Você está na página 1de 4

ESCOLA PROFISSIONAL DA

APRODAZ
CONTROLO E ARMAZENAGEM DE
MERCADORIAS

REFLEXÃO

O formador Rogério Nicolau leccionou a UFCD/UC de Controlo e Armazenagem


de Mercadorias cuja duração foi de 50h. Os objectivos desta unidade de formação foram
aprender o que é e o que constitui o aprovisionamento, identificar os armazéns e
equipamentos que uma empresa deve utilizar, saber em que consiste a gestão dos
armazéns e, por último, a optimização dos stocks.

Depreendi que o aprovisionamento consiste em comprar, armazenar e gerir stocks,


que visam o abastecimento no tempo certo e faz com que a empresa funcione de forma
eficaz e eficiente. Os seus objectivos são organizar de forma eficiente e eficaz as
compras de materiais em stock ou a incluir na produção (actividade de comprar),
conseguir as melhores condições físicas de armazenagem dos materiais em stock
(actividade de armazenar) e assegurar uma boa gestão material, administrativa e
económica dos stocks (actividade de gerir stocks).

Deste modo existem diferenças entre o aprovisionamento de uma empresa


comercial, na qual gere-se as mercadorias e as suas reposições de modo a que o ponto
de venda se encontre sempre abastecido segundo o ritmo de vendas, enquanto numa
empresa industrial gere-se a composição de matérias-primas para manter um bom ritmo
de produção.

Subordinado ao tema do aprovisionamento aprendi que a logística é a função de


controlo da movimentação e armazenamento de materiais, manutenção e o serviço a
clientes; que os materiais existentes em armazém são os artigos de consumo corrente
(matérias primas, mercadorias, materiais consumíveis, produtos acabados e embalagens
e materiais diversos), os artigos em trânsito, os artigos estratégicos e os materiais
diversos; fez-se uma revisão do que são stocks (conjunto de materiais que se encontram
no armazém da empresa e que permitem o normal funcionamento da empresa), os tipos
de stock existentes (stock de matérias primas, de mercadorias, de produtos acabados e
de embalagens), as actividades da gestão de stocks (gestão material, administrativa e
económica), as suas vantagens (evita ruptura de stock, permite maior margem de lucro
devido à compra a preços baixos, permite o consumo regular do produto apesar da sua

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
CONTROLO E ARMAZENAGEM DE
MERCADORIAS

produção ser irregular, fazer face às irregularidades das entregas dos fornecedores) e
inconvenientes (existem produtos cuja fragilidade não permite a sua conservação
durante muito tempo, o capital estagnado e o próprio custo de constituição do stock);
por último falou-se no just –in –time (política de abastecimento que permite à empresa
dispor dos bens necessários, produtos ou matérias primas no momento certo da sua
utilização), sendo um tema já desenvolvido noutra unidade de formação, tal como os
stocks.

O tema abordado de seguida foram os armazéns e equipamentos utilizados pela


empresa. Desta parte da matéria retive que a selecção dos armazéns e dos equipamentos
acarretam elevados custos, contudo permitem o correcto funcionamento do
abastecimento da empresa. Fiquei com o conhecimento que uma armazenagem eficiente
é fundamental no armazém porque aumenta a produtividade das operações, melhora o
uso do espaço, diminui os custos e melhora a movimentação de pessoas e cargas.

A escolha do armazém deverá ter em conta a localização (localização da empresa,


preço, localização dos fornecedores, finalidades e características da empresa) e o
tamanho (características físicas dos produtos, o espaço para a movimentação dos
produtos, actividades que se desenvolvem no armazém). Sendo assim a localização do
armazém de uma empresa industrial situa-se perto da área de fabrico, evitando perdas de
tempo e eficiência, enquanto uma empresa comercial poderá afastar o seu armazém,
desde que dependa de uma boa rede de distribuição das suas mercadorias. Aprendi que
num armazém podemos encontrar equipamentos administrativos (secretárias, cadeiras,
estantes), equipamentos de movimentação (empilhadores, porta paletes), equipamentos
de arrumação (prateleiras, empilhadores) e equipamentos de logística (código de barras,
radiofrequência). Os aspectos a considerar na sua selecção são o tamanho do armazém,
capacidade de movimentação de armazém, características dos produtos, capacidade
financeira da empresa, desempenho pretendido do equipamento e a tecnologia existente
no mercado.

A gestão dos armazéns foi o tema seguinte. Depreendi que quanto menor forem os
custos dos armazéns e dos equipamentos, menor será o preço de venda, tornando a
empresa mais competitiva em relação à concorrência, conseguindo assim uma maior

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
CONTROLO E ARMAZENAGEM DE
MERCADORIAS

quota de mercado. Ter pessoal qualificado na gestão de armazéns possibilita uma gestão
eficiente e eficaz, permite um alto nível de rendibilidade e produtividade, reduz os erros
dos processos e reduz os encargos suportados com o aprovisionamento. A formação dos
responsáveis pelo armazém inclui a classificação, a distribuição, as técnicas de
armazenagem, a manutenção, a contabilidade das existências, o reaprovisionamento, a
documentação e as novas tecnologias. A recepção e conferência, a arrumação e a
entrega são as áreas da gestão de armazéns. Nesse sentido fiquei com a noção de quais
são os documentos associados à recepção (nota de encomenda, guia de remessa, factura,
guia de entrada) e à arrumação (etiquetas, plano de armazenagem).

O último ponto desta unidade de formação foi estudar a optimização de stocks,


que tem como objectivo determinar o nível óptimo de stock a constituir, tendo em conta
a procura e os níveis envolvidos, minimizando os custos à saída do armazém. O
processo de optimização determina o número de vezes a comprar e a quantidade a
comprar de cada vez, condicionadas pela procura dos bens e ajuda-nos a perceber os
custos de aquisição, custo de encomenda e o custo de posse de stocks. A optimização de
stocks envolve vários cálculos, que possibilitam saber a quantidade óptima a
encomendar (quantidade que permite minimizar o custo à saída do armazém, optimizar
os recursos humanos e materiais, e evitar a ruptura em armazém), o custo total, o custo
unitário e o prazo de aprovisionamento.

Gostei muito de ter esta UFCD/UC e posso mesmo dizer que foi uma das minhas
preferidas neste curso, tanto pela matéria que achei muito interessante, como pelo
formador que leccionou-a de uma forma leve, mas muito eficiente e eficaz. Foi um
enorme prazer trabalhar com o formador Rogério Nicolau, pelo qual nutro uma grande
admiração. Para aplicar os meus conhecimentos, para além de fazer exercícios práticos,
realizei duas fichas de avaliação.

Um controlo eficaz e eficiente de um armazém e das mercadorias nele existente, é


fundamental numa empresa, pois evita que haja rupturas de stocks e que os clientes
esperem demasiado tempo pelos produtos que necessitam, satisfazendo-os e garantindo,
ao mesmo tempo, a rentabilidade e produtividade da empresa. Assim, a boa gestão de

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
CONTROLO E ARMAZENAGEM DE
MERCADORIAS

um armazém contribui para uma boa relação entre as redes sociais das empresas
(colaboradores, fornecedores, clientes).

Eduarda Carreiro

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com

Você também pode gostar