Você está na página 1de 8

INTRODUÇÃO

No mundo empresarial actual a maioria dos agentes,nomeadamente instituições


financeiras e alguns clientes exigem estudos de suporte à intenção do negócio,
oresultado destes estudos chamam-se business case e são o produto da Análise
Financeira. Este fornece a justificação financeira para uma decisão de investimento e
permite ainda identificar e analisar pro-activamete os benefícios e custos esperados do
projecto.
Visto que os critérios de avaliação que vamos utilizar em conjunto para dar
uma ideia macroscópica do valor financeiro do projecto para a empresa.
E neste trabalho vamos estudar ou avaliar a situação da empresa GEFF SARL
que pretende implementa um projecto de produção de pneus, com um investimento em
capital fixo de 100.000 usd e posteriormente o projecto é financiado em 75% do seu
investimento total pelos capitais alheios.

1
Dados do Exercício

1. A empresa GEFF SARL pretende implementar um projecto de investimento que


se dedica a produção de pneus. O projecto tem uma vida util de 3 anos de acordo
com um estudo de mercado feito a preços constantes , estimaram-se os
seguintes:

Exploração

DESCRIÇÃO ANO 1 ANO 2 ANO 3


VENDAS 132000 120000 120000
CMVM 66000 60000 60000
CUSTOS FIXOS 12000 12000 12000
AMORTIZ. 25000 25000 25000
RAJI 29000 23000 23000

Informações adicionais

TAXA DOS BILHETES DE


TESOUROS 0,06
PREMIO DE RISCO 0,02
TX MEDIA ANUAL DE INFLAÇÃO 0,03
TX. DE IMPOSTO SOBRE O
RENDIMENT. 0,4
PRAZO MEDIO DE RECEBIMENTO 30 dias
PRAZO MEDIO DE PAGAMENTO
DE MP 60 dias
PRAZO MEDIO DE ROTAÇÃO DE
MP 30 dias
TX. DE AMORT. DO CAPITAL FIXO 0,25
IRT 0,15
i.ACTIVA 0,1
I.PASSIVA 0,02
SST 0,03
SS.EP 0,08
SB 10000
PMP 30 dias
TX IVA 0,17

O valor do investimento em capital fixo é de 100000 USD e o seu valor residual


corresponde ao valor líquido contabilístico.

a) Pretende-se a análise da rendabilidade Económica deste projecto de


Investimento apreços constantes, de acordo com os critérios do valor actual

2
liquido, da Taxa Interna de rentabilidade, do indice de rentabilidade do projecto
e do Período de Recuperação do Investimento(interprete os resultados obtidos).

MAPA DE IVA

DESCRIÇÃO Ano 1 Ano 2 Ano 3


VENDAS 132000 120000 120000
IVA DEDUT. 22440 20400 20400
VENDAS/C IVA 154440 140400 140400
COMPRAS 71500 59500 60000
IVA ALIQ 12155 10115 10200
COMPRAS/C IVA 83655 69615 70200
IVA APURADO 10285 10285 10200
SALDO IVA 857,0833 857,0833 850

MAPA DAS COMPRAS

DESCRIÇÃO Ano 1 Ano 2 Ano 3


CMVMC 66000 60000 60000
EF 5500 5000 5000
Ei 0 5500 5000
COMPRAS 71500 59500 60000

NOVO MAPA DE EXPLORAÇÃO

DESCRIÇÃO 1 2 3
VENDAS 132000 120000 120000
CMVMC 66000 60000 60000
CUST.FIXO 12000 12000 12000
AMORT. 25000 25000 25000
RAJI 29000 23000 23000
RAJI(1-t) 17400 13800 13800
AMORT. 25000 25000 25000
MLP 42400 38800 38800

MAPA DE SEGURANÇA SOCIAL

3
DESCRIÇÃO 1 2 3
Salário Básico 10000 10000 10000
S.S EP 800 800 800
S.STB 300 300 300
S.S APURADO 1100 1100 1100
SALDO 91,66667 91,66667 91,66667

MAPA DE IRT

DESCRIÇÃO 1 2 3
IRT APURADO 1500 1500 1500
SALD.IRT 125 125 125

MAPA DAS NFM

DESCRIÇÃO 1 2 3
CLIENTES 12870 11700 11700
EXISTENCIAS 5500 5000 5000
RECURSOS      
FORNECEDOR 13942,5 11602,5 11700
ESTADOS      
IRT 125 125 125
SS 91,66667 91,66667 91,66667
IVA 857,0833 857,0833 850
FMN 3353,75 4023,75 3933,333
VAR DO FMN 3353,75 670 -90,4167

MAPA DOS CASH FLOWS

DESCRIÇÃO 0 1 2 3
INFLOWS        
MLP   42400 38800 38800
VRCF       25000
VAR FMN       3933,333
OUT FLOWS        
INVES. CF 100000      
INVES. FMN   3353,75 670 -90,4167
CASH TOTAL -100000 39046,25 38130 67823,75

Concluido o mapados cash flows estamos em condições de calcular ataxa


actualização deste projecto que constitui um factor crítico da política de uma
empresa, já que irá condicionar a aceitação ou rejeição de intenções de

4
investimento e, logo, influenciar o seu futuro. A Taxa de Actualização é também
conhecida por custo de oportunidade do capital ou taxa mínima de rendibilidade
do projecto. Não é mais do que a rendibilidade que o investidor exige para
implementar um projecto de investimento e irá servir para actualizar os cash
flows gerados pelo mesmo.

