Você está na página 1de 76

Aula 02

Português p/ TRT 5º Região (Com


videoaulas) - 2020 - Profª Adriana
Figueiredo

Autor:

Aula 02

4 de Dezembro de 2020

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02

CONJUNÇÕES
931424

Sumário
CONSIDERAÇÕES INICIAIS ............................................................................................................................ 2
CONJUNÇÕES ............................................................................................................................................... 2
CONJUNÇÕES COORDENATIVAS................................................................................................................... 3
CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS.................................................................................................................. 9
CONJUNÇÕES INTEGRANTES .................................................................................................................... 9
CONJUNÇÕES ADVERBIAIS ..................................................................................................................... 11
CONJUNÇÕES COM MAIS DE UM SENTIDO POSSÍVEL ............................................................................ 24
RESUMO ..................................................................................................................................................... 50
LISTA DE QUESTÕES ................................................................................................................................... 54
GABARITO .................................................................................................................................................. 75

1
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

EMPREGO DAS CLASSES II (CONJUNÇÕES)


CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Olá, pessoal!!! Firmes no propósito?? Claro que sim, né? Olho na vaga rs...
Vamos prosseguir o estudo das classes. Nessa aula veremos o uso das conjunções. Trata-se de um assunto
dos mais cobrados dentro desse tema, em TODA PROVA.
Vamos ser práticos. Conjunções é um assunto muito simples: você vai decorar aquelas listas de conjunções
que sempre terão os mesmos sentidos e isso vai ser suficiente para acertar a maioria das questões; até
porque a maioria são palavras bem conhecidas, exceto umas um pouco diferentes como conquanto,
porquanto, destarte... Em alguns casos, as conjunções podem trazer sentidos diferentes do esperado, mas
aí eu vou apontar o detalhe para você ficar atento.
Esse assunto também é vital para a compreensão das diversas orações subordinadas e coordenadas, pois
são as conjunções que as iniciam; por exemplo, uma conjunção causal introduz uma oração subordinada
adverbial causal. Na prática, estaremos estudando os dois assuntos ao mesmo tempo.
Ao longo da aula, trarei muitas outras questões, para você revisar e treinar até ficar enjoado de conhecer o
valor semântico e as possibilidades de reescritura das conjunções. Agora, vamos aos negócios rs...

CONJUNÇÕES
Podem ser chamadas de síndeto, conectivos, elementos de coesão, operadores argumentativos... Assim
como as preposições, as conjunções são conectores. Ligam orações diferentes ou termos de uma mesma
oração. Também podem ligar parágrafos e traçar relações lógicas entre eles.
Quando ligam orações de sentido completo, sintaticamente independentes, são chamadas
coordenativas. Se ligarem orações que têm ligação de dependência sintática, são chamadas
subordinativas. Então basicamente esta é a diferença: na subordinação, um termo ou oração exerce
função sintática (sujeito, complemento, adjunto) em outro termo ou oração. Na relação de coordenação,
os termos são independentes, são apenas “listados”, colocados lado a lado sem uma relação necessária de
dependência sintática. Vejamos:
Ex: Cães e gatos são fofinhos.
Ex: Acordei cedo e fui correr.
Ex: O carro é bonito, mas caro.
Ex: Acordei tarde, mas fui correr.
Ex: Se eu pudesse, compraria aquele violão.
Ex: Embora fosse tarde, fui correr.

Bem, pessoal, agora que já sabemos o conceito, vamos a elas: 👇👇

2
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
Ligam orações coordenadas, ou seja, independentes, estabelecendo uma relação de sentido entre elas
(adição, oposição, alternância, explicação, conclusão).
Ex: Acordei tarde, mas fui correr.

Oração Independente1 Oração Independente2


Dizemos que as orações são independentes porque têm sentido completo. Se retirássemos a conjunção,
ainda assim teríamos duas orações com pleno sentido.
Locuções conjuntivas são conjuntos de palavras que equivalem a conjunções. “No entanto” é locução
conjuntiva equivalente à conjunção “mas”; “Visto que” equivale a “porque”; “por isso” equivale a
“portanto” e assim por diante.
Algumas conjunções são formadas por um par correlato, como a correlação alternativa “quer x...quer y”, a
correlação proporcional “quanto mais x mais y”, e assim por diante. As questões não cobram esse detalhe
de nomenclatura, portanto trataremos aqui esses termos simplesmente por conjunção, isto é,
chamaremos “mas” e “no entanto” de conjunção adversativa.
Vamos agora aos tipos de conjunção. São apenas 5 sentidos e temos que memorizá-los.

Conjunções Coordenativas Aditivas (+)


Ligam orações ou palavras, com sentido de adição: e, nem (e não), bem como, e as correlações não
só...como também/mas também/mas ainda...
Ex: Estudei constitucional e administrativo.
Ex: Não fiz exercícios nem revisei.
Ex: Não só trabalho como também estudo.
Observe que não devemos dizer “e nem”, pois seria redundante a repetição do “e” que já faz parte do
sentido da conjunção.
Esses “pares” ── não só...como também/mas também/mas ainda... ── são mais enfáticos do que o mero
E aditivo; por isso, chamam-se “correlações aditivas enfáticas”.
Observe também que a conjunção aditiva, quando liga fatos no tempo, pode indicar sequência cronológica:
Vim e vi e venci.
Atenção: A palavra “senão” pode ter sentido aditivo (normalmente usado após não só/não apenas/não
somente, equivalente a “mas também”).
Ex: O labrador era o favorito, não só da mãe, senão de toda a família.
A palavra tampouco é advérbio, mas pode vir a substituir uma conjunção aditiva, quando for equivalente
a “nem”: Não malho, tampouco faço dieta!

Conjunções Coordenativas Adversativas ( )


Ligam orações ou palavras, com sentido de contraste, oposição, compensação, ressalva, quebra de
expectativa, retificação: Mas, porém, contudo, todavia, entretanto, não obstante, SENÃO (sentido de

3
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

“mas”).
Ex: Falou pouco, mas falou bonito. (relação de compensação, pois pouco não é o oposto de bonito.)
Ex: Tentei, porém não consegui. (relação de oposição, até mesmo reforçada pelo sentido contrário
dos verbos.)
Ex: O professor era muito tímido, não obstante falava bem em público (relação de quebra de
expectativa)
Ex: Não tenho um filho, mas dois. (relação de retificação, correção.)
Ex: A culpa não foi da população, senão dos vereadores. (aqui, “senão” equivale a “mas sim”, com
sentido adversativo)
Obs: Veremos adiante que a conjunção “não obstante” também poderá ser concessiva, quando equivaler a
“embora”.
Valor adversativo do “E”.
Fique atento, pois o “e” pode vir com valor adversativo e as bancas muitas vezes exploram isso: Estava
querendo ler, e o sono não deixava. (sentido de adversidade).
Uma pista que indica o valor adversativo do “e” é estar antecedido por vírgula. A regra de pontuação
recomenda pôr vírgula antes do “e” adversativo.
Valor argumentativo da conjunção adversativa.
Tenha em mente também que a adversidade é “prima” da concessão, ambas têm valor de contraste,
oposição. A concessão é uma adversidade que não impede um resultado de se realizar.
Em muitas questões, vão ser pedidas reescrituras em que uma concessão será substituída por uma
adversidade e vice-versa, com as devidas adaptações, já que conjunções concessivas levam o verbo para o
subjuntivo: embora/caso eu possa...
Então, segue uma dica para interpretação:
Em uma frase que conste uma conjunção adversativa, a informação mais importante é a que vem após a
conjunção.
Ex: Ela grita do nada, mas é gente boa. (Ser gente boa é mais importante do que ela gritar do nada.)
Seria totalmente diferente de dizer: “Ela é gente boa, mas grita do nada”, pois, nesse segundo caso, o foco
estaria no fato de gritar.
Para escrever essa sentença na forma concessiva equivalente, o foco teria que estar na outra oração, não
na concessiva:
Embora seja gente boa, grita do nada!

✓ Portanto, após a conjunção adversativa é que de fato vem a opinião relevante do falante.
Veremos, adiante, que a conjunção adversativa constitui um operador argumentativo forte, enquanto a
concessiva é um operador argumentativo fraco.

4
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

1. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)


O avanço ainda se restringe a âmbitos estritamente técnicos, sem utilidade cotidiana, mas já é apelidado
de “o Santo Graal da computação”. Isso porque o feito, se comprovado, atingiu o que se conh ece como
“supremacia quântica”. A nomenclatura indica um momento da civilização em que os computadores talvez
sejam tão (ou mais) competentes quanto os seres humanos.
mas já é apelidado de “o Santo Graal da computação”. (5º parágrafo)
Sem prejuízo para as relações de sentido estabelecidas no texto, uma redação correta para o segmento
acima, transformando-o em um período independente, está em:
(A) Já é, porém, apelidado de “o Santo Graal da computação”.
(B) Com isso, é apelidado de “o Santo Graal da computação”.
(C) No entanto, foi apelidado “o Santo Graal da computação”.
(D) Assim, apelidaram-no de “o Santo Graal da computação”.
(E) Conforme já se apelidou de “o Santo Graal da computação”.
Comentários:
A conjunção "mas" expressa "oposição", então podemos trocar por "porém", que apareceu deslocado,
entre vírgulas: Já é, porém, apelidado de “o Santo Graal da computação”.
A letra C, embora traga sentido de oposição também, suprimiu o "já" indicativo de tempo e está no
pretérito, mudando o sentido original do verbo no presente.
"Com isso" não possui sentido nenhum de oposição. "Assim" indica conclusão. "Conforme" indica
conformidade. Gabarito letra A.
2. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
É importante guardar imagens. Porém, é mais importante viver cada momento com intensidade.
Sem que nenhuma outra alteração seja feita na frase, as relações de sentido e a correção do segmento
acima estarão preservadas caso se substitua o elemento sublinhado por
(A) Conquanto (B) Embora (C) Porquanto (D) Conforme (E) Todavia
Comentários:
Questão direta: “porém” é conjunção adversativa e equivale a “todavia”.
“conquanto” e “embora” indicam concessão; “porquanto” é igual a “porque”, indica causa ou explicação;
“conforme” indica conformidade. Gabarito letra E.
3. (FCC / ALESE / TÉCNICO LEGISLATIVO / 2018)
A principal ressalva à inovação democrática do Jabuti, entretanto, é que já existe um prêmio do leitor.
Mantendo-se a correção e o sentido, sem que nenhuma outra modificação seja feita na frase, o elemento

5
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

sublinhado acima pode ser substituído por:


a) embora b) conquanto c) todavia d) porquanto e) assim
Comentários:
Questão direta: “entretanto” e “todavia” são conjunções adversativas.
“embora” e “conquanto” se equivalem, pois são conjunções concessivas; “porquanto” é igual a “porque”,
indica causa ou explicação; “assim” é usado como conjunção conclusiva. Gabarito letra C.
4. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
Porém, isso requererá a criação de diversas leis.
Em relação aos argumentos que a antecedem, a frase acima exprime noção de
(A) conclusão. (B) finalidade. (C) conformidade. (D) oposição. (E) causa.
Comentários:
“Porém” é conjunção adversativa e indica oposição, como mas, contudo, entretanto, contudo, não
obstante. Gabarito letra D.
5. (FCC / SEGEG-MA / Técnico Receita Estadual / 2016)
Ainda assim, atravessou aquele 27 de julho em relativa normalidade.
Porém, não houve resultado.
Sem prejuízo da correção e do sentido, os elementos sublinhados acima podem ser substituídos,
respectivamente, por:
a) Desse modo – Conquanto
b) Com isso – No entanto
c) Não obstante – Contudo
d) Portanto – Embora
e) Todavia − Porquanto
Comentários:
Temos dois conectivos com sentido de oposição, então podemos inserir duas conjunções adversativas: não
obstante e contudo. Gabarito letra C.
6. (FCC / TRE-PB / 2015)
E, no entanto, o cinema chegou num ponto em que é capaz de expressar...
Sem prejuízo da correção e do sentido, o elemento sublinhado acima pode ser substituído por:
a) porquanto b) em detrimento disso c) desse modo d) embora e) todavia.
Comentários:
“No entanto” é uma conjunção adversativa, assim como “todavia”.
“Porquanto” é uma conjunção explicativa ou causal, como “porque”; “em detrimento disso” e “embora”
têm valor concessivo; “desse modo” tem valor conclusivo. Gabarito letra E.

