Você está na página 1de 4

Bibliografia

ABUD, Katia Maria. A construção de uma Didática da História: algumas idéias sobre a
utilização de filmes no ensino. História, São Paulo – SP, v. 1, p. 183 – 193. 2003.
ALMEIDA, Joaquim Canuto Mendes de. Cinema contra cinema: bases gerais para
BARROS, Carlos. HISTÓRIA, MEMÓRIA E FRANQUISMO. História & Ensino,
Londrina, v. 19, n. 2, p. 163-192, jul./dez. 2013.
BARROS, José D’Assunção. Cinema e história – considerações sobre os usos
historiográficos das fontes fílmicas. Comunicação & Sociedade, Ano 32, n. 55, p. 175-
202, jan./jun. 2011.
BEVERARI, Rafael Fermino. No-Do: imagens do fascismo na Espanha. Trabalho de
Dissertação apresentado à Universidade Federal de São Paulo como requisito para
obtenção do grau de Mestre em Ciências Sociais. Guarulhos, 2015.
BITTENCOURT, Circe. Ensino de história: fundamentos e métodos. 1. ed São Paulo:
Cortez, 2004.
BUADES, Josep M. A Guerra Civil Espanhola: o palco que serviu de ensaio para a
Segunda Guerra Mundial. São Paulo: Contexto, 2013.
CABRERA, Julio. O Cinema Pensa: Uma Introdução à Filosofia Através dos Filmes.
2. Ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.
CAPARRÓS-LERA, Josep María; ROSA, Cristina Souza da. O cinema na escola: Uma
CAPELATO, Maria Helena Rolim. “A PROPAGANDA POLÍTICA NO
VARGUISMO E NO PERONISMO”: ASPECTOS TEÓRICOMETODOLÓGICOS DE
UMA ANÁLISE SOBRE HISTÓRIA POLÍTICA. História: Questões & Debates,
Curitiba, v. 14, n. 26/27, p. 196-218, jan./dez 1997.
CERTEAU, Michel de. A escrita da História. Rio de Janeiro: Editora Forense-
Universitária, 1982, p. 13-119.
CHAVES, Daniel de Farias; MESQUITA, Josenilda Pinto. ENSINO DE HISTÓRIA E
CINEMA: POSSIBILIDADES PEDAGÓGICA PARA O SÉCULO XXI.
ARTEFACTUM – REVISTA DE ESTUDOS EM LINGUAGEM E TECNOLOGIA
DIAS, Rodrigo Francisco. “VER HISTÓRIA: O ENSINO VAI AOS FILMES”:
REFLETINDO SOBRE AS RELAÇÕES ENTRE CINEMA E ENSINO DE
HISTÓRIA. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais. V, 9. Ano, IX. Nº 1.
Janeiro – Março de 2012.
DIEZ, Emeterio. El montaje del Franquismo: la política cinematográfica de las fuerzas
sublevadas.Cuadernos de Historia Contemporánea, n. 23, 2001.
DUMOULIN, Olivier. O papel social do historiador: Da Cátedra ao Tribunal. Belo
Horizonte: Autêntica, 2017, p. 11-138.
EDSON, Jorge. CENSURA, MEMÓRIA E RESISTÊNCIA: O ROMPIMENTO DO
“PACTO DE SILÊNCIO”, NAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS ESPANHOLAS.
ANPUH – Brasil – 30º Simpósio Nacional de História – Recife,2019.
ESCUDEIRO, José Antonio. Estudios Sobre La Inquisición. Capítulo 7, La
introducción de la inquisición em España. Madrid: Marcial Pons Historia, 2005.
FÉ, Nilton Pereira da. O CINEMA DE CARLOS SAURA NO PROCESSO DE
TRANSIÇÃO DEMOCRÁTICA ESPANHOLA (1975-1982): O FILME CRIA
CUERVOS (1975). DISSERTAÇÃO APRESENTADA AO PROGRAMA DE PÓS-
GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA STRICTO SENSU, DA UNIVERSIDADE FEDERAL
DE GOIÁS. Goiânia, 2016.
FERRAZ, Liz de Oliveira Motta; CAVALCANTI, Vanessa R. S. História e Cinema:
Luz, câmera, transposição didática. HISTÓRIA & ENSINO, Londrina, v. 12, p. 157-
168, ago. 2006.
FERREIRA, Alexandre Maccari; KONRAD, Diorge Alenco; KOFF, Rogério Ferrer.
Uma História a Cada Filme: Ciclos de Cinema Volume 3. Santa Maria: FACOS-
UFSM, 2010.
FERRO, Marc. Cinema e História. Rio de Janeiro: PAZ E TERRA, 1992.
