Você está na página 1de 13

Ana Paula Geraldo

Projecto de Pesquisa Cientifica

Curso de Licenciatura em Ensino de Química com Habilitações em Biologia

Universidade Rovuma
Extensão de Cabo Delgado
2020
Índice
Introdução....................................................................................................................................2

1.1. Tema..................................................................................................................................4

1.1.1. Delimitação do tema......................................................................................................4

1.2. Problematização................................................................................................................4

1.3. Justificativa.......................................................................................................................5

Objectivos....................................................................................................................................5

Objectivos gerais..........................................................................................................................5

1.3.1. Objetivos específicos.....................................................................................................5

1.4. Hipóteses...........................................................................................................................6

2. Fundamentação Teórica........................................................................................................6

2.1. Conceitos...........................................................................................................................6

2.2. Importância do material didáctico.....................................................................................7

2.3. A função do material didáctico em relação ao professor..................................................8

3. Procedimento Metodológico.................................................................................................8

Tipo de pesquisa...........................................................................................................................8

Técnicas de colecta de dados.......................................................................................................9

Amostra da pesquisa....................................................................................................................9

Cronograma................................................................................................................................10

Orçamento..................................................................................................................................11

Referencia Bibliográfica............................................................................................................12
Introdução
O ensino de química, igualmente ao que acontece em outras Ciências Exactas, ainda tem gerado
entre os estudantes uma sensação de desconforto em função das dificuldades de aprendizagem
existentes no processo de aprendizagem. Comummente, tal ensino segue ainda de maneira
tradicional, de forma descontextualizada e não interdisciplinar, gerando nos alunos um grande
desinteresse pela matéria, bem como dificuldades de aprender e de relacionar o conteúdo
estudado ao quotidiano, mesmo a química estando presente na realidade.

Nesse contexto, verifica-se a necessidade de falar em educação química, periodizando o processo


ensino/aprendizagem de forma contextualizada, problematizadora e dialógica, que estimule o
raciocínio e que os estudantes possam perceber a importância socioeconómica da química, numa
sociedade tecnológica.

O material didáctico pode ser entendido como instrumento e produto pedagógico utilizado em
sala de aula, especificamente como material instrucional que se elabora com finalidade didáctica.
(FRITAG, 1989).

Sendo assim o presente projecto tem como tema: Impacto da Insuficiência do Material
Didáctico na Disciplina de Química: Caso Escola Secundária de Montepuez (2020 – 2021).

Tem como objectivo geral analisar o Impacto da Insuficiência do Material Didáctico na


Disciplina de Química na Escola Secundaria de Montepuez e especificamente identificar as
causas da insuficiência do material didáctico na disciplina de Química, descrever as implicações
pedagógicas da insuficiência do material didáctico de Química e propor medidas para aquisição
do material didáctico na disciplina de Química.

Portanto, o material didáctico na disciplina d Química é de importância fundamental para uma


aprendizagem significativa, desde que sejam utilizados como meio e não como fins em si
mesmos, por professores que conheçam de facto a realidade na qual estão actuando,
possibilitando ao aluno um estudo mais dinâmico, ampliando a capacidade de observação do
mundo que o rodeia e a construção de sua autonomia.

Ora, qualquer que seja o trabalho de pesquisa, obedece uma certa estrutura que permite uma
melhor compreensão dos factos que serão abordados e, este não foge da regra, sendo assim
estruturado da seguinte maneira: capa, folha de resto, desenvolvimento, conclusão e referência
bibliográfica.

Contudo, toda actividade a quando a sua realização é imprescindível o uso de um método que ira
constituir o elemento fulcral para a captação da informação que se pretende obter. É neste
contexto que a metodologia a ser utilizada para elaboração deste projecto será a entrevista,
questionário e revisão bibliográfica.

1.1. Tema

Impacto da Insuficiência do Material Didáctico na Disciplina de Química: Caso na Escola


Secundária de Montepuez (2020 – 2021).

