Você está na página 1de 21

1.

(Enem PPL 2015) anos, houve uma ampla ocorrência de


Na natureza a matéria é constantemente animais gigantes, como por exemplo
transformada por meio dos ciclos insetos voadores de 45 centímetros e
biogeoquímicos. Além do ciclo da água, anfíbios de até 2 metros de comprimento.
existem os ciclos do carbono, do enxofre, No entanto, grande parte da vida na Terra
do fósforo, do nitrogênio e do oxigênio. foi extinta há cerca de 250 milhões de
anos, durante o período Permiano.
O elemento que está presente em todos os Sabendo-se que o O2 é um gás
ciclos nomeados é o extremamente importante para os
processos de obtenção de energia em
a) fósforo. sistemas biológicos, conclui-se que
b) enxofre.
c) carbono. a) a concentração de nitrogênio
d) oxigênio. atmosférico se manteve constante nos
e) nitrogênio. últimos 400 milhões de anos,
possibilitando o surgimento de animais
2. (Enem 2005) gigantes.
Pesquisas recentes estimam o seguinte b) a produção de energia dos organismos
perfil da concentração de oxigênio (O2) fotossintéticos causou a extinção em
atmosférico ao longo da história evolutiva massa no período Permiano por
da Terra: aumentar a concentração de oxigênio
atmosférico.
c) o surgimento de animais gigantes pode
ser explicado pelo aumento de
concentração de oxigênio atmosférico, o
que possibilitou uma maior absorção de
oxigênio por esses animais.
d) o aumento da concentração de gás
carbônico (CO2) atmosférico no período
Carbonífero causou mutações que
permitiram o aparecimento de animais
gigantes.
No período Carbonífero entre
aproximadamente 350 e 300 milhões de
e) quando os parasitas estão presentes, a
e) a redução da concentração de oxigênio espécie Y é melhor competidora do que
atmosférico no período Permiano a espécie X.
permitiu um aumento da biodiversidade
terrestre por meio da indução de 4. (Pucrs 2018)
processos de obtenção de energia. O gráfico abaixo apresenta a curva de
crescimento de uma população em função
3. (Famerp 2018) do tempo.
Indivíduos de duas espécies de roedores (X
e Y) competem entre si por sementes de
girassol, podendo, além disso, apresentar
os mesmos parasitas intestinais.
Em um experimento, um pesquisador
manteve a mesma quantidade de
indivíduos dessas duas espécies no mesmo
ambiente, com sementes de girassol como
alimento. A análise foi feita com as
espécies de roedores parasitadas e, depois
de um tratamento, com as mesmas
espécies sem os parasitas. O gráfico ilustra
o resultado obtido. A curva de potencial biótico (CPB) difere da
curva de crescimento real (CCR) pela
existência de um elemento denominado de
“resistência do meio” (R), o qual reflete
diferentes fatores ambientais que
interferem na população.

Sobre esses fatores, pode-se afirmar:

a) A densidade populacional não pode ser


considerada como fator de resistência do
meio, pois quanto mais indivíduos de
Os resultados mostrados no gráfico uma população em uma mesma área,
permitem concluir que: maior será o número de cruzamentos e,
por conseguinte, de nascimentos.
a) quando os parasitas estão ausentes, as b) A disponibilidade de alimentos se
espécies X e Y não competem entre si. converte principalmente em um fator de
b) quando os parasitas estão ausentes, a resistência do meio quando duas espécies
espécie X é melhor competidora do que competem pelo mesmo recurso
a espécie Y. alimentar.
c) quando os parasitas estão presentes, a c) A relação entre predador e presa é um
espécie X é melhor competidora do que exemplo de fator de resistência do meio,
a espécie Y. pois uma espécie regula a proliferação da
d) os parasitas não influenciam a outra.
competição entre as duas espécies de
roedores.
7. (Ufrgs 2017) Observe o gráfico abaixo,
d) A relação ecológica de parasitismo não que representa o crescimento populacional
afeta a dinâmica populacional, pois seu de uma espécie animal, em que x
resultado final é a coadaptação entre corresponde ao tamanho populacional e t,
parasita e hospedeiro. ao tempo.

5. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017)


A magnitude da biodiversidade varia de
acordo com a região do planeta. Um padrão
global de distribuição do número de
espécies de borboletas conhecidas como
rabo-de-andorinha está ilustrado na figura
a seguir, em função da variação global de
latitudes.

Em relação a essa população, é correto


afirmar que
a) ela vive em um ambiente com recursos
ilimitados.
b) a sua estabilidade ocorre, quando não
há mais predadores.
c) a sua estabilidade ocorre, quando atinge
o limite máximo de indivíduos.
d) a resistência do meio não influencia sua
densidade.
e) o seu índice de mortalidade é zero.

Vários fatores podem contribuir, direta e 8. (Enem 2014)


indiretamente, para a distribuição do Os parasitoides (misto de parasitas e
número de espécies apresentada no predadores) são insetos diminutos que têm
gráfico, exceto hábitos muito peculiares: suas larvas
podem se desenvolver dentro do corpo de
a) oferta de alimento. outros organismos, como mostra a figura.
b) luminosidade. A forma adulta se alimenta de pólen e
c) clima. açúcares. Em geral, cada parasitoide ataca
d) taxa de oxigênio no ar. hospedeiros de determinada espécie e, por
isso, esses organismos vêm sendo
6. (Unisc 2017) amplamente usados para o controle
Qual das categorias ecológicas citadas biológico de pragas agrícolas.
abaixo é constituída por indivíduos da
mesma espécie?
a) Comunidade.
b) Ecossistema.
c) Biosfera.
d) População.
e) Consumidores primários.
Photuris, muito maior que ele, é atacado e
devorado por ela.

BERTOLDI, O. G.; VASCONCELLOS, J. R.


Ciência & sociedade: a aventura da vida, a
aventura da tecnologia. São Paulo:
Scipione, 2000 (adaptado).

A relação descrita no texto, entre a fêmea


do gênero Photuris e o macho do gênero
Photinus, é um exemplo de

a) comensalismo.
b) inquilinismo.
c) cooperação.
d) predatismo.
e) mutualismo.

