Você está na página 1de 37

Tudo para planejar e escalar sua operação

Índice
Indicadores de Desempenho Logístico..........................................................................................................4
Razões para sua empresa usar Indicadores.................................................................................................6
Principais KPI’s para a logística.........................................................................................................................8
Acuracidade do Inventário.................................................................................................................................9
Avaliação de Desempenho dos Motoristas...............................................................................................10
Condições Especiais de Entrega....................................................................................................................11
Faltas dos Funcionários - Absenteísmo......................................................................................................12
Gastos com Combustível em Relação ao Faturamento.........................................................................14
Giro de Estoque...................................................................................................................................................15
Inadimplência.......................................................................................................................................................16
Lucro por Empregado........................................................................................................................................17
Motivos de Reclamação...................................................................................................................................18
Não Conformidade.............................................................................................................................................19
Ociosidade dos Veículos..................................................................................................................................20
Índice
On Time & In Full - OTIF....................................................................................................................................21
On - Time Delivery - OTD................................................................................................................................23
Order Cycle Time - OCT...................................................................................................................................24
Order Fill Rate - OFR.........................................................................................................................................25
Percentual de Entregas com Avarias...........................................................................................................26
Pesquisa de Satisfação dos Clientes............................................................................................................27
R$ em Multas por KM Rodado.......................................................................................................................28
Retorno Sobre o Investimento - ROI............................................................................................................29
Satisfação da Equipe / Clima Organizacional............................................................................................30
Tempo de Espera para Resolução de Problemas.....................................................................................31
Turnover - Rotatividade dos Funcionários.................................................................................................32
Valor médio das Entregas Realizadas no Mês..........................................................................................35
Conclusão..............................................................................................................................................................36
Indicadores de Desempenho Logístico
A melhor forma de monitorar o desempenho de toda a cadeia logística de uma empresa é
com o uso de Indicadores de Desempenho, os famosos KPI’s (Key Performance Indicator) ou
Indicadores Chave de Desempenho. Com eles é possível acompanhar o desempenho da
operação do estoque até a qualidade da entrega ao cliente final.

4
Indicadores de Desempenho Logístico
As empresas têm inúmeros indicadores a sua disposição para avaliar a realização dos seus
objetivos, mas nem sempre eles são utilizados. Muitos gestores não têm conhecimento ou
buscam os números mas não realizam uma análise mais profunda, coletando o máximo que
as métricas podem oferecer.

É importante lembrar que além de planejar,


é necessário acompanhar a execução e os resultados!

5
Razões para sua empresa usar indicadores
Apresentar transparência nos resultados da empresa aos colaboradores e sócios;
Monitorar os dados em busca de melhoria contínua do desempenho do negócio;
Conseguir analisar o histórico da empresa e a partir disso, traçar as metas;
Verificar se os objetivos da empresa estão sendo alcançados;
Números reais para tomadas de decisões.

6
Atenção
Trabalhar sem um planejamento e metas definidas
aumenta os custos logísticos da sua empresa!

7
Principais KPI’s para a logística
Não existe uma regra para o uso dos KPI’s. Você pode fazer o uso dos melhores para o
momento atual da sua empresa!
Você sabe o que é OTIF, OTD e OCD? Esses são alguns dos principais indicadores
logísticos.
Confira nas próximas páginas os principais KPI’s da logística, fundamentais para garantir o
desempenho da operação. Buscamos facilitar o entendimento, trazendo explicações simples
para cada termo!

8
Acuracidade do Inventário
Acuracidade vem da palavra inglesa "accuracy", que significa precisão. Ou seja, na logística,
Acuracidade de Estoque é a precisão do estoque registrado no sistema com o que consta no
estoque físico.
Assim, quando o estoque tem acuracidade, o inventário que foi realizado está ok, com as
peças no estoque na mesma quantidade registrada no sistema.
Existe um cálculo da Acuracidade de Estoque? Sim. É extraído um percentual que quanto
mais próximo de 100%, mais adequado. Para isso, utilize a fórmula:

Nº de itens no estoque / Nº de itens no sistema x 100

Exemplo:
242 / 250 x 100 = 96,8% de acuracidade/precisão entre o estoque físico e o sistema.