6
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Conjunções Coordenativas Alternativas


Ligam orações ou palavras, com sentido de alternância ou escolha (exclusão): ou, ou...ou, quer...quer,
ora...ora, já...já, seja...seja.
Ex: Estude ou vá para festa, não dá para ter tudo. (relação de escolha entre opções mutuamente
excludentes.).
Ex: Fico motivado ora pelo salário ora pela realização. (relação de alternância)
Ex: Seja por bem, seja por mal, vou convencê-lo de que estou certo! (Relação de exclusão)
Ex: Quando eu chegar no aeroporto, meu pai ou minha mãe vão me buscar. (aqui o sentido é de
soma, temos “ou” inclusivo, indicando “um, outro ou ambos”.)
Ex: Fritura ou açúcar em excesso fazem mal à saúde (ambos fazem, por isso mesmo o verbo vem no
plural, para atribuir o efeito aos dois!)
Ex: Edson Arantes do Nascimento, ou Pelé, é o rei do futebol (“ou” indicativo de sinonímia, de
equivalência semântica: são a mesma pessoa!)
Atenção: A palavra “senão” pode funcionar como conjunção alternativa:
Ex: Saia agora, senão chamarei os guardas. (poderíamos trocar por “ou”)

7. (FCC / ALESE / TÉCNICO LEG. / 2018)


“Os artistas já estão aqui! Vai ter espetáculo, sim. Mãos à obra”. Ninguém sabia se acreditava ou não, mas
se apresentavam como bons soldados à ordem do comandante.
Na última linha, a conjunção “ou” exprime possibilidades que se excluem.
Comentários:
Ou você acredita OU não acredita, são hipóteses mutuamente excludentes, não há como acreditar e
duvidar ao mesmo tempo. Questão correta.

Conjunções Coordenativas Conclusivas


Ligam orações ou palavras, com sentido de conclusão ou consequência: logo, portanto, então, por isso,
assim, por conseguinte, destarte, pois (quando vem deslocado).
Ex: Estava preparado, portanto não me apavorei.
Ex: Estou tentando te ajudar, por isso quero que você me escute.
Ex: Estava despreparado, não foi, pois, aprovado.
Se a conjunção vier deslocada, deve estar entre vírgulas: Estava preparado, não foi, pois, aprovado.
O pois no início da oração, isto é, não deslocado entre vírgulas, será explicativo ou causal.

7
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Conjunções Coordenativas Explicativas


Ligam orações ou palavras, com sentido de justificativa: que, porque, pois (se vier no início da oração),
porquanto. Fique atento porque elas são fortemente sinalizadas pela presença de um verbo no imperativo
anterior.
Ex: Fujam, porque a bruxa está à solta.
Ex: Economize recursos, porquanto não se sabe do futuro.
Ex: Fique em silêncio, pois o filme já começou.
Ex: Vem, vamos embora, que esperar não é saber.

Pois explicativo: inicia uma oração e justifica a outra:


Ex: Volte, pois tenho saudade.
Pois conclusivo: após o verbo, deslocado entre vírgulas.
Ex: Há instabilidade; o dólar voltará, pois, a subir.

8. (FCC / Câmara Legislativa do DF / TÉC. LEGISLATIVO / 2018)


Por conseguinte, está relacionada com a existência de classes sociais.
O termo sublinhado acima assinala no texto noção de
a) conclusão. b) concessão. c) oposição. d) temporalidade. e) finalidade.
Comentários:
“Por conseguinte” é conectivo equivalente a “portanto”, indica conclusão. Gabarito letra A.
9. (FCC / TST - TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO / 2017)
É preciso investigar a si mesmo para perceber que você também tem falhas. Desse modo, fica mais fácil
diminuir o efeito das fraquezas.
Está CORRETO o que se afirma a respeito do texto em:
O elemento sublinhado em Desse modo, fica mais fácil aceitar e diminuir o efeito das fraquezas pode ser
substituído por “Assim”, sem prejuízo do sentido original.
Comentários:
“Desse modo” e “assim” são ambos conectivos conclusivos. Questão correta.
10. (FCC / SEGEP-MA / Auxiliar de Fiscalização Agropecuária / 2018)
Dessa forma, as autoridades poderão não apenas confiscar equipamentos utilizados para piratear sinal de
TV por assinatura, mas também poderão prender os responsáveis e colocá-los no sistema sob legislação
específica.

8
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

O trecho acima fica corretamente reescrito com a mudança da expressão destacada, preservando-se seu
significado original, por:
a) Nada obstante b) Todavia c) Contudo d) Assim sendo e) Conquanto
Comentários:
“Dessa forma” é um conectivo conclusivo e CAI MUITO nas provas da FCC. Fique atento. Gabarito letra D.
11. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
Entretanto, o jornalismo dito de qualidade sempre foi objeto de uma minoria. // A maioria das pessoas
está de tal maneira consumida por seus dramas e divertimentos pessoais que sobra pouca atenção para o
que é público.
Fazendo os devidos ajustes na pontuação e entre maiúsculas e minúsculas, as frases acima se articulam
com coerência em um único período acrescentando-se, imediatamente após “minoria”,
(A) conforme (B) por que (C) contudo (D) uma vez que (E) porém
Comentários:
Observem que existe uma relação explicativa. É feita uma afirmação categórica (o jornalismo dito de
qualidade sempre foi objeto de uma minoria) seguida de uma justificativa: a maioria das pessoas está
consumida com seus próprios dramas, apenas uma minoria dedica maior atenção ao que é público.
O conectivo explicativo entre as opções é “uma vez que”.
Entretanto, o jornalismo dito de qualidade sempre foi objeto de uma minoria, Uma vez que a maioria das
pessoas está de tal maneira consumida por seus dramas e divertimentos pessoais que sobra pouca atenção
para o que é público. (6º parágrafo)
“Porém” e “Contudo” expressam oposição. “Conforme” expressa conformidade e “por que” não é uma
conjunção, mas sim uma locução interrogativa. Gabarito letra D.

CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS
Ligam orações subordinadas, ou seja, duas orações que dependem sintaticamente uma da outra. A oração
que é introduzida (iniciada) por uma conjunção subordinativa é chamada de oração dependente,
subordinada. É muito importante saber essas noções, pois estas conjunções serão a base das orações
subordinadas, que também terão sua influência no assunto da pontuação.
As conjunções subordinadas podem ser integrantes ou adverbiais.

Conjunções Integrantes
As conjunções integrantes indicam que a oração subordinada que elas iniciam integra ou completa
(complementa) o sentido da oração principal. Introduzem orações substantivas, aquelas que podem ser
trocadas por “isto” e desempenham funções sintáticas típicas dos substantivos, como sujeito, objeto
direto, objeto indireto, complemento nominal, aposto, predicativo. As conjunções integrantes não
possuem valor semântico próprio e são apenas duas: “que” e “se”.

9
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

só quero que você me aqueça nesse inverno

Oração Principal Oração Subordinada substantiva Objetiva Direta


Complementa o verbo da oração principal
Equivale a um objeto direto (só quero isto)
Conjunção Integrante
Não se apavore! ESTUDAREMOS DETALHADAMENTE AS DIVERSAS ORAÇÕES SUBSTANTIVAS NA AULA DE
SINTAXE, mas já adianto aqui alguns exemplos e suas funções sintáticas, para facilitar a familiarização:
Oração Subordinada Substantiva Subjetiva:
Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal.
Ex: É necessário que você estude.
Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta:
Exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal.
Ex: Quero que você estude.
Ex: Eles não sabiam se haveria aula.
Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta:
Exerce a função de objeto indireto do verbo da oração principal, sendo sempre iniciada por uma
preposição.
Ex: O candidato necessita de que todos o apoiem agora.
Ex: Ela insistiu em que os alunos estudassem mais.
Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal:
Exerce a função de complemento nominal, completando o sentido de um nome pertencente à oração
principal. É sempre iniciada por uma preposição.
Ex: Tenho esperança de que vamos vencer.
Ex: Sinto necessidade de que você fique ao meu lado.
Oração Subordinada Substantiva Predicativa:
Exerce a função de predicativo do sujeito do verbo da oração principal. Aparece normalmente depois do
verbo ser.
Ex: O bom é que a prova foi adiada.
Ex: A dúvida era se haveria mesmo prova.
Oração Subordinada Substantiva Apositiva:
Exerce a função de aposto de algum termo da oração principal.
Ex: João só queria uma coisa: que fosse aprovado logo.
Observe que, se você trocar a oração por ISTO e fizer a análise, vai confirmar a função sintática que dá
nome à oração. Nosso objetivo por ora é apenas reconhecer a conjunção integrante, o que se torna mais

10
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

fácil quando percebemos que ela introduz uma oração com as funções acima.

Não confunda: Na estrutura haver/ter + que/de + infinitivo é uma locução verbal. Com
uma preposição acidental no meio:
Ex: Tenho que estudar; Hei de passar.
Repito: que/de, nesse caso, é uma preposição acidental, não é conjunção integrante.

Conjunções Adverbiais
As orações subordinadas adverbiais trarão uma relação semântica de circunstância, como um advérbio,
com função sintática de adjunto adverbial da oração principal. ==e3660==

Podem ser temporais, causais, concessivas, condicionais, conformativas, finais, proporcionais,


comparativas, consecutivas.
Vejamos um exemplo de uma adverbial, para entender a relação sintática entre a oração principal e a
subordinada iniciada pela conjunção:
Visitei meus parentes maternos/quando viajei para Natal

Oração Principal Oração Subordinada Adv.


