Você está na página 1de 27

Introdução:

Anatomia

Deus habita em tudo,


Do minuto inicial de vida
Ao Homem - a consumação deste
Plano Do ser, a conclusão desta esfera
Da vida: seus atributos esPalhados
Aqui e ali pelo mundo visível,
Pedindo para serem combinados,
São pálidos fragmentos destinados
A se unirem num todo esPlendoroso,
Qualidades ainda imPerfeitas, Que se encontram
Por toda a criação,
gerem uma criatura a ser formada,
Um ponto onde todos os raios dispersos Devam convergir nas faculdades do Homem'
Cromoterapia

O que é
Cromoterapia é a prática pseudocientífica de utilizar cores na cura de doenças, a qual
vem sendo utilizada pelo homem desde as antigas civilizações — Egito antigo, Índia,
Grécia e China —

Com o que trabalha?


Na cromoterapia iremos trabalhar com luzes , pedras e energização dos chackras.
Utilizaremos as mesmas tecnicas que os induistas utilizam.

Para que serve?

Tem como o objetivo harmonizar o corpo, atuando do nível físico aos mais sutis.
Atravez da energizaçlão dos chacras, alinhando e harmonizando-os, conseguiremos
trazer a vitalidade para o corpo, trazendo alivio as dores e a cura.
Trata-se de um trabalho completo, onde tratamos as mazelas da alma humana e o corpo
fisico.

DEFINIÇÃO DE LUZ

“A luz é uma onda eletromagnética, cujo comprimento de onda se inclui num determinado
intervalo dentro do qual o olho humano é a ela sensível (fonte: Wikipedia).”

A luz nada mais é do que um comprimento de onda, uma vibração, essa onda tem uma
energia que pode, inclusive, ser mensurada, isto é, pode ser medida!

Por exemplo, a cor vermelha tem uma quantidade de energia, a cor violeta tem quase o
dobro dessa energia! Portanto a Cromoterapia é a transmissão de energia através do
ondas de energia!
Primeira parte

OS TRÊS SHARIRAS (CORPOS)

CORPO- Sthula sharira.

Sharira significa corpo e sthula significa matéria física, “grosseiro”, referindo-se à matéria

que pode ser vivenciada de maneira tangível.O annamayakosha e o pranamayakosha

estão contidos dentro deste corpo. Este corpo refere-se a tudo o que é microcósmico:

células, órgãos, tecidos, bem como a bioenergia que os sustenta. O sthula sharira

também inclui a sensações corporais, tais como calor, frio, dor, assim como os cinco

elementos que são a base da matéria. O sthula sharira é visto como portal de entrada

para a alma, bem como o veículo para a jornada em direção à percepção do Eu

verdadeiro.

MENTE -Sukshma sharira.

Sukshma significa sutil e se relaciona com os aspectos de nós mesmos que não podem

ser fisicamente vistos ou sentidos de forma tangível através de nossa percepção comum

do dia-a-dia. Os invólucros emocional e de sabedoria (manomaya e vijnanamaya kosha)

estão contidos dentro deste corpo. Da mesma forma que as células compõem um corpo

físico, partículas de pensamento e emoção compõem o corpo sutil.

ESPÍRITO- Karana sharira.

Karana significa uma causa e, neste caso, se refere a tudo aquilo que faz com que os

outros corpos e envoltórios venham a existir. Num determinado nível, isto é a crença em

um ser individual. No nível mais profundo, a causa essencial é Brahman, que traz à

existência tanto a Unidade de toda a criação, como os indivíduos que são sua

manifestação. Estas causas sutis são as bases para os outros corpos. Este corpo abriga

as informações e padrões mais profundos sobre nós mesmos que determinam nosso
comportamento nos outros shariras. Estes padrões não são desenvolvidos apenas nesta

vida, mas também em vidas pregressas, ou no inconsciente coletivo – o reservatório de

informações que se desenvolveu ao longo do tempo. Padrões culturais, sociais e

familiares também afetam o conteúdo do karana sharira. Quando as crenças básicas

deste corpo são direcionadas para a Unidade da consciência, o resultado é um enorme

bem-estar. Quando as crenças básicas são direcionadas para a separação, haverá

desequilíbrio em todos os corpos. O espírito é a causa ou fonte suprema de tudo aquilo

que existe. O karana sharira abriga um kosha: anandamayakosha.

