Você está na página 1de 45

Regina Guigou

Universus Guigou

RADIESTESIA E
SAÚDE
Módulo 2
Quando um radiestesista analisa uma pessoa a primeira coisa que se faz é
justamente uma medição do campo energético para que se tenha uma visão
correta do problema da pessoa, e na maioria das vezes quando se sabe em que
ponto o corpo energético está afetado se pode prever quais os pontos fracos no
corpo físico.

Utilizando-se de mapas e gráficos o operador pode identificar com precisão qual


a origem real do problema, o avanço do desequilíbrio e o que é mais importante,
os meios necessários para solucionar os desarranjos energéticos.

ANATOMIA SUTIL

A Radiestesia, em seu processo de análise não investiga apenas as causas físicas


e orgânicas de um dado problema, ela vai, além disto, e busca principalmente as
causas energéticas de um dado distúrbio, deixando aos médicos a tarefa de
pesquisar o físico.

Sabemos hoje em dia do papel das emoções e dos pensamentos na saúde,


vivemos a era do Stress, quem nunca sofreu disto que atire a primeira pedra,
calcula-se que nos próximos anos o Stress será de longe o primeiro fator que
desencadeará uma série de doenças no homem, os consultórios terapêuticos
estão movimentados e muitas pessoas que a poucos anos classificavam
depressão como falta do que fazer estão admitindo que sentem-se depressivas.

A razão disto tudo se deve ao campo energético humano que nunca foi tão
agredido em tão pouco tempo.

Afastamento da natureza e de suas leis, alimentação desregrada que serve-se de


elementos pouco nutritivos, maior exposição a meios poluentes etc., esta lista é
muito, mas muito grande mesmo para levar à exaustão qualquer um.

Todos estes fatores desajustam o campo energético humano fazendo com que
ele não consiga processar corretamente as energias que capta, desta forma o
repasse de energia ao físico fica comprometido e termina por adoecer este
último.

Não é incomum encontrar pessoas padecendo de males para os quais a medicina


não tem cura ou explicação, são catalogados como psicológicos, pois existe a
necessidade de dar um nome ao problema, e o coitado fica sofrendo sem saber o
que fazer.

A Radiestesia é uma resposta para muitos destes casos, indicando os pontos de


ruptura energética e os meios para restabelecer o correto fluir do prana.

A Anatomia sutil é composto por elementos como:

A Energia Vital:

A Energia Vital, também conhecida como Ki, Ch'i, Prana ou Mana, é a Fonte da
vida que promove os processos de vida. Quando ela flui naturalmente através do
Sistema Energético Sutil, ela sustenta, reabastece e fortalece o sistema como um
todo, promovendo o bem-estar e a saúde de uma forma integral.

Aura e Corpos Áuricos:

A Aura é o campo energético que circunda o corpo físico. Ela é responsável pela
sustentação da estrutura energética do corpo, pelo armazenamento de energia,
pela comunicação, entre outros. A Aura se divide basicamente em quatro Corpos
ou Campos Áuricos, o Corpo Etérico, Corpo Emocional, Corpo Mental e Corpo
Espiritual.
Corpo Físico

Corpo Etérico

O corpo etérico é o corpo mais denso depois do corpo físico, a


cerca de 15/30 cm deste corpo e é formado por uma camada
de energia sutil que acompanha completamente a forma do
corpo físico. Esta estrutura constitui a matriz de energia sobre
a qual se modela e consolida a matéria física dos tecidos do
corpo, que só existem graças ao campo vital que os sustenta.
Inúmeras feridas, bloqueios e dores do corpo físico estão
presentes no corpo etérico.
É este corpo que permite ao corpo físico viver, porque é este
que o vitaliza com a energia do prana.

Corpo Emocional

O corpo emocional é a energia sutil na qual se refletem as


emoções e os desejos da pessoa.
É também por este corpo que nós entramos em contato com o
nosso meio circundante - os outros, a natureza, o planeta, o
cosmos -, e que o sentimos.
Este corpo penetra nos corpos mais densos (etérico e físico),
que ele envolve, e os seus movimentos energéticos têm
repercussões profundas nesses corpos, podendo ir até à
doença...
Corpo Mental

O corpo mental rege a nossa faculdade racional (o intelecto).


Contém a estrutura das nossas idéias, dos pensamentos e
processos mentais.
Permite desenvolver a nossa aptidão para o raciocínio. Se esta
for muito acentuada (é o caso da maioria da sociedade
ocidental), dificultará o acesso a toda a dimensão intuitiva do
nosso ser.

É o plano da transição entre os planos da matéria e os do


espírito, isto é, das energias terrestres e das energias espirituais
(as formas pensadas, as crenças, os pensamentos limitativos...)

Corpo Buddhi
O corpo astral é o corpo de transição entre os corpos da
"personalidade" e os corpos "celestes".
É aqui que são armazenadas as memórias cármicas, as recordações e
as impressões das vidas passadas.
Estas memórias vibram a partir do corpo astral e influenciam-nos
constantemente. É aquilo a que chamamos "Energias do Carma".
É a porta entre os planos celestes e os planos terrestres.

Corpo Átmico

O corpo celeste permite ao indivíduo sentir as vibrações do plano celeste e


comunicar com os seus guias de luz, mestres espirituais, anjos e arcanjos de
cura.
Chakras:
Os Chakras são Centros de Energia que possuem funções variadas, eles são
tanto órgãos energéticos como centros de desenvolvimento nos diferentes planos
do ser. Existem Sete Chakras Básicos, como também vários Chakras
Secundários, cada qual com suas funções específicas para a manutenção da
saúde física, emocional, mental e espiritual.

Os chakras recebem e reflete influência no modo de vida da pessoa tornando-se


alguns ativos e outros subativo promovendo equilíbrio e ou desequilíbrio.
Na grande maioria das pessoas este desequilíbrio ocorre no momento do
nascimento. Está formação é denominado de Granthis, ou seja, obstáculos
gerados através do psíquico, do emocional e do energético promovido pelo
ambiente gestacional. Como também o que cada um deve passar ao longo da
sua trajetória rumo ao autoconhecimento, conhecido como “destino”. Mas como
forma de sabotagem os bloqueios é construído no fluxo do sobreviver através
das impressões psicoemocionais percebidas através das crenças, tendências e
padrões.

Os chacras se classificam da seguinte forma:

» 1ª camada (corpo etérico): 1º chacra - Raiz - responsável pela sensação física


» 2ª camada (corpo emocional): 2º chacra - Sacro - responsável pelas emoções
» 3ª camada (corpo mental): 3º chacra - Plexo Solar - responsável pela reflexão
linear
» 4ª camada (corpo búdico/intuicional): 4º chacra - Cardíaco - responsável pelo
amor/amor universal
» 5ª camada (corpo átmico/espiritual): 5º chacra - Laríngeo - responsável pelo
uso da palavra
» 6ª camada (corpo monádico): 6º chacra - Frontal - responsável pelo amor
celestial
» 7ª camada (corpo divino): 7º chacra - Coronário - responsável pela mente
superior.
Quanto à classificação dos chacras:
» 1º - Raiz/base/base da espinha - Muladhara - responsável pela auto afirmação
(relacionado à glândula supra renal)
» 2º - Sacral/sacro/umbilical - Svadhistana - responsável pela sexualidade
(gônadas)
» 3º - Plexo Solar - Manipura - responsável pela emotividade e afetividade
(pâncreas)
» 4º - Cardíaco - Anahata - responsável pelo amor universal (timo)
» 5º - Garganta - Vishuda - responsável pela criatividade superior (tireóide)
» 6º - Frontal - Ajna - responsável pela integração e síntese/clarividência
(pituitária)
» 7º - Coronário/Coroa - Sahasrara - responsável pela vontade espiritual
(pineal).

Canais de Energia:

No Sistema Energético existem vários Canais de Energia na qual flui a Energia


Vital. Eles possuem funções variadas, alguns possuem funções de interligar os
órgãos e glândulas, enquanto que outros funcionam interligando os Chakras, e
assim por diante. Fazendo com que a Energia Vital flua pelo Sistema Energético
Sutil como um todo.

Quando todo o Sistema encontra-se em Harmonia, a Energia Vital pode ser


captada através dos Chakras de uma maneira natural, e fluir através dos Canais
de Energia, sustentando as funções da vida, irradiando através da Aura e
permitindo que o Estado Natural de Saúde e Bem-Estar estejam plenos para uma
vida saudável.

A Força Vital é a Força fundamental que se encontra em todo lugar, permeando


todas as coisas, é a energia que conecta e anima tudo. A Força Vital engloba
todas as Energias de Vida assim como as suas diferentes qualidades e funções.
Ela é conhecida e estudada por várias culturas e civilizações, sendo vários nomes
utilizados para identificá-la. Mas de uma forma geral ela é a energia da vida.

No Japão a palavra Ki identifica todo tipo de energia. O estudo sobre as Energias


Vitais no Japão possui em sua maior parte raízes na Tradicional Medicina
Chinesa, sendo depois desenvolvidas as artes e técnicas japonesas. Dentre as
Artes e técnicas de fortalecimento e equilíbrio da energia para a manutenção da
saúde, encontramos o Shiatsu, o Reiki, o Jin Shin Jitsu, entre outros.

Na China essa energia é chamada de Chi. Na Medicina Taoísta ou Chinesa, o


estudo e o equilíbrio do Chi é fundamental para a saúde, sendo desenvolvidas
artes e técnicas como a Acupuntura, o Tuina entre outros.

Na Índia a Energia Vital é chamada de Prana . No Ayurveda ou Medicina Indiana,


o estudo e o equilíbrio das Correntes de Energia da Vida e das Energias são
fundamentais para a saúde e a longevidade, sendo desenvolvidas várias artes e
técnicas como a Massagem Ayurvédica, a Marma terapia entre outros. Existem
também Artes que funcionam no fortalecimento e harmonização dos Pranas
como o Yoga, os Pranayamas entre outros.

Em várias das Artes que trabalham a Harmonização da Força da Vida, o trabalho


vai além de apenas trabalhar o físico-energético, elas também trabalham para o
despertar da consciência e para a integração da pessoa com as forças da
natureza e do universo.

