Nós caberemos cobriremos construiremos daremos
^ a; Vós sereis Vós estareis Vós tereis Vós havereis Vós cabereis cobrireis construireis dareis
LL Q .
Eles serão Eles estarão Eles terão Eles haverão LL CL
Eles caberão cobrirão construirão darão
Eu seria Eu estaria Eu teria Eu haveria Eu caberia cobriria construiria daria
Tu serias Tu estarias Tuterias Tu haverias Oo Tu caberias cobririas construirias darias
■8o Ele seria Ele estaria Ele teria Ele haveria O Ele caberia cobriria construiria daria
O Nós seriamos Nós estaríamos Nós teríamos Nós haveríamos 38 Nós caberíamos cobriríamos construiríamos daríamos
3 8
5 8
Vós serieis Vós estaríeis Vós teríeis Vós haveríeis i2 o. Vós caberíeis cobriríeis construiríeis daríeis
i2 ã Eles seriam Eles estariam Eles teriam Eles haveriam Eles caberiam cobririam construiriam dariam
Modo subjuntivo Modo subjuntivo
que eu seja esteja tenha haja que eu caiba cubra construa dê
que tu sejas estejas tenhas hajas que tu caibas cubras construas dês
aj que ele seja esteja tenha haja C que ele caiba cubra construa dê
cd
g que nós sejamos estejamos tenhamos hajamos que nós caibamos cubramos construamos demos
o) que vós sejais estejais tenhais hajais CL que vós caibais cubrais construais deis
que eles sejam estejam tenham hajam que eles caibam cubram construam deem
se eu fosse estivesse tivesse houvesse se eu coubesse cobrisse construísse desse
Q se tu fosses estivesses tivesses houvesses _o se tu coubesses cobrisses construísses desses
o -gj se ele fosse estivesse tivesse houvesse 2 se ele coubesse cobrisse construísse desse
estivéssemos 'CD CD se nós coubéssemos
’<Êlli se n° s fôssemos tivéssemos houvéssemos tJ 9- cobríssemos construíssemos déssemos
<5 se vós fósseis estivésseis tivésseis houvésseis Q. .E se vós coubésseis cobrísseis construísseis désseis
— se eles fossem estivessem tivessem houvessem se eles coubessem cobrissem construíssem dessem
quando eu for estiver tiver houver quando eu couber cobrir construir der
quando tu fores estiveres tiveres houveres O O quando tu couberes cobrires construíres deres
-0 o quando ele for estiver tiver houver o -c quando ele couber cobrir construir der
2(g quando nós formos estivermos tivermos houvermos D 8 quando nós coubermos cobrirmos construirmos dermos
2 tu quando vós fordes estiverdes tiverdes houverdes quando vós couberdes cobri rdes construirdes derdes
a quando eles forem estiverem tiverem houverem quando eles couberem cobrirem construírem derem

Modo imperativo Gerúndio Modo Imperativo Gerúndio

sendo cabendo
se (tu) está tem há estando cabe (tu) cobre constrói dá cobrindo
seja (você) esteja tendo caiba (você) cubra construa dê construindo
tenha haja
havendo dando
sejamos (nós) estejamos tenhamos hajamos caibamos (nós) cubramos construamos demos
sede (vós) estai tende havei . . . cabei (vós) cobri construí dai Particípio
r drticipio
sejam (vocês) estejam tenham hajam caibam (vocês) cubram construam deem
sido cabido
estado coberto
não sejas (tu) não estejas não tenhas não hajas não caibas (tu) não cubras não construas não dês construído
tido
não seja (você) não esteja não tenha não haja havido não caiba (você) não cubra não construa não dê dado
não sejamos (nós) não estejamos não tenhamos não hajamos não caibamos (nós) não cubramos não construamos não demos
não sejais (vós) não estejais não tenhais não hajais não caibais (vós) não cubrais não construais não deis
não sejam (vocês) não estejam não tenham não hajam não caibam (vocês) não cubram não construam não deem
Formas nominais Formas nominais
in fin itiv o impe
ser estar ter haver caber cobrir construir dar

