Você está na página 1de 86

Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

DESENVOLVIMENTO E ESTIMULAÇÃO

Cada criança tem o seu ritmo. Existem variações individuais, condições sociais da família, raça, clima, presença
ou não de irmãos mais velhos, que influenciam no desenvolvimento. As características da evolução não são
exatas. A tabela elaborada por especialistas nos ajuda a ter uma idéia do que ocorre em cada fase do bebê, o
que é esperado.

As principais características do desenvolvimento normal de cada fase do bebê são descritas a seguir:

1 mês – Dorme bastante e a visão é limitada (enxerga somente se o objeto for colocado próximo a seus olhos).
Movimenta o corpo em cadência com a voz e chora por comida. Ele mama a cada três ou quatro horas – mas
esses intervalos podem ser menores. Realiza movimento de sucção ao estimular-lhe os lábios. Também reage
aos sons mais altos e pode se assustar com ruídos inesperados. Emite alguns sons.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Você conversa e canta musicas de ninar. Olha diretamente nos seus
olhos. Mostra objetos bem próximos ao seu olhar. Estica suas perninhas delicadamente para libertá-lo da po-
sição fetal. Abre suas mãozinhas e dedinhos para ele relaxar. Toca no seu corpo.

2 meses – Ele acompanha pessoas e objetos. Consegue emitir sons variados e já tenta levantar o tórax
com a cabeça e sustenta a cabeça por alguns momentos de bruços. Acalma-se ao ouvir vozes e sor-
ri com resposta ao adulto. Mexe braços e pernas desordenadamente devido à falta de coordenação e
tenta pegar objetos suspensos. Nessa fase, está com os músculos do pescoço mais enrijecidos. Cho-
ra para chamar a atenção. Segue com os olhos um estimulo em movimento, colocado perto dos olhos.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Levanta-o para que possa enxergar ao seu redor. Coloca objetos pró-
ximos ao seu campo de visão, ele vai erguer a cabeça para enxergá-los. Coloca-se fora do seu alcance e faz
soar uma campainha com um ruído mais ou menos alto, ele tentará localizá-la. Instale móbiles no berço para
que ele acompanhe o movimento dos brinquedos.

3 meses – As glândulas lacrimais começam a funcionar. Ele reconhece os pais, consegue firmar a cabe-
ça e ganha peso. Agita-se com brincadeiras, escuta música e responde aos estímulos dos pais com sor-
risos, sons vocálicos e gritinhos. Também começa a brincar com as próprias mãos, levando-as à boca.
A criança já consegue segurar objetos com firmeza por alguns minutos. Ela também fica de bruços e
apóia-se nos antebraços para observar o que se passa a seu redor. Curiosa, procura objetos que fo-
ram removidos para pontos distantes da sua visão, seguindo com o olhar o movimento das pessoas.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Brinca com gestos e palavras, ele vai abrir um grande sorriso. Coloca
um chocalho em sua mãozinha, ele vibrará com o barulhinho. Pendure móbiles para que ele os balance. O leva
para passear. Deixe que ele leve sua mão à boca (ele se interessará em pegar objetos) e ofereça mordedores.

4 meses – Grita forte e demonstra preferência por brinquedos. Também ri bastante, expressa desagrado e reco-
nhece a voz dos familiares. Em geral, a mãe volta a trabalhar. Podem ser incluídos na alimentação sucos e papinha
de frutas. Nessa fase, o bebê tem sua capacidade visual aumentada e fica em pé quando segurado pela cintura. Ele
ainda explora objetos com a boca e balança brinquedos sonoros. Segura objetos pequenos e tenta apanhar outro
fora de seu alcance. Vira-se de um lado para outro. Gosta de brincadeiras e reage ativamente a novos estímulos.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Brinca com ele. Ofereça objetos interessantes para que ele possa
tocá-los sentado ou deitado. Passe a maior parte do tempo ao seu lado brincando e dando gargalhadas. Imitar
seus próprios sons e apresente alimentos diferentes para estimular o olfato e o paladar.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

5 meses – Imita caretas. Segura objetos com firmeza e consegue se arrastar para pegá-los. Chupa os dedos
dos pés e brinca com eles. Além disso, percebe o barulho dos brinquedos e fica atento para o que aconte-
ce ao seu redor. Balbucia, movimenta-se com mais agilidade e pode rolar. Também tenta fazer força para
sentar-se. Ele consegue discernir uma voz doce de uma áspera e demonstra com expressão facial algo que
lhe desagrada. Chacoalha brinquedos, brinca de esconder e transfere objetos de uma mão para a outra.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Brinca constantemente com ele, especialmente na hora do banho.
Coloca musicas para tocar. Atende imediatamente a seus ruídos e chamados, ele estará desenvolvendo sua
autoestima e segurança.

6 meses – Tudo o que pega leva à boca. Olha quando é chamado e podem nascer os primeiros dentinhos,
em geral os centrais superiores. Ao final do sexto mês, fica sentado. Ele come papinhas, balbucia monos-
sílabos associados com figuras e gosta de brincar de esconder. Demonstra grande interesse pelas mãos e
gosta de passear nos ombros dos adultos. Já estica os bracinhos para pedir colo e elege o brinquedo fa-
vorito. Vira-se para a origem dos sons. Atende quando seu nome é chamado. Discrimina vozes estranhas.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Coloca na sua mãozinha alimentos diferentes para serem manu-
seados, como biscoitos, pedacinhos de frutas. De o máximo de carinho e atenção, promovendo dessa for-
ma sua segurança. Brinca de esconder, colocando e retirando uma fralda de seu rostinho. Incentive a ficar
sentado e coloque brinquedos um pouco mais distantes, ele será estimulado a se arrastar para ir pegá-los.

7 meses – Grita e ri alto e ensaia engatinhar, mas ainda não consegue. Mas já tem uma visão maior do mundo. Apa-
nha pedacinhos de comida e come. Adora mudar objetos de uma mão para outra e levanta os braços em saudação.
Também tem reações de estranheza a pessoas e objetos não conhecidos e sente medo. Repete os próprios sons.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Afaste objetos e ele se esforçará para pegá-los. Deixe-o livre para
explorar seus brinquedos. Ofereça o maior numero de objetos sonoros.

8 meses – Ganha força no quadril e alguns conseguem engatinhar. Já senta sozinho, mas estra-
nha as pessoas. Adquire mais dois dentinhos, começa a entender o significado do não e a ficar de pé
com apoio. Segura objetos com a ponta dos dedos, bate palmas e coloca vários cubos dentro de uma
caixa. Acena e pára quando lhe dizem “não”. Manifesta sentimentos de raiva quando é contrariado.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Passeia com ele ao ar livre, mostrando tudo o que se passa ao redor.
Insiste em deixar objetos fora de seu alcance, ele vai se arrastar e esticar os braços para apanhá-los. De toda
assistência de que ele necessita, inclusive acalente-o quando chora. Nessa fase, ele percebe que a mãe é uma
pessoa separada dele e isso o angustia. Por isso, a mãe deve sempre mostrar que continua por perto.

9 meses – Consegue engatinhar bem e adquire mais força nos pés. Passa a manifestar de for-
ma mais clara sua personalidade, gosta de ser o centro das atenções e faz gracinhas. Agarra-
-se a móveis e consegue se levantar. Podem nascer mais dentinhos e ele é capaz de usar xíca-
ra ou copinho. É muito ativo durante o dia, olha entre as pernas abertas e empilha dois cubos.
Imita sons e acha brinquedos escondidos. Adora jogar objetos ao chão e observá-los cair. Repete sílabas.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Converse e explique tudo para ele sobre o que vai fazer, tanto no
banho, na refeição como na troca de roupa. O ajuda a se manter em pé com o intuído de fortalecer a muscu-
latura. Ofereça objetos de diferentes tamanhos e cores. O encoraja a engatinhar e pegar objetos na sua frente.
Ofereça livros com cores fortes.

10 meses – Senta e levanta sozinho, dá tchau e pode falar papai e mamãe. Come bolacha, é curioso, engatinha
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

bem e fica em pé com apoio. Gira a parte superior do corpo para alcançar um objeto, melhora a habilidade
manual e começa a definir qual mão vai ser a dominante. Já troca passinhos com apoio, imita sons e pode
falar dissílabos. As meninas ficam mais femininas e elegantes. Interessa-se por fotos, desenhos e figuras.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Conte historias e mostre figuras de livros infantis. Lhe de livros de
pano e de fácil manuseio. Ofereça brinquedos construtivos, de encaixe, por exemplo. Fique distante com um
objeto na mão e o chame para pega-lo.

11 meses – Ele suporta bem ficar períodos sozinho e brinca com outras crianças. Caminha com
apoio, passa da posição de pé para sentado e desloca-se segurando em móveis. Diz mamá, papá
e tchau. Vira páginas de um livro, segura copos e chama adultos e crianças para brincar. Ga-
nha mais dentinhos. Também atende a “dá”, mas não solta o objeto. Move-se com agilidade, sobe
e desce de móveis e escadas. Já abre gavetas e começa a ter noção do que é proibido e permitido.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Brinque com ele de colocar e tirar objetos de uma caixa. Toca canti-
gas de roda, canta e faz festa com ele. Deixe-o livre para propor a brincadeira favorita.

