Você está na página 1de 265

Tratores 7195J, 7210J e

7225J
*OMR340378*

MANUAL DO OPERADOR
Tratores 7195J, 7210J e 7225J
OMR340378 EDIÇÃO C3 (PORTUGUÊS)

John Deere Montenegro


Edição Sul-americana
LITHO IN BRAZIL
Introdução
Interpretação do Número de Série do Trator
Interpretação do Número de Série do Trator
1 Código da Unidade 1BM - Montenegro

CQ282320 —UN—01JUN09
1CQ - Horizontina
1NW - Catalão
2 Modelo do Trator Cada modelo tem
seu próprio número *1BM7815XC9A123456*

{
{
{ {
{
{
{
de sequência de
produção. 1 2 3 4 5 6 7
3 Sufixo do Modelo
4 Letra de Verificação Calculada com base
nos outros 16 dígitos
5 Ano de Produção De acordo com a
tabela JDS G139 Cada modelo possui seu próprio "número sequencial".
6 Tipo de Transmissão De acordo com a Para novos modelos, o número sequencial reinicia em
tabela 000001.
7 Número Sequencial 000001, 000002,
000003... O "ano de produção" e o "tipo de transmissão" podem ser
letras ou números como mostrado nas tabelas a seguir.
GB52027,0001298 -54-29APR10-1/1

Tabela Ano de Fabricação (dígito 5)


Caracteres Usados para Designar Ano de Fabricação do Trator
Ano Código Ano Código Ano Código Ano Código
2008 8 2018 J 2028 W 2038 8
2009 9 2019 K 2029 X 2039 9
2010 A 2020 L 2030 Y 2040 A
2011 B 2021 M 2031 1 2041 B
2012 C 2022 N 2032 2 2042 C
2013 D 2023 P 2033 3 2043 D
2014 E 2024 R 2034 4 2044 E
2015 F 2025 S 2035 5 2045 F
2016 G 2026 T 2036 6 2046 G
2017 H 2027 V 2037 7 2047 H

OU31386,000001B -54-01JUN09-1/1

Tipos de Transmissão para Tratores Linha 5000


Tabela Tipo de Transmissão (dígito 6)
0 - Collar Shift, 9x3
Tipos de Transmissão para Tratores Linha 6000 e 7000
1 - SR 12x12, Narrow
A - Syncroplus
2 - PR 12x12, Narrow
D - PowrQuad 30 km/h
3 - TSS 9x3, Narrow
H - PowrQuad Plus 30 km/h
4 - TSS 9x3
G - PowrQuad Plus 40 km/h
5 - SR 12x4
6 - PR 12x12
7 - PR 16x16
8 - TSS & HC
9 - PR & HC

OU31386,000001C -54-01JUN09-1/1

052413

PN=2
Introdução

Visão Geral

CQ285300 —UN—09MAR10
GB52027,00011DF -54-10MAR10-1/1

Especificações para Referência Rápida


Modelo do Trator 7195J, 7210J e 7225J
Tanque de Combustível 390 l (103 US gal)
Sistema de Arrefecimento 29,3 l (30.9 qt)
Cárter com Filtro
Motor de 6,8 l (414 cu. in.) 26 l (27.5 qt)
Sistema Hidráulico / da Transmissão 108 l (28.5 gal)
TDM
Carcaça do Eixo 14,4 l (15.2 qt)
Alojamento do Eixo - Eixo de 3 Metros 22,4 l (23.7 qt)
Cubos de Roda 3,8 l (4 qt)
Cubos das Rodas - 3 Metros 1,9 l (2 qt)
a
CAPACIDADES (Aproximadas)
a
Consulte a seção Especificações para obter informações sobre outras capacidades.
JG50163,00000D7 -54-26AUG11-1/1

052413

PN=3
Introdução

Informações da Empresa
John Deere Brasil Ltda.
Endereço: Via Oeste, Esquina via 2
Distrito: Bom Jardim do Caí

CQ291459 —UN—23JAN12
Cidade: Montenegro/RS
CEP: 95780-000
CNPJ: 89.674.782/0012-00

JG50163,0000277 -54-29MAR12-1/1

052413

PN=4
Conteúdo
Página
Página
Segurança
Reconheça as Informações de Segurança ........05-1 Apoie a Máquina Apropriadamente ..................05-17
Palavras de Aviso...............................................05-1 Prevenção de Partida Imprevista da Máquina ..05-17
Siga as Instruções de Segurança.......................05-1 Estacione a Máquina com Segurança..............05-18
Emergências.......................................................05-2 Transportar o trator com segurança .................05-18
Uso de Roupa de Proteção ................................05-2 Fazer manutenção do sistema de
Proteção Contra Ruído.......................................05-2 arrefecimento com segurança......................05-18
Manusear combustível com Segurança na Manutenção dos
segurança—evitar chamas ............................05-3 Sistemas de Acumuladores .........................05-19
Manuseio do Fluido de Partida a Frio Fazer a manutenção dos pneus com
com Segurança .............................................05-3 segurança ....................................................05-19
Prevenção contra incêndios ...............................05-4 Fazer manutenção do trator com
Manter ROPS devidamente instalada ................05-4 tração dianteira com segurança...................05-19
Uso Correto da EPCC e Cinto de Segurança ....05-4 Apertar porcas e parafusos de fixação
Manter-se afastado de linhas de das rodas .....................................................05-20
transmissão rotativas .....................................05-5 Evitar fluidos sob alta pressão..........................05-20
Usar degraus e apoios de mão corretamente ....05-5 Evitar Abrir o Sistema de Injeção de
Ler manuais do operador para Combustível de Alta Pressão.......................05-20
implementos ISOBUS ....................................05-6 Armazenagem de Acessórios com
Uso Adequado do Cinto de Segurança ..............05-6 Segurança....................................................05-21
Operação segura do trator .................................05-7 Descarte Adequado dos Resíduos ..................05-21
Evitar atropelamentos ao dar ré .........................05-8
Uso limitado em operações florestais.................05-8 Avisos de Segurança
Operação Segura do Trator com Substituir avisos de segurança...........................10-1
Pá-Carregadeira.............................................05-8 Avisos de Segurança
Manter Passageiros Fora da Máquina ...............05-9 Cabine............................................................10-1
Assento de treinamento......................................05-9
Luzes e Dispositivos de Segurança ...................05-9 Comandos e Instrumentos
Transportar equipamento rebocado Console Dianteiro ...............................................15-1
em velocidades seguras ..............................05-10 Chave de Ignição................................................15-1
Cuidado ao trafegar em inclinações e Console de Controle Direito ...............................15-2
terreno irregular............................................05-10 Mostrador da Coluna do Canto ..........................15-3
Remoção de um Trator Atolado ....................... 05-11 PARADA, Indicadores de Informação e
Evite Contato com Produtos Químicos Alerta de Manutenção ....................................15-4
Agrícolas ...................................................... 05-11 Indicadores Digitais—Tacômetro,
Manuseio de Produtos Químicos Velocidade de Avanço e Transmissão ...........15-6
Agrícolas com Segurança ............................05-12 Indicadores—Nível de Combustível,
Manusear baterias com segurança ..................05-13 Pressão do Óleo do Motor e
Evite Aquecer Áreas Próximas às Temperatura do Líquido de Arrefecimento.....15-6
Linhas de Fluido Pressurizado.....................05-13 Controle do Acelerador Acionado por Pedal ......15-7
Remova a Tinta Antes de Soldar ou Aquecer ..05-14 Válvula de Estacionamento—Freios
Manusear suportes e componentes Pneumáticos do Reboque (Se Equipado)......15-7
eletrônicos com segurança ..........................05-14 Interruptor de Subida/Descida dos
Prática de Manutenção Segura ........................05-15 Engates Traseiros—Externo (Se Equipado) ..15-7
Evitar contato com escape quente ...................05-15
Limpar filtros de escape com segurança..........05-16
Trabalhe em Área Ventilada .............................05-17
CommandCenter™
Painel CommandCenter™..................................16-1

Continua na próxima página

Instruções originais. Todas as informações, ilustrações e especificações


neste manual são baseadas nos dados mais recentes disponíveis
no momento da publicação. Reservamo-nos o direito de efetuar
alterações a qualquer momento sem aviso prévio.
COPYRIGHT © 2013
DEERE & COMPANY
Moline, Illinois
All rights reserved.
A John Deere ILLUSTRUCTION ® Manual

i 052413

PN=1
Conteúdo

Página Página

Mostrador de Tela Bipartida


Monitor ...........................................................16-2 Operação do Motor
Controle do FieldCruise™ ..................................16-7 Sistema de Combustível do Motor e
Ajustes................................................................16-8 Potência Nominal ...........................................35-1
Ajuste de Contraste para Luz de Fundo Partida do Motor .................................................35-1
para Dia, Luz de Fundo para Noite Partida em Clima Frio
e Mostrador ....................................................16-9 Motor de 6,8 L ................................................35-1
Regulagem da Aceleração de Operação do Motor.............................................35-2
Acionamento da TDP Traseira .....................16-10 Parada do Motor.................................................35-2
Regulagem da Seleção do Implemento ........... 16-11 Nova Partida no Motor Que Tenha
Seleção de Unidades e Idioma.........................16-12 Ficado Sem Combustível ...............................35-2
Diagnósticos .....................................................16-13
Regulagem do Relógio .....................................16-14 Operação do Trator
Regulagem do Intervalo do Alarme de Evite Contato com Produtos Químicos
Manutenção .................................................16-15 Agrícolas ........................................................40-1
Remoção dos Pesticidas Perigosos do Trator ...40-1
Luzes Uso da Saída de Emergência.............................40-1
Identificação de Farolete/Farol e Usar o Cinto de Segurança ................................40-2
Indicadores CommandCenter ........................20-1 Aquecimento do Sistema Hidráulico de Transmissão
Programação dos Faroletes ...............................20-2 VCR Operada por Alavanca...........................40-2
Uso de Luzes e Dispositivos de Segurança .......20-3 Tração Mecânica das Rodas Dianteiras (TDM) ..40-3
Operação das Luzes ..........................................20-4 Utilização dos Freios ..........................................40-3
Operação da Sinaleira Direcional e Bloqueio do Diferencial.......................................40-4
Faróis Alto/Baixo ............................................20-5 Freio Pneumático do Reboque...........................40-5
Operação do Pisca-alerta...................................20-5
Operação do Farol Rotativo (Se Equipado) .......20-6 Operação da Transmissão PowrQuad-Plus™
Uso do Soquete de 7 Pinos................................20-6 Controles de Transmissão..................................41-1
Operação da Transmissão .................................41-2
Posto do Operador Operações e Descrição da Transmissão ...........41-3
Ajuste do Assento Utilização do Inversor do Lado Esquerdo...........41-4
Assento ComfortCommand............................25-1 Usar o Modo Habilitador (Modo de
Sistema de Detecção de Presença do Emergência)...................................................41-4
Operador ........................................................25-1
Operação do Ar Condicionado, Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™
Descongelamento e Aquecimento Operação da Transmissão .................................42-1
da Cabine (Equipamento Padrão)..................25-2 Ajuste da Razão de Velocidade de Ré-Avanço ..42-3
Operação do Limpador de Para-brisa ................25-3 SoftShift de Ativação/Desativação .....................42-4
Operação do Lavador de Para-brisa Pontos de Ajuste de Mudança Automática.........42-5
(Se Equipado) ................................................25-4 Ajuste de Marcha Máxima da Mudança
Operação do Limpador e do Lavador Automática .....................................................42-6
de Para-Brisa da Janela Traseira Uso do Modo de Ativação (Retorno) ..................42-7
(Se Equipado) ................................................25-4
Ajustamento do Volante e da Coluna .................25-5
Operar Buzina ....................................................25-5 Sistema de Gerenciamento do Implemento
Instalação da antena e do rádio móvel Descrição e Mostrador .......................................45-1
Cabine Deluxe................................................25-6 Funções Programadas .......................................45-2
Uso das Tomadas Elétricas ................................25-7 Funções
Uso da Faixa de Energia Auxiliar .......................25-7 Engate............................................................45-2
Conexões GreenStar..........................................25-8 Transmissão PQ+ e AQ+ ...............................45-3
Pontos de Montagem de Monitor .......................25-9 TDM ...............................................................45-3
Conexões GreenStar........................................25-10 TDP ................................................................45-4
Sistema de Direção Assistida do Bloqueio do Diferencial ..................................45-4
AutoTrac (Se Equipado)............................... 25-11 Operação............................................................45-4
Posicionamento dos Degraus e Corrimãos ......25-12 Cancelamento ....................................................45-5
Exclusão da Seqüência ......................................45-5
Período de Amaciamento
Verificações do Amaciamento ............................30-1

Continua na próxima página

ii 052413

PN=2
Conteúdo

Página Página

Retração.........................................................60-4
Engate Hidráulico (Se Equipado) Flutuação .......................................................60-4
Identificação dos Controles e
Interruptores Relativos ao Levante ................50-1 Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)
Configuração e Uso (Referência Rápida)...........50-1 Barra de Tração
Uso da Alavanca do Lev- Observar Limites de Carga ............................65-1
ante/Mostrador—Ajuste da Profun- Ajustar o comprimento ...................................65-2
didade e Trava/Amortecimento ......................50-3 Ajustar Sentido Lateral...................................65-2
Ajuste do Limite de Altura...................................50-4 TDP
Ajuste da Taxa de Queda ...................................50-5 Engatar o equipamento acessório .................65-4
Ajuste do Controle de Carga/Profundi- Operação da TDP Traseira (Se Equipada) ........65-5
dade (Resposta de Esforço) ..........................50-5 Utilização da Rotação Correta do Motor ............65-6
Ajuste do Levante pela Resposta da Troca do Semi-Eixo da TDP Reversível
Patinagem ......................................................50-7 Padrão............................................................65-7
Uso da Operação de Flutuação..........................50-8 Modo de Posição da Alavanca da TDP
Utilização dos Interruptores Externos Traseira (Se Equipada) ..................................65-8
de Levantamento/Abaixamento .....................50-8
Usar Abaixamento Manual .................................50-9 Lastreamento para Desempenho
Componentes .....................................................50-9 Normas Gerais de Desempenho ........................70-1
Uso de Blocos Estabilizadores (Se Equipado) ..50-10 Lastreamento Quanto ao HP do Motor...............70-2
Barras estabilizadoras ......................................50-10 Controle de Galope (Tratores de TDM)..............70-2
Braço Central Partes do Pneu...................................................70-3
Posicionando................................................ 50-11 Nomenclatura de Pneus .....................................70-3
Ajuste ........................................................... 50-11 Tipos de Bandas de Rodagem de Pneus...........70-4
Braços de elevação Carga Máxima por Roda - Pneus Dianteiros......70-4
Posicionando................................................50-12 Carga Máxima por Roda - Pneus Traseiros .......70-5
Braços Niveladores ..........................................50-12 Cálculo do Lastro para Desempenho Ideal ........70-6
Regulagem da Folga Vertical ...........................50-12 Planilha para Calcular as Alterações de Lastro ..70-8
Instalação dos Pesos QUIK-TATCH...................70-8
Conexões Hidráulicas Uso de Pesos nas Rodas Traseiras ...................70-9
Mangueiras Hidráulicas - Traseira do Trator Utilização dos Códigos do Implemento ..............70-9
Ligar ...............................................................55-1 Códigos do Implemento....................................70-10
Desligar ..........................................................55-1 Peso Adicionado ao Eixo Traseiro com
Retorno do Motor Hidráulico e Kits de Implementos Montados no Levante .............70-10
Drenagem da Caixa .......................................55-2 Adição do Lastro Traseiro (Carregador)........... 70-11
Sistema Hidráulico do Sensor de Carga (Suplementação Guia de Lastreamento ......................................70-12
de Potência) Medição da Patinagem das Rodas
Uso.................................................................55-2 (Manualmente) .............................................70-13
Exemplos .......................................................55-3 Determinação do Lastro Máximo......................70-13
Utilização de Implemento que Exige Usar Lastro Líquido ..........................................70-14
Grandes Volumes de Óleo .............................55-4 Lastro líquido ....................................................70-15

Sist. Hidrául.—SCVs Acionadas por Alavanca Rodas, Pneus e Bitola


Válvulas Hidráulicas ...........................................60-1 Aviso...................................................................75-1
Ajuste da Vazão do Cilindro ou Combinações de pneus......................................75-1
Operação do Motor (Apenas SCV de Luxo) ..60-1 Normas da Pressão de Calibragem do Pneu .....75-2
Definições do Símbolo da VCR ..........................60-1 Pressões Recomendadas de Pneu por Roda ....75-3
Operação de Detente da Alavanca por Eixo Dianteiro da TDM
VCR (Somente VCRs de Luxo)......................60-2 Aperto dos Parafusos da Roda ......................75-4
Operação do Carregador Usando a VCR...........60-2 Eixo Dianteiro MFWD
Ajuste do Desarme do Detente Verificar a convergência das rodas da frente ..75-5
(Somente VCR de Luxo) ................................60-2 Eixo Dianteiro da TDM
Bloqueios para Transporte Ajuste da Convergência .................................75-5
Alavancas da SCV .........................................60-3 Ajuste das Posições do Batente de Direção ..75-6
Posições das Alavancas das SCVs Ajustes das Rodas
Neutro ............................................................60-3 Posição Oito...................................................75-7
Extensão ........................................................60-3 Configurações dos Pára-Lamas da TDM

Continua na próxima página

iii 052413

PN=3
Conteúdo

Página Página

Pára-Lamas Pivotantes de Luxo ....................75-9


Ajustes do Batente da Direção e dos Acesso aos Pontos de Manutenção
Pára-Lamas Dianteiros ................................75-10 Levantar Capô ....................................................90-1
Instalação da Roda de Tração Traseira Desmontar as Proteções Laterais do Motor .......90-2
no Cubo Fundido.......................................... 75-11 Acesso à Bateria ................................................90-2
Instalação da Roda de Aço Traseira no Uso de Lavadores de Alta Pressão ....................90-2
Cubo Duplo .................................................. 75-11 Uso de Ar Comprimido .......................................90-3
Ajuste e Aperto das Rodas de Acionamento Traseiro
Cubos Fundidos de Serviço Pesado............75-12
Orientações para Rodas, Pneus e
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção
Observe os Intervalos de Serviço.......................95-1
Bitola Traseiros ............................................75-13
Inspecionando os Pneus ....................................95-1
Ajuste de Bitola das Rodas Traseiras de Acionamento
Verificar o sistema de arranque em neutro.........95-1
Simples
Verificar a posição de ESTACIONA-
Rodas Fundidas ...........................................75-14
MENTO da transmissão .................................95-2
Ajuste de Bitola Traseira de Pneu Duplo
Verificação dos Freios ........................................95-2
Rodas Fundidas ...........................................75-14
Manutenção da Entrada de Ar do
Uso de Rodas Duplas de Encaixe....................75-14
Motor e do Pré-Limpador ...............................95-3
Ajustes da Cultura em Linha do Rodado Duplo Traseiro
Verificação do Conjunto da Manilha da
Rodas Fundidas ...........................................75-15
Barra de Tração Cat 3....................................95-3
Ajuste das Rodas Traseiras—Aço....................75-15
Substituição dos Filtros de Ar Primário
e Secundário do Motor...................................95-4
Transporte do Trator Verificar e Substituir Filtros de Ar da Cabine......95-5
Condução do Trator em Estradas ......................80-1 Limpando o Compartimento do Motor ................95-5
Transporte com Lastro .......................................80-1 Limpar o Radiador e o Refrigerador de
Reboque de Cargas ...........................................80-2 Óleo/Condensador .........................................95-6
Uso de uma Corrente de Segurança..................80-3 Inspeção do Tensor da Correia do Ventilador ....95-8
Rebocar o Trator ................................................80-4 Substituição da Correia do Ventilador ..............95-10
Liberando uma Máquina Atolada........................80-5 Inspecione o Cinto de Segurança .................... 95-11
Transportar em veículo de carga........................80-6 Substituição do Amortecedor do
Transporte com Eixo Dianteiro de 3 Metros .......80-6 Virabrequim do Motor................................... 95-11
Inspeção e Substituição do
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Amortecedor de Torção (Damper)
Arrefecimento do Motor ....................................................... 95-11
Manusear e armazenar combustível diesel........85-1 Substituição do Eixo Propulsor do Motor .........95-12
Manusear combustível com Inspeção do Trator Quanto a Parafusos
segurança—evitar chamas ............................85-1 Frouxos ........................................................95-12
Combustível diesel .............................................85-2
Enxofre ...............................................................85-2 Lubrificação
Abastecimento do Tanque de Combustível ........85-3 Verificação do Nível do Óleo do Motor .............100-1
Lubricidade do diesel..........................................85-3 Troca do Óleo do Motor e Filtro
Testar diesel .......................................................85-3 Motor de 6,8 Litros .......................................100-1
Combustível Biodiesel ........................................85-4 Óleo hidráulico/da transmissão
Óleo para motores diesel ...................................85-5 Verificação do Nível .....................................100-2
Graxa..................................................................85-6 Troca ............................................................100-3
Líquido de Arrefecimento para Motores Substituir o filtro da transmissão ......................100-3
Diesel de Serviço Pesado ..............................85-7 Substituição do Filtro de Óleo Hidráulico .........100-4
Mistura de Lubrificantes .....................................85-7 Cubo da Roda da TDM
Intervalos de troca de filtro e óleo do Verificação do Nível do Óleo........................100-4
motor diesel....................................................85-8 Cubo da Roda TDM
Nota: Manutenção Estendida.............................85-8 Troca de Óleo...............................................100-5
Óleo para amaciamento do motor diesel............85-9 Alojamento do Eixo da TDM
Óleo da Transmissão e Hidráulico ...................85-10 Verificação do Nível do Óleo........................100-6
Óleo para Tração Dianteira (TDM) ...................85-10 Troca de Óleo...............................................100-7
Operar em Climas de Temperatura Quente ..... 85-11 Lubrificação do Eixo
Lubrificantes alternativos e sintéticos............... 85-11 TDM .............................................................100-8
Armazenar lubrificantes.................................... 85-11 Lubrificação das Juntas Universais da TDM ....100-9
Componentes do Engate..................................100-9

Continua na próxima página

iv 052413

PN=4
Conteúdo

Página Página

Bucha do Eixo de Suporte do Elo de Esforço ..100-10


Lubrificação do Eixo Propulsor do Motor........100-10 Armazenamento
Armazenagem a Longo Prazo..........................120-1
Serviço — Sistema de Arrefecimento Remoção da Armazenagem.............................120-2
Verificação do Nível do Líquido Cuidado com o Acabamento da Pintura...........120-2
de Arrefecimento (Tanque de
Recuperação de Líquido de Especificações
Arrefecimento)..............................................105-1 Especificações..................................................125-1
Testar o líquido de refrigeração ........................105-3 Dimensões Totais .............................................125-3
Purga, Lavagem e Reabastecimento ...............105-4 Velocidades de Avanço
30K (velocidade 16) PQ+ .............................125-4
Serviço — Sistema de Combustível Valores de torque de parafusos e pinos
Não Modificar Sistema de Combustível ...........106-1 roscados métricos ........................................125-5
Drenagem da Água e de Sedimentos Valores de torque de parafusos e pinos
do Pré-filtro e do Filtro Final de roscados em polegadas unificadas..............125-6
Combustível .................................................106-1
Substituição do Pré-filtro e do Filtro Números de Identificação
Final de Combustível ...................................106-2 Números de Identificação.................................130-1
Drenagem do Reservatório do Tanque Número de Identificação do Trator ...................130-1
de Combustível ............................................106-3 Número de Série do Motor ...............................130-1
Limpeza do Filtro de Ventilação do Número de Série da Cabine .............................130-1
Tanque de Combustível ...............................106-4 Número de Série da Caixa do Diferencial ........130-2
Teste dos Bicos Injetores..................................106-4 Número de Série do Eixo da TDM....................130-2
Sangria do Sistema de Combustível ................106-4 Armazenamento de Máquinas com
Segurança....................................................130-2
Serviço—Sistema Elétrico Certificado de Propriedade...............................130-3
Acessar Fusíveis e Relés .................................107-1
Fusíveis e Relés da Central de Carga..............107-2 Registros de Lubrificação e Manutenção
Manuseio Seguro de Lâmpadas Halógenas ....107-4 Registros de Manutenção
Substituição do Elemento do Farolete Manutenção a Cada 250 Horas ...................135-1
da Grade Dianteira.......................................107-4 Manutenção a Cada 375 horas....................135-1
Ajuste dos Faróis..............................................107-5 Manutenção a Cada 750 Horas ...................135-2
Substituição dos Faroletes Frontais, Manutenção Anual .......................................135-2
Teto da Cabine (Farolete do Manutenção a Cada 1250 ou 1500 horas....135-2
Pára-lama Traseiro ou Traseiro Lateral) ......107-6 Manutenção a Cada 2000 Horas .................135-3
Substituição das Lâmpadas de Perigo 5000 Horas ou Manutenção de Cinco Anos ..135-3
do Teto da Cabine ........................................107-6 Manutenção a Cada 250 Horas ...................135-4
Substituição da Lâmpada da Sinaleira Manutenção a Cada 375 horas....................135-4
Traseira ........................................................107-7 Manutenção a Cada 750 Horas ...................135-5
Substituição de Instrumentos e da Lâ Manutenção Anual .......................................135-5
mpada de Iluminação do Console................107-7 Manutenção a Cada 1250 ou 1500 horas....135-5
Substituição da Lâmpada da Luz de Teto ........107-7 Manutenção a Cada 2000 Horas .................135-6
5000 Horas ou Manutenção de Cinco Anos ..135-6
Solução de Problemas
Motor ................................................................ 110-1 Glossário
Transmissão ..................................................... 110-4 Glossário de Termos.........................................140-1
Sistema Hidráulico............................................ 110-5
Freios................................................................ 110-6
Levante............................................................. 110-7
Válvulas de Controle Remoto........................... 110-9
Sistema Elétrico.............................................. 110-10
Recinto do Operador ...................................... 110-12
Operação do Trator ........................................ 110-13

Códigos de Serviço
Informações sobre Códigos de Manutenção.... 115-1
Códigos de Manutenção................................... 115-2

v 052413

PN=5
Conteúdo

vi 052413

PN=6
Segurança
Reconheça as Informações de Segurança
Este é o símbolo de alerta de segurança. Ao ver este
símbolo em sua máquina ou neste manual, fique atento a
possíveis ferimentos pessoais.
Siga as precauções e práticas seguras de operação

T81389 —UN—07DEC88
recomendadas.

DX,ALERT -54-29SEP98-1/1

Palavras de Aviso
Uma palavra de aviso—PERIGO, ATENÇÃO OU
CUIDADO—é usada como símbolo de alerta de
segurança. PERIGO identifica os riscos graves.
Avisos de segurança como PERIGO ou ATENÇÃO estão
localizados próximos de perigos específicos. Precauções

TS187 —54—27JUN08
gerais são indicadas nos avisos de segurança de
CUIDADO. A palavra CUIDADO também chama atenção
para as mensagens de segurança neste manual.

DX,SIGNAL -54-03MAR93-1/1

Siga as Instruções de Segurança


Leia atentamente todas as mensagens de segurança
neste manual e os avisos de segurança em sua
máquina. Mantenha os avisos de segurança em boas
condições. Substitua avisos de segurança danificados
ou perdidos. Certifique-se de que novos componentes e

TS201 —UN—15APR13
peças de reposição do equipamento incluam os avisos
de segurança atualizados. Avisos de segurança para
reposição podem ser encontrados no seu concessionário
John Deere.
Pode haver informações de segurança adicionais não
reproduzidas neste manual do operador, contidas em
peças e componentes oriundos de outros fornecedores.
Aprenda como operar a máquina e como usar os podem prejudicar o funcionamento e/ou a segurança e
comandos corretamente. Não deixe ninguém operar a afetar a vida útil.
máquina sem que tenha sido treinado. Caso não compreenda alguma parte deste manual
Mantenha sua máquina em condições de operação e precisar de assistência, entre em contato com seu
corretas. Modificações não autorizadas na máquina concessionário John Deere.
DX,READ -54-16JUN09-1/1

05-1 052413

PN=11
Segurança

Emergências
Esteja preparado para qualquer incêndio.
Mantenha um kit de primeiros socorros e o extintor de
incêndio sempre à mão.
Mantenha os números de emergência dos médicos,

TS291 —UN—15APR13
serviço de ambulância, hospital e bombeiros próximos
do seu telefone.

DX,FIRE2 -54-03MAR93-1/1

Uso de Roupa de Proteção


Use roupa e equipamentos de segurança apropriados
ao trabalho.
Operar equipamentos com segurança requer plena
atenção do operador. Não use rádios nem fones de
ouvido enquanto estiver a operar a máquina.

TS206 —UN—15APR13
DX,WEAR2 -54-03MAR93-1/1

Proteção Contra Ruído


A exposição prolongada ao ruído pode causar danos ou
perda de audição.
Use dispositivos de proteção a audição apropriados,
tais como protetores de ouvidos, para proteger contra

TS207 —UN—23AUG88
barulhos altos ou incômodos.

DX,NOISE -54-03MAR93-1/1

05-2 052413

PN=12
Segurança

Manusear combustível com


segurança—evitar chamas
Manuseie o combustível com cautela: ele é altamente
inflamável. Não reabasteça a máquina quando estiver
fumando ou perto de chamas ou fagulhas.

TS202 —UN—23AUG88
Sempre desligue o motor antes de reabastecer a
máquina. Encha o tanque de combustível ao ar livre.
Evite incêndios mantendo a máquina livre de sujeira,
graxa e detritos acumulados. Sempre limpe o combustível
derramado.
Usem somente um contentor de combustível apropriado
para transportar líquidos inflamáveis.
mangueira da bomba de combustível em contato com a
Nunca abasteça o contentor de combustível sobre uma entrada do contentor de combustível ao abastecer.
caminhonete com caçamba revestida de plástico. Sempre
coloque o contentor de combustível no chão antes de Não armazene combustível próximo a chamas abertas,
reabastecer. Encoste o bico da mangueira da bomba faíscas ou luzes piloto como dentro de um aquecedor de
de combustível no contentor de combustível antes de água ou outros dispositivos.
remover a tampa do contentor. Mantenha o bico da
DX,FIRE1 -54-12OCT11-1/1

Manuseio do Fluido de Partida a Frio com


Segurança
O fluido de partida a frio é altamente inflamável.
Ao usá-lo mantenha todas as faíscas e chamas afastadas.
Mantenha o fluido de partida a frio longe das baterias e

TS1356 —UN—18MAR92
cabos.
Para prevenir a descarga acidental, ao guardar a lata
pressurizada, mantenha a tampa no contentor e guarde-o
em um local fresco e protegido.
Não incinere ou perfure um contentor com fluido de
partida a frio.
DX,FIRE3 -54-16APR92-1/1

05-3 052413

PN=13
Segurança

Prevenção contra incêndios no manual do operador, reduz significativamente o


risco de incêndios e a possibilidade de paralisações
Para reduzir o risco de incêndios, seu trator deve ser onerosas.
regularmente inspecionado e limpo. • Não armazene combustível próximo a chamas abertas,
• Pássaros e outros animais podem fazer ninhos faíscas ou luzes piloto como dentro de um aquecedor
ou depositar outros materiais inflamáveis no de água ou outros dispositivos.
compartimento motor ou no sistema de escape. O • Verifique frequentemente as linhas, tanque, tampa e
trator deve ser inspecionado e limpo antes do primeiro conexões para combustível quanto a danos, trincas ou
uso de cada dia. vazamentos. Substitua se necessário.
• Durante a operação normal, pode ocorrer um acúmulo Siga todos os procedimentos operacionais e de segurança
de restos de lavoura, grama e outros detritos. Isto vale prescritos na máquina e no manual do operador. Durante
especialmente ao operar em condições extremamente a operação e a limpeza, tenha cuidado com componentes
secas ou condições em que detritos e poeiras de restos quentes do motor e do escape. Antes de efetuar qualquer
de lavoura suspensos estejam presentes. Qualquer inspeção ou limpeza, sempre DESLIGUE o motor,
acúmulo desse tipo deve ser removido para assegurar coloque a transmissão em ESTACIONAMENTO ou
o devido funcionamento da máquina e para reduzir o aplique o freio de estacionamento, e remova a chave. A
risco de incêndio. O trator deve ser inspecionado e remoção da chave impedirá que outras pessoas liguem o
limpo periodicamente durante todo o dia. trator durante a inspeção e a limpeza.
• A limpeza regular e completa do trator, combinada com
outros procedimentos rotineiros de manutenção listados
DX,WW,TRACTOR,FIRE,PREVENTION -54-12OCT11-1/1

Manter ROPS devidamente instalada


Certifique-se de que todas as peças sejam reinstaladas
corretamente se a ROPS (estrutura protetora
anti-capotamento) tiver sido solta ou removida por
qualquer razão. Aperte os parafusos de montagem ao
devido torque.

TS212 —UN—23AUG88
A proteção oferecida pela ROPS será prejudicada
se a ROPS sofrer danos estruturais, se sofrer um
capotamento, ou se for de algum modo alterada por
solda, empenamento, perfuração ou corte. Uma ROPS
danificada deve ser substituída, não reutilizada.
O assento integra a zona de segurança da ROPS.
Substitua somente por um assento aprovado pela John
Deere para seu trator.
Qualquer alteração na ROPS deve ser aprovada pelo
fabricante.
DX,ROPS3 -54-12OCT11-1/1

Uso Correto da EPCC e Cinto de Segurança


Se seu trator é equipado com EPCC (Estrutura de
proteção contra capotagem) dobrável, mantenha a EPCC
na posição completamente estendida e travada. Se o
trator for operado com a EPCC dobrada (por exemplo,
para entrar em um edifício baixo), dirija com extremo
TS205 —UN—23AUG88

cuidado. NÃO use cinto de segurança com a EPCC


dobrada.
Volte com a EPCC à posição completamente estendida
e travada assim que o trator for operado sob condições
normais. Use o cinto de segurança sempre que a EPCC
estiver completamente estendida e travada.
DX,FOLDROPS -54-31AUG99-1/1

05-4 052413

PN=14
Segurança

Manter-se afastado de linhas de transmissão


rotativas
O emaranhamento em uma linha de transmissão rotativa
pode causar ferimentos graves ou a morte.
Mantenha a proteção principal da TDP e as proteções

TS1644 —UN—22AUG95
das linhas de transmissão sempre no lugar. Certifique-se
de que as blindagens giratórias girem livremente.
Vista roupas adequadamente justas. Pare o motor e
certifique-se de que a linha de transmissão da TDP esteja
parada antes de fazer ajustes, conexões ou limpeza do
equipamento acionado pela TDP.
Não instale nenhum dispositivo adaptador entre o trator e
o eixo de acionamento primário da TDP do implemento
que permita a um eixo de trator de 1000 rpm acionar
um implemento de 540 rpm a velocidades maiores que
540 rpm.
Não instale nenhum dispositivo adaptador que deixe sem
proteção alguma parte do eixo rotativo do implemento,
eixo rotativo do trator ou do adaptador. A proteção
principal do trator deve cobrir a extremidade do eixo
estriado e o dispositivo adaptador adicionado conforme
descrito na tabela.
Tipo de TDP Diâmetro Estrias n ± 5 mm (0,20")
1 35 mm (1,378") 6 85 mm (3,35")

H96219 —UN—29APR10
2 35 mm (1,378") 21 85 mm (3,35")
3 45 mm (1,772") 20 100 mm (4,00")

DX,PTO -54-30JUN10-1/1

Usar degraus e apoios de mão corretamente


Evitar quedas entrando e saindo de frente para a

T133468 —UN—15APR13
máquina. Manter sempre um contato de três pontos com
os degrau, apoios de mão e corrimãos.
Tenha cuidados adicionais quando lama, neve ou
umidade aumentarem o risco de escorregões. Mantenha
os degraus limpos e livres de graxa e óleo. Nunca salte
ao sair da máquina. Nunca entre ou saia de uma máquina
em movimento.
DX,WW,MOUNT -54-12OCT11-1/1

05-5 052413

PN=15
Segurança

Ler manuais do operador para implementos ISOBUS


Além dos aplicativos GreenStar, este mostrador pode dessas funções do implemento podem implicar riscos
ser usado como dispositivo de visualização para ao operador ou pessoas próximas. Leia o manual do
qualquer implemento de acordo com a norma ISO 11783. operador fornecido pelo fabricante do implemento e
Isto inclui a capacidade para comandar implementos observe todas as mensagens de segurança no manual e
ISOBUS. Quando usado desta forma, as informações no implemento antes de utilizar.
e funções de comando do implemento disponibilizadas
no mostrador são fornecidas pelo implemento e são de NOTA: ISOBUS refere-se à norma ISO 11783
responsabilidade do fabricante do implemento. Algumas
DX,WW,ISOBUS -54-19AUG09-1/1

Uso Adequado do Cinto de Segurança


Use o cinto de segurança ao operar um trator equipado
com uma estrutura de proteção contra capotagem (EPCC)
ou com cabina do operador para reduzir a chance de
ferimentos em caso de um acidente, como capotagem.

TS205 —UN—23AUG88
Não use cinto de segurança quando operar sem a
estrutura de proteção contra capotagem ou sem cabina
do operador.
Se algum dos componentes do cinto, como o fecho,
cinto, fivela ou trava apresentarem sinais de danificação,
substitua o cinto de segurança inteiro.
Faça no mínimo uma vez por ano uma inspeção completa
no cinto de segurança e da trava do mesmo. Identifique desbotamento ou abrasão. Substitua peças danificadas
sinais de peças soltas ou danificadas no cinto, tal somente por peças de reposição originais. Consulte a
como rasgos, atrito, desgaste extremo ou precoce, seu concessionário John Deere.
DX,ROPS1 -54-07JUL99-1/1

05-6 052413

PN=16
Segurança

Operação segura do trator


É possível reduzir o risco de acidentes observando estas
precauções simples:
• Utilize seu trator para as operações às quais foi
projetado, por exemplo, empurrar, puxar, rebocar,

TS290 —UN—23AUG88
atuar e transportar uma variedade de equipamentos
intercambiáveis projetados para conduzir o trabalho
agrícola.
• O trator não foi projetado para ser usado como veículo
de lazer ou de passeio.
• Leia este manual do operador antes de operar o trator e
siga as instruções de operação e segurança no manual
e no trator.
• Siga as instruções de operação e lastragem do manual
do operador para os seus implementos/acessórios,
como por exemplo carregador dianteiro.
• Certifique-se de que não haja ninguém próximo da
máquina, do equipamento acoplado e da área de
trabalho antes de ligar o motor ou operar.

TS276 —UN—23AUG88
• Mantenha as mãos, pés e vestimentas longe de peças
de acionamento mecânico.
Cuidados ao dirigir

• Nunca tente entrar ou sair de um trator em movimento.


• Mantenha todas as crianças e pessoal não essencial
afastados dos tratores e de todo o equipamento.
• Nunca ande a bordo de um trator a não ser sentado acione seguramente o mecanismo de estacionamento,
em assento aprovado pela John Deere com o cinto de incluindo a lingueta de estacionamento e o freio de
segurança. estacionamento. Além disso, remova a chave ao se
• Manter todas as blindagens/proteções no lugar. afastar do trator.
• Usar os sinais sonoros e visuais quando operar em • Deixar a transmissão engrenada com o motor desligado
vias públicas. NÃO evitará que o trator se mova.
• Vá para o acostamento da via antes de parar. • Nunca chegue perto de TDP ou implementos durante
• Reduza a velocidade em curvas, ao aplicar freios a operação.
individuais ou ao operar próximo a locais perigosos, • Espere até cessar todo o movimento antes de efetuar
solos irregulares e inclinações íngremes. manutenção na máquina.
• Acople os pedais do freio um ao outro ao trafegar em
vias públicas. Acidentes mais comuns
• Dê uma bombeada no freio ao parar em solo
escorregadio. O uso descuidado ou inapropriado do trator pode resultar
em acidentes. Fique atento aos riscos da operação do
Rebocar cargas trator.
• Tome cuidado ao rebocar e frear cargas pesadas. Os acidentes mais comuns envolvendo tratores são:
A distância de frenagem aumenta com a velocidade
e com o peso das cargas rebocadas e em declives. • Capotamento do trator
Cargas rebocadas com ou sem freios, que sejam • Colisões com outros veículos motorizados
pesadas demais para o trator ou que sejam rebocadas • Procedimentos de partida inadequados
com excesso de velocidade, podem causar perda de • Emaranhamento nos eixos da TDP
controle. • Queda do trator
• Considerar o peso total do equipamento e da carga. • Esmagamento e pinçamento durante o engate
• Engate cargas rebocadas somente a acoplamentos
aprovados para evitar transtornos na retaguarda.
Estacionar o trator e afastar-se

• Antes de de sair, desligue as VCSs, desative a TDP,


pare o motor, baixe os implementos/acessórios ao solo e
DX,WW,TRACTOR -54-19AUG09-1/1

05-7 052413

PN=17
Segurança

Evitar atropelamentos ao dar ré


Antes de mover a máquina, certifique-se de que não
haja pessoas no caminho da máquina. Vire-se e olhe
diretamente para melhor visibilidade. Ao dar ré, use uma

PC10857XW —UN—15APR13
pessoa para sinalizar quando a visão estiver obstruída ou
o espaço livre for muito limitado.
Não confie em uma câmera para determinar se há
pessoas ou obstáculos atrás da máquina. O sistema
pode ser limitado por muitos fatores, incluindo práticas de
manutenção, condições ambientais e alcance operacional.

DX,AVOID,BACKOVER,ACCIDENTS -54-30AUG10-1/1

Uso limitado em operações florestais Quaisquer aplicações florestais além destas - por
exemplo, transporte suspenso ou carregamento -
O uso previsto dos tratores John Deere em operações requerem a instalação de componentes específicos da
florestais limita-se às aplicações específicas do trator aplicação, incluindo FOPS (Estrutura Protetora Contra
incluindo transporte, trabalho estacionário como aplicação Objetos em Queda) e/ou OPS (Estrutura Protetora da
de rachadores de toras, propulsão ou operação de Operação). Consulte seu concessionário John Deere
implementos com TDP, sistemas elétricos ou hidráulicos. para os componentes especiais.
Estas são aplicações onde a operação normal não
implica o risco de objetos em queda ou penetrantes.
DX,WW,FORESTRY -54-12OCT11-1/1

Operação Segura do Trator com


Pá-Carregadeira
Ao operar uma máquina em aplicação de pá-carregadeira,
reduza a velocidade conforme necessário para assegurar
boa estabilidade ao trator e à pá-carregadeira.

TS1692 —UN—09NOV09
Para evitar capotamento do trator e danos aos pneus
dianteiros e ao trator, não transporte carga na sua
pá-carregadeira em velocidade superior a 10 km/h (6
mph).
Para evitar danos ao trator, não use um tanque de
pulverização nem uma pá-carregadeira se o trator estiver
equipado com um Eixo Dianteiro de 3 Metros.
Nunca permita que alguém caminhe ou trabalhe sob uma suficiente contra cargas em queda sobre a posição do
pá-carregadeira erguida. operador. Para prevenir cargas em queda até a posição do
operador, sempre use os implementos apropriados para
Não use a pá-carregadeira como plataforma de trabalho. aplicações específicas (como garfos de fardos cilíndricos,
cintas e garras de fardos cilíndricos, garfos para adubo).
Não erga nem transporte nenhuma pessoa na
pá-carregadeira, na caçamba, no implemento ou no Providenciar o lastro do trator de acordo com as
acessório. Recomendações de Lastro na seção PREPARAR O
TRATOR.
Abaixe a pá-carregadeira ao solo antes de deixar o posto
do operador.
A Estrutura Protetora Anti-Capotamento (ROPS) ou o teto
da cabine, se existentes, podem não fornecer proteção
DX,WW,LOADER -54-18SEP12-1/1

05-8 052413

PN=18
Segurança

Manter Passageiros Fora da Máquina


Permita somente o operador na máquina. Mantenha
passageiros fora dela.
Passageiros na máquina estão sujeitos a ferimentos tais
como serem atingidos por objetos estranhos ou serem

TS290 —UN—23AUG88
atirados para fora da máquina. Os passageiros também
obstruem a visão do operador, resultando em uma
operação insegura da máquina.

DX,RIDER -54-03MAR93-1/1

Assento de treinamento
O assento de treinamento, se equipado, é fornecido
somente para treinar operadores ou diagnosticar
problemas da máquina.

RXA0103436 —UN—15JUN09
DX,SEAT,NA -54-19AUG09-1/1

Luzes e Dispositivos de Segurança


Evite choques com outros usuários de vias públicas, com
tratores lentos equipados com implementos ou reboques.
Verifique frequentemente o movimento do tráfego pelo
espelho retrovisor especialmente ao fazer curvas, não
esquecendo de dar sinal com o pisca direcional.
Use os faróis, o pisca-alerta e os piscas direcionais dia e
noite. Respeite a legislação local para faróis e os sinais
obrigatórios. Mantenha os faróis e os sinais visíveis,
limpos e em boas condições de funcionamento. Troque
ou conserte faróis e sinais danificados ou perdidos. Jogo
de luzes de segurança para reposição estão disponíveis TS951 —UN—12APR90
na seu concessionário John Deere.

DX,FLASH -54-07JUL99-1/1

05-9 052413

PN=19
Segurança

Transportar equipamento rebocado em


velocidades seguras
Não ultrapasse a velocidade máxima de transporte. Este
trator é capaz de operar em velocidades de transporte que
excedem a velocidade de transporte máxima permitida
para a maioria dos implementos rebocados.
Antes de transportar um implemento rebocado, determine
sua velocidade de transporte máxima, pelas indicações
no equipamento ou pelas informações do manual
do operador do implemento. Nunca transporte em
velocidades que excedam a velocidade de transporte
máxima permitida do implemento. Exceder a velocidade

TS1686 —UN—27SEP06
máxima de transporte do implemento poderá resultar em:
• Perda de controle sobre a combinação
trator/implemento
• Redução da capacidade, ou incapacidade de parar na
frenagem
• Avaria nos pneus do implemento
• Danos à estrutura do implemento ou aos seus
componentes
Implementos sem freios:
• Se o fabricante não especificar a velocidade máxima
de transporte, não reboque a velocidades maiores que
• Não transporte em velocidades que excedam 32 km/h 40 km/h (25 mph).
(20 mph). • Ao transportar em velocidade de até 40 km/h (25 mph),
• Deve pesar menos de 1,5 vez o peso do trator ou o implemento totalmente carregado deve pesar menos
menos de 1,5 t (3300 lb) quando totalmente carregado. de 4,5 vezes o peso do trator.
Implementos com freios: • Ao transportar em velocidade de até 40—50 km/h
(25—31 mph), o implemento totalmente carregado
deve pesar menos que 3 vezes o peso do trator.
DX,TOW1 -54-12OCT11-1/1

Cuidado ao trafegar em inclinações e terreno


irregular
Evite buracos, valas e outras obstruções que possam
causar tombamento do trator, principalmente em rampas.

RXA0103437 —UN—01JUL09
Evite curvas fechadas em encostas.
Ao conduzir para a frente saindo de uma vala, em
terrenos lamacentos ou subidas íngremes, há risco
de tombamento para trás. Se possível, tente sair com
cuidado em ré de tais situações.
O risco de capotamento aumenta consideravelmente com
ajuste da bitola estreita em alta velocidade.
Não estão listadas todas as condições que podem causar
o capotamento de um trator. Esteja alerta para qualquer subitamente capotar se a roda estiver sobre a borda ou
situação que possa comprometer a estabilidade. a terra ceder
As inclinações estão entre os principais fatores Selecione uma velocidade de rodagem baixa de forma que
relacionados à perda de controle e acidentes por não tenha que mudar marcha ou frear em uma inclinação.
capotamento, que podem resultar em lesões graves ou
Evite dar partida, parar ou fazer curvas em inclinações.
morte. A operação em todas as inclinações requer um
Se os pneus perderem tração, desengate a TDP e
cuidado extremo.
prossiga lentamente ladeira abaixo, em linha reta.
Nunca trafegue perto de ravinas, barrancos íngremes,
Faça todos os movimentos de maneira lenta e gradual
precipícios, valas ou cursos d'água. A máquina pode
numa inclinação. Não mude a direção ou a velocidade
subitamente, para evitar capotamentos da máquina.
DX,WW,SLOPE -54-12OCT11-1/1

05-10 052413

PN=20
Segurança

Remoção de um Trator Atolado


Tentar liberar um trator atolado pode envolver fatores de
segurança tais como: derrapagem do trator atolado para
trás, capotagem do trator rebocado, falha ou retração
da corrente ou da barra de tração (não é recomendável
utilizar cabos).

TS1645 —UN—15SEP95
Se o trator estiver atolado na lama, é necessário
colocar calços nas rodas. Solte eventuais
equipamentos/implementos rebocados. Retire a lama
de trás das rodas traseiras. Calçe as rodas com tábuas
para formar uma base sólida e tente dar marcha a ré
lentamente. Quando necessário, retire a lama da frente de
todas as rodas e mova o trator lentamente para a frente.
Quando necessário reboque um outro veículo usando
uma corrente longa ou uma barra de tração (não é
recomendável utilizar cabos). Verifique se a corrente
não apresenta falhas. Garanta que todas as peças do
equipamento de reboque sejam de tamanho e capacidade

TS263 —UN—23AUG88
adequadas para a carga em questão.
Prender sempre pela barra de tração da unidade de
reboque. Não amarre em pontos diferentes dos citados.
Antes de mover o trator, retire as pessoas da área.
Acelere lentamente para tracionar o equipamento de
reboque: uma aceleração rápida pode provocar o
desengate do equipamento de reboque, causando uma
queda ou uma retração perigosa.
DX,MIRED -54-07JUL99-1/1

Evite Contato com Produtos Químicos


Agrícolas
Essa cabine fechada não protege contra a inalação de
vapores, aerossóis ou poeira. Se as instruções de uso
do pesticida exigirem proteção respiratória, use uma
máscara apropriada dentro da cabine.

TS220 —UN—15APR13
Antes de sair da cabine, use o equipamento de proteção
pessoal que seja recomendado pelas instruções de uso do
pesticida. Antes de voltar à cabine, remova o equipamento
de proteção e guarde-o fora da cabine em uma caixa
fechada ou em qualquer outro tipo de embalagem vedada
ou dentro da cabine, em uma embalagem resistente ao
pesticida, tal como um saco plástico.
Limpe os seus sapatos ou botas para remover terra ou
outras partículas contaminadas antes de entrar na cabine.
TS272 —UN—23AUG88

DX,CABS -54-25MAR09-1/1

05-11 052413

PN=21
Segurança

Manuseio de Produtos Químicos Agrícolas


com Segurança
Produtos químicos usados em aplicações agrícolas como
fungicidas, herbicidas, inseticidas, pesticidas, rodenticidas
e fertilizantes podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
meio-ambiente se não forem utilizados com cuidado.

TS220 —UN—15APR13
Siga sempre todas as instruções das etiquetas para usar
os produtos químicos agrícolas de maneira eficaz, segura
e legal.
Para reduzir o risco de exposição e ferimentos:
• Use equipamentos de proteção individual adequados
conforme recomendação do fabricante. Na falta de
instruções do fabricante, siga estas diretrizes:
- Produtos químicos com etiqueta 'Perigo': Muito
tóxico. Geralmente exigem o uso de óculos de
proteção, máscara respiratória, luvas e proteção para
a pele.

A34471 —UN—11OCT88
- Produtos químicos com etiqueta 'Atenção':
Toxicidade intermediária. Geralmente exigem o uso
de óculos de proteção, luvas e proteção para a pele.
- Produtos químicos com etiqueta 'Cuidado': Pouco
tóxico. Geralmente requerem o uso de luvas e
proteção para pele.
• Evite inalar vapores, aerossóis ou poeira.
• Tenha sempre sabão, água e toalha disponíveis
ao trabalhar com produtos químicos. Se o produto • Mantenha os produtos químicos em seus recipientes
químico entrar em contato com a pele, mãos ou face, originais. Não transfira os produtos químicos para
lave imediatamente com água e sabão. Se o produto recipientes sem identificação nem para recipientes
químico atingir os olhos, lave imediatamente com água. usados para alimentos e bebidas.
• Lave as mãos e o rosto após usar produtos químicos e
• Armazene produtos químicos em uma área segura e
antes de comer, beber, fumar ou urinar. trancada longe de alimentos para gado ou pessoas.
• Não fume nem coma durante a aplicação de produtos Mantenha afastado de crianças.
químicos. • Sempre descarte os recipientes da maneira adequada.
• Após o manuseio de produtos químicos, sempre tome Lave três vezes os recipientes vazios e perfure ou
um banho e troque suas roupas. Lave as roupas antes esmague-os e descarte-os da maneira correta.
de vesti-las novamente.
• Procure imediatamente atendimento médico caso
tenha sintomas de doença durante ou logo após o uso
de produtos químicos.
DX,WW,CHEM01 -54-25MAR09-1/1

05-12 052413

PN=22
Segurança

Manusear baterias com segurança


O gás da bateria pode explodir. Mantenha faíscas e
chamas longe das baterias. Utilize uma lanterna para
verificar o nível do eletrólito da bateria.
Nunca verifique a carga da bateria ligando os polos com
um objeto de metal. Use um voltímetro ou um densímetro.

TS204 —UN—15APR13
Retire sempre a braçadeira do terminal de terra (—) da
bateria primeiro e recoloque-o por último.
Ácido sulfúrico em eletrólito de bateria é suficientemente
concentrado para queimar a pele, corroer roupas e causar
cegueira se for salpicado para os olhos.
Para evitar perigos:
• Abastecer baterias em áreas bem ventiladas
• Usar proteção para os olhos e luvas de borracha
• Evitar o uso de ar comprimido para limpar baterias
• Evitar inalar os gases quando adicionar eletrólito à
bateria
• Evitar derramar ou entornar o eletrólito
• Utilizar o procedimento correto para carregar e para
bateria auxiliar.
Em caso de derramar ácido sobre a pele ou os olhos:
1. Lavar a pele com água.
2. Aplicar bicarbonato de sódio ou cal na área atingida
para neutralizar os ácidos.
3. Lavar os olhos com água corrente durante 15—30
minutos. Procurar assistência médica imediatamente.
Em caso de ingestão do ácido:
1. Não induzir vômito.
2. Beber grandes quantidades de água ou leite, mas não

TS203 —UN—23AUG88
mais do que 2 l (2 qt).
3. Procurar assistência médica imediatamente.
ALERTA: Placas e terminais de baterias e acessórios
relacionados contêm chumbo e compostos de chumbo,
elementos químicos reconhecidos pelo estado da
Califórnia como causa para câncer e problemas
reprodutivos. Lave as mãos após o manuseio.
DX,WW,BATTERIES -54-02DEC10-1/1

Evite Aquecer Áreas Próximas às Linhas de


Fluido Pressurizado
A pulverização inflamável pode ser gerada pelo
aquecimento próximo às linhas de fluido pressurizado,
resultando em queimaduras graves para você e outras
pessoas. Não aqueça por soldagem elétrica ou autógena
TS953 —UN—15MAY90

ou com maçarico próximo a linhas de fluido pressurizado


ou outros materiais inflamáveis. As linhas pressurizadas
podem explodir acidentalmente quando o calor se
estender para além da área próxima da chama.

DX,TORCH -54-10DEC04-1/1

05-13 052413

PN=23
Segurança

Remova a Tinta Antes de Soldar ou Aquecer


Evite gases e pó potencialmente tóxicos.
Gases perigosos podem ser gerados quando a tinta é
aquecida por solda ou maçarico.
Remova a tinta antes de aquecer:

TS220 —UN—15APR13
• Remova a tinta no mínimo a 100 mm (4 in.) da área
a ser afetada pelo aquecimento. Se não for possível
remova a tinta, utilize um protetor respiratório aprovado
antes de aquecer ou soldar.
• Se for lixar ou raspar a tinta, evite respirar o pó. Use
um respirador aprovado.
• Se usar solvente ou removedor de tinta, retire o
removedor com água e sabão antes de soldar. Retire
da área os vasilhames de solvente ou de removedor de Faça todo o trabalho de solda em uma área bem ventilada
tinta e outros materiais inflamáveis. Permita que os para dispersar os gases tóxicos e o pó.
gases se dispersem por pelo menos 15 minutos antes Jogue fora a tinta e o solvente adequadamente.
de soldar ou aquecer.
Não use solvente clorado em áreas onde serão feitas
soldas.
DX,PAINT -54-24JUL02-1/1

Manusear suportes e componentes


eletrônicos com segurança
Quedas durante instalação ou remoção de componentes
eletrônicos montados no equipamento podem causar
graves ferimentos. Use uma escada ou plataforma para
alcançar facilmente cada local de montagem. Use apoios

TS249 —UN—23AUG88
seguros e resistentes para as mãos e os pés. Não instale
nem remova componentes molhados ou congelados.
Ao instalar ou fazer manutenção de uma estação base
RTK em uma torre ou outra estrutura alta, use um
elevador aprovado.
Ao instalar ou fazer manutenção em um mastro de
antena de GPS usada num implemento, use técnicas
os locais de montagem não forem acessíveis do solo ou
de elevação apropriadas e o devido equipamento de
de uma plataforma de manutenção.
proteção pessoal. O mastro é pesado e pode ser difícil
de manusear. Serão necessárias duas pessoas quando
DX,WW,RECEIVER -54-24AUG10-1/1

05-14 052413

PN=24
Segurança

Prática de Manutenção Segura


Compreenda o procedimento de manutenção antes de
executar qualquer trabalho. Mantenha a área de trabalho
limpa e seca.
Nunca lubrifique, ajuste ou faça manutenção na máquina
quando esta estiver em movimento. Mantenha mãos, pés
e vestimentas longe de peças acionadas por potência
elétrica ou hidráulica. Desengate todas as fontes de
potência, e opere os controles para aliviar a pressão.
Baixe o equipamento até ao solo. Desligue o motor.
Remova a chave. Permita que a máquina arrefeça.
Apoie de forma segura quaisquer elementos da máquina
que tenham que ser levantados para que a manutenção
possa ser feita.
Mantenha todas as peças em bom estado e
adequadamente instaladas. Repare danos
imediatamente. Substitua as peças gastas ou partidas.
Remova quaisquer acumulações de massa lubrificante,
óleo ou detritos.

