Você está na página 1de 7

Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

1. INTRODUÇÃO
O programa de gerenciamento de resíduos Hospitalar do Bairral trata se de um documento
interno, onde são definidos o armazenamento e o recolhimento pelos profissionais
envolvidos.
Através deste programa, também podemos conscientizar os profissionais geradores destes
resíduos, para que se envolva na responsabilidade pela garantia de operações em
condições de segurança ocupacional e ambiental
2. OBJETIVO
- Proteger a saúde e o meio ambiente dos riscos gerados pelo resíduo de serviços de saúde;
- Diminuir a quantidade de resíduos gerados;
- Atender à legislação RDC n° 222/2018;
- Atender à legislação RDC nº 306/2004 – Anvisa e Resolução CONAMA nº 358/2005;
- Melhorar as medidas de segurança e higiene no trabalho.
3. GLOSSÁRIO
ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária
EPI- Equipamento de proteção Individual
CCIH- Comissão de Controle de infecção Hospitalar
NR32- Norma Regulamentadora
PGRSS- Programa de gerenciamento de Resíduos de Saúde
VE- Vigilância Epidemiológica
MOPP- Movimentação e operação de Produtos perigosos
SESMT- Serviço especializado em segurança e medicina do trabalho
N.A- Não se aplica.
4. RESPONSÁVEL
- CCIH
- Coordenadores administrativos
- Serviço de Higiene e Limpeza
- Serviço de transporte de coleta interna
- Enfermeiro
- Equipe de Enfermagem
- Farmácia
- Educação Continuada
- SESMT

Página 1 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

5. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO E RESPONSABILIDADES

Cabe a CCIH
 Elaborar e avaliar as rotinas de Programa de Gerenciamento e controle do lixo
hospitalar;
 Elaborar e revisar o POP.

Cabe aos Coordenadores Administrativos


 Orientar e supervisionar a Equipe de Higiene e Limpeza

Cabe ao Serviço de Higiene e limpeza


 Retirar os resíduos dos setores para armazenamento em um local no predio Central,
onde o transporte tenha acesso para retirada;
 Higienizar as lixeiras;
 Colocar os sacos de resíduos conforme cor e a classificação;
 Respeitar o limite de peso de cada saco 2/3 (Dois terços de sua capacidade,
garantindo sua capacidade, integridade e fechamento);
 Manter o Armazenamento Temporário próximo ao Vale Verde sempre limpo após
cada coleta, lavar paredes e chão, manter em ordem;
 Usar EPIS necessários conforme sua atividade.

Cabe ao Serviço de transporte de coleta interna


 Retirar os lixos Grupo D e Grupos A e E, levar para área preconizada e localizada
próximo ao Vale Verde, para retirada das empresas contratadas;
 Usar os EPIS necessários conforme suas atividades.

Cabe ao Enfermeiro
 Supervisionar e orientar a equipe de enfermagem para o descarte correto nas
lixeiras.

Cabe a Equipe de Enfermagem


 Realizar o descarte correto nas lixeiras conforme a classificação, acionar os
dispositivos de segurança dos perfuro cortantes antes de desprezar
adequadamente.

Cabe a Farmácia
 Armazenar, separar os Resíduos do Grupo B em embalagens fornecidas pela
empresa Ambicamp;

Página 2 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

 Documentar na Vigilância Epidemiológica os medicamentos controlados vencidos


para o descarte;
 Acompanhar, quantificar e qualificar a pesagem dos lixos pela empresa Ambicamp.

Cabe a Educação Continuada


 Capacitar a todos os funcionários, sobre o acondicionamento correto, segregação e
identificação das lixeiras e o uso do dispositivo de segurança;

Cabe ao SESMT
 Acompanhar, quantificar e qualificar a pesagem dos lixos periodicamente pelas
empresas;
 Fornecer os EPIS necessários para os colaboradores.
Grupo A: Resíduos Potencialmente Infectantes

Resíduos com a possível presença de agentes biológicos que, por suas características,
podem apresentar risco de infecção como equipos, sondas, frascos de Soro sistema
fechado (com equipo acoplado) curativos e luvas com sangue.

Obs: Onde existirem práticas que envolvem manipulação de embalagens, em especial as


de autoclave, se não tiver contaminado com sangue ou fluídos corpóreos, pode-se
classificá-las como resíduos do tipo “D” e encaminhá-las à lixeira seletiva, (Plástico)
exemplo: campos de materiais estéreis azuis.
Acondicionamento: Lixo contaminado- Saco leitoso branco

Grupo B: Resíduos Químicos

• Resíduos contendo substâncias químicas que podem apresentar risco à saúde pública ou

ao meio ambiente, dependendo de suas características de inflamabilidade, corrosividade,

reatividade e toxicidade. = Frascos de medicamentos, cascos de xaropes e seringas de


manipulação de medicamento e soluções encaminhar a farmácia para destino final, se o
frasco quebrar no setor, enrolar em papel e encaminhar a farmácia para desprezar
adequadamente.
Acondicionamento – Na Farmácia do Bairral: colocados em Barricas e sacos próprios
fornecidos pela empresa Ambicamp que coleta este tipo de resíduo a cada 3 meses;
Os medicamentos controlados vencidos, são devidamente embalados, documentados na
VE e retornam para o Bairral onde é recolhido pela empresa Ambicamp.