ser eu estar ter haver caber eu cobrir construir dar


seres tu estares teres haveres caberes tu cobrires construíres dares
ser ele estar ter haver caber ele cobrir construir dar
sermos nós estarmos termos havermos cabermos nós cobrirmos construirmos darmos
serdes vós estardes terdes haverdes caberdes vós cobrirdes construirdes dardes
serem eles estarem terem haverem caberem eles cobrirem construírem darem
Conjugação dos verbos irregulares Conjugação dos verbos irregulares
divertir, dizer, dormir, fazer ir, fer, medir e odiar
Modo indicativo Modo indicativo
Divertir Dizer Dormir Fazer Ir Ler Medir Odiar
Eu divirto digo durmo faço Eu vou leio meço odeio
Tu divertes dizes dormes fazes Tu vais lês medes odeias
Ele diverte diz dorme faz Ele vai lê mede odeia
Si Nós divertimos dizemos dormimos fazemos a> Nós vamos lemos
£ medimos odiamos
Q_ Vós divertis dizeis dormis fazeis Vós ides ledes medis odiais
oi
Eles divertem dizem dormem fazem Eles vão leem medem odeiam
Eu divertia dizia dormia fazia Eu ia lia media odiava
_O Tu divertias dizias dormias fazias _o Tu ias lias médias odiavas
S^a; Ele divertia dizia dormia fazia 2 Ele ia lia media odiava
'<D <ú Nós divertíamos dizíamos dormíamos fazíamos '(U <D
m o. Nós íamos liamos medíamos odiávamos
£ p Vós divertíeis dizíeis C£L .2
dormíeis fazíeis p Vós íeis lieis medieis odiáveis
Eles divertiam diziam dormiam faziam Eles iam liam mediam odiavam
Eu diverti disse dormi fiz Eu fui li medi odiei
Tu divertiste disseste dormiste fizeste Tu foste leste mediste odiaste
2o Ele divertiu disse dormiu fez 2o Ele foi leu mediu odiou
Nós divertimos dissemos dormimos fizemos '<D^ Nós fomos lemos medimos odiamos
£ S
CL CL Vós divertistes dissestes dormistes fizestes 2 a»
cl o. Vós fostes lestes medistes odiastes
Eles divertiram disseram dormiram fizeram Eles foram leram mediram odiaram
Eu divertira dissera dormira fizera Eu fora lera medira odiara
"rã O Tu divertiras disseras dormiras fizeras
c ±;
E a,
"rã O Tu foras leras mediras odiaras
O Ele divertira dissera dormira fizera ^ Q ) Ele fora
t t d) O lera medira odiara
Nós divertíramos disséramos dormíramos fizéramos ±í <D Nós fôramos lêramos medíramos odiáramos
«5 ® Vós divertíreis disséreis dormíreis fizéreis Vós fôreis lêreis medíreis odiáreis
CL o* Eles divertiram disseram dormiram fizeram cl cr Eles foram leram mediram odiaram
Eu divertirei direi dormirei farei Eu irei lerei medirei odiarei
Tu divertirás dirás dormirás farás Tu irás lerás medirás
“O 2 Ele divertirá dirá
o
S
i
odiarás
dormirá fará 73
Ele irá lerá medirá odiará
Is Nós divertiremos diremos dormiremos faremos is Nós iremos leremos mediremos odiaremos
3£ Vós divertireis direis dormireis fareis D£ Vós ireis
LL Q. lereis medireis odiáreis
Eles divertirão dirão dormirão farão Eles irão lerão medirão odiarão
Eu divertiria diria dormiria faria Eu iria leria mediria odiaria
c> Tu divertirias dirias dormirias farias Tu irias lerias medirias odiarias
“U O o
Ele divertiria diria dormiria faria 73 O