TS218 —UN—23AUG88
Em equipamentos com motor, desligue o cabo terra da
bateria (-) antes de fazer quaisquer ajustes nos sistemas
elétricos ou antes de soldar na máquina.
Em implementos rebocados, desligue o conjunto de
cabos de ligação do trator antes de fazer manutenção
nos componentes do sistema elétrico ou antes de soldar
na máquina.
DX,SERV -54-17FEB99-1/1

Evitar contato com escape quente


Fazer manutenção na máquina ou acessórios com o
motor funcionando pode resultar em graves lesões.
Evite exposição e o contato da pele com os gases e
componentes quentes do escape.

RG17488 —UN—21AUG09
As peças e os fluxos de gases se aquecem muito durante
a operação. Os gases e componentes do escape atingem
temperaturas altas o suficiente para queimar pessoas,
inflamar ou derreter materiais comuns.

DX,EXHAUST -54-20AUG09-1/1

05-15 052413

PN=25
Segurança

Limpar filtros de escape com segurança


Durante as operações de limpeza dos filtros de escape,
o motor poderá funcionar em marcha lenta elevada e
altas temperaturas por um longo período. Os gases de
escape e os componentes dos filtros de escape atingem
temperaturas altas o suficiente para queimar pessoas,

TS227 —UN—15APR13
inflamar ou derreter materiais comuns.
Mantenha a máquina afastada de pessoas, animais ou
estruturas que possam ser suscetíveis a perigos ou danos
por componentes ou gases de escape. Evite o perigo de
fogo ou explosão causados por materiais inflamáveis e
vapores perto do escape. Mantenha a saída do escape
afastada de pessoas ou de qualquer coisa que possa
derreter, queimar ou explodir.
Controle atentamente a máquina e a área em volta quanto
a detritos quentes durante e após a limpeza do filtro.
Adicionar combustível enquanto um motor está
funcionando cria risco de incêndio ou explosão. Sempre

TS271 —UN—23AUG88
desligue o motor antes de reabastecer a máquina e limpe
qualquer combustível derramado.
Sempre certifique-se de que motor está desligado antes
de transportar a máquina em um caminhão ou reboque.
O contato com componentes do escape enquanto ainda
estão quentes pode causar sérios ferimentos.
Evite contato com estes componentes até que esfriem
devidamente.
Se o procedimento de manutenção exige que o motor
esteja ligado:

TS1693 —UN—09DEC09
• Somente ative as peças de acionamento mecânico
necessárias para o procedimento de manutenção
• Assegure-se de que não haja outras pessoas próximas
do posto do operador e da máquina
Mantenha as mãos, pés e vestimentas longe de peças
de acionamento mecânico.
Sempre desative o movimento (neutro), aplique o freio ou
mecanismo de estacionamento e desconecte a energia
para os acessórios ou ferramentas antes de deixar o
posto do operador.
Desligue o motor e retire a chave antes de se afastar da TS1695 —UN—07DEC09

máquina.

DX,EXHAUST,FILTER -54-12JAN11-1/1

05-16 052413

PN=26
Segurança

Trabalhe em Área Ventilada


O gás de escape do motor pode causar doenças ou até
mesmo a morte. Na necessidade de ligar um motor
em uma área fechada, remova o gás da área com uma
extensão do tubo de escape.
Se você não tiver uma extensão do tubo de escape, abra

TS220 —UN—15APR13
as portas para a circulação do ar.

DX,AIR -54-17FEB99-1/1

Apoie a Máquina Apropriadamente


Baixe sempre os implementos ao solo antes de trabalhar
na máquina. Ao trabalhar numa máquina ou acessório
suspenso, apoie a máquina ou o acessório com
segurança. Se deixados em uma posição levantada, os
implementos sustentados hidraulicamente poderão baixar

TS229 —UN—23AUG88
ou ter vazamento interno e baixar.
Não apóie a máquina sobre blocos de cimento, tijolos
ocos ou escoras que possam desmoronar sob uma carga
contínua. Não trabalhe sob uma máquina que esteja
apoiada apenas por um macaco. Observe sempre as
instruções de manuseio dadas neste manual.
Quando implementos ou acessórios são utilizados em
uma máquina, siga sempre as precauções de segurança
listadas no manual do operador do implemento.
DX,LOWER -54-24FEB00-1/1

Prevenção de Partida Imprevista da Máquina


Evite possíveis ferimentos ou morte devido uma partida
imprevista da máquina.
Não dê partida no motor fazendo conexão em ponte dos
terminais do motor de arranque. O motor dará partida
engrenado se os circuitos normais de segurança forem

TS177 —UN—11JAN89
desviados.
NUNCA dê partida no motor estando fora do trator.
Dê partida no motor somente estando no assento do
operador, com a transmissão em ponto morto ou em
posição de estacionamento.

DX,BYPAS1 -54-29SEP98-1/1

05-17 052413

PN=27
Segurança

Estacione a Máquina com Segurança


Antes de trabalhar na máquina:
• Abaixe todos os equipamentos até ao solo.
• Desligue o motor e retire a chave.
• Desligue o cabo “Terra” da bateria.
• Pendure um aviso "NÃO OPERAR" na cabina do

TS230 —UN—24MAY89
operador.

DX,PARK -54-04JUN90-1/1

Transportar o trator com segurança


A melhor maneira de transportar um trator desativado é
numa plataforma plana. Use correntes para prender o
trator ao transportador. Os eixos e o chassi do trator são
adequados como pontos de fixação.

RXA0103709 —UN—01JUL09
Antes de transportar o trator em um caminhão ou um
vagão com plataforma plana, garantir que o capô do
motor esteja fixado com firmeza e que as portas, a
abertura do teto (se equipado) e as janelas estejam
corretamente fechadas.
Nunca rebocar o trator em velocidade superior a 10 km/h
(6 mph). Um operador deverá dirigir e frear o trator
rebocado.
DX,WW,TRANSPORT -54-19AUG09-1/1

Fazer manutenção do sistema de


arrefecimento com segurança
A liberação explosiva de fluidos do sistema de
arrefecimento pressurizado pode causar queimaduras
graves.

TS281 —UN—15APR13
Desligue o motor. Remova a tampa de abastecimento
somente quando estiver suficientemente fria para tocar
com as mãos. Abra lentamente a tampa até o primeiro
estágio para liberar a pressão antes de remover a tampa
completamente.

DX,WW,COOLING -54-19AUG09-1/1

05-18 052413

PN=28
Segurança

Segurança na Manutenção dos Sistemas de


Acumuladores
O fluido ou gás libertado dos sistemas de acumuladores
pressurizados, utilizados em sistemas de ar condicionado,
hidráulicos e de freios a ar pode causar ferimentos
graves. O calor extremo pode fazer com que o

TS281 —UN—15APR13
acumulador arrebente e as linhas pressurizadas podem
ser acidentalmente cortadas. Não solde nem use uma
tocha perto de um acumulador pressurizado ou de uma
linha pressurizada.
Alivie a pressão do sistema pressurizado antes de retirar
o acumulador.
Alivie a pressão do sistema hidráulico antes de retirar o
acumulador. Nunca tente aliviar o sistema hidráulico ou a Os acumuladores não podem ser consertados.
pressão do acumulador soltando um acessório.
DX,WW,ACCLA2 -54-22AUG03-1/1

Fazer a manutenção dos pneus com


segurança
A separação explosiva de peças de aro e pneu pode
causar sérias lesões ou a morte.

RXA0103438 —UN—11JUN09
NÃO tentar montar um pneu, a menos que tenha o
equipamento e experiência necessários para executar
o trabalho com segurança.
Sempre mantenha a pressão correta dos pneus. Não
encher os pneus acima da pressão recomendada. Nunca
solde nem aqueça um conjunto roda e pneu. O calor
pode causar um aumento na pressão do ar, resultando
em explosão do pneu. A solda pode enfraquecer
estruturalmente ou deformar a roda.
Verifique as rodas quanto a baixa pressão, cortes, bolhas,
Ao encher pneus, use um mandril com presilha e uma aros danificados ou parafusos e porcas faltando.
mangueira longa o suficiente para permitir ficar de lado, e
NÃO em frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma
grade de segurança, se disponível.
DX,WW,RIMS -54-19AUG09-1/1

Fazer manutenção do trator com tração


dianteira com segurança
Ao fazer manutenção de um trator com tração dianteira,
com as rodas traseiras levantadas do solo, e rodando por
ação do motor, sempre apoiar as rodas da frente de modo
L124515 —UN—06AUG94

semelhante. Um corte de energia elétrica ou de pressão


do sistema de transmissão/hidráulico engatará as rodas
da frente, puxando as rodas traseiras para fora do suporte
se as rodas da frente não estiverem levantadas. Nestas
condições, as rodas da frente podem engatar, mesmo se
o interruptor estiver na posição de desligado.

DX,WW,MFWD -54-19AUG09-1/1

05-19 052413

PN=29
Segurança

Apertar porcas e parafusos de fixação das


rodas
Aperte os parafusos de fixação das rodas nos intervalos
especificados nas seções "Período de amaciamento" e
"Manutenção".

L124516 —UN—03JAN95
DX,WW,WHEEL -54-12OCT11-1/1

Evitar fluidos sob alta pressão


Inspecione as mangueiras hidráulicas periodicamente
–pelo menos uma vez por ano – quanto a vazamentos,
dobras, cortes, trincas, abrasão, bolhas, descascamento,
ou quaisquer outros sinais de desgaste e danos.

X9811 —UN—23AUG88
Substitua imediatamente as mangueiras desgastadas ou
danificadas por peças de reposição aprovadas pela John
Deere.
Fluidos que escapam sob alta pressão podem penetrar
na pele e causar ferimentos graves.
Evite o perigo aliviando a pressão antes da desconexão
das linhas hidráulicas ou outras linhas. Apertar todas as
conexões antes de aplicar pressão. causar gangrena. Os médicos com pouca experiência
nesse tipo de ferimento devem procurar uma fonte
Procure por vazamentos com um pedaço de papelão. adequada de conhecimentos médicos nesta área. Essas
Proteja as mãos e o corpo dos fluidos sob alta pressão. informações encontram-se disponíveis em inglês no
Departamento Médico da Deere & Company em Moline,
Em caso de um acidente, procure imediatamente um Illinois, EUA, pelos telefones 1-800-822-8262 ou +1
médico. Qualquer fluido que penetre na pele deve ser 309-748-5636.
retirado cirurgicamente dentro de poucas horas para não
DX,FLUID -54-12OCT11-1/1

Evitar Abrir o Sistema de Injeção de


Combustível de Alta Pressão
O fluido a alta pressão que ficar retido nas linhas de
combustível pode causar ferimentos graves. Em motores
com sistema de combustível de High Pressure Common
Rail (HPCR) (Coletor de Alta Pressão), não desligue nem
TS1343 —UN—18MAR92

tente efetuar consertos nas linhas de combustível, nos


sensores ou em outros componentes situados entre a
bomba de combustível de alta pressão e os bocais.
Só os técnicos familiarizados com este tipo de sistema
podem efetuar consertos. (Consulte a sua concessionária
John Deere quanto a consertos).
DX,WW,HPCR1 -54-07JAN03-1/1

05-20 052413

PN=30
Segurança

Armazenagem de Acessórios com Segurança


Os acessórios armazenados tais como rodas duplas,
rodas de carcaça e carregadores podem cair e causar
graves ferimentos ou morte.
Guarde os acessórios e implementos em local seguro

TS219 —UN—23AUG88
para evitar uma possível queda. Mantenha crianças e
pessoal não autorizado longe da área de armazenamento.

DX,STORE -54-03MAR93-1/1

Descarte Adequado dos Resíduos


Descartar os resíduos de forma inadequada pode ameaçar
o meio-ambiente e a ecologia. Resíduos potencialmente
prejudiciais usados com os equipamentos da John Deere
incluem produtos tais como óleo, combustível, líquido de
refrigeração, fluido para freios, filtros e baterias.

TS1133 —UN—15APR13
Use vasilhame à prova de vazamento e fugas ao drenar
os fluidos. Não use vasilhame para alimentos ou bebidas,
pois alguém pode enganar-se e usá-los para a ingestão
de alimento ou bebida.
Não despeje os resíduos sobre o solo, pelo sistema de
drenagem e nem em cursos de água.
O vazamento de líquidos refrigerantes do ar condicionado
Pergunte ao seu centro local do meio ambiente ou de
podem danificar a atmosfera da Terra. Os regulamentos
reciclagem, ou ainda ao seu concessionário John Deere
do governo podem requerer um centro autorizado de
sobre a maneira adequada de reciclar ou de descartar
manutenção de ar condicionado para recuperar e reciclar
os resíduos.
os líquidos refrigerantes usados no ar condicionado.
DX,DRAIN -54-03MAR93-1/1

05-21 052413

PN=31
Avisos de Segurança
Substituir avisos de segurança
Substitua avisos de segurança danificados ou perdidos.
Use este manual do operador para a colocação correta
de avisos de segurança.
Pode haver informações de segurança adicionais não
reproduzidas neste manual do operador, contidas em

TS201 —UN—15APR13
peças e componentes oriundos de outros fornecedores.

DX,SIGNS -54-18AUG09-1/1

Avisos de Segurança—Cabine

CQ285301 —UN—17MAR10
Este Manual do Operador contém informações Cumpra cuidadosamente todas as regras de segurança
importantes necessárias para a operação segura da para evitar acidentes.
máquina.
GB52027,00011E1 -54-10MAR10-1/1

10-1 052413

PN=32
Comandos e Instrumentos
Console Dianteiro

CQ285322 —UN—17MAR10
A—Alavanca da Sinaleira C—Controle da Direção do Fluxo G—Pedais de Freio K—Liberação do Telescópio do
Direcional, Sinal de de Ar H—Liberação da Inclinação do Volante
Passagem e Botão da Buzina D—Pedal de Embreagem Volante
B—Inversor do lado esquerdo E—Bloqueio do Diferencial I— Chave de Ignição
F— Liberação da Inclinação da J— Painel de Indicadores
Coluna de Direção
GB52027,00011F4 -54-05APR10-1/1

Chave de Ignição
A—Acessórios C—Executar
B—Desligado D—Iniciar

CQ285321 —UN—17MAR10

GB52027,00011F3 -54-11MAR10-1/1

15-1 052413

PN=33
Comandos e Instrumentos

Console de Controle Direito

CQ285304 —UN—17MAR10
A—Acelerador de Mão E—Controle do Limpador de K—Tomada de Diagnóstico P—Comandos do levante
B—Alavanca de Mudança de Para-brisa L— Tomada Elétrica de Q—Controles do Sistema
Faixa F— Interruptor das Luzes Conveniência de Gerenciamento de
C—CommandCenter™ G—Interruptor dos Faroletes M—Interruptor da TDP Traseira Implementos
D—Controles do Aquecedor/Ar H—Interruptor da Luz de Aviso N—Interruptor de Sequência do R—Alavanca de Controle do
Condicionado I— Interruptor da TDM IMS Engate
J— Tomada O—Alavancas de Controle
Hidráulico

CommandCenter é uma marca registrada da Deere & Company


GB52027,00011E4 -54-10MAR10-1/1

15-2 052413

PN=34
Comandos e Instrumentos

Mostrador da Coluna do Canto


A B C

D
I J

E
n/min
IMS
MPH
F 1 2
km/h
G
30
50
25
40
20
30
15 MPH
20 km/h
H
H 10
10
5 IMS
0 1 2 K
5
10
10
20
15

RXA0073587 —UN—24FEB04
L

P N
O

A—Indicador de PARADA G—Indicador de Transmissão L— Indicador do Bloqueio do


B—Indicador de Alerta de H—Velocímetro Analógico Diferencial
Manutenção I— Indicadores de Seqüência e M—Indicador de TDM Acionada
C—Indicador de Informação Sistema de Gerenciamento N—Indicador do Nível de
D—Tacômetro do Implemento Combustível
E—Indicador de Radar (Se LIGADO/DESLIGADO O—Manômetro do Óleo do Motor
Equipado) J— Não Utilizado P—Indicador de Temperatura do
1
F— Velocidade de Avanço K—Indicador da TDP—Traseira Líquido de Arrefecimento

NOTA: Os indicadores de operação (I—M) acendem


quando a função é acionada.
1
Com radar, a velocidade de avanço real é exibida; sem o
radar, é exibida a velocidade da roda.
BB92646,00000C1 -54-26OCT05-1/1

15-3 052413

PN=35
Comandos e Instrumentos

PARADA, Indicadores de Informação e Alerta


A
de Manutenção
NOTA: Nem todos os idiomas são exibidos no Command
Center. Consulte "Seleção de Unidades e

RXA0079331 —UN—28FEB05
Idioma" na seção Command Center deste
manual para obter mais informações sobre os
idiomas que podem ser exibidos.

NOTA: Todos os indicadores de informação, Alerta


de Manutenção e PARADA são acompanhados
de mensagens informativas, apresentadas no
mostrador CommandCenter e um código de Serviço.

A—Indicador de PARADA: A luz acende e um alarme


é acionado continuamente para alertar ao operador que B
ocorreu um mau funcionamento grave, que requer atenção
imediata, caso contrário o trator pode ficar danificado.

RXA0082313 —UN—18JUL05
IMPORTANTE: O motor é automaticamente desligado PTQ
se for recebido o sinal de PARADA quando
o operador está fora do assento por mais de 127.01
três segundos, e o controle de transmissão
estiver na posição PARK (ESTACIONAMENTO).
O mostrador do CommandCenter pode ser C D E
zerado desligando-se e ligando-se a chave de
partida. Esse é o recurso de Desligamento
Automático do trator. Mensagem de PARADA

Pare imediatamente as operações, reduza a rotação A—Indicador de PARADA D—Defeito


do motor para marcha lenta, desligue o motor e ligue a B—Mostrador E—Condição
chave para observar o mostrador CommandCenter para C—Controlador
identificar o problema. Corrija o problema antes de dar
partida novamente no motor.
Quando o controlador detecta um defeito ou uma situação Consulte a lista de códigos de serviço neste manual para
"fora de faixa", um código de serviço que contém o obter as possíveis ações que o operador pode tomar.
controlador (C) seguido por um número padronizado da Registre e forneça esta informação ao seu concessionário
indústria é exibido. Os números à esquerda do ponto John Deere, se necessário, para que ele diagnostique
decimal indicam o defeito (D) e os números à direita do o problema.
ponto decimal indicam a condição (E). O mostrador do Se o código NÃO estiver listado na seção de códigos de
Command Center (B) exibirá uma mensagem de texto serviço deste manual, contate seu concessionário John
como Baixa pressão do óleo da transmissão explicando Deere.
o defeito.
Continua na próxima página JO51195,00000CE -54-07SEP05-1/2

15-4 052413

PN=36
Comandos e Instrumentos

A B
A—Indicador de Alerta de Manutenção: A luz acende
e um alarme é acionado cinco vezes para informar ao
operador que foi detectado um problema operacional
ou de desempenho, que precisa ser resolvido o mais

RXA0079330 —UN—28FEB05
rápido possível. As operações contínuas podem fazer
com que um Alerta de Manutenção se transforme em um
indicador de PARADA. Se não forem tomadas medidas
corretivas imediatamente (se não for usado, consertado
ou operado de forma diferente), pode ocorrer uma
redução significativa no desempenho, resultando em
danos na máquina. O mostrador do CommandCenter (C)
exibirá uma mensagem de texto como "Filtro de óleo da Indicadores de Informação e de Alerta de Manutenção
transmissão restringido" explicando o defeito.
B—Indicador de Informação (INFO):A luz acende
continuamente e um alarme é acionado durante dois
segundos, informando ao operador que foi detectada C
uma condição de falha e deve ser reparada o mais rápido

RXA0082311 —UN—18JUL05
possível. As operações do trator podem continuar sem
qualquer dano; no entanto, o desempenho de algumas
funções pode ficar prejudicado. A operação de forma CCU
diferente pode corrigir a condição de falha e apagar
o indicador INFO. O mostrador do CommandCenter 1713.00 OK
(D) exibirá uma mensagem de texto como "Alavanca
da transmissão fora da posição de estacionamento",
explicando o defeito.
Mensagem de Alerta de Manutenção
Quando o Alerta de Manutenção ou o Indicador de
Informação é exibido, sugerimos que o trator seja
colocado em estacionamento ou que se desligue o
D
motor. Ligue o motor novamente para verificar se o
Código de Serviço ativo reaparece antes de contatar seu
concessionário John Deere. Algumas vezes o código

RXA0082312 —UN—18JUL05
pode ser corrigido restabelecendo-se as mensagens de
comunicação quando o trator for ligado novamente.
PTI
Alguns Alertas de Manutenção e indicadores de
Informação podem ser confirmados e exibidos 524238.31
claramente pressionando-se o interruptor de seleção do
CommandCenter. O mostrador retornará ao modo normal.
Isso permitirá que a função do trator continue, entretanto,
o código de serviço pode reaparecer posteriormente se a Mensagem de Informação
condição ainda existir.
A—Indicador de Alerta de C—Mostrador
Manutenção D—Mostrador
B—Indicador de Informação

JO51195,00000CE -54-07SEP05-2/2

15-5 052413

PN=37
Comandos e Instrumentos

Indicadores Digitais—Tacômetro, Velocidade A


de Avanço e Transmissão
C
n/min
A—Tacômetro: Mostra a rotação do motor em múltiplos
B
de 10, de 0—9990 rpm. Se ”- - -” é mostrado, não há

RXA0080914 —UN—27MAY05
sinal de velocidade. MPH
km/h D
NOTA: Em tratores equipados com velocidade de
deslocamento (do radar) a velocidade de avanço
real é de até 22,5 km/h (14 mph) para tratores
30 K ou até 27 km/h (17 mph) para tratores 40 MPH
km/h
K e 50 K. Acima dessas velocidades, o sistema
automaticamente muda para a velocidade da roda.

B—Indicador de Velocidade de Deslocamento:


Mostra a velocidade de deslocamento em milhas A—Tacômetro C—Indicador do Radar
por hora ou quilômetros por hora, dependendo das B—Indicador de Velocidade de D—Informações da
unidades selecionadas pelo operador (Unidades métricas Deslocamento Transmissão
norte-americanas ou do sistema métrico internacional).
Se o indicador de radar (C) estiver ON (LIGADO), a
velocidade de avanço real é exibida; se estiver OFF D—Informações da Transmissão: Mostra se a
(DESLIGADO), a velocidade da roda é exibida. transmissão está na posição Neutra—N, Avanço—F,
Se ”- - -” é mostrado, não há sinal de velocidade. Recuo—R ou Estacionamento—P.
Se "- - -" for exibido, não está sendo recebido nenhum
sinal de marcha.
JO51195,00000CF -54-07SEP05-1/1

Indicadores—Nível de Combustível, Pressão


do Óleo do Motor e Temperatura do Líquido
de Arrefecimento
A—Indicador do Nível de Combustível: Mostra
o nível de combustível no tanque. Cada segmento
acesso representa 4% da capacidade total do tanque n/min

de combustível. Quando o tanque de combustível está


cheio, todos os segmentos ficam acessos. O segmento MPH
do topo apagará quando 4% do combustível tiverem sido km/h

usados. Quando somente o segmento inferior se acende,


o tanque está praticamente vazio.
B—Manômetro do Óleo do Motor: Mostra a pressão MPH
km/h
do óleo do motor, entre 8 e 320 kPa (1 e 46 psi). Todos
os segmentos estarão desligados se a pressão do óleo IMS
1 2
estiver extremamente baixa, 0—7 kPa. (0—1 psi) Todos
os segmentos estão acessos quando a pressão é de 320
kPa (46 psi) ou mais. RXA0084780 —UN—26OCT05

C—Termômetro do Líquido de Arrefecimento: Mostra


a temperatura do líquido de arrefecimento do motor
entre 50 e 120ºC. Todos os segmentos ficam desligados
quando a temperatura do líquido de arrefecimento está
abaixo de 50ºC. Todos os segmentos ficam acessos
quando a temperatura é de 120ºC ou mais. C B A
A—Indicador do Nível de C—Indicador de Temperatura
Combustível do Líquido de
B—Manômetro do Óleo do Arrefecimento
Motor

BB92646,00000C0 -54-26OCT05-1/1

15-6 052413

PN=38
Comandos e Instrumentos

Controle do Acelerador Acionado por Pedal


Pressione o pedal (A) para aumentar a rotação do motor.

A—Pedal do Acelerador

CQ285305 —UN—17MAR10
GB52027,00011E5 -54-10MAR10-1/1

Válvula de Estacionamento—Freios
Pneumáticos do Reboque (Se Equipado)
A—Válvula do Freio de
Estacionamento

CQ285323 —UN—17MAR10
GB52027,00011F5 -54-12MAR10-1/1

Interruptor de Subida/Descida dos Engates


Traseiros—Externo (Se Equipado)
A—Interruptor para
levantar/baixar o engate

CQ291760 —UN—15MAY12
Interruptores de Subida/Descida
JG50163,00002D1 -54-15MAY12-1/1

15-7 052413

PN=39
CommandCenter™
Painel CommandCenter™

A B C O
AUTO

D IMS E

J
N K I H
G

RXA0086331 —UN—06FEB06
M L F
+

A—Mostrador de Tela Dividida F— Interruptor de Profundi- I— Interruptor de Ajuste do M—Interruptor do Relógio


B—Interruptor de Seleção dade/Carga do Engate Limite Inferior do Levante N—Interruptor de % de Deslize
C—Indicador de Comando G—Interruptor de Ajuste da J— Interruptor de Ajuste do O—Interruptor de Função
D—Interruptor Liga/Desliga do Altura do Levante/Taxa de Trator de Mudança Automática
IMS Abaixamento K—Interruptor de Rotação da (Somente AutoQuad Plus)
E—Interruptor de Gra- H—Interruptor de Amorteci- TDP
vação/Aprendizagem do IMS mento/Bloqueio do Levante L— Interruptor de Horas do Motor

O mostrador do CommandCenter é o sistema central Além disso, o CommandCenter permite modificação


de informações para o trator, fornecendo informações ou ajustes específicos do trator tais como controle do
em forma de texto e gráfico. O CommandCenter exibe levante traseiro, da transmissão e da TDP. O controle do
informações sobre desempenho operacional, ajustes, mostrador e a entrada de dados são realizados através de
diagnósticos e alarme relevantes ao sistema do trator. interruptores de membrana e do Indicador de Comando.
OU1092A,0000392 -54-30JAN06-1/1

16-1 052413

PN=40
CommandCenter™

Mostrador de Tela Bipartida


A B

12
% SLIP PTO SPEED

% 1020 rpm

88 CLOCK ENG HOURS

1040 rpm

11:43 340.5

RXA0068124 —UN—22JUN03
D C
AM hr

10.5 gal/hr 112 hr

A—Interruptor de % de B—Interruptor PTO Speed C—Tecla Horas do Motor


Deslizamento (Rotação da TDP) D—Comutador do Relógio

O mostrador é dividido em duas telas para permitir que


informações alternativas sejam divididas. Informações na D—RELÓGIO: Mostra a hora atual em horas e minutos.
tela superior são selecionadas pressionando-se um dos O relógio pode ser configurado em formato 12 horas ou
quatro interruptores de opção (A-D) localizados abaixo 24 horas.
do mostrador. Quando uma opção é selecionada, a Tela Bipartida do CommandCenter - Visualização
informação correspondente permanece na tela superior Selecionável Metade Inferior
até que outra opção seja selecionada.
Uma opção do mostrador inferior pode ser associada a
Tela Dividida do CommandCenter - Mostrador uma opção do mostrador superior para um rápido acesso
Constante da Metade Superior à opção. Criando-se associações de tela, as mesmas
A—% DESLIZAMENTO: telas das metades superior e inferior serão exibidas juntas
sempre que o interruptor de seleção for pressionado.
Exibe o deslizamento atual da roda em forma de Quatro associações de telas podem ser ajustadas, uma
porcentagem da velocidade da roda calculada comparada para cada um dos quatro interruptores de opção.
à velocidade de avanço real. O trator deve ser equipado
com um radar. Se a velocidade de avanço real não estiver Para ajustar associações de tela, levante o mostrador da
disponível, será exibido "---". metade superior desejado pressionando o interruptor de
opção. Gire o Indicador de Comando até que o mostrador
NOTA: Se o mostrador exibir qualquer valor diferente da metade inferior desejado apareça. A configuração é
de zero em deslocamento sobre uma superfície automática.
rígida onde não deveria haver deslizamento
das rodas, pressione e mantenha pressionado A metade inferior do mostrador é selecionada girando-se
o interruptor (A) para zerar. o Indicador de Comando. As opções do mostrador são
específicas à configuração do trator. As informações que
B—VELOCIDADE DA TDP: Mostra rpm da tomada de podem ser exibidas incluem:
força traseira.
C—HORAS DO MOTOR: Mostra as horas de operação
acumuladas do motor.
Continua na próxima página GL04739,0000008 -54-07MAY10-1/25

16-2 052413

PN=41
CommandCenter™

RXA0085000 —UN—17NOV05
Relógio - exibe a hora atual em horas e minutos. O
relógio pode ser definido para exibir as horas no formato
de 12 ou 24 horas pelas regulagens do trator.
11:43 AM

GL04739,0000008 -54-07MAY10-2/25

RXA0085001 —UN—15NOV05
Velocidade de Avanço Real (Opcional, exige radar) - a
velocidade de avanço conforme medida pelo radar.

6.5 mph

GL04739,0000008 -54-07MAY10-3/25

RXA0085002 —UN—15NOV05
Velocidade (de Avanço) da Roda - Velocidade de
avanço medida no eixo.

7.1 mph

GL04739,0000008 -54-07MAY10-4/25

RXA0085003 —UN—15NOV05
% Deslizamento (Exige Radar) - exibe o deslizamento
atual da roda como uma porcentagem da velocidade da
roda em comparação à velocidade de avanço real. Se a
velocidade de avanço real não estiver disponível, será
exibido "---". 12 %

GL04739,0000008 -54-07MAY10-5/25

RXA0085004 —UN—15NOV05
Rotação do Motor - Rotação do motor em RPM.

2130 rpm

GL04739,0000008 -54-07MAY10-6/25

RXA0085005 —UN—16NOV05
Tempo Desde a Manutenção - Horas desde o último
intervalo de manutenção. Zere o intervalo pressionando o
Interruptor de Seleção uma vez para entrar no modo de
edição e uma vez para salvar o valor 0.
112 hr

Continua na próxima página GL04739,0000008 -54-07MAY10-7/25

16-3 052413

PN=42
CommandCenter™

RXA0085006 —UN—16NOV05
Horas do Motor - Horas acumuladas de motor em
funcionamento.

173.2 hr

GL04739,0000008 -54-07MAY10-8/25

RXA0085007 —UN—16NOV05
Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor
- Temperatura do líquido de arrefecimento do motor em
°C ou °F.

210 ˚F

GL04739,0000008 -54-07MAY10-9/25

RXA0085008 —UN—16NOV05
Pressão do Óleo do Motor - Pressão do óleo do motor
em kPa ou psi.

76 psi

GL04739,0000008 -54-07MAY10-10/25

RXA0085009 —UN—16NOV05
Volts do Sistema - Tensão do sistema da bateria.

14.6 v

GL04739,0000008 -54-07MAY10-11/25

RXA0085021 —UN—16NOV05
Temperatura do Óleo da Transmissão - A temperatura
do óleo da transmissão exibida em °C ou °F.

185 ˚F

GL04739,0000008 -54-07MAY10-12/25

RXA0085024 —UN—16NOV05
Velocidade Comandada da IVT (Somente IVT) -
velocidade de deslocamento comandada pela posição da
alavanca de controle de velocidade da IVT.

Continua na próxima página GL04739,0000008 -54-07MAY10-13/25

16-4 052413

PN=43
CommandCenter™

RXA0085010 —UN—16NOV05
Posição do Engate Traseiro (Requer engate traseiro) -
exibe a posição atual do engate traseiro e os limites de
posição. O mostrador aparece automaticamente quando
o interruptor de controle do levante traseiro é acionado. O
mostrador automático permanecerá invisível por um curto
período ou até que o operador selecione outro mostrador.
88
GL04739,0000008 -54-07MAY10-14/25

RXA0085011 —UN—16NOV05
Rotação da TDP Traseira - Exibe a rotação da TDP
traseira (em RPM).

0 rpm

GL04739,0000008 -54-07MAY10-15/25

RXA0085012 —UN—16NOV05
Rotação da TDP Dianteira (Se equipada) - exibe a
rotação da TDP dianteira (em RPM).

0 rpm

GL04739,0000008 -54-07MAY10-16/25

RXA0085013 —UN—16NOV05
Largura do Implemento - Exibe a largura do implemento
conforme ajustada pelo operador. Pressione o Interruptor
de Seleção para entrar no ajuste e gire o Indicador
de Comando até que a largura desejada seja exibida.
Pressione a tecla selecionar uma segunda vez para salvar. 42 ft

GL04739,0000008 -54-07MAY10-17/25

RXA0085014 —UN—16NOV05
Área por Hora - Área coberta por hora. Baseada na
largura do implemento e na distância percorrida com
o tempo. Este valor pode ser zerado limpando-se o
contador de Área Acumulada.
12.5 ac/hr

GL04739,0000008 -54-07MAY10-18/25

RXA0085015 —UN—16NOV05
Combustível Usado por Hora - Litros (Galões)
consumidos por hora.

10.5 gal/hr

Continua na próxima página GL04739,0000008 -54-07MAY10-19/25

16-5 052413

PN=44
CommandCenter™

RXA0085016 —UN—16NOV05
Combustível Usado por Área - Litros consumidos por
hectare ou galões consumidos por acre. A quantidade
de combustível usado é acumulada com o passar do
tempo baseado no último ajuste de área do contador. Se
pode zerar o combustível/a área pelos contadores de
área acumulada e distância. A acumulação de área é
0.92 gal/ac

determinada pela largura do implemento e posição de


engate (da seta). O contador de área é acionado quando
a seta está para baixo.
GL04739,0000008 -54-07MAY10-20/25

RXA0085017 —UN—16NOV05
Contador de Distância- Distância percorrida pelo trator
acumulada, exibida em metros ou pés. A seta deve
estar para baixo para ativar o contador. Zere o valor
pressionando duas vezes o Interruptor de Seleção.
75 ft

GL04739,0000008 -54-07MAY10-21/25

RXA0085018 —UN—16NOV05
Área Total Coberta - Área total coberta pelo trator exibida
em hectares ou acres. O valor é baseado na largura do
implemento e na distância percorrida. O valor pode ser
zerado no medidor de área. Este mostrador permitirá
controle manual do contador. Pressionar o Interruptor
de Seleção iniciará os contadores (seta para baixo) ou
12.5 ac

parará os contadores (seta para cima).


GL04739,0000008 -54-07MAY10-22/25

RXA0085019 —UN—16NOV05
Área Coberta - Área total coberta pelo trator exibida em
hectares ou acres. Baseada na largura do implemento
e na distância percorrida. O contador é ativo somente
quando a seta está para baixo. Ele pode ser zerado
pressionando-se duas vezes o Interruptor de Seleção. 3 ac

GL04739,0000008 -54-07MAY10-23/25

RXA0085020 —UN—16NOV05
Tempo até Esvaziar - O cálculo de tempo até esvaziar
fornece uma estimativa do tempo que falta para o nível
de tanque cheio alcançar o ponto de pouco combustível
(cerca de 3% do combustível mensurável restante).
6.4 hr

Continua na próxima página GL04739,0000008 -54-07MAY10-24/25

16-6 052413

PN=45
CommandCenter™

RXA0085022 —UN—16NOV05
FieldCruise - O mostrador do FieldCruise permite ao
operador ajustar um nível mais alto de RPM do motor.
Pressionar o Interruptor de Seleção entra no modo de
edição e permitirá que o usuário altere as RPM do motor
utilizando o Indicador de Comando. 1980 rpm

GL04739,0000008 -54-07MAY10-25/25

Controle do FieldCruise™

RXA0068149 —UN—22JUN03
B C A

1980 rpm

A—Botão Giratório B—Tela do FieldCruise C—Tecla Selecionar

IMPORTANTE: O motor deve estar funcionando O FieldCruise utiliza uma curva de controle de
para o FieldCruise operar. velocidade constante, fornecendo resposta imediata
para cargas variáveis. O uso do FieldCruise removerá a
Gire o Indicador de Comando (A) para trazer a Tela do disponibilidade de potência extra e, dessa forma, não é
FieldCruise (B) para a metade inferior do mostrador. recomendado para aplicações de cultivo pesado.
Pressione o Interruptor de Seleção (C), gire o Indicador PowrQuad Plus: Use o controle FieldCruise para
de Comando para aumentar ou diminuir as definições executar operações leves e/ou que exijam velocidade
das rotações do motor conforme necessário e pressione de avanço controlada (pulverização, aplicação de
o Interruptor de Seleção novamente. A rotação do motor fertilizante, transporte leve etc.).
pode ser ajustada de 1100—2150 rpm ou desligada.
Quando o FieldCruise estiver na posição OFF (desligado), Limitar a rotação do motor em situações de carga
a rotação total do motor estará disponível. As alterações leve proporciona uma considerável economia de
feitas nos ajustes da rotação têm efeito imediato. combustível.
FieldCruise é uma marca registrada da Deere & Company
GB52027,00012A7 -54-07MAY10-1/1

16-7 052413

PN=46
CommandCenter™

CommandCenter—Ajustes
O Interruptor de Ajustes do Trator permitirá ao operador
modificar vários ajustes do trator listados abaixo. Nem D C B
todas as opções de ajustes de menu estão disponíveis
em todos os tratores. Se uma opção não estiver instalada
no trator, nenhuma configuração estará disponível nos AUTO

ajustes do trator. IMS

Pressione o Interruptor de Ajustes do Trator (A) para


visualizar os itens de menu no Mostrador (D). Gire o

RXA0084625 —UN—13OCT05
Indicador de Comando (B) para navegar pelos itens do
menu. Pressione o Interruptor de Seleção (C) quando o +

item desejado estiver realçado. Para retornar a uma tela


anterior, gire o Indicador de Comando (B) para destacar
BACK (voltar), e pressione o Interruptor de Seleção (C).
Itens do Menu no Mostrador (D) A

English — Tradução (se aplicável)


Implement Sel — Seletor do Implemento
FPTO Engage (If Equipped) — Engate da TDP Dianteira A—Interruptor de Ajuste do C—Interruptor de Seleção
RPTO Engage — Engate da TDP Traseira Trator D—Visor
Transmission — Transmissão B—Indicador de Comando
Single Lever Control (If Equipped) — Controle de
Alavanca Única (Se Equipado)
Hitch Slip Response (If Radar Equipped) — Resposta Diagnostics — Diagnósticos
de Patinagem do Engate (Se Equipado Com Radar) Service Interval — Intervalo de Manutenção
Speed Cal — Cal. de Velocidade Back — Para Trás
SCV V Flow Rate (If Equipped) — Taxa de Vazão da
VCR V (Se Equipado) Resposta da Patinagem do Engate - para obter
SCV VI Flow Rate (If Equipped) — Taxa de Vazão da informações detalhadas sobre os ajustes da Patinagem
VCR VI (Se Equipado) do Engate, veja Resposta da Patinagem do Engate na
Power Management (If Equipped) — Gerenciamento de Seção Engate.
Energia (Se Equipado) Transmissão - para obter informações detalhadas sobre
Day Backlight — Luz Traseira Para o Dia as configurações de transmissão, veja a seção adequada
Night Backlight — Luz Traseira Para a Noite sobre transmissão neste manual. Ajuste da Taxa de
Display Contrast — Contraste do Mostrador Velocidade de Avanço/Retrocesso na seção Transmissão
Units — Unidades PowrQuad Plus.
Language — Idiomas
Clock Set — Ajuste do Relógio
LT04177,000011D -54-19APR07-1/1

16-8 052413

PN=47
CommandCenter™

Ajuste de Contraste para Luz de Fundo para


D C B
Dia, Luz de Fundo para Noite e Mostrador
Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador (B) AUTO

para navegar pelos itens do menu. Pressione o Interruptor IMS


de Seleção (C) quando o item desejado estiver realçado.
Itens do Menu no Mostrador (D)

RXA0084625 —UN—13OCT05
English — Tradução (se aplicável)
Day Backlight — Luz Traseira para Dia +

Night Backlight — Luz Traseira para Noite


Contrast Adjust — Ajuste do Contraste

Usando o Indicador, levante ou abaixe a regulagem A


para obter a aparência da tela desejada e pressione o
Interruptor de Seleção.

RXA0085045 —UN—06FEB06
Regulagem Grupo
Luz Traseira para Dia
Luz Traseira para Noite
0 (Redução)—10 (Brilho)
0 (Redução)—10 (Brilho)
E 4
Ajuste do Contraste 0 (Mín.)—10 (Máx.)

Luz de Fundo para Dia (E): usada para ajustar o brilho


do CommandCenter e mostrador da coluna do canto
quando o interruptor de luz estiver desligado. Ajuste da Luz de Fundo para Dia/Noite

RXA0085046 —UN—06FEB06
Luz de Fundo para Noite (E): usada para ajustar o brilho
do CommandCenter, mostrador da coluna do canto e
interruptores quando o interruptor de luz estiver ligado.
Ajuste de Contraste (F): usado para ajustar o contraste
F
8
do CommandCenter e do mostrador da coluna do canto.

A—Interruptor de Regulagem D—Mostrador


B—Indicador E—Luz de Fundo para Ajuste do Contraste
C—Interruptor de Seleção Dia/Noite
F— Ajuste do Contraste

OU1092A,0000415 -54-04OCT06-1/1

16-9 052413

PN=48
CommandCenter™

Regulagem da Aceleração de Acionamento da TDP Traseira


D B
C

AUTO

IMS

RXA0084550 —UN—13OCT05
+

A—Interruptor de Regulagem B—Indicador D—Mostrador


C—Interruptor de Seleção

NOTA: Acionamento da TDP Traseira aparecerá da TDP baseando-se no retorno do sensor de rotação
em todos os tratores. Acionamento da TDP da TDP. Se a TDP não girar rápido o suficiente durante
Dianteira aparecerá somente se o trator for o acionamento inicial da embreagem da TDP, a taxa de
equipado com TDP opcional dianteira. acionamento será aumentada automaticamente para
evitar que a embreagem da TDP deslize e que a TDP
Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar desligue.
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador
(B) para destacar o Acionamento da TDP Traseira e IMPORTANTE: se o operador tiver problemas com
pressione o Interruptor de Seleção (C). o acionamento da embreagem da TDP na
regulagem Autom. e for exibido o Código CCU
Itens do Menu no Mostrador (D) 001883.01 (Subvelocidade da TDP Traseira ) ou
PTF 001882.01 (Subvelocidade TDP Dianteira),
English — Tradução (se aplicável) mude a regulagem da TDP no CommandCenter
Auto — Automático de Autom. para Vel. Alta para evitar danos
Low Rate — Taxa Baixa ao trem de acionamento.
High Rate — Taxa Alta
A Vel. baixa pode ser usada onde for necessária a partida
Usando o Indicador, selecione aceleração do acionamento gradual da TDP ou se a ligação for muito agressiva ou
Automático, de Baixa Velocidade ou de Alta Velocidade e inconsistente.
pressione o Interruptor de Seleção.
A Taxa Alta pode ser usada para aplicações em que
A configuração Auto é usada para a maioria dos o acionamento da embreagem da TDP precise ser
implementos e é o ajuste de fábrica do CommandCenter. excepcionalmente agressivo.
Essa regulagem fornece a lógica do software para
determinar a velocidade de acionamento da embreagem
OU1092A,0000416 -54-04OCT06-1/1

16-10 052413

PN=49
CommandCenter™

Regulagem da Seleção do Implemento


D C B
Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador (B)
para destacar o Seletor do Implemento e pressione o AUTO

Interruptor de Seleção (C). IMS

Itens do Menu no Mostrador (D)


Código de Seleção do Implemento

RXA0084625 —UN—13OCT05
English — Tradução (se aplicável)
Manual — Manual +

Auto Seek (Default) — Busca Automática (Padrão)


Impl Switch — Interruptor do Implemento
RPTO — TDP Traseira
FPTO — TDP D A
HCU — HCU

Usando o Indicador de Comando, percorra as seleções


disponíveis até que o ajuste desejado (código) esteja F
realçado e pressione o Interruptor de Seleção.
Função de Seleção do

RXA0084481 —UN—26OCT05
Implemento Dispositivo ou Sistema
Manual
Busca Automática (Padrão)

Interruptor do Implemento
Interruptor de Seleção
Primeiro Sistema ou Dispositivo
de Relatório
Interruptor do Implemento
E 12.5 ac
TDP Traseira Tomada de Potência Traseira
TDP D Tomada de Potência Dianteira
HCU Unidade de Controle do Levante
Mostrador de Seleção do Implemento
A—Interruptor de Regulagem D—Mostrador
IMPLEMENT SEL: esta função identifica a fonte de B—Indicador E—Seta de Posição
entrada que irá determinar quando o CommandCenter C—Interruptor de Seleção F— Mostrador da Área Total
está medindo as informações relativas a desempenho, Coberta
tais como Área po Hora, Combustível por Área, Contador
de distância Área Coberta. A fonte pode ser qualquer
implemento, o interruptor do implemento, o interruptor manual funcione. Assim que o implemento for abaixado,
do levante traseiro, o interruptor da TDP Dianteira ou pressione o Interruptor de Seleção (C) para apontar a
Traseira, pode ser definido para modo manual. A seta de seta de posição para baixo e iniciar a acumulação de
posição (E) indica se o implemento está levantado (seta medições. Depois, quando o implemento for levantado,
para cima) ou abaixado (seta para baixo). As medições pressione o Interruptor de Seleção (C) novamente para
estão sendo registradas somente quando a seta de inverter a posição da seta e parar a medição.
posição estiver para baixo e param de registrar quando a
seta estiver para cima. Quando a Busca Automática é selecionada, o primeiro
sinal "acionado" detectado pelo controlador faz com que
Quando a HCU, VCR, TDP traseira, TDP Dianteira for a seta do implemento aponte para baixo e comece a
selecionada, o registro de medições ocorrerá quando acumular as medições (distância e área). A função do
o sistema escolhido estiver acionado. A medição será primeiro dispositivo detectado será destacada na tela e
desligada quando o sistema escolhido for desativado. votará para Busca Automática quando o dispositivo for
desativado. "AS" é exibido no final da função para indicar
No modo Manual, a seta de posição do implemento e a que a função destacada é acionada por meio da função
medição correspondente são controladas pelo interruptor de busca automática.
de Seleção. O Mostrador de Área Total Coberta (F) deve
ser selecionado no CommandCenter para que o modo
Continua na próxima página LT04177,000011E -54-03SEP08-1/2

16-11 052413

PN=50
CommandCenter™

O interruptor do implemento montado no implemento (A)


precisa ser introduzido no controlador na primeira vez em
que for utilizado, de modo que seu sinal de retorno seja
reconhecido.
No primeiro uso, destaque os ajustes do Interruptor
do Implemento, abaixe o implemento e pressione o
Interruptor de Seleção para apontar a seta de posição
para baixo e começar a acumular medições; em seguida,

RXA0084482 —UN—10OCT05
quando o implemento for levantado, a seta de posição
inverterá e a medição parará automaticamente. Assim
que o Interruptor do Implemento for introduzido no sistema
(Interruptor do Implemento destacado, implemento
abaixado, Interruptor de Seleção pressionado), funcionará
automaticamente da mesma forma que outros sistemas.

A—Interruptor do Implemento

LT04177,000011E -54-03SEP08-2/2

Seleção de Unidades e Idioma


D B
C

AUTO

IMS

RXA0084550 —UN—13OCT05
+

A—Interruptor de Regulagem B—Indicador D—Mostrador


C—Interruptor de Seleção

Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar Hungarian — Húngaro


os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador (B) Danish — Dinamarquês
para destacar o item de menu desejado e pressione o Polish — Polonês
Interruptor de Seleção (C).
Unidades: exibe as medições no CommandCenter ou no
Itens do Menu no Mostrador (D) mostrador de coluna ou em unidades U.S. ou Métricas.
English — Tradução (se aplicável) Os idiomas listados são uma listagem de idiomas padrão.
English — Inglês Seu trator pode ter um idioma levemente diferente
German — Alemão dependendo da área regional. Nem todos os idiomas
Spanish — Espanhol podem ser fornecidos. Se forem necessários outros
French — Francês idiomas, entre em contato com seu distribuidor John
Italian — Italiano Deere para obter informações sobre a disponibilidade
Portuguese — Português de idiomas e detalhes para a atualização do software
Dutch — Holandês CommandCenter.
Swedish — Sueco
OU1092A,0000396 -54-04OCT06-1/1

16-12 052413

PN=51
CommandCenter™

Diagnósticos
D B
C

AUTO

IMS

RXA0084550 —UN—13OCT05
+

A—Interruptor de Regulagem B—Indicador D—Mostrador


C—Interruptor de Seleção

Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar técnicos de manutenção para isolar, identificar
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador (B) e resolver problemas ou defeitos. Não apague
para navegar pelos itens do menu. Pressione o Interruptor os códigos de diagnóstico da memória; isso só
de Seleção (C) quando o item desejado estiver realçado. deve ser feito por um técnico de manutenção
qualificado e treinado pela John Deere.
Itens do Menu no Mostrador (D)
English — Tradução (se aplicável) Códigos Armazenados: se qualquer código for
Diagnostics — Diagnósticos armazenado, ”Retrieving...” (recuperando) aparecerá,
Stored Codes — Códigos Armazenados seguido pelo último código exibido. Use o Indicador
CAN Statistics — Estatísticas do CAN de Comando para percorrer através dos códigos
armazenados. Se nenhum código estiver armazenado,
IMPORTANTE: os Controladores e as estatísticas nenhum código será exibido. Uma lista de códigos de
do CAN não são normalmente utilizados diagnóstico de falhas e possíveis soluções é fornecida na
pelo operador. Os códigos de diagnóstico parte de trás do manual do operador.
e as estatísticas do CAN são usados pelos
OU1092A,0000397 -54-04OCT06-1/1

16-13 052413

PN=52
CommandCenter™

Regulagem do Relógio
D C B
Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador
(B) para navegar pelos itens do menu. Pressione o AUTO

Interruptor de Seleção (C) quando o item desejado IMS


estiver realçado. Para retornar a uma tela anterior, gire o
Indicador (B) para destacar BACK (voltar) e pressione o
Interruptor de Seleção (C).

RXA0084625 —UN—13OCT05
Itens do Menu no Mostrador (D)
+

English — Tradução (se aplicável)


Set Time — Ajuste a Hora
Change Format — Altere o Formato
Back — Traseiro A

Usando o Indicador, mude a regulagem e pressione o

RXA0085047 —UN—16NOV05
interruptor de Seleção.
Use "Change Format" (alterar formato) para alternar o
mostrador do relógio entre os formatos de 12 e 24 horas.
E
11:51 PM
No formato de 24 horas, AM e PM não serão exibidos.
Selecione "Set Time" (Ajustar a hora) e use o Indicador
de Comando para redefinir o mostrador de horas (E) para
a hora atual. Pressione o Interruptor de Seleção para
Mostrador de Regulagem do Relógio
inserir o ajuste na memória.

A—Interruptor de Regulagem D—Mostrador


B—Indicador E—Mostrador de Horas
C—Interruptor de Seleção

OU1092A,0000417 -54-04OCT06-1/1

16-14 052413

PN=53
CommandCenter™

Regulagem do Intervalo do Alarme de


D C B
Manutenção
Pressione o Interruptor de Regulagem (A) para visualizar
os itens do menu no Mostrador (D). Gire o Indicador (B) AUTO

para navegar pelos itens do menu. Pressione o Interruptor IMS


de Seleção (C) quando o Intervalo de Manutenção estiver
realçado.

RXA0084625 —UN—13OCT05
Usando o Indicador, altere a regulagem do alarme de
manutenção (E) e pressione o Interruptor de Seleção (C). +

O intervalo de alarme é ajustável entre 0 e 1.000 horas


em incrementos de 10 horas. Quando as horas de
operação alcançarem o ajuste, o alarme de manutenção
soará com uma mensagem correspondente aparecendo A
no mostrador do CommandCenter.

RXA0085048 —UN—16NOV05
Após efetuada a manutenção, o Mostrador do Alarme de
Manutenção (E) deve ser redefinido para zero.
E
Redefina o intervalo pressionando o interruptor de
seleção uma vez para entrar no modo de edição e uma 250 hr
vez para salvar o valor 0.

A—Interruptor de Regulagem D—Mostrador


B—Indicador E—Mostrador do Alarme de
C—Interruptor de Seleção Manutenção Mostrador de Ajuste do Alarme de Manutenção

OU1092A,00004DF -54-04OCT06-1/1

16-15 052413

PN=54
Luzes
Identificação de Farolete/Farol e Indicadores CommandCenter

CQ285307 —UN—05APR10
Campo 2 Posição mostrada com TODAS as Luzes ACESSAS
A—Luzes de Trabalho, Dianteiras C— Luzes de Trabalho, Teto E—Luzes de Trabalho, Coluna G—Indicador, ON/OFF
Externas Traseiro da Cabine Dianteira da Cabine (ligado/desligado)
B—Luzes de Estrada, Farol D—Luzes de Trabalho, Para-lama F— Indicador, Posição do
Alto/Baixo Traseiro Interruptor
GB52027,00011E7 -54-11MAR10-1/1

20-1 052413

PN=55
Luzes

Programação dos Faroletes

D C

RXA0083536 —UN—31AUG05
B
A

Luzes de Estrada com Carregador Instaladas


A—Botão de Luz C—Comando Giratório
B—Mostrador do CommandCen- D—Interruptor de Seleção
ter

A operação de toda a iluminação (luzes de direção,


NOTA: As posições de Estrada e Estacionamento
luzes de trabalho e holofotes) é programável usando-se
(P) não são programáveis.
o interruptor de luz, o interruptor do farolete e o
CommandCenter. Consulte INDICADORES DE
Para programar os faroletes, gire o interruptor de luz
COMMANDCENTER E IDENTIFICAÇÃO DE FARÓIS
para a posição Campo, pressione o interruptor do
E FAROLETES para obter mais informações sobre os
holofote para a posição 1 ou 2 e observe o mostrador
indicadores do mostrador e as luzes.
do CommandCenter. Todos os faróis são selecionáveis
O mostrador da luz é exibido por 10 segundos sempre durante a programação das posições Campo 1 ou 2.
que as posições do interruptor de luz e do interruptor do
Gire o Indicador de Comando (C) para realçar a luz
farolete se alteram para uma configuração programável.
desejada e pressione o interruptor de seleção (D) para
Se não for feita nenhuma alteração na programação,
acender a luz (indicador branco) ou desligá-la (indicador
o mostrador volta para a última tela mostrada. Os
preto). As alterações feitas nos ajustes de ON/OFF
indicadores de luz mudam de preto para branco quando
(LIGAR/DESLIGAR) têm efeito imediato.
programados para ON (LIGADOS).
Normalmente, uma posição de luz de campo está
Posição OFF (DESLIGADO): programada para operar somente determinadas luzes,
Na posição OFF (DESLIGADO), todas as iluminações como os faroletes traseiros, enquanto a outra posição é
estão programados para OFF (DESLIGADO) (todos os usada para operar todas as iluminações.
indicadores pretos).
Posições de Campo, Estrada e Estacionamento (P):
Coloque o botão da luz (A) na posição desejada e observe
o mostrador CommandCenter (B); as luzes pretas são
OFF, as brancas, ON.
JO51195,00000CB -54-07SEP05-1/1

20-2 052413

PN=56
Luzes

Uso de Luzes e Dispositivos de Segurança

CUIDADO: Evite lesões ou morte causadas por


colisão acidental com outro veículo.

