Você está na página 1de 44

Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Programa Mínimo de Geografia

I Ciclo do Ensino Secundário Geral

7ª, 8ª e 9ª Classes

Uso Exclusivo, Período Pós o Estado de Emergência- Covid-19


Ano – 2020
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Ficha Técnica
Título
Programa Mínimo de Geografia da 7.ª, 8ª e 9ª classe | I Ciclo do Ensino Secundário Geral
Autor
INIDE / MED

Adaptação
Jorgina Chova

Coordenação Geral
Manuel Afonso
Diasala Jacinto André
João Adão Manuel

Coordenação Técnica
Simão Agostinho

Coordenação do I ciclo
Rita Francisco Manuel Neto

Editora

Pré-impressão, Impressão e Acabamento


Ano / Edição 1 / Tiragem
2020
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA
A realidade mundial actual, informada pela pandemia do Coronavírus também conhecida por COVID-19, surgida em
Dezembro de 2019 em Wuhan - China, e cujos primeiros registos de infecções, em Angola, ocorreram em Março de corrente
ano, impõe a tomada de medidas excepcionais em defesa do bem vida.

Com efeito, o país observou desde 26 de Março o Estado de Emergência decretado por Sua Excelência Presidente da
República, inicialmente por um período de 15 dias e já prorrogado pela segunda vez consecutiva. Através do Decreto
Presidencial n.º 142/20, o País observa desde o dia 26 de Maio a situação de Calamidade Pública, Decretado por igual
período de tempo. Antes disso, a 19 de Março, através do Decreto Executivo n.º 1/20, foi orientada a suspensão de todas as
actividades lectivas a partir do dia 24 do mesmo mês. Perante este quadro, o Ministério da Educação, no âmbito das suas
atribuições estatutárias consubstanciadas na gestão da política educativa do Estado, procede a criação de um conjunto de
condições didáctico-pedagógicas ajustadas ao período pós-Estado de Emergência, para a salvaguarda do processo de
ensino-aprendizagem do ano lectivo 2020 e, deste modo, minimizar as adversidades decorrentes do período em causa.

Em decorrência, e através do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INIDE), foram concebidos
os Programas Mínimos das disciplinas curriculares, cuja prioridade recaiu aos conteúdos fundamentais que concorrem para
o alcance do perfil de saída dos alunos na disciplina, classe e ciclo de ensino e formação. Por isso, sublinha-se que os
Programas Mínimos não devem ser considerados novos, mas, sim, como uma reestruturação dos vigentes para atender a
realidade imposta pela COVID-19, sem prejuízo as metas curriculares que objectivam o perfil de saída, mesmo com a
implementação do Calendário Escolar Revisto para o ano de 2020.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Nesse sentido, a elaboração dos programas mínimos considerou as sete (7) semanas lectivas desde o início das aulas
realizadas entre 5 de Fevereiro e 20 Março Julga-se que, as aulas ministradas antes da interrupção, sejam suficientes para
serem objectos de actividades avaliativas dos alunos.

Por isso, o leccionamento dos conteúdos mínimos programáticos concebidos para as actividades lectivas é obrigatório, pois
objectivam o cumprimento das metas que concorrem para o desenvolvimento do perfil de saída dos alunos na disciplina,
classe e ciclo de ensino e formação.

Estratégias de Gestão Metodológicas dos Programas Mínimos

Para a implementação exitosa do presente Programa Mínimo, é importante que o professor observe sempre as tarefas da
preparação metodológica: a) A caracterização geral da unidade temática (Importância do tema, conhecimento antecedente do
tema, conhecimentos, habilidades, atitudes, valores e ética que se desenvolvem no tema, total de horas/aulas do tema e
actividades experimentais/práticas; b) A dosificação ou tratamento metodológico do tema; c) Operacionalização dos
objectivos das aulas; d) Planos de aulas; e) Interactividadesintelectuais, físicas, sociais, verbais, sensoriais e afectivas
(Afonso & Agostinho, 2019, p. 40); f) Organização do espaço na aula e g) A avaliação ao serviço das aprendizagens.

Tendo em conta o tempo limitado para a realização das actividades lectivas, ao longo do processo de ensino-aprendizagem o
professor deve procurar utilizar as estratégias que considera mais adequadas para a promoção e desenvolvimento das
competências essenciais de cada disciplina, independentemente da sua especificidade
Neste processo, sugere-se a aplicação de metodologias participativas para a aprendizagem significativa, mediante a
preparação de aulas com actividades teórico-práticas e práticas. Para a rentabilização do tempo necessário, os
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

temas do programa não devem ser abordados somente em sala de aulas, na relação professor-aluno. Diante disso, o
professor deverá igualmente recorrer ao trabalho independente ou individual (tarefa de casa) para o tratamento dos
conteúdos que não requeiram inevitavelmente a relação entre professor – aluno.
Todavia é necessário que o professor veja os conteúdos que podem ser geridos pelos alunos com ajuda de um
adulto. Porém, para a sistematização das aprendizagens o professor deverá necessariamente acompanhar o
processo de trabalho independente mediante orientação de exercícios de aplicação a serem corrigidos em
momentos oportunos. Isto faz com que o aluno seja o protagonista no processo de ensino-aprendizagem.
As estratégias devem ser diversificadas e criativas de forma a facilitar o alcance dos objectivos, sempre respeitando a sua
relação com as competências essenciais.

