Você está na página 1de 94

Auteq, a John Deere Company

Guide Fleet

Guia para cadastros no GF Explorer


(versão 3.8)

Este documento contém informações de propriedade da Auteq, a John Deere Company. A posse deste não dá o direito
a sua utilização para reprodução, divulgação ou venda do seu conteúdo ou do que está descrito no mesmo, sem a
expressa autorização da:

AUTEQ, a John Deere Company


Rua Hungria, 574 – 13° andar
01455 000 São Paulo SP
Brasil
Fone 55 11 2107 1888
Fax 55 11 2107 1899
Auteq, a John Deere Company

SUMÁRIO
1 OBJETIVOS DESTE DOCUMENTO .......................................................................................................................... 8
2 VISÃO MACRO DO GUIDE FLEET ............................................................................................................................ 8
3 O QUE É O GUIDE FLEET ....................................................................................................................................... 8
4 O QUE É GF EXPLORER ......................................................................................................................................... 9
5 LICENCIAMENTO .................................................................................................................................................. 9
5.1 IMPORTAÇÃO DA LICENÇA ....................................................................................................................................... 10
6 PÁGINA INICIAL .................................................................................................................................................. 10
6.1 CARROSSEL DE ÍCONES ............................................................................................................................................ 12
6.2 INFORMAÇÕES SOBRE O CLIMA ................................................................................................................................. 12
6.3 RODAPÉ............................................................................................................................................................... 12
7 DEFINIÇÔES SOBRE AS OPÇÕES DE CADASTRO .................................................................................................. 13
7.1 OPÇÃO NOVO - INCLUSÃO DE NOVO REGISTRO ............................................................................................................ 13
7.2 OPÇÃO EDITAR - EDIÇÃO DE REGISTRO ....................................................................................................................... 13
7.3 OPÇÃO SALVAR – SALVAR REGISTRO.......................................................................................................................... 13
7.4 OPÇÃO REMOVER - EXCLUSÃO DE REGISTRO ............................................................................................................... 13
7.5 OPÇÃO COLUNA – SELECIONA QUAIS AS COLUNAS SERÃO LISTADAS.................................................................................. 13
8 PERFIS DE USUÁRIO ........................................................................................................................................... 14
9 CADASTRO DE USUÁRIOS ................................................................................................................................... 15
10 PONTO DE REFERÊNCIA .................................................................................................................................. 17
11 UNIDADES DE MEDIDA .................................................................................................................................... 18
12 HORÁRIO DE VERÃO........................................................................................................................................ 19
13 WLAN ............................................................................................................................................................. 20
14 GPS ................................................................................................................................................................ 21
15 GPRS .............................................................................................................................................................. 23
15.1 APN DAS OPERADORAS DE TELEFONIA ................................................................................................................... 24
16 UNIDADES ...................................................................................................................................................... 25
17 GRUPOS DE UNIDADES ................................................................................................................................... 26
18 DEPARTAMENTOS .......................................................................................................................................... 27
19 TURNOS ......................................................................................................................................................... 28
20 EQUIPES ........................................................................................................................................................ 28
21 GRUPOS DE EQUIPES ..................................................................................................................................... 29
22 COLABORADORES .......................................................................................................................................... 30
23 GRUPOS DE COLABORADORES ....................................................................................................................... 32
24 LOCAIS ........................................................................................................................................................... 33
25 GRUPOS DE LOCAIS ........................................................................................................................................ 36
26 GRUPOS DE ITENS .......................................................................................................................................... 37
27 CAMPO AUXILIAR ............................................................................................................................................ 38
28 RESPOSTAS.................................................................................................................................................... 40

GF Explorer - Guia para cadastros Página 2 de 94


29 GRUPOS DE RESPOSTAS................................................................................................................................. 40
30 ENTRADAS DIGITAIS ....................................................................................................................................... 40
31 ENTRADAS ANALÓGICAS ................................................................................................................................. 42
32 ENTRADAS PULSADAS .................................................................................................................................... 44
33 PERFIS DE ENTRADAS DIGITAIS ....................................................................................................................... 47
34 PERFIS DE ENTRADAS ANALÓGICAS ................................................................................................................ 48
35 PERFIS DE ENTRADAS PULSADAS.................................................................................................................... 50
36 PARÂMETRO OPERACIONAL ............................................................................................................................ 51
36.1 MOTOR OCIOSO................................................................................................................................................ 52
36.2 FAIXA ECONÔMICA ............................................................................................................................................ 53
36.3 VELOCIDADE – SECO ........................................................................................................................................... 54
36.4 VELOCIDADE – CHUVA ........................................................................................................................................ 55
36.5 CONFIGURAR ENTRADAS ..................................................................................................................................... 56
37 ATIVIDADES .................................................................................................................................................... 57
38 GRUPOS DAS ATIVIDADES ............................................................................................................................... 59
39 APLICAÇÕES................................................................................................................................................... 60
40 GRUPOS DE APLICAÇÕES................................................................................................................................ 62
41 ORDEM DE SERVIÇO ....................................................................................................................................... 63
42 MARCAS ......................................................................................................................................................... 64
43 MODELOS ...................................................................................................................................................... 65
44 PERFIS DE IMPLEMENTOS............................................................................................................................... 67
45 IMPLEMENTOS ............................................................................................................................................... 69
46 GRUPOS DE IMPLEMENTOS ............................................................................................................................ 70
47 CONFIGURAÇÃO OPERACIONAL ...................................................................................................................... 71
48 PERFIS DE EQUIPAMENTOS ............................................................................................................................ 73
48.1 SENSOR PRIMÁRIO ............................................................................................................................................. 75
48.2 COM EXTERNA .................................................................................................................................................. 75
48.3 VELOCIDADE SECO ............................................................................................................................................. 76
48.4 VELOCIDADE CHUVA .......................................................................................................................................... 76
48.5 PATINAÇÃO ...................................................................................................................................................... 77
48.6 SUB-ROTAÇÃO .................................................................................................................................................. 77
48.7 FAIXA ECONÔMICA ............................................................................................................................................ 78
48.8 EXCESSO DE RPM.............................................................................................................................................. 78
48.9 MOTOR OCIOSO................................................................................................................................................ 79
48.10 BANGUELA ....................................................................................................................................................... 79
49 EQUIPAMENTOS ............................................................................................................................................. 80
50 GERAR CONFIGURAÇÃO .................................................................................................................................. 82
51 GFCOMPC ...................................................................................................................................................... 83
51.1 COLETA DE REGISTROS ........................................................................................................................................ 84
52 RELATÓRIOS .................................................................................................................................................. 85
52.1 LEITURA DE CBA ............................................................................................................................................... 87
52.2 APONTAMENTOS ............................................................................................................................................... 87

GF Explorer - Guia para cadastros Página 3 de 94


Auteq, a John Deere Company

52.3 ATIVIDADES - VISÃO GERAL ................................................................................................................................. 87


52.4 ATIVIDADES - VISÃO POR FRENTES......................................................................................................................... 88
52.5 EXCESSOS DE VELOCIDADE ................................................................................................................................... 88
52.6 EXCESSO DE ROTAÇÃO ........................................................................................................................................ 88
52.7 MOTOR OCIOSO................................................................................................................................................ 88
52.8 24 HORAS ........................................................................................................................................................ 89
52.9 KPI COLHEDORAS .............................................................................................................................................. 90
52.10 HORAS TRABALHADAS ........................................................................................................................................ 90
52.11 DISTÂNCIA E ÁREA TRABALHADA ........................................................................................................................... 90
52.12 DISPONIBILIDADE MECÂNICA ................................................................................................................................ 90
52.13 ENTRADAS E EVENTOS FIXOS ................................................................................................................................ 90
53 RASTREAMENTO............................................................................................................................................. 91
53.1 RASTREAMENTO POR TABELA ............................................................................................................................... 92
53.2 RASTREAMENTO POR MAPA ................................................................................................................................ 93
53.3 RASTREAMENTO POR ÍCONE................................................................................................................................. 94
54 SUPORTE AO PRODUTO AUTEQ ...................................................................................................................... 94

GF Explorer - Guia para cadastros Página 4 de 94


LISTA DE IMAGENS

Figura 1 - Visão Macro do Guide Fleet .............................................................................. 8


Figura 2 - Licenciamento ................................................................................................ 9
Figura 3 - Importando a primeira licença do GF Explorer ...................................................10
Figura 4 - Seleção de Unidade........................................................................................11
Figura 5 - Tela Inicial ....................................................................................................11
Figura 6 - Carrossel ......................................................................................................12
Figura 7 - Clima ...........................................................................................................12
Figura 8 - Rodapé .........................................................................................................12
Figura 9 - Botões ..........................................................................................................13
Figura 10 - Menu Perfil de Usuário ..................................................................................14
Figura 11 - Tela de Perfil de Usuário ...............................................................................14
Figura 12 - Cadastro de Usuário .....................................................................................15
Figura 13 - Cadastro de Usuário .....................................................................................16
Figura 14 - Menu Ponto de Referência .............................................................................17
Figura 15 - Ponto de Referência .....................................................................................17
Figura 16 - Menu Unidade de Medida ..............................................................................18
Figura 17 - Unidade de Medida .......................................................................................18
Figura 18 - Menu de Horário de Verão .............................................................................19
Figura 19 - Horário de Verão ..........................................................................................19
Figura 20 - Menu Wlan ..................................................................................................20
Figura 21 - Cadastro WLAN ............................................................................................20
Figura 22 - Tela de Configuração Wlan do CBA .................................................................21
Figura 23 - Menu GPS ...................................................................................................21
Figura 24 - Cadastro do GPS ..........................................................................................22
Figura 25 - Menu GPRS .................................................................................................23
Figura 26 - Cadastro GPRS ............................................................................................23
Figura 27 - Tela de Configuração do GPRS do CBA ............................................................25
Figura 28 - Menu Unidades ............................................................................................25
Figura 29 - Cadastro de Unidades ...................................................................................26
Figura 30 - Menu Grupos de Unidades .............................................................................26
Figura 31 - Cadastro Grupos de Unidades ........................................................................27
Figura 32 - Menu Departamentos ...................................................................................27
Figura 33 - Cadastro Departamentos ..............................................................................28
Figura 34 - Menu Equipes ..............................................................................................28
Figura 35 - Cadastro de Equipes .....................................................................................29
Figura 36 - Menu Grupos de Equipes ...............................................................................29
Figura 37 - Cadastro Grupos de Equipes ..........................................................................30
Figura 38 - Menu Colaboradores .....................................................................................30
Figura 39 - Cadastro de Colaboradores............................................................................31
Figura 40 - Menu Grupos de Colaboradores .....................................................................32
Figura 41 - Cadastro Grupos de Colaboradores .................................................................32
Figura 42 - Menu Locais ................................................................................................33
Figura 43 - Cadastro de Locais .......................................................................................34
Figura 44 - Menu Grupos de Locais .................................................................................36
Figura 45 - Cadastro Grupos de Locais ............................................................................37
Figura 46 - Menu Grupos de Itens ..................................................................................37
Figura 47 - Cadastro Grupos de Itens .............................................................................38
Figura 48 - Menu Campo Auxiliar ....................................................................................39
Figura 49 - Cadastro Campo Auxiliar ...............................................................................39
Figura 50 - Menu Entradas Digitais .................................................................................40
Figura 51 - Cadastro Entradas Digitais ............................................................................41
Figura 52 - Menu Entradas Analógicas .............................................................................42
Figura 53 - Cadastro Entradas Analógicas ........................................................................43

GF Explorer - Guia para cadastros Página 5 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 54 -Menu Entradas Pulsadas ................................................................................44


Figura 55 - Cadastro Entradas Pulsadas ..........................................................................45
Figura 56 - Menu Perfil Entradas Digitais .........................................................................47
Figura 57 - Cadastro Perfis Entradas Digitais....................................................................47
Figura 58 - Menu Perfis Entradas Analógicas ....................................................................48
Figura 59 - Cadastro Perfis Entradas Analógicas ...............................................................49
Figura 60 - Menu Perfis Entradas Pulsadas .......................................................................50
Figura 61 - Cadastro Perfis Entradas Pulsadas ..................................................................50
Figura 62 - Menu Parâmetro Operacional .........................................................................51
Figura 63 - Cadastro Parâmetro Operacional ....................................................................51
Figura 64 - Parâmetro Operacional Motor Ocioso ..............................................................52
Figura 65 - Parâmetro Operacional Faixa Econômica .........................................................54
Figura 66 - Parâmetro Operacional Velocidade Seco ..........................................................55
Figura 67 - Parâmetro Operacional Velocidade Chuva ........................................................56
Figura 68 - Parâmetro Operacional Configurar Entradas ....................................................56
Figura 69 - Menu Atividades ..........................................................................................57
Figura 70 - Cadastro Atividades......................................................................................58
Figura 71 - Menu Grupos de Atividades ...........................................................................59
Figura 72 - Cadastro Grupos de Atividades ......................................................................59
Figura 73 - Menu Aplicações ..........................................................................................60
Figura 74 - Cadastro Aplicações .....................................................................................60
Figura 75 - Menu Grupos de Aplicações ...........................................................................62
Figura 76 - Cadastro Grupos de Aplicações ......................................................................63
Figura 77 - Menu Ordem de Serviço ................................................................................63
Figura 78 - Cadastro Ordem de Serviço ...........................................................................64
Figura 79 - Menu Marcas ...............................................................................................65
Figura 80 - Cadastro Marcas ..........................................................................................65
Figura 81 - Menu Modelos .............................................................................................65
Figura 82 - Cadastro Modelos .........................................................................................66
Figura 84 - Menu Perfis de Implementos .........................................................................67
Figura 85 - Cadastro Perfis de Implementos ....................................................................68
Figura 86 - Menu Implementos ......................................................................................69
Figura 87 - Cadastro Implementos..................................................................................69
Figura 88 - Menu Grupos de Implementos .......................................................................70
Figura 89 - Cadastro Grupos de Implementos ..................................................................70
Figura 90 - Menu Configuração Operacional .....................................................................71
Figura 91 - Cadastro Configuração Operacional ................................................................71
Figura 92 - Menu Perfis de Equipamentos ........................................................................73
Figura 93 - Cadastro Perfis de Equipamentos ...................................................................73
Figura 94 - Sensor Primário ...........................................................................................75
Figura 95 - COM Externa ...............................................................................................75
Figura 96 - Velocidade Seco ...........................................................................................76
Figura 97 - Velocidade Chuva.........................................................................................76
Figura 98 - Patinação ....................................................................................................77
Figura 99 - Sub-Rotação ...............................................................................................77
Figura 100 - Faixa Econômica ........................................................................................78
Figura 101 - Excesso de RPM .........................................................................................78
Figura 102 - Motor Ocioso .............................................................................................79
Figura 103 - Banguela ...................................................................................................79
Figura 104 - Menu Equipamentos ...................................................................................80
Figura 105 - Cadastro Equipamentos ..............................................................................80
Figura 106 - Menu Gerar Configuração ............................................................................82
Figura 107 - Tela Gerar Configuração ..............................................................................83
Figura 108 - Tela de Configuração do GFcomPC ................................................................83
Figura 109 - Tela de Sincronização do GFcomPC ...............................................................84
Figura 110 - Apresentação do ícone "Relatório" ................................................................86
Figura 111 - Página de Relatórios ...................................................................................87

