Você está na página 1de 4

Bem Explicado

Centro de Explicações Lda.


Geografia 8º Ano – Politicas demográficas

Nome: ____________________________________________________________ Data: ___/___/___

Objectivo: Caracterizar as políticas demográficas.


Lê atentamente os textos seguintes:

to nº 1 ue
o
T ex GRÁ
FI C
AS
se m p re q ais
m
DE M
O as er a m os
A S o g ráfic consid spectiv
Í T I C d e m q u e s r e
OL ticas uele a do
AS P polí rior àq onómic dida
s
d ef in ir
u p e i o - e c r d ef en r-se
s c se sidera
m a r ou a só oa n
t e nde inferio da vid m vind e m co
r no s e s é ç ã o s t ê p o d
e t a e l,
gov habitan organiz pçõ gera do
Os e a c once modo em e
e ro d
p a r a n t es u m , É nio S
núm niente f er e de ia 9 º
ve e di nto, graf
con s. u it o qu o enta s tipos. te : G eo
e m .N e Fon
país sde há eóricos is grand
De ários t m d o
sv as e
pelo div idid º2 ero
com
o
e x to n núm
ar o so da
T T A S m en t a
ALIS m au i o c
A S NAT te n dera s .Tal fo
POL
ÍTI C s pr e inho aíses
g o v erno dos viz l e v ou p
os sta al
ndo os e acion irem
n te , qua es com Guerra. trução n nsegu .
r e c e n s õ d e o n s de . c o
assa
do
iarem
te
a II G
ran r ec
nata
lida de órios
e de a fim territ
, n um p assim cr antes d essidad ento da alidades os seus
iram ra pão nec aum nat rd edo
Surg ntes pa e do Ja ndial a veis ao m fortes do interio Sem
i ta lia u r á la s 9 º , Énio
ab Itá o m v o u ea afia
de h nha, da o conflit edidas fa ália estim astas ár eogr
le m a lt im a r m u s t r d e v o n te: G
A o ú tom aA ção F
Após rança a Rússia e coloniza
a F o a ia à
como íses com necessár
Pa -obra
m ã o-de
a

Texto nº 3 Texto nº 4

UM MUNDO ENVELHECIDO
APLICAÇÃO DE POLÍTICAS NATALISTAS

O problema resultante do excesso populacional


Muitos países industrializados, principalmente da Europa,
dos países em desenvolvimento não se coloca
procuram resolver ou pelo menos, minimizar o problema
directamente nos países do mundo desenvolvido.
da estagnação ou mesmo o retrocesso da população, com
Diferentes factores fazem com que os países
a consequente perda de vitalidade demográfica,
industrializados, como os da Europa, América do
perseguindo uma política natalista mediante a
Norte ou Japão, apresentem taxas de crescimento
implementação de medidas de incentivo à natalidade.
muito baixas ou mesmo nulas, como os casos de
Entre essas medidas contam-se a atribuição de
Luxemburgo, Bélgica, Dinamarca ou Áustria.
compensações e prémios monetários a famílias
No entanto, esta situação também cria problemas
numerosas, aumentos substanciais dos abonos de família,
sociais e económicos específicos, especialmente em
dilatação das férias de parto, acompanhamento eficaz e
função de um progressivo envelhecimento da
gratuito das mulheres durante a gravidez, concessão de
população.
maiores facilidades de crédito à habitação aos casais com
Nestas sociedades a população idosa é muitas
dois ou mais filhos, criação de infantários públicos e
vezes considerada um "fardo" dispendioso, por não
creches, escolaridade gratuita, subsídios de material
serem produtivos mas sim consumidores. Ao mesmo
escolar aos alunos, pelo menos durante o período de
tempo uma diminuta percentagem da população
escolaridade obrigatória, etc.
jovem pode comprometer o futuro, relativamente ao
Mas apesar de tais medidas de incentivo, os
esperado normal desenvolvimento.
resultados têm sido pouco animadores, pelo que o quadro
Assim, muitos governos de países com taxas de
geral pouco se tem alterado. De resto, a maioria dos
crescimento muito baixas ou nulas, têm tomado
especialistas em demografia é de opinião que é muito
decisões políticas na tentativa de alterar as
difícil influir na altitude dos casais quanto ao ter (ou não
tendências actuais.
ter) filhos.

