Você está na página 1de 26

Aparelho Digestório Humano

A digestão é importante para que macromoléculas se tornem


micromoléculas, tornando assim possível o processo de absorção de nutrientes.
Temos ainda dois tipos de digestão: QUIMICA, com a participação de enzimas
e a MECÂNICA, sem participação de enzimas.

Na boca a AMILASE SALIVAR atua quebrando o AMIDO em MALTOSE, vale


lembrar que essa enzima atua em pH básico

1
1 . Boca – pH NEUTRO

PTIALINA ou AMILASE
AMIDO MALTOSE
SALIVAR

pH da saliva = entre 6 e 7

O bolo alimentar posteriormente passa pela faringe e esôfago e chega até


o estômago onde sofre a ação do sugo gástrico e passa a ser chamado de
QUIMO, processo conhecido como QUIMIFICAÇÃO. No estômago temos um pH
MUITO ácido onde uma enzima chamada PEPSINA vai atuar quebrando
PROTEÍNAS em PEPTÍDEOS MENORES, além disso o HCl encontrado no suco
apresenta uma ação antisséptica.

2.

2
Depois do estômago o QUIMO é lançado no intestino delgado, que é
dividido em duodeno (porção inicial) e jejuno-íleo. O QUIMO então sofre ação do
bicarbonato encontrado no suco pancreático e passa a ser chamado de QUILO,
processo chamado de QUILIFICAÇÃO. Vale lembrar que o pH do intestino é
básico ou alcalino. No intestino recebemos a ação de 3 sucos: Pancreático
produzido pelo pâncreas, bile produzida pelo fígado e armazenada na vesícula
biliar e o entérico produzido pelo próprio intestino.

3
4
5
VESÍCULA BILIAR

• Armazenamento e

h p://pt.wikipedia.org/wiki/Ves%C3%ADcula_biliar
secreção da bile.

6
Enzimas do Suco Entérico

SACARASE SACAROSE GLICOSE E FRUTOSE

PEPTIDASES PEPTÍDIOS AMINOÁCIDOS

LACTASE LACTOSE GLICOSE E GALACTOSE

MALTASE
PTIALINA MALTOSE
AMIDO GLICOSE
MALTOSE

Além da digestão que está acontecendo por diversas enzimas do intestino


delgado, é nesse mesmo intestino que acontece também praticamente toda
absorção de nutrientes, as células do delgado apresentam certas
especializações chamadas de MICROVILOSIDADES que aumentam a
superfície de contato e facilitam o processo de absorção.

7
Os nutrientes que não forem absorvidos continuam o trajeto e chegam ao grosso
onde passam a ser chamado de BOLO FECAL, que posteriormente serão
eliminados em forma de fezes. Ali acontece absorção de água e compactação
do bolo fecal

8
Controle Hormonal

Controle Endócrino

Curiosidades

9
De olho na saúde: Gastrite
O que é: inflamação da mucosa gástrica devida a
redução da barreira gástrica, e íons H+ penetram na mucosa gástrica, provocando lesão. O epitélio
também fica vulnerável à ação do ácido clorídrico

Como pode se manifestar: Pode ser apenas superficial, desta forma, não oferecendo grandes riscos,
ou pode penetrar profundamente a mucosa gástrica, podendo causar diminuição da mesma,
podendo ocasionar diminuição ou perda de produção de suco gástrico

Causas: Pesquisas sugerem que a principal causa é inflamação bacteriana crônica. Outros fatores,
como substâncias irritantes à mucosa gástrica (álcool e aspirina) também pode levar à gastrite.

10
Redução de Estômago

11
DESENVOLVENDO COMPETÊNCIAS

1. No gráfico, as curvas 1, 2 e 3 representam a digestão do alimento ao longo do


aparelho digestório.