GF Explorer - Guia para cadastros Página 6 de 94


Figura 112 - Filtro do Rastreamento ................................................................................91
Figura 113 - Apresentação da tela de "Rastreamento" .......................................................91
Figura 114 - Rastreamento Tabela ..................................................................................92
Figura 115 - Rastreamento Mapa ....................................................................................93
Figura 116 - Rastreamento ícone ....................................................................................94

Revisões
Data Versão Autor Descrição da revisão
15/04/2016 1.0 Thamyres Figueira Versão inicial
12/05/2016 1.0 Emerson Jarandia Revisão
19/05/2016 1.0 Luciano Vieira Revisão Final

GF Explorer - Guia para cadastros Página 7 de 94


Auteq, a John Deere Company

1 OBJETIVOS DESTE DOCUMENTO


Este documento tem por objetivo especificar o Portal GF Explorer, suas funcionali-
dades e procedimentos a realizar para efetuar os cadastros no sistema, oferecendo ins-
truções para gerar configuração e detalhamento do processo de configuração do CBA via
GFcomPC.

2 VISÃO MACRO DO GUIDE FLEET

Figura 1 - Visão Macro do Guide Fleet

3 O QUE É O GUIDE FLEET


O Guide Fleet é a solução de gestão de frota Auteq, composta por computadores
de bordo e por módulos entre eles o GF Explorer (Portal), e tem como principal objetivo
tornar as frotas mais inteligentes, oferecendo automatização de processos, maior eficiên-
cia e confiabilidade na telemetria, levando com rapidez, do campo para o escritório, as
informações necessárias para a gestão da frota.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 8 de 94


Auteq, a John Deere Company

4 O QUE É GF EXPLORER
O GF Explorer é uma aplicação web que tem o intuito de realizar todo o processo
de cadastros, gerar arquivos de configuração, monitorar as informações operacionais
através de relatórios que utilizam conceito de BI (Business Inteligence) e rastreamento
dos equipamentos.

Tal software tem como objetivo atender as exigências e necessidades do cliente


trazendo benefícios para o processo produtivo, tendo novidades nas análises comparati-
vas e suporte a logística contendo melhoria na interface com o usuário e na automatiza-
ção das operações.

5 LICENCIAMENTO
As ferramentas da solução Guide Fleet operam mediante licenciamento, no caso
do GF Explorer o acesso só é liberado a usuários cadastrados, sendo que o número de
usuários depende da quantidade de licenças adquiridas pelo cliente. O controle dos usuá-
rios que terão acesso ao Portal é de responsabilidade do administrador do sistema, de
forma que a única restrição imposta é a quantidade de usuários cadastrados. Para enten-
der melhor as políticas de licenciamento da solução, entre em contato com o setor de
vendas da Auteq através do e-mail vendas@auteq.com.br.

Figura 2 - Licenciamento

Ao acessar o sistema e efetuar o Login pela primeira vez, utilize o login e senha
fornecidos pelo Suporte ao Produto da Auteq.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 9 de 94


Auteq, a John Deere Company

5.1 Importação da Licença


O processo de importação da primeira licença é realizado pela equipe de Suporte
ao Produto, responsável pela instalação do sistema. Assim que o sistema é instalado,
após inserir os dados de usuário e senha, e clicar em Login, será exibida a mensagem
conforme imagem abaixo.

Figura 3 - Importando a primeira licença do GF Explorer

6 PÁGINA INICIAL
Após inserir os dados de usuário e senha, e clicar em Login, caso o usuário em
questão estiver associado a um Grupo de unidades com mais de uma unidade (para mais
detalhes sobre unidades, consulte os capítulos 9, 16 e 17), será apresentada a tela para
selecionar qual unidade terá acesso aos cadastros, relatórios e rastreamento, conforme
imagem abaixo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 10 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 4 - Seleção de Unidade

Após efetuar o login do sistema e selecionar a unidade desejada, a página inicial


é exibida conforme a figura abaixo:

Figura 5 - Tela Inicial


Caso seja necessário acessar outra unidade, clique em Sair na página inicial e faça
o login novamente, selecionando a unidade desejada.

Se houver apenas uma unidade associada ao Grupo de unidades ao logar no sis-


tema a página acima será apresentada automaticamente.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 11 de 94


Auteq, a John Deere Company

A página inicial do GF Explorer é composta de cabeçalho, carrossel de ícones, gru-


po de cadastros, grupo de sistema, clima e rodapé. A seguir uma breve explicação sobre
cada um dos itens disponíveis na página.

6.1 Carrossel de ícones


Este item serve como atalho para o modulo de relatórios e rastreamento.

Figura 6 - Carrossel

6.2 Informações sobre o clima


Os dados sobre o clima são coletados via internet dos servidores do CPTEC/INPE.
A cidade indicada nas Preferências do usuário será utilizada para a exibição das informa-
ções. Nesta janela é exibida a previsão do dia atual e dos próximos três dias.

Figura 7 - Clima

6.3 Rodapé
O rodapé fica sempre visível e nele é possível visualizar a versão e data da versão
do GF Explorer assim como informações de contato do suporte da Auteq.

Figura 8 - Rodapé

GF Explorer – Manual do Usuário Página 12 de 94


Auteq, a John Deere Company

7 DEFINIÇÔES SOBRE AS OPÇÕES DE CADASTRO


Ao entrar em qualquer tela de cadastro do GF Explorer, no topo da página os se-
guintes botões serão apresentados, conforme a imagem abaixo:

Figura 9 - Botões

7.1 Opção Novo - Inclusão de novo registro


Para que possa ser inserido um novo registro no sistema, é necessário clicar na
opção “Novo” onde serão exibidos os campos a serem preenchidos para o cadastro ser
concluído.

7.2 Opção Editar - Edição de registro


Para que possa ser alterado um cadastro, tem que ser selecionado o registro de-
sejado e clicar na opção “Editar”.

Lembrando que só pode ser selecionado um registro de cada vez, pois se for sele-
cionado mais de um registro a opção “Editar” não será habilitado.

7.3 Opção Salvar – Salvar registro


Após inserir um novo cadastro, ou editar algum cadastro existente, clique na op-
ção “Salvar”.

Para alguns campos, o preenchimento será obrigatório, logo antes de clicar neste
botão, certifique-se que os campos com asterisco (*) estão devidamente preenchidos.

7.4 Opção Remover - Exclusão de registro


Para que possa ser excluído um cadastro, deve ser selecionado o registro deseja-
do e clicar na opção “Remover”. Ao efetuar este procedimento, será apresentada uma
mensagem para confirmar a ação. Caso o cadastro a ser excluído estiver associado a
algum grupo de cadastro, o sistema não permitirá a exclusão e apresentará quais os re-
lacionamentos deverão ser desfeitos para que o cadastro desejado seja excluído do sis-
tema.

7.5 Opção Coluna – Seleciona quais as colunas serão listadas


Esta opção é utilizada para selecionar quais as colunas de informações serão exi-
bidas na tela. Só será habilitada quando na tela estiver listado ao menos um item cadas-
trado.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 13 de 94


Auteq, a John Deere Company

8 PERFIS DE USUÁRIO
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Sistema / Cadastro de usuários / Perfis de usuário

Figura 10 - Menu Perfil de Usuário

O cadastro de Perfis de usuário estabelece quais as funcionalidades e suas ações


serão permitidas, aos usuários que estarão associados a determinado perfil.

Neste cadastro é apresentada uma lista de todas as funcionalidades do sistema,


onde pode-se selecionar as funcionalidades desejadas.

No sistema já possui um perfil padrão chamado “ADMINISTRADORES”. Neste per-


fil não é permitido alteração ou sua exclusão. Todos os usuários associados a este perfil
terão acesso a todas as funcionalidades do sistema.

Figura 11 - Tela de Perfil de Usuário

GF Explorer – Manual do Usuário Página 14 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome O nome do perfil do usuário a ser cadastrado.

Todos Seleciona todas as ações disponíveis da funcionalidade.


Permite ou não o acesso à opção NOVO, para inclusão de um novo
Inserir
cadastro da funcionalidade especifica.
Permite ou não o acesso à opção EDITAR, para alteração de um
Editar
cadastro da funcionalidade especifica.
Visualizar Permite ou não o acesso à tela da funcionalidade especifica.
Nome da
Lista de todas as funcionalidades disponíveis no sistema.
Funcionalidade

9 CADASTRO DE USUÁRIOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Sistema / Cadastro de usuários / Cadastro de usuário

Figura 12 - Cadastro de Usuário

O Cadastro de usuário permite a consulta, inclusão, edição e exclusão de usuários


que terão acesso ao sistema.

No portal já possui um usuário padrão chamado “Admin”. Neste usuário não é


permitido alteração ou sua exclusão, pois é bloqueado pelo sistema.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 15 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 13 - Cadastro de Usuário

Descrição dos campos

Nome O nome completo do usuário que terá acesso ao sistema.

Login Nome pelo qual o usuário fará acesso ao sistema.

Senha Sequência de números ou letras a ser definido pelo usuário.


Associa o usuário a um perfil existente que definirá quais finalida-
Perfil do usuário
des terá ou não acesso.
Grupo de unida- Associa o usuário a um Grupo de Unidade a qual ele terá acesso
des durante o Login.
E-mail Endereço eletrônico do usuário.

Telefone Número de telefone do usuário.

Estado Estado de residência do usuário.

Cidade Cidade de residência do usuário.


Define qual idioma que o sistema será exibido para usuário. Na
Idioma versão atual, estão disponíveis as opções: Português (BR), Espa-
nhol e Inglês.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 16 de 94


Auteq, a John Deere Company

10 Ponto de Referência
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Sistema / Configurações gerais / Ponto de referência

Figura 14 - Menu Ponto de Referência

O cadastro de Ponto de referência permite informar às coordenadas que serão uti-


lizadas pelo CBA para Localização automática de Locais.

No cadastro de ponto de referência deverão ser informadas as coordenadas de um


ponto central, entre todas as frentes de trabalho. Quando houver apenas uma unidade
cadastrada no sistema, normalmente utilizam-se as coordenadas da usina. As Frentes de
Trabalho não deverão ultrapassar o raio de 2.000km do Ponto de referência cadastrado.

Figura 15 - Ponto de Referência

GF Explorer – Manual do Usuário Página 17 de 94


Auteq, a John Deere Company

11 UNIDADES DE MEDIDA
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Unidades de medida

Figura 16 - Menu Unidade de Medida

Tal funcionalidade também pode ser acessada pelo seguinte caminho: Sistema /
Configurações Gerais / Unidade de medida.

O cadastro de Unidades de medida permite a consulta, inclusão, edição e exclusão


das unidades de medida que serão utilizadas no sistema.

As Unidades de medida são utilizadas no cadastro de Entradas analógicas e Entra-


das pulsadas.

O GF Explorer já possui algumas unidades de medida padrões, nesses cadastros o


sistema não permite alteração ou exclusão.

Figura 17 - Unidade de Medida

Descrição dos campos

Descrição Descrição para identificação da Unidade de medida.


Descrição
Sigla da Unidade de medida.
Abreviada

GF Explorer – Manual do Usuário Página 18 de 94


Auteq, a John Deere Company

12 HORÁRIO DE VERÃO
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastro / Unidades / Horário de verão

Figura 18 - Menu de Horário de Verão

O cadastro de Horário de verão permite a consulta, inclusão, edição e exclusão


dos horários de verão que serão utilizados no sistema.

No sistema deverá ser cadastrado o horário de verão com data inicial e final do
período. Esta informação será enviada para o CBA e quando o período estiver em vigên-
cia o CBA atualizará automaticamente para o novo horário.

A Auteq recomenda que este cadastro seja realizado logo após o termino
do horário de verão e todos os CBAs sejam atualizados antes do início da Safra
ou em qualquer período de inatividade dos equipamentos após este ciclo, para
que seja evitado o cenário em que o horário de verão entre em vigor novamen-
te, e os Computadores de Bordo não estejam com a configuração necessária.

Figura 19 - Horário de Verão

Descrição dos campos

Nome Identificação do período do horário de verão.

Data inicial Data inicial do horário de verão.

Data final Data final do horário de verão.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 19 de 94


Auteq, a John Deere Company

13 WLAN
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Unidades / WLAN

Figura 20 - Menu Wlan

Tal funcionalidade também pode ser acessada pelo seguinte caminho: Sistema /
Configurações Gerais / WLAN.

O cadastro de WLAN permite a consulta, inclusão, edição e exclusão de configura-


ções do WLAN.

