Você está na página 1de 59

Nossa Equipe

Governador do Estado da Paraíba


JOÃO AZEVEDO LINS FILHO

Vice Governadora do Estado da Paraíba


ANA LÍGIA COSTA FELICIANO

Secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia


CLAUDIO BENEDITO SILVA FURTADO

Secretário Executivo de Gestão Pedagógica


GABRIEL DOS SANTOS SOUZA GOMES

Secretária Executiva de Adm. de Suprimentos e Logística


ELIS REGINA NEVES BARREIRO

Secretário Executivo da Ciência e Tecnologia


RUBENS FREIRE RIBEIRO

Gerente Executiva do Ensino Médio -GEEM


AUDILÉIA GONÇALO DA SILVA

Gerente Executiva de Educação Infantil


NEILZE CORREIA DE MELO CRUZ

Gerente Operacional de Educação Infantil


HELEN CRIS DA SILVA

Especialista Pedagógica
VIVIANNE DE SOUSA

Especialista em Gestão
JONATTA SOUSA PAULINO

Especialista em Educação Profissional e Inovação


GIOVÂNIA DE ANDRADE LACERDA LIRA

Elaboração
LUIZA IOLANDA PEGADO CORTEZ DE OLIVEIRA
JARLEYDE ANDRESSA SANTOS SALES DE OLIVEIRA
JONATTA SOUSA PAULINO
THAÍNA ROCHA BALBINO
VIVIANNE DE SOUSA
01 Apresentação........................................................................... Pg.01

02 Encerramento do 4º Bimestre.................................................Pg.03

03 Fechamento das notas do 4º Bimestre....................................Pg.04

04 Conselho Escolar do 4º Bimestre............................................Pg.05

05 Contato com as Famílias.........................................................Pg.08

06 PDCA dos Resultados do ano..................................................Pg.12

07 Planejamento das Avaliações Processuais..............................Pg.26

08 Aplicação das Avaliações Processuais......................................Pg.30

09 Conselho Final............................................................................Pg.33

10 Plano Emergencial BNCC..........................................................Pg.40


Plano Emergencial Base Técnica (EXCLUSIVO PARA ESCOLAS CIDADÃS
11
TÉCNICAS) .......................................................................................Pg.44

14 Protagonismo...............................................................................Pg.52
01
Olá Equipe Escolar!
C umprimentamos a toda equipe escolar Portanto, total atenção na leitura para que
de utilize daquilo que ajude ao modelo de
nesta finalização do atípico ano letivo de
escola no qual trabalha.
2020 e aproveitamos o momento para
prestar nosso agradecimento a cada
professor,(a), gestor(a), Coordenador(a) e
cada profissional de educação da rede
estadual da Paraíba, no cumprimento das
ações desenvolvidas neste ano letivo.

Este documento tem como objetivo


orientar as escolas no que se referem às
atividades de final do ano letivo de 2020,
um ano tão atípico e cheio de desafios para
todos os componentes da sociedade, em
especial, à educação pública.
No mais, esperamos que este escrito inspire
O Texto é composto de partes que se
todas as equipes e que as motive e mobilize
dedicam a todas as escolas estaduais da
para continuar nos esforços de uma
rede ou que se dedicam exclusivamente às
educação de qualidade em tempos de
escolas regulares ou as Escolas Cidadãs
pandemia.
Integrais (Propedêuticas e/ou técnicas).
02
02

º
11 de janeiro – Encerramento do Bimestre

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11* 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

* Último dia do quarto bimestre do ano letivo de 2020.

12 de janeiro – Fechamento das notas do 4º Bimestre

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadã e Regular:


Os/As professores/as terão até esse dia
(12/01/2021) para fechar as notas dos/as
seus/suas estudantes e repassar para a sua
gestão escolar.

Os/As gestores/as estarão, durante todo o


mês de janeiro na busca ativa e
conscientização de seus/suas estudantes
para as Avaliações Processuais a serem 04
realizadas na próxima semana.
13 de janeiro - Conselho Escolar do 4º Bimestre

•Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadã e Regular:

O Conselho de Classe é um órgão colegiado, Neste dia, é o momento de realizar o


institucionalizado e representativo, Conselho do 4º Bimestre, cuja intenção é:
responsável pelo estudo e planejamento,
debate e deliberação, acompanhamento, •Apreciar os resultados identificados ao
controle e avaliação periódica do longo do período bimestral;
desempenho dos/as estudantes.
•Avaliar a efetividade dos procedimentos
O Conselho de Classe é liderado pelo/a adotados e pactuados no Conselho anterior;
Coordenador/a Pedagógico/a. Na
perspectiva formativa do Modelo Escola •Identificar necessidades e possibilidades de
Cidadã, o Conselho de Classe ocorre seis outras intervenções;
vezes ao ano, tem focos distintos em cada
período, e é organizado com base nas •Assumir coletivamente as
necessidades emergentes. responsabilidades do acompanhamento e
das ações estabelecidas.
O 1º Conselho, que é o Diagnóstico, foi
realizado no início do ano com base na Os/As estudantes que foram ativos/as e
Avaliação Diagnóstica de entrada dos/as participativos/as ao longo do ano letivo e
estudantes. Em seguida, temos então os que foram devidamente avaliados/as, neste
conselhos referentes aos bimestres, já tendo conselho, já serão considerados/as aptos/as
passado o 1º, 2º. 3º Bimestres. poderão entrar de férias.

Cada professor/a, ao entender que é


autônomo/a dentro da sua área de atuação,
deve monitorar periodicamente os
resultados das disciplinas que ministra a fim
de obter um quadro geral dos percentuais de
reprovação, médias e frequência dos/as
05 estudantes, além do monitoramento do
currículo planejado e currículo dado.
Escolas Cidadãs Integrais
Ao término do bimestre, após o Conselho de “Tudo sempre parece
Classe, o/a professor/a deve fazer uma análise
individual de seu Programa de Ação para que impossível, até que
sejam discutidos durante a reunião de fluxo.
Consequentemente, o/a Coordenador/a de Área
seja feito”
repassa, à luz do Sistema de Comunicação, para
a Coordenação Pedagógica. A partir daí,
dependendo das demandas e de suas
amplitudes e resoluções, o/a Coordenador/a NELSON MANDELA
Pedagógico/a abordará estas questões durante a
reunião da Equipe Gestora.

Atenção, Gestor(a)!
É neste dia que o/a Gestor/a, após a
conclusão do Conselho Escolar, preenche o
Quadro de Monitoramento do Plano de
Ação referente à coluna do 4º Bimestre (claro,
tendo as colunas dos bimestres anteriores
tendo sido devidamente preenchidas) e inicia
o preenchimento do Quadro de Resultados
do Plano de Ação (última aba), com os dados
que já são passíveis de consolidação no
momento (não precisa ser preenchido
Ao final de cada bimestre, esses dados devem totalmente neste dia, até porque os dados de
ser repassados ao/à respectivo/a reprovação e notas só estarão prontos na
coordenador/a de área para que este/a, em semana seguinte, mas é importante que o/a
seguida, faça a consolidação geral da área Gestor/a já consolide ou, ao menos, inicie, os
específica e entregue os resultados ao/à outros dados). - Modelo na página seguinte.
coordenador/a pedagógico/a.

Os resultados devem ser analisados e


consolidados pelo/a gestor/a escolar e
coordenador/a pedagógico/a, considerando o
resultado geral da escola, em observância às
metas pactuadas no Plano de Ação da escola.