A Energia Vital é absorvida pela pessoa através da respiração, da alimentação e


da integração com a natureza. Ao absorvermos essa energia, ela irá circular
através de nosso Sistema Energético Sutil, energizando e fortalecendo os
Centros Energéticos.

Se por algum motivo, a pessoa 'perde' energia vital, seu sistema se enfraquece
ou se desequilibra, dando margem para a doença se instalar. Isso pode também
ocorrer se o fluxo de Energia for bloqueado ou estiver em um ritmo irregular.
Portanto para estarmos sempre harmonizados, devemos sempre cultivar a
Energia Vital de uma forma saudável, cuidando sempre da manutenção da nossa
saúde.

Quando a Energia Vital circula sem impedimentos através dos canais de energia,
ela fortalece os centros físicos e os energéticos, permitindo que os processos
naturais da vida sejam manifestados na pessoa através do bem estar, da saúde
e da longevidade.

Primeiro chakra
Está localizado na base da coluna, e está associado ao aterramento e com ter
fortes instintos de sobrevivência. O intestino grosso, reto e alguma função dos
rins estão associados com o primeiro chakra.

Este chakra é a força de ligação que permite conectar com as energias da Terra e
capacitar o ser. Está relacionada com o ânus e as glândulas supra-renais.
Quando mal fundamentada, a compreensão espacial é prejudicada. Facilmente
pode tropeçar em torno fisicamente, mentalmente, espiritualmente e
emocionalmente. O sentir medo, ansiedade, insegurança e frustração.
Desequilíbrio no peso da massa corporal, nervosismo, desequilíbrio nos joelho
pode ocorrer. Inclui os quadris, pernas, parte inferior das costas. A preocupação
com dinheiro, trabalho ou outras questões de base de vida; focado em bens
materiais; a necessidade de satisfazer as vontades e desejos.

Segundo chakra
É o chakra energético coordena os órgãos sexuais. As funções associadas a este
centro são emoção, vitalidade, fertilidade, reprodução e energia sexual em geral.
Representa a criatividade, sexo e a capacidade de aceitar novas relações e ou
situações de vida.

Não é possível ter o prazer de vida ou de sexo, não consegue lidar com emoções
ou sentimentos, suprimindo necessidades naturais.

A somatização física de desequilíbrio pode incluir: dor lombar; problemas


menstruais; síndrome do intestino irritável; desequilíbrio dos ovários, da próstata
ou dos testículos.

Terceiro chakra
Também conhecido como o centro da "autoestima ou desejo" a baixa estima,
pessimismo, não confiar no fluxo natural, à necessidade de segurança material.
Os sintomas físicos de desequilíbrio podem incluir: problemas de fígado e
pâncreas, vesícula.

Quarto chakra
É o chakra "coração" está ligado com a emoção, auto amor, harmonia, confiança
e crescimento. O coração e os braços estão associados com o quarto chakra
também.

O coração está no centro de todas as energias e unifica o nosso ser como um


todo. É o ponto em torno do qual todas as energias giram. A discórdia ou
desequilíbrio no chakra do coração afetará negativamente todos os outros
centros. Sentir pena de si mesmo, paranóia, indecisão, medo de deixar ir, medo
de se machucar, ou não digno de amor.

Quinto chakra
É o chakra "voz". É através da nossa palavra falada que nos expressamos para
os outros.
A incapacidade de falar sobre as coisas que são importantes, dificuldade de
expressar opiniões a figuras de autoridade, incapaz de acreditar na própria
criatividade, com medo de ser julgado ou rejeitado, o silenciar, a timidez.

Sexto chakra
Está localizado entre os dois olhos e é considerado o chakra "terceiro olho". Este
chakra está ligado com a intuição, visão psíquica. O cérebro, o rosto, o nariz e os
olhos.

O chakra do terceiro olho representa os cálculos mentais e processos de


pensamento, a capacidade de avaliar as experiências passadas e padrões de vida
e colocá-los em perspectiva através da sabedoria das ações do terceiro chakra.
Este centro de energia está intimamente associado com a imaginação, a visão
interior, e habilidades psíquicas. Está relacionada com a glândula pituitária.
Funciona como um elo entre o mundo interior e o mundo exterior.

Este chakra está fora de equilíbrio gera: confusão. Dificultando a clareza de


percepção entre o que é intuição, para conversas da mente, incapacidade de
pensar em outros pontos de vista, apenas capaz de ver o significado de
superfície em uma situação.

Sétimo chakra
O chakra da coroa é associado com a glândula pineal, a cor violeta, iluminação
completa, e a união com o cosmos.

O desequilíbrio promove a mente cheia de pensamentos e como você não pode


mudar o seu cérebro desligado, desconectado da fonte e do mundo ao seu redor,
incapaz de deixar de ir embora à ansiedade e até mesmo o medo causando
sensação de deprimido e insatisfeito.

O Realinhamento de chakra consiste em insuflar as energias de cada pétala dos


chakras (Vitris) e assim desfazendo os bloqueios (ghanthis), promovendo para
que cada vórtice se movimente no sentido horário e anti horário sequencialmente
liberando as energias através dos pequenos canais sutis e energéticos existentes
no corpo, proporcionando equilíbrio e libertação de sensações.

O Realinhamento e chakra não é um milagre, não vai evitar que os percalços da


vida deixem de acontecer, mas dará firmeza, clareza e compreensão para seguir
os desejos interiores e seguir num caminhar de autoconhecimento e quiçá o
equilíbrio espiritual. Promovendo a facilidade de reconexão com os fluxos de
memórias inteligentes ativas em cada ser.
Direitos Autorais: SINTE - SINDICATO DOS TERAPEUTAS
LOCALIZAÇÃO DOS CHAKRAS

Chakras
Superiores =

CENTROS
MENTAIS

Chakras da
Frente =

CENTROS DE

SENTIMENTOS

Chakras das Costas =

CENTROS DA VONTADE

O PÊNDULO E OS CHACRAS

Uma importante aplicação do pêndulo é o diagnóstico energético do organismo


através dos chakras, o que pode ser mensurado percentualmente. São sete
centros de força que captam as energias cósmicas, atuando como vias de
conexão entre o macrocosmo e corpo físico.

Chakras são pontos existentes no corpo humano, por onde flui a energia. Cada
qual representa os padrões psicológicos que envolvem a vida do indivíduo. São
os centros energéticos do corpo.
O campo áurico representa o estado de consciência de uma pessoa, pois
armazena todas as suas experiências. Para que essa consciência se manifeste no
plano físico é necessário que o campo áurico o transmita ao corpo etérico e
físico. Essa transmissão acontece através dos chakras, são eles que absorvem
essa energia. Cada chakra possui um corpo áurico correspondente a ele.

O bloqueio e/ou disfunção de um ou mais chakras faz com que ocorra uma perda
de energia, causando problemas físicos, mentais e emocionais. Esses bloqueios
se fixam em primeiro lugar e com mais intensidade nos chakras.

A radiestesia atua como avaliação do fluxo energético dos chakras, mensurando


o funcionamento e identificando possíveis disfunções. Essa avaliação acontece de
forma gradual e metódica. À medida que o pendulo ou a ferramenta radiestésica
faz a varredura do corpo físico ate os corpos sutis, pode-se identificar os
percentuais de funcionamento e a disfunção de cada chakra.

Os chakras são redondos e coloridos, sendo que cada um deles tem uma cor
predominante. Possui movimento circulatório, por isso o nome chakra, que em
sânscrito significa “roda”.

Cada chakra corresponde a uma determinada área, armazenando informações


sobre o desenvolvimento daquela pessoa.

Ao todo existem milhares de chakras, porém os mais importantes são sete.


Todos os chakras do corpo estão ligados por meio de meridianos ou nádis.

EFEITOS PSICOLÓGICOS DOS CHAKRAS

CHAKRAS EFEITOS POSITIVOS EFEITOS NEGATIVOS

Cólera, frustração, tensão


nervosa, comportamento
Alegria, extroversão,
vitalidade, paixão, coragem, extremo, agressividade,
generosidade, auto-sacrifício, possessividade, ambição
BÁSICO força pioneira, expressão. desmedida, egoísmo,
domínio, sensualidade
obsessiva.

Tolerância, compreensão, Auto-indulgência, pressa,


esclarecimento mental, temeridade, falta de
UMBILICAL harmonia, organização, raciocínio, teimosia, crítica,
desejo de paz, auto- dogmatismo, indecisão,
confiança, equilíbrio e dependência, ambição,
controle sexual. timidez, insensatez,
exigência.

Mente sutil, agudo Inconstância, compulsão,


discernimento, dom da dispersão de energia,
PLEXO SOLAR palavra, sensibilidade, superficialidade, despeito,
otimismo, comunicação, inveja, egoísmo, ciúme,
compreensão, criatividade, falta de concentração,
inteligência, intuição, insensibilidade,
popularidade. sensacionalismo.

Determinação, eficiência, Visão estreita, rigidez


paciência, equilíbrio, paralisante, desejo de
confiança, versatilidade, segurança, busca de poder,
CARDÍACO desejo de nutrir, ajudar, superioridade, dogmatismo,
fecundidade, ideais inveja, descontentamento,
curadores, simpatia, sordidez, ciúme danoso,
esperança, amizade. crueldade.

Alegria, concentração, Preguiça, inércia, apatia,


percepção, versatilidade, fraqueza, inconstância,
espiritualidade, firmeza, impaciência, superstição,
LARÍNGEO tranqüilidade, confiança, irresponsabilidade, auto-
dom da expressão, indulgência, crítica,
paranormalidade, mente capricho.
aguda, fé, amor.

