Você está na página 1de 29

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

CONHECENDO A BÍBLIA

Pr. Edmar
➢ A palavra bíblia deriva do grego “bíblion”, que
significa "conjunto de livros".
➢ Línguas: Grego, Hebraico e Aramaico.
➢ Escrita por 40 autores diferentes, abrangendo um
período de aproximadamente 1.600 anos.
✓ Reis, pastores, profetas, pescadores, etc.
✓ Viveram em épocas e lugares diferentes, com
costumes diferentes e muitos nunca se
conheceram, mas todos juntos fizeram um só livro
coerente.
INSPIRAÇÃO DIVINA:
➢ A Bíblia foi literalmente “soprada por Deus”
2Tm 3:16 – “Toda a Escritura é inspirada por
Deus e útil para o ensino, para a repreensão,
para a correção, para a educação na justiça, (17)
a fim de que o homem de Deus seja perfeito e
perfeitamente habilitado para toda boa obra”.
➢ Expressão grega “theopneustos”.
(Theos = Deus+pneu = sopro ou inspiração).
a) INSPIRAÇÃO VERBAL:
➢ Homens santos de DEUS escreveram a Bíblia com
palavras de seu vocabulário, estilo e formação
intelectual, porém, sob a influência poderosa do
ESPÍRITO SANTO.
2Pe 1:21 – “Porque a profecia nunca foi
produzida por vontade de homem algum, mas os
homens santos de Deus falaram inspirados pelo
Espírito Santo”.
b) INSPIRAÇÃO PLENÁRIA:
➢ Entende-se que é “plena” e igualmente inspirada
em todas as suas partes.
2Tm 3:16a – “Toda a Escritura é inspirada...”.
✓ A inspiração envolve as ideias e as palavras dos
escritores.
✓ Estende-se a todas as partes da Bíblia.
➢ A inspiração não é parcial, mas é completa.
➢ Deus é o autor da Bíblia e o Espírito Santo é o seu
intérprete por excelência.
➢ Os escritores do AT estavam conscientes de que o
que disseram ao povo e o que escreveram é a
Palavra de Deus.
➢ Repetidamente os profetas
iniciavam suas mensagens com a
expressão:
“ASSIM DIZ O SENHOR”.
a) SALVAÇÃO e SANTIFICAÇÃO DO HOMEM:
➢ Ela nos revela o grande amor de Deus, que enviou
seu filho Jesus para morrer em nosso lugar. Se
crermos Nele, alcançaremos salvação (Jo 3:16).
2Tm 3:16b – “...é útil para o ensino, para a
repreensão, para a correção, para a educação na
justiça... ”
b) APERFEIÇOAMENTO DOS SANTOS:
2Tm 3:17 – “...a fim de que o homem de Deus seja
perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa
obra”.
2Tm 2:15 – “Procura apresentar-te a Deus
aprovado, como obreiro que não tem de que se
envergonhar, que maneja bem a palavra da
verdade”.
O QUE É "CÂNON BÍBLICO"?
➢ Cânon é uma palavra latina que significa “padrão”
ou “regra de medir”.
➢ Os livros inspirados, como expressão da Palavra de
Deus, que formam o cânon bíblico original, como
regra de fé e doutrina, são 39 da Escritura hebraica
do AT, e 27 do NT, totalizando os 66 livros
canônicos, que como verdades infalíveis e eternas,
possuem autoridade final.
VELHO TESTAMENTO: (39 livros)
➢ 05 Livros da Lei (Pentateuco): Gn, Êx, Lv, Nm e Dt.
➢12 Livros Históricos: Js, Jz, Rt, 1 Sm, 2 Sm, 1 Rs, 2 Rs,
1 Cr, 2 Cr, Ed, Ne e Et.
➢05 Livros Poéticos: Jo, Sl, Pv, Ec e Ct.
➢17 Livros Proféticos:
✓Profetas Maiores (05): Is, Jr, Lm, Ez e Dn.
✓Profetas Menores (12): Os, Jl, Am, Ob, Jn, Mq, Na,
Hc, Sf, Ag, Zc e Mq.
PERÍODO INTERTESTAMENTÁRIO (INTERBÍBLICO):
➢ É o momento histórico que compreende o espaço
de tempo entre o Antigo e o Novo Testamento.
➢ Passaram-se cerda de 400 anos entre o período
em que foi escrito o livro de Malaquias e o
nascimento de Cristo (aproximadamente 433 – 5
a.C.).
