Você está na página 1de 9

O Guia Completo De Vitaminas Para Crianças

tookmed.com/o-guia-completo-de-vitaminas-para-criancas/

Tookmed Doctor's - Equipe

Como as necessidades nutricionais das crianças são diferentes das dos adultos?

Há duas coisas muito importantes a entender quando se trata da diferença entre dar
vitaminas a adultos e crianças. A primeira diferença deve ser aparente: os corpos das crianças
são menores do que os dos adultos, então, naturalmente, elas não precisam da mesma
quantidade de comida ou vitaminas que os adultos.

Em segundo lugar, as crianças não metabolizam as vitaminas tão rapidamente ou da mesma


forma que os adultos. Portanto, algumas vitaminas podem não ser recomendadas para
crianças. Não importa o quão boa você possa pensar que uma vitamina é, doses em excesso –
ou mesmo pequenas doses – podem ser potencialmente fatais para uma criança.

Como você pode saber se seu filho está recebendo suplementos


suficientes?
Todos os pais se perguntam se seus filhos estão recebendo nutrientes suficientes em um
momento ou outro. As crianças costumam ser exigentes, limitando a ingestão natural de
nutrientes saudáveis. Como você sabe quando é o suficiente?

1/9
Se seu filho sofre de algum problema de saúde ou está comendo uma dieta vegana ou
vegetariana, você pode pedir ao pediatra do seu filho para fazer exames de sangue e
acompanhamentos regulares para ter certeza de que está no caminho certo. As crianças
também podem obter muitas vitaminas e nutrientes de que precisam em uma dieta vegana
ou vegetariana.

Aqui estão os sinais ou sintomas a serem observados que podem indicar que seu
filho não está recebendo vitaminas e nutrientes suficientes:

Baixo consumo de energia em comparação com outras crianças de sua idade


Pele muito seca
Acima ou abaixo do peso
Problemas dentários
Velocidade de cura lenta
Hematomas facilmente
Constipação ou alterações incomuns nos movimentos intestinais

Se você suspeita que seu filho não está recebendo vitaminas e nutrientes suficientes, consulte
o médico do seu filho mais cedo ou mais tarde. Um médico que monitora a taxa de
crescimento de seu filho anualmente pode ser muito útil no reconhecimento de deficiências
nutricionais.

O Guia Completo De Vitaminas Para Crianças

Quando as crianças devem tomar vitaminas?

2/9
Idealmente, as crianças deveriam receber todas as vitaminas de que precisam apenas com a
dieta. No entanto, isso nem sempre funciona por vários motivos. Aqui estão alguns casos em
que adicionar vitaminas à dieta de seu filho pode ser útil:

Seu filho é um comedor exigente.

Se seu filho é tão exigente que está consumindo muito menos do que deveria ou não está
consumindo o suficiente de uma dieta variada, você pode considerar vitaminas.

Seu filho tem um problema de saúde.

Se seu filho sofre de um problema de saúde que afeta seu apetite ou sua digestão, ele pode
não estar obtendo tudo o que precisa apenas com a comida. Um suplemento vitamínico pode
ser muito útil para eles.
Você vive em um clima frio.

Se você mora em uma área onde o acesso a frutas frescas e vegetais pode ser menor durante
os períodos mais frios do ano, seu filho pode não estar comendo tantas frutas. Eles podem
comer morangos em caminhões no verão, mas não se sentem atraídos por nenhuma outra
fruta em fevereiro.

Seu filho consome muitos alimentos processados.

Se as noites agitadas da semana fazem com que sua família coma fast food com frequência, é
seguro presumir que seu filho está obtendo muitos carboidratos, mas não muitos nutrientes
de sua dieta. As vitaminas podem ajudar as crianças que comem poucos alimentos nutritivos.

Seu filho bebe muito refrigerante.

Os refrigerantes podem, na verdade, sugar as vitaminas do seu sistema, anulando todos os


bons esforços da sopa de vegetais na hora do almoço.

Seu filho tem uma dieta restritiva.

Se seu filho faz uma dieta vegetariana, vegana ou sem glúten, isso pode não estar recebendo
todos os nutrientes de que precisam.

As crianças podem ser muito jovens para vitaminas?