10. (Enem 2011)


A forma larval do parasitoide assume qual O controle biológico, técnica empregada no
papel nessa cadeia alimentar? combate a espécies que causam danos e
prejuízos aos seres humanos, é utilizado no
a) Consumidor primário, pois ataca combate à lagarta que se alimenta de
diretamente uma espécie herbívora. folhas de algodoeiro. Algumas espécies de
b) Consumidor secundário, pois se alimenta borboleta depositam seus ovos nessa
diretamente dos tecidos da lagarta. cultura. A microvespa Trichogramma sp.
c) Organismo heterótrofo de primeira introduz seus ovos nos ovos de outros
ordem, pois se alimenta de pólen na fase insetos, incluindo os das borboletas em
adulta. questão. Os embriões da vespa se
d) Organismo heterótrofo de segunda alimentam do conteúdo desses ovos e
ordem, pois apresenta o maior nível impedem que as larvas de borboleta se
energético na cadeia. desenvolvam. Assim, é possível reduzir a
e) Decompositor, pois se alimenta de densidade populacional das borboletas até
tecidos do interior do corpo da lagarta e níveis que não prejudiquem a cultura. A
a leva à morte. técnica de controle biológico realizado pela
microvespa Trichogramma sp. consiste na
9. (Enem 2011)
Os vaga-lumes machos e fêmeas emitem a) introdução de um parasita no ambiente
sinais luminosos para se atraírem para o da espécie que se deseja combater.
acasalamento. O macho reconhece a fêmea b) introdução de um gene letal nas
de sua espécie e, atraído por ela, vai ao borboletas para diminuir o número de
seu encontro. Porém, existe um tipo de indivíduos.
vaga-lume, o Photuris, cuja fêmea engana c) competição entre a borboleta e a
e atrai os machos de outro tipo, o Photinus microvespa para a obtenção de recursos.
fingindo ser desse gênero. Quando o
macho Photinus se aproxima da fêmea
12. (Ufpr 2018)
d) modificação do ambiente para selecionar Uma coruja caça durante a noite e captura
indivíduos melhor adaptados. um morcego. Ambos são capturados por
e) aplicação de inseticidas a fim de diminuir uma rede armada por pesquisadores. Após
o número de indivíduos que se deseja análise cuidadosa da coruja e do morcego,
combater. os pesquisadores encontraram, sob as
penas da coruja, ácaros e piolhos, e sob os
11. (Enem 2005) pelos do morcego, moscas hematófagas. As
A atividade pesqueira é antes de tudo interações interespecíficas entre a coruja e
extrativista, o que causa impactos o morcego, entre os ácaros e os piolhos e
ambientais. Muitas espécies já apresentam entre as moscas hematófagas e o morcego
sério comprometimento em seus estoques são denominadas, respectivamente:
e, para diminuir esse impacto, várias a) predação, parasitismo e inquilinismo.
espécies vêm sendo cultivadas. No Brasil, o b) predação, mutualismo e parasitismo.
cultivo de algas, mexilhões, ostras, peixes c) parasitismo, competição e predação.
e camarões vem sendo realizado há alguns d) predação, competição e parasitismo.
anos, com grande sucesso, graças ao e) competição, inquilinismo e parasitismo.
estudo minucioso da biologia dessas
espécies. 13. (Ufrgs 2018)
O quadro abaixo apresenta, na primeira
coluna, tipos de interações entre
populações de uma comunidade; na
segunda, exemplos dessas interações; e,
na terceira, alguns organismos que
ilustram os exemplos.
Os crustáceos decápodes, por exemplo,
apresentam durante seu desenvolvimento Tipos de Exemplos de
larvário, várias etapas com mudança Organismos
interações interações
radical de sua forma. Não só a sua forma (I) Inquilinismo Orquídeas
muda, mas também a sua alimentação e Interespecífica
habitat. Isso faz com que os criadores (II) Piolho
desarmônica
estejam atentos a essas mudanças, porque Intraespecífica Sociedades
a alimentação ministrada tem de mudar a (III)
harmônica heteromórficas
cada fase.
Se para o criador, essas mudanças são um Assinale a alternativa que substitui
problema para a espécie em questão, essa adequadamente a sequência de números
metamorfose apresenta uma vantagem do quadro.
importante para sua sobrevivência, pois
a) Interespecífica harmônica – Parasitismo
a) aumenta a predação entre os indivíduos. – Cupins
b) aumenta o ritmo de crescimento. b) Intraespecífica desarmônica –
c) diminui a competição entre os indivíduos Canibalismo – Corais
da mesma espécie. c) Interespecífica desarmônica –
d) diminui a quantidade de nichos Competição – Líquens
ecológicos ocupados pela espécie.
e) mantém a uniformidade da espécie.
d) Interespecífica harmônica – Predação – no início a fotossíntese é maior e no final a
Carrapatos fotossíntese é igual à respiração.
e) Intraespecífica harmônica – III. A reciclagem dos nutrientes, torna-se
Amensalismo – Physalia (caravela- menor.
portuguesa) IV. A diversidade das espécies aumenta
atingindo o máximo no clímax.
14. (Uerj 2018)
Por conta de um incêndio, uma floresta Estão corretas, apenas,
teve sua vegetação totalmente destruída.
Ao longo do tempo, foram observadas a) I e II.
alterações no número e na diversidade de b) I e III.
espécies vegetais no local, conforme ilustra c) I e IV.
a imagem. d) II e III.
e) II e IV.

