Você está na página 1de 5

Biologia e Geologia – 10º ANO

Tarefa 1
17 março 2020 Prof.ª Emília Subida

Nome: __________________________________________________________________________ N.º ____Turma B

Esta proposta de trabalho deve ser realizada e devolvida até ao dia 20 de março.

Cada aluno deve enviar-me a resolução a partir do seu mail pessoal

Para cada item de escolha múltipla deve explicar a opção.

Grupo I

As rochas são instrumentos fundamentais para os geólogos conseguirem decifrar a longa história do nosso planeta.
Originadas em profundidade ou à superfície, pela sua composição, pelo seu aspeto, pelo modo como se organizam os seus
constituintes e pelos vestígios de seres vivos que podem incluir, as rochas fornecem informações essenciais sobre as
condições que caracterizaram a sua génese. Na figura seguinte estão representadas amostras de rochas magmáticas,
sedimentares e metamórficas.

1. As rochas são associações naturais de um ou mais ___________ que constituem as unidades estruturais __________.
(A) minerais (…) da crosta e do manto terrestres
(B) minerais (…) da crosta continental e da crosta oceânica
(C) elementos químicos (…) da crosta e do manto terrestres
(D) elementos químicos (…) da crosta continental e da crosta oceânica

2. A rocha A é uma rocha magmática originada a partir de um magma que consolidou ___________, uma vez que tem
cristais observáveis _____________.
(A) rapidamente, à superfície (…) microscopicamente
(B) rapidamente, à superfície (…) macroscopicamente
(C) lentamente, em profundidade (…) microscopicamente
(D) lentamente, em profundidade (…) macroscopicamente

3. A rocha B é uma rocha magmática ____________ originada a partir da consolidação de um magma ___________,
podendo tratar-se de um basalto.
(A) vulcânica (…) rico em sílica
(B) vulcânica (…) pobre em sílica
(C) plutónica (…) rico em sílica
(D) plutónica (…) pobre em sílica
4. A rocha A ter-se-á formado em ambientes com tensão e temperatura ___________ do que a rocha B e os seus cristais
tiveram ___________ para se desenvolver.
(A) mais baixas (…) mais tempo
(B) mais elevadas (…) mais tempo
(C) mais baixas (…) menos tempo
(D) mais elevadas (…) menos tempo

5. A rocha C é uma rocha metamórfica que apresenta os seus minerais orientados, o que sugere a influência da
____________ como fator preponderante de metamorfismo, podendo ter-se originado ____________.
(A) tensão (…) nas proximidades de uma intrusão magmática
(B) temperatura (...) nas proximidades de uma intrusão magmática
(C) temperatura (…) por afundimento de uma bacia de sedimentação.
(D) tensão (…) por afundimento de uma bacia de sedimentação.

6. A rocha D é uma rocha __________, pelo que se originou __________, que provocam meteorização química e física em
rochas preexistentes.
(A) metamórfica (…) por aumento de tensão e de temperatura
(B) sedimentar (…) por aumento de tensão e de temperatura
(C) metamórfica (…) por ação dos agentes erosivos
(D) sedimentar (…) por ação dos agentes erosivos

7. Na formação da rocha D, a desagregação ___________ é designada meteorização física e a transformação


____________ é designada meteorização química.
(A) mecânica (…) da sua textura
(B) mecânica (…) dos seus minerais
(C) química (…) da sua textura
(D) química (…) dos seus minerais

8. Os fenómenos que permitem a formação das rochas são cíclicos – ciclo das rochas.
Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmações relativas ao ciclo das rochas.
A. Na origem das rochas sedimentares intervêm os processos: meteorização, cristalização, transporte e diagénese.
B. A principal diferença entre a areia e o arenito, no que se refere à sua génese, é que o arenito foi sujeito a diagénese,
ao contrário da areia.
C. Em virtude de se originarem à superfície da Terra, as rochas sedimentares podem conter fósseis.
D. Ao sofrer a fusão dos seus constituintes, qualquer rocha pode gerar uma rocha metamórfica ou uma rocha
magmática.
E. As rochas metamórficas formam-se em consequência de aumentos de tensão e de temperatura, ocorrendo as
transformações da sua composição mineralógica e da sua textura essencialmente no estado sólido.
F. O arrefecimento do magma pode originar rochas magmáticas em profundidade, designadas por rochas
magmáticas vulcânicas.
G. Qualquer rocha preexistente pode originar uma rocha magmática, sedimentar ou metamórfica.

Grupo II
A idade das rochas pode ser determinada comparando-as com outras rochas ou com determinadas estruturas geológicas –
datação relativa – ou através do estudo de elementos radioativos presentes nas rochas – datação radiométrica. No
primeiro caso, constata-se apenas se uma rocha é mais recente ou mais antiga do que outra, enquanto no segundo caso
obtém-se a idade aproximada das rochas, em milhões de anos.
Na determinação da idade relativa das rochas os geólogos baseiam-se em determinados princípios, como: Princípio da
Sobreposição, Princípio da Identidade Paleontológica, Princípio da Interseção ou Corte, Princípio da Continuidade Lateral
e Princípio da Inclusão.
Figura 3- Escala do tempo geológico

1. Na Figura 1I os estratos _________ têm a mesma idade e ter-se-ão formado na Era _________.
(A) D e G (…) Cenozoica
(B) D e G (…) Paleozoica
(C) B e E (…) Paleozoica
(D) B e E (…) Cenozoica
2. Os estratos D e B da Figura 1I ter-se-ão formado em ambiente _______ e a sua datação pode ser efetuada através do
Princípio da _______.
(A) marinho (…) Identidade Paleontológica
(B) marinho (…) Inclusão
(C) terrestre (…) Identidade Paleontológica
(D) terrestre (…) Inclusão