Circunstância de tempo
Equivale a um advérbio de tempo (Ex: hoje)
Conjunção Subordinativa
Dessa forma já estamos tendo uma noção de como funciona a sintaxe do período composto, que tem mais
de uma oração. Vamos agora ao que interessa. Vamos ver algumas questões, lembrando sempre que esse
assunto é detalhado na aula de sintaxe. Não se desespere!
Conjunções Subordinativas Adverbiais Condicionais:
Iniciam oração subordinada de mesmo nome e indicam a hipótese ou a condição para a ocorrência da
oração principal. Geralmente trazem verbo com sentido de hipótese e conjugado no modo subjuntivo,
que é o tempo verbal com valor hipotético. São elas: se, caso, desde que, contanto que, quando, salvo se,
a menos que, a não ser que, sem que.
Ex: Se eu puder, ensinarei tudo.
Ex: Se eu quisesse falar com você, te chamaria no whatsapp!
Ex: A não ser que haja uma catástrofe, não me atrasarei.
Ex: Sem que invista em bons materiais, não vai aprender rápido.
Ex: Qualquer renda, mesmo quando (se) for oriunda de ilícitos, será tributada.
Cuidado, ao trocar “SE” por “CASO”, é preciso fazer um ajuste no verbo, como no exemplo:
Ex: Se eu puder, viajarei. (verbo no futuro do subjuntivo)
Ex: Caso eu possa, viajarei. (verbo no presente do subjuntivo)

11
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Conjunções Subordinativas Adverbiais Conformativas:


Indicam que uma ação ou fato se desenvolve de acordo com outro: como, conforme, consoante, segundo.
Ex: A prova se desenrolou como tínhamos treinado!
Ex: Tudo correu conforme o planejamos.
Obs: Quando não introduzem orações, conforme, consoante, segundo, não são consideradas conjunções,
mas apenas preposições acidentais:
Ex: Conforme o livro, isso nunca aconteceu.
Conjunções Subordinativas Adverbiais Finais:
Indicam propósito, motivo, finalidade: para que, a fim de que, do modo que, de sorte que, porque
(quando igual a para que), que.
Ex: Dou exemplos para que você entenda tudo.
Ex: Estude todo dia a fim de que acumule conhecimento ao longo do mês.
Ex: “É preciso rezar porque não estoure uma nova guerra mundial.”

12. (FCC / SEPLAG RECIFE / ASS. DE GESTÃO PÚBLICA / 2019)


Para cobrir o território nacional e cumprir o calendário, enfrentaram selvas, secas, tempestades.
Preservando-se o sentido e a correção gramatical, a expressão sublinhada estará corretamente substituída
por
(A) A despeito de cobrir...
(B) A fim de cobrir...
(C) Em decorrência de cobrir...
(D) Com vistas à cobrir...
(E) No impeto a cobrir...
Comentários:
“Para cobrir” equivale a “para que cobrissem”, com ideia de propósito; temos oração subordinada final,
não causal. A oração final em forma reduzida, introduzida pelo “para” é mais comum que a oração
desenvolvida introduzida pela locução ‘para que’. Gabarito letra B.
13. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)
O segmento em que se exprime noção de finalidade está em:
(A) as correções das provas tipográficas dos romances de Balzac pareciam fogos de artifícios.
(B) Se você quer fumar um charuto aperte um botão.

12
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(C) esse empenho tão grande acabou por exauri-lo.


(D) O autor de Ilusões Perdidas não poupava esforço para alcançar o que desejava expressar.
(E) O celular na palma da mão desconcentra o estudante.
Comentários:
Questão direta. A única oração que indica finalidade é aquela introduzida pela preposição “para”: O autor
de Ilusões Perdidas não poupava esforço para alcançar o que desejava expressar
O objetivo do esforço era alcançar o que deseja expressar. Gabarito letra D.
O outro conectivo que apareceu no texto foi o SE condicional, (Se você quer fumar).
14. (FCC / SEFAZ-GO / AUDITOR / 2018)
Considerando-se o uso linguístico nos segmentos, no contexto em que ocorrem no texto, está correto o
que se afirma em:
Ao substituir-se a conjunção em Esta diferença é compreensível se pensarmos por caso, o verbo pensar
deve assumir a forma do presente do modo subjuntivo.
Comentários:
Isso mesmo. Se trocarmos “se” por “caso” numa condicional futura, o verbo deve sofrer uma adaptação e
ser conjugado no presente do subjuntivo, como nos exemplos abaixo:
Se eu puder>Caso eu possa
Se eu quiser>Caso eu queira
Se eu estudar>Caso eu estude
assim por diante…
No caso da questão, teremos: caso pensemos... Questão correta.

Conjunções Subordinativas Adverbiais Proporcionais:


Introduzem uma oração que traz uma relação de proporcionalidade com a oração principal: à medida que,
à proporção que, ao passo que e também as correlações quanto mais/menos...mais/menos...
Ex: Quanto mais eu rezo, mais assombrações me aparecem.
Ex: Quanto mais estudo, mais sorte tenho nas provas.
Ex: À medida que o tempo passa, a confiança vai aumentando.
Ex: Ao passo que o produto escasseia, o preço sobe.
Conjunções Subordinativas Adverbiais Temporais:
Introduzem uma oração que traz uma noção de tempo para o fato ocorrido na oração principal: quando,
enquanto, desde que, sempre que, toda vez que, assim que, logo que, mal (com sentido de assim que).
Ex: Mal cheguei e já fui bombardeado de perguntas.
Ex: Meu chefe me demitiu assim que cheguei.
Ex: Comprei roupas enquanto ela escolhia sapatos. (tempo simultâneo).
Obs: Segundo entendimento muito “específico” de Sacconi, “quando” pode indicar ‘causa’, se puder ser

13
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

substituída perfeitamente por “já que”:


“Por que ficar amontoado na cidade, sob a poluição, quando existe um mundo de terra fértil no campo
para se trabalhar”.

15. (FCC / SABESP / TÉCNICO EM GESTÃO / 2018)


Em enquanto um cesto trançado já é mais difícil, mantendo-se, em linhas gerais, o sentido original, o termo
sublinhado pode ser substituído por:
(A) ainda que
(B) portanto
(C) concomitantemente
(D) ao passo que
(E) ao mesmo tempo em que
Comentários:
Esse é o caso em que o “enquanto” é usado para fazer um paralelo entre dois fatos:
Os cães são ligados ao dono, ao passo que/enquanto os gatos são ligados à casa.
A pegadinha estava no fato de que a conjunção “enquanto” pode indicar tempo concomitante, em que
duas ações ocorrem ao mesmo tempo:
Eu escovo os dentes enquanto tomo banho (faço os dois ao mesmo tempo). Contudo, NÃO É O CASO
DESSA QUESTÃO, que trouxe o “enquanto” esvaziado do valor de tempo, com função de traçar um paralelo
entre duas realidades. Por isso, C e E eram pegadinhas.
Ainda que tem sentido concessivo; portanto tem sentido conclusivo. Gabarito letra D.

Conjunções Subordinativas Adverbiais Comparativas:


Introduzem uma oração que traz uma comparação ou contraste em relação à oração principal: como,
assim como, tal qual, tal como, mais que, menos, tanto quanto. Nesses pares, as palavras tanto e quanto
são correlatas. Por isso, podemos chamar esses pares de correlações aditivas enfáticas. O mesmo vale para
outros pares que possuem função de uma conjunção.
Ex: Essa matéria é mais fácil do que a que estudamos ontem.
Ex: Corria como um touro.
Ex: Ele estuda tanto quanto seu tio médico (estuda).
Observe no exemplo acima que o verbo costuma vir implícito, porque é o mesmo verbo da outra oração.

14
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

16. (FCC / CLFD / Técnico Legislativo / 2018)


Mas eu não queria ser torneiro-mecânico, queria mesmo era ser bancário, que nem o marido da minha
professora, dona Aurora".
Sem prejuízo do sentido original, a expressão “que nem”, no segmento que nem o marido da minha
professora, pode ser substituída por “como”.
Comentários:
A expressão comparativa “que nem” é típica da oralidade e significa: do mesmo jeito, assim como. Então, a
banca simplesmente pede que se substitua por um conectivo comparativo formal: como. Questão correta.

Conjunções Subordinativas Adverbiais Causais:


Iniciam uma oração subordinada que traz a causa da ocorrência da principal: porque, que, como (com
sentido de porque), pois que, já que, uma vez que, visto que, na medida em que, porquanto, se (com
sentido de já que).
Ex: Não passei porque não estudei.
Ex: Como não era vaidoso, nunca fez dieta.
Ex: Se Marisa gosta de você, por que não a procura?” (Se=Já que)
Para organizar a relação de causa e efeito no texto, pense assim: “o fato X fez com que Y”. A causa é a
origem de um evento.
A banca também pode pedir a substituição de conjunções causais por preposições que também tenham
sentido de causa, como “por”:
Ex: Não fiz a questão porque não sabia. (porque=conjunção causal)
Ex: Não fiz a questão por não saber. (por=preposição com valor de causa)
Observe que há mudança na forma do verbo e essa adaptação deve ser observada.
A causa ocorre cronologicamente antes da consequência. Então, mesmo que na ordem do período a causa
venha depois, devemos sempre atentar para a oração que a conjunção causal inicia. Essa será a causa. Isso
será importante quando estudarmos as conjunções consecutivas, que possuem a mesma lógica de causa-
efeito, mas introduzem a oração em que se encontra a consequência.

Conjunções Subordinativas Adverbiais Consecutivas:


Iniciam uma oração subordinada que é consequência da ocorrência da principal. Normalmente vem
acompanhada de uma expressão “intensificadora” (como um advérbio de modo), que indica a causa. As
principais são: De modo que, de sorte que, de forma que, de maneira que, sem que (com sentido de que
não), que (quando aparece ligada a tal, tão, cada, tanto, tamanho).
Ex: Negligenciei meus estudos de tal forma que não passei.

15
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Ex: Fez tamanho escândalo que foi demitida.


Ex: Estudei tanto que fiquei ouvindo vozes.
Ex: Tal era seu empenho em emagrecer, que malhava todo dia.
Ex: Não pode ver uma mulher sem que assovie como um idiota. (...que assovia...)
Ex: A menina era linda, que dava medo de olhar nos olhos. (observe que a expressão
“intensificadora” pode vir implícita.)
Não confunda consequência com causa, olhe para a conjunção ou locução conjuntiva e veja se aquela
oração onde ela aparece ocorre antes ou depois. Se ocorrer antes, é causa; se depois, é consequência. A
conjunção recebe a classificação de acordo com a ideia do que vem depois dela, não do que vem antes.
Além disso, a relação causa-efeito nem sempre vem com uma conjunção explícita, é preciso também saber
observar a relação de decorrência e implicação entre as partes, mesmo que não haja um conector causal
ou consecutivo.