A Taxa de Actualização é constituída por três componentes (taxas): mas neste


projecto apenas vamos utilizar os dois primeiros factores que é os bilhestes de
tesouros e o prémio de Risco
                                           TA = [ ( 1+T1 ) x ( 1+T2 ) ] - 1

TAXA DE ACTUALIZAÇÃO 0,0812

Consbida a taxa de actualização estamos em condições calcular o valor actual líquido;

VAL 22.393,22 €

 VAL= 22.393,22 €significa que o projecto é economicamente viável a taxa do


custo de oportunidade;
 Recupera o capital investido, consegue cobrir o risco económicos e financeiros;
 Cria mais valia em relação a outros projectos de riscos semelhantes

Cálculo da TIR

Calculamos esta TIR através do Método de Interpolação Linear. Este método consiste
em ensaiar vários valores de "i". Começa-se por estimar um valor que nos pareça
próximo da solução final. Se o VAL resultar positivo, ensaia-se um valor de "i"
superior. A taxa interna de rendibilidade de um projecto de investimento é a taxa de
actualização que anula o valor actual líquido. Pode dizer-se que a TIR é a taxa mais
elevada a que o investidor pode contrair um empréstimo para financiar um
investimento, sem perder dinheiro

Neste caso sabendo que a taxa de Actualização (TA= 0,0812) supomos uma outra
Taxa superior a TA, igual a 10%

VAL 1
TIR=i1+(i2−i 1)×
VAL 1+(VAL 2)

i1=0,0812

i2 =0,1

5
i1 - Taxa de Actualização que origina um VAL > 0
i2 - Taxa de Actualização que origina um VAL < 0
VAL1 - VAL Positivo
VAL 2 - VAL Negativo

Análise do resultado da TIR

 TIR=19% o projecto é economicamente viável, proporciona uma rentabilidade


superior a outros projectos de riscos semelhantes.
 Ou seja TIR > TA Implica que o VAL > 0; o projecto consegue gerar uma taxa
de rendibilidade superior ao custo de oportunidade do capital, pelo que estamos
perante um projecto economicamente viável

Cálculo IRP

VAL
IRp= +1
(Capita Inves)

22.393,22
TIR= +1
100000

IRP= em cada unidade investida há um retorno de 1,223932223 e demonstra-nos mais


uma vez a viabilidade do projecto porque este

Cálculo do PRI

Este critério destina-se a determinar o tempo de recuperação do capital investido, ou


seja, calcula-se o tempo necessário para que as receitas geradas e acumuladas
recuperem as despesas em investimento realizadas e acumuladas durante o período de
vida do projecto.

 CF/(1+i)  CF/(1+i)n acumulado

 Período CASH.FLOW
0 -100000 -100000 -100000
1 39046,25 36.113,81 € -63.886,19 €
2 38130 32.617,80 € -31.268,39 €
3 67823,75 53.661,61 € 22.393,22 €

 Podemos concluir que o capaital investido é recuperado no prazo de 2


anos e 6 meses e 29 dias.

6
 Ou seja o capital investido é recuperado no final do 2ºano da vida útil do
Projecto.

1.1 Supondo agora , que o investidor recorre a capitais alheios para financiar
75% do seu investimento Total através da contração de um emprestimo bancário
com as seguintes condições.

Montante=0,75 do valor de investimento; 100000 75000


Taxa de juro anual Nominal: 0,1 convertivel
semestralmente 0,05
Reembolso de capital: SAC
Imposto de selo: 0,01  
comissões (Flat): 0,005 do valor do emprestimo 0,005  

Serviço da dívida

  Ak-1 Jk Rk Isk Ck Ak
0           75000
1 75000 3750 12500 37,5 18,75 62500
2 62500 3125 12500 31,25 15,625 50000
3 50000 2500 12500 25 12,5 37500
4 37500 1875 12500 18,75 9,375 25000
5 25000 1250 12500 12,5 6,25 12500
6 12500 625 12500 6,25 3,125 0

7
MAPA DOS CASH FLOWS

  CF.FINANC 0 1 2 3 4 5 6
+ EMPREST 75000            
- Rk   12500 12500 12500 12500 12500 12500
- Jk   3750 3125 2500 1875 1250 625
- Isk   37,5 31,25 25 18,75 12,5 6,25
- Ck 375            
+ BFjk     2750   1750   750
+ Bfisk     27,5   17,5   7,5
+ BFck     50   50   50
CASH - - - - -
= FLOWS 74625 16287,5 12828,8 -15025 12576,3 13762,5 12323,8

 A partir do quadro acima apresentado conseguimos de encontrar ou seja


calculamos o valor actual da fonte de financiamento VAFF= 1944,23
 Com o mesmo valor significa que a fonte de financiamento é viável e acrescenta
valor via poupança.

 VALA=24.337,45 € significa que o projecto é globalmente viável.

Conclusões

Proceguidos e analisados todos critérios necessários para avaliar um projecto


de investimento e com os resultados obtidos em cada indicador de viabilidade
podemos concluir que a empresa GEFF pode implentar o seu negócio porque o mesmo
é globalmente viável e gera excedentes monetário visto apartir da Avaliação Económica
do projecto.