Você está na página 1de 13

 novaresistenciabrasil@gmail.

com

   

NOVA RESISTÊNCIA
LIBERDADE! JUSTIÇA! REVOLUÇÃO!

 6 de dezembro de 2017 

‘Populorum Progressio’, uma encíclica contra o capitalismo:


Excertos da encíclica Populorum Progressio, escrita pelo Papa Paulo VI e publicada em 26 de
março de 1967, que trata de uma variedade de temas relacionados aos povos e civilizações
do mundo e aos países não-desenvolvidos. Publicamos aqui os trechos fundamentalmente
econômicos, que estabelecem, no eixo da DSI, proposições relacionadas a limitação do
direito a propriedade (contrariamente a concepção liberal, neocon e direitista), a
legitimidade da expropriação de terras e a crítica radical do capitalismo. Os grifos em negrito
são nossos:

***

[…] A propriedade

23. “Se alguém, gozando dos bens deste mundo, vir o seu irmão em necessidade e lhe
fechar as entranhas, como permanece nele a caridade de Deus?”.[21] Sabe-se com que
insistência os Padres da Igreja determinaram qual deve ser a atitude daqueles que possuem
em relação aos que estão em necessidade: “não dás da tua fortuna, assim a rma santo
Ambrósio, ao seres generoso para com o pobre, tu dás daquilo que lhe pertence. Porque
aquilo que te atribuis a ti, foi dado em comum para uso de todos. A terra foi dada a todos e
não apenas aos ricos”.[22] Quer dizer que a propriedade privada não constitui para
ninguém um direito incondicional e absoluto. Ninguém tem direito de reservar para
seu uso exclusivo aquilo que é supér uo, quando a outros falta o necessário. Numa
palavra, “o direito de propriedade nunca deve exercer-se em detrimento do bem
comum, segundo a doutrina tradicional dos Padres da Igreja e dos grandes teólogos”.
Surgindo algum con ito “entre os direitos privados e adquiridos e as exigências comunitárias
primordiais”, é ao poder público que pertence “resolvê-lo, com a participação ativa das
pessoas e dos grupos sociais”.[23]

O uso dos rendimentos

24. O bem comum exige por vezes a expropriação, se certos domínios formam
obstáculos à prosperidade coletiva, pelo fato da sua extensão, da sua exploração fraca ou
nula, da miséria que daí resulta para as populações, do prejuízo considerável causado aos
interesses do país. A rmando-o com clareza, [24] o Concílio também lembrou, não menos
claramente, que o rendimento disponível não está entregue ao livre capricho dos
homens, e que as especulações egoístas devem ser banidas. Assim, não é admissível
que cidadãos com grandes rendimentos, provenientes da atividade e dos recursos nacionais,
trans ram uma parte considerável para o estrangeiro, com proveito apenas pessoal, sem se
importarem do mal evidente que com isso causam à pátria.[25]

Capitalismo liberal

26. Infelizmente, sobre estas novas condições da sociedade, construiu-se um sistema que
considerava o lucro como motor essencial do progresso econômico, a concorrência
como lei suprema da economia, a propriedade privada dos bens de produção como
direito absoluto, sem limite nem obrigações sociais correspondentes. Este liberalismo
sem freio conduziu à ditadura denunciada com razão por Pio XI, como geradora do
“imperialismo internacional do dinheiro”.[26] Nunca será demasiado reprovar tais
abusos, lembrando mais uma vez, solenemente, que a economia está ao serviço do homem.
[27] Mas, se é verdade que um certo capitalismo foi a fonte de tantos sofrimentos, injustiças
e lutas fratricidas com efeitos ainda duráveis, é contudo sem motivo que se atribuem à
industrialização males que são devidos ao nefasto sistema que a acompanhava. Pelo
contrário, é necessário reconhecer com toda a justiça o contributo insubstituível da
organização do trabalho e do progresso industrial na obra do desenvolvimento.

__________________________________________________

[21] Jo 3,17.
[22] De Nabuthe, c.12, n. 53, PL 14, 747. Cf. J.R. Palanque, Saint Ambroise et l’empire
romain, Paris, de Boccard, 1933, pp. 336ss.

[23] Lettre à la Semaine sociale de Brest, em L’homme et la révolucion urbaine, Lyon,


Chronique sociale,1965, pp. 8 e 9.

[24] Gaudium et Spes, n. 71, § 6.

[25] Cf. Ibid., n. 65 § 3.

[26] Encíclica Quadragesimo Anno, 15 de maio de 1931, AAS 23 (1931), p. 212.

[27] Cf., por exemplo, Colin Clark, The coditions of economic progress, 3, ed., London,
Macmillan & Co., New York, St. Martin’s Press,1960, pp. 3-6.