9
Avaliação de Desempenho dos Motoristas
Conheça os motoristas e como cada um trabalha. Faça um ranking para avaliar os melhores
e os que precisam melhorar. O desempenho do motorista é crucial para garantir que os
eventos logísticos sejam de qualidade.

Para fazer a avaliação, a empresa pode ir por vários caminhos, como:


Por objetivos (como o consumo de combustível, multas, acidentes, cargas avariadas,
entre outros);
Por competência (experiência, habilidades, cumprimento de prazos e horários,
entre outros).

Utilize ferramentas como monitoramento e rastreamento de frota, onde é possível


identificar ações adotadas pelo motorista durante a condução do veículo.
Lembre-se: colaboradores capacitados auxiliam no crescimento da empresa.

10
Condições Especiais de Entrega
Muitos pedidos são cotados como urgentes, precisam de embalagens especiais ou entregas
noturnas, o que em um primeiro momento pode significar um aumento de trabalho e riscos.
Mas é importante levar em consideração que essas condições especiais de entrega
representam mais ganhos para a empresa, por poder aumentar um pouco o valor da entrega
devido essas condições.

Todavia, é importante analisar cada pedido especial e ver se realmente vale a pena. Muitas
vezes aumentar o valor da entrega e correr riscos do produto danificar por ser muito frágil,
pode acarretar em problemas e a empresa perder confiabilidade.

Esse indicador não tem uma fórmula, mas é muito importante para a logística, então fique
atento.

11
Faltas dos Funcionários - Absenteísmo
Faltas constantes prejudicam a produtividade da equipe. Isso porque toda vez que um
funcionário falta, os outros precisam se comprometer com o trabalho dele também. Ou seja,
entregar o mesmo com menos pessoas, pode prejudicar a qualidade, principalmente se
começar a ser constante. Meça a taxa de absenteísmo, as faltas ao trabalho, e tenha um
controle efetivo dos funcionários.
De acordo com a ABCQ (Associação Brasileira de Controle de Qualidade), o índice ideal
deve ser de, no máximo, 1,5%. O cálculo é feito dividindo as horas perdidas pelas horas que
deveriam ser trabalhadas, vezes 100.

Horas perdidas / Horas Trabalhadas X 100

12
Faltas dos Funcionários - Absenteísmo
Jean Pierre Marras, professor doutor em Administração, elaborou o seguinte cálculo:
1 - Número de colaboradores x horas que deveriam ser trabalhadas no mês (horas de
produção)
2 - Atrasos + dias de falta + saídas antecipadas de cada pessoa e transforme em horas
3 - Número de horas perdidas / horas que deveriam ser trabalhadas no mês

Exemplo:
1 - 10 funcionários x 8 horas por dia x 20 dias úteis = 1.600 horas
2 - 3h20m de atrasos no mês (20min x 10 funcionários = 200, ou seja 3h20) + 30h de
faltas = 33h20 perdidas
3 - 33h20 / 1.600h x 100 = 2,07% de taxa de absenteísmo.

13
Gastos com Combustível
em Relação ao Faturamento
Combustível é essencial para o funcionamento de qualquer operação, mas muitas vezes o
valor gasto acaba pesando no orçamento.

Analise a relação dos gastos com combustível com o faturamento mensal, se essa relação
não está balanceada, é preciso rever melhor onde está gastando e como resolver esses
problemas.

Existem vários fatores que podem estar prejudicando os gastos com combustível, como o
modelo dos veículos, o combustível escolhido (se o carro for flex), o uso adequado, a
manutenção em dia e algo que nem sempre é levado em consideração: o planejamento das
rotas e o uso de tecnologias para facilitar o trabalho.