Elencamos, de seguida, algumas sugestões de natureza metodológica, quer para a gestão de actividades de Ensino e de
Aprendizagem, quer para a avaliação da relação entre o ensino e a aprendizagem bem como de cada um desses elementos
estruturantes da educação escolar tratando-se de actividades como a Exposição de situações-problema, Diálogo; Trabalhos
individuais; Trabalhos em grupo; Chuva de ideias; Fichas de Actividades/Trabalho; Utilização de meios audiovisuais e
tecnologias da informação e comunicação; Interpretação e análise de textos; Elaboração de cartaz ou painel, Jornal de
parede, Mural, Banda desenhada, Puzzles, Árvore genealógica; Debate; Simulação de Tribunal; Jogos didácticos; Resolução
de Problemas diversos; Elaboração e execução de Entrevista e Inquéritos; Trabalhos escritos; Leitura e interpretação de
mapas; Elaboração de textos; Dramatização; Jogral; Elaboração de Fotomontagem; Canções - elaboração e execução;
Resolução Sopa de Letras, Palavras Cruzadas, Acróstico, Banco de Palavras.

Essas actividades, entretanto, consideram-se igualmente como actividades de ensino, aprendizagem, e de avaliação.
Contudo, ao longo das aulas, o professor, na gestão dessa pluralidade de actividades deverá ter em conta os três níveis de
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

aprendizagem, isto é, (a) Nível reprodutivo, (b) Nível aplicativo do conhecimento às situações de natureza científica e (c)
Nível aplicativo do conhecimento às situações de natureza social, cujo registo dos resultados de avaliação por aluno é
obrigatório.

Programa de Geografia
7ª Classe
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 17 Semanas Lectivas
 02 Horas por Semana
 34 Horas Lectivas

Plano Temático

Horas Lectivas
Temas Trimestres Aulas Total
1 As coordenadas geográficas 1

2 A Atmosfera INICIAL 4
8
3 A Litosfera 3

4 A Hidrosfera 13
FINAL 26
5 Os Ecossistemas Terrestre 13
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 4
As coordenadas geográficas (1 aula)
Objectivos Gerais:
 Compreender os círculos imaginários nas representações geográficas;
 Compreender a importância das coordenadas geográficas.

Objectivos Específicos Subtemas Conteúdos

 Definir os conceitos de: círculo 4.1. Os círculos imaginários nas  Os círculos imaginários nas representações
imaginário; representações geográficas: o geográficas: o equador, os paralelos e os
equador; paralelos; meridianos; equador, os paralelos e os meridianos.
Meridianos
 Identificar os ciclos imaginários
no mapa físico do mundo e na esfera
física-
 Definir o conceito de coordenadas 4.2. As coordenadas geográficas:  As coordenadas geográficas: latitude
geográficas; latitude e longitude. e longitude
.
 Diferenciar os conceitos de latitude e
longitude através do mapa físico do
mundo e da esfera física.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 5
A Atmosfera (4 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender a composição e estrutura da atmosfera;
 Compreender as particularidades da temperatura e a pressão atmosférica, dos ventos e das precipitações;
 Analisar a relação entre os elementos e factores do clima;
 Compreender a necessidade de protecção do ar.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

5.1. Atmosfera: características Atmosfera: características gerais.


 Definir o conceito de atmosfera. gerais.
Composição do ar atmosférico.
 Identificar as características gerais da Composição do ar atmosférico.
atmosfera. Estrutura da atmosfera.
Estrutura da atmosfera
 Identificar a estrutura da atmosfera.
5.2. A temperatura atmosférica: A temperatura atmosférica: temperatura
 Definir os conceitos de: temperatura temperatura atmosférica radiação atmosférica; radiação solar; radiação
atmosférica; radiação solar; radiação solar; radiação terrestre. variação terrestre.
terrestre diurna da temperatura.
.
Variação anual da temperatura.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Explicar os factores que fazem variar a 5.3. A pressão atmosférica Variação diurna da temperatura.
temperatura atmosférica.
Os ventos Variação anual da temperatura.
 Definir o conceito de linhas isotérmicas.
A humidade atmosférica e a A pressão atmosférica.
 Definir os conceitos de: pressão circulação do ar
atmosférica; barómetro; linhas isobáricas Os ventos.
ou isóbaras.
A humidade atmosférica e a circulação do
 Definir o conceito de vento; ar.

 Relacionar a pressão atmosférica com os


ventos.

 Definir o conceito de humidade


atmosférica;

 Relacionar a humidade atmosférica e a


circulação do ar.

 Definir os conceitos de: precipitação 5.4. As precipitações. Formas As precipitações. Formas.


atmosférica; evaporação; sublimação
Tipos de chuvas Tipos de chuvas
 Identificar as formas de precipitação
atmosférica.

 Identificar os tipos de chuvas através do


uso de esquemas ilustrativos.

 Definir os conceitos de tempo atmosférico 5.5. Tempo atmosférico e clima  Tempo atmosférico e clima.
e clima; Elementos e factores do clima Elementos e factores do clima
.  O género humano e o clima.
 Explicar a influência do género humano O género humano e o clima
sobre o clima.