Quando estiver operando um trator em vias públicas ou


auto-estradas, de dia ou à noite:
• Ligue as luzes de alerta, a não ser onde seja proibido
por lei
• Ligue os faróis
• Reduza os faróis quando houver veículos se
aproximando

TS951 —UN—12APR90
• Verifique com freqüência se há tráfego se aproximando
na traseira
• sempre use as sinaleiras direcionais quando fizer curvas
• NÃO use os faroletes traseiros, o que pode prejudicar a
visão de outros condutores ou confundi-los
• Certifique-se de que um emblema de Veículo em
Movimento Lento (SMV) esteja instalado e visível
• Certifique-se de que todas as luzes e dispositivos de Deere tem à sua disposição um kit para implemento
marcação estejam funcionando e limpos
• Obedeça todas as regras de tráfego de luzes.
• Substitua imediatamente ou repare dispositivos de luz
danificados ou perdidos. O seu concessionário John
OURX986,00002CA -54-25FEB05-1/1

20-3 052413

PN=57
Luzes

Operação das Luzes

CQ285308 —UN—05APR10
A—Posição DESLIGADA F— Lanterna Traseira Vermelha I— Luzes de Trabalho, Coluna K—Luzes de Trabalho, Teto
B—Posição Estrada G—Luzes de alerta âmbar Dianteira da Cabine Traseiro da Cabine
C—Posição Campo 1 H—Luzes de Trabalho, Dianteiras J— Luzes de Trabalho, Para-lama
D—Posição Campo 2 Externas Traseiro
E—Luzes de Estrada, Farol
Alto/Baixo

CUIDADO: Evitar ferimentos causados pela Posição Road (Estrada) (B):


colisão acidental com outro veículo. Sempre
obedeça as leis de tráfego ao dirigir um trator Liga as luzes de direção de farol alto/baixo (E), sinaleiras
em uma estrada. Use os faróis de luz baixa na traseiras (F) e luzes de perigo âmbar intermitentes (G).
aproximação de veículos. Evite usar as luzes de NOTA: Consulte PROGRAMAÇÃO DE FAROLETES
trabalho, que podem confundir outros motoristas. para obter informações sobre configuração.
O interruptor de luz padrão tem quatro posições (A a D) e Posições de Campo 1 e 2 (C e D):
opera independente da posição da chave.
Acenda o farol (G e H a K) programado para cada posição
Posição OFF (desligado) (A): do Talhão.
Desliga todas as luzes.

Continua na próxima página GB52027,00011E8 -54-11MAR10-1/2

20-4 052413

PN=58
Luzes

Função Automática de Proteção da Bateria • Após 30 minutos as luzes se acenderão e se apagarão


5 vezes
Para evitar descarga da bateria se os faróis ou as luzes • Após a 5ª vez, as luzes acenderão novamente e
de trabalho forem deixadas acesas acidentalmente após permanecerão assim por cerca de 60 segundos.
o desligamento do motor e a remoção da chave de • Após 60 segundos, as luzes se desligarão e
partida, o sistema elétrico iniciará automaticamente a permanecerão desligadas para evitar a descarga
sequência a seguir: completa da bateria.
GB52027,00011E8 -54-11MAR10-2/2

Operação da Sinaleira Direcional e Faróis


Alto/Baixo
Sinaleiras Direcionais:
Empurre a alavanca (A) para cima para uma curva à

CQ285310 —UN—17MAR10
direita ou puxe para baixo para uma curva à esquerda.
Volte a alavanca imediatamente para a posição central.
A sinaleira direcional continuará a piscar por 50 m (164
ft) adicionais do percurso do trator, em seguida, desligará
automaticamente.
Farol Alto/Baixo:

CUIDADO: Evitar ferimentos causados pela


colisão acidental com outro veículo. Respeite A—Alavanca da Seta de
sempre os regulamentos de trânsito ao conduzir Direção
o trator em estrada. Use farol baixo ao se
aproximar de outros veículos.
Puxe a alavanca em sua direção e libere-a para acender
Empurre a alavanca (A) para a frente para ativar o farol a luz alta de sinal de passagem.
alto; o indicador do farol alto se acenderá. Puxe a
alavanca para a posição central para operar o farol baixo. Use farol baixo ao se aproximar de outros veículos.
GB52027,00011EA -54-11MAR10-1/1

Operação do Pisca-alerta
Pressione a parte superior do interruptor (A) para ativar as
luzes de perigo âmbar piscantes da traseira e da dianteira.

A—Interruptor do Pisca-alerta

CQ285309 —UN—17MAR10

GB52027,00011E9 -54-11MAR10-1/1

20-5 052413

PN=59
Luzes

Operação do Farol Rotativo (Se Equipado)


Empurre o interruptor (A) para acionar o conjunto da luz
giratória (B).
Quando a luz giratória não for utilizada:

CQ285324 —UN—17MAR10
• Afrouxe a porca (C) e retire o conjunto da luz (B)
• Instale uma tampa protetora de borracha no conector
• Afrouxe a porca do suporte (D), inverta o apoio da
sinalização giratória e aperte a porca

A—Interruptor C—Porca
B—Conjunto da Luz D—Porca do Suporte

CQ285311 —UN—05APR10
GB52027,00011F6 -54-12MAR10-1/1

Uso do Soquete de 7 Pinos


O soquete (A) é utilizado para conectar luzes, lanternas
direcionais e equipamentos elétricos remotos em
plantadeiras ou implementos. Utilize sempre luzes
auxiliares em implementos rebocados se as luzes traseiras
ou outras luzes do trator não estiverem visíveis por trás.

CQ285326 —UN—17MAR10
NOTA: O plugue associado está disponível no
concessionário John Deere.
Borne Função
1 Lanterna Traseira Esquerda
2 Acessório
3 Terra
4 Lanterna Traseira Direita
5 Lanterna Direcional Esquerda
6 Luz de Freio
7 Sinal de Mudança de Direção
para a Direita
RW21249A —UN—29APR99

A—Soquete de 7 Pinos

GB52027,00011F7 -54-12MAR10-1/1

20-6 052413

PN=60
Posto do Operador
Ajuste do Assento ComfortCommand (Se
Equipado)
Ajuste do Apoio Lombar: gire a alavanca (A) para
qualquer uma das cinco posições.
Ajuste de Peso e Altura: gire a chave para a posição
ON (LIGADO). Pressione a parte inferior do interruptor (D)
para cima/para baixo para elevar o assento para ajustar
ao seu peso e à sua altura.
Ângulo do Apoio das Costas: puxe para cima a
alavanca (G) e incline-se para trás para reclinar o assento
até o ângulo desejado.
Suporte Giratório do Assento: erga a alavanca (H) até

CQ285330 —UN—05APR10
a posição de retenção para permitir que o assento seja
girado. Empurre o manípulo para baixo para bloquear o
assento na posição.
Avanço/Recuo do Assento: puxe para cima a alavanca
(I) para permitir que o assento seja deslizado para frente
ou para trás.
Bloqueio do Movimento de Avanço/Recuo: empurre Assento
para baixo a alavanca (L) para permitir que o assento se
mova para frente ou para trás. Puxe-a para cima para A—Apoio Lombar H—Suporte Giratório do
evitar avanço-recuo. C—Apoio de Braço Assento
D—Ajuste da Altura do Assento I— Ajuste de Avanço-Recuo
Absorção: a alavanca (J) regula o impacto por F— Ajuste do Descansa-Braço J— Suspensão para Amortecer
suspensão. Movendo a alavanca para a posição inferior G—Ângulo do Apoio das Impactos
final proporciona a condução mais firme, a posição Costas K—Trava do Movimento Lateral
superior final proporciona a condução mais suave. L— Bloqueio de Recuo-Avanço

Trava do Movimento Lateral: empurre para baixo a


alavanca (K) para permitir que o assento seja movido
para os lados. Puxe o manípulo para cima para bloquear
o assento na posição.
GB52027,00011FA -54-12MAR10-1/1

Sistema de Detecção de Presença do Operador


O indicador de ALERTA DE SERVIÇO piscará durante detente de vazão. Depois de 5 segundos, o indicador de
5 segundos, uma mensagem relacionada será exibida INFORMAÇÕES ficará constantemente acesso.
no mostrador CommandCenter e uma buzina de alerta
sonoro soará se o operador sair do assento com a NOTA: A TDP e/ou a VCR não desengatam quando
TDP acionada ou se a VCR for deixada na posição o operador estiver fora do assento.
BB92646,00000B6 -54-25OCT05-1/1

25-1 052413

PN=61
Posto do Operador

Operação do Ar Condicionado,
Descongelamento e Aquecimento da
Cabine (Equipamento Padrão)
Empurre o botão do ar condicionado (A) para a posição
ON (LIGADO) para resfriar ou descongelar a cabine.

CQ285312 —UN—17MAR10
Deixe o interruptor na posição OFF (DESLIGADO) para
aquecer.
Coloque o manípulo de controle da temperatura (B) na
zona vermelha para aquecer e na zona azul para resfriar.

A—Interruptor do Ar B—Manípulo de Controle da


Condicionado Temperatura

GB52027,00011ED -54-11MAR10-1/4

NOTA: A posição de purga é usada para o resfriamento


rápido da cabine.

Gire o manípulo de controle de velocidade da ventilação


(A) para a posição desejada (B—F).

CQ285313 —UN—17MAR10
A—Botão de Controle do D—Velocidade Média
Ventilador E—Alta Rotação
B—Desligado F— Escape
C—Baixa Rotação

GB52027,00011ED -54-11MAR10-2/4

Gire o manípulo de direção de fluxo de ar (A) para a saída


desejada (B—E).

A—Direção do Fluxo de Ar D—Ventilação frontal


B—Limpador de Para-brisa E—Todos
C—Piso

CQ285316 —UN—17MAR10

Continua na próxima página GB52027,00011ED -54-11MAR10-3/4

25-2 052413

PN=62
Posto do Operador

As frestas (A e B) nos consoles laterais e frontais são


usados para direcionar o fluxo de ar para as janelas
no descongelamento ou para o operador no caso de
aquecimento ou resfriamento.

A—Saídas de ar Console B—Frestas do Console Lateral

CQ285315 —UN—17MAR10
Dianteiro

CQ285314 —UN—17MAR10
GB52027,00011ED -54-11MAR10-4/4

Operação do Limpador de Para-brisa


O interruptor do limpador de para-brisa (A) possui quatro
posições:
• Desligado
• Limpador Intermitente

CQ285317 —UN—17MAR10
• Baixa Velocidade
• Alta Rotação
A—Interruptor do Limpador de
Para-Brisa

GB52027,00011EE -54-11MAR10-1/1

25-3 052413

PN=63
Posto do Operador

Operação do Lavador de Para-brisa (Se


Equipado)
Empurre o interruptor (A) para dentro para acionar o
lavador de para-brisa opcional.

CQ285317 —UN—17MAR10
Abasteça o reservatório (B) com líquido não-congelante
de lavagem de para-brisa. O reservatório está localizado
dentro do compartimento da bateria (C).
NOTA: Os bicos do lavador de para-brisa podem ser
ajustados inserindo um alfinete no furo.

A—Comutador do Limpador de C—Compartimento da Bateria


Para-Brisa / Lavador
B—Reservatório do Fluido do
Lavador

CQ285327 —UN—17MAR10
CQ285328 —UN—17MAR10
GB52027,00011F8 -54-12MAR10-1/1

Operação do Limpador e do Lavador de


Para-Brisa da Janela Traseira (Se Equipado)
O interruptor (A) possui três posições:
Posição Superior LAVADOR—Segure o interruptor para
CQ285318 —UN—17MAR10

ativar o lavador
Posição Central LIGADO—Limpador do vidro traseiro
é ativado
Posição inferior DESLIGADO

A—Interruptor Limpa/Lava
Para-brisa traseiros

GB52027,00011F0 -54-11MAR10-1/1

25-4 052413

PN=64
Posto do Operador

Ajustamento do Volante e da Coluna


Telescópio: Gire o botão (A) no sentido anti-horário para
estender ou retrair o volante. Gire o botão no sentido
horário para travar.
Inclinação: Puxe para cima a alavanca (B) e mova a
coluna de direção para a posição desejada. Libere a
alavanca para travar.
Memória: Empurre para baixo o pedal de pé (C) para
permitir que a coluna de direção se mova para cima, fora
do caminho do operador para facilitar a entrada ou a saída.
Empurre para baixo o pedal de pé e puxe para baixo
o volante para retornar a coluna de direção ao ajuste
anterior.

A—Botão C—Pedal do Acelerador


B—Alavanca

CQ285329 —UN—17MAR10
GB52027,00011F9 -54-12MAR10-1/1

Operar Buzina
Empurre a haste de sinalização (A) para dentro para
ativar a buzina.

A—Haste de Sinalização e

CQ285310 —UN—17MAR10
Buzina

GB52027,00011EC -54-11MAR10-1/1

25-5 052413

PN=65
Posto do Operador

Instalação da Antena e do Rádio Móvel

CUIDADO: Sob nenhuma circunstância a antena


do rádio móvel deverá ser montada na traseira da
cabine, ou o cabo da antena ser encaminhado
próximo à fiação para controladores de sistema
elétrico ou controles do operador. A negligência
no cumprimento destas precauções poderá expor

CQ285460 —UN—05APR10
o operador a níveis de energia de radiofrequência
maiores que os recomendados pela ANSI
(American National Standards Institute) e/ou
poderá provocar desempenho indesejável dos
sistemas eletronicamente controlados.

IMPORTANTE: Evite possíveis interferências


dos eletrônicos do trator mantendo os
cabos do rádio, de energia e da antena
próximos ao teto da cabine.

CUIDADO: Evite possíveis lesões físicas.

CQ285461 —UN—08APR10
Desconecte o cabo-terra da bateria antes de
qualquer reparação elétrica.

Instale o rádio conforme ilustrado.


Outra opção de montagem é usar os dois parafusos
prisioneiros na coluna traseira direita da cabine.
Retire a borda chanfrada do rádio de entretenimento
existente para ter acesso aos condutores de energia (E) e
ao cabo da antena (B). A—Conector da Sinalização E—Condutores de Energia do
Giratória Rádio Móvel (não equipado)
Os condutores de energia são instalados previamente B—Antena do Rádio Móvel F— Luz do Console
para serem alimentados pela chave de partida. Se a (não equipado) G—Reforço do Teto
C—Conector AM/FM H—Suporte do Rádio Móvel
operação do rádio exigir sempre a energia da bateria, D—Antena AM/FM (não equipado)
a fonte de energia pode ser alterada facilmente. Retire
o revestimento do console lateral e localize o bloco de
junção elétrica próximo aos relés. Encontre o fio vermelho adaptadores estão disponíveis através dos fornecedores
No. 262 e instale um fio ao rádio, a partir da coluna do de equipamento de rádio.
bloco de junção.
NOTA: A antena deverá ser ajustada para a relação
NOTA: O fio preto dos condutores de energia é de onda de duração variável (VSWR - Variable
o terra do rádio móvel. Standing Wave Ratio) apropriada. Recomenda-se
um instalador profissional.
Conecte o cabo da antena ao rádio. Retire a proteção
de chuva do teto externo e fixe a antena aérea plana Instale a borda chanfrada do rádio depois que o cabo e
na base. A base da antena é de 1-1/8 in. - rosca 24. os fios do rádio estiverem direcionados.
O conector do cabo para o rádio é do tipo PL259. Os
GB52027,0001263 -54-05APR10-1/1

25-6 052413

PN=66
Posto do Operador

Uso das Tomadas Elétricas


IMPORTANTE: A saída diagnóstica (A) deve ser
usada apenas pelo seu concessionário John
Deere. Outras utilizações podem danificar os
componentes eletrônicos do trator.

CQ285331 —UN—17MAR10
A saída de 12 V (B) é utilizada ao conectar equipamentos
auxiliares.
A cavilha (C) fornece (chave) corrente comutada, a
cavilha (D) corrente da bateria (circuito ligado) e a cavilha
(E) ligação à terra. Use as instruções de instalação do
equipamento auxiliar ou consulte seu revendedor John
Deere.
NOTA: Cada tomada é protegida por um fusível
de 30 ampères.

A—Tomada de Diagnóstico D—Circuito da bateria

CQ285332 —UN—17MAR10
B—Tomada para Acessórios E—Terra
C—Circuito de Energia com
Interruptor

GB52027,00011FB -54-12MAR10-1/1

Uso da Faixa de Energia Auxiliar


IMPORTANTE: A barra de tomadas não é um
supressor de surtos. O equipamento elétrico
com memória de programa exige proteção
contra danos de oscilações e picos de corrente.

CQ285333 —UN—17MAR10
A barra de alimentação (A) fornece seis tomadas com
alimentação de 12 V e terras. Esta alimentação é
alternada com 30 ampères e não-alternada com 30
ampères. Os conectores podem ser utilizados ao
conectar equipamentos auxiliares.
Os adaptadores são diretamente conectados na barra
de alimentação como alimentação não chaveada. Para
trocar para alimentação permanente (com três fios), A—Bloco de Tomadas
remova a aba pequena na extremidade da fenda no Auxiliares
plugue e gire o plugue por 180º.
NOTA: O pequeno ponto branco na face de conexão do
adaptadores de conveniência de três saídas e
adaptador, próximo à dobradiça da tampa, indica
adaptadores-padrão.
que o circuito é não chaveado. Se o ponto estiver na
dobradiça oposta da tampa, o circuito é chaveado.

Os adaptadores estão disponíveis em seu concessionário


John Deere para o seguinte: adaptadores de tomadas,
GB52027,00011FC -54-12MAR10-1/1

25-7 052413

PN=67
Posto do Operador

Localização das Conexões do Sistema


GREENSTAR™
Os conectores nos conduítes (A) para o Processador
Móvel e Monitor do Mostrador são acessados através do
entalhe da coluna do canto (B).

CQ285462 —UN—05APR10
O conector (C) do GPS fica no motor do limpador dianteiro.
O conector do implemento (D) está na traseira do trator.

A—Conduítes do Fio do C—Conector do Receptor GPS


Processador Móvel e D—Conector do Implemento
Monitor do Mostrador
B—Coluna do canto

CQ285334 —UN—17MAR10
CQ285335 —UN—17MAR10
GREENSTAR é marca registrada da Deere & Company
GB52027,0001264 -54-05APR10-1/1

25-8 052413

PN=68
Posto do Operador

Utilização dos Pontos de Montagem de


Monitor
Os pontos de montagem de monitor (A a C) são utilizados
para conectar os monitores do implemento à cabine.

RXA0057158 —UN—18SEP01

RW26659 —UN—23OCT99
A—Mostrador da Coluna de C—Console Lateral
Canto
B—Coluna Traseira da Cabine

Coluna do canto Coluna Traseira da Cabine

CQ285336 —UN—17MAR10
Console Lateral

GB52027,00011FE -54-12MAR10-1/1

25-9 052413

PN=69
Posto do Operador

Conexões do Sistema GreenStar™


Conecte o Mostrador GreenStar (G) ao suporte (E).
NOTA: os suportes (C), (D), (E) e (F) podem ser
ajustados para fornecer a posição desejada ao

RXA0086023 —UN—20JAN06
Monitor do Mostrador GreenStar.

Instale o chicote elétrico do mostrador ao conector do


anteparo (A).
NOTA: consulte seu concessionário John Deere sobre
os chicotes elétricos necessários para conectar os
mostradores GSD4, GSD2100 e DSD2600.
Conexões GreenStar
Conecte o conector StarFire (H) ao receptor StarFire (I).
NOTA: consulte seu concessionário John Deere
sobre os chicotes elétricos necessários para
conectar o receptor StarFire.

Conecte o implemento ao conector de 9 pinos do trator


(K), na traseira do trator.

RXA0084041 —UN—15SEP05
Empurre a liberação (L) e puxe a alavanca (J) para abrir
o conector do implemento.

A—Conector do Anteparo G—Mostrador GreenStar


para Mostradores GSD4, (GSD2100 Mostrado)
GSD2100 e GSD2600 H—Conector do Receptor
B—Conector da Velocidade de StarFire
Avanço Real I— StarFire Receiver
C—Suporte J— Alavanca
D—Suporte K—Conector do Implemento Conector do Implemento
E—Suporte L— Trinco
F— Suporte

CQ285337 —UN—17MAR10
Conector de 9 Pinos na Traseira do Trator

GB52027,00011FF -54-12MAR10-1/1

25-10 052413

PN=70
Posto do Operador

Sistema de Direção Assistida do AutoTrac (Se Equipado)

CQ285532 —UN—07MAY10
RXA0084309 —UN—26SEP05
StarFire Receiver

NOTA: A direção eletro-hidráulica é exigida para


que o AutoTrac funcione.

Consulte o Manual do Operador do AutoTrac para obter


as instruções.

RXA0084308 —UN—26SEP05
• O sistema AutoTrac utiliza o receptor de posição
StarFire (A) e o mostrador GreenStar (B), (C) ou (D)
para auxiliar o operador a dirigir o trator.
• O AutoTrac é um sistema de orientação de linha reta.
O operador deve virar o veículo na extremidade de
cada trecho a colher e contornar quaisquer obstáculos.
O controle da direção é obtido bastando simplesmente
girar o volante. Monitor GSD 2100

A—Receptor de Posição C—Monitor GSD 2100


B—GS2 1800 D—Monitor GSD 2600

RXA0084306 —UN—26SEP05

Monitor GSD 2600

GB52027,00012A8 -54-07MAY10-1/1

25-11 052413

PN=71
Posto do Operador

Posicionamento dos Degraus e Corrimãos


B
Degraus
NOTA: O conjunto de degraus pode ser ajustado para
as posições larga ou estreita. Para os degraus
posicionados como largos, use os furos redondos
dos degraus individuais dos painéis laterais (F) e E
o posicionamento do corrimão. Para os degraus A
estreitos, use os furos quadrados dos painéis laterais
F
Não remova o parafuso central (E). O conjunto
de degraus pode girar para a nova configuração A
quando fixado com o parafuso central que facilita
o alinhamento dos furos dos parafusos. F
C
Altere o ângulo do conjunto de degraus removendo os
parafusos (A). Usando o parafuso central, gire os degraus
até a nova configuração e instale os parafusos. D
Use o parafuso de posicionamento do degrau (C) para

RXA0080279 —UN—21APR05
ajustar os degraus individuais para coincidir com o ângulo
de montagem do degrau. C
Corrimão
O corrimão (B) deve ser posicionado junto aos degraus.
NOTA: Um acessório de pára-lama opcional está C
disponível em seu concessionário John Deere. Corrimãos e Degraus Largos
Quando o trator é equipado com uma porta
do lado direito da cabine, são fornecidos
degraus fixos e não ajustáveis. B
A

Tirante
E
O tirante (D) é virado de extremidade a extremidade A
quando se converte de uma configuração de degraus
para outra.

A—Parafusos de Ângulo do D—Tirante


Degrau E—Parafuso Central
F— Painéis Laterais

RXA0080326 —UN—21APR05
B—Corrimão F C
C—Parafusos de
Posicionamento do Degrau

C
C D

Corrimãos e Degraus Estreitos

OUO1011,00053A4 -54-22APR05-1/1

25-12 052413

PN=72
Período de Amaciamento
Verificações do Amaciamento
O motor está pronto para operação normal. • Lubrifique o eixo dianteiro da TDM, pivô do eixo, pinos
mestres e haste de ligação
Aperte os parafusos da roda e do eixo após 3 HORAS e
10 HORAS.
• Lubrificação dos rolamentos do eixo traseiro (se
equipado com conexões de lubrificação)
Verifique se há vazamentos. • Lubrificação dos componentes do levante
• Inspecione os pneus
Opere o motor com cargas pesadas sem a carga máxima • Drenagem do acumulador do freio pneumático do carro
sustentada. de transporte (se equipado)
Evite deixar o motor em marcha lenta por mais de 5 • Lubrifique o eixo dianteiro da TDP (se equipado)
minutos. A 100 Horas
Observe atentamente a temperatura do líquido de IMPORTANTE: Reabasteça com Óleo de
arrefecimento durante a operação. Amaciamento John Deere por 100 horas
Verifique as mangueiras e as braçadeiras do sistema de adicionais se o trator foi utilizado sob
admissão de ar. condições de carga leve durante as
primeiras 100 horas, para permitir que
Diariamente ou a Cada 10 Horas o motor amacie devidamente. (Consulte
a seção de Combustível, Lubrificantes e
IMPORTANTE: O óleo de Amaciamento John Deere Líquido de Arrefecimento.)
deve ser adicionado se o nível de óleo estiver
ABAIXO DA MARCA ADD (adicionar) na vareta. • Troque o filtro e o óleo do motor
NÃO encha acima do desenho sombreado • Troca do filtro de óleo hidráulico e de transmissão
ou da marca FULL (cheio). • Inspeção do trator quanto a ferragens frouxas
• Verificação do nível de óleo do motor Zere as horas de manutenção depois de fazer a
• Verifique o nível do líquido de arrefecimento manutenção. (Consulte AJUSTE DO RELÓGIO E
• Drenagem da água e dos sedimentos do separador INTERVALO DO ALARME DE MANUTENÇÃO, na seção
de água CommandCenter™.)
• Verificação do nível de óleo hidráulico de transmissão
OUMX005,00016DA -54-19APR07-1/1

30-1 052413

PN=73
Operação do Motor
Sistema de Combustível do Motor e Potência Nominal
Sistema de Combustível
Certificação do Motor/Potência Nominal
IMPORTANTE: A modificação ou a alteração da
bomba de injeção, do temporizador da bomba A taxação de kW (hp) na etiqueta de certificação de
de injeção ou dos injetores de combustível emissões do motor especifica o kW (hp) bruto do motor,
encerrarão a garantia do comprador. que é a energia volante sem o ventilador. Na maioria
das aplicações, isto não terá a mesma taxação como a
Não tente executar serviços na bomba injetora anunciada na taxação de kW (hp) do trator. (Consulte a
ou nos injetores de combustível. Exigem-se seção das Especificações.)
treinamento e ferramentas especiais. Consulte
seu concessionário John Deere.
RF30435,0000027 -54-22MAR05-1/1

Partida do Motor

CUIDADO: Evite a possibilidade de lesões 4. Certifique-se de que a TDP esteja desligada.


físicas ou morte:
5. Coloque o acelerador de mão na posição de marcha
• Certifique-se de que todos estejam afastados lenta.
do trator e do equipamento fixo.
6. Acione a buzina.
• Dê a partida no motor SOMENTE do
assento do operador. 7. Pressione os pedais da embreagem e dos freios.
• NÃO dê partida curtocircuitando os terminais
do motor de partida. O trator dará a partida IMPORTANTE: Evite danos ao motor de partida.
engrenada se o circuito normal for desviado. Não opere o motor de partida por mais de 30
• A partida do motor com a(s) alavanca(s) segundos. Espere pelo menos dois minutos
de mudança engrenada indica um mau antes de tentar novamente.
funcionamento do circuito de partida. As
reparações deverão ser feitas imediatamente 8. Gire a chave de partida para ligar o motor de partida.
pelo concesionário John Deere. Solte a chave quando o motor der partida.
NOTA: A rotação do motor será limitada até que a
1. Certifique-se de que o reversor do lado esquerdo temperatura de operação seja atingida.
esteja na posição NEUTRAL (NEUTRO).
Os equipamentos eletrônicos integrados podem
2. Coloque a alavanca de grupos na posição PARK requerer um tempo ligeiramente maior de início
(ESTACIONAMENTO). durante a partida do motor.
3. Certifique-se de que as alavancas VCR estejam na
posição NEUTRAL (NEUTRO).
OURX986,00001EB -54-14FEB04-1/1

Partida em Clima Frio


2. Gire a chave de partida e mantenha-a na posição
RUN (FUNCIONAR) durante aproximadamente
CUIDADO: Não use éter ou fluidos de partida para
20—25 segundos e, em seguida, libere a chave.
dar partida nos motores com velas aquecedoras.
O éter é altamente inflamável e pode incendiar-se 3. Pressione os pedais da embreagem e dos freios.
em motores com velas aquecedoras.
IMPORTANTE: Evite danos ao motor de partida.
IMPORTANTE: Nunca use fluido de partida com Não opere o motor de partida por mais de 30
éter para dar partida no motor. Podem segundos. Espere pelo menos dois minutos
ocorrer danos ao motor. antes de tentar novamente.

1. Observe com cuidado e realize as Etapas 1—6 em 4. Gire a chave de partida para a posição START
PARTIDA DO MOTOR. (PARTIDA) para dar partida no motor. Solte a chave
quando o motor der partida.
OURX986,0000254 -54-24FEB04-1/1

35-1 052413

PN=74
Operação do Motor

Operação do Motor
NOTA: Sistema de Desligamento Automático O motor Funcionamento do Motor em Marcha Lenta:
irá parar se o trator estiver na posição PARK
(ESTACIONAMENTO), se o operador não estiver Evite funcionar o motor desnecessariamente em marcha
presente e se o Símbolo de Desligue o Motor lenta. Opere no mínimo a 1.200 rpm se deixar o motor em
estiver ativo por mais de 3 segundos. marcha lenta por mais de três minutos.

As rotações de trabalho abaixo de 1.500 rpm são Retomada da Partida do Motor Afogado:
adequadas em aceleração reduzida. Retome a partida IMEDIATAMENTE no motor afogado
Sob aceleração total e condições de carga total, o motor para impedir o acúmulo excessivo de calor.
não deverá estar em contínuo funcionamento abaixo de
1.800 rpm.
OUMX005,0001606 -54-22MAR05-1/1

Parada do Motor
IMPORTANTE: Antes de parar o motor que foi operado 5. Abaixe todos os equipamentos no solo.
em carga de trabalho, deixe o motor em marcha
lenta pelo menos 1 ou 2 minutos em 1000—1200 6. Certifique-se de que as alavancas VCR estejam na
rpm para esfriar as peças quentes do motor. posição NEUTRAL (NEUTRO).

1. Pare o trator e puxe o acelerador de volta para a 7. Certifique-se de que o interruptor da TDP esteja
posição de marcha lenta. desligado.

2. Pressione os pedais da embreagem e dos freios. CUIDADO: Remova a chave de ignição


3. Coloque a alavanca de grupos na posição PARK para evitar acidentes.
(ESTACIONAMENTO).
8. Gire a chave de ignição para a posição OFF
4. Certifique-se de que o reversor do lado esquerdo (DESLIGADO) e remova a chave.
esteja na posição NEUTRAL (NEUTRO).
OURX986,00001EC -54-14FEB04-1/1

Nova Partida no Motor Que Tenha Ficado NOTA: Não manter a partida por mais de 30 segundos.
Sem Combustível Se o motor não pegar, repita a operação
Encha o tanque de combustível. de sangria dos filtros.

Sangre os filtros com o auxílio da bomba manual e dê


partida no motor.
LT04177,00000A4 -54-09FEB07-1/1

35-2 052413

PN=75
Operação do Trator
Evite Contato com Produtos Químicos
Agrícolas

CUIDADO: Essa cabine fechada não protege


contra a inalação de vapores, aerossóis ou poeira.

TS220 —UN—15APR13
1. Ao operar em um ambiente onde pesticidas estiverem
presentes, use camisas de manga longa, calças
compridas, sapatos e meias.
2. Se as instruções de uso do pesticida exigirem
proteção respiratória, use uma máscara apropriada
dentro da cabine.
3. Quando deixar a cabine fechada, use equipamento de
proteção individual conforme exigido pelas instruções
de uso do pesticida:
• em uma área tratada
• para trabalhar com equipamentos de aplicação
contaminados, como bicos, que devem ser limpos,

TS272 —UN—23AUG88
substituídos ou redirecionados
• para se envolver em atividades de mistura e
carregamento
4. Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção e guarde-o fora da cabine
em uma caixa fechada ou em outro tipo de recipiente
vedável ou dentro da cabine em um recipiente
resistente ao pesticida, como um saco plástico.
5. Limpe os seus sapatos ou botas para remover terra
ou outras partículas contaminadas antes de entrar na
cabine.
DX,CABS1 -54-25MAR09-1/1

Remoção dos Pesticidas Perigosos do Trator

CUIDADO: Evite lesões físicas. Limpe o • Varra ou aspire o piso da cabine


interior da cabine e o exterior do trator após a • Limpe as linhas elevadas e dentro das carenagens da
aplicação de pesticidas perigosos. O resíduo cabine
do pesticida pode se acumular. • Lave todo o exterior do trator
• Descartar toda a água usada que contenha alto teor de
Limpe o exterior e o interior do trator diariamente para ingredientes ativos ou não ativos de acordo com os
impedir a contaminação: regulamentos ou diretivas publicadas
AG,RF30435,2348 -54-22MAR05-1/1

Uso da Saída de Emergência


A janela traseira (A) oferece um caminho de saída grande
se a porta da cabine estiver bloqueada em uma situação
de emergência.
CQ285319 —UN—05APR10

A—Janela Traseira

GB52027,00011F1 -54-11MAR10-1/1

40-1 052413

PN=76
Operação do Trator

Usar o Cinto de Segurança

CUIDADO:
Minimize a possibilidade de ocorrência lesão
em um acidente. Use os cintos de segurança

CQ285338 —UN—17MAR10
(A) ao operar o trator.

Inspecione o cinto de segurança e as ferragens de


montagem anualmente. (Consulte a seção Informações
Gerais de Manutenção e Inspeção).

A—Cintos de Segurança

GB52027,0001200 -54-05APR10-1/1

Aquecimento do Sistema Hidráulico de


Transmissão—VCR Operada por Alavanca
Evite operar o trator sob carga até que o sistema
hidráulico de transmissão tenha aquecido.
A
1. Instale a mangueira de desvio (A) no acoplador da
VCR II.
2. Mude a transmissão para a posição PARK
(ESTACIONAMENTO) e opere o motor em
1600—1800 rpm.
3. Gire o botão seletor da VCR número um para a
posição de retenção (automática) do cilindro (B).

RXA0081138 —UN—09AUG05
4. Empurre e segure as alavancas VCS I e II para a
posição estender.
5. Gire a válvula controladora de fluxo da VCR número
dois (D) para a posição "coelho" do fluxo total. Ajuste
a válvula na direção da posição "tartaruga" para limitar
o fluxo até que o motor esteja carregado.
6. Retorne as alavancas das VCS I e II à posição neutra
depois que o sistema hidráulico da transmissão
estiver aquecido.

A—Mangueira de Desvio C—Posição de Retenção


B—Posição de Retenção D—Válvula Dosadora da VCR

RW21867A —UN—02AUG99

Duas Válvulas de Luxo Exibidas para Fotografia

JO51195,000003B -54-16AUG05-1/1

40-2 052413

PN=77
Operação do Trator

Uso da Tração Dianteira Mecânica (TDM)

CUIDADO: Evitar ferimentos pessoais ou a morte.


Reduza a velocidade ao dirigir em superfícies
congeladas, molhadas ou com cascalho.

RW13093 —UN—07DEC88
Distribua o lastro corretamente para evitar
derrapagem e perda de controle da direção.
Ative a tração dianteira usando o modo
ON (LIGA), em vez do modo AUTO, para
frenagem de quatro rodas.

IMPORTANTE: Utilize somente as posições AUTO


(AUTOMÁTICO) ou BRAKE ASSIST (AUXÍLIO
DO FREIO) quando transportar o trator.

A tração dianteira pode ser engatada e desengatada em


todas as marchas (avanço e ré), durante a operação e
com carga total. O interruptor (A) possui três posições

CQ285320 —UN—17MAR10
de operação:
A Posição ON do Centro—aciona a TDM. A luz indicadora
no mostrador da coluna do canto exibirá o acionamento.
Posição Superior AUTO. O indicador no mostrador da
coluna do canto exibe o acionamento da TDM.
A TDM desengata automaticamente quando qualquer dos
pedais do freio é pressionado, ou a velocidades superiores
a 19 km/h (12 mph). A TDM liga automaticamente quando A—Interruptor da TDM
a velocidade cai para menos de 18 km/h (11 mph).
A TDM aciona quando OS DOIS pedais do freio são
pressionados em velocidades acima de 19 km/h (12 mph). Posição Inferior AUXÍLIO DO FREIO—TDM DESLIGADA,
exceto quando OS DOIS pedais do freio são pressionados
em velocidades acima de 5 km/h (3 mph).
GB52027,00011F2 -54-11MAR10-1/1

Utilização dos Freios

CUIDADO: Evite lesões pessoais. Trave os


pedais do freio juntos ao dirigir em estradas.
Reduza a velocidade se a carga rebocada for

CQ285339 —UN—17MAR10
mais pesada do que o trator e ao transportar
cargas sob condições adversas. Evite
frenagens bruscas. (Consulte TRANSPORTE
DE EQUIPAMENTO REBOCADO, na seção
Transporte no Manual do Implemento).

Teste os freios (A) com o motor desligado para


certificar-se de que o sistema do freio manual está
funcionando. (Consulte a seção Informações Gerais de
Manutenção e Inspeção). A—Freios
Pressione os dois pedais para parar o trator enquanto
desaciona a embreagem.
Os pedais de freio individuais podem ser usados para
IMPORTANTE: Evitar o desgaste desnecessário dos
auxiliar em curvas fora de estrada em baixa velocidade,
travões. NÃO apoie os pés nos pedais de
tal como quando se acopla um implemento.
freio durante a operação do trator.
GB52027,0001201 -54-12MAR10-1/1

40-3 052413

PN=78
Operação do Trator

Uso do Bloqueio do Diferencial


NOTA: O bloqueio do diferencial é um equipamento
padrão no eixo traseiro.

Se uma das rodas começar a deslizar, pressione o

CQ285340 —UN—17MAR10
interruptor (A) para engatar o bloqueio do diferencial. A
luz indicadora no mostrador da coluna de canto acenderá.
Para desativar o bloqueio do diferencial, pressione
qualquer dos pedais de freio.
Caso assim equipado, o bloqueio do diferencial hidráulico
no eixo TDM opcional também é engatado com o
interruptor (A) e desengatado ao calcar num dos pedais
de freio.
A—Interruptor do Bloqueio do
Diferencial

GB52027,0001202 -54-12MAR10-1/1

40-4 052413

PN=79
Operação do Trator

Uso dos Freios Pneumáticos do Carro de Transporte (Se Equipado)


IMPORTANTE: Os Freios Pneumáticos do Carro
de Transporte do Trator Agrícola foram
desenvolvidos somente para o uso com carros
de transporte agrícolas e implementos agrícolas.
Esse sistema não é compatível com os Sistemas
de Freio Pneumático do Carro de Transporte

CQ285341 —UN—17MAR10
usados por veículos de estrada e não está em
conformidade com os padrões dos sistemas
elétricos e a ar do carro de transporte de estrada.

Os freios pneumáticos são um sistema de linha dupla.

CUIDADO: Verifique se a válvula do freio de


estacionamento (C) está definida (manípulo UP Acopladores de Freio
(PARA CIMA)), antes de conectar as linhas de ar.

Limpe as conexões antes de conectar as mangueiras de


ar. Levante a tampa do acoplador de freio e conecte as
mangueiras do carro de transporte. Conecte a mangueira
de manutenção ao acoplador azul (A) e a mangueira de

CQ285342 —UN—17MAR10
estacionamento ao acoplador vermelho (B).
NOTA: O plugue da iluminação do carro de transporte
pode precisar ser conectado novamente para
trabalhar com o conector de 7 pinos do trator.
Todas as luzes de alerta do carro de transporte
devem ser operacionais.
Válvula do Freio de Estacionamento
Conecte o plugue de iluminação do carro de transporte
ao conector de 7 pinos do trator.
A—Azul (Manutenção) C—Válvula do Freio de
NOTA: Nem todos os idiomas são exibidos no B—Vermelho (Estacionamento) Estacionamento
CommandCenter. Consulte "Seleção de Unidades e
Idioma" neste manual para obter mais informações
sobre os idiomas que podem ser exibidos. • Certificar-se de que as mangueiras de
pressão estão ligadas.
Dê partida no motor e permita que o sistema de ar • Selecione a mesma marcha para trafegar
atinja a pressão de trabalho. Enquanto a pressão de em declives e aclives.
ar aumenta, a luz indicadora de Alerta de Manutenção • Verificar regularmente o freio pneumático no
acende e é exibido o alerta de pressão de ar no monitor reboque para ver se está funcionando
CommandCenter. Quando é alcançada a pressão de corretamente.
operação, a luz indicadora e o monitor de alerta são
automaticamente desligados.
CUIDADO: Mudar a transmissão para PARK
IMPORTANTE: Com as linhas do carro de transporte (ESTACIONAMENTO) não regula os freios
conectadas, não dirija o trator até que a pneumáticos do carro de transporte. Puxe
pressão de operação seja alcançada e a para cima o manípulo da válvula do freio de
luz de alerta de manutenção e o monitor estacionamento (C) para regular os freios
de alerta estejam desligados. pneumáticos do carro de transporte antes de
desconectar as linhas do trator.
A válvula de freio de estacionamento (C) é usada para
liberar e ajustar os freios pneumáticos do carro de Faça o carro de transporte do trator parar completamente,
transporte. Empurre para baixo o manípulo para liberar mude a transmissão para PARK (ESTACIONAMENTO)
os freios; puxe para cima para ajustar os freios. e puxe para cima o manípulo da válvula de freio para
regular os freios pneumáticos do carro de transporte
Pressione os pedais dos freios para parar o carro de
antes de descer do trator ou desconectar as linhas dos
transporte do trator enquanto desengata a embreagem.
acopladores. Vede as conexões com tampões contra
IMPORTANTE: Reduza desgaste nos freios: poeira sempre que as mangueiras forem desconectadas.

Continua na próxima página GB52027,0001203 -54-02SEP11-1/2

40-5 052413

PN=80
Operação do Trator

IMPORTANTE: O acoplador do freio pneumático é implementos devem ser utilizados de acordo


padronizado segundo a ISO 6150-B no diâmetro com o mesmo padrão e tamanho especificado.
nominal de 17mm. Os acopladores dos
GB52027,0001203 -54-02SEP11-2/2

40-6 052413

PN=81
Operação da Transmissão PowrQuad-Plus™

Controles de Transmissão
A—Alavanca de Mudança de C—Interruptores de
Faixa Aumentar/Diminuir
B—Interruptor de Marcha—Alavanca
Aumento/Redução de D—Alavanca do Inversor do

CQ285344 —UN—17MAR10
Marcha—Console Lado Esquerdo

CQ285343 —UN—17MAR10
Inversor do lado esquerdo
GB52027,0001216 -54-08APR10-1/1

41-1 052413

PN=82
Operação da Transmissão PowrQuad-Plus™

Operação da Transmissão

CUIDADO: Evite ferimentos pessoais ou danos


ao trator. Se o motor ligar com a alavanca
do inversor do lado esquerdo nas posições
para frente ou para trás, isso significa que há
uma falha no circuito de partida. Consertos
devem ser efetuados imediatamente pelo seu
concessionário John Deere.

CQ285345 —UN—17MAR10
IMPORTANTE: Evite danificar a transmissão
ou a embreagem:
• Nunca calcar no pedal da embreagem
enquanto o trator estiver descendo uma
ladeira ou diminuindo a velocidade, pois
danos sérios à transmissão podem resultar Alavanca de Mudança de Faixa
• Nunca tente dar partida no trator rebocando-o
ou empurrando-o
• Pare o trator completamente antes de mudar
para a posição de estacionamento
• Evitar excesso de lastro
• Evitar a operação contínua em condições

CQ285343 —UN—17MAR10
de aceleração e carga máximas, abaixo
das 1800 rpm.
• O pedal da embreagem tem que ser
completamente pisado para desengatar
completamente a embreagem. Nunca
descanse o pé no pedal da embreagem
enquanto o trator estiver em movimento.
Inversor do lado esquerdo
Partida do Motor
IMPORTANTE: A alavanca do inversor do lado A—Alavanca de Mudança de D—Inversor do lado esquerdo
esquerdo (D) deve estar na posição NEUTRA Faixa
ao dar partida no motor.

Desloque o inversor do lado esquerdo (D) para posição faixa para PARK (ESTACIONAR). Um alarme soará se
NEUTRA e a alavanca de mudança de faixa (A) para deslocar a alavanca de mudança de faixa para PARK
PARK (ESTACIONAR). Dê partida no motor. antes de colocar a alavanca do inversor do lado esquerdo
para a posição NEUTRA. Libertar lentamente os travões
O mostrador na coluna de canto indicará “N“ para posição e desligar o motor.
NEUTRA.
Parando o Motor CUIDADO: Sempre coloque a alavanca de
mudança de grupo para a posição PARK
Pressione os pedais de freio e embreagem até que o (ESTACIONAR) antes de descer do trator.
movimento pare. Mova o inversor do lado esquerdo
para a posição NEUTRA e a alavanca de mudança de
GB52027,0001217 -54-15MAR10-1/1

41-2 052413

PN=83
Operação da Transmissão PowrQuad-Plus™

Operações e Descrição da Transmissão


PowrQuad-Plus (PQ+) (30K) é uma transmissão de
16/16, tendo 16 velocidades para frente e 16 de ré. As
16 velocidades são alcançadas com o uso de quatro
faixas totalmente sincronizadas e cambiáveis durante o
funcionamento (A a D), cada uma com quatro marchas
cambiáveis (1ª até a 4ª), de avanço e de ré.

CQ285345 —UN—17MAR10
O inversor do lado esquerdo é o equipamento padrão para
transmissões PowrQuad-Plus, oferecendo capacidade de
mudança totalmente modulada entre avanço e recuo.
• Mudanças de Faixa: Pressione o pedal da embreagem
quando mover a alavanca de câmbio (A) de uma
marcha para a outra. Consulte VELOCIDADES DE Alavanca de Mudança de Faixa
AVANÇO na seção Especificações dos ajustes de
Marcha/Engrenagem.
• Combinação de Velocidade: pressionar o pedal A—Alavanca de Mudança de
Faixa
da embreagem ao mudar de faixa resulta na
seleção automática da marcha, sendo que a
marcha selecionada automaticamente corresponde à
velocidade de avanço real.
GB52027,0001218 -54-15MAR10-1/2

• Mudanças Manuais de Marcha: no modo manual, as


mudanças de marcha são feitas pressionando-se o
interruptor de passagem para marcha maior (coelho)
(A) ou o interruptor de passagem para marcha menor
(tartaruga) (B) na alavanca de grupos ou no console.
A marcha selecionada é exibida no monitor da coluna

CQ285349 —UN—17MAR10
do canto.

A—Interruptor de aumento de B—Interruptor de redução de


marcha marcha

Interruptores da Alavanca de Mudança de Grupo

CQ285350 —UN—17MAR10

Interruptores no Console

GB52027,0001218 -54-15MAR10-2/2

41-3 052413

PN=84
Operação da Transmissão PowrQuad-Plus™

Utilização do Inversor do Lado Esquerdo


O inversor do lado esquerdo (D) oferece o recurso de
mudança de vaivém totalmente modulada entre avanço e
ré. A posição do inversor (Para a Frente - F, Neutra - N
ou Marcha à Ré - R) é indicada no mostrador da coluna

CQ285343 —UN—17MAR10
de canto.
O trator não ligará com o inversor do lado esquerdo nas
posições de Avanço ou de Ré. A alavanca deve estar em
NEUTRO para dar partida no motor.

D—Inversor do lado esquerdo

GB52027,0001219 -54-05APR10-1/1

Usar o Modo Habilitador (Modo de 3. Dê a partida no trator. A embreagem não modulará


Emergência) mais o acionamento da transmissão. O acionamento
O modo de ativação proporciona operação limitada da da transmissão é feito movendo-se o reversor do lado
transmissão, em caso de mau funcionamento. esquerdo para as posições de Avanço ou Ré. No
Modo de Emergência, o trator está limitado a 1500
1. Gire a chave de partida para a posição DESLIGADO. rpm e à 1ª marcha, em qualquer grupo.
2. Mova o fusível da posição F4 para F5.
OUMX005,00016D8 -54-22MAR05-1/1

41-4 052413

PN=85
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Operação da Transmissão

CUIDADO: Evite lesões físicas ou danos ao


trator. Se o motor ligar com a alavanca do
inversor esquerdo nas posições para frente ou
para trás, isso significa que há uma falha no
circuito de partida. Os reparos deverão ser feitos
imediatamente pelo concessionário John Deere.

CQ291828 —UN—13JUN12
IMPORTANTE: Evitar danos na transmissão ou na
embreagem:
• Nunca pressione o pedal da embreagem enquanto
o trator estiver descendo ou costeando pois podem
ocorrer graves danos à transmissão
• Nunca tente dar partida no trator rebocando-o ou AutoQuad Plus
empurrando-o
• Pare o trator completamente antes de mudar a
transmissão para a posição de ESTACIONAMENTO
• Evite lastro excessivo
• O pedal de embreagem deve ser pressionado

RXA0087641 —UN—21MAR06
completamente para desacionar a embreagem. Nunca
deixe o pé no pedal da embreagem enquanto o trator
estiver em movimento
• Partida: Mova a alavanca de mudança de grupo
(A) para a posição de ESTACIONAMENTO. Mova a
alavanca do inversor esquerdo (E) para a posição
NEUTRA. Dê partida no motor.
• Parar: Pressione os pedais de embreagem e freio até Inversor Esquerdo
que o movimento do trator pare. Mova a alavanca
do inversor esquerdo (E) para posição NEUTRA e a
alavanca de mudança de grupo (A) para a posição A—Alavanca de Mudança de D—Acelerador do Motor
Grupo E—Ré à Esquerda
ESTACIONAMENTO. Solte o freio devagar e desligue B—Mudança de Marcha
o motor. (Alavanca de Grupo)
• Mudar transmissão: Pise no pedal da embreagem C—Mudança de Marcha
e do freio. Mova a alavanca de Mudança de grupo (Console)
(A) da posição de ESTACIONAMENTO para uma das
posições de grupo (O botão do pedal da embreagem
deve ser pressionado ao mudar de um grupo para Consulte Velocidades de Avanço na seção
outro). Mova a alavanca do inversor esquerdo (E) Especificações quanto à configuração de
da posição Neutra à posição Para a Frente ou de Grupos/Marchas.
Ré. Selecione uma marcha manualmente usando o NOTA: Quando o motor é desligado, a alavanca
interruptor de mudança de marcha na alavanca de do inversor esquerdo permanece na posição
grupo ou no console (C). Pressione a posição do selecionada, mas a transmissão passa para
interruptor no ícone do coelho para aumentar a marcha neutro. Para a partida do motor, primeiro mova
ou a posição do interruptor no ícone de tartaruga (B) a alavanca do inversor esquerdo para neutro e
para reduzir a marcha. As mudanças de marcha podem a alavanca de grupo para estacionamento.
ser feitas sem pressionar a embreagem.
O monitor na coluna de canto indicará a posição da
alavanca esquerda (N. F ou R) e a marcha selecionada
(1-4).
Continua na próxima página JG50163,00002FB -54-14JUN12-1/2

42-1 052413

PN=86
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Mudança Automática de Marchas


O interruptor ativar/retomar (C) é usado para ligar e
desligar a mudança automática e para definir a velocidade
máxima de para a frente. Quando ativado, a velocidade
do motor e a posição do acelerador são monitoradas.

CQ291829 —UN—13JUN12
Isto permite mudança automática de marchas dentro do
grupo selecionado.
Qualquer mudança manual de marcha cancela a mudança
automática. Pressione o interruptor ativar/retomar (C)
para restaurar a mudança automática; o indicador da
automática (D) acenderá.
Pressionar o pedal da embreagem, ou mover a alavanca Alavanca de Mudança de Grupo
do inversor esquerdo para Neutro suspende a mudança
automática, mas não a cancela. A mudança automática
retornará quando o pedal da embreagem for liberado ou a
alavanca do inversor esquerdo for colocada na direção
de avanço ou ré.
A mudança automática também funcionará em ré.
A mudança automática é cancelada quando:
• O operador faz um câmbio manual
• O operador pressiona o interruptor ativar/retomar após a
ativação da mudança automática

A—Mudança de Marcha D—Indicador de Mudança


(Alavanca de Grupo) Automática
B—Mudança de Marcha E—Acelerador do Motor
(Console)
C—Interruptor Ativar/Retomar

CQ291830 —UN—13JUN12
JG50163,00002FB -54-14JUN12-2/2

42-2 052413

PN=87
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Ajuste da Razão de Velocidade de Ré-Avanço


Durante uma mudança ré/avanço, uma marcha a ré pode
ser selecionada para emparelhar-se à marcha de avanço,
ser até 3 vezes mais rápida que a marcha de avanço ou
até 3 vezes mais lenta que a marcha de avanço.

CQ291831 —UN—13JUN12
Pressione a Tecla de Ajustes (A) para visualizar os itens
do menu no Monitor (D). Gire o Botão Giratório (B) para
destacar Transmission (Transmissão) e pressione o
Interruptor de Seleção (C).
Monitor 1 (D)
English — Tradução (se aplicável)
Auto Shift Point — Ponto de Mudança Automática
Rev/Fwd Ratio — Razão Ré/Avanço A—Tecla de Ajustes C—Interruptor de Seleção
SoftShift — Mudança Suave B—Botão Giratório D—Monitor
Back — Voltar

Gire o Indicador para destacar Rev/Fwd Ratio (Razão a marcha de avanço selecionada. Com "Independente"
Ré/Avanço) e pressione o Interruptor de Seleção destacado, gire o Botão giratório para selecionar a
novamente. configuração desejada, depois pressione o Interruptor de
Seleção para salvar a seleção.
Monitor 2 (D)
O Independent (independente) permite que o trator se
English — Tradução (se aplicável) lembre dos últimos ajustes de marcha de avanço e de
Rev/Fwd Ratio — Razão Ré/Avanço ré. Quando a marcha for manualmente mudada no
Independent — Independente sentido de ré, haverá retorno automático à última marcha
Back — Voltar memorizada em cada alteração de sentido de direção.
Se a marcha não for mudada manualmente quando em
A razão ré/avanço pode ser definida para operação direção inversa, a marcha de avanço e a marcha de ré
independente uma da outra, a mesma ou entre 1 e 3 permanecerão iguais durante a mudança de direção.
marchas mais lenta ou 1 e 3 marchas mais rápida que
JG50163,00002FC -54-13JUN12-1/1

42-3 052413

PN=88
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

SoftShift de Ativação/Desativação
O recurso SoftShift fornece uma mudança mais suave
entre as marchas fornecendo ajustes curtos intermediários
de giro do motor entre cada mudança de marcha.
• Durante um aumento de marcha, a RPM do motor

CQ291831 —UN—13JUN12
reduzirá momentaneamente no início da mudança da
marcha e depois aumentará até o ajuste original.
• Durante uma redução de marcha, a RPM do motor
aumentará momentaneamente no início da mudança
da marcha e depois reduzirá até o ajuste original.
A mudança momentânea na RPM do motor pode não
ser desejável durante as aplicações constantes de RPM
da TDP. Se a rpm constante da TDP for desejada, o
operador deve selecionar a opção Enable (ativar) (TDP A—Tecla de Ajustes C—Interruptor de Seleção
B—Botão Giratório D—Monitor
desligada) ou Disable (desativar).
Pressione a Tecla de Ajustes (A) para visualizar os itens
do menu no Monitor (D). Gire o Botão Giratório (B) para Enable — Ativar
destacar Transmission (Transmissão) e pressione o Enable (PTO off) — Ativar (TDP desligada)
Interruptor de Seleção (C). Disable — Desabilitar
Back — Voltar
Monitor 1 (D)
English — Tradução (se aplicável) Quando ativada, a RPM do motor é automaticamente
Auto Shift Point — Ponto de Mudança Automática ajustada por um curto período enquanto há mudança
Rev/Fwd Ratio — Razão Ré/Avanço para aperfeiçoar a qualidade da mudança.
SoftShift — Mudança Suave Quando Ativada (TDP desligada), a RPM do motor é
Back — Voltar automaticamente ajustada por um curto período enquanto
há mudança para aperfeiçoar a qualidade da mudança,
Gire o Botão Giratório para destacar SoftShift e pressione exceto se a TDP estiver ligada.
o Interruptor de Seleção novamente.
Quando desativada, a RPM do motor não é ajustada
Monitor 2 (D) durante a mudança.
English — Tradução (se aplicável)
JG50163,00002FD -54-13JUN12-1/1

42-4 052413

PN=89
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Pontos de Ajuste de Mudança Automática


As seguintes funções de controle de transmissão podem
ser modificadas para atender determinadas aplicações:
• Pontos de Mudança da Transmissão
• Ajuste de Mudança Automática de Marcha Máxima

CQ291834 —UN—14JUN12
• Razão de Velocidade de Ré/Avanço
Os pontos de mudança automática podem ser
modificados com base na velocidade do motor e na
posição do acelerador.
O modo de potência permite mudança automática em
nível mais alto de velocidade do motor. Este modo é CommandCenter
recomendado para aplicações de trabalho pesado, onde
é recomendável manter maior variação de giro do motor
antes da mudança ocorrer. E
O modo econômico permite que a transmissão aumente
a marcha em um regime menor do motor, oferecendo
A

RXA0081999 —UN—22SEP05
taxas de aceleração mais rápidas, economia adicional
de combustível e operação mais silenciosa. O modo
econômico é recomendado para transporte ou operações
de tração leve.
ECO Pwr
Os pontos de mudança automática podem ser ajustados
de econômico a potência total através da opção dos
ajustes do trator do CommandCenter ou pressionando o
interruptor de função Auto Shift (mudança automática)
e girando o Botão Giratório. O interruptor de função de
mudança automática permite rápido acesso ao ajuste A—Tecla de Ajustes D—Monitor
B—Botão Giratório E—Indicador do Ponto
para mudanças durante a marcha. C—Interruptor de Seleção Definido de Mudança
F— Interruptor da Função de
Ajustar Pontos Definidos de Mudança Mudança Automática
Automática usando o Interruptor da Função
de Mudança Automática
Pressione o interruptor da função de mudança English — Tradução (se aplicável)
automática (F) para mostrar o indicador de pontos Auto Shift Point — Ponto de Mudança Automática
definidos de mudança (E) na metade inferior da tela Rev/Fwd Ratio — Razão Ré/Avanço
do CommandCenter. O indicador ficará ligado por Back — Voltar
aproximadamente 10 segundos e então, o monitor irá
voltar ao ajuste original, a menos que sejam feitas Gire o Botão Giratório em sentido anti-horário para mover
alterações. a barra do indicador (E) para a esquerda para o Economy
Mode (Modo econômico) e a transmissão mudará em
Ajustar Pontos Definidos de Mudança Automática uma rotação mais baixa do motor. Gire o Botão Giratório
usando o CommandCenter em sentido horário para mover a barra do indicador (E)
Pressione a Tecla de Ajustes (A) para visualizar os itens para a direita para o Power Mode (Modo de potência),
do menu no Monitor (D). Gire o Botão Giratório (B) e a transmissão muda em uma rotação mais alta do
para destacar Transmission (Transmissão) e pressione motor. Ajuste para o modo Economy (Econômico) para
o Interruptor de Seleção (C). Gire o Botão Giratório aplicações de carga leve e para Power Mode (Modo de
para destacar Auto Shift Points (Pontos de mudança potência) para aplicações de carga pesada.
automática) e pressione o Interruptor de Seleção Gire o Botão Giratório para selecionar a configuração
novamente. desejada, depois pressione o Interruptor de Seleção para
Itens de Menu no Monitor (D) salvar a seleção.
JG50163,00002FE -54-13JUN12-1/1

42-5 052413

PN=90
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Ajuste de Marcha Máxima da Mudança


Automática
A Mudança Automática é ativada assim que o
operador pressiona o interruptor ativar/retomar (A) no
CommandCenter™ (o indicador de mudança automática

CQ291832 —UN—13JUN12
(B) acende). Quando o modo automático for ativado, a
transmissão irá mudar automaticamente para a marcha
mais alta possível baseada na posição do acelerador
e na velocidade do motor. Aceleração máxima e baixa
carga do motor resultarão na seleção da 4ª marcha. Esta
marcha pode ser muito rápida para algumas aplicações.
Para utilizar a mudança automática em uma velocidade
de rodagem mais lenta, deve ser usado o recurso de Interruptor Ativar/Retomar
ajuste de marcha máxima. O ajuste de marcha máxima
permitirá definir a 2ª ou 3ª marcha como a máxima para a
qual a transmissão mudará.
NOTA: O ajuste de marcha máxima deve ser efetuado
quando a mudança automática estiver desligada.
Qualquer mudança de marcha manual após a
mudança automática ser ativada cancelará a
mudança automática. A coluna de canto mostrará
o ajuste de marcha máxima por 4 segundos cada
vez que a mudança automática for ativada para
confirmação visual. A mudança entre grupos
após o ajuste de marcha máxima definirá o
aumento no máximo até a 4ª marcha.