Fonte; Geografia 9, Constância


Fonte: Geografia 9, João Antunes
T ex t o
nº 5
Face a POLÍTIC
prática o cresc
urn imento AS ANT
económ a política de constante da INATAL
ISTAS
ico. Ho regulaç s popu
Indonés je, as fa ão, a fi lações,
ia, o Bra míl m d a lgu
Todas sil ou o ias são globa e baixar a pre ns países ten
as relig M é xic lm e n te ssão hu taram li
ainda, e iõe o.E m m m
m mádia s, e particularm stas políticas enos numeros ana e supri mir itar os nascim
as em entos p
, 6 ou 7 ente o enfrenta grande os entraves a
filhos. Islamis
mo, glo m, contudo, a s paíse o dese ondo em
rificam p s nv
a mate osições de ord como a China olvimento
rnidade em e , a Índia
. Assim c onómic , a
, em Á a e reli
frica as gio
mulhere sa.
s têm
Fonte:G
T ex t o n º 6 eografia
9º, Luís
a Leite
POLÍTICAS A
São postas em NTINATALIS
prática nos pa TAS
diminuição ac íses onde se
entuada do co ns id era que o au
população. nível de vida mento da popu
, ou mesmo lação pode co
As políticas an pôr em caus ntribuir para
tin at a a sobrevivê uma
the Principie of al is ta s tê m a sua base nc ia, pelo men
Population as teórica na ob os, de parte
Malthus defe it affects the fu ra do pastor da
ndia o princípi ture improvem protestante Th
crescem em o de que a populaçã en t of S ociety, publicad om as R . M althus, Essay
progressão ar o cres a em 1798. on
itmética. Daq
epidemias e at
é guerras, isto ui concluía qu ce em progressão ge omét
é, aumento da e o menor cr rica enquanto
mortalidade se escimento do que os recurs
ria inevitável. s recursos da os
ria origem a
fomes,

Fonte: Geogr
Texto nº 7 afia 9º, Énio Sem
edo

CONTROLAR UMA DEMOGRAFIA GALOPANTE

o nº 8 cujo s
Apesar do ligeiro decréscimo no ritmo do aumento T ex t im e n to tas
nvolv atalis
demográfico destes últimos anos, existem ainda países que m dese as antin ico. No
e m
íses polí tic l e econó ade, a
enfrentam sérios problemas visto ser difícil obter o o s p a e n ta m c ia la rid
s m s o c o e a
desenvolvimento quando as carências alimentares das T odo im ple
o c a mpo
o d a es mulher o
r n o s e s n e n t d a e m
gove alteraçõ a la r ga m p apel p ermit e a
populações em excesso não estão garantidas. m o d o s u
sof re cial, tatuto e s joven se seg
o so s ao
Daí, que muitos governos de países em desenvolvimento camp ão do e regos a q ue
com excesso populacional e com taxas de natalidade elevadas alter
aç emp ómico,
t a de e c on d e .
o fe r to did a
tentem impor certas decisões políticas, com o objectivo de imen fecu n
cresc ição da
reduzir o número médio de nascimentos. Dentro destas u
dimin
políticas demográficas antinatalistas destacam-se diferentes
tipos de decisões, que podem ter maior ou menor aceitação por Texto nº 9
parte das populações, tais como:
 Subsídios dados a casais com um só filho; POLÍTICAS ANTINATALISTAS: TRAVAR A
 Agravamento de impostos ou anulação de regalias sociais NATALIDADE
a casais com muitos filhos;
 Campanhas para que os casamentos sejam tardios; Muitos países em vias de desenvolvimento
 Divulgação generalizada de processos do planeamento desenvolveram políticas antinatalistas como forma de
familiar; retardar o crescimento demográfico e de permitir um
 Distribuição gratuita de contraceptivos; crescimento económico mais acelerado. Governos
 Legalização da interrupção voluntária da gravidez; africanos e asiáticos levaram a cabo campanhas
 Incentivos para a generalização da esterilização feminina e gigantescas no sentido de diminuir as famílias, quer
masculina, em casais que tenham já um ou dois filhos; através da publicidade, quer através da divulgação de
 Processos de racionamento alimentar que prejudicam as práticas de contracepção ou, mesmo, de esterilização
famílias numerosas. das populações masculina e feminina.

Fonte: Geografia 9, Constância Fonte: Geografia 90, Luisa Ucha dos Santos
1 – Com base no texto nº 1, deverás ser capaz de:
1.1 - Definir política demográfica.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

2 – Analisando os textos nº 2 e nº 4, deverás ser capaz de:


2.1 – Definir política natalista.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

2.2 – Dar exemplos de alguns países onde se aplicam políticas natalistas.


_________________________________________________________________________________________

3 – A análise do texto nº 3 permitir-te-á:


3.1 – Referir o objectivo das políticas natalistas.
_________________________________________________________________________________________

3.2 – Enumerar medidas que visam promover a natalidade.


_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

4 – Com base no texto nº 4, deverás ser capaz de:


4.1 – Justificar as políticas natalistas nos países desenvolvidos.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

5 – Com base na análise dos textos nº 5 e nº 9, deverás ser capaz de:


5.1 – Dar a noção de política anti natalista.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
5.2 – Referir países onde se implementem políticas anti natalistas.
_________________________________________________________________________________________

5.3 – Referir oposições que estas políticas enfrentam.


_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

6 – O texto nº 6, depois de lido, permite que sejas capaz de:


6.1 – Justificar as políticas anti natalistas nos países em vias de desenvolvimento.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

7 – Com base no texto nº 7, deverás ser capaz de:


7.1 – Enumerar medidas que visam diminuir a natalidade.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

8 – A leitura do texto nº 8 vai permitir que sejas capaz de:


8.1 – Indicar algumas alterações sofridas no campo social e económico, depois de
aplicadas medidas anti natalistas, nos países em vias de desenvolvimento.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

Um filho...
A melhor prenda que pode dar
O ideal na família!
ao seu filho, é ... um irmão!

Você também pode gostar