12 meses – Tem interesse pelas cores e coopera para se vestir. Entrega um brinquedo quando pedem e sua lingua-
gem fica mais apurada. Dá uns passinhos, porém prefere engatinhar para explorar o mundo. Já pode fazer alimen-
tação variada com a família, mas gosta de comer com as próprias mãos. Define gostos e aversões, pode ter me-
nos apetite e lembra onde estão guardados seus brinquedos. Balança a cabeça em resposta a questões simples.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Imite sons de bichinhos com ele. Fique distante e o chame, aprimo-
rando dessa forma o seu ato de andar. Procure conversar sobre tudo.

15 meses – Tira brinquedos dos outros, anda e quer subir escadas sozinho. Gosta de imitar os adul-
tos, rabisca no papel com lápis de cor ou caneta e se diverte com água. Usa bastante a pala-
vra não. Corre, brinca com bola, anda para trás e aumenta o vocabulário. Começa a comer so-
zinho. Sente a ausência dos pais e gosta de ouvir várias vezes a mesma história ou a mesma música.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Ofereça revistas para pintar e desenhar. Rabisca e se diverte com ele.
Deixa-o comer sozinho ainda que se lambuze inteiro. Aumente o arsenal de historias infantis.

18 meses – Sobe com facilidade em cadeiras, abre e fecha gavetas e brinca com o controle remo-
to da televisão. Adora rabiscar, escalar móveis e consegue tirar uma peça de roupa. Fica mais manhoso
na hora de comer e aprende a usar objetos como o telefone. Tem por volta de 16 dentinhos e deve ser
estimulado a treinar o controle de xixi e cocô. Repete quase tudo o que ouve, aprende a montar quebra-
-cabeças e consegue cantarolar as músicas de que gosta. Aponta para objetos ao ouvir o nome desses.
Balança a cabeça para sim/não apropriadamente.

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Disponha de grandes períodos de tempo para brincar com ele. De
oportunidades para que ele exercita, seja subindo escadas, empurrando objetos, seja cantando, etc. Ofereça
brinquedos essencialmente construtivos.

24 meses – Tem percepção de quem é. Sobe e desce escadas, tira os sapatos e peças de roupa. Em geral a
dentição de leite se completa. Faz mau criações e mexe em tudo. Chuta bola sem perder o equilíbrio, tenta impor
suas vontades, passa a sentir ciúme e consegue estabelecer o controle da bexiga. Escuta com atenção estórias
simples. A fala é 65% inteligível. A negação é expressa. Usa pronome e nome para sim mesmo (“eu Pedro”).

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Leva-o a parques, museus e zoológicos. Incentive a leitura. Responde
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

a suas perguntas freqüentes. Conte historias e o ajuda a representar personagens. Peça para que ele junte
determinada quantidade de brinquedos.

36 meses – Pede para ir ao banheiro e gosta da companhia de outras crianças para brincar. Canta, reconhece
cores e começa a se vestir. Explica bem as coisas e continua aprendendo com facilidade e por imitação. Perce-
be os sentimentos dos adultos, deve ter os 20 dentes de leite e sabe comer de garfo e colher. Gosta de contar
e ouvir histórias. Segura o lápis como um adulto. Escuta uma história por até 20 minutos. Entende conceitos
“em cima, embaixo grande, pequeno”, etc. A fala é 80% inteligível. Usa pronomes (eu, me, você, meu).

O BEBÊ SERÁ ESTIMULADO QUANDO: Passe informações coerentes com a realidade. Sempre reserva um
tempo do seu dia para ele. Viagem com ele nas suas brincadeiras e personagens que cria. Ofereça lápis e
papel.

Adaptado por: Marcia Pereira Yunes - Neuropsicóloga


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

TESTE DE ATENÇÃO

Teddy Bear Cancellation Test


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Teddy Bear Cancellation Test

CORREÇÃO
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

AUTISMO

ESCALA AUSTRALIANA

A. COMPETÊNCIAS SOCIAIS E EMOCIONAIS

1. A criança tem dificuldade de compreender como jogar com as outras crianças? Por exemplo, não tem cons-
ciência de regras implícitas nos jogos sociais:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

2. Quando ele(a) tem a oportunidade de jogar com outras crianças, como na hora do recreio, a criança evita o
contato social com elas? Por exemplo, se refugia num lugar tranquilo:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

3. A criança dá a impressão de não ter consciência das convenções ou das regras de conduta social, agindo
ou fazendo comentários de maneira inapropriada? Por exemplo, fazendo um comentário inadequado, sem se
dar conta que pode ferir o outro:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

4. A criança tem falta de empatia? Por exemplo, não se dá conta, que se pedir desculpas poderá contribuir para
a felicidade do outro:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

5. A criança parece esperar que as outras pessoas conheçam seus pensamentos, suas experiências e suas
opiniões? Por exemplo, não se dá conta que você não pode saber alguma coisa, porque você não estava com
a criança naquele momento:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

6. A criança tem uma necessidade assegurada, sobretudo se as coisas mudam ou não se passam bem?

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

7. A criança apresenta falta de nuances na sua expressão emocional? Por exemplo, manifesta uma reação
tristeza ou de afeição de maneira desproporcional em relação à situação:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

8. Falta para a criança precisão na expressão emocional? Por exemplo, ela não compreende o nível de expres-
são emocional apropriado para as diferentes pessoas:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

9. A criança manifesta um interesse em participar de atividades esportivas, jogos e/ou atividades competitivas:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentement

10. A criança é indiferente a pressão social de seus pares? Por exemplo, ele não se interessa em brinquedo e
vestimenta:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

B. COMPETÊNCIA DA COMUNICAÇÃO

11. A criança entende as expressões ou comentários no pé da letra? Por exemplo, apresenta dificuldade em
expressões como “fica plantado aí”, “vai ver se eu estou lá na esquina”:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

12. A criança tem um tom de voz inabitual? Por exemplo, dá a impressão de ter “sotaque estrangeiro”, ou mo-
nótona sem acento tônico nas palavras importantes (Ex: não usa interrogação):

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

13. Quando nós falamos com a criança, ela dá a impressão de não estar interessada pelo nosso lado da con-
versa? Por exemplo, ela não faz perguntas e comentários sobre os nossos pensamentos ou as nossas opiniões
sobre os assuntos:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

14. Durante uma conversa, a criança tem uma tendência de utilizar menos contato visual do que é esperado?

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

15. A linguagem da criança é muito precisa ou arrogante? Por exemplo, fala de uma maneira formal ou como
“um dicionário ambulante”:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

16. A criança tem problemas para se adaptar a uma conversa? Por exemplo, quando não compreende o que
foi dito, ela não pede esclarecimentos e tenta voltar a um assunto familiar ou leva muito tempo para achar a
resposta:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

C. COMPETÊNCIAS COGNITIVAS

17. A criança lê livros, sobretudo para se informar e não parece ser muito interessada pela ficção? Por exemplo,
é um leitor ávido de enciclopédias ou de livros científicos, mas não gosta de romances ou aventuras:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

18. A criança tem uma memória tardia excepcional para fatos e eventos? Por exemplo, lembra o número da
placa do carro do vizinho de vários anos atrás ou se lembra claramente de cenas que se passaram há muito
tempo:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

19. Falta para a criança o jogo social imaginativo? Por exemplo, as outras crianças não se incluem nos seus
imaginários ou ele não compreende o jogo de faz de conta das outras criança:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

D. INTERESSES ESPECÍFICOS

20. A criança é fascinada por um assunto particular a ponto de colecionar com avidez as informações ou as
estatísticas sobre esse assunto? Por exemplo, a criança é “uma enciclopédia ambulante” sobre carros, mapas
ou resultados de esportes:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

21. A criança é particularmente perturbada pelas mudanças da rotina? Por exemplo, pegar um outro caminho
para ir à escola:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

22. A criança tem rotinas ou rituais elaborados que são necessários respeitar? Por exemplo, alinhar os brin-
quedos antes de ir para cama:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

E. COMPETÊNCIAS MOTORAS

23. A criança tem problemas de coordenação? Por exemplo, tem dificuldade para pegar uma bola:

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente

24. A criança corre de maneira estranha?

0________1________2________3________4________5

Raramente Frequentemente
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

F. OUTRAS CARACTERÍSTICAS

Nessa parte, assinale cada uma das características que a criança apresenta

a) Medo ou angústia inabitual causada por:

Sons habituais, por exemplo, aparelhos elétricos

Contato corporal leve sobre a pele ou sobre a cabeça

Utilizar certos tipos de roupa

Barulhos inesperados. Ex: buzina, trovão, fogos de artifício

De certos objetos

De lugares barulhentos, com muita gente, por exemplo, supermercados

b) Uma tendência a bater as mãos ou se balançar em caso de excitação ou angústia

c) Pouca sensibilidade à dores leves

d) Retardo na aparição da linguagem

e) Caretas ou tiques faciais inabituais


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

CHILDHOOD AUTISM RATING SCALE (CARS)

Schopler,E; Reichler,RJ; Renner,BR

1 - Relacionamento Interpessoal
Pontos Sintomas
Sem evidencia de dificuldade ou anormalidade: o comportamento da criança do para a idade.
1 Alguma timidez, inquietação ou prejuízo pode ser observado, mas não a um nível diferente (atípi-
co) quando comparado com outra de mesma idade.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança evita olhar o adulto nos olhos; evita o adulto; demonstra
dificuldade quando é forçado a tal; é extremamente tímido; não é tão sociável com um adulto
2
quanto uma criança normal de mesma idade; fica agarrada aos familiares de forma mais intensa
que outras de mesma idade.
2,5
Grau moderado: A criança as vezes demonstra isolamento. Há necessidade de esforço persis-
3 tente para obter sua atenção. Há um contato mínimo por iniciativa da criança (o contato pode ser
impessoal).
3,5
Grau severo: A criança é isolada realmente, não se dando conta do que o adulto está fazendo;
4 nunca responde as iniciativas do adulto ou inicia contato. Somente as tentativas muito intensas
para obter sua atenção tem algum efeito positivo.