06
Escolas Cidadãs Integrais

07
05
Reunião com as Famílias (Mães, Pais e Responsáveis)

Escolas Cidadã e Regular:

ESCOLA
Atenção, Gestor(a)!
+ FAMÍLIA
= SUCESSO A escola, tradicionalmente, faz uma
reunião com as famílias (mães, pais e
responsáveis) ao fim de cada bimestre. O

E
mesmo deve continuar ocorrendo durante a
ducar as crianças e os/as jovens é um Educação Remota.
desafio que requer estreito relacionamento Todavia, o importante aqui é não limitar o
entre família e escola, uma vez que a contato com as famílias apenas aos
educação caracteriza-se por ser um processo momentos de reunião.
contínuo de desenvolvimento nos âmbitos
familiar e social. O contato precisa ser, mais do que nunca,
rotineiro e cotidiano, para que as famílias
sejam corresponsáveis com os/as
professores/as em manter os/as estudantes
próximos/as à escola e atentos/as à sua
aprendizagem (se o/a estudante não está
fazendo as atividades durante a semana, se
o/a estudante não está assistindo às aulas,
dentre vários outros motivos, a gestão
escolar já precisa entrar em contato com as
famílias para que as fragilidades e os
problemas não se acumulem, e para que as
questões sejam solucionadas o mais rápido
possível e não apenas no fim do bimestre).
09
A escola pode traçar estratégias para Recomendações:
A
aproximar cada vez mais a família da escola.
Vivenciamos um período atípico em que a lgumas recomendações podem ser
educação remota foi uma solução apresentada
sugeridas (não exclusivas ou somente essas,
para que a formação integral dos/as estudantes
caso não sejam evidenciadas), para as equipes
não fosse afetada tão drasticamente. Assim, as
escolares a fim de aproximar a família da
estratégias e ações, antes planejadas, agora,
escola, criando estratégias e instrumentos
devem ser adaptadas a realidade de cada
baseados no diagnóstico realizado. Com base
unidade escolar e o papel das famílias é de
nisso, orientamos que:
fundamental importância nesse processo como
agente incentivador e de apoio aos/às
1. A equipe pedagógica pode entrar em contato
estudantes e aos seus Projetos de Vida.
com as famílias para compreender as
possibilidades de cada uma e buscar a
Já não é tarefa simples realizar encontros
estratégia mais viável para realização de uma
presenciais com 100% destes atores, e o
efetiva comunicação; (A gestão pode se utilizar
desafio agrava-se neste período remoto, por
envolver diversos aspectos que interferem dos/as seus/suas tutores/as, pessoal de
secretaria e/ou líderes de turma para um
diretamente no resultado dessas ações, como
comunicação eficiente, com monitoramento e
perfil socioeconômico, nível de escolaridade,
controle);
acesso aos meios digitais, não saber manusear
as ferramentas do mundo digital, entre outros;
e todos os desafios e resultados possíveis
devem ter estratégias adaptadas a cada
realidade escolar.
Pensando nesses desafios e no apoio às
unidades escolares, temos a portaria de nº 418,
emitida pela Secretaria de Educação, da Ciência
e da Tecnologia, que foi estabelecido o Regime
Especial de Ensino, como medida preventiva a
disseminação da COVID-19, e dá outras
providências, e estabelece que
2. A gestão pode optar por fazer uma reunião
ampliada através de aplicativos de
videoconferência ou reuniões menores por
etapa ou modalidade de ensino, por meio das
redes sociais; como também podem ocorrer
dividido por tutores/as;

o ponto de partida é a estruturação de um


Plano de Ação Estratégico Escolar. Este
plano ajudará a Gestão de cada escola na
consolidação de dados sobre a comunidade
escolar para uma estruturação de um
diagnóstico. De posse dessas informações
as equipes pedagógicas poderão definir qual
ou quais estratégias oferecidas pela SEECT
serão mais adequadas a realidade de cada
10
escola.
3. Sugestões de recursos tecnológicos ou físicos
para contatar as famílias, para levantamento de
dados ou reuniões on-line:

•Contato por ligação telefônica; (Utilizar-se do


pessoal de apoio da secretaria da escola);

•Contato por e-mail;

•Contato por meio de aplicativos de mensagem


instantânea a exemplo do Whatsapp;

•Aplicativos de videoconferência como Google


Meet, ZOOM, Skype, entre outros;

•Enviar SMS (mensagem de texto) pelo celular ou


em sites da internet – Nesse caso não será
necessário acesso à internet para recebimento
por parte dos pais/responsáveis, assim poderão
ser realizadas comunicações diversas. (Se for
possível, viável e a escola optar, pode ser
disponibilizado o SMS a cobrar ou Ligações a
cobrar para retorno da comunicação);

•Para os contatos inacessíveis, deverá ser


observada as estratégias referentes aos portfólios
individuais.

É uma excelente oportunidade de fazer uma


reflexão de como essa aproximação da
comunidade com a escola produz um elo de
confiança e alicerça o nosso modelo em bases
sólidas, trazendo, assim, satisfação para
comunidade escolar em sentir-se parte do
processo, a partir dos resultados positivos
gerados pela Escola. 11
06
PDCA
14 de janeiro - PDCA dos resultados do ano

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadãs Integrais

N este dia, a equipe escolar irá se reunir


Atenção, Gestor(a)!
para debater os resultados do ano letivo do
ano de 2020, reforçando a importância do
preenchimento do Quadro de Resultados

O
do Plano de Ação
Quadro de Resultados deve ser
encaminhado à Comissão,
impreterivelmente, até o dia 22 de janeiro de
2021.

Indicadores que NÃO precisam ser


preenchidos para o ano de 2020 (não
foram movimentados durante a
Educação Remota:

- Guias de Aprendizagem Publicados

- Cumprimento dos conteúdos


planejados nos guias de aprendizagem

13
A gestão escolar deve nortear a equipe para a
movimentação do Ciclo PDCA, dando maior
ênfase no C (Análise) e A (Ajuste).

É necessário observar se as principais metas


foram atingidas ou, se não foram, refletir junto
à equipe com o intuito de identificar as causas
do não atingimento das mesmas, como também
na percepção dos ajustes necessários para o
planejamento do próximo ano.

Fonte: https://br.pinterest.com/pin/856035841644672201/

O rientar a revisão anual com a sistematização do PDCA tendo como objetivo a preparação do
relatório anual e replanejamento do ano seguinte.

14
A o final do ano, é importante focar
bastante nas etapas da Avaliação e do Ajuste. A
gestão precisa apoiar a equipe naquilo que ela
já realizou nas etapas C (Análise) e no A

N
(Ajuste) de maneira que abarque os horizontes
temporais do presente e do futuro em a etapa do Executar, enxergar junto a
equilíbrio.
equipe as ações postas em prática.

•Quais as estratégias que estão acontecendo


no chão da escola?

•As Ações dos Programas de Ação estão sendo


postas em prática?

•Os Pontos de Atenção e Melhoria dos ciclos


anteriores estão sendo efetivamente
abarcados e estão embasando as ações dos
atores?

Daí, a partir dos resultados alcançados nos


quatro bimestres do ano e consolidados e
apresentados pelo/a Gestor/a, quais são as
novas estratégias propostas para o ano
seguinte?

É interessante decompor as etapas do PDCA,

N
tomando como foco em cada um dos momentos
as fragilidades específicas da escola: a etapa do Avaliar, aferir quais foram os

Na etapa do Planejamento, o Plano de Ação é, resultados alcançados ao longo do ano e o


intrinsecamente, a etapa do Planejamento, e caminho percorrido, percebendo se, e como, as
deve ser visto em conjunto com a equipe, recomendações dos ciclos anteriores e os
trazendo as intenções que são transformadas momentos formativos trouxeram mudanças na
em ações ao longo do ano. postura das escolas, tendo em mente a
profundidade do uso desse conceito/ferramenta
em todos os seus momentos, e não apenas na
constatação das fragilidades e sem os necessários
ajustes a serem alinhados.

Por isso, é importante estar com o Plano de


Ação aberto no momento da reunião, pois ele
é o instrumento que concentra o
planejamento master da escola. 15
A ssim, prestar atenção nos seguintes Q uanto ao Ajustar, perceber se a Equipe
tópicos: Gestora teve como foco a gestão de resultados e
evidenciar com a Equipe Escolar que os dados,
-Os/As Coordenadores/as de Área estão analisados e transformados em informações,
alinhando com seus/suas professores/as subsidiarão a tomada de decisão frente às
nos seus dias de Planejamento a avaliação fragilidades apresentadas na instituição para o
de suas ações e dos resultados alcançados planejamento do ano seguinte. Para isso,
em suas respectivas atribuições? podemos enfocar:

-O monitoramento contínuo dos Programas ▪ A equipe pensou em estratégias frente às


de Ação da Equipe Escolar durante as fragilidades constatadas?
reuniões de fluxo está sendo efetivo?
▪ Existem evidências dos ajustes programados?
-Caso as metas não estejam sendo
alcançadas, o que levou a esses resultados ▪ Os resultados do segundo semestre estão
mais baixos e como é possível melhorá-los? claros e foram debatidos pela equipe?

-Está sendo alinhados tais detalhes com a ▪ Existe a intenção para incorporar esses
Coordenação Pedagógica em reuniões de alinhamentos na revisão do Plano de Ação
fluxo e repassado para o/a Gestor/a durante o Planejamento Inicial do ano
seguindo a MacroEstrutura? seguinte?

-As etapas de Avaliação e Ajuste estão ▪ Haverá mudança nas metas do Plano de Ação
presentes de maneira clara nas Atas das de acordo com os resultados alcançados
reuniões de fluxo? atualmente?

16
L evando em consideração que estamos no
final do ano letivo, a equipe precisa debater o
preenchimento do Quadro de Resultados do
Plano de Ação.