3/9
O Guia Completo De Vitaminas Para Crianças

Geralmente, as vitaminas só são recomendadas após os quatro anos. Algumas crianças


podem ocasionalmente tomar vitaminas antes disso. É essencial discutir seus planos de
incluir suplementos vitamínicos na dieta de seu filho primeiro com o pediatra. Somente um
profissional de saúde qualificado pode ajudá-lo a tomar a decisão mais segura para a saúde
de seu filho.

Como os suplementos podem beneficiar meu filho?

Para as crianças que não recebem vitaminas essenciais em quantidade suficiente, os


suplementos têm muitos benefícios. Por exemplo, a baixa ingestão de ferro pode levar a uma
série de problemas de saúde. Adicionar um suplemento vitamínico de ferro pode aumentar
os níveis de ferro e diminuir os efeitos dos baixos níveis de ferro.

Os suplementos podem ajudar a dar ao seu filho mais energia, dando-lhe os nutrientes que
ele simplesmente não pode ou não vai consumir por conta própria. Isso pode ajudá-los a
construir um sistema imunológico mais forte para combater resfriados com mais facilidade e
melhorar a saúde geral de seu filho.

Quais são os suplementos mais comuns para crianças?

As crianças não precisam do mesmo tipo de vitaminas que os adultos. Na verdade, existem
apenas alguns de que realmente precisam para crescer e levar uma vida saudável:

Vitamina C

4/9
Cálcio
Ferro
Fibra
Vitamina b12
Vitamina D
Vitamina E

Quais são as melhores vitaminas para crianças?

O Guia Completo De Vitaminas Para Crianças

As melhores vitaminas para crianças são multivitaminas feitas para crianças. Isso garante
que eles estejam recebendo muitas vitaminas necessárias na dosagem adequada. Procure um
produto que contenha a menor quantidade de açúcar, que é um ingrediente que você quer
evitar em tudo, ou aromas artificiais.

Por que meu filho precisa dessas vitaminas?


Você pode estar se perguntando por que seu filho precisa de algumas dessas vitaminas
mencionadas acima.

Aqui está um breve resumo de como algumas dessas vitaminas funcionam para
tornar seu filho saudável e forte:

Cálcio

5/9
Cálcio – toda criança precisa de quantidades adequadas de cálcio para ossos e dentes
saudáveis.

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Fibra

Fibra – as crianças precisam de fibras para ter um sistema digestivo saudável. Se não
comerem fibras naturais em quantidade suficiente, isso pode levar à constipação crônica, que
também pode causar outros problemas de saúde (como hemorróidas, por exemplo).

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Ferro

Ferro – o ferro é necessário para o desenvolvimento saudável do cérebro, glóbulos vermelhos


saudáveis e forte construção muscular. O baixo teor de ferro também pode fazer com que seu
filho se sinta mais fraco e cansado.

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Vitamina A

Vitamina A – Esta vitamina contribui para um sistema imunológico saudável, bem como
para o desenvolvimento saudável dos ossos e olhos.

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Vitamina B12

Vitamina B12 – o grupo de vitaminas B contribui para um sistema imunológico saudável,


tecido conjuntivo saudável e para o desenvolvimento adequado do sistema nervoso e
circulatório.

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Vitamina D

Vitamina D – Esta vitamina ajuda o corpo a absorver melhor o cálcio. À medida que
envelhecemos, temos cada vez menos, o que significa que muitos indivíduos mais velhos
precisam tomar suplementos de cálcio e vitamina D. Embora a maioria das crianças tenha o
suficiente, crianças em climas com menos horas de sol podem ter menos. A vitamina D é
essencial para o processamento e absorção do cálcio pelo corpo.

As Melhores opções foram selecionadas aqui. Veja Agora!

Como o meu filho com sobrepeso corre o risco de ter deficiência de


vitaminas?

6/9
O Guia Completo De Vitaminas Para Crianças

Comer mais não significa automaticamente que seu filho está recebendo os nutrientes
adequados em quantidade suficiente. A obesidade é geralmente o resultado da ingestão
excessiva de alimentos não saudáveis, como alimentos processados e açúcares. Comer mais
alimentos não saudáveis não é a resposta. A chave é variedade e equilíbrio.

