Você está na página 1de 5

Plano de Trabalho da Cipa, gestão participativa

O novo texto da NR-5, aprovado pela Portaria n° 8 de 23 de fevereiro de 1999 -


SSST/MTE, trouxe novidades nas atribuições da CIPA ou designado pelo cumprimento dos
objetivos desta norma regulamentadora.

o item 5.16 alínea "b", a Cipa ou designado terá por atribuição elaborar plano de trabalho
que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no
trabalho.

Geralmente, a Cipa ou designado fica sem saber como desenvolver um plano de trabalho
para sua gestão, ou quando desenvolve é acometido de com algumas dúvidas, tais como:
o plano de trabalho está bom? Tem muita ou pouca coisa? O objetivo da NR-5.16 será
cumprido?

Existem vários planos de trabalho, vamos definir alguns tipos para o nosso entendimento:

1. Plano de Trabalho para Enfeitar Ata da Cipa - É um plano de trabalho bonito, porém
sem nenhuma utilidade prática.

2. Plano de Trabalho para Fiscal (MTE) Ver - É um plano de trabalho bem-elaborado que
dá até para ganhar o Prêmio Nobel de Segurança no Trabalho, porém não é aplicado
dentro da empresa, ou por não haver conscientização ou algum Cipeiro ou designado que
possa desenvolvê-lo. Contudo ele é magnificamente apresentado para os Agentes de
Inspeção do MTE, que ficam impressionados com o alto grau de conscientização da
empresa em matéria de segurança e cuidado com a saúde dos funcionários. É mais um
programa no papel.

3. Plano de Trabalho de Gaveta - Na maioria das vezes é um plano de trabalho bom, feito
com certo empenho, mas que após aprovado pela gerência da empresa é engavetado.
Serve mais para cumprir algumas exigências da NR-5.16 e apresentar a fiscalização do
MTE. Este plano só é lembrado quando alguém pede para mostrar a fiscalização ou no
ano seguinte para fazer outro, que geralmente só se atualiza trocando a data. Este plano
é lembrado também quando acontece um acidente ou doença do trabalho. Este tipo de
plano de trabalho é encontrado naquelas empresas que só têm Cipa ou designados para
atender a NR-5 ou fiscalização do MTE, e não para prevenir os funcionários dos acidentes
e doenças ocupacionais.
Também é mais um plano de trabalho no papel.

4. Plano de Trabalho Inviável - É um plano que tem de tudo nos seus mínimos detalhes,
até procedimento de primeiros socorros, porém nem que fosse desenvolvido em 10 anos
poderia ser todo cumprido. Precisando de mais de um ano de gestão de Cipa ou
designado para ser todo cumprido. E um plano de trabalho extremamente frustrante para
os Cipeiros e designados, pois no término da gestão, ao avaliar o estimado e o real
executado, é verificado que nem a metade do programa foi cumprido, embora tenha tido
apoio de todos na elaboração.

5. Plano de Trabalho para as Nuvens - É um plano de trabalho que fica a desejar em


vários aspectos em relação aos objetivos da Cipa. É um plano que se não existisse não
faria falta. Este tipo de projeto está mais para as "nuvens" na área ocupacional do que
para a realidade do ramo de atividade da empresa.

6. Plano de Trabalho Fantasma É um plano de trabalho que se imagina existir, porém


quando se procura não se acha, não sabe onde está, ou seja, não vê, pois está
perdidamente escrito em alguma página do livro de Ata da Cipa. É realmente um plano de
trabalho misterioso que se encontra naquelas empresas onde não há nenhum
compromisso prevencionista.

Agora, você tem a oportunidade de conhecer e colocar em prática um Plano de Trabalho


com um método participativo formado por comissões de trabalho dentro da Cipa ou da
gestão do designado. Esta metodologia de trabalho em comissões vai criar
mecanismos para valorização dos cipeiros ou designados e firmar integrações com Sesmt,
RH, PPRA, PCMAT, PCMSO, contratadas e a participação de todos os trabalhadores da
empresa.

Segurança é planejamento (plano), é ação (trabalho). Portanto, divida os cipeiros em


cinco comissões de trabalho:
a) Acidentes - Analisar e discutir os acidentes/doenças do trabalho ocorridos e sugerir
medidas corretivas e preventivas.
b) Assistência aos acidentados - Prestar os primeiros socorros e acompanhar o acidentado
até o retomo ao trabalho.
c) Fiscalização às normas de segurança e higiene - Realizar inspeções/auditorias de
segurança nos setores.
d) Mapeamento de riscos ambientais - Elaborar o Mapa de Riscos ambientais e suas
atualizações.
e) Eventos e promoções - Despertar o interesse dos empregados por meio de eventos
educativos, cultural e esportivos.

