Você está na página 1de 3

22/01/2021 Processo Legislativo Eletrônico

PROJETO DE LEI Nº , DE 2020


(Autoria: Do Senhor Deputado DELMASSO - REPUBLICANOS/DF)

Cria o Complexo de Exportação e


Logística do Distrito Federal.

A CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta:

Art. 1º Fica criado o Complexo Logístico e de Exportação do Distrito Federal, com o


objetivo de fomentar o investimento produtivo de capital nacional ou estrangeiro na área de
logística e aumentar a competitividade das exportações do Distrito Federal.
Art. 2º Fazem parte do Complexo de Exportação e Logística do Distrito Federal:
I - Setor de Indústria e Abastecimento;
II - Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte;
III - Setor de Transporte Rodoviário e Cargas;
IV - Aeroporto Internacional de Brasília; e
V - Polo Industrial JK.
Art. 3º O Poder Executivo poderá estabelecer incentivos fiscais, creditícios e financeiros
para implantação de empresas nas áreas de logística e exportação no Distrito Federal, obedecendo
o disposto no artigo 131 da Lei Orgânica do Distrito Federal.
Art. 4º O Poder Executivo poderá apresentar proposta de criação de Zona de
Processamento de Exportação, junto ao Governo Federal, no Complexo de Exportação e Logística
do Distrito Federal.
Art. 5° As despesas decorrentes para implantação desta Lei deverão ser feitas por
consignações orçamentárias próprias.
Art. 6° O Poder Executivo deverá regulamentar a presente lei no tocante à sua efetiva
aplicação.
Art. 7° Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 8° Revogam-se as disposições em contrários.

JUSTIFICAÇÃO

O termo Logística, de acordo como Dicionário Aurélio, vem do francês logistique e tem
como uma de suas definições oriundas da arte da guerra que trata do planejamento e da realização
de: projeto e desenvolvimento, obtenção, armazenamento, transporte, distribuição, reparação,
manutenção e evacuação de material (para fins operativos ou administrativos). Um conceito
conhecido e empregado pelos militares desde muito tempo. Como foi exemplificada na “Segunda
Guerra Mundial” e, mais recentemente, na Guerra do Golfo, a capacidade de suprir adequadamente
as tropas, que avançavam pelos campos inimigos, com suprimentos e equipamentos, sempre foi
um fator determinante para o sucesso das campanhas militares.
https://ple.cl.df.gov.br/#/proposicao 1/3
22/01/2021 Processo Legislativo Eletrônico

Nas empresas, sua utilização e o reconhecimento do seu potencial de criar vantagens


competitivas sobre os concorrentes são bem mais recentes. O desconhecimento, o baixo nível de
entendimento de seus princípios, a maior atenção dispensada a outras áreas, consideradas mais
importantes, e a falta de pessoal qualificado podem explicar esse fato. As definições são várias,
mas todas têm um ponto em comum que é a importância da sua aplicação, de forma a integrar
todos os componentes de um sistema logístico.
A logística é o processo de gerenciar estrategicamente a aquisição, movimentação e
armazenagem de materiais, peças e produtos acabados (e os fluxos de informação correlatos), com
a organização e seus canais de marketing, de modo a poder maximizar as lucratividades presente e
futura, pelo atendimento de pedidos a baixo custo.
Logística é a chave de muitos negócios por muitas razões, entre as quais incluímos o alto
custo de operação das cadeias de abastecimento. Pode-se perceber que a tendência das
organizações é a horizontalização, atividade em que, muitos produtos até então produzidos por
determinada empresa do fim da cadeia de fornecimento passam a ser produzidos por outras
empresas, ampliando o número de fontes de suprimento e dificultando a administração desse
exército de fornecedores.
Competir é preciso e, portanto, uma realidade que não se pode mais ignorar. Assim, todas
as organizações tentam se diferenciar de seus concorrentes, para conquistar e manter clientes. Isso
está se tornando mais difícil. Ocorre o aumento da arena competitiva, representado pelas
possibilidades de consumo e produção globalizadas. Necessita-se de que se façam lançamentos
mais frequentes de novos produtos, os quais, em geral, terão ciclos de vida curtos. A mudança no
perfil dos clientes, cada vez mais, bem informados e exigentes, força as empresas e serem
criativas, ágeis e flexíveis, além de elevar a sua qualidade e confiabilidade. Sem dúvida, tarefas
desafiadoras para os executivos em todo o mundo, exigindo maiores esforços.
Competição em mercados locais, processo de globalização dos mercados, são ingredientes
da economia mundial que pode vir a se tornar indigesto para algumas empresas, mas para outras
se tornam desafios a serem vencidos. Drucker (1991) em seu livro “As Novas Realidades”, chama o
processo de globalização de economia transnacional, onde o objetivo das empresas não é só a
“maximização dos lucros”, e sim a “maximização dos mercados”, ou seja, a atividade comercial
cada vez mais é resultado de investimentos. Na verdade, o comércio está se tornando uma função
do investimento. Desta forma as empresas passam por estar presentes em todos os cantos do
globo, buscando o que há de melhor em cada continente, criando fluxos de comércio dos mais
variados bens, podendo ser desde matérias-primas, produtos intermediários, bem como produtos
prontos para o mercado de consumo. Os processos de exportações crescem e ao mesmo tempo se
tornam cada vez mais complexos, pois à medida que os mercados se especializam se tornam
exigentes.
Exportar hoje significa partir para um corpo a corpo em busca de clientes, mantê-los
efetivos, muitas empresas hoje buscam ter de 30 a 40% de suas receitas atreladas a exportação.
Exportar sempre, tendo continuidade, demanda investimentos, em planejar estrategicamente a
cadeia de suprimentos externa e principalmente desenvolver um planejamento de marketing, ou
seja, conhecer indistintamente cada mercado em suas particularidades, desenvolver ações
customizadas para cada mercado.
A exportação passou a ser para as empresas uma forma de ampliar e manter-se no
mercado, afinal exportar é diluir os riscos e evitar a instabilidade, uma vez que a expansão da
empresa não fica inteiramente condicionada pelo ritmo de crescimento da economia nacional.
A logística engloba as questões de planejamento, implementação e controle do fluxo
eficiente e eficaz de matérias primas, estoque em processo, produtos acabados e informações

https://ple.cl.df.gov.br/#/proposicao 2/3
22/01/2021 Processo Legislativo Eletrônico

relativas desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender as
exigências dos clientes.
Por fim, trata-se de medida necessária que, além de ser socialmente adequada é também
constitucional em todos os aspectos formal e material.
Por fim, sendo o tema de extrema relevância, contamos com a ajuda de nossos pares para
a aprovação do presente Projeto de Lei.

Sala das Sessões, em

(assinado eletronicamente)
DELMASSO
Deputado Distrital - Republicanos/DF

https://ple.cl.df.gov.br/#/proposicao 3/3