2 - Imitação
Pontos Sintomas
Apropriada: A criança imita sons, palavras e movimentos que são apropriados para seu nível de
1
desenvolvimento.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança evita olhar o adulto nos olhos; evita o adulto; demonstra
dificuldade quando é forçado a tal; é extremamente tímido; não é tão sociável com um adulto
2
quanto uma criança normal de mesma idade; fica agarrada aos familiares de forma mais intensa
que outras de mesma idade.
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança imita comportamentos simples como bater palmas ou
palavras isoladas na maior parte do tempo. As vezes reproduz uma imitação atrasada (após
3
tempo de latência)

3,5
Grau severo: A criança raramente ou mesmo nunca imita sons, palavras, ou movimentos mesmo
4
com auxílio de adultos ou após período de latência.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

3 - Resposta Emocional
Pontos Sintomas
Resposta apropriada para a idade e situação: A resposta emocional (forma e quantidade) de-
1
monstra sintonia com a expressão facial, postura corporal e modos.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança ocasionalmente demonstra alguma inadequação na forma
2 e quantidade das reações emocionais.  Às vezes as reações são não relacionadas a objetos ou
acontecimentos do “entorno”.
2,5
Grau moderado: Há presença definitiva de sinais inapropriados na forma e quantidade das res-
postas emocionais. As reações podem ser inibidas ou exageradas, mas também podem não
3 estar relacionadas com a situação. A criança pode fazer caretas, rir ou ficar estática apesar de não
estarem presentes fatos que possam estar causando tais reações.

3,5
Grau severo:  As respostas são raramente apropriadas as situações: quando há determinado
tipo de humor é muito difícil modificá-lo mesmo que se mude a atividade. O contrário também
4 é verdadeiro podendo haver enorme variedade de diferentes reações emocionais durante um
curto espaço de tempo mesmo que não tenha sido acompanhado por nenhuma mudança no
meio ambiente.

4 - Expressão Corporal
Pontos Sintomas
Apropriada: A criança se move com a mesma facilidade, agilidade e coordenação que outra da
1
mesma idade
1,5
Grau leve de anormalidade: Algumas peculiaridades “menores” podem estar presentes como
2 movimentos desajeitados, repetitivos, coordenação motora pobre, ou presença rara de movimen-
tos não usuais descritos no próximo item.
2,5
Grau leve de anormalidade: Comportamentos que são claramente estranhos ou não usuais para
outras crianças de mesma idade. Podem estar presente: peculiar postura de dedos e corpo, au-
3 toagressão, balançar-se, rodar e contorcer-se, movimentos serpentiformes de dedos ou andar na
ponta dos pés.

3,5
Grau severo: Movimentos frequentes ou intensos (descritos acima) são sinais de comprome-
timento severo do uso do corpo. Estes comportamentos podem estar presentes apesar de um
4
persistente trabalho de modificação comportamental assim como se manterem quando a crian-
ça está envolvida em atividades.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

5 - Uso do Objeto
Pontos Sintomas
Apropriada: A criança demonstra interesse adequado em brinquedos e outros objetos relativos a
1
seu nível de desenvolvimento. Há uso funcional dos brinquedos.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança apresenta menos interesse pelo brinquedo que a criança
2
normal ou há um uso inapropriado para a idade (bater o brinquedo no chão ou colocá-lo na boca).
2,5
Grau leve de anormalidade:  Há muito pouco interesse por brinquedos e objetos ou o uso é
disfuncional. Pode haver um foco de interesse em uma parte insignificante do brinquedo, ficar
3
fascinado com o reflexo de luz do objeto, ou eleger um excluindo todos os outros. Este compor-
tamento pode ao menos ser parcialmente ou temporariamente modificável.
3,5
Grau severo: A criança pode apresentar os sintomas descritos acima porém com uma intensi-
dade e frequência maior. Há significativa dificuldade em distrair a criança quando está “ocupada”
4
com estas atividades inadequadas e é extremamente difícil modificar o uso inadequado do uso
dos objetos.

6 - Adaptação a Mudanças
Pontos Sintomas
Apropriada: Apesar da criança notar e comentar sobre as mudanças de rotina, há uma aceitação
1
sem grandes distúrbios.
1,5
Grau leve de anormalidade: Quando o adulto tenta modificar algumas rotinas a criança continua
com a mesma atividade ou no uso dos mesmos materiais, porém pode ficar facilmente “confusa”
2
assim com aceitar a mudança. Ex: fica muito agitada quando é levada numa padaria diferente /
o caminho para a escola é mudado, mas é acalmada facilmente.
2,5
Grau leve de anormalidade: Há resistência as mudanças da rotina. Há uma tentativa de persistir
3
na atividade costumeira e é difícil acalmá-la; ficam raivosos ou tristes quando há modificação.
3,5
Grau severo: Quando ocorrem mudanças a criança apresenta reações graves que são difíceis de
4 serem eliminadas. Se são forçadas a modificarem a rotina podem ficar extremamente irritados/
raivosos ou não cooperativos e talvez respondam com birras.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

7 - Uso do Olha
Pontos Sintomas
Apropriada: O uso do olhar é normal para a idade. A visão é usada junto com os outros sentidos
1
como a audição e tato, como forma de explorar os objetos.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança precisa ser lembrada de vez em quando para olhar para os
2 objetos. A criança pode estar mais interessada em olhar para espelhos e luzes que outras crian-
ças da mesma idade, ou ficar olhando para o espaço de forma vaga. Pode haver evitação do olhar.
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança precisa ser lembrada a olhar o que está fazendo. Podem
3 ficar olhando para o espaço de forma vaga; evitação do olhar; olhar para objetos de modo pecu-
liar; colocar objetos muito próximos aos olhos apesar de não terem deficit visual.
3,5
Grau severo:  Há uma persistência recusa em olhar para pessoas ou certos objetos e podem
4
apresentar outras peculiaridades no uso do olhar em graus extremos como os descritos acima.

8 - Uso da Audição
Pontos Sintomas
Apropriada: O uso da audição é normal para a idade. A audição é usada junto com os outros
1
sentidos como a visão e tato.
1,5
Grau leve de anormalidade: Pode haver falta de resposta a certos sons, assim como uma hiper-
-reação.  As vezes a reação é atrasada, as vezes é necessário a repetição de um determinado
2
som para “ativar” a atenção da criança. A criança pode apresentar uma resposta catastrófica a
sons estranhos a ela.
2,5
Grau leve de anormalidade: A resposta  aos sons podem variar: ignorá-lo das primeiras vezes,
3
ficar assustado com sons de seu cotidiano, tampar os ouvidos.
3,5
Grau severo: Há uma sub ou hiper-reatividade aos sons, de uma forma extremada, independen-
4
temente do tipo do som.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

9 - Uso do Paladar, Olfato e do Tato


Pontos Sintomas
Apropriada:  A criança explora novos objetos de acordo com a idade geralmente através dos
sentidos. O paladar e olfato são usados apropriadamente quando o objeto é percebido como co-
1
mível. Quando há dor resultante de batida, queda, ou pequenos machucados a criança expressa
seu desconforto, porém sem uma reação desmedida.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança persiste no levar e manter objetos na boca, em discrepân-
cia de outras da mesma idade. Pode cheirar ou colocar na boca, de vez em quando, objetos não
2
comestíveis. A criança pode ignorar ou reagir de forma exacerbada a um beliscão ou alguma dor
leve que numa criança normal seria expressada de forma adequada (leve).
2,5
Grau leve de anormalidade: Pode haver um comportamento de grau moderado de tocar, cheirar,
3 lamber objetos ou pessoas. Pode haver uma reação não usual a dor de grau moderado, assim
como sub ou hiper-reação.
3,5
Grau severo: Há um comportamento de cheirar, colocar na boca, ou pegar objetos - pela sensa-
4 ção em si - sem o objetivo de exploração do objeto. Pode haver uma completa falta de resposta
a dor assim como uma hiper-reação a algo que é só levemente desconfortável.

10 - Medo e Nervosismo
Pontos Sintomas
1 Apropriada: O comportamento é apropriado a situação e a idade da criança.
1,5
Grau leve de anormalidade: De vez em quando a criança demonstra medo e nervosismo que
2
é levemente inapropriado (para mais ou menos) quando comparado a outras de mesma idade.
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança apresenta um pouco mais ou um pouco menos de medo
que uma criança normal mesmo quando comparado a outra de menor idade colocada em situa-
3
ção idêntica. Pode ser difícil entender o que está causando o comportamento de medo apresen-
tado, assim como é difícil confortá-la nessa situação.
3,5
Grau severo: Há manutenção de medo mesmo após repetidas experiências de esperado bem-
-estar. Na consulta de avaliação a criança pode estar amedrontada sem razão aparente. É extre-
4
mamente difícil acalmá-la. Pode também não apresentar medo/sentido de autoconservação a
cachorros não conhecidos, a riscos da rua e trânsito, como outras que as da mesma idade evitam.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

11 - Comunicação Verbal
Pontos Sintomas
1 Apropriada: A comunicação verbal é apropriada a situação e a idade da criança.
1,5
Grau leve de anormalidade: A fala apresenta um atraso global. A maior parte da fala é significa-
2 tiva, porém pode estar presente ecolalia ou inversão pronominal em idade onde já não é normal
sua presença. Algumas palavras peculiares e jargões podem estar presentes ocasionalmente.
2,5
Grau leve de anormalidade: A fala pode estar ausente. Quando presente a comunicação verbal
pode ser uma mistura de fala significativa + fala peculiar como jargões; comerciais de TV; jogo de
3
futebol; reportagem sobre o tempo + ecolalia + inversão pronominal. Quando há fala significativa
podem estar presentes um excessivo questionamento e preocupação com tópicos específicos.
3,5
Grau severo: Não há fala significativa; há grunhidos, gritos, sons que lembram animais ou até
4 sons mais complexos que se aproximam da fala humana. A criança pode mostrar persistente e
bizarro uso de conhecimento de algumas palavras ou frases.

