Você está na página 1de 4

Antropologia Social - Conceito, o que é, Significado

A antropologia social é uma disciplina fundamental do conhecimento humano. Esta ciência começou a
ser desenvolvida de maneira mais concreta a partir do século XIX. Em sua primeira fase, o objeto de
estudo da antropologia social era a sociedade pré-industrial. No entanto, através da evolução social esta
ciência também expandiu seu campo de estudo.

Os profissionais que trabalham no campo da antropologia social são especialistas em explorar o


conhecimento cultural de um povo

Por exemplo, o estudo de um antropólogo social pode abordar questões específicas como a fé de um
povo (ou seja, ideias religiosas), as tendências artísticas dominantes na época, a teoria do conhecimento
dominante, as formas de relação social, os valores e crenças que estruturam a ética social, os
convencionalismos sociais e as tradições dos povos em determinadas datas.

Assim como outras disciplinas humanas, a antropologia social é um tesouro que permite ao ser humano
conhecer-se melhor como parte da sociedade que pertence

Além disso, a antropologia social mostra a riqueza cultural que há no mundo a partir das diferenças
presentes nos costumes dos mais variados povos. Ou seja, a cultura como um alimento de espírito é um
bem essencial para a evolução, uma vez que é um bem diferente. Um dos métodos de investigação
realizado por antropólogos sociais é a observação direta que é fundamental para reunir dados objetivos.

Outro fator, como o idioma de uma região, é vital para formar a antropologia desse local.

Ramos da Antropologia

Para analisar e compreender melhor todas as dimensões do Homem (que são muito vastas e
complexas), a Antropologia geralmente é subdividido em diferentes áreas ou ramos de estudo:
Antropologia Física ou biológica – consiste no estudo das variações dos caracteres biológicos do homem
(fisionomia, cor da pele, estatura, fisiologia, etc.) no espaço e no tempo. Sua problemática é a das
relações entre o patrimônio genético e o meio geográfico, ecológico, social. Procurar explicar a evolução
humana a partir de estudos de fósseis e adaptação analisa as particularidades morfológicas e fisiológicas
ligadas ao meio ambiente, bem como a evolução destas particularidades. Exemplo: adaptação do
homem a regiões de elevadas altitudes, zonas frias, etc.

Antropologia Linguística – procura entender a vida do homem, seus pensamentos e sentimentos,


através do estudo da sua linguagem (literatura escrita e da tradição oral). Dado que a linguagem é uma
ampla parte constitutiva da cultura, os antropólogos linguistas interessam-se pelo desenvolvimento das
línguas. Assim mesmo ocupam-se nas diferenças das linguagens vivas, como se vinculam ou diferem, e
em certos processos que explicam a difusão da informação.

Antropologia Pré-histórica (ou arqueologia) – é a encarregada de estudar os vestígios materiais (os


utensílios, as artes, as construções…) das culturas desaparecidas, tanto em suas técnicas e organizações
sociais quanto em suas produções culturais e artísticas.

Antropologia Psicológica – estuda os comportamentos conscientes de cada indivíduo para compreender


o homem na sua totalidade e diversidade.

Antropologia social e cultural – estuda a cultura de um grupo social tanto na sua dimensão material, que
se refere às coisas que os homens produzem e com as quais intervêm na natureza, quanto na sua
dimensão imaterial, que abrange os sistemas de ideias e de valores, através dos quais se organiza a
percepção do mundo. Esta dimensão diz respeito aos elementos ideológicos que compõem a definição
de cultura (que posteriormente estudaremos), a saber, a língua, a religião, o sistema de direito, etc.

Em outras palavras, a antropologia social e cultural diz respeito a tudo que constitui uma sociedade:
seus modos de produção económica, suas técnicas, sua organização política e jurídica, seus sistemas de
parentesco, suas crenças religiosas, sua língua, suas criações artísticas, suas normas de conduta, seus
artefactos (ferramentas, utensílios…) seus pensamentos, suas formas de manifestar sentimentos., etc.