Equilíbrio dos corpos

Nós possuímos sete corpos distintos, interdependentes e interligados por componentes

químicos e estruturas sutis. Eles são agrupados em diferentes níveis, do físico ao

espiritual, e cada um deles existe em sua respectiva dimensão.

São eles: corpo físico, na dimensão material; aquoso, na dimensão emocional; mental, na

dimensão dos pensamentos e crenças; astral, na dimensão dos sonhos; energético, na

dimensão vital; anímico, na dimensão essencial; divino, na dimensão espiritual.


CORPO FÍSICO

O nosso corpo físico é a manifestação mais densa, é o veículo condutor das ondas

elétricas que expressam a luz, a nossa alma, aqui no universo físico.

Família • Escola • Trabalho • Social Sexualidade • Vocação • Espirito

Nosso organismo para receber e transmitir estas ondas precisa estar em bom e pleno

funcionamento, saudável e em harmonia. A nutrição é o combustível do corpo humano, os

alimentos naturais nutrem os neurotransmissores, facilitam as conexões entre as redes

neurais e possibilitam mais disposição e inteligência no funcionamento do sistema

energético.

Usando uma metáfora para explicar melhor, podemos dizer que o nosso corpo físico é
uma lâmpada que recebe a luz por um sistema programado; assim sendo, se a lâmpada

queimar, a luz não deixará de existir, apenas não terá meios físicos para se manifestar.

O alinhamento dos nossos sete corpos proporciona a conexão com a fonte geradora de

Vida, possibilita a sinergia do nosso Sistema Energético e seu pleno equilíbrio.

O corpo físico se expressa por meio das Sete Realidades, que compreendem a

percepção das possíveis dimensões. São sete os ângulos da visão que expressam as

realidades de manifestação da alma: ao tomarmos o centro como referência, notamos a

realidade do que está à frente e atrás, à direita e à esquerda, acima e abaixo.

Nossa primeira realidade é da família, onde aprendemos a vivenciar nossa dimensão

emocional e desenvolvermos padrões de comportamento.

A segunda realidade está relacionada com a aprendizagem didática, que se molda

durante a fase escolar, nos fornecendo, também, conhecimento sobre o mundo social. É

durante este longo período de aprendizagem que organizamos nossos recursos para um

futuro posicionamento profissional.

A terceira realidade é o contato social, quando mudamos da infância para a

adolescência. Nesta fase da vida, iniciamos nosso processo de independência pessoal e

social. Este é o período em que começamos a pensar por conta própria e andar com

nossas próprias pernas.

A quarta realidade está relacionada à intimidade, à sexualidade e aos vínculos


amorosos. É a fase da descoberta dos sentimentos, da paixão, da entrega e do prazer

físico.

Essas quatro primeiras realidades representam nossa vida material. Enquanto as três

próximas representam nossa vida espiritual.

A quinta realidade é a da vocação. É a nossa bagagem, consciente e inconsciente, de

talentos, habilidades, dons, aprendizados; todas as capacidades que nos permitem

satisfazer as nossas necessidades no mundo externo.

A sexta realidade é a noção do EU, do nosso SER, o nosso senso de existir. É aqui o

lugar da alma.

A sétima realidade está ligada à dimensão espiritual, à fonte criadora, ao grande

mistério. É onde está a nossa origem, nossa conexão com a fonte geradora de Luz, da

qual, nós, seres de Luz, fazemos parte.

Esses dois eixos – material e espiritual – devem estar integrados, para vivermos

completos e em equilíbrio.
CORPO EMOCIONAL

O corpo emocional é nosso corpo aquoso, e se manifesta na matéria líquida que

preenche cada célula do corpo físico.

