Você está na página 1de 9

.

,Mit()logia
GLOSSÁRIO MITOLOGICO
(Repertório das principais personagens das mitologias gre. depois associado a Osiris. como Osiris-Ápis ou Sarãois; e
co-romana, nórdico-germãnica, egípcia, celta, eslava e fino· o animal procriador. sim bolo da fecundidade. '.
lerã.) Apoio - deus da Beleza. da Poesia e da Música. filho de
Zoms e Leto. irmão gêmeo de Artémis; identificado tambem '
Afrodite (a Vénus romana) - deusa do Amor e da Beleza; fi· coJ.o Héiios. o Sol. sob o nome de Febo; amou Dafne (oue. \
lha de Zeus e Dione, segundo uma tradição, e, segundo ou· para escapar dele. transÍormou-se em loureiro) e a ninfa
tra, nascida da espuma do mar, que fora fecundada pelo Clítia (que depois de morta metamorfoseou-se no !!'Ítas.s'll)
sangue de Urano mutilado por Cronos; casou-se com He- e foi pastor do rei Admeto, sendo por isso considerado tam·
faistos, mas traiu-o com deuses (Ares, Hermes, Poséidon, bém como o protetor dos rebanhos; como padroeiro de 10·
Dionísio) e mortais (Anquises. Adônis); por ser mãe de das as artes. tem o título de Apoio Musageta.
Enéias, os romanos a consideravam a ancestral da família Aquiles - guerreiro filho de Peleu e de Tétis; sua mãe ba·
Júlia e. por conseguinte, padroeira de Roma; era adorada nhou-o nas âguas do Estíge, o que o tornou invulnersvel (ã
sob duas formas; Afrodite Urânia, deusa do amor puro, e exceção do calcanhar, por onde ela o segurara); durante e
Afrodite Pandêmia. deusa do amor vulgar. guerra de Tróia, abandonou o combate, pois a jovem cati,'ll
Agamênon - rei de Micenas. filho de Atreu e Aerope e ir- troiana Briseida. por quem ele se apaixonara. foi-lhe toma·
mão de Menelau; chefiou a coligação dos gregos na guerra da para ser enÔ'egue a Agamênon; retomou à luta depois
de Tróia; por causa da jovem Briseida, indispôs-se com da morte de seu amigo Pátroclo e matou. num duelo. o
Aquiles; de volta a Micenas. foi assassinado por sua mu- príncipe traiano Heitor; foi morto por Pâris, que, guiado
"lher, Clitemnestra, e pelo amante desta, Egisto; seu assas· pela mão de Apoio, conseguiu feri-Ia no calcanhar.
sinato foi vingado por seus filhos Electra e Orestes. Arduína - deusa florestal das Ardenas; equivalente celta da
Ailvara - para os prussianos eslavos, demônio protetor do Artemis grega.
lar; dizia·se que ele se escondia dentro da lareira. Ares (o Marte romano) - deus da Guerra. filho de Zeus.
Amae~hon- filho de Dana; divindade celta da Agricultura. di Hera; foi amant.e de Afradite e de diversas monais; (, •
Amazonas - raça de mulheres guerreiras que, segundo a opai de Deimos (o Temor) e de Phobos (o Terrorl. que lhe'
tradição, viviam.no Câucaso e na Ásia menor; SÓ aceitavam serviam de escudeiros: tomou o partido dos troianos na
a presença dos homens uma vez pOr ano, para perpetuar guerra de Tróia, e com isso atraiu a inimizade d~ AI<'M.
sua espécie, e sacrificavam os bebês do sexo masculino; padroeira dos gregos, que sempre vencia sua força bruto
com acuidade e astúcia.
Queim'sv8m:QLseio
mas.
dir~ij:.o_~a -1acili~ o mt.!!ej,2 ·da~ ~ Ãriadnê:::"-filllÊ,aorel1I11Tiiosoecfêl.JleCle1'asllae; ajud01l
Amon - o deus dos deuses egípcios, representado como um Teseu a entrar no Labirinto e matar o Minotauro; partiu'
homem com cabeça de carneiro; esposo de Mut e pai de . com ele para a Grécia. mas Teseu. apaixonado por sua irmã
Konsu; foi o deus supremo do Novo Império. Fedra. ahandonou·a na ilha de Naxos. onde Dionisio a an·
Amor (o Cupido romano) - filho de Hermes e Afrodite, é re- ,controu e casou-se com ela.
presentado com asas e carregando o arco e as flechas com Arianrod - filha única de Dana. divindade tutelar da Con •.
que fere os casais, despertando neles a paixão. telação da Coroa Borea!. a que os celtas davam o nome de
Andarta ou Andrasta - deusa da guerra; equivalente femini- Ceier Arianrod (castelo de Arianrod).
no ceita do Marte romano. _Artemis (a Dlana romana) - deusa da Caca e da Castidade.
Andrómaca - filha de Etião, rei de Tebas de Mísia; casou· associada com a Lua; filha de Zeus e Leto e irmã l1émee
se com Heitor. com quem teve Astianax, que, no final àa de Apoio; deusa feroz e vingativa, matou os filhos de Niob •.
guerra de Tróia, foi condenadp pelos gregos a ser atirado porque esta afirmara que eles eram mais belos que os de
do alto das muralhas da cidade; fez parte do botim de Leto;. e puniu Acteon por té-la surpreendido no banho.
Neoptolemo, filho de Aquiles. e teve assim de casar-se com Asclépio (o Esculápio romano) - filho de ApoIo com Camni;.
o filho do assassino de toda a sua família. filha do rei Flégias da Tessália; aprendeu com o centBuru
Andrômeda - filha de Cefeu da Etiópia e de Cassiopéia; Quiron a arte da medicina; seu poder de impedir a morl~
.tendo sua mãe afirmado que.ela era mais bela do que as enfureceu Hades. deus dos Infernos, e, a pedido deste. Zeu,
Nereidas. filhas de Poséidon. o deus. irritado. mandou con- o fulminou com um raio: era adorado como urna àidndadt·
tra o reino de seu pai um monstro marinho~ o oráculo de em Eoidauro.
Amon tendo declarado que Andrômeda deveria ser sacrifi· Astarté - deusa fenícia do Amor, geralmente identific3ci"
cada a essa serpente, ela foi amarrada a um penedo. de com a grega Afrodite ou com a egipcia leis.
onde; entretanto, salvou-a Perseu, que a desposou. Atena (a Minerva romana) - deusa da Sabedoria. tambem
Andvari ou Andnari - na mitolct'ia germânica. anão que poso chamada de Pallas Athenae; filha de Zeus e de sua prime,·
suia um anel mágico, com o qual podia transformar·se em ra mulher, Métis, deusa da Prudência; segundo a tradição.
peixe e viver na água; esse anel foi-lhe roubado pelo deus quanào Métis estava grávida. Zeus a engoliu. por teml"I
Loki. que seu filho viesse a destroná-Ia; mais tarde. atormentbrk
Anfitrite - filha de Nereu e Dóris, casou-se com Poséidon. por urna dor de cabeça, pediu a Hefaistos que lhe ah," ...•
que a fez raptar por um delfim; teve um filho. Tritâo; é a o crânio com uma machaàada: de sua cabeca saiu At(,:1~
armada e coberta com o elmo do Saber; c~nselhei'8 d,,·
deusa ào mar. l
Anteros - irmão de Eras. teni uma dupla função; castiga deuses, padroeira de Atenas e protetora dos gregos. ela R"
os mortais que recusam o amor ou o traem, e faz com que, rantia também a justa aplicação das leis e a prosperidade
com o tempo, o amor seja substituído peja indiferença; in- agrícola (os dois esteios principais do Estado); Alena Hi·
troduz um elemento de equilforio dentro da desorganização géia é também a protetora da saúde.
Àthon (ou Háthon) - divindade solar criada por Akhnatn,'!\.
emocional- produzida
Antígone por Eras.
filha de Edipo e Jocasta; acompanhou seu pai o faraó que aboliu o culto de Amon; seu culto. de caraltr
até Colona; depois de sua morte, voltou a Tebas; por ter monoteista. declinou e desapareceu após a morte de Akh·
prestado homenagens fúnebres a seu irmão J;olinice, deso- náthon.
bedecendo ae ordens do rei Creonte, seu tio. foi condenada Athor (ou Háthor) - deusa egípcia do Amor. equivale,:l" a I
por ~Ie a ser enterrada viva. Airodite grega. representada como uma mulher com cat>eca
Anúiiis - filho de Osirie; homem com cabeça de chacal; de vaca.
Atlas - gigante filho de Japeto e da oceânide Climen(',
!;U\ala combateu contra Zeus e. derrotado. foi condenado a car,""
, Apis - os mortos
o boi até o que
sagrado, Amenti, o reino
carrega entredosos mortos
chifres egípcio.
o disco
. de OllfO de Rã. o sol; a principio identificado wm Fiá, foi F:'aro munào nos ombros.
,
MITOlOGIA - . ri' 3f
Audhumla
sim bolo de- fecundidadé;
"a vaca alJ.,entadora'·: para os germãnicos.
foi ela quem amamentou Ymir: de predições:
sobre o ardilassim. seus eavisos
do cavalo sobre sobre a' derrota dedos
o assassinato ti,ian'~'
.~i1bênoh.
seu leite nasceu Buri. . a quem ela foi entregue e com quem teve dois filhos. nunca
Bacantes -* sacerdotisas de Dionisio e que o acompanha- foram levados a sério. ;
vam em cortejo. vestidas de peles de leão, com o peito nu; Centauros - filhos de hion com uma nuvem a quem Zeus
carregando o tirso, lança enfeitada de pâmpano e hera,· e dera a forma de Hera; metade cavalo. metade homens.
executan?o uma dança frenética que as mergulhava num eram selvagens e alimenta-:am.se de .carne crua; dois del1s,
êxtase mlS!lco. Falas e Qwron.. foram sabtos e serviram de tutor a \'ar\os
Bastet - deusa da Saúde e da Alegria, adorada em Bubás. heróis.
tis. no Baixo Egito: representada como uma mulher jovem Cérbero - fllho dos monstros Tifon e Equidna e irmão da
com cabeça de gata. ; Quimera: cão de trés cabeças. com um colar de serpentes
Bálder
da luz, ou
daBáldur - filho
primavera. riadepaz.
Odin
da ealegria
Frigg: e deus ~ermãnico
àa pureza: seu àno;volta do pescoço.
Psiquê que montava
o domesticou com umguaràa
bolo. na porta
Orfeu do infh·
o encambu
irmão Hoedr. cheio de inveja e instigado por Lóki. matou·o: . com sua lira e Hércules <;onseguiu pór·ihe uma coIeira ele·
Hermod. filho de Odin. desceu ao reino de Hei para buscá- vá-Ia até Micenas. /
Ia. mas a deusa dos Mortos disse-lhe que só o deixaria vol- Ceres - divindade latina assimilada à grega Démeter: seu
tar se todos os seres sobre a terra. sem exceção. chorassem nome provém do verbo crescere e ela é a protetora da co-
por ele: Hermod voltou à superficie e constatou que todos. lheita.
à exceção da bruxa Thokk. lamentavam sua morte; Bálder Cerklicing (ou Deving-Gerklicing}- deus eslavo do Campp e
foi, portanto. condenado a nunca mais voltar para o reino do Trigo. a quem eram oferecidos em sacrificio um boi. um
dos vivos. e é por isso que nunca mais o mundo conheceu porco e uma galinha pretos e tonéis de cerveja.
a bondade perfeita. a justiça integral e a beleza pura ... Cibele - deusa anatólia da :-Iatureza; os gre~os a adotarpm.
Belenos - "aquele que reluz". divindade celta equivalente identificando-a a Réia.
ao Apoio romano. Ciclopes - monstros fabulosos_ dotados de um só olho no
Selerofonte - filho de Glauco.e neto de Sisifo. qUJLdomou centro da testa; filhos de Urano ia Céu) e Gaia (a Terra);
o cavalo voador Pégaso e com ele matou a Quimera. mons- forjaram para Zeus o raio. o relâmpago e o trovão; o n/ais

