Você está na página 1de 56

REPOSITOR DE MERCADORIAS

REPOSITOR DE MERCADORIAS

SUMÁRIO

1- ATENDIMENTO AO CLIENTE 3

2- INVENTÁRIO DE MERCADORIAS 13

3- CARTAZES E PROMOÇÕES 22

REFERÊNCIAS

2
REPOSITOR DE MERCADORIAS

1- ATENDIMENTO AO CLIENTE

Descubra agora como melhorar o atendimento ao cliente em


supermercado

Quer saber como melhorar o atendimento ao cliente em supermercado e se destacar


da concorrência? Então confira aqui 6 maneiras diferentes para fazer agora!

O atendimento ao cliente em supermercado sempre será o grande diferencial


que destaca seu negócio da concorrência. Hoje em dia, há várias ferramentas
que permitem uma melhoria contínua desse ponto tão importante.

Assim, a mão de obra humana se une à tecnologia para que os consumidores


se sintam cada vez mais satisfeitos.

3
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Por essa razão, é preciso investir em estratégias certeiras, as quais realmente


resolvam as dores dos clientes com agilidade, eficiência e transparência. Dessa
forma, você garante que eles tenham um atendimento incrível desde a hora em
que entram na loja até o pós-venda.

6 formas para melhorar o atendimento ao cliente em supermercado

Assim como em qualquer setor do varejo físico, oferecer um bom atendimento é


a melhor estratégia para a satisfação e fidelização de clientes.

Para tanto, várias ações podem ser executadas a fim de criar a melhor
experiência possível — e, consequentemente, vencer a concorrência.

1. Treine os colaboradores

A interação pessoal é certamente o principal caminho para impressionar o


consumidor. Ao tirar dúvidas ou realizar suas compras com u m funcionário
cortês, que conheça as informações sobre o supermercado, a pessoa sente que
suas questões foram resolvidas. O desejo seguinte é de voltar ao seu negócio,
pois sabe que ali não terá problemas no futuro.

Por outro lado, caso ela enfrente qualquer dificuldade, vai criar um vínculo
emocional negativo com a marca. Isso pode comprometer o relacionamento de
maneira permanente. No entanto, um bom atendimento não surge do nada: é
preciso investir no treinamento e na capacitação dos colaboradores.

Primeiramente, eles devem conhecer as melhores atitudes de gentileza e escuta


ativa dos clientes (não se trata de uma habilidade que todos nós dominamos ).
Desse modo, ter conhecimento sobre a linguagem corporal e verbal é essencial.

Depois, certifique-se de que toda a equipe saiba como trabalhar em seus


sistemas digitais de pagamento, na gestão de estoque etc. Assim, será possível
resolver rapidamente os problemas dos consumidores.

4
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Não há nada pior do que ficar horas na fila esperando para pagar ou obter mais
informações sobre um produto. Isso é uma rotina quando o colabora dor não é
treinado adequadamente para manipular a ferramenta de vendas.

Por fim, os atendentes devem dominar as informações sobre seu supermercado.


Quando eles conhecem o planejamento estratégico do negócio, podem focar
nos diferenciais que você quer criar para os clientes, além de sanar todas as
dúvidas quando for necessário. Por isso, dizemos que o treinamento do
colaborador é o alicerce para um bom atendimento.

2. Transmita confiança

Outro pilar importante do atendimento ao cliente é a relação de confiança com o


supermercado. Assim, quando a pessoa for realizar suas compras, saberá que
a qualidade é garantida e não terá surpresas negativas.

A melhor forma de atender a um consumidor é evitando que ele precise fazer


uma reclamação para que suas demandas sejam concretizadas. E todos
sabemos que a prevenção é o melhor remédio.

Você pode transmitir confiança por meio de várias iniciativas, como:

 Ações de controle de qualidade, com uma verificação constante sobre a


validade e as condições de armazenamento de todos os produtos. Nos
supermercados, esse cuidado é imprescindível, pois as prateleiras estão
repletas de alimentos perecíveis;
 Cuidados com a umidade e temperatura;
 Campanhas de marketing que reforcem os valores que seu negócio quer
transmitir ao cliente. No caso de supermercados que enfatizam o preço baixo,
se um consumidor visitá-lo e encontrar valores altos, vai expressar sua
insatisfação com os colaboradores. O próximo passo é possivelmente fazer
um marketing negativo no boca a boca;
 Processos operacionais bem executados, de forma que toda a equipe saiba o
que fazer diante de cada ocorrência, agilizam a resolução do problema do
5
REPOSITOR DE MERCADORIAS

consumidor. A rapidez é um dos principais critérios para gerar uma boa


experiência.

3. Conheça as necessidades dos clientes

No marketing e nas vendas, todos sabemos que atingir as dores do cliente é


uma das melhores estratégias para se destacar da concorrência. Todavia, para
saber esse dado, você precisa delimitar bem seu público.

Quem sua empresa quer atingir? Consumidores da classe C que estão em


busca do melhor custo-benefício? Ou pessoas das classes A e B que desejam
produtos diferenciados e de altíssima qualidade, não importando o preço? O
perfil pode ser ainda mais específico e incluir critérios, como gênero, idade,
profissão etc.

4. Seja educado

A educação é um pressuposto que todo cliente associa ao atendimento. A falta


de cortesia gera um impacto extremamente negativo, pois envolve a emoção e o
afeto dos consumidores — os quais trazem uma memória bastante duradoura
sobre a experiência.

Após ser atendida com grosseria, provavelmente a pessoa pensará em nunca


mais voltar ao estabelecimento, mesmo sabendo que a culpa foi somente de um
funcionário. Portanto, conscientize e treine bastante suas equipes quanto a isso.

5. Atente às reclamações

Toda atividade comercial deve manter canais de reclamação presenc iais e a


distância. Isso é importante para que os clientes se sintam à vontade ao
relatarem suas experiências negativas.

Essa ação ajuda a minimizar as emoções mais intensas e oferece uma ótima
oportunidade para que a empresa melhore constantemente.

6
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Estabeleça também processos que possam reduzir os danos. como gerentes


bem capacitados para resolver conflitos e estratégias que compensem o cliente
pelo estresse. Por fim, oferte descontos e melhores condições.

6. Valorize a honestidade

Tenha uma relação honesta com os clientes: sempre que necessário, admita os
erros cometidos e evite acobertar uma falha.

As ações de transparência são bastante valorizadas atualmente no mercado e


representam grandes diferenciais para o público em geral.

Como um checklist pode aju dar no atendimento ao cliente em


supermercado?

O checklist é uma excelente ferramenta para implementar cada uma dessas


ações por vários motivos:

 faz com que você não se esqueça de nenhuma informação durante o


treinamento dos colaboradores, garantindo um atendimento uniforme e que
transmita todos os valores importantes para a empresa;
 organiza melhor os processos operacionais, de modo que nenhum funcionário
se esqueça das etapas de uma tarefa — sabemos que a memória pode falhar
em alguns momentos (principalmente naqueles de maior pressão), então é
sempre bom que haja um checklist para evitar as omissões;
 traz uma maior transparência, pois todos os processos serão documentados e
você pode sempre mostrar para os clientes que está fazendo tudo o que é
capaz para satisfazê-los;
 otimiza a eficiência operacional, pois os procedimentos uniformes facilitam a
identificação de onde está cada gargalo e problema;
 uniformiza o atendimento e, assim, nenhum cliente sente que outro teve
tratamento privilegiado.

7
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Com boas ferramentas tecnológicas e um capital humano bem capacitado, você


será capaz de melhorar o atendimento ao cliente em supermercado. Afinal, será
possível monitorar todo o negócio de forma muito mais simples, efetiva e
prática.

Nesse sentido, os checklists permitem um gerenciamento de processos muito


eficaz, o que se traduz na satisfação do seu público.

Mesmo em um cenário empresarial cada vez mais moderno e cheio de


possibilidades para conquistar clientes, um bom atendimento ao cliente nunca
perde o seu lugar.
Todo cliente quer ser bem atendido. E é diante de um tratamento cordial e
personalizado que eles são capazes de indicar a sua marca para outras pessoas.
Portanto, investir em um atendimento de excelênciaé uma estratégia indispensável
para as empresas.
Segundo uma pesquisa da Aspect Consumer Experience Survey, cerca de 76% dos
consumidores enxergam o atendimento ao cliente como o verdadeiro teste do
quanto as empresas os valorizam.
É inegável que o atendimento é um verdadeiro cartão de visitas de uma empresa.
Quando um negócio aposta em uma equipe capacitada e empática para atender
seus clientes, certamente está tomando um grande passo para o sucesso.
Em um mercado cada vez mais concorrido, as marcas estão dispensando muitos
esforços para ganhar o coração dos clientes e encantá-los com um atendimento
personalizado, ágil e eficiente.
Um bom atendimento ao cliente tem se tornado um verdadeiro diferencial
competitivo.
As vantagens de investir em um bom atendimento ao cliente são grandes! Além de
garantir um grande nível de credibilidade da marca, fica muito mais fácil fidelizar
clientes.

Você sabia que a fidelização de clientes é cinco vezes mais barata que uma
prospecção? É o que Philip Kotler, grande estudioso na área do marketing, nos diz.

8
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Você, como bom empreendedor, quer encantar seus clientes, certo? Então não
perca tempo e confira 8 dicas para ter um bom atendimento ao cliente na sua
empresa.