O CBA utiliza essas informações para conexão aos pontos de leituras, através de
uma rede sem fio (WiFi), permitindo a coleta dos arquivos de registro operacional e ras-
treamento, e o envio dos arquivos de configurações.

A Auteq recomenda que seja criada uma rede WLAN isolada para os Com-
putadores de Bordo da Auteq, e não seja aproveitada a rede corporativa utiliza-
da para acesso à internet/intranet.

Figura 21 - Cadastro WLAN

GF Explorer – Manual do Usuário Página 20 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome da
Nome para identificação do cadastro de WLAN.
configuração
SSID Nome da rede WiFi pela qual o CBA irá estabelecer a conexão.

Canal Canal que será utilizado para a conexão.


A partir do IP base informado, o sistema gerará sequencialmente
IP base
um número IP diferente para cada CBA licenciado no sistema.
Máscara de
Define a máscara da sub-rede. Utilize sempre "255.255.240.0".
sub-rede
Define se o CBA trabalhará em rede infraestrutura ou Ad-Hoc. A
Modo
versão de firmware atual do CBA opera somente em modo Infraes-
infraestrutura
trutura, logo, tal campo sempre deve ser selecionado.

As informações de WLAN cadastradas no sistema, poderão ser visualizadas no


CBA através do seguinte menu: Tecla Menu / Configuração / WLAN

Figura 22 - Tela de Configuração Wlan do CBA

14 GPS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Aplicações / GPS

Figura 23 - Menu GPS

Tal funcionalidade também pode ser acessada pelo seguinte caminho: Sistema /
Configurações Gerais / GPS.

O cadastro de GPS permite a consulta, inclusão, edição e exclusão de configura-


ções do GPS.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 21 de 94


Auteq, a John Deere Company

O CBA utiliza essas informações para definir se efetua o apontamento automático


ao entrar e sair de um local previamente cadastrado e se envia a sua posição geográfica
para o servidor de rastreamento utilizando uma conexão GPRS.

Essa configuração de GPS deverá ser associada ao cadastro de Aplicação, dando a


possibilidade de ter configurações distintas para cada Aplicação que os Equipamentos
possam executar.

Figura 24 - Cadastro do GPS


Quando no CBA estiver selecionada uma Aplicação que está associada a um ca-
dastro de GPS onde a “Localização Automática” e/ou o “Envio de posição via GPRS” esti-
ver desmarcado, o CBA utilizará as configurações definidas no cadastro de GPRS.

Descrição dos campos

Nome da
Nome para identificação do cadastro.
configuração
Localização Liga ou desliga o recurso do CBA de localizar automaticamente o
Automática local por onde passar.
Este campo estará habilitado somente se a "Localização automáti-
Apontamento ca" estiver ligada. Liga e desliga o recurso do CBA de apontar au-
Automático tomaticamente em seus registros onde o equipamento estiver loca-
lizado.
Envio de posição Liga ou desliga o envio da posição geográfica que possibilita o Ras-
via GPRS treamento do Equipamento.
Este campo será visível somente se "Envio de posição via GPRS"
Distância percor- estiver ligado. Define qual a distância em metros que o Equipamen-
rida para envio to deverá percorrer para que o CBA envie as informações de ras-
treamento.

Este campo será visível somente se "Envio de posição via GPRS"


Envio em mudan- estiver ligado. Define qual o ângulo que o Equipamento deverá mu-
ça de direção dar em seu trajeto para que o CBA envie as informações de rastre-
amento.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 22 de 94


Auteq, a John Deere Company

15 GPRS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Unidades / GPRS

Figura 25 - Menu GPRS

Tal funcionalidade também pode ser acessada pelo seguinte caminho: Sistema /
Configurações Gerais / GPRS.

O cadastro de GPRS permite a consulta, inclusão, edição e exclusão de configura-


ções do GPRS.

O CBA utiliza essas informações para conexão à rede GPRS disponibilizada pela
operadora de internet móvel contratada. Através da conexão GPRS o Computador de
Bordo Auteq transmite dados de rastreamento, envio de mensagem ao operador e rece-
bimento de atualizações de configuração.

Por padrão o CBA utilizará as informações de "Distância percorrida para envio" e


"Envio em mudança de direção" do cadastro de GPRS somente quando estiver utilizando
uma Aplicação associada a uma Configuração de GPS com a "Localização Automática"
e/ou o "Envio de posição via GPRS" desativada.

Figura 26 - Cadastro GPRS

GF Explorer – Manual do Usuário Página 23 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos Campos

Nome Nome para identificação do cadastro do GPRS.


Endereço APN do provedor de internet móvel contratado.
APN Observação: Abaixo segue uma tabela com informações das
operadoras prestadoras de serviços de trafego de dados.
Tipo Define qual formato de endereço de conexão a ser utilizado
Endereço IP do servidor GWC conectado a internet. Este campo só
IP
será exibido quando o Tipo IP estiver selecionado.
Endereço web do servidor GWC conectado a internet. Este campo
Domínio
só será exibido quando o Tipo Domínio estiver selecionado.
Porta Número da Porta utilizada pelo servidor GWC conectado a internet.
Usuário fornecido pela operadora de internet móvel para conexão
Login
GPRS.
Senha fornecida pela operadora de internet móvel para conexão
Senha
GPRS.
Distância percor- Valor em metros que o veículo deverá percorrer para que o CBA
rida para envio envie os dados de rastreamento.
Envio em mudan- Valor em graus que o veículo deverá se deslocar para que o CBA
ça de direção envie os dados de rastreamento.

O modem GPRS consome muita energia da bateria do equipamento


Economia de se ficar ligado direto, para que isso não ocorra foi implementado
energia uma nova funcionalidade para determinar como o modem deve
funcionar.

15.1 APN das Operadoras de telefonia


Para o uso da transmissão de dados via GPRS nos CBAs, é necessário adquirir um
Sim Card para cada equipamento com um plano de dados de no mínimo 30MB por mês.

A instalação destes chips pode ser realizada enviando o equipamento para a As-
sistência Técnica da Auteq ou para o Concessionário John Deere mais próximo de sua
região.

Para o preenchimento dos campos APN, login e senha no cadastro de GPRS, veri-
fique a opção correta de acordo com a operadora contratada para este serviço:

Operadora Nome do Servidor Login Senha

Tim tim.br tim tim


Oi gprs.oi.com.br oi oi
Claro claro.com.br claro claro
Vivo GSM zap.vivo.com.br vivo vivo
BR Telecom brt.com brt brt
Wapgprs.telemigcelular.com.br/ em bran- em bran-
Telemig
Gprs.telemigcelular.com.br co/celular co/celular
CTBC ctbc.br ctbc ctbc
Sercomtel sercomtel.com.br sercomtel sercomtel

GF Explorer – Manual do Usuário Página 24 de 94


Auteq, a John Deere Company

As informações de GPRS cadastradas no sistema poderão ser visualizadas no CBA


nas imagens abaixo.

Figura 27 - Tela de Configuração do GPRS do CBA

16 Unidades
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Unidades / Unidades

Figura 28 - Menu Unidades

O cadastro de Unidades permite a consulta, inclusão edição e exclusão de Unida-


des no Sistema.

Esta opção do sistema deverá ser utilizada para que seja possível separar cadas-
tros, relatórios e rastreamento nos casos em que exista mais de uma unidade por em-
presa, ou para concessionário John Deere que realizam demonstrações ou prestação de
serviços utilizando o GF Explorer para mais de um cliente.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 25 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 29 - Cadastro de Unidades

Descrição dos campos

Razão social Nome comercial da empresa.

Nome fantasia Nome popular da empresa.

CNPJ CNPJ da empresa que o equipamento pertence.

Fuso horário Qual a faixa de fuso horário a empresa está localizada.

GPRS Selecionar o GPRS já cadastrado.

WLAN Selecionar a rede sem fio cadastrada.


Horário de
Selecionar o ano de vigência que foi cadastrado.
verão

17 GRUPOS DE UNIDADES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Unidades / Grupos de unidades

Figura 30 - Menu Grupos de Unidades

O cadastro Grupo de unidades permite associar Unidades em grupos que serão


utilizados no cadastro de Usuário, tal associação é fundamental para determinar quais
unidades o usuário terá acesso ao logar no sistema.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 26 de 94


Auteq, a John Deere Company

Após o login no sistema, o usuário poderá escolher qual a unidade pretendem vi-
sualizar os cadastros, relatórios e rastreamento, de acordo com o grupo associado a seu
cadastro.

Caso seja necessário acessar outra unidade, clique em Sair na página inicial e faça
o login novamente, selecionando a unidade desejada.

Figura 31 - Cadastro Grupos de Unidades

Descrição dos campos

Nome Descrição do grupo.


Unidades Dispo- Unidades que estão previamente cadastradas no sistema, para se-
níveis rem incluídas ao grupo em questão.
Unidades Selecio- Unidades que estão previamente cadastradas no sistema, que já
nadas estão associadas ao grupo em questão.

18 DEPARTAMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Colaboradores / Departamentos

Figura 32 - Menu Departamentos

GF Explorer – Manual do Usuário Página 27 de 94


Auteq, a John Deere Company

O cadastro de Departamentos permite a consulta, inclusão, edição e exclusão do


departamento.

Será feito uma divisão de área de atuação de cada funcionário, pois o registro de
departamento está associado com alguns cadastros como Colaboradores, Equipes entre
outros.

As informações contidas nesse registro não poderão ser visualizadas por outras
unidades e serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou ca-
dastro.

Figura 33 - Cadastro Departamentos

Descrição dos campos

Nome Descrição do departamento.

19 TURNOS
Funcionalidade em desenvolvimento.

20 EQUIPES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipes e frentes / Equipes

Figura 34 - Menu Equipes

GF Explorer – Manual do Usuário Página 28 de 94


Auteq, a John Deere Company

O cadastro de Equipes permite consulta, inclusão, edição e exclusão de equipes no


portal.

A equipe ou frente de trabalho é composta por um Grupo de Colaboradores e Veí-


culos responsáveis por atuar em uma determinada área por um período temporário.

As informações contidas nesse registro não serão visualizadas por outras unidades
e serão associados automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou cadastro.

Figura 35 - Cadastro de Equipes

Descrição dos campos

Código Código referente à equipe.

Nome Nome que a equipe receberá.

Departamento Nome do departamento que esta equipe irá pertencer.

21 GRUPOS DE EQUIPES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipes e frentes / Grupos de equipes

Figura 36 - Menu Grupos de Equipes

O cadastro Grupos de equipes permite associar Equipes em grupos que serão as-
sociados no cadastro de Aplicação.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 29 de 94


Auteq, a John Deere Company

No CBA estarão disponíveis para apontamento somente as Equipes contidas no


grupo que estiver associado na Aplicação informada.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente à unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 37 - Cadastro Grupos de Equipes

Descrição dos campos

Nome Descrição do grupo


Selecionar a que departamento que o grupo cadastrado irá perten-
Departamento
cer.
Equipes Selecionar as equipes que serão associadas ao grupo.

22 COLABORADORES
Para acessar o funcionamento utilize o seguinte menu
Cadastros / Colaboradores / Colaboradores

Figura 38 - Menu Colaboradores

GF Explorer – Manual do Usuário Página 30 de 94


Auteq, a John Deere Company

O cadastro de Colaboradores permite a consulta, inclusão, edição e exclusão de


colaboradores.

Neste cadastro devem ser registrados os motoristas responsáveis por operar cada
máquina agrícola que estará no campo.

Para que o CBA libere o equipamento para trabalho é preciso que seja digitado o
código do colaborador cadastrado no sistema.
As informações contidas nesse cadastro não serão visualizadas por outras unida-
des, mas serão associadas automaticamente a unidade na qual o usuário efetuou cadas-
tro.

Figura 39 - Cadastro de Colaboradores

Descrição dos campos

Código Código de cadastro do colaborador na empresa.

Nome Nome do colaborador.

Identificação Código do colaborador na empresa.


Esta senha é opcional, mas caso seja habilitado é necessário inserir
Senha
senha numérica de até 4 (quatro) dígitos.
Tipo
Selecionar o tipo desejado (Operador ou Assistente).
colaborador
Permissão Selecionar o nível de permissão do colaborador.

Folguista Indicar se o colaborador é folguista.


Identificar a qual turno ele irá pertencer. (Funcionalidade em
Turno
desenvolvimento)

GF Explorer – Manual do Usuário Página 31 de 94


Auteq, a John Deere Company

Departamento Identificar a qual departamento o colaborador pertence.


Lista das habilidades disponíveis no sistema que os colaboradores
Habilidades
deverão ter para operar o equipamento.

23 GRUPOS DE COLABORADORES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Colaboradores / Grupo de colaboradores

Figura 40 - Menu Grupos de Colaboradores

O cadastro de Grupo de colaboradores permite associar colaboradores em grupos,


que serão associados aos cadastros de Equipamentos.

No CBA estarão disponíveis para apontamento somente os Colaboradores contidos


no grupo que estiver associado ao Equipamento utilizado.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 41 - Cadastro Grupos de Colaboradores

GF Explorer – Manual do Usuário Página 32 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome Nome do grupo de colaboradores.

Lista das habilidades disponíveis no portal que os grupos de colabo-


radores deverão ter para operar o equipamento. Este campo tam-
Habilidade
bém é utilizado para filtrar a lista de grupo de colaboradores que
poderão ser associados ao equipamento.

24 LOCAIS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Locais / Locais

Figura 42 - Menu Locais

O cadastro de Locais permite a consulta, inclusão, edição e exclusão dos locais na


Unidade.

Neste registro devem ser inseridas todas as áreas por onde o equipamento terá
que atuar. Pode ser que entre esses cadastros existam Zonas de Exclusão, que são locais
onde o equipamento não deverá passar.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 33 de 94


Auteq, a John Deere Company

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente a unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 43 - Cadastro de Locais


Descrição dos campos

Código Identificador numérico do local.

Nome Descrição do local.

Neste campo será informado se o local é uma área normal ou área


de exclusão.
Tipo
Área de exclusão é um local onde não é permitido que o equipa-
mento trafegue.