FIORAVANTE, Karina Eugenia; ROGALSKI, Sergio Ricardo. DA GEOGRAFIA ÀS
IMAGENS DO CINEMA: UMA DISCUSSÃO SOBRE ESPAÇO E GÊNERO A
PARTIR DE PEDRO ALMODÓVAR. Revista Discente Expressões Geográficas, nº
07, ano VII, p. 11 - 31. Florianópolis, junho de 2011.
FONSECA, Seiva Guimarães. Didática e prática de ensino de história: Experiências,
reflexões e aprendizados / Seiva Guimarães Fonseca. - Campinas, SP : Papirus, 2003
FONSECA, Seiva Guimarães; COUTO, Regina Célia do. A formação de professores de
História no Brasil: perspectivas desafiadoras do nosso tempo. In: __________________
(org.). Espaçoes de formação do professor de História. Campinas, SP: Papirus, 2008.
P. 101 – 130.
FONSECA, Seiva Guimarães; Silva, Marcos Antônio da. Ensino de História hoje:
errâncias, conquistas e perdas. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 31, nº 60,
p. 13-33 – 2010.
FREITAS, Enio de. História e Cinema: encontro de conhecimento em sala de aula. São
Paulo, SP: Cultura Acadêmica/UNESP, 2012.
FURHAMMAR, Leif; ISAKSSON, Folke. Mito, Magia e Política. In:______________
Cinema e Política. Rio de Janeiro – RJ, Paz e Terra. 1976. P. 211 – 220.
GADDIS, John Lewis. Paisagens da História: Como os historiadores mapeiam o
passado. Rio de Janeiro: Campus, 2003, p. 15-69; p. 147-171.
GARCÍA, Hugo. A historiografia sobre a Guerra Civil espanhola no início do século
XXI entre a política e a renovação. Relações Internacionais, Lisboa, v. 10, p. 123 –
136, Junho. 2006.
GIL, Rebeca de Lemos Gonzalez. Guerra Civil Espanhola: uma perspectiva
comparada de suas representações literárias. Dissertação de Mestrado apresentado
ao Programa de Pós-graduação em História Comparada (PPGHC), Instituto de História
(IH), Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2015.
GRAHAM, Helen. Guerra Civil Espanhola. L&PM. Porto Alegre, RS; 2013.
HARTOG, François. A testemunha e o historiador. In: ______. Evidência da História: o
que os historiadores veem. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011. p. 203-228.
HOBSBAWN, Eric. Bandidos. 4. ed. São Paulo: Paz & Terra, 2015.
HYPÓLITO, Bruno Kloss. O cinema e a querela de memórias do franquismo na
Espanha contemporânea: o caso de Silencio Roto e El Laberinto del Fauno.
Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em História, Faculdade de
Filosofia e Ciências Humanas, PUCRS. Porto Alegre, 2013.
KARNAL, Leandro. História dos Estados Unidos. São Paulo – SP, Contexto 2007.
MACHADO, Arlindo. O Sujeito na Tela: Modos de enunciação no cinema e no
ciberespaço. São Paulo: PAULUS, 2007.
Metodologia para o ensino de história. Educ. foco, Juiz de Fora - MG, v. 18, n. 2, p.
189-210, jul. / out. 2013.
MORETTIN, Eduardo Victorio. A representação da história no cinema brasileiro (1907
– 1949). Anais do Museu Paulista. São Paulo. N. Sér. V.5, p. 249 – 271. Jan./dez.
1997.
MORETTIN, Eduardo Victório. Cinema educativo: uma abordagem histórica.
Comunicação e Educação, São Paulo, v. 2, n. 4, p. 13- 19, set.-dez. 1995.
MUNIZ, Érico Silva Alves; FÉRIAS, Silviane de Carvalho. A INFLUENZA ENTRE
NÓS: A INTERIORIZAÇÃO DA GRIPE ESPANHOLA NA AMAZÔNIA E A
CHEGADA DA DOENÇA A BRAGANÇA (PA) (1918). Fronteiras & Debates,
Macapá, v. 6, n. 2. p, 67 – 84, Jul./Dez. 2019.
NAPOLITANO, Marcos. Cinema: experiência cultural e escolar. In:________________
(org.). Caderno de cinema do professor dois: Luz, Câmera... educação! São Paulo – SP,
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO: 2009, p . 10 – 31.
NAPOLITANO, Marcos. Como usar o cinema em sala de aula. 4. ed. São Paulo:
Contexto, 2009.
NAPOLITANO, Marcos. Fontes Audiovisuais – A História depois do papel. In:
PINSKY, Carla Bassanezi. In:______________ (Org.). Fontes Históricas. 1a Ed. São
Paulo: Contexto, 2008. p. 235-290.
