Você está na página 1de 6

o seu orçamento ronda os que, no mínimo, implica um "descon- tradicionallíder deste segmento. segmento abaixo.

Por exemplo, este


vinte mil euros, mais coisa to" de 750 ou 1000 euros na factura O novo Opel Meriva é um carro Meriva 1.3 CDTI 75 cv Cosmo custa
Se menos coisa, e precisa de um
carro versátil com espaço para
final. Beneficiando do "know-how"
da Renault neste tipo de veículos e
que até o marketing da marca ale-
mã tem dificuldade em posicionar:
21 300 euros de preço base (19 950
euros para o Enjoy), exactamente
a família, os pequenos monovolumes com o "preço por metro quadrado" por dimensões eequipamento tem mais trinta euros do que o carro que
que procura, até porque,
são a solução mais baixo deste comparativo (ainda sérias pretensões a concorrer
com os completa esta trio, o Kia Venga 1.4
como qualquer um dos nossos prota- reforçado pelo facto de a marca francesa Citroen C Picasso e Renault Scénic,
4 CRDiISG9OcvTX. O Venga também
gonistas emite menos de 130 g/km de ser uma das, comercialmente, mais mas a opção pelo motor 1.3 CDTI está disponível com motor de 75 cv,
CO2, podem ser adquiridos ao abrigo agressivas com os benefícios ao abate), de 75 cv permite-lhe ostentar um a partir de 18 270 euros no nível I.X
do programa de abate de veículos, o oGran Modus 1.5 dCi Dynamic S é o preço competitivo com os carros do e mais 1000 euros para o EX.
<

o
2

O OPEL DO ALI BABA de habitabilidade são equivalentes às bancos dianteiros desportivos.


A especialidade do Meriva são as portas do espaçoso Kia. Os materiais são os Graças ao volante regulável em altura
traseiras"suicidas" que proporcionam melhores e o desenho do tablier inspi-
rado no Insígnia e Meriva remete-nos
e profundidade, bem como aos bons
ao abate 1
um acesso ao interior tipo gruta do Ali bancos (os melhores do trio), o Meriva
Baba: exigem algum hábito, sobretudo

para sair, mas passada essa fase de


aprendizagem o acesso é, de facto, mais
para um ambiente mais dispendioso e
tecnológico que o Kia e o Renault não
conseguem igualar. Esta impressão ain-
também é aquele em que se revela mais
fácil e intuitivo obter uma boa posição
de condução. Porém, é precisamente
fe? t °H
abate
5
oí«w
c
Os par *
fácil. Uma vez lá dentro, o Meriva é o da é sublinhada pela lista de opcionais na condução que este Meriva falha,
que proporciona a melhor qualidade que inclui extras como as jantes de 18 pois os 75 cv do 1.3 CDTI, apesar de
de vida a bordo, ao passo que as cotas polegadas, os faróis direccionais e os todo o seu voluntarismo, são ma- ¦*
nifestamente insuficientes para os em velocidades de cruzeiro, o que se

cerca de 1400 kg do Meriva, deixando reflecte num ruído de funcionamento


o monovolume da Opel no limiar da menos evidente e nos melhores con-
submotorização -
o Meriva suplica a sumos em auto-estrada -o Venga é
plenos pulmões pela versão de 95 cv o único com Start/Stop, o que nos
montada no Astra, a qual só estará permite parar nos sinais e ficar a escu-
disponível mais tarde. Outro indicador tar o matraquear dos motores Diesel
do excesso de esforço a que os 75 cv dos carros que nos rodeiam... Quanto
estão submetidos está nos consumos, ao comportamento dinâmico, o Kia
de longe os mais elevados na utilização destaca-se pelos comandos leves (tem
diária, até porque, para tentar dar a direcção que exige menos músculo)
algum ânimo ao Meriva em utilização e pelas reacções progressivas, embora
citadina, o Opel monta a caixa com as seja ligeiramentemenos preciso do que
relações mais curtas. Em contrapartida, o Meriva a velocidades elevadas.

ajudado pelas jantes de 17 polegadas Os interiores não possuem a mesma


e pelamaior distância entre-eixos, o aparência "topo de gama" do Opel, mas
Meriva é o que possui o chassis mais os materiais são bons (nesta motori-
preciso e dinâmico deste lote, com os zação que só está disponível no nível
níveis de aderência mais elevados e o TX, o Venga tem bancos em pele e
melhor controlo de carroçaria. tecido entre o equipamento de série), a

montagem rigorosa e, apesar de ser uns


PERFORMANCE KIA bons 20 cm mais curto, o bom aprovei-
O motor de 1.4 de 90 cv do Kia é o tamento do espaço permite-lhe revelar
mais despachado, no que também é cotas de habitabilidade equivalentes
ajudado pela caixa de seis velocidades. às do Meriva. Como monovolume,
Esta não só é a mais precisa e rápida onde o Venga falha é na modularidade
no manuseamento (também revela dos interiores, não possuindo coisas
o tacto mais oleado, mérito de uma como os bancos traseiros deslizantes

sincronização mais conseguida), como do Opel ou os alçapões de arrumação

permite baixar o regime do motor do Renault. Simples, eficiente e sem -?


invenções, com o bónus de oferecer seguir ao ritmo do Kia resultam num
uma garantia imbatível: 7 anos ou 1 50 aumento importante dos consumos. Por
mil quilómetros. outro lado, a suspensão mais branda
implica maiores transferências de mas-
ECONOMIA RENAULT saem curva, o que torna a traseira do
O Grand Modus é o líder do segmento, Grand Modus mais sensível ao aliviar
com a economia, tanto de compra do acelerador em apoio. As reacções
como de utilização, e o conforto de são suficientemente progressivas para
rolamento a funcionarem como os serem fáceis de controlar, mas enquanto
grandes alicerces dessa liderança. nos seus dois rivais contamos com o
O 1.5 dCi de 85 cv é o motor mais dis- ESP entre o equipamento de série, no
ponível abaixo das 2000 rpm, sendo o Renault este é uma opção (considerada)

que denota o menor atraso de resposta que custa 300 euros.


ao acelerador, sobretudo com cargas
de acelerador mais reduzidas. Esta OPÇÕES VARIADAS
característica, somada à visibilidade O Kia Venga ganha novamente porque
dianteira que não é prejudicada pelo é um produto muito consistente, sem
pilar A (nos seus dois rivais este é falhas óbvias, com uma garantia imba-
demasiado inclinado e provoca mais tível e que capitaliza pontos nos pontos
ângulos mortos), faz do Grand Modus fracos dos rivais. Por exemplo, o Meriva
o mais fácil de conduzir em cidade. é o melhor carro, com mais inovação e
A disponibilidade do motor também requinte, mas falha clamorosamente na
beneficia os consumos numa utilização motorização, ao passo que o económico
urbana e suburbana. e confortável Grand Modus perde no
Quando se sai para viagem é que se espaço disponível mas, convém não
tornam evidentes algumas limitações, esquecer, pelo preço base dos seus dois
com a caixa de apenas cinco velocida- rivais, podemos optar pela versão de 105
des a aparecer como um "handicap" cv! E aí... é outro comparativo.
face às seis velocidades e 90 cv do
Pedro SILVA
Venga, sendo que as tentativas de psilva@motorpress.pt