É correto afirmar que as digestões de proteínas, de lipídios e de carboidratos


estão representadas, respectivamente, pelas curvas:

a) 1, 2 e 3.

b) 2, 1 e 3.

c) 2, 3 e 1.

d) 3, 2 e 1.

e) 1, 3 e 2.

2. Um pesquisador percebe que o rótulo de um dos vidros em que guarda um


concentrado de enzimas digestivas está ilegível. Ele não sabe qual enzima o
vidro contém, mas desconfia de que seja uma protease gástrica, que age no
estômago digerindo proteínas. Sabendo que a digestão no estômago é ácida e
no intestino é básica, ele monta cinco tubos de ensaio com alimentos diferentes,
adiciona o concentrado de enzimas em soluções com pH determinado e aguarda
para ver se a enzima age em algum deles.

12
O tubo de ensaio em que a enzima deve agir para indicar que a hipótese do
pesquisador está correta é aquele que contém:

a) cubo de batata em solução com pH = 9.

b) pedaço de carne em solução com pH = 5.

c) clara de ovo cozida em solução com pH = 9.

d) porção de macarrão em solução com pH = 5.

e) bolinha de manteiga em solução com pH = 9.

3. (Enem PPL 2012) A vesícula biliar é um órgão muscular onde a bile é


armazenada. Os cálculos biliares que algumas vezes se formam neste órgão
devem ser removidos cirurgicamente, dependendo da avaliação da gravidade
das complicações decorrentes da presença desses cálculos no indivíduo.
Entretanto, apesar de algum prejuízo causado pela remoção da vesícula biliar, o
indivíduo pode ter uma vida relativamente normal.

A remoção cirúrgica desse órgão retardará a

a) síntese de glicogênio.
b) produção de bile.
c) secreção de suco gástrico.
d) produção de enzimas digestivas.
e) digestão das gorduras.

4. (Ufrgs 2014) O gráfico abaixo apresenta a taxa de reação de três diferentes


enzimas em função do pH, em seres humanos.

13
Com base no gráfico, considere as seguintes afirmações.

I. A enzima 1 pode ser a pepsina, pois sua atividade máxima ocorre em meio
ácido.
II. A enzima 2 pode ser a amilase salivar, pois sua atividade máxima ocorre em
um meio próximo ao neutro.
III. A enzima 3 pode atuar no duodeno, pois sua atividade máxima ocorre em pH
básico.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

5. (Unemat 2010) Os animais obtêm materiais e fonte de energia para suas


células por meio dos alimentos. E até que eles estejam disponíveis às células,
precisarão ser ingeridos, digeridos e absorvidos, através de processos que
envolvem órgãos do sistema digestório.
Com relação à digestão e sistema digestório humano, foram feitas as seguintes
afirmações:

14
I. A presença de alimentos na cavidade bucal estimula a liberação da saliva, que
contém a enzima amilase salivar ou ptialina, que atua na digestão do amido.
II. No estômago, o bolo alimentar deglutido se mistura com o suco gástrico
produzido por glândulas da parede desse órgão.
III. O intestino delgado apresenta 3 segmentos, o duodeno, onde ocorre a
digestão dos componentes do alimento que ainda não haviam sido digeridos,
e o jejuno e o íleo onde ocorre a absorção de nutrientes.

Assinale a alternativa correta.


a) Apenas I está correta.
b) Apenas II está correta.
c) Apenas III está correta.
d) Todas estão corretas.
e) Todas estão incorretas.

6. (Ufsm 2010) O genoma dos chimpanzés, que se alimentam basicamente de


vegetais, geralmente contém apenas um único gene para a enzima amilase
salivar a qual está relacionada com a digestão__________, enquanto os
humanos podem carregar até 10 cópias desse gene.

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.


a) dos aminoácidos
b) da celulose
c) dos amidos

15
d) da pepsina
e) da glicose

7. (Pucrj 2015) O gráfico abaixo apresenta a taxa de reação de três diferentes


enzimas em função do pH, em seres humanos. Com base no gráfico, considere
as seguintes afirmações.

