Você está na página 1de 2

Dinastia capetiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A dinastia capetiana, também chamada dinastia


rebelada, foi uma dinastia real que governou a França
durante mais de trezentos anos. O nome vem da
Dinastia Capetiana
alcunha do fundador, Hugo, duque dos francos.
Capeto
Como se tratava do mais importante vassalo do rei
Luís V de França, Hugo conseguiu fazer-se eleger rei
quando da morte de Luís, em 987. Hugo Capeto era
também primo de Luís V e descendente da dinastia
carolíngia - então reinante -, como neto do rei
Roberto I de França.[1]

Os Capetianos tradicionalmente formam a terceira


dinastia dos reis da França (também chamada de
"terceira raça"), após os merovíngios e os
carolíngios. Eles também governam outros estados
europeus (como Portugal, Borgonha, Nápoles,
Espanha, Hungria, Polônia, Luxemburgo, etc.) e o
mundo (como os Courtenays que foram imperadores
de Constantinopla, Brasil) Além disso, com apenas
um grau de descendência feminina, quase todas as
dinastias principescas europeias são capetianas.
Brasão de armas da Casa Real dos Capeto
A posição de Hugo Capeto não era muito forte.
[1]Governava directamente uma grande parte da Estado Reino da França
França, com a capital em Paris, mas muitos dos seus Título
vassalos, tais como os duques da Normandia, Duque dos Francos
Borgonha e Aquitânia, eram quase tão poderosos Rei da França
quanto ele.[1] Contudo, nenhum dos vassalos, Condes de La Marche
isolado, dispunha da força suficiente para o derrubar Origem
nem para se aliarem uns aos outros. Fundador Hugo Capeto

Hugo Capeto assegurou-se da sucessão fazendo Fundação 987


coroar o filho antes de morrer, prática que durou dois Casa originária robertina - merovíngia
séculos e contribuiu para estabilidade da França. Etnia Francos

Lista de reis da dinastia dos Capetos: Atual soberano


Último soberano Carlos IV de França
Hugo Capeto, Conde de Paris, eleito Rei de Dissolução 1328
França (r. 987 - 996)
Linhagem secundária
Roberto II, o Pio (r. 996 - 1031)
Henrique I (r. 1031 - 1060) Casa de Bourbon
Filipe I (r. 1060 - 1108) Ramo português da Casa de Borgonha
Luís VI, o Gordo (r. 1108 - 1137) Casa capetiana de Courtenay
Luís VII (r. 1137 - 1180) Casa de Valois
Filipe II Augusto (r. 1180 - 1223)
Luís VIII, o Leão (r. 1223 - 1226)
Luís IX (São Luís) (r. 1226 - 1270)
Branca de Castela (regente de Luís IX 1226 - 1234)
Filipe III, o Ousado (r. 1271 - 1285)
Filipe IV, o Belo (r. 1285 - 1314)
Luís X (r. 1314 - 1316)
(Filipe, irmão de Luís X, regente em 1316 entre as mortes de Luís X e João I)
João I, o Póstumo (r. 1316) (cinco dias)
Filipe V, o Alto (r. 1316 - 1322) tio
Carlos IV, o Belo (r. 1322 - 1328) irmão

Ver também
Lista de reis de França

Referências
1. «Capetian dynasty | French history» (https://www.britannica.com/topic/Capetian-dynasty).
Encyclopedia Britannica (em inglês)

Bibliografia
Ingmar Krause: Konflikt und Ritual im Herrschaftsbereich der frühen Capetinger –
Untersuchungen zur Darstellung und Funktion symbolischen Verhaltens. Rhema-Verlag,
Münster 2006, ISBN 978-3-930454-62-4
Joachim Ehlers: Die Kapetinger (= Urban-Taschenbücher 471). Kohlhammer, Stuttgart u. a.
2000, ISBN 3-17-014233-X.
Joachim Ehlers, Heribert Müller, Bernd Schneidmüller (Hrsg.): Die französischen Könige des
Mittelalters. Von Odo bis Karl VIII. 888–1498. Beck, München 1996, ISBN 3-406-40446-4.

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Dinastia_capetiana&oldid=59177816"

Esta página foi editada pela última vez às 00h28min de 27 de agosto de 2020.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização.

Você também pode gostar