 Localizar os climas no mapa climático do


mundo;
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Localizar os climas no mapa climático do 5.6. Os climas da Terra Os climas da Terra


mundo; Localização.
Características.
 Descrever as características dos climas
da Terra.
 Explicar a necessidade de protecção do 5.7. A protecção do ar A protecção do ar.
ar;
Medidas de protecção do ar.
 Propor medidas de protecção do ar.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 6
A Litosfera (3 aulas)
Objectivos Gerais:
 Conhecer a estrutura interna do planeta Terra;
 Conhecer a litosfera e a sua constituição;
 Compreender a origem e evolução do relevo terrestre;
 Compreender particularidades dos terramotos e dos vulcões;
 Analisar as principais formas de relevo entre os diferentes continentes.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Reconhecer a estrutura interna do planeta 6.1. A estrutura interna do planeta:  A estrutura interna do planeta: camadas da
através do uso de esquemas ilustrativos camadas da Terra Terra
(esquemas do manual do aluno).

 Definir o conceito de litosfera ou crosta


terrestre;

 Reconhecer as camadas que constituem


a litosfera ou crosta terrestre
 Descrever a constituição da litosfera ou 6.2. A litosfera ou crosta terrestre:  A litosfera ou crosta terrestre: a sua
crosta terrestre. a sua constituição constituição
 Explicar a origem das rochas que formam 6.3. As rochas que formam a  As rochas que formam a crosta terrestre:
a crosta terrestre; crosta terrestre: origem e origem constituição
Constituição
 Descrever a constituição da litosfera ou
crosta terrestre.
 Explicar as desigualdades da superfície 6.4. As desigualdades da  As desigualdades da superfície terrestre:
terrestre através do mapa físico do mundo superfície terrestre: elevações elevações e depressões
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

e do de Angola
Relevo: montanhas; planaltos;
 Definir os conceitos de: relevo; planícies; depressões; morro ou
monte; serra
 Explicar a origem e evolução do relevo 6.5. Origem e evolução do relevo  Origem e evolução do relevo terrestre
terrestre através do uso de esquemas terrestre
ilustrativos

 Diferenciar os conceitos de terramoto e de 6.6. Os terramotos e os vulcões  Os terramotos e os vulcões.


vulcão(através do uso de esquemas
ilustrativos).
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 7
A Hidrosfera (13 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender os diferentes estados da água na superfície terrestre;
 Conhecer a importância da água para a vida na terra.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Definir o conceito de hidrosfera; 7.1. A hidrosfera  A hidrosfera.


 Explicar os diferentes estados na
superfície terrestre; Distribuição das águas na Terra  Os diferentes estados da água na terra.
 Caracterizar a distribuição das águas no
planeta Terra  Distribuição das águas no planeta terra
 Definir os conceitos de oceano e de mar; 7.2. Os oceanos e mares:  Os oceanos e mares:

 Identificar os diferentes oceanos e mares A sua caracterização.  A sua caracterização


no mapa físico do mundo;
Propriedades físicas e químicas
 Caracterizar os oceanos e mares através das águas dos oceanos e dos
do mapa físico do mundo mares

 Reconhecer as propriedades físicas e Propriedades físicas e químicas


químicas das águas dos oceanos e dos das águas dos oceanos e dos
mares. mares.
 Identificar os movimentos das aguas 7.3. O movimento das águas Propriedades físicas e químicas das águas
oceanicas. Oceânicas dos oceanos e dos mares.

 Explicar a constituição das águas As águas superficiais: rios, lagos e O movimento das águas oceânicas.
superficiais. glaciares
As águas superficiais: rios, lagos e
glaciares.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Definir o conceito de águas subterrâneas; 7.4. Águas subterrâneas Águas subterrâneas;

 Explicar o processo de formação das Processo de formação:


águas subterrâneas. precipitação,evaporação, infiltração.

 Reconhecer a necessidade de protecção 7.5. Protecção das águas do Protecção das águas do nosso planeta.
das águas do nosso planeta nosso planeta
Medidas de prevenção contra a poluição
 Propor medidas de prevenção contra a Medidas de prevenção contra a das águas.
poluição das águas. poluição das águas
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 8
Os Ecossistemas Terrestres (13 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender as características dos ecossistemas terrestres;
 Compreender a importância da conservação e protecção da natureza.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Definir o conceito de ecossistema; 8.1. Ecossistemas Ecossistemas

 Caracterizar as grandes zonas naturais. As grandes zonas naturais.


As suas características

 Explicar a importância da conservação e 8.2. A importância da Conservação e protecção da natureza.


protecção da natureza; conservação e protecçãoda
natureza Medidas para a conservação e protecção
 Propor medidas para a conservação e da natureza
protecção da natureza
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Programa de Geografia
8ª Classe
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Distribuição das Cargas Lectivas por Trimestre 8ª Classe.


 17 Semanas Lectivas
 02 Horas por Semana
 34 Horas Lectivas

Plano Temático

Horas Lectivas
Tema Trimestre Aula Total
1 O território angolano 1

2 A população angolana 3
INICIAL 8
3 Angola: recursos naturais 4
4 A indústria 13

5
Angola: organização do espaço e 13 26
FINAL
ordenamento do território.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 1
O Território Angolano (1 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender a localização geográfica de Angola;
 Analisar as grandes unidades geológicas de Angola.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Caracterizar os climas de Angolanaturais. 1.5. Os climas de Angola. Climas de Angola;


Factores climáticos.
Factores climáticos;

Tipos de clima.
 Reconhecer o potencial hídrico de Angola; 1.6. O potencial hídrico de Angola O potencial hídrico de Angola;
Características dos rios angolanos.
 Descrever as características dos rios
angolanos.