Posto de Este campo deve ser habilitado apenas, se o trajeto em questão,


leitura for um local fixo de comunicação com os CBAs via Access Point.
SSID do posto de Nome do posto de leitura pela qual o CBA irá estabelecer a cone-
leitura xão.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 34 de 94


Auteq, a John Deere Company

 Latitude e longitude: informar às coordenadas que serão


utilizadas pelo CBA para Localização Automática de Locais.

 Apontamento automático: esta opção permite que o


equipamento registre o local automaticamente no sistema,
mesmo que o computador de bordo tenha um apontamento
manual.

 Distancia de entrada: serve para identificar a distância de


entrada em metros do posto de leitura.

 Distancia de saída: serve para identificar a distância de


saída em metros do posto de leitura.

Coordenadas  Distancia de aviso de aproximação (metros): serve pa-


ra alertar quando estiver perto da distância de entra-
da/saída.

 Sentido de entrada (graus): serve para definir a condi-


ção que o CBA deve ingressar na rede WLAN, conforme
configurado no campo SSID acima, pois dependendo do
sentido o equipamento pode esta chegando ou saindo da
área determinada.

 Tolerância de entrada (graus): no Sentido de entrada


possui as redes WLAN distintas e dentro destes locais são
determinado Tolerância em graus, ou seja, se o veículo
passar por um desses lugares e estiver dentro da área de
tolerância o SSID será alterado.
Parâmetros de velocidade que o equipamento deve respeitar quan-
Velocidade seco
do estiver em movimento no seco.
Define a ação do CBA quando o equipamento estiver acima do limi-
te de velocidade estabelecido.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Tipo de aviso Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.
Limite de veloci- Limite de velocidade em Km/h que o equipamento não deverá ul-
dade trapassar.

Define a ação do CBA quando o equipamento estiver próximo de


alcançar o limite de velocidade estabelecido.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Tipo de pré-aviso Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.

Limite de velocidade em Km/h que define que o equipamento está


Limite de pré-
próximo de alcançar o limite de velocidade. O valor neste campo
alarme
deverá ser menor que o valor de Limite de velocidade.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 35 de 94


Auteq, a John Deere Company

Define a prioridade e a cor do evento ao ser exibido no rastrea-


Prioridade
mento.
Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda
Duração mínima
para informar e pontuar o colaborador.
Pontuação que o colaborador recebe quando o evento ocorre por
Pontos
mais tempo que a duração mínima estabelecida.
Parâmetros de velocidade que o equipamento deve respeitar quan-
Velocidade chuva do estiver em movimento na chuva.
Os parâmetros dessa funcionalidade seguem os padrões descritos
acima.

25 GRUPOS DE LOCAIS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Locais / Grupo de locais

Figura 44 - Menu Grupos de Locais

O cadastro Grupo de locais permite associar Locais em grupos, que serão utiliza-
dos no cadastro de Aplicação.

No CBA estarão disponíveis para apontamento somente os Locais contidos no gru-


po que estiver associado à Aplicação informada.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente com a unidade na qual o usuário efe-
tuou cadastro.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 36 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 45 - Cadastro Grupos de Locais

Descrição dos campos

Nome Nome que o grupo receberá.

Locais Selecionar os locais que irão pertencer a este grupo.

26 GRUPOS DE ITENS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Auxiliares / Grupo de itens

Figura 46 - Menu Grupos de Itens

O cadastro de Grupos de itens permite a consulta, inclusão, edição e exclusão dos


grupos de itens no registro de Campo Auxiliar.

Será utilizado quando houver necessidade de gerar uma lista pré-definida para
apontamento no campo auxiliar.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 37 de 94


Auteq, a John Deere Company

A função de campo auxiliar será explicada no próximo capítulo.

Figura 47 - Cadastro Grupos de Itens

Descrição dos campos

Nome do
Descrição dos Grupos de Itens.
grupo
Tamanho Define a quantidade de dígitos do campo Código.

Código Identificador numérico dos itens do grupo.

Nome do item Descrição do item.


Botão utilizado para inclusão do item ao grupo, após preenchimen-
Adicionar
to dos itens descritos acima.

27 CAMPO AUXILIAR
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Auxiliares / Campo auxiliar

GF Explorer – Manual do Usuário Página 38 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 48 - Menu Campo Auxiliar


O cadastro de Campo Auxiliar permite a consulta, inclusão, edição e exclusão.
Este registro é um campo complementar onde o colaborador pode inserir informa-
ções que não podem ser medidas através dos sensores e entradas do CBA.
O Campo Auxiliar possui limitação de 64 caracteres. As divisões desses caracteres
são feitas através de criação de subcampos, limitado até 12 dígitos para cada registro.
A quantidade máxima de subcampos em cada Campo Auxiliar está relacionada
com o número total de caracteres utilizados nos cadastros de subcampos, desta forma,
será possível criar novos subcampos desde que haja posições disponíveis no Campo Au-
xiliar.
Este recurso normalmente é utilizado quando é necessário algum apontamento
adicional que será integrado a outros sistemas corporativos.

Figura 49 - Cadastro Campo Auxiliar

Descrição dos campos

Nome Descrição do campo auxiliar.


Nome
Descrição do subcampo.
Subcampos
Caso seja necessário apresentar uma lista pré-definida no subcam-
po em questão deve-se associar o Grupo de itens, conforme orien-
Grupo de itens
tado no capítulo anterior. Caso não seja realizado nenhuma associ-
ação tal subcampo permitirá a digitação de qualquer valor.

Tamanho Quantidade de caracteres do subcampo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 39 de 94


Auteq, a John Deere Company

28 RESPOSTAS
Funcionalidade em desenvolvimento.

29 GRUPOS DE RESPOSTAS
Funcionalidade em desenvolvimento.

30 ENTRADAS DIGITAIS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Entradas digitais

Figura 50 - Menu Entradas Digitais

O cadastro de Entradas digitais permite a consulta, inclusão, edição e exclusão


das entradas digitais do equipamento que será inserida no CBA.

As Entradas digitais são utilizadas nos cadastros de Perfis de entradas digitais e


Parâmetros operacionais.

Ao efetuar o registro, é necessária a relação dos sensores digitais (entradas digi-


tais) que foram ligados no momento da instalação do CBA no veículo.

O portal contém uma configuração padrão das entradas onde não é permitido edi-
tar ou excluir, pois é bloqueado pelo sistema. Essa disposição padrão do Guide Fleet é
utilizada na rede CAN da John Deere das colhedoras modelos CH3520, CH3522, CH570 e
CH670, e tratores da linha 7J.

Abaixo segue a relação das entradas digitais dos sinais capitados da rede CAN
John Deere cadastradas no GF Explorer:

 Piloto automático Autotrac – CAN TR


 Esteira do elevador – CAN SCH
 Corte de base – CAN SCH
 Pressão do óleo baixa – CAN TR
 Corte de base em reverso – CAN SCH
 Piloto automático Autotrac– CAN SCH
 Temperatura da agua alta – CAN TR

GF Explorer – Manual do Usuário Página 40 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 51 - Cadastro Entradas Digitais

Descrição dos campos

Nome Nome para identificar a entrada digital.


Inverte Informa se a entrada está “ativa”, quando ela estiver ligada ou des-
entrada ligada.
Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que o
Pontuação equipamento está com a entrada ativa acima da duração especifi-
cada.

Define a ação do CBA quando o equipamento estiver com a entrada


ativa acima da duração especificada.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que o evento está
ocorrendo.
Tipo de aviso
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o evento está ocorrendo.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador que o evento está ocorrendo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 41 de 94


Auteq, a John Deere Company

Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que o Equipamento


está próximo do evento.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o equipamento está próximo que
Tipo de pré-aviso
evento ocorra.
Alarme: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o equipamento está próximo que
evento ocorra.
Define a prioridade da cor do evento ao ser exibido no Rastreamen-
Prioridade
to.
Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para
Duração mínima
informar e pontuar o colaborador do evento ocorrido.
Pontuação que o colaborador recebe quando o evento ocorre por
Pontos
mais tempo que a duração mínima estabelecida.

Considerar parâmetros de velocidade: Quando este campo es-


tiver ativo, o CBA só monitora a entrada digital se o Equipamento
atender tais parâmetros de velocidade.
A entrada digital
Considerar parâmetros de rotação: Quando este campo estiver
somente será ob-
ativo, o CBA só monitora a entrada digital se o Equipamento aten-
servada se as
der as tais parâmetros de rotação.
condições marca-
Considerar parâmetros de entrada pulsada: Quando este cam-
das neste quadro
po estiver ativo, o CBA só monitora a entrada digital se a entrada
forem satisfeitas
pulsada selecionada atender os parâmetros configurados.
Considerar parâmetros de entrada digital: Quando este campo
estiver ativo, o CBA só monitora a entrada digital se a outra entra-
da digital selecionada atender tais parâmetros.

31 ENTRADAS ANALÓGICAS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Entradas analógicas

Figura 52 - Menu Entradas Analógicas

O cadastro de Entradas analógicas permite a consulta, inclusão, edição e exclusão


das entradas analógicas do equipamento que será inserida no CBA.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 42 de 94


Auteq, a John Deere Company

As Entradas analógicas são utilizadas nos cadastros de Perfis de entradas analógi-


cas e Parâmetros operacionais.

Ao efetuar o registro, é necessária a relação dos sensores analógicos (entradas


analógicas) que foram ligados no momento da instalação do CBA no veículo.

O portal contém uma configuração padrão das entradas onde não é permitido edi-
tar ou excluir, pois é bloqueado pelo sistema. Essa disposição padrão do Guide Fleet é
utilizada na rede CAN da John Deere das colhedoras modelos CH3520, CH3522, CH570 e
CH670, e tratores da linha 7J.

Abaixo segue a relação das entradas analógicas dos sinais capitados da rede CAN
John Deere cadastradas no GF Explorer:

 Temperatura da água - CAN TR


 Pressão do óleo - CAN TR
 Pressão do óleo - CAN SCH
 Tempo hidráulico - CAN SCH
 Pressão corte de base - CAN SCH
 Nível do combustível - CAN TR
 Temperatura da água - CAN SCH

Figura 53 - Cadastro Entradas Analógicas

Descrição dos campos

Nome Nome para identificar a entrada analógica.

Mínimo Limite inferior que o valor da entrada poderá atingir.

Máximo Limite superior que o valor da entrada poderá atingir.


Quando este campo estiver ativo, o CBA só monitora a entrada se o
Motor ligado
equipamento estiver com o motor ligado.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 43 de 94


Auteq, a John Deere Company

Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que a


Fora da faixa entrada está fora dos limites especificados nos campos Mínimo e
Máximo.
Define a ação do CBA quando o evento ocorrer.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
Tipo de aviso
informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.
Define a ação do CBA quando o evento estiver perto de ocorrer.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Tipo de pré- Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
aviso informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.
Define a prioridade e a cor do evento ao ser exibido no Rastrea-
Prioridade
mento.
Duração Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para
mínima informar e pontuar o colaborador.
Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que a
Frequência ze- entrada está com o valor frequentemente zerado.
ro Os parâmetros dessa funcionalidade seguem os padrões descritos
acima.

32 ENTRADAS PULSADAS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Entradas pulsadas

Figura 54 -Menu Entradas Pulsadas

O cadastro de Entradas pulsadas permite a consulta, inclusão, edição e exclusão


das entradas pulsadas do equipamento que será inserida no CBA.

As Entradas pulsadas são utilizadas nos cadastros de perfis de entradas pulsadas


e parâmetros operacionais.

Ao efetuar o registro, é necessária a relação dos sensores pulsados (entradas pul-


sadas) que foram ligados no momento da instalação do CBA no veículo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 44 de 94


Auteq, a John Deere Company

O portal contém uma configuração padrão das entradas onde não é permitido edi-
tar ou excluir, pois é bloqueado pelo sistema. Essa disposição padrão do Guide Fleet é
utilizada na rede CAN da John Deere das colhedoras modelos CH3520, CH3522, CH570 e
CH670, e tratores da linha 7J.

Abaixo segue a lista das entradas pulsadas dos sinais capitados da rede CAN John
Deere cadastradas no GF Explorer:

 RPM Extrator primário - CAN SCH


 Volume de combustível CAN SCH
 Volume de combustível CAN TR
 RPM PTO - CAN TR

Figura 55 - Cadastro Entradas Pulsadas

Descrição dos campos

Nome Nome para identificar a entrada pulsada.


Define o tipo de informação que será registrada pela entrada. Se
Unidades de me-
não houver a unidade de medida que deverá ser utilizada então a
dida
mesma deverá ser cadastrada.
Mínimo Limite inferior que o valor de entrada poderá atingir.

Máximo Limite superior que o valor de entrada poderá atingir.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 45 de 94


Auteq, a John Deere Company

Geralmente a entrada pulsada é utilizada para monitorar o RPM do


Extrator Primário da Colhedora. Para explicar este campo será utili-
zado como exemplo o cálculo da Constante de adaptação para um
Constante sensor monitorar o Extrator Primário.
Para chegar ao valor final, deve-se multiplicar a quantidade de pás
que o extrator tem por 60 segundos (um minuto), pois é uma cons-
tante para RPM.
Quando este campo estiver ativo, o CBA só monitora a entrada se o
Motor ligado
equipamento estiver com o motor ligado.
Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que a
Fora da faixa entrada está com o valor inferior ou superior do especificado nos
campos mínimo e máximo.

Define a ação do CBA quando o evento ocorrer.


Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
Tipo de aviso
informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.
Define a ação do CBA quando o evento estiver perto de ocorrer.
Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
Tipo de pré-aviso informar ao Colaborador.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador.
Define a prioridade e a cor do evento ao ser exibido no rastreamen-
Prioridade to.
Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para
Duração mínima informar e pontuar o colaborador.
Pontuação que o colaborador recebe quando o evento ocorre por
Pontos mais tempo que a duração mínima estabelecida.
Define a duração e a ação do CBA quando for identificado que a
entrada está com o valor frequentemente zerado.
Frequência zero Os parâmetros dessa funcionalidade seguem os padrões descritos
acima.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 46 de 94


Auteq, a John Deere Company

33 PERFIS DE ENTRADAS DIGITAIS


Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Perfis de entradas digitais

Figura 56 - Menu Perfil Entradas Digitais

O cadastro de Perfil de entradas digitais é utilizado para associar as Entradas digi-


tais previamente cadastradas em sua posição física no CBA.

Desta forma, se um sensor foi instalado no equipamento e utilizado o fio reserva-


do para a entrada digital número 1, o cadastro desta entrada deve ser selecionado no
campo Entrada digital 1 deste cadastro.

Ao efetuar esse cadastro é necessária a relação dos sensores (entrada digital) que
foram ligados no momento da instalação do CBA no equipamento.

Figura 57 - Cadastro Perfis Entradas Digitais

GF Explorer – Manual do Usuário Página 47 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome que identifica o Perfil para utiliza-lo no cadastro do Perfil de


Nome
equipamento.
Entrada digital 1 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 1.

Entrada digital 2 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 2.

Entrada digital 3 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 3.

Entrada digital 4 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 4.

Entrada digital 5 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 5.

Entrada digital 6 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 6.

Entrada digital 7 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 7.

Entrada digital 8 Nome da Entrada digital instalada fisicamente no CBA na posição 8.


Nome da entrada digital utilizada para monitorar o acionamento da

marcha Ré do Equipamento.
Nome da entrada digital utilizada para monitorar o acionamento do
Chuva
para-brisa do Equipamento.
Nome da entrada digital utilizada para monitorar quando o Equipa-
Trabalho
mento está trabalhando.
Nome da Entrada digital utilizada para monitorar o acionamento do
Freio motor
Freio motor do Equipamento.
Nos campos Ré, Chuva, Trabalho e Freio motor serão exibidos somente as
Entradas digitais que foram informadas nos campos Entradas digitais de 1 a 8.

34 PERFIS DE ENTRADAS ANALÓGICAS


Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Perfil de entradas analógicas

Figura 58 - Menu Perfis Entradas Analógicas

O cadastro de Perfis de entradas analógicas é utilizado para associar as Entradas


analógicas previamente cadastradas em sua posição física no CBA.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 48 de 94


Auteq, a John Deere Company

Desta forma, se um sensor foi instalado no equipamento e utilizado o fio reserva-


do para a entrada analógica número 1, o cadastro desta entrada deve ser selecionado no
campo Entrada analógica 1 deste cadastro.

Ao efetuar esse cadastro é necessária a relação dos sensores (entradas analógi-


cas) que foram ligados no momento da instalação do CBA no equipamento.

Figura 59 - Cadastro Perfis Entradas Analógicas

Descrição dos campos

Nome que identifica o perfil para utiliza-lo no cadastro de perfil de


Nome
equipamento.
Entrada Nome da Entrada Analógica instalada fisicamente no CBA na posi-
analógica 1 ção 1.
Entrada Nome da Entrada Analógica instalada fisicamente no CBA na posi-
analógica 2 ção 2.
Entrada Nome da Entrada Analógica instalada fisicamente no CBA na posi-
analógica 3 ção 3.
Entrada Nome da Entrada Analógica instalada fisicamente no CBA na posi-
analógica 4 ção 4.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 49 de 94


Auteq, a John Deere Company

35 PERFIS DE ENTRADAS PULSADAS


Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Perfil de entradas pulsadas

Figura 60 - Menu Perfis Entradas Pulsadas

O cadastro de Perfis de entradas pulsadas é utilizado para associar as Entradas


pulsadas previamente cadastradas em sua posição física no CBA.

Desta forma, se um sensor foi instalado no equipamento e utilizado o fio reserva-


do para a entrada pulsada número 1, o cadastro desta entrada deve ser selecionado no
campo Entrada pulsada 1 deste cadastro.

Ao efetuar esse cadastro é necessária a relação dos sensores (entradas pulsadas)


que foram ligados no momento da instalação do CBA no equipamento.

Figura 61 - Cadastro Perfis Entradas Pulsadas

Descrição dos campos

Nome que identifica o perfil para utiliza-lo no cadastro de perfil de


Nome
equipamento
Nome da entrada pulsada instalada fisicamente no CBA na posição
Entrada pulsada 1
1.
Nome da entrada pulsada instalada fisicamente no CBA na posição
Entrada pulsada 2
2.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 50 de 94


Auteq, a John Deere Company

36 PARÂMETRO OPERACIONAL
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Atividades / Parâmetros operacionais

Figura 62 - Menu Parâmetro Operacional

O cadastro de Parâmetro operacional permite a consulta, inclusão, edição e exclu-


são, e o mesmo deve ser associado aos cadastros de Atividade.

Tal funcionalidade deve ser utilizada para parametrizar determinada Atividade


com configurações diferentes daquelas parametrizadas no cadastro de Perfis de equipa-
mentos, desta forma, quando for apontada no CBA alguma Atividade que utilize Parâme-
tro operacional automaticamente tais configurações serão assumidas pelo Computador
de Bordo Auteq e as parametrizações existentes no Perfil de equipamento será ignorada,
desde que as opções "Considerar parâmetros...” estejam selecionadas.

Figura 63 - Cadastro Parâmetro Operacional

GF Explorer – Manual do Usuário Página 51 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome Descrição do parâmetro operacional.


Realiza controle operacional: ao selecionar esta opção o monito-
ramento de controle operacional será habilitado.

Controle operaci- Sem movimento: tal opção determina que o equipamento deve
onal estar parado quando a Atividade associada ao Parâmetro operacio-
nal em questão estiver apontada no CBA.
Observação: Para habilitar esta funcionalidade a opção
“Realiza controle operacional” deve estar selecionada.
Tal item define o status do motor e a mesma possui as seguintes
opções:
 Indiferente
Motor  Ligado
 Desligado
Observação: Para habilitar esta funcionalidade a opção
“Realiza controle operacional” deve estar selecionada.

A seguir serão explicados os parâmetros referentes à opção Rotações do motor e


Velocidade.

36.1 Motor Ocioso


Nas opções de Motor ocioso é possível definir a duração e as ações do CBA quan-
do for identificado que o equipamento está com o motor ocioso, ou seja, veiculo parado
com o motor ligado (Velocidade = 0 e RPM > 0).

Os parâmetros configurados no Controle operacional serão utilizados pelo CBA


somente se a opção “Considerar parâmetros de motor ocioso” estiver selecionada.

Figura 64 - Parâmetro Operacional Motor Ocioso

GF Explorer – Manual do Usuário Página 52 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que está acima do


limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o Equipamento está acima do limite
Tipo de aviso
de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador que o Equipamento está acima do
limite de velocidade.

Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que está próximo de


alcançar o limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o Equipamento está próximo de al-
Tipo Pré-aviso
cançar o limite de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador que o Equipamento está próximo de
alcançar o limite de velocidade.

Prioridade Define o nível de prioridade e a cor do Evento.


Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para
Duração mínima
informar ao colaborador através de aviso ou alarme.
Pontuação que o colaborador recebe quando o equipamento estiver
Pontos acima do limite por mais tempo que a duração mínima estabeleci-
da.

36.2 Faixa Econômica

Nas opções de Faixa Econômica é possível definir a duração e as ações do CBA quando
for identificado que o equipamento está operando com rotação fora da faixa ideal de tra-
balho.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 53 de 94


Auteq, a John Deere Company

O evento fora da Faixa Econômica será identificado quando a rotação do equipamento


estiver abaixo do valor LRB ou acima do valor LRC, porém as configurações deste evento
que foram parametrizadas no Controle operacional serão utilizadas pelo CBA somente se
a opção “Considerar parâmetros de faixa econômica” estiver selecionada.

Figura 65 - Parâmetro Operacional Faixa Econômica

Descrição dos campos

Limite inferior da faixa econômica de rotação. Valores abaixo desse


Rotação inferior
limite e acima do LRA indicam que o motor está operando no limite
LRB
não econômico inferior, ou seja, está fora da faixa econômica.
Limite superior da faixa econômica de rotação. Valores abaixo des-
Rotação inferior
se limite e acima do LRB indicam que o motor está operando no
LRC
limite dentro da faixa econômica.
Considerar parâ-
metros de faixa
Ao selecionar tal opção o evento de faixa econômica também será
econômica mes-
monitorado quando o veículo estiver parado (velocidade = 0).
mo em velocidade
zero
Observação: Os campos Tipo de aviso, Tipo Pré-aviso, Prioridade, Duração mí-
nima e Pontos desta funcionalidade utilizam os mesmos conceitos explicados no
item 36.1.

36.3 Velocidade – seco


Nas opções de Velocidade – seco é possível definir o limite, duração e as ações do
CBA quando for identificado que o equipamento está em excesso de velocidade.

O CBA identifica o evento excesso de velocidade no seco quando o sensor de velo-


cidade detectar que o equipamento está acima do limite de velocidade, porém as confi-
gurações deste evento que foram parametrizadas no Controle operacional serão utiliza-
das pelo CBA somente se a opção “Considerar parâmetros da velocidade” estiver selecio-
nada.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 54 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 66 - Parâmetro Operacional Velocidade Seco

Os campos Tipo de aviso, Tipo Pré-aviso, Prioridade, Duração mínima e


Pontos desta funcionalidade utilizam os mesmos conceitos explicados no item
36.1.

36.4 Velocidade – chuva


Nas opções de Velocidade – chuva é possível definir o limite, duração e as ações
do CBA quando for identificado que o equipamento está em excesso de velocidade com
chuva.

O evento chuva é identificado através da instalação de sensor digital no limpador


de para-brisa do equipamento, desta forma, será necessário cadastrar Entrada Digital
para monitorar o evento em questão e associar a mesma ao campo “Chuva” do Perfil de
Entrada Digital utilizado pelo equipamento.

O CBA identifica o evento excesso de velocidade na chuva quando o sensor de ve-


locidade detectar que o equipamento está acima do limite de velocidade, porém as confi-
gurações deste evento que foram parametrizadas no Controle operacional serão utiliza-
das pelo CBA somente se a opção “Considerar parâmetros da velocidade” estiver selecio-
nada.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 55 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 67 - Parâmetro Operacional Velocidade Chuva

Os campos Tipo de aviso, Tipo Pré-aviso, Prioridade, Duração mínima e


Pontos desta funcionalidade utilizam os mesmos conceitos explicados no item
36.1.

36.5 Configurar entradas


Ao clicar no botão “Configurar entradas” será aberta nova tela do sistema, onde é
possível definir o limite, duração e as ações do CBA quando for identificado que no equi-
pamento eventos referentes às Entradas Digitais, Entradas Pulsadas e Entradas Analógi-
cas.

Figura 68 - Parâmetro Operacional Configurar Entradas

GF Explorer – Manual do Usuário Página 56 de 94


Auteq, a John Deere Company

Após selecionar a Entrada Digital, Entrada Pulsada ou Entrada Analógica é neces-


sário clicar no botão “Adicionar” para que a entrada em questão seja associada ao cadas-
tro de Controle operacional.

O campo “Inverte entrada” é responsável por informar se a entrada está “ativa”


quando a mesma estiver ligada ou desligada.

Os campos Tipo de aviso, Tipo Pré-aviso, Prioridade, Duração mínima e


Pontos desta funcionalidade utilizam os mesmos conceitos explicados no item
36.1.

37 ATIVIDADES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Atividades / Atividades

Figura 69 - Menu Atividades

O cadastro Atividade permite a consulta, inclusão, edição e exclusão.

As Atividades são operações produtivas ou motivos de parada dos equipamentos.


No CBA as trocas de atividades podem ser efetuadas de forma automática ou manual-
mente pelo colaborador.

A troca automática de Atividades no CBA ocorre através das informações recebi-


das da rede CAN ou dos sensores instalados no Equipamento, conforme a configuração
do Ciclo Operacional no cadastro da Aplicação.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 57 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 70 - Cadastro Atividades

Descrição dos campos

Identificador numérico da Atividade. O sistema não permite o ca-


Código
dastro de uma Atividade utilizando um código já cadastrado.
Nome Nome da Atividade que será exibida no CBA e nos relatórios.

Tipo Define se a atividade é Produtiva ou Improdutiva.

Permite o equipamento estar com o motor ligado quando essa ati-


vidade estiver apontada, a saída dessa Atividade deverá ser apon-
Permitir motor
tada manualmente pelo Colaborador.
ligado
Este campo será habilitado somente se o tipo da atividade for “IM-
PRODUTIVA”.

Lista das classificações disponíveis no sistema e é utilizada para


agrupar as atividades improdutivas nos Relatórios de Atividades em
“Distribuição dos tempos improdutivos”. Abaixo segue a lista das
Classificações disponíveis:
 Clima
 Manutenção
Classificação  Refeição
 Jornada
 Fiscalização
 Gerencial
 Outras
Este campo será habilitado somente se o tipo da atividade for “IM-
PRODUTIVA”.

Define a prioridade e a cor da atividade ao ser exibido no rastrea-


Prioridade
mento.

Lista dos Parâmetros operacionais previamente cadastrados. No


parâmetro operacional são configurados novos valores para os Li-
Parâmetro opera- mites, Aviso/Alarme e Pontuação dos Eventos Fixos e Entradas.
cional Durante a execução da Atividade o CBA utiliza esses valores em
substituição no Perfil de Equipamento e das Entradas Digitais, Ana-
lógicas e Pulsadas.

Ícone para ativi- Ícone que será utilizado nas telas de Rastreamento para identifica-
dade ção das Atividades.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 58 de 94


Auteq, a John Deere Company

38 GRUPOS DAS ATIVIDADES


Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Atividades / Grupo de atividades

Figura 71 - Menu Grupos de Atividades

O cadastro Grupo de atividades permite associar atividades em grupos que serão


utilizados na Aplicação.

