Você está na página 1de 24

enem

Roteiro da aula de hoje:


1. Competência 3 – selecionar fatos e opinições;
2. Competência 4 – mecanismos linguísticos;
3. Competência 5 – proposta de intervenção.

2
Competência 3
Selecionar, relacionar, organizar e
interpretar informações, fatos, opiniões e
argumentos em defesa de um ponto de
vista.

3
Inteligibilidade

Relação das ideias apresentadas no texto e dos conhecimentos dos interlocutores,


garantindo a construção do sentido de acordo com as expectativas do leitor.

4
Fase do “Por quê?”
✗ Questionamento o tema;
✗ O que quero provar?
✗ Resposta: “caça” aos argumentos;
✗ Contra-argumentos;
✗ Pôr à prova: “Esses argumentos e contra-argumentos
são, realmente, válidos?”.

5
Posição e Argumentos

A necessidade do sistema de costas nas universidades públicas

6
Posição e Argumentos
A necessidade do sistema de costas nas universidades públicas

✗ É uma forma de interferir rapidamente na desigualdade constatada no


ensino superior;
✗ Deu certo nos Estados unidos e na Malásia;
✗ Seria uma forma de promover um tratamento igualitário para pessoas
diferentes;
✗ A sociedade brasileira seria obrigada a admitir que a “democracia racial”
é uma farsa;
✗ As universidades incorporam um novo perfil de aluno.

7
Posição e Argumentos
A necessidade do sistema de costas nas universidades públicas

✗ As cotas não têm como resolver um problema educacional de base. Não é


a universidade que exclui os negros, os indígenas, os indivíduos com renda
baixa: é todo o sistema educacional;
✗ A reserva de vagas não leva em conta a natureza da universidade
brasileira, que, geralmente, reúne uma elite econômica e intelectual em
seus quadros por ser necessariamente seletiva;
✗ A universidade exige excelência intelectual e competência. Sem isso, não
tem condições de realizar pesquisa.

8
Posição e Argumentos
A necessidade do sistema de costas nas universidades públicas

✗ A política de cotas promoveria uma queda de qualidade no ensino


universitário, para atender ao diferente perfil dos ingressantes por esse
sistema;
✗ A reserva de vagas é um exemplo de política assistencialista que não
resolve o verdadeiro problema: é necessário melhorar a qualidade do
ensino público na educação básica.

9
Da teoria à prática
Outro aspecto a ser discutido são os cursos de licenciatura, voltados para a formação do
profissional que atuará como professor, que apresentam uma defasagem no ensino de metodologias
que respeitem a condição de pessoas com deficiências, como os surdos. [1] Devido a isso, os docentes
não são aptos a atender às necessidades específicas desses alunos, o que acaba os desmotivando.
Como consequência disso, as taxas de evasão escolar crescem. [2] Em 2010, o Censo apresentou dados
que apontam que 61% das pessoas com deficiência com 15 anos ou mais não possuem o ensino
fundamental completo ou não tiveram acesso a qualquer nível de instrução. [3] Tal problemática
representa um grave retrocesso.
[1]: Problemática relacionada ao tema;
[2]: O porquê do problema (causa-consequência);
[3]: Comprovação do argumento (dado estatístico).

10
Níveis de desempenho

11
Competência 4
Demonstrar o conhecimento dos
mecanismos linguísticos necessários à
construção da argumentação.

12
A “argamassa” textual

A coesão não nos revela a significação do texto; revela-nos a construção do texto enquanto
edifício textual. (M. Halliday)

13
As “placas de trânsito” linguísticas
A) Substituição com pronomes pessoais:
Os candidatos estavam enganados, por isso o líder do grupo pediu aos candidatos
(pediu-lhes) que aguardassem.
B) Substituição com pronomes demonstrativos:
O ministério não aprovou as condições de trabalho semana passada. Depois de não
aprovar as condições de trabalho (disso), decidiu por novas diretrizes.
C) Substituição com pronomes indefinidos:
Os grevistas compareceram à reunião e os grevistas (todos) foram atendidos pelo
secretário de cultura.

14
As “placas de trânsito” linguísticas
D) Substituição com pronomes adverbiais:
A Europa discute novas leis de imigração. Na Europa (Lá), a crise já está muito
avançada.
E) Substituição com pronomes relativos:
A crise política se agravou nos últimos dias, os últimos dias (que) foram muito difíceis.
F) Substituição com pronomes numerais:
Brasil e Chile estão na liderança. Brasil e Chile (Os dois) devem disputar a final do
campeonato.

15
As “placas de trânsito” linguísticas
A) Sinônimos:
Os professores do curso de Psicologia promoveram um encontro com os alunos do segundo
período da graduação. Os professores do curso de Psicologia (docentes) também solicitaram
aos alunos (estudantes) que participassem de uma dinâmica de grupo.

B) Hiperônimos e hipônimos:
Mandou comprar abóbora, cenoura, batata e mandioca. Abóbora, cenoura,
batata e mandioca (Tais legumes) serão utilizados nas receitas.
Os militares chegaram primeiro. Os militares (Generais, coronéis, sargentos e cabos) foram
pontuais no encontro marcado.

16
O controle dos “nós” linguísticos
Boa sorte
É só isso
Não tem mais jeito
Acabou
Boa sorte Se é só isso, então, não tem mais
Não tenho o que dizer jeito. Portanto, acabou! Desejo-
lhe boa sorte! Não tenho o que
São só palavras
dizer, pois são só palavras, e o que
E o que eu sinto eu sinto por você não mudará
Não mudará
Composição: Vanessa da Mata feat. Bem Harper

17
Níveis de desempenho

18
Competência 5
Elaborar proposta de intervenção para o
problema abordado, respeitando os
direitos humanos.

19
Inteligibilidade

20
Respeito aos Direitos Humanos
Princípios norteadores dos direitos humanos, pautados no artigo 3º
da Resolução nº 1, de 30 de maio de 2012, o qual estabelece as
Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos:

• Defesa de tortura;
• Mutilação;
• Execução sumária e qualquer forma de “justiça com as próprias
mãos”;
• Incitação a qualquer tipo de violência motivada por questões de
raça, etnia, gênero, credo, condição física, origem geográfica ou
socioeconômica;
• Explicitação de qualquer forma de discurso de ódio (voltado
contra grupos sociais específicos).

21
Propostas
“Para reduzir essa manipulação em determinados locais, deveria ser
cortado qualquer sinal de transmissão de internet, assim reduziria a
influência de certos dados no comportamento desses usuários.”

“No Brasil as leis são ‘frágeis’, deveriam ser mais rigorosas, punir
pessoas que fazem mal para outras pessoas. Quando digo punir,
quero dizer descer do cacete nesses publicadores de fake.”

22
Níveis de desempenho

23
Good?
Dúvidas? Dívidas?
saulo.sousa@ifma.edu.br

24