OBS: Apesar da intrinsecamente interligados, muitas vezes separa-se a Antropologia Social da Cultural.

Antropologia cultural – estuda as manifestações culturais que caracterizam um povo (ou uma
comunidade) e o diferenciam dos outros povos. Investiga, analisa e descreve os elementos de uma
cultura, como língua, religião, costumes, valores, crenças, produções artísticas. O conceito chave da
Antropologia Cultural é a cultura.
Além disso, a Antropologia cultural concentra seu enfoque na forma como a cultura é aprendida e
transmitida pelos indivíduos na sociedade.

A Antropologia cultural estuda o homem como «fazedor» da cultura..

Cancele quando quiser.

% método comparati'o e etnol&gico é usado também pela antropologia culturalnesse caso ele procura
comparar padr*es costumes estilos de 'ida culturas do passadoe do presente .gra#as ou letradas$
7eri#icar di#eren!as e semelhan!as a #im de obter melhor compreens"o desses grupos$ E1emplo:
popula!*es indígenas rurais e urbanasinstitui!*es ,#amília religi"o política economia- usos e
costumes linguagemhabita!*es meios de transportes dentre outros$

Método monográfico ou estudo de caso

: o etn&gra#o estuda em pro#undidadedeterminado caso ou grupo humano sob todos os seus


aspectos$ Esse método permite aan.lise de institui!*es de processos culturais e de todos os setores da
cultura$ %s gruposisolados est"o a e1igir pesquisas antes que desapare!am como cultura pelos
contatosou pela dizima!"o$ E1emplo: índios Ma8u1i de 5oraíma$

Método genealógico

: que permite o estudo do parentesco com todas as suasimplica!*es sociais: estrutura #amiliar
relacionamento de marido e de mulher pais e#ilhos e demais parentes in#orma!*es sobre o
cotidiano a 'ida cerimonial ,nascimentocasamento e morte-$ Esse dado possibilita ao pesquisador n"o
s& a con#irma!"o de seusdados /. obser'ados mas também no'as in#orma!*es poder"o 'ir a luz$
E1emplo:sistemas de parentesco dos índios +upi genealogia de grupos étnicos minorit.rios,/aponeses
poloneses e outros-$

Método funcionalista

: neste caso o pesquisador tomar. por base o estudo dacultura sob o ponto de 'ista da #un!"o isto é a
#uncionalidade de cada unidade dacultura no conte1to cultural global$ Este método tem como uma de
suas características édescobrir as cone1*es e1istentes em uma e cultura e saber como #uncionam$
E1emplo:a'eriguar as #un!*es de usos e costumes de determinada cultura que le'am a umaidentidade
cultural$

Técnicas de pesquisa em antropologia:

A antropologia biol&gica recorre atécnicas cl.ssicas da antropologia #ísica isto é a mensura!"o ao


lado de outras maismodernas de data!"o$ 2o campo da antropologia cultural o antrop&logo
desen'ol'erecursos e técnicas de pesquisa ligada . obser'a!"o de campo$ 2esse caso ir. aplicar atécnica
da obser'a!"o direta que se completa com a entre'ista e a utiliza!"o de#ormul.rios para registros de
dados$

A técnica da observaço

: neste caso o pesquisador 'ai se 'aler dos sentidos para a obten!"o dos dados 9 'er e ou'ir
principalmente$ A obser'a!"o pode ser sistem.tica quando os #en(menos s"o obser'ados
sistematicamente em determinado período de tempo di'ide)se em dois casos: direta: os #atos s"o
obser'ados pessoalmente no local da in'estiga!"o indireta os #atos s"o in'estigados por meio
deoutras pessoas$A obser'a!"o participante neste caso o antrop&logo tem a oportunidade de
permanecer no campo por muito tempo o su#iciente para a per#eita compreens"ocultural em
estudo$ Seu instrumento de trabalho é o di.rio de campo utilizando para oregistro de seus dados
complementados com #ichas onde os assuntos de'em ser selecionados criteriosamente$ ;otogra#ias
gra'a!*es e #ilmes complementar"o asin#orma!*es$