1.1.1. Delimitação do tema

Delimitar é indicar a abrangência do estudo, estabelecendo os limites extencionais e conceituais


do tema. Para que fique clara é precisa a extensão conceitual do assunto, é importante situa-lo em
sua respectiva área de conhecimento, possibilitando, assim, que se visualize a especificidade do
objecto no contexto de sua temática (LEONEL, 2002). Neste contexto, delimitando o tema fiaca.
“Impacto da Insuficiência do Material Didáctico na Disciplina de Química na Escola
Secundária de Montepuez (2020-2021). E enquadra-se na linha de pesquisa da Didáctica de
Química”

1.2. Problematização

Segundo LAKATOS & MARCONI (1992:159), problema é “ uma dificuldade, teórica ou


prática, no conhecimento de alguma coisa de real importância, para a qual se deve encontrar uma
solução”. Neste estudo, a indisciplina constitui a dificuldade da qual se procura a solução.

A qualidade de um aluno se faz não só pelo professor e sim pelo apoio de ensino que ele recebe
para o aprendizado, e isso acontece através da existência de materiais didácticos. Além de ajudar
para que os alunos se formem profissionais de qualidade e que aprendam realmente o conteúdo
sem eu seja decorado, ajudam também os professores para que tenham uma base no conteúdo a
ser ensinado.
Nas aulas onde o professor ensina o conteúdo e em casa o aluno faz exercícios e leitura
complementares. Caso o aluno não tenha compreendido a matéria de ensinar do professores ele
pode ler o livro com o método de ensino diferenciado e ler texto de apoio ao assunto estudado.

Portanto, o principal papel do material didáctico é auxiliar tanto ao professor como o aluno. Se
questionarmos sobre a diferença entre a aprendizagem com o material didáctico e sem ele, a
resposta é simples: o exercício do aprendizado. Então, uma vez que os alunos não possuem
material didáctico na disciplina de Química e a escola não tem biblioteca onde os alunos de vez
em quando poderiam fazer leituras complementares para auxiliar a compreensão do conteúdo
estudado, e nem tem um laboratório de Química, coloca-se a seguinte questão: Qual é o impacto
da insuficiência do material didáctico na disciplina de Química na Escola Secundária de
Montepuez?

1.3. Justificativa

De acordo com GIL (1995:145), justificativa consiste na apresentação de forma colara e suscita,
das razoes de ordem teórica e, ou pratica que justificam a realização da pesquisa de natureza
cientifica ou académica, a justificativa deve indicar os estágios de desenvolvimento dos
conhecimentos referentes ao tema.

Foi no âmbito de o autor estudar na Escola Secundária de Montepuez na qual teve o contacto
directo com objecto de estudo, notou-se que a Escola não possuíam o material didáctico de
disciplina de Química que possibilitasse acessar um conjunto de referência básicas de
informações sobre o que estavam a estudando, a escola não possui biblioteca e nem laboratório
de Química.

Portanto, o material didáctico permite a integração das aquisições que pode ser vertical, quando a
conexão dos saberes se dá antes e depois de uma disciplina.

Objectivos

Objectivos gerais
 Analisar o Impacto da Insuficiência do Material Didáctico na Disciplina de Química:
Caso na Escola Secundária de Montepuez.
1.3.1. Objetivos específicos
 Identificar as causas da Insuficiência do Material Didáctico na Disciplina de Química;
 Descrever as implicações pedagógicas da insuficiência do material didáctico na disciplina
de Química;
 Propor medidas que possam contribuir para aquisição ou obenteção do material didáctico
na disciplina de Química.
1.4. Hipóteses

Na óptica de Gil, (2002:31) “ Hipótese é a proposição estável que pode vir ser a solução de um
problema, ou resposta provisória ao problema científico”. É resposta provisória ao problema ou a
relação entre duas variáveis. E as hipóteses desta pesquisa são:

 A falta de recursos financeiros pode contribuir na insuficiência do material didáctico na


disciplina de Química.
 A insuficiência do material didáctico na disciplina de Química pode influenciar
negativamente no PEA.
2. Fundamentação Teórica
2.1. Conceitos

De acordo com FREITA (2007:21), “os materiais são todo e qualquer recurso utilizado em um
procedimento de ensino, visando à estimulação do aluno e à sua aproximação do conteúdo.”

Segundo FREIRE (1996),

“Recursos didácticos são todos os recursos físicos, utilizados com maior ou


menor frequência em todas as disciplinas, áreas de estudo ou actividades, sejam
quais forem as técnicas ou métodos empregados, visando auxiliar o educando a
realizar sua aprendizagem mais eficientemente, constituindo-se num meio para
facilitar, incentivar ou possibilitar o Processo Ensino e Aprendizagem.”