I. Cada enzima catalisa sua reação em taxa máxima em um pH específico.


II. As curvas de atividade têm seu pico no valor de pH em que cada enzima é
mais efetiva.
III. A pepsina, por exemplo, pode atuar no duodeno, pois sua atividade máxima
ocorre em pH básico.

Quais das afirmações estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

8. (Ufrgs 2007) Tiago comeu um sanduíche de pão francês com queijo, presunto
e manteiga, acompanhado de um copo de suco de laranja sem açúcar.
Relacione cada um dos itens do lanche de Tiago, listados na coluna 1, com as
principais enzimas que atuarão na sua digestão, indicadas na coluna 2.

16
Coluna 1

( ) pão francês
( ) manteiga
( ) presunto
( ) suco de laranja

Coluna 2

1 - pepsina
2 - lipase
3 - amilase
4 - sacarase

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

a) 3 - 2 - 1 - 4.
b) 4 - 3 - 2 - 3.
c) 1 - 4 - 3 - 2.
d) 1 - 3 - 2 - 4.
e) 2 - 1 - 4 - 3.

9. (Unesp 1997) Considere o seguinte esquema do sistema digestivo humano.

Os órgãos que produzem enzimas digestivas que digerem proteínas são:

a) 1, 4 e 5.
b) 1, 4 e 6.
c) 4, 5 e 6.
d) 1, 3 e 7.
e) 2, 3 e 8.

17
10. (Ufmg 1994) Observe a figura.

Nessa figura estão representadas glândulas do sistema digestivo cuja enzima


típica atua sobre um substrato que resulta num produto.
A alternativa que mostra a relação correta entre o substrato e seu respectivo
produto é

a) amido e maltose.
b) gorduras e ácidos graxos.
c) lactose e galactose.
d) peptídeos e aminoácidos.
e) sacarose e glicose.

11. (Uemg 2016) Crianças e adultos, geneticamente predispostos, ao ingerirem


glúten (mistura de proteínas que se encontram naturalmente no endosperma de
sementes de gramíneas) iniciam a produção de anticorpos que atacam o próprio
epitélio intestinal. Esse ataque resulta na perda das microvilosidades intestinais
que desencadeia um conjunto de sinais e sintomas conhecidos como Doença
Celíaca.

A figura abaixo demonstra o epitélio de indivíduos normais e as alterações que


ocorrem em indivíduos portadores de Doença Celíaca.

18
Os portadores de Doença Celíaca ficam predispostos a desenvolverem

a) hemofilia por deficiência na produção de fatores de coagulação.


b) infecções respiratórias por deficiência no movimento ciliar da traqueia.
c) infertilidade devido à falta de mobilidade do flagelo do espermatozoide.
d) anemia por deficiência na absorção de ferro, vitamina B12 e ácido fólico.

12. (Enem 2010) Para explicar a absorção de nutrientes, bem como a função
das microvilosidades das membranas das células que revestem as paredes
internas do intestino delgado, um estudante realizou o seguinte experimento:
Colocou 200 m de água em dois recipientes. No primeiro recipiente, mergulhou,
por 5 segundos, um pedaço de papel liso, como na FIGURA 1; no segundo
recipiente, fez o mesmo com um pedaço de papel com dobras simulando as
microvilosidades, conforme FIGURA 2. Os dados obtidos foram: a quantidade de
água absorvida pelo papel liso foi de 8 m , enquanto pelo papel dobrado foi de
12 12 m .

19
Com base nos dados obtidos, infere-se que a função das microvilosidades
intestinais com relação à absorção de nutrientes pelas células das paredes
internas do intestino é a de

a) manter o volume de absorçăo.


b) aumentar a superfície de absorção.
c) diminuir a velocidade de absorção.
d) aumentar o tempo de absorção.
e) manter a seletividade na absorção.