Confira neste artigo o que fazer para melhorar os gastos com combustível.

14
Giro de Estoque
Ninguém quer ver os produtos encalhados no estoque, sem saída. Por isso é fundamental
fazer uma boa gestão com os produtos em estoque e os fluxos de vendas.

O cálculo de giro de estoque é uma fórmula simples para entender os gastos que a
empresa terá para abastecer os produtos, a partir do número de giros por ano ( reposição).

Giro de Estoque = Total de Vendas / Volume Médio de Estoque

Exemplo: a sua empresa vende 2.000 ventiladores por ano. O estoque médio costuma ser
de 400 ventiladores, então temos:
Giro de Estoque = 2.000 / 400 = 5 giros por ano

15
Inadimplência
Foco total ao índice de inadimplência dos clientes. É impossível manter a qualidade do
serviço se não receber para isso. Então tenha o hábito de calcular esse índice para manter
a saúde financeira da sua empresa.

É quase impossível alcançar o índice de zero, que é o ideal, mas quando o número estiver
alto, pare tudo e tente resolver. Parta da seguinte fórmula:

Inadimplência: ( Pagamentos atrasados em determinado período /


Total de pagamentos cobrados no mesmo período) x 100

Exemplo: (23 / 250) x 100 = 9,2% de inadimplência.

Vale ressaltar que nem todo atraso é considerado inadimplência, então configure um
período (90 dias por exemplo) ou quando começar a comprometer o orçamento do negócio,
e sempre deixa claro para seus clientes esse prazo. Depois disso, o valor pode aumentar
com os juros.

16
Lucro por Empregado
Muitas empresas pensam no funcionário como um custo, mas pode-se olhar por outra
ótica também. Assim, é possível ter uma noção de quanto cada funcionário vale a partir dos
lucros da empresa.

O cálculo desse indicador é bastante simples, leve em consideração um determinado


período e o número de funcionários efetivos no mesmo prazo.

Lucro por empregado (R$) = Lucro / Número de funcionários

Exemplo: R$ 200.000 / 25 funcionários = R$ 8.000 de lucro por funcionário.

Importante: ter um valor elevado de lucro por funcionário é bom. Mas também pode
significar que a empresa está com poucos funcionários, sobrecarregando quem trabalha e
até acarretando problemas para a operação.

17
Motivos de Reclamação
Faça uma relação das reclamações dos seus clientes.
Com os dados em mãos, é possível analisar os principais
problemas e tomar decisões assertivas e rápidas para
melhorar na satisfação do cliente.

Uma simples planilha pode ajudar a sua operação.

18
Não Conformidade
Mesmo caso do indicador anterior.

Não conformidade engloba reentregas e devoluções de produtos que chegam aos clientes
fora do padrão. Mapear as constâncias destes problemas pode mostrar o canal que precisa
ser melhorado, um veículo específico ou até mesmo um motorista, que precisa de atenção
por não estar entregando corretamente.

Com os dados em mãos, é possível avaliar o que pode ser feito para melhorar os
resultados e diminuir os índices de não conformidade.

19
Ociosidade dos Veículos
Nada pior que frota parada, não é mesmo?

A ociosidade da frota é um problema que pode ser resolvido também com tecnologia.
Faça um planejamento estratégico bem estruturado dentro da operação em busca de
diminuir a ociosidade da frota. Após mapear a situação, faça um análise dos custos, reavalie
prazos de entrega e automatize processos com tecnologia, como um roteirizador.

O roteirizador é o principal aliado da empresa quando o assunto é ociosidade. Muitas


vezes a empresa compra veículos sem pensar, sem fazer os cálculos para saber se é
realmente necessário. Mas a roteirização pode mostrar que no lugar de 30 caminhões, a
empresa poderia estar reduzindo a frota para 28 caminhões, economizando recursos e
fazendo mais com menos.