Relacionado

Thomas Storck – O que é o Distributismo? O pensamento distributista de Dorothy Day:


Em "Autores" Em "Últimas"

O capitalismo é inimigo do identitarismo:


Em "Autores"
ÚLTIMAS

 CATOLICISMO, DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA , IGREJA CATÓLICA

A solução para o con ito israelo-palestino é A paternidade é insubstituível:


transferir Israel para os EUA:

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário aqui...

Pesquisar …
Tweets por @br_resistencia
Nova Resistência
@br_resistencia
Documentos obtidos pelo Brasil Wire
comprovam o lobby do Reino Unido a
Bolsonaro para favorecer mineradoras,
petrolíferas e farmacêuticas britânicas – entre
estas, a AstraZeneca. #Vacinacovid19
#COVID19 #CovidVaccine bit.ly/34Wsxij
“PARCEIROS ESTRATÉGICOS”: O lobby britâ…
Documentos obtidos pelo Brasil Wire comprovam o
lobby do Reino Unido a Bolsonaro para favorecer
novaresistencia.org

30 de dez. de 2020

Nova Resistência
@br_resistencia
Respondendo a @br_resistencia
@RubemPortal

29 de dez. de 2020

Nova Resistência
@br_resistencia
Nesse domingo, Raphael Machado
(@camaradamachado), líder da NR, participou
de um excelente bate-papo com os camaradas
do@RubemPortal. Assistam
em:youtube.com/watch?v=lr5t8N…

29 de dez. de 2020

Nova Resistência
@br_resistencia
À medida que o mundo caminha lentamente em
direção ao novo normal, as primeiras
avaliações da nova ordem política e econômica
estão surgindo. O politólogo Marcelo Gullo fala
sobre os interesses que entraram em jogo no
quadro mundial do poder. #COVID19
bit.ly/3mVDZAL

Marcelo Gullo: “O vírus é o maior golpe ao hu…


À medida que o mundo caminha lentamente em
direção ao novo normal, as primeiras avaliações
novaresistencia.org

29 de dez. de 2020

Nova Resistência
@br_resistencia
Como explicar a forte expansão evangélica no
Brasil? Nesse primeiro vídeo da série, o Prof.
@andrevbt conversa sobre a tese que defende
uma causa principalmente exógena pra esse
crescimento. Será que ela consegue, por si só,
explicar o fenômeno?bit.ly/37TthGS

YouTube @YouTube

29 de dez. de 2020

Incorporar Ver no Twitter

Internacional:

Alain Soral condenado por republicar Léon Bloy, uma decisão absurda

Cinema:
Ema (2020): A desconstrução pós-feminista em ato

Metapolitik:

Vilfredo Pareto e Irracionalidade Política

Nacional-Revolucionários:

Jünger e a Inviolabilidade do Lar

Editorial
O General Soleimani e As Milícias Cristãs da Síria

A Agenda Distópica de H.G. Wells vem à vida com o Grande Reset

Neymar, racismo e perspectivas de raça

A Vida dos Simpsons é Hoje um Sonho Inatingível para a Maioria dos


Americanos

O que resta na Rússia da memória do escritor nacional-revolucionário Eduard Limonov


“PARCEIROS ESTRATÉGICOS”: O lobby britânico secreto de Bolsonaro para
favorecer as Grandes Farmacêuticas, Petrolíferas e Mineradoras.

O “Capitalismo Inclusivo” é a Ideologia do Grande Reset

FORJA – Nascimento e Dissolução

Marcelo Gullo: “O vírus é o maior golpe ao humanismo, mas há saída”

Aborto: Geopolítica e Biopoder


Load More... Follow on Instagram
SOBRE NÓS:

A Nova Resistência é uma organização política de orientação nacional-revolucionária,


composta por trabalhistas, distributistas, tradicionalistas e nacionalistas de diversas
vertentes, que defende uma resistência ampla e em vários níveis às políticas econômicas
neoliberais, ao imperialismo atlantista, à agenda globalista e ao lobby sionista nas mídias e
nos governos.

Olhamos para a Europa, para o mundo Ibérico e para a América Pré-Colombiana como
fontes de inspiração cultural e espiritual, mas respeitamos profundamente outros povos,
pátrias e civilizações.

TEORIA:

Nacionalismo-Revolucionário
Pan-Identitarismo
Quarta Teoria Política

ATIVISMO:

Cartazes
Pan etos

COLUNAS:

Cinema
Entrevistas
Gigantes da América Latina
Internacional
Metapolitik

SIGA-NOS:

   
e-mail

Assinar

© Copyright 2021 Nova Resistência. Theme by Excel Theme. Powered by WordPress.

Você também pode gostar