Lente Emocional • Vibrações • Influência do Ambiente

A água permeia todo o corpo físico, armazena e transmite informações sobre todas as

emoções, sentimentos e sensações. Ela cria uma lente que interpreta o mundo interno e

externo e, desta forma, influencia diretamente todos os tipos de relacionamentos.

Este corpo está em constante transformação, uma vez que a água reage, imediatamente,

à toda e qualquer informação.

As emoções mal resolvidas provocam doenças psicossomáticas, uma vez que agem
diretamente no sistema imunológico, nos tornando suscetíveis a qualquer tipo de

influência nociva. Após períodos de estresse, luto ou depressão é comum ficarmos mais

vulneráveis à infecções, inflamações e patologias orgânicas. Isso porque nossos órgãos

físicos estão relacionados com as emoções. Por exemplo: o fígado sofre as

conseqüências da raiva; os rins se sobrecarregam com o medo; os pulmões se

enfraquecem com a tristeza; e o coração perde seu ritmo regular com a angústia e a

escassez de amor… Já um corpo emocional forte e equilibrado promove um sistema

imunológico resistente.

A ÁGUA

Somos feitos de água! Fisicamente, somos formados da união do óvulo com o

espermatozóide, macrocélulas que contêm 95% de água. Conforme o crescimento

embrionário, essa quantidade chega a 87%.

Retirado do livro “Mensagens da Água”, de Masaru Emoto.

A água é multiforme, por isso plasma o ambiente. Sua aparência é espelhada, sempre

pronta a absorver, refletir e a se transformar segundo a influência do meio.

O som entra em ressonância com as moléculas da água e, por meio de vibrações, afeta

todos os líquidos contidos nos alimentos, nos animais, nas plantas, no corpo humano e

no ambiente. A pesquisa do cientista Masaru Emoto demonstra os efeitos dos sons, das

palavras escritas e pensamentos sobre a água, mostrando estas modificações no nível

molecular.
Eis o motivo pelo qual as tradições religiosas pregam o cuidado com o que dizemos!

CORPO MENTAL

O corpo mental é energia, constituído de matéria eletromagnética capaz de influenciar

pessoas e o meio ambiente.

Comportamento Familiar • Herança Genética • Meio Social • Política • Economia •

Religião

O Corpo Mental é diferente do órgão cérebro, um veículo arquivador de estímulos

neuropsicológicos. Isso significa que, ao dominarmos os pensamentos, podemos co-criar

as realidades que desejarmos.

A estrutura mental, constituída de todas as informações adquiridas ao longo da vida,


traduz os códigos de comportamentos, absorve e cria crenças que se refletem nas

atitudes de auto-expressão.

O corpo mental interliga o sexto corpo, o anímico, ao nosso corpo físico, e é ele quem

interpreta as informações energéticas emitidas pela alma para manifestação no corpo

físico.

FORMATAÇÃO MENTAL

A formatação do corpo mental é feita pelas informações recebidas pelo meio em que

fomos gerado, com influências de antes e depois do nascimento.

Os padrões de comportamento familiar, as heranças genéticas e ancestrais, por exemplo,

geram uma estrutura mental com crenças que influenciam na forma em que percebemos

o mundo.

É importante avaliar e identificar o pacote de crenças que estão ancoradas na nossa

estrutura mental, e observar os resultados que elas apresentam na vida prática.

O meio sócio-cultural, a ideologia político-econômica e as vivências religiosas também

são de fundamental importância na formatação da estrutura mental, pois são influências

capazes de ampliar ou limitar a nossa mente, segundo suas definições.

Estas crenças podem ser limitadoras ou libertadoras. Quando suas características e

regras já estão profundamente impressas em nós, muitas vezes as modificações não são
permitidas.

Assim, o condicionamento mental pode ser limitante, por não permitir pensamentos

diferentes.

Em contrapartida, uma mente libertadora é aquela que usa seu potencial para abrir os

caminhos em direção ao que pretende alcançar. Ela pensa e age harmonicamente.

CORPO ASTRAL

O corpo astral pertence à quarta dimensão e interliga os três corpos inferiores (físico,

emocional e mental) aos três superiores (energético, anímico e espiritual).