O livro didáctico é um elemento da cultura escolar, ou seja, como um material que contribui para
a constituição de “um conjunto de conteúdo cognitivo e simbólico que, seleccionados,
organizados, normalizados, rotinizados, sob o efeito dos imperativos de dinamização,
constituem habitualmente o objecto de transmissão deliberada no contexto das escolas”
(FORQUIN 1993:167)
2.2. Importância do material didáctico

Apesar dos avanços tecnológicos e da enorme variedade de materiais curriculares, actualmente


disponíveis no mercado, o livro didáctico, continua sendo o recurso mais utilizado no ensino
escolar.

Actualmente, ele coexiste com diversos outros instrumentos como quadros, mapas, enciclopédia,
audiovisuais, softwares didácticos, internet, dentre outros, mas ainda assim continua ocupado um
papel central (FREITAS, 2008).

Essa centralidade lhe confere estatuto e funções privilegiadas n medida em que é através dele
que o professor organiza, desenvolve e avalia seu trabalho pedagógico de sala de aula. Para o
aluno, o livro é um dos elementos determinantes da sua relação com a disciplina (CARNEIRO e
tal., 2005).

O livro didáctico tem importância na prática pedagógica diária por ser suporte teórico e pratico
para o aluno, instrumento de apoio para o professor e por constituir uma organização possível do
conteúdo a ser ensinado. Trata-se, portanto, de uma forma de sistematização dos conteúdos a
serem trabalhados em sala de aula.

Para atingir o cumprimento dessas funções, o material didáctico deverá possibilitar ao aluno as
condições para a construção do conhecimento e a aquisição de métodos, atitudes e hábitos de
trabalho e vida, a partir de uma proposta pedagógica que lhe atribua um papel activo num
processo de acção e reflexão.

Esse processo deve promover a aquisição de novos conhecimentos a partir da integração entre o
que é o proposto para estudos e as suas competências individuais, com base na síntese,
integração e transferência.

Esse processo deve envolver a resolução de situações – problemas significativas e próximas de


situações de vida profissional, social ou pessoal, bem como a responsabilização do aluno na
avaliação das suas aprendizagens e produções e na interacção favorecedora de conflito sócios –
cognitivos.
2.3. A função do material didáctico em relação ao professor

As funções do material didáctico relativo ao professor, estão associado essencialmente à própria


didáctica, constituindo um factor de desenvolvimento e inovação pedagógica. Para atingir esse
objectivo, o livro didáctico deve orientar o docente na busca de caminhos possíveis para sua
pratica pedagógica, sugerindo “pistas” para a exploração de recursos de planeamento, gestão de
sala de aulas e ensino / avaliação inovadora.

Segundo SOARES (2002), “O material didáctico tem a função de orientar o trabalho do


professor, direccionando as actividades propostas e permitindo que os alunos realizem seus
registos”. Deve também veicular informações cientifica indispensável ao seu trabalho,
actualizando e contextualizada sobre os conteúdos disciplinares numa perspectiva intra-
disciplinar e inter-disciplinar.

3. Procedimento Metodológico

“A metodologia de pesquisa deve ser entendida como conjunto detalhado e sequencial de


métodos e técnicas cientificas a serem executadas ao longo da pesquisa de tal modo que se
consiga atingir os objectivos inicialmente propostos”, (BARRETO & HONORATO, 1998:5).

3.1. Tipo de pesquisa


Quanto aos objectivos será conduzida uma pesquisa qualitativa que consiste em valorizar aos
aspectos qualitativo do fenómeno ora em estudo.

Segundo GIL (2009:42)

“A pesquisa explicativa “têm como preocupação central identificar os factores


que determinam ou que contribuem para a ocorrência do fenómeno. Aprofunda
mais o conhecimento da realidade, porque explica a razão, o porquê das
coisas”.

Segundo RICHARDSON (1999:105), O objectivo fundamental da pesquisa qualitativa não


reside na produção de opiniões representativas e objectivamente mensuráveis de um grupo, esta
no aprofundamento da compreensão de um fenómeno social por meio de entrevista em
profundidade e análises qualitativas da consciência articulada do actor envolvido no fenómeno.