Um único toque no interruptor ativar/retomar (A) definirá


o aumento no máximo até a 4ª marcha. Dois rápidos
toques no interruptor selecionarão a 3ª marcha como a
máxima. Três rápidos toques no interruptor selecionarão
a 2ª marcha como a máxima. A marcha máxima (C) será
mostrada na coluna de canto por 4 segundos cada vez
que for alterada.

CQ291833 —UN—14JUN12
A—Interruptor da Função de C—Mostrador de Marcha
Mudança Automática Máxima
B—Indicador de Mudança
Automática

CommandCenter é uma marca comercial da Deere & Company


JG50163,00002FF -54-13JUN12-1/1

42-6 052413

PN=91
Operação da Transmissão AutoQuad-Plus™

Uso do Modo de Ativação (Retorno)

K1 K2 K3 K4 A B A B
87 A/C 87 A/C 87 IMP 8 ACC
85 86 85 86 85 86 7 9 1 2 50A
87A 87A 87A 5 ACC Power
4 6
B A 2 3 60A 4 40A
30 30 30 IMP Power A/C
1 3
A C E G J A C E G J
K5 K6

RXA0080660 —UN—08SEP05
1 5 30A 6 20A 7 10A 8 30A 1 9 10A 10 11 12
KEY A/C RADIO CONV ALT P P 30 ACC 30 IMP
2 13 30A 14 30A 15 10A 16 10A 2 17 18 10A 19 20
IMP ELX 7-TERM BEACON LIGHTS
3 HOME 86 85 86 85
3 21 10A 22 20A 23 10A 24 20A 25 20A 26 30A 27 30A 28 20A
SEAT FCC SSU ECU 4 SEAT CONV CONV SPARE
4 29 20A 30 20A 31 32 15A 33 34 30A 35 10A 36 30A 87 87
HYS HYD FUEL FRFL SPARE SPARE
B D F H B D F H

1. Mude o fusível No. 18 (A) para a localização do NOTA: ”Transmission come home active” (retorno
fusível No. 17 (B). ao início da transmissão ativo) aparecerá
2. Dê partida no trator. no mostrador do CommandCenter quando o
3. Pressione o pedal da embreagem. retorno ao início estiver ativo.
4. Selecione a direção de Avanço ou Reversão.
5. Solte o pedal da embreagem para colocar o trator em
movimento.
No modo Come Home (de retorno), o trator está limitado
a 1.500 rpm e à primeira marcha, em qualquer grupo.
OU1092A,00004D0 -54-01NOV05-1/1

42-7 052413

PN=92
Sistema de Gerenciamento do Implemento
Sistema de Gerenciamento do Implemento (IMS)—Descrição e Mostrador

C IMS
A

RXA0083253 —UN—19AUG05
+

Painel do CommandCenter
O Sistema de Gestão de Implementos (IMS) permite que
tarefas múltiplas sejam executas tocando apenas em um 20
B 30
interruptor. 15 MPH
20 km/h
O Sistema de Gerenciamento do Implemento tem duas 10
seqüências nas quais armazena funções programadas. 10

RXA0084778 —UN—26OCT05
5 IMS
Uma seqüência é definida como o início da primeira função 0 1 2
gravada até a conclusão da última função registrada. 5
10
NOTA: O trator deve estar se movendo a uma velocidade 10
20
de pelo menos 0,5 kph (0.31 mph) para programar 15
ou executar uma seqüência. Seqüências
aprendidas permanecerão armazenadas
depois de desligar o motor.
Coluna do canto
Uma seqüência é executada de acordo com a distância
exigida para desempenhar uma série de funções quando A—Interruptor Liga/Desliga do C—Mostrador do
o sistema estiver no modo LEARN (INSTRUÇÃO). Um IMS CommandCenter
máximo de 20 funções podem ser programadas para B—Indicador do IMS
cada seqüência. O Modo de Aprendizado possui um
tempo limite de 60 segundos e pára de registrar eventos
quando o limite é atingido. As seqüências armazenadas e as funções
PROGRAMADAS serão exibidas no Mostrador (C) na
NOTA: Nem todos os idiomas são exibidos no
ordem informada.
CommandCenter. Consulte "Seleção de Unidades
e Idioma" na seção CommandCenter deste Seqüência 1
manual para obter mais informações sobre os Levante para Baixo
idiomas que podem ser exibidos. Bloqueio do Diferencial Ligado
TDM ON (LIGADO)
Pressione o interruptor Liga/Desgliga (A) do IMS para
TDP Ligada
desligar, em seguida, ligue para visualizar as funções
programadas nas duas seqüências. Mude para 4
Funções PROGRAMADAS no Mostrador (C)
O indicador do sistema de gerenciamento do implemento
(B) mostrará quando o sistema estiver ativado.
JO51195,00000BB -54-15DEC06-1/1

45-1 052413

PN=93
Sistema de Gerenciamento do Implemento

Sistema de Gerenciamento do Implemento


— Funções Programadas
FUNÇÕES PROGRAMADAS
Item Função(ões)
Levante ELEVAÇÃO/ABAIXAMENTO
Controle de Profundidade PARA CIMA/PARA BAIXO
por Toque
Marcha de Transmissão Aumentar ou Reduzir a Marcha
Dianteira
TDM ON/OFF (LIGAR/DESLIGAR)
TDP ON/OFF (LIGAR/DESLIGAR)
Bloqueio do Diferencial ON/OFF (LIGAR/DESLIGAR)

OURX986,00001F3 -54-15DEC06-1/1

Funções do IMS—Engate (Se Equipado)


A alavanca (A) pode ser ativada para elevar ou abaixar o
engate durante uma sequência do IMS.

A—Alavanca de Comando do
Engate

CQ285346 —UN—17MAR10
Console Direito

GB52027,000121A -54-15MAR10-1/1

45-2 052413

PN=94
Sistema de Gerenciamento do Implemento

Funções do IMS—Mudança na Transmissão


PowrQuad Plus
A marcha da transmissão pode ser aumentada ou
diminuída através dos interruptores (A e B) durante o
modo de APRENDER.

CQ285349 —UN—17MAR10
O IMS funciona apenas nas marchas de avanço.
A mudança manual da marcha, enquanto uma sequência
estiver sendo executada, somente cancelará o controle
de transmissão para o restante daquela sequência.
Mudanças de marchas aprendidas permanecerão
armazenadas.
Interruptores da Alavanca de Mudança de Grupo
A—Interruptor de aumento de B—Interruptor de redução de
marcha marcha

CQ285350 —UN—17MAR10
Interruptores no Console

GB52027,000121B -54-15MAR10-1/1

Funções do IMS—TDM
O IMS aprende tração dianteira mecânica com o
interruptor (A) na posição ON ou OFF. Durante a
execução da sequência, o interruptor deve estar na
posição ON (LIGA).

CQ285320 —UN—17MAR10
A—Interruptor da TDM

GB52027,000121C -54-15MAR10-1/1

45-3 052413

PN=95
Sistema de Gerenciamento do Implemento

Funções IMS—TDP (Se Equipado)


A TDP pode ser LIGADA ou DESLIGADA pelo IMS.
A operação manual da TDP exige que o interruptor (A)
seja colocado em OFF (DESLIGADO) e em seguida em
ON (LIGADO).

CQ285348 —UN—17MAR10
A—Interruptor da TDP

Console Direito

GB52027,000121D -54-15MAR10-1/1

Funções do IMS—Bloqueio do Diferencial


O bloqueio do diferencial pode ser engatado ou
desengatado durante uma sequência pressionando o
interruptor (A).

CQ285340 —UN—17MAR10
A—Interruptor do Bloqueio do
Diferencial

GB52027,000121E -54-15MAR10-1/1

Operar o Sistema de Gestão de Implementos


(IMS)

CUIDADO: Evite possíveis acidentes pessoais A B


e a perda de controle do trator.

RXA0082723 —UN—26JUL05
O uso acidental do IMS pode causar
um movimento inesperado do trator ou
do implemento.
• Uma marcha alta armazenada em uma
sequência aprendida pode iniciar mudanças
rápidas de câmbio ao ativar o IMS.
• Limpe a sequência do IMS depois de concluir a
aplicação. (Consulte LIMPEZA DA SEQUENCIA
DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO A—Interruptor Liga/Desliga B—Botão LEARN/SAVE
IMPLEMENTO nesta seção.) (APRENDER/SALVAR)

NOTA: Desligue o interruptor LIGA/DESLIGA do IMS


e, em seguida, ligue-o para visualizar as funções 2. Certifique-se de que o trator esteja se movendo
programadas nas duas sequências. com a velocidade mínima de 0,5 km/h (0.31 mph).
Pressionar o interruptor APRENDER/SALVAR (B).
1. Pressione o interruptor LIGA/DESLIGA (A).
Continua na próxima página GB52027,000121F -54-15MAR10-1/2

45-4 052413

PN=96
Sistema de Gerenciamento do Implemento

3. Pressione o interruptor SEQUENCIA 1 ou


SEQUENCIA 2 (A). A luz indicadora (B) mostrará a
sequência que está sendo aprendida (1 ou 2) e um
sinal audível soará.
O Modo de Aprendizado possui um tempo limite de 60
segundos e para de registrar eventos quando o limite é
atingido. Se o tempo limite se esgotar, limite ou reduza

CQ285347 —UN—17MAR10
o número de etapas registradas para uma sequência
de forma que sejam concluídas dentro do tempo limite
—ou— use as duas sequências 1 e 2 para registrar
uma série completa de eventos que exceda o limite
de tempo de uma única sequência (60 segundos).
NOTA: Calcar no pedal de embreagem durante o
modo de aprendizagem permite executar várias Console Direito
funções ao mesmo tempo.
25
4. Execute as funções desejadas. 40
20
5. Acione o interruptor APRENDER/SALVAR para C 30
15 MPH
armazenar funções e para encerrar o modo de 20 km/h
aprendizagem. O indicador de número da sequência 10
deixa de piscar. A luz indicadora (C) do IMS 10
5 IMS
permanecerá acesa. 0 1 2
5
NOTA: Pressionar o pedal da embreagem durante uma 10
10
sequência suspenderá as funções remanescentes 20
até que o pedal da embreagem seja liberado. 15
B
6. Pressione o botão da sequência desejada e a
sequência de eventos aprendidos iniciará. Quando a

RXA0073764 —UN—26FEB04
sequência for concluída, o número da sequência (B)
não será mais mostrado.

A—Interruptor de Sequência C—Indicador IMS


B—Indicador de sequências

Mostrador da Coluna de Canto

GB52027,000121F -54-15MAR10-2/2

Desligamento do IMS
Qualquer uma das opções a seguir fará com que o IMS • Pressionar a tecla na seqüência oposta durante a
se desligue (aborte): execução
• Pressionar a tecla ON/OFF enquanto a seqüência • Mudar a transmissão para a posição NEUTRAL
(NEUTRO)
estiver sendo executada • Se se passarem 60 segundos sem alguma inserção
• Pressionar a tecla LEARN/SAVE durante a execução do operador durante o modo de execução de LEARN
(INSTRUÇÃO) ou SEQUENCE (SEQÜÊNCIA)
RX15494,0000002 -54-22MAR05-1/1

Limpeza da Seqüência do IMS


3. Pressione o interruptor SEQUENCE.
1. Pressione a tecla ON/OFF do IMS para ON (LIGAR).
4. Pressione a tecla LEARN/SAVE (GRA-
2. Pressione a tecla LEARN/SAVE. VAÇÃO/APRENDIZAGEM) novamente para excluir a
seqüência existente.
OUO1011,000537B -54-22MAR05-1/1

45-5 052413

PN=97
Engate Hidráulico (Se Equipado)
Identificação dos Controles e Interruptores
Relativos ao Levante A
B C
Ajuste e Uso do Levante (Referência Rápida)
AUTO

Uma vez o implemento acoplado, execute as etapas a


IMS
seguir para as operações de aração:
Configurações
D

RXA0088101 —UN—27MAR06
Selecione o ajuste a ser exibido pressionando +

os interruptores (D ou E). Em seguida, faça as


modificações girando o Indicador de Comando (C).
• Selecione o limite de subida pressionando o interruptor E
de Altura/Taxa (D) uma vez. H G F
• Selecione a taxa de queda pressionando o interruptor
de Altura/Taxa (D) duas vezes.
• Selecione a resposta de tração pressionando o Painel CommandCenter
interruptor (E) CARGA/PROFUNDIDADE.
Ajuste da Profundidade da Operação
• Abaixe o implemento até profundidade de operação
desejada usando a alavanca de Comando do Levante
(l).
• Pressione o interruptor SET (G) para salvar a
profundidade da operação.

CQ285370 —UN—17MAR10
Curva Final
• No final do campo, empurre a alavanca para dentro do
ressalto de subida e solte. O levante subirá até o limite
superior de altura.
• Depois de fazer o giro, empurre a alavanca para dentro
do ressalto de descida e solte. O levante será abaixado
até o valor definido de profundidade salvo.

A—Mostrador de Tela Bipartida F— Interruptor de


B—Tecla Selecionar Amortecimento / Bloqueio
C—Botão Giratório do Levante
D—Interruptor de Limite G—Interruptor de Parada de
de Subida do Levante Profundidade Inferior
Traseiro/Ajuste da Taxa de H—Tecla de Ajustes do Trator
Queda do Levante I— Alavanca de Controle do
E—Interruptor de Ajuste Engate
do Controle de
Carga/Profundidade

GB52027,0001220 -54-15MAR10-1/1

Configuração e Uso do Engate (Referência • Abaixe o implemento na profundidade de operação


Rápida) desejada usando a alavanca de Comando do Levante
• Aperte o interruptor AJUSTAR (SET) para salvar a
Uma vez conectado o implemento, siga estas etapas para profundidade de operação
as operações de lavoura:
Gire ao Final
Ajustes • No final do campo, empurre a alavanca para dentro do
• Ajuste do limite de altura de levantamento (se ressalto de subida e solte. O levante será levantado até
necessário) o limite superior de altura.
• Verifique a velocidade de descida, ajuste se necessário • Depois de dar a volta, empurre a alavanca para dentro
• Ajuste a carga/profundidade para a resposta de esforço do ressalto de descida e solte. O levante abaixará até
desejada com base no tipo do implemento e nas a profundidade gravada.
condições do campo
Ajuste da Profundidade da Operação
OUMX005,00016FC -54-08SEP05-1/1

50-1 052413

PN=98
Engate Hidráulico (Se Equipado)

50-2 052413

PN=99
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Uso da Alavanca do Levante/Mostrador—Ajuste da Profundidade e Trava/Amortecimento

12 %

B
F
F
I 56
D
A
12 %
C

E
J
32 M

L 12 % SET

G
K
44

RXA0080486 —UN—27APR05
N

H 12 % LOCK

Alavanca do Levante, Mostradores de Tela e Interruptores


A—Alavanca do Comando do F— Posição do Ressalto, J— Levante Abaixo do Ajuste de M—Interruptor SET (AJUSTE)
Levante Elevação Profundidade Armazenado N—Interruptor LOCK
B—Subida do Levante—Lenta G—Posição do Ressalto, K—Levante no Ajuste de (BLOQUEAR)/Amortecedor
C—Descida do Levante—Lenta Abaixamento Profundidade Armazenado
D—Subida do Levante—Rápida H—Posição de Flutuação L— Indicadores de Profundidade
E—Descida do Levante—Rápida I— Levante Acima do Ajuste de Atuais
Profundidade Armazenado

Uso da Alavanca do Comando do Levante interruptor depth SET (AJUSTE da profundidade) (M)
para armazenar na memória.
Os movimentos da alavanca dentro da região proporcional • Sempre que o interruptor depth SET (AJUSTE da
(D e E) comandam o levante para suspender ou profundidade) for pressionado, o ajuste de profundidade
abaixar. A taxa de elevação ou abaixamento depende anterior é apagado e a profundidade atual é gravada
da distância que a alavanca é movida da posição como o novo ajuste
central. Empurre a alavanca para baixo para abaixar o • A profundidade de operação pode ser ajustada
levante; puxe a alavanca para cima para levantá-lo. novamente antes da operação no campo. Mantenha
• A alavanca não suspenderá o levante acima do limite a alavanca para frente até que o comando da
de altura máximo, mas moverá o levante abaixo do profundidade alcance o valor desejado; em seguida
ajuste de profundidade gravado armazene pressionando o interruptor SET (AJUSTE).
• Uma "alternância" de curta duração da alavanca na
região proporcional mudará o comando de profundidade Mostrador
em um ou dois dígitos.
As informações do levante aparecem na metade inferior
Ajuste da Profundidade do mostrador quando a alavanca do levante é usada ou
podem ser exibidas permanentemente selecionando
Use a alavanca para mover o levante para a profundidade o Indicador de Comando.
da operação desejada; em seguida, pressione o

Continua na próxima página LT04177,0000120 -54-20APR07-1/2

50-3 052413

PN=100
Engate Hidráulico (Se Equipado)

• A profundidade atual é representada por um valor quando o implemento é desconectado. Consulte USO
numérico e uma marca indicadora (L). O valor numérico DA OPERAÇÃO DE FLUTUAÇÃO nesta seção para
também é apresentado nos demais mostradores de obter informações sobre o ajuste correto se o implemento
ajuste do levante. precisar de flutuação do levante durante a operação de
• O ajuste de profundidade gravado é representado por campo.
uma barra horizontal (K). Ao pressionar o interruptor
SET (AJUSTE) (M), a barra será movida para ficar Trava/Amortecimento
alinhada com a marca indicadora (L).
• As telas (I—K) mostram a profundidade atual acima (I), CUIDADO: Para evitar possíveis lesões e
abaixo (J) e na profundidade armazenada (K) danos ao equipamento, ajuste a trava do
• A barra vertical no mostrador mostra o limite de altura levante e o amortecimento para ON (LIGADO)
máximo antes do transporte.
Ressaltos da Alavanca Antes do transporte ou durante as operações, quando
o levante não for usado, suspenda o levante com
A posição do ressalto (F) suspende o levante até o limite
a alavanca e, em seguida, pressione o interruptor
de altura mais alto. A posição do ressalto (G) abaixa o
LOCK/damping (TRAVA/amortecimento) (N). O símbolo
levante até a profundidade armazenada.
de travamento será exibido e o valor numérico da
• Se a alavanca for mantida no ressalto de avanço profundidade será alterado para traços. Isso trava o
enquanto estiver sendo abaixado, o levante abaixará
levante e permite o seu amortecimento.
além da profundidade gravada. Quando a alavanca é
liberada, o levante volta para a profundidade gravada, • A alavanca de comando do levante é desativada de
forma que o levante não possa ser abaixado (mas
se o trator estiver em movimento.
possa ser levantado para trás até a posição travada se
• A profundidade pode ser variada movendo a alavanca a alavanca for mantida no ressalto)
na região proporcional. Empurrar a alavanca para
dentro do ressalto de avanço e liberá-la em seguida fará • O amortecimento do engate interrompe a
inclinação/balanço do trator, que pode ocorrer ao
com que o levante volte para a profundidade gravada.
transportar equipamentos montados no engate.
Flutuação da Alavanca Para destravar o levante e desligar o amortecimento,
A posição de flutuação (H) mantém a válvula de pressione novamente o interruptor (N).
abaixamento do levante aberta continuamente e é útil
LT04177,0000120 -54-20APR07-2/2

Ajuste do Limite de Altura do Levante


O limite de altura do levante é ajustado no B D
CommandCenter.
E
Hitch Command
1. Pressione o Interruptor do Limite de Subida/Taxa de

RXA0085831 —UN—11JAN06
Queda do Levante (A) uma vez e observe o Mostrador
(B); o ajuste de altura atual é exibido na forma de um C
Gráfico de Barras de Altura (C), à esquerda. 88
2. Gire o Indicador de Comando (D) no sentido
A
anti-horário para diminuir o limite de altura; no sentido F
horário para aumentá-lo. As alterações feitas nos
ajustes de altura ocorrem imediatamente. O limite de
altura inferior está limitado a 25% da altura máxima. Botão de Controle de Altura do Levante
O Indicador de Posição do Levante (E) mostra sua
posição atual. A—Interruptor do Limite de D—Indicador de Comando
Subida/Taxa de Queda do E—Indicador de Posição do
3. Quando a altura desejada for atingida, pressione o Levante Levante
Interruptor de Seleção (F) para retornar ao mostrador B—Mostrador F— Interruptor de Seleção
anterior. C—Gráfico de Barras de Altura

LT04177,000012E -54-07MAY07-1/1

50-4 052413

PN=101
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Ajuste da Velocidade de Descida do Levante


B D A
CUIDADO: A velocidade excessiva de queda pode C
causar lesões ao operador ou danos à máquina.
O tempo total de descida do implemento é

RXA0087384 —UN—02MAR06
1 2 3 4 5
de pelo menos dois segundos. 88
+

A velocidade de descida do levante é ajustada no


CommandCenter.
1. Pressione o Interruptor do Limite de Subida/Velocidade E
de Descida do Levante (A) duas vezes e observe o
Mostrador (B); a velocidade de descida atual é exibida
na forma de uma Escala de Velocidade (C), na parte Botão de Controle da Velocidade de Descida do Levante
superior.
A—Interruptor do Limite de D—Indicador de Comando
2. Gire o Indicador de Comando (D) no sentido Subida/Velocidade de E—Interruptor de Seleção
anti-horário para diminuir a velocidade (tartaruga); Descida
no sentido horário para aumentá-la (coelho). As B—Mostrador
alterações feitas nos ajustes da velocidade de descida C—Escala da Velocidade
ocorrem imediatamente.
3. Quando a velocidade desejada for atingida, pressione
o Interruptor de Seleção (E) para retornar ao
mostrador anterior.
LT04177,000012F -54-07MAY07-1/1

Ajuste do Controle de Carga/Profundidade profundidade inicial de operação é ajustada


(Resposta de Esforço) pela alavanca do levante.

NOTA: O ajuste da carga/profundidade só altera


a capacidade de resposta do esforço. A

B C
D

RXA0082727 —UN—25JUL05
E A

A—Interruptor de Carga/Profun- B—Mostrador D—Escala da Resposta de E—Interruptor de Seleção


didade C—Comando Giratório Esforço

A resposta de esforço da profundidade/carga do levante


é ajustada no CommandCenter.
• A resposta de esforço zero fornece o controle
da posição (Consulte USO DO CONTROLE DE
1. Pressione o Interruptor de Carga/Profundidade (A) POSIÇÃO.)
e observe o Mostrador (B); o ajuste da resposta de • Os ajustes mais altos são usados para o controle
esforço atual é exibido como uma Escala de Resposta do esforço (Consulte USO DO CONTROLE DE
de Esforço (D) na parte superior. ESFORÇO.)

2. Gire o Indicador de Comando (C) no sentido 3. Quando o ajuste desejado é alcançado, pressione o
anti-horário para diminuir a resposta de esforço ou no interruptor de Seleção (E) para voltar para o mostrador
sentido horário para aumentá-la. As alterações feitas anterior.
nas respostas têm efeito imediato.
Continua na próxima página JO51195,00000C0 -54-10AUG05-1/3

50-5 052413

PN=102
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Usar o Controle da Posição


Use o controle de posição para operações de implementos
de acionamento fora do solo e implementos equipados
com rodas reguladoras de profundidade de flutuação.
Para ajustar a carga/profundidade do controle de posição,

LX1026119 —UN—10MAY01
ajuste a resposta de esforço para zero.

JO51195,00000C0 -54-10AUG05-2/3

Usar o Controle de Tração


O controle de tração é acionado pelo ajuste do controle
de profundidade/carga em qualquer valor acima de zero.
A profundidade do levante variará automaticamente
conforme indicado pelo contorno e condições do solo.

RXA0080487 —UN—18MAY05
Ajuste o valor específico de acordo com o tipo de
implemento em uso. Ajustes mais altos são usados para
o controle de tração.
Os ajustes de tração típicos, por tipo de implemento, são:
Cultivador Integral de Campo 4—5
Arado de Aiveca Integral 3—5
Arado de Aiveca Semi-integral 2—4 Ajustes da Tração para Várias Condições de Solo
Arado Subsolador Integral 2—4
Escarificador/Subsolador Integral 1—3

RXA0080488 —UN—17MAY05
Controle de Tração para Várias Condições de Solo

JO51195,00000C0 -54-10AUG05-3/3

50-6 052413

PN=103
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Ajuste do Levante pela Resposta da Patinagem

D B

RXA0082550 —UN—20JUL05
A

A—Interruptor SETTINGS B—Comando Giratório D—Interruptor SELECT


(AJUSTES) C—Controle do Levante (SELEÇÃO)
E—Escala Numerada

NOTA: O trator deve ser equipado com radar, e o 2. Pressione o interruptor SETTINGS (AJUSTES) (A) e
controle de carga/profundidade deve estar no gire o indicador de comando (B) até que o Controle
modo controle de tração para que o controle do Levante (C) fique realçado, em seguida pressione
de patinagem funcione. Consulte uso do o interruptor SELECT (SELEÇÃO) (D). O ajuste da
controle de tração nesta seção. resposta de patinagem aparece como uma escala
O levante pode ser operado somente com o sensor numerada (E) no topo do mostrador.
de tração ou com o sensor de tração e controle NOTA: A alteração do ajuste da resposta de patinagem
do levante. O ajuste do controle do levante é afetará a operação apenas quando a patinagem
independente da resposta do controle de tração. das rodas exceder 10%.
O controle do levante usa dados de patinagem da roda 3. Gire o indicador de comando (B) para ajustar a
para suplementar o sistema de controle de tração e resposta de patinagem. Os valores mais altos
ajudar a manter a profundidade de trabalho uniforme. O oferecem uma resposta mais rápida à variação de
conetrole do levante só funciona se a patinagem da roda patinagem. Os valores mais baixos oferecem uma
estiver acima de 10%. resposta mais lenta à variação de patinagem. As
Recomendações para Ajuste da Resposta * alterações feitas na resposta de patinagem têm efeito
Arado Subsolador 2—4 imediato.
Subsolador 5—7 4. Quando a resposta desejada é alcançada, pressione
Arado de Aiveca 7—9 o interruptor SELECT (SELEÇÃO) (D) para voltar para
Escarificador Tandem 8—10 o mostrador anterior.
* O ajuste apropriado dependerá do tipo de implemento, das
condições do solo e da configuração do trator
NOTA: A resposta de patinagem volta automaticamente
para zero durante o transporte (velocidade
1. Pré-ajuste a profundidade da operação e a resposta acima de 20 km/h [12,4 mph]).
de esforço, com a resposta de patinagem em zero.
JO51195,00000C1 -54-10AUG05-1/1

50-7 052413

PN=104
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Uso da Operação de Flutuação


B
Os implementos equipados com rodas reguladoras de C F
profundidade podem requerer a operação de flutuação
para estiverem operando em terrenos irregulares.

RXA0093243 —UN—30MAR07
• Pressione o interruptor de Carga/Profundidade (A) e 0
observe o mostrador. Gire o Indicador de Comando (F)
no sentido anti-horário para definir o controle (B) de
posição de carga/profundidade.
D
• Mantenha a alavanca do levante para frente até que a E A
profundidade comandada (C) mostre zero, totalmente
para baixo.
• Pressione o interruptor de ajuste (E) para salvar a
posição inferior máxima como ajuste de profundidade
armazenado.
NOTA: Os braços de levante podem ser ajustados
para flutuação lateral. (Veja Mudança da
Flutuação Lateral, nesta seção.)

RXA0084326 —UN—26SEP05
A—Interruptor de D—Ajuste da Profundidade
Carga/Profundidade do Total de Descida
Levante E—Interruptor de Ajuste de
B—Controle de Posição Descida do Levante
C—Profundidade Comandada F— Indicador de Comando

Operação de Flutuação

LT04177,0000130 -54-07MAY07-1/1

Utilização dos Interruptores Externos de


Levantamento/Abaixamento
CUIDADO: Para evitar acidentes pessoais ou
danos causados pelo movimento do trator,

CQ291760 —UN—15MAY12
certifique-se de que a transmissão esteja na
posição PARK (ESTACIONAMENTO) antes de
utilizar os interruptores externos de levantamento
e abaixamento. Afaste-se dos pontos de
interferência ao utilizar os interruptores externos
de levantamento e abaixamento.

Pressione e mantenha pressionados os interruptores


Interruptores de Subida/Descida
externos (A) para suspender ou abaixar o levante. O
levante move-se em velocidade baixa ao utilizar os
interruptores externos.
NOTA: A alavanca HitchCommand (B) não pode
ser usada simultaneamente com o interruptor
externo de abaixamento/elevação.
CQ285371 —UN—20MAR10

A—Interruptores Externos B—Alavanca de Comando do


de Levantamento/Abaixa- Engate
mento

Console Direito

JG50163,00002D2 -54-15MAY12-1/1

50-8 052413

PN=105
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Usar Abaixamento Manual do Engate

CUIDADO: Evite possíveis acidentes pessoais.


Execute o abaixamento manual a partir da cabine.

CQ285372 —UN—20MAR10
O engate pode ser manualmente abaixado se pressão
hidráulica e/ou energia elétrica não estiverem disponíveis.
1. Retire o tampão.
2. Da cabine, use um pequeno perfurador para
pressionar o êmbolo de abaixamento manual (A).
A velocidade de descida é controlada pela força
exercida no êmbolo. Válvula no Topo do Engate
3. Instale o tampão.
A—Acionador do Abaixamento

GB52027,0001222 -54-15MAR10-1/1

Componentes do Engate
A—Cilindros de Elevação D—Braços de Elevação
B—Braços de Elevação E—Braço Central
C—Interruptores Externos F— Braços de Tração
de Levantamento/Abaixa-
mento

CQ291761 —UN—15MAY12

JG50163,00002D3 -54-15MAY12-1/1

50-9 052413

PN=106
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Uso de Blocos Estabilizadores (Se Equipado)


NOTA: O bloco estabilizador é recomendado quando um
Arado de Aiveca está instalado no trator.

IMPORTANTE: As barras estabilizadoras ajustáveis

RXA0070294 —UN—26AUG03
dos lados direito e esquerdo devem
estar liberadas, sem o pino de trava. O
controle da oscilação lateral será feito
pelo bloco estabilizador.

NOTA: Engate de 6350 kg (14 000 lb) exibido. 4559 A


kg (10 050 lb) é similar.
Lado Direito
Monte os blocos estabilizadores (A) na posição inferior
para minimizar a oscilação lateral do engate.
A—Bloco Estabilizador

AS60558,0001D11 -54-15SEP10-1/2

Monte os blocos estabilizadores (A) na posição superior


usando as peças de fixação existentes para permitir a
oscilação lateral quando o engate estiver abaixado. A
oscilação lateral é evitada quando o engate é levantado.
IMPORTANTE: Para evitar interferência dos braços de

RXA0068302 —UN—12SEP03
tração, confira se a distância entre os pneus é:
• Engate de Categoria 3N - 1,09 m (43 in.)
• Engate de Categoria 3—1,17 m (46 in.)
A—Bloco Estabilizador A

AS60558,0001D11 -54-15SEP10-2/2

Barras estabilizadoras
As barras do estabilizador ajustável (A), no lado direito
e esquerdo do levante, oferecem controle da oscilação
lateral.
As barras do estabilizador ajustável podem ser ajustadas

CQ291762 —UN—15MAY12
até um comprimento máximo conforme especificação:

Lado Esquerdo Mostrado

A—Barra estabilizadora B—Comprimento do


estabilizador

Item Medida Especificação

Barras estabilizadoras Comprimento (B) 400 a 520 mm


16.5 a 20 in.
JG50163,00002D4 -54-15MAY12-1/1

50-10 052413

PN=107
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Posicionamento do Braço Central


IMPORTANTE: Potência excessiva pode danificar
um implemento e um implemento muito
grande pode danificar o trator.

CQ285374 —UN—20MAR10
O trator é recomendado para implementos de Categoria
3 ou 3N com cargas de transporte pesadas ou arrasto
pesado. Os implementos da Categoria 2 não são
recomendados para o uso neste trator.
A posição inferior (C) proporciona uma altura de conexão
maior (10º adicionais acima do ângulo) A posição mais
alta (A) fornece uma força de içamento maior.
Use o furo central (B) para implementos que exijam maior
capacidade de içamento mas não requerem 10º acima A—Orifício superior, Mastro de C—Orifício inferior, Mastro de
685 mm (27 in.) 610 mm (24 in.)
do ângulo. B—Orifício central, Mastro de
685 mm (27 in.)

GB52027,0001224 -54-15MAR10-1/1

Ajustar o braço central


Ajuste a articulação central para nivelar a dianteira e a
traseira do implemento.
1. Remova o anel de trava (A) e levante a alavanca de

CQ285375 —UN—20MAR10
ajuste (B).
2. Gire a parte central do braço central até a posição
desejada.
3. Meça a distância entre os centros do pino (C) e do
gancho (D). A faixa normal de ajuste deve estar dentro
das especificações.
Especificação Engate de 4559 Kg (10,050 lb) Exibido
Ajustes—Comprimento......................................................609—769 mm
(24—30 in.) A—Anel de Bloqueio C—Centro do Pino
B—Alavanca D—Centro do Gancho
4. Posicione a alavanca de ajuste no corpo do elo central
e fixe com o anel de trava.
GB52027,0001225 -54-15MAR10-1/1

50-11 052413

PN=108
Engate Hidráulico (Se Equipado)

Posicionamento do Elo de Ascensão


IMPORTANTE: Potência excessiva pode danificar
um implemento e um implemento muito
grande pode danificar o trator.

CQ285378 —UN—20MAR10
O trator é recomendado para implementos de Categoria
3 ou 3N com cargas de transporte pesadas ou arrasto
pesado. Os implementos da Categoria 2 não são
recomendados para o uso neste trator.
• Posição (A)—Posição normal (altura e força de
içamento)
• Posição (B)—Para implementos mais pesados (reduz a Lado Direito Mostrado
altura de içamento, mas maximiza a força de içamento)

A—Orifício Dianteiro B—Orifício Traseiro

GB52027,0001226 -54-15MAR10-1/1

Braços Niveladores
Aumente o comprimento dos braços niveladores para
que o implemento atinja a profundidade máxima de
trabalho. Com o nivelamento lateral do implemento,
somente o braço nivelador direito precisa ser ajustado.

CQ282856 —UN—05JAN12
Use a alavanca (A) para ajustar o braço de elevação.
Após a conclusão do ajuste, trave a alça (A) no lugar.
Ajuste o braço de elevação esquerdo usando o mesmo
procedimento:
• Se o braço nivelador está equipado com manípulo de
ajuste, proceda da mesma forma como para o tensor
direito.
• Se o braço nivelador não está equipado com manípulo
de regulagem: A—Alavanca C—Comprimento do braço
B—Garfo nivelador
1. Separe o braço nivelador do braço do levante.
2. Gire a forquilha (B) para diminuir ou aumentar a
distância (C).
Especificação
Ajustes—Comprimento................................................... 890 a 1050 mm
(35 a 41 in.)
JG50163,00002D6 -54-15MAY12-1/1

Regulagem da Folga Vertical


Com a chapa de aço na posição (A), pode-se dar folga no
sentido vertical aos braços do levante.
Com a chapa de aço na posição (B), os braços do levante
estarão bloqueados.
LX000444 —UN—12AUG94

LX000445 —UN—12AUG94

JG50163,00002D7 -54-15MAY12-1/1

50-12 052413

PN=109
Conexões Hidráulicas
Conexão das Mangueiras
Hidráulicas—Traseira do Trator
CUIDADO: Evite possíveis acidentes pessoais.
Trave os controles da SCV antes de fixar os

CQ285379 —UN—20MAR10
implementos para evitar que eles se movimentem.

IMPORTANTE: As mangueiras hidráulicas podem


falhar devido aos danos físicos, dobras,
tempo de uso e exposição. Verifique
regularmente as mangueiras.
Certifique-se de que as extremidades
da mangueira estejam limpas antes de SCV Operada com Alavanca
utilizá-las, para minimizar a contaminação
do sistema hidráulico.

1. Travamento dos controles da SCV: Mova os bloqueios


(A) para a esquerda.

CQ285380 —UN—20MAR10
2. Limpe as tampas/coberturas contra poeira (B) e
remova.
3. Verifique se os símbolos na placa de identificação
do receptáculo, indicando o movimento do cilindro,
correspondem à direção do deslocamento.
4. Ao utilizar a SCV com cilindros de simples ação,
conecte a mangueira dentro do extensão do engate Empurrar/Puxar os Engates Rápidos
rápido (D).
5. Empurre a(s) mangueira(s) firmemente para dentro A—Travamentos/Tecla de C—Engate Rápido de Retração
do(s) engate(s) rápido(s). Toque da Trava de D—Engate Rápido de Extensão
Transporte
B—Tampa/Cobertura contra
Poeira

GB52027,000122A -54-15MAR10-1/1

Desconexão das Mangueiras


Hidráulicas—Traseira do Trator
CUIDADO: Evite possíveis acidentes pessoais.
Trave os controles da SCV antes de

CQ285379 —UN—20MAR10
desconectar os implementos para evitar
que eles se movimentem.

1. Abaixe o implemento no chão antes de desconectar


as mangueiras hidráulicas.
NOTA: Para aliviar a pressão hidráulica do implemento,
mova a alavanca de controle da SCV para a posição
de flutuação, enquanto o motor estiver funcionando. SCV Operada com Alavanca

2. Mova a alavanca de controle da SCV para a posição A—Travamentos/Tecla de


de flutuação durante alguns segundos enquanto o Toque da Trava de
motor estiver ligado. Transporte

3. Travamento dos controles da SCV: Mova os bloqueios


(A) para a esquerda.
4. Puxe as mangueiras diretamente dos receptáculos.
GB52027,000122B -54-15MAR10-1/1

55-1 052413

PN=110
Conexões Hidráulicas

Retorno do Motor Hidráulico e Kits de Drenagem da Caixa


Um pórtico de retorno do motor é fornecido na parte
superior da saída da válvula do levante ou na tampa da
extremidade da suplementação de potência se o trator
for encomendado sem levante. Esse pórtico proporciona
acesso ao circuito de retorno de baixa pressão do trator.

RXA0074633 —UN—26APR04
O pórtico (A) é usado para o dreno da caixa do motor para
aplicações com baixo fluxo e baixa pressão. O dreno da
caixa do motor é usado quando o fluxo do óleo de retorno
é muito alto para o pórtico de retorno do motor e poderia
causar contra pressão que danificaria as vedações do
motor. Os kits de drenagem da caixa e retorno do motor
estão disponíveis em seu concessionário John Deere.
Retire o tampão do acoplador do retorno do motor
hidráulico. Conecte a mangueira de retorno no acoplador, A—Pórtico de Acesso de
certificando-se de que a extremidade da mangueira e o Pressão Baixa
acoplador estejam limpos.
A utilização do acoplador de retorno do motor evitará: • Válvulas de controle auxiliar localizadas no implemento
• Operação inversa inadvertida podem permitir o movimento inesperado dos cilindros
• Pressurização da linha de retorno da função auxiliar ou o não funcionamento correto se a pressão da linha
• Verificação do fluxo potencial do acoplamento lateral for muito alta.
de retorno da VCR NOTA: Os motores sem válvulas de retenção
Exemplos de implementos que não podem resistir à alta de sobrecarga deverão ser conectados ao
pressão aplicada nos dois pórticos são: acoplador do retorno do motor para impedir
a pressurização da linha de retorno quando a
• Motores hidráulicos que têm pórticos de retorno e de VCR for retornada para o neutro.
drenagem da caixa conectadas. Podem resultar em
falhas no alojamento do motor ou das vedações do
eixo, caso a linha de retorno seja pressurizada.
OUMX005,0001675 -54-16AUG05-1/1

Utilização do Sistema Hidráulico do Sensor de Carga (Suplementação de Potência)

A Suplementação de Potência é utilizada como uma fonte • Nenhuma outra saída da VCR estiver disponível
de pressão/fluxo para as funções auxiliares equipadas
com válvulas independentes de controle de fluxo. Utilize As funções da suplementação de potência exigem um
a Suplementação de Potência quando: sinal do "sensor de carga" para regularizar a pressão
da bomba, conseqüentemente, é utilizada uma linha
• O controle da VCR do trator não for necessário hidráulica do "sensor de carga". Certos equipamentos
• A válvula de controle do implemento exigir sinal de podem exigir modificações. Os acopladores hidráulicos
sensor de carga externo para impedir a operação da especiais estão disponíveis no concessionário John
bomba em alta pressão Deere.
AG,RX15494,2739 -54-22MAR05-1/1

55-2 052413

PN=111
Conexões Hidráulicas

Exemplos de Utilização do Sistema


Hidráulico do Sensor de Carga
(Suplementação de Potência)
Exemplo 1 — As válvulas de controle com sensor de
carga fornecem um sinal do sensor de carga para o

RW55109A —UN—18MAR99
sistema hidráulico e podem ser operadas manualmente
ou por solenóides.
Exemplo 2 —A válvula de controle normal direciona o
óleo para qualquer um dos dois circuitos, mas somente
um exige pressão acima de 2.600 kPa (26.0 bar) (380
psi). Conecte a linha do sensor de carga no circuito que
exige pressão. Um exemplo é um cilindro de ascensão Exemplo 1
do carro de transporte com a carga apoiada por batentes
mecânicos na posição total para baixo. O sensor de
carga sinaliza a bomba quando for necessário o aumento
de pressão. A pressão permanece baixa quando não
necessária.
O circuito permite que o cilindro "vaze" pela linha do

RW55110A —UN—08MAR99
sensor de carga (C). Se o vazamento não for aceitável
para a operação, utilize o Exemplo 3.

A—Linha de Pressão D—Válvula de Controle


B—Linha de Retorno E—Cilindro
C—Linha do Sensor de Carga

Exemplo 2
Continua na próxima página AG,RX15494,2740 -54-22MAR05-1/2

55-3 052413

PN=112
Conexões Hidráulicas

Exemplo 3—A válvula de controle normal direciona o


óleo para qualquer um dos dois circuitos, ambos exigindo
alta pressão. Conecte a linha do sensor de carga na linha
de pressão antes da válvula de controle.
NOTA: O sistema manterá uma pressão máxima de

RW55111A —UN—08MAR99
20.000 kPa (200 bar) (2.900 psi) contanto que
as mangueiras de Suplementação de Potência
estejam conectadas. Se outras funções estiverem
operando em fluxo contínuo, pode resultar no
aumento das temperaturas do óleo hidráulico.

Um exemplo comum seria um implemento dobradiço,


onde é necessária pressão para estender ou recuar os Exemplo 3
cilindros. Desconecte as mangueiras de Suplementação
de Potência, quando não estiverem em uso.
Exemplo 4— A válvula de controle de fluxo compensada
por pressão é utilizada para regular a rotação do motor
hidráulico. Conecte a linha do sensor de carga na linha
de pressão depois da válvula de controle.

RW55112A —UN—08MAR99
NOTA: A velocidade do motor pode oscilar quando outras
funções ocasionarem a mudança da pressão do
sistema. Evite oscilações instalando uma válvula
de controle de fluxo compensada por pressão.

A—Linha de Pressão E—Cilindro


B—Linha de Retorno F— Válvula de Fluxo
Exemplo 4
C—Linha do Sensor de Carga Compensada por Pressão
D—Válvula de Controle G—Motor Hidráulico

AG,RX15494,2740 -54-22MAR05-2/2

Utilização de Implemento que Exige Grandes Volumes de Óleo

CUIDADO: Não adicione óleo no reservatório 1. Alterne todos os cilindros do implemento depois de
com o motor em funcionamento. Podem ocorrer dar partida no trator.
lesões a partir do movimento inesperado
2. Verifique o nível de óleo hidráulico da transmissão.
do levante ou do cilindro.
(Consulte VERIFICAÇÃO DO NÍVEL DE ÓLEO
HIDRÁULICO DE TRANSMISSÃO na seção
NOTA: Os implementos com cilindros hidráulicos grandes
Lubrificação).
(como vagões com descarga) podem retirar
volumes substanciais de óleo hidráulico do sistema 3. Adicione óleo se necessário.
hidráulico de transmissão do trator.
4. Abaixe o implemento e retraia os cilindros para que o
IMPORTANTE: Pode ocorrer perda de potência, óleo retorne ao reservatório.
aquecimento excessivo ou redução da eficiência 5. Verifique novamente o nível de óleo depois de
do trem de acionamento se a quantidade extra de remover o implemento.
óleo não for removida após o uso do implemento.
6. Drene o excesso de óleo se necessário.
Remover óleo demais pode resultar em mau
funcionamento ao elevar-se o levante ou ao
usar as funções de extensão das VCRs.
OUMX005,00015F7 -54-22MAR05-1/1

55-4 052413

PN=113
Sist. Hidrául.—SCVs Acionadas por Alavanca
Válvulas Hidráulicas
NOTA: SCVs na Traseira do Trator: Sinal SMV removido
para objetivos fotográficos.

O trator pode ser equipado com até quatro seções de

CQ285381 —UN—20MAR10
válvulas de controle remoto (A) e (B) na traseira do trator.

A—Válvula de Controle Remoto B—Válvula Básica de Controle


de Luxo Remoto

GB52027,000122C -54-16MAR10-1/1

Ajuste da Vazão do Cilindro ou Operação do


Motor (Apenas SCV de Luxo)

CUIDADO: Velocidade excessiva de operação


pode causar ferimentos pessoais ou

CQ285464 —UN—05APR10
danos à máquina.

NOTA: Se tiver dificuldade em rodar o manípulo da


válvula de calibragem, verificar a acumulação
de sujidade por baixo do manípulo.

Ajustar a velocidade de funcionamento rodando o


manípulo da válvula de calibragem (A).
• Sentido anti-horário—Aumenta a taxa A—Manípulo da válvula de
• Sentido horário—Diminui a taxa calibragem
NOTA: Com algumas alfaias pode ser necessário reduzir
a velocidade de circulação do óleo se a detenção
disparar antes do final do ciclo.
GB52027,0001267 -54-05APR10-1/1

Definições do Símbolo da VCR


Esses símbolos são exibidos nos manípulos de controle A
da VCR. D

A—Leia o Manual do Operador D—Alavanca (Sem Ressalto)


B—Motor hidráulico (Detente E—Carregador (Sem Ressalto)
contínuo)
C—Cilindro Remoto (Detente B
Automático)

E
RW26994 —UN—21AUG00

AG,RF30435,2718 -54-22MAR05-1/1

60-1 052413

PN=114
Sist. Hidrául.—SCVs Acionadas por Alavanca

Operação de Detente da Alavanca por VCR


(Somente VCRs de Luxo)
Posição do Manípulo Função do Detente da Alavanca
Gire no Sentido Anti-Horário Detente Contínuo—A alavanca deve
até o Batente do Detente (A) voltar manualmente para a posição
neutra

RW26987 —UN—07JUL00
Centro (B) Sem Detente—A alavanca volta para
a posição neutra quando liberada
Gire no Sentido Horário até o Detente Automático—A alavanca
Batente do Detente (C) retorna automaticamente quando o
cilindro atinge o final do curso.

A—Batente do Detente C—Batente do Detente Três Válvulas de Luxo Exibidas para Fotografia
B—Centro

JO51195,000008A -54-25OCT05-1/1

Operação do Carregador Usando a VCR

CUIDADO: Ajuda a evitar lesões pessoais ou


mortes causadas por objetos que possam cair
em cima do operador. Ao usar a VCR para

RXA0082373 —UN—09AUG05
operar o carregador (trator não equipado com
um controle com alavanca única), a VCR deve
estar na posição do carregador (sem detente)
(A). O movimento da alavanca de controle para
a posição do detente pode fazer com que o
carregador levante inesperadamente até a altura
máxima e a carga caia em cima do operador.
Sem a Posição do Detente (Visão da Cabine)
A—Posição Sem Detente

JO51195,000008B -54-07JUL05-1/1

Ajuste do Desarme do Detente (Somente


VCR de Luxo)
NOTA: O ajuste do alívio do detente em todas as VCRs
é ajustado de fábrica para 17500—18500 kPa

RXA0082374 —UN—09AUG05
(180 bar) 2700 psi de pressão. Com alguns
implementos, o aumento do ajuste do desarme
acima do ajuste de fábrica pode fazer com que
o detente não seja liberado.

Remova o bujão (A) e insira uma chave de fenda comum


para ajustar. Ajuste o parafuso no sentido horário para
aumentar a pressão e no sentido anti-horário para
diminuir a pressão. Uma volta completa mudará a Vista da Cabine
pressão de 5500 kPa (55 bar) 825 psi.
1. Desconecte as mangueiras da VCR. A—Conector

2. Gire o manípulo do seletor de detente no sentido


horário para a Posição de Detente Automático.
4. Afrouxe o parafuso lentamente até que a alavanca
3. Ajuste o parafuso até que a alavanca fique fixa. seja liberada, em seguida libere 3/8 de uma volta.
JO51195,000008C -54-25OCT05-1/1

60-2 052413

PN=115
Sist. Hidrául.—SCVs Acionadas por Alavanca

Trava da Alavanca da SCV


CUIDADO: Empurre bloqueios das alavancas das
SCVs para a esquerda (bloqueio de transporte)
antes de engatar ou desengatar implementos,
para evitar movimentos dos implementos e

CQ285379 —UN—20MAR10
ferimentos pessoais possíveis.

Os bloqueios da alavanca da SCV (A) podem ser


colocados em três posições:
• Direita—Curso Total da Alavanca
• Centro—Trava da Flutuação
• Esquerda—Trava do Transporte
Cada alavanca da SCV possui quatro posições—NEU-
TRA, ESTENDIDA, RETRAÍDA e FLUTUAÇÃO. A—Bloqueios de Alavancas da
SCV

GB52027,000122D -54-16MAR10-1/1

Alavanca da SCV—Posição Neutra


Neutro mantém o cilindro remoto em posição.
Quando o modo de retenção automático é selecionado,
a alavanca da SCV retorna automaticamente ao neutro

CQ285382 —UN—20MAR10
no fim do curso do cilindro.
Alavancas (A) nas posições de estender ou retrair
retornam ao neutro automaticamente ao desligar o motor.
A posição de flutuação permanece detida quando o motor
é de desligado.

A—Alavancas

GB52027,000122E -54-16MAR10-1/1

Alavanca da SCV—Posição Estendida


Puxe a alavanca um pouco para trás da posição neutra.
Este procedimento estende lentamente o cilindro. A
alavanca retorna ao neutro quando é libertada.

CQ285383 —UN—20MAR10
Puxe a alavanca totalmente para trás para estender
o cilindro remoto à velocidade máxima. O modo de
operação de retenção depende da retenção de SCV
selecionada. (Consulte a OPERAÇÃO DE RETENÇÃO
DA ALAVANCA DA SCV, nesta seção).

GB52027,000122F -54-16MAR10-1/1

60-3 052413

PN=116
Sist. Hidrául.—SCVs Acionadas por Alavanca

Alavanca da SCV—Posição Retraída


Empurre a alavanca um pouco para a frente da posição
neutra. Este procedimento recolhe lentamente o cilindro.
A alavanca retorna ao neutro quando é libertada.

CQ285384 —UN—20MAR10
Empurre a alavanca para a frente para o primeiro entalhe
da retenção para recolher o cilindro remoto à velocidade
máxima. O modo de operação de retenção depende da
retenção de SCV selecionada. (Consulte a OPERAÇÃO
DE RETENÇÃO DA ALAVANCA DA SCV, nesta seção).

GB52027,0001230 -54-16MAR10-1/1

Alavanca da SCV—Posição de Flutuação


Mova o bloqueio da alavanca de SCV (A) para a posição
direita, para permitir o curso completo da alavanca.
Empurre a alavanca da SCV à frente completamente,

CQ285379 —UN—20MAR10
para a posição flutuar. O cilindro está livre para estender
ou retrair, deixando o implemento seguir o solo.
Faça um ciclo total no cilindro nos dois sentidos depois de
ser usado na posição de flutuação, para assegurar que o
cilindro esteja cheio de óleo.

A—Bloqueio

GB52027,0001231 -54-16MAR10-1/1

60-4 052413

PN=117
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Limites de Carga da Barra de Tração


Baseados no Tipo da TDP, Comprimento e
Posição da Barra de Tração
NOTA: A barra de tração categoria 3 usa um
pino de 38 mm (1.5 in.).

A—Barra de Tração

RXA0084672 —UN—20OCT05
Barra de Tração Categoria 3
GB52027,000120B -54-27MAY10-1/2

C
E D

RXA0084666 —UN—02NOV05
B

F
A
A

A—Barra de Tração C—Dimensão F— Posição Média


B—Parafusos de Bloqueio D—Posição Curta G—Eixo da TDP
E—Posição Longa

IMPORTANTE: certos implementos pesados podem ultrapasse a carga vertical estática máxima
aplicar tensão em excesso à barra de tração na barra de tração para um(a) determinado(a)
(A). A tensão é bastante aumentada pela comprimento/posição de barra de tração,
velocidade e pelo terreno irregular. Não conforme indicado na tabela abaixo.
Limites de Carga da Barra de Tração
Barra de Tração Comprimento/Po- Dimensão Carga Vertical Máxima – Barra de Tração Velocidade da TDP
sição Categoria 3
1–Curto/Orifício Traseiro 254 mm (10 in.) 2766 kg (6100 lb) Não para TDP
2–Médio/Orifício do Meio 356 mm (14 in.) 2131 kg (4700 lb) 540 rpm
3–Longo/Orifício Dianteiro 406 mm (16 in.) 1837 kg (4050 lb) 1000 rpm
GB52027,000120B -54-27MAY10-2/2

65-1 052413

PN=118
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Ajustar o comprimento da barra de tiro 2


IMPORTANTE: Para implementos acionados pela 3
1
TDP, a barra de tração deve ser posicionada
conforme instrução em ACOPLAR IMPLEMENTO
ACIONADO POR TDP, nesta seção.

1. Remova o parafuso (A).

RXA0068352 —UN—27AUG03
2. Solte o parafuso de cabeça (C).
3. Remova o suporte e o pino de retenção (B).
C
4. Deslize a barra de tração até a posição desejada. B A
• Posição 1: Comprimento Curto (Furo de Fixação
Traseiro)—não para aplicações com TDP
• Posição 2: Comprimento Médio (Furo de Fixação
Intermediário)—540 rpm
A—Parafuso C—Parafuso
• Posição 3: Comprimento Estendido (Furo de B—Pino de Retenção
Fixação Dianteiro)—1000 rpm
5. Instale o tirante e o pino de fixação da barra de tração.
Instale o pino com a ponta cônica para CIMA.
6. Instale e aperte os parafusos de cabeça.
GB52027,000120C -54-15MAR10-1/1

Ajuste da Altura da Barra de Tração


A altura da barra de tração é ajustada girando-se o desvio
(A) para cima ou para baixo. Proceder como para o ajuste
do comprimento. Deslize totalmente para fora a barra de
tração e gire-a para cima.
IMPORTANTE: A montagem do pino de engate
deve estar sempre no topo da barra de

RXA0084672 —UN—20OCT05
tração, se utilizada.
O suporte para serviço pesado não pode ser
usado quando o cotovelo está virado para cima.