Ele iria leria mediria odiaria
Nós divertiríamos diríamos dormiríamos faríamos Nós iríamos leríamos mediríamos
3 £ odiaríamos
LL Q. Vós divertiríeis diríeis dormiríeis faríeis 3 £ Vós iríeis leríeis mediríeis odiaríeis
LL Q.
Eles divertiriam diriam dormiriam fariam Eles iriam leriam mediriam odiariam
Modo subjuntivo Modo subjuntivo
que eu divirta diga durma faça que eu vá leia meça odeie
que tu divirtas digas durmas faças que tu vás leias meças odeies
que ele divirta diga durma faça que ele vá leia meça odeie
Sí que nós divirtamos digamos durmamos façamos a> que nós vamos leiamos meçamos odiemos
ÜL que vós divirtais digais durmais façais que vós vades leiais meça is odiais
CL
que eles divirtam digam durmam façam que eles vão leiam meçam odeiem
se eu divertisse dissesse dormisse fizesse se eu fosse lesse medisse odiasse
_O se tu divertisses dissesses dormisses fizesses o se tu fosses lesses medisses odiasses
2^ se ele divertisse dissesse dormisse fizesse
'<V Q; se nós divertíssemos disséssemos dormíssemos fizéssemos
1)?<V se ele fosse
'Q
lesse medisse odiasse
m CL se nós fôssemos lêssemos medíssemos odiássemos
C£L .C
p se vós divertísseis dissésseis dormísseis fizésseis £ P se vós fósseis
CL .2 lêsseis medísseis odiásseis
se eles divertissem dissessem dormissem fizessem se eles fossem lessem medissem odiassem
quando eu divertir disser dormir fizer quando eu for ler medir odiar
Q_ quando tu divertires disseres dormires fizeres quando tu fores leres medires odiares
O
T5 O quando ele divertir disser dormir fizer Tí 2 quando ele for ler medir odiar
quando nós divertirmos dissermos dormirmos fizermos quando nós formos lermos medirmos odiarmos
3 £
LL Q. quando vós divertirdes disserdes dormirdes fizerdes 3 £
LL CL quando vós fordes lerdes medirdes odiardes
quando eles divertirem disserem dormirem fizerem quando eles forem le re m _____ medirem odiarem
Modo Imperativo Modo Imperativo Gerúndio
Gerúndio
indo
diverte (tu) dize dorme faz divertindo vai (tu) lê mede lendo
odeia
divirta (você) diga durma faça dizendo vá (você) medindo
leia meça odeias
divirtamos (nós) digamos durmamos façamos dormindo vamos (nós) leiamos meçamos odiemos
diverti (vós) dizei dormi fazei fazendo
ide (vós) lede medi odiai Particípio
divirtam (vocês) digam durmam façam vão (vocês) leiam meçam
Particípio odeiem
ido
divertido lido
não divirtas (tu) não digas não durmas não faças não vás (tu) não leias não meças não odeies medido
dito
não divirta (você) não diga não durma não faça não vá (você) não leia não meça não odeie odiado
dormido
não divirtamos (nós) não digamos não durmamos não façamos feito não vamos (nós) não leiamos não meçamos não odiemos
não divirtais (vós) não digais não durmais não façais não vades (vós) não leiais não meçais não odieis
não divirtam (vocês) não digam não durmam não façam não vão (vocês) não leiam não meçam não odeiem
Formas nominais Formas nominais
In fin itivo impessoal
divertir dizer dormir fazer ir ler medir odiar