Saiba Mais
20
On Time & In Full - OTIF
Um dos indicadores mais importantes da logística, por se tratar do que mais importa: a
visão do cliente para as entregas. On Time & In Full é um indicador dividido em duas partes:
On Time: mede a pontualidade do pedido (dentro do prazo e no local certo).
In Full: mede as especificações (qualidade, quantidade, preço, perfeitas condições,
entre outros).
Com o OTIF, a empresa consegue avaliar a origem dos problemas, se é na produção ou na
entrega. Se o On Time estiver baixo, o problema está relacionado as entregas, ao transporte,
à logística externa.

É importante que a empresa sempre busque pontuações altas, para aumentar também os
ganhos e a satisfação dos clientes. Assim é possível criar vantagem competitiva no mercado
de transporte, cada vez mais acirrado.

Também é possível avaliar o motorista, que quando tem bons índices de OTIF, está
cumprindo com sua jornada de trabalho.

21
On Time & In Full - OTIF
Para calcular o OTIF, é importante saber que o cálculo é baseado nos atendimentos dos
pedidos e cada elemento avaliado separadamente. Assim, registre a data e o horário em que
o pedido foi processado e a previsão de entrega ao consumidor. Depois calcule:

On Time (em %): número de entregas feitas no prazo / número total de entregas
In Full (em %): número de entregas que estavam dentro das especificações / número total
de entregas
OTIF: On Time x In Full

Exemplo: Uma empresa faz 10.000 entregas no mês, sendo que 8.500 foram entregues
dentro do prazo e 9.800 estavam dentro das especificações do cliente. Assim temos:

On Time: 8.500 / 10.000 = 0,85 ou 85%


In Full: 9.800 / 10.000 = 0,98 ou 98% Para atingir 100%, todos os requisitos
OTIF: 0,85 x 0,98 = 0,83 ou 83,3% (entregas no prazo e especificações)
precisam ser atingidos.
22
On-Time Delivery - OTD
On-Time Delivery é um dos indicadores mais importantes para quem trabalha com
e-commerce. Ele mensura o percentual de pedidos entregues dentro do prazo acordado com
o cliente. É uma análise do tempo entre separação, envio e chegada ao cliente final.

Em 2020, com o aumento considerável de vendas por e-commerce, o OTD é crucial para
analisar o desempenho da operação, já que ao entregar no prazo estabelecido para o cliente,
a satisfação aumenta.

O resultado ideal do cálculo deve ser superior a 90%. Comece a tomar alguns cuidados
caso não chegar neste número. É possível contratar um serviço de tracking e live tracking.

Para fazer o cálculo do OTD é simples, utilize o número de entregas no prazo, dividido
pelas entregas realizadas no mesmo período.

OTD = Nº de entregas no prazo / Nº total de entregas realizadas no período X 100

Exemplo: 245 / 280 x 100 = 87,5%, número abaixo do esperado.

23
Order Cycle Time - OCT
Tempo de Ciclo de Pedido, na tradução, é o indicador que mede o tempo total transcorrido
entre a confirmação da compra pelo cliente até a sua entrega. Outro indicador importante
para o e-commerce, que busca sempre por entregas ágeis.

Mapear o OCT é fundamental para a empresa que busca entregar sempre no menor
tempo para os clientes. Com ele é possível analisar também variáveis que possam estar
interferindo neste tempo e adequá-las da melhor maneira.

O cálculo do OCT é simples:

OCT = data / hora de entrega - data / hora do pedido

Exemplo: 28/10 - 20/10 / = 8 dias

Aqui vale ressaltar que quanto menor esse resultado, melhor. Como cada caso é um caso,
um e-commerce pode considerar um OCT de 3 dias, enquanto um restaurante, 30 minutos.

24
Order Fill Rate - OFR
Taxa de Atendimento do Pedido, esse indicador busca medir a performance da empresa
ao processar os pedidos. É considerado todo o tempo gasto, do momento que o pedido
chegou até a saída para a entrega (separação, picking e expedição).