Seja cordial e amigável

Independente do veículo pelo qual um cliente procurou a sua empresa, a regra é


atender com cordialidade e atenção.
Um bom atendimento ao cliente não é baseado em scripts e roteiros pré-
programados, mas sim no diálogo.
A construção da despedida também é importante! É importante que o atendendente
agradeça o contato e mostre-se à disposição, garantindo assim possíveis retornos.

Utilize as palavras certas e o tom de voz correto

Uma equipe de atendimento precisa valer-se da empatia para entender as


necessidades e solicitações de um cliente. O primeiro passo para deixar um cliente
encantado é "abraçar a sua causa".
Os atendentes precisam estar sempre usando um tom de voz amigável ,
cumprimentar, fazer uma apresentação e apostar em frases que demonstram
atenção e cuidado, como "no que posso ajudá-lo?".
Um bom atendimento ao cliente é aquele que transmite a sensação de conforto e
deve passar respeito. Clientes com mais idade, por exemplo, devem ser chamado
de senhor ou senhora.
Tom de voz que transmita tédio, frustração ou irritação está proibido! É um erro sério
deixar o cliente entender o atendimento do seu negócio como um simples processo
rotineiro.

Procure conhecer o seu cliente

Entender o perfil do cliente, suas preferências e dúvidas é essencial para um


atendimento e um suporte mais eficiente. Por isso, questionar o cliente sobre suas
necessidades é fundamental.
A cada atendimento, é indispensável que a equipe esteja consciente das motivações
que levaram o cliente a entrar em contato.

9
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Formulários e pesquisas online, além claro de boas conversas durante o


atendimento presencial, te ajudarão a entender as expectativas do cliente e atendê-
lo melhor.

Conheça muito bem o seu produto

Seja no suporte ou no primeiro contato, a equipe de atendimento precisa


demonstrar segurança no atendimento.
Por isso, é essencial que o atendente domine informações sobre os recursos e as
vantagens dos serviços ou produtos colocados à venda.

Quando a equipe de atendimento conhece plenamente o negócio e o produto


oferecido, fica mais fácil de apresentá-lo para os clientes, sem precisar recorrer a
métodos decorados e ações impessoais e assim transmite muito mais confiança.

A agilidade é o combustível do bom atendimento ao cliente

Não há um consumidor que não seja apaixonado por um atendimento rápido e


eficiente. Esperar é cansativo e estressante.
Segundo o Economist Intelligence Unit Creating a Seamless Customer Experience
Report, 47% dos consumidores dizem que respostas rápidas para uma solicitação
ou reclamação são o elemento chave para a melhor experiência do cliente.
Portanto, atender com agilidade garante a paciência dos clientes e preserva o
tempo, um elemento valioso tanto para o cliente quanto para o negócio.

Seja nas mídias sociais ou nas lojas físicas, a equipe de atendimento


precisa otimizar o tempo médio de atendimento, oferecendo soluções mais
assertivas em um curto espaço de tempo.
Para isso, adotar um método de registro de atendimentos é essencial. Isso é
importante para que sua equipe possa entender as solicitações recorrentes e as
maiores dificuldades dos clientes.

Também é válido apostar em um guia com soluções frequentes, cortar burocracias


e procedimentos, estabelecer metas de atendimento por espaço de tempo e mais!

10
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Aposte no atendimento multicanal

Na era dos smartphones, uma empresa não pode se restringir ao contato físico ou
aos telefonemas.

Para atender bem a todos os clientes, a melhor estratégia é o atendimento


omnichannel. O atendimento via chat, por exemplo, é uma estratégia muito efetiva
para melhorar a fidelização do seus clientes.
Seu negócio precisa estar disponível nos mais diferentes veículos: telefone, site,
redes sociais, help desk, chat online e outros!
E todos precisam ter uma equipe responsável para solucionar as solicitações dos
clientes rapidamente e jamais deixá-los sem resposta.

O atendimento multicanal gera conforto para os clientes, uma vez que eles podem
entrar em contato com o seu negócio pelo veículo mais adequado à sua rotina.

Segundo a previsão feita em 2016 pela CRM Customer Service and Support, até o
fim de 2018, 25% do serviço de atendimento e operações de suporte vão integrar
tecnologia de assistentes virtuais por todos os canais de engajamento.

Garanta a segurança do seu cliente

Tão importante quanto ser cordial e empático, é garantir a segurança do cliente no


atendimento.
E como isso pode ser feito? Adotando selos de segurança no seu site, por
exemplo, e oferecendo versões para teste (se o seu produto permitir),
possibilitando assim que o cliente se apaixone pela sua solução e sinta-se mais
seguro para consumir.
No site e nas redes sociais, sempre deixe em evidência os dados da empresa,
como endereço da sede, telefone, registros estaduais e CNPJ.
Além disso, é importante esclarecer todas as regras de pagamento, seja nas abas
do seu e-commerce ou em contratos.
Não deixe de divulgar informações sobre o armazenamento de dados dos clientes e
quais são as regras de devolução e troca.

11
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Tenha atenção ao pós-venda

O atendimento é uma estratégia importante no pós-venda, etapa importante para


fidelizar clientes, aumentar a credibilidade da marca e obter insights para a melhoria
de produtos e serviços.
É nessa fase que um bom atendimento ao cliente dá suporte às vendas.
A equipe precisa estar empenhada para estaelecer relacionamentos
duradouros com o cliente, entendendo suas impressões sobre o consumo, o
atendimento prestado e a logística de entrega e resolução de problemas.
Portanto, aposte em pesquisas de satisfação por e-mail ou telefone – essas
ferramentas coletarão muitos insumos para melhorar os produtos e serviços
oferecidos pela corporação.
Ter um bom atendimento ao cliente no seu negócionão é uma tarefa difícil. Dicas
simples, muitas delas relacionadas à capacitação profissional e procedimentos
internos, são capazes de revolucionar a maneira como os clientes enxergam a sua
empresa.
Um bom atendimento ao cliente, acima de tudo, deve ser baseado no diálogo. Os
maiores cases de sucesso em atendimento da atualidade envolvem soluções
personalizadas e total transparência.

12
REPOSITOR DE MERCADORIAS

2- INVENTÁRIO DE MERCADORIAS

O que é inventário e porque o seu supermercado deveria ter um

O inventário é um processo realizado periodicamente nas empresas a fim de manter


seus estoques – seja de produtos ou insumos – sob controle. Em
supermercados, o inventário assume uma importância ainda maior devido à
quantidade de itens com que os gestores e colaboradores precisam lidar todos os
dias.

Pensando nisso, a Compex Tecnologia decidiu trazer neste artigo uma reflexão
acerca da importância de um inventário eficiente em supermercados.

O que é um inventário?

Existem diversas formas de definir o que é e para que serve um inventário. Todas
convergem para a ideia de um processo de gestão de estoques, sendo necessário
realizar a contagem de todos os itens no armazém e na área de vendas de tempos
em tempos (anual, mensal, semanal e até diariamente, em alguns casos).

Ao realizar um inventário, o supermercado está mais do que contando o que possui.


Está, na verdade, elevando o controle dos estoques a um nível mais
13
REPOSITOR DE MERCADORIAS

estratégico, o que facilita o processo de compras, bem como ajuda a reduzir perdas
e ruptura e, em uma visão mais holística, evita desperdícios e melhora os resultados
financeiros.

Razões pelas as quais os supermercados deveriam se preocupar com o


inventário

Apesar do termo ―inventário‖ ser conhecido por praticamente todo gestor e


proprietário de supermercado, muitas pessoas ainda não conhecem os reais
benefícios de contar com um controle de inventário eficiente – isto é, produtivo e
econômico.

1. Controle de mercadorias disponíveis e/ou em falta

Por meio do inventário é possível ter a real dimensão da quantidade de cada item
em estoque. A partir disso, o gestor do supermercado poderá controlar o que precisa
ser comprado ou vendido conforme a demanda de uma forma muito mais planejada
e, principalmente, estratégica.

Uma determinada mercadoria que não tenha muito saída, por exemplo, poderá ser
trabalhada em forma de promoção para evitar que tenha seu prazo de validade
excedido.

Da mesma forma, itens com maior giro podem ser adquiridos para que não hajam
faltas e consequentes perdas de vendas.

2. Redução de desperdícios

Inventários e estoques que não recebem a atenção adequada pela gestão do


supermercado costumam gerar rupturas e avarias, uma vez que caixas são
empilhadas de forma inadequada e acabam ocupando espaços que poderiam ficar
livres.

Com um controle mais periódico, controlado e documentado através de


equipamentos como os coletores de dados, é possível evitar este uso inadequado

14
REPOSITOR DE MERCADORIAS

do espaço e ainda evitar problemas com o consumidor final – afinal, ninguém quer
levar um produto “defeituoso” para casa.

3. Melhoria no planejamento de vendas sazonais

Como todo gestor de supermercado sabe (ou deveria saber), existem vendas
sazonais que requerem um maior volume de compras prévias.

É o caso de períodos de Natal e início de ano novo, por exemplo.

Ao fazer a contagem dos itens, você consegue dimensionar o que precisa ser
adquirido, qual o espaço disponível, bem como planejar as ofertas para potencializar
as vendas e aproveitar o momento em que o consumidor busca por determinadas
mercadorias em maior volume.