Relações de Causa e Efeito


Não confunda (Causa) x (Consequência) x (Explicação):
Ex: Choveu porque o dia foi muito quente. (Causa)
Ex: Choveu tanto que o chão está molhado. (Consequência).
Ex: Choveu, porque o chão está molhado. (Explicação)
O chão estar molhado não causa chuva! É só uma explicação ou justificativa para
afirmação “choveu”. A vírgula também denuncia essa relação de coordenação,
acentuando que são duas orações independentes.
OBS: Segundo os principais gramáticos, a distinção entre causa e explicação “não possui
limites claros” (Bechara). É uma discussão acadêmica que foge ao estudo do candidato.
Então, você não deve se preocupar com isso, trate os dois indistintamente com sentido
amplo de “justificativa”, salvo se houver uma questão que traga “causa” numa alternativa
e “explicação” em outra. Nesse caso, você aplica os critérios de diferenciação que foram
mostrados no box sobre isso, ok?

17. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)


O avanço (na velocidade de processamento computacional) ainda se restringe a âmbitos estritamente

16
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

técnicos, sem utilidade cotidiana, mas já é apelidado de “o Santo Graal da computação”. Isso porque o
feito, se comprovado, atingiu o que se conhece como “supremacia quântica”. A nomenclatura indica um
momento da civilização em que os computadores talvez sejam tão (ou mais) competentes quanto os seres
humanos.
Isso porque o feito, se comprovado, atingiu o que se conhece como “supremacia quântica”. (5º parágrafo)
O elemento sublinhado acima introduz noção de
(A) finalidade.
(B) consequência.
(C) condição.
(D) oposição.
(E) causa.
Comentários:
Questão direta: "porque" é uma conjunção causal. Veja a lógica: o Santo Graal refere-se a algo milagroso.
Então, o avanço tecnológico é chamado de “o Santo Graal da computação” porque também traria milagres
ao processamento de dados. Gabarito letra E.
18. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência. Ficamos reféns da superficialidade.
Mantendo as relações de sentido e a correção, as frases acima podem ser articuladas em um único período
do seguinte modo:
(A) Ao ficarem reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
(B) Embora ficamos reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
(C) Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência: contudo, ficamos reféns da superficialidade.
(D) Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência, de modo que ficamos reféns da superficialidade.
(E) Conforme se ficam reféns da superficialidade, cuja enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
Comentários:
Ficar refém da superficialidade é uma consequência da enxurrada de estímulos que dispersa a inteligência,
então somente um conectivo consecutivo articularia as frases:
(D) Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência, de modo que (consequentemente) ficamos reféns
da superficialidade.
Gabarito letra D.
a) A oração “ao ficarem reféns” expressa tempo.
b) “embora” indica concessão.
c) “contudo” indica adversidade, oposição
e) “conforme” indica conformidade.
19. (FCC / SEGEP-MA / TÉCNICO / 2018)
E aproximou-se tanto do velho filósofo, que sua sombra se projetou sobre ele.

17
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

A atuação combinada dos vocábulos em destaque articula as orações, na ordem dada, numa relação de
a) conformidade e proporção.
b) intensidade e condição.
c) causa e consequência.
d) proporção e conformidade.
e) condição e causa.
Comentários:
“que” atrelado a um elemento intensificador (tão, tal, tanto, tamanho) configura o caso clássico de oração
consecutiva; então há uma relação de causa e efeito. A pessoa chegou tão perto do filósofo (causa), que a
consequência foi fazer sombra sobre ele. Gabarito letra C.
20. (FCC / CLDF / 2018)
...como eu estava cansado, fechei os olhos três ou quatro vezes
Em relação à oração que a sucede, a oração destacada expressa sentido de
(A) causa. (B) comparação. (C) consequência. (D) proporção. (E) conclusão.
Comentários:
A pessoa fechou os olhos porque estava cansada, estar cansada é a causa de fechar os olhos. Este é o
“como” causal. Gabarito letra A.
21. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)
Constituem uma causa e seu efeito, nessa ordem, os segmentos:
... os estudantes filmavam e fotografavam as aulas // em alguns cursos da Universidade de Princeton o
celular e o tablet foram proibidos.
Comentários:
Veja que há relação de implicação. Celular e tablet foram proibidos porque os estudantes fotografavam as
aulas. Então, a proibição é a consequência de fotografarem. Questão correta.
22. (FCC / ARTESP / 2017)
Considerando o contexto, o vocábulo que apresenta valor consecutivo na seguinte passagem do texto:
... o jogo era tão emocionante, repleto de lances espetaculares, que tudo que tudo que queríamos no dia
seguinte era assistir os melhores momentos na televisão....
Comentários:
Temos uma relação causa-efeito:
O jogo era tão emocionante (causa), QUE (como consequência) queríamos assistir novamente os melhores
momentos na televisão.
Então, “que” é uma conjunção subordinativa adverbial consecutiva; observe que veio correlacionada a uma
palavra intensificadora: “tão”. Questão correta.
23. (FCC / SEPLAG RECIFE / ASS. DE GESTÃO PÚBLICA / 2019)
Plataformas digitais possibilitam acesso, abertura e transparência às operações de governos locais / e

18
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

provavelmente irão mudar a forma como os governos interagem com as pessoas.


Entre as ideias separadas por barra nessa passagem do texto, se estabelece relação de, respectivamente,
(A) concessão e adição.
(B) modo e tempo.
(C) causa e consequência.
(D) condição e conformidade.
(E) finalidade e comparação.
Comentários:
A relação é a seguinte: as plataformas digitais deixam as operações dos governantes visíveis às pessoas;
como consequência, os governos agem de forma diferente, interagem de maneira distinta com essas
pessoas. Então, a mudança de comportamento dos governantes é uma consequência da transparência
proporcionada pelas plataformas digitais. Gabarito letra C.
24. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUDICIÁRIO / 2018)
Está clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
Ainda que fosse necessário explicá-las, porquanto de algum mistério, toda obra de arte deveria ter alguma
força já em si mesma.
Comentários:
Ainda que fosse necessário explicá-las, POR CAUSA de algum mistério, toda obra de arte deveria ter alguma
força já em si mesma.
A conjunção “porquanto” equivale a “porque” e não é seguida de preposição. Questão incorreta.
25. (FCC / TRT 23ª REGIÃO / 2016)
De quati
Aparece um quati escoteiro. Decerto perseguido de cachorro. No chão é ente insuficiente o quati. Imita
ser baleado. O rabo desequilibra de tanto rente na terra.
Agora, se alcança árvore, quati arma banzé1. Arreganha. Monta episódio. E até xinga cachorro.
Igual é o tamanduá. Fora do mato, no limpo, tamanduá nega encrenca. Porém se encontra zamboada 2,
vira gente. E desafia cachorro, onça-pintada, tenente.
1. confusão, tumulto
2. moita formada por galhos e ramagens de árvores, cipós, trepadeiras
Um segmento que expressa ideia de causa, com relação ao trecho que o antecede imediatamente, está
sublinhado em:
a) No chão é ente insuficiente o quati.
b) Agora, se alcança árvore, quati arma banzé.
c) Fora do mato, no limpo, tamanduá nega encrenca.
d) Monta episódio. E até xinga cachorro.
e) O rabo desequilibra de tanto rente na terra.

19
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Comentários:
Qual é a causa do desequilíbrio? É o rabo estar tanto (tão) rente na terra. Reescrevendo: de tão rente na
terra o rabo desequilibra (o quati). Nas outras opções não há qualquer relação de causa e efeito.
Gabarito letra E.
26. (FCC / TRE-SP / Analista / 2017)
Eles [os museus] são grandes porque o artista moderno quer nos envolver com o seu trabalho...
Com as devidas alterações, caso se invertam as relações de subordinação da frase acima, mantém-se o
sentido original fazendo-se uso da conjunção:
a) a despeito de
b) conquanto
c) em conformidade com
d) de maneira que
e) uma vez que.
Comentários:
Veja bem: as orações causais e consecutivas são orações subordinadas, isto é, dependentes da principal.
Quanto temos uma oração causal, a consequência está na oração principal.
Quanto temos uma oração consecutiva, a causa está na oração principal.
Portanto, podemos escrever a mesma relação causa-efeito usando uma ou outra conjunção. É esse
conhecimento que a banca nos cobrou aqui.
Eles [os museus] são grandes porque o artista moderno quer nos envolver com o seu trabalho...
Na redação original, a oração subordinada é “o artista moderno quer nos envolver com o seu trabalho”
(essa é a causa).
Para mantermos o mesmo sentido invertendo a relação de subordinação, temos que fazer a oração que era
subordinada virar a principal. Então, consequentemente, a oração principal vai virar consecutiva, pois nela
está a consequência (o museu ser grande):
“o artista moderno quer nos envolver com o seu trabalho” de maneira que os museus são grandes
Portanto, houve inversão na relação de dependência sintática, sem mudança de sentido. Em suma, a para
fazer a inversão que a banca quer, teríamos que rescrever usando uma oração subordinada consecutiva. Se
trocássemos “porque” por “uma vez que”, conectivo também causal, não teria havido a inversão que a
banca pede. Gabarito letra D.

Conjunções Subordinativas Adverbiais Concessivas:


Iniciam uma oração subordinada que é contrária à principal, mas sem impedir sua realização. A concessão
também é uma adversidade, mas tem um sentido mais refinado de quebra de expectativa. O fato trazido
na oração subordinada concessiva gera a expectativa de que o fato que ocorre na principal não devia se
realizar; mesmo assim, ele ocorre. A concessão está no campo semântico da exceção.
As principais conjunções são: mesmo que, ainda que, embora, apesar de que, conquanto, por mais que,
posto que, se bem que, não obstante.

20
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Ex: Embora fosse gago e epilético, Machado de Assis fundou a Academia Brasileira de Letras.
Ex: Posto que estivessem grávidas, as mulheres vikings guerreavam.
Ex: Ainda que eu falasse a língua dos anjos, eu nada seria.
Ex: Teve que aceitar a crítica, conquanto não tivesse gostado.
Ex: Por mais que fosse engenheiro, errava todas as contas.
Nessas orações concessivas, o verbo VEM NO SUBJUNTIVO. Observe nos exemplos: estivessem, falasse,
tivesse, fosse... Fique atento que quando banca pedir a substituição por outro termo, como uma conjunção
adversativa, serão necessários ajustes nessa conjugação.
“Posto que” equivale a “embora”! Tem valor concessivo! Não pode ser usado com sentido de causa,
embora isso seja comum no discurso jurídico.
Fique atento também à locução prepositiva “apesar de”, pois tem valor concessivo e a banca pode pedir
sua substituição por uma conjunção concessiva equivalente.

Oração Concessiva X Adversativa


Ambas trazem sentido de oposição ou ressalva. A conjunção adverbial concessiva inicia
uma oração subordinada na qual se admite um fato que, CONTRÁRIO à ação expressa na
oração principal, é, contudo, incapaz de impedir que tal ação se realize.
Há também uma diferença argumentativa, de foco:
Ex: Matou, mas em legítima defesa. (foco na oração adversativa; ênfase na legítima
defesa; defende)
Ex: Matou, embora em legítima defesa. (foco na oração principal; ênfase no fato de
matar; ataca)
Essa diferença semântica é importante em reescrituras.

27. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)


Sem prejuízo para a correção e o sentido, o trecho sublinhado pode ser substituído pelo que se encontra
entre parênteses em:
(A) Mas só por enquanto, pois (conquanto) se trata do início de um caminho que levará a transformações
radicais em diversas áreas.