e que vomitava fogo: em seguida. tentou escalar'o Olimpo prendeu Ulisses e seus companheiros dentro de uma ca 'er·
para tornar-se imortal. mas. derrubado de seu cavalo por na. para devorá-Ias: o herói o ce:;ou com uma estaca.
tro com
Zeus. cabeça de
matou-se leão. corpo de bode e cauda de serpente,
na queda. famoso
Circe - deles foi Polifemo,
feiticeira. filho de
filha de Hélios Poséidon
e de Perseis; e em
Toosa.
sua fue
lha
Belisama -·"a que é igual à chama". divindade celta prote- encantada. ela seduzia os homens e os transformava em
tara dos artesãos que trabalhavam~ com '" fogo; equivalente animais; seus ardis foram inúteis contra ülisses: com ele
aproximado daVesta romana. ~ teve Latino. que fundaria na Itália um novo reino.
8estfa - ftlha de um gigante descendente de Ymir; casou- Creonte - filho de Meneceu, irmão de .locasta: ao descobrir ~
se- com Bar, filho de Buri; era a mãe de Odin. Viii· e Vê. que o casamento de sua irmã com Bdipo era incestuoso. ex-
Biereguina - versão eslava das ninfas g<egas. pulsou este de Tebas e governou a cidade até entregá· ia a
Boguink - seres monstruosos que raptavam reclim-nasci- seu herdeiro. Eteocles; quando este entrou em guerra com .,
dos, substituindo-os por crianças disformes; assim se expií-~~: seu irmão Polinice pelo poder. Creonte tomou o partido de
cava o n~~ento
Etormano das crianças
- "lfquele~que defe~;uo~a~.
borbulha-.- Eteocles e. termin~do
dwmdade celta- das ~condenando o cadav.er o~confl~~.
Pollntcafez-lhe funeraissem
a apodtecer suntu<;>sos,
sepliltu-
fontes termais .. ra; como Antigone. irmã doSdOis~-dewbeãecesSê a sua or"-
Srigit - irmã de Oengus. deusa celta do Amor. venerada dem, mandou enterrá· Ia viva; como recusasse devolver aos
pelos bardos e pelos médicos. pois é também a protetora argianos os corpos dos heróis mortos duran te a guerra dos~
dos partos; a primeiro de fevereiro. no dia do 1mbolc, ou Sete Chefes. foi morto. por Teseu.
purificação, celebrava-se a sua festa como padroeira das es, ~Cronos- titã, filho mais jovem de Urano e Gaia •.governou
tações do ano: mais tarde. foi cristianizada pelos irlande-' o Universo antes/da aparecimento dos deuses. que são seus
ses. transformando-se em Santa Brigida. a padroeira da ci-' filhós e de sua irmã Réia; é o deus do Tempo e os romlll.õÓs
dade de Kildare. o associaram ao seu deus Saturno.· .
Sron ou Brân - fIlho do deus maritimo Llyr. harpista e mu- Dagda (contraçâo de Dagodevos) - o "deus eficaz". também
sico, protetor dos bardos celtas; rei das regiões infernais. chamado pelos celtas de Ruad Ro-fhessa. ou "senhor da
podia ressusCitar os mortos com os ftltros que preparava em ciéncia completa": divindade suprema~e benfazeja. sénhor
seu cadinho mágico: cristianizado sob o nome de São Bran- da vida e da morte. e dispensador da abundãncia.
dão, a ele a tradição atribuiu a difusâo do cristianis~o nas Dana ou Dôn - a mãe do panteão celta: na literatura gaélica
ilhas britânicas. ,,_ o conjunto de seus filhos é chamado de Tuatha tê Danann
Srunhilde - uma das valquírias; por ter desobedecido a seu (a tribo de Dana).
pai Odin (Wotanl. foi mergul.hada num sono mál(ico:. o he· Danaé - ruha de Acrisio. rei de Argos; como o oráculo dis-
rói Sigurd (ou Siegfriedl veio, despertá-Ia e tomou-se seu sesSe que seu ftlho destronaria o-avó, Acrisio trancou-a no
amante; mais tarde, acreditando-se traida por ele. BrunhiI- alto de uma torre; Zeus. que se apaixonara por ela. visi.
de casou-se com Gunnar e instigou seu marido a matar Si· ton·a sob a fo,rma de uma chuva de ouro; dessa união nas-
gurdT ao perceber que tudo- não passara de uma trama de ceu Perseu; enfurecido: Acrisio trancou ambos em um cofre
Gunnar para possui-Ia. matou-se e foi incinerada na pira e lançou-os ao mar; más eles chegaram até a ilha-de Sétifos,
funerária de Sigurd_ ~ onde foram salvos por Polidecto.
Suri - nascido do leite da vaca Audhumla. foi pai de Bar Oarzamat - a "mãe dos jardins", divindade protetora dos
e avõ de Odin. o supremo deus germànico. letões. - ~
Cadmo - filho de Agenor e de Telefassa, irmão de Europa; Oazbog - o "disPensador de riquezas"; filho de Sv,*"og,
na Beócia, matou um dragão e. aconselhado por Atenal equivale ao deus grego Hélios. ,
plantou seus dentes. deles nascendo os gigantes que o aju- Oédalo·- de origem desconhecida. mas aparentado à famí~
daram a construir a ciàade de Tebas: foi o inventor do alfa- lia real ateniense; arquiteto e inventor. construiu para o rei
beto fenicio: depois~de mortos. eJe e sua' esposa Harmonia .•. Minas-. de Creta. o Labirinto onde foi encerrado o Minotaú-
foram transformados em serpentes e levados para os Cam- •ro; mais tarde. por ter acobertado os amores ~de Teseu e

pos Elisios.
Caos - não é um deus. mas um princípio, o ào começo con-\ Ariadne.
ftlho. Minas
Icara; para mandoul4>rendê-lo
escapar da prisâo. noDédalo
Labirinto. com asas
fabricou seu
fuso de todas as coisas, do vácuo pre-enstente aos deuses pe cera e penas: mas Icara, entusiasmado por poder voar.
e aos mortais, e do qual tudo se originou; gerou o &rabo., ·quis aproximar-se demais do Sol: suas asas derreteram-se· •
o Dia e a Noite_ . ,. e ele caiu no mar. afogando.se.
Carante - filho de Brebo e da Noite: barqueiro do Inferno. Oekla - para os letões e as eslavos, divindade que embalava.
transportava os mortos através do Estige, desde- que es!!;s) os recém-nascidos.

moeda
lhe pagasse~
debaIXOda
umó?oIo;
língua por
das i55O:.osgregos
cadaveres. : "__
colocavam
'" um~
Cassandra - princesa troiana. fIlha de Priàmo- e Hécuba;
!~ Oémeter·
quando sua --;-ftlha
fllha de C:onos.e.Réia.
Persefone fOi raptadadeusa
por da Al(l'ícul~u.ra;
Hades, retlrou-
se do Orunpo, deixando a terra inteiramente estériL até que
Apolo, para possui-Ia, prometeu-lhe o. àom da profecia; Zeus encontrasse uma solução. dividindo o tempo que Per-
como ela recusou entregar-se após ter recebido o. dom. ele séfo,lle passava sobre a Terra: com sua mãe ou' no Inferno
a puniu condenando-a a que nunca acreditassem em suas com seu marido.
382 MIT9LOGIA