Página 3 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

Grupo C: Resíduos Radioativos


Rejeitos que devem ser segregados de acordo com a natureza física do material e do
radionuclídeo presente, e o tempo necessário para atingir o limite de eliminação, em
conformidade com a norma NE - 6.05 da CNEN. (Não produzidos no Bairral)

Grupo D: Resíduos comparados aos resíduos domiciliares (Resíduos comuns)


Resíduos que não apresentem risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio
ambiente, podendo ser comparados aos resíduos domiciliares. Como: Resíduos da área
administrativa, material do uso hospitalar sem presença de contaminantes (sangue,
excreções ou secreções): lixo comum.
Vidros: todos em geral (exceto frascos de vacinas, ampolas de medicação e de drogas
que se enquadram no grupo B como antirretrovirais).
Resíduos orgânicos: Serviço de Nutrição e Dietética e copas = Lixo comum.
Acondicionamento- Saco preto, lixeira (LIXO COMUM)
OBS: Vidros quebrados enrolar em jornal ou papelão e acionar o serviço de Higiene e
limpeza.

Grupo E: Resíduos Perfuro cortantes


A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) classifica como Grupo E os resíduos
que são constituídos por materiais perfurocortantes, como por exemplo, os objetos e
instrumentos que contenham cantos, bordas, pontos ou protuberâncias rígidas e agudas
capazes de cortar ou perfurar. Materiais perfurocortantes ou escarificantes, tais como:
lâminas de barbear, agulhas, escalpes, ampolas de vidro, brocas, lâminas de bisturi,
agulhas acopladas nas seringas e lancetas.
Acondicionamento: Armazenamento em embalagens próprias conforme é exigido pela
ABNT.
Baldes de plásticos rígidos com identificação de substância perigosa no rótulo e com tampa
para lacre final e ou caixas rígidas de papelão Descarpack.

TRANSPORTE INTERNO
Realizado manualmente pela equipe de Higiene e Limpeza dos setores e das Unidades de

Página 4 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

Tratamento e recolhido pela equipe de Transporte com horário previamente estabelecido


em rotina, Grupo D encaminhados a lixeira externa, onde é coletado no Programa diário
de coleta de Lixo da prefeitura Municipal de Itapira, e o Grupo A e E são encaminhados
para armazenamento temporário e próximo ao Vale Verde, onde é realizado a coleta pela
empresa Stericycle, que é retirado toda primeira quinta-feira de cada mês.

ARMAZENAMENTO TEMPORÁRIO
Realizado em espaço próprio, situado na área externa próximo ao Vale Verde, onde possuí
as seguintes características:
Área de construção preconizada:
- área de aproximadamente 6m² para lixo contaminado e perfuro cortante;
- Piso e paredes laváveis;
- Iluminação própria;
- Ralo comum com tampa;
- Acesso restrito apenas aos funcionários responsáveis da coleta;
- Porta e janela com telas fechada.

COLETA E TRANSPORTE EXTERNO


GRUPO A e E
Tipo de veículo: Caminhão Baú
EPI: Luvas, botas, máscaras, roupas
Frequência e horário da coleta: Primeira quinta feira de cada mês
Responsável pela execução da coleta: Taís Aparecida da Silva Costa
Nome da empresa: Stericycle Gestão Ambiental Ltda
CNPJ: 01.568.077/0015-20
Endereço: Av. Geraldo Potyguara Silveira Franco, 1000, Parque da Empresa – Mogi Mirim

CEP: 13.803-280

Telefone: +55 3003.5300

Técnico Responsável: Gesualdo Delfino de Moraes CREASP- 5062844442

Registro Profissional: Engenheiro Ambiental.

Técnico Responsável: José Roberto Roxo CREASP-5062844442

Página 5 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

Registro Profissional: Engenheiro Civil


GRUPO B
Tipo de veículo: Caminhão Baú, veículo inspecionados pelo IMETRO, condutores treinados
e certificados em curso MOPP.
EPI: Luvas, Máscaras, roupas e botas
Frequência e horário da coleta: A cada 3 meses
Responsável pela execução da coleta: Farmacêutica Janaína Pereira dos Santos
Bologna CRF- 41051
Nome da empresa: Ambicamp coleta e Destinção de Resíduos
Endereço: Rua: Alberto Magnussom, 262 CEP: 13347-633 Distrito Industrial Vitória
Martini Indaiatuba-SP
Telefone: (19)3816 3400
Técnico Responsável: Maria Luisa de Sousa Rossi CRQ- 04409666
Registro Profissional: Engenheira Ambiental.
GRUPO D
- Lixo comum: Programa diário de coleta do serviço da Prefeitura Municipal de Itapira.
- Lixo reciclável: Vendido -Empresa Particular- (Castilho Sucatas Eirelle-ME)
Endereço: Av dos Italianos, 1974, Centro
Telefone – (19)38437418

6. DOCUMENTO RELACIONADO
N.A
7. REFERÊNCIA
Resíduos Sólidos- Classificação- ABNT NBR 10004 Disponível em:
http://www.conhecer.org.br/download/RESIDUOS/leitura%20anexa%206.pdf Acesso:
05/02/2019
RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 222, DE 28 DE MARÇO DE 2018
Disponível em :
http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/3427425/RDC_222_2018_.pdf/c5d3081d-
b331-4626-8448-c9aa426ec410 Acesso: 05/02/2019
RESOLUÇÃO-RDC Nº 50, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2002 Disponível em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2002/rdc0050_21_02_2002.html.
Acesso:05/02/2019

Página 6 de 7
Gerenciamento de Resíduos Hospitalar Bairral

Tipo de documento Data de Criação Versão Validade ID Documento


Procedimento Fevereiro 2019 0.1 2 anos PGRSS-01 Q
Listra Mestra Processo Área
Segregação, armazenamento e
034 recolhimento Institucional

8. FLUXOGRAMA

9. HISTÓRICO DE REVISÃO (Exclusivo do setor Qualidade)

Data Versão Descrição Autor da Revisão

Página 7 de 7

Você também pode gostar