Você está na página 1de 11

LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS

PRÁTICA DE ENSINO: VIVÊNCIA NO AMBIENTE


EDUCATIVO (PE:VAE)

POSTAGEM 2: ATIVIDADE 2

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

Raquel Figueiredo Pereira Cardoso RA 1906561

LONDRINA
2020
2

ROTEIRO PARA SEQUÊNCIA DIDÁTICA

IDENTIFICAÇÃO
Nível De Ensino/ Turma: 9 ano Ensino Fundamental Disciplina: Artes
Tema: Rádio Quantidade de aulas: 3 aulas

AULA 01
a) Conteúdo: A história do rádio

b) Objetivos:
1. Conhecer a história do rádio no mundo e no Brasil;
2. Entender o processo de difusão das ondas sonoras;
3. Discutir o impacto dos meios de comunicação massa na vida cotidiana,
exercitando a oratória e o debate.

c) Recursos: projetor multimídia, caixas de som, Dispositivo com acesso à internet,


Cartolina, flipchart ou papel pardo, fita adesiva, Etiquetas adesivas.

d) Etapas da aula
• Introdução ao tema
Sensibilização: A atividade de abertura tem por objetivo promover uma discussão de
aquecimento sobre o tema e levantar os conhecimentos prévios dos alunos.
Elaborarei antecipadamente três cartazes utilizando cartolina, papel pardo
ou flipchart. Em cada cartaz, escreverei uma pergunta e listarei logo abaixo algumas
opções de resposta, conforme os exemplos a seguir.

CARTAZ 1
QUAIS SÃO SEIS GÊNEROS MUSICAIS PREFERIDOS?
AXÉ CLÁSSICA ELETRÔNICA FUNK MPB PAGODE
POP REGGAE ROCK SAMBA SERTANEJO OUTROS

CARTAZ 2
3

EM QUAIS APARELHOS VOCÊ COSTUMA OUVIR MÚSICA?


RÁDIO COMPUTADOR TV CELULAR CAIXA DE OUTROS
SOM

CARTAZ 3
COMO VOCÊ GUARDA SUAS MÚSICAS PREFERIDAS?
PEN CD STREAMING CELULAR COMPUTADOR OUTROS
DRIVE

Fixarei os cartazes na sala de aula, em local visível e de fácil acesso.


Distribuirei etiquetas adesivas para que os alunos fixem nos cartazes suas
respostas para cada uma das perguntas. Depois que todos os alunos tiverem
respondido às questões, faremos um levantamento das respostas, destacando as
mais citadas por eles.

• Desenvolvimento do tema
1. A partir da atividade de contextualização, especialmente as respostas do
cartaz 3, conduzirei os estudantes a perceber que houve, ao longo do tempo,
diversas mudanças quanto à forma de ouvir, de armazenar e de reproduzir música.
Por volta do século XVIII, por exemplo, para ver e ouvir uma ópera era preciso ir ao
teatro. O mesmo valia para um concerto. Uma grande mudança nessa lógica ocorreu
a partir do século XIX e ao longo do século XX, com o surgimento e as sucessivas
atualizações de aparelhos de reprodução sonora — como o fonógrafo, o gramofone,
o rádio, o toca-discos, entre outros — até o século XXI, em que as mídias digitais
modificaram a experiência de ouvir música.
2. Por meio de uma apresentação de slides (anexo 1), haverá uma exposição
dialogada sobre a história do rádio na Europa e no Brasil.
Explicarei aos alunos que a invenção do rádio transformou os meios de
comunicação, causando mudanças nos modos de vida, nos costumes e na cultura
das sociedades. No Brasil, o rádio ganhou grande espaço na casa e na vida familiar
das pessoas.
4

“O rádio era a grande janela para o mundo: trazia para quase todos os lares as
últimas notícias; moldava a opinião pública; vendia produtos; lançava modas; e
alimentava os sonhos dos ouvintes com a voz de atores e atrizes, astros e estrelas.”
(CIVITA, Victor. Nosso século. São Paulo: Abril Cultural, 1980.).

3. Assistiremos à reportagem sobre a história do rádio feito pelo canal TV Brasil


(Fonte referenciada n. 2).