Com ele é possível avaliar se a operação está atendendo às necessidades dos clientes
como precisa. Aqui buscamos por índices altos, quanto maior melhor, para aumentar a
vantagem competitiva.

Para calcular o OFR, considere:

OFR = pedidos atendidos / pedidos totais expedidos x 100

Exemplo: 10 / 15 x 100 = 66,66% dos pedidos processados.

É recomendado ter uma frequência de medição, seja ela diária, semanal, mensal, por
cliente, pela linha de produto ou total.

25
Percentual de Entregas com Avarias
Esse indicador é utilizado para analisar o percentual das entregas que podem causar
prejuízos para a empresa e para o cliente. Assim, é possível mapear os principais problemas
e tratar as causas.

Avarias no transporte acontecem por vários motivos, como empilhamento errado das
embalagens, altas temperaturas, escolha errada dos veículos, entre outros.

Para fazer o cálculo, utilize:

Índice de avarias de entrega = volume de avarias / volume total de entregas

Exemplo: 5 / 80 = 6,25% de avaria

Lembre-se que quanto menor o percentual, significa que menos entregas chegaram ao
cliente final com avarias.

26
Pesquisa de Satisfação dos Clientes
Esse podemos considerar como um dos mais importantes. A satisfação do cliente é o que
vai fazer com que ele indique a sua empresa para outras e o seu trabalho seja reconhecido.

Aqui o cálculo pode ser a partir da média de avaliação. Lembrando que quanto mais
próximo de 10, melhor. Assim:

Pesquisa de Satisfação = Soma das notas / número de pesquisas

Exemplo: 68 / 7 = 9,71 de satisfação.

Muitas empresas disponibilizam para os clientes realizarem a pesquisa de satisfação


através de SMS, para agilizar o processo. O pacote de gestão de entregas da AgileProcess
disponibiliza essa função.

27
R$ em Multas por KM Rodado
Outro indicador importante é a questão dos valores gastos com multas no trânsito. Para
baixar esses valores, é preciso que os motoristas tenham conhecimento das leis e não sejam
imprudentes, respeitando as velocidades de cada rodovia. Vale ressaltar que as empresas
podem utilizar ferramentas que regulam e informam a velocidade em que o motorista está
dirigindo.

Para calcular é fácil:

Multas/KM rodado = valor gasto em multas mensalmente / quilômetros rodados

Exemplo: R$ 1.200,00 / 6.500 km = R$ 0,18 por km rodado

O indicador é interessante para as empresas que possuem sistemas de gestão que


medem a quilometragem percorrida pela frota. Fazendo o cálculo periodicamente, é possível
ver mais a fundo problemas e constâncias, seja nos veículos, nas rotas ou nos motoristas.

28
Retorno Sobre o Investimento - ROI
Calcular o Retorno sobre Investimento permite saber quanto dinheiro a empresa perde ou
ganha com os investimentos feitos em diferentes canais. Com ele é possível também saber o
custo das novas ferramentas ou treinamentos para cada área, sendo possível identificar
quais investimentos valem a pena e como melhorar as performances dos que já estão
funcionando.

É uma métrica essencial para qualquer empresa, já que é com base no ROI que as
empresas conseguem planejar metas em busca de melhores resultados.

O cálculo é simples:

ROI = ( receita - custo) / custo total

Exemplo: (200.000 - 40.000) / 40.000 = 4 vezes o investimento inicial

Multiplicando por 100 para saber em porcentagem, temos 400% de ROI.

29
Satisfação da equipe / Clima Organizacional
Manter a equipe em harmonia com os objetivos da empresa é fundamental na busca por
resultados. Mas para buscar esses objetivos, a equipe precisa estar satisfeita com as
condições de trabalho.

Para avaliar o clima organizacional da empresa é possível fazer uma


pesquisa de satisfação. Por mais simples que seja, é através dela
que a empresa coleta informações úteis sobre o ambiente de
trabalho e pontos que precisam melhorar.