É o corpo dos desejos, pertence ao mundo dos sonhos, onde tudo é possível.
É nele que a mente manifesta sua habilidade de imaginação. Tudo que existe no mundo

material tem sua equivalência simbólica na dimensão astral – com a mesma aparência ou

não.

A experiência fora do corpo é possível na projeção da consciência, que pode ser feita

através do sono, do relaxamento, da meditação profunda ou de outras técnicas que

desenvolvem os processos de cura. Também é possível acessar conhecimentos, se

conectar ou conhecer o mundo espiritual.

CORPO ENERGÉTICO

Nosso quinto corpo é formado por quatro núcleos de energias de diferentes vibrações e

potências, que tem como função expressar a essência original, a nossa alma.

E, para que ela possa se ancorar na terra, é preciso construir um corpo compatível com o
campo magnético do planeta a partir dos quatro elementos que geram a vida: ar, água,

fogo e terra.

Cada núcleo é formado por três programas de inteligências distintas, com funções

definidas. O equilíbrio interno do núcleo, assim como o equilíbrio entre os quatro núcleos

nos levam à expressão máxima da nossa potencialidade, à nossa especialidade.

Núcleo do Ar

Função: Pensar, raciocinar.

Inteligência branca é ligada ao passado, à honra, à nossa história.

Inteligência azul se relaciona ao pensamento analítico, ao concreto.

Inteligência rosa é objetiva e se transforma em ação que leva à celebração, alegria,

felicidade.

Núcleo da Água

Função: cuidar do campo emocional.

Inteligência celeste é afetiva, amorosa, ligada à família, ao amor.

Inteligência prata é estratégia, é o movimento invisível, o guerreiro que busca a solução.


Inteligência violeta é dissolvente e regeneradora. Está ligada à transformação, à cura.

Núcleo do Fogo

Função: espiritual (é o espírito atuante)

Inteligência preta está ligada à matéria concreta, ao planejamento. É prática, objetiva: o

que vamos fazer.

Inteligência dourada está relacionada à honra: o que me deixa feliz e honrada com essa

ação!

Inteligência vermelha é a iniciativa, a ousadia, a ação.

Núcleo da Terra

Função: concretizar

Inteligência marrom está relacionada à terra, à ordem.

Inteligência verde é o nosso cotidiano, relativa às rotinas.

Inteligência amarela é a ideologia, a ideia clara.

Estes núcleos de energias criam um Sistema Energético, composto por 12 programas


inteligentes interconectados que, em atividade, geram a Matriz Magnética. Essa Matriz do

corpo físico emana suas ondas que repercutem no campo magnético do meio, da Terra e

do espaço.

Cada Matriz tem um desenho pessoal, de formas geométricas, com freqüências de luz de

intensidades variáveis, segundo a interação de seus componentes – os 12 programas

energéticos.

CORPO ESSENCIAL

O sexto corpo é a matéria-prima individualizada (alma), um vácuo quântico, que origina-

se no Multiverso.

É o captador da inspiração divina, a identificação eterna com a fonte matricial; uma parte

completa da substância contida no Todo. É o grande programador, capaz de alterar os 12


programas.

É o princípio imaterial do movimento, a vida.

O corpo astral na dimensão dos sonhos;

o corpo energético na dimensão vital;

o corpo anímico na dimensão essencial;

o corpo divino na dimensão espiritual.

CORPO ESPIRITUAL
O sétimo corpo, o espiritual, é a inspiração divina que representa todo infinito de

possibilidades do universo, na fonte matricial.

A Cromoterapia é pois a ciência que emprega as diferentes cores para alterar ou manter

as vibrações do corpo naquela frequência que resulta em saúde, bem estar e harmonia. A

cor é fundamental em qualquer sistema de cura, quer o médico o saiba ou não.

Terapia

Cromoterapia, às vezes chamada de terapia de cor, é um método de medicina

alternativa, que é considerada pseudociência.

A cromoterapia é uma terapia que através das cores, estimula as faculdades de que

mais necessitamos.

O ser humano vive no meio de cores, e elas exercem influências sobre o comportamento

do homem e sobre as suas emoções.

