Você está na página 1de 14

Sumario

INTRODUÇÃO.............................................................................................................................. 4

SALVAÇÃO...................................................................................................................................... 5

IDENTIDADE.................................................................................................................................. 5

SACERDÓCIO................................................................................................................................ 7

EDIFICAR OS CRISTÃOS......................................................................................................... 10

PREGAR O EVANGELHO E FAZER DISCÍPULOS......................................................... 11

PROPÓSITO DO DISCIPULADO........................................................................................... 12

GRANDE COMISSÃO................................................................................................................. 13
© 2020, de Robertt Marques

DISCIPULADO RADICAL - Todos os direitos reservados ao autor

Todos os direitos reservados a Robertt Marques

Nenhuma parte deste livro pode ser produzida, arquivada ou transmitida por qualquer meio
– eletrônico, mecânico, fotocópias, etc. – sem a devida permissão do autor, podendo ser
usada apenas para citações breves.

Primeira Edição:
Agosto | 2020

Categoria:
Discipulado

11 94179-3665

aculturadoreino@gmail.com

@roberttmarques

@culturadoreino

@roberttmarques

www.culturadoreino.org

www.culturadoreino.org/loja
INTRODUÇÃO
Discipulado é o método que Jesus utilizou para despertar, capacitar e enviar
discípulos. Jesus veio para terra com o propósito de salvar a humanidade do pecado,
da morte eterna e da ira de Deus. O meio pelo qual Ele fez isso foi através da sua obra
consumada na cruz. A continuidade dessa missão é feita hoje através da Igreja, que é o
método de Deus para redimir toda a terra.
A Igreja é o meio onde são formados os discípulos para cumprir com a Grande
Comissão de ir, pregar o evangelho e fazer discípulos de todas as nações.
Ele chamou doze discípulos, andou com eles durante 3 anos e durante a caminhada
os formou um a um através de ensinos práticos sobre salvação e vida no Reino de Deus.
Por que a gente gosta de ficar inventando moda ao tentar criar um novo método
para alcançar pessoas e discipular elas, se Jesus tinha um método simples?
Somos encorajados por Jesus a amar uns aos outros como Ele amou, através do
discipulado como base fundamental para nosso crescimento. Acreditamos no discipulado
das Nações através do ensino das escrituras para transformação pessoal que gere honra
e obediência a Cristo.
Todo discípulo foi chamado para fazer outro discípulo que o ensine a obedecer a
Cristo.
Cremos que muitos tem o chamado para exercerem funções de liderança com
propósito e amor. Liderar é servir. Fomos chamados para gerar frutos a partir de um
relacionamento verdadeiro com Jesus. Quando temos revelação de quem somos em
Cristo, é gerado identidade em nosso coração para exercer autoridade bíblica em favor
das pessoas. Os novos líderes são treinados com a convivência com os seus líderes e
treinamento de capacitação.
O propósito do discipulado é formar o caráter de Cristo nas pessoas.

Boa leitura,
Robertt Marques

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 4
SALVAÇÃO
Existe uma diferença entre discipulado e evangelismo. Enquanto no evangelismo
buscamos levar as pessoas à salvação em Cristo, o discipulado tem como objetivo formar
Cristo nas pessoas. Todos nós recebemos uma certidão de nascimento quando nascemos
do ventre da nossa mãe. O novo nascimento é quando você recebe um atestado de óbito
da velha vida, e recebe uma nova certidão de nascimento espiritual. Uma pessoa pergunta:
como posso ser salvo? A resposta é muito simples, mas com uma decisão que vai mudar
para sempre a vida dessa pessoa: Somos salvos pela graça mediante a fé. Basicamente
é quando cremos que Jesus é o nosso Senhor e Salvador. Isso é nascer de novo. Agora,
discipulado é a caminhada em obediência à vontade de Deus.
Salvação é nascer de novo. Discipulado tem o propósito de santificação. Gosto
muito da frase do John Wesley que ele diz o seguinte: “Salvação é Deus tirando você do
mundo. Santificação é Deus tirando o mundo dentro de você.
Agora, presta atenção nessas palavras de Paulo em Colossenses 2:6:

Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, arraigados
e edificados nele e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, crescendo em
ação de graças. Colossenses 2:6-7

Versículo 6: Receber é diferente de andar. Receber é o ponto de partida; andar é


caminhar. Receber é salvação, andar é discipular.