21
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(B) A máxima, irretocável, à exceção de (à despeito de) pequenos detalhes, funcionou tal qual intuíra
Moore.
(C) Máquinas similares às hoje existentes (as quais se fabrica atualmente) serão construídas a custos mais
baixos.
(D) Pela (De acordo com a) “Lei de Moore”, a cada dois anos, em média, o desempenho dos chips de
computador dobra.
(E) Assim (Portanto), em um artigo de 1965, o empreendedor Gordon Moore, hoje com 90 anos de idade,
apresentou sua célebre ideia.
Comentários:
Aqui, a preposição "por" foi utilizada com valor conformativo:
Pela (De acordo com a/Segundo a/ Consoante a) “Lei de Moore”, a cada dois anos, em média, o
desempenho dos chips de computador dobra.
Vejamos o problema das demais:
A) "conquanto" equivale a "embora", conjunção concessiva; "pois" é conjunção explicativa.
B) não há crase antes de palavra masculina, ocorre crase na fusão de A+A, é impossível um verbo ter artigo
feminino, então a crase é proibida. A grafia correta é "a despeito de".
C) Se fosse feita a substituição proposta, haveria crase, que é a fusão de A+A: similares A+AS quais:
similares às quais se fabricaM
D) "Assim" aqui é advérbio de modo, não tem valor conclusivo.
Nosso foco aqui é a análise das conjunções, o fenômeno da crase é estudado detalhadamente na aula de
regência. Fique tranquilo! Gabarito letra D.
28. (FCC / CLDF / AG. POLÍCIA LEGISLATIVA / 2018)
Então, por mais que pareça um termo complicado, não existe nada de intrinsecamente difícil em
“ideologia”...
Mantendo-se as relações de sentido e a correção gramatical, sem que nenhuma outra modificação seja
feita na frase, o segmento sublinhado acima pode ser substituído por:
(A) Conforme (B) apesar de (C) desde que (D) embora (E) entretanto
Comentários:
“Por mais que” é uma locução de valor concessivo:
Então, embora pareça um termo complicado, não existe nada de intrinsecamente difícil em “ideologia”...
Gabarito letra D.
29. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)
ainda que horrível, na minha opinião...
O segmento sublinhado acima estabelece, no contexto, noção de
(A) conclusão. (B) concessão. (C) finalidade. (D) causa. (E) conformidade.
Comentários:
Questão direta. Ainda que é uma locução conjuntiva de valor concessivo, equivalente a “embora,

22
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

conquanto, posto que, malgrado...”. Gabarito letra B.


30. (FCC / TRT 14ª REGIÃO / Técnico / 2016)
O acervo do José Veríssimo estava com o marechal [Inácio José Veríssimo, filho do acadêmico], que era
uma pessoa voltada para a literatura, apesar de ser militar.
A passagem destacada permite concluir que, na opinião de Helena Araújo Lima Veríssimo,
a) não é muito comum haver militares interessados em literatura.
b) não é raro encontrar militares que entendam profundamente de literatura.
c) é esperado que os militares de alta patente entendam de literatura.
d) é natural que um filho de acadêmico se torne um militar apaixonado por literatura.
e) é frequente encontrar militares com formação especializada em literatura.
Comentários:
“apesar de” tem valor concessivo. Sabemos que a concessão traz uma ideia de que algo não é esperado
que aconteça, mas acontece mesmo assim. No contexto, foi utilizada para expressar que não é comum
nem esperado um militar se interessar por literatura, mas esse militar específico era voltado para literatura
mesmo assim. Gabarito letra A.
31. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
embora o poder político ainda fosse detido pelos grandes senhores das estâncias
O sentido e a correção do segmento acima estarão preservados caso se substituam os elementos
sublinhados, respectivamente, por
(A) porquanto – se detivesse nos
(B) mesmo que − se circunscrevesse aos
(C) desde que − se deixasse conter nos
(D) haja vista que − fosse submetido aos
(E) conquanto − estivesse adstrito aos
Comentários:
“embora” é conjunção concessiva, então só poderíamos trocar por “mesmo que” ou “conquanto”.
Ficaríamos entre B e E.
A frase “o poder político ainda fosse detido pelos grandes senhores” indica que o poder estava apenas com
eles, dominado por eles, restrito a eles, adstrito a eles. Então desempataríamos pela letra E.
“Circunscrever” significa desenhar/demarcar um limite. Gabarito letra E.
“porquanto” = ”porque”, tem sentido de causa ou explicação; “desde que” possui sentido de tempo (Desde
que cheguei, não parei de trabalhar) ou de condição (Você poderá sair, desde que termine sua lição); “haja
vista” tem sentido de causa.
32. (FCC / SEPLAG RECIFE / ANA. PLAN. ORÇ. E GESTÃO / 2019)
Um juramento expõe a beleza da vontade humana, como afirmação nossa, mas sua quebra mostra
também nossos limites.
Numa nova e igualmente correta redação da frase acima, iniciada agora pelo segmento A quebra de um

23
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

juramento mostra nossos limites, pode-se seguir esta coerente complementação:


(A) embora não deixe de expor a beleza que está em afirmarmos nossa vontade.
(B) uma vez que nossa vontade, com sua beleza, afirma nosso acordo com a Natureza.
(C) à medida em que nossa vontade acaba expondo toda a sua beleza.
(D) até por que também se expõem o que há de belo na afirmação de nossa vontade.
(E) não fosse a beleza que também têm na quebra mesma da nossa vontade.
Comentários:
A conjunção “mas” indica oposição, quebra de expectativa. Então, de uma forma bem simples, já
poderíamos achar o gabarito, pois temos uma conjunção concessiva, que também indica oposição na letra
A.
Isso significa que podemos trocar diretamente uma conjunção adversativa por uma concessiva? Não, para
reescrever, há que se fazer uma adaptação e a banca respeitou isso na reescritura. A conjunção “mas”
introduz a oração que traz a parte mais relevante do período, a parte “forte” do argumento. A oração
concessiva é argumentativamente a parte mais fraca do período, pois é um obstáculo que será vencido. Por
isso não podemos trocar diretamente uma pela outra. Contudo, se o que estava na oração adversativa virar
oração principal, manteremos a mesma ideia:
Um juramento expõe a beleza da vontade humana, como afirmação nossa (parte fraca), mas sua quebra
mostra também nossos limites (parte “forte”, vai tornar-se a oração principal que acompanha a oração
concessiva.
A quebra de um juramento mostra nossos limites, embora não deixe de expor a beleza que está em
afirmarmos nossa vontade. Gabarito letra A.

Conjunções Com Mais De Um Sentido Possível


Agora vou sistematizar as conjunções que as bancas mais gostam de usar para confundir o candidato, visto
que são aquelas que podem assumir diferentes valores semânticos. Ressalto que é importante decorar os
possíveis sentidos que uma conjunção ou locução pode assumir.

Ex. Não fiz a questão porque não sabia.


(Causal)
Explicativo ou
Causal
Ex. Choveu, porque o chão está molhado.
PORQUE (Explicativo)

Finalidade Ex. Eu oro porque não haja uma guerra.


= (para que) (Finalidade)

Temporal Ex. Desde que casei, não joguei mais poker.


DESDE QUE
Condicional Ex. Você poderá sair, desde que arrume o seu quarto.

24
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Não confunda nem misture a conjunção causal “na medida em que” com a proporcional “à medida que”.
Expressões como na medida que e à medida em que estão equivocadas!
Lembre-se também que porquanto=porque e conquanto=embora e que “quando” pode assumir valor
condicional em certos contextos.
Veja abaixo os principais valores semânticos da conjunção “E”:

Aditivo Ex. Cheguei, almocei e dormi.

E Adversativo Ex. Tentei muito ler o livro, e o sono não deixou.

Conclusivo Ex. Esforçou-se e passou em primeiro lugar.

Observe alguns valores que a palavra “como” pode assumir:

Comparativo Ex. Trabalha como um burro.

COMO Conformativo Ex. Fiz tudo como você mandou.

Causal Ex. Como você não pagou, não trouxe.

33. (FCC / ARTESP / 2017)


Cem anos depois, vivemos um momento semelhante diante da iminência de uma "nova revolução
industrial", como define o secretário de Transportes paulistano, Sérgio Avelleda.
O vocábulo como, nessa passagem do texto, estabelece a mesma relação de sentido que a verificada em:
(A) Como ainda há poucos carros autônomos nas ruas, seu impacto no cotidiano é desconhecido.
(B) Ainda não se sabe como ficarão as leis de trânsito com a popularização dos carros autônomos.
(C) Como dito no texto, os carros autônomos, com diferentes tecnologias, já são uma realidade.
(D) O modo acelerado como os carros sem motorista têm sido produzidos é realmente espantoso.
(E) Os carros autônomos são, para a sociedade atual, como eram os carros no início do século 20.
Comentários:

25
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Em “como define Sérgio Avelleda”, temos sentido de conformidade, “segundo Sérgio...”, “conforme
Sérgio...”.
Na letra C, nosso gabarito, também temos o “como” na função de “conjunção conformativa”: “Como
(segundo, conforme) dito no texto”.
Na letra A, o “como” equivale a “porque” e tem sentido de causa. Nas letras B e D, “como” tem sentido de
modo. Na letra E, o “como” tem sentido comparativo. Gabarito letra C.
34. (FCC / MANAUSPREV / Administrativa / 2015)
João Barbosa Rodrigues faleceu em 1909. Em 1925, o famoso antropólogo Kurt Nimuendaju tentou
encontrar Miracanguera, mas a ilha já tinha sido tragada pelas águas do rio Amazonas. Arqueólogos
americanos também vasculharam áreas arqueológicas da Amazônia, inclusive no Equador, Peru e Guiana
Francesa, no final dos anos de 1940. Como não conseguiram achar Miracanguera, “decidiram” que a
descoberta do brasileiro tinha sido “apenas uma subtradição de agricultores andinos”.
Mantendo-se o sentido original, na frase “Como não conseguiram achar Miracanguera...”, o elemento
sublinhado pode ser corretamente substituído por:
a) Por mais que b) Conforme c) Ainda que d) De modo que e) Uma vez que
Comentários:
No texto, o “como” tem valor causal. Temos que procurar entre as opções esse mesmo sentido.
a) Por mais que (concessão)
b) Conforme (conformidade)
c) Ainda que (concessão)
d) De modo que (finalidade)
e) Uma vez que (causa). Gabarito letra E.

Fique atento também aos possíveis usos da conjunção “Pois” (causal, explicativo ou conclusivo) e
do“senão”:
Causal
Ex. Choveu, pois o dia foi quente.
(Início da oração)
Explicativo
POIS Ex. Choveu, pois está tudo molhado.
(Início da oração)
Conclusivo Ex. Estudou muito, passou, pois, bem
(Deslocado) rápido.

26
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Alternativo Ex. Saia, senão chamo a polícia.

SENÃO Adversativo Ex. Ele não estava triste, senão concentrado.