16. (Imed 2016)


Quanto às sucessões ecológicas e a sua
relação com os diferentes ambientes,
analise as assertivas abaixo:

I. Em dunas, podemos observar a


ocorrência de sucessão primária.
II. Em lavas solidificadas de vulcões,
podemos observar a ocorrência de
Essas alterações caracterizam o fenômeno
sucessão secundária.
denominado:
III. Em campos de cultivo abandonados,
podemos observar a ocorrência de
a) eutrofização
sucessão secundária.
b) amensalismo
IV. A sucessão em um campo de cultivo
c) magnificação trófica
abandonado, onde anteriormente havia
d) sucessão ecológica
uma floresta, tenderá a atingir esse
mesmo tipo de comunidade final.
15. (Mackenzie 2017)
Sucessão ecológica é o nome que se dá a
Quais estão corretas?
uma série de mudanças nas comunidades
que compõem o ecossistema. As diversas
a) Apenas II.
comunidades se sucedem, até que se atinja
b) Apenas I e IV.
um estágio de relativa estabilidade e
c) Apenas I, III e IV.
equilíbrio, denominado comunidade clímax.
d) Apenas II, III e IV.
e) I, II, III e IV.
A respeito dessa sucessão, são feitas as
seguintes afirmações:
17. (Pucrj 2015)
“Krakatau, uma ilha do tamanho de
I. Durante a sucessão ecológica, a
Manhattan, localizada entre Java e
quantidade de energia vai aumentando.
Sumatra,
II. A razão fotossíntese/respiração,
foi destruída em 1883 após uma série de O que foi uma terra totalmente devastada,
poderosas erupções vulcânicas. Apenas um à época, hoje se vê recuperada e coberta
pequeno pedaço da ilha original de vegetação. O fenômeno biológico que
permaneceu acima do nível do mar. Essa permitiu tal recuperação é conhecido como
pequena ilha, chamada de Rakata, não
possuía qualquer vida, era uma ilha estéril. a) cadeia alimentar.
Mas a vida logo começou a surgir b) sucessão ecológica.
novamente...” c) ciclos biogeoquímicos.
WILSON, E. O. Diversidade da vida. d) nicho ecológico.
Companhia das Letras, 1992. Adaptado.
19. (Udesc 2015)
Quando o biólogo E. O. Wilson diz que “a Analise o organograma que representa
vida logo começou a surgir novamente”, algumas fases de uma sucessão
ele estava se referindo a que fenômeno ecológica em um determinado bioma.
ecológico?

a) Sucessão secundária.
b) Biomagnificação.
c) Sucessão primária.
d) Insularização. Em relação à sucessão ecológica, assinale a
e) Isolamento geográfico. alternativa correta.

18. (Uemg 2015) a) Os organismos pioneiros, geralmente,


Em 28 de junho de 2014, foram não alteram as condições originais do
completados 100 anos do assassinato de local onde se instalam.
Francisco Ferdinando, herdeiro do trono do b) Os organismos presentes nas fases A e
Império da Áustria - Hungria, e sua esposa, C fazem parte das chamadas
Sofia, em Saravejo, fato esse que comunidades clímax.
desencadeou a 1ª Guerra Mundial. A c) Em B tem-se as chamadas espécies
imagem a seguir mostra os remanescentes pioneiras, como por exemplo as plantas
das trincheiras e das explosões de bombas, arbustivas.
semelhantes a cicatrizes em um campo d) Com o passar do tempo a complexidade
aberto, na localidade de Beumont Hamel, estrutural e funcional do ecossistema
na França. tende a aumentar.
e) Se o substrato inicial for uma região que
já foi anteriormente ocupada por uma
comunidade tem-se a chamada
sucessão ecológica primária.

20. (Uepa 2014)


Um convidado em um programa de
televisão comentou sobre questões
ambientais o seguinte: ... “os grandes
problemas da conservação da natureza
estão, na realidade, intimamente ligados entre seis dos principais biomas do mundo
aos da sobrevivência do próprio ser e os fatores climáticos precipitação média
humano na Terra e que certos filósofos não anual e temperatura média anual.
hesitam em afirmar que a humanidade está
mal encaminhada. Não nos cabe fazer
julgamentos, mas de acordo com todos os
biólogos, o ser humano comete um erro
capital pensando poder isolar-se da
natureza. Existe, já há muito tempo, um
divórcio entre o ser humano e o ambiente,
com seu clima e seus biomas”.

Adaptado de: Sônia Lopes – BIO. A


caminho de uma reconciliação entre os
humanos e a natureza. 2008

Quanto às palavras em destaque no texto,


Identifica-se os biomas A, B e F,
leia as afirmativas abaixo:
respectivamente, como:

I. Nas Florestas Tropicais, a vegetação é


a) Tundra, Deserto e Floresta Tropical
exuberante com folhas largas e perenes.
b) Taiga, Deserto e Floresta Tropical
II. A Tundra é um bioma que no degelo
c) Floresta Tropical, Deserto e Tundra
apresenta árvores que perdem as folhas
d) Tundra, Campos, Deserto
no inverno.
e) Taiga, Deserto, Campos
III. Nas regiões com Florestas Temperadas
evidenciam-se as quatro estações do
22. (Uern 2015)
ano.
Analise as afirmativas que descrevem
IV. O Cerrado é composto basicamente de
algumas características de um ecossistema
plantas herbáceas e árvores de pequeno
terrestre:
porte.
V. Há discreta variação climática e de
- ocorre no hemisfério norte, próximo à
temperatura nos diversos biomas
calota polar;
mundiais.
- os bois almiscarados estão entre os
animais que representam a fauna dessa
A alternativa que contém todas as
região; e,
afirmativas corretas é:
- as plantas típicas dessa região são
musgos e líquens, como também
a) I, II e III.
gramíneas e pequenos arbustos.
b) I, III e IV.
c) II, III e IV.
As afirmativas anteriores se referem ao
d) III, IV e V.
seguinte bioma:
e) I, II, III, IV e V.
a) Taiga.
21. (Pucrj 2017)
b) Tundra.
O gráfico abaixo mostra a relação existente
regionalização. Por meio dela, é possível
c) Floresta tropical. dividir uma região geográfica em porções
d) Floresta temperada. menores com base nos grupos de espécies
de cada área.
23. (Uece 2017)
O cerrado, vegetação representativa, Disponível em:
principalmente da região Centro-oeste do <http://www.cienciahoje.org.br/noticia/v/ler/id/4912
/n/serpentes_atlanticas>. Acesso em: 02 /05/2017.
Brasil, caracteriza-se por plantas adaptadas
às condições climáticas às quais estão
Sobre o bioma descrito anteriormente é
submetidas. Considerando as
correto afirmar que
particularidades do cerrado, assinale a
opção que identifica plantas típicas desse
a) entre maio e julho, as águas lentamente
bioma, em relação a espécies vegetais
escoam formando rios temporários,
características de outros biomas brasileiros.
época denominada vazante.
b) a sua vegetação é predominantemente
a) Galhos tortuosos e cascas duras e
formada por gramíneas, com a presença
grossas.
esparsa de arbustos e árvores.
b) Ausência de folhas em épocas de seca.
c) os solos são rasos e, muitas vezes, ricos
c) Glândulas foliares que eliminam o
em nutrientes, apresentando vegetais
excesso de sal.
com galhos espinhosos e retorcidos.
d) Elevado porte e copa fechada.
d) a decomposição dos restos vegetais, que
caem no solo, é rápida, sendo os
24. (Usf 2017)
nutrientes logo reabsorvidos pelas
A mata atlântica, que já se estendeu por
plantas.
mais de um milhão de quilômetros
e) as matas de terra firme situam-se em
quadrados do Piauí ao Rio Grande do Sul,
áreas elevadas e não sujeitas à
hoje se encontra completamente
inundação.
fragmentada, reduzida a 16% de sua
exuberância original, de acordo com as
25. (Ufrgs 2017)
estimativas otimistas. Ainda assim, essa
Segundo dados do Instituto Nacional de
floresta mantém parte de sua
Pesquisas Espaciais (INPE), as queimadas
grandiosidade, abrigando uma rica
constatadas em julho de 2016 saltaram de
biodiversidade, da qual uma fração
104 para 864, ano em que as geadas
significativa é endêmica, ou seja, não
secaram os pastos antes do previsto. O uso
existe em outro lugar.
do fogo, no manejo de propriedades rurais,
A vegetação da mata atlântica varia ao
gera polêmicas, e técnicos advertem que
longo de sua extensão devido à presença
essa prática, além de ser ilegal, degrada a
de climas variados, com regimes de
vegetação e o solo. O IBAMA fiscaliza
temperatura e precipitação diferentes em
queimadas principalmente no Centro-Oeste
cada região. Portanto, é de se esperar que
e na Amazônia.
a fauna que nela habita também apresente
variações.
Campos ardentes. Correio do Povo. 07 ago.
Para entender melhor como a fauna está
2016.
organizada em uma região tão ampla e
diversa como a mata atlântica, é necessário
aplicar uma técnica conhecida como
A Coluna 1 lista dois Biomas que ocorrem Bateu asas do sertão
nessas regiões fiscalizadas; a Coluna 2, Então eu disse adeus Rosinha
características que os distinguem. Guarda contigo meu coração

Associe adequadamente a Coluna 2 à [...]


Coluna 1.
GONZAGA, L.; TEIXEIRA, H. Disponível em:
Coluna 1 www.luizluagonzaga.mus.br. Acesso em:
1. Amazônia 20 set. 2011 (fragmento).
2. Cerrado
O bioma brasileiro retratado na canção é
Coluna 2 caracterizado principalmente por
( ) Vegetação arbórea esparsa com
raízes profundas. a) índices pluviométricos baixos.
( ) Árvores e arbustos com cascas b) alta taxa de evapotranspiração.
grossas. c) temperatura de clima temperado.
( ) Vegetação arbórea densa disposta d) vegetação predominantemente epífita.
em diferentes estratos. e) migração das aves no período
( ) Predomínio de gramíneas recobrindo reprodutivo.
o solo.
( ) Árvores altas com raízes tabulares. 27. (Uece 2017)
Existem diversos tipos de formações
A sequência correta de preenchimento dos florestais, porém as florestas tropicais
parênteses, de cima para baixo, é úmidas se destacam, por serem
consideradas os ecossistemas de maior
a) 2 – 1 – 1 – 2 – 2. produtividade primária líquida. Com relação
b) 1 – 1 – 2 – 1 – 2. às florestas tropicais úmidas, é correto
c) 1 – 2 – 1 – 1 – 1. dizer que
d) 2 – 1 – 2 – 1 – 2.
e) 2 – 2 – 1 – 2 – 1. a) possuem solo rico em nutrientes, o que
garante a exuberância das formações
26. (Enem PPL 2017) vegetais.
Asa branca b) são representadas exclusivamente pela
Amazônia; são privilégio da América do
Quando olhei a terra ardendo Sul.
Qual fogueira de São João c) sua elevada produtividade está
Eu perguntei a Deus do céu, ai diretamente relacionada ao clima quente
Por que tamanha judiação e úmido e à grande quantidade de luz
solar disponível.
Que braseiro, que fornalha d) as raízes das árvores são sempre muito
Nem um pé de plantação profundas e, por isso, dificilmente são
Por falta d'água perdi meu gado derrubadas, o que reduz os
Morreu de sede meu alazão desmatamentos.

Até mesmo a asa branca


28. (Pucsp 2017) cerca de três mil espécies vegetais, nativas
O Brasil é um país que se destaca pela ou exóticas, que se combinam e formam a
diversidade de ecossistemas. A seguir, flora da caatinga. Um estudo da Embrapa
estão descritas características de alguns Caprinos e Ovinos sinalizou que essa é uma
desses ecossistemas. importante fonte de alimento para as
criações de gado locais, dispensando a
I. A vegetação caracteriza-se por criação de pastos artificiais e garantindo
apresentar tanto espécies de porte aos rebanhos alimento ao longo de todo o
herbáceo quanto arbustos e árvores de ano.
troncos retorcidos e casca grossa.
II. As chuvas são bem distribuídas ao longo Fonte: Ciência Hoje, 12/04/2016.
do ano, e as temperaturas são Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br