divertir eu dizer dormir fazer ir eu ler medir odiar


divertires tu dizeres dormires fazeres ires tu leres medires odiares
divertir ele dizeis dormir fazer ir ele ler medir odiar
divertirmos nós dizermos dormirmos fazermos irmos nós lermos medirmos odiarmos
divertirdes vós dizerdes dormirdes fazerdes irdes vós lerdes medirdes odiardes
divertirem eles dizerem dormirem fazerem irem eles lerem medirem odiarem
Conjugação dos verbos Irregulares Conjugação dos verbos irregulares
ouvir, passear, pedir e perder poder, pôr, preferir, querer
Modo indicativo Modo indicativo
Ouvir Passear Pedir Perder Poder Pôr Preferir Querer
Eu ouço passeio peço perco Eu posso ponho prefiro quero
Tu ouves passeias pedes perdes Tu podes pões preferes queres
<u Ele ouve passeia pede perde <V Ele pode põe prefere quer
c Nós ouvimos passeamos pedimos perdemos c Nós podemos pomos preferimos queremos
(L>
s Vós ouvis passeais pedis perdeis s Vós podeis pondes preferis quereis
o_ Eles ouvem passeiam pedem perdem Eles podem põem preferem querem
Eu ouvia passeava pedia perdia Eu podia punha preferia queria
Tu ouvias passeavas pedias perdias Tu podias punhas preferias querias
p TH Ele ouvia passeava pedia perdia o~ Ele podia punha preferia queria
Nós ouvíamos passeávamos pedíamos perdíamos Nós podíamos púnhamos preferíamos queríamos
11
Q=.Í
Vós ouvíeis passeáveis pedíeis perdíeis
£ .§
Vós podíeis púnheis preferíeis queríeis
Eles ouviam passeavam pediam perdiam Eles podiam punham preferiam queriam
Eu ouvi passeei pedi perdi Eu pude pus preferi quis
Tu ouviste passeaste pediste perdeste Tu pudeste puseste preferiste quiseste
o o Ele ouviu passeou pediu perdeu 2 o Ele pôde pôs preferiu quis
Nós ouvimos passeamos pedimos perdemos Nós pudemos pusemos preferimos quisemos
£ 5 Vós ouvistes
CL Q.
Eles ouviram
passeastes
passearam
pedistes
pediram
perdestes
perderam
1TS
Q. Q.
Vós pudestes
Eles puderam
pusestes
puseram
preferistes
preferiram
quisestes
quiseram
Eu ouvira passeara pedira perdera </> Eu pudera pusera preferira quisera
rã O
p Tu ouviras passearas pediras perderas Tu puderas puseras preferiras quiseras
C 0)
O ^2 Ele ouvira passeara pedira perdera o Ele pudera pusera preferira quisera
.tí <D
'S 9- Nós ouvíramos passeáramos pedíramos perdêramos Nó$ pudéramos puséramos preferíramos quiséramos
«5 2 Vós ouvíreis passeáreis pedíreis perdêreis 2 S Vós pudéreis puséreis preferíreis quiséreis
Q. O"
Eles ouviram passearam pediram perderam clcr Eles puderam puseram preferiram quiseram
Eu ouvirei passearei pedirei perderei Eu poderei porei preferirei quererei
Tu ouvirás passearás pedirás perderás Tu poderás porás preferirás quererás
-8 S Ele ouvirá passeará pedirá perderá -8 - Ele poderá porá preferirá quererá
2 g Nós ouviremos passearemos pediremos perderemos § s Nós poderemos poremos preferiremos quereremos
3 on
3 £
Vós ouvi reis passeareis pedireis perdereis 3 2 Vós podereis poreis preferíreis querereis
LL Q_ LL Q.
Eles ouvirão passearão pedirão perderão Eles poderão porão preferirão quererão
Eu ouviria passearia pediria perderia Eu poderia poria preferiria quereria
Tu ouvirias passearias pedirias perderias -2 0
Tu poderias porias preferirias quererias
-S o Ele ouviria passearia pediria perderia O 'Z
'0)
Ele poderia poria preferiria quereria
O w Nós ouviríamos passearíamos pediríamos perderíamos Nós poderíamos poríamos preferiríamos quereríamos
5 2 Vós ouviríeis passearíeis pediríeis Vós poderíeis poríeis preferiríeis quereríeis
perderíeis l£ Q.
iS CL Eles ouviriam passeariam pediriam perderiam Eles poderiam poriam prefeririam quereriam
Modo subjuntivo Modo subjuntivo
— que eu ouça passeie peça perca que eu possa ponha prefira queira
que tu ouças passeies peças percas --------------- que tu possas
1 ponhas prefiras queiras
que ele ouça passeie peça perca i
que ele possa ponha prefira queira
1 que nós ouçamos passeemos peçamos percamos £
£
que nós possamos ponhamos prefiramos queiramos
£ que vós ouçais passeeis peçais percais <£ que vós possais ponhais prefirais queirais
CL
que eies ouçam passeiem peçam percam que eles possam ponham prefiram queiram
se eu ouvisse passeasse pedisse perdesse se eu pudesse pusesse preferisse quisesse
se tu ouvisses passeasses pedisses perdesses _0 se tu pudesses pusesses preferisses quisesses
.§ v£ se eie pudesse
s '<5 se ele ouvisse passeasse pedisse perdesse
eu
pusesse preferisse quisesse
se nós ouvíssemos passeássemos pedíssemos perdêssemos se nós pudéssemos puséssemos preferíssemos quiséssemos
2 jç
se vós ouvísseis passeásseis pedísseis perdêsseis CL .È se vós pudésseis pusésseis preferísseis quisésseis
CL .£
se eles ouvissem passeassem pedissem perdessem se eles pudessem pusessem preferissem quisessem
quando eu ouvir passear pedir perder quando eu puder puser preferir quiser
quando tu ouvires passeares pedires perderes quando tu puderes puseres preferires quiseres
-8 2
■8 ° quando ele ouvir passear pedir perder O ‘C quando ele puder puser preferir quiser
O ‘üj quando nós ouvirmos
passearmos pedirmos perdermos 3 » quando nós pudermos pusermos preferirmos quisermos
3 2
quando vós ouvirdes passeardes pedirdes perderdes 3 £
LL Q. quando vós puderdes puserdes preferirdes quiserdes
£ Q. quando eles ouvirem passearem pedirem perderem quando eles puderem puserem preferirem quiserem