Aditivo Ex. Era o favorito não só da sala, senão de toda a escola.

Modo Ex. Entrou sem que fosse convidado.

SEM QUE Concessão Ex. Sem que estudasse, foi aprovado.

Condição Ex. Sem que estude, será reprovado.

Temporal Ex. Estava sozinha quando ele chegou.

Ex. Enviarei o produto, mas só quando receber o


Condicional
QUANDO pagamento.
Ex. Os políticos "se ajudam", quando deveriam (embora
devessem) ajudar o povo.
Concessivo
Ex. Você vive reclamando, quando (embora tenha) tem uma
vida boa.

A diferença entre o “quando condicional” para o “quando temporal” é absolutamente sutil e controversa,
muitas vezes parece não haver sequer diferença. Um critério seria observar que o “quando temporal”
tende a indicar fatos mais concretos, que realmente ocorrem regularmente, ao passo que o “quando
condicional” é mais hipotético. Na prática, “quando” possui valor temporal em 99% das questões.

35. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)


No contexto, exprime noção de causa o seguinte segmento:
(A) Mas é preciso, também, que façamos uma autocrítica sobre o modo como vemos o mundo...
(B) ...já que não dependemos, aparentemente, de ninguém.
(C) Milhares de fotos são incapazes de superar a vivência de um instante.

27
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(D) Agora fotografamos tudo compulsivamente.


(E) Lá estavam as nossas lembranças, os nossos registros afetivos.
Comentários:
Questão direta: o conectivo “já que” é o único que pode expressar causa entre as opções.
“mas” indica oposição e nas demais opções não há relações semânticas expressas por conectivos, apenas
afirmações isoladas. Gabarito letra B.
36. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Considerado o contexto, o segmento com valor concessivo está em:
(A) visto que causa danos irreversíveis ao meio ambiente
(B) uma vez que traz a ideia de que a assim chamada civilização destrói a diversidade cultural
(C) Contudo, há motivo para inquietação
(D) Portanto, é absurdo tentar distingui-las
(E) embora tenha sempre se preocupado em só falar como antropólogo
Comentários:
A conjunção concessiva aqui é “embora”; “visto que” e “uma vez que” expressam causa; “contudo”
expressa oposição e “portanto” expressa conclusão. Gabarito letra E.
37. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Nossa espécie já enfrentou situações piores. Contudo, há motivo para inquietação.
Mantendo-se as relações de sentido, as frases acima articulam-se com correção, em um único período, do
seguinte modo:
(A) Não haveria motivo, para inquietação, caso já não tivessem enfrentado situações piores.
(B) Como nossa espécie já enfrentara situações piores, há motivo para inquietação.
(C) Apesar de nossa espécie já ter enfrentado situações piores, há motivo para inquietação.
(D) Há motivo para inquietação, eis que situações piores já enfrentaram nossa espécie.
(E) Há motivo para inquietação, por conseguinte, nossa espécie já enfrentou situações piores.
Comentários:
Questão clássica da FCC. As conjunções concessivas e adversativas possuem um ponto de semelhança
semântica: ambas expressam oposição, quebra de expectativa. Então, é possível, com ajustes, fazer a
reescritura de uma estrutura com oração adversativa na forma de um período com oração concessiva.
Então, o único conectivo com valor de oposição está na letra C.
a) “caso” indica condição; b) “como” indica causa; d) “eis que” indica causa; e) “por conseguinte” indica
conclusão. Gabarito letra C.
38. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Considerado o contexto, exprime noção de finalidade o segmento que se encontra em:
(A) Para sustentar uma democracia duradoura...
(B) ... ainda que o sistema não triunfasse no mundo todo...

28
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(C) A despeito das críticas sofridas...


(D) ... porquanto muitos países se mostrariam resistentes a essa ideia...
(E) ... embora evitando fazer grandes generalizações sobre o fim da história...
Comentários:
Questão direta: a oração “para sustentar” indica finalidade.
“ainda que”, “embora” e “a despeito de” indicam concessão; “porquanto” equivale a “porque”, indica
causa ou explicação. Gabarito letra A.
39. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Atente para o que se afirma abaixo a respeito do fragmento De tão difícil e cruel, a vida parece impossível e
no entanto o povo vive, luta, ri, não se entrega.
I. Na sequência de orações coordenadas, a última assinala noção de finalidade.
II. No contexto, a primeira oração introduz noção de causa.
III. O sentido e as relações sintáticas se preservam com a substituição de e no entanto por embora.
IV. Isolando-se por vírgulas o segmento no entanto, não haverá alteração do sentido e da correção.
Está correto o que se afirma APENAS em
(A) III. (B) I e IV. (C) I. (D) II e IV. (E) II e III.
Comentários:
I- A última oração faz parte de uma sequência de orações coordenadas adversativas.
II- Ser difícil e cruel é a causa de a vida parecer impossível.
III- Não trazem o mesmo sentido nem a mesma classificação sintática, “no entanto” é conjunção
adversativa e introduz oração coordenada; “embora” é conjunção concessiva e introduz uma oração
subordinada.
IV- “No entanto” é uma conjunção adversativa deslocada e a regra de pontuação é isolar entre vírgulas,
não haveria erro algum. Gabarito letra D.
40. (FCC / TCE RS / AUDITOR / 2018)
Considere: “a dependência da economia brasileira é inegável, mas não será, entretanto, uma dependência
colonial.”
Acerca do que se encontra acima, considerado em seu contexto, é acertado comentar:
A conjunção mas, usada mais comumente para expressar um contraste, está empregada especificamente
com valor aditivo, uma das suas possibilidades de sentido.
Comentários:
“mas”, no contexto, indica oposição. É possível indicar soma? Sim, se estiver numa correlação aditiva
enfática como em: Não só trabalho, mas estudo (como também estudo). Não é o caso aqui.
Questão incorreta.
41. (FCC / ICMS-SC / AUDITOR / 2018)
Existe uma estreita relação entre nutrição, saúde e educação, de um lado, e capacidade de trabalho e

29
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

iniciativa de outro. A incompetência econômica do indivíduo resulta em privação material: sua demanda
por bens não corresponde a uma demanda recíproca, no mercado, por aquilo que ele é capaz de oferecer.
Ao mesmo tempo, a pobreza de uma geração se torna o berço da incompetência da geração seguinte: o
ambiente de privação material e ignorância em que nasce (e se forma) o indivíduo impede que ele
desenvolva todas as qualidades físicas, morais e intelectuais das quais dependerá sua competência na vida
prática e sua sobrevivência no mercado. Fecha-se assim o elo entre pobreza e improficiência.
Considere: “Fecha-se assim o elo entre pobreza e improficiência.”
Em relação aos argumentos que a antecedem, a frase acima exprime noção de
(A) oposição. (B) conclusão. (C) causa. (D) concessão. (E) finalidade.
Comentários:
“Assim” indica conclusão. Gabarito letra B.
42. (FCC / TRT 15ª REGIÃO / TÉCNICO / 2018)
E isso é assustador: se eu sou o mestre do meu destino, e o meu destino não se sai assim tão bem, não
tenho ninguém para culpar além de mim mesmo.
Caso se queira explicitar a relação de sentido entre as orações separadas pelos dois-pontos, deve-se
substituir o sinal de dois-pontos fazendo-se as devidas alterações, por:
a) conquanto. b) contudo. c) porém. d) pois. e) mesmo que.
Comentários:
A relação é de explicação: isso é assustador, porque não tenho a quem culpar senão a mim mesmo.
Gabarito letra D.
43. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / ANALISTA / 2016)
No segmento ... nem se deve correr com estrondo atrás do sucesso, senão ele se assusta e foge logo, o
termo sublinhado pode ser substituído, mantendo-se a lógica e o sentido original, por:
a) exceto se b) salvo c) do contrário d) não obstante e) por mais que
Comentários:
“Senão” tem sentido de “ou”, de “caso contrário”: nem se deve correr com estrondo atrás do sucesso,
CASO CONTRÁRIO ele se assusta e foge logo. Gabarito letra C.
44. (FCC / SEGEP-MA / ANALISTA AMBIENTAL / 2018)
Nosso corpo funciona de forma diferente de acordo com as mudanças no habitat. (2o parágrafo)
Sem prejuízo para a correção e a lógica, o segmento sublinhado acima pode ser substituído por
a) como b) devido c) consoante d) apesar de e) em relação
Comentários:
Questão direta: “de acordo com” é uma locução de sentido conformativo, então equivale a “conforme”,
conjunção subordinativa adverbial conformativa. Gabarito letra C.
45. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / TÉCNICO JUDICIÁRIO / 2016)
Quando usamos essa terminologia, falamos da cidade enquanto um espaço de fluxos.
No contexto da frase, o segmento sublinhado tem sentido de proporção.

30
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Comentários:
Esse “enquanto” não indica tempo; na verdade, tem sentido de “na função de/ na posição de/ visto
como”… Questão incorreta.
46. (FCC / Câmara Legislativa do DF / Técnico Legislativo / 2018)
Com o tempo, um estudo muito aplicado fica inacessível para aqueles que não se dedicaram muito a ele.
Por isso não entendemos de medicina, direito ou matemática...
Identificam-se nas ideias expostas acima, respectivamente, as noções de
a) consequência e oposição.
b) causa e consequência.
c) oposição e temporalidade.
d) concessão e consequência.
e) conclusão e concessão.
Comentários:
Não entendemos de medicina, direito ou matemática porque um estudo muito aplicado ficou inacessível
para nós com o passar do tempo. Não estudamos e, como consequência, não entendemos certos assuntos.
Então, há uma relação causa-efeito. Gabarito letra B.
47. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
Considere as seguintes orações:
I. O universo é infinito.
II. A infinitude do universo atemoriza o homem.
III. O homem deplora sua condição de mortal.
Essas três orações constituem um período de redação clara, coerente e correta no seguinte caso:
(A) Ainda que seja infinito e atemorize o homem, o universo faz o homem deplorar sua condição de mortal.
(B) Ao deplorar sua condição de mortal, o homem considera infinito o universo em que se atemoriza.
(C) Atemorizado pela infinitude do universo, deplora o homem a sua mortalidade.
(D) Sendo infinito o universo, eis por que o homem se atemoriza, quando deplora sua condição de mortal.
(E) O universo infinito atemoriza o homem, cuja condição é assim mortalmente deplorável.
Comentários:
Aqui, temos uma relação de causa-efeito. Não tem jeito, o candidato deveria ter percebido a seguinte
relação:
I. O universo é infinito.
II. A infinitude do universo atemoriza o homem.
III. O homem deplora sua condição de mortal.
Por ser infinito (causa), o universo atemoriza o homem (consequência); por estar atemorizado pela infitude
do universo, o homem se sente insignificante e deplora sua condição de mero mortal.