Versículo 7: Aqui Paulo continua usando palavras relacionadas com o discipulado


como arraigar, edificar, ensinar, crescer, como uma forma de amadurecer.

Enquanto receber o Senhor Jesus Cristo é salvação, andar é o discipulado.

IDENTIDADE
Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 5
No seu discipulado foque na identidade de filho dessa pessoa. Leve a entender
a paternidade de Deus através de Cristo, que é uma das principais revelações que essa
pessoa precisa receber para gerar identidade de filho, entender o seu propósito e alcançar
o seu destino em Deus.
Muitos não se relacionam com Deus como um Pai ou tem grandes dificuldades
porque baseiam suas experiências ruins e traumáticas que tiveram com seus pais na
terra. Certa vez estávamos orando e adorando ao Senhor quando uma mulher disse que
quando alguém dizia para descansar nos braços do Pai, ela sempre se via no colo do seu
pai que a abusava sexualmente. O que ela fez foi transferir sua experiência pessoal com
seu pai terreno para Deus.
Muitas pessoas tiveram pais que erraram. E muitos desses pais não receberam o
amor paterno, e por isso, não sabem amar, não conseguem transmitir nenhum sentimento
aos seus filhos, o que faz gerar uma independência doentia, identificando assim pessoas
com dificuldades de se relacionar, principalmente com Deus, e de reconhecê-lo como
Pai. As maiores falhas de caráter que são manifestadas pelos homens, tem em sua origem
a falta de paternidade que deveria ser exercida em seu crescimento como pessoa.
Jesus ouviu do próprio Deus testificar sua filiação que Ele é o Filho amado que o
Pai se agrada. A seguir, foi levado pelo Espírito ao deserto cheio do Espírito Santo para ser
tentado pelo diabo. Para que se cumprisse a vontade de Deus, Jesus precisava enfrentar
o diabo e prevalecer até o fim. A primeira grande oposição travada foi quando o diabo
atacou com um “se” és Filho de Deus diante de uma necessidade de fome. O objetivo ia
além de saciar sua fome física. O problema não era o teor da tentação de Jesus usar um
poder divino para transformar pedras em pães, mas o intuito por trás dela. A tentação
do diabo foi pôr Jesus em dúvida em relação a sua identidade de filho. Se Jesus tivesse
transformado a pedra em pão, não estaria dependendo do Pai celestial. Logo, desconfiaria
que de fato Deus é Pai e Ele o Filho amado.
Como pode um Pai bondoso, amoroso e justo permitir que seu filho amado fosse
levado ao deserto para passar fome, necessidade e sofrer todo tipo de privação? Mas
Jesus nos ensina a rejeitar a ideia de vivermos somente do pão e de querermos provar
às pessoas que precisamos fazer algo para sermos aceito, como sinal de uma carência
doentia. Tudo o que o diabo quer é roubar a nossa identidade de filho para nos deixar
preocupados, ansiosos e com medo a ponto de não confiarmos no Pai. Antes éramos

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 6
órfãos, hoje somos filhos amados. Nosso alimento é a Sua Palavra e o que Pai diz ao
nosso respeito é o que prevalece para sempre.
O diabo tenta nos fazer acreditar em suas mentiras. A sua primeira e principal
estratégia é lançar uma dúvida de que não somos filhos e que não temos um Pai que
nos ama tanto a ponto de prover tudo que precisamos. A religião ensina que você tem
que obedecer primeiro por medo para ser aceito por Deus, mas o evangelho de Jesus
ensina que você é um filho amado, logo você obedece por amor. O fazer para Deus é
consequência do aprender a ser filho.

SACERDÓCIO
É da vontade de Deus um reino de sacerdotes.