13. (Famerp 2017) Para verificar a digestão de lipídios, foram colocados em


cinco tubos de ensaio óleo de soja, água e secreções digestivas, em diferentes
valores de pH, como indica a tabela. O volume de cada substância utilizada por
tubo foi idêntico.

Tubo 1 Tubo 2 Tubo 3 Tubo 4 Tubo 5


Óleo de soja Óleo de soja
Óleo de Óleo de soja + Óleo de soja +
soja + Água + Água
+ Água + Água +
Água + Lipases + Lipases
+ Lipases pancreáticas Lipases pancreáticas
Bile pancreáticas + pancreáticas +
Bile Bile
pH = 8 pH = 3 pH = 3 pH = 8 pH = 8

Unidades de ácidos graxos e de glicerol serão encontradas nos tubos

a) 1 e 4, sendo que, no tubo 4, essas unidades serão produzidas mais


rapidamente.

20
b) 2 e 3, sendo que, no tubo 2, essas unidades serão produzidas mais
rapidamente.
c) 3 e 5, sendo que, no tubo 3, essas unidades serão produzidas mais
rapidamente.
d) 1 e 2, sendo que, no tubo 1, essas unidades serão produzidas mais
rapidamente.
e) 4 e 5, sendo que, no tubo 5, essas unidades serão produzidas mais
rapidamente.

14. (G1 - ifsc 2016) A digestão dos alimentos envolve processos químicos e
físicos. Dentre os processos químicos, podemos citar a ação das enzimas que
quebram as moléculas para serem absorvidas e, dentre os processos físicos, a
deglutição, a mastigação e as contrações dos órgãos.

Quanto ao sistema digestório humano, analise as afirmações abaixo e assinale


V (verdadeiro) ou F (falso):

( ) A digestão começa na boca, a partir da mastigação e da ação de enzimas


presentes na saliva.
( ) O esôfago conduz os alimentos ao estômago através de movimentos
peristálticos.
( ) O fígado armazena a bile, que é secretada pela vesícula biliar.
( ) A digestão se encerra no intestino grosso, pela ação do suco intestinal.

Assinale a alternativa que contém a sequência CORRETA das respostas, de


cima para baixo:
a) V, F, F, V
b) V, V, V, V
c) V, V, F, F
d) F, F, V, V
e) F, V, V, F

21
15. (Cefet MG 2014) A vesícula biliar, pequena bolsa localizada abaixo do
fígado, tem como função o armazenamento de bile. Um dos problemas
relacionados a essa estrutura é a colelitíase, caracterizada pela presença de
cálculos em seu interior. O tratamento de pessoas com esta patologia pode ser
feito à base de medicamentos ou, em outros casos, por intervenção cirúrgica. A
maioria dos pacientes que se submetem à retirada desse órgão vive sem
grandes problemas.
Disponível em: <http://www.mdsaude.com/>. Acesso em 07 abril 2014. (Adaptado).

Nesse caso, recomenda-se uma dieta com quantidade moderada de


a) lipídios.
b) proteínas.
c) vitaminas.
d) carboidratos.
e) ácidos nucleicos.

22
GABARITO:

Resposta da questão 1:
[C]
O tamanho das moléculas de 1 reduz muito na boca e no esôfago, ambos sendo
os principais locais de digestão extracelular de carboidratos.
O tamanho das moléculas de 2 reduz muito no estômago e no intestino delgado,
ambos sendo os principais locais de digestão de proteínas.
O tamanho das moléculas de 3 reduz muito no intestino delgado e no grosso,
principais locais de digestão extracelular.

Resposta da questão 2:
[B]
A carne é um alimento rico em proteínas e o ph 5 é um ph ácido, similar ao do
estômago – local onde as proteínas são digeridas.