12 - Comunicação Não-verbal
Pontos Sintomas
1 Apropriada: A comunicação não-verbal é apropriada a situação e a idade da criança.
1,5
Grau leve de anormalidade: O uso da comunicação não-verbal é imaturo, p.ex: a criança somen-
2 te aponta/mostra sem precisão o que quer numa situação em que a criança normal de mesma
idade aponta ou demonstra por gestos de forma mais significativa o que quer.
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança é incapaz, geralmente, de expressar necessidades e dese-
jos através de meios não-verbais, assim como é, geralmente, incapaz de compreender a comu-
3
nicação não-verbal dos outros. Pegam na mão do adulto o levando ao objeto desejado, mas são
incapazes de mostrar através de gestos o objeto desejado.
3,5
Grau severo: Há somente uso de gestos bizarros e peculiares que não aparentam significado. De-
4
monstram não terem conhecimento do significado de gestos ou expressões faciais de terceiros.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

13 - Atividade
Pontos Sintomas
1 Apropriada: A atividade é apropriada a situação e a idade da criança, quando comparada a outras.
1,5
Grau leve de anormalidade: Pode haver uma leve inquietação ou alguma lentidão de movimen-
2 tos. O grau de atividade interfere somente de forma leve na performance da criança. Geralmente
é possível encorajar a manter um nível adequado de atividade.
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança pode ser inquieta e ter dificuldade de ficar quietar. Pode
aparentar ter uma quantidade infinita de energia e não querer/ter vontade de dormir a noite. Pode
3
também ser letárgica e exigir grande esforço para modificação deste comportamento. Podem
não gostar de jogos que requeiram atividade física e assim “passar” por preguiçosos.
3,5
Grau severo: Há demonstração de níveis de atividade em seus extremos: hiper ou hipo, podendo
também passar de uma para outra. É difícil o manejo desta criança. Quando há hiperatividade ela
4 está presente em todos os níveis do cotidiano, sendo necessário quase que um constante acom-
panhamento por parte de um adulto. Se a criança é letárgica é muito difícil motivá-la a alguma
atividade.

14 - Grau e Consistência das Respostas da Inteligência


Pontos Sintomas
Apropriada: A criança é inteligente como uma criança normal de sua idade não havendo nenhu-
1
ma habilidade não-usual ou problema.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança não é tão inteligente quanto uma criança de mesma idade
2
e suas habilidades apresentam um atraso global em todas as áreas, de forma equitativa.
2,5
Grau leve de anormalidade: Em geral a criança não é tão inteligente quanto outra de mesma
3
idade, entretanto há algumas áreas intelectivas que o funcionamento beira o normal.
3,5
Grau severo: Mesmo em uma criança que geralmente não é tão inteligente quanto uma normal
de mesma idade, pode haver um funcionamento até melhor em uma ou mais áreas. Podem
4
estar presentes certas habilidades não-usuais como p.ex: talento para música, ou facilidade com
números.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

15 - Impressão Geral
Pontos Sintomas
1 Apropriada: A criança não apresentou nenhum sintoma característico de autismo.
1,5
Grau leve de anormalidade: A criança apresentou somente alguns poucos sintomas ou grau leve
2
de autismo
2,5
Grau leve de anormalidade: A criança apresentou um número de sintomas ou um moderado
3
grau de autismo.
3,5
4 Grau severo: A criança apresentou muitos sintomas ou um grau severo de autismo.

Pontuação

• A contagem total do teste será feita no final.

• Durante a coleta das informações deve-se ter em mente que o comportamento da criança deve ser bali-
zado com outra (normal) de mesma idade.

• As “notas” variam de 1 a 4.

• A “nota” 1 significa que o comportamento está dentro dos limites da normalidade para outra criança de
mesma idade.

• A “nota” 2 é “dada” para quando houver pequena anormalidade, quando comparada a outra criança de
mesma idade.

• A 3 indica que a criança examinada apresenta um grau moderado de comprometimento no assunto pes-
quisado.

• A 4 é para aquela cujo comportamento é severamente anormal para a idade.

• Os meios pontos são para serem usados quando o comportamento situar-se entre os dois itens.

Resultado final:

• Normal: 15 – 29,5,

• Autismo leve/moderado: 30 – 36,5,

• Autismo grave: acima 37.


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Versão Final do M-CHAT em Português

Por favor, preencha as questões abaixo sobre como seu filho geralmente é.
Por favor, tente responder todas as questões.
Caso o comportamento na questão seja raro (ex. você só observou uma ou duas vezes), por favor, responda
como seu filho não fizesse o comportamento

1 Seu filho gosta de se balançar, de pular no seu joelho etc.? Sim Não
2 Seu filho tem interesse por outras crianças? Sim Não
3 Seu filho gosta de subir em coisas, como escadas ou móveis Sim Não
4 Seu filho gosta de brincar de esconder e mostrar o rosto ou de esconde-esconde? Sim Não
5 Seu filho já brincou de faz-de-conta, como, por exemplo, fazer de conta que está falando no Sim Não
telefone ou que está cuidando da boenca, ou qualquer outra bricandeira de faz-de-conta.
6 Seu filho já usou o dedo indicador dele para apontar, para pedir alguma coisa? Sim Não
7 Seu filho já usou o dedo indicador dele para apontar, para indicar interesse em algo? Sim Não
8 Seu filho consegue brincar de forma correta com brinquedos pequenos (ex. carros ou blocos), Sim Não
sem apenas colocar na boca, remexer no brinquedo ou deixar o brinquedo cair?
9 O seu filho alguma vez trouxr objetos para você (pais) para lhe mostrar este objeto? Sim Não
10 O seu filho olha para você no olho por mais de um segundo ou dois? Sim Não
11 O seu filho já pareceu muito sensível ai barulho (ex. tapando os ouvidos)? Sim Não
12 O seu filho sorri em resposta ao seu rosto ou ao seu sorriso? Sim Não
13 O seu filho imita você? (ex. você faz expressões/caretas e seu filho imita?) Sim Não
14 O seu filho responde quando você chama ele pelo nome? Sim Não
15 Se você aponta um brinquedo do outro lado do cômodo, o seu filho olha pra ele? Sim Não
16 Seu filho já sabe andar? Sim Não
17 O seu filho olha para coisas que você está olhando? Sim Não
18 O seu filho faz movimentos estranhos com os dedos perto do rosto dele? Sim Não
19 O seu filho tenta atrair a sua atenção para a ativiade dele? Sim Não
20 Você alguma vez já se perguntou se o seu filho é surdo? Sim Não
21 O seu filho entende o que as pessoas dizem? Sim Não
22 O seu filho as vezes fica aéreo. “olhando para o nada” ou caminhando sem direção definida? Sim Não
23 O seu filho olha para o seu rosto para conferir a sua reação quando vê algo estranho? Sim Não

1999 Diana Robins, Deborah Fein e Marianne Barton.


Tradução Milena Perreira Ponde e Mirella Fiuza Losapio.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

ESCALA DE HUMOR

INVENTÁRIO DE DEPRESSÃO PARA CRIANÇAS

Nome:________________________________________________________________ Data: _____/_____/__________

1) 0 ( ) Não me sinto triste.


1 ( ) Sinto me triste.
2 ( ) Sinto-me triste o tempo todo.

2) 0 ( ) As coisas dão certo para mim.


1 ( ) As vezes as coisas não dão certo para mim.
2 ( ) Nada dá certo para mim.

3) 0 ( ) Eu faço as coisas direito.


1 ( ) As vezes faço coisas erradas.
2 ( ) Faço tudo errado.

4) 0 ( ) Eu me divirto.
1 ( ) As vezes eu me divirto.
2 ( ) Eu acho que nada tem graça.

5) 0 ( ) Eu sou bom (boa).


1 ( ) As vezes não sou bom (boa).
2 ( ) Eu sou sempre mau (má).

6) 0 ( ) Eu não penso que coisas ruins podem acontecer.


1 ( ) Eu penso que coisas ruins podem acontecer.
2 ( ) Eu tenho certeza que coisas ruins vão me acontecer.

7) 0 ( ) Eu gosto do meu jeito de ser.


1 ( ) As vezes eu não gosto do meu jeito de ser.
2 ( ) Eu detesto meu jeito de ser e gostaria de ser outra pessoa.

8) 0 ( ) Coisas ruins podem acontecer mas não por culpa minha.


1 ( ) As vezes eu tenho culpa das coisas ruins que acontecem.
2 ( ) Tudo de ruim que acontece é culpa minha.

9) 0 ( ) Eu gosto da minha vida.


1 ( ) As vezes eu não gosto da minha vida.
2 ( ) Eu não tenho vontade de viver.

10) 0 ( ) Não sinto vontade de chorar.