No início, Deus não providenciou um sacerdote. Enquanto Adão e Eva estavam no


Jardim, eles não precisavam de um A Bíblia diz:

E ouviram [Adão e Eva] a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do
dia. Gn 3:8

A família de Adão tinha um relacionamento íntimo e pessoal com Deus. Eles
caminhavam e conversavam juntos num relacionamento pessoal, assim como amantes
que podem se comunicar sem o uso de palavras. O primeiro casal tinha comunhão com
a voz do Senhor.
Através do livro de Gênesis, vemos o surgimento da natureza sacerdotal. Antes
de Deus dar uma esposa ao homem e constituir família, Deus chamou o homem para
trabalhar. Quando Deus criou o homem, Ele deu especificamente duas responsabilidades
no Jardim do Éden: cultivar e guardar.
Através do livro de Gênesis, vemos o surgimento da natureza sacerdotal. Antes
de Deus dar uma esposa ao homem e constituir família, Deus chamou o homem para
trabalhar. Quando Deus criou o homem, Ele deu especificamente duas responsabilidades
no Jardim do Éden: cultivar e guardar.

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 7
Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no Jardim do Éden para o cultivar
e o guardar. Genesis 2:15

1. Deus colocou o homem no jardim para cultivar a terra.

2. Deus colocou o homem no jardim para guardar a terra.

3. O homem é colocado como intercessor entre Deus e o mundo, onde essa


expressão é traduzida como cultivar e guardar.

Praticamente em todas as culturas religiosas, um sacerdote é alguém que


representa o homem para um deus. Ele se coloca como um intercessor entre o visível e o
invisível. Podemos ver isso em várias religiões mundo a fora como: hinduísmo, espiritismo.
Fomos criados para a Glória de Deus. Interessante observarmos dois aspectos
sobre o homem: sua criação e sua posição.

1. Em Gênesis 1:26 fomos criados como um ser espiritual. Você foi criado como
Deus é: Ser espiritual.

2. Em Gênesis 2:7, fomos criados como um ser individual. Aqui a matéria passou a
ser criada. Fomos criados do pó da terra (matéria física). Você criado com uma estrutura
física, o corpo. Ser pessoal.

3. Em Gênesis 5:1-2, fomos criados como um ser social. A junção entre nós forma a
comunidade. Ser social.

O homem foi posicionado para exercer o seu sacerdócio. Um homem de caráter é


você entender o lugar que Deus te estabeleceu e como você deve fluir.

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 8
O que é sacerdócio? É o relacionamento pessoal e íntimo dela com Deus. Ela
precisa entender sobre sua natureza e a sua vocação como um sacerdote. Desde o início,
sempre foi a vontade de Deus ter uma nação de sacerdotes.
Ensine ela a entender sobre sua atuação com sacerdote: Primeiro é a sua devoção
a Deus. Segundo é sobre a sua relação com as pessoas. Terceiro é sua manifestação ao
mundo.
Se você estiver discipulado alguém, leve essa pessoa a entender que ela foi criada
para desfrutar de um relacionamento com o seu Criador através da oração (conversa) e
da adoração (serviço).

Ministério com relação a Deus: Adorar.


No relacionamento com Deus, o primeiro propósito da igreja é adorá-lo. Você
precisa estar engajado em adoração.

A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-


vos e aconselhando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais,
cantando ao Senhor com gratidão em vosso coração. Cl 3:16

Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável, sejamos agradecidos e,


assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor. Hebreus 12:28

Portanto, rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos


corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
Rm 12:1

aproveitando bem cada oportunidade (remindo o tempo), porque os dias são maus.
Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. E não
vos embriagueis com vinho, que leva à libertinagem, mas enchei-vos do Espírito,
falando entre vós com salmos, e hinos, cânticos espirituais, cantando e salmodiando
ao Senhor no vosso coração. 20dando sempre graças pôr tudo a nossa Deus e Pai,
em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, 21sujeitando-vos uns aos outros no temor de
Cristo. Efésios 5:16-21

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 9
Três pontos o apóstolo Paulo está apontando: Remir o tempo, Se Encher do Espírito
Santo e adorar a Deus.

