Você está na página 1de 6

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

CADASTRAMENTO DE BENEFÍCIOS TARIFÁRIOS

Agropecuária Rural:
Localizada na área rural, onde seja desenvolvida atividade relativa à
agropecuária, classificada nos grupos 01.1 a 01.6 da CNAE -
Classificação Nacional de Atividades Econômicas, inclusive o
beneficiamento ou a conservação dos produtos agrícolas oriundos da
mesma propriedade e o fornecimento para:

Conforme descrição da Tabela CNAE:


01.1- Produção de lavouras temporárias
01.2- Horticultura e floricultura
01.3- Produção de lavouras permanentes
01.4- Produção de sementes e mudas certificadas
01.5- Pecuária
01.6- Atividades de apoio à agricultura e à pecuária; Atividades
de pós colheita

Documentação comprobatória da atividade exercida:


 CPF;
 CNPJ atualizado, se pessoa jurídica;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora,
ou seu representante legal;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 ITR - Imposto sobre a propriedade territorial rural ou CAR - Cadastro
Ambiental Rural ou CCIR - Certificado de Cadastro de Imóvel Rural
ou outro documento que comprove a localização rural e o vínculo do
titular da unidade consumidora com o imóvel;
 Registro de produtor rural ativo expedido por órgão público, ou outro
documento hábil que comprove atividade econômica exercida, desde
que classificada nos grupos 01.1. a 01.6 da CNAE – Classificação
Nacional de Atividades Econômicas;
 Cópia da carteira de trabalho ou outro documento hábil comprovando
a relação de trabalho rural ou cópia do último extrato de pagamento
de benefício por aposentadoria rural, se houver;

Agropecuária Urbana:
Documentação comprobatória da localização urbana e atividade
exercida:
 CPF e RG;
 CNPJ atualizado, se pessoa jurídica;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração, se pessoa
jurídica;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 IPTU - Imposto sobre a propriedade territorial urbana, ou outro
documento que comprove a localização urbana e o vínculo do titular
da unidade consumidora com o imóvel;
 Registro de produtor rural ativo expedido por órgão público ou outro
documento hábil que comprove a natureza da atividade econômica
exercida, desde que classificada nos grupos 01.1 a 01.6 da CNAE –
Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

Residencial Rural:
Documentação comprobatória da localização rural e atividade
exercida:
 CPF e RG;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Cópia da Carteira de trabalho ou outro documento hábil
comprovando relação de trabalho rural ou cópia do último extrato de
pagamento de benefício por aposentadoria rural;
 ITR - Imposto sobre a propriedade territorial rural ou CAR – Cadastro
Ambiental Rural ou CCIR – Certificado de Cadastro de Imóvel Rural
ou outro documento que comprove a localização rural e o vínculo do
titular da unidade consumidora com o imóvel;
 Registro de produtor rural ativo expedido por órgão público ou outro
documento hábil que comprove a natureza da atividade econômica
exercida, desde que classificada nos grupos 01.1 a 01.6 da CNAE –
Classificação Nacional de Atividades Econômicas, se houver.
Agroindustrial:
Indústrias de transformação ou beneficiamento de produtos advindos
diretamente da agropecuária, mesmo que oriundos de outras
propriedades, independentemente de sua localização, desde que a
potência nominal total do transformador seja de até 112,5 kVA;

Documentação comprobatória da atividade exercida:


 CNPJ atualizado;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Documento que comprove a localização e o vínculo do titular da
unidade consumidora com o imóvel;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências, assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Registro de produtor rural ativo expedido por órgão público, ou outro
documento hábil que comprove a natureza da atividade econômica
exercida, desde que classificada nos grupos 01.1 a 01.6 da CNAE –
Classificação Nacional de Atividades Econômicas, se houver.

Esclarecemos que os clientes classificados na Seção C, Indústrias de


Transformação, atendidos acima de 112,5 kVA poderão classificados
como “Agropecuários” (urbano ou rural, dependendo da sua
localização) ou “Industrial”, caso não haja vinculação com a atividade
agropecuária.

Somente poderão ser classificados nesta subclasse as unidades


consumidoras, cujos insumos utilizados na produção/transformação
sejam originados nos grupos 01.1 a 01.6 ou 03.2 da CNAE.