1 ( ) As vezes sinto vontade de chorar.
2 ( ) Estou sempre com vontade de chorar.

11) 0 ( ) Sinto que está tudo bem.


1 ( ) As vezes sinto que as coisas não vão bem.
2 ( ) Sinto que tem sempre alguma coisa me incomodando.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

12) 0 ( ) Eu gosto de ficar perto das pessoas.


1 ( ) As vezes não tenho vontade de ficar perto das pessoas.
2 ( ) Nunca tenho vontade de ficar perto das pessoas.

13) 0 ( ) Eu consigo resolver minhas dificuldades.


1 ( ) As vezes não consigo resolver minhas dificuldades.
2 ( ) Nunca consigo resolver minhas dificuldades.

14) 0 ( ) Eu me sinto bonito (bonita).


1 ( ) As vezes não me sinto bonito (bonita).
2 ( ) Eu sou feio ( feia ).

15) 0 ( ) Eu consigo fazes as tarefas da escola sem dificuldade.


1 ( ) As vezes tenho dificuldade para fazer as tarefas da escola.
2 ( ) Tenho que me esforçar demais para fazer as tarefas da escola.

16) 0 ( ) Eu durmo bem.


1 ( ) Tem noite que eu tenho dificuldade para dormir.
2 ( ) Toda noite eu tenho dificuldade para dormir.

17) 0 ( ) Não me sinto mais cansado (a) que o normal.


1 ( ) Tenho me cansado com mais facilidade do que antigamente.
2 ( ) Estou sempre cansado (a).

18) 0 ( ) Eu como bem.


1 ( ) Meu apetite está pior do que antes.
2 ( ) Não sinto vontade de comer.

19) 0 ( ) Não estou preocupado (a) com minha vida.


1 ( ) Eu me preocupo com problemas de saúde.
2 ( ) Estou sempre preocupado (a) com alguma dor.

20) 0 ( ) Não me sinto sozinho (a).


1 ( ) As vezes me sinto sozinho (a).
2 ( ) Eu me sinto sempre sozinho (a).

21) 0 ( ) Eu gosto da escola.


1 ( ) Ultimamente não tenho gostado muito da escola.
2 ( ) Nunca me divirto na escola.

22) 0 ( ) Eu tenho amigos.


1 ( ) Eu quase não tenho amigos.
2 ( ) Eu não tenho amigos.

23) 0 ( ) Eu estou indo bem na escola.


1 ( ) Não estou indo bem em algumas matérias que sempre achei difíceis.
2 ( ) Estou indo mal em matérias que antes ia bem.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

24) 0 ( ) Eu me dou bem com as outras crianças.


1 ( ) Estou com dificuldade para me relacionar com as outras crianças.
2 ( ) Nunca consigo ser tão legal como as outras crianças.

25) 0 ( ) Eu me sinto amado (a).


1 ( ) As vezes não me sinto amado (a).
2 ( ) Sinto que ninguém me ama de verdade.

26) 0 ( ) Sou obediente.


1 ( ) As vezes eu desobedeço.
2 ( ) Nunca faço o que mandam.
27) 0 ( ) Não me meto em brigas.
1 ( ) As vezes eu brigo.
2 ( ) Estou sempre me metendo em brigas.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

INVENTÁRIO DE DEPRESSÃO INFANTIL – (CDI)

01 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu fico triste de vez em quando.
Eu fico triste muitas vezes.
Eu estou sempre triste.

02 - ASPECTOS COGNITIVOS
Para mim tudo se resolverá bem.
Eu não tenho certeza se as coisas darão certo para mim.
Nada vai dar certo para mim.

03 - ASPECTOS COGNITIVOS
Eu faço bem a maioria das coisas.
Eu faço errado a maioria das coisas.
Eu faço tudo errado.

04 - QUESTÕES COMPORTAMENTAIS
Eu me divirto com muitas coisas.
Eu me divirto com algumas coisas.
Nada é divertido para mim.

05 - QUESTÕES COMPORTAMENTAIS
Eu sou mau (má) de vez em quando.
Eu sou mau (má) com freqüência.
Eu sou sempre mau (má).

06 - REAÇÕES AFETIVAS
De vez em quando eu penso que coisas ruins vão me acontecer.
Eu tenho medo que coisas ruins me aconteçam.
Eu tenho certeza que coisas terríveis me acontecerão.

07 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu gosto de mim mesmo.
Eu não gosto muito de mim mesmo.
Eu me odeio.

08 - ASPECTOS COGNITIVOS
Normalmente eu não me sinto culpado pelas coisas ruins que acontecem.
Muitas coisas ruins que acontecem são por minha culpa.
Tudo de mau que acontece é por minha culpa.

09 - ASPECTOS COGNITIVOS
Eu não penso em me matar.
Eu penso em me matar, mas não o faria.
Eu quero me matar.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

10 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu sinto vontade de chorar de vez em quando.
Eu sinto vontade de chorar freqüentemente.
Eu sinto vontade de chorar diariamente.

11 - ASPECTOS COGNITIVOS
Eu me sinto preocupado de vez em quando.
Eu me sinto preocupado freqüentemente.
Eu estou sempre preocupado.

12 - QUESTÕES COMPORTAMENTAIS
Eu gosto de estar com pessoas.
Freqüentemente eu não gosto de estar com pessoas.
Eu não gosto de estar com pessoas.

13 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu tenho boa aparência.
Minha aparência tem alguns aspectos negativos.
Eu sou feio.

14 -SINTOMAS SOMÁTICOS
Eu durmo bem à noite.
Eu tenho dificuldade para dormir algumas noites.
Eu tenho sempre dificuldade para dormir à noite.

15 - SINTOMAS SOMÁTICOS
Eu me canso de vez em quando.
Eu me canso freqüentemente.
Eu estou sempre cansado.

16 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu não me sinto sozinho.
Eu me sinto sozinho muitas vezes.
Eu sempre me sinto sozinho.

17 - QUESTÕES COMPORTAMENTAIS
Eu me divirto na escola freqüentemente.
Eu me divirto na escola de vez em quando.
Eu nunca me divirto na escola.

18 - ASPECTOS COGNITIVOS
Eu sou tão bom quanto as outras crianças.
Se eu quiser posso ser tão bom quanto as outras crianças.
Não posso ser tão bom quanto as outras crianças.

19 - REAÇÕES AFETIVAS
Eu tenho certeza que sou amado por alguém.
Eu não tenho certeza se alguém me ama.
Ninguém gosta de mim realmente.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

20 -QUESTÕES COMPORTAMENTAIS
Eu sempre faço o que me manda.
Eu não faço o que me manda com freqüência.
Eu nunca faço o que me manda.
(Ponto de corte = 18)

REAÇÕES AFETIVAS = sentimentos de tristeza, medo, não gostar de si mesmo, vontade de chorar, sentir-se
feio, solidão e sentimentos de não ser amado.

ASPECTOS COGNITIVOS = pessimismo, avaliação negativa das próprias habilidades, ideação suicida, culpa,
preocupação e competência.

QUESTÕES COMPORTAMENTAIS = lazer, comportamentos hostis, isolamento, interação escolar e obediência

SINTOMAS SOMÁTICOS = dificuldade em dormir e perda de energia


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Inventario de depressão para criança (CDI)

Pontuação Interpretação
0 - 13,5 ausência
13,5 - 27 leve
27 - 40,5 moderada
40,5 - 54 severa

Indicadores( por item) dos sintomas avaliados

1 humor deprimido
2 baixa auto- estima
3 sentimento de desvalia
4 motivação
5 auto- estima
6 medo em relação ao futuro
7 auto- estima
8 sentimento de desvalia
9 ideação suicida
10 humor deprimido
11 humor deprimido
12 interação social
13 dificuldade de tomada de decisão
14 auto- estima
15 dificuldade de concentração
16 sintomas somáticos
17 sintomas somáticos
18 sintomas somáticos (hiper / hipofagia)
19 sintomas somáticos
20 interação social
21 dificuldade de concentração
22 interação social
23 dificuldade de concentração
24 interação social
25 auto- estima
26 comportamento inadequado
27 comportamento inadequado
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

“MASC” – Escala Multidimensional de Ansiedade para Crianças

Validada pela Psic. Michelle Moreira Nunes

Nome:_________________________________________ Idade:________ Sexo: Masculino ( ) Fememino ( )

Data:_____/_____/_____ Série Escolar: _____________

Este questionário pergunta como você vem se sentindo, o que você tem pensado, tem sentido ou como tem
agido recentemente. Para cada item, por favor faça um círculo ao redor do número que indica com que frequ-
ência a afirmativa é verdadeira para você.

Se o que a sentença diz é verdade sobre você muitas vezes, circule 3.


Se ela é verdade sobre você algumas vezes, circule 2.
Se a sentença é verdade sobre você uma vez ou outra, circule 1.
Se dificilmente ou nunca a sentença é verdade sobre você, circule 0.
Lembre-se, não há respostas certas ou erradas, responda apenas como você vem se sentindo recentemente.

Aqui estão dois exemplos para lhe mostrar como


completar o questionário.

