Você está na página 1de 5

FICHAMENTO

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. Conclusão. In: ______. A nova razão do mundo:
ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016. p. 321-376.

RESUMO:

Citação Quais traços caracterizam a razão neoliberal? Ao fim deste estudo, podemos
destacar
quatro.
Comentário
Citação Em primeiro lugar, ao contrário do que pensavam os economistas clássicos, o
mercado
apresenta-se não como um dado natural, mas como uma realidade
construída que, como tal,
requer a intervenção ativa do Estado, assim como a instauração de um
sistema de direito
específico. Nesse sentido, o discurso neoliberal não é diretamente articulado
a uma
ontologia da ordem mercantil, pois, longe de buscar em algum “curso natural
das coisas” o
fundamento de sua própria legitimidade, ele assume deliberada e
explicitamente seu caráter
de “projeto construtivista”
Comentário
Citação Em segundo lugar, a essência da ordem de mercado reside não na troca,
mas na
concorrência, definida como relação de desigualdade entre diferentes
unidades de produção
ou “empresas”. Por conseguinte, construir o mercado implica fazer valer a
concorrência
como norma geral das práticas econômicas
Comentário
Citação Em terceiro lugar, o que é ainda mais novo, tanto relativamente ao primeiro
liberalismo
quanto ao liberalismo “reformador” dos anos 1890-1920, o Estado não é
simplesmente o
guardião vigilante desse quadro; ele próprio, em sua ação, é submetido à
norma da
concorrência.
Comentário
Citação Resulta dessa primazia absoluta do direito privado um esvaziamento
progressivo de todas as categorias do direito público que vai no sentido não
de uma ab-rogação formal destas últimas, mas de uma desativação de sua
validade operatória. O Estado é obrigado a ver a si mesmo como uma
empresa, tanto em seu funcionamento interno como em sua relação com os
outros Estados. Assim, o Estado, ao qual compete construir o mercado, tem ao
mesmo tempo de construir-se de acordo com as normas do mercado.
Comentário
Citação Em quarto lugar, a exigência de uma universalização da norma da
concorrência
ultrapassa largamente as fronteiras do Estado, atingindo diretamente até
mesmo os
indivíduos em sua relação consigo mesmos.
Comentário
Citação Da construção do mercado à concorrência como norma dessa construção, da
concorrência como norma da atividade dos agentes econômicos à
concorrência como norma da construção do Estado e de sua ação e, por fim,
da concorrência como norma do Estadoempresa à concorrência como norma
da conduta do sujeito-empresa, essas são as etapas pelas quais se realiza a
extensão da racionalidade mercantil a todas as esferas da existência humana
e que fazem da razão neoliberal uma verdadeira razão-mundo
Comentário
Citação Trata-se de mostrar a que ponto essa extensão, fazendo desaparecer a
separação entre esfera privada e esfera pública, corrói até os fundamentos da
própria democracia liberal.
Comentário
Citação Diluição do direito público em benefício do direito privado, conformação
da ação pública aos critérios da rentabilidade e da produtividade,
depreciação simbólica da lei como ato próprio do Legislativo,
fortalecimento do Executivo, valorização dos procedimentos, tendência
dos poderes de polícia a isentar-se de todo controle judicial, promoção do
“cidadão-consumidor” encarregado de arbitrar entre “ofertas políticas”
concorrentes, todas são tendências comprovadas que mostram o
esgotamento da democracia liberal como norma política.
Comentário
Citação A figura do “cidadão” investido de uma responsabilidade coletiva
desaparece pouco a pouco e dá lugar ao homem empreendedor
Comentário
Citação A referência da ação pública não é mais o sujeito de direitos, mas um ator
autoempreendedor que faz os mais variados contratos privados com outros
atores autoempreendedores.
Comentário
Citação Longe de ser “neutra”, a reforma gerencial da ação pública atenta
diretamente contra a lógica democrática da cidadania social; reforçando as
desigualdades sociais na distribuição dos auxílios e no acesso aos recursos
em matéria de emprego, saúde e educação [9], ela reforça as lógicas
sociais de exclusão que fabricam um número crescente de “subcidadãos” e
“não cidadãos”.
Comentário
Citação Seria um erro, porém, ver a racionalidade neoliberal somente como uma
contestação da “terceira fase” da democratização, a que presenciou a
instauração de uma “cidadania social” no século XX, completando a
“cidadania civil” do século XVIII e a “cidadania política” do século XIX
Comentário
Citação como bem sublinhou Robert Castel, a razão do welfarismo era a
integração dos assalariados no espaço político mediante o estabelecimento
das condições concretas da cidadania
Comentário
Citação Quando o desempenho é o único critério de uma política, que importância
tem o respeito à consciência e à liberdade de pensamento e expressão?
Que importância tem o respeito às formas legais e aos procedimentos
democráticos? A nova racionalidade promove seus próprios critérios de
validação, que não têm mais nada a ver com os princípios morais e
jurídicos da democracia liberal.
Comentário
Citação Sendo uma racionalidade estritamente gerencial, vê as leis e as normas
simplesmente como instrumentos cujo valor relativo depende
exclusivamente da realização dos objetivos.
Comentário
Citação O fato fundamental é que o neoliberalismo se tornou hoje a racionalidade
dominante, não deixando da democracia liberal nada além de um envelope
vazio, condenada a sobreviver na forma degradada de uma retórica ora
“comemorativa”, ora “marcial”.
Comentário
Citação Como vimos, essa crise financeira inicia uma crise na governamentalidade
neoliberal. O que temos diante de nós, além do primeiro “reparo” de
emergência (implantação de novas normas contábeis, controle a minima
dos paraísos fiscais, reforma das agências de classificação de riscos etc.), é
muito provavelmente um reajuste de conjunto do dispositivo
Estado/mercado.
Comentário
Citação No entanto, a racionalidade neoliberal pode articular-se a ideologias
estranhas à pura lógica mercantil sem deixar de ser a racionalidade
dominante. Como diz muito acertadamente Wendy Brown, “o
neoliberalismo pode impor-se como governamentalidade sem ser a
ideologia dominante”
Comentário
Citação Por si só, no entanto, esse apoio puramente circunstancial e “pragmático”
não é capaz de afetar a lógica normativa do neoliberalismo, uma vez que
esta só poderia ser derrotada por revoltas de grandes extensões.
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário
Citação
Comentário