Atenção, Gestor(a)!
A gora o/a Gestor/a apresenta à sua equipe
os resultados, consolidados no dia anterior, do
Quadro de Resultados do Plano de Ação
(sabendo que nem todos os resultados estarão
prontos)

Lembrando-os que o Relatório Anual de


Resultados deve ser sucinto, objetivo e oferecer
subsídios para o ajuste do Plano de Ação do ano
seguinte, além de possibilitar à Secretaria de
Educação e aos/às investidores/as sociais o
acompanhamento dos resultados pactuados
(Caderno de TGE, p. 32, 2015).

Para tanto, devem observar atentamente o


Quadro de Monitoramento do Plano de Ação,
que fora exposto e preenchido nos primeiro,
segundo e terceiro e quarto bimestres.

O Relatório Anual de Resultados trata-se do


preenchimento do Quadro de Resultados
presente no Plano de Ação da Escola. Este
Quadro encontra-se em uma aba ao lado do
arquivo do Excel do Plano de Ação, conforme
podemos observar na página seguir:

17
18
O Quadro de Resultados não é apenas mais E ste é um dos momentos em que a Equipe

uma tabela a ser preenchida e sim uma Escolar realizará o C e o A do Ciclo PDCA anual,
importantíssima ferramenta para a realização do observando o que deu certo, bem como o que
Ciclo de Melhoria Contínua (PDCA) da própria precisará de ajustes para o próximo ano letivo.
instituição, a partir do qual pode-se realizar as
seguintes atividades: É necessária uma análise minuciosa de todas as
metas estabelecidas no Plano de Ação em
Num primeiro momento, trabalharemos o consonância com as Estratégias traçadas para
Resultado Final das metas estabelecidas e alcançá-las e, ainda, a revisitação dos
monitoradas do Plano de Ação. Programas de Ação para tal. É pertinente
identificar as “causas”, tanto as que
proporcionaram o atingimento das metas,
quanto as que dificultaram o alcance destas.

Este último exercício deve ser pautado num


momento de imersão de toda equipe através da
problematização das fragilidades encontradas
diante dos resultados obtidos, bem como do que
pode ser feito para melhorar ainda mais o
desempenho da Escola (O que fizemos? Como
fizemos? O que deixamos de fazer?).

Trata-se do levantamento dos dados obtidos


através do Quadro de Monitoramento do Plano
de Ação por meio da dedução dos quatro
bimestres observados.

Em seguida, abordaremos a Análise e


problematização dos resultados alcançados no
final do ano letivo.
C abe, ainda, elucidar que o PDCA do
monitoramento do Plano de Ação deve ser um
ato contínuo da Equipe ao longo do ano,
sistematizado nas reuniões de fluxo, servindo
para o alcance das metas traçadas em busca da
melhoria contínua dos procedimentos.

Por fim, é importante nos debruçarmos sobre o


Estabelecimento de novas metas para o
próximo ano letivo.
19
E ste é o momento em que, baseados pelos resultados alcançados, bem como pela
problematização dos mesmos, a equipe irá traçar novas metas para o próximo ano letivo, deixando
claro que caso a meta esteja baixa, mantém-se a da SEECT; se a meta foi alcançada e ultrapassada,
quais as novas? Vale salientar que as metas traçadas ainda esse ano não precisam ser fixas,
podendo ser revisitadas no Planejamento inicial do ano seguinte.

A s metas estabelecidas não precisam ser fixas, a N este momento, verificar o Plano de
escola têm a liberdade de “ousar” e estabelecer Ação da escola com especial atenção às
novas metas, melhores e mais desafiadoras, haja suas estratégias, levando em consideração
vista o atingimento daquelas estabelecidas pela que a escola já deve ter maturidade para ir
Secretaria. Ainda assim, é preciso atentar para o além da simples adaptação das estratégias
fato de que essas metas precisam sempre respeitar do Plano de Ação da SEECT a sua realidade
ao que foi estabelecido pela Secretaria (nunca singular, mas sim, a construção de suas
negativa ou inferior, sempre igual, melhor ou próprias estratégias e a movimentação
positiva). delas no chão da escola por meio dos

P
Programas de Ação.
or fim, os indicadores não devem ser vistos
como elementos monitorados pela Comissão para
o “controle” das escolas, mas sim, como
ferramentas da própria escola, algo fundamental
P ortanto, observar as estratégias e
dialogar com a equipe se elas, em suas
para saber que estratégias e ações dar devidas prioridades, foram efetivas para
continuidade e aprofundar e quais rever e incidir intencionalmente nas metas
reformular. estabelecidas pela escola.

Verificar no Plano de Ação da Escola


pontos ou questões que não foram
efetivos ou não contribuíram para as
metas da Escola.
20
C aso as metas não tenham sido alcançadas, ponderar:
•O que fizemos? Como fizemos? O que deixamos de Fazer?
•Como os indicadores estão servindo para indicar o percurso a ser seguido pela escola?
•Quais as razões percebidas pela equipe que dificultaram o alcance das metas?
•As estratégias criadas foram efetivas para se desenrolar em ações?
•O planejamento das ações foram inspiradas pelo Plano de Ação e construídas para incidir
intencionalmente nos indicadores e em suas metas?
•O que pode ser planejado e acionado para contornar as situações de fragilidade?

No mais, propor uma maior atenção à


centralidade do Modelo nessa dedicação do
Plano de Ação, de forma que o Projeto de Vida
também seja um condutor na concepção de
estratégias que se perpetuem nos Programas
de toda a equipe e, em especial, do professor
de Projeto de Vida, isto porque, "a cultura da
melhoria contínua pode contribuir,
decisivamente, para o alcance de patamares
crescentes de eficiência escolar, pavimentando
o caminho dos estudantes na construção dos
Uma reflexão que pode ser levada a tona é seus Projetos de Vida".(Caderno da TGE - pág
a interconexão entre o PDCA, o Plano de 16).
Ação e os Programas de Ação.

O Plano de Ação consolida o Planejamento.


Os Programas de Ação fazem parte tanto da
etapa do Planejamento quanto da
Execução, pois permitem desdobrar as
estratégias do Plano de Ação da Escola em
ações a serem realizadas pela Equipe
Escolar, dando corpo às ideias expostas no
Plano e concretizando-as no cotidiano da
instituição através do intermédio de seus
profissionais.

Buscar debater, junto à equipe, que as


estratégias não devem ser vistas apenas
como “remediação”, isto é, após as ações
serem realizadas na escola, serem
percebidas enquanto estratégia e inseridas Orientar a verificação anual dos
no Plano de Ação. Mas sim, realizar um Programas de Ação da Equipe.
esforço intencional de Planejar estratégias
para o próximo ano que sejam resultado da
Avaliação e do Ajuste dos resultados
obtidos neste final de ano. A equipe escolar precisa operacionalizar, no
escopo de sua atuação, o Plano de Ação da escola
Portanto, a completude do Ciclo de através de seus Programas de Ação, os quais
Melhoria Contínua é o caminho mais apto precisam estar sendo acompanhados e
para o repensar das metas, a feitura do movimentados.
Plano de Ação, e da concepção de
estratégias eficazes para a escola.
21
É interessante que, ao ser identificado
Para tanto, é preciso alguma fragilidade quanto ao entendimento
do Programa de Ação, a equipe escolar seja
verificar se e como: levada a refletir a intencionalidade do
instrumento para o andamento e
monitoramentos dos processos escolares.

• O/A Gestor/a movimenta junto à equipe os


seus Programas de Ação; L embrando de reforçar com a equipe a
importância do monitoramento do Programa
• Os Programas de Ação são revisados a de Ação seguindo a MacroEstrutura em
partir dos indicadores do Plano de Ação; periodicidade quinzenal, de acordo com as
Pautas de reuniões de fluxo exposta nas
• Os Programas de Ação estão sendo pauta Diretrizes para que se torne parte da rotina
das reuniões de Fluxo das áreas; escolar.

• O acompanhamento dos Programas de


Ação, pelo/a Gestor/a, ocorre a partir da
Agenda Bimestral;

• Os/As professores/as traçam ações e


movimentam os indicadores a partir dos
resultados obtidos;

• Os Programas de Ação contemplam ações


voltadas para apoiar a Parte Diversificada,
levando em consideração a relevância desse
elemento para a correta aplicação do
Modelo.

• Cada profissional entende-se como gestor/a


de seus indicadores para fazer suas
entregas no Plano de Ação da Escola.

• revisão bimestral dos PA já está


incorporada na lógica do Ciclo do PDCA e é
alimentada pelo monitoramento dos
indicadores de processo do Plano de Ação
da Escola.