Percepção aguda, harmonia, Dispersão energética,


idealismo, tolerância, irresponsabilidade, paralisia
compreensão, forte intuição, mental, dogmatismo,
FRONTAL coragem, determinação, austeridade, cinismo,
nobreza, união familiar, intolerância, introversão,
justiça, arte, compassivo. inconveniência, rigidez,
falência espiritual.
Mente inspirada, Dificuldade de expressão,
compreensão, percepção, discriminação, reserva,
CORONÁRIO artes, iluminação, equilíbrio, arrogância, orgulho,
solidão, refinamento, dominação, isolamento,
sensibilidade, tranqüilidade, fuga para a fantasia, cólera,
bondade, gentileza, raiva, fanatismo,
inteligência inspirada, misticismo.
sabedoria.

Testemunhos, Remédio Radiônico

Graças ao gráfico Radiônico podemos reproduzir a frequência ou radiação de


qualquer testemunho-palavra ou de qualquer remédio vibracional mencionado
também mediante a pesquisa radiestésica guiado sobre gráficos, escrevendo com
grafite negro claramente seu nome como por exemplo: aloe vera, aspirina, etc.,
criando um testemunho do remédio que irá complementar e otimizar o gráfico
radiônico de frequência dos remédios escritos, o copo de água natural colocado
no centro de um círculo sal centro do decágono. (Para a mesma terapia não se
pode introduzir os 3 retângulos iguais mais de 6 remédios)
A presença do decágono, que reclama e amplifica a vibração, neste caso do
testemunho mencionado dentro dos 3 retângulos superiores, na presença dos
círculos concentrados que amplifica ulteriormente a vibração sempre do
testemunho do remédio mesmo ao copo de água colocado no centro.

TRABALHANDO OS CINCO MOVIMENTOS CHINESES


Os órgãos e tecidos são classificados em cinco categorias de acordo com os Cinco
Elementos ou Fases, e seus movimentos, para se observar suas relações
internas.

A relação entre as fases baseia-se em dois aspectos que se apoiam mutuamente


para propiciar harmonia: os ciclos de Geração e de Dominância ou Controle.

O ciclo de Geração forma uma sequência em que cada Elemento dá origem ou


gera o seguinte, assim como é gerado da mesma forma. Deste modo teremos:
madeira gera fogo, fogo gera terra, terra gera metal, metal gera água e água
gera madeira.

No ciclo de Dominância cada elemento controla o outro, ao passo em que é


controlado também, formando uma relação de controle e restrição mútua entre
as fases. Aqui teremos: madeira controla terra, terra controla água, água
controla fogo, fogo controla metal e o metal controla madeira.

As relações de geração e dominância asseguram o equilíbrio entre os elementos


e a normalidade de seus processos, no caso do corpo humano, de seu
funcionamento fisiológico saudável. Como a lei que os Cinco Elementos seguem
demonstra interdependência entre eles, o desequilíbrio em uma das fases ou na
relação entre alguma delas irá repercutir no sistema inteiro.

A seguir um quadro com algumas das principais correspondências dos Cinco


Elementos:
Madeira Fogo Terra Metal Água

*
Estações Primavera Verão Nenhuma Outono Inverno

Sabores Ácido Amargo Doce Picante Salgado

Transformaçõe Germinaçã Cresciment Transformaçã


Colheita Estocar
s o o o

Cores Verde Vermelho Amarelo Branco Preto

Sabores Azedo Amargo Doce Picante Salgado

Estados Vento Calor Umidade Secura Frio

Sistemas Yin Fígado Coração Pulmão


Baço (Pi) Rim (Shen)
(Zang) (Gan) (Xin) (Fei)

Intestino
Intestino Bexiga
Sistemas Yang Vesícula Estômago Grosso
Delgado (Pangguang
(Fu) Biliar (Dan) (Wei) (Dachang
(Xiaochang) )
)

Órgãos dos
Olhos Língua Boca Nariz Ouvidos
Sentidos

Tecidos Tendões Vasos Músculos Pele Ossos

Emoções Fúria Alegria Preocupação Tristeza Medo

Direções Leste Sul Centro Oeste Norte


Descobrindo seu perfil e de seu cliente
Coloca-se o pêndulo a uns 10 ou 15 cm distante do próprio corpo no local dos
órgãos dos cinco movimentos, ou seja: 1) coração; 2) baço/pâncreas; 3)
pulmão; 4) fígado; 5) rins. Onde o pêndulo girar em sentido horário é ali seu
movimento predominante. Quanto a seu cliente, o procedimento é o mesmo isto
é, o perfil do cliente estabelecido por um dos Cinco Movimentos Chineses.
Pode-se também fazer uma análise do cliente ausente com algum testemunho do
mesmo. Exemplo: um retrato, pedaço de unha, de cabelo ou saliva. Quando não
se tem um testemunho concreto, pode-se criar um testemunho, colocando o
nome, e se possível a data de nascimento na ficha e esta ficaria caracterizada
como sendo a representação do cliente, ou pode-se desenhar um boneco na ficha
e ir passando o lápis nos pontos dos órgãos dos Cinco Movimentos com a mão
esquerda e com a direita segurando firmemente o pêndulo, sobre qual parte do
corpo o pêndulo girar é ali o órgão predominante e em consequência seu perfil
quanto aos Cinco Movimentos Chineses.

Como os Cinco Movimentos


influenciam a personalidade
MOVIMENTO FOGO
Pessoas nascidas sob a influência deste movimento são líderes naturais,
carismáticas e dinâmicas no falar e no agir. Aventureiros, ambiciosos, impulsivos
e sem medo dos riscos, eles possuem enorme capacidade para inspirar os outros
a atingir seus objetivos. Sua grande energia e ambição, entretanto, podem
também trabalhar contra eles, que correm o risco de se tornar egoístas,
desconsiderados e inquietos quando não são capazes de obter o que desejam.
O calor e o brilho do movimento FOGO atraem naturalmente as pessoas até eles,
mas isso também pode ser destrutivo quando não mantido sob controle.

MOVIMENTO TERRA
Os que se enquadram neste movimento são conhecidos por sua natureza
pragmática e conservadora. São prudentes com suas finanças, planejadores e
administradores eficientes. Confiáveis e metódicos, não são dados a exageros e
embelezamentos e podem apresentar as coisas da forma simples como elas são,
ou pelo menos como eles as vêem. No lado negativo, podem sofrer de uma certa
falta de imaginação e espírito de aventura e podem se tornar muito críticos e
excessivamente preocupados em proteger seus próprios interesses.

MOVIMENTO METAL
Os que são controlados pelo Metal são ambiciosos, orientados para o sucesso,
determinados e perseverantes. Resolutos e sem hesitação na conduta e na
expressão, eles são guiados por sentimentos poderosos e podem, às vezes, ser
irracionalmente teimosos e inflexíveis. Têm forte perspicácia financeira (Metal é o
elemento associado ao dinheiro) e irão usá-la para aumentar seu apetite por luxo
e poder. Voluntariosos e dogmáticos, eles precisam aprender o valor da
conciliação e deixar de insistir rigidamente em sempre ter as coisas feitas a sua
maneira.

MOVIMENTO ÁGUA
Os regidos pela Água são fluidos como ela. Elas (as águas) mais penetram do
que dominam, e, como um rio ou regato, são capazes de se desviar de quaisquer
obstáculos em seu caminho através de sua calma e indomável perseverança. São
habilidosos, comunicadores, capazes de transmitir idéias e influenciar os outros.
Em seu estado negativo, podem ser muito conciliadores e passivos, e se apoiar
demais no apoio dos outros. Para obter sucesso, eles devem aprender a ser mais
afirmativos e usar ativamente seus poderes de persuasão para transformar seus
sonhos e visões em realidade.

MOVIMENTO MADEIRA
Daqueles nascidos sob a influência do movimento Madeira diz-se que possuem
elevados padrões morais e defendem o crescimento consistente e a renovação.
São extremamente autoconfiantes e progressistas, com habilidades executivas
que os capacitam a assumir empreitadas cooperativas de grande porte. Por
causa de sua generosidade e de sua capacidade inata e solidária de compreensão
dos outros, são capazes de produzir apoio moral e financeiro para todos os
empreendimentos com que se comprometam. Sua maior desvantagem é uma
tendência entusiástica e excessivamente confiante para assumir mais do que o
recomendável e, portanto, correr o risco de nada conquistar.

Estudo da pessoa presente


 Escuta-se por cerca de 20 minutos o que o cliente tem a dizer, quais suas
reclamações específicas e gerais, o que mais o incomoda e o modo como os
demais ou o incomoda ou o agrada;
 No local onde houver predominância da energia individualizada, o pêndulo
oscilará em rotações afirmativas seguindo sentido horário;
 Obtida a resposta afirmativa, anota-se na ficha do cliente o nome do
Movimento ao qual o cliente pertence;
 Pergunta-se ao pêndulo quantas voltas ou quantos minutos são necessários
para se restabelecer a harmonia naquele Movimento;
 Coloca-se um gráfico da Radiônica sobre o local do perfil individual-
movimento e roda-se sobre ele o pêndulo tantas vezes ou tantos minutos
necessários.
Em 100% dos casos estudados, o que foi estabelecido pelo pêndulo é o
seguinte:
- Perfil individual-movimento Fogo = Gráfico DIAFRAGMA II;
- Perfil individual–movimento Terra = Gráfico PANTÁCULO;
- Perfil individual-movimento Metal = Gráfico ESCUDO PROTETOR;
- Perfil individual-movimento Água = Gráfico ESTRELA (PENTAGRAMA);
- Perfil individual-movimento Madeira = Gráfico TURBILHÃO C/ SOL.
 Pergunta-se ao pêndulo se são necessárias outras sessões, caso positivo,
informa-se ao cliente;

Estudo da pessoa ausente


O retrato ou foto é uma transmissão vibratória da luz, vinda do corpo
fotografado diretamente no filme que captou, condensou e transmitiu as
vibrações emitidas pelo corpo.
Para as vibrações ou radiações que expelem os corpos, não há obstáculos nem
distâncias. O tempo e o espaço não existem e como a força de penetração é
muito grande, abre passagens e segue adiante.
Estas radiações são perfeitamente percebidas quando o radiestesista regula e
acorda o seu sistema receptor (sistema nervoso) com o comprimento das ondas
que a foto ou mapa emite.
Não há uma explicação formal e científica que possa satisfazer, mas sua exatidão
é certa.
Detectar uma radiação é pôr o cérebro em ressonância com um comprimento de
onda, escolhido propositalmente, em vista de algum interesse.
É necessário encontrar um meio de sintonizar somente as ondas do objeto que
nos interessa e deixar de lado todas as outras radiações, estabelecendo assim a
seleção.
Cuida-se da pessoa ausente como se cuida da presente, só diferenciando ser a
foto ou figura e não o corpo material.