No exemplo A, se você muito poucas vezes tem Nunca é


Raramente Às vezes Frequentemente
medo de cachorro, você deve circular 1, significando verdade
é verdade é verdade é verdade sobre
que a afirmativa raramente é verdadeira sobre você. sobre
sobre mim sobre mim mim
mim
No exemplo B, se às vezes os trovões o perturbam,
você deve circular 2, significando que a afirmativa é
às vezes verdade sobre você.
Exemplo A) Eu tenho medo de cachorros 0 1 2 3
Exemplo B) Trovões me perturbam 0 1 2 3
Agora tente esses itens você mesmo.
1 Eu me sinto tenso ou nervoso (Somático) 0 1 2 3
Eu costumo pedir permissão para fazer as
2 0 1 2 3
coisas (Comportamento evitativo)
Eu me preocupo que as outras pessoas deem
3 0 1 2 3
risada de mim Ansiedade Social
Eu fico com medo quando os meus pais saem
4 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
5 Sinto falta de ar (Somático) 0 1 2 3
Eu fico atento se há algum perigo
6 0 1 2 3
(Comportamento evitativo)
A idéia de ficar longe de casa me assusta
7 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
8 Eu fico tremendo ou inquieto (Somático) 0 1 2 3
Eu me esforço para obedecer meus pais e
9 0 1 2 3
professores (Comportamento evitativo)
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Eu tenho medo que os outros meninos (ou


10 0 1 2 3
meninas) gozem de mim (Ansiedade Social)
Eu tento ficar perto da minha mãe ou meu pai
11 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
Eu tenho tontura ou sensação de desmaio
12 0 1 2 3
(Somático)
Eu verifico as coisas antes de fazê-las
13 0 1 2 3
(Comportamento evitativo)
Eu me preocupo em ser chamado na classe
14 0 1 2 3
(Ansiedade Social)
Eu me sinto desassossegado (sobressaltado)
15 0 1 2 3
(Somático)
Eu tenho medo que os outros achem que eu
16 0 1 2 3
sou bobo (Ansiedade Social)
Eu deixo as luzes acesas à noite
17 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
18 Eu sinto dores no peito (Somático) 0 1 2 3
Eu evito sair sem minha família
19 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
Eu me sinto estranho, esquisito, ou fora da
20 0 1 2 3
realidade (Ansiedade Social)
Eu tento fazer coisas que vão agradar aos
21 0 1 2 3
outros (Ansiedade Social)
Eu me preocupo com o que os outros pensam
22 0 1 2 3
de mim (Ansiedade Social)
Eu evito assistir filmes ou programas de TV
23 0 1 2 3
que assustam (Ansiedade de Separação)
24 Meu coração dispara ou “falha” (Somático) 0 1 2 3
Eu evito as coisas que me aborrecem
25 0 1 2 3
(Comportamento evitativo)
Eu durmo junto de alguém da minha família
26 0 1 2 3
(Ansiedade de Separação)
27 Eu me sinto inquieto e nervoso (Somático) 0 1 2 3
Eu tento fazer tudo exatamente do jeito certo
28 0 1 2 3
(Comportamento evitativo)
Eu me preocupo em fazer alguma coisa boba
29 ou que me deixe sem graça 0 1 2 3
(Ansiedade Social)
Eu fico com medo quando ando de carro ou
30 0 1 2 3
de ônibus (Ansiedade de Separação)
31 Eu sinto mal estar no estômago (Somático) 0 1 2 3
Se eu fico aborrecido ou com medo, eu conto
32 0 1 2 3
logo para alguém (Comportamento evitativo)
Eu fico nervoso se eu tenho que fazer alguma
33 0 1 2 3
coisa em público (Ansiedade Social)
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Tenho medo de tempo ruim, escuridão, altura,


34 0 1 2 3
animais ou insetos. (Ansiedade de Separação)
35 Minhas mãos tremem (Somático) 0 1 2 3
Eu preciso ter certeza que as coisas estão se-
36 0 1 2 3
guras (Comportamento evitativo)
Eu tenho dificuldade em chamar outros meni-
37 nos (ou meninas) para brincar comigo 0 1 2 3
(Ansiedade Social)
Minhas mãos ficam suadas ou frias
38 0 1 2 3
(Somático)
39 Eu sinto vergonha (Ansiedade Social) 0 1 2 3
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Fluência Verbal

Teste de Fluência Verbal Fonêmica (FAS)

Objetivo:

Avaliar o planejamento, organização e julgamento, além de linguagem (produção e fluência), atenção  sus-
tentada, (fluência fonêmica associada a áreas frontais). Idosos normais apresentam desempenho normal, ido-
sos com demência de Alzheimer apresentam défices (Bayles & Kasniak 1987; et al 1992, Kasniak, Mons-
ch et al, 1992; Andreas et al.). 

Descrição:

Você vai Falar, durante    um    minuto,    palavras começadas  com a letra F. Vale qualquer palavra, me-
nos  nome  de pessoas ou cidade. O mesmo comando para as letras A e S. 

Tempo:  1 minuto para cada letra. 

TEMPO: 1minuto para cada letra: F, A e S. 

ESCORE: Ponto de corte: No total das 3 letras o ponto de corte é de 30 palavras.

Tabela:

Table 8-74 Means and Standard Deviations for FAS Among School-Age Children
Age
7 8 9 10 11 12 13 14 15
N 55 56 61 62 51 54 51 18 14
F 5,49 (2,6) 5,86 (2,7) 7,34 (3,0) 8,10 (2,7) 8,66 (3,3) 9,61 (2,9) 9,9 (3,3)
A 4,55 (2,2) 5,07 (2,0) 6,20 (3,3) 6,68 (2,6) 7,49 (3,2) 8,89 (2,9) 7,8 (3,3)
S 7,04 (2,8) 7,04 (2,8) 8,93 (3,7) 9,29 (3,26) 10,77 (3,55) 11,93 (3,7) 11,28 (3,5)
Total 17,07 (6,0) 17,96 (6,2) 22,53 (8,6) 21,18 (6,5) 26,9 (7,8) 30,13 (8,2) 28,98 (8,2) 28,1 (1,7) 30,6 (1,0)
No. rule breaks 0,9 0,9 0,8 0,6 0,4 0,8 0,6
No. repetitions 0,4 0,1 0,3 0,4 0,3 0,6 0,5
Source Adapted form Anderson et al., 1997: Ages 7-13 Anderon et al, 2001: Ages 14-15
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Teste de Fluência Verbal Fonêmica (FAS)

NOME DO PACIENTE:___________________________________________________________________________________

IDADE____________  SEXO________________________   DATA DO TESTE: ______/ ______/ _________ 

ESCOLARIDADE: ________________________________________________________________________________________ 

APLICADOR: ____________________________________________________________________________________________

LETRA F LETRA A LETRA S


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Linguagem

Boston Naming test

Objetivo: avaliar a capacidade de nomeação por confrontação visual

População: 5 a 80 anos

Administração:

As figuras são apresentadas em ordem, com 20 segundos para cada resposta a menos que o sujeito diga que
ele não sabe a palavra antes que os 20” se passem. Caso a resposta seja correta, marcar na primeira coluna e
na segunda coluna, anotar o tempo restante em segundos (até completar os segundos restantes).

Registre palavra por palavra, qualquer reposta que não seja a correta.

Pista Semântica

Caso o sujeito der uma resposta errada, é dado a ele uma pista semântica. Por exemplo, se a resposta da figura
49 (aspargo) for graveto, diga “não é algo de comer”. È dado ao sujeito 20” para nomear a figura. Se ele acertar,
marcar na coluna ”correto com pista semântica). Caso erre, marcar “incorreto com pista semântica” e registre
todas as respostas erradas.

A pista semântica é dada somente quando a resposta do sujeito errada ou diz não saber. Se o sujeito continua
não reconhecendo a figura após receber a pista semântica, ou erra o nome da figura, o examinador deve anotar
a resposta e passar para a pista fonêmica.

Pista Fonêmica

Elas ajudam o paciente com a primeira sílaba da palavra. É recomendado que a pista fonêmica seja dada após
todas as respostas incorretas ou que o sujeito diga que não saiba a palavra, mesmo após as pistas anteriores.

Esta resposta tem uma série de vantagens. Primeira, promovendo a possibilidade de sucesso, alivia a frustra-
ção do sujeito diante da falha. Segundo, a resposta diferencia o tipo de pacientes afásicos, que respondem de
maneira caracteristicamente diferentes. Finalmente, dá evidências de que a palavra está ou não no vocabulário
(léxico) potencial do sujeito (algo que o sujeito conhece, sabe sua utilidade, mas não sabe o nome do objeto).

A pista fonêmica a ser usada consiste no som da parte sublinhada da palavra na folha de resposta, em muitos
casos, a primeira consoante e vogal. Caso o paciente obter sucesso em completar corretamente a palavra
após receber a pista fonêmica, marcar na coluna “correta com pista fonêmica” caso contrário registrar a res-
posta na coluna “erro”.

Pontuação

Começar pelo primeiro item com crianças menores que 10 anos, pacientes afásicos, e quaisquer outros sujei-
tos que seja esperado que errem nas primeiras pranchas do teste. Para crianças mais velhas e adultos, come-
çar do item 30 e continuar, a menos que o sujeito erre antes do item 38. Se o erro acontecer, retornar para o
item 29 e retroceder (28, 27, 26...) até que 8 respostas consecutivas corretamente nomeadas sem ajuda seja
realizada. O crédito é automaticamente concedido para os itens anteriores mesmo não apresentados. O teste
é descontinuado após 6 erros consecutivos.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

O resumo da pontuação no final:

1) Item correto sem pista


2) Número de pista semântica dadas
3) Número de repostas corretas após pista semântica
4) Número de pista fonêmica dadas
5) Número de respostas corretas após pista semântica.

O “score” total é a soma dos itens 1 e 3, mais o crédito para as pranchas que por ventura não foram mostra-
das ao sujeito e que esteja dentro do critério anteriormente mencionado (crianças mais velhas e adultos que
tenham iniciado a testagem a partir do item 30).