 Identificar as características dos


ecossistemas terrestres angolanos
 Definir os conceitos de parque nacional e 1.7. Ecossistemas: fontes de bem- Ecossistemas
de reserva natural; estar e riqueza
Ecossistemas terrestres angolanos;
 Propor medidas de protecção ambiental.
Áreas de protecção ambiental: parques
reservas nacionais e reservas naturais
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 2
A População Angolana (3 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender as características da população angolana;
 Conhecer a distribuição espacial da população Angolana.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Reconhecer os dados do crescimento da 2.1. O crescimento da população O crescimento da população


população em Angola angolana angolana:

 Identificar os comportamentos 2.2. Os comportamentos Natalidade;


demográficos perante o nascimento e a demográficos perante o
morte. nascimento e a morte Esperança de vida;

Mortalidade infantil.

O VIH e SIDA em Angola


 Descrever a distribuição espacial da 2.3. A distribuição espacial da Movimentos da população:
população angolana população angolana O êxodo rural.

 Definir o conceito de migração;

 Identificar o movimento migratório da


população angolana.
Descrever a estrutura etária da população 2.4. A estrutura etária da Representação gráfica: as pirâmides
angolana; população angolana etárias.

Definir o conceito de pirâmide etária;

Interpretar as pirâmides etárias.


Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 3
Angola: Recursos Naturais (4 aulas)
Objectivos Gerais:
 Conhecer o potencial natural de Angola;
 Compreender a importância dos recursos naturais;
 Compreender a importância do aproveitamento dos recursos naturais.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Descrever o mecanismo de formação das 3.1. Águas subterrâneas Águas subterrâneas;


águas subterrâneas;
Mecanismo de formação das águas
 Descrever a importância das águas subterrâneas;
subterrâneas.
Importância das águas.
 Definir o conceito de águas superficiais; 3.2. Águas superficiais Águas superficiais;

 Localizar os rios de Angola no mapa; Importância das águas Superficiais Localização dos rios de Angola no mapa;

 Descrever a importância das águas Importância das águas superficiais.


superficiais.
 Definir o conceito de recursos 3.3. Recursos energéticos Recursos energéticos;
energéticos;
Importância do aproveitamento
 Descrever a importância do dos recursos energéticos
aproveitamento dos recursos energéticos.
 Mencionar os principais recurso mjnerais 3.4. Recursos minerais Recursos minerais;
de Angola
 Explicar a importância dos recursos 3.5 Solo: tipos de solos • Importâncias dos recursos
minerais. minerais.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Importância e protecção dos solos • Solo: tipos de solos.


 Definir o conceito de solo; Importância e protecção dos solos.

 Reconhecer os tipos de solo.

 Identificar a importância da proteção dos


solos e da gestão dos solos
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 4
A Indústria (13 aulas)
Objectivos Gerais:
 Conhecer o potencial natural de Angola;
 Compreender a importância dos recursos naturais;
 Compreender a importância do aproveitamento dos recursos naturais.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Caracterizar o sector industrial angolano; 4.1. O sector industrial O sector industrial angolano;

 Diferenciar a indústria extrativa da A industria extrativa;


indústria transformadora;
A indústria transformadora;
 Mencionar as principais indústrias
extrativas e transformadoras de Angola. Principais indústrias extrativas e
transformadoras de Angola
 Definir o conceito de rede de transportes; 4.2. Rede de transportes Rede de transportes.

 Citar as principais linhas ferroviárias de Transportes terrestres, ferroviários e


Angola; rodoviários. Transportes aéreos

 Explicar a importância económica e social Transportes marítimos e fluviais.


dos transportes
Importância económica e social dos
transportes
 Definir o conceito de telecomunicações; 4.3. As telecomunicações Telecomunicações;

 Explicar a importância das novas Novas tecnologias de comunicação e


tecnologias de comunicação e informação;
informação;
 Explicar o sistema de transformação da Sistema de transformação de
informação em Angola informação em Angola.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 5
Angola: Organização do Espaço e Ordenamento do Território (13 aulas)
Objectivos Gerais:
 Conhecer a organização do espaço e do território angolano;
 Compreender a organização do ordenamento do território angolano.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Programa de Geografia
9ª Classe
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Distribuição das Cargas Lectivas por Trimestre 9ª Classe.