Todos nós sabemos que por exemplo o vermelho é uma côr excitante, e o azul acalma e

descontrai. Portanto instintivamente reagimos ás cores.

Na realidade a cromoterapia é uma terapia que através das cores permite-nos a nós

humanos, trabalhar melhor, ajuda na concentração, e em termos gerais, estimula as

faculdades de que temos necessidade.

As cores “falam”. Essa linguagem é composta por tonalidades.

A cromoterapia permite-nos ser menos estranhos no nosso meio ambiente, viver em

harmonia com o mundo, e por conseguinte ser mais feliz e saudável.

Através da cromoterapia pode-se tratar e até mesmo curar, por assim dizer, “problemas”
quotidianos tais como a insónia, o stress, má digestão, etc.

Qual a vertente terapêutica da Cromoterapia?

Através da cromoterapia pode-se tratar e até mesmo curar, por assim dizer, “problemas”

quotidianos tais como a insónia, o stress, má digestão, etc.

Através da observação ou visualização mental constante da mesma cor por um certo

período de tempo, que é variável continuamente ou esporadicamente, conforme o caso!

Para, por exemplo, o problema da insónia, se observarmos durante um tempo a cor

violeta, que nos transmite uma maior vibração espiritual, alternada com o preto que

simboliza a noite e com o silêncio, a sua vertente terapêutica determina o repouso de

todos os orgãos e induz ao sono!

Não se vista de preto, não abuse do vermelho e tire partido do azul. Porquê? A

cromoterapia explica.

Uma cor é a sensação produzida pelo nosso cérebro quando os nossos olhos são

estimulados por ondas de luz de determinado comprimento de onda. Ou seja, a cada cor

corresponde um comprimento de onda diferente. Cada comprimento de onda atua no

cérebro de forma diferente, desencadeando processos distintos.

De uma forma geral, podemos dizer que quanto mais curto for o comprimento de onda

mais relaxante será o seu efeito. Por seu lado, comprimentos de onda mais longos

resultam em sensações de maior excitação.

As cores frias, como o azul e o verde, são as de comprimento de onda mais curto. As

cores quentes, como o vermelho ou o laranja são as de comprimento de onda mais longo.

Assim, o azul e o verde têm um efeito mais calmante, enquanto o vermelho e o laranja

têm o efeito contrário. (Já alguma vez pensou porque é que a decoração dos hospitais e

os uniformes dos médicos e enfermeiros são sempre de cores frias?)


Partindo deste princípio, a cromoterapia é a técnica de aplicação das cores com um fim

terapêutico. Esta técnica foi estudada e aplicada na antiguidade, na Grécia e no Egipto, e

hoje em dia a ciência e a tecnologia permitem um estudo e uma aplicação mais precisos

deste tipo de tratamento.

A luz e as cores são vibrações provenientes do Sol, que é a fonte natural de toda a

energia luminosa.

As cores são variações da frequência das ondas de luz emitidas pelo Sol e,

segundo Newton, as cores primárias são sete (as do arco-íris): Vermelho, Laranja,

Amarelo, Verde, Azul, Anil e Violeta. As três primeiras são as chamadas cores quentes, o

verde é a cor do equilíbrio, e as últimas três são as cores frias.

A aplicação terapêutica das cores pode ser feita das mais variadas formas. É comum

associar-se a cromoterapia a outros tipos de terapias holísticas, tais como o Feng Shui ou

a terapia dos cristais, através da utilização das cores adequadas aos efeitos que se

pretendem tanto na decoração (no caso do Feng Shui), como na cor dos cristais.

Uma forma bastante comum e muito simples de aplicar a cromoterapia é através da

ingestão de água energizada por determinada cor. Se, por exemplo, pretendemos um

efeito calmante, o processo é muito simples. Deita-se a água numa garrafa ou copo azul

transparente, e deixa-se o recipiente exposto à luz solar.

Desta forma, todo o comprimento de onda de luz que atravessa a água é azul, e o líquido

fica carregado com a energia relaxante desta cor. Basta ingerir o líquido diretamente do

recipiente para tirar partido do efeito da cor.