relativamente constantes. Grandes


árvores são abundantes e absorvem Em relação às características físicas,
rapidamente os nutrientes do solo, biológicas e climáticas dos diferentes
considerado pobre. biomas brasileiros, correlacione as colunas
III. A vegetação é constituída por árvores a seguir.
de grande porte, que acompanham a
cadeia de montanhas do litoral. O 1. Cerrado
ambiente é úmido, graças aos ventos 2. Caatinga
que carregam umidade do mar e a 3. Mata Atlântica
condensam na forma de chuva e 4. Pantanal
nevoeiros ao subir as montanhas. 5. Amazônia
IV. Ecossistema que apresenta grande
biodiversidade e é considerado aquele ( ) Bioma constituído por um conjunto
mais devastado do país. Animais de formações florestais (Florestas:
ameaçados de extinção, como o mico- Ombrófila Densa, Ombrófila Mista,
leão e a onça pintada, habitam esse Estacional Semidecidual, Estacional
ecossistema. Decidual e Ombrófila Aberta) e
ecossistemas associados como as
Podem ser atribuídas à Mata Atlântica as restingas, manguezais e campos de
características identificadas pelos altitude. A fauna desse bioma é
algarismos composta por mico-leão-dourado,
onça-pintada, tamanduá-bandeira,
a) I e II, apenas. arara-azul-pequena, tatu-canastra e o
b) III e IV, apenas. bugio.
c) II, III e IV, apenas. ( ) Considerado o maior bioma brasileiro
d) I, II, III e IV. e uma das maiores reservas de
diversidade biológica. É caracterizado
29. (Acafe 2016) por elevadas temperaturas e grande
Riqueza no sertão índice pluviométrico. Sua flora nativa é
composta por andiroba, pupunha, açaí,
Quem pensa no sertão como uma região seringueira, mogno, cedro, sumaúma,
pobre em biodiversidade pode se castanha-do-pará e, sua fauna, por
surpreender com o número: ali existem anta, preguiça, sagui-de-
bigode, ariranha, suçuarana, arara- 30. (Enem 2017)
vermelha e tucano. Os botos-cinza (Sotalia guianensis),
( ) Estende-se por grande parte da mamíferos da família dos golfinhos, são
região Centro-Oeste, Nordeste e excelentes indicadores da poluição das
Sudeste do país. É um bioma áreas em que vivem, pois passam toda a
característico do clima tropical sua vida – cerca de 30 anos – na mesma
continental, com duas estações bem região. Além disso, a espécie acumula mais
definidas – uma úmida (verão) e outra contaminantes em seu organismo, como o
seca (inverno) –, possui uma mercúrio, do que outros animais da sua
vegetação com árvores e arbustos de cadeia alimentar.
pequeno porte, troncos retorcidos,
casca grossa e, geralmente, caducifólia MARCOLINO, B. Sentinelas do mar. Disponível em:
(as folhas caem no outono). A fauna http://cienciahoje.uol.com.br.
Acesso em: 1 ago. 2012 (adaptado).
da região é bastante rica, constituída
por capivaras, lobos-guarás,
Os botos-cinza acumulam maior
tamanduás, antas e seriemas.
concentração dessas substâncias porque
( ) Possui grande diversidade e riqueza,
tanto de espécies animais quanto
a) são animais herbívoros.
vegetais, sendo, inclusive, o bioma
b) são animais detritívoros.
que abriga o maior número de aves
c) são animais de grande porte.
em todo o continente. Apresenta áreas
d) digerem o alimento lentamente.
inundadas ricas em gramíneas,
e) estão no topo da cadeia alimentar.
arbustos e árvores. A fauna é
composta por: peixe-dourado, pacu,
31. (Enem 2016)
arara, capivara, tamanduá, onça e o
A coleta das fezes dos animais domésticos
jacaré-do-papo-amarelo.
em sacolas plásticas e o seu descarte em
( ) Trata-se da região mais seca do país,
lixeiras convencionais podem criar
localizando-se na zona de clima
condições de degradação que geram
tropical semiárido. Sua vegetação é
produtos prejudiciais ao meio ambiente
composta, principalmente, por plantas
(Figura 1).
xerófilas como as cactáceas e
caducifólias. A fauna desse bioma é
composta por uma grande variedade
de répteis, cutia, gambá, preá, veado-
catingueiro e tatupeba.

A sequência correta, de cima para baixo,


e:
A Figura 2 ilustra o Projeto Park Spark,
a) 3 – 5 – 1 – 4 – 2 desenvolvido em Cambridge, MA (EUA), em
b) 2 – 5 – 1 – 3 – 4 que as fezes dos animais domésticos são
c) 1 – 4 – 5 – 3 – 2 recolhidas em sacolas biodegradáveis e
d) 4 – 3 – 2 – 5 – 1 jogadas em um biodigestor instalado em
parques públicos; e os produtos são
utilizados em equipamentos no próprio 33. (Enem 2013)
parque. No Brasil, cerca de 80% da energia elétrica
advém de hidrelétricas, cuja construção
implica o represamento de rios. A formação
de um reservatório para esse fim, por sua
vez, pode modificar a ictiofauna local. Um
exemplo é o represamento do Rio Paraná,
onde se observou o desaparecimento de
peixes cascudos quase que
simultaneamente ao aumento do número
de peixes de espécies exóticas
introduzidas, como o mapará e a corvina,
as três espécies com nichos ecológicos
semelhantes.

Uma inovação desse projeto é possibilitar PETESSE, M. L.; PETRERE JR., M. Ciência Hoje, São
Paulo, n. 293, v. 49, jun. 2012 (adaptado).
o(a)