Deving-Usching - deus dos Cavalos: os letões. em sua home- Erda DU Herta - a deusa Terra; teve com Odín as nove \'al-
nagem. atiravam ao fogo pão e toucinho. quírias; sábia e ponderada. era a conselheira do deus.
Diancecht - deus da Saúde e da Cura. equivalente celta do Erebo - filho do Caos e irmão da Noite. é a personificação
Asclépio grego. das trevas; por ter apoiado os Titàs em sua luta contra o
Diáo - filha de Muto. rei de Tiro. e irmã de Pigmalião; OIimpo. foi precipitado por Zeus no Irúemo.
construiu Cartago e reinou sobre ela: acolheu Enéias. por Erinias (as F~rias roman~s) - filhas da Terra fecundada pelo
quem se apaixonou; ao ser abandonada por este. suicidou- sangue d: Urano: mutIlado por Cronos. Alecto. Tisí/ona e
M egera sao as mmlStradoras da VIngança di\'Ína; pDssuem
õi~nisio (o Baco rJ,ano) - deus do Vm'ho. símbolo do poder asas e cabeleira de serpentes; seus castigos se manifestam
embriagador da.. Natureza e da alegria de viver: filho de sob a forma de epidemias, remorso, angústia ou louro,,'
Zeus e Semelê; ensinou aos homens a plantar a uva e a fa- os gregos as chamavam pelo eufemismo supersticioso li;
zer o vinho; seu cp.rro era sempre acompanhado por um cor- Euménides (benévolas). para evitar seu furor.
teio de Silenos .• Sátiras e Bacantes; em Naxos. salvou Eros - uma das forças primordiais que dominam o mundo'
Arladne. que Di(fora abandonada por Teseu. e tomou-a sua seu poder exerce-se sobre todas as coisas vivas; ele e a \'irtu:
de atrativa que leva seres e coisas a se unirem. gerando a
Dioscuros -
amante. designação
\; dos filhos gêmeos de Lada. Câstor vida. Não deve ser confundido com Amor iou Cupido\. em.
(cujo pai era 'findaro) e Pólux (cujo pai era Zeus); de uma bora na fase clássica tenha sido freqüentemente represe..,ta.
afeição fratemállegendária. ambos participaram juntos de do por este; é. essencialmente. a personificação de uma for.
diversas aventuras: a libertação de Helena. seqüestrada por ça abstrata.
Teseu; a caça ao javali de Calidão. e a expedição dos Argo- Esfinge (do grego sphinx, derivado do egipcio shesfankh) _
nautas. Por terem raptado Fibé e Hilera. filhas do rei Leu- pa.{a os egipcios. monstro fabuloso com corpo de leâo e a;.
cipo, foram perseguidos por Idas e Linceu. noivos das mo- beça de homem. ou com corpo de 'pantera e asas de falcão
ças. que os feriram em duelo; Cásror morreu e Pólux, que mas protetor dos justos: embora implacável para com ~
era imortal. sobrevivet:; mas sua tristeza foi tão grande que perversos e os inimigos do Impêrio; ao ser transposto par.
Zeus, seu pai. permitiu-lhe compartilhar sua imortalidade a Grécia. o mito assumiu um caráter de crueldade: a E.o;fi".
com o irmão. permanecendo vivo um dia sim. outro não. ge. metade leão. metade mulher muito sedutora. postou.~
Divirik- um dos deuses do céu. personificação eslava do ar- na entrada de Tebas, e devorava todos aqueles que nâo ron.
co·iris. seguiam resolver o enigma que ela lhes propunha; o linico
Doia - a encamação eslava da Sorte humana; podia ser a conseJ!'Ui-Iofoi f:dipo. que a matou. libertando a cidade
benfazeja ou hostil. e sendo, por isso, convidado para ocupar o trono. vazio du.
Domovlkou Domovõi - os demônios familiares. para os esla- de a morte de Laia.
vos: as almas dos ancestrais. Europa - filha de Agenor, rei da Fenícia, e de TelefaSS4.
Draupnir - o anel mágico dos anães-ferreiros germânicos; irmã de Cadmo; um dia em que se banhava na praia. ZeUA.
tinha o poder de aumentar as riquezas de quem o possuisse. aproxímând,o-se deia metamorfoseado em touro branco.
Eco - ninfa que se apaixonou perdidamente por Narciso; com chifres de ouro em forma de lua crescente. raptou.a.
não sendo correspondida, definhou de tristeza até desapa- levando-a para Gonina. na costa cretense.
recer. só restando dela a voz. que repete os sons nas monta- Faetonte - "o que brilha"; filho do Sol e da oceánide Cli.
nhas. mene; cheio de orgulho de sua origem divina. quis um dia
Edipo - filho de L/lio, rei de Tebas. e de Jocasta; o oráculo guiar O carro do sol; o pai, que lhe tinha jurado conCi'dn
de Delfos profetizou que o fllho do casal seria parricida e o que ele pedisse. não póde recusar: mas ele não foi c.apRI
incestuoso; para evitar o cumprimento dessa predição. Laio de controlar os fogosos cavalos, pondo em perigo todo o uni·
n,andou abandonar o recém-nascido sobre o monte Citéreo. verso; Zeus fulminou-o com um de seus raios, e seu cadswr
com os pés furados por uma al(Ulha e amarrados com uma foi precipitado no rio Erídano.
tira de couro; a criança foi encontrada por pastores. que lhe Fafnar - na mitologia germânica. o filho de Rodmar; mó·
deram o nome de Oidipous (pés furados) e levaram-no para tou seu pai para apoderar-se do ouro e do anel 'de And\'an.
Corinto. cujos soberanos. Polibio e Peribéia, que não ti- transformou-se em dragão para montar guarda. seo tesou·
nham -filhos.~o-adotaram~á...adolescente •..~dipo-con.u)tou TO. mas foi rnor.:to-porSig:u:r:d, que se apcder-ou-d0-2nel.
o oráculo, que lhe repetiu a profecia; horrorizado. ele fugiu Fama - mensageira de Zeus, filha da Terra; possui di\'erb.
de Corinto. temendo matar Políbio; o destino levoli-o ao ca- bocas e olhos e com eles desvenda os segl'edos mais íntimos
minho de Tebas. oncie encontrou-se com Laia, envolveu-se dos mortais.
numa disputa com ele-e, sem saber quem era. matou-o; an- Faunos - divindades romanas dos bosques, equivalente.
tes de entrar na cidade. f:dipo encontrou a Esfmge, ma- aos sátiras gregos; descendentes do rei Fauno. neto de 58.
tou-a e, ao chegar a Tebas, cujo trono estava vazio desde tumo, freqüentemente identificado com Pan; representa·
a morte de Laio, foram-lhe oferecida,s a coroa e a mão da dos com chifres, cauda e cascos de bode.
rainha; dessa união incestuosa nasceram quatro filhos; Feára - mha de Minas. de Creta, e de Pasifaé: quando T••·
anos mais tarde. a peste abateu-se sobre Tebas. e o oráculo. seu. após matar o Minotauro. deixou Creta em companhIa
consultado. revelou que se tratava de um castigo pelo as- de Ariadne. levou-a com eles: no caminho de volu. apaixl).
sassinato de Laio; l1:dipo investigou a morte do antigo rei nau-se oor ela. deixou Ariadne 'na ilha de Nexos. e se~uiu
até descobrir a verdade: ao saber do que acontecera, Jocas- com ela para Atenas; Afrodite castigou-. inspirando· lhe
ta. envergonhada. suicidou-se; f:dipo furou os olhos com o enorme paixão por Hipólito. filho de TeSeu com a Am.
broche de sua esposa e mãe e. expulso de Tebas, andou pe- na; recusada por ele, Fedra o acusou de tentar seduzi·la e
'las estradas mendigando. aoompanhado apenas de sua fi- enÍorcou-se.
lha Antigone: Teseu asilou-o na Ática. mas as Erínias o Fênix - mito de origem egípcia. mas venerado também pe.
atraíram para o povoado de Colona. perto de Atenas. onde 105 gregos: essa ave fabulosa vivia vários seculos: como nit-n
o destruiram. tinha fêmea. o modo de perpetuar a espécie era queim.'· ••.
Electra - filha de Agaménon. rei de Micenas. e de Clitem- em uma pira àe ervas mágicas: àe suas cinzas renaSCIaurn~
nestra; jurou vingar a morte de seu pai. assassinado por Cli- outra fênix: símbolo da imortalidade da alma. e tamberr.
temnestra e Egisto. e convenceu seu irmão mais novo. Ores- do ano que renasce terminado o seu ciclo.
tes. a matar os dois: mais tarde, casou-se com Pilades. o flora - deusa romana da Primavera: ofereceu a Juno uma
melhor amigo de seu irmão. flor mágica que tomaria a mulher fecunpa sem o coneu""'J
Enéias - principe troiano. filho de Anquises e Afrodite; do homem. e ela deu a luz Marte; por essa razão o prnnt"O
após a queda de Tróia. fugiu com seus súditos; em Cartago. mês da primavera da Itália (março) recebeu o nome de~'"
apaixonou-se pela rainha Dido. mas abandonou-a. inspira- àeu&.
do por Hermes, e sel(Uiu para a Itália. onde lançou os fun- Fortuna - a l(Uia romana dos destinos do mundo. dist"·
damentos do povo latino. buindo poder e ·servidão, riqueza e pobreza sel(Undo ••.'"
Eos - personificação da Aurora. filhl' de Téia e Hiperião.
irmã de Hélios e Selene; é ela quem. em seu carro. anuncia caprichos:
do Panteão por isso mesmo
latino: em umauma
mãodas de..,sas
segurA mais ~n:ià~~
a comurop:B oa
a próxima che!(ada de seu irmão. o Sol; teve numerosos es- abundância e na outra o timão com que rege o mundo.
posos e amantes. e deu à luz muitos filhos, entre os quais Freya - deusa germânica do amor e da beleza, equi"aienl'"
Mênon. rei do Egito. " da Afrodite RTega;era ela quem distribuía aos deuses os fru·
Epona - "a cavaleiro": equivalente :celta das Amazonas tos dourados que os mantinham eternamente jovens: o ".
gregas; presidia a fecundidade do solo fertilizado pelas ganle arquiteto que construiu o Valhala quis dormir com
á!;Uas. ela. ",as TOar o matou com uma martelada.
Freyr - filho de Njorth e Skadi. deus germânico da paz e
da prosperidade, irmão de Freya; sua espada movia-se sozi-
nha, desferindo golpes mortais, e sua nave, Skidbladnir,
MITOLOGIA 'l h
ferior, o Reino do Mortos; desposou Perséfone.; a quem se-
qüestrou de sua mãe Démeter.
Harpias - filhas de Taumas e da oceânída Electra. são tres
383