Referências Nacionais:

Tabelas:

Tabela 11-10 “BNT Normative Data expressed as Percentiles for Age and Education Based a Canadian
Sample” Spreen 3ed
Idade 25-69 Idade 70-88
Percentil 9-12 13-21 9-12 13-21 (anos em educação)
90 59 60 59 59
75 58 60 58 58
50 56 58 55 56
25 54 56 52 53
10 51 53 47 49
Media educação 11,3 15,1 11,2 14,9

Tabela 11-11 Norms for schoolchildren on the BNT


Spreen 3ed
Idade (anos) Media DP
5 27,76 5,9
6 33,56 4,9
7 36,87 5,2
8 38,99 4,6
9 41,74 4,6
10 45,10 4,5
11 46,84 4,8
12 48,55 3,9
13 49,55 4,7
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

TESTE DE NOMEAÇÃO DE BOSTON

Desempenho de uma população de São Paulo

TABEÇA 3 Performance dos sujeitos no TNB, por grupo etário


Categoria Idade (Anos) M (DP) IC 95% Variação P
28 a 50 39,5 (10,5) 37,7 - 41,2 21 - 58
Espontâneos 51 a 70 39,1 (9,1) 36,8 - 41,4 15 - 56 NS
28 a 50 5,3 (4) 4,3 - 6,2 0 - 16
PF 51 a 70 6,2 (3,9) 5,2 - 7,2 0 - 15 NS
28 a 50 2 (1,7) 1,6 - 2,5 0-8
PE 51 a 70 2,3 (2,2) 1,7 - 2,8 0-9 NS
28 a 50 41,7 (10,3) 39,9 - 44,2 23 - 58
TOTAL 51 a 70 41,3 (8,8) 39,2 - 43,5 19 -56 NS
M = Média; DP = desvio padrão; IC - Intervalo de confiança; PF = pistas fonêmicas; PE = pistas dos estímulos;
NS = não siginificante

TABEÇA 1 Desempenho de indivíduos normais no TNV (N = 133)


Categoria M (DP) IC 95% Variação
Espontâneos 39,4 (9,8) 37,7 - 41,1 15 - 58
PF 5,7 (4) 5 - 6,4 0 - 16
PE 2,1 (1,9) 1,8 - 2,5 0-9
41,6 (9,5) 39,9 - 43,2 19 - 58
M = Média; DP = desvio padrão; IC - Intervalo de confiança; PF = pistas fonêmicas; PE = pistas dos estímulos;

TABEÇA 2 Performance de sujeitos normais no TNB, em percentis (N - 133)


Percentil
Categoria
0 5 10 25 50 75 90 95 100
Espontâneos 23 25 31 39 41 52 54
TOTAL 26 28 33 42 50 54 55
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

TABEÇA 4 Performance dos sujeitos no TNB, pelo nível de escolaridade


Categoria Idade (Anos) M (DP) IC 95% Variação P
1a8 33,2 (8,8) 33,3 - 37,1 15 - 55
Espontâneos < 0,001
9 ou mais 47,4 (6) 45,6 - 49,1 35 - 58
1a8 6,5 (3,9) 5,7 - 7,4 0 - 16
PF 0,0006
9 ou mais 4 (3,7) 3 - 5,2 0 - 13
1a8 2,3 (2) 1,8 - 2,7 0-9
PE 0,39
9 ou mais 1,9 (1,8) 1,4 - 2,5 0-8
1a8 37,5 (8,5) 36,6 - 39,3 19 - 56
TOTAL < 0,0001
9 ou mais 49,3 (5,9) 47,5 - 51 35 - 58
M = Média; DP = desvio padrão; IC - Intervalo de confiança; PF = pistas fonêmicas; PE = pistas dos estímulos;

TABEÇA 5 Performance dos sujeitos no TNB, pela escolaridade


Categoria Idade (Anos) M (DP) IC 95% Variação P
1a4 33,7 (9,6) 30,7 - 36,7 15 - 55
Espontâneos 0,12
5a8 36,6 (7,9) 34,3 - 39 22 -55
1a4 6,4 (3,7) 5,7 - 7,6 0 - 13
PF 0,76
5a8 6,7 (4,2) 5,4 - 7,9 0 - 16
1a4 2,9 (2,4) 2,1 - 3,6 0-9
PE 0,003
5a8 1,7 (1,3) 1,3 - 2 0-5
1a4 36,6 (9,2) 33,7 - 39,4 19 - 56
TOTAL 0,35
5a8 38,3 (7,9) 35,9 - 40,7 23 - 55

Categoria Nota de Corte Sugerida Sensibilidade Especificidade ASC IC 95%


amostra total
espontâneas 24 55,8 91 0,837 0,775 a 0887
TOTAL 27 61,5 91,7 0,836 0,775 a 0,886

1 - 8 anos
espontâneas 23 55,8 90,8 0,777 0,698 a 0,843
TOTAL 25 57,7 94,3 0,778 0,7 a 0,844

9 ou mais anos
espontâneas 37 84,6 91,3 0,949 0,885 a 0,983
TOTAL 39 82,7 93,5 0,946 0,88 a 0,982
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

TESTE DE
VOCABULÁRIO
DE BOSTON

EDITH KAPLAN
HAROLD GOOGGLASS
SANDRA WINTRAUB
ILUSTRACIONES, OSA SEGAL
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

01

02
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

03

04
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

05

06
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

07

08
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

09

10
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

11

12
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

13

14
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

15

16
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

17

18
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

19

20
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

21

22
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

23

24
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

25

26
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

27

28
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

29

30
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

31

32
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

33

34
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

35

36
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

37

38
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

39

40
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

41

42
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

43

44
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

45

46
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

47

48
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

49

50
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

51

52
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

53

54
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

55

56
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

57

58
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

59

60
Nome: _______________________________________________________ Idade: ___________ Data: _____/______/ ______

Figura Resposta Dica semântica Resposta Dica Fonética Resposta Pt


1) cama Uma peca de mobília Começa com cã
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

2) árvore Algo que cresce ao ar livre Começa com ar


3) lápis Usado para escrever Começa com lá
4) casa Um tipo de edifício Começa com ca
5) relógio Um acessório Começa com re
6) tesoura Usado para cortar Começa com te
BOSTON NAMING TEST

7) pente Usado para arrumar o cabelo Começa com pen


8) flor Cresce em um jardim Começa com flo
9) martelo Usado por carpinteiro Começa com mar
10) apontador Usado por estudante Começa com a
11) helicóptero Usado em viagens aéreas Começa com he
12) vassoura Usado para limpeza Começa com va
13) polvo Um animal marinho Começa com pol
14) cenoura Algo comestível Começa com ce
15) cabide Encontrado em armário Começa com ca
16) termômetro Encontrado em hospital Começa com te
17) camelo Um animal Começa com ca
18) mascara Parte de um traje/roupa Começa com màs
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Nome: _______________________________________________________ Idade: ___________ Data: _____/______/ ______

Figura Resposta Dica semântica Resposta Dica Fonética Resposta Pt


19) bolo Algo comestível Começa com bo
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

20) banco Usado para sentar Começa com bã


21) raquete Usado em esporte Começa com ra
22) caracol Um animal Começa com ca
23) vulcão Um tipo de montanha Começa com vu
24) peixe espada Um animal marinho Começa com pe
BOSTON NAMING TEST

25) dardo Você o arremessa Começa com da


26) canoa Usado na água Começa com ca
27) globo terrestre Um tipo de mapa Começa com glo
28) coroa Usado no castelo Começa com co
29) castor Um animal Começa com ca
30) gaita Um instrumento musical Começa com ga
31) rinoceronte Um animal Começa com ri
32) castanha / nós Vem de uma árvore Começa com cas
33) iglu/oca/forno Um tipo de casa Começa com i/o
34) perna-de-pau Usado para torná-lo mais alto Começa com pe
35) dominós Um jogo Começa com do
36) cactus Uma planta Começa com ca
Nome: _______________________________________________________ Idade: ___________ Data: _____/______/ ______

Figura Resposta Dica semântica Resposta Dica Fonética Resposta Pt


37) escada rolante Você sobe com ela Começa com es
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

38) harpa Um instrumento musical Começa com ha


39) rede Você deita nela Começa com re
40) fechadura Fica na porta Começa com fe
41) pelicano Um pássaro Começa com pe
42) estetoscópio Usado por médicos Começa com es
BOSTON NAMING TEST

43) pirâmide Encontrada no Egito Começa com pi


44) focinheira Usado em cães Começa com fo
45) unicórnio Animal místico Começa com uni
46) funil Usado para despejar Começa com fu
47) sanfona Um instrumento musical Começa com san
48) agulha Usado para costurar Começa com a
49) aspargo Algo comestível Começa com as
50) compasso Para desenhar Começa com co
51) chupeta Usado por bebê Começa com chu
52) tripé Fotógrafos e observadores usam Começa com tri
53) pergaminho Um utensílio Começa com per
54) pegador de gelo Um utensílio Começa com pe/pin
Nome: _______________________________________________________ Idade: ___________ Data: _____/______/ ______

Figura Resposta Dica semântica Resposta Dica Fonética Resposta Pt


55) esfinge É encontrado no Egito Começa com es
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

56) canga Usado em animais de fazenda Começa com cã


57) regador Usado em jardim Começa com re
58) paleta Artistas usam-na Começa com pa
59) transferidor Mede ângulos Começa com trã
60) ábaco Usado para contar Começa com á
BOSTON NAMING TEST

Pontuação:
1) Total de respostas corretas espontâneas: _______
2) Total de pistas-estímulo fornecidas: __________
3) Total de acerto após pista-estímulo: __________
4) Total de pistas fonêmicas fornecidas: _________
5) Total de acertos após pista fonética: __________
6) Total de respostas corretas 1 + 3: ____________
7) Total de confabulações visuais: _____________
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Token Test

(Di Simoni, 1978)

Objetivo: Usado para avaliar a compreensão de comandos verbais de complexidadecrescente.