Nessa modificação da ictiofauna, o


a) queima de gás metano.
desaparecimento de cascudos é explicado
b) armazenamento de gás carbônico.
pelo(a)
c) decomposição aeróbica das fezes.
d) uso mais eficiente de combustíveis
a) redução do fluxo gênico da espécie
fósseis.
nativa.
e) fixação de carbono em moléculas
b) diminuição da competição
orgânicas.
intraespecífica.
c) aumento da competição interespecífica.
32. (Enem 2015)
d) isolamento geográfico dos peixes.
A indústria têxtil utiliza grande quantidade
e) extinção de nichos ecológicos.
de corantes no processo de tingimento dos
tecidos. O escurecimento das águas dos
34. (Enem 2007)
rios causado pelo despejo desses corantes
Se a exploração descontrolada e predatória
pode desencadear uma série de problemas
verificada atualmente continuar por mais
no ecossistema aquático.
alguns anos, pode-se antecipar a extinção
do mogno. Essa madeira já desapareceu de
Considerando esse escurecimento das
extensas áreas do Pará, de Mato Grosso,
águas, o impacto negativo inicial que
de Rondônia, e há indícios de que a
ocorre é o(a)
diversidade e o número de indivíduos
existentes podem não ser suficientes para
a) eutrofização.
garantir a sobrevivência da espécie a longo
b) proliferação de algas.
prazo. A diversidade é um elemento
c) inibição da fotossíntese.
fundamental na sobrevivência de qualquer
d) fotodegradação da matéria orgânica.
ser vivo. Sem ela, perde-se a capacidade
e) aumento da quantidade de gases
de adaptação ao ambiente, que muda tanto
dissolvidos.
por interferência humana como
por causas naturais. Assim, assinale a alternativa que apresenta
os organismos que mais reterão o metal
Internet: <www.greenpeace.org.br> (com pesado em seu organismo.
adaptações).

a) A grama (Produtores).
Com relação ao problema descrito no texto,
b) Os insetos (Consumidores Primários).
é correto afirmar que
c) Os anfíbios (Consumidores Secundários).
d) As corujas (Consumidores Terciários).
a) a baixa adaptação do mogno ao
e) A grama (Produtores) e os insetos
ambiente amazônico é causa da extinção
(Consumidores Primários).
dessa madeira.
b) a extração predatória do mogno pode
36. (Upe-ssa 3 2017)
reduzir o número de indivíduos dessa
Inúmeros pesticidas foram desenvolvidos
espécie e prejudicar sua diversidade
no século passado (incluindo herbicidas,
genética.
fungicidas, inseticidas e raticidas), com o
c) as causas naturais decorrentes das
intuito de controlar organismos
mudanças climáticas globais contribuem
indesejados. Esses pesticidas contêm
mais para a extinção do mogno que a
venenos, produtos químicos tóxicos, que se
interferência humana.
concentram no solo, até que são lavados
d) a redução do número de árvores de
pela chuva ou irrigação. Não raramente,
mogno ocorre na mesma medida em que
por meio de enxurradas, tais substâncias
aumenta a diversidade biológica dessa
chegam aos rios costeiros ou oceanos.
madeira na região amazônica.
Organismos que vivem nos manguezais,
e) o desinteresse do mercado madeireiro
como os anfípodes, se alimentam de
internacional pelo mogno contribuiu para
matéria orgânica e facilmente absorvem os
a redução da exploração predatória dessa
poluentes concentrados na água. Uma vez
espécie.
ingeridos por organismos maiores, como
peixes, as toxinas passam à etapa seguinte
35. (G1 - ifsp 2017)
da cadeia trófica, representada na figura
Num campo agrícola hipotético, um
por uma águia pescadora. Essa
agricultor utilizou um agrotóxico que
contaminação também afeta os humanos,
contém metais pesados e contaminou o
que se alimentam de peixes e outros seres
sistema de cadeia alimentar representado
marinhos.
pela pirâmide de biomassa abaixo, a partir
dos produtores.
Adaptado de “Guia Didático Maravilhosos
Manguezais do Brasil, Instituto
BiomaBrasil, 245 p”.
37. (G1 - cftmg 2017)
A Pegada Ecológica mede a quantidade de
recursos naturais renováveis para manter
nosso estilo de vida. Basicamente, tudo o
que é usado para viver vem da natureza e,
mais tarde, voltará para ela. Essa é a nossa
Pegada.

Um hábito que aumenta significativamente


a pegada ecológica de uma pessoa é a (o)

a) adoção de uma dieta vegetariana.


b) troca frequente de aparelhos celulares.
c) utilização de transporte público
diariamente.
d) consumo de produtos originários da
agricultura familiar.

38. (G1 - ifsp 2016)


Recentemente, divulgou-se a existência de
contaminação por mercúrio nas águas e na
população do distrito Madre de Dios, na
Amazônia peruana. O mercúrio é um metal
Considerando que um anfípoda ingere um tóxico que não pode ser degradado pelos
pedaço de detrito contendo 10 unidades de organismos e acumula-se ao longo dos
uma determinada toxina, que dez níveis tróficos, em um processo chamado
anfípodas servem de alimento para um de bioacumulação. Tendo como base a
peixe e, ainda, que dez peixes são comidos cadeia alimentar hipotética, descrita
por uma águia, é CORRETO afirmar que abaixo, que estaria presente em um
ambiente contaminado por mercúrio,
a) o anfípoda reterá 10 unidades de toxina, assinale a alternativa que apresenta em
os peixes reterão 100 unidades e a águia quais níveis tróficos podem ser
pescadora reterá 1.000 unidades. encontrados, respectivamente, mais
b) todos os representantes dessa cadeia mercúrio e mais energia.
reterão a mesma quantidade de toxina.
c) o anfípoda reterá 1 unidade de toxina, os PRODUTOR 
CONSUMIDOR