Modo Imperativo Gerúndio Modo imperativo Gerúndio


A firm ativo ouvindo Afirm ativo podendo
ouve (tu) passeia pede perde passeando não há põe (tu) prefere quer pondo
ouça (você) passeie peça perca pedindo não há ponha (você) prefira queira preferindo
ouçamos (nós) passeemos peçamos percamos perdendo não há querendo
ponhamos (nós) prefiramos queiramos
ouvi (vós) passeia pedi perdei Particípio não há ponde (vós) preferi querei
ouçam (vocês) passeiem pecam percam r-------- ------- 1 não há ponham (vocês) prefiram queiram
ouvido Negativo podido
Negativo
posto
não ouças (tu) não passeies não peças não percas pedido não há não ponhas (tu) não prefiras não queiras preferido
não ouça (você) não passeie não peças não perca perdido não há não ponha (você) não prefira não queira querido
não ouçamos (nós) não passeemos não peçamos não percamos não há não ponhamos (nós) não prefiramos não queiramos
não ouçais (vós) não passeeis não peçais não percais não há não ponhais (vós) não prefirais não queirais
não ouçam (vocês) não passeiem não peçam não percam não há não ponham (vocês) não prefiram não queiram

Formas nominais Formas nominais

In fin itivo impessoal Infin itivo impes soai


ouvir passear pedir perder poder pôr preferir querer
1,1.......... In fin itivo pessoal
In fin itivo pessoal
ouvir eu passear pedir perder poder eu pôr preferir querer
ouvires tu passeares pedires poderes tu pores preferires quereres
perderes
poder ele pôr preferir querer
podermos nós pormos preferirmos querermos
poderdes vós pordes preferirdes quererdes
poderem eles porem preferirem quererem
ouvirem eles passearem pedirem perderem

276
Conjugação dos verbos irregulares Conjugação dos verbos irregulares
saber, sair, seguir e sentir servir, trazer, ver e vir
Modo indicativo Modo indicativo
Saber Sair Seguir Sentir Servir Trazer Ver Vir
Eu sei saio sigo sinto Eu sirvo trago vejo venho
Tu sabes sais segues sentes Tu serves trazes vês vens
(D
2 Ele sabe sai segue sente ■r-* Ele serve traz vê vem
CD
Nós sabemos saímos seguimos sentimos Nós servimos trazemos vemos vimos
£ Vós sabeis sais seguis sentis Vós servis trazeis vedes vindes
Eles sabem saem seguem sentem Eles servem trazem veem vêm
Eu sabia saía seguia sentia Eu servia trazia via vinha
o Tu sabias saias seguias sentias q Tu servias trazias vias vinhas
.•2 (õj Ele sabia saía seguia sentia 2 5 Ele servia trazia via vinha
2 ^ Nós sabíamos saíamos seguíamos sentíamos <U Nós servíamos trazíamos víamos vínhamos
£ £ Vós sabíeis saíeis seguíeis sentíeis £ F Vós servíeis trazíeis víeis vínheis
Eles sabiam saíam seguiam sentiam Eles serviam traziam viam vinham
Eu soube saí segui senti Eu servi trouxe vi vim
Tu soubeste saíste seguiste sentiste Tu serviste trouxeste viste vieste
.2 o Ele soube saiu seguiu sentiu 2 o Ele serve trouxe viu veio
'2 2 Nós soubemos saímos seguimos sentimos '<D Nós servimos trouxemos vimos viemos
£ CD
$r S Vós soubestes saístes seguistes sentistes Vós servistes trouxestes vistes viestes
Eles souberam saíram seguiram sentiram Eles serviram trouxeram viram vieram
^ Eu soubera saíra seguira sentira , Eu servira trouxera vira viera
« 2 Tu souberas safras seguiras sentiras CD O Tu serviras trouxeras viras vieras
q2 Ele soubera £ <D
saíra seguira sentira Ele servira trouxera vira viera
■c S Nós soubéramos saíramos seguíramos sentíramos ± í a»
Nós servíramos trouxéramos víramos viéramos
%i Vós soubéreis saíreis seguíreis sentíreis $ § Vós servíreis trouxéreis vireis viéreis
£ cr Eles souberam saíram seguiram sentiram a . c r Eles serviram trouxeram viram vieram
Eu saberei sairei seguirei sentirei Eu servirei trarei verei virei
o Tu saberás sairás seguirás sentirás 0
Tu servirás trarás verás virás
"D
2 Ele saberá sairá seguirá sentirá S
Ele servirá
i
trará verá virá
5 8» Nós saberemos sairemos seguiremos sentiremos 5 Si Nós serviremos traremos veremos viremos
,7 ^ Vós sabereis saíreis seguireis sentireis 3 £ Vós servireis trareis vereis vireis
Eles saberão sairão seguirão sentirão Eles servirão trarão verão virão
Eu saberia sairia seguiria sentiria Eu serviria traria veria viria
o Tu saberias sairias seguirias sentirias O _ Tu servirias trarias verias virias