 17 Semanas Lectivas (4+13)


 02 Horas por Semana
 34 Horas Lectivas

Plano Temático

Cargas Lectivas
Tema Trimestre Horas Total
Lectivas

1 África: localização geográfica 4


8
INICIAL
2 África: população 4

3 África: recursos naturais 13


FINAL 26
Os grandes ecossistemas terrestres no
4 continente africano 13
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 1
África: Localização Geográfica (4 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender a localização geográfica do continente africano;
 Analisar o aspecto físico-geográfico do continente africano;
 Conhecer o aspecto político do continente africano.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Identificar os diferentes espaços do 1.3. Os diferentes espaços no O continente africano: diferentes espaços:
continente africano; continente africano
Os espaços geográficos
 Descrever as principais formas de relevo
Os espaços climáticos

Características da Características da África


económica

Características da África política;

Características da África linguística


Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 2
África: População (4 aulas)
Objectivos Gerais:
 Analisar as características da população do continente africano;
 Compreender os factores que incidem na qualidade de vida da população africana.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Identificar a origem da população africana; 2.1. Origem da população Origem da população africana.
Africana
 Identificar os indicadores do crescimento Indicadores da população africana;
da população africana; Estrutura etária da população
Africana Crescimento: taxa de natalidade; taxa de
 Avaliar o comportamento das variáveis mortalidade; taxa de fecundidade.
demográficas em África
População das zonas de maior e menor
 Caracterizar a distribuição geográfica dap densidade populacional.
opulação africana.
Estrutura da população africana: pirâmide
etária e área profissional.
 Descrever as causas das migrações no 2.2. As migrações no continente Causas das migrações no continente
continente africano; africano: causas e tipos africano

 Descrever os tipos de migrações no


continente africano.
 Descrever as causas dos conflictos 2.3. Os conflitos interétnicos: Causas dos conflitos interétnicos;
interétnicos; causas e consequências
Consequências dos conflitos interétcnicos.
 Reconhecer as consequências dos
conflitos interétnicos.
 Caracterizar a qualidade de vida da 2.4. A qualidade de vida da A qualidade de vida da população africana:
população africana. população africana A saúde; educação; emprego; habitação;
Alimentação
Comparar a segurança no continente 2.5. A segurança individual e A segurança individual e social no
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

africano nas suas diferentes social no continente africano continente africano


componentes.
Segurança de pessoas e bens

Segurança ambiental

Segurança Rodoviária
Programas de Geografia
Objectivos | 7ª, 8ª e 9ª Classes
Específicos
Subtemas Conteúdos

 Identificar no mapa de África a distribuição 3.1. Principais recursos Principais recursos minerais: petróleo; gás TEMA 3
minerais natural; diamante ferro; ouro; carvão
mineral; bauxite; África: Recursos
 geográfica dos principais recursos
minerais no continente africano; Naturais (13
Distribuição geográfica;
aulas)
 Justificar a dependência externa na A dependência externa na exploração dos
exploração dos recursos minerais recursos minerais Objectivos
 Explicar o valor económico dos recursos Valor económico dos recursos minerais Gerais:
minerais para o continente africano.
 Conhecer
 Identificar as grandes bacias hidrográficas 3.2. Os recursos hídricos Os recursos hídricos;
em África através do mapa físico de os
África; As grandes bacias hidrográficas em África;
recursos
Os sistemas fluviais em África
 Caracterizar os sistemas fluviais em naturais do
África;
Distribuição das águas no continente
africano; continente
 Identificar no mapa físico de África a
distribuição geográfica das águas no Gestão das águas no continente africano.
africano;
continente
 Compreen
 A gestão das águas no continente der a
africano.
 Caracterizar a distribuição dos solos em 3.3. Os solos em África Os solos em África; utilidade
África: dos
Tipos de solos e características;
 Tipos de solos e características; Distribuição geográfica dos solos no
recursos
continente africano. hídricos do
 Relacionar o solo com a produção de
alimentos no continente africano; O solo e a produção de alimentos no continente
continente africano.
 Descrever a utilidade dos solos em África. africano.
A utilidade dos solos em África.
 Identificar no mapa de recursos florestais 3.4. Os recursos florestais no Os recursos florestais no continente
de África; continente africano africano;

Protecção das florestas em África;


 Demonstrar a necessidade de protecção
das florestas em África;
Gestão das florestas em África.

 Expressar a necessidade da gestão


adequada das florestas em África
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

TEMA 4
Os Grandes Ecossistemas Terrestres no Continente Africano (13 aulas)
Objectivos Gerais:
 Compreender as características dos grandes ecossistemas terrestres no continente africano;
 Compreender as causas da acção humana sobre os ecossistemas em África;
 Analisar as consequências da acção humana sobre os ecossistemas em África.

Objectivos Específicos
Subtemas Conteúdos

 Identificar os grandes ecossistemas 4.1. Os ecossistemas terrestres do Os grandes ecossistemas terrestres do


terrestres do continente africano. continente africano. continente africano;

 Caracterizar os ecossistemas terrestres Distribuição geográfica dos ecossistemas


no continente. terrestres no ontinente;