➢ “Anos de Silêncio”. Durante esse tempo não houve
nenhum registro de uma palavra profética da
parte de Deus para o povo de Israel.
LIVROS APÓCRIFOS (gr. Apokryphos):
➢ Em 1546, a Igreja Católica, em oposição à Reforma,
no Concílio de Trento, incluiu livros apócrifos no AT:
Tobias, Judith, acréscimos a Ester, I e II Macabeus,
Sabedoria, Eclesiástico e Baruc.
➢Deuterocanônicos (Canônicos de Segunda Época).
Cânon Judaico (AT) chamado de Protocanônico.
➢ Foram incluídos para apoiar o ensino da oração pelos
mortos, salvação por obras, culto a imagens, etc.
(Contrários ao restante da Bíblia)
NOVO TESTAMENTO: (27 livros)
➢ 04 Evangelhos (Biografia): Mt, Mc, Lc e Jo.
✓ Os 03 primeiros são chamados Sinópticos “visão
conjunta”, devido a certo paralelismo que têm entre si.
✓ O quarto é chamado o Evangelho da Revelação.
➢ 01 Livro de Atos (História).
➢ 21 Epístolas: Rm, 1 Co, 2 Co, Gl, Ef, Fl, Cl, 1 Ts, 2 Ts, 1
Tm, 2 Tm, Tt, Fl, Hb, Tg, 1 Pe, 2 Pe, 1 Jo, 2 Jo, 3 Jo e Jd.
➢ 01 Apocalipse (Profecia).
➢ As Bíblias antigas não eram divididas em Capítulos
e Versículos. Foram divididas para facilitar a tarefa
de citar as Escrituras.
➢ Por volta de 1.226, Stephen Langton (Arcebispo da
Cantuária em Paris) dividiu a Bíblia em Capítulos e
Versículos.
✓ São 929 capítulos no AT e 260 no NT. O total é
de 1.189 Capítulos.
✓ No AT temos 23.145 versículos e 7.957 no NT,
que somam 31.102 versículos.
CANONICIDADE:
➢ A igreja considerou a igreja no VT como a guardiã
do Cânon Judaico, sendo assim o cânon do VT foi
aceito conforme mantido pelos Judeus.
➢ Dentro de um longo processo foi estabelecido o
processo de aceitação dos livros (PRINCÍPIOS DA
CANONICIDADE).
ALGUNS PRINCÍPIOS DA CANONICIDADE:
➢ APOSTOLICIDADE: Foi escrito ou influenciado por
algum apóstolo? (Principal critério de aceitação).
➢ ACEITAÇÃO E UTILIZAÇÃO POR PARTE DA IGREJA:
Foi amplamente aceito pela Igreja?
➢ COERÊNCIA DOUTRINÁRIA: Qualquer livro que
ensinasse doutrinas contrárias as dos apóstolos era
rejeitado.
➢ INSPIRAÇÃO: Apresenta evidências de inspiração divina?
Este era o teste final.
O QUE É A SEPTUAGINTA?
➢ É uma das primeiras traduções do AT.
➢ Nos 03 séc. antes da vinda de Jesus, os livros do
AT foram traduzidos do hebraico para o grego.
➢ A palavra septuaginta vem de “setenta” em grego.
➢ De acordo com a tradição, essa tradução foi feita
por 70 sábios judeus na cidade de Alexandria, no
norte do Egito. Por isso, a tradução ficou
conhecida como a septuaginta, ou LXX (70 em
numeração romana).
TRADUÇÕES DA BÍBLIA:
➢ No ano 382 d.C, o bispo de Roma nomeou o grande
exegeta Jerônimo para fazer uma tradução oficial
das Escrituras para o latim.
➢ Com o objetivo de realizar uma tradução de
qualidade e fiel aos originais, Jerônimo foi à
Palestina, onde viveu durante 20 anos.
➢ Sua tradução tornou-se conhecida como "Vulgata",
ou seja, escrita na língua de pessoas comuns
("vulgus").
TRADUÇÕES DA BÍBLIA:
➢ No ano 382 d.C, o bispo de Roma nomeou o grande
exegeta Jerônimo para fazer uma tradução oficial
das Escrituras para o latim.
➢ Com o objetivo de realizar uma tradução de
qualidade e fiel aos originais, Jerônimo foi à
Palestina, onde viveu durante 20 anos.
➢ Sua tradução tornou-se conhecida como "Vulgata",
ou seja, escrita na língua de pessoas comuns
("vulgus").
➢ Em 1521, Martinho Lutero, fundador da Reforma
Protestante, traduziu o NT para o alemão, sendo
considerado um ato de rebeldia pela igreja.