O mesmo vale para crianças abaixo do peso. Embora possam não estar consumindo tantos
alimentos quanto uma criança com excesso de peso, isso não significa automaticamente que
estejam tendo uma dieta saudável e balanceada. As crianças têm metabolismos incrivelmente
rápidos, e sua genética pode ajudar ainda mais. Talvez eles tenham comido fast food todas as
noites esta semana, mas não apareceu.

Saúde e quantidade de alimentos consumidos não são sinônimos. Quanto uma criança come
não é tão importante quanto o que ela está comendo.

Como meu filho pode obter vitaminas dos alimentos?


Se você deseja que seu filho receba todas as vitaminas necessárias somente com a dieta, deve
certificar-se de que ele está fazendo uma dieta bem balanceada. Isso deve incluir carnes
magras, peixes, aves, laticínios, frutas e vegetais – especialmente os de folhas verdes.

Como faço para que meu comedor exigente obtenha mais vitaminas dos
alimentos?

7/9
Se seu filho é exigente e recusa muitos alimentos saudáveis, tente oferecer frutas e vegetais
como lanche. As crianças geralmente preferem vegetais crus aos cozidos, e assim são ainda
mais saudáveis.

Se seu filho come muito pouco de cada vez, tente oferecer lanches muitas vezes ao longo do
dia para compensar as pequenas porções. Se você ainda não consegue fazer com que seu filho
coma o suficiente dos alimentos saudáveis de que precisa para o crescimento e o
desenvolvimento, pergunte ao seu médico sobre como experimentar vitaminas.

Há alguma desvantagem em tomar para crianças?

A única desvantagem das vitaminas é o resultado de oferecer muito do que elas não
precisam. A toxicidade da vitamina C pode ser perigosa para uma criança – ou mesmo para
um adulto, aliás. Se seus níveis de vitamina C forem normais, não há razão para adicionar um
suplemento vitamínico à mistura.

Muito de uma coisa boa pode ter consequências desastrosas. Embora a maioria das crianças
possa tomar multivitaminas infantis diariamente com segurança, é sempre recomendável
consultar primeiro o pediatra do seu filho.

Além disso, algumas vitaminas podem ser seguras, ou mesmo recomendadas para adultos,
mas não são necessárias ou contra-indicadas para crianças. Por exemplo, a vitamina D é uma
vitamina essencial, mas a maioria das crianças produz o suficiente por conta própria. Os
adultos têm menos à medida que envelhecem e precisam de suplementos. Só porque os
suplementos são bons para os idosos, isso não os torna seguros para as crianças.

A melhor maneira de decidir quais vitaminas dar a seus filhos é consultar o médico e discutir
a saúde de seus filhos individualmente. Dessa forma, você saberá exatamente o que seu filho
está ou não recebendo. Além disso, seu médico pode ensiná-lo mais sobre os sinais de alerta
a serem observados quando se trata de deficiência de vitaminas.

Conclusão
Na maioria das vezes, as crianças dos países do primeiro mundo estão obtendo toda a
nutrição de que precisam com uma dieta bem balanceada. No entanto, como algumas
crianças não têm acesso ou não querem comer alimentos saudáveis e nutritivos o tempo
todo, a deficiência de vitaminas não é incomum em paises desenvolvidos.

A melhor coisa que você pode fazer por seu filho é minimizar açúcares refinados e alimentos
processados, oferecer alimentos saudáveis e nutritivos várias vezes ao dia, ficar atento a
sintomas de deficiência de nutrientes e levar seu filho ao pediatra pelo menos uma vez por
ano para garantir que ele esteja saudável.

8/9
Se você quiser introduzir vitaminas na vida de seu filho, vá primeiro ao médico de seu filho e
discuta o assunto. Esta é a única maneira de avaliar adequadamente as necessidades
individuais de seu filho e evitar suplementar excessivamente uma criança que não precisa
disso.

Nem todas as crianças precisam de vitaminas, mas para aquelas que precisam, pode oferecer
muitos benefícios. Nutrição adequada e níveis adequados de vitaminas e minerais são
essenciais para o crescimento e desenvolvimento adequados – tanto física quanto
mentalmente – e cruciais para a saúde de seu filho em todos os sentidos.

Fontes

Entre em contato

9/9