 Distinguir o impacto ambiemtal da O impacto ambiental da actividade humana


actividade humana nos ecossistemas no nos ecossistemas no continente africano:
continente africano.
A desflorestação. Causas e consequências;
 Reconhecer as causas da: desflorestação;
 queimadas, desertificação; degradação A degradação dos solos;
dos solos.
A perda da biodiversidade;
 Explicar as causas da perda da Os efeitos da acção humana sobre os
biodiversidade; ecossistemas.
 Demonstrar os efeitos da acção humana
sobre os ecossistemas
 Explicar a necessidade de protecção 4.2. A protecção dos ecossistemas Necessidade de protecção dos
humana dos ecossistemas terrestres em terrestres em África ecossistemas terrestres em África.
África.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Bibliografia
 ALMEIDA, Guilherme de. Roteiro do Céu: Como identificar facilmente as estrelas e as constelações sem se perder
no céu.
 Lisboa: Plátano Editora, Edições Técnicas. 1995.
 ALVES, Luísa Maria; TOMAZ, Maria dos Anjos; FARRAIA, Maria da Conceição.
 ANTUNES, João. Geografia 9. Lisboa: Plátano Editora. 1997.
 AVEROUS, Pierre. Exploração dos Oceanos: Flora, Fauna, Riquezas Minerais. Bertrand.
 BLOOM, B. Taxonomia de Objectivos Educacionais, Domínio Cognitivo. Porto Alegre: Globo. 1956.
 BLOOM, B., HASTINGS, J. e MADAUS, G. Taxionomia de Objectivos educacionais: domínio afectivo. Porto Alegre:
Editora Globo. 1974.
 BLOOM, B.S. et al. Taxonomia de objectivos educacionais - domínio cognitivo. Porto Alegre, Globo. 1973
 CAETANO, Tomas Pedro. A Importância das Florestas na Manutenção dos Equilíbrios Ecológicos. Trabalho
apresentado no 1.° Fórum Nacional do Ambiente. Luanda. 1999.
 CASTANHEIRA DINIZ, Alberto. O Meio Físico e Potencialidades Agrárias. Cooperação Portuguesa. Angola:
Instituto de Cooperação Portuguesa. 1998.

 CARVALHO, Ana, ARAÚJO, Anabela. Uma Geografia de Portugal. 10º Ano Ensino Secundário. Porto: Edições
ASA. 1999.
 Ciências do Ambiente, Unidade 3, A Terra em Transformação, Ensino Básico Recorrente. Lisboa: Plátano Editora.
1996.
 Ciências do Ambiente, Unidade 6, A Terra em Movimento, Ensino Básico Recorrente. Lisboa: Plátano Editora,
1996.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Ciências do Ambiente, Unidade 8, Elementos climáticos e factores que os condicionam, Ensino Básico Recorrente.
Lisboa: Plátano Editora. 1996.
 Ciências do Ambiente, Unidade 9, 0 Clima como factor do ambiente, Ensino Básico Recorrente. Lisboa: Plátano
Editora. 1997.
 Ciências da Natureza, 5° Ano: Vou Descobrir Porquê, Lisboa: Texto Editora, 4.ª Edição. 1995.
 CUNHA, Murillo Alves da. Geografia Geral e do Brasil I, Rio de Janeiro Francisco: Alves Editora S.A. 1982.
 DE SOUSA BETTENCOURT, José. Subsídio para o Estudo Sociológico da População de Luanda. Instituto de
Investigação Científica de Angola. Luanda: Nova Editorial Angolana, S.A.R.L. 1966.
 DO AMARAL, Ilídio. Ensaio de um Estudo Geográfico da rede Urbana de Angola. Junta de Investigações de
Ultramar. Estudos, Ensaios e Documentos N.º97. Lisboa: Bertrand (Irmãos), Lda. 1962.
 DUARTE MORAIS, Maria Luísa. A Costa Angolana. Sua evolução e Compreensão. Curso de Aperfeiçoamento e
Superação Pedagógica para Coordenadores Provinciais e Professores de Geografia. Luanda, 18 de Novembro a
14 de Dezembro de 2002.
 EUGÉNIA, Maria & CAVALCANTE, Luiz . É hora de Aprender 4, Quarta Série, Primeiro Grau, Estudos Sociais e
Ciências, Livro Integrado. São Paulo: Editora Scipione. 1986.
 FERREIRA, Maria João M. Geografia 9° Ano, 3.° Ciclo, Ensino Secundário. Porto: Areal Editores. 1994.
 GOMES, Ana & BOTO, Anabela S. Fazer Geografia, A Terra: Estudos e Representações, Geografia 3.° Ciclo,
Porto: Porto Editora, 2003.

 GOMES, Ana & BOTO, Anabela S. Fazer Geografia, Meio Natural, Geografia 3.° Ciclo. Porto: Porto Editora. 2002.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 GOMES DA SILVA, Armindo Mário. A gestão da água como recurso natural. Curso de Aperfeiçoamento e
Superação Pedagógica para Coordenadores Provinciais e Professores de Geografia. Luanda, 18 de Novembro a
14 de Dezembro de 2002.

 HOFFMAN, J. Avaliação Mediadora. Editora Educação e Liberdade. 1993.


 JACINTO, elisabete & PINA, Maria eduarda. Guia de Aprendizagem.
 KOHLER, Pierre. O Universo e a Conquista do Espaço. Paris: Bertrand Editora. 1984.
 KOHLER, Pierre. Sismos e Derivação dos Continentes, Paris: Bertrand Editora. 1985.
 LARANJO, José Manuel, SOBRAL HENRIQUES, Lucinda, LEANDRO, Manuela, GOMES, M.ª Margarida.
Introdução ao Desenvolvimento Económico e Social. 2.ª Parte. Portugal: Porto Editora. 2005.
 LAWRENCE, Eleanor & VAN LOON, Borin. Fenómenos Atmosféricos: um guia para reconhecer os diferentes
 LOURA, Isabel Canto de & IRIA, Teresa M. Viagem ao Planeta Azul, Ciências Naturais, 7.° Ano. Lisboa: Didáctica
Editora. 1992.

 LUKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortes Editora. 22ª Edição.
2005.
 MÁRCIO, David. Estudando Geografia 8: A Terra e o Homem, Brasil: Editora Le.
 MÉNDEZ, J. M. A. Avaliar para conhecer: examinar para excluir. (Magda Schwartzhaupt Chaves). (Trad.). Porto
Alegre: Atmed Editora. 2002.
 MIRANDA, Lucas. As Áreas de Protecção Ambiental em Angola. Curso de Aperfeiçoamento e Superação
Pedagógica para Coordenadores Provinciais e Professores de Geografia. Luanda, 18 de Novembro - 14 de
Dezembro de 2002.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 MORAIS, Miguel, TORRES FORTUNATO, Olívia, MARTINS, Maria José. Biodiversidade Marinha e Costeira em
Angola. Identificação e Análise de Pressões de Origem Antropogénica. Projecto de Estratégia e Plano de Acção
Nacional para a Biodiversidade (NBSAP). Ministério do Urbanismo e Ambiente. Janeiro 2006.
 MOREIRA, Igor A.G. O Espaço Geográfico: Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Editora Ática. 1986.
 MOTA, Raquel; POLIDO, Maria José; ATANÁSIO, João. Geografia 9° Ano. Lisboa: Plátano Editora. 1997.
 NÉRICI, I. G. Metodologia do ensino. São Paulo. 197.
 NEVES, Conceição & PAULINO, Carlos - Conhecer a Terra, Ciências 7° Ano. Lisboa: Plátano Editora. 1995.
 PEREIRA, Maria Gabriela & CARRALVES, Victor. Introdução ao Desenvolvimento Económico e Social 12° Ano.
Lisboa: Plátano Editora. 1998.
 RODRIGUES, Américo & ALCARAVELA, Maria José. Terra Viva: Ciências da Terra e da Vida, 10° Ano. Lisboa:
Plátano Editora. 1993.
 RODRIGUES, Arinda & COELHO, João. Novas Viagens, A Terra: Estudos e Representações,Geografia, Volume 1,
3° Ciclo.
 Lisboa: Texto Editora. 2003.
 RODRIGUES, Arinda & COELHO, João. Novas Viagens, O Meio Natural, Geografia,Volume 2, 3.° Ciclo. Lisboa:
Texto Editora. 2003.
 RODRIGUES, Arinda & COELHO, João. Novas Viagens, Ambiente e Sociedade, Geografia,Volume 6, 3° Ciclo.
Lisboa: Texto Editora. 2003.
 1º Ciclo do Ensino Secundário

 ROQUE, Mercês & CASTRO, Adalmiro. Biologia: O Homem e o Ambiente, 8° ano. Porto: Porto Editora. 1990.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 SCRIVEM, M. The methodology of evaluation, in Tyler, R.W., Gagne, R. M. e Scriven, M., Perspectives of
curriculum evaluation, AERA. 1967.
 SERAHLER, Alan h & STRAHLER, Arthur N. Modern Physical Geography. New York: Four Edition, WilIey Sons,
Inc. 1992.
 SIERRA, Olga R.; CAMAROS, Delia V. e outros. Geografia Física Elementar. La Habana: Editorial Pueblo e
Educacion.
 SOUSA, hélder; ALVES, Maria Luísa; BRASÃO, Maria Manuela; CRUZ, Maria Teresa. Aprender Geografia:
Conhecendo a
 Europa, 7.° Ano. Lisboa: Didáctica Editora. 1995.
 STUFFBEAM, D. & SHINKFIELD, A. Evaluación Sistemática guia teórica y prática. Barcelona: Ed. Paidós/MEC.
1993.
 VILELA, Angelo & VILELA, Conceição. Ciências do Ambiente, Curso Geral Nocturno, 1° Ano. Lisboa: Plátano
Editora. 1991.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Revistas e boletins

 Angola, Um país fabuloso, LPE International, Julho 1997.


 Angola Turística, Revista de Informação Hoteleira e Turística, Bimestral, Nº 2, Janeiro/Fevereiro 1999.
 Angola Turística, Revista de Informação Hoteleira e Turística, Bimestral, Nº 3, Maio/Junho 1999.
 Fontes, UNESCO. Nº 39, Julho/Agosto 1992.
 Golfinho, Revista Trimestral do Ministério das Pescas e Ambiente, Número 0, Ano 1, Março 2000.
 Livro sobre Datas Ambientais para o Ano 2000, Datas e Conceitos Ambientais, Dicas e Glossário Ambiental,
Ministério das Pescas e Ambiente.
 Ministério das Pescas e Ambiente, Centro de Documentação e Informação - Lei de bases do Ambiente e
Convenções.
 NBONDEIRO, Adansonia Digitata Lineu, Qualidade do Ambiente, Núcleo Ambiental da Faculdade de Ciências.
 O Correio da UNESCO, Ano 22. Nº 3, Março 1994. Brasil de Grandes Reportagens, Nº182, Março 1997. Sonangol
Revista, Ano I, II Série, Nº 1, Novembro 1997.
 SARDC, IuCN, SADC - State of the Environment in Southern Africa, First Edition, 1997.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