4. Melhoria no atendimento ao cliente

Ao ter o estoque controlado e as quantidades disponíveis devidamente checadas e


documentadas, é possível localizar rapidamente um item que não esteja na área
de vendas e que seja solicitado por um cliente.

Isso é ainda mais importante se o seu supermercado realiza vendas por telefone
e/ou internet. Se o cliente solicita várias vezes um item e ele nunca está disponível
ou não é localizado, certamente deixará de considerar o seu supermercado na
próxima compra daquele produto.

Algumas pessoas encaram o inventário para supermercado como um trabalho


grande e desnecessário. Mas a verdade é que este processo se trata de uma rotina
importante não só para o setor de estoque, mas para toda a empresa.

Através do inventário você pode detectar uma série de problemas operacionais que
não são vistos no dia a dia. Além disso, melhora a eficiência da sua empresa,
otimiza os lucros através do controle das perdas e ainda, detecta produtos que
faltam nas prateleiras ou estão ―encalhados‖ no armazém.

Concordo que fazer um inventário de estoque não seja uma tarefa muito simples,
levando em consideração a diversidade de produtos e os horários de funcionamento.

15
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Para facilitar a sua rotina, preparamos um material completo sobre o assunto. Olha
só o que você vai aprender:

 O que é inventário de estoque?


 Qual o melhor momento para fazer inventário
 Conheça os tipos e veja o passo a passo completo para fazer o inventário de
estoque

Preparados? Continue comigo!

O que é inventário de estoque

O inventário de estoque é uma prática que tem o intuito de contar todas as


mercadorias que tem em sua empresa, tanto no estoque quanto na área de
vendas.

Os resultados facilitarão no momento de repor os produtos. Sendo quais tem mais


saída, os que não vendem tanto e precisarão de uma promoção para não ter seus
vencimentos expirados ou mesmo deixarem de ser comercializados.

Quando fazer um inventário de estoque

Antes de mais nada, para que o inventário seja feito de forma assertiva e nem um
produto passe batido na hora da contagem é importante escolher um dia em que
não haverá entrada ou saída de mercadorias.

A frequência para fazer o inventário de estoque depende de cada tipo de negócio e


da decisão do gestor. Porém, o interessante é que seja feito com uma periodicidade
regrada e planejada.

A contagem pode ser realizada diariamente, mensalmente, semestralmente ou


anualmente. No entanto, existem alguns fatores que indicam que está na hora de
fazer um inventário com urgência:

 atraso na entrega por falta de produtos


 extravios frequentes
 mercadorias encalhadas no estoque

16
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 compras desnecessárias

Então, esteja atento a alguns desses sinais e se prepare para uma rotina de
contagem.

Os tipos de inventário de estoque

Podemos elencar diferentes tipos de inventário e vamos detalhar cada um para que
não haja dúvidas.

 Inventário de estoque rotativo

Também conhecido como balanço de estoque, o inventário de estoque rotativo trata


da contagem, classificação e identificação de forma contínua de todos os itens e
produtos estocados. Em outras palavras, é um processo rotineiro e de caráter
preventivo.

A grande diferença de um balanço de estoque, por exemplo, é que ao invés de


realizar esse processo semestral ou anual, o inventário rotativo propõe a contagem
diária, semanal ou mensal. Além disso, ele é organizado de acordo com a
classificação do produto, tamanho do estoque e equipe de funcionários,
considerando também sua demanda de venda.

 Inventário de estoque periódico

Neste caso, o inventário de estoque é feito em um determinado período definido pela


empresa e ocorre geralmente ao final do exercício, como no fechamento do balanço
patrimonial por exemplo. Ele possui três objetivos para varejistas:

1. Reunir informações sobre os produtos disponíveis em estoque


2. Atualizar os dados no sistema de estoque para dar suporte à gestão de
produtos
3. Organizar as informações para corrigir possíveis falhas humanas

De fácil aplicação, esse tipo de inventário é bastante utilizado por pequenas e


médias empresas por lidar com menos processos gerenciais e menos funcionários
para realizar as operações inerentes a ele.
17
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Inventário de estoque cíclico

De caráter contábil, o inventário de estoque cíclico lida com a segurança da base de


informações que são divulgadas pela empresa. Diferente do inventário rotativo que
busca prevenir perdas, o inventário cíclico é corretivo e responsável por apurar os
prejuízos para igualar o estoque físico com o contábil.

Como o próprio nome sugere, o inventário ocorre em ciclos que podem ser de dois,
três ou quatro meses e costuma ser acompanhado de uma auditoria externa ou
não.

 Inventário de estoque parcial ou dinâmico

Esse tipo de contagem está relacionada apenas a um grupo específico de produtos.


Portanto, quando se tem uma grande variedade de categorias é interessante adotar
esse modelo.

Voltamos aquele exemplo da lista de compras da feira semanal. Pra resumir, é como
se você dedicasse um dia para fazer o controle das frutas e legumes, já que
possuem um prazo de vida mais curto e exigem uma maior rotatividade.

 Inventário de estoque anual

O próprio nome é bastante sugestivo. Logo, inventário de estoque anual é aquela


contagem realizada no final do ano fiscal de uma empresa. No Brasil, o ano fiscal
coincide entre os meses de Janeiro a Dezembro.

 Inventário de estoque geral

Considerado o tipo mais simples, embora não seja o mais fácil de ser implementado
na prática, o inventário de estoque geral é aquele voltado não somente para os
produtos que são vendidos. Assim sendo, ele abrange todos os itens que compõem
a empresa, seja maquinários, utensílios, mobília, etc.

Esse modelo pode ser um grande desafio para varejos que possuem uma área
operacional e administrativa muito grande, e que contam com o uso de
diversos equipamentos e maquinários no dia a dia.

18
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Vale lembrar que até os pequenos itens administrativos estão incluídos nessa
contagem como canetas, lápis, grampeadores e por aí em diante.

 Inventário de estoque permanente

O inventário de estoque permanente costuma ser mais sistematizado, minucioso e


individualizado. Contudo, ele registra todo o monitoramento de entradas e saídas
como também valores e quantidades.

É impossível implantar esse modelo sem um sistema de gestão de estoque, afinal


ele exige um acompanhamento real das movimentações e ainda permite acesso
imediato ao lucro bruto da empresa. Além disso, uma outra vantagem é obter dados
atualizados a todo instante melhorando a logística e auxiliando na tomada de
decisões.

Como fazer um inventário de estoque

Logo abaixo você confere o passo a passo para fazer um inventário de estoque
correto e organizado.

Defina a periodicidade

O objetivo de fazer inventário é muito simples: garantir o controle de produtos para


prever e corrigir problemas. A tarefa nada mais é do que uma minuciosa contagem.

É como escolher um dia da semana para fazer a feira de casa. Afinal, antes de fazer
novas compras, você precisa verificar tudo o que está faltando ou sobrando na sua
dispensa. Assim, prepara uma listagem geral do que possui e se prepara para novas
reposições.

Não é assim que funciona? Ou pelo menos como deveria funcionar!

Determine a equipe responsável

Dentre o seu time de colaboradores, escolha a equipe responsável pela tarefa.


Tenha preferência por aqueles com perfil compatível para o trabalho que exige
detalhismo, proatividade e grande concentração.

19
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Mas não os deixe ―soltos‖! Escolha um líder capacitado para supervisionar e guiar o
processo em casos de dúvidas.

Especifique categorias e classifique produtos

Prepare uma lista com todas as categorias de produtos e quantidades. Defina


grupos e conjuntos para otimizar a classificação do seu estoque. Ou seja, detalhe
categorias como papelaria, produtos de limpeza, cereais, etc.

Nessa etapa é importante seu negócio possuir um sistema de código de barras para
facilitar a identificação, como também a contagem. Além disso, verifique se todos os
produtos estão com o código de barras antes de começar a contagem.

Prepare o espaço para a contagem

Antes da contagem dos produtos, defina onde eles permanecerão. Se ainda não
possui um esquema de layout definido, então é interessante rever esse detalhe.

O método mais comum de organização é o PVPS (Primeiro que Vence é o Primeiro


que Sai). Logo, dentro desse esquema, aqueles produtos com data mais próxima do
vencimento se encontram mais próximos da saída de estoque.

Faça a contagem e a recontagem dos produtos

Definido os critérios, periodicidade, preparado o espaço e a equipe, chegou a hora


de fazer a contagem e montar seu inventário de estoque.

Para começar, faça listas com todos os itens que for identificando. Lembre-se de
organizar por quantidade, peso, tamanho, tipo de mercadoria e todas as informações
que couberem. Para os produtos que estiverem em caixas, tente pegá-las para
verificar o peso. Caso estejam incompletas, haverá erro nas contagens.

Uma dica importante é manter uma organização durante a primeira contagem para
facilitar o processo da recontagem. Organização é tudo nesse momento!

Checagem e conferência dos resultados

Finalizada a contagem, você terá em mãos todos os produtos, quantidades e o perfil


detalhado das suas mercadorias. Mas, o que fazer com eles?
20
REPOSITOR DE MERCADORIAS

A partir dessas informações, você poderá confrontar com os dados do seu sistema
de gestão. Como também, terá insumos para identificar problemas e tomar decisões
mais assertivas para o bom desenvolvimento do seu negócio.

Um método eficaz para isso é analisar a Curva ABC de estoque e vendas para
concentrar seus recursos e esforços naquilo que é mais rentável para você.