Uma equipe satisfeita se torna cada vez mais


produtiva, capaz de entregar mais resultados
para a empresa.

30
Tempo de Espera para Resolução de Problemas
Problemas acontecem, mas é a resolução deles que demonstra o quanto a empresa está
comprometida com os seus clientes. Por isso, busque analisar o tempo em que a empresa
demora para resolver os problemas, qualquer um.

Fazendo uma análise periodicamente é possível ter noção da evolução da empresa e


fazer cobranças para a equipe em busca de melhorias contínuas.

31
Turnover - Rotatividade dos Funcionários
Turnover é a taxa de rotatividade dos colaboradores de uma empresa. É um desafio
principalmente do RH de toda empresa, manter o nível de Turnover normal ou criar
estratégias para diminuir em caso de taxas muito altas.

Além de calcular essa taxa, é preciso entender qual o principal motivo da rotatividade e o
que fazer para melhorar, como em casos de insatisfação com o trabalho, clima
organizacional ruim, mercado de trabalho agitado e com melhores possibilidades,
inadequação ao perfil da vaga, entre outros fatores.

32
Turnover - Rotatividade dos Funcionários
A análise da taxa de turnover pode ser feita de diferentes formas, vamos conhecer as
principais:

Turnover tradicional = número de admissões mensais +


desligamentos mensais / 2 vezes o total de funcionários

Exemplo: 8 + 3 / 80 = 13,75% de turnover

Em taxas maiores de 5%, é importante verificar as causas da rotatividade para buscar um


equilíbrio.

Turnover moderno = número de desligamentos mensais / número de funcionários ativos

Essa taxa vai mostrar o quanto a empresa é boa em reter talentos.

33
Turnover - Rotatividade dos Funcionários
Muitas empresas optam por fazer a análise anual, por ser mais precisa. Para esse
indicador, utilize a seguinte fórmula:

Turnover anual = número de pessoas desligadas / ( número de funcionários no


início do ano + número de funcionários no fim do ano) dividido por 2

Exemplo: Se a empresa desligou 15 funcionários durante o ano, mas ao mesmo tempo foi
de 50 para 110 funcionários, temos:

10 / (50+110) / 2 = 10 / 80 = 0,125 x 100 = 12,5% de rotatividade anual.

Manter uma taxa baixa de turnover é fundamental para que a empresa não se prejudique
financeiramente. Um giro muito grande de funcionários prejudica inúmeras partes da
organização, desde o clima organizacional até os conhecimentos, que precisam ser
repassados sempre que entra outro colaborador. A motivação dos funcionários para
permanecer na equipe e entregar resultados cada vez melhores deve ser o foco do RH.

34
Valor médio das Entregas Realizadas no Mês
Por último mas não menos importante, temos o indicador de valor médio das entregas
realizadas no mês. Aqui, entendemos se a empresa está tendo lucro em relação às entregas,
ou se precisa talvez aumentar o valor do frete, organizar a frota para diminuir a ociosidade e
muito mais.

Para o cálculo, some o valor de cada entrega e divida pelo número total de entregas, em
busca de um valor médio.

35
Conclusão

Peter Drucker é considerado por muitos como o pai da Administração, e é com uma de
suas frases que mostramos a importância dos KPI’s para sua empresa:

“Se você não pode medir, você não pode gerenciar.”


(Peter Drucker)

Por isso, utilize as ferramentas certas para ajudar a sua empresa a crescer e ganhar
vantagens competitivas no mercado. A tecnologia está disponível a seu favor, utilize-a!

36
A AgileProcess é uma startup criada para simplificar o processo logístico,
tornando-o muito mais eficiente do início ao fim. Utilizando as melhores tecnologias,
o sistema AgileProcess otimiza o uso da frota, propõe as melhores rotas e
sequenciamento de entregas, auxilia cada motorista, mostrando o percurso
com apoio de GPS e faz a comprovação de entregas no exato
momento em que forem realizadas.
Saiba Mais
Entre em contato

Você também pode gostar