O QUE SIGNIFICA RECOMPOR OU CENTRALIZAR A ENERGIA?

Conforme pesquisas feitas no mundo inteiro, devemos receber a energia do


Chacra central ou glândula Pineal (cérebro) e às vezes, por motivos diversos,
passarmos a recebê-la em outros centros psíquicos ou chakras, causando
assim um desvio energético, que poderá nos provocar os mais diversos
problemas, ou seja, de uma simples dor de cabeça, e em raríssimos casos, até
paralisia de algumas partes do organismo.
O nosso crânio é dividido em 5(cinco) minúsculas cavidades chamadas
chacras, assim divididos: Chacra central ou glândula Pineal (cérebro), Chacra
frontal ou terceiro olho, Chacra occipital (hipófise), Chacra temporal direito,
Chacra temporal esquerdo, e para efeito de rastreamento, plexo-solar.
Como foi dito anteriormente, o chacra central, é considerado receptor, e os
outros auxiliares, com exceção da hipófise, que é considerada transmissor.
Após uma análise do nosso fluxo energético, e constatado que existe um
desvio de energia, dependendo de onde a recebemos, devemos proceder a
reconstituição energética com formas (pirâmides, cones, etc.) colocada no
nosso chakra central por um tempo determinado.

O USO DA CROMOTERAPIA NA RADIESTESIA

Radiestesia é a ciência que procura determinar o comportamento energético do


homem, em relação ao meio em que se vive, bem como suas predisposições e
níveis de energia em que ele se encontra num determinado momento.

A palavra radiestesia deriva do latim radius que é igual a radiação, do grego


aisthesis que é igual a sensibilidade. Foi usada pela primeira vez pelo Abade
Bouly em 1929 - França.
Essa arte, também conhecida como rabdomancia, zohorismo ou até das varetas,
inicialmente foi usada com o objetivo de localizar pontos de água e jazidas
subterrâneas, mas seu uso foi ampliando-se e hoje é utilizada nos diagnósticos
das doenças.

Através da radiestesia pode-se detectar todos os problemas energéticos de um


indivíduo, pelo fato destes problemas acontecerem primeiro no campo energético
e, somente depois de um certo tempo passarem para o corpo físico.

A utilização da radiestesia se fundamenta no conhecimento e no uso da atividade


mental do indivíduo que chamaremos de operador, que coloca sua mente em
ressonância com as emanações dos objetos ou pessoas pesquisadas, obtendo
uma informação que somente poderá ser decodificada pelo operador após
adquirir uma “sensibilidade radiestésica” por meio de exercícios.
O radiestesista utiliza-se de varinhas, forquilha ou de um pêndulo para captar a
ressonância das vibrações emitidas pelos seres.
Pela radiestesia todo corpo animado ou não emite frequências radiestésicas
características daquele corpo, pelo fenômeno da ressonância, ai podemos dizer
que o indivíduo está com uma vibração corporal igual à de uma determinada cor
devido à influência da luz. Assim podemos dizer que este ou aquele indivíduo,
animal ou planta está com seu campo energético vibrando na mesma frequência
que esta ou aquela cor. A chamada cor individual.
A radiestesia utiliza todas as cores do espectro solar, servindo-se até dos raios
invisíveis.
Através dela podemos determinar quais são as cores que tem maior influência
positiva, as neutras e as negativas.
Já vimos que os seres emitem o chamado “raio fundamental”, de grande
importância na radiestesia curativa no auxílio dos diagnósticos das doenças.
A técnica consiste em o radiestesista descobrir, primeiramente o seu próprio raio
fundamental, ou seja, a sua própria cor individual. Para isso ele se vale do
pêndulo neutro.
O pêndulo consiste em massa e formas variadas mantendo sempre uma relação
com o comprimento do fio.

AS CORES
Os primeiros princípios da radiestesia foram estabelecidos quando se aplicou o
pêndulo sobre objetos coloridos. Daí a importância das cores no estudo que
estamos desenvolvendo.
Todos os seres emitem vibrações que se denominam “raios de cores”. No ser
humano, essas vibrações são numerosas e diferentes, porém existe um raio
denominado PRINCIPAL, resultante da combinação determinada que individualize
o ser e representa sua “cor individual”.
A terapia pelas cores, ou cromoterapia, é um dos campos mais excitantes de
pesquisa na moderna terapêutica.
As cores podem induzir ao repouso ou atividade. Podem evocar atitudes de
confiança ou de desconfiança. Podem estimular a atividade mental ou provocar
explosões emocionais. Tais fatos têm sidos usados pelos psicólogos nos jogos de
cores para pintura de bancos, escritórios e fábricas. E, além de tudo isso, as
cores podem ter ação curativa. O primeiro passo no uso da terapia pelas cores é
encontrar a ressonância básica, a cor pessoal e a cor de harmonia.
No gráfico a seguir procure identificar qual a cor pessoal, qual a cor que você
está vibrando e qual a cor que precisa usar para lhe harmonizar.
Faça agora, para o seu inconsciente, a afirmação de que esta procurando
identificar a sua cor pessoal... Em seguida, segure o pêndulo sobre o gráfico. A
sua cor pessoal será aquela que o pendulo apontar.
Depois que você tiver determinado a sua cor de maior ressonância, passe a usá-
la o mais que puder, apenas com moderação ditada pelo bom gosto. Logo
verificará estar se sentindo mais energético e menos afetado de doenças.
Sempre que se sentir cansado, você pode perguntar qual a cor que você precisa
usar para se reequilibrar, logo saberá qual a cor que lhe devolverá a harmonia.
Vermelho

O vermelho atua no sistema nervoso autônomo simpático, estimulando-o. É a cor


da atividade física.
É altamente excitante, energético e revigorante. É a cor da sensualidade.
Representa o tempo presente. Estimula a combatividade. Nas glândulas supra-
renais favorecem a liberação de adrenalina, nas glândulas sexuais, os hormônios
que conduzem ao excitamento. Eleva a pressão sanguínea, os movimentos
respiratórios, os batimentos cardíacos. Estimula a produção de glóbulos
vermelhos no sangue. Dilata os vasos, favorece a eliminação de edemas. Sua
nota musical é o dó, isto é, quando um instrumento emite uma nota dó, produz
uma vibração de cor vermelha.

O vermelho e a psique
As pessoas que gostam do vermelho são as que lutam para obter sucesso.
Promovem ou são capazes de promover as revoluções. Gostam de viver a vida
de forma intensa, plena. São ativas e laboriosas. Gostam de esportes, de
competições. São produtivas e empreendedoras. Simbolicamente, o vermelho
corresponde à vitória nas conquistas, à masculinidade, ao temperamento
ardente. A pessoa que rejeita o vermelho demonstra que está esgotada,
provavelmente se encontra em estado de superestimulação, à beira de um
estresse ou apresentando alguma insuficiência cardíaca (o que deve ser
confirmado por uma visita a um cardiologista). Mostra-se facilmente irritável,
talvez em consequência de extremo cansaço físico, insuficiência cardíaca ou
problemas quase insolúveis.

Alaranjado

O alaranjado atua no sistema nervoso autônomo simpático, estimulando-o um


pouco menos do que o vermelho. Estimula, ainda, a função de todas as glândulas
endócrinas, especialmente as glândulas do sistema reprodutor – testículos nos
homens e ovários na mulher – e as supra-renais. É uma cor vitalizante para todo
o corpo. Sua nota musical é o ré.

O alaranjado e a psique:
As pessoas atraídas pelo alaranjado são cheias de entusiasmo pela vida,
idealistas e dinâmicas. São altamente interessadas nos movimentos em favor
das mudanças sociais que visam maior justiça e amparo para os desprotegidos.
São sensuais e orgulhosas, mas este orgulho surge em decorrência de
qualidades positivas conquistadas e não de aquisição de status na sociedade.
Quando é claro e luminoso na aura, o alaranjado revela um ser evoluído e
empenhado em promover mudanças que beneficia a humanidade. Quando é
escuro e embaçado, revela orgulho discriminador e infantil.

Amarelo

O amarelo é a cor do futuro e da alegria. É uma cor mais sugestiva do que


estimulante. Atua nos sistemas nervoso central e autônomo simpático, vitaliza os
neurônios cerebrais, favorecendo o raciocínio e a memória. Combate à preguiça
funcional dos órgãos internos. Vitaliza o coração e todo o sistema circulatório.
Atua na glândula timo, favorecendo a formação de glóbulos sanguíneos
destinados à defesa imunológica do organismo. Estimula o fígado e os
movimentos peristálticos dos intestinos através do sistema nervoso autônomo
parassimpático. Sua nota musical é o mi.

O amarelo e a psique:
O efeito do amarelo é traduzido em alegria. É uma cor que facilita a
concentração e a resolução dos problemas. O amarelo traz felicidade e esperança
no futuro. A preferência pelo amarelo indica pessoa trabalhadeira, mas um tanto
instável em suas atividades. É alguém que deseja liberdade e espera um futuro
mais feliz. O amarelo impulsiona para novas conquistas, seja em nível material
ou nível espiritual. Estimula a criatividade para coisas novas, pioneiras. A pessoa
quando rejeita o amarelo, suas esperanças foram frustradas e ela se acha
mergulhada no vazio, sentindo-se separadas dos demais. Tal pessoa pode
apresentar comportamento irascível, desanimado e desconfiado.