No CBA estarão disponíveis para apontamento somente as Atividades contidas no


grupo que estiver associada na Aplicação informada.

Figura 72 - Cadastro Grupos de Atividades

Descrição dos campos

Nome Nome que o grupo receberá.

Atividade Selecionar as Atividades que irão pertencer ao grupo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 59 de 94


Auteq, a John Deere Company

39 APLICAÇÕES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Aplicações / Aplicações

Figura 73 - Menu Aplicações

O cadastro Aplicação permite a consulta, inclusão, edição e exclusão.

As Aplicações são perfis de trabalho dos equipamentos e são apontadas automati-


camente ou pelo colaborador no CBA.

Cada aplicação tem sua configuração de Ciclo Operacional que permite o CBA exe-
cutar a troca automática das atividades conforme parametrizado.

Ao cadastrar a aplicação o sistema associa automaticamente a unidade seleciona-


da pelo usuário após efetuar o login, não são visualizadas por outras unidades, somente
pela unidade a qual foi cadastrada.

Figura 74 - Cadastro Aplicações

GF Explorer – Manual do Usuário Página 60 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Identificador numérico da aplicação. O sistema não permite o ca-


Código dastro de uma aplicação utilizando em código já cadastrado na
mesma unidade.
Nome Nome da aplicação que será exibido no CBA.
Lista de personalidades disponíveis no sistema. As personalidades
Personalidade definem comportamento especifico da linguagem do CBA para cada
aplicação apontada.

Lista dos Grupos de atividades previamente cadastradas. Na tela


de “Configurar ciclo operacional” estarão disponíveis somente as
Grupo de ativida- Atividades contidas no Grupo de atividades associado à Aplicação.
de Durante a troca manual de Atividades no CBA, estarão disponíveis
para o Colaborador somente as Atividades contidas no Grupo de
atividades associada à Aplicação apontada no CBA.

Lista dos Grupos de locais previamente cadastrados. Na tela de


“Configurar ciclo operacional”, para os ciclos que contém local,
estarão disponíveis somente os Locais contidos no Grupo de locais
Grupo de locais associado à Aplicação.
Durante o apontamento manual dos Locais no CBA, estarão dispo-
níveis para o Colaborador somente os Locais contidos no Grupo de
locais associado à Aplicação apontada no CBA.
Lista dos Ciclos operacionais disponíveis para a Personalidade sele-
cionada. Abaixo segue alguns dos Ciclos operacionais disponíveis
para cada Personalidade:
 Caminhão Canavieiro
o Ciclo genérico
o Ciclo manual
o Com despacho
Ciclo operacional
o Sem despacho

 Trator transbordo
o Ciclo genérico
o Ciclo manual
o Com despacho
o Sem despacho
Lista dos Grupos de respostas previamente cadastrados.
Através da tela "Enviar mensagem ao colaborador" no rastreamen-
to o usuário do GF Explorer poderá enviar mensagens ao Colabo-
Grupo de respos-
rador na Frente de trabalho. Ao receber a mensagem o Colabora-
ta
dor poderá enviar uma resposta, estarão disponíveis somente as
respostas contidas no Grupo de respostas associado à Aplicação
apontada no CBA. (Funcionalidade em desenvolvimento)
Lista das configurações de GPS previamente cadastradas. O CBA
utiliza essa configuração para definir se efetua apontamento auto-
GPS
mático de locais e se envia a posição geográfica para o rastrea-
mento.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 61 de 94


Auteq, a John Deere Company

Lista dos Campos auxiliares previamente cadastrados. O Campo


Campo auxiliar auxiliar é utilizado no CBA para o Colaborador inserir informações
complementares.
Lista dos Grupos de implementos previamente cadastrados.
Grupo de imple- Durante o apontamento no CBA, estarão disponíveis para o colabo-
mentos rador somente os implementos contidos no Grupo de Implementos
associados à aplicação apontada no CBA.

Lista dos Grupos de equipes previamente cadastrados. O Colabo-


rador utiliza o apontamento de Equipe no CBA para indicar em qual
Frente de trabalho está trabalhando.
Grupo de equipes
Durante o apontamento da Equipe no CBA, estarão disponíveis
para o Colaborador somente as Equipes contidas no Grupo de
equipes associado à Aplicação apontada no CBA.

40 GRUPOS DE APLICAÇÕES
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Aplicações / Grupo de aplicações

Figura 75 - Menu Grupos de Aplicações

O cadastro Grupo de aplicações permite associar Aplicações em grupos que serão


utilizados no Equipamento.

No CBA estarão autorizados para apontamento somente as Aplicações contidas no


grupo.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 62 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 76 - Cadastro Grupos de Aplicações

Descrição dos campos

Nome Nome que o grupo receberá.

Aplicações Selecionar as Aplicações que irão compor o grupo.

41 ORDEM DE SERVIÇO
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Auxiliares / Ordem de serviço

Figura 77 - Menu Ordem de Serviço

No cadastro de Ordem de serviço é possível consultar, incluir e excluir as ordens


de serviço associadas a cada Aplicação cadastrada no sistema.

A Ordem de serviço é utilizada para monitoramento específico de trabalho do


Equipamento ou das Atividades realizadas para lançamentos nos centros de custos da
Usina.

No sistema Guide Fleet as Ordens de Serviço são cadastradas e associadas a uma


única Aplicação.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 63 de 94


Auteq, a John Deere Company

A tela de consulta de Ordem de Serviço exibe todas as Aplicações previamente


cadastradas. Ao selecionar uma Aplicação e edita-la será exibida a tela de cadastro das
Ordens de Serviço.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 78 - Cadastro Ordem de Serviço

Descrição dos campos

Aplicação Nome da aplicação que a ordem de serviço será associada.

Código Identificador numérico da ordem de serviço.

Nome Breve descrição da ordem de serviço.

42 MARCAS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipamentos / Marcas

GF Explorer – Manual do Usuário Página 64 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 79 - Menu Marcas

O cadastro de Marca permite a consulta, inclusão, edição, e exclusão.

Esse registro é a marca do Equipamento ou Implemento que será cadastrado no


portal.

Figura 80 - Cadastro Marcas

Descrição dos campos

Nome Nome da marca do Equipamento.

43 MODELOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipamentos / Modelos

Figura 81 - Menu Modelos

O cadastro de Modelo permite a consulta, inclusão, edição e exclusão.

Estes registros serão associados ao Perfil de equipamento e Perfil de implemento.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 65 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 82 - Cadastro Modelos

Descrição dos campos

Nome Nome ou descrição do modelo do equipamento.


Nome da Marca previamente cadastrada que o Modelo está associ-
Marca
ado.
Indica se o modelo possui conexão CAN. Se selecionado o CBA utili-
zará as informações disponíveis na rede CAN do equipamento.
Abaixo temos os modelos de equipamentos John Deere que utili-
zam comunicação CAN:
Conexão CAN  Perfil de Colhedora:
o Modelo 3520 / 3522
o Modelo CH570 / Modelo CH670
 Perfil de Trator:
o Modelo Serie 7j
Rotação LRA – Limite de sub-rotação. Valores abaixo deste limite indicam que o
Sub-rotação motor está operando em sub-rotação.
Rotação LRB – Limite inferior da faixa econômica de rotação. Valores abaixo desse
Faixa econômica limite e acima do LRA indicam que o motor está operando no limite
inferior não econômico inferior, ou seja, está fora da faixa econômica.
Rotação LRC - Limite superior da faixa econômica de rotação. Valores abaixo des-
Faixa econômica se limite e acima do LRB indicam que o motor está operando no
superior limite dentro da faixa econômica.
Valor do limite de rotação. Valores abaixo desse limite e acima do
Rotação LRD –
LRC indicam que o motor está operando no limite não econômico
Limite de rotação
superior. Valores acima desse limite indicam excesso de rotação.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 66 de 94


Auteq, a John Deere Company

Valor do excesso de rotação, sendo valores abaixo desse limite e


Rotação LRE –
acima do LRD indica excesso de rotação sem freio motor e valores
Freio Motor
acima desse limite indica excesso de rotação com freio motor.
Velocidade Valor da velocidade a ser considerada na identificação da banguela.

Rotação Valor de rotação a ser considerado na identificação da banguela.

Segue abaixo gráfico para ilustrar os limites de Rotação descritos acima.

Figura 83 - Gráfico de Limite RPM

44 PERFIS DE IMPLEMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Implementos / Perfil de implementos

Figura 83 - Menu Perfis de Implementos

O cadastro de Perfis de implementos permite a consulta, inclusão, edição e exclu-


são.

Este registro de Perfis de implementos é utilizado para agrupar informações que


serão associados no cadastro dos implementos que possuem as mesmas características.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 67 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 84 - Cadastro Perfis de Implementos

Descrição dos campos

Nome para identificar o Perfil para utiliza-lo no cadastro de Imple-


Nome
mento.
Tipo de im-
Tipo de implemento no sistema.
plemento
Nome da Marca previamente cadastrada que os implementos estão
Marca
associados.
Modelo de Implemento previamente cadastrado que serão associa-
Modelo
dos a este Perfil.

Carga máxima Carga máxima em quilos dos implementos.

Tara em quilos dos implementos. Esse campo é utilizado para cal-


Tara
cular o peso liquido.
Largura em metros dos Implementos associados a este Perfil. Tal
Largura informação é fundamental para cálculo da Área Trabalhada de cada
equipamento.
Comprimento Comprimento em metros dos implementos associados a este Perfil.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 68 de 94


Auteq, a John Deere Company

45 IMPLEMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Implementos / Implementos

Figura 85 - Menu Implementos

O cadastro de Implementos permite consulta, inclusão, edição e exclusão.

Implemento agrícola ou alfaia agrícola é um equipamento mecânico que, acoplado


a um equipamento, desempenha funções na agricultura, como arado, grade, plantadeira,
colheitadeira, pulverizador e raspadora ou niveladora.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 86 - Cadastro Implementos


Descrição dos campos

Código Identificador numérico do implemento.

Nome Nome do implemento.


Perfil do imple-
Selecionar o perfil do implemento que já este cadastro.
mento
Departamento Selecionar qual departamento irá utilizar este implemento.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 69 de 94


Auteq, a John Deere Company

46 GRUPOS DE IMPLEMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Implementos / Grupo de implementos

Figura 87 - Menu Grupos de Implementos

O cadastro Grupos de implementos permite associar Implementos em grupos.

No CBA estarão disponíveis para apontamento somente os Implementos contidos


no grupo que estiver associada na Aplicação informada.

As informações contidas nesse cadastro não poderão ser visualizadas por outras
unidades, mas serão associadas automaticamente na unidade na qual o usuário efetuou
cadastro.

Figura 88 - Cadastro Grupos de Implementos


Descrição dos campos

Nome Nome identificador do Grupo.

Implementos Selecionar os Implementos que irão pertencer ao grupo.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 70 de 94


Auteq, a John Deere Company

47 CONFIGURAÇÃO OPERACIONAL
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Entradas / Configuração operacional

Figura 89 - Menu Configuração Operacional

O cadastro de Configuração operacional permite a consulta, inclusão, edição e ex-


clusão.

Este registro estabelece algumas configurações especificas para cada tipo de


equipamento, podendo definir o funcionamento e como o equipamento deve reagir diante
das situações apresentadas nesta tela de cadastro.

Figura 90 - Cadastro Configuração Operacional

GF Explorer – Manual do Usuário Página 71 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos


Nome Nome que a configuração receberá
Bloquei tecla- Para que não ocorra distração ao colaborador, o teclado será blo-
do quando ve- queado quando o equipamento estiver em deslocamento, ou seja,
locidade >0 quando a velocidade for maior que 0 (zero).
Para evitar que haja acidente ou distrações ao colaborador, por
Bloqueia ata-
medida de segurança quando selecionada esta opção as teclas de
lho
atalhos do CBA (numeradas de 1 a 8) serão bloqueadas.
Esta opção possibilita a economia de energia, o CBA possui um
Temporizador contador interno quando o colaborador fica determinado tempo
do display sem mexer no Computador de Bordo Auteq é desligada a tela (dis-
play).

Caso o equipamento esteja ligado sem o apontamento de um cola-


Alarme se o
borador no CBA será apresentada uma mensagem no display de
motor ligar
“Erro Operacional” e será emitido um alerta/alarme sonoro de
sem motorista
acordo com a configuração estabelecida.

Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que está acima do


limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o Equipamento está acima do limite
Tipo de aviso
de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador que o Equipamento está acima do
limite de velocidade.

Nenhum: O CBA não informa ao Colaborador que está próximo de


alcançar o limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite alerta sonoros curtos e aviso no display para
informar ao Colaborador que o Equipamento está próximo de al-
Tipo pré-aviso
cançar o limite de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarmes sonoros longos e aviso no display
para informar ao Colaborador que o Equipamento está próximo de
alcançar o limite de velocidade.
Define o nível de prioridade e a cor do evento Erro Operacional pa-
Prioridade
ra apresentação no rastreamento.
Duração mí- Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para
nima informar ao colaborador através de um aviso de alarme.
Pontuação que o colaborador recebe quando o evento ocorre por
Pontos
mais tempo que a duração mínima estabelecida.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 72 de 94


Auteq, a John Deere Company

48 PERFIS DE EQUIPAMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipamento / Perfil de equipamento

Figura 91 - Menu Perfis de Equipamentos

O cadastro de Perfil de equipamento é utilizado para agrupar informações que se-


rão utilizadas nos registros de equipamentos que possuem as mesmas características.

Ao selecionar um Modelo que utiliza entradas CAN, os campos de Perfil de Entra-


das Digital, Analógica e Pulsada serão desabilitados e preenchidos automaticamente pelo
sistema com os Perfis das Entradas relacionadas ao tipo de CAN utilizado pelo Veículo.

Na tela de cadastro também são configurados os Limites, Aviso/Alarme e Pontua-


ção para os Eventos Fixos que poderão ocorrer durante a operação dos Equipamentos.