Utilize um sistema de gestão de estoque

É possível fazer um inventário de estoque de forma manual e sem o uso de um


sistema de automação. No entanto, você estará colocando em risco a confiabilidade
dos dados que foram levantados e provavelmente, dedicando esforços operacionais
inválidos.

Para estabelecimentos com muitos produtos e possui um giro de estoque acelerado,


a necessidade de fazer inventário torna-se mais emergente. Logo, um sistema de
gestão tranquiliza essa tarefa e mantém o inventário sempre atualizado quando uma
compra for efetuada e a quando itens forem sendo retirados do estoque. O processo
de baixa é rápido e preciso.

Por que você não pode deixar de fazer inventário de estoque

O armazenamento dos seus produtos em estoque deve ser organizado, eficiente e


preciso. Como vimos, eles representam ativos diretos no faturamento e rentabilidade
de qualquer organização, seja pequena, média ou grande porte.

Saber exatamente o que tem armazenado evita compras desnecessárias,


mercadorias acumuladas e perda de dinheiro. O mesmo vale para o outro extremo.
Afinal, a falta de produtos leva à ruptura de estoque e frustração no cliente. Para
resumir, o segredo é manter o equilíbrio operacional do processo de gestão de
estoque.

Talvez já tenha escutado, mas não custa lembrar: estoque parado significa
dinheiro parado.

21
REPOSITOR DE MERCADORIAS

3- CARTAZES E PROMOÇÕES

COMO CRIAR CARTAZES DE OFERTAS PARA SUPERMERCADOS


PARA AUMENTAR AS VENDAS

Criar cartazes de ofertas para supermercados é uma tarefa fácil, certo?


Errado.

Se você acha que montar cartazes de ofertas se resume a escrever o nome, o preço
e pendurar em qualquer lugar, você está muito enganado.

Marketeiros de grandes supermercados levam este assunto a sério. Todos os


aspectos dos cartazes são pensados cuidadosamente.

Mas qual é o motivo de tanto cuidado com os cartazes promocionais?

Vendas.

Um cartaz bem planejado pode aumentar (muito) suas vendas!

Por outro lado, cartazes de supermercado com erros, mal planejados ou com outros
defeitos de fabricação diminuem drasticamente suas vendas e sua reputação.

Quer descobrir como fazer um cartaz de promoção que funciona de verdade?

22
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Neste artigo você vai aprender facilmente como criar cartazes de promoção para
supermercados, que aumentam as vendas.

EXISTE UMA FÓRMULA PARA CRIAR CARTAZES


DE OFERTAS PARA SUPERMERCADOS ?

Sim.

Para criar os cartazes de forma eficaz e eficiente você precisa prestar atenção nos
seguintes requisitos:


 Preços atrativos;

 Cores chamativas;

 Tamanhos corretos;
 Locais adequados;

o
 Informações e imagens.

Vamos falar um sobre cada item, abaixo.

PASSO #1: APLIQUE A PSICOLOGIA DOS PREÇOS

Utilize estratégias de preços psicológicos para melhorar a percepção inconsciente


dos consumidores.

O que isto que dizer?

Trata-se da maneira como você exibe os preços para os consumidores. Através da


psicologia é possível induzir as pessoas a pensarem que os preços estão menores.

Por exemplo: O famoso ―99‖ é a estratégia de preço psicológico mais usada


atualmente no varejo, e é bastante simples.
23
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Basta remover um centavo dos preços cheios.

11 ESTRATÉGIAS DE PREÇO PSICOLÓGICO PARA VENDER MAIS


(MARKETING EFETIVO)

Quando se trata de vender, quanto mais, melhor. Esta é a maior missão de


lojas de varejo, supermercados, farmácias, escolas e qualquer outro tipo de
negócio.

Uma das estratégias mais usadas para vender é fazer com que os consumidores
pensem que estão fazendo excelentes negócios, mas sem enganá-los!

Como se faz isto então? Usando o poder do preço psicológico.

O preço psicológico é uma estratégia de marketing amplamente utilizada por


diversos setores há anos. Com esta técnica é possível atingir o subconsciente dos
consumidores, fazendo com que eles tomem as ações que o comércio
adora: compras.

Quer saber mais sobre a ciência dos preços?

Neste artigo vamos apresentar técnicas psicológicas que alteram a percepção dos
consumidores aos preços e ofertas. Esses ―truques‖ são simples de implementar e
trazem resultados comprovados.

POR QUE USAR O PREÇO PSICOLÓGICO COMO ESTRATÉGIA DE


MARKETING?

O preço psicológico é uma estratégia de marketing que utiliza de técnicas


psicológicas para influenciar a percepção dos consumidores a respeito dos preços.
Essas técnicas visam atingir o subconsciente das pessoas para que os preços e
descontos pareçam mais vantajosos e a dor de gastar o dinheiro diminua.

Uma das técnicas mais famosas é a redução de um centavo do preço redondo.


R$79,99 no lugar de R$80,00.

24
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Além desta, existem diversas outras técnicas que visam causar o efeito psicológico
de ―preço baixo‖ nas pessoas.

Os preços psicológicos são comumente usados por um motivo: Funciona.

UM CENTAVO A MENOS NO PREÇO (O FAMOSO ,99)

Quem nunca se perguntou por que os preços terminam em 99? Afinal, essa é uma
das estratégias mais usadas para vender mais.

Principalmente no varejo.

Diminuir um centavo de um preço arredondado causa a sensação de que um


produto está mais barato.

O marketing explora este efeito psicológico há anos.

Mas por que isto acontece?

Embora seja óbvio que um centavo não represente uma grande economia na
compra, nosso cérebro está ―acostumado‖ a prestar menos atenção no centavos e
dar mais prioridade ao número da esquerda.

Ou seja: Quando o consumidor vê o preço R$ 99,99, o cérebro do consumidor está


predisposto a entender ―99‖, ao invés de ―100‖.

Além disso, a redução no preço traz a falsa sensação de desconto e minimiza o


sentimento de ―culpa‖ dos consumidores.

Quer um prova de que isto funciona? Veja abaixo.

Estudo de caso

A Gumroad fez um estudo em suas lojas diminuindo um centavo de alguns produtos


com preços redondos.

O resultado foi impressionante.

25
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Os produtos com ―99‖ tiveram a taxa de conversão maior do que dos outros.

Em alguns casos, o número de vendas foi até 2x maior.

ANCORAGEM DE PREÇO

A ancoragem de preço é a técnica de criar a percepção de que um preço é ―justo‖ a


partir de outro similar.

Normalmente o preço de referência (o preço âncora) é justificado pela qualidade


melhor do produto. Ainda assim, o produto de menor qualidade tende a vender mais.

Por exemplo: Um fogão de 4 bocas por R$ 1.300,00 pode parecer caro. Porém, ao
colocarmos juntamente com outro fogão de 5 bocas por 2.300,00, a diferença de R$
1.000,00 por um boca a menos torna o preço muito mais atrativo para o consumidor.

Ou seja: O fogão de 4 bocas parece mais barato, agora que temos um preço de
referência maior ao lado.

Estudo de caso

Um estudo muito famoso feito pela loja Williams-Sonoma provou a efetividade do


preço âncora.

A loja vendia um uma máquina de fazer pão por $275. Porém, pouquíssimas
unidades desta máquina eram vendidas por mês.

Em certo momento, a Williams-Sonoma colocou outra máquina de fazer pão um


pouco melhor à venda, por $429.

O que aconteceu?

As vendas da máquina de $275 dispararam.

A explicação da psicologia é simples. O efeito de ancoragem faz com que os


consumidores percebessem que a máquina com um pouco de qualidade a mais era

26
REPOSITOR DE MERCADORIAS

quase o dobro do valor, tornando o preço da máquina de ―pior qualidade‖ muito mais
atrativo.

CONTRASTE VISUAL NAS PROMOÇÕES

Não adianta fazer inúmeras promoções se o consumidor não presta atenção nas
ofertas.

Quando falamos de psicologia dos preços, não é só o tamanho o desconto que


importa, mas também o tamanho da fonte, as cores, o estilo do anúncio…

É por isto que deve-se minimizar o tempo de resposta do consumidor à promoção.


Ou seja, as pessoas devem entender as promoções em um ―piscar de olhos‖.

Usar preços grandes de referência ajuda a capturar a atenção das pessoas e


também melhora a percepção do consumidor sobre a promoção.

E tudo é psicológico.

De acordo com estudos (Urbany, Bearden, & Weilbaker, 1988), um preço de


referência exagerado tem efeitos positivos sobre a percepção do consumidor sobre
o benefício da compra.

Ou seja: O preço original, grande, ao lado do preço promocional, pequeno, cria um


contraste visual que passa a sensação ao cérebro de que aquele desconto é
realmente bom, minimizando a culpa da compra.

VALOR EM PARCELAS

R$ 500,00 parece caro? R$ 49,99 parece bem melhor, não é?

Mostrar o preço dos produtos em parcelas faz com que as pessoas comparem
(subconscientemente) o preço da parcela do seu produto com preços mais
caros dos concorrentes.

Além disso: Como o valor da parcela é muito menor do que o preço total, o cérebro
fica com a falsa sensação de que o produto não está tão caro.
27
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Fato interessante: Muitas vezes a soma das parcelas é maior do que o preço do
produto à vista, porém, o desejo de possuir um produto é ―ativado‖ quando há a
possibilidade de adquirir o produto por ―pequenas paraceles‖ mensais.