viaiava sem timoneiro. mulheres - Aeló, Ocípetes e Celano - com belas cabelei-
Frigg ou Fricb - esposa de Odin- Wotab e rainha dos deuses
germânicos; divide com o esposo o pOder divino; são co- ras mas horrendos
instrumento corpos de
da crueldade dosaves de rapina.
deuses; que seryem
os romanos de
cc~tul!la-
muns as manifestações de seu ciúme, em conseqüência dos vam assimilá-Ias às Fúrias.
amores de seu marido com as mortais; equivale à Hera gre- Hebe (a Juventus romana) - filha de Zeu8 e Hera; o néctar
ga, mas foi freqüentemente confundida com a Vênus roma- que ela servia aos deuses dava-Ihes a eterna juventude e a
na. t
imortalidade; casou-se com Hércules quando este fpi rece-
Ftá - segundo a teologia menti ta, era o Criador do Mundo;
pôs na terra as formas visíveis, por meio da palavra (o verbo
bido entre os deuses. I
Hecate - filha de Pérses e Astéria. a princípio deusa da Vi-
criador; e do coração (pensamento/emoção); é, junto com tória, depois deusa da Magia e da Adivinhado; reoresenta-
Osiris, considerad:> o pai do artesanato: os artifices o ti- da COmoa mulher de três cabeças, era fniqüentemente con-
nham como padroeiro; casou-se com Secmet e foi pai de siderada como uma sintese de Artémis. Selene e Perséfone.
Nefértum; era representedo sob forma humana, encerrado Hefaistos (o Vu!cano romano) - deus do fogo e ferreiro dos
dentro de'um estojo estreito, como uma múmia em seu Sar- deuses; filho de Zeus e Hera (mas uma tradicào o dá eomo
cófago. filho apenas de Hera, sem o eoncurso de Ze;'sl: como eie
Fylgia ou Fylgjir- na mitologia nórdico-germãnica, a som- tomasse o partido de Hera em uma disputa desta com Zeus,
bra do homem, o seu "duplo", seu "lado escuro"; acredita- o deus dos deuses o atirou do alto do Olimpo nl! ilha de
va-se que, durante o sono, ela poàia libertar-se e agÜ: por Lemnos, e ele ficou aleijado: cesou-se com Afroriile. que o
conta própria: designa demônios interiores que podem cau- enganou com Ares e outros deuses e mortais: foi eie quem
sar grandes males ao homem_ .
Gaia ou Gea - personificação da Terra em vias de forma- forjou
a armadura
o cetrode e.-\quiles
os raiose de Heracles,
Zeus, o tridente
e as armas '* Peleu.
de Ppséidon.
ção. filha de Caos e mãe de Urano, com quem se uniu. dan-
do origem à primeira geração de deuses e monstros: os Titãs trada do Asgard. a morada dos deuses 5ermaIlI s; suas
e as Titânidas, 08 Ciclopes, os. Hecatônquiros, as divinda- constantes disputas com Léki eram vistas pelos 5e, anicos
des marinhas, as Harpias e Caribde. como um SImbolo da eterna luta entre o bem e o m .
Ganimedes - filho de Tros e Calirroé: sua grande beleza fez Heimdall-
Heitor -l1lho"aquele que lança
de Príamo, claros
rei de Tróia. e de gU8rdifda
raios"; en-
Hécub ; esposo
com que Zeus se apaixonasse por ele e o raptasse, levando-o de Andrómaca, princesa de Tebas da Mésia: o maior guer-
para o Olimw; mais tarde, ele recebeu a incumbência de reiro t?Oiano; o oráculo vaticinara que Trõia não cairia en-
servir 80S deuses o néctar e a am brosia. quanto ele vivesse: mas quando ele matou Pátroclo. o ami-
Garm - cão de guarda do reino de Hei, equivalente germâ- go de Aquiles, esse herói retomou ao com bate e 'o matou
nico do Cérbero grego. em um duelo; em seguida, ignorando o pedido de Heitor
Geb - deus da Terra, esposo de Nut, o Céu (em egípcio, de que lhe fosse dada sepultura, Aquiles atou-o a seu cano
terra é masculino e céu é feminino); pai de Osiris, tãis. Seg e deu várias vezes a volta aos muros da çidade. arrastan-
e Nefti; Geb usurpou o reinado de seu pai, Shu, o Ar, quan- do-o atrás de si; o ·corpo de Heitor só foi devolvido depois
-do-este tomeu-se velho demais.--...-'--_· _" _ ~'-
Gefion - "a doadora"; deusa germânica da virgindade, ,qu.e Aquiles
na, que vierase.-ªl1.aixonou
com Pnamo por sua irmãsuplicãI-Ine1que
e-HécuDã mais nov,!, Polixe-
lhes
mas também da fecundidade. permitisse enterrá-Ia ..
Ginnunllacap - o abismo primordial, sem fundo, da cosmo- Hei - rainha do mundo dos Mortos; habita no Nifelheim.
gania germânica; estava cheio de água gelada e nela surgi- a região do frio e da escuridão; como para os germânicos
ram os primeiros seres vivos. a idéia do Inferno não estava associada à de castigo, ela é
Giuki - rei dos anões germânicos chamados Nibelungos; uma divindade benfazeja ..
pai de Gunnar (ou Gunther), Hogni (ou Hágen), Guttorm Helena - f1lha de Zeus metamorfoseado em cisne, e de
e Gudrun. Leda; ela e Pólwc nasceram de um ovo, e eram meiolÍrmãos
Góbannon - deus do fogo, variante gaulesa do Vulcand ro- de Clitemnestra e Cástor; desposada por Menelau, rei de
mano; 08 irlandeses chamaram-no Goibniu. Esparta, despertou paixão em Páris, sendo raptada por ele
Górgonas - três mulheres monstruosas - Euríala, Medusa e levada para Tróia; após a morte. de Páris. casou-se com
e S/eno -, filha8 de Fórcis e.Ceto; têm cabeleira viperina, seu irmão mais novo, Deifobo. mas o entregou a Menelau,
dentes de javali e asas de ouro; seus·olh08 injetados de san- com quem se reconciliou quando este entrou em Tróia.
gue petrificam quem olhe para elas; a mais flrnlosa delas, H.lios - f1lho de Hiperião e TéÚ, irmão de Eios e Selene;
a Medusa, foi morta por Perseu, que lhe mostrou um espe- é a personificação do sol, logo confundido com o deus Apo-
lho, transformando-a em pedra; de seu sangue nasceu Pé- lo-Febo; como é o único deus que pode ver toda'a Terra do
gaso, o cavalo voador. '\ alto do céu, é o único que tudo sabe, e informa aos outros
Gótterdãmmerunl (o "crepúsculo dos deuses) - na mito- de certos segredos; e foi justamente por ter revelado a He-
logia germânica; \i noção de que os deuses não são eternos faistos que Afrodit.e o traía com Ares que a deusa vingou-re
e que, como os homens, estão sujeitos ao Destino; eles mor- dele, inspirando paixões funestas em seus descendentes:
rem, mas do nada surgirá UI!:!mundo novo (ver Ragn.arokJ_ em sua filha Pasifaê e suas netas Ariadne e Fedra. ,
Graças (em grego: Cárites) - fIlhas de Zeus com Afrodite ou Hera (a Juno romana) - filha de Cronos e Réia, irmã e espo-
com a oceânide Eurinoméia; presidem a todos os prazeres sa de Zeus, cujas infidelidades foram causas de disputas
humanos; são três: Aglaia (o Brilho), TáJia (a Floração) e constantes entre 09 dois; perseguiu com ferocidade os filhos
Eufrosina (s Alegria); seus símbolos sào a rosa, um ramo que Zeus teve com as mortais; tomou o partido dos gregos,
de mirto e um par de dados. na guerra de Tróia, para vingar-se de Páris. que nllo lhe ha-
Gréias - ft!has de FórcÍs e Ceto, irmãs· das Górgonas; são via dado o pomo de'ouro: única deusa casada no ()limpo.
trés velhas decrépÍtlls - Enyó, Dino e Pefredo - e só pos- ela é a padroeira do casamento, da fecundidade do casal
suem um olho, que elas passam de uma para a outra; e!'<lm e a protetora da mulher em trabalhos de parto ..
as guardiãs da Medusa. e Perseu teve de roubar-lhes esse Héracles (o Hércuies romano) - filho de Zeus e de Alcmena,
olho para poder penetrar na caverna onde dormia o mons-
~
Gudrun ,r
- filha de Giuki e Grimhild; pediu a sua mã~que .
enfeitiçasse 3jgurd para que ele se casasse com ela.
umaestrangulou
do de jerseu; ainda
descendente~ua'f'erpentes no berço.
que Hera. o recém-nasci-
!1Orciúme~. man~
dara para matá-Ia; !ao crescer, matou o tirano .Ergmo. reI
de Orcomeno, que 'impunha pesados tributos a Tebas. e.
Gunnar ou Gunlher - fllho de Giuki e Grimbild; desejava em recompensa, caSOU-58com Megara, filha do rei Creonte;
Brunhilde e convenceu Sigurd, que estava enfeitiçadofpor mas .Hera, para vingar-se. enlouqueceu-o, e ele matou a
um filtro, a assumir sua semelhança para conquistá-Ia,em mulher e os filhos; recuperando a razão e percebendo o que
seu lugar_ .• fizera, ele foi, a conselho da Pitia de Delfos, procurar o rei
Guttorm - filho de Giu.ki e Grimhild; a pedido de Bnrhil- . Euristeu, de Tirinto, que lhe impós doze trabalhos jturifica-
de, que se julgava traída, matou Slgurd. , tórios: i) matar o leão de Neméia (com sua pele. ele fez o
Gwydion - deus civilizador e propagador das artes; os gale- manto com que passou a se vestir); 2) matar a hidra de Ler·
ses o veneravam como· mestre da· eloqüéncia, da magia e na, que tinha nove cabeças; 3) capturar vivo o javali do Eri-
das artes guerreiras. manto: 4) capturar viva a corça de Cerinia. que tinha chi-
Hades ('0 Plutão romano) - filho de Cronos e Réia; quando fres de ouro e pés de bronze; 51 matar os pássaros carnívoros'
o mundo foi dividido em trés partes, coube-lhe a região in- do lago Estinfale; 6) limpar as cavalariças gigantescas do
MITOlOGlA .•
rei Áugias. da E;lida (ele o fez. desviando o cu.."50dos rios através dll!loda a Grécia. atravli;sou o Bósforo e chegou depois
Alfeu e Peneu); 7) capturar o touro branco de Creta. que até o Egito. onde voltou a sua forma humana e deu a luz
devastava as colheitas da iiha: 8) capturar os cavalos carní. Efapos, pai de Danaides; no Egito era identificada com a
voros de Diomedes, rei da Trácia; 9i roubar o cinto mágico deusa Isis.
de Hipólita, rainha das Amazonas; 10) capturar·os bois do lris - filha de Taumas e de Electra. mensageira. serva e
gigante Geríâo; 11) colher os pomos de ouro das Hespérides. confidente de Hera; ligação entre os deuses e os homens,
frútos mágicos que davam a vída eterna; 12) raptar do In- é simbolizada pelo arco-íris.
ferno o cão Cérbero. seu guardião. Após uma série de outras tsis - filha de Geb e Nut, e irmã e esposa de Osíris; segun-
aventuras. Héracles casou-se, em Calidão. com a jovem De- do uma tradição extravagante. uniu-se a seu irmão enquan-
janira; durante uma viagem. o centauro Nessa tentou vio· to ambos ainda se encontravam no ventre da mãe, e já nas-
lentar sua mulher, e ele o matou a flechadas; antes de moro ceu grávida de Hórus; depois que Set matou seu marido.
rer. Nessa entregou l! Dejanira, um filtro envenenado; mais ajudada por Tot e Naftis ela conseguiu, com o sopro de suas
tarde, ao saber que Héracles Ilje era infiel com 101e.ela em- asas. restituir-lhe a vida; quando Osíris. renascido mas li.
bebeu com esse filtro uma vesttmenta do herói: ao envergá- mitado a só viver no outro mundo. partiu para O além, ela
Ia. ele morreu queimado; segundo a tradição. Zeus o arre- criou Hórus nos pântanos do delta do Nilo: dizia-se que as
batou para o Olimpo. onde lhe concedeu a imortalidade. cbeias do rio deviam-se ás lágrimas da deusa. que chorava
Hermafrodita - filho de Hermes e Afrodiie, cujos nomes por seu marido; representada geralmente como uma m1:l-