A—Desvio

GB52027,000120D -54-15MAR10-1/1

Ajuste Lateral da Barra de Tração

CUIDADO: Para evitar acidentes pessoais,


utilize os pinos de travamento para manter
a barra de tração estacionária ao operar
RW55740A —UN—02AUG99

implementos acionados por TDP.

Retire os pinos de travamento (A) e deslize a barra de


tração até a posição desejada.
Instale os pinos de trava da barra de tração.

A—Pinos de Travamento

GB52027,000120E -54-15MAR10-1/1

65-2 052413

PN=119
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Instalação e Uso do Conjunto de Manilhas


Barra de Tração Cat 3
IMPORTANTE: a manilha pode ter de ser removida,
dependendo da aplicação.

O conjunto do pino em U (A) deve ser fixado APENAS na


parte superior da barra de tração.

RXA0084675 —UN—20OCT05
Instale o conjunto do pino de engate e aperte os parafusos
(B).
Parafusos de Fixação do Conjunto do Pino em U—Especificação
Categoria 3—Torque................................................... 750 Nm (550 lb-ft)

Remova o pino trava (D). Levante o pino com a alavanca


(C) e posicione no entalhe do conjunto do pino em U.
Conecte o implemento.
Insira o pino somente através da barra de tração, não
através do conjunto do pino em U, se o implemento
rebocado também possuir um conjunto de pino em U.
NÃO inserir a cavilha através dos quatro elementos.
Reinstale o pino trava (D).

RXA0085836 —UN—10JAN06
A—Conjunto do Pino em U C—Levante o Pino com a
B—Parafuso Alavanca
D—Pino de Travamento

RW26281 —UN—12JUN99

RW26282 —UN—12JUN99

GB52027,0001210 -54-15MAR10-1/1

65-3 052413

PN=120
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Fixação do Implemento Acionado pela TDP

CUIDADO: O enroscamento em eixos de


transmissão que estejam em rotação pode causar
acidentes pessoais graves ou morte. DESLIGUE
O MOTOR e certifique-se de que a linha de

TS1644 —UN—22AUG95
acionamento da TDP esteja desligada antes de
realizar ajustes, conexões ou antes da limpeza
do equipamento acionado pela TDP.
Mantenha a proteção da TDP e as proteções
da linha de acionamento sempre no lugar.
Verifique se as proteções rotativas giram
livremente. Vista roupas justas.

Bloqueie a barra de tração na posição central, sem


balanço lateral, e remova o conjunto da manilha clevis.
Eixo da TDP Distância do Final do Eixo
TDP ao Orifício da Cavilha
do Engate (A)
540 rpm - 6 Estriasa 350 mm (14.0 in.)

RXA0088089 —UN—27MAR06
a
1000 rpm - 21 Estrias 400 mm (16.0 in.)
1000 rpm - 20 Estriasb 508 mm (20 in.)
a
35 mm (1-3/8 in.) Diâmetro do Eixo
b
45 mm (1-3/4 in.) Diâmetro do Eixo

Fixe o implemento na barra de tração antes de conectar


o eixo da TDP. Se o implemento estiver conectado no
engate rápido, certifique-se de que a barra de tração não
irá interferir.
Conecte a transmissão ao eixo da TDP. Rodar o veio
A—Distância do Final do Eixo
ligeiramente à mão para alinhar as estrias. Certifique-se TDP ao Orifício da Cavilha
de que o garfo está na posição correta e travado do Engate
firmemente.
Coloque a blindagem da TDP na posição. (Consulte Uso
da Blindagem Traseira da TDP nesta seção.)
GB52027,0001211 -54-15MAR10-1/1

65-4 052413

PN=121
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Operação da TDP Traseira (Se Equipada)

CUIDADO: Evite lesões pessoais. Desligue o


motor e permita que a linha de transmissão
da tomada de força (TDP) pare antes de
fazer ajustes, conexões ou limpeza do
equipamento acionado pela TDP.
Desengate sempre a TDP se não estiver em uso.

CQ285348 —UN—17MAR10
A TDP pode ser engatada ou desengatada sem que se
acione a embreagem.
NOTA: O indicador de Alerta de Manutenção piscará,
uma mensagem aparecerá no mostrador do
CommandCenter e um sinal de alerta audível
soará se o operador sair do assento com a TDP
ativada. A TDP não será desativada enquanto Console Lateral
o operador estiver fora do assento.
A—Interruptor da TDP Traseira
Mova o interruptor da TDP (A) para baixo e para a frente
para engatar a embreagem da TDP. O indicador da TDP
no mostrador da coluna de canto acenderá.
NOTA: Se o motor estiver parado e em seguida
IMPORTANTE: Se a TDP se desengatar durante for reiniciado enquanto a TDP estiver em
a partida ao operar em clima frio, espere funcionamento, a TDP não funcionará. Desengate
5 minutos antes de engatar novamente a a TDP utilizando o interruptor e, então,
TDP para evitar danos. engate a TDP novamente.

Puxe para trás o interruptor da TDP para desengatar


a embreagem; o freio da TDP será automaticamente
acionado.
GB52027,0001213 -54-16MAR10-1/1

65-5 052413

PN=122
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Utilização da Rotação Correta do Motor


A velocidade correta do motor é muito importante. Faça o
motor funcionar a 1950 rpm para a operação da rotação A
da TDP de 540 a 1000 rpm.

A—Tacômetro B—Indicador da TDP—Traseira n/min

MPH
km/h

30
50
25
40
20
30
15 MPH
20 km/h
10
10
5 IMS
0 1 2
5
10 B
10
20
15

RXA0084777 —UN—26OCT05
GB52027,0001214 -54-15MAR10-1/1

65-6 052413

PN=123
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Troca do Semi-eixo Reversível da


TDP—Padrão
CUIDADO: Evite lesões pessoais. O eixo da TDP
pode estar quente devido à operação. Deixe
que o eixo esfrie antes de trocar.

CQ285469 —UN—05APR10
IMPORTANTE: Os implementos podem ser operador
a 540 rpm somente se a entrada de energia não
exceder 56 kW (75 hp). Trabalhar com a Tomada
de Força a velocidades mais baixas com cargas
pesadas pode danificar a Tomada de Força.

NOTA: O eixo curto de 1000 rpm possui 21 estrias para


cargas pesadas da TDP. O eixo curto de 540
rpm possui 6 estrias para cargas que precisem
de menos de 56 kW da TDP (75 hp).

1. Gire as extremidades do anel elástico para alinhar

RW21883A —UN—02AUG99
com a superfície plana do eixo curto da TDP.
2. Retire o anel elástico (A) e pressione o eixo para fora
(B).
3. Limpe completamente o eixo curto. Passe a graxa HD
Non-Clay da John Deere nas estrias.
IMPORTANTE: Evite danificar a TDP. Limpe totalmente
(C) o orifício quando instalar o eixo da TDP
para o uso de 1000 rpm. A—Anel de Retenção C—Diâmetro interno
B—Universal
4. Instale o eixo no alojamento da TDP.
Eixo de 540 rpm—Gire o eixo para trás e para 5. Instale o anel elástico no sulco para reter o eixo
frente durante a instalação para garantir que esteja curto da TDP. Alinha as extremidades do anel com a
corretamente assentado no alojamento; continue superfície plana do eixo.
empurrando o eixo para dentro durante a instalação
do anel de pressão. IMPORTANTE: Selecione o modo 540 ou 1000 rpm
depois de trocar o eixo da TDP.
Eixo de 1000 rpm—Gire o eixo para frente e para trás
durante a instalação até que o engate seja percebido. 6. Selecione o modo do eixo da TDP correto. (Consulte
NOTA: O eixo estará adequadamente engatado quando Modo de Posição da Alavanca para TDP Traseira (se
o eixo girar com grande esforço. equipado), nesta seção).
GB52027,0001215 -54-05APR10-1/1

65-7 052413

PN=124
Barra de Tração e Tomada de Potência (TDP)

Modo de Posição da Alavanca da TDP


Traseira (Se Equipada)
IMPORTANTE: Verifique se a rotação da TDP
selecionada está correta para o implemento
anexado. A rotação incorreta pode resultar

CQ285470 —UN—05APR10
em danos graves ao implemento. Rotações
excessivas do motor também podem fazer
com que as rotações da TDP resultem em
danos ao implemento.

NOTA: Um alarme audível soará se a rotação da TDP


for detectada acima de 17% acima da rotação
nominal da TDP (alavanca de câmbio na posição
incompatível com o modo do eixo da TDP ou
o acelerador está ajustado alto com a TDP em A—Alavanca
redução de marcha). Aparecerá uma mensagem no
mostrador do CommandCenter e a TDP desligará.
Se isso continuar a ocorrer durante a operação da Verifique se a alavanca (A) está posicionada da seguinte
TDP, reduza lentamente a rotação do motor. forma:
• Modo 540 rpm—Posição para Trás
CUIDADO: Evite lesões pessoais. O motor • Modo 1000 rpm—Posição para Frente
deve parar quando o implemento estiver
sendo conectado. Com a alavanca na posição
intermediária, o eixo da TDP pode ser girado à
mão para facilitar a conexão do eixo.
GB52027,0001232 -54-05APR10-1/1

65-8 052413

PN=125
Lastreamento para Desempenho
Normas Gerais de Desempenho
Obtenção do Desempenho Ideal
Pressão de Calibragem Correta
Antes de acescentar o lastro no seu trator, considere
Calibre os pneus na pressão correta para carregar carga
esses fatores importantes para conseguir o desempenho
em cada eixo a fim de obter o desempenho de tração ideal.
ideal:
NOTA: Consulte a seção de Rodas, Pneus e Bitolas
• O lastro total máximo nunca deve exceder 66 kg (145 para as tabelas de pressão de calibragem.
lb.) por potência TDP
• O peso total do trator e a distribuição do peso estático Seleção Cuidadosa do Lastro
(por cento de peso estático nos eixos dianteiro e
traseiro) NOTA: Os pneus radiais e diagonais utilizam os mesmos
• Tipo de lastro utilizado (peso fundido ou líquido) procedimentos de lastreamento.
• Pressões de Calibragem do Pneu
• Tipo de eixo dianteiro (TDM-Padrão ou TDM com Fatores que Determinam a Quantidade de Lastro
Suspensão de Articulação Independente) • Superfície do solo—fofa ou firme
Distribuição de Peso Recomendada • Tipo de implemento total/semitotal ou rebocado
• Velocidade de deslocamento—lenta ou rápida
O trator deverá ser pesado para determinar com precisão • Potência exigida do trator—carga parcial ou total
a quantidade e o tipo de lastro. O peso deverá ser • Pneus–simples ou duplos; pequenos ou grandes
distribuído dependendo de como o trator estiver equipado • Tipo de eixo dianteiro (TDM-Padrão ou TDM com
e das condições em que será operado. Suspensão de Articulação Independente)

NOTA: A distribuição de peso ideal com a TDM é de 35% Puxar uma carga mais leve em alta velocidade é mais
dianteiro e 65% traseiro do peso total do trator. econômico e mais eficiente do que puxar cargas mais
pesadas em velocidade mais baixa.
Lastro Correto Muito pouco Lastro Excesso de Lastro

Não utilize mais lastro que o necessário e regule o lastro Patinagem excessiva das rodas Compactação do solo
conforme altera-se o uso do trator. Perda de potência Perda de potência
Desgaste dos pneus Carga aumentada
Para o lastro correto, meça a quantidade de redução do
Desperdício de combustível Desperdício de combustível
percurso (% da patinagem) das rodas de tração. Sob
condições de campo normais, a redução do percurso Menor produtividade Menor produtividade
deverá ser de 8—12%. Adicione mais contrapeso às
rodas de tração se a patinagem for excessiva. Se houver Limitações do Lastro
menos que a porcentagem mínima de patinagem, o lastro
IMPORTANTE: O peso do trator excedendo os limites
deverá ser retirado, a menos que seja necessário para
do lastro deve ser evitado e pode anular a
proporcionar estabilidade.
garantia devido às condições de sobrecarga.
O lastro correto permite o uso mais eficiente da energia
disponível do trator e não compensa um implemento que O lastro deverá ser limitado pela capacidade mais baixa
seja muito grande para o trator. A adição de lastro não do pneu ou do trator. A capacidade de carga de cada
melhorará o desempenho se a rotação do motor diminuir pneu não deverá ser excedida. Caso seja necessária
abaixo da rotação especificada e/ou a patinagem das uma quantidade maior de peso, deve ser levado em
rodas não estiver além da variação recomendada. consideração um pneu simples maior ou duplo.
JO51195,0000101 -54-25OCT05-1/1

70-1 052413

PN=126
Lastreamento para Desempenho

Lastreamento Quanto ao HP do Motor


Um guia no lastreamento de tratores é utilizar a potência verificar manualmente a patinagem das rodas,
da TDP combinada com o tipo de lastro necessitado para mas isto mostrará somente a patinagem em uma
uma tarefa em particular; lastro leve, médio ou pesado. área do campo. As condições do campo variam
Inicie o processo de lastreamento com o lastro mais leve de uma área para a outra e é necessário manter
que possa fazer a tarefa. Em seguida, adicione lastro a média correta da patinagem das rodas para
conforme for necessário para conseguir o desempenho manter o desempenho da tração ideal.
desejado.
Adicione mais peso se a patinagem for excessiva. Retire
NOTA: A distribuição de peso correta deve ser peso se houver menos que o mínimo de porcentagem
mantida ao adicionar ou retirar o lastro. O da patinagem.
peso fundido é o preferido para conseguir o
melhor desempenho de tração. Se a arrancada do implemento em carga total for
de 8,7 km/h (5.4 mph) ou maior, o trator pode estar
Os níveis de lastro são baseados nas seguintes operando sem lastro. Se operar em carga total
velocidades de percurso: entre 7,7 e 8,7 km/h (4.8 e 5.4 mph), o lastro médio
Leve Médio Pesado
é a melhor escolha. O lastro pesado deve ser
utilizado somente por poucos implementos (tal como
8,7 km/h 7,7 km/h 7,2 km/h
(5.4 mph) (4.8 mph) (4.5 mph)
subsoladores profundos) que exigem tração de carga
total abaixo de 7,2 km/h (4.5 mph).
Será necessário mais ou menos peso, caso sejam IMPORTANTE: Para estender a vida útil do trem
utilizadas diferentes velocidades de percurso. Velocidades de acionamento, nunca adicione lastro que
mais altas não exigem tanto peso. A indicação final do resulte em cargas de potência máxima contínua
lastro correto é a patinagem das rodas medida no campo. abaixo de 6,6 km/h (4.1 mph).
NOTA: O radar é recomendado para monitorar
continuamente a patinagem das rodas. É possível
JO51195,0000084 -54-06JUL05-1/1

Controle de Galope (Tratores de TDM)


O galope é uma condição em que o trator apresenta 2. Se o galope continuar representando um problema,
grandes saltos e/ou pulos em velocidades de trabalho de retire qualquer lastro líquido dos pneus traseiros e
campo abaixo de 16 km/h (10 mph) e está associado a substitua com o equivalente de peso fundido traseiro.
tratores que puxam implementos rebocados com cargas
de tração média a alta, em solos fofos e secos em cima 3. Coloque até 75% de lastro líquido nos pneus
de uma base firme e/ou ao subir morros. Como resultado, dianteiros e remova a quantidade equivalente de
o trator não pode manter o arranque devido à perda de pesos de ferro para manter a distribuição do peso
tração, passeio irregular ou os dois. recomendada, se os saltos poderosos continuarem a
representar um problema.
Faça as seguintes regulagens nas pressões de
calibragem somente depois de seguir as normas de 4. Consulte seu concessionário John Deere se o galope
desempenho (a distribuição do peso, o lastro correto e a continuar sendo um problema.
calibragem correta recomendados):
IMPORTANTE: O lastreamento e as pressões de
IMPORTANTE: A pressão do pneu dianteiro não calibragem do pneu podem precisar de
deverá exceder 41 kPa (0,4 bar) (6 psi) a mais do alteração quando as condições operacionais
que a pressão de enchimento máxima calculada, mudarem. Por exemplo, quando o trator é
exibida na parede lateral do pneu. usado com implementos montados no levante,
pode ser necessário aumentar a calibragem
1. Aumente a pressão do pneu dianteiro em incrementos dos pneus traseiros em relação aos níveis
de 14 kPa (0,1 bar) (2 psi) acima da pressão taxada recomendados para implementos tracionados
até que a trepidação do motor seja controlada. As e pode ser necessário diminuí-la ao remover
pressões de calibragem do pneu traseiro deverão os implementos montados no levante.
permanecer nas pressões nominais para a carga.
AG,RX15494,3474 -54-15APR03-1/1

70-2 052413

PN=127
Lastreamento para Desempenho

Partes do Pneu
A — Carcaça
B — Lonas
C — Bitola
D — Parede Lateral

CQ281142 —UN—08AUG12
E — Camisa
F — Talões

NOTA: Para obter maiores informações a respeito,


veja manuais do fabricante do pneu ou
contate seu concessionário.

OU90500,0000131 -54-30AUG12-1/1

Nomenclatura de Pneus
Pneu diagonal
O pneu diagonal é identificado pela nomenclatura
convencional.
16.9 - 28 10PR R1

CQ294129 —UN—30AUG12
A — Largura da banda de rodagem do pneu, em
A B C D E
polegadas (in).
B — Indica que o pneu é diagonal.
C — Indica o tamanho do aro, em polegadas (in).
D — Classificação da Lona, indica a resistência da
carcaça, não o número de lonas.
E — Tipo e tamanho do pneu de barra.

OU90500,0000132 -54-30AUG12-1/3

Pneu radial
O pneu radial pode ser identificado pela nomenclatura
convencional ou pelo sistema internacional.
1
16.9 R 28 R1W
1 - Nomenclatura convencional A B C D

CQ294130 —UN—30AUG12
A — Largura da banda de rodagem do pneu, em
polegadas (in).
B — Indica que o pneu é radial. 2
600 /65 R 28 R1 155 A8
C — Indica o tamanho do aro, em polegadas (in). A B C D E F G
D — Tipo e tamanho do pneu de barra.

2 - Sistema internacional
A — Indica a largura do pneu, em milímetros.
B — Indica a altura do pneu (lateral), em porcentagem F — Indica o índice de capacidade de carga do pneu.
da largura. G — Indica a velocidade máxima para a qual o pneu é
C — Indica que o pneu é radial. indicado.
D — Indica o tamanho do aro, em polegadas (in).
E — Tipo e tamanho do pneu de barra.
Continua na próxima página OU90500,0000132 -54-30AUG12-2/3

70-3 052413

PN=128
Lastreamento para Desempenho

Pneu de alta flutuação


Os pneus de alta flutuação são identificados por uma
nomenclatura mista.
A — Indica a largura do pneu, em milímetros.
B — Indica a altura do pneu (lateral), em porcentagem 850 /60 - 38 R1

CQ294131 —UN—30AUG12
da largura. A B C D E
C — Indica que o pneu é diagonal.
D — Indica o tamanho do aro, em polegadas (in).
E — Tipo e tamanho do pneu de barra.

OU90500,0000132 -54-30AUG12-3/3

Tipos de Bandas de Rodagem de Pneus


Existem cinco tipos de banda de rodagem e essas são as
mais usadas em aplicação agrícola.
A — Pneu R1. São os mais comuns em aplicação

CQ294132 —UN—30AUG12
agrícola, adequados para a maioria das condições
do solo.
B — Pneu R1W. As barras são 20% mais altas que as
do pneu R1, proporcionando maior durabilidade
quando usados para rodar em estradas.
C — Pneu R2. Usado em terreno com lama, molhado e
com pouco suporte. Por exemplo, em um campo de
arroz irrigado.
D — Pneu R3. Tem barras pequenas e é recomendado
para uso em superfícies que exijam movimento
mínimo. Por exemplo, em campos de golfe,
aeroportos etc.
E — Pneu R4. Pneu para aplicação industrial e
construções leves.
OU90500,0000133 -54-30AUG12-1/1

Carga Máxima por Roda - Pneus Dianteiros


RODAS DIANTEIRAS
Tamanho do pneu Índice de Carga Carga Máxima e
Pressão
kg @PSI (lb@PSI)
16.9-28 R1 168A8 3740@18 (8245@18)
16.9R30 R2 141A8 2576@30 (5680@30)
16.9-30 R1 10LN 2485@10 (5478@10)
18.4-26 R1 10LN 2645@26 (5831@26)
18.4-26 R1 12LN 2985@32 (6580@32)
480/70R28 R1 140A8 2503@23 (5520@23)
600/65R28 R1 147A8 3085@23 (6800@23)
600/65-30.5 R1 147A8 3650@34 (8046@34)

GB52027,0001233 -54-29AUG11-1/1

70-4 052413

PN=129
Lastreamento para Desempenho

Carga Máxima por Roda - Pneus Traseiros


RODAS TRASEIRAS
Tamanho de pneu Índice de Carga Carga Máxima e
Pressão
kg @PSI (lb@PSI)
20.8-42 R1 10LN 3347@22 (7400@22)
20.8R42 R2 155A8 3886@32 (8550@24)
30.5-32 R1 14LN 4490@22 (9900@22)
710/70R38 R1 166A8 5307@23
(11 700@23)
800/65R32 R1 172A8 6305@35
(13 900@35)
850/60-38 R1 175A8 6900@34
(15 210@34)

GB52027,0001234 -54-07APR10-1/1

70-5 052413

PN=130
Lastreamento para Desempenho

Cálculo do Lastro para Desempenho Ideal


O peso do trator e as exigências de lastro variam dependendo do equipamento do trator, calibragem do pneu e condições de operação.
Siga estas instruções para determinar as exigências de lastro

Etapa 1 Determine o peso de trabalho total e a distribuição do peso recomendados para a aplicação do lastro.
As exigências do peso total do trator são encontradas multiplicando-se a potência da TDP do trator pelo valor correto em quilogramas
(libras) por potência. As exigências de quilogramas (libras) por potência variam de acordo com as condições do solo e de operação
da carga.

Tipo de Solo: kg (lb)/TDP-hp


Macio 54 kg (120 lb)
Médio 59 kg (130 lb)
Difícil 66 kg (145 lb)
O lastro total máximo nunca deve exceder 66 kg (145 lb.) por potência TDP
Para o trator 7195J, o lastro máximo é 10500 kg
Para o trator 7210J, o lastro máximo é 11500 kg
Para o trator 7225J, o lastro máximo é 12 400 kg
O peso total do trator necessário para manter a taxa de deslizamento da roda recomendada é influenciado pelo tipo de solo e
velocidade de deslocamento. Os níveis do lastro baseiam-se nas seguintes velocidades km/h (mph).

Tipo de Solo: da Colheitadeira


Macio 8,7 km/h (5.4 mph)
Médio 7,7 km/h (4.8 mph)
Difícil 7,2 km/h (4.5 mph)

Se forem utilizadas velocidades de deslocamento diferentes, será necessário mais ou menos peso. Velocidades maiores não
exigirão muito peso.
Na maioria dos casos, a potência de 59 Kg (130 lb)/TDP será peso suficiente para puxar cargas pesadas. Exemplo:

cv da TDP 151 x 59 kg (130 lb) = 8909 kg (19 640 lb)

8909 kg (19 640 lb) é o peso de trabalho total do trator que seria necessário a 59 Kg (130 lb)/cv da TDP.
Em seguida, determine quanto do peso de 8909 kg (19 640 lb) precisa ir na parte dianteira e quanto precisa ir na parte traseira do
trator. As distribuições de peso recomendadas pela fábrica são:

Eixo Dianteiro Reboque Semi- Integral


integral
TDM/ 35/65 35/65 35/65*

* As exigências do peso dianteiro são determinadas pelo peso do implemento de levante


montado. É necessário adicionar peso dianteiro suficiente para se manter o controle da direção.
(Consulte Uso dos Códigos de Implemento nesta seção).

Neste exemplo, o trator de TDM puxará um implemento rebocado. Recomenda-se que 40% do peso total fiquem na parte dianteira
e 60% na traseira do trator.

Peso Dianteiro Total: 8909 kg (19 640 lb) x 0,35 = 3118 kg (6874 lb)

Peso Traseiro Total 8909 kg (19 640 lb) x 0,65 = 5790 kg (12 760 lb)

Para calcular quanto peso deve ser acrescentado na parte dianteira e na traseira, vá para os Passos 2 e 3.

NOTA: Pode ser necessário lastro adicional devido à perda de estabilidade do trator.

Etapa 2 Determine o peso atual do trator usando as "Tabela de Peso do Trator Sem Lastro" ou usando uma balança. Encontre a tabela com
o modelo correto do trator e o tamanho do pneu.

O trator no exemplo é equipado com pneus duplos 480/80R46 e não possui pesos dianteiros. O guia de pesos recomenda:

Continua na próxima página JG50163,00000D8 -54-08SEP11-1/2

70-6 052413

PN=131
Lastreamento para Desempenho

Peso Dianteiro Total: Peso Traseiro Total


2942 kg (6485 lb) 5214 kg (11 490 lb)

Etapa 3 Subtraia o peso atual do trator (determinado no Passo 2) do peso total recomendado e da distribuição do peso (determinada no
Passo 1) e acrescente lastro conforme necessário.

Eixo Dianteiro: 3118 kg (6874 lb) — 2942 kg (6485 lb) = 176 kg (388 lb)

Lastro Traseiro: 5790 kg (12 760 lb) — 5214 kg (11 490 lb) = 576 kg (1270 lb)

IMPORTANTE: Há um efeito de transferência de peso quando se adicionam pesos dianteiros. Este efeito de transferência de
peso é de 143 a 147%, dependendo da configuração. Para cada 45 kg (100 lb) de peso adicionado ao eixo
dianteiro, aproximadamente 67 kg (147 lb) são adicionados ao eixo dianteiro e aproximadamente 21 kg (47 lb) são
retirados do eixo traseiro. (Consulte Instalação dos Pesos Quik-Tatch nesta seção). O contrapeso traseiro é
acrescentado diretamente no eixo, sem transferência de peso.

Etapa 4 Ajuste as pressões de calibragem dos pneus para obter o desempenho ideal. (Consulte as Orientações para Pressão de Calibragem
dos Pneus na seção Rodas, Pneus e Bitolas). Para otimizar o desempenho do trator, os pneus devem estar corretamente calibrados
para ter a máxima tração e a mínima compactação do solo. A pressão de compactação de solo é igual a 6,89 a 13,79 kPa (0,069 a
0,138 bar) (1 a 2 psi) maior do que a pressão de calibragem do pneu.

Etapa 5 O fator final determinante do lastro correto é uma medição do deslizamento das rodas em campo. Em condições normais, o
deslizamento das rodas deve ser:
Trator Porcentagem
TDM 8—12

O radar é necessário para calcular o deslizamento médio das rodas. Quando o trator está equipado com radar, o deslizamento das
rodas é exibido na janela do monitor do veículo. É possível verificar manualmente o deslizamento das rodas, mas isto mostrará
somente o deslizamento em uma área do campo. (Consulte Medição Manual do Deslizamento das Rodas, nesta seção). As
condições em campo podem variar de uma área para outra. Mantenha o correto deslizamento médio das rodas para manter o
desempenho ideal da tração.

Etapa 6 Adicione mais contrapeso às rodas de tração se o deslizamento for excessivo. Se o deslizamento for menor do que o mínimo, o
peso deve ser retirado.

NOTA: Para estender a vida útil do trem de acionamento, nunca adicione lastro que resulte em cargas de potência máxima contínua
abaixo de 6,6 km/h (4.1 mph).
JG50163,00000D8 -54-08SEP11-2/2

70-7 052413

PN=132
Lastreamento para Desempenho

Planilha para Calcular as Alterações de Lastro


IMPORTANTE: O lastro não deve exceder o peso NOTA: Complete toda esta planilha antes de adicionar
exigido para resultar na porcentagem MÍNIMA da ou alterar qualquer lastro ou pressões de ar.
patinagem recomendado a 6,6 km/h (4.1 mph).
1. Determine a distribuição do peso desejada para sua operação. ____ % Dianteiro
2. Registre o peso desejado do trator (Consulte o GUIA DE LASTRO). _______
Dianteira Traseira Total
3. Percentual da Distribuição do Peso do Passo 1 multiplicado com Passo 2 (Peso ________ ________ ________
Desejado) resultará no Peso Total Dianteiro. Para o Peso Traseiro, subtrair o
peso dianteiro do Peso Total.
4. Peso do trator conforme determinado pela Tabela de Peso do Trator sem Lastro ________ ________ ________
ou por uma balança.
5. Lastro necessário (subtraia o peso do trator na Etapa No. 4 do peso desejado ________ ________
na Etapa No. 3
6. Adicione lastro. ________ ________
7. Adicione lastro do Passo 6 aos pesos do Passo 4. ________ ________
8. Defina a pressão dos pneus para as condições de operação usando os pesos ________
do Passo 7. (Ver tabela apropriada de pressões de calibragem).
OBSERVAÇÃO: Agora você está pronto para testar a patinagem das rodas. Consulte MEDIÇÃO DA PATINAGEM DAS RODAS.

AG,RX15494,2773 -54-15APR03-1/1

Instalação dos Pesos QUIK-TATCH


Até 20 pesos QUIK-TATCH podem ser instalados nos
tratores.
Quando exigido, instale os pesos QUIK-TATCH,
balanceados em cada lado do centro (A). Os primeiros

RW22300A —UN—02AUG99

RW22301A —UN—02AUG99
dois pesos devem ser instalados como um par.
Passe os parafusos de fixação (B) através dos buracos
e prenda com uma porca para segurar os seis pesos,
ou menos, na posição. Aperte de acordo com as
especificações.
Especificação
Parafusos de
Fixação—Torque.........................................................................120 N·m
84 lb-ft A—Central B—Parafusos de Fixação

OUMX005,00016E4 -54-13AUG07-1/2

Quando oito ou mais pesos forem instalados, insira os


retentores (A) entre os pesos, um com o furo rosqueado
para cima e o outro com o furo rosqueado para baixo.
Aperte os parafusos de acordo com as especificações.
Especificação
RW21279A —UN—02AUG99

Parafusos de
Fixação—Torque.........................................................................120 N·m
84 lb-ft

A—Retentores

OUMX005,00016E4 -54-13AUG07-2/2

70-8 052413

PN=133
Lastreamento para Desempenho

Uso de Pesos nas Rodas Traseiras


CUIDADO: Ao instalar os pesos, utilize
o equipamento apropriado ou solicite
ao concessionário John Deere para que
faça o trabalho.

Os pesos de 49 kg (108 lb), de 72 kg (158 lb) ou 205


kg (451 lb) podem ser instalados no lado de dentro ou
no lado de fora da roda. Os contrapesos da roda não
devem ser instalados no lado de fora da roda interna
quando o trator estiver equipado com rodas duplas, pois

RW19886A —UN—02AUG99
a combinação impede que os parafusos da manga sejam
apertados. O ajuste do lastro fica mais fácil se uma
parte dele for fixada na parte externada da roda (dupla)
externa. Rodas de aço de 10 parafusos requerem o uso
de pesos de 72 kg (158 lb) como peso inicial.
NOTA: Quando usar valores da bitola de 762 mm (30
in.), apenas pode ser instalado um peso de 205
kg (451 lb) por dentro da roda.
A—Pesos
Instale os pesos na roda.
Parafusos de Fixação dos Pesos à Roda—Especificação
Parafuso M16—Torque................................................................310 Nm
Reaperte os parafusos após 3 HORAS e novamente após
(230 lb-ft)
10 HORAS de operação.
Parafuso M20—Torque................................................................610 Nm
(450 lb-ft) Verifique o aperto dos parafusos a cada 250 horas.
Para montar pesos adicionais, instalar pernos nos pesos IMPORTANTE: Para pesos por dentro das rodas, deve
anteriores. Rodar os pesos alternadamente para alinhar haver pelo menos 25 mm (1 in.) de folga entre
os pernos com os orifícios do peso o peso e os componentes do trator.
Aperte os parafusos. Reaperte após dirigir
IMPORTANTE: Verifique com seu concessionário a
aproximadamente 100 metros (100 yd).
combinação possível de pesos para o trator.

GB52027,00012A5 -54-07MAY10-1/1

Utilização dos Códigos do Implemento


IMPORTANTE: Quando estiver utilizando implementos 2. Meça a distância do ponto de levante do implemento
pesados, use uma balança e meça o peso até o centro de gravidade. Registre a distância
estático da roda dianteira com o implemento (polegadas). Some 37 a este número.
parado no solo e erguido. Quando erguido,
o peso estático deve sempre ser de pelo 3. Determine o peso do implemento (totalmente
menos 50% do peso calculado com o carregado). Registre o peso (libras).
implemento parado no chão.
4. Multiplique a Etapa 2 pela Etapa 3. Divida por 1000.
Averigúe se os pneus dianteiros estão com ou sem líquido. 5. O número resultante é o código do implemento.
Encontre o código do implemento no manual do operador Use a informação anterior e consulte a tabela adequada
do implemento da John Deere. para determinar quantos pesos QUIK-TATCH são
Para encontrar o código do implemento para implementos necessários.
que não são da John Deere, utilize o seguinte
procedimento: CUIDADO: Não tente transportar um implemento
sem o lastro dianteiro adequado. Pode resultar
1. Calcule o centro de gravidade do implemento em perda de controle da direção. Com o máximo
(encontre ou calcule o ponto de equilíbrio longitudinal). de lastro dianteiro, não tente transportar um
implemento cujo código exceda 474.
JO51195,00000CC -54-11AUG05-1/1

70-9 052413

PN=134
Lastreamento para Desempenho

Códigos do Implemento
Articulações de Tração com
Extremidades Walterscheid
(Tipo Gancho)
Código do Implemento Sem Líquido Com Líquido
291—305
306—320 base
321—335 2
336—350 4
351—365 6
366—380 8 base
381—395 10 2
396—410 12 4
411—425 14 6
426—440 16 8
441—455 18 10
456—470 20 12
471—485 14

JO51195,00000C8 -54-11AUG05-1/1

Peso Adicionado ao Eixo Traseiro com Implementos Montados no Levante


MFWD
Peso Aproximado do
1786 1819 1914 2009 2104 2199 2293 2388 2483 2578 2672
Implemento
(3938) (4011) (4220) (4429) (4638) (4847) (5056) (5265) (5475) (5684) (5893)
kg/(lb)
Classificação do Código do
Implemento 240 245 257 270 283 296 308 321 334 347 360
(Acoplador Fundido)
2 4 6 8 10 12 14 16 18
Suporte
Ne- Dian- Dian- Dian- Dian- Dian- Dian- Dian- Dian- Dian-
Lastro Dianteiro Exigido So-
nhuma teira teira teira teira teira teira teira teira teira
mente
Pesos Pesos Pesos Pesos Pesos Pesos Pesos Pesos Pesos
Peso Aproximado do Eixo
Traseiro Adicionado pela 2888 2942 3095 3248 3402 3555 3708 3861 4015 4170 4324
Carga do Levante (6367) (6485) (6823) (7161) (7499) (7837) (8175) (8513) (8852) (9196) (9534)
kg/(lb)

JO51195,000007F -54-30JUN05-1/1

70-10 052413

PN=135
Lastreamento para Desempenho

Adição do Lastro Traseiro (Carregador)

CUIDADO: Para evitar lesões pessoais ou morte


causadas pelo tombamento do trator/carregador,
adicione a quantidade recomendada de lastro
ao trator. A quantidade de lastro listada é a

RXA0068783 —UN—04JUL03
mínima necessária para a operação normal
do carregador. Para algumas operações,
pode ser necessário um lastro adicional para
maximizar a estabilidade. Selecione uma das
seguintes opções de lastreamento.
Lastro Traseiro com Carregador 746a
Mínimo
Tipo de Roda Lastro por Roda
Rodado simples de 820 kg (1800 lb)
ferro fundido
Rodado simples de 900 kg (1985 lb)
aço
Rodado duplo de aço 550 kg (1200 lb)
Rodado duplo de ferro 485 kg (1070 lb)
fundido
Lastreamento mínimo 951 kg (2092 lb)
no levante*
* O lastro deve ser instalado a 1200 mm (47.25 in) atrás do eixo traseiro
a
O mínimo necessário para a bitola traseira é definido para
1800 mm (71 in.) ou mais.
LT04177,00000A5 -54-09FEB07-1/1

70-11 052413

PN=136
Lastreamento para Desempenho

Guia de Lastreamento
Modelo 7195J
TIPO DE LASTRO Leve Médio Pesado
kg (lb)/TDP-hp 54 (120) 59 (130) 66 (145)
Total 8,10 (17860) 8,85 (19510) 10,50 (23148)
kg (lbs)

Modelo 7210J
TIPO DE LASTRO Leve Médio Pesado
kg (lb)/TDP-hp 54 (120) 59 (130) 66 (145)
Total 8,91 (19640) 9,735 (21460) 11,50 (25353)
kg (lbs)

Modelo 7225J
TIPO DE LASTRO Leve Médio Pesado
kg (lb)/TDP-hp 54 (120) 59 (130) 66 (145)
Total 10,206 (22453) 11,151 (24532) 12,40 (27337)
kg (lbs)

Semi-
Tipo de Implemento Rebocado Integral Integral IMPORTANTE: Quando estiver utilizando implementos
Distribuição de Peso
pesados, use uma balança e meça o peso
Recomendada (%) estático da roda dianteira com o implemento
TDM
parado no solo e erguido. Quando erguido,
(Dianteiro/Traseiro) 35/65 35/65 40/60 o peso estático deve sempre ser de pelo
menos 50% do peso calculado com o
implemento parado no chão.
CUIDADO: Não tente transportar um implemento
sem o lastro dianteiro adequado. Pode resultar
em perda de controle da direção.
JG50163,00000D9 -54-11DEC12-1/1

70-12 052413

PN=137
Lastreamento para Desempenho

Medição da Patinagem das Rodas (Manualmente)


NOTA: Os tratores equipados com unidade opcional
de radar podem determinar automaticamente a
porcentagem de patinagem das rodas. O radar
deve ser calibrado corretamente. (Consulte
a seção CommandCenter.)

RW26776 —UN—12JAN00
1. Marque um pneu traseiro.
2. Marque um ponto de partida no solo com o trator em
movimento e o implemento abaixado no solo.
3. Seguir o tractor e marcar novamente o solo no
local onde o pneu marcado completar 10 rotações
completas.
4. Repita o procedimento com o implemento elevado na
mesma velocidade de trabalho. Conte as rotações
entre as mesmas duas marcas.
5. Utilize a segunda contagem e a tabela para determinar
a patinagem.

RW26777 —UN—13JAN00
NOTA: A patinagem ideal é de 8—12%.

6. Regule o lastro ou a carga para proporcionar a


patinagem correta.
NOTA: A potência disponível é muito menor quando
a patinagem das rodas cai para abaixo da
porcentagem mínima.
Tabela de Patinagem das Rodas
Rotações da Roda % da Pati- Resultado
(Etapa 4) nagem
10 0 Retire o Lastro
9-1/2 5 Retire o Lastro
9 10 Lastro Correto
8-1/2 15 Adicione Lastro
8 20 Adicione Lastro
7-1/2 25 Adicione Lastro
7 30 Adicione Lastro

BB92646,00000BF -54-25OCT05-1/1

Determinação do Lastro Máximo


IMPORTANTE: Para estender a vida útil do trem
Tratores Equipados com TDM.
de acionamento e evitar a compactação
excessiva do solo e a resistência à rolagem, Os tratores equipados com TDM devem ter o lastro
evite adicionar lastro em excesso. adequado para carregar devidamente as rodas dianteiras.
Não sobrecarregue os pneus. Se o peso Retirar o lastreamento quando não necessitar mais. Ao
máximo exibido na tabela não for suficiente usar o acionamento da roda dianteira, o lastro deve
para garantir a segurança, reduza a carga ou ser aumentado para permitir a operação com potência
instale pneus com lonas mais pesadas. máxima contínua em B-1 (PowrQuad-Plus).
JO51195,00000D4 -54-16AUG05-1/1

70-13 052413

PN=138
Lastreamento para Desempenho

Usar Lastro Líquido

CUIDADO: A instalação de lastro líquido requer


equipamento e treinamento especiais. Consulte
um concessionário John Deere ou uma empresa
de manutenção de pneus.

IMPORTANTE: NUNCA encha nenhum pneu mais de


90%. Mais solução pode danificar os pneus.

Água ou solução de cloreto de cálcio pode ser utilizada


para fornecer um lastro econômico. Usado devidamente,
não danificará pneus, câmaras nem aros. Porém, lastro
líquido não se recomenda porque resulta em rodagem
dura, dificuldade na movimentação, derrames no caso de
pneu furado, e, usado em pneus traseiros, pode aumentar
a suscetibilidade a saltos violentos.

RW25003 —UN—07JUL93
CUIDADO: Evite lesões pessoais devido à
perda de controle do trator. A velocidade
máxima de transporte é de 32 km/h (20 mph),
ao usar o lastro líquido.

Uma mistura de cloreto de cálcio de 420 gramas por litro


(3.5 lb por galão) de água não congelará acima de -45ºC
(-50ºF), ou uma mistura de 600 gramas por litro (5.0 lb
por galão) não congelará acima de –50ºC (-60ºF). Até 75% do enchimento pode ser utilizado nos pneus
dianteiros de TDM para peso ou para fornecer firmeza
NOTA: Não é recomendável o uso de álcool para auxiliar no controle do galope do motor. Faça isto
como lastro líquido. como uma última alternativa.
O lastro líquido deverá ser evitado nos pneus traseiros, Encha os pneus dianteiros até 40 ou 75% da totalidade
visto que possui um efeito de enrijecimento que faz para o lastro necessário. Encha os pneus traseiros até
com que o trator apresente uma condução mais dura e o máximo de 40% da totalidade. Mais solução poderá
geralmente reduz a capacidade de controlar a trepidação resultar em uma condução desagradável. As tabelas a
do motor. Se o líquido for utilizado nos pneus traseiros, seguir mostram qual o peso que precisa ser adicionado
todos os pneus no eixo devem ser enchidos até o mesmo ao lastro líquido quando o pneu é enchido a 40% e 75%
nível, que não deverá exceder 40% do enchimento. de sua capacidade.
JO51195,00000CD -54-08SEP05-1/1

70-14 052413

PN=139
Lastreamento para Desempenho

Lastro líquido
PNEUS
Peso líquido por pneu
Tamanho de pneu 40% de enchimento 75% de enchimento
Somente Água 420 g/l (3.5 lb/gal) 600 g/l (5.0 lb/gal) Somente Água 420 g/l (3.5 lb/gal) 600 g/l (5.0 lb/gal)
- kg (lb) Cálcio - kg (lb) Cálcio - kg (lb) - kg (lb) Cálcio - kg (lb) Cálcio - kg (lb)
16.9R30 R2 147 (322) 180 (398) 191 (420) 277 (609) 339 (746) 358 (787)
16.9-30 R1 147 (322) 180 (398) 191 (420) 277 (609) 339 (746) 358 (787)
18.4-26 R1 160 (352) 194 (426) 206 (453) 300 (659) 366 (805) 388 (854)
480/70R28 R1 151 (332) 183 (402) 197 (433) 284 (626) 344 (758) 370 (814)
600/65R28 R1 197 (433) 240 (528) 255 (561) 371 (817) 452 (995) 479 (1054)
600/60-30.5 R1 213 (469) 245 (534) 255 (561) 400 (880) 460 (1012) 480 (1056)
20.8-42 R1 298 (655) 364 (800) 387 (851) 560 (1234) 683 (1503) 727 (1600)
30.5-32 R1 438 (963) 533 (1172) 568 (1250) 822 (1810) 1000 (2202) 1067 (2347)
710/70R38 R1 428 (941) 521 (1149) 555 (1221) 807 (1776) 979 (2155) 1043 (2295)
800/65R32 R1 453 (996) 550 (1210) 584 (1285) 850 (1868) 1033(2273) 1097 (2415)
850/60-38 R1 543 (1194) 660 (1452) 694 (1526) 1020 (2244) 1240 (2728) 1303 (2866)

GB52027,0001237 -54-07APR10-1/1

70-15 052413

PN=140
Rodas, Pneus e Bitola
Aviso
CUIDADO: NÃO é permitida a instalação de
espaçadores de rodas quando o trator for
equipado com eixo de três metros.
OU31386,0000020 -54-02JUN09-1/1

Combinações de pneus
IMPORTANTE: Evite desgaste excessivo do trem traseiros, os dianteiros têm que girar mais rápido para
de força. Não misture pneus desgastados percorrer a mesma distância que os traseiros. Portanto é
e novos, pneus radiais e em viés ou pneus importante selecionar o tamanho correto para otimizar a
de diâmetros diferentes. Não utilize pneus eficiência e assegurar vida útil mais longa aos pneus.
R2 juntamente com os R1.
O pneu dianteiro deve ser de um grupo cinco tamanhos
Com a indústria de pneus se convertendo para o sistema menor do que o grupo do pneu traseiro. Por exemplo, se
métrico, há muitos termos novos que podem ser confusos. os pneus traseiros forem do grupo 47, então, os pneus
Para simplificar, os pneus são colocados em grupos pelo dianteiros devem ser do grupo 42. O tamanho do aro não
Índice de Banda de Rodagem (RCI). A banda de rodagem é importante. Pneus com tamanhos de aro diferentes,
é a distância que o pneu percorre em uma rotação. Os como o 18.4R46 e o 20.8R42, têm o mesmo grupo de
pneus pertencentes a um grupo, independentemente do rodagem, que é 47.
tamanho do aro, possuem a mesma ou quase a mesma Se você tiver alguma dúvida ou precisar de assistência
altura. Saber e compreender o RCI e os tamanhos do para escolher a combinação correta, consulte seu
grupo facilita a escolha das combinações dianteira e concessionário John Deere.
traseira de pneus.
O RCI é importante para o ajuste adequado do trator.
Como os pneus dianteiros são menores do que os
GB52027,000126C -54-07APR10-1/1

75-1 052413

PN=141
Rodas, Pneus e Bitola

Normas da Pressão de Calibragem do Pneu


Verifique a pressão de inflação do pneu enquanto os
NOTA: Se o trator estiver equipado com o implemento
pneus estão frios, utilizando um calibrador acurado ou
montado na frente, eleve o implemento ao
um aferidor tipo vareta tendo graduação de 10 kPa (0,1
determinar o peso do eixo dianteiro e abaixe
bar) (1 psi).
o implemento ao determinar o peso do eixo
NOTA: Utilize um indicador especial de ar-água e traseiro. Se o trator estiver equipado com
meça, com a base da válvula no fundo, se os o implemento montado na frente e atrás,
pneus contêm lastro líquido. eleve os dois implementos.

A verificação das pressões de inflação das rodas Gerenciamento das Pressões de Calibragem do Pneu
internas será muito mais fácil se as válvulas dos
pneus internos e externos forem alinhados no IMPORTANTE: Os implementos integrais transferem
momento em que a roda externa for instalada. peso significativo para o eixo traseiro. Incluir
este peso adicional ao determinar as pressões
Pneus radiais corretamente calibrados exibirão uma de enchimento corretas. (Consulte a seção
deflexão da parede lateral. Isto é normal e não prejudicará Lastreamento e Desempenho).
o pneu.
Os tratores que operam com um carregador devem
As pressões de calibragem menores que 83 kPa (0,8 bar) aumentar as pressões dos pneus dianteiros em 30
(12 psi) devem ser frequentemente monitoradas por causa kPa (0,3 bar) (4 psi) acima dos valores listados para
do maior risco de vazamentos de ar de baixa pressão. compensar a transferência de peso.
NOTA: A patinagem dos talões podem ser experimentados Os tratores que operam em declives laterais íngremes ou
em condições de alta tração com o uso de pneu as entalhadeiras devem aumentar as pressões dos pneus
simples. Aumentar a pressão de calibragem traseiros em 30 kPa (0,3 bar) (4 psi) acima dos valores
ajudará, porém reduzirá a tração. listados para as pressões básicas de 80 kPa (0,8 bar) (12
psi), e acima para compensar a transferência de peso
A pressão máxima do pneu é especificada na parede lateral. Para as pressões básicas abaixo de 80 kPa (0,8
lateral do pneu. bar) (12 psi), a pressão deve ser reforçada em 30%.
Determine a pressão correta do pneu através da pesagem Para a operação do implemento rebocado, reduza as
do trator utilizando o seguinte procedimento: pressões para corrigir a pressão.
• Peso do eixo dianteiro com o implemento abaixado
• Peso do eixo traseiro com o implemento elevado Os tratores com implementos montados de levante
pesados, que exigem pesos fundidos dianteiros adicionais
Ajuste as pressões de calibragem de acordo com o peso para manter a estabilidade da direção, também exigem
medido. Pode ser necessário ajustar o lastreamento e pressão de calibragem mais alta dos pneus dianteiros e
a pressão de calibragem do pneu quando as condições traseiros para carregar o peso maior.
operacionais assim exigirem.Use as tabelas de pressão
de calibragem a seguir. Para os pneus não encontrados
nas tabelas, consulte as pressões de calibragem
recomendadas pelos fabricantes.
AG,RF30435,2431 -54-25AUG11-1/1

75-2 052413

PN=142
Rodas, Pneus e Bitola

Pressões Recomendadas de Pneu por Roda


Pressão de calibração em PSI x peso em kg e (lb) por Roda
Pneu 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 30 32
20,8-42 — — — 2300 2500 2725 2900 3150 3350 3450 3650 3875 4000 4125
Única (5080) (5520) (6000) (6400) (6950) (7400) (7600) (8050) (8550) (8800) (9100)
20,8-42 — — — 2030 2208 2400 2560 2780 2960 3040 3220 3420 3520 3640
Duplo (4470) (4858) (5280) (5632) (6116) (6512) (6688) (7084) (7524) (7744) (8008)
20,8R42 1700 2063 2310 2575 2800 3075 3250 3450 3875 3875 4000 4250 4375 —
Única (3740) (4540) (5080) (5680) (6150) (6800) (7150) (7600) (8050) (8550) 8800 9350 9650
20,8R42 1495 1818 2031 2272 2460 2718 2860 3040 3218 3420 — — — —
Duplo (3290) (4000) (4470) (5000) (5410) (5980) (6290) (6690) (7080) (7520)
16,8-28 4540
— — — 2910 3200 3420 3640 3860 4080 4300 4680 — —
(1000
(6415) (7054) (7650) (8024) (8509) (8994) (9479) (10317)
8)
16,9-30 — — — 1363 1500 1600 1700 1800 1900 2000 2127 2245 — —
(3000) (3300) (3520) (3740) (3960) (4180) (4400) (4680) (4940)
16,9R30 — — — 1500 1650 1750 1900 2000 2120 2300 2360 2430 2575 —
(3300) (3640) (3860) (4180) (4400) (4680) (5080) (5200) (5360) (5680)
30,5-32 4750
— — — 3150 3450 3750 4000 4250 4500 5000 — — —
(1050
(6950) (7600) (8250) (8800) (9350) (9900) (11000)
0)
18,4-26 — — — 1500 1650 1800 1900 2060 2180 2240 2360 2500 2575 2650
(3300) (3640) (3960) (4180) (4540) (4800) (4940) (5200) (5520) (5680) (5840)

Pressão de calibração em PSI x peso em kg e (lb) por Roda


Pneu 6 9 12 15 17 20 23 26 29
1500 1750 2060 2360 2650 2900 3075 — —
600/65R28
(3300) (3860) (4540) (5200) (5840) (6400) (6800)
2430 2900 3350 3875 4375 4875 5300 5600 5800
710/70R38
(5360) (6400) (7400) (8550) (9650) (10700) (11700) (12300) (12800)
2430 3000 3450 4000 4375 4875 5450 5600 5800
800/65R32
(5360) (6600) (7600) (8800) (9650) (10700) (12000) (12300) (12800)

Pressão de calibração em PSI x peso em kg e (lb) por Roda


Pneu 32 35 38 41 44 46
480/70R28 2900 3000 3075 3250 3350 3450
(6400) (6600) (6800) (7150) (7400) (7600)

Pressão de calibração em PSI x peso em kg e (lb) por Roda


Pneu 7 11 14 17 20 21 23 26 28 31 34
850/60-38 2945 3750 4255 4750 5275 5535 5800 6125 6415 6675 6900
(6476) (8250) (9361) (10450) (11603) (12177) (12760) (13475) (14113) (14685) (15180)

NOTA: Os pneus de alta flutuação trabalham proporcionam menos compactação, melhoram a


com pressões mais baixas que as normais, tração e proporcionam economia de combustível.
GB52027,000126D -54-08MAR13-1/1

75-3 052413

PN=143
Rodas, Pneus e Bitola

Aperto dos Parafusos da Roda


Dianteira—TDM
CUIDADO: Evite o risco de lesões pessoais.
Nunca opere o trator com os parafusos da
roda frouxos. Os parafusos das rodas são
críticos e precisam ser reapertados.

NOTA: As disposições dos parafusos internos e externos


do disco têm um furo de encaixe justo e um
furo e um furo alongado a 180º um do outro
para melhor centralização da roda.

RW26463 —UN—14AUG99
Disco da Roda para o Aro
1. Insira o parafuso no orifício de encaixe justo (A) e
aperte o parafuso com a mão.
2. Insira o parafuso no orifício de encaixe alongado (B)
e aperte o parafuso com a mão.
3. Instale e aperte com a mão os parafusos restantes do
disco da roda para o aro.
4. Aperte todos os parafusos de acordo com a
especificação.
Especificação
Parafusos do Disco
da Roda para o
Aro—Torque................................................................................310 N·m
(230 lb-ft)

5. Dirija o trator por 100 m (100 yd) e reaperte os


parafusos.
6. Aperte novamente após 3 HORAS de trabalho, 10

RW26464 —UN—25AUG99
HORAS e DIARIAMENTE, na primeira semana de
operação.
Disco para o Cubo da Roda (Rodas de Oito Posições)
1. Insira o parafuso no orifício de encaixe justo (C) e
aperte o parafuso com a mão.
2. Insira o parafuso no orifício de encaixe alongado (D)
e aperte o parafuso com a mão.
3. Instale e aperte com a mão os parafusos restantes do
disco da roda para o cubo. A—Furo de Encaixe Justo da C—Furo de Encaixe Justo do
Roda para o Aro Disco para o Cubo
4. Aperte todos os parafusos de acordo com as B—Furo de Encaixe Alongado D—Furo de Encaixe Alongado
especificações. da Roda para o Aro do Disco para o Cubo
Especificação
Parafusos do Disco do
Cubo da Roda—Torque...............................................................600 N·m 6. Aperte novamente após 3 HORAS de trabalho, 10
(445 lb-ft) HORAS e DIARIAMENTE, na primeira semana de
operação.
5. Dirija o trator por 100 m (100 yd) e reaperte os
parafusos.
JO51195,0000121 -54-15SEP05-1/1

75-4 052413

PN=144
Rodas, Pneus e Bitola

Verificação da Convergência—Eixo com


Tração Dianteira Mecânica - MFWD
1. Verifique se os pneus estão em posição reta para a
frente dirigindo em linha reta por ao menos 15,24 m
(50 ft).

RXA0069454 —UN—27AUG03
2. Certifique-se de que comprimentos iguais do cilindro
de direção estão aparecendo em ambos os lados do
trator.
3. Medir a distância entre a linha central do pneu na
altura de cubo na frente do eixo, usando uma barra
interior ou exterior do perfil de cada pneu. Marque o
ponto de medição.
4. Mova o trator para a frente até que os pneus dianteiros
girem por 180°. 6. Calcule a diferença entre a medição da frente e a de
trás. A diferença entre as duas medidas (convergência
5. Repita Passo 3 na traseira do pneu, no mesmo ponto. ou divergência) deve ser inferior a 3 mm (1/8 pol.).
OUMX005,00016CF -54-21JUN03-1/1

Ajuste da Convergência — Eixo de TDM


1. Certifique-se de que o eixo esteja centralizado.
2. Afrouxe a porca do grampo (A) na haste de ligação
direita e esquerda.

RW26951 —UN—15MAY00
3. Gire a haste do cilindro de direção (B) conforme
necessário para obter a convergência ou divergência
menor do que a especificação. Cada 1/8 de volta é
igual a 4 mm (3/16 in.) de alteração aproximadamente.
Especificação
Convergência
ou Divergência
Máximas—Distância........................................................................ 3 mm
(1/8 in.) A—Porca do Grampo B—Haste do Cilindro da
Direção
4. Aperte cada porca de acordo com as especificações.
Especificação
Porca do Grampo
NOTA: As roscas do parafuso do grampo devem estar
da Haste de
apontadas para a dianteira do trator.
Ligação—Torque...........................................................................75 N·m
(55 lb-ft)
AG,RF30435,2669 -54-16APR03-1/1

75-5 052413

PN=145
Rodas, Pneus e Bitola

Ajuste das Posições do Batente de Direção


(TDM)
IMPORTANTE: Esses ajustes permitem uma folga
mínima de 25,4 mm (1 in.) na volta máxima e
oscilação completa do eixo. Verifique se há
interferência com os pesos dianteiros, as hastes
de ligação, as barras de direção e as estruturas
laterais. Se equipado, os pára-lamas podem
flexionar-se contra a lateral da estrutura e/ou
a tela da grade durante a curva total. Um raio
de curva minimizado pode ser obtido utilizando
uma posição de batente mais curta.