• As reuniões de fluxo são compreendidas


como espaços de monitoramento dos
Programas de Ação e cada profissional
conhece o escopo de sua atuação que,
alinhada horizontal e verticalmente, tem
como centralidade o/a jovem e seu Projeto
de Vida.
22
14 de janeiro - PDCA dos resultados do ano

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Regulares

I ncentivamos que as escolas regulares também façam uma retrospectiva conjunta do ano letivo,
com um olhar estratégico voltado aos resultados alcançados até então e buscando melhorar
continuamente sua própria realidade.

N um momento prévio, a gestão alimenta os resultados da coluna de “Indicadores” abaixo, para que
chegue até a equipe com os dados já coletados e consolidados na coluna “Resultados da escola”,
pronto para o debate. (modelo na página seguinte)

23
Resultados da Estratégias Novas Responsáveis e
Indicador Definição
escola utilizadas Estratégias Prazos
Até o Quarto
Bimestre,
quantos % de
seus/suas
estudantes
estão abaixo de
7,0? (Contando
apenas
Estimativa de aqueles/as que
têm acesso às
reprovação atividades,
sejam elas
online ou
impressas. Vale
salientar que as
avaliações
processuais
ainda serão
realizadas)
Somando todas
as médias
dos/as
estudantes ao
Média Geral final do ano e
da Escola dividindo por
seu
quantitativo,
qual a média
geral da escola?
Do total de
estudantes
matriculados no
início do ano,
quantos/as
estudantes
abandonaram,
Taxa de representando
Abandono quantos % do
número total?
(isto é, não
pediram
transferência,
deixaram a
escola e estão
sem estudar)
A escola
Resultado do conseguiu obter
a nota do IDEB?
IDEB Qual foi a nota?
Atingiu a Meta?
Estudantes da Quantos % dos
3ª série do estudantes do
3ª série do
Ensino Médio ensino médio se
inscritos no inscreveram no
Enem Enem?

24
C om base nos resultados dos indicadores acima
tratados, a Gestão irá conduzir em reunião, com
toda a sua equipe de professores/as, elencando as
causas dos sucessos (ou insucessos) alcançados,
trabalhando quais foram as estratégias e ações
adotadas em 2020 e quais novas estratégias
podem ser pensadas para o ano letivo de 2021, de
forma a ir além do que foi concretizado até agora,
num ciclo de melhoria contínua.

Caso práticas exitosas tenham sido


diagnosticadas, replicar e estruturar com todos
os/as educadores/as. Caso fragilidades sejam
identificadas, ajustar e alinhar caminhos e
soluções eficazes, efetivos e eficientes para a
instituição em questão. A ideia é pensar: o que
fizemos? Como fizemos? O que deixamos de fazer
ou fizemos e não funcionou? O que poderíamos
ter feito? O que faremos de inédito? E o que
faremos melhor para termos resultados mais
altos em 2021?

N ão se contentando em apenas pensar


estratégias e ações, a equipe precisa indicar,
nominalmente, responsáveis para pôr em prática
essas ações (que se compromete, na base da
confiança, ética e respeito, em executar o
combinado), assim como prazos máximos, com
dia, mês e ano para tal atitude venha à tona (cujo
fazer precisa ser monitorado pela gestão escolar
para garantir e apoiar em seu funcionamento),
beneficiando a aprendizagem dos/as estudantes e
com foco no alcance de bons resultados para a
escola.

25
07
15 de janeiro - Planejamento das Avaliações Processuais

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadãs Integrais e Regulares

P rofessores, Professoras e Equipe Escolar, A s Avaliações Processuais têm como


é hora de discutir com toda a equipe as objetivo averiguar os vestígios de
estratégias possíveis para a realização das aprendizagens dos/as estudantes que não
Avaliações Processuais. Nesse sentido, obtiveram êxito na realização das atividades
compreendemos que existem estudantes em neste ano letivo, sobretudo com a
duas situações genéricas: aqueles/as que atipicidade na qual ele ocorreu.
conseguiram realizar as atividades, sejam
elas físicas ou online, com maior ou menor
índice de aproveitamento - no tocante a
esses/as estudantes, vamos considerá-los/as
N este sentido, elaboramos este material
para auxiliá-los/as nesta etapa de
"em perspectiva". Neste caso, os/as jovens já encerramento do ano letivo de 2020 e
terão sido avaliados/as ao longo do ano e oferecer direcionamento ao planejamento
seus status foram debatidos ao longo dos das Avaliações Processuais.
Conselhos Escolares Bimestrais e serão
considerados aptos/as em seu nível de
aprendizagem.

E temos aqueles/as que, pelas mais diversas


razões, não conseguiram realizar as
atividades. Para estes/as estudantes, que
estão em situação de maior fragilidade,
serão destinadas as Avaliações Processuais.

27
V ale ressaltar que este é o momento de A lém disso, é proposto que
priorizar as diferentes realidades educacionais o planejamento das
dos/as estudantes da rede estadual de ensino e Avaliações Processuais dos
de refletir as aprendizagens necessárias para a componentes curriculares
promoção destes/as para a etapa seguinte. das áreas de Ciências da
Cada aluno/a tem diferentes conhecimentos e natureza e suas tecnologias,
habilidades, assim como são distintos os Ciências Humanas e Sociais
caminhos que funcionam para que cada um/a Aplicadas e suas tecnologias
deles/as consiga o nível de aprendizagem que e Linguagens e suas
esperamos que nossos/as estudantes tecnologias (exceto Língua
desenvolvam ao longo da educação básica. Esse Portuguesa), ocorram
cenário cria um grande desafio para o/a levando em conta as
professor/a ensinar alunos/as com habilidades e competências
necessidades diferentes, ampliadas no contexto mínimas trazidas pela
da pandemia. BNCC por área de
conhecimento e pelos
descritores e habilidades
É essencial destacar que a importância da
de Nivelamento para os
componentes curriculares
Avaliação Processual reside na atribuição de de Língua Portuguesa e
qualidade aos resultados das aprendizagens Matemática.
dos educandos, tendo por base aspectos
essenciais (importante haver definição desses
A demais, os resultados desta avaliação
aspectos pela equipe pedagógica), orientados Processual servirá de parâmetro para o
por uma tomada de decisão coletiva, que guie o planejamento de ações e direcionamentos do
aprendizado do/a estudante. ano letivo de 2021, tanto por parte das escolas,
como da SEECT/PB, de modo a estarem
inseridos nas ações de Nivelamento.
D esse modo, recomendamos que o
planejamento das Avaliações Processuais seja
feito de maneira sistemática e que envolva toda
O s/as professores/as podem planejar as
a equipe escolar (professores/as, gestores/as, avaliações processuais elaborando questões
coordenadores/as pedagógicos/as e que envolvam os descritores e as habilidades
coordenadores/as de áreas) pensando nos supracitadas, de modo que estas questões sejam
diferentes perfis de estudantes que divididas por área de conhecimento e formem
apresentaram dificuldades para participar das um único instrumento de Avaliação Processual.
atividades propostas pela escola, no corrente Essa avaliação pode ser realizada pelo/a
ano letivo, a saber: estudante através do Google Classroom ou de
modo impresso.

Estudantes que não realizaram a maioria


ou nenhuma das atividades propostas, seja
através da plataforma Google Classroom ou
R essaltamos que, para que um/a estudante

de modo impresso e que fizeram parte de seja considerado/a apto/a e com bom
desenvolvimento de competências e
constantes buscas ativas (através de
habilidades, assim como bom entendimento de
telefone, whatsapp, redes sociais, e-mail conteúdo, de acordo com sua série à
e/ou outras formas de tentativa de contato série/etapa, é necessário que atinja, no mínimo
com o/a estudante e/ou sua família), no 50% das habilidades consideradas mínimas
decorrer do ano letivo. pelo/a professor/a, que serão comprovadas
através da Avaliação Processual.
A s/os professores/as precisarão definir, no planejamento, quais habilidades e conteúdos serão
requisitados na avaliação. Abaixo desse nível (50%), deverá ser considerado caso passível de
melhora.

D esse modo, NÃO haverá retenção do/a estudante, este também poderá será promovido.
Entretanto, este estudante será acompanhado pelas ações a serem orientadas no próximo ano pela
Secretaria, para que atinja o mínimo necessário e haja verdadeira melhora.