Verde

Depois do azul do céu é o verde a cor mais encontrada na natureza. O verde, em


todos os seus matizes, tem o poder de propiciar o equilíbrio, a estabilidade, a
perseverança, a tenacidade. Dá uma sensação de frescor e segurança. Na
cromoterapia, o verde neutraliza os efeitos do excesso do vermelho, do
alaranjado e do amarelo. Por isso, ele é sempre utilizado no final do tratamento
à base dessas cores. O verde acalma e descongestiona. A humanidade precisa
muito do equilíbrio emocional propiciado pelo verde, daí o seu predomínio na
natureza. Sua nota musical é o fá.

O verde e a psique:
O verde traz impressão de frescor, relaxa e acalma. Tem efeito equilibrador
sobre a parte mental, emocional e física. As pessoas que dão preferência ao
verde gostam de impressionar, de serem notadas, possuem firmeza,
perseverança e resistem às mudanças. Sentem necessidade de que os outros as
valorizem. Esforçam-se para controlar o próprio destino. São qualificadas como
reformadoras, procuram melhor as condições externas da vida. Gostam de que
suas opiniões prevaleçam e muitas vezes têm tendência a criticar e censurar os
outros. São pessoas controladas, que não se expõem. As pessoas que rejeitam o
verde têm as mesmas características e necessidades, mas se sentem
enfraquecidas pela resistência encontrada, diminuídas com a falta de
consideração dos outros. Revelam tensão e angustia e detonam provável
fraqueza física.
Preferir ou rejeitar o verde detona que a pessoa é teimosa e caprichosa.

Azul

Cor suavizante, que traz calma e serenidade, atuando no sistema nervoso


central. É a tônica do Logos deste nosso Universo de onde é a cor predominante.
É a cor da paz, da devoção, do amor sublimado. Sugere descanso, quietude,
reverência. Vitaliza a glândula tireoide e paratireoide, além dos órgãos da
garganta e do sistema respiratório.
É a cor, antes do verde, de maior necessidade para os habitantes de nosso
planeta. Sua nota musical é o sol.

O azul e a psique:
A cor que produz estados de apaziguamento, de ternura, de afeto e de
serenidade. É a cor da devoção. Acalma a mente e auxilia a concentração e a
meditação. A preferência dada a esta cor pode denotar necessidade de repouso e
compreensão amorosa. Quem escolhe o azul ou é muito sereno ou precisa de
paz. É uma pessoa que anseia por um mundo justo e íntegro. Pode estar
necessitando de descanso físico e mental.

Índigo

Tal como o azul, o índigo apresenta ação relaxante e calmante.


Seu uso é indicado em substituição à cor vermelha, para pessoas que não podem
ser expostas a esta cor. É o caso dos recém-nascidos, dos idosos, dos
hipertensos, dos psicóticos, das pessoas agitadas e sanguíneas ou em estado
febris. É anti inflamatório, anti-hemorrágico e cicatrizante.
Representa o contentamento decorrente da realização de altos Ideais. Provoca
uma sensação de harmonia e unidade com a natureza. Produz a sensação de
eternidade. Diminui a pressão sanguínea, o pulso e os batimentos cardíacos,
auxiliando a recuperação do corpo pelos sistemas auto protetores. Representa
uma necessidade biológica básica; em termos físicos, a tranquilidade;
psicologicamente, a paz e a satisfação que conduzem à felicidade. Sua nota
música é o Lá.
O índigo e a psique:
O índigo é muito semelhante ao azul em relação a aspectos psicológicos e físicos.
O índigo representa um estado de espírito que se caracteriza como simpatia de
sentimentos. Representa a ternura, o amor puro e intenso entre jovens e o amor
que une a família num sentimento profundo de solidariedade e proteção. Quando
se escolhe o índigo, fica evidenciada uma necessidade de descanso e
relaxamento, de tranquilidade emocional. A escolha dessa cor reflete anseio por
um ambiente organizado e tranquilo. Reflete ainda a necessidade de uma relação
sem conflitos e desentendimentos. Essa preferência também pode significar que
a pessoa é um ser extremamente equilibrado e tranquilo, de padrões éticos
elevados e íntegros. Rejeitar esta cor demonstra insatisfação, ansiedade, porque
suas relações profissionais ou emocionais não se acham à altura dos seus
elevados padrões. A pessoa que rejeita o índigo se encontra na iminência de
romper com sociedades afetivas ou de empresas, por sentir-se impossibilitada de
suportar por mais tempo a situação decepcionante. Pode criar mecanismos de
compensação, se não puder efetivar os rompimentos desejados, ou assumindo
um comportamento apaixonado e volúvel, ou, caso repudie a promiscuidade
sexual, lançando-se em aventuras radicais, em que expõe sua vida a constantes
riscos, como corridas de automóveis ou canoagem em corredeiras perigosas, etc.

Violeta

O violeta é a cor que regerá os próximos 2.000 anos. Já entramos em sua


regência*. É a cor da transmutação, com efeito, altamente positivo. Queima
registros cármicos negativos da aura, purificando-a e desativando miasmas que
lhe tenham aderido. É uma cor que só é liberada sob a vigência do Sétimo Raio,
pois representa o final de um grande ciclo de 14.000 anos, época em que
profunda seleção é feita em relação aos habitantes de nosso planeta. O esperado
“final dos tempos” ou “apocalipse” já está em curso, como também a
consequência separação do joio do trigo. O violeta aumenta o magnetismo
pessoal, age no sistema nervoso simpático, estimula e ativa o metabolismo do
cálcio, atua na formação hormonal, regula o desdobramento químico das
substâncias e tem acentuado efeito nos líquidos da coluna. É a cor de frequência
mais alta registrada pela nossa visão e por isso de alcance mais profundo nos
tecidos. Sua nota musical é o si.

O violeta e a psique:
O violeta induz a elevados pensamentos de teor espiritual. As pessoas que o
elegem como cor preferida tem anseio de elevar-se. São sensíveis, amorosas e
sonhadoras. Anseiam por uma ligação afetiva ideal, quase mágica. Têm profundo
senso estético. São pessoas requintadas, finas, gentis. A rejeição ao violeta
indica materialismo e praticidade.

Rosa

O róseo é a cor resultante da vibração do amor. Energiza o sistema nervoso,


tonifica e embeleza o semblante. Induz ao romance, às palavras suaves, à
delicadeza. Dá sensação de bem-estar e pureza. Estimula a boa vontade e a
simpatia. Aproxima os seres.
O rosa e a psique
Por ser a cor emitida quando estamos sentido amor, o róseo dota a aura de uma
poderosa força atrativa. É a cor preferida das pessoas amorosas e sensíveis. A
rejeição ao róseo revela total falta de romantismo e ternura.
É uma cor que induz à conciliação de pontos de vista oposto.

Branco

É a síntese de todas as cores, a combinação harmoniosa, perfeita, das


frequências coloridas.
O Sol Central que gerou e mantém a vida ema nosso Universo emite a luz
branca, leitosa, puríssima, surpreendente. Este Sol é a expressão da Vida Uma
que associa toda manifestação cósmica, desde a mais grandiosa galáxia ao
menor de todos os átomos, desde a vida de um arcanjo ao menor de todos os
micróbios, a uma Unidade, em essência indivisa. Não existe porção desse
universo, por menor que seja, que não esteja banhada e interpenetrada pela luz
desse Sol Central, que leva em si todos os atributos de sua fonte: amor-
sabedoria, vontade e atividade inteligente em todas as suas múltiplas
expressões. Assim, Deus realiza Sua onisciência e onipresença vinda da luz que é
irradia do Sol Central do Universo e do Sol Central de Sua presença em cada ser
criado.

O branco e a psique:
Por ser a síntese harmoniosa de todas as cores, o branco desperta alegria e pode
ser excitante par as pessoas que se encontrem estressadas, daí ter sido
substituído, nas salas cirúrgicas, pelo verde, que traz equilíbrio. As pessoas que
dão preferência ao branco revelam harmonia emocional e, consequente equilíbrio
do sistema nervoso. Essa cor proporciona sensação de paz àqueles que se
encontram bem harmonizados.

As Cores na Aura:
O plano físico se subdivide em sete sub-planos, que representam sete graus de
densidade: sólido, líquido, gasoso, etérico, super-etérico, subatômico e atômico.
Denomina-se de duplo etérico o corpo formado pelos quatro sub-planos
superiores do plano de físico. Este corpo interpenetra o corpo denso e o
ultrapassa em meio centímetro. Possui uma aura, a da saúde. Esta aura
ultrapassa o duplo etérico em alguns centímetros. É ligeiramente azulada, quase
incolor e composta de uma afinidade de linhas retas que se irradiam
simetricamente em todas as direções. Quando a pessoa goza de boa saúde, são
regulares e firmes; em caso de enfermidade, tornam-se irregulares ao redor do
corpo, entrecruzando-se na mais completa desordem, ou curvando-se para baixo
como resultado da fraca energia irradiada. Muitas vezes esta aura reflete o
colorido da aura do corpo emocional (também denominado corpo astral), quando
a emoção geradora da cor é muito forte. Esta aura é registrada através da foto
Kirlian. O corpo astral, veículo destinado a transmitir ao Espírito a experiência
das emoções, apresenta o mesmo aspecto do corpo físico, registrando todos os
sinais e cicatrizes, deste corpo mais denso. É no corpo astral que passamos a
atuar após o desencarne. Este corpo também possui uma aura que o ultrapassa
de alguns centímetros e registra, através de emissões coloridas, a emoções que
sentimos.
Vimos como as cores são importantes para a saúde. Quando sentimos uma
emoção, a cor que a representa pode interferir de forma positiva ou negativa
sobre nossa estrutura física etérica. Por exemplo: ao sentirmos amor,
imediatamente surge em nossa aura uma vibração rósea. Quanto mais intenso o
sentimento, mais ampla e abrangente é a cor que expressa esta emoção que
irradia através da aura. Como a cor rósea é a que tonifica todo o sistema
nervoso, ao amarmos, este sistema estará sendo constantemente favorecido. A
corrente de prana róseo é o veículo transportador de todas as outras cores.
Conclui-se então que, além do sistema nervoso, todo o corpo físico é altamente
beneficiado pelo sentimento do amor. A pessoa que ama é uma bênção para
todos os que a rodeiam, pois a aura rósea traz sensação de bem-estar e
vitalidade aos que lhe estão próximos.