Há ainda a terapia direta, que consiste na aplicação de focos de luz colorida sobre o

corpo, variando a cor conforme o efeito pretendido.

De forma menos precisa, mas mais prática, é muito simples aplicar a cromoterapia ao

nosso dia-a-dia, através da escolha das cores do nosso vestuário, da decoração da casa,
dos objetos com que trabalhamos, etc.

E para que saiba como por em prática esses pequenos truques, aqui fica uma lista

de propriedades de cada cor:

Propriedades de cada cor

Vermelho

Efeito vitalizante, excitante, estimulante. Fortalece o sangue, melhora a circulação,

previne a anemia e eleva a temperatura do corpo.

Combate a depressão e, em excesso, pode causar irritação e aumento da tensão

nervosa.

Laranja

Estimula o sistema nervoso e promove a alegria. Fortalece as funções mentais, aumenta

a energia física e dissipa o desânimo. Combate a insegurança e falta de vontade. É eficaz

no tratamento de doenças como a epilepsia, as doenças respiratórias e as inflamações.

Amarelo

Desperta as faculdades mentais, ajuda a dominar o sistema nervoso, promove o

optimismo e favorece a criatividade e o raciocínio. É usado no tratamento de problemas

digestivos.

Verde

Promove o equilíbrio, a harmonia e a serenidade. Tem um efeito refrescante e

tranquilizador, promovendo a sensação de confiança e segurança. É utilizado no

tratamento de doenças cardíacas e circulatórias.

Azul
Efeito relaxante e apaziguador. Elimina a sensação de angústia e as perturbações

nervosas, tem um efeito sedativo. Tem um efeito anti-séptico e é usado para aliviar cortes

e queimaduras, para além de ser usado no tratamento de doenças da garganta e dos

olhos.

Anil

Promove a elevação da mente e está ligado à beleza e à arte. É utilizado como

anestésico e como calmante em estados de grande ansiedade ou excitação. É eficaz no

tratamento de inflamações, dores (efeito analgésico) e doenças dos pulmões.

Violeta

Efeito benéfico sobre os nervos, promove a sensação de liberdade e combate as

neuroses. Combate doenças dermatológicas e desentoxica o organismo. Promove a

saúde de todas as células e tecidos.

Branco

Não é uma cor, mas sim a reunião de todas as cores. A cor branca é a luz emitida pelas

superfícies que refletem todas as cores. Ao receber luz branca, o organismo liberta todas

as vibrações pesadas e negativas provenientes das doenças.

Preto

É a ausência de cor. Preto é o que vemos quando uma superfícies absorve todas as

cores e não reflete nenhuma. Não deve ser usada, uma vez que gera desarmonia e

energias negativas.

Significado da Cor

Vermelho Ativador da circulação e sistema nervoso (não utilizado)


Age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos eartérias
Rosa forte
e eliminador de impurezas no sangue

Rosa Ativador, acelerador e eliminador de impurezas do sangue

Laranja Energizador e eliminador de gorduras em áreas localizadas

Amarelo forte Fortificante do corpo, age em tecidos internos

Reativador, desintegrador de cálculos, purificador do sistema e útil


Amarelo
para a pele

Verde forte Anti-infeccioso, anti-séptico e regenerador

Verde Energia de limpeza, vaso-dilatador e relaxante dos nervos

Azul forte Lubrificante das juntas e articulações

Sedativo, analgésico, regenerador celular dos músculos, nervos,


Azul
pele e aparelho circulatório

Anestésico, coagulante e purificador da corrente sanguínea. Limpa


Índigo
as correntes psíquicas

Sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauterizador das


Violeta
infecções e inflamações

Enfermidades e seu Tratamento

Amarelo indigestão, hepatite, icterícia, fígado, vesícula-biliar, pâncreas, rins,

intestinos, espinhas e afecções da pele


Laranja asma, bronquite e pulmões

Verde problemas sanguíneos, feridas, infecções e cistos mamários

resfriado, sinusite, infecção do ouvido, estresse, tensão nervosa,


Azul forte
reumatismo agudo e articulações

Azul inflamação de garganta, tireóide, prisão de ventre e espasmos

inflamações dos olhos, catarata, glaucoma, cansaço ocular,


Índigo
epistache (sangramento nasal) e nevralgias

Utilização

A utilização das cores nos tratamentos da saúde é relativamente recente.