29
08
18 a 21 de janeiro - Avaliações Processuais

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadãs Integrais e Regulares

C onforme calendário divulgado pela SEECT/PB, as avaliações ocorrerão de 18 a 21 de janeiro de


2021, portanto, sugerimos a seguinte divisão para a aplicação da avaliação processual através do
Google Classroom, respeitando um dia por área:

18/01 19/01
Exatas e
Linguagens
Ciências da Natureza

20/01 21/01
Ciências Humanas e Base Técnica
Sociais Aplicadas
31
P ara os estudantes que não vem realizando
as atividades (nem através da plataforma
Google Classroom ou com as atividades
impressas), a proposta é que se tente entrar em
contato com eles/as e/ou com seus
responsáveis através de telefone, e-mail, redes
sociais, ou ainda na ocasião da entrega das
cestas básicas na escola. Pode-se aproveitar
esta oportunidade para entregar a Avaliação
Processual a eles/as. Lembramos da
importância de recolher as assinaturas dos/as
estudantes, familiares e/ou responsáveis, que
comprove o envio da atividade ao/à estudante e
de marcar com eles/as uma data limite de
devolução. T odavia, repetimos, os estudantes que
obtiveram menos que 50% em seu
desempenho deverão ser registrados pela
gestão escolar para acompanhamento
diferenciado e extra em 2021 conforme
orientações futuras da Secretaria.

Atenção!

O s/As estudantes, que estiverem no perfil

de realizar a avaliação processual e após as


reiteradas tentativas da equipe escolar em
contatá-lo/a (ou a seus
P ara com os estudantes sem acesso à internet, a familiares/responsáveis) e não realizarem a
escola é livre para pensar estratégias de avaliação mencionada avaliação, a escola deverá juntar
impressa, inclusive sendo disponibilizadas aos
jovens em datas anteriores a essas, contanto que um dossiê com todas as atividades, de cada
os estudantes entreguem até o prazo máximo do um dos bimestres com comprovações da
dia 21 de janeiro.
ausência desse/a estudante no decorrer do

A
ano letivo, inclusive na avaliação processual e
pós a aplicação e correção das avaliações acionar o Conselho Tutelar, para tomar as
processuais com aqueles estudantes que não
medidas cabíveis à evasão escola desse/a
estiveram presentes efetivamente durante o
ensino remoto ao longo do ano, os professores vão estudante.
inserir a nota mínima necessária para a sua
“aprovação” no Sistema Saber. Vale salientar que
este é um processo necessário para via de
registros no Sistema e não prejudicar o estudante.
32
09
22 de janeiro - Conselho Final

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom

01 02 03

04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

Escolas Cidadãs Integrais e Regulares

O Conselho Final é um espaço para avaliação em uma perspectiva crítica, sobretudo dos fatores
que envolveram o ensino remoto no decorrer do ano letivo de 2020. Nos referimos ao espaço
avaliativo do Conselho Final para deixar claro que é necessário levar em consideração o modo como
o processo de ensino-aprendizagem foi construído, sentido e vivenciado em todos os aspectos do
cotidiano escolar dos/as estudantes em seus diversos contextos situacionais que refletem em sua
aprendizagem.

Qual a diferença entre o Conselho de Classe e o


Conselho Final que orientamos realizar ao final
deste ano letivo?

E sta proposta concebe o Conselho Final com um caráter de avaliação, recomendação e orientação.
Portanto, não é punitivo nem tampouco reprovatório. Essa instância colegiada tem por objetivo
promover uma análise coletiva e ampla do/a estudante por parte da equipe docente. A proposta
central é investigar a qualidade do desempenho dos/as estudantes, observando a necessidade de
promover intervenções planejadas para a melhoria dos resultados, caso a equipe pedagógica
perceba como uma ação necessária.

34
D esse modo, considera-se este Conselho
A ssim, no conselho final, os/as participantes
Final excepcional, no sentido de realizar uma
(equipe escolar) possuem oportunidades de
diagnose para mensurar os impactos de
levantar hipóteses, posicionando-se, negociando e
desequilíbrios das aprendizagens do corrente
estabelecendo critérios que alicerçam suas
ano letivo para com os/as estudantes,
decisões. Esse é um espaço de construção de
ressaltando a questão da igualdade e da
significados coletivos, no qual o diálogo permeia
inclusão. A ideia é criar níveis para classificar
toda a atividade, criando oportunidades para cada
as lacunas de aprendizagens. Esse cenário
participante apropriar-se do falar, do pensar e do
refletirá nas ações das escolas e da SEECT/PB
fazer, acrescentando recursos e estratégias para as
para o ano letivo de 2021 para esses/as
ações futuras.
estudantes que apresentam fragilidades.

É importante que a equipe escolar tenha em


E ste conselho tem como função debater os mãos uma planilha ou um documento de
compilação que descreva a desenvoltura dos/as
casos dos/as estudantes que passaram pelas
avaliações processuais, perceber quais estudantes no decorrer do ano letivo (pode-se
habilidades eles/as alcançaram (ou não) e recorrer aos relatórios dos conselhos anteriores
registrar tais evidências. que ocorreram no decorrer dos 4 bimestres, para
fazer um levantamento situacional de cada
estudante). Vale considerar que, mesmo

E
aqueles/as estudantes que conseguiram êxito e
sse esforço diagnóstico e reflexivo para com foram considerados aprovados para a etapa/série
seguinte, podem apresentar lacunas na
os/as estudantes em situação de maior
aprendizagem e precisam estar inseridos/as
delicadeza servirá como base para as ações e o
quando houver a mensuração desta aprendizagem.
acompanhamento específico que será
orientado pela Secretaria no ano letivo
seguinte. Na página seguinte, sugerimos um modelo de
como estas aprendizagens podem ser mensuradas,
a fim de termos dados situacionais que nortearão
as ações para as metodologias de nivelamento e
recuperação, que serão aplicadas pela escola e
pela rede estadual de ensino no ano letivo
seguinte.

35
MODELO DE MENSURAÇÃO DE APRENDIZAGEM DOS/AS ESTUDANTES

Escola:_______________________________________________________________________________GRE:______________________

Componente Curricular: ______________________________________________________________________________________

Professor/a:____________________________________________________________________________________________________

Nome do/a Estudante:_________________________________________________________________________________________

Série:_____________ Turma:_____________ Turno:________________________________

1ª seção: Participação

Critério 1: Quanto à participação e contribuição com respostas e comentários significativos, durante


as atividades remotas através de ferramentas online, o/a estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica

Critério 2: Quanto à participação na realização das atividades impressas, o/a estudante pode ser
classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica

Critério 3: Quanto à frequência, pontualidade e assiduidade nas aulas remotas (plataformas


online), o/a estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica
Critério 4: Quanto à pontualidade e regularidade (nos 4 bimestres) na retirada e devolução das
atividades impressas, o/a estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica

Critério 5: Quanto à pontualidade e regularidade (nos 4 bimestres) na realização das atividades


propostas através das plataformas onlines (Google Classroom, Whatsapp, Redes Sociais, etc.), o/a
estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica

Critério 6: Quanto à participação em projetos desenvolvidos pela escola e/ou pelos professores
e/ou em clubes de protagonismo, o/a estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica

2ª seção: Habilidades mínimas por área de conhecimento

Obs.: Cada professor/a em conjunto com a equipe escolar, determina quais são estas habilidades
mínimas, por área de conhecimento (Matemática, Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza
e Técnicas) em consonância com a BNCC, os descritores e habilidades de Nivelamento e demais
documentos normativos legais vigentes.

Exemplo Critério 1 - MATEMÁTICA: Quanto a utilização de cálculos simples envolvendo as quatro


operações básicas e aplicação destas em situações-problemas, quer seja mentalmente e/ou através dos
algoritmos usuais, o/a estudante pode ser classificado como:

▢ Insuficiente - não atingiu o mínimo previsto


▢ Regular
▢ Bom
▢ Ótimo
▢ Não se Aplica
R
6. Identifiquei estudantes com dificuldades em
essaltamos, ainda, que o momento deste ter acesso aos materiais (online e impressos) e
incentivei-lhes a participarem da melhor forma
conselho final não é direcionado para fazer
que podiam, colaborando com a permanência
avaliações e julgamentos apenas dos/as discentes,
deles/as na escola.
mas que a escola, como espaço institucional e
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca
toda a equipe precisam se auto avaliarem,
sobretudo quando levamos em conta toda a
7. Propus novas práticas na escola e envolvi os
atipicidade com a qual lidamos neste ano letivo de
colegas;
2020.
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

P ara tanto, sugerimos os seguintes


8. Articulei soluções com meus pares para as
dificuldades de aprendizagem, sobretudo no
ensino remoto;
questionamentos que objetivam a autorreflexão
dos sujeitos que compõem a equipe escolar: ▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