31
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Isso estava reproduzido em:


(C) (porque está) Atemorizado pela infinitude do universo, deplora o homem a sua mortalidade.
Gabarito letra C.
48. (FCC / TRT 14ª REGIÃO / Técnico / 2016)
O acervo do José Veríssimo estava com o marechal [Inácio José Veríssimo, filho do acadêmico], que era
uma pessoa voltada para a literatura, apesar de ser militar.
A passagem destacada permite concluir que, na opinião de Helena Araújo Lima Veríssimo,
a) não é muito comum haver militares interessados em literatura.
b) não é raro encontrar militares que entendam profundamente de literatura.
c) é esperado que os militares de alta patente entendam de literatura.
d) é natural que um filho de acadêmico se torne um militar apaixonado por literatura.
e) é frequente encontrar militares com formação especializada em literatura.
Comentários:
“apesar de” tem valor concessivo. Sabemos que a concessão traz uma ideia de que algo não é esperado
que aconteça, mas acontece mesmo assim. No contexto, foi utilizada para expressar que não é comum
nem esperado um militar se interessar por literatura, mas esse militar específico era voltado para literatura
mesmo assim. Gabarito letra A.
49. (FCC / AFAP / ASS. ADMINISTRATIVO DE FOMENTO / 2019)
Considere o sentido veiculado pelas orações sublinhadas nos trechos que seguem:
Em 1989, andando com Tom pelo Central Park, em Nova York, ouvi-o identificar vários pássaros pela música
que faziam...
Em jovem, nas suas incursões pelo mato, Tom piava inhambus para matá-los.
Estão integrados com tal naturalidade à orquestração que podem nem ser “escutados” pelos menos
atentos.
Nos contextos em que ocorrem, as orações sublinhadas exprimem, respectivamente, circunstâncias de
(A) causa, direção e condição.
(B) tempo, finalidade e consequência.
(C) conformidade, modo e tempo.
(D) modo, consequência e direção.
(E) condição, causa e modo.
Comentários:
A primeira oração tem valor de tempo, dá o momento quando ouviram Tom Jobim identificar vários
pássaros pela música que faziam
Em 1989, andando com Tom pelo Central Park, em Nova York, ouvi-o identificar vários pássaros pela música
que faziam...
Em 1989, enquanto andava, em Nova York, ouvi-o identificar vários pássaros pela música que faziam...

32
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Já era possível marcar o gabarito, pois apenas a letra B trouxe valor de tempo.
Nas demais orações, o sentido fica ainda mais evidente, porque os conectivos estão explícitos:
“para” antes de verbo indica finalidade.
“que”, atrelado a um elemento intensificador (tal, tão, tanto, tamanho), introduz oração consecutiva:
Estão integrados com tal naturalidade à orquestração que (como consequência) podem nem ser
“escutados” pelos menos atentos.
Gabarito letra B.
50. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
A partir da década de vinte do século XIX, o governo brasileiro resolveu estimular a vinda de imigrantes
europeus, para formar uma camada social de homens livres que tivessem habilitação profissional e
pudessem oferecer ao país os produtos que até então tinham que ser importados, ou que eram produzidos
em escala mínima. Os primeiros imigrantes que chegaram foram os alemães, em 1824. Eles foram
assentados em glebas de terra situadas nas proximidades da capital gaúcha. E, em pouco tempo,
começaram a mudar o perfil da economia do atual estado.
Julgue o item a seguir.
A oração para formar uma camada social de homens livres tem valor causal.
Comentários:
A oração possui valor de “finalidade”. Questão incorreta.
Por que não poderia ser nenhuma das outras? Vejam:
“uma vez que” indica causa; “à medida que” indica proporção (esse “em” não existe); “porque” indica
causa/explicação e deve ser grafado em palavra única; “(se) não fosse pela beleza” indica condição.
51. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUDICIÁRIO / 2018)
Não basta viver, é preciso dar sentido ao viver, ou tudo se evapora.
Uma nova, coerente e correta redação da frase acima, se iniciada pelo segmento Tudo se evapora..., deverá
complementar-se com:
conquanto não baste viver para dar-lhe sentido.
Comentários:
Vamos entender a relação original:
Não basta viver, é preciso dar sentido ao viver, SENÃO/CASO CONTRÁRIO tudo se evapora.
Então, a parte “tudo se evapora” é a consequência de uma hipótese (vivermos apenas, sem dar sentido à
vida, a esse “viver”
Conquanto dá ideia de concessão, não relacionada ao texto original. Questão incorreta.
52. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
É um mal porque todo relato jornalístico tende ao provisório. (1º parágrafo)
Entretanto, o jornalismo dito de qualidade sempre foi objeto de uma minoria. (6º parágrafo)
Os elementos sublinhados acima introduzem, no contexto, respectivamente, noção de

33
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(A) causa − finalidade


(B) finalidade − concessão
(C) consequência – temporalidade
(D) causa − oposição
(E) concessão – consequência
Comentários:
Questão direta: ‘porque” é conjunção causal. “Entretanto” é clássica conjunção adversativa, que expressa
oposição. Gabarito letra D.
53. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
Porém, estudos mostram que, embora exista seleção no consumo de notícias de acordo com a orientação
ideológica, a dieta informacional das pessoas é mais variada do que se supõe.
Uma redação alternativa para o segmento sublinhado acima, em que se mantêm a correção e a coerência,
está em:
(A) Contudo, estudos revelam que, apesar de a orientação ideológica interferir na seleção de notícias a
serem consumidas, a dieta...
(B) No entanto, já se estuda o fato de que, conforme a orientação ideológica interfere no consumo e
seleção de notícias, tem-se que a dieta...
(C) De acordo com estudos, ainda que se selecionam as notícias a consumir, a partir da orientação
ideológica, a dieta...
(D) Conforme estudos, mesmo existindo escolha à partir da orientação ideológica, no consumo de notícias,
a dieta...
(E) Todavia, estudos demonstram que haviam possibilidades de escolha no consumo de notícias, segundo a
orientação ideológica, ainda que a dieta...
Comentários:
Questão direta de reescritura com troca de conectivos e verbos por sinônimos:
Porém, estudos mostram que, embora exista seleção no consumo de notícias de acordo com a orientação
ideológica, a dieta informacional das pessoas é mais variada do que se supõe.
Contudo, estudos revelam que, apesar de a orientação ideológica interferir na seleção de notícias a serem
consumidas, a dieta...
Porém e contudo são equivalentes e expressam oposição. “Embora” e “Apesar de” são conectivos
concessivos, com o detalhe de a preposição DE levar o verbo para o infinitivo. “Consumo de notícias” virou
“notícias a serem consumidas”, mantendo a ideia passiva.
Gabarito letra A.
(B) Incorreto. Esse “já se estuda” e “conforme” inserem no texto ideias de tempo e conformidade que não
são coerentes com a mensagem original.
(C) Incorreto. O “SE” traz ideia condicional que não consta na redação original. Além disso, a forma verbal
deveria ser “selecionem”, no presente do subjuntivo, tempo adequado à ideia de hipótese.
(D) Incorreto. Não há crase antes de verbo.

34
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(E) Incorreto. O verbo “haver” no sentido de existir não se flexiona.


54. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUD. – ADM. / 2018)
Mantendo-se o sentido e a correção, o termo sublinhado pode ser substituído pelo que se encontra entre
parênteses em:
(A) A menos que renasça até que dele se possa dizer “esta é uma pessoa”. (Sem que)
(B) É, pois, menos perigoso escolher sozinho ser uma pessoa. (conquanto)
(C) Se bem que pode acontecer uma coisa que me humilha contar. (No entanto, seguido de vírgula)
(D) Bem sei que uma das qualidades de um ator está nas mutações... (Por mais que)
(E) ... a cabeça ergue-se altiva como a de quem superou um obstáculo. (conforme)
Comentários:
Veja um exemplo do ‘se bem que’ com sentido de oposição:
Dirigir na estrada é seguro, se bem que pode acontecer um acidente.
Dirigir na estrada é seguro, no entanto, pode acontecer um acidente.
A vírgula é recomendada porque, no texto, o conectivo está iniciando período.
Esse é o caso que ocorre no texto. Gabarito letra C.
Vejamos:
a) Aqui temos uma sutileza. “A menos que” tem um valor condicional negativo, trazendo uma hipótese
excepcional. Este ser morrerá, exceto em uma hipótese:
este ser morrerá. A menos que renasça até que dele se possa dizer “esta é uma pessoa”.
este ser morrerá. Caso não renasça até que dele se possa dizer “esta é uma pessoa”.
Se não renascer até que dele possa se dizer “esta é uma pessoa”, este ser morrerá
Naturalmente, a escritura com “Se ou Caso” não apresenta nem sombra do valor enfático e do sentido de
“hipótese excepcional” que o “A menos que” apresenta. Por isso também, não é possível usar “sem que”,
que não traria sentido condicional neste caso. Ao contrário, daria o sentido categórico de que o ser não
renasce, morrerá com certeza.
este ser morrerá. Sem que renasça até que dele se possa dizer “esta é uma pessoa”.
b) Incorreto. O “pois” deslocado entre vírgulas é conclusivo. “Conquanto” é concessivo.
d) Incorreto. “Por mais que” tem valor concessivo. “Bem sei que” apenas expressa afirmação,
assertividade.
e) Incorreto. Este ‘como’ expressa comparação.
55. (FCC / TRT 9ª REGIÃO / Analista / 2015)
Embora as esculturas ficassem longe do público, elas foram vistas por artistas que visitavam Picasso.
Sem prejuízo da correção e do sentido, o elemento sublinhado acima pode ser substituído por:
a) Porquanto b) Apesar de c) Contudo d) Conquanto e) A despeito de.
Comentários:

35
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Grave isso: “conquanto” e “embora” são conjunções concessivas e podem ser substituídas uma pela outra.
Porquanto=Porque, tem valor explicativo ou causal.
“Apesar de” tem valor concessivo, assim como “a despeito de”, mas o verbo iria para o infinitivo: “Apesar
de as esculturas ficarem”. Gabarito letra D.
56. (FCC / TRT 11ª REGIÃO / Técnico / 2017)
Contudo, a aparência de lugar protegido dos humores do clima e dos solavancos da geologia deve ser
relativizada. (2° parágrafo)
Considerado o contexto, o elemento sublinhado na frase acima introduz uma
a) ressalva. b) consequência. c) causa. d) explicação. e) condição..
Comentários:
Contudo é uma conjunção adversativa, que expressa ressalva, oposição, adversidade. Gabarito letra A.
57. (FCC / SABESP / Direito / 2017)
No período É verdade que o mundo continuou a ser uma colcha de retalhos; mas são todos da mesma cor,
não se altera o sentido da oração sublinhada caso se a substitua por:
(A) porquanto sejam todos da mesma cor.
(B) muito embora, portanto, todos da mesma cor.
(C) uma vez que sejam todos da mesma cor.
(D) haja vista que sejam todos da mesma cor.
(E) agora, porém, todos da mesma cor...
Comentários:
A oração sublinhada é adversativa, introduzia pela conjunção “mas”. Então, bastava procurar entre as
opções uma outra conjunção adversativa. Encontraremos a conjunção “porém”, na letra E, nosso gabarito.
Os conectivos “porquanto”, “uma vez que” e “haja vista que” indicam causa. “Muito embora” indica
concessão. Gabarito letra E.
58. (FCC / TRT 11ª REGIÃO / Técnico / 2017)
Satisfação no trabalho não significa necessariamente prazer em trabalhar. Grande parte das pessoas não
trabalharia se não fosse necessário. O trabalho não é fonte de prazer, é fonte de sentido. Ele nos ajuda a
dar sentido à vida. Só que o sentido da vida profissional não vem pronto: ele é o efeito, e não a premissa,
dos anos de prática de uma profissão. Na contemporaneidade, em que se acredita em prazeres
instantâneos, resultados imediatos e felicidade instantânea, é bom lembrar que a construção de sentido
requer tempo e persistência. Por outro lado, quando uma escolha não faz sentido o sujeito percebe
rapidamente.
Só que o sentido da vida profissional não vem pronto...
Considerado o contexto e fazendo-se as devidas alterações na pontuação da frase acima, o segmento
sublinhado pode ser substituído por:
a) Porém b) Embora c) Porquanto d) Já que e) Mesmo que
Comentários:

