Você está na página 1de 4

Português – 5.

º ano
Recursos Expressivos
 Relembra…

Recurso expressivo Definição


É uma palavra nova criada para representar sons produzidos por objetos,
Onomatopeia por fenómenos naturais ou por animais (exemplos: pó-pó; tique-taque;
truz…truz…truz; trim…trim; tlim…tlão; zás…)
Consiste no estabelecimento de uma relação de semelhança entre duas
realidades através do recurso a um elemento comparativo (como, assim
Comparação como) ou de verbos equivalentes (parecer, lembrar, assemelhar-se…).
Exemplo: Nos dias de chuva, os salpicos de água são como os bagos da
luz que saltam graciosos, aqui e ali, parecem peixinhos a fugir.
Consiste na apresentação sucessiva de vários elementos da mesma classe
gramatical, com vista a tornar mais forte uma ideia.
Enumeração
Exemplo: Todos respeitavam o gato da rainha, embaixadores e generais,
duques e marqueses, condes e viscondes.
Consiste na atribuição de caraterísticas humanas a animais ou a seres
Personificação inanimados.
Exemplo: O Sol sorri alegremente para o prado.

1. Tendo em conta os recursos expressivos presentes nas frases, estabelece a correspondência


entre as colunas.
Frases Recursos expressivos
a. Sentia-se pequeno, triste e sozinho. 1. Personificação
b. O tuum-tuum do seu coração era cada vez mais
rápido. 2. Onomatopeia
c. Abriu a janela e ouviu os segredos que a cidade
tinha para contar.
d. A sua força era como a de um touro. 3. Comparação
e. No teu olhar, via os dias, as horas, os minutos e os
segundos a passar. 4. Enumeração
f. O miau do gato ecoava pela casa vazia.

a - _____ b - _____ c- _____ d-_____ e-_____ f-_____

2. Identifica os recursos expressivos presentes nas frases que se seguem, fazendo a


correspondência.

A. Onomatopeia B. Comparação C. Enumeração D. Personificação

_____ “A brisa dançava com as ervas dos campos.”

_____ “…nas suas margens cresciam trevos, papoilas e margaridas.”

_____ “Os meus olhos brilham como estrelas azuis…”

_____ “Ouvia-se o trim…trim… do telefone”.

Telefones: 210 936 762 - 919 761 769 – 961 683 606
Email: geral.grandesideias@gmail.com
http://grandesideias.pt/
3. Identifica os recursos expressivos presentes nas frases seguintes.
3.1. O pobre Gafanhoto… Paam! Catrapaam! Deu um grande trambolhão!
______________________________________________________________
3.2. O gato fartou-se de rir com a queda do dono.
______________________________________________________________
3.3. A Margarida é linda como uma flor!
______________________________________________________________
3.4. Para ir ao cinema, o João comprou o bilhete, pipocas, um sumo e chocolates!
______________________________________________________________
3.5. A menina tinha visitado Cascais, Estoril, Lisboa e Setúbal.
______________________________________________________________
3.6. Violeta adora ver filmes de animação como as meninas da sua idade.
______________________________________________________________
3.7. Até a mesa tremeu com o frio!
______________________________________________________________
3.8. Aquela viagem parecia um sonho.
______________________________________________________________
3.9. As nuvens choraram e inundaram a cidade.
______________________________________________________________

4. As frases abaixo apresentam um recurso expressivo. Identifica-o.


a. A Luísa comeu rissóis, croquetes, bolinhos de bacalhau e chamuças.
b. O António era um rapaz muito sociável, por isso na sua festa de anos estavam todos os
amigos da escola, a família, os colegas do basquetebol e o treinador.
______________________________________________________________

4.1. Refere o aspeto que se pretende destacar em cada frase com esse recurso expressivo.
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

5. Lê o seguinte texto.
- Oriana – disse a voz -, faltaste à tua promessa e abandonaste a floresta. Abandonaste os
homens e os animais e as plantas. As crianças tiveram medo e tu não as consolaste, os pobres
tiveram fome e tu não lhes deste comida, os pássaros caíram no ninho e tu não os apanhaste,
o Poeta esperou por ti até às doze badaladas da meia-noite e tu não apareceste. Abandonaste
o lenhador, o moleiro, o Poeta. Por fim até abandonaste a velha. Não cumpriste a tua
promessa. Durante uma primavera, um verão e um outono passaste os dias e as noites

Telefones: 210 936 762 - 919 761 769 – 961 683 606
Email: geral.grandesideias@gmail.com
http://grandesideias.pt/
debruçada sobre um rio, a ouvir os elogios de um peixe, apaixonada por ti. Por isso, Oriana,
deixarás de ter asas e perderás a tua varinha de condão.
E, dizendo isto, a Rainha das Fadas fez, no ar, um gesto com a sua mão. E no mesmo
instante, assim como as folhas das árvores no outono caem dos ramos, assim Oriana viu as
suas asas caírem dos seus ombros e ficarem de repente secas e mortas como dois papéis
velhos.
Sophia de Mello Breyner Andresen, A Fada Oriana, Porto Editora, 2014

5.1. Transcreve do texto um exemplo de:


5.1.1. Enumeração:
________________________________________________________________
________________________________________________________________
5.1.2. Comparação:
________________________________________________________________
________________________________________________________________
5.1.3. Personificação:
________________________________________________________________
________________________________________________________________

6. Lê o seguinte texto.

A notícia espalhou-se como fogo na savana. Os animais nem queriam acreditar em


tamanha sorte. Iam finalmente poder pastar nas redondezas sem receio de Nebr. O entusiasmo
foi tal que correram para casa do leopardo para confirmarem a morte do seu temível rei.

João Mésseder e Isabel Ramalhete, Contos e Lendas de Portugal e do Mundo, 2015, Porto Editora

6.1. Identifica o(s) recurso(s) expressivo(s) aí presente(s) e refere para que serve(m).
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Telefones: 210 936 762 - 919 761 769 – 961 683 606
Email: geral.grandesideias@gmail.com
http://grandesideias.pt/
Correção
1. a – 4 ; b – 2 ; c – 1 ; d – 3 ; e – 4 ; f - 2

2. D; C; B; A

3.
3.1. Onomatopeia
3.2. Personificação
3.3. Comparação
3.4. Enumeração
3.5. Enumeração
3.6. Comparação
3.7. Personificação
3.8. Comparação
3.9. Personificação

4. Enumeração.
4.1. Na frase a, pretende-se destacar a quantidade de comida que a Luísa comeu.
Na frase b, pretende-se destacar a quantidade de pessoas que foram à festa do António
(por este ser muito sociável).

5.
5.1.
5.1.1. Por exemplo: “Abandonaste os homens e os animais e as plantas.”
;Abandonaste o lenhador, o moleiro, o Poeta.”
5.1.2. Por exemplo: “secas e mortas como dois papéis velhos.”
5.1.3. Por exemplo: “ouvir os elogios de um peixe”

6.
6.1. Comparação – “A notícia espalhou-se como fogo na savana”. Serve para demonstrar que
a notícia se espalhou muito rápido.
Personificação – Os animais têm caraterísticas humanas, são as personagens desta
história.

Telefones: 210 936 762 - 919 761 769 – 961 683 606
Email: geral.grandesideias@gmail.com
http://grandesideias.pt/