Você está na página 1de 3

Português

Felizmente há luar! – Teste 02

1. Lê o excerto e indica com uma cruz as respostas corretas:

ACTO I

Ao abrir o pano, a cena está às escuras, encontrando-se uma única personagem


intensamente iluminada, ao centro e à frente do palco. Esta personagem está
andrajosamente vestida.

Manuel - Que posso eu fazer? Sim: que posso eu fazer?


(Dá dois passos em direcção ao fundo do palco, detém-se, e continua)
Vê-se a gente livre dos Franceses, e zás!, cai na mão dos Ingleses!
E agora? Se acabamos com os Ingleses, ficamos na mão dos reis do Rossio...
Entre os três o diabo que escolha...

(Pausa)

Deus todo-poderoso para a frente... Deus todo-poderoso para trás... Sua Majestade para
a esquerda... Sua Majestade para a direita...

(Pausa)

E enquanto eles andam para trás e para a frente, para a esquerda e para a direita, nós
não passamos do mesmo sítio!

MONTEIRO, Luís de Sttau - Felizmente há Luar. Areal Editores, 2011

1. Indica com uma cruz a resposta correta:

a) A primeira didascália denuncia …

a situação de riqueza em que vive o povo.


a situação de miséria em que vive o povo.
a situação de bem estar em que vive o povo.

b) Neste excerto a situação político-social é denunciada por Manuel através da referência …

ao fim do absolutismo francês e inglês e à coroação do rei português.


à colonização francesa e inglesa.
ao fim das invasões francesas, à intromissão dos ingleses e aos governadores do reino.

c) Manuel, consciente da situação do país, sente-se …

revoltado, desanimado e impotente pelo povo não conseguir sair da miséria em que vive.
desanimado porém aliviado por ver que finalmente tudo vai mudar.
revoltado mas confiante nos reis do Rossio.

www.escolavirtual.pt © Escola Virtual 1/3


Português

2. Responde à seguinte questão.

Que nome têm as informações do dramaturgo sobre cenário, gestos, entoação, movimentação e
nome das personagens?
____________________________________________

3. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

V F A peça Felizmente há luar! demonstra uma raiz ideológica e religiosa muito forte.
Há um crescendo trágico ao longo desta peça que parte da captura de Gomes Freire e
V F
vai até à sua morte.
V F É a defesa da liberdade que desencadeia toda a ação da peça.
V F A peça não possui qualquer elemento simbólico.
V F Rita é casada com Manuel e Matilde é a companheira de Gomes Freire de Andrade.
V F O iluminismo é um movimento da época que Sttau Monteiro evoca na obra.
Na época em que decorre a ação de Felizmente Há Luar!, o rei D. João VI encontrava-
V F
se no Brasil.
Em Felizmente Há Luar!, quem dá conhecimento da conspiração ao marechal
V F
Beresford é o capitão Andrade Corvo.

4. Com as opções:
 companheiro
 personagens
 piolhos
 estendidas
 governadores
 sofrimento
 sentimentos
 vestuário
 andrajosamente
 prisão
 chão
 saca
 péssimas
 tristeza
 monólogo
 Ato
 II
 destino
 angústia
 vida

completa corretamente as frases:

No início do ______________ I de Felizmente Há Luar!, as ______________ surgem


caracterizadas quanto ao _____________ e quanto a algumas das ______________ condições
de ___________. É o caso das expressões: "_______________ vestida", "dormem
www.escolavirtual.pt © Escola Virtual 2/3
Português

_____________ no chão", "uma velha (...) cata __________ a uma rapariga nova" ou "uma
mulher ainda nova, que dorme, no _____________, coberta por uma ______________". Os
_____________ transmitidos ao longo do _____________ de Matilde, no Ato ______________
são de imensa ___________, devido ao ______________ causado pela _______________ de
Gomes Freire de Andrade, e envoltos em ________________, dado que está apreensiva quanto
ao ________________ que será dado ao seu ___________________ pelos _______________.

5. Estabelece a correspondência correcta das falas das personagens ao que representam na


ação.

"Senhores Governadores: onde quer Gomes Freire é o herói


que se conspire, só um nome vem à incontestado do povo.
baila."
Tenho uma missão para si. Quero que O povo aglomera-se junto ao seu
se torne conhecido para os lados do líder
Rato..."
Um amigo do povo! Um homem às O grito eufórico de despedida mas
direitas! Quem fez aquele não fez outro que funciona, simultaneamente,
igual…” como previsão do triunfo do
Liberalismo, no ano de 1834.
Daqui para fora! Vá: todos daqui para Início da perseguição ao general.
fora! Então vocês não sabem que estão
proibidos os ajuntamentos?”
“Felizmente – Felizmente há luar” A declaração do general como líder
da conspiração, sem culpa
formada.

www.escolavirtual.pt © Escola Virtual 3/3