Resposta da questão 3:
[E]

A remoção cirúrgica da vesícula biliar retardará a digestão de gorduras, porque,


no indivíduo operado, ocorrerá uma redução na quantidade de bile a ser
secretada no intestino. A bile contém sais e ácidos responsáveis pela
emulsificação das gorduras, fato que facilita a ação hidrolítica das enzimas
lípases pancreática e entérica.

Resposta da questão 4:
[E]

A pepsina é uma enzima digestiva, produzida por glândulas da parede do


estômago, que atua sobre as proteínas alimentares transformando-as em
moléculas menores. O pH necessário à atuação da pepsina é ácido. A amilase
salivar atua em meio próximo ao neutro na boca e tem como função a
degradação de polissacarídeos. A porção inicial do intestino delgado é chamada
de duodeno e é onde ocorre a maioria do processo digestivo. As enzimas
atuantes no duodeno têm melhor rendimento em pH alcalino.

23
Resposta da questão 5:
[D]

A digestão dos alimentos começa na cavidade bucal, onde o amido é digerido


na presença da amilase salivar (ptialina), com a ajuda da mastigação. Após a
deglutição, o bolo alimentar chega ao estômago, onde o suco gástrico produzido
pelas paredes desse órgão (pepsina) agirá sobre as proteínas. A digestão se
completa no duodeno, onde as partículas alimentares ainda não digeridas serão
quebradas pelas enzimas aí presentes.

Resposta da questão 6:
[C]

A enzima amilase salivar é uma proteína que catalisa a hidrólise do amido até a
maltose, na cavidade oral.

Resposta da questão 7:
[C]

A pepsina é uma protease presente no suco gástrico. Essa enzima hidrolisa


proteínas no estômago, em ambiente ácido (pH  2,0).

Resposta da questão 8:
[A]

A amilase, como o próprio nome explicita, é a enzima responsável pela digestão


extracelular de amido.
A lipase, como o próprio nome explicita, é a enzima responsável pela digestão
extracelular dos lipídeos.
A sacarase, como o próprio nome explicita, é a enzima responsável pela digestão
da sacarose.

Resposta da questão 9:
[C]
Estômago, pâncreas e intestino delgado.

24
Resposta da questão 10:
[A]
A maltase é um enzima que tem origem nas glândulas salivares e trabalha na
boca, digerindo o amido (cadeia grande de carboidratos de origem vegetal) e
transformando-o em carboidratos menores, entre eles a maltose.

Resposta da questão 11:


[D]

A destruição das microvilosidades e vilosidades da mucosa do intestino delgado


predispõe os portadores da doença Celíaca a desenvolverem anemia por
deficiência na absorção de ferro, vitamina B12 e ácido fólico.

Resposta da questão 12:


[B]

As microvilosidades permitem que ocorra um aumento de superfície de contato


para a absorção dos nutrientes resultantes da digestão dos alimentos pelas
paredes internas do intestino.

Resposta da questão 13:


[E]

A digestão de lipídios ocorre no intestino delgado, em pH alcalino, através da


ação de enzimas produzidas no pâncreas, as lipases pancreáticas, que quebram
os lipídios em ácidos graxos e glicerol. Essa quebra ocorrerá nos tubos 4 e 5,
sendo que no tubo 5 a quebra será mais rápida, pois apresenta também a bile,
emulsificante produzido no fígado, armazenado na vesícula biliar e lançado no
intestino delgado, que aumenta a área da superfície das gotículas de lipídios,
facilitando a ação das enzimas.

Resposta da questão 14:


[C]

O fígado produz a bile, que é secretada pelo próprio fígado e pela vesícula biliar.
A digestão dos alimentos se encerra no intestino delgado, pela ação do suco
intestinal (entérico).

25
Resposta da questão 15:
[A]

Pessoas que se submeteram à remoção da vesícula biliar devem ingerir uma


quantidade moderada de lipídios, porque passam a apresentar menor secreção
de bile e, consequentemente, menor capacidade de emulsificar as gorduras da
dieta.

26