Você está na página 1de 35

LÍNGUA PORTUGUESA

Professor William Assis


Aula 03
Prolixidade

- Que fala ou escreve usando mais


palavras do que o necessário.

- Que se perde em explicações


insignificantes.

- Que não consegue resumir uma ideia nem


encurtar um pensamento.
A tendência desse tipo de produção é
abusar da escrita, da prorrogação
desnecessária do discurso; é abusar de
argumentos e de palavras.
Na elaboração do texto jurídico, ao lado do
cuidado com as regras
gramaticais, há que se atentar para as
características necessárias ao estilo
empregado, visando sempre à finalidade
maior, que é a prefeita comunicação entre
aquele que escreve e aquele que lê.
“Desvestido de supedâneo jurídico válido o
pedido feito.”

“O pedido não tem amparo legal.”


Ressalte-se que nem toda peça longa é prolixa ou
repetitiva. A grande qualidade da concisão do
texto revela-se quando tudo foi dito e
explicado de uma maneira fácil e fluente, no
menor espaço a isso necessário.
O Supremo Tribunal Federal assentou lápide
mortuária sobre a questão, entendendo não ter
sentido falar em recolhimento do PIS atual pela
nulidade do feito a partir da ausência de intimação
da r. sentença monocrática, devendo os autos serem
baixados à vara de origem para sanação de eventual
alegação futura de nulidade processual, devolvendo-
se às partes novo prazo recursal, concedendo-se a
oportunidade ao MPF em 1º grau, caso entenda
necessário, a interposição de recurso...
O Supremo Tribunal Federal decidiu sobre a questão
apresentada, entendendo pela nulidade do feito a partir
da ausência de intimação da r. sentença monocrática:
os autos devem ser baixados à vara de origem para
saneamento, evitando-se eventual alegação futura de
nulidade processual; o prazo recursal deve ser
devolvido às partes e, ainda, conceder-se ao MPF, em 1º
grau, a oportunidade de interposição de recurso, caso
este entenda necessário.
CONSTRUÇÃO DO TEXTO
- Impessoalidade
- Uso da norma-padrão da linguagem
- Clareza
- Concisão
- Formalidade
- Uniformidade
Em um processo comunicativo, existem, no mínimo,
seis elementos envolvidos:

- Emissor (quem emite a mensagem)


- Receptor (a quem a mensagem é direcionada)
- Mensagem (o que é comunicado)
- Canal (meio físico pelo qual a mensagem é enviada)
- Código (grupo de sinais, linguagem utilizada para
enviar a mensagem)
- Referente (assunto sobre o qual versa a mensagem)
Lei Complementar 95/1998 | Artigo 11:

- Usar as palavras e as expressões em seu sentido


comum, salvo quando a norma versar sobre assunto
técnico, hipótese em que se empregará a
nomenclatura própria da área em que se esteja
legislando.

- Construir as orações na ordem direta, evitando


preciosismo, neologismo e adjetivações dispensáveis.

- Articular a linguagem, técnica ou comum, de modo


a ensejar perfeita compreensão do objetivo da lei.
ORDEM DIRETA

SUJEITO + VERBO + COMPLEMENTO (OBJETO


DIRETO OU INDIRETO)

Os alunos estudaram sobre Direito do


Trabalho.
ORDEM INDIRETA:

Há a inversão de um ou mais termos:

Desde o início do julgamento, o réu estava


disposto a assumir a culpa.

O réu estava disposto a assumir a culpa desde


o início do julgamento.
CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO
Parágrafo é um grupo de frases que,
relacionadas umas às
outras e tomadas em seu conjunto, formam
um todo com coerência, unidade e
consistência.
A organização básica de um parágrafo se dá
em torno de uma ideia-núcleo e outras
secundárias.
Tópico Frasal

Consiste em um período ou dois iniciais que


expressam, de maneira
geral e sucinta, a ideia-núcleo do parágrafo. O
tópico frasal orienta e governa o resto
do parágrafo.
Desenvolvimento

É formado por períodos secundários,


periféricos, que
constituem explicações, detalhes ou
desenvolvimento da ideia-núcleo.
Transição

Constitui-se de palavras ou frases que ajudam a


conectar as ideias
secundárias com a principal, as ideias
secundárias entre si, ou ainda estabelecer
uma ponte entre um parágrafo e outro.
Conclusão

Fechamento do parágrafo.
Quando há mudança de parágrafo?