RW26457 —UN—20AUG99
1. Regule os pára-lamas (se equipado) e os ajustes da
bitola antes de ajustar as posições do batente da
direção.
2. Selecione a posição do batente de direção correta
para o tamanho do pneu e o ajuste da bitola. Consulte
as tabela a seguir.
3. Ajuste os batentes de direção na posição correta,
medindo o comprimento do parafuso, conforme 7. Verifique a folga girando o volante totalmente para a
ilustrado. esquerda e em seguida para a direita.
IMPORTANTE: Dependendo da posição em que a roda Posições do Batente de Direção
estiver montada, ajuste o batente observando a Posição Ângulo da Curva Comprimento do Parafuso
posição da válvula de ar em relação a barra de mm (in.)
direção para que não ocorra interferência. 0 52° 42 (1.654)
1 47° 52 (2.047)
4. Aperte as porcas de retenção do batente da direção 2 42° 61.5 (2.421)
de acordo com a especificação. 3 38° 71 (2.795)
Especificação 4 34° 80 (3.150)
Porcas de Retenção 5 30° 89 (3.504)
do Batente da
6 25° 100.5 (3.957)
Direção—Torque.........................................................................250 N·m
(185 lb-ft)
NOTA: Os ajustes listados são aproximados, devido
5. Gire a roda totalmente para a direita. Comprima a ao tamanho do pneu. O ajuste do batente da
articulação contra o batente de direção cinco vezes. direção apropriado é obtido quando o pneu está
Repita para o lado esquerdo. a 19 — 25,4 mm (3/4 — 1 in.) de distância da
estrutura ou das blindagens laterais, quando o
6. Aperte novamente as porcas de retenção do batente eixo está oscilando totalmente.
da direção de acordo com a especificação.
OUMX005,00015F3 -54-21MAY09-1/1

75-6 052413

PN=146
Rodas, Pneus e Bitola

Ajustes da Roda de Oito Posições


NOTA: (A — H) são usados para todos os pneus de
540 mm (20.8 in.) ou menos. A E
Os ajustes da bitola são medidos na linha
de centro inferior do pneu.

Use o diagrama à direita para montar o aro e o disco para


um ajuste de bitola desejado para todos os pneus de 540
mm (20.8 in.) ou menos.
IMPORTANTE: Após ajustar o espaçamento da
roda, aperte os parafusos do aro ao disco
com 310 N·m (230 lb-ft) e as porcas do cubo F
ao disco com 600 N·m (445 lb-ft). B
Aperte novamente após 3 HORAS de trabalho, 10 HORAS
e DIARIAMENTE, na primeira semana de operação.
Ajuste os pára-lamas e os batentes de direção conforme
necessário usando as tabelas e diagramas da página
seguinte.

G
C

RXA0062856 —UN—01OCT02
H
D

Continua na próxima página OURX935,00000AC -54-20AUG03-1/2

75-7 052413

PN=147
Rodas, Pneus e Bitola

NOTA: (I — P) são usados para pneus 600/65R28.


Os ajustes da bitola são medidos na linha I M
de centro inferior do pneu.

Use o diagrama à direita para ajustar o aro e o disco para


um ajuste de bitola desejado para os pneus 600/65R28.
IMPORTANTE: Após ajustar o espaçamento da
roda, aperte os parafusos do aro ao disco
com 310 N·m (230 lb-ft) e as porcas do cubo
ao disco com 600 N·m (445 lb-ft).

Aperte novamente após 3 HORAS de trabalho, 10 HORAS N


e DIARIAMENTE, na primeira semana de operação. J
Ajuste os pára-lamas e os batentes de direção conforme
necessário usando as tabelas e diagramas da página
seguinte.

O
K

P
L

RXA0062368 —UN—01OCT02
Posições da Roda para TDM

OURX935,00000AC -54-20AUG03-2/2

75-8 052413

PN=148
Rodas, Pneus e Bitola

Ajustes do Pára-Lama da TDM–Pára-Lamas Pivotantes De Luxo

A B C D

E F G H

RXA0079645 —UN—31MAR05
Ajustes do Pára-Lama para a TDM
GB52027,000064C -54-03SEP08-1/1

75-9 052413

PN=149
Rodas, Pneus e Bitola

Ajustes do Batente da Direção e dos C


Pára-Lamas Dianteiros B
D
NOTA: Esta é uma explicação das tabelas constantes
nas próximas páginas. 1524 mm
Size

RXA0062322 —UN—12SEP02
(60 in.) E
A primeira linha no topo da página indica o espaçamento
da bitola em milímetros e em polegadas.
8A2A
14.9R34
A coluna um indica o tamanho do pneu (A). A 5600 mm F
(R1)
(220.8 in.)
O primeiro número (B) na coluna dois identifica se é
usado um aro de oito ou dezesseis posições. A primeira G
letra (C) indica qual diagrama deve ser seguido, o do
Explicação das Tabelas de Opções de Pneus
Ajuste de Rodas de Oito Posições ou o de Dezesseis
Posições. O número seguinte (D) é a posição correta
do batente da direção. A letra seguinte (E) é o ajuste A—Tamanho do Pneu E—Ajuste do Pára-Lama
do pára-lama, que é retirado dos Ajustes do Pára-Lama B—Aro de Oito ou Dezesseis F— Raio de Giro em Milímetros
da TDM–Pára-Lamas Pivotantes Deluxe. As duas Posições G—Raio de Giro em Polegadas
C—Ajuste da Bitola
últimas informações, (F) e (G), indicam o raio de giro em D—Batente da Direção
milímetros e em polegadas, respectivamente.
NOTA: As peças estão disponíveis no seu revendedor
John Deere para fazer o ajuste do espaçamento
das linhas de 1.676 mm (66 in.).
Ajuste do Pneu Dianteiro da TDM, do Pára-Lama e do Batente de Direção
Tamanho 1.524 mm 1.625 mm 1.676 mm 1.727,2 mm 1.828,8 mm
(60 in.) (64 in.) (66 in.) (68 in.) (72 in.)
16.9R30 8A5A 8B3B N/A 8C1C 8D0D
R1-R1W 6.700 mm 5.600 mm N/A 5.100 mm 5.000 mm
264 in. 228 in. 205 in. 197 in.
16.9R30 8A5A 8B3B N/A 8C1C 8D0D
R2 6.700 mm 5.600 mm N/A 5.100 mm 5.000 mm
264 in. 228 in. 205 in. 197 in.

Ajuste do Pneu Dianteiro da TDM, do Pára-Lama e do Batente de Direção


Tamanho 1.930 mm 2.032 mm 2.133,6 mm 2.235,2 mm
(76 in.) (80 in.) (84 in.) (88 in.)
16.9R30 8E0E 8F0F 8G0G 8H0H
R1-R1W 5.100 mm 5.100 mm 5.200 mm 5.200 mm
201 in. 201 in. 205 in. 205 in.
16.9R30 8E0E 8F0F 8G0G 8H0H
R2 5.100 mm 5.100 mm 5.200 mm 5.200 mm
201 in. 201 in. 205 in. 205 in.

Ajuste do Pneu Dianteiro da TDM, do Pára-Lama e do Batente de Direção


Tamanho 1.576 mm (62 in.) 1.676 mm (66 in.) 1.780 mm (70 in.) 1.880 mm (74 in.)
600/65R28 N/A 8J6A 8K4B 8M2C
7.500 mm 6.100 mm 5.300 mm
295 in. 240 in. 209 in.

Ajuste do Pneu Dianteiro da TDM, do Pára-Lama e do Batente de Direção


Tamanho 1.979 mm (78 in.) 2.083 mm (82 in.) 2.184 mm (86 in.)
600/65R28 8N0D 8O0E 8P0F
5.100 mm 5.200 mm 5.200 mm
(201 in.) (205) in. (205) in.

Ajuste do Pneu Dianteiro da TDM, do Pára-Lama e do Batente de Direção


Tamanho 2.389,2 (94 in.) 2.994 (118 in.)
600/65R28 8I6A 8P0F
(Eixo Dianteiro de 3 Metros) 9.538 mm 6.220 mm
(375 in.) (245 in.)

Continua na próxima página LT04177,0000129 -54-27MAY09-1/2

75-10 052413

PN=150
Rodas, Pneus e Bitola

NOTA: Para as demais posições da roda para o Eixo


Dianteiro de 3 Metros ajustar o batente e os
pára-lamas conforme necessidade.

LT04177,0000129 -54-27MAY09-2/2

Instalação da Roda de Tração Traseira no


Cubo Fundido
CUIDADO: Evite a possibilidade de lesões
físicas. Nunca opere o trator com os
parafusos da roda frouxos.

NOTA: O aro da roda (A) possui um orifício de encaixe

RXA0056891 —UN—11SEP01
justo menor do que os outros orifícios. Um furo
alongado se encontra no lado oposto do furo
justo para melhor centralização da roda.

1. Instale e aperte manualmente o parafuso no orifício


de encaixe justo (B).
2. Instale e aperte manualmente o parafuso no orifício
de fenda alongada (C). Cubos Fundidos de Serviço Pesado Exibidos

3. Instale e aperte manualmente os parafusos restantes.


A—Aro da Roda C—Orifício de Encaixe
4. Aperte todos os parafusos até que eles mantenham o B—Orifício de Encaixe Justo Alongado
torque de acordo com as especificações.
Especificação
Parafusos da 5. Dirija o trator por 100 metros (100 yd) e reaperte os
Roda—Torque.............................................................................600 N·m parafusos.
(445 lb-ft)
6. Aperte novamente em 3 HORAS, 10 HORAS e
DIARIAMENTE na primeira semana de operação.
RX15494,0000149 -54-29MAR05-1/1

Instalação da Roda de Aço Traseira no Cubo


Duplo

CUIDADO: Evite a possibilidade de lesões


físicas. Nunca opere o trator com os

RXA0064144 —UN—06DEC02
parafusos da roda frouxos.

NOTA: Verifique os tamanhos dos orifícios nos duplos


pois o aro da roda (A) pode ter um orifício de
encaixe justo menor do que os outros orifícios.
Um furo alongado se encontra no lado oposto do
furo justo para melhor centralização da roda.
Cubo-Padrão Exibido
1. Instale e aperte os parafusos manualmente (A).
2. Aperte todos os parafusos até que eles mantenham o A—Parafusos da Roda no Cubo
torque de acordo com as especificações.
Especificação
Parafusos da Roda no 3. Dirija o trator por 100 metros (100 yd) e reaperte os
Cubo—Torque.............................................................................600 N·m parafusos.
(445 lb-ft)
4. Aperte novamente em 3 HORAS, 10 HORAS e
DIARIAMENTE na primeira semana de operação.
OU1092A,00002F7 -54-29MAR05-1/1

75-11 052413

PN=151
Rodas, Pneus e Bitola

Ajuste e Aperto das Rodas de Acionamento


Traseiro — Acionamento de Serviço Pesado
e Cubos Duplos

RXA0056944 —UN—10OCT01
CUIDADO: Evite lesões físicas. Nunca ligue
o motor com a transmissão engrenada e
as rodas traseiras sem tocar o solo. As
rodas da TDM podem tirar as rodas traseiras
do apoio. Desengate a TDM e coloque a
transmissão em NEUTRAL (NEUTRO) para
girar o eixo. Nunca opere o trator com um
aro, uma roda ou um cubo frouxo.
Cubos Fundidos de Serviço Pesado Exibidos
IMPORTANTE: Siga o procedimento cuidadosamente.
O não-cumprimento deste pode ocasionar Certifique-se de que a roda esteja perpendicular ao
danos ao cubo da roda. eixo.
1. Eleve o trator em solo nivelado com a cremalheira 5. Aperte os parafusos da manga (1—10) em ordem
voltada para cima. numérica até as especificações do torque final.
2. Afrouxe (sem retirar) os parafusos da manga (1 — 10) 6. Guie o trator em um mínimo de 100 metros (100 yd) e
o suficiente para movimentar a roda. aperte novamente os parafusos em ordem numérica
até as especificações do torque final.
IMPORTANTE: Não afrouxe ou retire os dois
parafusos principais Allen. O não-cumprimento Parafusos da Manga do Cubo da Roda—Especificação
desta instrução pode resultar em emperramento Inicial—Torque.............................................................................405 N·m
ou danos à roda. (300 lb-ft)
Final—Torque..............................................................................610 N·m
3. Gire a engrenagem do pinhão (A) para deslocar a (450 lb-ft)
roda para a posição desejada.
7. Aperte novamente após 3 HORAS de trabalho, 10
4. Aperte os parafusos da manga (1—10) em ordem HORAS e DIARIAMENTE, na primeira semana de
numérica até as especificações do torque inicial. operação.
OURX986,000026A -54-11MAR04-1/1

75-12 PN=152
052413
Rodas, Pneus e Bitola

Orientações para Rodas, Pneus e Bitola Traseiros

RXA0056701 —UN—29AUG01
B
C

A—Espaço entre roda interna e B—Distância entre paredes C—Espaçamento Mínimo entre
para-lama internas das rodas de tração Duplos

Para obter uma faixa adicional de ajustes de bitola,


remova e reinstale as rodas traseiras nos lados opostos do CUIDADO: Evite acidentes pessoais e a
trator enquanto mantém a direção apropriada de rotação. instabilidade do trator. Nunca opere com
pneus simples tendo o ajuste da bitola
IMPORTANTE: Em condições normais os pneus
menor que 1520 mm (60 in.).
devem ter pelo menos 25 mm (1 in.) de folga
com os para-lamas (A). Em condições lodosas
IMPORTANTE: Não exceda 2800 mm (110 in.) entre
e úmidas, os pneus devem ter 120 mm (4.7 in.)
rodas simples para puxar cargas pesadas.
de folga com os para-lamas (A). A distância
entre os pneus deve ser de pelo menos 1015 Espaçamento Mínimo de Pneus Duplos (C)
mm (40 in.), com distâncias iguais dos pneus O ajuste da bitola é medido entre o centro dos pneus.
da linha central do trator (B).
Espaçamento Mínimo
Seção do Pneu mm (in.)
Verifique se a distância entre o implemento e os pneus
320 mm (12.4 in.) 383 mm (15 in.)
traseiros está correta.
380 mm (14.9 in.) 445 mm (17.5 in.)
NÃO misture pneus radiais com pneus diagonais no 420 mm (16.9 in.) 487 mm (19.2 in.)
mesmo eixo. 480 mm (18.4 in.) 549 mm (21.6 in.)
Os pneus radiais não exigem aros especiais. 520 mm (20.8 in.) 591 mm (23.3 in.)
620 mm (24.5 in.) 695 mm (27.4 in.)
Todos os pneus traseiros devem ser insuflados à mesma
pressão. 650 mm (25.5 in.) 726 mm (28.6 in.)
710 mm (28.0 in.) 788 mm (31 in.)
As rodas fundidas são utilizadas no lado de dentro e as 800 mm (30.5 in.) 882 mm (34.77 in.)
rodas de aço, no lado de fora dos tratores com duplos.
850 mm (33.5 in.) 925 mm (36.41 in.)
Pressão excessiva em pneus radiais reduz o desempenho
da máquina. Usar a pressão correta de calibração
resultará no desempenho ideal de tração.
JO51195,00000D6 -54-22APR10-1/1

75-13 052413

PN=153
Rodas, Pneus e Bitola

Ajuste de Bitola Traseira de Pneu Simples — Rodas de Ferro Fundido


Pneus 20,8-42
Roda Simples
Posição do Aro Mínimo Eixo 2438 mm (96 in.) 2807 mm (110.5 in.)
Máximo Máximo
PARA DENTRO 1524 mm (60 in.) 1833 mm (72.2 in.) 2202 mm (86.7 in.)
PARA FORA 1806 mm (71.1 in.) 2137 mm (84.1 in.) 2506 mm (98,6 in.)

Pneus 710/70R38
Roda Simples
Posição do Aro Mínimo Eixo 2438 mm (96 in.) 2807 mm (110.5 in.)
Máximo Máximo
PARA DENTRO 1732 mm (68.2 in.) 1833 mm (72.2 in.) 2202 mm (86.7 in.)
PARA FORA 1806 mm (71.1 in.) 2137 mm (84.1 in.) 2506 mm (98,6 in.)

OURX986,0000215 -54-08MAR13-1/1

Ajuste de Bitola Traseira de Pneu Duplo — Rodas de Ferro Fundido


Pneu 20.8-42
Pneu Interno Pneu Externo
2807 mm (110.5 in.) 2807 mm (110.5 in.)
Posição do Mínimo Máximo Máximoa Posição do Mínimo Máximo
Aro Aro
PARA 1524 mm (60 in.) N/D 1770 mm (69.7 in.) PARA 2826 mm (111.3 in.)a 3062 mm (120.6 in.)a
DENTRO DENTRO
PARA FORA 1806 mm (71.18 N/D 1880 mm (74 in.) PARA 2988 mm (117.6 in.)a 3062 mm (120.6 in.)
in.) DENTRO
PARA 1524 mm (60 in.) 1770 mm (69.7 in.) 1770 mm (69.7 in.) PARA FORA 2932 mm (115.3 in.) 3170 mm (124.8 in.)
DENTRO
PARA FORA 1806 mm (71.18 1952 mm (76.9 in.) 2074 mm (81.7 in.) PARA FORA 2988 mm (117.6 in.) 3170 mm (124.8 in.)
in.)
a
com extensão de 381 mm (15 in.)
OURX986,000026D -54-08MAR13-1/1

Uso de Rodas Duplas de Encaixe

IMPORTANTE: As rodas duplas de encaixe não • As arruelas e os parafusos da roda de aço de


devem ser usadas em trabalhos de tração acionamento atual são substituídos por arruelas
pesados. São permitidas somente para contidas no kit AR217153
uso quando as condições a seguir são • Use o procedimento de aperto de parafusos da roda
satisfeitas, incluindo os tamanhos de pneu traseira (Consulte APERTO DOS PARAFUSOS DA
recomendados e os fabricantes. RODA TRASEIRA nesta seção.)
• O ajuste da bitola da roda simples interna não deve
• As rodas duplas de encaixe são usadas somente em ultrapassar 1900 mm (75 in.)
tração baixa ou aplicações da TDP • O ajuste da bitola da roda simples externa não deve
• O peso máximo do veículo está limitado a 9100 kgs ultrapassar 3.400 mm (134 in.)
(20062 lbs) • A largura média da bitola da combinação dupla não
• A roda de acionamento traseiro é do tipo com centro deve ultrapassar 2650 mm (104 in.)
fundido (de preferência) • A seção externa da largura do pneu deve ser igual ou
• As arruelas e os parafusos da manga da roda atual menor do que a largura da seção interna do pneu
são substituídos por parafusos e arruelas contidos no • As rodas de acionamento e os pneus duplos de encaixe
kit AR219840 para o cubo de aço de acionamento e devem ser calibrados com a mesma pressão
AR219842 para cubo duplo
JO51195,00000D7 -54-16AUG05-1/1

75-14 052413

PN=154
Rodas, Pneus e Bitola

Ajustes da Cultura em Linha do Rodado Duplo Traseiro — Rodas Fundidas


Extensão do Cubo e Pneu Duplo Traseiro de Seção 20.8
Espaçamento das Fileiras - mm 508 (20) 559 (22) 762 (30) 813 (32) 864 (34) 915 (36) 966 (38) 1016 (40)
(in.)
Roda de Acionamento - mm N/D N/D N/D 1626 (64)/4 1727 1829 1930 (76)/7 2032 (80)/10
(in.)/posição (68)/6 (72)/5
Roda Dupla - mm (in.)/posição N/D N/D N/D 3251 3455 3658 3861 4064
(128)/15 (136)/16 (144)/16 (152)/16 (160)/16
Extensão Dupla - Eixo de 2807 mm N/D N/D N/D 127 mm 254 mm 254 mm (10 381 mm (15 N/D
(110,5-in.) (5 in.) (10 in.) in.) in.)

OURX986,0000267 -54-02MAY07-1/1

Ajuste das Rodas Traseiras—Aço

CUIDADO: Evite acidentes pessoais. NUNCA ligue


o motor com a transmissão engatada e as rodas
traseiras fora do solo. As rodas da TDM podem

CQ294126 —UN—29AUG12
puxar as rodas traseiras para fora do suporte.
A TDM deve estar desengatada e a transmissão
em NEUTRAL (NEUTRO) para girar o eixo.

1. Eleve o trator em solo plano e gire as rodas para que


a cremalheira no eixo fique para cima.
2. Solte os parafusos centrais do cubo contra as porcas
de fixação.
3. Remova os parafusos externos da luva do cubo.
Utilize os parafusos da luva do cubo nos parafusos
extratores para soltar as luvas. Aperte os parafusos
extratores conforme especificado, se necessário.

CQ294127 —UN—29AUG12
Especificação
Parafusos
extratores—Torque........................................................... 500 a 600 N•m
(370 a 440 lb-ft)

NOTA: Bata na extremidade do eixo com um martelo


pesado e utilize óleo de penetração se for
difícil desprender as luvas.

Continua na próxima página MB85214,0000451 -54-06SEP12-1/2

75-15 052413

PN=155
Rodas, Pneus e Bitola

4. Remova os parafusos extratores da luva superior


do cubo e instale a Ferramenta de Ajuste da Roda
JDG667A (disponível no Concessionário John Deere)
utilizando os parafusos da luva. Mova a roda até a
posição desejada. Observe as limitações da bitola.

CQ294128 —UN—29AUG12
5. Remova a ferramenta de ajuste e os parafusos
tensores.

CUIDADO: Nunca opere o trator com os aros,


as rodas ou os cubos soltos.

IMPORTANTE: Mantenha a face das luvas do cubo


niveladas para evitar quebra do cubo ou
afrouxamento dos parafusos.
Dirija o trator pelo menos 100 m (3937 in.) e aperte os
6. Aperte os parafusos da luva do cubo com 204 Nm (150 parafusos com torque de 600 N•m (445 lb-ft).
lb-ft) começando com os parafusos centrais, depois
apertando os outros parafusos em cruz. Reaperte os Reaperte todos os parafusos após 3 HORAS e
parafusos com 410 Nm (300 lb-ft) utilizando a mesma novamente após 10 HORAS de operação.
sequência.
MB85214,0000451 -54-06SEP12-2/2

75-16 052413

PN=156
Transporte do Trator
Condução do Trator em Estradas
funcionamento. Substitua ou conserte a iluminação e a
CUIDADO: Evite possíveis lesões pessoais ou sinalização que tenha sido danificada ou perdida. Há kits
morte devido à perda de controle do trator. de iluminação de segurança do implemento disponíveis
Ao conduzir o trator em estradas: em seu concessionário John Deere.
• Acople os pedais de freio juntos Freios — Bata de leve no pedal do freio para garantir que
• Se equipado, use o pedal acelerador em o bloqueio do diferencial NÃO esteja engatado. Acople
vez do acelerador de mão os pedais dos freios juntos antes de dirigir em uma
• Reduza a velocidade ao dirigir em superfícies estrada. Evite o uso brusco dos freios.
congeladas, molhadas ou com pedras
• Lastre o trator corretamente (Consulte a seção TDM — Desligue a tração da roda dianteira ao transportar
de Lastreamento de Desempenho) o trator. Ao dirigir em estradas, acione a posição AUXÍLIO
DO FREIO do interruptor da TDM para fornecer freio
Evite colisões entre outros usuários da nas quatro rodas. (Consulte USO DA TDM na seção
estrada, tratores em movimento lento com Operação do Trator.)
fixadores ou equipamento rebocado, e máquinas
autopropulsionadas em vias públicas. Verifique Cilindros Remotos — Coloque o interruptor da trava
freqüentemente o trânsito atrás da máquina, de transporte para eliminar a possibilidade de abaixar
especialmente em curvas, e utilize as luzes um implemento durante o transporte com uma batida
da sinaleira direcional. inadvertida na(s) alavanca(s) de extensão/recuo.
(Consulte o procedimento nas seções Sistema Hidráulico
Verifique os faróis, as luzes de alerta intermitentes e as — VCRs Operadas por Alavanca ou Controles do
sinaleiras traseiras antes de operar o trator em rodovias. TouchSet.)
Regule os espelhos retrovisores e limpe as janelas.
Levante Traseiro — Coloque ou trave o levante na
Luzes— Use faróis e sinaleiras direcionais durante o posição de transporte para eliminar a possibilidade
dia e a noite. Siga os regulamentos locais quanto à de abaixar um implemento durante o transporte com
iluminação e à sinalização do equipamento. Mantenha a uma batida inadvertida na alavanca de extensão/recuo.
iluminação e a marcação visíveis e em boas condições de (Consulte o procedimento na seção Levante.)
OURX986,0000216 -54-16FEB04-1/1

Transporte com Lastro


de direção. Os implementos pesados
CUIDADO: Evite possíveis lesões ou danos puxados e montados na traseira tendem a
ao equipamento ao transportar implementos levantar as rodas dianteiras.
pesados montados na traseira.
• Dirija lentamente em solos irregulares, Utilize o código do implemento do manual do operador do
independente da quantidade de lastro utilizada. implemento para determinar o número mínimo de pesos
• Se necessário, adicione peso na extremidade dianteiros exigidos.
dianteira para obter estabilidade e controle
RF30435,0000034 -54-22MAR05-1/1

80-1 052413

PN=157
Transporte do Trator

Reboque de Cargas

CUIDADO: Evite possíveis lesões provenientes • Para equipamentos rebocados sem freios,
da perda de controle enquanto reboca uma não transporte em velocidades acima
carga. A distância necessária para parar de 32 km/h (20 mph)
aumenta com a velocidade e com o peso das • Para equipamentos rebocados com freios,
cargas rebocadas e em rampas. não transporte em velocidades acima
de 40 km/h (25 mph)
Não ultrapasse a velocidade máxima de
transporte. Este trator é capaz de operar em Não transporte se:
velocidades de transporte acima da velocidade
máxima de transporte permitida para a maioria • O implemento totalmente carregado sem freios
pesa mais do que 1361 kg (3000 lb) e mais
dos implementos rebocados.
do que 1,5 vezes o peso do trator
Antes de transportar um implemento rebocado, • O implemento totalmente carregado com freios
determine, a partir das placas no implemento pesar mais do que 4,5 vezes o peso do trator
ou das informações fornecidas no manual do
O trator deve ser pesado e potente o
operador do implemento, a velocidade máxima de
suficiente e ter um sistema de frenagem
transporte. Nunca transporte em velocidades que
adequado para a carga rebocada. Acrescente
ultrapassem a velocidade máxima de transporte
lastro ou alivie a carga.
do implemento. Ultrapassar a velocidade máxima
de transporte do implemento pode resultar em: Dirija devagar o suficiente para manter o
controle seguro. Fique alerta em relação a
• Perda de controle da combinação
derrapagens. Mude o câmbio para uma marcha
trator/implemento
mais lenta em declives, solos acidentados e
• Redução ou eliminação da capacidade de
curvas fechadas, especialmente ao transportar
parada durante a frenagem
equipamento pesado.
• Falha no pneu do implemento
• Danos à estrutura do implemento ou a Nunca opere com a transmissão na posição
seus componentes neutra ou com a embreagem desengatada.
Na ausência de informações do fabricante,
observe estes limites de velocidade de transporte:
OURX986,0000217 -54-16FEB04-1/1

80-2 052413

PN=158
Transporte do Trator

Uso de uma Corrente de Segurança

CUIDADO: Evite possíveis acidentes e lesões


utilizando uma corrente de segurança no
equipamento rebocado. Utilize uma corrente de

RXA0052247 —UN—08MAR01
segurança com força igual ou maior que o peso
bruto do equipamento. Forneça somente a folga
suficiente na corrente para permitir fazer curvas.

Fixe a corrente de segurança (A) no suporte da barra de


tração ou em outros locais de ancoragem especificados.
IMPORTANTE: NÃO utilize a corrente de segurança
para rebocar, pois pode resultar em possíveis
danos ao trator, ao implemento e à barra de
A—Corrente de Segurança
tração. A corrente de segurança é usada
somente para o transporte.

Fixe e verifique a operação dos freios do carro de Nunca costeie declividades.


transporte, se equipado.
Tenha cuidado ao operar o trator em velocidades
IMPORTANTE: DIMINUA A VELOCIDADE ao de transporte. Reduza a velocidade se rebocar
transportar implementos pesados. cargas pesadas. Implementos pesados rebocados
ou montados na traseira podem começar a balançar
Dirija devagar o suficiente para manter o controle seguro. durante o transporte. Consulte o manual do operador
Mude o câmbio para uma marcha mais lenta em declives, do equipamento rebocado sobre as velocidades de
solos acidentados e curvas fechadas, especialmente ao transporte recomendadas.
transportar equipamento pesado.
Em ladeiras congeladas ou com pedras, esteja alerta
para derrapagens que possam resultar em perda do
controle da direção.
RX15494,0000195 -54-22MAR05-1/1

80-3 052413

PN=159
Transporte do Trator

Rebocar o Trator

CUIDADO: Evitar ferimentos pessoais ou a morte.


Desconecte o eixo de acionamento da TDM se
rebocar o trator com as rodas dianteiras em
um portador. A perda de energia elétrica ou de
pressão do sistema hidráulico-da transmissão
engatará a TDM e puxará o trator para fora do

CQ285484 —UN—15APR10
transportador, mesmo com o interruptor na
posição DISENGAGED (DESENGATADO).

IMPORTANTE: Evite danos aos componentes


motrizes e da transmissão
• NUNCA tente rebocar o trator para dar
partida. O motor não dará partida.
• Se possível, opere o motor acima de 1250 A—Parafuso
rpm, para manter a lubrificação, direção e
freio hidráulicos. É necessário um operador
para manobrar e frear o trator.
• Não reboque um trator a mais de 8 km/h a. Retire o parafuso de cabeça (A) e deslize o protetor
(5 mph). Não ultrapasse 3 km/h (2 mph) do eixo de tração para fora da caixa de câmbio.
nos primeiros 10 minutos em temperaturas
b. Remover o anel de retenção e deslizar o eixo de
abaixo do ponto de congelamento.
tração para a frente. Suspender o eixo com um
• Verifique o nível de óleo hidráulico da
arame.
transmissão. Adicione 4 l (1 gal) para cada
152 mm (6 in.) em que as rodas dianteiras são c. Coloque um tampão na abertura da caixa de
elevadas acima do solo. Não levante as rodas câmbio, para proteger contra sujeira.
dianteiras mais que 305 mm (12 in.). Drene
o excesso de óleo depois do transporte 2. Bata de leve nos pedais do freio para garantir que o
bloqueio do diferencial não esteja engatado.
1. Desconecte o eixo de acionamento se rebocar o trator
com as rodas dianteiras em um transportador:
GB52027,0001268 -54-15APR10-1/3

3. Mova o inversor do lado esquerdo (D) para a posição


NEUTRO.

D—Inversor do lado esquerdo

CQ285343 —UN—17MAR10

Continua na próxima página GB52027,0001268 -54-15APR10-2/3

80-4 052413

PN=160
Transporte do Trator

4. Para liberar os freios de estacionamento, mova


a alavanca de mudança de faixa para a posição
NEUTRO (A).

A—Posição NEUTRO

CQ285345 —UN—17MAR10
Alavanca de Mudança de Faixa

GB52027,0001268 -54-15APR10-3/3

Liberando uma Máquina Atolada

CUIDADO: A tentativa de resgatar uma máquina


atolada pode envolver riscos de segurança,
tais como o tombamento do trator atolado para
trás, a capotagem do trator de reboque e a

TS1645 —UN—15SEP95
quebra e o recuo da corrente de reboque ou
da barra de reboque (não se recomenda um
cabo) devido à condição esticada.
Dê marcha a ré com o trator se ele ficar atolado
na lama. Desengate quaisquer implementos
rebocados. Escave a lama detrás das rodas
traseiras. Coloque tábuas atrás das rodas para
criar uma base sólida e tente recuar lentamente.
Se necessário, retire a lama da frente de todas
as rodas e avance lentamente.
Se for necessário rebocar com outra unidade,
utilize uma barra de reboque ou uma corrente
comprida (não se recomenda um cabo). Verifique

TS263 —UN—23AUG88
se a corrente possui defeitos. Assegure-se de
que todas as peças dos dispositivos de reboque
sejam de bitola adequada e de resistência
necessária para manejar a carga.
Sempre engate na barra de arrastetrito da unidade
de reboque. Antes de mover, retire as pessoas
da área. Aplique força calmamente para retirar
a folga: um puxão repentino poderia romper estrutura lateral para fixar a corrente. NÃO
qualquer dispositivo do reboque levando-o a coloque uma corrente em volta do eixo. Puxe
chicotear ou recuar perigosamente. o trator para frente. Utilize a barra de tração
para rebocar o trator para fora da condição
IMPORTANTE: Evite danos aos cilindros de direção atolada, se puxar o trator pela traseira.
ou às hastes de ligação. Use os orifícios da
RF30435,00000B6 -54-22MAR05-1/1

80-5 052413

PN=161
Transporte do Trator

Transportar em veículo de carga

CUIDADO: Para evitar acidentes pessoais, prenda


com corrente o trator ao transportador com
firmeza. Não coloque uma corrente em volta do

CQ285485 —UN—15APR10
eixo de acionamento mecânico da roda dianteira
ou do alojamento do eixo. Dirija com cuidado.

IMPORTANTE: Um trator avariado deve ser resgatado


em um transportador de plataforma.

Conecte a corrente no suporte/presilha (A) do eixo


dianteiro ao prender o trator no transportador.

A—Suporte/Presilha

GB52027,0001276 -54-15APR10-1/1

Transporte com Eixo Dianteiro de 3 Metros IMPORTANTE: A largura da carroceria de transporte


1. Colocar as rodas dianteira na posição de transporte deve ser adequada para o transporte do
(discos virados para dentro, bitola mínima). trator com o eixo de 3 metros (recomendado
carroceria com 3 metros de largura).
2. Ajustar a bitola traseira na largura adequada.
NOTA: Depois de carregado, verificar o contato adequado
CUIDADO: Jamais deve-se transportar o trator entre o pneu e a carroceria, a fim de evitar o
equipado com o eixo de 3 metros se as rodas escorregamento durante o transporte.
estiverem na posição de trabalho.
OU31386,0000045 -54-14AUG09-1/1

80-6 052413

PN=162
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Manusear e armazenar combustível diesel

CUIDADO: Reduza o risco de incêndios. Manuseie Ao usar biodiesel, o filtro de combustível pode exigir uma
o combustível com cuidado. NÃO encha o frequência maior de substituição devido ao entupimento
tanque de combustível quando o motor estiver prematuro.
em funcionamento. NÃO fume enquanto estiver
Verifique diariamente o nível de óleo do motor antes
enchendo o tanque de combustível ou fazendo
de ligá-lo. Um aumento no nível de óleo pode indicar a
a manutenção do sistema de combustível.
diluição do óleo do motor pelo combustível.
Abasteça o tanque de combustível ao final de IMPORTANTE: O tanque de combustível é ventilado
cada operação diária para evitar condensação e o através da tampa de enchimento. Se for
congelamento em tempo frio. necessário substituir a tampa, use sempre
uma original ventilada.
Mantenha todos os tanques de armazenamento sempre
cheios para evitar condensação.
Quando o combustível for armazenado por período
Verifique se todas as tampas e tampões dos tanques de prolongado ou se o consumo de combustível for lento,
combustível estão corretamente instaladas para impedir adicione um condicionador de combustível para estabilizar
entrada de umidade. Monitore o conteúdo de água no o combustível e para impedir a condensação. Consulte o
combustível regularmente. fornecedor de combustível para recomendações.
DX,FUEL4 -54-14APR11-1/1

Manusear combustível com


segurança—evitar chamas
Manuseie o combustível com cautela: ele é altamente
inflamável. Não reabasteça a máquina quando estiver
fumando ou perto de chamas ou fagulhas.

TS202 —UN—23AUG88
Sempre desligue o motor antes de reabastecer a
máquina. Encha o tanque de combustível ao ar livre.
Evite incêndios mantendo a máquina livre de sujeira,
graxa e detritos acumulados. Sempre limpe o combustível
derramado.
Usem somente um contentor de combustível apropriado
para transportar líquidos inflamáveis.
mangueira da bomba de combustível em contato com a
Nunca abasteça o contentor de combustível sobre uma entrada do contentor de combustível ao abastecer.
caminhonete com caçamba revestida de plástico. Sempre
coloque o contentor de combustível no chão antes de Não armazene combustível próximo a chamas abertas,
reabastecer. Encoste o bico da mangueira da bomba faíscas ou luzes piloto como dentro de um aquecedor de
de combustível no contentor de combustível antes de água ou outros dispositivos.
remover a tampa do contentor. Mantenha o bico da
DX,FIRE1 -54-12OCT11-1/1

85-1 052413

PN=163
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Combustível diesel
Procure o seu distribuidor local de combustível para se
informar sobre as propriedades do diesel disponível em • Use SOMENTE diesel com teor ultra-baixo de enxofre
sua área. (ULSD) com teor inferior a 15 mg/kg (15 ppm).

De um modo geral, o diesel é combinado para satisfazer Teor de enxofre para motores Tier 3 e Stage III A
às exigências de baixa temperatura da região na qual
são comercializados.
• RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 1000 mg/kg (1000 ppm).
Os combustíveis diesel recomendados são os • O uso de diesel com teor de enxofre entre 1000 - 5000
especificados segundo as normas EN 590 ou ASTM mg/kg (1000 - 5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca
D975. Diesel renovável produzido por hidrotratamento de de filtro e óleo.
gordura animal e óleos vegetais é basicamente idêntico
a diesel de petróleo. Diesel renovável de acordo com a
• ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
5000 mg/kg (5000 ppm), consulte seu concessionário
norma EN 590 ou ASTM D975 é aceitável para uso em John Deere.
todos os níveis de percentual de mistura.
Teor de enxofre para motores Tier 2 e Stage II
Propriedades exigidas do combustível
Em todos os casos, o combustível deve estar de acordo
• RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 500 mg/kg (500 ppm).
com as seguintes propriedades:
• O uso de diesel com teor de enxofre entre 500 - 5000
Índice de cetano mínimo de 43. É preferível um mg/kg (500 - 5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca
índice de cetano maior que 47, especialmente para de filtro e óleo.
temperaturas abaixo de -20°C (-4°F) ou elevações acima • ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
de 1500 m (5000 ft.). 5000 mg/kg (5000 ppm), consulte seu concessionário
John Deere.
Ponto de Entupimento do Filtro a Frio (PEFF) pelo
menos 5°C (9°F) abaixo da temperatura mínima prevista Teor de enxofre para outros motores
OU Ponto de Névoa (Turvação) abaixo da temperatura
mínima prevista. • RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 5000 mg/kg (5000 ppm).
Lubricidade do combustível deve passar um diâmetro • O uso de diesel com teor de enxofre superior a 5000
de marca de desgaste máximo de 0,45 mm conforme mg/kg (5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca de
medido segundo a norma ASTM D6079 ou ISO 12156-1. filtro e óleo.
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar IMPORTANTE: NÃO misture óleo do motor ou
de acordo com todas as normas de emissões existentes qualquer outro tipo de lubrificante com diesel.
para a região em que o motor vai operar. NÃO utilize
combustível diesel com teor de enxofre superior a 10000 IMPORTANTE: O uso impróprio de aditivo pode
mg/kg (10000 ppm). danificar o equipamento de injeção de
combustível dos motores diesel.
Teor de enxofre para motores Interim Tier 4 e Stage
III B
DX,FUEL1 -54-11APR11-1/1

Enxofre troca do óleo do motor deve ser reduzido em


50%, mais ou menos em 125 horas.
IMPORTANTE: Se a proporção enxofre no
combustível exceder a 0,5%, o intervalo de
LT04177,0000051 -54-21JUN06-1/1

85-2 052413

PN=164
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Abastecimento do Tanque de Combustível

CUIDADO: Manuseie o combustível com


cuidado: Ele é altamente inflamável. Não fume
ao reabastecer a máquina ou quando estiver
perto de chamas ou fagulhas.

TS202 —UN—23AUG88
Sempre desligue o motor antes de reabastecer
a máquina. Abasteça o tanque de
combustível ao ar livre.
Evite incêndios mantendo a máquina livre de
sujeira, graxa e detritos acumulados. Sempre
limpe combustível derramado.

NOTA: Indicador informativo na tela da coluna de canto


acenderá ao receber sinal de combustível baixo.
O tempo aproximado para terminar o combustível
do trator é de 45 a 75 minutos.

Encha o tanque de combustível (A) no final de cada dia.

CQ285471 —UN—05APR10

CQ285472 —UN—05APR10
Isso impede a condensação no tanque, pois o ar úmido
esfria.
Os tanques de combustível são ventilados pelo filtro de
ventilação (B), localizado abaixo da janela traseira, atrás
ou à esquerda do grupo de montagem traseiro de SCV.

A—Tanque de Combustível B—Filtro da ventilação do


depósito do combustível

GB52027,0001269 -54-05APR10-1/1

Lubricidade do diesel
A maior parte do diesel produzido nos EUA, Canadá e Se for usado um combustível com lubricidade baixa
União Europeia possui uma lubricidade adequada para ou desconhecida, adicione condicionadorJohn Deere
garantir a operação apropriada e a durabilidade dos Fuel-Protect Diesel Fuel Conditioner (ou equivalente) na
componentes do sistema de injeção de combustível. concentração especificada.
Porém, o diesel produzido em algumas regiões do mundo
pode não ter a lubricidade adequada. Lubricidade do biodiesel
IMPORTANTE: Certifique-se de que o diesel usado A lubricidade do combustível pode melhorar
na sua máquina ofereça características significativamente com misturas de biodiesel até B20
de boa lubricidade. (20% de biodiesel). Maiores aumentos na lubricidade são
limitados por misturas de biodiesel superiores a B20.
A lubricidade do combustível deve passar um diâmetro
de marca de desgaste máximo de 0,45 mm conforme
medido segundo a norma ASTM D6079 ou ISO 12156-1.
DX,FUEL5 -54-14APR11-1/1

Testar diesel contaminação por bactérias, ponto de névoa, número de


ácidos, contaminação por particulados e se o combustível
Uma análise do combustível pode ajudar a monitorar está de acordo com as especificações.
a qualidade do diesel. A análise de combustível
pode fornecer dados críticos como octanagem, Consulte seu concessionário John Deere para maiores
tipo de combustível, teor de enxofre, teor de água, informações sobre análise do combustível.
aparência, adequabilidade para operações em clima frio,
DX,FUEL6 -54-14APR11-1/1

85-3 052413

PN=165
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Combustível Biodiesel
Biodiesel é um combustível composto de ésteres
mono-alquila de ácidos graxos de cadeia longa derivados Os condicionadores de combustível aprovados pela
de gordura animal ou vegetal. As misturas de biodiesel John Deere que contenham aditivos de detergente
consistem em biodiesel misturado com diesel derivado de e dispersantes são obrigatórios ao usar B20, e são
petróleo conforme o volume. recomendados ao usar misturas menores de biodiesel.

Antes de usar combustível que contém biodiesel, analisar Requisitos e Recomendações de Uso de Biodiesel
os Requisitos e Recomendações do Uso de Biodiesel A proporção de diesel derivado de petróleo nas misturas
nesse Manual do Operador. de biodiesel deve cumprir as especificações das normas
As leis e regulamentos ambientais podem estimular ou comerciais ASTM D975 (EUA) ou EN 590 (UE).
proibir o uso de combustível biodiesel. Operadores devem Recomenda-se expressamente aos usuários de biodiesel
consultar as autoridades governamentais apropriadas nos EUA que adquiram misturas de biodiesel de um
antes de usar biodiesel. Fornecedor com Certificado BQ-9000, cuja fonte seja um
Todos os Motores John Deere com Filtro de Escape Produtor Credenciado BQ-9000 (certificações do National
(Lançado em 2011 e Mais Recente) Biodiesel Board). Os Fornecedores Certificados e os
Produtores Credenciados podem ser encontrados no
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas seguinte website: http://www.bq9000.org.
concentrações de até 20% de biodiesel (B20) no diesel
derivado de petróleo podem ser usadas. As misturas O biodiesel contém resíduo de cinzas. Os níveis de
de biodiesel até B20 podem ser usadas SOMENTE cinzas que excedem os máximos permitidos no ASTM
se o biodiesel (100% de biodiesel ou B100) cumprir a D6751 ou EN14214 podem resultar em acumulação mais
especificação ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. rápida de cinzas e limpeza mais frequente do Filtro de
Espera-se uma redução de 2% na potência e de 3% na Escape (se presente).
economia de combustível quando o B20 é usado. O filtro de combustível pode exigir uma frequência maior
As concentrações de biodiesel acima de B20 podem de substituição, ao usar biodiesel, especialmente na troca
prejudicar os sistemas de controle de emissões do motor de diesel para biodiesel. Verifique diariamente o nível
e não devem ser usados. Os riscos incluem, mas não de óleo do motor antes de ligá-lo. Um aumento no nível
se limitam a, regeneração estacionária mais frequente, de óleo pode indicar a diluição do óleo do motor pelo
acúmulo de fuligem e aumento de intervalos de remoção combustível. Misturas de biodiesel até B20 devem ser
de cinzas. usadas em até 90 dias da data de produção do biodiesel.
Se usadas, as misturas de biodiesel acima de B20 devem
Os condicionadores de combustível aprovados pela ser usadas em até 45 dias da data de produção do
John Deere que contenham aditivos de detergente biodiesel.
e dispersantes são obrigatórios ao usar B20, e são
recomendados ao usar misturas menores de biodiesel. Quando usar misturas de biodiesel até B20, considerar o
seguinte:
Todos os Motores John Deere Excluindo Filtro de
Escape (Lançado Principalmente Antes de 2012) • Degradação do fluxo em clima frio
• Questões de armazenagem e estabilidade (absorção
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas de umidade, crescimento microbiano)
concentrações de até 20% de biodiesel (B20) no diesel • Possíveis restrições e obstruções no filtro (normalmente
derivado de petróleo podem ser usadas. As misturas um problema quando se usa biodiesel pela primeira
de biodiesel até B20 podem ser usadas SOMENTE vez em motores usados.)
se o biodiesel (100% de biodiesel ou B100) cumprir a • Possível vazamento de combustível em retentores e
especificação ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. mangueiras (principalmente com motores mais antigos)
Espera-se uma redução de 2% na potência e de 3% na • Possível redução da durabilidade dos componentes
economia de combustível quando o B20 é usado. do motor
Esses motores John Deere podem operar com misturas Solicite um certificado de análise do seu distribuidor de
de biodiesel superiores a B20 (até 100% de biodiesel). combustível para assegurar que o combustível está de
Operar em níveis acima de B20 SOMENTE se o acordo com as especificações fornecidas neste Manual
biodiesel cumprir a especificação EN 14214 (disponível do Operador.
principalmente na Europa). Os motores que operam
com misturas de biodiesel superiores a B20 podem não Consulte seu concessionário John Deere para
cumprir ou não serem permitidos por todas as normas condicionadores de combustível aprovados para melhorar
aplicáveis de emissões. Espera-se uma redução de 12% a armazenagem e rendimento com biodiesel.
na potência e de 18% na economia de combustível ao Quando usar misturas de biodiesel superiores a B20,
usar 100% de biodiesel. considerar o seguinte:

Continua na próxima página DX,FUEL7 -54-29AUG12-1/2

85-4 052413

PN=166
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

• Possível coqueificação (carbonização) ou bloqueio • Possíveis danos à pintura caso seja exposta ao
dos bicos injetores, resultando em perda de potência biodiesel
e falhas de ignição do motor caso não sejam usados • Possível corrosão do equipamento de injeção de
os condicionadores de combustível aprovados pela combustível
John Deere • Possível degradação do material elastomérico de juntas
e vedações (principalmente em motores mais antigos)
• Possível diluição do óleo do cárter (exigindo trocas de
• Níveis possivelmente altos de ácidos dentro do sistema
óleo mais frequentes)
de combustível
• Possível formação de camada tipo verniz ou
• Como as misturas de biodiesel acima de B20 contêm
engripamento dos componentes internos
mais cinzas, o uso de misturas acima de B20 pode
• Possível formação de borra e sedimentos
resultar em acumulação mais rápida de cinzas e limpeza
• Possível oxidação térmica do combustível em
mais frequente do Filtro de Escape (se presente)
temperaturas elevadas
• Possíveis problemas de compatibilidade com outros IMPORTANTE: Óleos vegetais brutos NÃO são
materiais (incluindo cobre, zinco, estanho, latão e aceitáveis como combustível em qualquer
bronze) usados nos equipamentos de manuseio de concentração nos motores John Deere. Seu
combustível uso pode danificar o motor.
• Possível redução na eficiência da separação da água
DX,FUEL7 -54-29AUG12-2/2

Óleo para motores diesel 50 o C 122o F


Usar óleo com viscosidade apropriada, baseando-se na
variação esperada da temperatura do ar entre as trocas 40 o C 104o F

SAE 40
de óleo.
30 o C 86 o F
John DeerePlus-50™ II é o óleo preferido.
SAE-15W-40

SAE 30
SAE 10W-40
20 o C 68 o F
John Deere Plus-50™ também é recomendado. SAE 10W-30
SAE 5W-30

SAE 0W-40
Podem ser usados outros óleos se cumprirem uma ou 10 o C 50 o F
mais das seguintes normas:
0o C 32 o F
• John Deere Torq-Gard™
• Categoria de serviço API CJ-4 -10 o C 14 o F
• Categoria de serviço API CI-4 PLUS
• Categoria de serviço API CI-4 -20 o C -4 o F
• Categoria de serviço API CH-4

TS1687 —UN—18JUL07
• Categoria de serviço API CG-4 -30 o C -22 o F
• Categoria de serviço API CF-4
• Sequência de óleos ACEA E9
• Sequência de óleos ACEA E7 -40 o C -40 o F
• Sequência de óleos ACEA E6
• Sequência de óleos ACEA E5 Viscosidades do óleo para temperaturas variadas
• Sequência de óleos ACEA E4
• Sequência de óleos ACEA E3
• Sequência de óleos ACEA E2 Se for usado combustível diesel com teor de enxofre
Se for usado óleo de acordo com API CG-4, API CF-4, ou superior a 5000 mg/kg (5000 ppm), reduzir os intervalos
ACEA E2 , reduzir os intervalos de troca em 50%. de troca em 50%.
São preferíveis óleos de motor diesel de NÃO utilize combustível diesel com teor de enxofre
multi-viscosidade. superior a 10000 mg/kg (10000 ppm).
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar
de acordo com todas as normas de emissões existentes
para a região em que o motor vai operar.
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
Torq-Gard é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL -54-14APR11-1/1

85-5 052413

PN=167
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Graxa
Usar graxa baseada nos números de consistência NLGI
e na variação esperada da temperatura do ar durante o
intervalo de manutenção.
A preferida é a graxa John Deere POLYUREA para
trabalho pesado.
Também são recomendadas as seguintes graxas:
• Graxa John Deere LITHIUM COMPLEX para trabalho
pesado
• Graxa John Deere à prova d'água para trabalho pesado
• John Deere GREASE-GARD™
Podem ser usadas outras graxas que cumpram a:

TS1673 —UN—31OCT03
• Classificação de desempenho NLGI GC-LB
IMPORTANTE: alguns tipos de espessadores de
graxas não são compatíveis com outros.
Consulte seu fornecedor de graxa antes de
misturar diferentes tipos de graxa.
Graxas para temperaturas variadas

GREASE-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


DX,GREA1 -54-14APR11-1/1

85-6 052413

PN=168
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Líquido de Arrefecimento para Motores


Outros líquidos de arrefecimento
Diesel de Serviço Pesado
O sistema de arrefecimento do motor é abastecido com É possível que os líquidos de arrefecimento COOL-GARD
líquido de arrefecimento para protegê-lo durante todo II John Deere, e COOLGARD II WATER-BASE e
o ano contra a corrosão e corrosões localizadas das COOL-GARD II PG estejam indisponíveis na região onde
camisas dos cilindros, e para proteção anticongelamento a manutenção for operada.
no inverno. Se esses líquidos de arrefecimento não estiverem
Os seguintes líq. de arrefecimento são preferidos: disponíveis, use um líquido de arrefecimento concentrado
ou pré-diluído para uso em motores diesel de serviço
• O líquido de arrefecimento COOL-GARD™II John pesado com as seguintes propriedades físicas e químicas:
Deere é preferencial.
• COOL-GARD™ II WATER-BASE (à base de água) • Formulado com um conjunto de aditivos livres de nitritos.
John Deere. • Garante proteção contra cavitação na camisa do
cilindro de acordo com o Método de Teste de Cavitação
• COOL-GARD™ II PG John Deere. John Deere ou um teste de frota acima de 60% da
O líquido de arrefecimento COOL-GARD™ II John Deere capacidade de carga.
está disponível nas seguintes proporções: • Protege os metais do sistema de arrefecimento (ferro
fundido, ligas de alumínio e ligas de cobre como latão)
• COOL-GARD II 20/80 Pré-Mix John Deere (Diluído na contra corrosão.
proporção correta).
• COOL-GARD II 50/50 Pré-Mix John Deere (Dissolvido O conjunto de aditivos deve fazer parte de uma das
na proporção correta). seguintes misturas de líq. de arrefecimento:
• COOL-GARD II Concentrate John Deere (Concentrado
• Líquido de arrefecimento de serviço pesado com base
para ser misturado pelo cliente).
de etilenoglicol ou propilenoglicol pré-diluído.
IMPORTANTE: Ao usar o líquido de arrefecimento • Recomenda-se o líquido de arrefecimento concentrado
COOL-GARD™ II Concentrate John Deere, com base de propilenoglicol em uma mistura com água
faça uma mistura de 50% de COOL-GARD™ de qualidade.
II Concentrate e 50% de água de qualidade.
A mistura incorreta pode causar danos Qualidade da água
irreversíveis ao sistema de arrefecimento. A qualidade da água é importante para o desempenho do
sistema de arrefecimento. A água destilada, desionizada
Use como referência as temperatura na tabela seguinte ou desmineralizada é recomendada para a mistura com o
para usar a mistura correta de acordo com o clima de líq. de arrefecimento concentrado à base de etilenoglicol
sua região: ou propilenoglicol para motores.
COOL-GARD II Premix Ponto de Congelamento
IMPORTANTE: Não use aditivos de vedação para o
COOL-GARD II 20/80 -9° C (16° F)
sistema de arrefecimento nem anticongelantes
COOL-GARD II 50/50 -37° C (-34° F) que os contenham.
Use o líquido de arrefecimento COOL-GARD™ II Não misture líq. de arrefecimento com base
WATER-BASE (à base de água) John Deere em clima em propilenoglicol e etilenoglicol.
muito quente.
Não use líquido de arrefecimento que
É necessário o uso do líquido de arrefecimento contenha nitritos.
COOL-GARD™ II PG John Deere quando uma fórmula
não é tóxica.

COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


OU90500,000023E -54-25MAR13-1/1

Mistura de Lubrificantes
De um modo geral, evite misturar marcas ou tipos de
A mistura de óleos diferentes pode interferir com o
óleos diferentes. Os fabricantes de óleo misturam aditivos
funcionamento adequado destes aditivos e degradar o
nos óleos para que estejam de acordo com certas
desempenho do lubrificante.
especificações e requisitos de performance.
Consulte o seu concessionário John Deere para obter
informações e recomendações específicas.
DX,LUBMIX -54-18MAR96-1/1

85-7 052413

PN=169
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Intervalos de troca de filtro e óleo do motor reduzem os intervalos de troca do filtro e óleo, conforme
diesel mostrado na tabela.