3. A ausência de um estrato semelhante ao estrato F na primeira coluna estratigráfica da Figura 1I pode dever-se a
________ e a sua génese deverá ter ocorrido num ambiente _________ que presidiu à formação do estrato A.
(A) erosão ou ausência de sedimentação (…) idêntico ao
(B) erosão ou ausência de sedimentação (…) distinto do
(C) diagénese e ausência de oxigénio (…) idêntico ao
(D) diagénese e ausência de oxigénio (…) distinto do

4. A datação relativa das rochas presentes na Figura 1II pode ser efetuada com base no Princípio da _________ uma vez
que o fragmento X pode corresponder a ________.
(A) Inclusão (…) um filão que interseta rochas mais recentes do que este
(B) Interseção (…) um fragmento de uma rocha que foi incorporado pelo magma
(C) Interseção (…) um filão que interseta rochas mais recentes do que este
(D) Inclusão (…) um fragmento de uma rocha que foi incorporado pelo magma

5. Considere as três afirmações relacionadas com situações ilustradas na Figura 1. Selecione a opção que as avalia
corretamente.
I – Na Figura 1II o fragmento X é mais antigo do que a rocha Z.
II – Na Figura 1III o estrato mais recente é o calcário.
III – Na Figura 1IV os estratos D, C e B são mais antigos do que a estrutura E.
(A) As afirmações I e III são verdadeiras; II é falsa.
(B) A afirmação I é verdadeira; II e III são falsas.
(C) As afirmações II e III são verdadeiras; I é falsa.
(D) As afirmações I e II são verdadeiras; III é falsa.

6. Na Figura 2 pode ser considerado um fóssil de idade o fóssil de _________ uma vez que apresenta _________.
(A) Pentamerida (…) uma grande distribuição estratigráfica ou temporal
(B) Pentamerida (…) uma pequena distribuição estratigráfica ou temporal
(C) Terebratulida (…) uma grande distribuição estratigráfica ou temporal
(D) Terebratulida (…) uma pequena distribuição estratigráfica ou temporal

7. Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmações relativas à informação contida nas Figuras 1 e 2.
A. O fóssil de Phynchonellida, cuja distribuição estratigráfica está ilustrada na Figura 2, pode ser considerado um fóssil
de idade.
B. O período Câmbrico, representado na Figura 3, pertence à Era Cenozoica.
C. Na génese dos fósseis, como são exemplo os fósseis contidos na Figura 3, terão contribuído: a existência de
estruturas duras e a proteção dos restos dos seres vivos por sedimentos finos.
D. O organismo que terá dado origem ao fóssil de Pentamerida a que se faz referência na Figura 2 viveu na Era
Paleozoica.
E. Ao contrário da datação relativa ilustrada nas várias situações da Figura 1, na datação radiométrica recorre-se ao
estudo dos elementos instáveis que as rochas podem conter, como é exemplo o urânio.

8. Um dos princípios utilizados pelos geólogos para construir a escala do tempo geológico é o Princípio da Sobreposição,
segundo o qual, numa sequência de rochas sedimentares ________ o estrato mais antigo encontra-se _________
estratos mais recentes.
(A) deformada (…) sobre os
(B) deformada (…) sob os
(C) não deformada (…) sob os
(D) não deformada (…) sobre os
9. No decurso da datação ________ de rochas, uma equipa de geólogos encontrou uma rocha com elevadas quantidades
de Chumbo206 e reduzidas quantidades de Urânio 238. Sabendo que o Chumbo206 resulta do decaimento radioativo do
Urânio238 considera-se o _________.
(A) relativa (…) Urânio238 o elemento filho e o Chumbo206 o elemento pai
(B) relativa (…) Urânio238 o elemento pai e o Chumbo206 o elemento filho
(C) radiométrica (…) Urânio238 o elemento filho e o Chumbo206 o elemento pai
(D) radiométrica (…) Urânio238 o elemento pai e o Chumbo206 o elemento filho

10. Na escala do tempo geológico, a passagem de uma Era para outra pode corresponder _______, como é exemplo o final
da Era Mesozoica com a _______.
(A) à destruição de habitats e a ausência de alimento disponível (…) extinção de trilobites
(B) à extinção de determinadas espécies e o aparecimento de outras (…) extinção de amonites
(C) à ocorrência de intensa meteorização e de sedimentação (…) formação de rochas sedimentares detríticas
(D) a um aumento de pressão e de temperatura causado pelo afundimento (…) formação de rochas metamórficas

11. Considere as três afirmações relacionadas com informação contida na Figura 3. Selecione a opção que as avalia
corretamente.
I – Os primeiros organismos terão surgido antes do Éon Proterozoico.
II – A Era Mesozoica teve início com o aparecimento dos mamíferos e das aves.
III – Os primeiros indivíduos fotossintéticos surgiram há cerca de 60 milhões de anos (Ma).
(A) As afirmações I e II são verdadeiras; III é falsa.
(B) As afirmações II e III são verdadeiras; I é falsa.
(C) A afirmação I é verdadeira; II e III são falsas.
(D) As afirmações I e III são verdadeiras; II é falsa.

12. A transição entre estratos reflete mudanças no ambiente de sedimentação. Relacione a espessura dos estratos de uma
sequência estratigráfica com a estabilidade/instabilidade do ambiente em que foram depositados.