compÕem
xão a ninfao seu; de uma que
Salmácis. en«fie
'/lediubeleza, inspiroupara
aos deuses fortenunca
pai- outra um vaso.
Iher com cornosera
de avaca.
deusatendo
da Natureza,
numa máoe seu
umculto
sistraex~n.
e,pa
mais os separarem; estes juntaram os dois amantes em um diu-se por diversas regiões, atingindo a Grécia através de
só corpo. criando um andrógino, isto é, um ser dotado de Alexandria, e chegando a Roma e à Gália.
dois sexos. Ith - divindade celta do' Reino dos Mortos.
Hermes (o Mercúrio romano) - filho de Zeus e Maia e neto Ithunn ou iduna - mulher de Bragi; deusa de grande beleza,
de Atlas; desde pequeno manife-stou dotes de argúcia, pou- era a guardiã germánica dos frutos dourados da juventude.
cos escrúpulos e um imoderado gosto pelo dinheiro; é repre- Jano - rei do Lácio; por ttv dado acolhida a Satumo, que
, sentado com um capacete alado e com asas atadas aos cal- Júpiter expulsara do céu, recebeu o dom de conhecer o pas-
canhares: mensageiro dos deuses, protetor do comércio. era sado e o futuro; representado como uma divindade bifron-
venerado também como inventor do alfabeto, da música te, era um dos deuses mais respeitados do Panteão romano,
(eie fabricou uma lira no casco de uma tartaruga e com ela protetor da cidade de Roma e·nume tutelar do primeiro mês
encantou o deus ApoIo, que o perdoou por ter-lhe roubado do ano (januarius = janeiro).
seu gado), da astronomia e da ginástica; era também o pa- Jasão - filho de f:son, rei de 10lcos. e de Alcímede; foi edu-
droeiro dos oradores, por sua facilidade em persuadir pela cado pelo centauro Quíron; seu pai foi destronado por Pé-
palavra. lias. mas este prometeu a Jasão que devolveria o remo a'
Hermod - filho de Odin; foi ao reino de Hei tentar recupe- seu pai, se ele lhe trouxesse o tosão de ouro da cabra Amal-
rar Bálder para o mundo dos vivos. téia. que estava em poder do 1;l!ida Cólquida; Jasâo organi-
Hestia (a Vesta romana) - filha de Cronos e Réia, encarna- zou a expedição dos Argonautas, roubou o tosão e trouxe
ção do fogo sagrado nos templos e na lareira doméstica. pro- consigo Medéia. a feiticeira, princesa de Cólquida; depois
tetora das famílias. símbolo de perenidade religiosa e da de vingar a morte de seu pai, que Pélias tinha mandado
continuidade civilizadora. matar. ele foi para Corinto. onde se apaixonou por Creusa, ,
Himeneu - filho de ApoIo e de uma das Musas, é o deus filha do rei Creonte; repudiou Medéia para casar-se com
do Casamento; é representado com uma coroa de rosas e ela, e a feiticeira. para vingar-se. mandou à rival um vesti-
tendo nas m.ãos a flauta e o archote nupcial. do envenenado e depois matou seus próprios filhos; enlou-
Hipnos - irmão gémeo da Mor\<!. ele é o deus do Sono; pos- quecido de dor:Jasão suicidou-se.
sui asas nas témporas. e voa em socorro de quem não conse- Jumala - para os finlandeses, a divindade que personifica-
gue dormir; seu atributo é a papoula (a flor de cujas semen- va o céu.
tes-extrai-se o ópio), Jurasmal - a "mãe do mar", divindade protetora dos le-
Hipólilo - filho de Teseu e da amazona Hipólita (ou da tões.
Kebsnaul - divindade egípcia com cabeça de falcão que ze·
a~zonai\n&Q.ne)~n.?agrou-S!'
se casar; pare vingar-se da forma ~como
Artémis e jurouo nunca
ele tratava amor. lava pelo bom funcionamento do fígado e da bexiga.
Vénus inspirou a Fedra, segunda esposa de seu pai, uma
paixão furiosa por ele; rejeitáda. eJa o acusou de tentar se- Kéterada- criação;
água o Sol Nascente, ~urgidopara
a noite, viajava da primeira
o Amenti;massa
para de
os
duzi-Ia: Teseu o expulsou de Atenas e pediu a Poséidon que egipcios representava o ciclo de nascimento. morte e ressur-
o castigasse: o deus fez sair do mar um monstro que o devo- reição. e seu sim bolo é o escaravelho ..
rou. Knef ou Knúfis - nome sob o qual os egípcios adoravam o
Hoenir - na mitologia germánica. filho de Bur. um dos Princípio Criador do Mundo.
criadores de Askr e Em bla, o primeiro casai humano: era Knum ou Knêmu - deus criador da vida. gerador de todas
o companheiro de Odin e Loki em suas viagens pelo mundo. as espécies viventes, guardião das nascentes do Nilo. e o
Holde - também chamada Berchta: deusa germánica da oleiro que modelou O ovo do qual provém toda a vida; tem
Morte; é um desdobramento da figura de HeI; ela é quem a forma de um bomem com a cabeça de carneiro provida
visita as casas ceifando as viàBê.
Horas - Talo. Carpo e Auxo são filhas de Témis e Zeus e de
Kónsu
cornos
ou Kênsu
duplos. - filho de [fl.mon e Mut; deus egípcio da
presidem à ordem da natureza e das estações.
Hórus - deus do. Dia. filho de Osiris e Isis, representado de
Luaum e protetor
homem com contracabeça
os espíritos
~e falcãomalignos;
encimadatempelo
a forma
disco
como um jovem com cabeça de gavião; freqüentemente de prata da lua. I
identificado com o Sol. sob o nome de Rã-Haracti: padroei-
ro do rei. era comum dizer-se que o faraó do Egito era o Kurke
pigas -e podia
di\wdade agrícolaoil~slava,
danificá-Ias que se éescondia
protegê-Ias; nas dos
o gorgulho es-
próprio Hórus encarnado. cereais. e os camponeses tenta\"am a.paziguá~lo com ceri-
larovil- o "senhor severo", deus prussiano da ~erra. mônias propiciatória,. I
Ifigênia - filha de Agaménon e Ciitemnestra; Artémis. que laocoonte - sumo-sacerdote' de Anojo em Tróia: advertiu
retinha a frota grega em Aulis, impedindo-a de partir para seus concidadãos do perigo de intrOduzir na cidade o cavalo
Tróilt. exigiu que ela lhe fosse sacrifica da ; seu pai concordou. de madeira; mas uma serpente, mandada por Atena, saiu
atraindo com isso o furor de Clitemnestra; mas no último do mar e o devorou e a seus dois filhos: os troianos viram
instante a deusa perdoou Ifigénia e levou-a para Táuris, nisso um sinal de que os deuses queriam que o presente dos
transformando-a em sacerdotisa; mais tarde seu irmão Ores- gregos fosse aceito.
tes aportou em Táuris, reconheceu-a e fugiu dali com ela. lares - nome genérico que os romanos davam aos espíritos
llrua - filha de Zeus e Hera. deusa da Maternidade: seu dos ancestrais. que permaneciam denrto de casa protegen-
símbolo é a tocha acesa. imagem da vida nascente. do seus descendentes.
10 - filha do rei 1naco: Zeus, seu amante. transformou-a laukamal - a "mãe do ca~po". divindade protetora dos
em novilha para que Hera não descobrisse sua infidelidade; letões.
a deusa, entretanto, exigiu que o animal lhe fosse consagra· laukosargas - deus prussiano-eslavo, guardião dos trigais.
do e mandou que Argos a vigiasse com seus cem olhos; Her- leda - filha de Téstios, rei da Etólia; casou-se com Tínda-
mes a libertou desse cativeiro. mas Hera mandou-lhe então ro. destronado do reino de Esparta. e deu-lhe dois filhos:
uma vespa. que a ferroou de tal forma que a novilha fugiu Cástor e Clitemnestra; na njesma época, Zeus, que se apai-
MITOlOGIA 385

xonara por ela, aproximou-se dela duranta o banho, meta- alguém; não agüentando guardar o segredo, o barbeiro
morfoseado em cisne; em conseqüência dessa união, Leda abriu um buraco no chão e gritou para dentro dele que o
pós um ovo do qual nasceram Pólux e Helena. rei Midas tinha orelhas de burro; no lugar cresceram juncos
I Lêmures - para os romanos, os espectros malignos dos mor- que, agitados pelo vento, r~tiam essa frase, logo ouvida
1< tes, que voltam para atarrorizar os vivos; durante sua festa, por todos; segundo outra tràdição, Midas pediu a Dionísio
a Lemúria, todos os tamplos eram fechados, os casamentos que lhe concedesse o dom de transformar em ouro tudo que
eram proibidos, e as pessoas batiam, durante toda a noite, tocasse; mas não põde mais alimentar-se, pois toda a comi-
em vasos de bronze, para afugentá-Ias. da que tocava transformava-se em ouro; para se puriiicar,
Lato (a Latona romana) - fUba de Céios e Febê; amante de banhou-se nas águas do rio Pactolo, cujo fundo ficou cober-
Zeus, teve com ele dois gêmeos: Artémis e ApoIo; persegui- to de pepitas de ouro ..
da por Hera, fugiu para uma ilha deserta, onde. após nove Midgard - o "país do meio'~, inteiramente cercado pQr um
dias de sofrimento, deu à luz as duas crianças; a ilha trans- oceano. onde morava a Serpente do Midgard, filha de Lóki,
formou-se então numa das mais belas do arquipélago, e fe- monstro terrível que constantemente ameaÇava os deuses,
cebeu o nome de Delos (a Brilhante). e que foi morta por Thor durante o "ragnarok"; o Midgard
Libitina - velha divindade romana do mundo subterràneo; é a morada das Homens, isto 'é, a Terra.
comumente assimilada à Morte. Min - o equivalente egipcio do Pau grego, personificação
Llud ou Núdd - o "mão de prata", um dos filhos de Dana. do principio do prazer e da criação da vida; tem em uma
no qual se identificam, por sincretismo. alguns traços do mão o chicote. simbolo do poder, e com a outra segura o
Júpiter romano; era o padroeiro de Cãer Llud (castelo de falo efete; o corpo é untado com uma graxa feita de betume
L1ud), o primitivo povoado existenta no local onde mais. e carvão vegetaL
tarde surgiria Londres .. Minas - filho de Zeus e Europa, e rei de Creta; por ter-se
llyr - o Oceano, pai de Brôn e de Manannàn; os celtas cha- recusado a fazer um sacriiicio a Poséidon, o deus castigou-o
mavam-no de L1ediaith, "aquele cuja palavra é confusa". inspirando em sua mulher Pasiiaé uma paixão bestial por
Lókiou Loge - filho de Farbauti ("aquele que bate para fa- um touro; o fruto dessa união foi o Minotauro, que ele man-
zer nascer o fogo") e Laufey; deus gtlralmente associado ao - dou trancar dentro do Labirinto, e que mais tarde foi morto
fogo; seu espírito está em constante movimento: conselhei- por Teseu; após sua morte, foi escolhido por Hades para ser
ro dos deuses, pode também voltar-se contra eles; gosta de um dos juízes do inferno.
metamorfosear-se e costuma assumir as mais variadas for- Moíras (ás Par.cas romanas) - deusas do Destino, filhas de
mas; sua malícia não tem limites e, conhecendo todas as' Zeus e Temis; eram três: Cloto, que tecia o fio da vida, Lá-
fraquezas dos deuses e dos homens, serve-se delas sem es- quesis, que determinava seu comprimento, e Atropos, que
crúpulos; é mentiroso e desleal. o cortava; os romanos as associaram às três parcas - Nona;
Lopemat - a "mãe do gado", divindade protetora dos le- Décima e Morta -, que eles chamavam de trio foto (os três
tões .. ~~
Lug - deus do Sol. chamado pelos celtas de Láhm-fhâda
-destinos)",," -t - -
Mokos ou Mokusa'- divindade eslava que protegia as fian-
("o dos braços longos"); é um deus benéfico, mas sua irradia- deiras e os carneiros que iam ser tosquiados; em sua honra,
ção é tão forte que quem o olha no rosto é fulminado: ferreiro, dependuravam-se nas janelas mechas de lã.
carpinteiro, poeta, músico, guerreiro e mágico, ele êchamado Morfeu - um dos filhos de Hipnos; percorre o mundo e toca
de Samhildãnach ("senhor de todas as artes"); com o ar; os mortais com uma papoula para adormecê-Ias; em segui-
co-iris atira suas flechas mágicas, que perseguem o inimig!. da, assume formas humanas e aparece para quem dorme;
áté matá-Io. os sonhos são essas aparições do deus.
Lucina - deusa romana do parto, identificada com Juno. Moschel- a "mãe dos rebanhos", divindade protetora dos
Maat - filha de Rã, encarnação da Verdade, da Justiça e letões.
do Equilíbrio do Universo; representa não só a Ordem Uni- Musas - as nove filhas de Zeus e de Mnemosina (a Memó-
versal (a coesão das coisas entre si) mas também a Ordem ria), que presidem às artes, são: Colíope (poesia épica).
Etica, que determina os comportamentos humanos. Ctio (história), Eroto (poesia lírica e erótica), Euterpe (mú-
Manannân ou Manawydan - filho do deus marítimo L1yr; há..- sica), Melpômene (tragédia), Polímnia (poesia sacra),
bil agricultor e mágico temível; fabricou um capacete cha- " Terpsícore (dsnça), Tá/ia (comédia) e Urânio (astrono-
mejante, uma couraça invulnerável e um manto que o tor- mia); acompanham Apoio em cortejo, e por isso o deus cos-
nava invisível. tuma ter o nome de Musageta.
Manes - os romanos davam esse nOme à alma dos mortos, Musllelsheim - o "país do fogo"; os germãnicos diziam que
especialmente dos ancestrais. de sua união com o Niielheim tinham surgido o mar, a tarra
Mârsias - um dos silenos, a quem se atribui a invenção da e a água dos rios.
harmonia frigia; desafiou Apoio para um concurso de flau- Mut - deusa-mãe do Céu, mulher de Amon, deusa da ma-
ta; os juízes foram as Musas, que deram a vitória s ApoIo, temidade; tinha a forma de uma mulher com cabeça de
e o rei Midas, que votou em Mársias; ApoIo, enfurecido, abutre; desdobrou-se, no sul do Egito. na imagem de Nec-
castigou Midas dando-lhe orelhas de burro, amarrou Már- het, protetora dos partos, icfentificada mais tarde, pelos
iias a uma
lIlater árvore
Matuta e o esfolou.
- primitiva divindade romana da fecundida' •• gregos,
Narciso com sua do
- filho deusa I1íthia. na Fócida, e da ninfa Liríope;
rio Cefiso,
d,;' apaixonado por sua própria beleza, viu-se refletido numa
Medéia - filha do rei Aietes, da Cólquida; ajudou Jasão a fonte e desejou possuir aquele jovem tão belo; diante da im-
apoderar-se do tosão de ouro e. em gratidão, ele casou-se possibilidade disso, transformou-se numa planta aquática,
com ela: acompanhou-o a lolcos, na Tessália, e a. Corinto, para poder eternamente contemplar-se na água.
onde teve dois filhos, Feres e Mérmeros; mais tarde, Jasão .Nav - demônio nascido das almas dos mortos precoces ou
, apaixonou-se por Creusa, filha do rei Creonte. e repudiou, iías mulheres mortas solteiras; os russos, búlgaros e eslovê-
Medéia para casar-se com ela; louca de ciúmes, a íeiticeira Diosfaziam sacriiicios para apaziguá-Io.
ofereceu a Creusa um vestido envenenado que lhe queimou .; Néfertum - filho de Ftá e Secmet. deus do calor do sol nas-
todo o corpo, matando-a; depois matou seus dois filhos e cente, símbolo da força geradora; representado como um ja-
fugiu para Atanas, num carro puxado por dois dragões ala- • vem sobre cuja cabeça paira uma chama em forma de lótus.
dos. l Néftis ~ irmã e esposa de Set; ajudou lsis a praticar os rl-
Meidin - deus-Iebre, divindade florestal dos lituanos cujo' tuais ql!e devolveram Osíris à vida,
cuil:o prolongou-se até o século XVL Neit - uma das deusas mais antigas do Egito; representa
Menelau - ftIho de Atreu. irmão de AgamênQn e rei de Es- a água, elemento primordial de que tudo surgiu; inventou
parta; sua mulher, Helena, foi raptada pelo principe Páris, a arte de tecer e é a padroeira do sono; sob o nome de Neit-
de Tróia; par.a libertá-Ia, Menelau organizou uma coligação me, foi associada à Atena grega.
de principes gregos. Nêmesis - filha da Noite, ela foi às vezes confundida com
Mezamat - a "mãe dos bosques", divindade protetora dos uma das Erinias; mas sua vingança não é cega: ela impede
letões. apenas que os mortais excessivamente orgulhosos tantem
Mezavirs - o "homem silvestre" dos letões, divindade igualar-se aos deuses. e pune os que, por terem recebido em
cruel; para apaziguá-Ia, sacrificava-se uma cabra nas en- demasia um determinado dom, vangloriam-se dele; encar-
cruzilhadas. na um princípio de moderação e sobriedade .
. Midas - rei da F,-ia, famoso por sua irreflexão: o único Nereidas - cinqüenta divindades maritimas, filhas de Ne-