A tristeza provoca nuvens de cor cinza em torno de quem a sente. O cinza é


altamente desvitalizante. Faz cair o tônus vital, deprime o sistema imunológico e
abre as portas às infecções. Por ser uma emoção contagiante, traz mal-estar e
esgotamento às pessoas que estejam ao alcance dessa aura. O amarelo é a cor
que se irradia na aura emocional em consequência da alegria e dos interesses
intelectuais. Tem o poder de estimular a função de todos os órgãos, causando
bem-estar e boa disposição. Clareia a mente, beneficia o raciocínio, além de
despertar e animar.
O vermelho-alaranjado é a cor da sexualidade, do entusiasmo, da disposição
de liderar, de combater, de alcançar metas. As pessoas vivazes, energéticas,
empreendedoras, líderes, apresenta essa cor em suas auras.
Um vermelho-escuro agressivo surge na aura nos momentos de raiva, de ira e
é muito prejudicial, pois eleva a pressão sanguínea e a temperatura, podendo
causar derrames e apoplexias. Prejudica, principalmente, as pessoas frágeis,
idosas e crianças que estejam expostas à agressão da aura da pessoa
intemperante, além, é claro, do agente em questão.
O azul é a cor resultante de uma prece ou atitude devocional. Tranqüiliza a
respiração, tonifica o sistema respiratório, inspira pensamentos elevados,
trazendo paz, equilíbrio e bem-estar.
O verde-limão traduz a pessoa generosa, que constantemente procura auxiliar
as outras.
O verde-esmeralda é a cor terapeuta, do médico.
O verde, de modo geral, quando límpido, traduz a personalidade admirada e
reconhecida pelos seus dons altruísticos. Revela uma pessoa que sabe o que
quer e persegue suas metas com destaque sobre os demais.
Conhecendo o efeito das cores na aura, em decorrência de sentimentos,
podemos entender porque certas pessoas nos agradam ou provocam mal-estar,
independentemente de sua aparência física. Isto se deve ao impacto que essas
auras causam nas nossas. Sendo harmoniosas, nos fazem bem e, quando
agressivas, nos incomodam e podem até nos prejudicar.
Cristais

Os cristais, desde as culturas antigas do mundo, eram usados para curar e


equilibrar o ser humano. Na cultura antiga da Índia, Grécia e Egito, os cristais
eram usados para energizar remédios e auxiliar na medicina, trazendo a cura
para muitas pessoas.

Os cristais são poderosas ferramentas que trazem o equilíbrio natural para as


partes: físicas, psicológicas e espirituais. Eles representam o poder da natureza
superior.

USO DAS PEDRAS NOS TRATAMENTOS

Usamos pedras na abertura de chakras, e em gráficos de órgãos para tratamento


de saúde. Feito o diagnóstico para sabermos o órgão em desequilíbrio,
colocamos o testemunho sobre ele e com o pêndulo procuramos o local afetado
sobre o qual devemos pôr a pedra, que também é escolhida com o pêndulo.

Significado de Pedras

ÁGATA

Esta pedra fortalece o coração, da coragem e é um antídoto contra venenos:


Diz-se que a ágata abaixa as febres e tem até mesmo a propriedade das águas
refrescantes. Aguça a visão, ilumina a mente, concede eloquência, auxilia na
descoberta de tesouros e atrai heranças.

ÁGATA MUSGOSA

Aumenta a vitalidade. Amuletos de ágata são úteis contra picadas de cobra,


paralisia e enfermidades mentais. Esta pedra também fortalece o poder do sol
em seu usuário, aperfeiçoa seu ego e sua auto - estima, assim como o desejo
sexual.
ÁGUAMARINHA

É a pedra dos videntes e dos místicos de alma pura que sentem tudo, da clareza
de visão mental e da onisciência. É boa para os olhos. Recomenda-se seu uso
perto do coração para assim influenciar o plexo solar. Quem a possui torna-se
jovem e corajoso, com um coração verdadeiro e quente, ama família e amigos
participa de um casamento feliz. Auxilia contra dores nervosas, perturbações
glandulares, problemas com os pescoços, o queixo e a garganta, contra dores de
dente, tosse e estômago.

ALEXANDRITA

Variedade verde-escuro crisoberilo à luz natural, e vermelha na luz artificial. Seu


nome vem do Czar Alexandre II. Permite descobrir a mentira e o engano em
pessoas próximas. Protege o sistema nervoso e alivia vários tipos de câncer.

AMAZONITA

Exerce poderosa influência no jogo facilitando a obtenção de sucesso. Ajuda a


aperfeiçoar a expressão corporal. Alivia e acalma o cérebro e o sistema nervoso.
Fortalece o coração e o corpo físico. Auxilia no parto. Acentua qualidade
masculina. Bom para quem está envolvido na atividade artístico.

ÂMBAR

É a seiva fóssil de um pinheiro que existiu há milhões de anos. Capturados


dentro desta resina encontram-se com freqüência pequenos insetos, flores e
sementes de oriente pré-histórico. O âmbar detém o poder de afastar doenças do
corpo. É benéfico colocar a pedra numa parte do corpo com desequilíbrio ou com
dor. Ela absorverá a energia negativa e ajudará o corpo a receber-se. Também é
indicado para pessoas com tendência suicidas ou autodestrutivas.

PEDRA DA LUA

Absorve energia da lua, acalma a mente e está relacionada com as emoções


humanas. Utilizada contra stress e depressões. Serve para nos proteger contra
tendências autodestrutivas. Ajuda aos homens a atrair o elemento feminino,
assim como outorga um imenso poder de sedução.

PIRITA

Útil no tratamento de problema respiratório, aplicada na garganta. Ajuda na


bronquite e alergias. Pela sua semelhança ao ouro, é considerada a pedra que
atrai dinheiro e riqueza, assim como facilita realizar bons negócios.
QUARTZO AZUL

Auxilia o desenvolvimento da paciência, tolerância e compaixão. É calmante, anti


inflamatório e regula os hormônios. Útil contra o desconforto no período
menstrual. Favorece as relações e a expressão, estimulando o comportamento
casual e espontâneo.

QUARTZO ROSA

O rosa é suave e calmante desta pedra, serve para curar mágoas acumuladas
pelo coração. Ela dissolve a carga acumulada que reprimem a capacidade de dar
e receber amor. Emana uma energia que substitui as tristezas, temores e
ressentimentos, e revolve os problemas emocionais.

QUARTZO VERDE

Fortalece a saúde em geral, tonifica e estimula a circulação sangüínea e


restabelece a energia do corpo. Da sorte no amor e no jogo.

RODOCROSITA

Alivia e acalma o coração. Tem forte influência no processo criativo e da mente


intuitiva e ajuda na depressão. Cria sentimento de paz, e calor humano.

RUBÌ

Auxilio na concentração e dá força mental. Fortalece o coração. Deveria ser


usado com prata na mão esquerda. Trabalha com o sangue e a circulação.

SAFIRA

Contra as influências negativas. Alivia contra reumatismo, ciática, dores


nevrálgicas, epilepsia e histeria. Estimula a oração e a meditação profunda.

SODALITA

Fortalece a comunicação e expressão criativa. Ajuda a ser mais objetiva e menos


críticos sobre os modos de lidar com a existência. Ensina a examinar as metas
depois que elas forem atingidas. Estimula a coragem e a persistência.
TOPÁZIO

Promove a paixão e alivia o medo. Dá força e inteligência. Magnetiza nosso ser.


Estimula a clareza mental. Seu brilho diáfano nos favorece alegria de viver e de
enfrentar a vida com otimismo fé no futuro. Carregá-la no bolso e tocá-la em
período de dúvida e incerteza para ajudar na tomada de decisões corretas.

TURMALINA AZUL

Estimula o bom funcionamento do pulmão; laringe e garganta. Ajuda na insônia


e permite ter um sono tranquilo e reparador.

TURMALINA PRETA

Repele a energia negativa. Desfaz medo e condições negativas. Aumenta a


sensibilidade, inspiração e compaixão, compreendendo-as melhor. Grande poder
de cura, forças elétricas bem fortes. Nivela os relacionamentos. Ampliador dos
pensamentos.

TURMALINA ROSA

Ela é a doadora do amor na esfera material. Sua mera presença gera alegria e
entusiasmo pela vida. Utilizar, carregar, usar a turmalina rosa ou com ela
meditar, inspirará o coração a livrar-se de mágoas passada e voltará a confiar na
força do amor.

TURMALINA VERDE

Trata-se de uma pedra curativa em todos os sentidos. Ela é capaz de purificar e


fortalecer o sistema nervoso, capacitando-o a conduzir quantidades maiores de
força espiritual.

TURQUESA

Tem a capacidade de absorver sentimentos negativos que poderiam vir a seu


portador. Sua cor muda quando o portador esta doente ou quando algo
desagradável esta para acontecer. Protege contra a poluição do ambiente.
Melhora a meditação, circulação e paz de espírito. Grande poder de cura. Pedra
sagrada para budistas tibetanos. Um símbolo do mar e céu. O mar fala da
profundeza da alma e o céu fala da ascensão ilimitada.
ENERGIAS BENÉFICAS E ENERGIAS NOCIVAS

Para o ser humano sabemos que a Energia Cósmica é altamente benéficas e


certas Energias Telúricas são altamente maléficas. A Energia Cósmica vem do
espaço sideral, do universo, vem de cima e deveria entrar pelo ápice de nossa
cabeça quando estamos equilibrados. A Energia Telúrica vem do centro da terra,
vem dos lençóis de água subterrâneos ou das cavidades do subsolo ou de
minerais radioativos ou mesmo de matéria orgânica em decomposição no
subsolo. É fundamental para a nossa saúde saber localizar o melhor lugar para a
nossa cama. Se ali existir Energia Telúrica certamente após alguns meses
ficaremos doentes. Nossa energia será desequilibrada. Quando a Telúrica invade
a Cósmica há uma descompensação. Aí o ambiente fica maléfico para o ser
humano.

TECNICAS DE INVESTIGAÇÃO DO ORGANISMO DOENTE.


