Você está na página 1de 7

ICSC – INSTITUTO DE CIÊNCIAS E COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO SOCIAL – PUBLICIDADE E


PROPAGANDA
 

OFICINA DE LINGUAGEM
NP2

MAX JANDYS LOPES LEITE


B17024-7

SÃO PAULO
2017
01- Sobre signos e Semiótica, analise as afirmativas a seguir.  

I.Peirce e Saussure apresentam a mesma visão sobre a natureza triádica do signo.


II.Peirce considera que o signo representa algo, ao contrário de Saussure, para quem o
significado é sempre arbitrário.
III.Saussure procurou estudar a estrutura da língua, entendida como um sistema.

Está correto que se afirma apenas em

A - I 
B - II 
C - III 
D - I e III 
E - II e III 

02- (  Enade 2008) Leia o poema abaixo.  

Canção  

1  Nunca eu tivera querido
Dizer palavra tão louca:  
bateu-me o vento na boca,  
4 e depois no teu ouvido.  
Levou somente a palavra,  
6 Deixou ficar o sentido.  
O sentido está guardado  
8  no rosto com que te miro,  
neste perdido suspiro  
que te segue alucinado,  
11 no meu sorriso suspenso  
como um beijo malogrado.  
13 Nunca ninguém viu ninguém  
que o amor pusesse tão triste.  
Essa tristeza não viste,  
16 e eu sei que ela se vê bem...  
Só se aquele mesmo vento  
fechou teus olhos, também.  
Cecília Meireles. Poesias completas.
  
Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1993, p. 118.
  
  De acordo com abordagens da análise do discurso, a significação não se restringe apenas 
ao código linguístico. Que versos evidenciam essa noção?
   
A - “Nunca eu tivera querido Dizer palavra tão louca” (v.1-2)   
B - “bateu-me o vento na boca, e depois no teu ouvido” (v.3-4)   
C - “Levou somente a palavra, deixou ficar o sentido” (v.5-6)   
D “Nunca ninguém viu ninguém que o amor pusesse tão triste” (v.13-14)   
E - “Só se aquele mesmo vento fechou teus olhos, também” (v.17-18)   
03- Considere o texto e as afirmativas abaixo.

A Propaganda pode ser definida como divulgação intencional e constante de mensagens


destinadas a um determinado auditório visando criar uma imagem positiva ou negativa de
determinados fenômenos. A Propaganda está muitas vezes ligada à idéia de manipulação
de grandes massas por parte de pequenos grupos. Alguns princípios da Propaganda são:
o princípio da simplificação, da saturação, da deformação e da parcialidade.
(Adaptado de Norberto Bobbio, et al. Dicionário de Política)

I. Segundo o texto, muitas vezes a propaganda convida o comprador à reflexão sobre a


natureza do que se propõe vender.
II. Segundo o texto,  a propaganda é uma atividade imparcial.
III. Segundo o texto, a persuasão e a manipulação estão presentes na propaganda.

 Está correto o que se afirma somente em

A - I 
B - II 
C - III 
D - I e II 
E - I e III 

04- Considere os dois títulos e assinale a alternativa correta.  

I. Bando de estudantes invade prédio.  
II. Grupo de estudantes ocupa prédio.

A- A escolha do verbo é uma questão meramente estilística
B- Não há qualquer diferença semântica entre “bando” e “grupo”, já que os dois se referem ao coletivo
C- embora relatem o mesmo fato, o efeito de sentido é diferente nos dois enunciados.   
D- Em II, há uma conotação de agressividade maior do que em I.   
E- Os títulos seguem o padrão jornalístico e não revelam, o ponto de vista de quem o produziu.

05- Analise as afirmativas a seguir. 

I. O discurso jornalístico caracteriza-se pela objetividade e, por isso, não transmite


ideologia.
II. A Análise do Discurso (AD) preocupa-se em analisar como os sentidos dos textos são
construídos em determinado contexto histórico-social, considerando os sujeitos envolvidos
na comunicação.
III. Os estudos de Saussure buscaram estabelecer regras estruturais para o funcionamento da
língua. 

Está correto o que se afirma somente em


A - I 
B - II 
C - III 
D - I e II 
E - II e III 

06- Considere a capa da revista Veja, de 18 de junho de 2003, e as afirmativas a seguir.  

Texto da capa.

“Para salvar os miseráveis dos desconfortos do capitalismo, o líder sem-terra José


Rainha ameaça criar no interior de São Paulo um acampamento gigantesco como o de
Canudos, instalado há um século por Antônio Conselheiro no sertão da Bahia”.

I. A capa apresenta o efeito de objetividade jornalística, sem o uso de palavras valorativas.


II. A capa apresenta interdiscursividade com contos de fadas, marcada pelos aspectos
gráficos.
III. A capa não é neutra, pois enaltece a ação do líder no MST na luta pelo fim das
desigualdades sociais.

Está correto o que se afirma somente em

A - I 
B - II 
C - III 
D - I e II 
E - II e III 
07- Considere o título publicado em um jornal de São Paulo, em agosto de 2006: 

“ Governo aumenta em 60% o Bolsa (eleitoral) Família”. 

I. O título é estritamente informativo.


II. O título reflete a possível objetividade jornalística.
III. O adjetivo “eleitoral” expressa explicitamente uma opinião.

 Está correto o que se afirma em:

A - I 
B - II 
C - III 
D - II e III 
E - I e III 

.
08- Criar outdoor requer alguns cuidados e habilidades também especificados para a
criação de slogans. Sobre esse tema, considere as afirmações abaixo.
 
 I.  O texto do outdoor deve ser extremamente conciso.
II.  As letras do outdoor devem ser de fácil visualização.
III.  Quanto mais elementos visuais tiver o outdoor, maior densidade comunicacional.
 
Está correto o que se afirma em

A - todas 
B - I e II, apenas 
C - II e III, apenas 
D - I e III, apenas 
E - II, apenas 

09- Considere a foto publicada na Folha de S. Paulo, em 3 de abril de 2014, que tem como
referente a declaração de Dilma sobre as torturas praticadas na época da ditadura militar.

Analise as afirmativas a seguir.


I. A foto retrata apenas um momento da fala de Dilma e é neutra, pois é referencial.
II. O rosto de Dilma cobre uma palavra do slogan do governo, sugerindo outra leitura para
ele.
III. A expressão de Dilma transmite uma imagem positiva da presidenta.

Está correto o que se afirma somente em

A - I 
B - II 
C - III 
D - I e II 
E - II e III 

10- Leia o texto a seguir.

Conto de fadas para Mulheres Modernas

Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa, independente e cheia de
autoestima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago
do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.
Então, a rã pulou para o seu colo e disse:

– Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas, uma bruxa má lançou-me um
encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me
transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu
lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar,
lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre…

… E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um


cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: –
Eu, hein?… nem morta!

(Luís Fernando Veríssimo)

I. O texto apresenta interdiscursividade com os contos infantis, confirmando o tradicional


discurso deles.
II. O texto adere ao discurso feminista contemporâneo, afirmando que a felicidade da mulher
não deve depender do homem.
III. O texto, por ser um conto de fadas, não transmite ideologia.

Está correto o que se afirma somente em

A - I 
B - II 
C - III 
D - I e II 
E - II e III 
1. C
2. C
3. C
4. C
5. E
6. B
7. C
8. B
9. B
B
10.

Você também pode gostar