Você está na página 1de 2

A Certeza de Vencer

PROF: JAIRO CUNHA ASSUNTO: CHUVA ÁCIDA AULA: 13 FRENTE: 01

CONCEITO  ______________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________

A chuva natural já é ácida

Atingindo um valor de pH igual a 5,6 a chuva não


poluída e ácida devido à formação de ácido carbônico.

CO2 + H2O  H2CO3

Lembre que valores de pH inferiores a 79solução


neutra) correspondem a solução ácidas.
Os cientistas costumam classificar como “chuva
ácida” qualquer precipitação cuja acidez seja maior que a da
chuva natural, ou seja, cujos valores de pH sejam inferiores a
5,6.
Na cidade de São Paulo, por exemplo, já houve
chuvas com pH igual a 4,0.

ORIGEM DOS ÉXIDOS CONTAMINADORES DA CHUVA

1. ORIGEM DO SO2

a) Origem Natural
- Erupções vulcânicas.
- Decomposição de vegetais e animais.
- Solo, pântano e oceano.

b) Origem Artificial
- Queimar do carvão mineral
- Queima dos derivados do petróleo.

S + O2  SO2
SO2 + ½ O2  SO3
SO3 + H2O  H2SO4 Maior vilão da chuva ácida.

2. ORIGEM DO NO e NO2
a) Origem Natural
- Ar atmosférico
- Decomposição de animais e vegetais por bactérias.

b) Origem Artificial
- Combustão dos derivados do petróleo em automóveis,
caminhões e aviões.
N2 + O2 ⎯⎯⎯ → 2NO
raios

2NO + O2  2NO2
2NO + H2O  HNO2 + HNO3
2HNO2 + O2  2HNO3 segundo vilão da chuva
ácida

EFEITOS DA CHUVA ÁCIDA


SOLUÇÃO PARA CHUVA ÁCIDA
1. Contaminação do solo e da água.
2. Destruição dos vegetais. 1. Purificação do carvão mineral
3. Mortes de peixes. 2. Caldeiras para absorção de SO2
4. Corrosão de prédios e monumentos. 3. Purificação dos petróleos eliminando os compostos do
5. Doenças respiratórias. enxofre.
4. Usar mais transportes coletivos
5. Catalisadores em veículos.
CAMADA DE OZÔNIO De acordo com sua localização na atmosfera, esse
CONCEITO  ______________________________________ gás pode ser benéfico ou prejudicial ao meio ambiente.
Próximo do solo, o ozônio é um perigoso poluente e
__________________________________________________
constitui um dos principais componentes do smog
__________________________________________________ fotoquímico.
Esses átomos de oxigênio são muito instáveis e
__________________________________________________
podem ser chamados de radicais livres. Parte desses radicais
volta a atacar moléculas NO, mas o restante produzirá ozônio,
FUNÇÃO ________________________________________ reagindo com moléculas O2:
O2(g) + <O> Æ O3(g)
__________________________________________________
__________________________________________________ Por que a destruição da camada de ozônio é mais
pronunciada na região da Antártica?
__________________________________________________
Analise as conclusões de alguns cientistas brasileiros:
FORMAÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO Se a ocupação humana é virtualmente inexistente
nas proximidades do Pólo Sul, por que o fenômeno se
expressa lá com maior intensidade?
O2( g ) ⎯⎯→
UV
O( g ) + O( g ) Durante longo inverno antártico, predomina na
estratosfera da região uma circulação rotacional em torno de
a´tomos isolados
um ponto chamado vórtice polar. Por vários meses, a massa
O( g ) + O2( g ) ⎯⎯
→ O3( g ) de ar ali estacionada pode receber poluentes, sem que haja
luz suficiente para provocar a quebra de moléculas.
Esse tipo de fenômeno, observado inicialmente em
a´tomo ˆ
ozonio
Los angeles (Califórnia, EUA), já foi constatado também em
O3( g ) ⎯⎯→
UV
O2( g ) + O( g ) vários centros urbanos com grande concentração de
automóveis.
a´tomo
Nos motores a combustão, ocorre também a reação
entre componentes do ar, N2 e O2.
03. COMPOSTOS DE CLORO – FLUR – CARBONO (CFCs)
– usados em motores de geladeiras, ar condicionados e N2 + O2 Æ 2NO
sprays. 2NO + O2 Æ 2NO2
EFEITOSDA RADIAÇÃO ULTRA-VIOLETA O gás NO2, na presença de luz, pode se decompor e
formar átomo de oxigênio:
01. Câncer de pele
Estima-se que a queda de apenas 1% na taxa de
ozônio seja suficiente para provocar de dez mil a trinta mil NO2(g) ⎯⎯
luz
→ NO(g) + <O>
novos casos de câncer de pele. Óxido nítrico

02. Destruição dos vegetais Como o ozônio é um agente oxidante, torna-se


extremamente tóxico para animais e vegetais. Em pequenas
Fatores que causam destruição da camada de ozônio quantidades, da ordem de uma molécula de O3 para cada dez
01. Produtos provenientes dos motores de aviões milhões de moléculas componentes do ar, ele afeta bastante a
supersônicos (NO e NO2) fotossíntese das plantas e provoca irritação nos olhos. Por
02. Combustão de combustíveis em veículos automotivos (NO outro lado, é um dos responsáveis pela manutenção da vida
e NO2) em nosso planeta. Isso ocorre, como sabemos, quando o gás
está entre atitudes entre 25 km e 35 km, constituindo a
Ação do CFC na camada de ozônio camada de ozônio.
Cl Em setembro, com o começo da primavera, os
Cl compostos clorados, longamente acumulados, começam
| |
Cl − C − F Cl − C − F enfim a dissociar-se, iniciando uma destruição em larga escala
| | do ozônio local. A situação se mantém até novembro, quando
Cl F a circulação se modifica, com a entrada de ar de outras
regiões e a conseqüente recomposição da camada de ozônio.
freon −11 freon − 12

CFCl4 → CFCl2 + Cl EXERCÍCIOS


freon −11 a´tomo 01. (U. São Fancisco-SP) A camada de ozônio na estratosfera
filtra os raios ultravioletas emitidos pelo Sol, protegendo os
O3 + Cl → O2 + ClO seres vivos da Terra. Na troposfera o ozônio em pequena
quantidade é bactericida, mas em grande quantidade
ClO + O → O2 + Cl ¨ torna-se maléfico para os animais porque, quando é
respirado junto com o oxigênio do ar, ataca as mucosas
O3 + O → 2O2 das vias respiratórias além de dar reações de oxidação de
substâncias químicas do corpo do animal. O gás oxigênio
(O2) e o gás ozone (O3) são:
A história de ozônio
Recentemente, um componente pouco abundante na
a) isótopos.
atmosfera, chamado gás ozônio, tem recebido grande
b) isóbaros
atenção de cientistas, biólogos e da imprensa em geral.
c) isômeros
O ozônio, O3, é um gás levemente azulado, de odor
d) formas alotrópicas que diferem pela atomicidade.
característico e que pode ser percebido nas proximidades de
e) formas alotrópicas que diferem pelo retículo cristalino.
motores elétricos, devido à reação.
3º2(g) Æ 2O3(g)