EDIFICAR OS CRISTÃOS
Não basta apenas ter um encontro durante a semana com hora marcada num lugar
específico. Você não pode reduzir o discipulado em uma TERAPIA PSICOLÓGICA. Nada
contra terapia e os psicólogos. Creio que essa ciência é muito útil para o Reino. Ela tem
seu espaço e valor. Você chega e faz a seguinte pergunta para uma pessoa que você
discipulado: “Como você está”? Então, ela vai contar tudo como foi a semana, você ora e
diz Deus abençoe. Nos vemos na próxima semana, no mesmo horário e no mesmo local.
Procure ter um relacionamento verdadeiro com as pessoas.

Ministério com relação aos cristãos: Edificar.


Você precisa estar engajado em ajudar outros cristãos a crescerem também. Você
está com a igreja para adorar a Deus, crescer espiritualmente, mas também nutrir outros
cristãos e edificá-los à maturidade na fé. Paulo disse que seu próprio alvo não era apenas
levar pessoas à fé salvífica inicial, mas apresentar todo homem perfeito (maduro) em
Cristo” (Cl 1:28).

A ele anunciamos, admoestando e ensinando a todo homem em toda a sabedoria,


para que apresentemos todo homem perfeito (maduro) em Cristo. Cl 1:28

Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais
força; agir com sabedoria assegura o sucesso. Eclesiastes 10:10

Paulo ensina à igreja de Éfeso que Deus concedeu à igreja pessoas com dons para
edificar:
Tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do ministério,
para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do
pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura
da plenitude de Cristo. Ef 4:12-13

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 10
PREGAR O EVANGELHO E FAZER DISCÍPULOS
Ministério com relação ao mundo: Evangelização e Misericórdia. Jesus
disse aos seus seguidores que eles deveriam:

Fazer discípulos de todas as nações. Mateus 28:19

Essa obra evangelística de declarar o evangelho é o ministério principal da igreja


com relação ao mundo.
Junto com a obra de evangelização há também o ministério de misericórdia, que
inclui cuidado dos pobres e dos necessitados em nome do Senhor, principalmente o
descrente.

Ao contrário, amai os vossos inimigos, fazei o bem, emprestai, sem nada esperardes.
Então será grande a vossa recompensa, e sereis filhos do Altíssimo, porque ele é
benigno até para com os ingratos e maus. Não julgueis, e não sereis condenados.
Perdoai, e vos perdoarão. Lucas 6:36

Nós devemos imitar a Jesus, sendo bondosos para os que são ingratos e egoístas.
Jesus não só tentou curou os que o aceitaram como Messias. Em vez disso, todas as
pessoas sem distinção.
Isso deve nos levar a fazer atos de bondade, a orar pela cura e por outras
necessidades, tanto na vida dos cristãos como de descrentes.
A igreja precisa estar envolvida em justiça social para influenciar a sociedade, e
quando tiver oportunidade, precisa denunciar atos de injustiça.

