Você está na página 1de 2

PARTE B

Seção I: O Verdadeiro Ministro (Cristão)


(2 Timóteo 2.1-8)

Quem é o verdadeiro cristão? Você saberia descrever as características de um cristão verdadeiro?

Encerramos a parte A e hoje iniciaremos a parte B. Estamos avançando em nosso estudo na segunda
carta do apóstolo Paulo a Timóteo. Hoje veremos a primeira seção da parte B, desta série expositiva
nesta carta. Nosso tema para hoje é “O Verdadeiro Cristão (Ministro)”; e para podermos melhor
compreender partiremos de duas grandes ideias deste trecho. A grande ideia de um trecho das
Escrituras é uma síntise de tudo o que será dito durante todo o sermão. Se não formos capazes de
sintetizar todo o sermão em uma única sentença jamais estaremos prontos para expô-la. Vejamos
então as duas ideias que cremos sintetizar o texto em geral a ser abordado:

1) O cristão verdadeiro é aquele que anuncia o evangelho segundo a ordem do Senhor, com fé
e esperança buscando agradá-lo fortalecido em Sua graça.

2) O cristão verdadeiro se fortalece na graça do Senhor, buscando agradá-Lo anunciando o


evangelho segundo a Sua ordem com fé e esperança.

De que forma podemos estimular o serviço dos irmãos? O exemplo, não é a melhor maneira de se
fazer a obra de Deus, é a única!

Esta seção o apóstolo Paulo inicia com uma orientação ao jovem Timóteo a que, apesar de todo o
sofrimento pelos quais venha a passar relatados anteriormente que tem sido enfrentados por ele
mesmo, e que mesmo ele venha a enfrentar, mas deveria ensinar a verdade do evangelho fortalecido
na graça do Senhor Jesus Cristo. O verdadeiro cristão é caracterizado por uma vida na dependência
do Senhor. Neste trecho o aóstolo Paulo usa algumas ilustrações para estimular o jovem Timóteo à
perseverança, à paciência e ao serviço no temor do Senhor.

Como identificamos o verdadeiro Cristão:

I. É Dependente da Graça de Deus. (2.1)


É fortalecido pela graça de Jesus. De lá é que emana toda a sua força. Ela vem de sua comunhão e
de sua dependência de Deus. É a isso que o apóstolo Paulo chama a atenção de Timóteo. Ele
deveria ser corajoso e manter-se fiel e leal ao Senhor, mas essa lealdade e fidelidade seriam
resultantes de sua comunhão e intimidade com Deus na dependência de Sua graça.
II. É Comprometido com o Evangelismo e Discipulado. (2.2)
Depende da graça de Deus em seu compartilhar o avengelho e possui um compromisso inabalável
com essa causa. Timóteo não deveria apenas ser fortalecido na graça de Jesus Cristo, antes deveria
também fortalecer a outros provendo-lhes o alimento espiritual. O cristão verdadeiro é aquele que
compartilha o evangelho a despeito das circunstâncias e motiva outros a fazerem o mesmo. Agora o
apóstolo Paulo apresenta três ilustrações a Timóteo sobre o verdadeiro cristão.
III. É Leal como um Soldado. (2.3-4)
Comentando este texto Willian MacDonald afirma que “o soldado descrito neste versículo é alguém
que cumpre um serviço e está completamente envolvido no combate. O soldado de Cristo nunca
deve permitir que fatos da vida diária se tornem o principal assunto de sua existência, antes, o
serviço de Cristo deve ocupar o lugar de destaque, ficando as coisas desta vida em segundo plano”.
O verdadeiro cristão é como um soldado: Corajoso, comprometido, fiel, leal e dedicado.
IV. É Dedicado como um Atleta. (2.5)
A ilustração agora muda para um atleta que compete nos jogos, o qual para receber o prêmio deve
obedecer às normas do jogo. De igual modo, o cristão precisa manter uma obediência iquestionável
à Palavra de Deus até o fim. No mundo vence quem chega primeiro, no Reino de Deus vence quem
cruza a linha de chegada. Quantos não caem e ficam prostrados por se desqualificarem por sua
desobediência. Foi assim com Saul e assim acontece com muitos e muitos nos dias de hoje. O atleta
é forte, disciplinado e muito dedicado. Regras do serviço cristão: autodisciplina (1co 9.27); lutar
com armas adequadas (2co 10.4); manter a pureza; ser paciente.
V. É Paciente como um Lavrador. (2.6)
Mais uma vez muda a ilustração, agora, para o lavrador. O qual planta a semente na esperança de
que esta germine e dê frutos, cuida do solo e do cultivo de sua plantação, rega e aguarda os frutos se
manifestar. De igual modo, o verdadeiro cristão deve ser alguém paciente, esperançoso e que saiba
trabalhar confiando no Senhor sabendo que a recompensa virá do alto. Antes de colher os frutos o
lavrador deve trabalhar duro, e o faz na certeza de que as recompensas virão.
VI. É Obediente como Cristo. (2.7-8a)
Neste ponto o apóstolo Paulo atinge o ápice de seu encorajamento ao jovem Timóteo. Ele se eleva
ao nível do exemplo do Senhor Jesus Cristo. Mais do que um um soldado, um atleta ou mesmo um
lavrador, o verdadeiro cristão é como Cristo. A lembrança constante da pessoa e do trabalho do
salvador é essencial a todos que se propõem a servi-Lo. É encorajador àqueles que sofrem lembrar
que o nosso salvador alcançou a glória do céu por meio do caminho da cruz e da sepultura. Se assim
foi com nosso salvador, quanto mais o será conosco, seus servos!!!

O verdadeiro cristão não é identificado ou mesmo caracterizado por suas bêncãos, nem por suas
vestes talares ou pomposas. Mas sim por seu andar diário que se assemelhe ao andar de Jesus
Cristo, o Senhor. O verdadeiro cristão é obediente assim como Cristo o foi.

Você também pode gostar