2 Ele saberia sairia seguiria sentiria Eie serviria
O
traria veria viria
5 '2 Nós saberíamos sairíamos seguiríamos sentiríamos §2 Nós serviríamos traríamos veríamos viríamos
,7 ^ Vós saberíeis sairíeis seguiríeis sentiríeis .:3 § Vós serviríeis traríeis veríeis viríeis
Eles saberiam sairiam seguiriam sentiriam Eles serviriam trariam veriam viriam

Modo subjuntivo Modo subjuntivo


que eu saiba saia siga sinta que eu sirva traga veja venha
que tu saibas saias sigas sintas que tu sirvas tragas vejas venhas
2 que ele saiba saia siga sinta 2 que ele sirva traga veja venha
Si que nós saibamos saiamos sigamos sintamos Jí que nós sirvamos tragamos vejamos venhamos
2 que vós saibais saiais sigais sintais £ que vós sirvais tragais vejais venhais
que eles saibam saiam sigam sintam que eles sirvam tragam vejam venham
se eu soubesse saísse seguisse sentisse se eu servisse trouxesse visse viesse
o se tu soubesses saísses seguisses sentisses 0 se tu servisses trouxesses visses viesses
2 (jü se ele soubesse saísse seguisse sentisse 2 4Ç se ele servisse trouxesse visse viesse
2 se nós soubéssemos saíssemos seguíssemos sentíssemos 2 §_ se nós servíssemos trouxéssemos víssemos viéssemos
£ E se vós soubésseis saísseis seguísseis sentísseis $ E se vós servísseis trouxésseis vísseis viésseis
se eles soubessem saíssem seguissem sentissem se eles servissem trouxessem vissem viessem
quando eu souber sair seguir sentir quando eu servir trouxer vir vier
0 quando tu souberes saíres seguires sentires o quando tu servires trouxeres vires vieres
■9.2 quando ele souber sair seguir sentir 2 quando ele servir trouxer vir vier
3'2 quando nós soubermos sairmos seguirmos sentirmos 5 2 quando nós servirmos trouxermos virmos viermos
3 2 quando vós souberdes sairdes seguirdes sentirdes ,? £ quando vós servirdes trouxerdes virdes vierdes
quando eles souberem saírem seguirem sentirem quando eles servirem trouxerem virem vierem

Modo Imperativo Gerúndio Modo Imperativo Gerúndio


A firm ativo 1 sabendo A firm ativo _ _ _ _ J servindo
sabe (tu) sai segue sente saindo serve (tu) traze vê vem trazendo
saiba (você) seguindo sirva (você) traga veja venha vendo
saia siga sinta
sentindo
saibamos (nós) saiamos sigamos sintamos sirvamos (nós) tragamos vejamos venhamos vindo
sabei (vós) saí segui senti Particípio servi (vós) trazei vede vinde Partirímr*
ranicipio
saibam (vocês) saiam sigam sintam sirvam (vocês) tragam vejam venham
Negativo sabido Negativo servido
saído _ , trazido
não saibas (tu) não saias não sigas não sintas seguido não sirvas (tu) não tragas não vejas nao venhas v jst0
não saiba (você) não sais não siga não sinta sentido não sirva (você) não traga não veja não venha vindo
não saibamos (nós) não saiamos não sigamos não sintamos não sirvamos (nós) não tragamos não vejamos não venhamos
não saibais (vós) não saiais não sigais não sintais não sirvais (vós) não tragais não vejais não venhais
não saibam (vocês) não saiam não sigam não sintam não sirvam (vocês) não tragam não vejam não venham

Formas nominais Formas nominais


Infin itivo impessoal Infin itivo impessoal
saber sair seguir_______ sentir | servir trazer ______ ver vir
In fin itiv o pessoal in fin itivo pessoal
saber eu sair seguir sentir servir eu trazer ver vir
saberes tu saíres seguires sentires servires tu trazeres veres vires
saber ele sair seguir sentir servir ele trazer ver vir
sabermos nós sairmos seguirmos sentirmos servirmos nós trazermos vermos virmos
saberdes vós sairdes seguirdes sentirdes servirdes vós trazerdes verdes virdes
saberem eles saírem seguirem sentirem servirem eles trazerem verem virem

277

Você também pode gostar