Figura 92 - Cadastro Perfis de Equipamentos


GF Explorer – Manual do Usuário Página 73 de 94
Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Nome para identificar o Perfil para utiliza-lo no cadastro de equi-


Nome do perfil
pamento.
Modelo dos equipamentos previamente cadastrados que serão as-
Modelo
sociadas a este perfil.
Nome do Perfil de entrada pulsada previamente cadastrado que
Perfil entrada
contém as entradas utilizadas pelos equipamentos que serão asso-
pulsada
ciados ao perfil.
Nome do Perfil de entrada Analógica previamente cadastrado que
Perfil entrada
contém as entradas utilizadas pelos equipamentos que serão asso-
analógica
ciados ao perfil.
Nome do Perfil de entrada digital previamente cadastrado que con-
Perfil entrada di-
tém as entradas utilizadas pelos equipamentos que serão associa-
gital
dos ao perfil.
Nome da Configuração operacional previamente cadastrada que
Configuração
será utilizada pelos equipamentos que serão associados a este per-
operacional
fil.
Tipo do equipa- Tipo de equipamento utilizado no sistema. Todos os equipamentos
mento associados a este perfil deverão ser do Tipo selecionado.
Largura em metros dos Equipamentos associados a este Perfil. Tal
Largura do equi-
informação é fundamental para cálculo da Área Trabalhada, caso o
pamento
equipamento em questão não utilize implemento.
Ícone do equipa- Ícone que será utilizada nas telas de rastreamento para identifica-
mento ção dos equipamentos que serão associados a este Perfil.

Abaixo alguns esclarecimentos para o preenchimento dos Filtros de Eventos seja


realizado.
Define a ação do CBA quando o equipamento estiver acima do limi-
te de velocidade estabelecido.
Nenhum: O CBA não informar ao colaborador que está acima do
limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite um alerta sonoro curto e aviso no display pa-
Tipo de aviso
ra informar ao colaborador que o equipamento está acima do limite
de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarme sonoro longo e aviso no display para
informar ao colaborador que o equipamento está acima do limite de
velocidade.

Define a ação do CBA quando o equipamento estiver próximo de


alcançar o limite de velocidade estabelecido.
Nenhum: O CBA não informa ao colaborador que está próximo de
alcançar o limite de velocidade.
Alerta: O CBA emite alerta sonoro curto e aviso no display para
Tipo de pré-aviso
informar ao Colaborador que o equipamento está próximo de alcan-
çar o limite de velocidade.
Alarme: O CBA emite alarme sonoro longo e aviso no display para
informar ao colaborador que o equipamento está próximo de alcan-
çar o limite.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 74 de 94


Auteq, a John Deere Company

Define a prioridade e a cor dos eventos ao serem exibidos no ras-


Prioridade
treamento.

Define o tempo em segundos de tolerância que o CBA aguarda para


Duração mínima
informar ao colaborador através de aviso ou alarme.
Pontuação que o colaborador recebe quando o equipamento estiver
Pontos acima do limite de velocidade por mais tempo que a duração míni-
ma estabelecida.
Limite de veloci- Limite de velocidade em Km/h que o Equipamento não deverá ul-
dade trapassar.
Limite de velocidade em Km/h que define que o Equipamento está
Limite de pré-
próximo de alcançar o limite de velocidade. O valor informado nes-
aviso
te campo deverá ser menor que o valor de Limite de velocidade.

48.1 Sensor Primário


Define qual sensor será utilizado pelo CBA para registrar a velocidade dos Equi-
pamentos associados a este Perfil.

GPS Interno: Será utilizado o GPS interno do CBA para registrar a velocidade do
equipamento.

Sensor Externo: Será utilizado um sensor externo ligado na roda ou no tacógra-


fo do equipamento para registrar a velocidade.

GPS CAN: Serão utilizadas informações do GPS enviadas pela rede CAN do equi-
pamento par registrar a velocidade.

Roda CAN: Serão utilizadas informações do sensor da Roda enviadas pela rede
CAN do Equipamento para registrar a velocidade.

Figura 93 - Sensor Primário

48.2 Com Externa


Define se a conexão externa do CBA será utilizada ou não para conectar as Tag
PLC de identificação dos Reboques.

Figura 94 - COM Externa

GF Explorer – Manual do Usuário Página 75 de 94


Auteq, a John Deere Company

48.3 Velocidade Seco


Define o limite, duração e as ações do CBA quando for identificado que o equipa-
mento está em excesso de velocidade.

O CBA identifica o evento Excesso de velocidade no seco quando o sensor de velo-


cidade detectar que o equipamento está acima do limite de velocidade.

Figura 95 - Velocidade Seco

48.4 Velocidade Chuva


Define o limite, duração e as ações do CBA quando for identificado que o equipa-
mento está em excesso de velocidade com chuva.

O CBA identifica o evento excesso de velocidade na chuva quando o sensor de ve-


locidade detectar que o equipamento está acima do limite de velocidade.

O evento chuva é identificado através da instalação de sensor digital no limpador


de para-brisa do equipamento, desta forma, será necessário cadastrar Entrada Digital
para monitorar o evento em questão e associar a mesma ao campo “Chuva” do Perfil de
Entrada Digital utilizado pelo equipamento.

Figura 96 - Velocidade Chuva

GF Explorer – Manual do Usuário Página 76 de 94


Auteq, a John Deere Company

48.5 Patinação
Define a porcentagem limite e as ações do CBA quando for identificado que o
Equipamento está patinando.

Para utilizar este evento, é necessário que seja utilizado no equipamento dois
sensores de velocidade, sendo um por GPS e outro na roda ou no tacógrafo.

O CBA identifica o evento da Patinação do Equipamento quando o sensor de velo-


cidade da roda estiver acima do limite estipulado de diferença para o outro sensor. Por
exemplo: Se for estipulado que o limite é 5% e o sensor GPS estiver detectando uma
velocidade de 10 Km/h, o Computador de Bordo só emitirá alarme para Patinação caso o
sensor da roda estiver com uma velocidade acima de 5% do que a velocidade medida
pelo GPS. Neste exemplo o alarme será acionado com 10,6Km/h.

Figura 97 - Patinação

48.6 Sub-Rotação
Define a duração e as ações do CBA quando identificado que o Equipamento está
operando em Sub-Rotação.

O CBA identifica o evento Sub-rotação quando a rotação do Equipamento estiver


abaixo do valor LRA informado no cadastro de Modelo.

Figura 98 - Sub-Rotação

GF Explorer – Manual do Usuário Página 77 de 94


Auteq, a John Deere Company

48.7 Faixa Econômica


Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que o Equipamento
está sendo operado com rotação fora da Faixa Econômica de RPM.

O CBA identifica o evento fora da faixa econômica de RPM, quando a rotação esti-
ver abaixo do valor LRB ou acima do valor LRC informado no cadastro de Modelo.

Figura 99 - Faixa Econômica

48.8 Excesso de RPM


Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que o Equipamento
está sendo operado com excesso rotação.

O CBA identifica o evento Excesso de RPM quando a rotação está acima do limite
LRD ou caso seja instalado um sensor no freio motor e o mesmo estiver devidamente
configurado no perfil do equipamento e das entradas digitais, quando acionado, o exces-
so de rotação será acionado quando estiver acima do limite LRE. Os limites LRD e LRE
são informados no cadastro de Modelo.

Figura 100 - Excesso de RPM

GF Explorer – Manual do Usuário Página 78 de 94


Auteq, a John Deere Company

48.9 Motor Ocioso


Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que o equipamento
está com o motor ocioso, ou seja, veiculo parado com o motor ligado (Velocidade = 0 e
RPM > 0).

O Computador de Bordo Auteq só emitirá o alarme deste evento quando o veículo


ultrapassar o tempo estipulado na duração mínima.

Figura 101 - Motor Ocioso

48.10 Banguela
Define a duração e as ações do CBA quando for identificado que o Equipamento
está sendo operado na Banguela.

O termo Banguela é conhecido popularmente como conduzir um veículo desen-


grenado de sua transmissão, isolado da potência do motor.

O CBA identifica o evento Banguela quando o sensor de velocidade detecta que o


Equipamento está em uma velocidade maior do que a Velocidade de Banguela e Rotação
abaixo da Rotação de Banguela. A Velocidade de Banguela e a Rotação de Banguela são
informadas no cadastro de Modelo.

Figura 102 - Banguela

GF Explorer – Manual do Usuário Página 79 de 94


Auteq, a John Deere Company

49 EQUIPAMENTOS
Para acessar a funcionalidade utilize o seguinte menu:
Cadastros / Equipamento / Equipamentos

Figura 103 - Menu Equipamentos

O cadastro de Equipamentos permite a consulta, inclusão, edição e exclusão.

Os equipamentos cadastrados são associados automaticamente à unidade selecio-


nada pelo usuário após efetuar o Login, essas informações não serão visualizadas quando
estiver acessando os cadastros de outra unidade.

Figura 104 - Cadastro Equipamentos

GF Explorer – Manual do Usuário Página 80 de 94


Auteq, a John Deere Company

Descrição dos campos

Identificador numérico do equipamento. O sistema não permite o


Código cadastro de um código já cadastrado, mesmo que seja para outra
unidade.
Placa Informar a placa do equipamento.

Nome Nome para identificação do cadastro.

Número do chassi Informar a numeração do chassi do equipamento.

Ano de fabricação Informar o ano de fabricação do equipamento.


Tara em quilos do equipamento, esse campo é utilizado para calcu-
Tara
lar o peso do liquido.
Informar se o equipamento é alugado, terceirizado ou próprio da
Tipo usina. Os relatórios disponíveis no GF Explorer poderão ser filtrados
por cada um desses tipos.
Nome do Perfil do equipamento previamente cadastrado. No perfil
Perfil do equipa-
são configurados diversos parâmetros que serão utilizados no equi-
mento
pamento.
Nome do Grupo de aplicação previamente cadastrado que contem a
Grupo aplicação lista das aplicações que podem ser apontada no CBA do equipa-
mento.
Nome da Aplicação que será utilizada por padrão pelo CBA quando
não for apontada nenhuma aplicação. Neste campo será exibida a
Aplicação padrão
lista das aplicações contidas no grupo de aplicações anteriormente
selecionado.
Nome do departamento previamente cadastrado que o equipamen-
Departamento
to estará associado.
Lista de habilidade disponível no portal que os colaboradores deve-
Habilidade
rão ter para operar o equipamento.
Seleção dos colaboradores com permissão para operar o equipa-
mento.
Folguista: filtra todos os colaboradores cadastrados como folguis-
ta.
Tipo de colaborador
 Todos: Exibe todos os colaboradores.
 Nenhum: Exibe todos os colaboradores cadastrados com o
tipo ”Nenhum”.
 Operador: Exibe todos os colaboradores cadastrados com o
tipo ”Operador”.
Colaboradores
 Assistente: Exibe todos os colaboradores cadastrados com
o tipo ”Assistente”.
Tipo de permissão
 Todos: Exibe todos colaboradores.
 Nenhum: Exibe todos os colaboradores cadastrados com o
tipo de permissão ”Nenhum”.
 Intermediário: Exibe todos os colaboradores cadastrados
com o tipo de permissão ”Intermediário”.
 Supervisor: Exibe todos os colaboradores cadastrados com
o tipo de permissão ”Supervisor”.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 81 de 94


Auteq, a John Deere Company

Seleção dos grupos de colaboradores com permissão para operar o


Grupo de colabo-
equipamento. Todos os colaboradores contidos nos grupos selecio-
radores
nados serão habilitados para operar o equipamento.

50 GERAR CONFIGURAÇÃO
Para acessar funcionalidade utilize o seguinte menu:
Sistema / Gerar Configuração

Figura 105 - Menu Gerar Configuração


Depois de serem configurados todos os cadastros explicados anteriormente, de-
vem ser passados para uma linguagem reconhecida pelos CBAs. Este termo e conhecido
no GF Explorer como Gerar configuração.

Ao clicar no botão “Geração Completa” é gerada uma configuração completa em


arquivos de todos os cadastros efetuados. Ao concluir essa ação é exibida a mensagem
“Sucesso ao gerar configuração” e será apresentada a data da última vez em que esta
ação foi efetuada.

O botão “Agendar” irá gerar uma nova configuração completa excluindo a anteri-
or, e este ícone está associado ao parâmetro “Gerar arquivos a cada” podendo estabele-
cer um intervalo para nova geração dos arquivos de configurações.

O botão “Download” só será habilitado depois que gerar uma configuração.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 82 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 106 - Tela Gerar Configuração

51 GFcomPC
O GFcomPC é um software que realiza a comunicação entre o computador e o
CBA. Com ele é possível encaminhar os arquivos de configuração, e realizar a coleta dos
arquivos de registros e rastreamento.

A primeira configuração de um CBA, recém-adquirido ou formatado precisa ser re-


alizada através do “Cabo de Comunicação Serial”.

Figura 107 - Tela de Configuração do GFcomPC

Após configuração dos parâmetros, conforme imagem acima, será necessário cli-
car no botão “OK”, localizado no canto superior direito, para iniciar o processo de envio
dos arquivos de configuração ao CBA. Em seguida será apresentada a tela conforme ima-
gem a seguir:

GF Explorer – Manual do Usuário Página 83 de 94


Auteq, a John Deere Company

Figura 108 - Tela de Sincronização do GFcomPC

O envio das configurações será dividas em duas partes.

Para que possa ser enviada a primeira parte deve-se clicar no botão “Sincronizar”
da tela acima e serão enviados os arquivos básicos de configuração (WLAN, GPS, GPRS e
afins). Estes arquivos serão encaminhados para o CBA somente quando este equipamen-
to estiver formatado e tal configuração é realizada somente via Cabo Serial de Comuni-
cação.

Para encaminhar o restante das configurações, feche o GFcomPC e abra-o nova-


mente (lembrando que os ajustes feitos na tela de Opções serão mantidos), clique no
botão “OK” e na sequência aperte novamente o botão “Sincronizar”. Antes de realizar
este procedimento, certifique-se que o CBA já foi reiniciado e está apresentando a tela
inicial. Os arquivos enviados neste processo serão os de Aplicação, Colaboradores, Ativi-
dades, Locais, entre outros.

