Você está na página 1de 5

Você Sabe O Que Significa Igreja?

Mateus 16.18

Introdução: num tempo em que a igreja do Senhor Jesus tem sido assolada
por muitos ataques, ideológicos e filosóficos, urge a necessidade de
apresentarmos parte daquela que é a perspectiva bíblica correcta sobre a
igreja.

I - O QUE NÃO É IGREJA

a) Não é o templo: apesar da palavra templo ser bíblica e teológica,


carregada, desde o Antigo Testamento, de significados muito profundos
ligados à manifestação de DEUS para o cumprimento do Seu plano de
redenção, não podemos olhar para a igreja apenas na dimensão física,
confundindo-a com o templo (com a infraestrutura), pois quando o
culto acaba e as pessoas saem do templo, a igreja também se
ausenta;

b) Não é o meu coração, casa ou família, pois DEUS quer todo o nosso
ser completo (1 Ts 5.23)

c) Não é apenas mais uma boa instituição como as outras: alguns


dizem que a igreja é só mais uma maneira para as pessoas ganharem
dinheiro. Infelizmente uma forma depreciativa de ver e tratar a igreja
como instituição e as pessoas que dela fazem parte, quando existem
muitas outras instituições cujo objetivo é tirar o dinheiro do cidadão,
mas ninguém desconfia delas.

d) Não é um lugar de julgamentos e pré-julgamentos: as pessoas não


precisam do nosso juízo, precisam da nossa ajuda. Quando os pecados
que cometemos (nos acomodam) não nos incomodam, mas incomodam-
nos os erros dos outros, estamos errados. Se enxergamos o mal nas

Por Erycson Dilangue dos Santos Tomás


Bacharel em Teologia
pessoas de longe, mas não conseguimos ver o potencial existente
dentro destas pessoas quando estão perto, estamos errados.

e) Não é o lugar das pessoas perfeitas: como igreja, não estamos em


busca de perfeição, mas estamos sim no caminho do aperfeiçoamento.
Assim como a Arca de Noé, DEUS fez a igreja com suas
imperfeições. Mas se não sabemos viver nem conviver na igreja com
as imperfeições, nenhuma igreja perfeita nos serve.

II - O QUE É A IGREJA

Decorrente do Termo grego ekklesia (que era usado no grego secular


para uma reunião de cidadãos) a palavrao “igreja” significa conjunto
dos cristãos; igreja local constituída por uma companhia de cristãos
que se reúnem para louvar, compartilhar ou ensinar; igrejas em um
distrito. Todavia, se olharmos apenas para o significado do termo a
partir do grego, sem atentar para toda a extensão da narrativa do
Novo Testamento, ficaremos privados da revelação divina procedente
da distinção dada à igreja. Vejamos então outras facetas do que
significa igreja.

a) Templo (1 Co 3.16-17; 1 Tm 3.15): lugar de encontro e


habitação. Apesar do templo ser comparado ou identificado à Casa de
DEUS, a igreja como templo não deve ser tratada apenas na
perspectiva do físico, do material, da infraestrutura, mas também na
perspectiva do intangível, do imaterial, onde a vida de cada salvo é
tida como lugar onde DEUS habita (At 17.24). Para DEUS não é
possível ser DEUS num universo em que só Ele sabe que é DEUS.
Ele tem que ser DEUS num universo em que ser DEUS demanda
adoradores, por isso Ele nos criou e depois redimiu. Eis a razão de
termos sido feitos templo ou santuário de DEUS.

Por Erycson Dilangue dos Santos Tomás


Bacharel em Teologia
b) Lavoura de DEUS (1 Co 3.9): neste sentido a igreja é como um lugar
de colheita de almas.

c) Família de DEUS (Ef 2.19; 3.15; Gl 6.10;): lugar de acolhimento,


lugar de irmandade, lugar de comunhão

d) Corpo de Cristo (Ef 1.22-23; Cl 1.24): assim como um corpo


desconectado nos seus membros não é funcional, assim é a igreja
cujos membros devem estar unidos e interligados para o cumprimento
do propósito divino na terra. Como corpo a igreja deve ser vista
como um organismo vivo, uno, indivisível, caracterizado pela
multiplicidade na sua actuação, mas com foco em uma única missão,
o de servir a DEUS.

e) Edifício de DEUS (1 Co 3.9): agência divina na terra,


representante do Reino de DEUS.

f) Coluna e firmeza da verdade (1 Tm 3.15): lugar de doutrina, de


ensino, de compromisso com a verdade. Nesta perspectiva a igreja é
vista também como a “reserva moral” da sociedade.

g) Noiva (Ap 21.9; 22.17): a figura da noiva expressa o


relacionamento e grau de comprometimento que os cristãos devem ter
para com O Senhor e noivo da igreja. Esta figura também aponta para
o destino escatológico da igreja.

Por Erycson Dilangue dos Santos Tomás


Bacharel em Teologia
III – COMPREENSÃO PRÁTICA DO SIGNIFICADO DE
IGREJA

Além da percepção etimológica e teológica do que significa “igreja”, é


extremamente importante que saibamos o que ela significa na prática,
o que ela pode produzir ou causar na vida dos seus membros e da
comunidade em que está inserida. Por isso:

a) Igreja é lugar de aceitação: é um lugar onde viemos como estamos


e somos aceites do jeito que entramos.

b) Igreja é lugar de transformação: é o lugar onde viemos como


estamos, mas não permanecemos como entramos. Igreja é um lugar
onde não se sai como se entra. Respondeu ele pois e disse: se é
pecador, não sei; uma coisa sei, é que havendo eu sido cego, agora
vejo (Jo 9.25).

c) Igreja é lugar de identificação: é um lugar onde se entra como


convidado, mas só se fica por escolha, de livre vontade e por
identificação. Ninguém dá fruto numa igreja onde fica por compulsão!
A igreja é casa de p DEUS e se torna nossa casa quando nos
identificamos com Ele, por O termos encontrado Naquele lugar.

d) Igreja é lugar de crescimento: é um lugar onde ninguém fica como


veio. Apesar de ser um ideal a atingir, na igreja, nossa primeira
preocupação não deve ser buscar perfeição, mas sim crescimento. Por
isso a igreja é comparada a uma escola. Quando nos convertemos
nos alistamos no exército de DEUS, nos inscrevemos na escola de
divina e é na igreja que nos alimentamos espiritualmente e deixamos
de ser pessoas naturais (e carnais) para sermos pessoas espirituais,
passando a enfrentar as batalhas da vida de forma diferente. e) Igreja
é o lugar onde ninguém é melhor e nada humano é maior: é o lugar

Por Erycson Dilangue dos Santos Tomás


Bacharel em Teologia
onde somente DEUS é adorado, reverenciado acima de tudo e todos.
É também o lugar onde aprendemos a humildade como estilo de
vida, em imitação ao Salvador e modelo maior que é JESUS
CRISTO (Mt 11.29).

Conclusão: a igreja é uma organização feita de pecadores que foram


redimidos e salvos, mas não de pecadores que tentam o tentador e
flertam com os seus pecados.

Bibliografia

Bíblia de Estudo Plenitude

Baptista, Jorge. O Mito da Igreja Perfeita

Teologia Sistemática Pentecostal

The Word – Software de Exegese e estudos bíblicos

Por Erycson Dilangue dos Santos Tomás


Bacharel em Teologia

Você também pode gostar