O pêndulo girará ao estar diante de uma zona sã, e ante uma zona enferma
oscilará o incluso se deterá por completo.
Sustentar o pêndulo na mão direita e dirigir o indicador esquerdo na direção do
sujeito, o pêndulo girará ante toda região doente.
Este exame deve ser feito com máxima tranquilidade possível, liberando a mente
de toda imagem que se possa ter.
Poderá auscultar o paciente mediante o gráfico anatômico. Nesse caso basta com
o dedo indicador esquerdo e passear com calma o pêndulo sobre o gráfico. O
pêndulo girará sobre a parte doente do organismo e oscilará ante uma deficiência
ou uma simples disfunção.

O corpo doente tem vibrações afetadas que podemos detectar e curar


reconduzindo-as ao seu estado normal anterior.

1 – Sente-se em frente à uma mesa onde estarão os gráficos.

2 – Num pequeno pedaço de papel, ponha o nome ou a fotografia da pessoa a


ser analisada.

3 - Gráfico Principal:

Coloque o nome da pessoa em uma tira de papel, este deve ficar em cima do
gráfico coberto por uma das mãos do Radiestesista para formar a corrente.

A outra mão segura o pêndulo sobre o gráfico dos percentuais. Faça a pergunta
mental sucessivamente com cada item – astral, físico, mental e espiritual - e
anote o resultado percentual.

Resultados: de 90 a 100 – Ótimo


De 70 a 90 – Bom
De 50 a 70 – Regular
Abaixo de 50 – Ruim a Péssimo.

Os resultados nos dão imediatamente uma boa pista sobre a pessoa que está
sendo analisada. Considerando que primeiro os estragos se fazem nos corpos
mais sutis, e que o físico apenas materializa a desorganização das energias em
forma de doença, continuamos nossa pesquisa indo para o gráfico das cores que
são a materialização das energias.
4 – Coloque o nome da pessoa sobre cada cor – ora sobre a azul, ora sobre a
verde, até completar todas. Pode-se também manter o nome embaixo de uma
das mãos no alto do gráfico e mentalizar cada cor com o pêndulo colocado nos
percentuais.

Para não haver erro, escreva cada resultado percentual ao lado de cada cor.
Ex. O nome da pessoa atingiu 70% na cor amarela, 50% na azul, 90% na
verde... Anote todos os percentuais. Esta é a aura da pessoa naquele momento.

Agora que já sabemos muito do consulente, conforme o resultado das cores,


verificar quais tipos de necessidades energéticas a pessoa precisa para recompor
sua aura e seu equilíbrio.

Exemplo: um percentual baixo da cor verde nos levará a um detalhamento do


estômago, fígado e intestinos. Se o percentual do corpo astral tiver sido baixo
também, a origem do mal físico será emocional.

5 – Com o pêndulo sobre a figura humana, e o nome da pessoa debaixo da outra


mão, faça um rastreamento. De acordo com a convenção pré-estabelecida, o
pêndulo irá girar inversamente onde houver problemas.

Coloque o pêndulo no centro da mandala com uma mão, com a outra cubra o
nome da pessoa que está investigando. O pêndulo irá indicar onde há energia
congestionada.

Estrela de Cinco Pontas de Friedman

Friedman usa a Estrela de Cinco Pontas para especificar a área do desequilíbrio.

1- Mental

2- Espiritual

3- Social

4- Financeiro

5- Físico
O pêndulo deve ser colocado no centro da estrela, sobre o nome escrito da
pessoa cuja aura está sendo captada.

Temos que escolher o gráfico que melhor nos responde. A estrela é uma opção
para um mesmo resultado. Pode-se confirmar uma mesma pergunta ou captação
em dois ou mais gráficos. Deve-se, contudo, tomar o cuidado de não misturar as
conclusões, uma vez que a concentração tem que ser a mesma e não podemos
permitir que influências externas ou desejos pessoais determinem uma captação.

Já temos uma resposta e a possibilidade de indicar um tratamento


cromoterápico para o reequilíbrio energético e consequente cura.

A partir dos resultados, indicamos as cores que faltam, e que devem ser
compensadas com banhos diários de luz, pela manhã e à tarde, com no mínimo,
1 minuto para cada cor. Usa-se 10 minutos para cada cor de aplicação quando a
taxa estiver menor que 50%.

Exemplo de uma aura:

Violeta 80%
Azul Índigo 50%
Azul 70%
Verde 40%
Amarelo 60%
Laranja 80%
Vermelho 90%

Esta pessoa está com bloqueio emocional, instabilidade psíquica (verde) que
dificulta toda a sua estrutura. Quando compensar o verde, a tendência é a
recuperação das outras cores. Deve-se ensinar a pessoa a mentalizar durante o
banho de chuveiro, que a água é da cor, ou das cores que mais precisa. Assim a
recuperação de sua aura e consequentemente de seu físico e emocional será
muito mais rápida.

O uso da Cromoterapia também pode ser feito mentalmente pela própria pessoa
caso ela não tenha uma lâmpada ao alcance.

Como preparar seus próprios florais no gráfico decágono

O decágono serve para ampliar, potencializar, sintonizar e ativar a energia dos


pedidos que ali são colocados por um período de 20 a 30 minutos dependendo do
tipo de testemunho. No caso dos florais deixaremos por 24horas.
Quanto maior o gráfico mais rápido será o resultado daquilo desejado.