Alguns pontos importantes devem ser definidos para elaboração de um Plano de Trabalho.
1. Definir seu objetivo/Meta;
2. Neste plano de trabalho deve conter cada atividade mês a mês, de janeiro a dezembro.
3. O plano de trabalho deve conter palestras, cursos, treinamentos, sipats, campanhas de
prevenção, inspeções, auditorias, análise e investigação de acidentes/doenças, riscos
ocupacionais e visitas etc.
4. Cada Cipa ou designado deve avaliar as necessidades de sua empresa e procurar
adequar ao seu plano de trabalho a essas necessidades.
5. Cada empresa desenvolve uma lista de programas de saúde (PCMSO) e segurança
(PPRA ou PCMAT) que devem ser inseridos no Plano de Trabalho.
6. Avaliação e aprovação da gerência/diretoria da empresa.
7. Mensalmente implementar os trabalhos sugeridos no Plano de Trabalho, avaliar e medir
a eficácia prevencionista.
8. É importante que todos funcionários da empresa tenham o conhecimento do Plano de
Trabalho da Cipa ou designado e possuam uma cópia do Plano de trabalho da Cipa,
designado gestão, evitando que o mesmo fique na gaveta ou estante para enfeite.

Vamos conhecer o Plano de Trabalho de cada Comissão, de acordo com os seus objetivos.
Plano de Trabalho da CIPA } PTC
NR-5.16 “b” => Gestão Participativa
I – Comissão de Acidentes
Freqüência Plano de trabalho
- Quando houver - Participar junto com o SESMT, da análise das
acidentes causas destes acidentes e ou doenças ocupacionais.
- Quando houver - Requisitar cópias das CATs emitidas.
acidentes
- Mensal - Analisar e discutir os acidentes ocorridos nas reuniões.
- Quando houver - Solicitar ao Presidente ou seu Vice a convocação de reunião
acidentes extraordinária, sempre que ocorrer acidente grave.
- Mensal - Apresentar na reunião da CIPA, relatório das investigações
e análises dos acidentes e doenças.
- Mensal - Apresentar nas reuniões da CIPA gráficos estatísticos dos
acidentes e doenças ocorridos na empresa.
- Mensal - Divulgar no quadro mural de avisos os gráficos estatísticos
dos acidentes e doenças ocorridos.
- Mensal - Confeccionar cartazes setoriais do nº de dias sem acidentes
- Quando houver - Divulgar no mural de avisos, os acidentes ocorridos, as
acidentes medidas corretivas propostas e os primeiros socorros presta.
Plano de Trabalho da CIPA } PTC
NR-5.16 “b” => Gestão Participativa
II – Comissão de assistência aos acidentados

Freqüência Plano de trabalho


- 1º mês - Treinamento – Curso de Primeiros Socorros.
- Quando houver - Acompanhar o acidentado ao hospital.
acidentes
- Quando houver - Comunicar a Comissão de Acidentes para realizar
acidentes investigação e análise do acidente.
- Quando houver - Realizar visitas ao acidentado no hospital/residência até
acidente o retorno ao trabalho.
- Mensal - Apresentar na reunião da CIPA relatório das visitas aos
acidentados ou portadores de DORT.
Plano de Trabalho da CIPA } PTC
NR-5.16 “b” => Gestão Participativa
III - Comissão de Fiscalização ás Normas de Segurança e Higiene

Freqüência Plano de trabalho


- 1º mês - Elaborar cronograma de visita a todos os setores da empresa.
- Mensal - Realizar, periodicamente, verificações de acordo com o cronograma de visitas
nos ambientes de trabalho visando a identificação e situações que venham a
trazer riscos.
- Trimestral - “Geral”. Com o apoio de toda a CIPA percorrer todos os
setores da empresa para identificar situações de riscos.
- Mensal - Divulgar entre os colaboradores através do mural, informações
relativas aos riscos existentes no setor.
- Quando houver - Elaborar forma para sinalizar os riscos detectados.
riscos acidentes
- Quando houver - Requerer a paralisação da máquina ou setor onde considere
riscos acidentes haver risco grave ou iminente á segurança dos trabalhadores.
- Mensal - Apresentar nas reuniões da CIPA relatórios ou check-list dos
riscos de acidentes encontrados nas inspeções.
- Mensal - Colocar no mural do setor, o relatório ou check-list dos riscos
encontrados nas inspeções, e entregar cópia ao encarregado.
- Mensal - Realizar acompanhamento das ações do Planejamento anual
ou Documento-Base do PPRA.

Você também pode gostar