NASCIMENTO, Jairo Carvalho do. CINEMA E ENSINO DE HISTÓRIA:
REALIDADE ESCOLAR, PROPOSTAS E PRÁTICAS NA SALA DE AULA. Fênix
– Revista de História e Estudos Culturais. Vol. 5 Ano, V nº 2 Abril/ Maio/ Junho de
2008.
NASCIMENTO, Vera Lúcia do. Cinema e Ensino de História: em busca de um final
feliz. Revista Urutágua – revista acadêmica multidisciplinar – DCS/UEM –Nº 16 –
ago./set./out./nov. 2008 – Quadrimestral – Maringá – Paraná – Brasil.
NETO, Leandro Carvalho Damacena; COSTA, Lara Alexandra Tavares da. A epidemia
de gripe espanhola de 1918 na “Metrópole do Café”: a partir do diálogo entre
Washington Luís e Altino Arantes. Temporalidades – Revista Discente do Programa
de Pós-Graduação em História da UFMG, Belo Horizonte, v. 7, n. 2. p, 607 – 631,
Mai./Ago. 2015.
NÓVOA, Jorge. Apologia da relação cinema-história. O Olho da História, n.1 , 2016.
NÓVOA, JORGE; FRESSATO, Soleni Biscouto; FEIGELSON,
Kristian.Cinematógrafo: Um olhar sobre a história. Salvador: EDUFBA; São Paulo:
ED. Da UNESP, 2009.
PEREIRA, Lara Rodrigues. A Abordagem Didática do Uso do Cinema em Sala de
Aula. ANO X – N° 01/2018
PEREIRA, Lara Rodrigues; SILVA, Cristiane Bereta da. Como utilizar o cinema em
sala de aula? Notas a respeito das prescrições para o ensino de História. ESPAÇO
PEDAGÓGICO. v. 21, n. 2, Passo Fundo, p. 318-335, jul./dez. 2014.
PEREIRA, Wagner Pinheiro. CINEMA E PROPAGANDA POLÍTICA NO
FASCISMO, NAZISMO, SALAZARISMO E FRANQUISMO. História: Questões &
Debates, Curitiba, n. 38, p. 101-131, 2003. Editora UFPR.
PRADO, Maria Ligia; PELLEGRINO, Gabriela. História da América Latina. São
Paulo – SP, Contexto. 2014.
REIS, José Carlos. História e Teoria: Historicismo, Modernidade, Temporalidade e
Verdade. Rio de Janeiro: FGV, 2003, p. 7-66; p. 97-177.
RÜSEN, Jörn. Razão histórica. Brasília: Editora da UnB, 2001.
SBERNI JUNIOR, Cleber. História, Pluralismo Cultural e Formação do Professor:
Notas sobre os PCNs (1997). II Seminário Internacional de Pesquisa em Políticas
Públicas e Desenvolvimento Social. II SIPPEDES. Franca – SP, 20 a 22 setembro de
2016.
SILVA, Cândida Carolina de Andrade e. Vestígios da guerra civil espanhola em
fragmentos literários no Brasil (1936-1975). Dissertação (Mestrado em História) -
Universidade de Brasília Departamento de História Programa de Pós Graduação em
História Área de Concentração: História Cultural Linha de Pesquisa: Identidades,
Tradições, Processos. Brasília, 2010.
SILVA, Tomaz Tadeu da. A Produção social da identidade e da diferença. In:________
(org.). Identidade e diferença: A perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ:
Vozes, 2000. P. 73 – 102.
TEIXEIRA, Inês Assunção de Castro; LOPES, José de Sousa Miguel. A Mulher Vai
ao Cinema. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
TELLEZ, ANDRÉS MACHUCA. A EDUCAÇÃO NA DITADURA: A EDUCAÇÃO
ESPANHOLA NO PERÍODO FRANQUISTA 1939-1959. Cadernos de História da
Educação, v.15, n.1, p. 443-452, jan.-abr. 2016.
TESSAROLO, Enzo Mayer. Política Externa Norte-Americana e Hollywood no Pós –
11 de Setembro: A Bipolaridade Amigo – Inimigo na Doutrina Bush. In:____________
(org.). Cinema & Política. Rio de Janeiro – RJ: AZOUGUE EDITORIAL, 2015. P.
2013 – 240.
um esboço de organização do cinema educativo no Brasil. São Paulo: Editora Limitada,
1931; e SERRANO, Jonathas; VENÂNCIO FILHO, Francisco. Cinema e educação. Rio
de Janeiro: Melhoramentos, 1931.
WOODWARD, Kathryn. IDENTIDADE E DIFERENÇA: UMA INTRODUÇÃO
TEÓRICA E CONCEITUAL.
ZERWES, Erika. Iconografias de esquerda: encontro entre cultura visual e cultura
política em fotografias da Guerra Civil Espanhola. VISUALIDADES, Goiânia v.12 n.2,
p. 159-177, jul-dez 2014.

Você também pode gostar