'a barbeiro,
saber quea ele
quem ele orelhas
tinha ameaçara de morte
de burro se o revelasse
(ver Mársias) era seua iamosas
reu ídeusforam Anfitrite.
do mar anterior espos. de Poséidon.
a Poséidon) Galatéia.
e de Dóris; ",r
as mais
\
386 MITOLOGIA

quem se apan:onou o ciclope polifemo. e Tétis, mulher de dos vivos; mas como Eurídice se lamentasse de que ele não 1
Peleu e mãe de Aquiles. a amava mais. pois nem mais a olhava. não resistiu à tenta.
Nibelungos - na 'mitologia germânica. um povo de anões ção de contemplá-Ia e ela tornou a morrer.
possuidor de grandes tesouros. e que era dominado por Osíris - íllho de Geb e Nut, deus do Mundo do Além e Juit
Giuki. dos Mortos; casou-se com sua irmã lsis e reinou sobre o Egi.
Nikê - a personificação da Vitória. representada como uma to, ensinando a seus súditos as técnicas agrícolas e todas
mulher alada; era uma das denominações de Atena. as artes úteis à vida; seu prestigio encheu de inveja seu ir.
Ninfas - designação genérica das di,'indades femininas da mão Set. que sublevou contra ele 72 principes e o matou;
natureza. filhas de Zeus e do Céu; dividem-se em nereídas seu corpo foi atirado no Nilo. dentro de um sarcófago. que

(mar). náiades
(bosque). oréíades(rios) •• dríades napéías
(montanhas), (florestas), hamadríades
(vales) e meUades foi duas
as encalhar em Nedil.
praticaram tIm onde foi encontradQ
complicado ritual epor lsis eapieda.
Amon, Néftis;
(tronco dos freixos). _ do. mandou em su~'ajuda o deus Toth. que com seus sorti·
Níobe - filha de Tántalo e esposa de Anfion. teve sete filhos légios o ressuscitou·; Osíris partiu então para o Reino dOE
e sete filhas; ofendeu Leto. escarnecendo dela por só ter Mortos. do qual tol1l0u-se deus; era representado com ums
tido dois filhos, Artémis e ApoIo; irritAda, Leto pediu a seus mitra ou um globo sobre a cabeça, um bastão na mão es-
filhos que matassem os de Níobe; esta, ao vê-Ias agonitan- querda e o chicoik na' direita; às vezes. em lugar da cabeça

um
tes, foi
rochedo
tomada
do de
qual
um brota
tal desespero
uma fonte,que asedetransformo,v
suas lâgJmas
em consagrada
humana. empresta
.. 1m-lhe a do gavião; '.a hera lhe estava
eternas. Pales - deusa rotpana-dos pastos e dos rebanbos, protetora
Njôrth - na mitologia germânica. o pai de Fl-eya e de dos pastores.
Fl-eyer. deus da Fecundidade. da Riqueza e da Paz. Pan - divindade alcádica. protetor dos pastores e dos reba·
Nomas - as três fi~eiras. 'i'quivalente germânico das nhos, deus da Fecundidade e da potência sexual; metade
Moiras e das Parcas; n,sceram da fonte Urd, da água da homem metade bode. era brutal em seus desejos e aterrori·
vida, e chamavam-se Urdur (o passado), Verthandi (o pre- zante em suas aparições (de seu nome provém a palavra
sente) e Skuld (o futuro). "pânico"); mas era também médico e músico e inventou
Nu ou Nun - personificação egípcia do caos primordial, re· a siringe, a flauta pastoraL
presentado como um del1s andrógino e autogerado, capaz Pandora - "a que possui todos os dons'.'; mulber de grande
de, sozinho, produzir prole. beleza. criada pelos deuses para punir os mortAis por seu
Num - o deus supremo para os sarnciiedos; personificação orgulho; Epimeteu. o irmão de Prometeu, casou-se com ela:
do Céu. havia uma jarra que, segundo a instrução dos deuses. nun·
, Nut - filha de Shu e de Tefnut, esposa de Geb; personifi- ca poderia ser aberta; Pandora. curiosa de conhecer. seu
cação egípcia da abóbada celeste; representada como uma conteúdo, abriu-a; dentro dela estavam todos os males;que
mulher cujos pés apóiam-se no levante, o corpo arqueia-se se espalbaram pelo mundo; só a Esperança ficou guardada
por cima da terra e a cabéça vai repousar no poente; ou en- no fundo da jarra.
tão. como uma grande vaca erguida sobre a terra e em cujo Páris-- filho de Priamo e Hécuba de Tróia; sua mãe aban,
dorsQ'navegam os astros; a tradição dizia que todas as noi- donou-~ sobre o monte Ida.- pois tivera o sonbo premonitó.
tes ela engolia Rã, seu filho. o Sol, e lhe dava à luz de novo rio de que ele traria a desgraça à cidade; mas ele foi recolhi-
pela manhã; os cinco dias que se acrescentam aos 360 do do pelo pastor Agelau, que o criou e confiou-lhe a guarda
ano comum foram, segundo uma lenda de Heliópolis, ga- de seu rebanho; ainda pastor,· ele foi escolhido por Zeus
nh,?s por ela num jogo de dados com Totb - e. durante es- para o julgamento do pomo da Discórdia: durante o casa·
ses,cinco dias, nascer.am seus filhos: Osíris.Jsis. Set e Néf· mento de PeJeu e·Têtis, a deusa Bris, que não tinha sido
tis. convidada. atirou entre os convivas uma maçã de ouro, com
Nyia - para os poloneses a divindade infernal, equivalente a inscrição: "A Mais Bela"; Páris tinha de decidir entre
ao Hades grego. Hera, Atena e Afrodite; a primeira·prometeu-lhe o dominio
Nyx - a Noite, divindade primitiva Que representa a escu- d~ toda a Ásia;.a segunda, a glória na batalha; a terceira
ridão primordial; filha do Caos, ela se uniu a seu irmão :E:ré- disse que lhe daria a mais bela mulher do mundo e foi a
bo e teveÉter ~(oar) e Hé,!pera (a luz). esta que ele conferiu a vitória; Afrodite cumpriu sua pro-
Oceano -'toda
presidiu elemento primmcliãl;-anterior
a Criaçãô; ao~mundo
filho de Urano e Gaia, e qu"_~me'§',,ª,;.P-ª-r!s
é a personi- foi levado de
pai como embaixador volta a Tróia, e mandado Helena.
a Esparta.--{)nde~conheceu por seu

de filhas, as oceânides. ninfas do mar, a guerra entre os gregos e troianos; Afrodite, que recebera
Odin - tembém chamado Wotan; é o deus supremo dos o pomo, foi favorá~l. aos troianos, e Hera e Atena. despre- .
getmánicos. senhor da magia, da ciência e da poesia; mas zadas por Páris, ajudaram os gregos; no final da guerra, Pá: '
ti também o senhor dI! guerra, e o condutor da ':Caça selva- ris conseguiu matar Aquiles, ferindo-o no calcanhar; fOi .
ficação a do
gem", poder criador
cavalgada da água;
fantástica que. com Tétis teve
nas noites centenas
de tempeste· mulher
morto pordeFilocteto.
Menelau; raptou-a, fornecendo o pretexto ~para

I
I'C

de. percorree oo céu


adivinhos. comdas
senhor ruido estarrecedor;
runas. a escritA émágica
o padroeiro dos
dos ano- Penélope
e de ninfa- Peribéia.
filha de casou-se
lcário. irmão de Tíndaro
com Ulisses. de Esparta.
de ltaca. a quem