- Quando se inicia uma nova ideia ou quando se muda o


foco do discurso.

- Quando surge um novo questionamento, uma


retificação do argumento, uma refutação.

- Quando a forma da escrita apresenta uma variação,


por vezes para provocar algum impacto na leitura.
A televisão altera profundamente as relações do indivíduo com o
seu mundo, pois institui o hábito de rechear as noites com
“vivências” que seriam quase impossíveis durante o período
diurno. Ela fixa socialmente a dispersão entre o princípio da
realidade e o princípio do prazer, respectivamente, o dia a dia
de trabalho, o cansaço, o desgaste, a obrigação, o dever e o
descanso, o relaxamento, a tranquilidade, o sonho. Portanto,
ela passa a funcionar como distensão ou desligamento do
cotidiano prático, mecânico, repetitivo em favor da fantasia, da
imaginação e do desejo.
LINEARIDADE VERBAL
Verifique se o conteúdo elaborado respeita a
linearidade do tempo verbal.
O Renascimento traz novas formas de ver a vida, ocasionando
uma crise social que culmina com a contestação das velhas
tradições e o rompimento da ciência com a religião. O homem
desse período descobre que é capaz de decidir por si, sente-se
livre e coloca-se na posição de centro do Universo, torna-se
mais objetivo nas suas experiências. O mundo, para ele, deixa
de ser sagrado e torna-se um objeto de uso (de pesquisa). A fé
em Deus também é algo individual; e a religiosidade, uma
decisão íntima. Já o trabalho intelectual apresenta-se mais
intenso e individualizado.
O Renascimento trouxe novas formas de ver a vida, ocasionando
uma crise social que culminou com a contestação das velhas
tradições e o rompimento da ciência com a religião. O homem
desse período descobriu que era capaz de decidir por si,
sentiu-se livre e colocou-se na posição de centro do Universo,
tornou-se mais objetivo nas suas experiências. O mundo, para
ele, deixou de ser sagrado e tornou-se um objeto de uso (de
pesquisa). A fé em Deus também foi algo individual; e a
religiosidade, uma decisão íntima. Já o trabalho intelectual
apresentou-se mais intenso e individualizado.
Tomar cuidado com o mais-que-perfeito:

Diante do exposto, em conformidade com os pedidos do


exequente, fora proferida sentença...

Diante do exposto, em conformidade com os pedidos do


exequente, foi proferida sentença...

Mais-que-perfeito indica um fato que aconteceu antes de


outra ação passada. Além disso, ele pode indicar um
acontecimento situado de forma incerta no passado.
Paralelismo
O paralelismo é caracterizado por ideias
semelhantes que correspondem a estruturas
similares, logo, há equívoco em dar forma
gramatical diferente a ideias similares.
Paralelismo morfológico: as palavras são da
mesma classe gramatical.

A saída do aluno se deve a mágoas, a ressentimentos e a


agressores que tanto pretendiam ocupar seu lugar no grupo
de estudos.

A saída do aluno se deve a mágoas, a ressentimentos e a


agressões por parte daqueles que tanto pretendiam ocupar
seu lugar no grupo de estudos.
Paralelismo sintático: as construções das
frases e orações são semelhantes.

Professores cogitam uma nova disciplina e descartar a


anterior.

Professores cogitam iniciar uma nova disciplina e descartar


a anterior.

Professores cogitam uma nova disciplina e o descarte da


anterior.
Paralelismo semântico: representa a sequência de
expressões simétricas das ideias. É a coerência entre
as informações.

A diferença entre os alunos e os computadores disponíveis


no laboratório é muito grande.

A diferença entre o número de alunos e o de computadores


disponíveis no laboratório é muito grande.
Por hoje é só!

Você também pode gostar