Quando um CBA já estiver configurado e for necessário atualizar algum cadastro,


basta realizar sincronismo uma única vez com o equipamento.

51.1 Coleta de registros


Depois que o CBA foi configurado, e está instalado no veículo, ele já passa a regis-
trar todas as atividades, eventos e apontamentos ocorridos. Estas informações são regis-
tradas em arquivos de Registros Operacionais, alocados na memória do Computador de
Bordo.
O processo de coleta destes arquivos com o GFcomPC pode ocorrer de duas ma-
neiras:
 Cabo Serial de Comunicação: Tal processo é realizado seguindo os mesmos
procedimentos explicados no tópico anterior.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 84 de 94


Auteq, a John Deere Company

 WiFi: Para coletar os registros e atualizar as configurações do equipamento via


Wifi (WLAN), é necessário utilizar um Access Point que deve ser instalado no Pos-
to de Leitura para que esse processo ocorra corretamente.
Também é possível coletar estes dados caso toda a área de trabalho dos veículos
estiver com cobertura WiFi.
Para mais informações das configurações do GFcomPC, e as opções de coleta de
registros citadas acima consulte o manual ou em caso de dúvidas entre a equipe de Su-
porte ao Produto Auteq através do e-mail suporte@auteq.com.br ou pelo telefone +55 11
2107 1888 (opção 7) ou caso tenha acesso ao GLPI, basta abrir um chamado.

Além do GFcomPC, também é possível coletar os dados via sinal de internet GPRS,
porém para utilização de tal recurso é necessário que o equipamento esteja localizado
em área de cobertura GPRS. Para que ocorra a coleta de registros e atualização das con-
figurações o CBA precisa estar com sinal mínimo de 20 (visualizado na tela do próprio
Computador de Bordo: tecla Menu / GPRS).

O processo de comunicação GPRS envia as informações em duas etapas: pacotes


de rastreamento e registros operacionais.
 Os pacotes de rastreamento são enviados quando é registrado qualquer
evento no CBA, quando atinge o valor estabelecido para Distância percorri-
da ou do ângulo.
 Os registros operacionais são enviados quando o arquivo completar 32
KBytes.

52 Relatórios
Os dados registrados do Computador de Bordo Auteq modelos 3100, 3200,
3200PLM, após coletados e processados serão visualizados através de relatórios dinâmi-
cos dentro do GF Explorer que utiliza o conceito BI (Business Intelligence).

O layout dos relatórios do portal possui as seguintes características:


 Apresenta um painel com 13 abas, onde cada um possui dois ou mais rela-
tórios;
 Contém a opção “Drill Down” que se trata do detalhamento das informa-
ções apresentadas em alguns gráficos;
 Possui a opção de filtros de períodos, equipamento, frente, entre outros,
que são mostrados de acordo com os dados apresentados em cada gráfico;
 Possibilidade de exportação de todos os relatórios no formato PDF ou XLSX
(Microsoft Office Excel).

GF Explorer – Manual do Usuário Página 85 de 94


Auteq, a John Deere Company

Para acessar o modulo de relatório, clique no ícone “Relatórios” que se encontra


página inicial como mostra na imagem abaixo.

Figura 109 - Apresentação do ícone "Relatório"

Ao clicar no ícone será aberto um pop-up com todos os relatórios.

Observação: É fundamental que a função de pop-up esteja habilitada no nave-


gador utilizado para acessar o sistema, caso contrário os relatórios não serão
exibidos.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 86 de 94


Auteq, a John Deere Company

A imagem abaixo está ilustrando um dos relatórios apresentados no sistema, o relatório


de KPI Colhedoras.

Figura 110 - Página de Relatórios


Abaixo serão listados todos os relatórios presentes em cada aba deste painel.

52.1 Leitura de CBA


 Leitura de CBA
 Leitura de CBA (Consolidado)

52.2 Apontamentos
 Estatísticas de causa fim de registro (Consolidado)
 Estatísticas de causa fim de registro (por tipo de equipamento)

52.3 Atividades - Visão Geral


 Tempos por tipo atividade (Consolidado). Este relatório possui “Drill Down”
para os seguintes relatórios:
o Evolução dos tempos por tipo atividade (Consolidado)
o Gráfico circular – tempos das atividades por tipos de equipamento
o Ranking de colaboradores por tipo atividade
o Tempos por atividade improdutiva
o Tempos por atividade produtiva

 Tempos por tipo atividade por tipo de equipamento (Consolidado). Este re-
latório possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Evolução dos tempos por tipo atividade (Consolidado)
o Gráfico circular – tempos das atividades por tipos de equipamento
o Ranking de colaboradores por tipo atividade e equipamento
o Tempos por atividade improdutiva
o Tempos por atividade produtiva
o Tempos por tipo atividade por equipamento

GF Explorer – Manual do Usuário Página 87 de 94


Auteq, a John Deere Company

 Distribuição dos tempos improdutivos (Consolidado)


 Distribuição dos tempos improdutivos por tipo de equipamento (Consolida-
do)

52.4 Atividades - Visão por frentes


 Tempos por tipo atividade por frente (Consolidado). Este relatório possui
“Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Evolução dos tempos por tipo atividade (Consolidado)
o Gráfico circular – tempos das atividades por tipos de equipamento
o Ranking de colaboradores por tipo atividade e equipamento
o Tempos por atividade improdutiva
o Tempos por atividade produtiva

 Tempos por tipo atividade por tipo de equipamento por frente (Consolida-
do)
 Distribuição dos tempos improdutivos por frente (Consolidado)

52.5 Excessos de Velocidade


 Excesso de velocidade – consolidado por tipo equipamento. Este relatório
possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Excesso de velocidade – detalhe por atividade
o Excesso de velocidade – detalhe por equipamento
o Excesso de velocidade – detalhe por tipo de atividade
o Excesso de velocidade – evolução por tipo equipamento
o Excesso de velocidade – ranking dos colaboradores

 Excesso de velocidade – comparativo entre tipos equipamento por frente


 Excesso de velocidade – comparativo entre frentes por tipo equipamento

52.6 Excesso de Rotação


 Excesso de rotação – consolidado por tipo equipamento. Este relatório pos-
sui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Excesso de rotação – detalhe por atividade
o Excesso de rotação – detalhe por equipamento
o Excesso de rotação – detalhe por tipo de atividade
o Excesso de rotação – evolução por tipo equipamento
o Excesso de rotação – ranking dos colaboradores

 Excesso de rotação – comparativo entre tipos equipamento por frente


 Excesso de rotação – comparativo entre frentes por tipo equipamento

52.7 Motor Ocioso


 Motor ocioso – consolidado por tipo equipamento. Este relatório possui
“Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Motor Ocioso – detalhe por atividade
o Motor Ocioso – detalhe por equipamento
o Motor Ocioso – detalhe por tipo de atividade
o Motor Ocioso – evolução por tipo equipamento
o Motor Ocioso – ranking dos colaboradores

 Motor ocioso – comparativo entre tipos equipamento por frente


 Motor ocioso – comparativo entre frentes por tipo equipamento

GF Explorer – Manual do Usuário Página 88 de 94


Auteq, a John Deere Company

52.8 24 horas
 24 horas – tempos por tipo atividade por tipo equipamento (Consolidado).
Este relatório possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Gráfico circular – tempos das atividades por tipos de equipamento
o Ranking de colaboradores por tipo atividade e equipamento
o Tempos por atividade improdutiva
o Tempos por atividade produtiva
o Tempos por tipo atividade por equipamento

 24 horas – tempos por tipo atividade por frente (Consolidado). Este relató-
rio possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Gráfico circular – tempos das atividades por tipos de equipamento
o Ranking de colaboradores por tipo atividade e equipamento
o Tempos por atividade improdutiva
o Tempos por atividade produtiva

 24 horas – distribuição dos tempos improdutivos por classe da atividade.


Este relatório possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Distribuição dos tempos improdutivos por classe de atividade
o Tempos por atividade improdutiva

 24 horas – principais eventos. Este relatório possui “Drill Down” para os


seguintes relatórios:
o 24 horas – principais eventos por colaborador
o 24 horas – principais eventos por equipamento
o 24 horas – principais eventos por frente

GF Explorer – Manual do Usuário Página 89 de 94


Auteq, a John Deere Company

52.9 KPI Colhedoras


 KPI Colhedoras (Consolidado)
 KPI Colhedoras (por frente). Este relatório possui “Drill Down” para os se-
guintes relatórios:
o Evolução do KPI Colhedoras (por frente)
o KPI Colhedoras – Ranking Colaboradores

 KPI Colhedoras (por equipamento). Este relatório possui “Drill Down” para
os seguintes relatórios:
o Evolução do KPI Colhedoras (por equipamento)
o KPI Colhedoras – Ranking Colaboradores (por equipamento)

52.10 Horas trabalhadas


 KPI – Horas trabalhadas (Consolidado)
 Horas trabalhadas por tipo equipamento (Consolidado). Este relatório pos-
sui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Evolução das horas trabalhadas por tipo equipamento
o Horas trabalhadas por colaborador
o Horas trabalhadas por equipamento
o Horas trabalhadas por frente
o Ranking de horas trabalhadas por colaborador

52.11 Distância e área trabalhada


 Distancia trabalhada por tipo equipamento (Consolidado). Este relatório
possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Distancia trabalhada por colaborador
o Distancia trabalhada por equipamento
o Distancia trabalhada por frente
o Evolução das distâncias percorridas por tipo de equipamento
o Ranking de distância percorrida por colaborador

 Área trabalhada por tipo equipamento (Consolidado). Este relatório possui


“Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Evolução das áreas trabalhadas por tipo de equipamento
o Ranking de área trabalhada por colaborador
o Área trabalhada por colaborador
o Área trabalhada por equipamento
o Área trabalhada por frente

52.12 Disponibilidade mecânica


 Disponibilidade mecânica geral da frota por tipo equipamento. Este relató-
rio possui “Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Disponibilidade mecânica por equipamento
o Evolução da disponibilidade mecânica por tipo equipamento

 Disponibilidade mecânica geral da frota por frente. Este relatório possui o


“Drill Down” para os seguintes relatórios:
o Disponibilidade mecânica por equipamento
o Evolução da disponibilidade mecânica por frente

 Atividade de manutenção geral da frota

52.13 Entradas e eventos fixos


 Resumo da Entrada Analógica

GF Explorer – Manual do Usuário Página 90 de 94


Auteq, a John Deere Company

 Resumo da Entrada Digital


 Resumo da Entrada Pulsada
 Resumo do Evento Fixo
 Entradas Analógicas por equipamento
 Entradas Digitais por equipamento
 Entradas Pulsadas por equipamento
 Eventos Fixos por equipamento

53 Rastreamento
O módulo de rastreamento é responsável por receber e enviar informações para o
computador de bordo, tais como dados de rastreamento, registros operacionais e men-
sagens de texto.

O CBA se conecta com o servidor que utiliza o protocolo de comunicação TCP/IP


através da operadora prestadora de serviço de trafego de dados (GPRS).

Os dados que são apresentados do equipamento nos rastreamentos são: status,


eventos, ultima comunicação, código do equipamento, aplicação, atividade, local, entre
outras. É possível restringir as informações apresentadas nas telas de rastreamento utili-
zando a funcionalidade “Filtro”.

Figura 111 - Filtro do Rastreamento

O rastreamento dos equipamentos pode ser acompanhado de três formas diferen-


tes: Tabela, Ícone e/ou Mapa.

Serão apresentadas a seguir ilustrações referentes aos modos de rastreamento.

Figura 112 - Apresentação da tela de "Rastreamento"

GF Explorer – Manual do Usuário Página 91 de 94


Auteq, a John Deere Company

53.1 Rastreamento por Tabela


Neste modelo de visualização as informações dos equipamentos são apresentadas
em forma de tabela e é possível determinar quais informações serão apresentadas na
tela através da opção “Colunas”.

Ao utilizar a opção “Ordenar” é possível determinar os campos para ordenação


das informações apresentadas na tela em questão.

Para encaminhar mensagens ao Computador de Bordo para serem visualizadas


pelo operador é necessário clicar no ícone envelope ( ) referente ao equipamento em
questão.

Figura 113 - Rastreamento Tabela

GF Explorer – Manual do Usuário Página 92 de 94


Auteq, a John Deere Company

53.2 Rastreamento por Mapa


Modelo onde é possível visualizar os equipamentos diretamente no mapa, neste
modo ao clicar no ícone do equipamento será apresentada tela auxiliar para visualizar o
status do equipamento, talhão onde o mesmo está trabalhando, encaminhar mensagens
ao Computador de Bordo para ser visualizada pelo operador e realizar pesquisa do rastro
realizado pelo equipamento com a velocidade máxima registrada em cada ponto.

Figura 114 - Rastreamento Mapa

Observação: Devido ao volume de informações existe limitação no pesquisa de


rastro dos equipamentos, desta forma, serão apresentados somente 1000 (mil)
pontos de rastreamento existentes dentro do período selecionado.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 93 de 94


Auteq, a John Deere Company

53.3 Rastreamento por Ícone


Neste modo as informações dos equipamentos serão visualizadas através de íco-
nes, no mesmo é possível visualizar qual o status dos equipamentos, quais os eventos
ativos e encaminhar mensagens ao Computador de Bordo para ser visualizada pelo ope-
rador.

Figura 115 - Rastreamento ícone

54 Suporte ao Produto Auteq


Qualquer duvida sobre as informações descritas neste documento deve ser enca-
minhada a equipe de Suporte ao Produto Auteq através do e-mail suporte@auteq.com.br
ou pelo telefone +55 11 2107 1888 (opção 7) ou caso tenha acesso ao GLPI, basta abrir
um chamado.

GF Explorer – Manual do Usuário Página 94 de 94

Você também pode gostar