Os intervalos de troca de filtro e óleo na tabela abaixo • Recomenda-se expressamente o uso de diesel com
devem ser usados como orientação geral. Os intervalos teor de enxofre menor que 0,05% (500 ppm).
efetivos de troca dependem das práticas de manutenção • O uso de diesel com teor de enxofre entre 0,05% (500
e operação. Recomenda-se analisar o óleo para ppm) e 0,50% (5000 ppm) pode REDUZIR os intervalos
determinar a vida útil real do óleo e auxiliar na seleção do de troca de filtro e óleo conforme mostrado na tabela.
intervalo de troca de filtro e óleo adequado. • ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
0,50% (5000 ppm), consulte seu concessionário John
Os intervalos de troca do filtro e óleo variam conforme a Deere.
capacidade do cárter de óleo, o tipo de óleo de motor e
filtro usado e do teor de enxofre do diesel. IMPORTANTE: Quando usar misturas ("blends") de
biodiesel superiores a B20, reduza o intervalo
Intervalos de troca de filtro e óleo do motor
de troca do óleo e filtro em 50% ou monitore
Cárter de intervalo Cárter de intervalo o óleo do motor usando Oilscan.
padrão prolongado
Enxofre no Menos que 0,05% (500 mg/kg) Os tipos de óleo na tabela incluem:
combustível
Plus-50 375 horas 500 horas • Óleos John Deere PLUS-50™ II e John Deere Plus 50.
Outros óleos 250 horas 250 horas • “Outros óleos” incluem John Deere TORQ-GARD
Enxofre no 0,05 - 0,50% (500 - 5000 mg/kg)
SUPREME™, API CJ-4, API CI-4 PLUS, API CI-4, API
combustível CH-4, ACEA E9, ACEA E7, ACEA E6, ACEA E5, ACEA
Plus-50 275 horas 400 horas
E4, ou ACEA E3.
Outros óleos 150 horas 150 horas NOTA: O intervalo prolongado de 500 horas para
Enxofre no 0,50 - 1,00% (5000 - 10 000 mg/kg) troca de óleo e filtro é permitido se as seguintes
combustível condições forem cumpridas:
Plus-50 187 horas 250 horas
Outros óleos 125 horas 125 horas
• Motor equipado com cárter de óleo para
intervalo prolongado
O intervalo de troca para “outros óleos” pode ser prolongado para
um máximo que não exceda o intervalo do Plus 50, e somente se for
• Uso de diesel com teor de enxofre menor
realizada uma análise do óleo para determinar a vida útil real.
que 0,05% (500 ppm )
• Uso de óleo John Deere Plus-50™ II ou
O teor de enxofre no diesel afetará os intervalos de troca John Deere Plus-50
do filtro e do óleo. Altos níveis de enxofre no combustível • Uso de um filtro de óleo aprovado pela John Deere
PLUS-50 é uma marca registrada da Deere & Company
Torq-Gard Supreme é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL12 -54-03AUG09-1/1

Nota: Manutenção Estendida Plus-50 ou óleos ACEA classificações E4, E5, E6 e E7,
respeitando sempre os intervalos de troca dos filtros do
Devido ao alto teor de enxofre do óleo Diesel produzido motor.
no Brasil, a manutenção estendida de 500 horas fica
expressamente proibida.
Orienta-se como opção a manutenção padrão de 250
horas ou de 375 horas quando for utilizado o óleo
LT04177,00002DD -54-19DEC07-1/1

85-8 052413

PN=170
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Óleo para amaciamento do motor diesel


Os motores novos são abastecidos na fábrica com o óleo • Classificação de Serviço API CD
de amaciamento do motor Break-In™ ou John Deere • Classificação de Serviço API CC
Break-In Plus™. Durante o período de amaciamento, • Sequência de óleos ACEA E2
adicione o óleo de motor John Deere Break-In™ ou • Sequência de óleos ACEA E1
Break-In Plus ™, respectivamente, conforme necessário
para manter o nível do óleo especificado. IMPORTANTE: Não use o óleo Plus-50™ II, Plus-50
ou óleos para motores que estejam de acordo
Opere o motor sob várias condições, sobretudo cargas com uma das seguintes normas durante
pesadas com uso mínimo de marcha lenta, para auxiliar o o período de amaciamento de motores
devido assentamento dos componentes do motor. novos ou recondicionados:
Se for usado o óleo de amaciamento de motor John API CJ-4 ACEA E9
Deere Break-In durante a operação inicial de um motor API CI-4 PLUS ACEA E7
novo ou recondicionado, troque o óleo e o filtro no API CI-4 ACEA E6
máximo a cada 250 horas. API CH-4 ACEA E5
Se for usado o óleo de amaciamento de motor John Deere API CG-4 ACEA E4
Break-In Plus, troque o óleo e o filtro no mínimo a cada API CF-4 ACEA E3
100 horas e no máximo no intervalo igual ao especificado API CF-2
para o óleo John Deere Plus-50™ II ou Plus-50. API CF
Após a retífica do motor, abasteça com o óleo de
amaciamento de motor John Deere Break-In™ ou Estes óleos não permitem que o motor seja
Break-In Plus™. devidamente amaciado.

Se não estiverem disponíveis os óleos de amaciamento O óleo de amaciamento de motor John Deere Break-In
de motor John Deere Break-In ou Break-In Plus, use um Plus™ pode ser usado em todos os motores diesel John
óleo para motor diesel de viscosidade 10W-30 SAE que Deere em todos os níveis de certificação de emissões.
cumpra uma das especificações a seguir, e troque o filtro
e o óleo no máximo a cada 100 horas de operação: Após o período de amaciamento, usar o óleo John Deere
Plus-50™ II, John Deere Plus-50, ou um outro óleo para
• Classificação de serviço API CE motor diesel recomendado neste manual.
Break-In é uma marca registrada da Deere & Company
Break-In Plus é uma marca registrada da Deere & Company
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL4 -54-20APR11-1/1

85-9 052413

PN=171
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Óleo da Transmissão e Hidráulico


Use óleo com viscosidade apropriada, baseando-se
na variação esperada de temperatura do ar, durante o
período entre as trocas de óleo.
Utilize preferencialmente os seguintes óleos:
• HY-GARD™ John Deere
• HY-GARD™ John Deere de Baixa Viscosidade
Podem ser usados outros óleos se estiverem de acordo
com pelo menos um dos seguintes:
• Norma JDM J20C da John Deere
• Norma JDM J20D da John Deere

TS1660 —UN—10OCT97
Use óleo BIO-HY-GARD™ John Deere quando for
necessário um fluído biodegradável.1

HY-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


BIO-HY-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
1
BIO-HY-GARD cumpre, ou ultrapassa a biodegradabilidade
mínima de 80% dentro de 21 dias, conforme o método de teste
CEd-L-33-T-82. O BIO-HY-GARD não deve ser misturado
com óleos minerais, porque isso reduz a biodegradabilidade e
impossibilita o processo correto de reciclagem.
DX,ANTI -54-07NOV03-1/1

Óleo para Tração Dianteira (TDM)


IMPORTANTE: o uso de lubrificantes para
engrenagens com aditivos SCL pode resultar
em desgaste aumentado e dano à transmissão
e à redução final. Não use lubrificante
para engrenagens com aditivos SCL na
transmissão e na redução final.

Dependendo da faixa de temperatura de ar esperada


durante o intervalo de drenagem, use a viscosidade de
óleo exibida na tabela de temperaturas anexa.
Recomenda-se usar o óleo para engrenagem John
Deere 85W/140 API GL-5. Se forem usados outros
óleos, eles devem estar de acordo com as exigências
de desempenho de:
X9322 —54—30SEP88

• Classificação API de Serviço GL-5


• Especificação Militar MIL-L-2105C

LT04177,00000AD -54-09MAR07-1/1

85-10 052413

PN=172
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento

Operar em Climas de Temperatura Quente


Os motores John Deere são concebidos para funcionar IMPORTANTE: Pode-se usar água como líq. de
usando líq. de arrefecimento de motor à base de glicol. arrefecimento mas somente em situações
Use sempre um líq. de arrefecimento de motor à base de de emergência.
glicol, mesmo quando trabalhar em regiões em que não Quando for usada água como líq. de
seja necessária a proteção contra congelamento. arrefecimento, ocorrerão espuma, corrosão
John Deere COOL-GARD™ II Premix está disponível nas superfícies quentes de alumínio e ferro,
em uma concentração de 50% de etilenoglicol. Porém, oxidação profunda e cavitação, mesmo quando
há situações em climas quentes nas quais um líq. de forem adicionados condicionadores.
arrefecimento com baixo teor de glicol (aprox. 20% de Drene o sistema de arrefecimento e encha
etilenoglicol) foi aprovada. Em tais casos, a fórmula com novamente logo que possível com o líq. de
baixo glicol foi modificada para o mesmo nível do inibidor arrefecimento recomendado à base de glicol.
de corrosão do John Deere COOL-GARD II Premix
(50/50).

COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


DX,COOL6 -54-03NOV08-1/1

Lubrificantes alternativos e sintéticos


As condições em certas regiões geográficas poderão
requerer recomendações de lubrificantes diferentes das Os limites de temperatura e os intervalos de manutenção
impressas neste manual. indicados neste manual se aplicam tanto para os óleos
convencionais quanto para os sintéticos.
Determinados líquidos de arrefecimento e lubrificantes da
John Deere podem não estar disponíveis na sua região. Os óleos básicos rerrefinados podem ser usados se
o lubrificante acabado cumprir com os requisitos de
Consulte o seu concessionário John Deere para obter desempenho.
informações e recomendações.
Os lubrificantes sintéticos poderão ser usados caso
satisfaçam os requisitos de desempenho conforme
mostrado neste manual.
DX,ALTER -54-11APR11-1/1

Armazenar lubrificantes
O seu equipamento só pode funcionar com a máxima Armazene os contentores deitados para evitar o acúmulo
eficiência se forem usados lubrificantes limpos. de água e de sujeira.
Usar recipientes limpos para manusear todos os Certifique-se de que todos os contentores estejam
lubrificantes. devidamente marcados para identificar seus conteúdos.
Armazene os lubrificantes e os contentores numa área Descarte adequadamente todos os contentores velhos e
protegida do pó, da umidade e de outras contaminações. quaisquer restos de lubrificantes que eles possam conter.
DX,LUBST -54-11APR11-1/1

85-11 052413

PN=173
Acesso aos Pontos de Manutenção
Levantar Capô
1. Pare o motor do trator e remova a chave.
2. Puxe a alça (A) para fora e levante o capô.

CQ285474 —UN—15APR10
A—Alça

Lado Esquerdo

CQ285475 —UN—15APR10
GB52027,000126E -54-15APR10-1/1

90-1 052413

PN=174
Acesso aos Pontos de Manutenção

Desmontar as Proteções Laterais do Motor

CQ285476 —UN—15APR10

CQ285477 —UN—15APR10
Proteção Lateral Dianteira Proteção Lateral Traseira

A—Parafusos B—Parafusos

NOTA: Vista do lado esquerdo. 2. Remova os parafusos de cabeça (A ou B) e levante


proteção(-ões) lateral(-ais) dos pinos de alinhamento.
1. Levante o capô.
GB52027,000126F -54-15APR10-1/1

Acesso à Bateria
A bateria está localizada no lado esquerdo. Para ter
acesso, afrouxe o botão (C) e remova a tampa.

C—Botão

CQ285328 —UN—17MAR10
GB52027,0001270 -54-19APR10-1/1

Uso de Lavadores de Alta Pressão


IMPORTANTE: O direcionamento de água
pressurizada em componentes ou conectores
eletroeletrônicos, rolamentos e vedações
hidráulicas, em bombas injetoras de
combustível ou outras peças e componentes
T6642EJ —UN—18OCT88

sensíveis pode causar mau funcionamento


do produto. Reduza a pressão e pulverize
em um ângulo de 45 a 90 graus.

FX,CLEAN -54-22MAR05-1/1

90-2 052413

PN=175
Acesso aos Pontos de Manutenção

Uso de Ar Comprimido
IMPORTANTE: O direcionamento de ar
comprimido em componentes ou
conectores eletro-eletrônicos pode causar
o acúmulo de eletricidade estática e mau

RW56455 —UN—30JUN97
funcionamento do produto.

AG,RF30435,2492 -54-22MAR05-1/1

90-3 052413

PN=176
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Observe os Intervalos de Serviço


A manutenção exigida durante o período de amaciamento
IMPORTANTE: Os intervalos recomendados para
deverá ser realizada antecipadamente. (Consulte a seção
manutenção são para condições médias
do Período de Amaciamento).
de trabalho. Faça a manutenção MAIS
Realize todas as manutenções em intervalos de hora FREQÜENTEMENTE se o trator for operado
em hora indicados nas páginas seguintes. Registre sob condições adversas.
a manutenção realizada na seção de Registros de
Lubrificação e Manutenção. LT04177,0000131 -54-07MAY07-1/1

Inspecionando os Pneus
Verificar a pressão de cada pneu pelo menos uma vez por
semana. Inspecione os pneus diariamente para verificar
se existem cortes ou trincas e repare assim que possível.
Se os pneus tiverem lastro líquido, use um manômetro

CQ285478 —UN—15APR10
de ar-água especial e meça com a haste da válvula na
parte inferior.
IMPORTANTE: Manter os pneus da frente com a
pressão máxima permitida para assegurar
o máximo rendimento.

GB52027,0001271 -54-15APR10-1/1

Verificar o sistema de arranque em neutro


INTERVALO DE SERVIÇO — 250 HORAS

1. Verifique se todas as pessoas estão afastadas do


trator.

RXA0073749 —UN—26FEB04
2. Pise nos pedais da embreagem e do freio por
completo.
3. Mova a alavanca de controle da transmissão para a
posição NEUTRA (A).
4. Mova o inversor do lado esquerdo (D) para a posição
NEUTRO.
5. Dê partida no motor. Espere 6 a 7 segundos.
6. Mova o inversor do lado esquerdo (D) da posição
NEUTRO para a posição AVANÇO ou RÉ.
• Se a alavanca de controle (B) permanecer na
CQ285343 —UN—17MAR10

direção selecionada, sem emperrar, o sistema de


partida do neutro está funcionando corretamente.
• Se a alavanca de controle (D) voltar
INSTANTANEAMENTE da posição de avanço ou de
ré para NEUTRO, sem ser movida manualmente,
o sistema de partida em neutro deve ser
reparado. Consulte seu concessionário John Deere
imediatamente.
A—Posição NEUTRO D—Inversor do lado esquerdo
GB52027,0001272 -54-19APR10-1/1

95-1 052413

PN=177
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Verificar a posição de ESTACIONAMENTO


da transmissão
INTERVALO DE SERVIÇO — 250 HORAS

1. Posicione o trator em uma inclinação de 30% (1 m na


vertical para cada 3 m na horizontal) com a dianteira
do trator voltada para baixo.

CQ285345 —UN—17MAR10
2. Mova a alavanca de comando (A) para a posição
PARK.
Caso o trator não permanecer parado na inclinação
com a alavanca de mudança na posição PARK, a
transmissão deve ser consertada imediatamente pelo
seu concessionário John Deere. Alavanca de Mudança de Faixa

A—Alavanca de Controle

GB52027,0001274 -54-15APR10-1/1

Verificação dos Freios


INTERVALO DE SERVIÇO — 250 HORAS

Com o motor desligado, verifique se os freios manuais


funcionam corretamente:

CQ285480 —UN—15APR10
1. Bombear individualmente nos pedais de freio
esquerdo (A) e direito (C). Os pedais devem transmitir
uma sensação de firmeza. Se os pedais não
parecerem sólidos, peça a um concessionário John
Deere para sangrar os freios.
2. Garantir que os pedais não atinjam o fim de seu curso
dentro de pelo menos 10 segundos após terem sido
acionados. Se o vazamento ultrapassar essa faixa ou
se um dos pedais atuar mais rápido do que o outro, A—Pedal de Freio Esquerdo C—Pedal de Freio Direito
consulte seu concessionário John Deere. B—Barra da Trava

3. Pressione os dois pedais de freio simultaneamente.


A sensação de firmeza deve ser obtida com os dois
pedais aproximadamente na mesma altura. Se a Uma resistência sólida no pedal e equilíbrio
altura variar mais do que 51 mm (2 in.), peça a um entre os pedais esquerdo e direito são
concessionário John Deere para sangrar os freios. importantes para uma frenagem de emergência
ao usar a barra de presilha (B).
IMPORTANTE: Qualquer flutuação perceptível
do pedal para baixo, a partir do ponto de
resistência, indica vazamento do freio. Consulte
seu concessionário John Deere.
GB52027,0001273 -54-15APR10-1/1

95-2 052413

PN=178
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Manutenção da Entrada de Ar do Motor e do A


Pré-Limpador B
INTERVALO DE MANUTENÇÃO —750 HORAS *
* O intervalo pode variar de acordo com as condições operacionais

RXA0068388 —UN—28AUG03
1. Levante o capô.
2. Deslize a braçadeira (A) em direção à frente do trator.
3. Afrouxe o grampo da mangueira do ejetor (C) situado
abaixo dos tubos do aspirador.
C
4. Retire os dois parafusos de cabeça (B).
Mostrado o Motor de 6,8 l
5. Remova o pré-limpador do trator, girando-o e
deslizando-o para fora da entrada do recipiente de
admissão.
6. Inspecione a mangueira do ejetor e o pré-limpador
quanto a sujeira e dejetos. Limpe os tubos do

RXA0068389 —UN—28AUG03
aspirador (D) com ar comprimido ou lave-os em água
morna usando um detergente suave. Enxágüe os
tubos do aspirador em água limpa. Seque antes de D
instalar.
7. Instale o pré-limpador na ordem inversa da
desmontagem.
8. Aperte todas as juntas do sistema de admissão de ar.
9. Aperte os grampos da mangueira no turbocompressor. A—Abraçadeira C—Mangueira do Ejetor
B—Parafusos D—Tubos do Aspirador

LT04177,000009F -54-07FEB07-1/1

Verificação do Conjunto da Manilha da Barra


de Tração Cat 3
INTERVALO DE SERVIÇO — 850 HORAS

Verifique o torque do parafuso (A).

CQ291332 —UN—17AUG11
Parafusos de Fixação do Conjunto do Pino em U—Especificação
Categoria 3—Torque................................................... 750 Nm (550 lb-ft)

A—Parafuso

BL04947,000032E -54-17AUG11-1/1

95-3 052413

PN=179
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Substituição dos Filtros de Ar Primário e


Secundário do Motor
INTERVALO DE SERVIÇO—ANUALMENTE*
* O intervalo pode variar de acordo com as condições de funcionamento

CQ285479 —UN—15APR10
Substituir o filtro primário do ar do motor se a luz do
indicador do filtro permanecer acesa.
1. Levante o capô.
2. Solte as quatro presilhas e remova a tampa do filtro (A).

A—Tampa

GB52027,0001275 -54-15APR10-1/2

3. Rodar e puxar para retirar o filtro primário (A).


4. Limpe a sujeira de dentro do recipiente e da tampa.
IMPORTANTE: Não tente limpar os filtros.
Substitua o filtro secundário a cada segunda

CQ285481 —UN—15APR10
troca do filtro primário.
Instale o novo elemento filtrante secundário
imediatamente para evitar a entrada de poeira
no sistema de admissão de ar.

5. Puxe a alça (C) para remover o filtro secundário (B).


6. Substituir os filtros e colocar a tampa.

A—Filtro Principal C—Alavanca


B—Filtro Secundário

CQ285482 —UN—15APR10
C RXA0068393 —UN—28AUG03

Filtro Secundário

GB52027,0001275 -54-15APR10-2/2

95-4 052413

PN=180
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Verificar e Substituir Filtros de Ar da Cabine


INTERVALO DE SERVIÇO —
VERIFIQUE—DIARIAMENTE
LIMPE—CONFORME NECESSÁRIO
SUBSTITUIÇÃO—ANUALMENTE OU EM 600

CQ285486 —UN—15APR10

CQ285487 —UN—15APR10
HORAS
* O intervalo pode variar de acordo com as condições de funcionamento

CUIDADO: Os filtros do ar do sistema de


qualidade do ar não se destinam a filtrar produtos
químicos nefastos. Siga as instruções do
manual do operador do implemento e as do
fabricante dos produtos químicos ao utilizar
tais produtos. Se as instruções de uso de
pesticida exigirem proteção respiratória, use
uma máscara apropriada dentro da cabine.

IMPORTANTE: Limpe o filtro a cada 150 horas ou antes


disso em condições secas e de muita poeira.

CQ285488 —UN—15APR10

CQ285489 —UN—19APR10
Filtro de Recirculação
1. Remova a tampa do filtro (A), localizada atrás do
assento.
2. Retire o filtro de ar (B).
3. Substitua ou limpe com ar comprimido. Em condições
com poeira, pode ser necessário executar esse
serviço com mais frequência.
A—Cobertura do Filtro D—Porca de Fixação
4. Instale o novo filtro e a tampa. B—Filtro do Ar de Recirculação E—Filtro de Ar Fresco
C—Tampa
Filtro de Ar Fresco
1. Remova a tampa (C).
4. Reponha ou limpe o filtro utilizando ar comprimido.
2. Remova a porca de fixação (D) e o filtro (E).
5. Instale o novo filtro e a tampa.
3. Limpe cuidadosamente o alojamento do filtro.
GB52027,0001277 -54-15APR10-1/1

Limpando o Compartimento do Motor viscoso do ventilador. A alta pressão poderia


forçar a sujeira a passar as vedações no
Limpe conforme necessário, especialmente em volta de cubo do acionamento.
locais quentes em potencial, tais como o turbocompressor,
o coletor de escape e o silencioso. Nunca limpe com vapor ou despeje água fria
sobre uma bomba injetora em funcionamento ou
IMPORTANTE: NÃO utilize limpador a vapor ou que esteja quente. A bomba poderia emperrar.
lavador de alta pressão na área de acionamento
AG,RX15494,3525 -54-22MAR05-1/1

95-5 052413

PN=181
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Limpar o Radiador e o Refrigerador de


Óleo/Condensador
1. Desligue o motor e retire a chave.
2. Limpe a grade dianteira ou os painéis laterais usando

CQ285483 —UN—15APR10
uma escova.
3. Levante o capô.
4. Remova os parafusos de cabeça (A) e levante
proteção lateral dos pinos de alinhamento.
5. Retire o parafuso de cabeça e a tampa (B).
Lado Direito
A—Parafusos B—Tampa

CQ285490 —UN—19APR10
Continua na próxima página GB52027,0001278 -54-23APR10-1/3

95-6 052413

PN=182
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

6. Solte as travas (A) ao longo do resfriador de óleo


hidráulico e puxe-as para frente, para longe do
radiador, usando a alavanca (B).
7. Retire o resfriador/condensador e insira a haste de
apoio (C).

CQ285524 —UN—23APR10
8. Use ar comprimido ou água para limpar o radiador e o
refrigerador/condensador. Endireite quaisquer aletas
tortas.
9. Solte o pino elástico (D) e empurre o
resfriador/condensador em direção ao radiador;
acione as travas.

A—Presilhas (2 em uso) C—Haste de Apoio


B—Alavanca D—Pino Elástico

CQ285525 —UN—23APR10
CQ285526 —UN—23APR10
CQ285527 —UN—23APR10

Continua na próxima página GB52027,0001278 -54-23APR10-2/3

95-7 052413

PN=183
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

IMPORTANTE: O fluxo de ar dentro do compartimento


da proteção lateral não circulará corretamente
se a tampa não for instalada corretamente.
Certifique-se de que a tampa seja instalada com
a aba para dentro da fenda na proteção.

RXA0068398 —UN—10SEP03
10. Instale a tampa com a aba (A) para DENTRO da fenda
na proteção. Segure com o parafuso de cabeça.
11. Instale a proteção lateral e baixe o capô.

A—Aba A

GB52027,0001278 -54-23APR10-3/3

Inspeção do Tensor da Correia do Ventilador


INTERVALO DE SERVIÇO — 1500 HORAS

1. Levante o capô.
2. Remova os parafusos de cabeça (A) e levante

CQ285483 —UN—15APR10
proteção lateral dos pinos de alinhamento.

A—Parafusos

Lado Direito

GB52027,0001279 -54-15APR10-1/3

3. Solte a tensão da correia usando uma chave soquete


articulada de 1/2 in. (A).
4. Remova a correia da polia do alternador.
5. Aliviar a tensão no braço tensor e retirar a chave.

RXA0068399 —UN—10SEP03
A
A—Pé-de-Cabra de 1/2 in.

Continua na próxima página GB52027,0001279 -54-15APR10-2/3

95-8 052413

PN=184
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

6. Medir 21 mm (13/16 in) a partir de (B) e fazer uma


marca (C) no suporte de montagem.
7. Gire o braço de tensão com o torquímetro (A) até que
as marcas (B e C) estejam alinhadas. Se a medição
do torquímetro não estiver dentro das especificações,
troque todo o mecanismo do tensionador. (Consulte
seu concessionário John Deere). A
Especificação
Braço de
Tensão—Torque..................................................................... 18—23 Nm
(159—204 lb-in.)

8. Instale a correia e a proteção lateral.

RXA0068400 —UN—10SEP03
9. Abaixe o capô.

A—Chave de Torque C—Marcar o suporte de fixação


B—Marca no Braço Tensor

CQ285491 —UN—19APR10
CQ285492 —UN—19APR10

GB52027,0001279 -54-15APR10-3/3

95-9 052413

PN=185
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Substituição da Correia do Ventilador


NOTA: A correia de acionamento da ventoinha
está equipada com um tensor automático
que não exige ajuste.

CQ285483 —UN—15APR10
1. Levante o capô.
2. Remova os parafusos de cabeça (A) e levante
proteção lateral dos pinos de alinhamento.

A—Parafusos

Lado Direito

GB52027,000127A -54-15APR10-1/2

3. Solte a tensão da correia usando uma chave soquete


articulada de 1/2 in. (A).
4. Remova a correia da polia do alternador.
5. Afrouxe a tensão e retire a correia da polia do

RXA0068399 —UN—10SEP03
virabrequim e do ventilador. A
6. Troque a correia.
7. Instale a proteção lateral e baixe o capô.

A—Pé-de-Cabra de 1/2 in.

RXA0068155 —UN—22JUN03

GB52027,000127A -54-15APR10-2/2

95-10 052413

PN=186
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Inspecione o Cinto de Segurança


INTERVALO DE SERVIÇO — ANUALMENTE

CUIDADO: Se o sistema do cinto de segurança,


incluindo as ferragens de montagem, fivela,

CQ285338 —UN—17MAR10
cinto ou retrator, exibir qualquer sinal de
danos, tais como cortes, desfibramento,
desgaste incomum ou extremo, descoloração ou
abrasão, todo o cinto de segurança deverá ser
substituído imediatamente. Substitua o sistema
do cinto apenas com peças de substituição
aprovadas para a sua máquina.

Inspecione o cinto de segurança (A) e a ferragem de


montagem. Se os cintos de segurança necessitarem ser A—Cinto de Segurança
substituídos, consulte seu concessionário John Deere.
GB52027,000127B -54-19APR10-1/1

Substituição do Amortecedor do Virabrequim


do Motor A
INTERVALO DE MANUTENÇÃO — CINCO ANOS ou 5000 HORAS

RXA0068404 —UN—10SEP03
Peça ao seu concessionário John Deere para substituir o
amortecedor do virabrequim do motor (A).

A—Amortecedor do
Virabrequim

6,8 l Mostrado

OUMX005,000161B -54-22MAR05-1/1

Inspeção e Substituição do Amortecedor de


Torção (Damper) do Motor
Peça ao seu concessionário John Deere para inspecionar
o Amortecedor de Tração (A) a cada 2000 horas ou 2
anos verificando visualmente se a parte de borracha não

CQ283036 —UN—19AUG09
está amolecida e se está devidamente assentada na
concha de aço. Assegurar que a parte de borracha não
desliza na concha e que não haja evidência de calor.
Peça ao seu concessionário John Deere para substituir o
Amortecedor de Torção (A) a cada 4500 horas ou 5 anos.

A—Amortecedor de Torção

OU31386,0000047 -54-19AUG09-1/1

95-11 052413

PN=187
Informações Gerais de Manutenção e Inspeção

Substituição do Eixo Propulsor do Motor


INTERVALO DE MANUTENÇÃO — CINCO ANOS ou 4500 HORAS

Peça ao seu concessionário John Deere para substituir


o eixo propulsor (A).

CQ283035 —UN—20AUG09
A—Eixo Propulsor

OU31386,0000049 -54-20AUG09-1/1

Inspeção do Trator Quanto a Parafusos


Frouxos
INTERVALO DE SERVIÇO —
INICIAL — 10 HORAS
NORMAL — 50 HORAS

CQ285478 —UN—15APR10
Aperte todos os parafusos das rodas conforme instruído
na seção Rodas, Pneus e Bitolas.

GB52027,000127C -54-15APR10-1/1

95-12 052413

PN=188
Lubrificação
Verificação do Nível do Óleo do Motor
INTERVALO DE SERVIÇO — DIARIAMENTE OU 10 HORAS

NOTA: Empurre a vareta totalmente para dentro


para verificar o óleo. A área hachurada

CQ285493 —UN—19APR10
indica tanque cheio.

1. Retire a vareta (A) e verifique o nível do óleo com o


trator em terreno nivelado. O nível do óleo deverá
estar entre o “ADD” (ADICIONAR) e a parte superior
com ranhuras cruzadas da vareta.
2. Caso necessário, remova a tampa (B) e adicione óleo
recomendado na seção Combustível, Lubrificantes e Lado Esquerdo
Líquido de Refrigeração.
A—Vareta do Óleo B—Tampa de Abastecimento
IMPORTANTE: Não opere o motor com o óleo
abaixo da marca “ADD” na vareta.

GB52027,000127D -54-19APR10-1/1

Troca do Óleo do Motor e Filtro


INTERVALO DE SERVIÇO —
INICIAL — 100 HORAS
NORMAL — 250/375 HORAS *
* O intervalo pode ser estendido para 375 horas se forem utilizados o

CQ285494 —UN—19APR10
óleo PLUS-50 e um filtro John Deere

IMPORTANTE: Troque o óleo do motor a cada


250 horas se o óleo diesel tiver teor de
enxofre maior que 0,5%.

1. Ponha o motor em funcionamento para aquecer o óleo.


2. Desligue o motor e remova a chave.
3. Coloque um latão embaixo do plugue de dreno (A)
Remova o plugue e drene o óleo.
4. Retire o elemento do filtro (B).

CQ285495 —UN—19APR10
5. Lubrifique a vedação do filtro novo com óleo limpo.
6. Instale o filtro até que a junta entre em contato com a
superfície. Aperte com a mão por 1/2 volta adicional.
7. Instale o plugue de dreno depois que o óleo for
drenado do Carter.
8. Reabasteça o cárter com um óleo de grau
de viscosidade adequado. (Consulte a seção
Combustível, Lubrificante e Líquido de Arrefecimento). A—Plugue de Dreno do Óleo B—Filtro de Óleo do Motor
do Motor
Especificação
Cárter com
Filtro—Capacidade............................................................................. 26 l
(27.5 qt) 10. Desligue o motor e remova a chave. Verifique
novamente o nível de óleo.
9. Ligue o motor e verifique se não existem vazamentos.
GB52027,000127E -54-19APR10-1/1

100-1 052413

PN=189
Lubrificação

Verificação do Nível de Óleo Hidráulico/da


Transmissão
INTERVALO DE SERVIÇO — DIARIAMENTE OU 10 HORAS

1. Deixe o motor operando a 1000 rpm por pelo menos


um minuto.
2. Pare o motor e espere uns três minutos a mais antes
de verificar o nível de óleo.
NOTA: A temperatura do óleo deve ser de aproxima-
damente 45 °C. Consulte TELA BIPARTIDA DO
COMMANDCENTER—VISUALIZAÇÃO SELE-
CIONÁVEL METADE INFERIOR na seção Com-
mandCenter para determinar a temperatura do óleo.

CQ285496 —UN—19APR10
O trator deve estar em local nivelado com o
engate na posição abaixada e o motor parado,
ao verificar o nível de óleo.
As observações no visor podem se bastante
mais altas com temperaturas mais altas do óleo,
e menor com o óleo mais frio.

3. Observe o nível do óleo no visor (B). Para aplicações


de transporte, o nível do óleo (C) deve estar na
metade inferior do visor. No caso dos Side Hills ou
aplicações com equipamentos que precisem com
grande volume de óleo, o nível do óleo (D) deve estar

CQ291763 —UN—15MAY12
na metade superior do visor. Para operações normais,
o nível do óleo deve estar na marca central.
IMPORTANTE: O nível de óleo acima da marca
superior do visor pode causar uma perda de
potência e geração de calor durante o transporte.

4. Se o nível do óleo estiver abaixo da marca inferior,


retire a tampa de enchimento (A) e adicione óleo
hidráulico. (Consulte ÓLEO HIDRÁULICO E DE
A—Tampa de Abastecimento C—Nível de Óleo de Transporte
TRANSMISSÃO na seção Combustíveis, Lubrificantes B—Visor D—Nível Requerido de Volume
e Líquido de Arrefecimento.) de Óleo Alto

JG50163,00002D8 -54-15MAY12-1/1

100-2 052413

PN=190
Lubrificação

Trocar Óleo Hidráulico-Transmissão e


Limpar Rede de Sucção
INTERVALO DE SERVIÇO – 1250 HORAS
O intervalo pode ser estendido até 1500 horas se for utilizado o óleo
Hy-Gard no trator e no implemento, sem contaminação por outros

CQ285498 —UN—19APR10
óleos.

1. Dirija o trator para esquentar o óleo hidráulico da


transmissão.
2. Estacione o trator em uma superfície nivelada.
3. Deixe o motor ligado em marcha lenta por um—dois
minutos, depois desligue o motor. Bujões de Dreno

NOTA: pode ser necessário remover a barra de tração


para acessar os bujões de dreno.

4. Retire os bujões de drenagem (A).


5. Retire a linha de óleo (B), localizada no lado esquerdo

CQ285499 —UN—19APR10
dianteiro da caixa do diferencial.
6. Retire a tela de sucção e lave cuidadosamente com
solvente. Seque com ar comprimido até secar.
7. Instale a tela e a linha de óleo certificando-se de que o
anel O e a junta estejam posicionados corretamente.
8. Reinstale os bujões depois que o óleo for drenado. Bujão de Dreno

9. Reabasteça com o óleo hidráulico de transmissão


especificado na seção Combustível, Lubrificantes e A—Bujões de Dreno B—Duto de Óleo
líquido de arrefecimento.
Especificação
Sistema Hidráulico / da 10. Ligue o motor e deixe operar durante alguns minutos.
Transmissão—Capaci- Verifique se há vazamentos. Desligue o motor e
dade................................................................................................. 108 l verifique novamente o nível de óleo após ao menos
(28.5 gal) cinco minutos. Adicione óleo conforme for necessário.
GB52027,0001280 -54-19APR10-1/1

Substituir o filtro da transmissão


INTERVALO DE MANUTENÇÃO *
INTERVALO INICIAL — 100 HORAS
INTERVALO PROGRAMADO — 750 HORAS
* O intervalo pode variar de acordo com as condições de funcionamento CQ285501 —UN—19APR10

1. Remova o filtro (A) usando uma extensão de


acionamento de 1/2 in. e uma chave de catraca na
parte inferior do filtro.
2. Lubrifique a vedação do filtro novo com óleo hidráulico.
3. Instale o filtro até a tampa encostar na superfície.
Lado Direito
Aperte com a mão, dando 1/2 volta adicional.
4. Verifique o nível do óleo e adicione se necessário. A—Filtro

GB52027,0001281 -54-19APR10-1/1

100-3 052413

PN=191
Lubrificação

Substituição do Filtro de Óleo Hidráulico


INTERVALO DE MANUTENÇÃO *
INTERVALO INICIAL — 100 HORAS
INTERVALO PROGRAMADO — 750 HORAS
* O intervalo pode variar de acordo com as condições de funcionamento

CQ285500 —UN—19APR10
1. Retire o filtro (A).
2. Lubrifique a vedação do filtro novo com óleo hidráulico.
3. Instale o filtro até a tampa encostar na superfície.
Aperte com a mão, dando 1/2 volta adicional.
4. Verifique o nível do óleo e adicione se necessário. Lado Esquerdo

A—Filtro

GB52027,0001282 -54-19APR10-1/1

Verificação do Nível de Óleo do Cubo da


Roda de TDM
INTERVALO DE MANUTENÇÃO – 250 HORAS

1. Estacione o trator em uma superfície nivelada.


2. Gire os cubos da roda até que as palavras OIL LEVEL
(nível de óleo) estejam na horizontal.
3. Retire o bujão (A). O nível de óleo deverá estar logo
abaixo do orifício do bujão.
4. Se estiver baixo, adicione óleo através do mesmo
orifício. É recomendado o uso de óleo John

RW26474 —UN—18AUG99
Deere 85W/140. (Consulte ÓLEO DO CUBO DA
RODA E ALOJAMENTO DO EIXO DA TDM na
seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento.)
5. Aplique fita vedante de TEFLON, ou equivalente, às
roscas do bujão.
6. Instale o bujão e aperte de acordo com a especificação.
Especificação A—Bujão
Bujão do Cubo—Torque................................................................70 N·m
(52 lb-ft)

LT04177,00000AE -54-09MAR07-1/1

100-4 052413

PN=192
Lubrificação

Troca de Óleo do Cubo da TDM


Intervalo de Serviço — 1500 Horas

1. Estacione o trator em uma superfície nivelada.


2. Gire a roda até que o orifício de abastecimento e de
drenagem (A) esteja no fundo do cubo. Retire o bujão
e drene o óleo.
3. Gire a roda com o bujão de abastecimento e
drenagem posicionado horizontalmente, depois que
o óleo for drenado.
4. Adicione óleo John Deere 85W/140 conforme

RW26479 —UN—18AUG99
especificado em ÓLEO DO CUBO DA RODA
E ALOJAMENTO DO EIXO DA TDM na seção
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento, pelo orifício de abastecimento/dreno
até que o óleo esteja nivelado com o fundo do orifício.
5. Aplique fita vedante de TEFLON, ou equivalente, às
roscas do bujão.
6. Instale o bujão e aperte de acordo com a especificação. A—Orifício de Abasteci-
Especificação mento/Dreno
Cubo de Eixo de 3
Metros—Capacidade......................................................................... 1,9 l
(2.0 qt) Bujão do Cubo—Torque.................................................................70 Nm
Cubo de Eixo (52 lb-ft)
Padrão—Capacidade........................................................................ 3,8 l
(4.0 qt)
LT04177,00000AF -54-17JUN10-1/1

100-5 PN=193
052413
Lubrificação

Verificar o nível do óleo no cárter do eixo de


tração mecânica às rodas dianteiras
Intervalo de Serviço—250 Horas

1. Estacione o trator em uma superfície nivelada.

RW26476 —UN—18AUG99
2. Retirar o bujão (A). O nível de óleo deverá estar logo
abaixo do orifício do bujão.
3. Se estiver baixo, remova o bujão (B) e acrescente o
óleo até que o nível esteja correto. É recomendado
o uso do óleo 85W/140 da John Deere. (Consultar
Óleo do Cubo da Roda e Alojamento do Eixo da TDM
na seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de Lado Direito
Arrefecimento.)
4. Aplique fita vedante de TEFLON, ou equivalente, às
roscas do bujão (A).
5. Instale os bujões e aperte de acordo com a
especificação.

CQ285502 —UN—19APR10
Especificação
Bujão do Alojamento do
Eixo—Torque..................................................................................70 Nm
(52 lb-ft)

A—Bujão B—Bujão
Lado Esquerdo

GB52027,0001283 -54-19APR10-1/1

100-6 052413

PN=194
Lubrificação

Trocar óleo do cárter do eixo da TDM


INTERVALO DE SERVIÇO — 1500 HORAS

1. Remova os bujões (A a D).


2. Instale os bujões (A e C) depois de drenar o óleo.

CQ285503 —UN—19APR10
Aperte de acordo com as especificações.
3. Adicione óleo John Deere 85W/140 conforme
especificado em ÓLEO DO CUBO DA RODA
E ALOJAMENTO DO EIXO DA TDM na seção
Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento, pelo orifício de abastecimento (B) até
que o óleo esteja nivelado com o fundo do orifício (D). Lado Esquerdo (Dianteira)
Especificação
Alojamento do
Eixo—Capacidade........................................................................... 14,4 l
(15.2 qt)
Alojamento do Eixo de 3
Metros—Capacidade....................................................................... 22,4 l

RW26482 —UN—19AUG99
(23.7 qt)

4. Instale os bujões (B e D).


5. Depois de alguns minutos de operação, verifique
novamente o nível do óleo. Adicione mais, se
necessário.
6. Aplique o vedante de tubos com TEFLON, ou Lado Direito (Traseira)
equivalente, na rosca do bujão (A).
7. Instale os bujões e aperte de acordo com a A—Bujão de Dreno C—Bujão de Dreno
B—Orifício de Enchimento D—Furo
especificação.
Especificação
Bujão do Alojamento do
Eixo—Torque..................................................................................70 Nm
(52 lb-ft)

GB52027,0001284 -54-19APR10-1/1

100-7 052413

PN=195
Lubrificação

Lubrificação do Eixo da TDM


INTERVALO DE MANUTENÇÃO —250 HORAS *
* Diariamente ou a Cada 10 Horas quando operando em condições
de umidade extrema ou com muita lama, ou com Serviço Pesado
utilizando carregadoras frontais, levante dianteiro ou tanques
dianteiros.

Use graxa John Deere SD Polyurea ou outra graxa


conforme especificado na seção Combustíveis,

RXA0092767 —UN—07MAR07
Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento. NÃO utilize
graxa Ártica com as exigências de especificação por
MIL-G-10-924C.
Aplique graxa nas conexões (A) até que a apareça no
orifício do fundo de cada rolamento do pino mestre.
Aplique graxa nas conexões (B—D).

A—Conexões do Pino Mestre C—Conexão do Pivô do


B—Conexões da Extremidade Eixo—Dianteiro
da Haste de Ligação D—Conexão do Pivô do
Eixo—Traseiro

RXA0092800 —UN—08MAR07
RXA0068453 —UN—28AUG03
RXA0068452 —UN—28AUG03

Conexão do Pivô Dianteiro Conexão do Pivô Traseiro

GB52027,000064E -54-03SEP08-1/1

100-8 052413

PN=196
Lubrificação

Lubrificação das Juntas Universais da TDM


INTERVALO DE MANUTENÇÃO —250 HORAS *
* Diariamente ou a Cada 10 Horas quando operando em condições
de umidade extrema ou com muita lama, ou quando for utilizado o
Auto Trac.

CQ279730 —UN—10MAY07
Use graxa John Deere SD Polyurea ou outra graxa
conforme especificado na seção Combustíveis,
Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento.
Abra as passagens para permitir que a graxa alcance
todos os rolamentos da cruzeta, através dos pinos
graxeiros.
Em condições normais de operação, as articulações
universais externas são seladas e não equipadas com A—Bujão
pinos graxeiros.
Em condições de umidade extrema: 2. Lubrifique as juntas universais.
1. Substitua os bujões (A) pelos pinos graxeiros com IMPORTANTE: Certifique-se de que os bujões
rosca M10, de código 58M5580. (A) estão reinstalados para evitar
2. Lubrifique das juntas universais diariamente ou a perda dos pinos graxeiros ou da graxa
cada 10 horas. através dos pinos.
A cada 250 horas de serviço:
3. Remova os pinos graxeiros e reinstale os bujões (A).
1. Substitua os bujões (A) pelos pinos graxeiros com
rosca M10, de código 58M5580.
LT04177,0000133 -54-10MAY07-1/1

Lubrificação dos Componentes do Engate


(Se Equipado)
INTERVALO DE SERVIÇO—250 HORAS

Lubrifique os componentes do engate (A a D).


Use graxa John Deere SD Polyurea ou outra graxa
conforme especificado na seção Combustível,
Lubrificantes e Líquido de Refrigeração.

A—Cilindro de Suspensão (2 D—Braço Central


conexões, cada cilindro) D—(Engate de 10 050 lb—2
B—Eixo Oscilante (1 conexão, conexões)
cada lado) D—(Engate de 14 000 lb—1
C—Elo de Suspensão (2 conexão)
conexões, cada elo)
CQ291764 —UN—15MAY12

JG50163,00002D9 -54-15MAY12-1/1

100-9 052413

PN=197
Lubrificação

Lubrificação da Bucha dos Braços de


Levante
INTERVALO DE MANUTENÇÃO – 1500 HORAS

RXA0068463 —UN—28AUG03
1500

Exibido com TDP

OUMX005,0001633 -54-02JUN05-1/1

Lubrificação do Eixo Propulsor do Motor


INTERVALO DE MANUTENÇÃO - 2000 HORAS

Remova o eixo propulsor (A) do motor e verifique se


há desgaste e se há graxa no rolamento de roletes do

CQ283035 —UN—20AUG09
conjunto transversal da junta universal, aplique graxa não
argilosa TY6341 e remonte o eixo propulsor.
NOTA: Se o rolamento de roletes apresentar sinais de
desgaste, substitua o eixo propulsor.

A—Eixo Propulsor

OU31386,0000048 -54-20AUG09-1/1

100-10 052413

PN=198
Serviço — Sistema de Arrefecimento
Verificação do Nível do Líquido de
Arrefecimento (Tanque de Recuperação de
Líquido de Arrefecimento)
INTERVALO DE SERVIÇO — DIARIAMENTE OU 10 HORAS

CQ285506 —UN—19APR10
1. Verifique o nível do líquido de refrigeração no visor
(A), ANTES de ligar o trator. O nível deverá estar
acima da marca inferior quando o motor estiver frio.
2. Se o nível do líquido de refrigeração estiver baixo;
a. Levante o capô.
b. Verifique sinais de vazamento. Repare se Lado Esquerdo
necessário.
NOTA: Se o reservatório de expansão do líquido de
arrefecimento continuar a precisar de adição
de líquido de arrefecimento e não houver
sinal de vazamento externo, isso pode indicar
vazamento interno de líquido de arrefecimento.

CQ285505 —UN—19APR10
Contate seu Concessionário John Deere para
informar-se sobre a manutenção.

c. Remova a tampa do reservatório de expansão


de líquido de arrefecimento (B) e adicione líquido
de arrefecimento, conforme especificado na
seção Combustível, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento.
d. Abaixe o capô. A—Tubo do Visor B—Tampa do Reservatório de
Expansão do Líquido de
Arrefecimento

Continua na próxima página GB52027,0001286 -54-19APR10-1/2

105-1 052413

PN=199
Serviço — Sistema de Arrefecimento

Verificação do Nível de Líquido de Arrefecimento


(Tanque de Desaeração do Líquido de Arrefecimento)
Serviço INICIAL—100 HORAS

CUIDADO: A liberação explosiva de fluidos do


sistema de arrefecimento pressurizado pode

TS281 —UN—15APR13
provocar queimaduras graves.
Desligue o motor. Remova a tampa somente
quando estiver suficientemente fria para
poder tocar com as mãos desprotegidas.
Afrouxe a tampa lentamente até o primeiro
batente para liberar a pressão antes de
retirá-la completamente.

1. Levante o capô.
2. Gire a tampa do tanque de desaeração (A) lentamente
para aliviar a pressão. Retire o tampão.

CQ285507 —UN—19APR10
3. Verifique o nível do tanque de desaeração. O tanque
não estará cheio de líquido de arrefecimento quando
a tampa for removida. Ao verificar o tanque, se o
tanque de líquido de arrefecimento estiver pelo menos
metade cheio, não acrescente líquido adicional. Se o
tanque estiver vazio e o reservatório de expansão tiver
sido mantido pelo menos no frio máximo, isso indica
um vazamento que impede que o sistema recupere o
líquido de arrefecimento do reservatório de expansão. A—Tampa do Tanque de
Se o nível do reservatório de expansão não se alterar Desaeração
entre o momento em que o motor está frio e sendo
aquecido, esse é um sinal de um vazamento ou de
que o líquido de arrefecimento está muito baixo no
5. Reinstale a tampa do tanque de desaeração.
circuito pressurizado.
4. Adicione líquido de arrefecimento conforme
especificado na Seção de Combustíveis, Lubrificantes
e Líquido de Arrefecimento.
GB52027,0001286 -54-19APR10-2/2

105-2 052413

PN=200
Serviço — Sistema de Arrefecimento

Testar o líquido de refrigeração


INTERVALO DE SERVIÇO — 750 HORAS

CUIDADO: A liberação explosiva de fluidos do


sistema de arrefecimento pressurizado pode
provocar queimaduras graves.

TS281 —UN—15APR13
Desligue o motor. Remova a tampa somente
quando estiver suficientemente fria para
poder tocar com as mãos desprotegidas.
Afrouxe a tampa lentamente até o primeiro
batente para liberar a pressão antes de
retirá-la completamente.

1. Levante o capô.
2. Gire a tampa do tanque de desaeração (A) lentamente
para aliviar a pressão. Retire o tampão.

CQ285507 —UN—19APR10
NOTA: O tanque de desaeração não estará cheio de
líquido de arrefecimento quando a tampa for
removida. Ao verificar o tanque, se o tanque de
líquido de arrefecimento estiver pelo menos metade
cheio, não acrescente líquido adicional.

3. Teste o líquido de arrefecimento utilizando as tiras de


teste do líquido de arrefecimento TY16175 disponíveis
no seu Concessionário John Deere.
A—Tampa do Tanque de
NOTA: Siga as instruções na parte traseira do cartão Desaeração
leitor do conjunto de fita de teste ao testar
o líquido de arrefecimento.
bom funcionamento deve ter a impressão da
4. Adicione 30 ml por litro (1.0 fl oz por quart) de
superfície casada sem arranhados aparentes
Condicionador do Líquido de Arrefecimento John
ou caminhos de vazamento.
Deere, se necessário. Se o tanque estiver muito
cheio, drene uma pequena quantidade de líquido
5. Instale a tampa do tanque de desaeração e abaixe o
de arrefecimento do sistema antes de adicionar o
capô.
condicionador.
NOTA: A junta da tampa deve ser verificada visualmente
quando à eficácia da vedação. Uma junta com
GB52027,0001287 -54-19APR10-1/1

105-3 052413

PN=201
Serviço — Sistema de Arrefecimento

Drenagem, Lavagem e Reabastecimento do


Sistema de Arrefecimento
INTERVALO DE SERVIÇO —
INICIAL — 3 ANOS
NORMAL — 2 ANOS *
* 5 anos ou 5000 horas se for utilizado o COOL-GARD da John Deere

TS281 —UN—15APR13
1. Levante o capô.

CUIDADO: A liberação explosiva de fluidos do


sistema de arrefecimento pressurizado pode
provocar queimaduras graves.
Desligue o motor. Remova a tampa somente
quando estiver suficientemente fria para
poder tocar com as mãos desprotegidas.
Afrouxe a tampa lentamente até o primeiro
batente para liberar a pressão antes de

CQ285507 —UN—19APR10
retirá-la completamente.

IMPORTANTE: Evite danos no sistema de


refrigeração. Testar ou substituir termostato
e tampa do tanque de desaeração. Consulte
seu concessionário John Deere.

2. Gire lentamente a tampa de desaeração (A) para


liberar a pressão. Retire o tampão.
3. Abra a torneira de purga do radiador (B).
4. Remova o bujão de drenagem do motor e o anel
vedante (C).

CQ285508 —UN—10MAY10
A—Tampa do Tanque de C—Bujão de Drenagem do
Desaeração Motor e Anel Vedante
B—Torneira de Purga do
Radiador

CQ285509 —UN—19APR10

Tampão e Anel Vedante (Lado Direito)

Continua na próxima página GB52027,0001288 -54-19APR10-1/2

105-4 052413

PN=202
Serviço — Sistema de Arrefecimento

5. Remova os parafusos de cabeça (A) e levante


proteção lateral esquerda dos pinos de alinhamento.
6. Retire os três parafusos de cabeça, a tampa (B),
vedação e termostatos.
7. Instale a tampa e a vedação sem termostatos. Aperte

CQ285476 —UN—15APR10
os parafusos de acordo com as especificações.
Especificação
Parafusos da Tampa do
Termostato—Torque.......................................................................48 Nm
(35 lb-ft)

NOTA: Faça o aquecimento da cabine funcionar


durante todo o procedimento.

8. Feche a torneira do dreno do radiador, instale o bujão


de purga e o anel vedante e encha o sistema com
uma solução de limpeza do sistema de refrigeração.
Instale a tampa do tanque de desaeração e opere o

CQ285510 —UN—19APR10
motor até atingir a temperatura de operação. Pare o
motor e drene o sistema.
IMPORTANTE: Nunca despeje água fria ou
refrigerante no motor quente.

9. Repita o Passo 8 com água limpa.


10. Retire a cobertura do termostato e limpe a área de
vedação.
A—Parafusos B—Tampa do Termostato
11. Aplique vedante de silicone RTV à nova junta.
12. Instale os termostatos, a nova vedação e a tampa. de refrigeração conforme especificado na seção
Aperte os parafusos de acordo com as especificações. Combustível, Lubrificantes e Líquido de Refrigeração.
Especificação Instale a tampa do tanque de desaeração e opere o
Parafusos da Tampa do motor. O nível do líquido de arrefecimento deverá
Termostato—Torque.......................................................................48 Nm estar até a marca no tanque de expansão.
(35 lb-ft)
14. Instale a proteção lateral e baixe o capô.
13. Feche a torneira de drenagem e instale o bujão e
o anel vedante. Abasteça o sistema com líquido
GB52027,0001288 -54-19APR10-2/2

105-5 052413

PN=203
Serviço — Sistema de Combustível
Não Modificar Sistema de Combustível
IMPORTANTE: Os concessionários John Deere
estariam violando os seus contratos de
concessionário se fossem encontrados
alterando os níveis de potência dos

CQ294320 —UN—22MAR13
equipamentos John Deere.
A garantia do trator será anulada se o nível
de potência for alterado em relação às
especificações de fábrica.
Não tente consertar a bomba injetora ou os
bicos injetores de combustível por conta
própria. São necessários treinamento
e ferramentas especiais. Consulte seu
concessionário John Deere.

Nunca faça limpeza a vapor ou pulverize água em uma


bomba injetora quente. Isso pode provocar danos nas
peças da bomba.
GB52027,0001289 -54-20MAR13-1/1

Drenagem da Água e de Sedimentos do


Pré-filtro e do Filtro Final de Combustível
INTERVALO DE SERVIÇO — DIARIAMENTE OU 10 HORAS

Quando houver sedimentos e água no pré-filtro (A) e no

CQ294314 —UN—22MAR13
filtro final de combustível (B), siga este procedimento:
1. Abra o bujão de dreno (C) no pré-filtro (A) com 3/4
de volta. Reaperte o bujão tão logo tenham saído a
água e os sedimentos.
2. Abra o bujão de dreno (C) no filtro final de combustível
(B) com 3/4 de volta. Reaperte o bujão tão logo
tenham saído a água e os sedimentos.
3. Gire a chave na primeira posição para ativar a bomba
de transferência de combustível. Mantenha a bomba A—Pré-filtro C—Bujão de Drenagem
funcionando por aproximadamente 40 segundos. B—Filtro Final de Combustível
4. Dê partida no motor e deixe que opere em marcha
lenta por alguns minutos.
IMPORTANTE: O coletor de água do pré-filtro
e do filtro final de combustível devem ser
drenados diariamente.
OU90500,0000238 -54-20MAR13-1/1

106-1 052413

PN=204
Serviço — Sistema de Combustível

Substituição do Pré-filtro e do Filtro Final de


Combustível
INTERVALO DE SERVIÇO — 250 HORAS *
* O intervalo pode variar de acordo com as condições operacionais

CQ294316 —UN—22MAR13
IMPORTANTE: Substitua os elementos do filtro de
combustível sempre que os alarmes audíveis
de códigos de falhas indicarem filtros de
combustível entupidos (baixa pressão no
combustível). Se nenhum alarme for acionado
após 12 meses de intervalo de manutenção,
substitua os elementos nesse momento ou após
250 horas de operação, o que vier primeiro.

NOTA: Remova o filtro final de combustível (B) A—Pré-filtro D—Anel de Travamento


primeiro, para obter espaço. B—Filtro Final de Combustível E—Parafuso de Sangria
C—Bujão de Drenagem

Substituição do pré-filtro
1. Limpe a parte externa do filtro e a área de montagem. 5. Aperte o anel de trava (D) até ouvir que se encaixou.
2. Abra o bujão (C) e drene a água e os contaminantes 6. Solte o parafuso de sangria (E) do pré-filtro.
do pré-filtro (A).
7. Gire a chave na primeira posição para ativar a bomba
NOTA: Use uma bandeja coletora ao drenar o de transferência de combustível. Mantenha a bomba
combustível e remover o pré-filtro. funcionando por aproximadamente 60 segundos.
3. Solte o anel de trava (D) e remova o pré-filtro (A). Use 8. Feche o parafuso de sangria (E) do filtro de
o filtro novo com a tampa do antigo. combustível final.
4. Instale o novo pré-filtro (cheio de diesel). Alinhe 9. Dê partida no motor e verifique se há vazamentos.
corretamente as marcas do filtro e sua base.
Continua na próxima página OU90500,0000239 -54-20MAR13-1/2

106-2 052413

PN=205
Serviço — Sistema de Combustível

Substituição do filtro final de combustível


1. Limpe a parte externa do filtro e a área de montagem.
2. Desconecte o conector do sensor de água no
combustível (WIF) do filtro final de combustível.

CQ294315 —UN—22MAR13
3. Abra o bujão (C) e drene a água e os contaminantes
do filtro final de combustível (B).
NOTA: Use uma bandeja coletora ao drenar o combustível
e remover o filtro final de combustível.

4. Solte o anel de trava superior (E) e remova o filtro final


de combustível (B). Use o filtro novo com a tampa do
antigo.
A—Pré-filtro D—Anel de Trava Inferior
5. Solte o anel de trava inferior (D), remova o separador B—Filtro Final de Combustível E—Anel de Trava Superior
de água do filtro, limpe com ar comprimido e instale-o C—Bujão de Drenagem F— Parafuso de Sangria
no filtro novo.
6. Instale o novo filtro final de combustível (cheio de
diesel). Alinhe corretamente as marcas do filtro e sua 10. Gire a chave na primeira posição para ativar a bomba
base. de transferência de combustível. Mantenha a bomba
funcionando por aproximadamente 60 segundos.
7. Aperte os anéis de trava (D) e (E) até ouvir que se
encaixaram. 11. Feche o parafuso de sangria (F) do filtro final de
combustível.
8. Reconecte o conector do sensor de água no
combustível (WIF) do filtro final de combustível. 12. Dê partida no motor e verifique se há vazamentos.
9. Solte o parafuso de sangria (F) do filtro final de
combustível.
OU90500,0000239 -54-20MAR13-2/2

Drenagem do Reservatório do Tanque de


Combustível
INTERVALO DE SERVIÇO — 250 horas

NOTA: Coloque um pequeno recipiente sob a torneira

CQ294318 —UN—22MAR13
para coletar a água e o combustível derramados.