Questionário - Autorreflexão

Identifique quais atividades fizeram parte da sua


rotina, durante o ano de 2020

Formação Continuada - toda a equipe:

1.Estipulei metas para melhorar minha formação a


curto, médio e longo prazos.
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

2.Li ou reli uma obra importante para minha área


de atuação. Ambiente Remoto de Aulas - Professores/as
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca
9. Planejei as aulas e atividades adequando-
3. Frequentei os cursos e formações oferecidos as para atender às demandas da turma, neste
pela SEECT/PB e/ou seus parceiros. ensino remoto.
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca ▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

4. Assisti a Webnários, Oficinas onlines e Fóruns


em ambientes virtuais que contemplaram temas 10. Desenvolvi o Nivelamento de forma
importantes para o momento atual, no contexto do satisfatória, utilizando as orientações
ensino remoto. propostas pela SEECT/PB, de modo transversal
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca com todos os componentes curriculares;
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca
5. Busquei informações sobre novas ferramentas
utilizadas no ensino remoto e usei-as para 11. Utilizei os PEC (conteúdos, habilidades,
promover mais engajamento e motivação dos/as competências, eixos norteadores, etc.) como
professores/as e/ou estudantes. guia para a elaboração do meu próprio
planejamento da/s disciplina/s.
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca ▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca
Qualidade de vida e questões emocionais -
12. Permiti que a turma participasse de decisões Toda equipe escolar
na gestão da aula.
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca 17. Consegui conciliar vida pessoal e
profissional, não permitindo que a falta de
13. Levei em conta a realidade dos estudantes nas tempo me privasse da companhia dos
propostas de ensino. amigos, família e das atividades que me dão
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca prazer e benefício emocional;

▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

18. Dediquei parte de meu tempo à prática


de exercícios físicos e para manter uma
alimentação adequada.

▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

19. Aprendi coisas novas que me deram


prazer;

▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

20. Desenvolvi atividades que promoveram a


descoberta do autoconhecimento e da gestão
das emoções;

▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

Relação com os pais, as mães, os/as


responsáveis e a comunidade escolar - Toda
equipe escolar

14. Promovi e participei dos


encontros/reuniões com os pais e/ou
responsáveis dos estudantes para que eles
soubessem os objetivos da escola, sobretudo no
ensino remoto;
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

15. Atendi e soube ouvir as opiniões dos pais


e/ou responsáveis e considerei-as em meu
planejamento e ações;
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca

16. Aproveitei a reunião de pais e/ou


responsáveis para compartilhar os avanços dos
estudantes, bem como suas falhas no decorrer
do ano letivo, deixando-os cientes da
corresponsabilidade no processo de ensino-
aprendizagem;
▢ Sempre ▢ Às vezes ▢ Raramente ▢ Nunca
10

BNCC
Disciplinas da Base Nacional Comum Curricular:
• Articulação curricular: Estratégia com foco na
P ensando sobre as ações emergenciais que transversalidade entre disciplinas, de modo que
os/as professores/as (dentro - ou fora - de sua
precisam ser resolvidas com a aproximação do área), junto aos/às Coordenadores/as de Área,
final do ano letivo de 2020, elaboramos este alinhem conteúdos e assuntos de maneira
material, que contém o plano emergencial com transdisciplinar para apresentar, reforçar ou
ações resolutivas às demandas de urgência, no revisar assuntos da(s) disciplina(s) que os/as
que se refere à vacância de professores/as e estudantes ainda não tiveram contato ou
disciplinas, Disciplinas com professores/as precisam de novas oportunidades de
recém chegados às escolas (por motivos de: aprendizagem, ainda que seja componente
contratação, remoção, complementação, etc.) curricular de outro(s)/a(s) professor(es)/a(s).
e, consequentemente, estratégias para o
fechamento de médias bimestrais para os/as • Pós-Médio: A ideia de estratégia aqui proposta
estudantes. é apresentar, reforçar ou revisar conteúdos
curriculares através de aulões em preparação

D esse modo, vale ressaltar que os/as


para o ENEM, numa metodologia prática,
dinâmica de explicação de conteúdos e resolução
de questões referentes à avaliação externa
professores precisam concluir a disciplina e as
notas dos/as estudantes em tempo hábil, até o supramencionada. Estes aulões podem ser
final do ano letivo. E, para isso, precisam divididos por áreas de conhecimento, de modo a
alinhar estratégias, juntos às Coordenação de envolver todos os/as professores/as nesta ação.
Área e Coordenação Pedagógica (ou gestão, em
caso de vacância) para se aplicar com os/as •Nivelamento: O nivelamento é parte essencial
estudantes. nestas estratégias, uma vez que já tem proposto,
através das sequências e orientações didáticas
bimestrais, um trabalho pautado na
transversalidade, a partir dos eixos norteadores.
Neste sentido, propomos que as escolas utilizem,
intencionalmente, ações que auxiliem no
desenvolvimento de habilidades e competências
que dialoguem com os temas que precisam ser
trabalhados com os/as estudantes. Para isso,
os/as professores/as podem buscar apoio nas
orientações bimestrais, as quais contém
exemplos de atividades que podem ser
desenvolvidas pelas mais diversas disciplinas
curriculares em conexão com Língua Portuguesa
e Matemática.

Estudo Orientado: Sugerimos que os/as
professores, através de ferramentas assíncronas,
postem roteiros de pesquisas ou relatórios
estabelecendo prazos de entrega dos arquivos.

P ara tanto, destacamos, neste material


Estes roteiros podem ser de Vídeos, Textos,
Videoaulas, Filmes, Séries, Livros, Canais de
Youtube, entre outros que reforcem a
alguns exemplos de estratégias que podem ser
aplicadas: aprendizagem com os/as jovens.
41
R essaltamos a autonomia das escolas, portanto, outras estratégias podem ser planejadas dentro de
cada escola, se adequando à realidade de seus sujeitos escolares.

Avaliações e Notas:
S abemos que a avaliação é parte intrínseca e
indissociável do processo de ensino-
aprendizagem, sendo parte importante do
registro legal para a composição de notas, a
avaliação é fundamental para qualificar e
valorar como e quanto nossos/as estudantes
estão aprendendo. Desse modo, o processo
avaliativo bem conduzido é essencial para que
No caso de disciplinas da
os/as jovens possam prosseguir em sua BNCC que ainda estão com
caminhada, contribuindo para a efetivação de
seus projetos de vida.
vacância:

N este sentido, esse documento pretende


A s escolas que ainda estiverem com
alguma vacância, levando em consideração
colaborar com os/as professores/as e toda a a atipicidade do ano letivo de 2020 e a
equipe escolar, elucidando algumas demandas necessidade de fechar as notas bimestrais
urgentes e comuns do processo avaliativo, que dos/as estudantes, recomendamos que o
surgiram a partir da atipicidade do corrente ano estudante seja avaliado pelos professores
letivo, como as que destacamos a seguir: da mesma área de conhecimento

No caso de disciplinas da • Linguagens: Português, Inglês,


Espanhol, Educação Física e
BNCC cujos/as Artes
professores/as são recém
• Exatas e Ciências da Natureza:
chegados/as na escola, seja Matemática, Química, Física e
por motivo de remoção, Biologia

complementação, • Humanas e Sociais Aplicadas:


contratação, etc. História, Geografia, Filosofia e
Sociologia

Atividades assíncronas: os/as professores/as
podem desenvolver com seus/sias estudantes
projetos, eventos, iniciativas ou propor
trabalhos/pesquisas que sirvam como
complemento e recuperação das notas para que o 42
ano letivo possa ser fechado com êxito.
Os professores, em alinhamento dentro da
área de conhecimento, definirão qual
estratégia usarão para avaliar esse estudante
na disciplina em vacância. Opções:

•Desenvolver com seus/suas estudantes


projetos, eventos, iniciativas ou proponham
trabalhos/pesquisas interdisciplinares que
objetivem a composição e complementação
das notas bimestrais faltantes, de modo que
esta nota possa ser repetida nos bimestres
anteriores, para que o ano letivo possa ser
fechado;

•Realizar uma média sintética de suas Observação Importante!


disciplinas de modo que esta nota possa ser
repetida nos bimestres anteriores, para que o
ano letivo possa ser fechado;
N o Caso das Escolas que oferecem

Educação Indígena, Educação Quilombola,


•Outras Estratégias que se adequam à
realidade da escola Educação de Jovens e Adultos e Educação em
Prisões, orientamos e ressaltamos a autonomia
destas, juntamente com as suas respectivas
gerências, para uma adaptação destas
orientações à suas realidades e especificidades.