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 11
PROPÓSITO DO DISCIPULADO
Não é formar apenas líderes, mas principalmente formar o caráter de Cristo nas
pessoas. Separei aqui princípios práticos que poderão ajudá-lo na formação de discípu-
los.
Vai achando que liderar é fácil. Sem uma liderança formal, sem recursos e sem
estruturas adequadas, esses são para mim um dos maiores desafios para exercer uma
liderança bíblica para formar discípulos de Jesus.
1. Lidere pela autoridade, não pelo cargo. Tem gente que confunde que a posição
que ele ocupa hoje é para mandar, manipular e obrigar pessoas a fazerem o que ela quer.
A raiz para desenvolvermos uma liderança bíblica é o entendimento sobre autoridade.
Jesus é o maior exemplo de autoridade jamais vista em qualquer homem que já existiu
na terra. Os que ouviam Jesus ensinar ficavam perplexos com sua autoridade para ensinar
(Mt 7:29), para perdoar pecados (Mt 9:6), para fazer e falar em nome de Deus (Mt 21:23-27),
expulsar demônios (Mc 3:15), curar doentes (Lc 9:1) e julgar nosso destino eterno (Jo 5:27).
Depois de ressuscitar da morte, Jesus disse: “Foi me dada toda a autoridade no céu e na
terra” (Mt 28:18). Jesus subiu aos céus e está sentado em seu trono celestial à direita de
Deus Pai todo poderoso. Ele virá para julgar os vivos e os mortos com autoridade e poder.
2. Lidere pelo caráter, não pelo carisma. Aqui está um dos maiores erros que
podemos cometer. Eu cometi diversas vezes. Chegamos ao ponto de permitir que o
carisma (dom e habilidades) de uma pessoa se tornassem qualidades suficientes para a
liderança. Podemos encontrar diversas pessoas habilidosas no que fazem, mas o caráter
não acima não está acima. Jamais substitua o ser pelo fazer. Na formação de discípulos
foque no caráter dele em Cristo.
3. Lidere pelo serviço, não pelo ser visto. Aprendi essa com o meu amigo Marcio
Maldonado. Tem gente que deseja servir para aparecer para mostrar suas habilidades.
Quem não serve para servir, não serve para liderar. Quem ser o primeiro? Seja o último
e servo de todos, disse Jesus. Ensine os discípulos a orar através da sua vida de oração
(conversa) e adoração (serviço).
4. Lidere pelo exemplo que vive, não pelo conhecimento que fala. Você será
lembrado não pelo o que você falou, mas pela atitude que você tomou. Quer ensinar
alguém a orar? Ore. Quem ensinar alguém a servir? Sirva. Quer ensinar alguém a amar?
Ame. O exemplo vem da prática.

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 12
GRANDE COMISSÃO
O que é a Grande Comissão? A Grande Comissão é a ordem que Jesus deu para
ir e fazer discípulos em todo o mundo. Jesus deu essa ordem aos apóstolos quando
ressuscitou. A Grande Comissão é uma ordem para todos os crentes.
A passagem conhecida como a “Grande Comissão” é Mateus 28:18-20. Depois que
ressuscitou, Jesus apareceu aos 11 apóstolos e os enviou para pregar o evangelho ao
mundo todo, fazendo mais discípulos até o fim dos tempos.
O nome “Grande Comissão” não aparece na Bíblia. Mas o nome não é errado.
Uma comissão é uma ordem para fazer alguma coisa. Jesus deu uma grande ordem aos
discípulos, uma grande comissão.

A Grande Comissão é válida hoje?


Sim, a Grande Comissão é válida hoje. Jesus não deu a Grande Comissão só aos
apóstolos. Jesus mandou os discípulos fazer mais discípulos, que obedecem a todos os
Seus mandamentos (João 14:15). Um desses mandamentos é fazer mais discípulos.
Jesus também disse que estaria com os discípulos que obedecem à Grande Comissão até
o fim dos tempos. Isso implica que a Grande Comissão é válida para todos os discípulos
até o fim do mundo. O trabalho de cada discípulo de Jesus é anunciar o evangelho e fazer
mais discípulos em todo lado.

Como posso obedecer à Grande Comissão?


Falando sobre Jesus – com as pessoas à sua volta que não conhecem Jesus,
partilhando seu testemunho e explicando sobre a salvação – Romanos 10:17. O ide de
Jesus para pregar o evangelho foi imperativo, que significa “indo”. Quando você estiver
“indo” faça discípulos em todo lugar.

Estudando a Bíblia – ser discípulo é ser estudante da Palavra de Deus; você pode
partilhar o que você aprende da Bíblia com outros crentes, ajudando todos a crescer – 2
Timóteo 3:16-17. Todo discípulo precisa ler e orar a palavra todos os dias.

Ajudando na Igreja – a igreja é o lugar onde crentes aprendem a ser discípulos e há


sempre muito trabalho para fazer – Hebreus 10:24-25.

Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 13
Robertt Marques
DISCIPULADO RADICAL 14

Você também pode gostar