➢ Em 1644, o Pastor e Missionário João Ferreira de


Almeida traduziu a Bíblia para o português.
- A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS:
1. UNIDADE:
➢ Cerca de 40 autores diferentes durante um período
de aproximadamente 1.600 anos.
➢ A Bíblia é um só livro. Com um único sistema
doutrinário, um só padrão moral, um só Plano de
Salvação.
2. UM LIVRO IMUTÁVEL:
➢ O tempo não exerce nenhuma influência sobre a
Bíblia. Contém PRINCÍPIOS ESPIRITUAIS.
➢ É o livro mais antigo do mundo, e ao mesmo tempo
o mais moderno.

➢ Em mais de vinte séculos o homem jamais pôde


melhorá-la.
3. UM LIVRO INDESTRUTÍVEL:
➢ A Bíblia é o livro mais lido, mas também, o mais
rejeitado.
➢ Livro mais traduzido e divulgado no mundo, em
todas as épocas.
➢ Traduzido em cerca de 426 línguas
ou dialetos diferentes.
➢ Livro mais combatido, criticado,
proibido e rejeitado do mundo.
➢ Em 303 dC. o imperador Dioclécio decretou que
todos os exemplares da Bíblia fossem queimados.
➢ Durante a Idade Média a leitura do Livro Sagrado
foi proibida pela igreja dominante na Europa.
➢ No período da Revolução Francesa, exaltava-se a
“deusa” razão, e milhares de Bíblias e outros livros
religiosos eram lançados à fogueira.
➢ Também, comparada com outros escritos antigos,
a Bíblia foi extraordinariamente preservada
através do tempo.
➢ Atualmente existem mais de 24.000 cópias de
manuscritos do NT. Nenhum outro livro da história
antiga chega perto deste número.

✓ Ilíada de Homero (2° lugar), c/ 643 manuscritos.


4. UM LIVRO CRÍVEL:
➢ A arqueologia repetidas vezes tem confirmado
nomes de pessoas, eventos históricos e detalhes
geográficos, exatamente como registrado no
Velho e no Novo Testamentos.
➢ Embora a arqueologia não possa provar a
veracidade espiritual da Bíblia, as descobertas
mostram a confiabilidade da Bíblia como um
relato histórico.
➢ Cada dia novas descobertas arqueológicas
aumentam as confirmações da veracidade dos
relatos das Escrituras.
➢ Além disso, a história fornece
muitas provas da exatidão das
descrições bíblicas.
5. O FIEL CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS:
➢ Inúmeras profecias se cumpriram no passado, em
sentido parcial ou total.
➢ Inúmeras outras estão se cumprindo em nossos
dias, e muitas outras cumprir-se-ão no futuro.
Mt 24:35 – “...O céu e a terra passarão, mas as
minhas palavras jamais passarão".
• Leitura e Memorização;
• Estudo sistemático:
❖ Bíblia(s);
❖ Concordância;
❖ Chave Bíblica;
❖ Dicionário Bíblico e Português;
❖ Caderno.

Você também pode gostar