Quanto a forma de abordagem:


Na óptica de SILVA (2001:20), a pesquisa qualitativa considera a existência de uma relação
dinâmica entre o mundo real e o sujeito, isto é, um vínculo indissociável entre o mundo objectivo

Quanto aos procedimentos técnicos


Quanto aos procedimentos técnicos, a presente pesquisa será bibliográfico simultaneamente
estudo de campo. Bibliográfica por tomar-se como base do trabalho material anteriormente
elaborado e publicado, especificamente, livros e artigos científicos que abordam o assunto em
estudo.

De acordo com CARVALHO (2006:108), a pesquisa do campo “exige necessariamente que se


procede previamente uma pesquisa bibliográfica”.

Técnicas de colecta de dados


Para a colecta de dados da pesquisa serão usadas as técnicas de entrevista, questionário e a
observação directa por serem instrumentos mais recomendados em pesquisas na área de Ciências
naturais.

Para este trabalho, serão aplicados a 8 Professores de Matemática, das Escolas Secundarias, com
objectivo de perceber como enfrentam as práticas avaliativas dos professores de matemática.

Quanto as populações que farão parte da pesquisa serão lhe aplicado um questionário, com
objectivo perceber a ocorrência do facto sobre Práticas avaliativas dos professores de
matemática.

Amostra da pesquisa

Segundo CARVALHO (2006:108), amostra “significa uma parcela do universo da pesquisa”.


Cronograma
Período Actividades Objectivos Específicos Executor

Planificar e identificar as Estudante


obras e receber instruções
Janeiro Levantamento de
para o início do projecto.
literatura

Janeiro Montagem do projecto Apreciar e aprovar o Estudante


projecto. /Uunirovuma

Fevereir Entrega de projectos Aprovação do projecto Unirovuma


o

Fevereir Colecta de dados Buscar e recolher a Estudante e


o literatura. supervisor

Fevereir Análise e interpretação da Estudante/supervisor


o literatura.
Tratamento de dados

Marco Elaboração do relatório Produzir o relatório sobre o Estudante/supervisor


final. decurso das actividades de
pesquisa.

Marco Digitação ou dactilografia Produzir o texto escrito. Estudante

Revisão do texto e Identificar e corrigir os Supervisor


correcção de erros erros ortográficos e a
Maio Revisor linguístico
ortográficos. construção frásica.

Maio Entrega do trabalho ao Apreciar e aprovar o Estudante e


Departamento trabalho. Supervisor

Orçamento
Material Necessário Quantidade Valor Unitário Valor Total (Mt)

Resma 2 225.00Mt 375.00Mt


5
Esferográfica 5 5.00Mt 25.00Mt

Transporte 4 500Mt 2000.00Mt

Alimentação 75.00Mt 2500.00Mt

Impressão 5.00 500.00Mt

Borracha 1 7.50. Mt 7.50Mt

Lápis HB 1 7.50.Mt 5.00Mt

Total ≥ 4912,5 Mt

Referencia Bibliográfica
BARRETO, Alcyrus Viera Pinto; HONRATO, Cézar de Freitas. Manual de sobrevivência na
selva académica, Rio de Janeiro, Objecto Directo, 1998.

FORQUIN, Jean-Claude. Escola e Cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento


escolar. Trad. Gaucira Lopes Louro. Porto Alegre: Arte Medicas, 1993.
FREIRE, P. Pedagógica da autonomia; saberes necessários à pratica educativa. Paz e Terra,
São Paulo, 1996.

FRITAG, B. O livro didáctico em questão. Cortez, São Paulo: 1989.

FREITAS, Olga. Equipamentos e Materiais Didácticos. Brasília, 2007. Disponível em


http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/profunc/equip mat dit.pdf Acesso em 10 de Dezembro
de 2020.

CARVALHO, J. E. Metodologia de Trabalho Científico: Saber Fazer da Investigação para


dissertações e teses. 2ª Edição. Lisboa: Porto Editora,

Gil, António Carlos. 2009. Como elaborar projectos de pesquisa. 4ª ed, atlas, são Paulo,

MARCONI, M. A. e LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. 5ª Edição. São Paulo: Atlas,


2009.

RICHARDSON, R.J & Colaboradores. Pesquisa Social. Medoto e Técnica. 3ª ed; Ed. Atlas; São
Paulo, 1999.

SILVA , Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muskat, Metodologia da Pesquisae elaboração de
dissertação, 3ª ed, ver. E actual, Florianópolis, Laboratório de Ensino à Distancia da UFS, 2001.