fonte Mimir, perdeu um dos olhos; freqüentemente assu· retorno de seu marido e, para desencorajar os pretendentes
mia forma mortal. e ssim fundou e raça dos Volsungs. de à sua mão, disse que só se casaria após terminar uma moro
que descendem Sigm md. Sigoy e Sigurd. talha para seu sogro Laertes: mas desmanchava durante a
gos germanos;
Oengus - filho em
de Dt~ca
gda do direitode de
e irmão beberdi,indade
Brigit: nas águascelia
da deu um
noite filho, Telêmaco;
o trabalho que fizera esperou
de die. durante vinte anos pelo •
do Amor:
ros e, comoseus beijo{transíormavam-se
Orfeu. em pássaros
sub música atraia homens e animais.cano· Perséfone
foi raptada (apor
Proserpina romana)
Hades, que - filha
a levou para de Zeus e Démeter:
o mundo subterrá-
Opet - deusa egipcia da Maternidade e da Amamentação. neo; mas o desespero de sua mãe. que trazia para a terra
que era representada/cem corpo de bipopótamo erguido so- a aridez. fez com que Zeus fizesse um acordo com Hades:
bre as pates traseires', e com grandes seios pendentes. Perséfone deveria ficar com ele seis meses, e passar os ou·
Orestes - filho de Agaménon e Clitemnestra; Quando seu tros seis com Démeter; ela é o sím bolo da morte da vegeta·
pai foi assassinado, IElectra consel[Uiu escondê-Ia e mandá· ção no inverno. e de seu retomo durante o verão; é represen·
10para a casa de seu tio Estrófio. na Fócida; ali, ele fez am;- tada tendo nas mãos uma papoula. que lembra o sono
zade com Pilades. que o acompanharia peJo resto da vida; anual da terra.
a conselho de ApoIo. voltou e Micenes e vingou a morte do Perseu - filho de Zeus e de Danaé; seu avô trancou-o den-
pai: mas os deuses. horrorizados com seu matricídio. man- tro de um cofre com sua mãe. e lançou-os ao mar, mas eles
daram es Erínias para enlouquecê-Io. apartaram na ilha de Sérifos. onde foram recolhidos pelo
Orfeu - filho de Eagro. rei de Trácia. e da lDUsa Caliope; rei Polídeto; adulto, o rei exigiu que Perseu fosse combater
músico e poeta, in~entor da lira de nove cordas, com a qual a Medusa; Atena emprestou-lhe suas armas e ele derrotou
era capaz de doma~ as forças naturais; participou da expe- o monstro; libertou Andrômeda, que ia ser sacrificada a Po-
dição dos Argonautas e. viajando pelo Egito, iniciou-se nos sêidon. e desposou-a; transformou em montanha o gigante
mistérios do templo de {sis: quando sua mulher, a driade Atlas, mostrando-lhe a cabeça :da Medusa: libertou sua
Eurídice. morreu. recebeu de Zeus a permissão de ir buscá- mãe, que Polideto queria seduzir; por acaso matou seu avô.
Ia no Hades:
seguiu domqu
que sue mulherCérbero e asdevolvida.
rbe fosse Fúrias commas
sua com
lira ae con-
con- Acrísio,
rei cumprindo
de Tirinto. apósa profecia do oráculo
sua morte (ver Danaé);
transformou~se em feito
uma
dição de não olhar para ela antes de ter chegado ao mundo' constelação. '
I
MITOLOGIA 387