Em comparação com outras provas, o Teste Token apresenta como vantagens: rapidez, facilidade de aplicação
e mensuração do desenvolvimento lingüístico em relação à idade e ao nível escolar

A versão original consiste em um conjunto de 20 peças diferentes a partir da combinação de duas formas
geométricas (círculo e retângulo), dois tamanhos diferentes (pequeno e grande) e cinco cores distintas (branco,
azul, verde, amarelo e vermelho)

População: crianças e adultos e possui versões longas e curtas

Aplicação: 10 minutos.

Descrição:

As instruções das partes A e B podem ser repetidas 1 X.


Nenhuma outra instrução pode ser repetida nos itens seguintes
Paciente deve ser estimulado a responder parcialmente caso se mostre resistente..
Devendo-se pontuar com o bônus
Se ele pedir para repetir diga “ Faça o que lembrar”.
Verificar se ele reconhece formas geométricas e cores antes de iniciar o teste
Pronuncie devagar as instruções contidas na folha de aplicação.

Parte A

1. Mostre-me um círculo
2. Mostre-me um quadrado
3. Mostre-me algum amarelo
4. Mostre-me algum vermelho
5. Mostre-me algum azul
6. Mostre-me algum verde
7. Mostre-me algum branco
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Parte B

Apresentar somente peças grandes. Instruções podem ser repetidas 1 vez.

2 pontos cada - TOTAL (8 pontos)

Interromper após três pontuações de 01 ponto – apenas 01 comando compreendido – começa sistema de
bônus

8. Mostre-me o quadrado amarelo


9. Mostre-me o círculo azul
10. Mostre-me o círculo verde
11. Mostre-me o quadrado branco
Apresentar todas as peças do modelo - Instruções podem ser repetidas 1 vez - (1
ponto cada) - TOTAL (7pontos)
interromper após terceiro erro

Parte C

Apresentar todas as peças do modelo. Não repetir as instruções.

3 pontos cada - TOTAL 12 pontos

Interromper após três pontuações de 01 ponto – apenas 01 comando compreendido – administrar bônus

12. Mostre-me o círculo branco pequeno


13. Mostre-me o quadrado amarelo grande
14. Mostre-me o quadrado verde grande
15. Mostre-me o quadrado azul pequeno

Parte D

Apresentar somente peças grandes. Não repetir as instruções.

4 pontos cada - TOTAL (16 pontos)

Interromper após três pontuações de 01 ponto – apenas 01 comando compreendido – administrar bônus

16. Pegue o círculo vermelho e o quadrado verde


17. Pegue o quadrado amarelo e o quadrado azul
18. Pegue o quadrado branco e o círculo verde
19. Pegue o círculo branco e o círculo vermelho
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Parte E

Apresentar todas as peças do modelo. Não repetir as instruções

6 pontos cada - TOTAL (24 pontos)

Interromper após três pontuações de 02 ponto – apenas 02 comando compreendido – administrar bônus

20. Pegue o círculo branco grande e o quadrado verde pequeno


21. Pegue o círculo azul pequeno e o quadrado amarelo grande
22. Pegue o quadrado verde grande e o quadrado vermelho grande
23. Pegue o quadrado branco grande e o círculo verde pequeno

Parte F

Apresentar somente as peças grandes. Não repetir as instruções.

6 pontos cada - TOTAL (96 pontos)

Interromper após três pontuações de 02 ponto – apenas 02 comando compreendido – administrar bônus

24. Coloque o círculo vermelho em cima do quadrado verde


25. Coloque o quadrado branco atrás do círculo amarelo
26. Toque o círculo azul com o quadrado vermelho
27. Toque o círculo azul e o quadrado vermelho
28. Pegue o círculo azul ou o quadrado vermelho
29. Mova o quadrado verde para longe do quadrado amarelo
30. Coloque o círculo branco em frente ao quadrado azul
31. Se houver um círculo preto, pegue o quadrado vermelho
32. Pegue todos os quadrados exceto o amarelo
33. Coloque o quadrado verde ao lado do círculo vermelho
34. Toque os quadrados lentamente e os círculos rapidamente
35. Ponha o círculo vermelho entre o quadrado amarelo e o quadrado verde
36. Toque todos os círculos, exceto o verde
37. Pegue o círculo vermelho – não – o quadro branco
38. Ao invés do quadrado branco, pegue o círculo amarelo
39. Junto com o círculo amarelo, pegue o círculo azul
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Sistema de Pontuação

Atribua um ponto para cada parte da questões executada corretamente, considerando-se

incorretos os erros de interpretação da preposição ou não compreensão da relação entre

verbo e preposição

- Questões 1 a 7 – um ponto cada

- Questões 12 a 15 – caso acerte os três comandos atribuir 3 pontos, caso contrário

atribuir pelo desempenho

- Questões 16 a 19 – caso acerte os quatro comandos atribuir 4 pontos, caso contrário atribuir pelo desem-
penho

- Questões 20 a 39 – pontuar também pelo entendimento do verbo e da preposição,

assim sendo ponto máximo são 6 – caso contrário pelo desempenho

Sistema de Bônus

Se o teste for interrompido, deve-se atribuir pontuação bônus, onde o paciente receberá créditos baseados em
sua performance nos itens já administrados

Ex: interrupção após item 26 (os itens de 24 a 26 receberam 2 pontos) os treze itens restantes tambem rece-
beriam dois pontos para um total de 32 pontos para a parte

Se todos ou a maioria dos tens das sessões B, C, D ,E e F não foram aplicados por falhas anteriores , some um
resultado de 3 pontos totais para a parte B, 5 pontos totais para a parte C, 6 pontos totais para a parte D, 9
pontos totais para a parte E e 18 pontos totais para a parte F.

Questões 1 a 7 recebem 1 ponto cada


Questões 12 a 15 recebem 3 pontos cada
Das questões 24 a 39 : o verbo e a preposição bem como o objeto correto recebem o crédito, a preposição
pode ser interpretada de diferentes formas Ex: Coloque o círculo vermelho sobre o quadrado verde. Recebe 6
pontos.

Ex: 25. Coloque o quadrado branco atrás do círculo amarelo - Nesses casos qualquer interpretação razoável
é aceita e pontuada como correta. Se sujeito interpreta a preposição erroneamente como sobre ao invés de
atrás ele recebe 5 pontos (pois ele compreendeu 5 comandos, mas o “atrás não” .

Referências Nacionais:

Avaliando linguagem receptiva via Teste Token: Versão tradicional versus computadorizada

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S1677-04712007000100008&script=sci_arttext
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Memória

Nome:____________________________________________________________________________________ Idade:________

Data:_____/_____/_____ Data e Nascimento: _____/_____/_____ Série Escolar: ____________________________

Teste da 7 Figuras / 7 Palabras

Nomeação
Evocação Tardia
Memória imediata Visual (MIV) Memória imediata Auditiva (MIA)
Visual (ETV) Auditiva (ETA)
chave árvore chave árvore
carro cadeira carro cadeira
coelho pedra coelho pedra
peixe cachorro peixe cachorro
g-chuva flor g-chuva flor
relógio casa relógio casa
tesoura sapato tesoura sapato

Ingerferências (90’’): (contar do 20 ao 1, contar de 3 em 3 a partir do 1. etc.)

Reconhecimento Visual:

Reconhecimento Auditivo:

Intrusões:

Gráfico de Aprendizagem e Evocação Tardia


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.
Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

7 Figuras/ 7 Palavras

Subteste Bateria Lourenço Filho

Instruções Memória Visual

“Eu vou mostrar algumas figuras para você, preste atenção porque depois eu pedirei para se lembrar delas”.
Dica: peça para ele nomear antes as figuras, para ver se ele reconhece. Espera uns 20seg e retira a folha e
pergunta: “quais figuras você viu?”. Fazer esse procedimento 3 vezes.

Instruções Memória Auditiva

“Eu vou ler algumas palavras para você, preste atenção porque depois eu vou pedir para repeti-las, não precisa
ser na mesma ordem.”

• Repetir o procedimento: mostrar as 7 figuras nas três tentativas

• Repetir o procedimento: ler as 7 palavras nas três tentativas

• Anotar na folha de registro o desempenho, inclusive intrusões e confabulações

• Realizar interferência: Contar até 20 e de trás para frente, contar de 3 em 3

• Realizar evocação tardia nas duas modalidades (peça para a criança se lembrar o que viu e o que ouviu)

• Aplicar o reconhecimento

• Avaliação qualitativa sem tratamento estatístico

• É esperado que a criança consiga evocar pelo menos em 1 dos três ensaios ( 3 visuais e 3 auditivos) uma
marca de 5 figuras e 5 palavras

• Reconhecimento: Esperado que reconheça todas as figuras

• Completar o gráfico na folha de registro


Copyright © 2020 ElloCursos Psicologia. Todos os direitos reservados.

Reconhecimento 7 Figuras / 7 Palavras

árvore cachorro prego

sandália mesa casa

cadeira flor rosa

pedra cavalo sapato