• Atividade para os estudantes


Para completar o trabalho com esta seção, faremos uma atividade de debate. Farei
perguntas como:
• Qual é o papel da televisão em sua vida? E o do rádio? E o do computador?
• Quanto tempo você passa assistindo à televisão? E navegando na internet?
• Você costuma assistir à televisão com sua família? O que vocês costumam
ver na TV?
• Você passa muito tempo no celular?
• Em sua opinião, os meios de comunicação servem para entreter, para
provocar reflexão e/ou para informar?

Organizarei a turma em dois grupos: um será a favor do uso livre de


tecnologias de comunicação e o outro será contra. Solicitarei a cada grupo que
elabore um texto descrevendo o papel dos meios de comunicação em sua vida e os
argumentos que sustentam seu posicionamento quanto ao uso livre desses
dispositivos.
Em seguida, organizarei uma roda em que cada grupo fique reunido em um
semicírculo. Os alunos deverão debater baseando-se nos textos que criaram.

e) Avaliação
A avaliação será baseada na participação durante a construção do texto e do debate
em sala.

f) Fontes referenciais
5

1. CIVITA, Victor. Nosso século. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

2. Reportagem sobre a história do rádio feito pelo canal TV Brasil:


https://www.youtube.com/watch?v=jJn7MxIY1yA&feature=youtu.be Acesso em: nov.
2020.

3. CONSANI, Maciel. Como usar o rádio na sala de aula. São Paulo: Editora
Contexto: 2007.

4. VIEIRA, Nancely Huminhick. Registro Visual sonoro. São Paulo: Editora Sol,
20015.
6

AULA 02

a) Conteúdo: radionovela e a Pop art

b) Objetivos: conhecer as frequências AM e FM. Reconhecer o advento do rádio


como um marco cultural da sociedade ocidental e observar sua relação com a
produção artística do século XX.

c) Recursos: rádio portátil, projetor multimídia, caixas de som, Dispositivo com


acesso à internet

d) Etapas da aula
• Introdução ao tema
Se possível, levarei um rádio para a sala. Faremos audição de programas de
rádio FM e AM. Abordarei as características das estações de rádio AM e FM.
Promoverei um momento de conversa para incentivar os alunos a chegar às próprias
conclusões sobre as diferentes características dessas estações de rádio.
Perguntas norteadoras:
• Por que existem as siglas AM e FM?
• O que significam essas siglas?
• Vocês escutam rádio AM ou FM?
• As rádios AM e FM costumam pegar bem em suas casas?
• Vocês percebem se há diferenças entre as programações das estações do
sistema AM e as do sistema FM? Quais?

• Desenvolvimento do tema
1. Escutaremos a um trecho do áudio da radionovela “O direito de Nascer”,
transmitida pela Radio Nacional, em 1950. (REFERÊNCIA N. 1)

Perguntas norteadoras:
• Você já havia escutado uma radionovela?
• O que se conta no trecho da radionovela que você escutou?
7

• Quantos personagens você reconhece no trecho?


• Você associa as radionovelas a outras obras da atualidade? Qual(is)?

2. Explicarei aos alunos que o formato das radionovelas se atualizou com o


desenvolvimento de plataformas de streaming e que, hoje em dia, há diversos
programas de podcasts de ficção e contação de histórias.
3. Assistiremos ao vídeo “pop art”, que mostra como, entre os anos 1950 e 1960, os
Estados Unidos e a Inglaterra passaram por uma intensificação do consumo e a
publicidade e a cultura de massa se tornaram inspiração para alguns artistas.
(referencia n. 5)

• Atividade para os estudantes


Analisaremos a imagem 1 e a imagem 2.