1. Abra o parafuso (A) de dreno para recolher a umidade


acumulada e os sedimentos do tanque de combustível.
2. Reaperte o parafuso de dreno quando começar a sair
combustível limpo.
IMPORTANTE: Nos casos de inatividade por mais de Lado Direito Mostrado
30 dias, realize os procedimentos “Drenagem
de Sedimentos e Água do Pré-filtro e do A—Bujão Sextavado
Filtro Final de Combustível” e “Drenagem de
Sedimentos e Água do Tanque de Combustível”
antes de dar partida no motor.
GB52027,0001294 -54-20MAR13-1/1

106-3 052413

PN=206
Serviço — Sistema de Combustível

Limpeza do Filtro de Ventilação do Tanque


de Combustível
INTERVALO DE SERVIÇO — 750 HORAS

O filtro de ventilação do tanque de combustível (A) está

CQ294317 —UN—22MAR13
localizado atrás ou no lado esquerdo do conjunto da SCV
traseira.
Retire o filtro de respiro do tanque de combustível e limpe
com uma solução de detergente e sabão.
Sopre com ar comprimido até secar e instale.

A—Filtro da Ventilação do
Tanque de Combustível

GB52027,0001290 -54-20MAR13-1/1

Teste dos Bicos Injetores


INTERVALO DE SERVIÇO — 1500 HORAS

Os testes e substituição dos bicos injetores devem ser


executados pelo seu concessionário John Deere.

CQ294319 —UN—22MAR13
IMPORTANTE: Substitua o bico quando falhas de teste
forem diagnosticadas, pois foram encontrados
consumo de combustível alto e desempenho do
motor fraco ou fumaça preta no tubo de escape.

OU90500,000023F -54-25MAR13-1/1

Sangria do Sistema de Combustível sangrar o ar do sistema de combustível. Permita que a


bomba funcione de 30 segundos a um minuto antes de
Gire a chave de partida para a posição run (funcionar) ligar novamente.
para dar partida na bomba de combustível elétrica e
GB52027,00012EB -54-17JUN10-1/1

106-4 052413

PN=207
Serviço—Sistema Elétrico
Acessar Fusíveis e Relés
IMPORTANTE: Substitua fusíveis com fusíveis da
mesma classificação do original.

NOTA: Um adesivo de referência de fusíveis e relés foi

CQ285511 —UN—19APR10
providenciado na parte interna da tampa.

Remover a tampa (A) para acessar o centro principal de


fusíveis e de carga de relés.

A—Tampa

Tampa abaixo da Janela Traseira

CQ285512 —UN—19APR10
GB52027,0001291 -54-19APR10-1/2

Remova a tampa (A) para acessar os relés das luzes, dos


limpadores de para-brisa e de Corrente Alternada.

A—Tampa

CQ285513 —UN—19APR10
GB52027,0001291 -54-19APR10-2/2

107-1 052413

PN=208
Serviço—Sistema Elétrico

Fusíveis e Relés da Central de Carga

K302 K2 K3 K4 A C E G J
87 87 87 8 1 F1 85 87a 87

85 86 85 86 85 86 7 9
87A 87A 87A 5 2 30 K5 86

4 6
2 3 F9 86 K6 30

30 30 30 1 3 4 F10 F11 87 87a 85


B D F

A C E G J A C E G J A C E G J
1 F14 F15 1 F16 F17 F18 F19 1 85 87a 87

F23 F26
K7
2 2 F27 F28 F29 F30 2 F31 F32 30 86

F35 F38 F40 F41 F42


3 3 3
F45 F47 F49 F51 F52 F53 F54 F55
4 4 4
B D F H B D F H B D F H

A C E G J
1 F57 86 K8 30 86 K9 30
F65 F66
87a 87a
2 F58 87 85 87 85
A B A B

3 F59 86
K10 30 86
K11 30

87a 87a
F67 F68
F60 87 85 87 85
4
B D F A B A B

A C E G J
1 K16 30 K17 K18
F61 86 K12 30 30 30
87a
2 F62 87 85

86 85 86 85 86 85
3 F63 86 K14 30
87 87a 85
4
B D F H 87 87 87

K19 85 K20 85

30 30
87a

87a

87 87

86 86
K21 85 K22 85

30 30
87a

87a

87 87

86 86
K23 85 K24 85

30 30
87a

87a

87 87

86 86
K25 85 K26 85

30 30
87a

87a

87 87 CQ285521 —UN—22APR10

86 86

Continua na próxima página GB52027,0001292 -54-12SEP11-1/2

107-2 052413

PN=209
Serviço—Sistema Elétrico

F1— Alternador F28— Unidade de Controle F50— Não Utilizado K4—Relé dos Faróis Externos
F2— Não Utilizado do Equipamento do F51— Alimentação da Unidade K5—Relé de Habilitação da
F3— Não Utilizado Trator no monitor do de Controle AutoTrac Transmissão
F4— Função Go-Home CommandCenter F52— Unidade de Controle do K6—Relé da Lanterna Traseira
F5— Função Go-Home F29— Fusível Permanente da Motor (Se Equipado) K7—Relé de Alimentação da
F6— Não Utilizado Unidade de Controle F53— Relé dos Holofotes Unidade de Controle do
F7— Não Utilizado Multifunção da Traseiro e Lateral do Teto, Motor
F8— Não Utilizado PowrQuad-Plus Sinalização do Teto K8—Relé da Lanterna Direcional
F9— Alimentação permanente F30— Relé do Circuito do F54— Relés dos Holofotes Direita
da unidade de controle do Limpador do Para-brisa Dianteiros K9—Relé da Lanterna Direcional
motor F31— Holofote Externo F55— Relé de Alimentação da Esquerda
F10— Lanterna Traseira Esquerdo Dianteiro Unidade de Controle do K10— Relé do Freio
Esquerda F32— Holofote Externo Direito Motor K11— Relé da Buzina
F11— Lanterna Traseira Direita Dianteiro F56— Não Utilizado K12— Relé do Farol Baixo
F12— Não Utilizado F33— Não Utilizado F57— Relés da Lanterna Dire- K14— Relé do Farol Alto
F13— Não Utilizado F34— Não Utilizado cional Direita/Esquerda, K16— Relé do Conector do
F14— Alimentação da F35— Alimentação ELX da Interruptor do Pisca-Alerta Implemento
Válvula da Unidade de Unidade de Controle F58— Não Utilizado K17— Relé Acessório
Controle Multifunção da Multifunção da F59— Luz de Freio K18— Relé do ELX
PowrQuad-Plus PowrQuad-Plus F60— Não Utilizado K19— Não Utilizado
F15— Alimentação dos F36— Não Utilizado F61— Relé do Farol Baixo K20— Relé de Liberação
Interruptores da Unidade F37— Não Utilizado F62— Não Utilizado do Limpa Para-brisa
de Controle Multifunção da F38— Interruptor das Luzes F63— Relé do Farol Alto Intermitente
PowrQuad-Plus, Unidade F39— Não Utilizado F64— Não Utilizado K21— Relés Holofotes de Teto
de Controle do Motor F40— Relé dos Holofotes da F65— Relé do ELX Traseiros
(Sensor de Pressão do Linha Média F66— Relé Acessório K22— Relé de Pulso do
Filtro de Ar do Motor) F41— Conjunto da Embreagem F67— Relé do Conector do Limpa-Para-brisa
F16— Interruptor de Presença do do Compressor do Implemento Intermitente
Operador Ar-condicionado/Diodo, F68— Relé do Motor do K23— Relé Holofotes Cintura
F17— Chave de Partida Motor do Ventilador de Ventilador de Circulação Cabine
F18— Relé do Conector Pressurização da Calefação, Ventilação e K24— Relé do Circuito do
de Acessórios e de F42— Relé do Interruptor do Ar-Condicionado (HVAC) Limpador do Para-brisa
Iluminação do Carro de Motor do Ventilador do Manual K25— Relé do Ventilador
Transporte Ar-Condicionado Manual F69— Alimentação Não- K26— Relé do Compressor
F19— Holofotes do Para-lama F43— Não Utilizado Permanente da Unidade de K302— Não Utilizado
Traseiro F44— Não Utilizado Controle do JDLINK™
F20— Não Utilizado F45— Interruptor de Controle de F70— Alimentação Permanente
F21— Não Utilizado Altura de Assento Padrão, da Unidade de Controle do
F22— Não Utilizado Conjunto do Compressor JDLINK™
F23— Monitor da Coluna do de Assento Padrão K2—Relé do Conector de
Canto, Unidade de F46— Não Utilizado Acessórios e de Iluminação
Controle do Equipamento F47— Tomada de Conveniência do Carro de Transporte
do Trator, Monitor do 1, Bloco de Junção Direito, K3—Relé dos Faróis do
CommandCenter Faixa de Alimentação Para-Lama Traseiro
F24— Não Utilizado Auxiliar, Alimentação
F25— Não Utilizado Não-Permanente do
F26— Alimentação da Unidade Acendedor de Cigarros 1
de Controle AutoTrac F48— Não Utilizado
F27— Módulo de Rádio, de Luz F49— Conector do Rádio
de Teto, de Buzina e da Faixa do Cidadão/Faixa
Coluna de Direção Comercial, FIELD
OFFICE™, Bloco de
Junção Esquerdo, Tomada
de Conveniência 1, Bloco
de Junção Direito, Barra de
Tomadas de Alimentação
Auxiliar, Alimentação Não
Chaveada do Acendedor
de Cigarros 1

JDLINK é uma marca comercial da Deere & Company


GB52027,0001292 -54-12SEP11-2/2

107-3 052413

PN=210
Serviço—Sistema Elétrico

Manuseio Seguro de Lâmpadas Halógenas

CUIDADO: As lâmpadas de halogênio (A) contêm


gás sob pressão. O manuseio inadequado da
lâmpada pode causar sua quebra em fragmentos
que se projetam. Para evitar possíveis ferimentos:

TS266 —UN—23AUG88
• Manuseie a lâmpada por sua base. Mantenha
a lâmpada sem óleo; use luvas para
evitar tocar no vidro.
• Desligue o interruptor de luz e deixe a lâmpada
esfriar antes de trocá-la. Deixe o interruptor
desligado até terminar a troca da lâmpada.
• Use proteção para os olhos.
• Não a deixe cair nem a arranhe. Mantenha-a
longe da umidade.
• Coloque a lâmpada usada na caixa da nova
e descarte-a apropriadamente. Mantenha
longe do alcance das crianças.

H39474 —UN—30JUN00
A—Lâmpada de Halogênio

OUO1011,0005396 -54-22MAR05-1/1

Substituição do Elemento do Farolete da


Grade Dianteira
1. Levante o capô. A
2. Desconecte o bujão do chicote elétrico (B).

RXA0068499 —UN—09SEP03
3. Gire o elemento (A) no sentido anti-horário
aproximadamente 1/4 de volta e o remova. B
4. Instale na ordem inversa da retirada.

A—Elemento B—Bujão do Chicote Elétrico

Lado Direito Mostrado

OUMX005,0001655 -54-22MAR05-1/1

107-4 052413

PN=211
Serviço—Sistema Elétrico

Ajuste dos Faróis

D
C

RW26898 —UN—28MAR00
B

A—Faróis C—Linha Horizontal na Parede E—10% da Distância (B)


B—Distância do Centro do Farol D—Fronteira da Área Clara
até o Solo

1. Estacione o trator em uma superfície nivelada com os 4. Ajuste os faróis para luz baixa e observe as áreas
faróis (A) a 7,5 metros (25 ft) de uma parede vertical. claras na parede.
2. Meça a distância (B) do centro do farol principal até
o solo.
3. Marque uma linha horizontal (C) na parede com a
mesma distância do solo de (B).
OUMX005,0001652 -54-23MAY03-1/2

5. Ajuste os faróis de modo que a borda superior da área


clara (D) fique pelo menos a um décimo da distância A
(B) abaixo da linha (C).
• Vire o parafuso (A) para posicionar o farol para
dentro e para cima.
RXA0068497 —UN—09SEP03

• Vire o parafuso (B) para posicionar o farol para fora


e para baixo.

A—Parafuso B—Parafuso

Lado Esquerdo Exibido

OUMX005,0001652 -54-23MAY03-2/2

107-5 052413

PN=212
Serviço—Sistema Elétrico

Substituição dos Faroletes Frontais, Teto da


Cabine (Farolete do Pára-lama Traseiro ou
Traseiro Lateral)
1. Gire o farolete conforme necessário para ter acesso à
A

RXA0068500 —UN—09SEP03
parte traseira da luz.
2. Farolete do pára-lama traseiro;Retire a tampa de
borracha.
3. Desconecte o bujão do chicote elétrico (A).
4. Gire o elemento de luz (B) no sentido anti-horário B
aproximadamente 1/4 de volta e remova-o.
Holofote do Teto Traseiro da Cabine Exibido
5. Instale na ordem inversa da retirada.
A—Plugue do Chicote Elétrico B—Bulbo de Luz

OUMX005,0001657 -54-22MAR05-1/1

Substituição das Lâmpadas de Perigo do Teto da Cabine


1. Retire os parafusos (A) e o conjunto de luz.
NOTA: Não deixe a moldura da luz cair.

2. Segure o fixador da lâmpada (B) conforme exibido e


gire no sentido anti-horário por aproximadamente 1/4

RXA0080421 —UN—23APR05
de volta para remover.
3. Remova a lâmpada (C) do fixador puxando-a para
fora em linha reta.
4. Instale a nova lâmpada na ordem inversa da retirada.

A—Parafusos C—Lâmpada
B—Suporte da Lâmpada Luz do Teto da Cabine

RXA0080420 —UN—23APR05

Remova o Fixador

OU1092A,0000428 -54-06AUG08-1/1

107-6 052413

PN=213
Serviço—Sistema Elétrico

Substituição da Lâmpada da Sinaleira


Traseira
1. Remova os parafusos (A) e o conjunto de luz.
2. Gire o fixador (B) no sentido anti-horário por

RXA0068506 —UN—09SEP03

RXA0068507 —UN—09SEP03
aproximadamente 1/4 giro e remova-o.
3. Aperte e puxe a lâmpada para fora.
4. Instale a nova lâmpada na ordem inversa da retirada. A
B
A—Parafusos B—Fixador da Lâmpada

OUMX005,000165A -54-23MAY03-1/1

Substituição de Instrumentos e da Lâ mpada


de Iluminação do Console A
B
1. Retire os parafusos (A) e o conjunto de luz.
2. Gire o fixador (B) no sentido anti-horário

RXA0068512 —UN—09SEP03

RXA0068513 —UN—09SEP03
aproximadamente 1/4 de volta e remova-o.
3. Tire a lâmpada.
4. Instale a nova lâmpada na ordem inversa da retirada.

A—Parafusos B—Fixador da Lâmpada

OUMX005,000165D -54-22MAR05-1/1

Substituição da Lâmpada da Luz de Teto


1. Retire os parafusos (A) e remova a tampa da lente.
A
2. Empurre e gire a lâmpada (B) no sentido anti-horário
para removê-la.
RXA0068514 —UN—09SEP03

RXA0068515 —UN—09SEP03
3. Instale a nova lâmpada na ordem inversa da retirada.

A—Parafusos B—Lâmpada

OUMX005,000165E -54-22MAR05-1/1

107-7 052413

PN=214
Solução de Problemas
Detecção e Solução de Problemas no Motor
Sintoma Problema Solução

Motor difícil de dar partida ou não Procedimento de partida incorreto Revise o procedimento de partida
dá partida
Sem combustível Verifique o tanque de combustível

Ar na linha de combustível Sangre a linha de combustível

Escorvador manual deixado levantado Empurre o escorvador para baixo

Clima frio Utilize os auxílios de partida a frio

Baixa velocidade do motor de partida Consulte Motor de Partida Gira


Lentamente

Óleo do cárter muito pesado Utilize a viscosidade correta do óleo

Tipo de combustível incorreto Consulte o fornecedor de combustível;


utilize o tipo de combustível correto
para as condições de operação

Água, sujeira ou ar no sistema de Drene, lave, abasteça e sangre o


combustível sistema

Filtro de combustível obstruído Substitua os filtros

Injetores sujos ou defeituosos Peça que um concessionário John


Deere verifique os injetores

Desligamento da bomba injetora não Gire a chave de ignição para OFF


se restaura (DESLIGADA) e em seguida para ON
(LIGADA)

O motor bate Óleo insuficiente Adicione óleo

bomba injetora fora de sincronia Consulte seu concessionário John


Deere

Baixa temperatura do líquido de Retire e verifique os termostatos


arrefecimento
Superaquecimento do motor Consulte O Motor Superaquece

O sistema de injeção piloto ativará Essa é a operação normal.


e desativará dependendo da
temperatura de operação do motor
Motor trabalha irregularmente ou Baixa temperatura do líquido de Retire e verifique os termostatos
afoga muito arrefecimento
Filtro de combustível ou filtro em série Substituição dos filtros e lavagem do
obstruído filtro em linha

Água, sujeira ou ar no sistema de Drene, lave, abasteça e sangre o


combustível sistema

Continua na próxima página AG,RF30435,2569 -54-22MAR05-1/4

110-1 052413

PN=215
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

Ventilação ou tanque de combustível Limpe a ventilação com solvente e


obstruído seque com ar

Injetores sujos ou defeituosos Peça que um concessionário John


Deere verifique os injetores

Temperatura do motor abaixo do Termostato defeituoso Retire e verifique os termostatos


normal
Indicador ou sensor de temperatura Verifique o indicador, o sensor e as
defeituoso conexões

Ventilador viscoso trancado Consulte seu concessionário John


Deere

Falta de potência Motor sobrecarregado Reduza a carga ou mude para uma


marcha mais lenta

Baixa velocidade da marcha alta Consulte seu concessionário John


Deere

Restrição de ar na entrada Manutenção do purificador de ar

Filtro de combustível ou filtro em série Substitua os elementos do filtro e lave


obstruído
Tipo de combustível incorreto Utilize o combustível correto

Motor superaquecido Consulte O Motor Superaquece

Temperatura do motor abaixo do Retire e verifique os termostatos


normal
Folga da válvula incorreta Consulte seu concessionário John
Deere

Injetores sujos ou defeituosos Peça que um concessionário John


Deere verifique os injetores

bomba injetora fora de sincronia Consulte seu concessionário John


Deere

O turbocompressor não funciona Consulte seu concessionário John


Deere

Vazamento da junta coletora de Consulte seu concessionário John


escape Deere

Implemento regulado incorretamente Consulte o manual do operador do


implemento

Linha de controle do aneróide Consulte seu concessionário John


defeituosa Deere

Linha de combustível restrita Limpe ou substitua a linha de


combustível

Continua na próxima página AG,RF30435,2569 -54-22MAR05-2/4

110-2 052413

PN=216
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

Lastro incorreto Regule o lastro à carga

Pressão do óleo muito baixa Baixo nível de óleo Adicione óleo

Tipo de óleo incorreto Drene e abasteça o cárter com a


qualidade e a viscosidade correta do
óleo

Alto consumo de óleo Óleo do cárter muito leve Utilize a viscosidade correta do óleo

O óleo vaza Verifique se há vazamentos nas


linhas, ao redor das juntas e do bujão
de dreno

Tubo de ventilação do cárter restrito Limpe o tubo de ventilação

Turbocompressor defeituoso Consulte seu concessionário John


Deere

O motor emite uma fumaça branca Tipo de combustível incorreto Utilize o combustível correto

Purificador de ar obstruído ou sujo Manutenção do purificador de ar

Motor sobrecarregado Reduza a carga ou mude para uma


marcha lenta

Bicos injetores sujos Consulte seu concessionário John


Deere

Motor fora de sincronia Consulte seu concessionário John


Deere

O turbocompressor não funciona Consulte seu concessionário John


Deere

O motor superaquece Centro do radiador, refrigerador de Retire toda a sujeira


óleo ou telas da grade sujos
Motor sobrecarregado Mude para uma marcha mais baixa
ou reduza a carga

Nível baixo do óleo do motor Verifique o nível do óleo. Adicione


óleo conforme exigido

Nível baixo do líquido de Abasteça o radiador no nível correto,


arrefecimento verifique se há conexões frouxas
ou vazamentos no radiador e nas
mangueiras

Tampa do radiador defeituosa Consulte seu concessionário John


Deere

Correia do ventilador solta ou com Substitua se necessário


defeito

Continua na próxima página AG,RF30435,2569 -54-22MAR05-3/4

110-3 052413

PN=217
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

Sistema de arrefecimento necessita Lave o sistema de arrefecimento


de lavagem
Termostatos com defeito Substituição

Indicador ou emissor de temperatura Consulte seu concessionário John


defeituoso Deere

Grau de combustível incorreto Utilize o combustível correto

Alto consumo de combustível Tipo de combustível incorreto Utilize o combustível correto

Purificador de ar obstruído ou sujo Manutenção do purificador de ar

Motor sobrecarregado Reduza a carga ou mude para uma


marcha mais baixa

Folga da válvula incorreta Consulte seu concessionário John


Deere

Bicos injetores sujos Consulte seu concessionário John


Deere

Motor fora de sincronismo Consulte seu concessionário John


Deere

Implemento regulado incorretamente Consulte o manual do operador do


implemento

Baixa temperatura do motor Verifique os termostatos

Lastro excessivo Regule o lastro à carga

Turbocompressor defeituoso Consulte seu concessionário John


Deere

AG,RF30435,2569 -54-22MAR05-4/4

Detecção e Resolução de Problemas na


Transmissão
Sintoma Problema Solução

O óleo da transmissão superaquece Baixo suprimento de óleo Abasteça o sistema com o óleo correto

Passagens de ar do resfriador de óleo Limpe os refrigeradores de óleo


obstruídas
Filtro do óleo da transmissão obstruído Substitua os filtros

Baixa pressão do óleo da Baixo suprimento de óleo Abasteça o sistema com o óleo correto
transmissão
Filtro do óleo hidráulico da Substitua o filtro
transmissão obstruído
OURX986,000022B -54-16FEB04-1/1

110-4 052413

PN=218
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas no Sistema Hidráulico


Sintoma Problema Solução

Todo o sistema hidráulico não Baixo suprimento de óleo Abasteça o sistema com o óleo correto
funciona
Filtros hidráulicos obstruídos Substitua os filtros hidráulicos

Tela de sucção da bomba de carga Limpe a tela


obstruída
Passagens de ar do resfriador de óleo Limpe o resfriador de óleo
obstruídas
Vazamento interno de alta pressão Consulte seu concessionário John
Deere

O óleo hidráulico superaquece Baixo suprimento de óleo Abasteça o sistema com o óleo correto

Passagens de ar do resfriador de óleo Limpe o resfriador de óleo


obstruídas
Filtro do óleo da transmissão obstruído Substitua o filtro de transmissão

Vazamento hidráulico interno Consulte seu concessionário John


Deere

Carga hidráulica do implemento não Consulte seu concessionário John


equipara-se ao trator Deere

Fluxo da válvula de montagem Consulte seu revendedor John Deere


intermediária (se equipado) e ajustes
do detente incorretos
OURX986,000022C -54-16FEB04-1/1

110-5 052413

PN=219
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas nos Freios


Sintoma Problema Solução

Sem sensação firme do pedal Ar no sistema Consulte seu concessionário John


(Motor Desligado) Deere

O pedal se acomoda (Motor A vedação do pistão do freio traseiro Consulte seu concessionário John
Desligado) está vazando Deere

O sangrador do freio não está fechado Consulte seu concessionário John


corretamente Deere

Vazamento no sistema de controle da Consulte seu concessionário John


bomba na válvula do freio Deere

Pressão ou recuo excessivo do Vazamento no sistema de controle da Consulte seu concessionário John
pedal (Motor em Operação) bomba Deere

Ar no sistema Consulte seu concessionário John


Deere

A vedação do pistão do freio traseiro Consulte seu concessionário John


está vazando Deere

O sangrador do freio não está fechado Consulte seu concessionário John


corretamente Deere

AG,RX15494,3588 -54-22MAR05-1/1

110-6 052413

PN=220
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas no Levante


Sintoma Problema Solução

Folga do transporte insuficiente Elo central muito curto Ajuste o elo central

Elos de suspensão muito curtos Ajuste os elos de suspensão

Implemento desnivelado Nivele o implemento

Implemento não ajustado Consulte o manual do operador do


corretamente implemento

Limite de altura superior não ajustado Regule o limite de altura superior


corretamente
O levante não segue o comando da Mau funcionamento no circuito do Consulte seu concessionário John
alavanca sensor de posição da alavanca ou no Deere
sensor de posição do levante
Controle da posição insatisfatório Controle de mistura de Ajuste
carga/profundidade na posição errada
O sistema é restaurado Habilite o sistema

Fusível de calibração movido Certifique-se de que a chave de


inadvertidamente ignição esteja em OFF (DESLIGADA)
e mova o fusível para uma posição
sobressalente

Mau funcionamento no circuito do Consulte seu concessionário John


sensor de posição da alavanca ou no Deere
sensor de posição do levante
O levante desce lentamente Controle da taxa de descida do Ajustar velocidade de descida
levante não ajustado corretamente
O levante não sobe ou sobe Carga excessiva no levante Reduza a carga
lentamente
Articulação central na posição errada Regule o limite de altura superior

O implemento não opera na Elos de suspensão muito curtos Ajuste os elos de suspensão
profundidade desejada
Falta de penetração Consulte o manual do operador do
implemento

O sensor de tração não funcionou Consulte seu concessionário John


Deere

Resposta insuficiente ou sem Controle da mistura de Ajuste


resposta do levante à carga de carga/profundidade na posição errada
esforço
O sistema é restaurado Habilite o sistema

Taxa de descida muito lenta Ajustar velocidade de descida

Levante muito responsivo Controle da mistura de Ajuste


carga/profundidade não ajustado
corretamente

Continua na próxima página AG,RF30435,2573 -54-22MAR05-1/2

110-7 052413

PN=221
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

O levante se assenta muito rápido Vazamento do circuito interior Consulte seu concessionário John
depois que o trator é estacionado e Deere
o motor desligado
O levante não se move (os Fusível(eis) queimado(s) Substitua os fusíveis
controles não funcionam,
inclusive os interruptores de
elevação/abaixamento traseiro)
Os interruptores de elevação/abai- Os interruptores de elevação/abaix- Consulte seu concessionário John
xamento traseiro não movem o amento, o conector ou o chicote Deere
levante elétrico não funcionam
Indicador de alerta do levante Falha em um ou mais componentes Consulte seu concessionário John
intermitente do levante Deere

AG,RF30435,2573 -54-22MAR05-2/2

110-8 052413

PN=222
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas na Válvula de Controle Remoto (VCR)


Sintoma Problema Solução

VCR Mecânica; o Manípulo da Acúmulo de sujeira Limpeza da sujeita embaixo do


válvula reguladora de vazão não manípulo da válvula reguladora
gira
O cilindro remoto não ergue a carga Verificação de fluxo Alterne as alavancas da VCR

Carga excessiva Reduza a carga

Mangueiras não-instaladas Fixe as mangueiras corretamente


completamente
Tamanho do cilindro remoto incorreto Utilize o cilindro de tamanho correto

O cilindro remoto se estende muito Taxa de fluxo incorreta Regule a taxa de fluxo
rápido ou muito lento
Sentido do percurso do cilindro Conexões da mangueira incorretas Inverta as conexões da mangueira
remoto está invertido
As mangueiras não se acoplam Conectores macho da mangueira Substitua os conectores por
incorretos conectores padrão ISO

O ressalto não segura ou libera VCR Mecânica, seletor do detente na Gire o seletor para a posição correta
muito rapidamente posição errada detente
Restrição de pressão com alguns Reduza o fluxo de óleo alterando o
implementos ajuste da válvula de dosagem

Controle de fluxo ou ajuste da Ajuste o alívio do ressalto


liberação do detente incorreto
A alavanca da VCR não libera VCR Mecânica, seletor do detente não Gire o seletor para a posição correta
está na posição de detente automático
O mecanismo da alavanca não Consulte seu concessionário John
funciona Deere

Vazamento de pressão interna com Aumente o fluxo de óleo alterando o


alguns implementos ajuste da válvula de dosagem

Controle de fluxo ou ajuste da Ajuste de alívio do detente


liberação do detente incorreto
O implemento não opera ou não Conexões da mangueira incorretas Inverta as conexões da mangueira
opera corretamente
Consulte seu concessionário John
Deere

OURX986,000022D -54-16FEB04-1/1

110-9 052413

PN=223
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas no Sistema Elétrico


Sintoma Problema Solução

Indicador de alerta de manutenção Operação de partida parada excessiva Deixe o motor ligado
piscando quando há baixa
voltagem da bateria (chave em ON
(LIGADA) e motor parado)
Bateria defeituosa Substitua

Baixa voltagem de carregamento Peça ao concessionário John Deere


para verificar o circuito de carga

Alta resistência no circuito de carga Peça ao concessionário John Deere


para verificar o circuito de carga

Mau funcionamento do indicador Solicite ao seu concessionário John


Deere para que verifique o indicador

O indicador de alerta de Baixa rotação do motor Aumente a rotação


manutenção pisca indicando
baixa carga de voltagem (motor em
funcionamento)
Deslize da correia Verifique a tensão da correia

Bateria defeituosa Substitua

Alternador defeituoso Peça ao concessionário John Deere


para verificar o alternador

Carga elétrica excessiva Diminua a carga

O indicador de alerta de Conexão defeituosa com o alternador Verifique as conexões da fiação


manutenção pisca indicando carga elétrica
de voltagem excessiva
Regulador defeituoso Peça ao concessionário John Deere
para verificar o alternador

Carga elétrica excessiva Diminua a carga

Bateria não carrega Conexões frouxas ou corroídas Limpe e aperte as conexões

Bateria com sulfato ou gasta Substitua

Correia do alternador frouxa ou Regule a tensão ou substitua a correia


defeituosa
Motor de partida inoperante Transmissão engrenada Coloque a transmissão em neutro

Interruptor de segurança do motor de Consulte seu concessionário John


partida defeituoso ou mal regulado ou Deere
mau funcionamento do solenóide do
motor de partida
Conexões frouxas ou corroídas Limpe e aperte as conexões frouxas

Continua na próxima página OURX986,000022E -54-16FEB04-1/2

110-10 052413

PN=224
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

Baixa saída da bateria Consulte seu concessionário John


Deere.

Fusível queimado Substitua o fusível

O motor de partida gira lentamente Baixa saída da bateria Substitua as baterias

Óleo do cárter muito pesado Utilize a viscosidade correta do óleo

Conexões frouxas ou corroídas Limpe e aperte as conexões frouxas

O sistema de luz não funciona; o Fusível queimado Substitua o fusível


resto do sistema elétrico funciona
Todo o sistema elétrico não Conexão da bateria defeituosa Limpe e aperte as conexões
funciona
Baterias sulfatadas ou gastas Substitua as baterias

Fusível queimado Substitua o fusível

Elo do fusível queimado ou frouxo Substitua o elo do fusível (embaixo do


assento)

Mau funcionamento do ventilador O ventilador não funciona Verifique todos os fusíveis do


ventilador

O ventilador funciona somente em Conjunto de resistência do ventilador Consulte seu concessionário John
PURGE (PURGAR) queimado Deere

OURX986,000022E -54-16FEB04-2/2

110-11 052413

PN=225
Solução de Problemas

Detecção e Resolução de Problemas no Recinto do Operador


Sintoma Problema Solução

O ventilador não mantém a poeira Vedação defeituosa ao redor do filtro Verifique a condição da vedação
fora do recinto do operador
Verifique se a instalação do filtro está
correta

Filtro defeituoso Substitua o filtro

Vazamento de ar excessivo Vede os vazamentos de ar

Fluxo de ar do ventilador muito baixo Consulte Fluxo de Ar do Ventilador


Muito Baixo

Fluxo de ar do ventilador muito Filtro ou tela da entrada de ar Limpeza


baixo obstruído
Centro do aquecedor ou centro do Limpeza
evaporador obstruído
O aquecedor não desliga Mangueiras do aquecedor conectadas Consulte seu concessionário John
de forma incorreta Deere

A leitura do indicador de pressão Interruptor do Ventilador desligado Ligue o interruptor


da cabine está em baixa
Rotação do ventilador muito baixa Use uma maior rotação do ventilador

Porta ou janela não-travada Trave a porta ou a janela

Filtro de ar fresco restrito Limpe ou substitua o filtro

Vedações da porta e da janela Substitua as vedações danificadas


danificadas
Perda da vedação em volta do Vede qualquer abertura
alojamento do evaporador, das linhas
de refrigerante e da articulação de
controle, fios etc.
O ar condicionado não refrigera Baixa voltagem Solicite ao seu Concessionário John
Deere para que verifique o sistema de
carga.

Pouco refrigerante Peça a um concessionário John Deere


para verificar o nível de refrigerante.

Deslize da correia Verifique a tensão da correia

Aquecedor ligado Desligue o aquecedor.

Compressor emperrado Movinete a polia do compressor para


trás e para a frente

Refrigeração intermitente Restrição de ar Limpe as telas laterais, o radiador e o


condensador do refrigerador de óleo.

Continua na próxima página OURX986,00002BD -54-22MAR05-1/2

110-12 052413

PN=226
Solução de Problemas

Sintoma Problema Solução

Vazamento de água vindo de Mangueiras de dreno de condensação Limpe as mangueiras de dreno


debaixo do assento do ar condicionado entupidas
Vazamento das mangueiras do Substitua as mangueiras do
aquecedor aquecedor

Suspensão do assento emperrada Objetos estranhos embaixo do Mantenha a área debaixo do assento
assento completamente desobstruída

A suspensão do assento não Fusível queimado Substitua o fusível


funciona
O rádio não funciona Fusível queimado Substitua o fusível

OURX986,00002BD -54-22MAR05-2/2

Detecção e Resolução de Problemas no Trator


Sintoma Problema Solução

O trator salta ou galopa Galope/trepidação da roda Verifique a distribuição do peso

Verifique o lastro

Verifique as pressões de calibração

Consulte CONTROLE DO GALOPE


DA RODA na seção Lastreamento de
Desempenho

Consulte seu concessionário John


Deere

AG,RF30435,2577 -54-22MAR05-1/1

110-13 052413

PN=227
Códigos de Serviço
Informações sobre Códigos de Manutenção claramente pressionando-se o interruptor de seleção do
CommandCenter. O mostrador retornará ao modo normal.
Quando o Alerta de Manutenção ou o Indicador de Isso permitirá que a função do trator continue, entretanto
Informação forem exibidos, sugerimos que o trator seja o código de serviço pode reaparecer posteriormente se
colocado em estacionamento ou que se desligue o a condição ainda existir. Para obter informações sobre
motor. Ligue o motor novamente para verificar se o PARAR, Alerta de Serviço, Indicadores de Informação
Código de Serviço ativo aparecerá antes de contatar seu e Códigos de Serviço, consulte a seção 15 deste
concessionário John Deere. Algumas vezes o código documento.
pode ser corrigido restabelecendo-se as mensagens de
comunicação quando o motor é ligado novamente.
Alguns Alertas de Manutenção e indicadores de
Informação podem ser confirmados e exibidos
LT04177,00000A8 -54-27FEB07-1/1

115-1 052413

PN=228
Códigos de Serviço

Códigos de Manutenção
Código de Visor Solução
Manutenção
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle do Apoio de Braço (ACU)
ACU 523968.02 Controles do Operador Problema no circuito IMS. Assim que possível, solicite ao Concessionário John
ACU 523968.03 Deere que realize as reparações.
ACU 523968.04
ACU 523969.11 Controles do Operador Botão de Aumento/Diminuição de marcha pressionado na partida. Dê partida
no veículo novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ACU 524212.02 Controles do Operador Problema do circuito da alavanca de controle do engate traseiro. Assim que
ACU 524212.03 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ACU 524212.04
ACU 524224.02 Controles do Operador Problema no circuito do interruptor da TDP traseira. Assim que possível, solicite
ACU 524224.14 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
Códigos do Mostrador do ClimaTrak (ATC) — Se Equipado
ATC 000170.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do sensor de temperatura da cabine. Assim que
ATC 000170.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000171.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do sensor de temperatura ambiente. Assim que
ATC 000171.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000871.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do sensor de pressão do refrigerante. Assim que
ATC 000871.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000876.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito da embreagem do compressor. Assim que
ATC 000876.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000876.10 Sistema ClimaTrak Alternância excessiva da embreagem do Ar Condicionado. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000876.14 Sistema ClimaTrak Fechamento do compressor devido ao superaquecimento do motor. Verifique o
nível, condição e intervalo de manutenção do líquido de arrefecimento do motor.
Faça uma inspeção visual e limpe o radiador. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000923.03 Sistema ClimaTrak Problema no circuito do motor do ventilador de circulação. Assim que possível,
ATC 000923.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 000923.12
ATC 001079.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão da alimentação do sensor do ATC. Assim que possível,
ATC 001079.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001546.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do sensor de posição da válvula de água. Assim
ATC 001546.04 que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001547.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão do sensor de temperatura do evaporador. Assim que
ATC 001547.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001548.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do sensor de temperatura do ar de saída. Assim
ATC 001548.04 que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001549.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do motor da válvula de água. Assim que possível,
ATC 001549.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001549.07 Sistema ClimaTrak Problema no motor da válvula de água. Assim que possível, solicite ao
ATC 001549.13 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001551.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do motor do ventilador de pressurização. Assim
ATC 001551.04 que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001552.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito do controle de temperatura da cabine. Assim que
ATC 001552.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 001553.03 Sistema ClimaTrak Problema de tensão no circuito de controle do ventilador. Assim que possível,
ATC 001553.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 523848.03 Sistema ClimaTrak Problema no circuito do motor do modo do fluxo de ar. Assim que possível, solicite
ATC 523848.04 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ATC 523848.05
ATC 523848.06
ATC 523848.07
ATC 523848.13
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle da Cabine (CAB)
CAB 000091.03 Controles do Operador Problema no sensor do acelerador de pedal. Assim que possível, solicite ao
CAB 000091.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.

Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-1/9

115-2 052413

PN=229
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
CAB 001504.30 Controles do Operador Problema no circuito do interruptor do assento. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 002872.02 Controles do Operador Problema no circuito do interruptor da luz principal. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 002876.02 Controles do Operador Problema no intrerruptor da sinaleira direcional. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 523907.02 Controles do Operador Problema no interruptor remoto da TDP traseira. Assim que possível, solicite ao
CAB 523908.02 Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 524016.04 Controles do Operador Problema na tensão da alimentação permanente do CAB. Verifique o fusível F15.
Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 524020.31 Partida Engrenada Reversor esquerdo engatado na partida. Coloque a alavanca do reversor na
posição de ESTACIONAMENTO. Dê partida no veículo novamente. Se o código
retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
CAB 524021.31 Controles do Operador Problema no circuito do reversor esquerdo. Assim que possível, solicite ao
CAB 524022.31 Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 524023.31
CAB 524024.31
CAB 524025.31
CAB 524029.02 Controles do Operador Problema no circuito do sensor do pedal da embreagem. Dê partida no veículo
CAB 524029.03 novamente. Acione o pedal da embreagem alternadamente várias vezes. Se o
CAB 524029.04 código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
CAB 524030.31 Controles do Operador Problema no circuito de reversão do reversor esquerdo. Assim que possível,
CAB 524031.31 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CAB 524032.31
CAB 524036.31
CAB 524081.31
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle Central (CCU)
CCU 000090.03 Sistema da TDP Traseira Problema no circuito da temperatura do óleo da TDP traseira. Assim que possível,
CCU 000090.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 000096.03 Sistema do Nível de Combustível Problema no circuito de nível do combustível. Gire a chave de partida para a
posição RUN (motor desligado). Verifique o nível de combustível. Se o código
retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
CCU 000096.17 Nível de Combustível Baixo Gire a chave de partida para a posição RUN (motor desligado). Verifique o
nível de combustível. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 000569.05 Sistema do Bloqueio do Diferencial Problema no circuito do bloqueio do diferencial traseiro. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 001086.18 Pressão Baixa do Freio Pneumático Este código será gerado quando for dada a partida no veículo e a pressão do
freio pneumático for insuficiente para desengatar os freios do reboque. Talvez
seja necessário aguardar mais de 1 minuto para que os freios sejam liberados.
Sangre o excesso de umidade do reservatório do freio pneumático. Se o código
retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
CCU 001638.00 Temperatura Alta do Óleo Hidráulico Verifique o nível de óleo hidráulico no visor do diferencial traseiro. Inspecione
o resfriador de óleo hidráulico/transmissão. Se o código retornar, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações imediatamente.
CCU 001638.03 Sistema Hidráulico Problema no circuito da temperatura do óleo hidráulico. Assim que possível,
CCU 001638.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 001638.16 Temperatura Alta do Óleo Hidráulico Verifique o nível de óleo hidráulico no visor do diferencial traseiro. Inspecione o
resfriador de óleo hidráulico/transmissão. Dê partida no veículo novamente. Opere
o veículo em velocidade nominal de 1 a 2 minutos. Se o código retornar, assim
que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 001713.00 Filtro do Óleo Hidráulico Obstruído Verifique e/ou substitua o filtro do óleo hidráulico. Dê partida no veículo
novamente. Opere o veículo em velocidade nominal de 1 a 2 minutos. Se o
código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.

Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-2/9

115-3 PN=230
052413
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
CCU 001883.00 Rotação Alta da TDP Traseira Eixo da TDP traseira girando muito rápido. Verifique se o eixo e a alavanca
de rotação da TDP coincidem. Dê partida no veículo novamente. Se o código
retornar, assim que possível solicite ao Concessionário John Deere que realize as
reparações.
CCU 001883.01 Sistema da TDP Traseira Rotação insuficiente da TDP traseira. Verifique se o eixo e a alavanca de rotação
da TDP coincidem. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere
que realize as reparações.
CCU 001883.13 Sistema da TDP Traseira Calibração da TDP traseira não realizada ou incompleta. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 523851.02 Sistema de Gerenciamento de O IMS interrompeu a seqüência por falta de resposta do controlador do
Implementos Engate/VCR. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
CCU 524223.03 Sistema do Bloqueio do Diferencial Deixar o Bloqueio do Diferencial ligado por mais de 15 segundos irá gerar este
código. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as
reparações.
CCU 524224.14 Interruptor da TDP A TDP está desativada, mas o interruptor está ligado. DESLIGUE todos os
interruptores da TDP. Ligue o veículo novamente. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 524235.05 Sistema da TDM Problema no circuito da TDM. Assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
CCU 524236.31 Sistema de Gerenciamento de O IMS foi desligado durante o comando de um modo da TDM diferente
Implementos do comandado pelo interruptor da TDM. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 524251.31 TDP Traseira ENGATADA TDP acionada na ausência do operador. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 524252.05 Sistema da TDP Traseira Problema no circuito do solenóide da TDP traseira. Assim que possível, solicite
ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
CCU 524255.31 TDP Remota Habilitada Interruptor de habilitação remota da TDP traseira LIGADO e interruptor do
pára-lama da TDP traseira DESLIGADO. Isso é normal e serve como alerta de
segurança.
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle do Motor (ECU)
ECU 000094.03 Sistema do Motor Problema de tensão de pressão da linha de combustível. Solicite ao
ECU 000094.04 Concessionário John Deere que realize as reparações imediatamente.
ECU 000094.10 Sistema do Motor Problema de pressão da linha de combustível. Assim que possível, solicite ao
ECU 000094.17 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000097.03 Sistema do Motor Problema no sinal de água no combustível. Assim que possível, solicite ao
ECU 000097.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000097.16 Separador de Água do Motor Cheio Retire a água do separador.
ECU 000100.01 Pressão Baixa do Óleo do Motor Verifique o nível de óleo do motor. Se o código retornar, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações imediatamente.
ECU 000100.03 Sistema do Motor Problema de tensão de entrada de pressão no óleo do motor. Assim que possível,
ECU 000100.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000100.18 Pressão Baixa do Óleo do Motor Verifique o nível de óleo do motor. Se o código retornar, assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000102.03 Sistema do Motor Problema de tensão da pressão do ar do coletor. Assim que possível, solicite ao
ECU 000102.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000105.03 Sistema do Motor Problema de tensão da temperatura do ar do coletor. Assim que possível, solicite
ECU 000105.04 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000105.16 Temperatura Alta do Ar do Motor Temperatura do ar do coletor moderadamente alta. Verifique o nível do líquido de
arrefecimento. Inspecione e limpe o radiador. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000107.00 Filtro de Ar do Motor Obstruído Inspecione e limpe o filtro de ar do motor. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000110.00 Temperatura Alta do Líquido de Verifique o nível do líquido de arrefecimento. Inspecione e limpe o radiador. Se o
Arrefecimento do Motor código retornar, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações
imediatamente.
ECU 000110.03 Sistema do Motor Problema de tensão de entrada da temperatura do líquido de arrefecimento do
ECU 000110.04 motor. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as
reparações.

Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-3/9

115-4 PN=231
052413
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
ECU 000110.15 Temperatura Alta do Líquido de Verifique o nível do líquido de arrefecimento. Inspecione e limpe o radiador. Se o
Arrefecimento do Motor código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
ECU 000110.16 Temperatura Alta do Líquido de Verifique o nível do líquido de arrefecimento. Inspecione e limpe o radiador. Se o
Arrefecimento do Motor código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
ECU 000158.17 Sistema do Motor Erro no desligamento da unidade de controle do motor. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000160.02 Sistema Elétrico Problema de entrada da rotação da roda. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000174.03 Sistema do Motor Problema de tensão de entrada da temperatura do combustível. Assim que
ECU 000174.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000174.16 Temperatura Alta do Combustível Verifique o nível do líquido de arrefecimento. Inspecione e limpe o radiador e o
resfriador de combustível. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000190.00 Rotação Alta do Motor Resultado da redução de marcha, desaceleração. Se o código retornar, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações imediatamente.
ECU 000237.02 Sistema de Identificação Número de série do veículo inválido. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000611.03 Sistema do Motor Problema na fiação do injetor eletrônico. Assim que possível, solicite ao
ECU 000611.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000620.03 Sistema do Motor Problema de tensão de alimentação do sensor. Assim que possível, solicite ao
ECU 000620.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000627.01 Sistema do Motor Problema de tensão de alimentação do injetor eletrônico. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000636.02 Sistema do Motor Problema no sensor de posição da bomba. Assim que possível, solicite ao
ECU 000636.08 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000636.10
ECU 000637.02 Sistema do Motor Problema no sensor de posição da bomba. Assim que possível, solicite ao
ECU 000637.07 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000637.08 Sistema do Motor Problema na entrada da posição do virabrequim. Assim que possível, solicite ao
ECU 000637.10 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 000651.05 Sistema do Motor Problema no injetor eletrônico. Assim que possível, solicite ao Concessionário
ECU 000651.06 John Deere que realize as reparações.
ECU 000651.07
ECU 000652.05
ECU 000652.06
ECU 000652.07
ECU 000653.05
ECU 000653.06
ECU 000653.07
ECU 000654.05
ECU 000654.06
ECU 000654.07
ECU 000655.05
ECU 000655.06
ECU 000655.07
ECU 000656.05
ECU 000656.06
ECU 000656.07
ECU 001069.31 Sistema Elétrico Erro no tamanho do pneu. Assim que possível, solicite ao Concessionário John
Deere que realize as reparações.
ECU 001080.03 Sistema do Motor Problema de tensão de alimentação do sensor de pressão da linha de combustível.
ECU 001080.04 Solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações imediatamente.
ECU 001110.31 Sistema do Motor Desligamento de proteção do motor. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 001347.03 Sistema do Motor Problema na válvula de controle da bomba. Assim que possível, solicite ao
ECU 001347.05 Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 001347.10
ECU 001348.05
ECU 001348.10

Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-4/9

115-5 052413

PN=232
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
ECU 001347.07 Filtro do Combustível Problema no controle de pressão da linha de combustível. Verifique o filtro de
combustível: se o código retornar, assim que possível solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ECU 001568.02 Sistema do Motor Erro no seletor da curva de torque. Assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ECU 001569.31 Alimentação Reduzida de Combustível Uma das condições de redução existe no motor. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
ECU 002049.09 Sistema de Comunicação Sinal do controlador ausente. Assim que possível, solicite ao Concessionário
ECU 002071.09 John Deere que realize as reparações.
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle do Engate (HCU)
HCU 000084.02 Sistema de Engate Traseiro Problema de dados da rotação da roda. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 000630.13 Sistema de Engate Traseiro HCU não calibrada. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere
que realize as reparações.
HCU 001079.03 Sistema do Engate Traseiro Problema de tensão da alimentação do sensor da HCU. Assim que possível,
HCU 001079.04 solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 001873.03 Sistema do Engate Traseiro Problema no sensor de posição do engate traseiro. Assim que possível, solicite
HCU 001873.04 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 001881.03 Sistema do Engate Traseiro Problema no sensor de tração do engate traseiro. Assim que possível, solicite ao
HCU 001881.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 001881.13
HCU 521000.02 Sistema do Engate Traseiro Problema no interruptor externo do engate traseiro. Assim que possível, solicite
HCU 521000.31 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 521001.02 Sistema do Engate Traseiro Problema no circuito do engate traseiro. Assim que possível, solicite ao
HCU 521001.05 Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 521001.06
HCU 521001.07
HCU 521001.11
HCU 521002.05
HCU 521002.06
HCU 523910.02 Sistema do Engate Traseiro Problema na unidade de controle. Assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
HCU 523952.31 Sistema do Engate Traseiro O operador está tentando usar o engate enquanto está desativado ou não
disponível. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
HCU 524016.04 Sistema do Engate Traseiro Problema de tensão da alimentação permanente. Inspecione visualmente para
verificar se há sinais aparentes de danos ou acúmulo de detritos ao redor da bateria
e do alternador. Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim
que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
HCU 524212.19 Sistema Hidráulico Problema na alavanca de controle do engate traseiro. Assim que possível, solicite
HCU 524212.31 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle de Instrumentos (ICU)
ICU 002000.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da ECU ausente. Verifique o fusível F9. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002003.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem do PTI ou PTQ ausente. Verifique o fusível F6 do IVT ou F35
PowrQuad. Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ICU 002005.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da ACU ausente. Verifique os fusíveis F13 da IVT ou F35 do
PowrQuad. Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ICU 002035.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da HCU ausente. Assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002036.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da PTF ausente. Verifique o fusível F15. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002049.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da CAB ausente. Verifique o fusível F35. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.

Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-5/9

115-6 PN=233
052413
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
ICU 002071.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da CCU ausente. Verifique os fusíveis F6 do IVT e F35 do PowrQuad.
Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
ICU 002129.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da ICU ausente. Verifique o fusível F28. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002213.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da SCO ausente. Verifique o fusível F24. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002227.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da SUP ausente. Verifique o fusível F23. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 002240.09 Erro na Comunicação Eletrônica Mensagem da TEC ausente. Verifique o fusível F23. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
ICU 523971.14 Erro na Comunicação Eletrônica O motor está atualmente muito frio para a partida e está acionando as velas
aquecedoras para preparação da partida. O motor pode ser ligado com segurança
no final da contagem regressiva.
ICU 524013.03 Erro na Comunicação Eletrônica Verifique se o CommandCenter está livre de todos os equipamentos e itens
pessoais. Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
Unidade de Controle da TDP Dianteira (PTF)
PTF 001882.00 Sistema da TDP Dianteira Eixo da TDP dianteira girando muito rápido. Dê partida no veículo novamente.
Engate a TDP Dianteira. Coloque o motor em aceleração máxima. Se o código
retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
PTF 001882.01 Sistema da TDP Dianteira Rotação insuficiente da TDP dianteira detectada. Dê partida no veículo novamente
e engate a TDP Dianteira. Coloque o motor em aceleração máxima. Se o código
retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
PTF 001882.13 Sistema da TDP Dianteira TDP Dianteira não calibrada. Assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
PTF 523904.31 TDP Dianteira Ligada A TDP foi engatada na ausência do operador. Sente-se no assento do operador.
Dê partida no veículo novamente e alterne o interruptor da TDP dianteira. Se o
código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
PTF 523905.02 Sistema da TDP Dianteira Problema no circuito da TDP dianteira. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTF 523906.03 Sistema da TDP Dianteira Problema no circuito da temperatura do óleo da TDP dianteira. Assim que
PTF 523906.04 possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTF 524163.09 Sistema da TDP Dianteira Problema no controlador. Verifique o fusível F35. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
PTF 524216.02 Sistema da TDP Dianteira Problema no interruptor da TDP dianteira. Assim que possível, solicite ao
PTF 524216.31 Concessionário John Deere que realize as reparações.
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle da Transmissão PowrQuad (PTQ)
PTQ 000126.16 Filtro de Óleo da Transmissão Verifique a condição e o intervalo de manutenção do filtro do óleo da transmissão.
Obstruído Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 000127.01 Pressão Baixa do Óleo da Verifique o nível do fluido da transmissão no visor da caixa do diferencial traseiro.
Transmissão Dê partida no veículo novamente. Se o código retornar, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações imediatamente.
PTQ 000158.00 Sistema Elétrico Problema na tensão da alimentação. Inspecione visualmente para verificar se há
PTQ 000158.01 danos ou acúmulo de detritos ao redor da bateria e do alternador. Dê partida
PTQ 000158.03 no veículo novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 000158.04 Tensão Baixa do Sistema Elétrico Inspecione visualmente para verificar se há danos ou acúmulo de detritos ao
PTQ 000158.17 redor da bateria e do alternador. Dê partida no veículo novamente. Se o código
PTQ 000158.18 retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize
as reparações.
PTQ 000191.17 Sistema de Transmissão Rotação insuficiente da transmissão. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
Continua na próxima página LT04177,00000A6 -54-14FEB07-6/9

115-7 PN=234
052413
Códigos de Serviço

Código de Visor Solução


Manutenção
PTQ 000598.02 Controles do Operador Problema no circuito do sensor/interruptor do pedal da embreagem. Assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 000734.05 Sistema de Transmissão Problema no circuito do sensor da transmissão. Assim que possível, solicite ao
PTQ 000735.05 Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 000736.05
PTQ 000737.05
PTQ 000738.05
PTQ 001079.03 Sistema Elétrico Problema na tensão de alimentação do sensor. Assim que possível, solicite ao
PTQ 001079.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 002000.09 Erro de Comunicação Elétrica Mensagem da ECU ausente. Verifique o fusível F9. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
PTQ 523960.31 Operador Fora do Assento O operador não está sentado durante o comando do reversor. Assim que possível,
solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 523961.07 Controles do Operador Problema na engrenagem da alavanca de reversão/estacionamento da alavanca
de grupos. Assim que possível, solicite ao Concessionário John Deere que
realize as reparações.
PTQ 523966.31 Retorno da Transmissão Ativo Verifique se há fusível na fenda F5. O fusível não deve estar instalado a não
ser que o veículo esteja no modo de Retorno. Com o fusível removido, opere
o veículo por 5 minutos. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 524173.07 Controles do Operador Problema na operação do pedal da embreagem. Assim que possível, solicite ao
Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 524230.05 Sistema de Transmissão Problema no circuito de habilitação da embreagem. Assim que possível, solicite
PTQ 524230.07 ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
PTQ 524234.03
PTQ 524234.04
PTQ 524254.04 Sistema de Transmissão Tensão baixa do circuito do relé de habilitação da transmissão. Assim que
possível, solicite ao Concessionário John Deere que realize as reparações.
Códigos de Manutenção da Unidade de Controle da VCR Opcional (SCo)
SCO 000158.04 Sistema Hidráulico Problema na tensão de alimentação do controlador. Inspecione visualmente para
SCO 000168.04 verificar se há sinais aparentes de danos ou acúmulo de detritos ao redor da
bateria e do alternador. Verifique os fusíveis F12, F24 e F51. Dê partida no veículo
novamente. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
SCO 001080.03 Sistema Hidráulico Problema na tensão de alimentação do sensor. Assim que possível, solicite ao
SCO 001080.04 Concessionário John Deere que realize as reparações.
SCO 001963.05 Sistema Hidráulico Problema no circuito de controle de fluxo. Assim que possível, solicite ao
SCO 001975.05 Concessionário John Deere que realize as reparações.
SCO 521000.02 Sistema Hidráulico Problema no circuito do interruptor externo do engate dianteiro. Inspecione os
conectores, o chicote elétrico e o interruptor do engate dianteiro. Dê partida
no veículo novamente. Alterne o interruptor do engate dianteiro por todas as
posições. Se o código retornar, assim que possível, solicite ao Concessionário
John Deere que realize as reparações.
SCO 523662.05 Sistema Hidráulico Problema na corrente da válvula auxiliar. Assim que possível, solicite ao
SCO 523662.06 Concessionário John Deere que realize as reparações.
SCO 523663.05
SCO 523663.06
SCO 523695.02 Sistema Hidráulico Problema na mensagem do controle externo. Assim que possível, solicite ao
SCO 523695.09 Concessionário John Deere que realize as reparações.
SCO 523695.19
SCO 523696.02
SCO 523696.09
SCO 523696.19
SCO 523775.02 Sistema Hidráulico Problema do circuito de controle da alavanc