Lembre-se: As pessoas sabem fazer contas e descobrir os preços reais dos


produtos.

Mas isto não importa. Por sorte, a comparação do preço parcelado é feita no
subconsciente, então, a lembrança de um preço parcelado tem grandes chances de
converter oportunidades em vendas.

PROMOÇÕES FÁCEIS DE ENTENDER

Quando o consumidor está fazendo compras, ou apenas passeando entre os


corredores de uma lojas ou supermercado, ele é bombardeado por informações.

Corredores e mais corredores de promoções atrativas e chamativas.

Mas é preciso ter cuidado.

As promoções precisam ser fáceis de entender, caso contrário não serão efetivas.
Não importa se você possui a melhor promoção de fraldas para bebês da cidade, se
as pessoas não entenderem a promoção, não irá vender.

Dados interessantes: Uma pesquisa realizada pelo Programa de Administração de


Varejo (Provar), da Fundação Instituto de Administração (FIA/USP), mostrou
que 37% dos consumidores que vão ao supermercado compram mais produtos do
que haviam planejado, e gastam, em média, 18,71% a mais do que o previsto.

Uma promoção chamativa e de fácil entendimento desperta a sensação de urgência


no consumidor.

MAIS DESCONTOS NO FINAL DO MÊS

Quanto menos dinheiro as pessoas tiverem, maior será o ―sofrimento‖ e a sensação


de culpa ao gastá-lo.

28
REPOSITOR DE MERCADORIAS

E vice-versa.

No começo do mês a situação financeira costuma ser mais confortável, e mesmo


que os descontos não sejam grandes, as pessoas tendem a comprar.

Quer um exemplo?

Imagine que você tem R$ 1000,00 na carteira, de repente você encontra um produto
em promoção, apenas R$ 50,00.

Você quer este produto e você tem R$ 1000,00.

Por que não comprar?

Por outro lado, imagine a mesma situação, porém, agora você possui somente R$
100,00 na carteira.

Mesmo que esteja na promoção, parece que o produto ficou mais caro, não é?

Por este motivo, deixe os melhores descontos para as últimas semanas do mês.

Neste momento os consumidores estão procurando mais oportunidades


para economizar.

REGRA DOS 100 (VALOR X PORCENTAGEM)

Responda em menos de 3 segundos:

Em um produto de R$ 30,00, você prefere um desconto de 20% ou R$ 6,00?

Eu aposto que você escolheu 20%.

O engraçado é que os dois descontos são iguais.

Mas o cérebro, mais uma vez, está enganando você. Como o número ―20‖ é muito
maior que ―6‖, nosso subconsciente imagina que, assim como o número, o desconto
também é maior.

29
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Como vimos até agora, os fatores que mais influenciam no psicológico das pessoas
são os fatores visuais.

Grandes ofertas, pequenos preços, muita sensação de vantagem, pouca sensação


de culpa.

Mas afinal, o que é a regra dos 100?

Como explica Jonah Berger, em seu livro ―Contagious: Why Things Catch On‖:

 Quando o preço do produto for maior que 100, deve-se mostrar a promoção
em valores. Exemplo: R$ 25,00.
 Quando o preço do produto for menor que 100, deve-se mostrar a promoção
em porcentagem. Exemplo: 25%.

Psicologicamente falando, nós ficamos mais traídos pelos produtos com esta
configuração de exibição.

PREÇO POR QUANTIDADE

Você sabe o que o consumidores estão procurando quando andam pelos corredores
da sua loja?

Vantagens.

Promover quantidades ―extras‖ e ―sem custos‖ nos produtos é uma excelente forma
de ativar nas pessoas a sensação de vantagem

 Pague 2, leve 3
 Leve outra unidade por apenas + R$0,01
 Pacote com 20% extra GRÁTIS

Todos estes são exemplos de vantagens que atingem o subconsciente humano.

MOTIVO DO DESCONTO

30
REPOSITOR DE MERCADORIAS

O senso de urgência é um fator que altera nossa percepção sobre o preço do


produto.

Ao exibir uma razão por trás do desconto, você reforça a natureza provisória do
preço.

A melhor parte?

O psicológico das pessoas tendem a não fazer comparações de referência


de preços internamente.

Isto quer dizer que: A sensação de que aquele desconto é um oportunidade única,
desperta no subconsciente humano o impulso da compra, independentemente dos
preços registrados (para este produto) nas semanas anteriores.

Empresas de má fé usam este truque psicológico para vender em dias conhecidos


de promoção, como a Black Friday. É o famoso ―metade do dobro‖.

PRODUTO ANTES, PREÇO DEPOIS

Você fez promoções, mostrou as parcelas, justificou o desconto, mas o produto


continua encalhado nas prateleiras?

Pode ser que o preço esteja assustando o consumidor.

Neste caso é preciso uma abordagem diferente.

Você precisa mostrar o valor do produto, e não o preço.

O que isto quer dizer?

O consumidor precisa entender que aquele produto é de grande valor, que pode
justificar (ou não) o preço final. Isto pode ser feito através das qualidades técnicas
ou pelos benefícios à pessoa.

Este é o novo robô empregado XYZ, perfeito para a tarefas domésticas do seu lar.

31
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Ele cozinha, limpa, lava, passa, cuida dos cachorros, leva as crianças na escola, faz
compras no supermercado, cuida da casa enquanto você não está, paga as contas,
vai ao banco e ainda monitora sua saúde.

Preço: R$ 19.999,99.

Achou caro? Eu já falei que ele possui garantia de 30 anos contra danos que ele
cause na sua residência?

Se você quebra um copo, você paga, se o robô quebra um copo, nós pagamos.

Você percebeu como o valor do produto foi promovido no exemplo acima?

Psicologicamente, o consumidor entende que o preço não é caro, e sim que o


produto é bom.

Isto não te lembra uma certa empresa que tem o logo de uma maçã?

PREÇO ANTES, PRODUTO DEPOIS

Como vimos antes, criar valor para um produto é um estratégia para vender mais
produtos com preços altos.

Esta técnica não costuma funcionar para produtos commodities.

Produtos simples e de uso simples, que estão a venda em qualquer esquina, o preço
é que importa.

PASSO #2: ESCOLHA AS CORES CERTAS

A psicologia das cores é usada há décadas para aumentar as vendas em diversos


setores. As cores que mais influenciam nos cartazes de ofertas para supermercados
são:


 Vermelho;
32
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Amarelo;

o
 Laranja.

Sabe por que?

Estas cores estimulam as áreas do nosso cérebro responsáveis


pela atenção, apetite, ânimo e até felicidade.

PASSO #3: UTILIZE OS TAMANHOS E LOCAIS ADEQUADOS

Não adianta amontoar cartazes gigantes nos corredores e esperar que os


consumidores comprem. Tampouco espalhar pequenos cartazes aleatoriamente
pela loja.

É tudo uma questão visual.

Mantenha os maiores cartazes mais afastados dos clientes, de modo que seja
possível notar e entender as promoções a longa distância.

No corredores e locais mais apertados prefira os cartazes menores


(A5), mas cuidado para não exagerar na quantidade.

Lembre-se:

Os cartazes são ferramentas para destacar os preços dos produtos, um corredor


cheio de produtos destacados é um corredor sem destaques.

PASSO #4: ACRESCENTE INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Informações adicionais são aquelas que agregam mais valor aos cartazes e
melhoram a experiência de compra dos clientes.

Essas informações podem ser:

33
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Dicas de combinações de alimentos.



 Receitas;

 Informações nutricionais e benefícios à saúde;
 Informações interessantes sobre o produto.
Atenção: As informações adicionais não devem ser colocadas em todos os cartazes.
Escolha precisamente quais produtos o seu público alvo tem mais interesse em saber estes
tipos de informações.

PASSO #5: APROVEITE AS IMAGENS

O cérebro humano processa imagens sessenta mil vezes mais rápido do que
textos.

É por isto que usar belas imagens, acompanhadas do preço, podem melhorar a
percepção dos consumidores à oferta.

Além disso, uma bela imagem do alimento ativa lembranças no nosso subconsciente
que podem gerar apetite, aumentando as compras por impulso.

Atenção: As imagens não devem ser usadas em todos os cartazes. Faça testes com
tamanhos grandes e pequenos e descubra quais são mais efetivos para o seu público alvo.

PASSO #6: USE A TECNOLOGIA A SEU FAVOR

Quem trabalha nas campanhas de preços dos supermercados sabe como a rotina
pode ser agitada. Todos os produtos da campanha precisam ser expostos entre as
datas estabelecidas.

Para agilizar o processo de criação dos cartazes, existem programas específicos


para criar cartazes que podem agilizar este processo.

Por exemplo, o ByPrice é um programa para criar cartaz de supermercado onde


você consegue importar planilhas com todos os preços e descontos para criar os
encartes rapidamente.

34
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Deste modo a própria equipe de marketing do supermercado pode criar em imprimir


campanhas inteiras no próprio estabelecimento de forma ágil e sem criar
dependências com cartazistas contratados.

PASSO #7: EVITE A POLUIÇÃO VISUAL

Você seguiu todos os passos e terminou os cartazes do mercado? Legal!

Agora olhe para eles e responda:

É possível entender facilmente as ofertas?

Dica: Peça para um amigo tapar os olhos, então mostre os cartazes para ele por 3
segundos, depois peça para ele tapar os olhos novamente. Seu amigo consegue explicar
qual é a oferta?