A (s) disciplina(s) em vacância serão abertas


pela Secretaria de Educação no Saber para que
a escola possa registrar essas notas.

É importante frisar que esta é uma estratégia


emergencial que deverá ser aplicada
exclusivamente entre os meses de dezembro e
janeiro.

T al estratégia NÃO implica que o/a


professor/a deverá dar aulas em turmas que
não são suas ou que estão acima de sua carga
horária permitida, mas apenas, como ação de
urgência para que os/as estudantes possam ter
o ano concluído sem prejudicar o seu boletim e 43
o ano letivo seguinte.
11

Base Técnica

EXCLUSIVO PARA ESCOLAS CIDADÃS TÉCNICAS


Orientações para a Área Técnica:
Acerca das Disciplinas Não
Lecionadas - 2020

D ado o contexto das disciplinas que não


foram lecionadas, segue as orientações em
caráter de ação emergencial, considerando o
contexto vivenciado.

A organização das atividades das


orientações abaixo deve ocorrer de forma MOMENTO ASSÍNCRONO - 1h
alinhada entre professores/as técnicos,
coordenador/a de área técnica e Atividade avaliativa da disciplina no contexto
coordenador/a pedagógico/a. Sugere-se profissional - Exemplos: estudo de caso, mapa
incluir na pauta da reunião de fluxo posterior mental, mapa conceitual, construção de
ao recebimento deste documento a Pauta infográficos, produção textual, produção em vídeo,
“Disciplinas Não Lecionadas 2020”, para que ou qualquer outra atividade que seja alinhada a
seja discutida e analisada conjuntamente. proposta da disciplina e acarrete sentido e
significado ao estudante acerca daquele
PARA AS TURMAS DE 1ª E 2ª SÉRIE DO componente.
ENSINO MÉDIO TÉCNICO -
MOMENTO SÍNCRONO: 1h via meet
Caro/a professor/a, sugere-se seguir o
seguinte planejamento para o cumprimento Aos/Às estudantes sem
desta carga horária:
acesso a internet:
•Apresentação da disciplina - Busque
responder questões como: o que é este
componente curricular? Como ele se articula
com os demais componentes?;
S ugere-se ao/à professor/a, ao produzir o
planejamento da aula síncrona, realizar em forma
textual apresentando esta disciplina ao/à aluno/a
•Objetivo geral da disciplina - Busque
que não tem acesso à aula síncrona e adapte a
apresentar: o que este componente se propõe a
atividade, conforme já vem sendo desenvolvido ao
ensinar ao estudante; quais competências
longo do ano.
profissionais são ampliadas decorrentes desse
componente curricular;

•Importância da disciplina para V ale salientar a importância do planejamento


desenvolvimento profissional - Como essa para esta ação, visto que será um momento extra
disciplina se aplica na vida profissional. adicionado à semana do/a professor/a.

•Aplicação prática da disciplina no contexto


profissional - Tente trazer vivências e casos 45
práticos para dinamizar o momento.
•Importância da disciplina para
desenvolvimento profissional - Como essa
disciplina se aplica na vida profissional.
CALENDÁRIO PARA •Aplicação prática da disciplina no
EXECUÇÃO contexto profissional - Tente trazer vivências
e casos práticos para dinamizar o momento.

Entre o dia 01/12/2020 à •Quais outros componentes curriculares,


trabalhados anteriormente, possuem
22/01/2021 articulação com este componente?

A s disciplinas que não foram lecionadas


não serão finalizadas a este momento, elas
irão retornar posteriormente, com a
flexibilização/retorno das atividades
presenciais.

PARA A 3ª SÉRIE CURSO


TÉCNICO

INTENSIVÃO PARA AS DISCIPLINAS NÃO


LECIONADAS NA 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO
TÉCNICO MOMENTO ASSÍNCRONO - 1h

•Atividade avaliativa da disciplina no contexto


MOMENTO SÍNCRONO: 2h via meet profissional - Exemplos: estudo de caso, mapa
Caro professor, sugere-se seguir o seguinte mental, mapa conceitual, construção de
planejamento para o cumprimento desta carga infográficos, produção textual, produção em
horária: vídeo, ou qualquer outra atividade que seja
alinhada a proposta da disciplina e acarrete
•Apresentação da disciplina - Busque responder sentido e significado ao estudante acerca daquele
questões como: o que é este componente componente.
curricular? Como ele se articula com os demais
componentes?; Essa atividade, será avaliativa e essa avaliação
será incluída no Sistema Saber para o
•Objetivo geral da disciplina - Busque encerramento da disciplina.
apresentar: o que este componente se propõe a
ensinar ao estudante; quais competências Vale salientar a importância do planejamento
profissionais são ampliadas decorrentes desse para esta ação, visto que será um momento
componente curricular; extra adicionado à semana do professor.
46
A o final desta construção, sugere-se que
desenvolva uma publicação, ou live, ou outras
CALENDÁRIO PARA formas de contato virtuais - respeitando as
EXECUÇÃO medidas de distanciamento social ainda em
vigor, para compartilhamento junto à
comunidade e aos demais estudantes a respeito
Entre o dia 01/12/2020 à das Disciplinas Empreendedoras.

22/01/2021

DO
ENCERRAMENTO
DAS DISCIPLINAS
EMPREENDEDORAS
(ISC, IC)

D ado a complexidade e dinâmica das


DO PREENCHIMENTO NO
Disciplinas Empreendedoras (ISC e IC) da
Edição 2020, a atividade final de portfólio SISTEMA SABER DA
passa a ser de criação da escola considerando a DISCIPLINA DE TCC
realidade e os processos desenvolvidos ao
longo do semestre. A escola pode desenvolver
materiais em meio às plataformas digitais Do Preenchimento no Sistema Saber
(Power Point, Jamboard, entre outros). Este
portfólio será a concretização das atividades 1. No Sistema Saber está disponibilizado 1h
desenvolvidas, considerando o caráter de de Carga Horária por turma, que deverá ser
coleção proposto pelo gênero, servirá de alocado na carga horária do Professor-
lembrança e compartilhamento entre os Orientador, que deverá realizar o seguinte
estudantes dos momentos e aprendizagens preenchimento:
desenvolvidas nestas disciplinas.
47
REGISTRO DE AULA REGISTRO DE FREQUÊNCIA REGISTRO DE AVALIAÇÃO

Segue as orientações igual às Segue as orientações igual às AO FINAL DO SEMESTRE:


demais disciplinas já orientadas em demais disciplinas já orientadas em REGISTRO DA NOTA FINAL DO
meio ao Regime Especial de meio ao Regime Especial de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE
Ensino Ensino CURSO DO ESTUDANTE

3. É de suma importância a inclusão do tópico de


2. Caso a turma tenha 2 professores- Atualização de TCC acerca dos desdobramentos
orientadores, a carga deve ser atribuída de TCC na Pauta da Reunião de Fluxo Semana, e o
a 1 professor representante por hábito de monitoramento por parte do
turma, que será responsável por Coordenador de Área para prever problemáticas
alimentar o Sistema Saber. e buscar soluções alinhados à realidade local da
escola e dos estudantes que compõem.

▪ O professor deve, acompanhar o


Dos Professores-Orientadores desenvolvimento do TCC, durante o
período de execução em termos de
1. As orientações para o Trabalho de Conclusão coerência lógica, fundamentação
de Curso dos cursos técnicos vinculados às teórica, relevância social, científica
Escolas Cidadãs Integrais Técnicas do Estado da e metodológica, junto ao estudante;
Paraíba devem ser de responsabilidade
prioritariamente dos professores técnicos ▪ O professor/orientador do
vinculados à escola, podendo ser incluído, caso estudante deve ser Presidente da
haja necessidade e disponibilidade, dos Banca avaliadora, junto com outros
professores da Base Nacional Comum Curricular. professores convidados, que irão
realizar a avaliação final do
2.A vinculação ao professor técnico é devido ao trabalho de conclusão de curso;
fato da vivência mais técnica com à área de
educação profissional do estudante, favorecendo ▪ Ser o responsável pela frequência
na compreensão e no debate. dos seus orientandos com relação
à participação nos encontros de
3. O professor deve organizar a sua agenda de orientação, como também em todo
orientação, a partir de encontros com seus o desenvolvimento do trabalho.
estudantes a fim de contribuir com o
desenvolvimento do trabalho ao longo do ▪ O professor-orientador deve
percurso de construção do TCC; manter contato contínuo com o
Tutor do estudante reportando
faltas, não continuidade do
trabalho, que junto com a Gestão
Escolar, buscarão estratégias de
apoio a este estudante nesse
momento.