Outros
 A Evolução das Fronteiras de Angola. Arquivo Histórico Nacional. Ministério da Cultura. Lito Tipo, Lda. Luanda,
1997.
 Apontamentos da Disciplina de Demografia. Versão Preliminar. Ano lectivo 1991/92. Faculdade de Economia.
Universidade Agostinho Neto. Luanda, Julho de 1992.
 A Situação da População Mundial 2005. UNFPA.
 Atlas Geográficos.
 Atlas Geográfico. Ensino Secundário. Macmillan, 2005.
 Cadernos de População e Desenvolvimento. Ano I, Vol. 1, N.º 1, Jan. - Jun. 1992. Núcleo de Estudo da População.
Ministério do Plano. FNUAP/DESD - Projecto ANG/90/PO2. SOPOL, SARL.
 Cadernos de População e Desenvolvimento. Ano III, Vol. 4, N.º 1, Jan. - Jun. 1995. Núcleo de Estudo da
População. Ministério do Planeamento e Coordenação Económica. FNUAP/DESD - Projecto ANG/90/PO2.
 Cadernos de População e Desenvolvimento. Ano V, Vol. 9, N.º 1, Fevereiro de 2005. Departamento de Estudo e
Prospectiva. Ministério do Planeamento. Projecto AGO/5/P201/101.
 Comissão para Harmonização da Ortografia Toponímica da Divisão Político - Administrativa. Unidades Territoriais.
Comissão Técnica. Luanda, Novembro de 2004.
 Dados estatísticos do Sector Petrolífero 1990-2002. Gabinete de Estudos Planeamento e Estatística. Ministério dos
Petróleos. 2003.
 Esselte Map, Service, Suécia, 1982.
 Estatística Anual 2002. Ministério dos Transportes.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Estratégia e Plano de Acção Nacionais para a Biodiversidade (2007-2012). Projecto de estratégia e Plano de Acção
Nacionais para a Biodiversidade (NBSAP). Ministério do Urbanismo e Ambiente. Junho 2006.
 Fórum Nacional do Ambiente, Luanda, 29 de Novembro a 1 de Dezembro de 1999.
 Geografia de Angola. 2.º Volume. Ensino de Base- 8.ª Classe. Ministério da Educação. Impresso na Jugoslávia.
 Geografia. Ensino de Base. 8.ª classe. NORPRINT, 1999.
 Grande Atlas do Mundo, Editorial Verbo, 1997
 Grande Atlas Universal. Selecções de Reader’s Digest. Edição Portuguesa. 1.ª edição. Janeiro de 1998.
 Grande Dicionário Visual da Ciência. Lisboa: Verbo. 1998.
 KIALA, José. Características Gerais da População Angolana. Tema apresentado no Curso de Aperfeiçoamento e
Superação Pedagógica para Coordenadores Provinciais e Professores de Geografia. Luanda, 18 de Novembro/13
de Dezembro de 2002.
 Lei do Ordenamento do Território e do Urbanismo. Lei n.º 3/04 de 25 de Junho.
 Memorando sobre o estado actual e perspectivas do sector da Educação.
 Ministério do Urbanismo e Ambiente. República de Angola, 2006.
 Ministério das Pescas e Ambiente, Gestão Integrada do Ecossistema da Corrente de Benguela (tema apresentado
pela Dra. Victoria de Barros. Instituto de Investigação Pesqueira).
 Ministério da Educação. Novembro 2003.
 MICS Inquérito de Indicadores Múltiplos. Avaliando a Situação das Crianças e das Mulheres Angolanas no Início do
Milénio. Relatório Analítico. UNICEF- Instituto Nacional de Estatística, Luanda, 2002
 Monografia da República de Angola. Governo de Unidade e Reconstrução Nacional.
 O Atlas Geográfico, Volume 1, Ministério da Educação, Angola, 1982.
Programas de Geografia | 7ª, 8ª e 9ª Classes

 Plano de Acção do Programa do País (CPAP) 2005 – 2008, para o Programa de Cooperação entre o Governo de
Angola e o Fundo das nações Unidas para a População.
 Política Nacional de Florestas, Fauna Selvagem e Áreas de Conservação. Documento de Discussão (segunda
versão). Seminário Nacional de Validação da Política e da Lei das Florestas, Fauna Selvagem e Áreas de
Conservação 21 - 22 de Setembro de 2006. Ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Rural. Ministério do
Urbanismo e Ambiente. Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura. Luanda - Angola.
 Primeiro Relatório do Estado Geral do Ambiente em Angola. Programa de Investimento Ambiental. Ministério do
Urbanismo e Ambiente, 2006.
 Primeiro Relatório Nacional para a Conferência das Partes da Convenção da Diversidade Biológica. Ministério do
Urbanismo e Ambiente. Projecto 00011125 - Estratégia e Plano de Acção Nacionais para a Biodiversidade
(NBSAP). UNDP. GEF. Agosto de 2006. Luanda-Angola.
 Projecção da População do País por Províncias e Grupos Quinquenais de Idade para o Período 1985/2010. Boletim
Demográfico N.º 9. Instituto Nacional de Estatística. Departamento de Demografia e Inquéritos.
 Zona Costeira: Problemática e Gestão, Ana Lúcia Guerra Marques, 1° Seminário do Núcleo Ambiental da
Faculdade de Ciências, Novembro 1997.

Você também pode gostar