Não adianta fazer um cartaz lindo, cheio de informações e com fontes maravilhosas
se o consumidor não consegue entender a oferta rapidamente.

Encartes poluídos visualmente podem até atrair a atenção, mas o cérebro não
consegue processar muita informação agrupada.

Quando queremos induzir uma compra por impulso ou atrair pessoas para dentro
do mercado, o tempo é crucial.

As pessoas devem olhar para as promoções e entender rapidamente o valor da


oferta.

Então eu devo colocar somente o nome e o preço do produto?

Não!

Você deve pensar no local onde será exposto o cartaz e planejar o seu conteúdo.

Por exemplo: Nos cartazes da área externa deixe somente as informações


principais, pois o tráfego é muito rápido. As pessoas estão passando de carro,

35
REPOSITOR DE MERCADORIAS

ônibus, bicicleta e até mesmo a pé, e não há muito tempo para ficar lendo diversos
cartazes de promoções do seu supermercado.

Dica: Faça alguns testes controlados com imagens na área externa para avaliar a
percepção do seu público.

Outra dica importante é: Prefira expor os menores preços nas áreas com maior
trafego, deste modo você consegue criar a sensação no subconsciente das pessoas
de que o restante dos produtos também estão baratos.

Já para a área interna, alterne entre cartazes simples e cartazes com valor
agregado.

PASSO #8: TOME CUIDADO COM A ORTOGRAFIA

Mais um quesito que você deve verificar ao verificar ao finalizar os encartes do


supermercado.

Erros nos cartazes diminuem a reputação da sua empresa.

Afinal, a primeira coisa que as pessoas fazem hoje em dia é tirar uma foto e publicar
nas redes sociais.

Você quer sua empresa satirizada na internet?

Além disso, os erros de ortografia tiram a atenção do consumidor.

Quer saber por que? A psicologia explica:

Nossa visão funciona como um lente de uma câmera, focando um ponto de atenção
e embaçando o resto.

O ponto focado está sendo processado pelo cérebro, o resto não. Este ―resto‖ se
chama visão periférica.

Na visão periférica, não temos a capacidade de extrair os detalhes.

36
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Nosso cérebro faz isso porque não possui capacidade de processar tudo o que está
acontecendo ao mesmo tempo.

Quando há um erro no cartaz, o consumidor desvia a atenção do preço para o erro.

Ou seja, o preço, que deveria receber toda a atenção, é ignorado.

21 IDEIAS DE MARKETING PARA SUPERMERCADOS

Quando falamos de marketing para supermercado, a missão é fazer o consumidor


gastar mais, sem perceber que está fazendo isto.

Através de estratégias de preços, psicológicas, cores e até de posicionamento de


produto é possível aumentar o ticket médio dos clientes.

Quer mais algumas ideias para aumentar as vendas no seu supermercado?

Neste artigo vamos mostrar 21 ideias de marketing para supermercado para ajudar
os marketeiros de plantão a vender mais nas suas lojas.

ATENÇÃO: Todas as estratégias e ideias de marketing para supermercado


mostradas neste artigo são frutos de experiências e estudos realizados por terceiros.
Recomendamos que as técnicas sejam testadas e/ou adaptadas em seu próprios
ambientes.
37
REPOSITOR DE MERCADORIAS

IDEIA #1: MELHORE A ILUMINAÇÃO INTERNA

Objetivo: Estimular a compra por impulso através da valorização visual dos


produtos.

A iluminação correta pode valorizar o modo que os consumidores vêem os produtos,


principalmente na hortifrúti e na padaria.

Com a iluminação correta, frutas, guloseimas e outros produtos parecem mais


apetitosos, despertando mais desejo dentro das pessoas.

IDEIA #2: ESTIMULE TODOS OS SENTIDOS

Objetivo: Estimular a compra por impulso através da ativação da memória dos


sentidos.

Você sabia que nosso cérebro é capaz de lembrar de coisas através de sensações?

Não são somente imagens que trazem nossas lembranças a tona. Toques, cheiros,
sons e gostos podem fazer com que lembremos de ocasiões já vividas.

Nosso subconsciente faz isso sem que a gente perceba.

É por isto que utilizar estratégias de marketing sensorial em supermercados é uma


das ações mais importantes que você deve fazer.

Marketing olfativo

A aromatização correta dos ambiantes pode ativar memórias de sensações boas


que tivemos ao comer determinado alimento no passado, despertando o desejo de
repetir esta sensação.

Em locais onde não há aromas naturais (de alimentos) pode-se utilizar borrifadores
de aromas, que podem ser colocados estrategicamente para estimular o apetite.

Marketing visual

38
REPOSITOR DE MERCADORIAS

O aspecto visual é um forte incentivador na hora das compras, afinal, antes de


comer com a boca, nós ―comemos com os olhos‖. Produtos bem iluminados e com a
aparência de fresco parecem muito mais apetitosos, gerando sensações boas
no cérebro.

Não precisa ser o alimento ―ao vivo‖, invista também em belas imagens nos cartazes
(ou até vídeos), elas podem chamar bastante atenção, ainda mais se for
acompanhada de uma boa promoção.

Marketing gustativo

A degustação dos produtos causa a sensação imediata de prazer. Oferecer o


―gostinho‖ dos alimentos pode aumentar as compras por impulso do produto
experimentado.

Além disso, ver outras pessoas tendo prazer em degustar algum produto ativa
nossos neurônios espelho, responsáveis por gerar a mesma sensação que as outras
pessoas estão sentindo.

IDEIA #3: AUMENTE O TAMANHO DOS CARRINHOS

Objetivo: Crias a percepção psicológica de que o cliente está comprando pouco.

É fato: Quando o cliente está andando pelo corredores do supermercado, ele vai
comprar produtos que não havia planejado, seja pelo impulso ou por uma
necessidade que não estava planejada.

A pergunta é: e se o carrinho já estiver cheio?

A resposta é simples: Há grandes chances de que o consumidor desista da


compra.

Quando o carrinho esta vazio, as pessoas acreditam que comparam poucos itens.

É tudo psicológico.

39
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Ou seja: Carrinhos ou cestas cheias geram a sensação de que a compra já passou


dos limites.

IDEIA #4: TOQUE MÚSICA DE FUNDO

Objetivo: Diminuir a hiperatividade, relaxar e estimular os consumidores.

Pesquisas mostraram que as emoções das pessoas podem ser afetadas através da
música que elas estão ouvindo.

Mas não são somente as emoções que a música é capaz de afetar.

O número de produtos que o seu cliente leva pra casa também pode ser afetado
pela música.

Efeito do volume

De acordo com o ThikingGrowth, um estudo feito por Cain-Smith & Curnow (1966),
mostrou que o volume da música ambiente é capaz de alterar a velocidade do fluxo
dos consumidores.

 Música alta: Faz com que as pessoas se movimentem mais rápido;


 Música baixa: Faz com que as pessoas se movimentem mais devagar.

Ainda de acordo com o estudo, em ambos os experimentos, somente a velocidade


da movimentação das pessoas foi alterado. O volume de compras não teve
mudanças significantes.[/su_note]

Efeito do tempo

Neste caso, o tempo que estamos falando é a velocidade da música, e não a


quantidade de minutos.

O estudo de Ronald E. Milliman mostrou que o tempo da música pode influenciar o


volume de compras e também e a velocidade do tráfego.

40
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Músicas rápidas (alto tempo): Faz com que as pessoas andem mais rápido,
diminuindo o volume de compras;
 Músicas lentas (baixo tempo): Faz com que as pessoas andem mais
devagar, aumentando o volume de compras.

Efeito do estilo da música

O estudo feito em 2011, por Knöferle, mostrou que tipo de música influencia
diretamente no ticket médio do consumidor.

De acordo com o estudo, músicas com notas menores, aliadas a tempo baixo, faz
com que as pessoas comprem mais.

Mas o que são músicas com notas menores e baixo tempo?

Músicas tristes.

Você pode até duvidar, mas a música lenta e triste aumentou em até 12% as vendas
nas lojas estudadas.

A teoria por trás disto é:

A indução de tristeza no ambiente pode causar a necessidade de buscar felicidade


através do prazer da compra.

IDEIA #5: ENTREGUE MAIS DO QUE PRODUTOS

Objetivo: Gerar valor através de dicas gratuitas.

Criar um relacionamento com o consumidor e fazer com que ele se sinta bem em ir
ao seu supermercado faz toda a diferença.

Descontos, degustações, bom atendimento? Todo mundo faz isto.

Você precisa ir além.

41
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Muita vezes um produto pode passar despercebido somente pelo fato de que os
consumidores não sabem como aproveitá-lo.

Mas o que eu posso fazer?

 Dê dicas de combinações de produtos;


 Ensine receitas;
 Forneça benefícios e informações nutricionais.

Tudo isso pode ser feito através dos cartazes (ou através de vídeos), que, além dos
preços, podem trazer informações adicionais.

IDEIA #6: DEIXE ESPAÇOS VAZIOS NAS PRATELEIRAS

Objetivo: Criar a sensação de que outras pessoas já comparam aquele produto


(fazendo com que o subconsciente entenda que é um bom produto), e fazer com
que fique mais fácil de pegar o produto na prateleira.

Mais uma dica para atingir o subconsciente dos consumidores.