48
Da Banca Avaliadora: Do Armazenamento do
1. A banca avaliadora será composta por: Projeto do Estudante pela
• O professor-orientador,
presidente da banca;
como
escola
• Dois professores vinculados à escola
e que possam colaborar e avaliar o
C abe a Gestão escolar disponibilizar um espaço
virtual (Google Drive) para armazenamento de
desempenho do estudante no
todos os trabalhos de conclusão do curso
Trabalho de Conclusão de Curso;
apresentados pelos estudantes.
2. Deve-se registrar a execução da Banca em
uma ata, devendo ser assinada por todos os
ORIENTAÇÕES EXTRA PARA ALUNOS
membros da Banca e pelo estudante submetido
à avaliação. QUE NÃO DESENVOLVERAM TCC -
PROPOSTAS ANTERIORES

O Trabalho de Conclusão de Curso consiste


em um momento importante para o estudante
na construção de seu aprendizado
profissional. Por isso, evidencia-se a
necessidade de engajar o estudante e
empregá-lo em uma prática que relembre o que
é a essência de um Trabalho de Conclusão de
Curso. Dado ao contexto do ano atípico que
estamos vivenciado e a realidade de muitos
alunos que não conseguiram desenvolver as
propostas anteriores de TCC, abaixo será
Do Calendário da Banca apresentado propostas extras para
engajamento dos estudantes da 3ª série do
Avaliadora Ensino Médio Técnico no sentido do TCC.

A escola deve organizar o calendário de banca Atenção!


D
avaliadora dos Trabalhos de Conclusão de Curso
a partir da sua realidade escolar entre os dias eve-se registrar a execução da Banca em
07/12/2020 à 23/12/2020, considerando os
uma ata, devendo ser assinada (devido ao
demais dias para entrega de material de
momento, digitalmente) por todos os membros
recuperação final para TCC conforme o material
da Banca e pelo estudante submetido à
a seguir encaminhado.
avaliação.

49
“Enquanto eu luto,
sou movido pela esperança, Fortalecendo O TCC!
e se eu lutar com esperança:
posso esperar.” PROPOSTA 1 - CARTA DE
APRESENTAÇÃO
PAULO FREIRE
A carta de apresentação é um texto onde o(a)
estudante deverá se apresentar numa situação de
seleção para uma determinada vaga de trabalho, a

Orientações ao(a) ideia é que a partir desse texto, o(a) estudante


apresente as suas contribuições para a empresa,
quem ele(a) é, suas experiências, conhecimentos e

Professor(a): suas principais habilidades.

D iante do contexto pandêmico vivenciado


e das dificuldades enfrentadas por todos os
estudantes da rede, traçamos algumas
propostas de solução para alunos com
problemas em desenvolver as propostas
anteriores de TCC. Essas propostas terão o
prazo de 30 dias para serem desenvolvidas,
podem ser desenvolvidas por todos os
estudantes, principalmente os que não
conseguiram até o presente momento avançar
no desenvolvimento de TCC. Nenhuma das

S
propostas abaixo deve ser entregue
exclusivamente de forma digital. ugere que o(a) professor crie uma proposta de
trabalho dentro da área de atuação do curso
técnico. No caso dos alunos com acesso à internet,
sugere-se um momento síncrono com os(as)
estudantes, para explicar o que é uma carta de
apresentação e quais elementos deve-se conter
nesse gênero textual e para os(as) estudantes sem
acesso a internet, sugere-se que o(a) professor
adapte um conteúdo em um texto para preparo
do(a) estudante para cumprimento da demanda.

50
“Se você quiser se levantar,
levante outra pessoa.”

BOOKER T. WASHINGTON PROPOSTA 3 – SOLUÇÃO DE


PROBLEMA
PROPOSTA 2 – RELATO DE
EXPERIÊNCIA – FORMAÇÃO
PROFISSIONAL

O relato busca descrever uma


experiência relevante dentro da sua área
de atuação, sendo uma descrição de um
momento de aprendizado vivenciado
individualmente ou coletivamente em
algum momento ao longo do curso
técnico. Entre as principais questões P ropor ao(à) estudante a exposição de uma
que possam ser respondidas, podem situação-problema e/ou oportunidade de
incluir: melhoria identificada ao longo do curso
a) Sobre qual experiência você quer técnico, pode ser apresentada sendo uma
contar? situação que foi trabalhada em uma das
disciplinas empreendedoras como no caso de
b) O que você gostaria de contar sobre Inovação Social e Científica (ISC) ou
a experiência? Intervenção Comunitária (IC).

c) O que você e o seu grupo Estrutura do documento:


aprenderam com essa experiência?
1.Apresentação do Problema e ou
d) Que desafios foram encontrados Oportunidade de Melhoria;
para o seu desenvolvimento?
2.Discussão das Alternativas de Solução
e) O que você mais gostou e o que você ou Resolução ou Inovação ou Melhoria;
não gostou?
3.Considerações finais.
f) Pensando no que você descreveu
sobre a sua experiência, o que mais
ainda pode ser feito?

g) Para fechar, deixamos um campo


aberto onde você pode escrever o
que quiser e no formato que quiser.

51
11

PREMISSA PROTAGONISMO
ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O
ENCERRAMENTO DAS AÇÕES EM
PROTAGONISMO DO ANO LETIVO 2020
Escolas Cidadãs Integrais e Técnicas
“Saber não é o suficiente;
devemos aplicar. Estar
disposto não é o suficiente;
devemos fazer.”

LEONARDO DA VINCI

É chegada a hora do encerramento de


mais um ano, e com ele o fim de um ciclo, um
ciclo repleto de desafios trazidos pelo ano
letivo 2020 frente a pandemia da COVID – 19.
Estes desafios instigaram a nossa criatividade
e nos colocaram face a um dos principais
valores humanos: a solidariedade .
O QUE FAZER?

D iante desse cenário, estudantes e • ORGANIZAR UMA CULMINÂNCIA DAS AÇÕES


DE PROTAGONISMO
professores(as) entraram em uma nova
configuração educacional em “estado
• EMITIR CERTIFICADOS
remoto”, porém sem fugir das bases que
alicerça o modelo pedagógico e de gestão da
Escola Cidadã Integral .
S endo já uma prática da ECI, é

A s ações em protagonismo, nesse período,


importante que as escolas emitam certificados
para os estudantes: Líderes de Turma,
Monitores, Presidentes de Clubes, Grêmios e
assim como todas as ações escolares,
demais atuações planejadas pela escola. O
passaram por uma reconfiguração e com isso
certificado deve conter o detalhamento da
observamos o quanto nossos jovens são
atuação e as devidas assinaturas da gestão,
resilientes, capazes de inovar, foram muitas
tendo em vista que esses certificados podem ser
ações! Sendo assim, tendo em vista todos os
utilizados na inscrição de programas
ganhos obtidos durante o ano letivo, é
governamentais da SEECT, como o Primeira
importante que os estudantes sejam
Chance.
reconhecidos .
•É bom lembrar que: No certificado da
monitoria, além da assinatura da gestão, o
Sigamos... certificado deve acompanhar a assinatura do
professor orientador. 53
COMO FAZER?

A equipe escolar pode organizar, via


MEET, a culminância dos Clubes de Protagonismo
e demais ações em Protagonismo da escola, com a
entrega simbólica dos certificados.

•É bom lembrar que: nenhuma aglomeração,


mesmo que com distanciamento, ainda está
liberado nas escolas, então a ação precisa ocorrer
de forma virtual.
•É bom lembrar que: Os certificados devem ser
enviados aos estudantes, ou guardados para serem
coletados na escola. A importância dos professores, professoras e cada
profissional da educação é indiscutível e, em
especial, nesse momento de excepcionalidade que
estamos vivendo nos últimos meses.
Muitas dificuldades foram e estão sendo
superadas, sem dúvidas, pela atuação destes
profissionais.
A disponibilidade para aprender sempre e a
capacidade de reinvenção, refletem a preocupação
com o ensino focado na aprendizagem com
significado e com a manutenção do vínculo com os
estudantes. Essas são somente algumas das
muitas características que nos fazem ter bastante
orgulho do trabalho realizado pelos profissionais
da Educação da SEECT-PB

Gratidão!!!
Vamos em Frente!
QUANDO FAZER?

A ação deve ser planejada para a última


quinzena do período de aulas do ano letivo de
2020.

•É bom lembrar que: Um clube de protagonismo


não termina quando o ano acaba, ele deve ser
reativado no ano seguinte, e se caso o estudante de
determinado Clube for do 3º ANO do Ensino Médio
ele precisa passar o bastão da presidência para
outro estudante que venha a desempenhar essa 54
ação no ano seguinte.