CONSUMIDOR CONSUMIDOR

PRIMÁRIO SECUNDÁRIO TERCIÁRIO
peixes reterão 10 unidades e a águia
pescadora reterá 10 unidades.
a) Consumidor terciário e produtor.
d) o anfípoda reterá 10 unidades de toxina,
b) Consumidor primário e produtor.
os peixes reterão 20 unidades de toxina, c) Produtor e consumidor primário.
e a águia pescadora reterá 30 unidades d) Produtor e consumidor terciário.
de toxina. e) Consumidor primário e consumidor
e) apenas os anfípodas e peixes reterão 10 terciário.
unidades de toxinas, sendo residual a
quantidade de toxina retida na águia
pescadora.
39. (G1 - ifce 2016) de resíduos sólidos, conscientizando os
Com o tempo, a questão sanitária foi cidadãos sobre a forma correta a descartar
abordada de forma conectada com a saúde o lixo.
humana e a possível transmissão de
doenças. No entanto, atualmente, deve-se Fonte: http://al-
relacioná-la a questões ambientais e sc.jusbrasil.com.br/noticias/100017460/
florianopolis-e-destaque-em-coleta-seletiva-no-brasil
preocupação com a escassez dos recursos
naturais.
Com relação à coleta seletiva de lixo e ao
descarte de resíduos sólidos, é CORRETO
Marque o item que não apresenta relação
afirmar:
entre questões sanitárias e degradação
ambiental.
a) Os metais não podem ser reciclados e
são destinados exclusivamente aos
a) O tratamento da água de consumo
aterros sanitários.
humano.
b) Os plásticos se decompõem em poucos
b) O crescimento demasiado da população
dias e podem ser coletados juntamente
mundial.
com lenços de papel e guardanapos
c) O aumento das áreas industriais.
usados.
d) O consumo excessivo.
c) Entre os materiais que podem ser
e) O descarte ilícito de resíduos.
destinados à coleta seletiva estão:
plásticos, metais, vidro e papel.
40. (G1 - ifsc 2016)
d) O lixo denominado “orgânico” é
Cerca de 7% do total de resíduos sólidos
composto por restos de comida, pontas
coletados em Florianópolis são
de cigarro e embalagens de alimentos
encaminhados à reciclagem, colocando o
usadas.
município entre as quatro capitais
e) Pilhas e lâmpadas fluorescentes podem
brasileiras com maior volume de
ser descartadas no lixo comum.
recuperação de materiais. O índice,
divulgado pelo presidente da Companhia de
Melhoramentos da Capital (Comcap),
Marius Bagnati, oferece boas perspectivas
ao município, às vésperas do fim do prazo
para a implantação do plano de gestão
local, conforme o estipulado pelo governo
federal.

Aprovado em 2011, o Plano Nacional de


Resíduos Sólidos (PNRS) estabelece que
após o dia 2 de agosto (2014) o país não
poderá ter mais lixões, que serão
substituídos pelos aterros sanitários. Os
aterros vão receber apenas rejeitos, ou
seja, aquilo que não é possível reciclar ou
reutilizar. Os municípios ficam também
obrigados a elaborar seus próprios planos
Gabarito: densidade populacional, onde as taxas de
natalidade e mortalidade se tornam
equivalentes e a quantidade de indivíduos
Resposta da questão 1:
permanece mais ou menos constante.
[D]

Resposta da questão 5:
O elemento químico está presente em
[D]
todos os ciclos biogeoquímicos, porque
aparece associado com o hidrogênio,
Oferta de alimento, luminosidade e clima
carbono, fósforo e nitrogênio formando
são fatores que contribuem para a
inúmeras substâncias inorgânicas e
distribuição do número de espécies, já a
orgânicas que compõem o ambiente e os
taxa de oxigênio do ar está disponível em
organismos vivos.
todo o planeta, sem relação com a
diversidade de borboletas.
Resposta da questão 2:
[C]
Resposta da questão 6:
[D]
A existência de animais maiores durante o
período carbonífero, em relação aos insetos
A população é um nível ecológico
e anfíbios atuais, pode ser explicado, em
categorizado por um conjunto de indivíduos
parte, pela maior oferta de oxigênio
da mesma espécie que ocupam uma
durante aquele período geológico.
determinada área em um determinado
momento.
Resposta da questão 3:
[C]
Resposta da questão 7:
[C]
O gráfico mostra que a presença ou
ausência de parasitas intestinais influencia
A estabilidade da população ocorre quando
a competição entre as espécies X e Y. Na
é atingida a capacidade limite de suporte
ausência desses parasitas, a competição
do meio ambiente.
gera vantagem para a espécie Y em
relação à espécie X. Na presença dos
Resposta da questão 8:
parasitas intestinais, a competição gera
[B]
vantagem para espécie X em relação à
espécie Y.
Ao se alimentar dos tecidos da lagarta que
ingere os produtos agrícolas, a larva do
Resposta da questão 4:
inseto parasitoide se comporta como
[C]
consumidor secundário na cadeia alimentar
proposta.
A resistência do meio (R) é a soma de
todos os fatores do meio que limitam o
Resposta da questão 9:
crescimento de uma população, como
[D]
disponibilidade de recursos e a ação de
As fêmeas do vaga-lume do gênero
predadores, parasitas e competição. A
Photuris matam e devoram os vaga-lumes
resistência do meio cresce de forma
proporcional ao aumento da
do gênero Photinus, configurando uma caracterizando uma relação intraespecífica
relação ecológica desarmônica harmônica.
interespecífica denominada predatismo.
Resposta da questão 14:
Resposta da questão 10: [D]
[A]
A instalação e o desenvolvimento de uma
A técnica utilizada no combate às lagartas comunidade vegetal em determinado
que se alimentam das folhas do algodoeiro ambiente denomina-se sucessão ecológica.
consiste no controle biológico de pragas.
Esse método emprega parasitas específicos Resposta da questão 15:
das espécies que se quer combater. Os [C]
embriões da microvespa se desenvolvem
alimentando-se dos ovos da borboleta, [II] Incorreta: Em relação à razão
controlando a população das lagartas que fotossíntese/respiração, a fotossíntese
comem folhas. supera a respiração durante o
desenvolvimento da sucessão ecológica e
Resposta da questão 11: é, praticamente, igual no estágio clímax.
[C] [III] Incorreta: A reciclagem dos nutrientes
torna-se maior durante o desenvolvimento
As diferentes formas larvárias que ocorrem da sucessão ecológica.
durante o desenvolvimento dos crustáceos
ocupam distintos nichos ecológicos. Esse Resposta da questão 16:
fato reduz a competição entre indivíduos da [C]
mesma espécie pelos recursos ambientais
onde vivem. Em lavas solidificadas de vulcão, formam-
se comunidades pioneiras de uma sucessão
Resposta da questão 12: ecológica primária.
[D]
Resposta da questão 17:
A coruja é uma ave predadora dos [C]
morcegos. Ácaros e piolhos competem por
alimento fornecido pela pele da coruja. As A ocupação por espécies pioneiras em uma
moscas hematófagas que sujam o sangue área inabitada caracteriza o início de uma
dos morcegos são parasitas. sucessão ecológica.