Serviço público de irrigação rural:


Documentação comprobatória da qualidade de pessoa jurídica de
direito público e atividade:
 CNPJ atualizado;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências, assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Documento que comprove a localização e o vínculo do titular da
unidade consumidora com o imóvel;
 Contrato de concessão de uso ou autorização para o exercício da
atividade emitido pelo representante do poder público ou outro
documento que comprove que o serviço é explorado por entidade
vinculada à administração direta, indireta ou fundações de direito
público da União, dos Estados, Distrito Federal ou dos Municípios;
 Comprovante do licenciamento ambiental e da outorga do direito de
uso de recursos hídricos, quando exigido em legislação federal,
estadual, distrital ou municipal específica, para a atividade de
irrigação ou da sua dispensa.

Escola Agrotécnica:
Documentação comprobatória da qualidade de pessoa jurídica de
direito público e atividade:
 CNPJ atualizado;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Documento que comprove a localização rural e o vínculo do titular da
unidade consumidora com o imóvel;
 Lei autorizativa da criação da entidade ou outro documento que
comprove que a entidade pertence ou é vinculada à administração
direta, indireta ou fundações de direito público da União, dos
Estados, Distrito Federal ou dos Municípios;
 Documentos que comprovem que o estabelecimento de ensino é
direcionado à agropecuária.

Aquicultura:

 CPF e RG;
 CNPJ atualizado, se pessoa jurídica;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração, se pessoa
jurídica;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Documento que comprove a localização e o vínculo do titular da
unidade consumidora com o imóvel;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Registro de produtor rural expedido por órgão público, desde que a
atividade esteja classificada nos grupos 03.2 da ANAE - Classificação
Nacional de Atividades Econômica;
 Registro ou licença de Aquicultor, salvo se a finalidade for de
subsistência;
 Comprovante do licenciamento ambiental e da outorga do direito de
uso de recursos hídricos, quando exigido em legislação federal,
estadual, distrital ou municipal específica ou da sua dispensa;
 Cópia da carteira de trabalho ou outro documento hábil
comprovando relação de trabalho rural ou cópia do último extrato
de pagamento de benefício por aposentadoria rural, se houver.

O benefício tarifário da atividade de aquicultura é exclusivo para as cargas


utilizadas no bombeamento para captação de água e dos tanques de
criação, no berçário, na aeração e na iluminação nesses locais, conforme
determinado pelo artigo 53-L, parágrafo 7º, inciso I da Resolução
Normativa 414/10.

Irrigação:

 CPF e RG;
 CNPJ atualizado, se pessoa jurídica;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração, se pessoa
jurídica;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 ITR - Imposto sobre a propriedade territorial rural ou CAR – Cadastro
Ambiental Rural ou CCIR - Certificado de Cadastro de Imóvel Rural
ou outro documento que comprove a localização rural e o vínculo do
titular da unidade consumidora com o imóvel;
 Registro de produtor rural ativo expedido por órgão público ou outro
documento hábil que comprove a natureza da atividade econômica
exercida, desde que classificada nos grupos 01.1 a 01.6 da CNAE –
Classificação Nacional de Atividades Econômicas;
 Comprovante do licenciamento ambiental e da outorga do direito de
uso de recursos hídricos, quando exigido em legislação federal,
estadual, distrital ou municipal específica ou da sua dispensa. O
protocolo de obtenção ou renovação da licença ambiental ou da
outorga são aceitos provisoriamente para renovação do benefício,
conforme legislação estadual, devendo o cliente apresentar
posteriormente à Cemig o comprovante definitivo. A não
apresentação do comprovante definitivo implicará no faturamento
incorreto do benefício tarifário por motivo atribuível ao consumidor,
conforme Resolução Normativa Aneel 414/2010, artigo 114;
 Cópia da carteira de trabalho ou outro documento hábil
comprovando relação de trabalho rural ou cópia do último
extrato de pagamento de benefício por aposentadoria rural,
se houver.

O benefício tarifário da atividade de irrigação é exclusivo para as cargas


utilizadas no bombeamento para captação de água e adução, na injeção de
fertilizantes na linha de irrigação, na aplicação da água no solo mediante o
uso de técnicas específicas e na iluminação dos locais de instalação desses
equipamentos, conforme determinado pelo artigo 53-L, parágrafo 7º, inciso
II da Resolução Normativa 414/10.

Serviço Público de água, esgoto, saneamento ou tração


elétrica:

 CNPJ atualizado;
 Número da inscrição estadual se houver;
 Cópia da ata ou outro documento de designação do representante
legal ou procurador do titular da unidade consumidora, se for o caso;
 Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração, se o
serviço for prestado por concessionário ou autorizatário;
 Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as
respectivas potências assinada pelo titular da unidade consumidora
ou seu representante legal;
 Cópia do contrato de concessão de uso ou autorização emitida pelo
ente público responsável pelo serviço público prestado.

07/11/2019 - V.014

Você também pode gostar