Deixar espaços vazios nas prateleiras faz com que as pessoas pensem que outras
pessoas já comparam aquele produto.

Se está vendendo, então o produto deve ser bom, certo?

Além disso, quando há espaços entre os produtos, o cliente consegue pegar o


produtos mais facilmente.

Pode parecer meio bobo, mas lembre-se: Criar momentos de prazer faz com que os
clientes criem memórias associativas melhores e passem mais tempo dentro do
supermercado.

O simples fato de irritar-se com o produto que não sai da gôndola pode gerar
estresse.

IDEIA #7: APLIQUE A PSICOLOGIA DOS PREÇOS

42
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Objetivo: Alterar a percepção dos consumidores sobre o preços dos produtos,


causando a sensação de que os preços estão mais baratos.

O fatores psicológicos influenciam diretamente no ticket médio do seu consumidor, é


por isto que uma das estratégias de marketing dos supermercados mais usadas
para vender é o preço psicológico.

Mas qual é a explicação científica por trás disto?

Compras por impulso.

Funciona assim: Os consumidores já comparam tudo que precisam, mas recebem


pequenos estímulos diretamente no subconsciente, estes estímulos são capazes de
provocar diversas sensações, inclusive a sensação de que estão diante de uma
oportunidade (promoção) única.

Uma das técnicas de preços psicológico mais usada é a redução de um centavo do


preço.

É o famoso R$ 4,99 – R$ 9,99 – R$ 19,99

Quer saber como funciona o efeito do 99?

Nosso cérebro está acostumado a dar mais importância ao número da esquerda,


ignorando (subconscientemente) os números da direita.

Confira abaixo o resultado de um estudo feito em uma loja americana, onde foi
reduzido um centavo do preço de diversos produtos:

Muita gente dúvida do poder da psicologia, mas marketeiros e publicitários utilizam


dezenas de estratégias psicológicas para fazer os consumidores comprarem mais.

Outras estratégias de preço psicológico são:

 Fazer ancoragem de preço;


 Criar contraste visual nas promoções;
 Discriminar o valor em parcelas;
43
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Criar promoções fáceis de entender;


 Conceder mais descontos no final do mês;
 Usar a regra dos 100 (valor x porcentagem);
 Melhorar o preço por quantidade;
 Explicar o motivo do desconto;
 Mostrar o produto antes e o preço depois, e vice-versa.

IDEIA #8: APLIQUE A PSICOLOGIA DAS CORES

Objetivo: Despertar emoções específicas, como o senso se urgência (da compra).

As cores são usadas para melhorar as vendas há anos.

Cartazes, anúncios, botões, textos… Tudo é colorido para que atraia mais atenção
dos consumidores e desperte o desejo intrínseco de comprar.

Cuidado: Uma cor pode causar diversos efeitos psicológicos, tudo depende do
contexto que ela está inserida. O vermelho, por exemplo, pode estar relacionado a
perigo, paixão ou até mesmo ódio.

As cores mais usadas nos setores alimentícios são:

1. Vermelho
2. Amarelo
3. Laranja

O fato destas cores estarem em 90% dos cartazes promocionais dos mercados não
é coincidência.

Quer saber por que?

Efeitos do Vermelho

O vermelho é capaz de estimular o apetite.

Perfeito, não?

44
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Além disso, é uma cor chamativa, e pode capturar os olhares dos


consumidores facilmente.

Ainda falando das promoções, o vermelho dos preços causa a sensação de


urgência. Deste modo o consumidor sente que estará perdendo um ótimo negócio
se não comprar o produto.

Resumindo: Atenção + apetite + urgência.

Efeitos do amarelo

Assim como o vermelho, o amarelo também é usado para chamar atenção, porém, a
intensidade é menor.

Ele está mais ligado à cautela e atenção, enquanto o vermelho é associado a perigo
e urgência.

Além disso, o amarelo desperta a sensação e ânimo e felicidade. Um cliente mais


feliz e animado irá gastar mais dentro da sua loja.

Resumindo: Cautela + ânimo + felicidade.

Efeitos do laranja

Mais uma vez, temos uma cor que chama a atenção.

O laranja é uma cor amigável (usada devidamente).

O ideal é não misturar muitas cores nos cartazes. Você pode manter os cartazes
com vermelho e amarelo, deixando o laranja para as etiquetas dos preço.

Deste modo é possível ampliar os efeitos psicológicos de consumos.

Resumindo: Interesse + amizade + atenção.

IDEIA #9: APROVEITE AS DATAS COMEMORATIVAS

Objetivo: Estimular a compra através datas comemorativas.


45
REPOSITOR DE MERCADORIAS

A sazonalidade é uma excelente oportunidade para aumentar as vendas.

Feriados, estações, épocas de férias e outras datas marcantes são atrativos para os
consumidores.

Porém: Saia do básico. Invista em datas que não são muito conhecidas.

Que tal fazer uma promoção especial no dia da pizza?

E que tal se os engenheiros ganhassem 10% de desconto no seu dia?

Promoções divertidas (regulares ou inesperadas) despertam o interesse contínuo


dos consumidores no seu supermercado.

Neste calendário você pode encontrar datas comemorativas para todos os gostos! É
uma bela oportunidade para extrair ideias para promoções.

IDEIA #10: PROMOVA AÇÕES SUSTENTÁVEIS

Objetivo: Atrair e fidelizar de clientes através da geração de valor para a


comunidade.

O seu ponto de vendas não precisa ser só um ponto de vendas.

É possível gerar valor para as pessoas com ações destinadas ao interesse comum.

Quer um exemplo?

Muitas pessoas não sabem onde despejar lixos nocivos para o meio ambiente, como
pilhas, baterias, celulares ou até exames de raio x. Separar um local para o despejo
destes matareis ajudará a comunidade.

Outras ações que trazem benefícios à comunidade são:

 Coleta de lixo reciclável;


 Campanhas de arrecadação de roupas;
 Ponto de arrecadação para campanhas solidárias em geral.

46
REPOSITOR DE MERCADORIAS

IDEIA #11: ORGANIZE OS PRODUTOS ESTRATEGICAMENTE

Objetivo: Estimular a compra através da posição dos produtos nas prateleiras.

Posicione os produtos na linha de visão do público alvo. Isso aumentará as chances


de capturar a atenção das pessoas.

Esta dica não é novidade para quem trabalha no marketing dos supermercados e
também fornecedores.

Afinal, os fornecedores chegam a pagar caro pelo espaço nobre nas gôndolas.

Mas por que isto acontece?

Normalmente, as pessoas vão para o supermercado comprar alguns produtos, mas


passeando pelos corredores, acabam levando mais do que haviam planejado.

Porém: Dificilmente o consumidor passeará pelos corredores olhando as gôndolas


de cima a baixo. Afinal, eles estão só passeando, e não caçando produtos.

É por isso que os produtos que estão na linha de visão dos consumidores atraem
muito mais atenção do que os que estão abaixo (no caso de adultos).

No caso das crianças:

Guloseimas, chocolates e sucrilhos são exemplos de produtos adorados pelas


crianças. Por isso é melhor deixar estes produtos em baixo.

IDEIA #12: DIMINUA A LARGURA DOS CORREDORES

Objetivo: Fazer as pessoas prestarem atenção em mais produtos dificultando o


tráfego.

Quem nunca ficou preso no trânsito? Você começa a olhar para os lados para se
distrair enquanto espera a fila andar.

A ideia desta estratégia é igual.

47
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Com corredores mais estreitos, as pessoas trafegam com mais cuidado.

É neste momento que um produto pode chamar a atenção de alguém.

Essa técnica funciona ainda melhor com as crianças, pois elas já costumam explorar
visualmente o ambiente. O tráfego mais lento gera mais oportunidades para que elas
notem os produtos.

Cuidado em dobro: É preciso definir a largura dos corredores com cuidado, pois,
assim como no trânsito, a demora na locomoção pode gerar irritação, causando o
efeito inverso: a desistência das compras.

IDEIA #13: AUMENTE O COMPRIMENTO DOS CORREDORES

Objetivo: Estimular a compras por impulso através da superexposição dos produtos.

Corredores longos obrigam os consumidores a passar por produtos que não


planejavam encontrar.

Essa exposição excessiva aumenta a taxa de compra por impulso.

É importante lembrar: Mantenha uma ordem lógica nas prateleiras. Não adianta
criar prateleiras de produtos aleatórios.

O ideal é pensar em produtos que são consumidos juntos. Deste jeito (e de novo
voltando à psicologia) podemos ativar as memórias no subconsciente do
consumidor.

Que memórias são essas?

Lembranças de alimentos que ficam melhor quando misturados com outros.

IDEIA #14: CRIE UM AMBIENTE ACONCHEGANTE

Objetivo: Gerar associações psicológicas nos consumidores para que a lembrança


da marca seja atrelada a momentos bons.

48
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Uma das melhores ideias de marketing para supermercado que você pode ter é
transformar a compra em um momento agradável.

Você deve fazer com que a experiência de compra dos consumidores seja a melhor
possível.

Nosso cérebro cria associações de memórias com o que estamos vivendo. Até
mesmo o nosso gosto musical pode ser moldado de acordo com as ocasiões
que ouvimos determinado tipo de música.