Resposta da questão 13: Resposta da questão 18:


[A] [B]

A correlação exata é: orquídeas e plantas A recuperação da vegetação em uma área


suporte – interespecífica e harmônica; devastada corresponde a uma sucessão
piolhos se alimentam do sangue de seus ecológica secundária.
hospedeiros, configurando uma relação
interespecífica desarmônica. Os cupins
compõem uma sociedade heteromórfica,
Resposta da questão 24:
Resposta da questão 19: [D]
[D]
Na mata atlântica, a reciclagem dos
Durante a sucessão ecológica ocorre nutrientes é rápida devido à intensa
aumento do número de espécies e da decomposição dos restos vegetais que
complexidade funcional do ecossistema. caem no solo.

Resposta da questão 20: Resposta da questão 25:


[B] [E]

[II] Falsa. A Tundra é um bioma A coluna 2 fica corretamente preenchida,


setentrional próximo ao polo norte que de cima para baixo, com a sequência: 2 – 2
apresenta, principalmente, musgos e – 1 – 2 – 1.
liquens como representantes de sua
biodiversidade autotrófica. Resposta da questão 26:
[V] Falsa. Entre os diversos biomas [A]
mundiais há variações significativas de
variações climáticas e de temperaturas A caatinga nordestina é o bioma brasileiro
ambientais. com índices pluviométricos baixos.

Resposta da questão 21: Resposta da questão 27:


[A] [C]

Os biomas mostrados na figura são: A – A produtividade primária líquida das


Tundra; B – Deserto; C – Campos; D – florestas tropicais úmidas está diretamente
Florestas Temperadas; E – Taiga; F – relacionada ao clima quente e úmido
Floresta Tropical. devido à grande insolação nos trópicos da
terra.
Resposta da questão 22:
[B] Resposta da questão 28:
[B]
As características apresentadas são típicas
do bioma Tundra. [I] Incorreta. A vegetação de porte
herbáceo ocorre, principalmente, nos
Resposta da questão 23: biomas Pampa, Cerrado e Caatinga,
[A] enquanto que árvores com troncos
retorcidos e com casca grossa é uma
As plantas do cerrado, geralmente, característica do bioma Cerrado. A Mata
apresentam galhos tortuosos e cascas Atlântica apresenta uma mistura de
duras e grossas, como consequência da portes de vegetação, com predominância
adaptação a solos ácidos e ricos em de árvores de médio e grande porte.
alumínio. O fenômeno é conhecido como [II] Incorreta. As chuvas bem distribuídas
xeromorfismo oligotrófico. durante todo o ano, temperaturas
relativamente constantes e solo infértil
devido
à rápida absorção de nutrientes são Resposta da questão 32:
características do bioma Amazônia. Na [C]
Mata Atlântica, as chuvas são
irregulares, as temperaturas variáveis e O escurecimento da água impede a
o solo pobre em nutrientes, porém com passagem de luz. Consequentemente,
grande reciclagem devido à serrapilheira. ocorrerá a queda da taxa fotossintética dos
[III] Correta. A Mata Atlântica apresenta organismos autótrofos que nela vivem.
árvores de grande porte e grande
condensação da brisa oceânica, que Resposta da questão 33:
aumenta a umidade e precipitação. [C]
[IV] Correta. A Mata Atlântica é um bioma
com grande biodiversidade e o mais A introdução de espécies exóticas em um
devastado do Brasil, devido à grande ecossistema pode causar o aumento da
exploração na região litorânea durante a competição interespecífica quando há
colonização, que se estende até os dias de sobreposição de nichos ecológicos entre o
hoje, ocasionando em muitas espécies invasor e as espécies nativas.
ameaçadas de extinção.
Resposta da questão 34:
Resposta da questão 29: [B]
[A]
A extração predatória de árvores, como o
A correlação exata entre os biomas mogno, jacarandá e outras reduz a
brasileiros e suas características está biodiversidade das regiões onde vivem
relacionada na alternativa [A]. esses vegetais. Não se sabe o espectro do
impacto ecológico que pode ser causado
Resposta da questão 30: pela destruição da bioflora brasileira e
[E] mundial.

Os organismos que se situam no topo da Resposta da questão 35:


cadeia alimentar apresentam as maiores [D]
concentrações de poluentes que não
conseguem excretar, devido ao efeito As corujas (consumidores terciários) estão
cumulativo ou magnificação trófica dessas no topo da cadeia alimentar e reterão
substâncias. maior quantidade do metal pesado,
incorporando-o através dos tróficos
Resposta da questão 31: anteriores.
[A]
Resposta da questão 36:
O biodigestor realiza a decomposição [A]
incompleta das fezes dos animais
produzindo, como subproduto, o gás Os anfípodas são pequenos crustáceos que
metano (CH4 ). Esse gás pode ser utilizado se alimentam de matéria orgânica e
como combustível na iluminação pública. servem de alimento para outros animais.
Assim, se um anfípoda ingere detrito
contendo 10 unidades de uma toxina, ele Resposta da questão 40:
reterá 10 unidades dessa toxina. Caso um [C]
peixe se alimente de dez anfípodas com a
toxina, reterá 100 unidades desta toxina. E Plásticos, vidros, metais e papel comum
se uma águia se alimentar de dez peixes são materiais presentes no lixo que podem
com toxina, reterá 1.000 unidades desta. ser destinados à coleta seletiva.

Resposta da questão 37:


[B]

A troca frequente de aparelhos celulares


aumenta a pegada ecológica de uma
pessoa, pois sua produção demanda
grandes quantidades de recursos naturais e
consumo de energia, além de grande
toxicidade.

Resposta da questão 38:


[A]

Os poluentes passam pela cadeia


alimentar, acumulando-se através dos
níveis tróficos, por seres que não degradam
estes compostos, portanto, serão
encontrados em grande quantidade nos
consumidores terciários. A energia é
captada e transformada e a cada
transferência, de um nível trófico para
outro, há perda, sendo maior a quantidade
disponível nos produtores.

Resposta da questão 39:


[A]

O tratamento da água para o consumo


humano relaciona-se somente a questões
sanitárias, afetando a saúde humana,
contribuindo para a transmissão de
doenças.