Não existem indicações sobre a cromoterapia como uma técnica ou uma arte terapêutica

bem organizada como acontece com a fitoterapia (cura pelas ervas) ou hidroterapia

(tratamento pela água).

Na história da medicina temos notícias de algumas formas isoladas de aplicações

terapêuticas com uma ou outra cor, além de citações vagas e muito distantes. Nos últimos

trinta anos é que a cromoterapia se desenvolveu de uma forma mais organizada graças à

evolução da tecnologia e da ciência.

Hoje já existem trabalhos muito interessantes sobre o assunto desenvolvidos por grupos

não exatamente ligados à medicina natural, mas sim a universidades, faculdades de

psicologia e a grupos de parapsicologia. A antiga União Soviética foi pioneira neste

campo e os seus cientistas utilizaram de uma forma regular as cores como um método de

tratar problemas orgânicos e emocionais. Os adeptos da medicina natural têm muita


simpatia pela cromoterapia e existem vários médicos naturistas que costumam aplicá-la

com sucesso.

Alguns deles não hesitam em considerar a cromoterapia como uma parte importante na

medicina do futuro, devido à sua simplicidade, facilidade de aplicação e eficácia

A Terapia das cores

Vermelho: Proporciona energia e vitalidade. Estimula o sangue e libera a adrenalina.

Ajuda a combater os resfriados (sem febre). Alivia o cansaço e suaviza as dores de

origem reumática.

Laranja (e cores alaranjadas): Tonificam, combatem a fadiga, estimulam o sistema

respiratório e conservam o cálcio no organismo. Desenvolvem o otimismo.

Amarelo: Estimula o sistema nervoso central, contribui para a regeneração dos

problemas ósseos, combate a prisão de ventre, potencializa o fósforo e o sódio.

Estimulante inteletual.

Verde: Favorece o equilíbrio hormonal, estimula os órgãos digestivos, tem ação

refrescante e anti-infecciosa. Contribui para aliviar a insônia.

Azul: Calmante, analgésico, indicado nas infecções com febre. Atua no sistema nervoso,

vasos, artérias e todo o sistema muscular. Combate o egoísmo e favorece a harmonia.

Índigo: Ação coagulante. Atua diretamente na corrente sanguínea. Deve ser utilizado nos

casos de ferimentos e hemorragias em geral. Estimula os cincos sentidos e a intuição.

Violeta: Ação calmante e purificadora do sangue. Elimina toxinas e estimula a produção

de leucócitos. Bom nos casos de pneumonia, tosse seca, asma, irritação da pele e dor

ciática. reduz os medos, a angústias e diminui a irritação.

Efeito das cores


Branco: Pureza, Paz e Virtude

Vermelho: Paixão

Amarelo: Ouro

Laranja: Alma humana

Verde: Natureza, Floresta e Saúde

Azul: Espiritual

Violeta: Devoção e Energia

Rosa: Amor

Preto: Solidão

Castanho: Terra

Indicações para as cores da roupa

Branco: Use o branco quando desejar sentir paz, calma e necessidade de estar limpo e

purificado.

Vermelho: Vista-se de vermelho quando precisar de coragem, força de vontade; quando

sentir a necessidade de atrair alguém. É um forte estímulo sexual e é uma cor muito

atraente.

Amarelo: Quando necessitar de tonificar o sistema nervoso, para estimular a intuição e

atrair dinheiro.

Laranja: Para obter sucesso financeiro.

Verde: Para receber presentes e para diminuir seu stress.


Azul: Para obter a harmonia a paz e a tranquilidade.

Violeta: Para procurar a inspiração e a imaginação.

Rosa: Para encontrar a felicidade e obter a simpatia.

Preto: É a Elegância e afasta as invejas.

Castanho: É aconselhável evitar roupas desta cor.

Você também pode gostar