Coloque sobre um gráfico decágono previamente plastificado um papel branco


escrito com tinta preta o nome do floral mais adequado a você no momento - ver
lista abaixo, seu nome completo e data de nascimento e acrescentar “tomar 3
colheres de sopa ao dia” e sobre ele duas garrafas de dois litros de água cada
uma.
Qualquer pessoa leiga do assunto certamente terá uma boa visão após a leitura
deste material. Os florais são um poderoso elemento de ajuda e tem a vantagem
de não ter nenhum tipo de contra indicação e de serem passíveis de auto
medicação sem restrições.
Florais de Bach
Os florais corrigem o equilíbrio emocional no campo energético. Tiveram seu
efeito reconhecido em 1976. Para o Dr. Bach o importante era tratar a
personalidade da pessoa e não a doença. A doença é o resultado do conflito da
alma e da personalidade ("O sofrimento é mensageiro de uma lição, a alma
manda a doença para nos corrigir, nos botar no caminho de novo. O mal nada
mais é do que o bem fora do lugar.").
A origem das sete doenças é proveniente de sete defeitos do homem:
1º : Orgulho
2º : Crueldade
3º : Ódio
4º : Egoísmo
5° : Ignorância
6º : Instabilidade Mental
7º : Cobiça, Gula
São sete os caminhos do equilíbrio (liberdade):
1º : Paz
2º : Esperança
3º : Alegria
4º : Fé
5º : Certeza
6º : Sabedoria
7º : Amor
Seu conceito de saúde é: Harmonia, integração, individualidade e integridade.
1ª : Para os que tem medo:
ROCK ROSE / MIMULUS / CHERRY PLUM
ASPEN / RED CHESTNUT
2ª : Para indecisão:
CERATO / SCLERANTUS / GENSIAN
GORSE /HORN BEAN / WILD OAT
3ª : Para falta de interesse pelas circunstâncias atuais:
CLEMATIS / HONEY SUCKLE / WILD ROSE
WHITE CHESTNUT / OLIVE / MUSTARD
CHESTNUT BUD
4ª : Para solidão:
WATER VIOLET / IMPATIENS / HEATHER
5ª : Para sensibilidade excessiva a influências e opiniões alheias:
AGRIMONY / CENTAURY
WALNUT / HOLLY
6ª : Para os que estão desesperados e abatidos:
LARCH / PINE / ELM
SWEET CHESTNUT / STAR OF BETHLEHEN
WILLOW / OAK / CRABB APPLE
7ª : Para os que tem preocupação excessiva com o bem estar dos outros:
CHICORY / VERVAIN / VINE
BEECH / ROCK WATER
OS 38 FLORAIS:
AGRIMONY - É o anseolítico do sistema Bach. Indicado para ansiedade, serve
para obesidade e alcoolismo, medos físicos, medo de estar só, neurose da
ansiedade, síndrome do pânico, pessoas que se preocupam muito com
antecedência. Sempre fará emergir algo durante e depois do tratamento. É muito
necessário acompanhar o tratamento, pois provavelmente será necessário o
tratamento com outro floral.
ASPEN - Para medos ligados ao esoterismo, medos associados a religião e medo
de dormir.
BEECH - Para pessoas intolerantes, críticas e arrogantes, que consideram os
outros estúpidos e ignorantes, perfeccionistas.
Ele ajuda a adotar uma postura mais compreensiva e tolerante.
CENTAURY - Para pessoas que são usadas, submissas e servis, "capachos", para
pessoas que não conseguem dizer não. Por trás do CENTAURY normalmente há
um LARCH (insegurança).
CERATO - Para pessoas indecisas que buscam opinião dos outros para tudo, que
sempre pedem conselho e não tem confiança para tomar suas próprias decisões.
CHERRY PLUM - Para pessoas que tem impulso de fazer coisas horríveis. Indicado
sempre que há falta de controle emocional , neurose obsessiva.
CHESTNUT BUD - Próprio para ajudar os que não aprendem as lições da vida,
cometem sempre os mesmos erros. Ajuda a observar mais as experiências.
Ótimo para fase de estudo, facilita o aprendizado. Indicado para a síndrome de
Dawn.
CHICORY - Para os egoístas e possessivos, os que sempre querem agradar os
outros pelo reconhecimento. Tipo material, superprotetor, que se sente rejeitado,
incompreendido, fica magoado e ofendido quando as pessoas não reconhecem o
que eles fazem de bom. Ajuda a amar e aconselhar sem exigir em troca amor e
atenção.
CLEMATIS - Para personalidades "voadoras", sempre sonhadoras, sempre no
mundo da lua, tem sono à tarde, não tem interesse pelas coisas atuais,
dispersivas, pessoas que escutam sem ouvir, olham sem ver. Costumam ter
problemas de visão e audição. É muito bem associado ao CHESTNUT BUD. Traz a
pessoa à realidade.
CRABB APPLE - É o antibiótico do sistema, é o remédio da limpeza, tanto física
quanto psicológica, para pessoas que se sentem culpadas, sujas, para problemas
com a pele, aversão e desgosto de si próprio. Indicado para processos
infecciosos, hábitos perniciosos, aversão a contatos físicos, idéias fixas. Limpa a
mente. É o depurador para a mente e o corpo.
ELM- Para pessoas assoberbadas de responsabilidade, que sentem que carregam
um fardo sobre os ombros, que se sentem pressionados pelo trabalho e
compromissos. Indicado para dores físicas. É o analgésico do sistema.
GENTIAN - Para depressão com causa conhecida. Dá coragem, anima. O lema é :
"Eu serei bem sucedido".
GORSE - Para os desesperados, pacientes com doença terminal. Faz a pessoa ter
uma nova visão, para os que perdem a esperança por completo, casos graves,
doenças em que nada dá resultado.
HEATHER - É o floral dos tagarelas, que trazem todo o assunto das conversas
para elas. Para pessoas que ficam cutucando as outras, centradas em si
mesmas.
HOLLY - Para qualquer tipo de estado negativo, ódio, desprezo, egoísmo,
frustração, temperamentos violentos, vingativos. É usado para sentimentos
explosivos que causam revolta. É o antídoto do ódio. Para quem tem raiva da
vida. É a flor da amor. Para o ciúme.
HONEYSUCKLE - Para pessoas que vivem no passado, ficam presas no passado,
serve para trazer as pessoas para o presente. Serve para viúvos, pessoas que
moram no exterior e ficam com saudade, pessoas que perdem entes queridos e
ficam presas a lembranças. É indicado para ajudar órfãos, pessoas mais velhas
que vivem sozinhas. É floral das lembranças.
HORNBEAN - Para cansaço físico, mental, para pessoas que sentem que todo dia
é 2ª feira de manhã. Dá força emocional. Para pessoas preguiçosas, sem força e
energia.
IMPATIENS - Para pessoas irritadiças nervosas, que gostam de trabalhar
sozinhas. Consideram todos com o pensar mais lento. Ótimo para inquietude e
tensão mental.
LARCH - Dá autoconfiança, para timidez, insegurança, pessoas que não
acreditam em si. Ajuda a mergulhar na vida, adquirir confiança. É o remédio da
impotência masculina.
MIMULUS- Florais para o medo com causas conhecidas. Ótimo para timidez e
pessoas retraídas, dá coragem as pessoas, é indicado para fobias, sensibilidade
ao que é novo, para sexualidade reprimida.
MUSTARD - Para depressões cíclicas sem razão aparente. É muito pouco usado.
OAK - Para quem ignora os sinais de dor, trabalha demais e esconde o cansaço,
luta até o fim, para pessoas que só ficam doentes sábado e domingo, para
colapso de vitalidade. Mais usado como complemento de outro.
OLIVE - Para esgotamento físico e mental de quem está em recuperação de
acidente, ou pessoas esgotadas. Para pessoas que se sentem exaustas e em
total fadiga. Ótimo para reabastecer essa energia perdida.
PINE - Para sentimento de culpa, auto condenação, pessoas que se culpam por
tudo, que trazem nos ombros a culpa do mundo, remorso, pessoas que se
responsabilizam pelos outros.
RED CHESTNUT - Para medos desproporcionais, para pessoas que se preocupam
demais com os outros, mães que não dormem quando o filho sai, ajuda a pessoa
a devolver a devida proporção a preocupação.
ROCK ROSE - É o remédio do pânico, para pessoas que sentem extremo temor,
para acidentes, enfermidades repentinas, risco de suicídio, para pessoas com um
contato muito íntimo com o mal.
ROCK WATER - Para pessoas rígidas, que acham que todos devem segui-las,
severas, reprimidas, ávidas de perfeição, indicado para pessoas com uma auto
disciplina muito grande.
SCLERANTHUS - Para pessoas indecisas entre duas possibilidades (viajo ou fico?,
vou ou não vou?, uma mulher ou outra), para instabilidade de humor, também
indicado para enjôo.
STAR OF BETHLEHEN - É o floral da perda, de choques, traumas, para quem se
separa de entes queridos, traumas causados por acidente. Neutraliza os efeitos
de qualquer choque. Conforta as dores e as perdas.
SWEET CHESTNUT - Para angústia, tristeza profunda, aperto no peito, pessoas
que acham a angústia insuportável. É "A noite escura da alma".
VERVAIN- Para idealistas, dominadores, autoritários, fanáticos, sensíveis a
injustiça, defendem os fracos e oprimidos. Caracteriza os mártires por alguma
situação.
VINE - Para líderes, dominadores, inflexíveis, ditatoriais, sado-masoquistas,
pessoas que visando o fim usam qualquer meio, pessoas cruéis. Indicado para
estabilizar pressão alta. Também indicado para pais que dominam o lar com mão
de ferro.
WALNUT - É o remédio para mudanças, puberdade, menopausa, casar ou
separar, ciclo menstrual, para pessoas que querem se livrar de influência, para
quem quer mudar, mas fica preso, é quando chega o momento de dar grandes
passos adiante, sensíveis a influências externas. Indicado para estados de
transição, mudanças e hábitos arraigados.
WATER VIOLET - Para pessoas orgulhosas e indiferentes, pessoas que gostam de
ser solitárias, independentes, seguras de si, sentem dores em silêncio. Ele ajuda
a ser mais perceptível. É o remédio do orgulho.
WHITE CHESTNUT - Para pensamentos indesejosos, que não conseguem parar
de pensar em algo, é o floral do "disco arranhado", para diálogo interno
torturante, idéias fixas. Bom para neurose obsessiva.
WILD OAT - Para pessoas insatisfeitas entre a vontade e a realização, que está
sempre perdida. É o remédio das almas perdidas. Bom para concursos e
vestibulares. É o remédio para criar raízes.
WILD ROSE - Para pessoas resignadas e apáticas, totalmente na apatia, "É o
meu carma", "É o meu destino", conformadas com as situações. É muito útil na
apatia, na aposentadoria.
WILLOW - Para o ressentimento, para pessoas amarguradas e rancorosas, para
os que se acham injustiçados, para os egocêntricos com pena de si mesmos.
Edward Bach, 1934

Escolha o gráfico certo com o auxílio do pêndulo

Existem vários gráficos possíveis de serem utilizados para fins semelhantes, a


Radiestesia lhe indicará qual se adequa melhor ao caso. Evite as preferências
pessoais.

Tudo que é demais cansa

Gráficos precisam de atenção. Pesquise o tempo necessário para emissão


utilizando a Radiestesia ou verifique a intensidade em intervalos regulares.
Estímulos continuados perdem a eficácia devido a saturação, que pode ainda
gerar outros inconvenientes.

Como desimpregnar os Gráficos

Existem vários técnicas para isto, as mais usadas são deixa-los sob a água
corrente por alguns minutos (debaixo de uma torneira por exemplo) ou esfregá-
lo com algum tecido (preferencialmente preto), que crie atrito e gere eletricidade
estática.

Interaja com o gráfico

Ao preparar um gráfico reserve um tempo para visualizar o objetivo pelo qual ele
foi armado, isto auxiliará a programa-lo para o fim almejado, lembre-se que a
mente tem sua parcela de importância na Radiestesia.

Utilize cristais como antenas sempre que puder

As pontas de quartzo branco servem para amplificar a emissão, aumentando


consideravelmente as possibilidades de êxito, sempre que o gráfico permitir
utilize-os. Aqui também vale o princípio do tamanho, pontas maiores
proporcionam melhores resultados.

Outro detalhe é que os cristais melhores são os não lapidados cujas pontas
estejam intactas.

Mantenha o alinhamento com o Norte de Forma

Evite o uso de campos de forma artificiais, eles foram criados mais para facilitar
as pesquisas de Ondas de forma do que para trabalhos de emissão. Os gráficos
trabalham em íntima relação com o campo magnético terrestre, sendo desta
forma importante que estejam corretamente alinhados com o Norte de forma
(357º).
Evite montar gráficos de Radiestesia próximo a grandes massas
metálicas

Pelo mesmo motivo devemos manter os gráficos longe de grandes objetos


metálicos ou aparelhos eletroeletrônicos quando estão montados. Estes
interferem com o campo magnético local e perturbam o funcionamento dos
gráficos.

Os dois gráficos de Radiestesia que devemos ter sempre a mão

Decágono:

Para a fabricação de testemunhos e remédios vibracionais, tenha alguns


disponíveis.

Scap:

Um multifuncional que pode ser usado em várias ocasiões, parafraseando um


dito homeopático podemos dizer que, “Na dúvida use Scap”.

Gráfico da coluna: Forma da coluna humana, criado com o objetivo de


tratamento vibracional de um dos maiores males do mundo.

Todo gráfico depois de montado precisa ser posicionado no eixo magnético da


terra, ou seja, norte x sul. No caso da coluna, a cervical para o norte e o cóccix
para o sul.

Que o corpo energético humano possui inúmeros canais e os principais são:

1- Aura
2- Os chakras
3- As glândulas.

15-Que um Radiestesista ao analisar uma pessoa a primeira coisa que faz é


justamente uma medição do campo energético para que se tenha uma visão
correta do problema da pessoa.
16-Que os problemas de saúde se originam de causas ainda mais complexas que
as orgânicas.

Algumas das causas são:

1- Distúrbios no campo vital.


2- Desequilíbrio emocional.
3- Stress.
4- Sentimento de culpa, complexos etc.

Referências bibliográficas:
Enciclopédia de Cristais, Pedras Preciosas e Metais. Scott Cunningham
Ondas de Vida. Ondas de Morte. Jean de La Foye
Mãos de luz. BÁRBARA ANN BRENNAN
http://www.radiestesia.net
Gráficos em Radiestesia – Antônio Rodrigues
Os Fundamentos Da Medicina Chinesa - Maciocia, Giovanni
Tratado De Medicina Chinesa - Chonghuo, Tian

Você também pode gostar