Piereplut- deusa eslava da Fortuna. o trono a seu avô Numitor; decidiram depois edificar uma
Pioruna - deus eslavo dos Raios e'das Tempestades. cidade no local onde tinham sido abandonados; mas uma
Plêiades - filhas de Atias e Plêione. essas sete irmãs - Maio, disputa sobre a construção fez com que Rômulo matasse
Electra, Taigeta, Astérope, Aférope, AteiaM e Celeno - fo- Remo; a cidade construída, Roma, tomou-se o asilo de to-
ram transformadas em estrelas. após se suicidarem de triste- dos os bandidos d't região, e estes raptaram as mulheres de
za pelo cljstigo que Zeus infligira a seu pai. um povo vizinho, ós sabinos; para poder constituir sua des-
Polunitsa - ser antropomorfo que os eslavos acreditavam cendência: após 33 anos de reinado, RômuJo foi arrebatado
surgir no meio dos turbilhões que precedem as tempesta- para o céu por seu pai.
des; equiyalia ao daemon meridiaTUls dos latinos. Rusallla - a ondina eslava, alma de uma donzela morta ano
Pomona - ninfa etrusca dos frutos e das flores. esposa de tes de se casar.
Verlumno; o casal envelhece e rejuvenesce ciclicamente. à Sampsapellervoinenj - para os finlandeses, o deus das Se-
imagem das estações do ano. menteiras ..
Poseídon (o Netuno romano) - deus do Mar. filho de Cronas Sátiros - divindades dos bosques e das montanhas; homen·
e Réia. esposo áe Anfitrite; gerou criaturas monstruosas. zinhos hirsutos, de orelhas pontudas e com pequenos chi-
como o ciclope Polifemo; ajudou a construir as muralhas fres nas frontes e um rabinho de cabra; simbolizam. com
de Tróia, mas como os troianos não lhe ficaram gratos seu comportamenlÓ desregrado, a força expansiva e descon·
apoiou os gregos durante a guerra; mas auxiliou o troiano trolada da natureza.
Enéias. evitando que este iosse morto durante uma temoes- Saule - o Sei. mãe doa lituanos; o princípio dispensador da
ta~ .. Vida.
Pravo - divindade eslava áo Direito. Secmel - a deusa-leoa. chamada a "Poderosa". eSDosa de
Priapo - tilho de Dionísio e de Afrodite. foi deformado.'w Ftá e mãe de Nefértum. o deus-lato; representa;"a ã mani-
nascer, ppr Hera, que tinha ciúmes de sua mãe; "SeUculto festação da Fúria cio Olho de Rã e destruía os inimigos do
localizou-se em Lamosaca_ onde Afrodite o abandonou; re· Sol; podia, entretanto, ser benfazeja, se fosse apaziguada
presentado como um' homem disiorme cujo falo está ereto: com rituais apropriados; seus sacerdotes formavam a mais
é o deus da fecundidade das plantas e dos animais. antiga corporação de médicos e veterinários do Egito ..
Pripegal- deus eslavo identificado com o Priapo grego. Selene - tilha de Hiperion e Téia e irmã de Hélios; personi-
Prometeu - filho de Japeto e de Climene. irmão de Atlas, fica a Lua; durante a noite, percorre o céu em um carro de
Me!}écio ~ Epimeteu, esse gigante fez. com um bloco de ar- prata; amou Endimião e obteve dos deuses que ele fosse
gila misturada com água, o primeiro homem; em seguida, mergulhado num sono que o mantinha eternamente jovem.
roubou dp carro do Sol uma centelha de fogo, para dá-Ia Sereias - Partênope, Leucósía e Lígia, filhas de Aquelous
aos homens; por essa tentativa de igualar os mortais aoa com Terpsícore, Melpómene e Forcis. tinham corpo de ave
deuses, ele foi punido; Zeus fê-Ia acorrentar sobre.o Cáuca- e cabeça de mulher; moravam na costa da Sicília e atraíam
so e ordenou que sua águia lhe roesse eternamente o fígado:
_Héracks·o.libercteu,matando-a águia. - - - '-. --o ~ os·
~es.na~eg~nJes coml seus cantQ~..~f~_~ejld.p':.Qs..naufragar
noa
Psiquê - ciumenta da beleza dessa princesa, Afrodite orde- Sei - irmão de Osiris, a quem invejava, e a quem matou;
nou a Cupido que lhe inspirasse uma paixão pelo mais feio a encarnação do mal, representado como uma mistura fan.
e desprezível dos homens; mas o deus, tomado de amor por tástica de asno, porco, girafa e hopopótamo.
ela, levou-a para um palácio suntuoso, onde a visitava to- Shu - o Ar na mitologia egípcia: com o braço erguido, sus.
das as noites. na escuridão; sua única exigência era a de tenta a cúpula celeste acima da Terra, separando Geb de
que ela nunca lhe tentasse 'Ler o rosto; instigada por suas Nut; fói destronado por seu filho Geb: é seu sopro lu~ino"o
irmãs, ela quis, uma noite, identificar seu amante adorme· que infunde vida às criaturas da terra.
cido; ao perceber que era o próprio Amor, sua mão tremeu Siem ou Siemarg - deus eslavo do Lar e da Família.
de·susto, e uma gota de óleo da lãmpada caiu-lhe no ombro, Sineir - rei dos gados; matou Volsung e seus filhos, raptou
despe.rtando-o, e ele desapareceu; para obter o perdão de Signye forçou·a a desposá-Ia; mas Sigmund escapara a, Ia.
Afrodíte, ela trabalhou como sua escrava, cumprindo diver- calizando a irmã, libertou-a e teve com ela Sinfiotli; anos
sas tai;efas consideradas impossíveis; tinalmente, apazigua- mais tarde. pai e filho mataram Siggeir, que continuava
da, a deusa perdoou os amantes e permitiu sua união eterna; perseguindo-os para recuperar Signy.
Psiquê ê o símbolo da alma humana, purificada pela paixão Sigmund '- filho de Volsung, neto de Rerir; recebeu de Odin
e pelas desventuras,que,no amor, encontra a felicidade eter- a espada mágica Gram: com sua irmã Signy, teve Sinfiotli;
na. e com sua esposa Hjordis, teve Sigurd.
Rã ou Ré - o Sol dos. egipcios, chefe do Reino dos Mortos Sigurd - filho de Sigmund e de Hjordis: após a morte de
e Grande Juiz (cargos que depois cedeu a Osiris); algumas seu pai, foi educado por Regin; matou Fafner. libertou Bru·.
tradições o desdobram em três figuras: Kéfera,. o sol nas- nhilde do sono mágico e prometeu-lhe casamento; mas
cente, Rá, o sol a pino, e Hátum, o sol poente, que deixa Gunnar, que desejava a valquiria, fez com que Sigurd, que
a Barca do Dia para repousar na Barca da Noite. bebera um filtro mágico que o fizera apaixonar-se por Gu-
Radogost - deus adorado pelos poloneses, que era uma va- árun. fosse buscá.l~, como sua noiva; Brunhilde, sentindo-
se traída pelo herói. instigou Guttorm a matá-Ia durante
rian~ local
Ragn'arok - do Svarog eslavônio.
o "destino fatal dos deuses" na con,cepção ger- uma caçada.
mánica; destruição [mal do mundo dos deuses lNlma enor- Sleipnir - o cavalo de Odin: tinha oito patas e nenhum obs.
me batalha entre estes e os gigantes; só sobreviveriam dela táculo poderia detê-lo.
alguns deuses menores; depois, um casal humano, Lif e Siteno - filho de Pan; educou o jovem Dionísio, cujo cortejo
Liithrasir, repovoaria o mundo. sempre acompanhava; embora sábio. era jovial e voluptuo-
Rauni - deus finlandês da Fecundidade. so li tinha enorme preguiça de se servir de seus talentos.
Silvano - deus romano dos bosques; inicialmente venerado
Regin - e tornou
Sigurd anão-ferreiro
a fundir filho
para de
ele Rodmar;
a espada foi o pa<\tasto
de seu wF. de sob a forma de uma árvore, tomou depois imagem humana.
Rêia - filha de Urano e Gaia, essa titánide é a mã\', de Hes- e foi assinalado a Pan ou a Faunus; era brincalhão e mali·
tia, Démeter, Hera, Hades, Posêidon e Zeus; seu' marido. cioso. gostando de pregar peças em quem atravessasse seus
Cronos, devorava t.odos os filhos recém-nascidos; ela escon- bosques em horas tardias.
deu Zeus, dando a Cronoa uma pedra embrulhada"em uma Sísifo - rei de Corinto, filho de .E:olo; por ter revelado aos
fralda; allSimilada à Cibele da Ásia Menor, fot adorada mortais alguns mistérios divinos, foi condenado por Zeus
como a Grande Mãe em toda a região mediterranea e no a levar eternamente para o alto de uma colina um rochedo
Oriente Próximo. que, ao chegar ao topo, se desequilibrava e rolava de volta.
Rhea Sílvill - fiha de Numitor. rei de Alba Longa; seu tio Sucelos - "aquele que bate com força"; divindade celta
Amúlio usurpou o trono e obrigou. a fazer-se vestaL para equivalente ao Silvano romano: às vezes dizia-se que era
impedi-Ia de dar herdeiros ao trono; mas ela foi seduzida casado com a deusa silvestre Nantosuelta.
pelo deus Marte, e teve os gêmeos Rômulo e Remo. Suditski - para os tchecos, os óóDemónios da Fortuna", os
ROjenitsa - 'para os eslavos e croatas, a divindade que presi. espíritos da fatalidade.
dia a fatalidade'do destino humano. Svantevitch - o "senhor forte", deus eslavo policéfalo, deus
Rômulo e ~emo - fIlhos de Marte e de Rhea Silvia; seu tio da Guerra e do Destino e de cujos caprichos dependia a vin·
Amúlio abandonou-os li margem do Tibre. onde eles foram dima.
amamentados por uma loba: encontrados pelo pastor Fáus- Svarog ou Svarozits - deus eslavo do Sol e do Fogo. equiva-
(ulo, q* os criou, depois de adultos eles voltaram a Alba lente do Hefaistos grego; era costume atirar para o ar pu-
Longa, oIlde depuseram o usurpador Amúlio e devolveram nhados de grãos, na epoca da colheita, para apiacar sua ira.
I
------A~----------------------------------------- hlI10l0GIA
.
Tânat05 - filhu da l'oite e irmão de Hipnos: é o mensageiro
da morte. luta com oa Ciciope:
cambaIs, traveSSIaa dO,~treIto
passagem p~la
aas terrado"Lestrigôn!o;
Sereias' os períodOS ~
Tântaio - filho de Zeus e da ninfa Pluto. e rei da Lidia; que ·passou com a feIticeira Clrce e a mnfa Cahpso; de volta
por ter revelado aos mortais alguns mistérios divinos. foi a Ítaca. onde Penélope continuava a esperá-.lo, matou os
condenado a ter eternamente sede. ao lado de um regato. pretendentes à mão de sua mulher e viveu feliz com ela até
sem poder satisfazer-se. a velhice; é famoso por sua astúcia e inteligência.
Táranis - "aquele que troveja", divindade celta do Raio e Urano - a personificação do Céu; marido de Gaia. foi pai
da Tempestade, às vezes assimilada ao Júpiter romano. dos Titãs; um deles, Cronos, mutilou-o e destronou-o.
Tefnut - a deusa-leoa egipcia. irmã e esposa de Shu e mãe Vainamonen - variante finlandesa do mito de Orfeu; feitio
deGebe Nut. ceiro que inventou a citara e com ela encantou animais e
Teiavel - para os lituanos. o ierreiro Que forjou o Sol e o Dlantas.
atirou no espaço .. Ílalquiria - "a que escolhe os guerreiros"; fIlhas de Odin e
Erda. tinham o encargo de recolher, 'no ••ampo de batalhá.
Térnís
mãe das- filha
Horas.de das
Urano e Gaia,
Moiras. da uma das do
Ninfas, es~as de Zeus;
ff'idano e das os mais bravos guerreiros mortos em combate, e de levá-Ios
espérides; personificação da ordem estabelec'da e das leis para o Valha Ia, a Sala dos Guerreiros Mortos; a preferida
que regem a justiça. de Odin era Brunhilde; mas ela o desobedeceu, ajudando
Teseu - filho de Posêidon e de Etra, mulher do rei E"eu o rei Agnar contra Hjalmgunnar, que era o favorito de
de Atenas; participou da expedição dos Argónautas e teve Odin; enfurecido, ele a mergulhou num sono mágico. em
cima de um rochedo cercado de fogo. do q\laJ ela SÓseria
umajudado
e, iilho. HipÓlíto. com aque
por Ariadne, rainha das um
lhe deu Ama~1;: foipermitia
fio q·~e lhe a Creta libertada por Sigurd-Siegfried ..
encontrar a saida do Labirinto. matou o Minotauro; casou- Vejamat - a "mãe dos ventos •••.divindade protetora dos le-
se com Ariadne, mas abandonou-8 em Naxos e CasoU-SE tões.
com sua irmã Fedra, Que conceberia por Hipólito uma pai. Ventos - filhos de Eos e Astreos, seu rei é Eolo; são eles:
xão destruidora; foi com Piritous ao reino das Somhras Boreu (o vento do norte, que os romanos chamavam Sep-
para libertar Persêfone. mas sentou-se na cagelra do esque- têntriol, Euro (do sudoeste - Volturno),. Nom (do sul -
_ cimento e perdeu a memória; Héracies IibertOlJ·o e ele re- Auster) e Zé/iro (do oeste - Favônio). \
tomou a Atepas; o suicídio de Fedra e a morte brutal de Vertúmnio - divindade etrusca que representava as modifi.
Hipólito. entretanto. o desgostaram e. renunciando ao tro- cações ocorridas na natureza (de vertere - mudar).
no. ele se refugiou em Scyros. onde.o rei Licomedes mandou Vesta - deusa romana do lar. assimilada à Héstia romana;
assassiná-lo. não era representada por uma estátua, ma~ pelo fogo. seu
Tétis - filha de Urano e Gaia, uniu-se ao Oceano e foi mãe símbolo vivo. mantido aceso por suas sacerdotisas, as ves-
das Oceãnides e de diversas fontes e riachos que iertiliza· tais, que eram enterradas vivas se traissem seu voto de cas-
ram toda a natureza. tidade.
Titânides - fIlhos de Urano e Gaia; são seis homens; Ocea· Volsung - filho de Rerir e pai de Sigmund; seus descenden·
no. Céios, Crias: Hiperion, Japeto, Cronos. e seis mulheres; tes ioram chamados os Voisungs.
Tétis. Téia, Témis. Mnemosina. Febe e Réia; os titãs rebe· Wode - nas crencas germânicas primitivas, era o Demônio
laram-se contra Zeus. e sua guerra - a Titanomaquia - do Furor. eondutÓr da "Caça Selvagem": mais tarde, ioi as·
foi terrível; mas Zeus venceu·os e precipitou-os no Tártaro. similado a Odin. com o nome de Wotan.
lhor ou Doner - filho de Odin e Erda. e grande guerreiro: Yggdrasil - na mitologia germànica. o Freixo, a árvore do
carregava o Mjollnir, o martelo mágico. e era chamado de mundo, cujos galhos estendem-se por todo O universo; seu
o "Extelminador de Gigantes" ou o "Barba Ruiva"; os gero tronco brotou do corpo de Ymir. o primeiro gigante, morto
manos dizem: ao ouvir o trovão. que Thor atravessava os por Odin; alimenta·se com gotas de hidromel, que caem do
ceus em seu carro puxado por bodes. dando grandes marte- céu sobre ela. e com a água das fontes em que suas raizes
ladlls nas nuvens; às vezes era identificado coj!Í o Hércules estão mergulhadas; a Urdo de onde nasa;ram as Nornss; s
grego. Hvergelmir, que está no Nifelheim, o' mundo subterrãneo;
lhrym - gigante que roubou o Mjollnir. exigindo. para de· e a Mimir, que está em Jottunheim. a moradados gigantes;
volvê-Ia. a posse da deusa Freya; Thor vestiu-se de mulher, numerosos animais vivem à sua sombra: um galo de ouro
recuperou ~u martelo e matou-o. vigia o horiwnte, uma águia pousa sobre os galhos mais aJo
tos. a serpente Nidhoggr devora suas raizes. a cabra Hei-
.-J0th.:::-=~~!!!pcio
., ta (era o1>aaroelro dosda escribasl.
~aE~doria separou
e da ~!!ja: criou a esc;i~
aSlíngUirs.êUi15o- 'íffi:ifi pastll-a" siia"folliagem;'e quatro-cerVõSSãgrãã;;s--
rau as primeiras leis, inventou os números e as operaçõe"s
matemáticas e era considerado pelos sacerdotes como "a comem suas
subindo folhas, por
e descendo ramos e casca;manténJ
seu tronco, o esqtiilo Ratotosket.
a discórdia en·
lingua de Ftá", isto é. a expressão verbal peJa qual o deus tre a águia e a serpente; ela morreria, destruída por eles,
dá existéncia ao Universo; aparece tambêm como "o cora- se as águas de Urd não lhe infundissem eterna juventude.
ção de Rá". ou a essência do pensamenio criador; era repre· Zempat - o "senhor da terra"; para os prussianos eslavos
sentado como um homem com cabeça de íbis coroado com o protetor do gado e o guardião dos trigais.
o símbolo lunar; os gregos associaram-no a Hermes Trim€- Zeus - na origem apenas o deus dos fenômenos atmosféri·
gisw e ele comparece com freqüencia nos rituais hermótl- coso acabou se impondo pelo iato de ser venerado, por todos
cos e esotéricos. os povos do arquipélago grego, como o deus supremo; filho
Triglav - deus tricéfalo da Pornerimia ocidental: equiva- de Cronos e Réia. sua mãe salvou·o de ser devorado pelo
lente local de Svarog: suas três cabeças simbolizavam seu
poder sobre à Céu, a Terra e o Inferno. Amaltéia. cujo pêlo. em recompensa, ele ransformou em
Tueris - a deusa-hipopótamo egipciaT protelora das gestan- ouro (o chamado Tosão ou Velocino de uro): jé adultú,
tes; sua representação assemelha·se à de Opet. destronou seu pai. e fê-lo vomitar seus irm - s. que ele tinha
Tutatis ou Teutates - o "deus da tribo" (tuath-tis). orinci- devorado;
pai, como sua soberania
os outros sobre
filhos; ioi osamamew,dO
deuses foi consolidada
pela cábra
paI divindade celta; parece que cada tribo gaulesa linhs o
seu Tutatis: adorado de modo diverso. e sob denominacáes Hera. que
através da guerra
lhe deuvitoriosa
Ares, Hebe
contra
e Ilithia.
os giga.n~s;
mbs leve
casou-se
tambem
com
diierentes: Albiorir (rei do mundo), Caturir (rei dos comba. outras amantes divinas e mortais, que lh~ deram filrios deu·
tes). Lutetius (o brilhante), Rigisamos (O majestoso). ele.: ses ou semiàeuses; para aproxirnar·se da~ n1ortalE- Bse.umiu
as vezes era assimilado também ao Marte romano, sob o formas àÍversas: touro (Europa). clsnp (iJ~da L chu\"a de
nome da Mati-Tutati. OUTO {DanaéJ, ou a semelhança de Anfitrião. marido de Ak-
Tutiorix - 'Vei protetor"; di\'indade celta de natureza as- mena; foram os seguintes os seus descendfntes: l} a'WtfVJ$
tral, freqüentem ente confundida com Belenos-Apolo. - com Métis. Atena; com Têmis, as Horas e as Moir.s:
Tyr - um dos deuses da guerra. fIlho de Odin; era freqüen- com EurÍnome. Cárites; com Mnemosina. as MusaF.; com
temente assimilado ao Marte romano. Lete, ApoIo e Artémis: com Démeter. Perséfone: 2) múrtaÚ'
Ulísses (também chamado Odisseu) - filho de Laertes e Anti· - com Alcmena, Héracles; com Antíope. AnÍ10n e Zetos;
eléia, reis de Ítaca; sua mãe era descendente de Hermes: com Calisto. Arcas: com Danaé, Perseu; com Egina. Eaco;
Quis casar-"" com Helena, mas Tindaro deu-a a Meneiau com Electra. Dardano. lasião e Harmonia; com Europa.
·e. em cons61ação, ele recebeu Penélope, filha de lcàrios: Minos. Sarpedão e Radamante; com 10, apafos; com Lao·
pouco depois do riascimenm de Telêmaco. Ulisses partiu dàmia. Sarpedon; com Leda, Helena e 09 Dióscuros; com
para Tróia. onde ficou dez anos; foi ele quem imaginou o Maia, Hermes; com Níobe. Argos e PeJasgo: com Pluto,
estratagema do cavalo; seu retomo a Ítaca demorou outros Tãntalo: com Semelê, Dionísio; e com Tai"eta, Lacedern&-
dez anos; entre as aventuras que teve de enfrentar estão a nio.

Você também pode gostar