Você está na página 1de 2

Poder Judiciário da União

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

21VARCVBSB
21ª Vara Cível de Brasília

Número do processo: 0733956-93.2020.8.07.0001

Classe judicial: PROCEDIMENTO COMUM CÍVEL (7)

AUTOR: L. E. L. M.
REPRESENTANTE LEGAL: AMONITA SUSAN MESQUITA LEITE

REU: UNIMED NORTE NORDESTE-FEDERACAO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES


COOPERATIVAS DE TRABALHO MEDICO, CENTRAL NACIONAL UNIMED - COOPERATIVA
CENTRAL

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA

Trata-se de processo em que houve pedido de tutela provisória de urgência, concedida nos termos do
agravo de instrumento nº 0749869-21.2020.8.07.0000 (ID nº 78312642). Na referida decisão,
consignou-se a responsabilidade solidária das rés na continuidade dos serviços prestados à autora, em
internação domiciliar.

Na decisão de ID nº 78954493 novamente houve determinação de que o custeio seria realizado por ambas
as rés, o que foi reiterado na decisão de ID nº 79436250.

Na petição de ID nº 79313802, o réu UNIMED NORTE NORDESTE – FEDERAÇÃO


INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO alega que
foi apresentado pedido de recuperação judicial, acostando aos autos decisão proferida nos autos do
processo nº 0812229-78.2020.8.15.2001, em trâmite perante a Vara de Feitos Especiais da Capital, no
Tribunal de Justiça da Paraíba (ID nº 79313810)

A autora noticia que, até o momento, não houve cumprimento das determinações (ID nº 80675310).
Apresenta extrato com relação de gastos com o tratamento domiciliar em outubro de 2020, requerendo o
bloqueio do montante para custeio do tratamento.

É o relatório. Fundamento e decido.

As medidas até aqui determinadas não produziram o resultado esperado. As rés ignoram o comando do
Acórdão que deferiu a antecipação dos efeitos da tutela, o que, como bem apontado na decisão do Juiz
Plantonista, determina a modulação da medida de modo a concretizar a ordem judicial.

Nesse passo, ressalvado pessoal entendimento contrário, foi determinado o custeio do tratamento de
forma solidária entre os réus. Considerando o descumprimento das determinações judiciais de forma
voluntária, e de maneira a implementar a tutela pelo resultado prático equivalente, nos termos do art. 497,
do CPC, entendo pelo acolhimento do pedido de bloqueio dos valores para custeio do tratamento.

No que tange ao pedido de recuperação judicial, conforme se verifica na decisão acostada aos autos, não
houve deferimento de processamento de recuperação judicial, tampouco determinação de abstenção de

Número do documento: 21010719520301600000075972642


https://pje.tjdft.jus.br:443/consultapublica/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=21010719520301600000075972642
Assinado eletronicamente por: HILMAR CASTELO BRANCO RAPOSO FILHO - 07/01/2021 19:52:03 Num. 80719294 - Pág. 1
intervenção patrimonial contra o réu UNIMED NORTE NORDESTE – FEDERAÇÃO
INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO, de modo
que a constrição patrimonial recairá sobre os dois réus.

Pelo exposto, DEFIRO o pedido de tutela provisória de urgência para determinar o bloqueio via
SISBAJUD para custeio do tratamento domiciliar da autora, nos termos do extrato de ID nº 80675314, no
importe de R$ 54.521,20 (cinquenta e quatro mil, quinhentos e vinte e um reais e vinte centavos), sem
prejuízo da reiteração futura da medida.

Advirto que a prestação de contas, com apresentação de notas fiscais de todas as despesas, deverá ser
realizada nos autos.

Cumpra-se. Intimem-se.

HILMAR CASTELO BRANCO RAPOSO FILHO

Juiz de Direito

* documento datado e assinado eletronicamente

Número do documento: 21010719520301600000075972642


https://pje.tjdft.jus.br:443/consultapublica/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=21010719520301600000075972642
Assinado eletronicamente por: HILMAR CASTELO BRANCO RAPOSO FILHO - 07/01/2021 19:52:03 Num. 80719294 - Pág. 2