Imagem 1: colagem de Richard Hamilton, O que Exatamente Torna os Lares de


Hoje Tão Diferentes, Tão Atraentes? de 1956

Fonte: https://www.pinterest.co.kr/pin/389279961523154238/
8

Imagem 2: O que torna os lares de hoje tão diferentes? Fotomontagem digital,


Richard Hamilton, 1992.

fonte: http://www.tate.org.uk/art/artworks/hamilton-just-what-is-it-that-makes-
todays-homes-so-differentp11358

Responderemos às seguintes perguntas:


• Como foi o trabalho técnico de Richard Hamilton em ambas as colagens?
Como ele construiu as imagens?
• Há uma distância cronológica entre as duas obras. É possível perceber
mudanças ou continuidades entre as décadas registradas?
• Se o artista estivesse vivo hoje, você acha que faria sentido ele criar mais
uma releitura da obra? Por quê?

e) Avaliação
A avaliação será feita por meio das respostas às perguntas selecionadas.

f) Fontes referencias
1. Trecho da radionovela O direito de nascer (Rádio Nacional - Anos 1950)
https://www.youtube.com/watch?v=xUjfFY4BgwY

2. Dissertação “A radionovela no Brasil: um estudo de Odette Machado Alamy (1913-


1999)”, da pesquisadora Glenda Rose Gonçalves Chaves.
https://www.ufrgs.br/napead/projetos/fases-da-publicidade/textos/agenciaria_02.pdf
9

3. Artigo “Podcasts de ficção são tendência nos streamings”, de Ronayre Nunes,


publicado pelo Correio Braziliense.
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-
arte/2019/01/07/interna_diversao_arte,729316/podcasts-de-ficcao-sao-tendencia-
nos-streamings-de-audio-por-demanda.shtml

4. Artigo O que exatamente torna os lares de hoje tão diferentes, tão atraentes?
Uma releitura de Richard Hamilton após cinco décadas, da pesquisadora Maria
Stella Galvão Santos.
https://www.ch.ufcg.edu.br/sites/arius/01_revistas/v20n2/10_arius_v20_n2_2014_o_
que_exatamente_torna_os_lares_de_hoje_tao_diferentes.pdf

5. Vídeo sobre a POP arte e a cultura de massas:


https://www.youtube.com/watch?v=qL-G3_c9Evk
10

AULA 03
a) Conteúdo: podcast e streaming

b) Objetivos: Compreender as transformações na maneira de acessar, armazenar e


compartilhar músicas. Produzir e criar um podcast sobre uma canção.

c) Recursos: Dispositivo com acesso à internet, Dispositivo para a gravação dos


podcasts (celular, tablet ou computador com microfone), Aplicativo ou programa para
gravação de podcasts. Texto Podcast e rádio: você sabe qual é a diferença?”

d) Etapas da aula
• Introdução ao tema
Retomar os cartazes produzidos na primeira aula. Destacarei as transformações na
maneira de acessar, armazenar e compartilhar músicas.

Desenvolvimento do tema
1. O que é podcast? Ler o texto Podcast e rádio: você sabe qual é a diferença?”
2. Utilizarei as respostas do cartaz sobre gêneros preferidos como referência para
agrupar os alunos que tenham gostos musicais parecidos.
3. Os alunos deverão produzir um podcast sobre uma música que deverá ser
escolhida pelo grupo, levando em conta os gêneros musicais favoritos dos
integrantes.

• Atividade para os estudantes


1. Criarei e compartilharei antecipadamente um documento digital, no qual eles
deverão registrar algumas informações sobre a música escolhida. O documento
também servirá como roteiro para a gravação do podcast.
Alunos:
Nome da canção: Compositor:
Autor da melodia/arranjos (se houver): Ano de lançamento:
Justificativa da escolha: Trecho marcante:
História da canção: Curiosidade (se houver):
Breve biografia do autor ou do intérprete: Letra:
Link da canção escolhida:
11

Tempo estimado: 35 minutos


2. Cada grupo vai criar um podcast de no máximo 5 minutos sobre a música
escolhida, utilizando o roteiro elaborado na etapa anterior como guia para a
gravação.
Há diversas ferramentas e aplicativos disponíveis na internet que podem ser
utilizados para a criação do podcast. Sugerimos o Anchor, uma ferramenta que
permite ao usuário gravar, editar e publicar podcasts nas principais plataformas de
distribuição.

e) Avaliação
Escuta coletiva dos podcasts criados pela turma.

f) Fontes referencias
Tutorial: O que é... Anchor? | Como criar podcasts interativos usando o celular
(totalmente gratuito).https://www.youtube.com/watch?v=cKAZKLEx6qA

Você também pode gostar