Algumas ações que você pode fazer para gerar esta percepção psicológica são:

 Mantenha o ambiente sempre limpo e com aromas agradáveis;


 Treine os funcionários para que sempre forneçam o melhor atendimento ao
cliente;
 Crie promoções inesperadas e irresistíveis;
 Ofereça locais de lazer;
 Ofereça oportunidades diferenciadas para clientes fidelizados;
 Mantenha os produtos organizados e alinhados;
 Capriche na identificação dos alimentos;
 Use cores para categorizar os tipos de alimentos.

IDEIA #15: COLOQUE PRODUTOS ESSENCIAIS LONGE DA ENTRADA

Objetivo: Aumentar a jornada do consumidor dentro do supermercado.

Arroz, queijo, leite, sal.. são todos produtos de uso diário.

Ou seja: Os consumidores que buscam estes produtos são recorrentes, e voltarão


algumas vezes na semana para buscá-los.

Se você entrega logo o produto, o cliente compra e vai embora.

Não queremos isto.

49
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Deve-se posicionar estes tipos de alimentos longe da entrada, de modo que os


consumidores possam trafegar por outros produtos e promoções antes de encontrar
o que querem.

Assim, as compras não planejadas são maiores.

IDEIA #16: CAPRICHE NOS CARTAZES PROMOCIONAIS

Objetivo: Capturar a atenção dos consumidores e aumentar as compras por


impulso.

O cartaz promocional é responsável por grande parte das compras por impulso
realizadas dentro de um mercado.

Eles chamam a atenção do consumidor que trafega dentro e fora da loja.

Os potenciais dos cartazes são:

 Podem ter diversos tamanhos, formatos e composições;


 Possuem mais capacidade de capturar a atenção dos consumidores;
 Podem explorar a psicologia dos preços e das cores ao máximo;
 É possível, através de programas para fazer cartazes de supermercado,
adicionar imagens, receitas e outras informações que agregam valor aos
consumidores.

Aproveite os cartazes para atrair a atenção às melhores ofertas do dia, e assim


empolgar a maior quantidade de pessoas para entrar na loja.

Depois que os clientes estão dentro da loja…

Aproveite a personalização de cartazes para criar uma experiência de compra única


e agradável. Use os cartazes para dar dicas de receitas e saúde. Ações como estas
ajudam no processo da compra e geram mais valor para o seu estabelecimento.

50
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Cuidado com os erros: Os erros ortográficos podem causar efeitos negativos no


cartazes, gerando a sensação de descaso com o consumidor, podendo até reprimir
a compra.

IDEIA #17: INVISTA EM TECNOLOGIA

Objetivo: Fazer o uso de tecnologias para melhorar o desempenho analítico e de


vendas.

A tecnologia é um diferencial que pode gerar vantagens competitivas para os


supermercados que souberem utilizar as ferramentas corretas.

Quer exemplos de tecnologias para melhorar o marketing dos supermercados? Veja


abaixo.

Etiqueta eletrônica

A etiqueta eletrônica permite ao gestor do estabelecimento fazer a gestão ágil dos


preços e promoções, já que os preços podem ser mudados de um só local.

Deste modo é possível criar promoções facilmente em horários específicas.

Câmera de calor

Existem câmeras que, além de filmar o ambiente, ainda mapeiam as áreas onde os
consumidores passam mais tempo.

Locais onde há mais paradas são chamados pontos quentes. Por outro lado, locais
onde não há retenção de clientes são chamados de pontos frios.

Esta tecnologia permite aos gestores descobrir quais áreas do mercado são
melhores, além de possibilitar a realização de testes.

Por exemplo:

 Trocar produtos de local ou posição para descobrir se chamará mais atenção;


 ]Modificar preços e promoções em horários/dias diferentes;
51
REPOSITOR DE MERCADORIAS

 Modificar cores, tamanho e disposição de cartazes.

Com essas informações é possível realizar ações muito mais eficazes.

Auto checkout

O auto checkout é um alternativa para agilizar as compras dos consumidores que


levam poucos itens, pois é o próprio consumidor que passa os produtos no leitor de
código de barras e faz o pagamento através de cartão de crédito/débito.

Este tipo de sistema visa agilizar o atendimento e melhorar o fluxo de pessoas em


horários de pico.

Mas isto não facilita os furtos?

Este é o maior receio ao adquirir um sistema de auto-pagamento. Porém, basta


instalar uma câmera de segurança no local do auto checkout.

Outra alternativa é: Manter um funcionário próximo ao leitor, de modo que ele possa
auxiliar os consumidores e também fazer o controle anti-furtos.

Vitrine eletrônica

As vitrines virtuais funcionam como um e-commerce. Os clientes escaneiam um QR


Code com o aplicativo do supermercado, então o produto é adicionado na sua
―sacola de compras virtual‖.

Quando todos os produtos foram adicionados, basta efetuar o pagamento e pronto.

Os produtos vão para onde?

A entrega é feita diretamente o endereço cadastrado no aplicativo.

É uma excelente opção para, por exemplo, motociclistas, que possuem a


capacidade reduzida de carregar as compras. Com a vitrine virtual eles podem
compras muito mais produtos e sair do mercado de mãos vazias.

52
REPOSITOR DE MERCADORIAS

E tem mais.

As vitrines virtuais podem ser usadas em locais estratégicos, distantes do seu ponto
de venda principal.

IDEIA #18: DESTAQUE E REFORCE A MARCA

Objetivo: Destacar a marca da empresa através de aspectos visuais.

Causar uma boa impressão, antes mesmo que o consumidor entre no


supermercado, é um truque psicológico para reforçar a força da marca e passar a
sensação de que a empresa é séria.

Mantenha os painéis da marca sempre bem iluminados e com boa aparência.


Manchas, poeira e outros defeitos causam a sensação de descaso.

Afinal, se o marca é tratada assim, como são tratados os produtos?

IDEIA #19: POSICIONE OS PRODUTOS PARA REALIZAR VENDAS CASADAS

Objetivo: Aumentar a venda de determinados produtos ao colocá-los próximos a


outros produtos.

Existem dois tipos de venda casada:

1. A venda explícita, onde o consumidor ganha desconto ao comprar dois produtos


diferentes;
2. A venda implícita, onde o consumidor compra dois produtos diferentes por
vontade própria.

Neste caso, vamos falar a venda casada implícita.

Trata-se de agrupar produtos para que o consumidor não precise se esforçar ou


lembrar de outros produtos.

Ou seja: Posicione produtos relacionados sempre próximos para aumentar as


vendas de ambos produtos.
53
REPOSITOR DE MERCADORIAS

O exemplo clássico é: churrasco.

Mas fique atento:

Nem sempre a venda casada diz respeito a produtos que estejam relacionados,
como no exemplo acima.

É possível oferecer vendas casadas de produtos completamente diferentes.

Quer um exemplo? Veja abaixo.

Estudo de caso

Uma grande rede de supermercados descobriu que as vendas de fraldas


aumentavam toda a sexta-feira, no final do dia.

Essas compras eram feitas pelo público masculino.

O que eles fizeram?

Colocaram uma bela pilha de cervejas próximo às fraldas.

Resultado: Na sexta-feira a venda de fraldas e cervejas aumentou.

IDEIA #20: DIMINUA OS PREÇOS DOS ITENS MAIS VENDIDOS

Objetivo: Causar a impressão de que o supermercado possui melhores preços do


que os concorrentes.

1. Faça uma lista dos produtos mais vendidos;


2. Diminua o preço destes produtos;
3. Aumente (proporcionalmente) os preços de outros produtos;
4. Divulgue os melhores preços.

Qual é o resultado esperado?

As pessoas vão analisar seus preços com os do concorrentes e criar a percepção de


que os preços em geral do seu supermercado são mais baratos.
54
REPOSITOR DE MERCADORIAS

Funciona como uma isca.

É uma estratégia para levá-las para dentro do estabelecimento, onde você pode
usar outras estratégias para vender mais.

Parece simples, não é? Mas exige um bom planejamento.

É preciso escolher com cuidado os produtos que terão os preços aumentados.


Tenha em mente que os produtos não devem ficar muito acima dos preços da
concorrência, e devem manter o fluxo de vendas normal.

IDEIA #21: NÃO MOSTRE A HORA PARA O CLIENTE

Objetivo: Manter o consumidor dentro do estabelecimento.

Quando o cliente entra na loja, queremos que ele ande pelos corredores sem se
preocupar com a vida.

Quanto mais ele fica ali dentro, maior são as chances de gastar mais.

Remova todos os relógios e quaisquer equipamentos que tragam a sensação de que


o tempo está passando.

Mas e o relógio do celular?

Não temos como lutar contra isso, porém, quanto mais você conseguir esconder a
sensação de que o tempo está passando, melhor.

55
REPOSITOR DE MERCADORIAS

REFERÊNCIAS

https://blog-pt.checklistfacil.com/atendimento-ao-cliente-em-
supermercado/>acesso em 09/07/2020
https://www.compextec.com.br/blog/o-que-e-inventario-e-porque-o-seu-
supermercado-deveria-ter-um/>acesso em 09/07/2020
https://www.casamagalhaes.com.br/blog/prevencao-de-perdas/tudo-sobre-
inventario-de-estoque/>acesso em 09/07/2020
https://helioprint.com.br/blog/como-criar-cartazes-de-ofertas-para-
supermercados-para-aumentar-as-vendas/>acesso em 09/07/2020
https://helioprint.com.br/blog/ideias-de-marketing-para-supermercado/>acesso
em 09/07/2020

56

Você também pode gostar