36
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

No texto, temos uma clara relação de oposição entre duas ideias:


Ele (o trabalho) nos ajuda a dar sentido à vida X Só que o sentido da vida profissional não vem pronto
Gabarito letra A.
Simplificando, temos:
O trabalho dá sentido à vida, PORÉM o sentido da vida profissional não vem pronto.
Então, o conectivo que materializa essa opsição é a conjunção adversativa ‘porém’.
Porquanto e Já que expressam causa. Embora e mesmo que expressam concessão.
59. (FCC / ARTESP / 2017)
Considerando o contexto, o vocábulo que apresenta valor consecutivo na seguinte passagem do texto:
(A) ... conhecimento humano que ela representou...
(B) ... tão emocionante, repleto de lances espetaculares, que tudo que tudo que queríamos no dia seguinte
era assistir os melhores momentos na televisão....
(C) ... tenho saudades do tempo em que se ouvia o futebol pelo rádio.
(D) Agora, que fique claro: em absoluto falo mal da tecnologia...
(E) Lembro que ainda engatinhava no plano do Direito....
Comentários:
As conjunções consecutivas são aquelas que normalmente aparecem correlacionadas com expressões
intensificadoras, como “tal, tamanho, tanto”.
Então, temos uma conjunção consecutiva na letra B:
... tão emocionante, repleto de lances espetaculares, que tudo que tudo que queríamos no dia seguinte era
assistir os melhores momentos na televisão....
Então, temos um jogo de futebol tão emocionante que gerava a consequência na segunda oração: todos
queriam assistir os melhores momentos no dia seguinte.
Nas letras A e C, o “que” é pronome relativo. Na letras D e E, é conjunção. Contudo, somente na letra B
tem sentido de consequência. Gabarito letra B.
60. (FCC / Analista / Prefeitura de Teresina / 2016)
A adolescência é um fenômeno moderno. Nossos ancestrais passavam da infância à vida adulta sem
estágios intermediários. (3º parágrafo)
Sem prejuízo do sentido, as duas frases acima podem ser articuladas em um único período, fazendo-se as
devidas alterações na pontuação e entre maiúsculas e minúsculas, com o uso do seguinte elemento:
a) à medida que b) por isso que c) haja vista que d) caso e) não obstante.
Comentários:
O autor faz uma declaração e em seguida dá uma justificativa. (Gabarito letra C.)
Adolescência é um fenômeno moderno.
Por quê?
Porque nossos ancestrais passavam da infância à vida adulta sem estágios intermediários (adolescência).

37
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Então, a conjunção que expressa essa relação semântica de explicação é “haja vista”.
Adolescência é algo moderno, haja vista que não existia no tempo dos nossos ancestrais.
61. (FCC / TRE SP / Técnico / 2017)
Levado ao pé da letra, o resgate puramente historiográfico das contribuições da Antiguidade pode parecer
folclórico diante do conhecimento atual. Mas, mesmo que oculta, a influência de Aristóteles e de Platão
está presente na forma como o pensamento governa os hábitos intelectuais da civilização atual.
... mesmo que oculta, a influência de Aristóteles e de Platão... (2º parágrafo)
A conjunção da frase acima apresenta sentido
a) consecutivo. b) causal. c) concessivo. d) temporal. e) condicional.
Comentários:
Mesmo que é um conectivo concessivo, assim como “embora, conquanto, posto que, apesar de”.
Gabarito letra C.
62. (FCC / TRT 14ª Região / Oficial de Justiça / 2015)
Atente para esta sequência de frases que compõem um período do texto:
I. O ouvinte sente que o narrador se interessa por sua escuta,
II. o narrador sabe-se valorizado pela atenção de quem o ouve,
III. a narrativa os une como num caloroso laço de vozes e de palavras.
Não se altera o sentido do período acima introduzindo-se as frases II e III, respectivamente, com as
seguintes expressões:
a) uma vez que − ainda que
b) ao passo que − por conseguinte
c) desde que − mesmo que
d) conquanto − porquanto
e) portanto − entretanto.
Comentários:
Entre as duas primeiras sentenças, podemos perceber que há uma relação de adição, de paralelismo, de
simultaneidade. São duas premissas e o item III é a conclusão. Por esse motivo, o gabarito é a letra b.
Porém, caso não tenha ficado clara essa relação, vamos fazer por eliminação:
“conquanto” equivale a “embora” e ia levar o verbo saber para o subjuntivo. O verbo do item II está no
presente do indicativo. Riscamos a letra d.
“ainda que” tem valor concessivo e também levaria o verbo para o subjuntivo. Riscamos a letra a.
“mesmo que” tem valor concessivo e também levaria o verbo para o subjuntivo. Riscamos a letra c.
“portanto” traz relação de conclusão e o segundo item não é conclusão do primeiro. Na realidade, o item
III é conclusão dos dois primeiros. Riscamos a letra e. Dessa forma, confirmamos o gabarito como letra b.

38
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

63. (FCC / TRE AP / Técnico / 2016)


Michelangelo fugiu de Roma ao ser comunicado que, antes de produzir as estátuas da futura tumba do
papa Júlio II, deveria pintar o teto da Capela Sistina. Só a muito custo foi convencido a se aventurar na
pintura, meio que julgava não dominar tão bem quanto a escultura. ...... , ao ser tirado da zona de conforto,
o artista criaria sua obra máxima.
Mantendo-se as relações de sentido e a correção gramatical, preenche corretamente a lacuna acima o que
se encontra em:
a) Porquanto b) Embora c) Contudo d) Uma vez que e) Conquanto.
Comentários:
O período anterior diz que Michelângelo julgava não dominar a pintura. O seguinte informa que o artista
criou sua obra máxima (uma pintura). Há uma clara relação de oposição, constraste, adversidade. A
conjunção adversativa entre as opções é “contudo”.
“Embora” e “conquanto” são equivalentes, não poderiam ser a resposta. Porquanto e uma vez que têm
valor explicativo, não de oposição. Gabarito letra C.
64. (FCC / TRE SE / Técnico / 2015)
A economia moderna surgiu como disciplina específica no século XVIII, sobretudo com a publicação em
1776 de A riqueza das nações, livro escrito pelo grande pensador escocês Adam Smith. Contudo, o que
motivou o interesse no assunto não foram os textos de economistas, mas as enormes mudanças na própria
economia com o advento da Revolução Industrial.
O termo Contudo, em destaque no segundo parágrafo, tem valor
a) explicativo, e equivale a Pois.
b) conclusivo, e equivale a Então.
c) final, e equivale a Para tanto.
d) adversativo, e equivale a Porém.
e) conformativo, e equivale a Conforme..
Comentários:
Nessa questão, não era necessário nem ir ao texto. “Contudo” é clássica conjução adversativa, como
“porém”. Gabarito letra d.
65. (FCC / TRT 4ª REGIÃO / Analista / 2015)
-O rubor pode subir às faces de alguém que está sendo objeto da atenção de uma plateia, mesmo que esta
atenção seja motivada pelo elogio, pelo recebimento de um prêmio, portanto acompanhada de um juízo
positivo.
Outra redação para o segmento acima manterá o sentido e a correção se o elemento destacado, e apenas
ele, for substituído por:
a) conforme. b) ainda que. c) embora. d) conquanto que. e) sempre que..
Comentários:
Essa questão é bastante difícil, depende muito da intuição. Porém, caiu na prova e temos que estar prontos
para tudo.

39
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

“mesmo que” tem valor concessivo. Então, a resposta só poderia ser b ou c. “Conquanto” é conjunção
concessiva, equivale a “embora”, mas não existe “conquanto que”.
Para desempatar entre b e c, teríamos que perceber uma enorme sutileza de sentido. “Ainda que” é
perfeitamente equivalente a “Mesmo que”, com sentido hipotético, ao passo que “embora” traria um
sentido mais factual. Como a banca perguntou sobre o sentido, podemos sim perceber que a troca por
“embora” mudaria suavemente o sentido, aumentando o grau de “possibilidade”.
Ah!! Não entendi!! Para mim, é tudo concessão e ponto!! Calma, veja:
Mesmo que eu explique, não faz diferença. (eu poderia explicar ou não explicar e não faria diferença, ideia
de duas hipóteses)
Embora eu explique, não faz diferença. (eu explico —fato— e não faz diferença; ideia de uma hipótese
apenas)
Sentiu a diferença? Agora sim!! Esse é o tipo de questão que define uma nomeação. Gabarito letra B.
66. (FCC / TRT MG / Analista Judiciário / 2016)
Abre parêntese: há momentos − felizmente raros − em que a história pessoal se impõe às percepções
conjunturais e o relato na primeira pessoa, embora singular, parcial, às vezes suspeito, sobrepõe-se à
narrativa impessoal, ampla, genérica. Fecha parêntese.
Sem que haja prejuízo do sentido e correção originais, a conjunção acima destacada pode ser substituída
por:
a) contudo. b) apesar de. c) quando. d) porque. e) já que..
Comentários:
Embora é uma conjunção concessiva e pode ser substituída por “apesar de” uma locução que também tem
sentido concessivo.
Contudo tem sentido adversativo; quando tem sentido temporal; porque e já que têm sentido explicativo.
Gabarito letra B.
67. (FCC / TRE RR / Analista Judiciário / 2016)
Mas vou parar, que não pretendi nesta crônica escrever um manual do perfeito candidato.
Identifica-se, no segmento sublinhado acima,
a) uma finalidade, que reafirma as intenções do autor, expostas no texto.
b) condição, pois o autor conclui não ter conseguido aconselhar o candidato.
c) noção de causa, que justifica a decisão tomada pelo autor.
d) a consequência de uma ação deliberada anteriormente
e) ressalva que restringe o sentido da afirmativa anterior..
Comentários:
O autor vai parar PORQUE não pretendia escrever um manual. Há um sentido de causa.
Não poderíamos marcar que era consequência, porque a consequência ocorre “depois” da causa. Na
questão, parar foi a consequência e não é o item que está sublinhado. Gabarito letra C.

40
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

68. (FCC / CNPQ / Administração / 2015)


Para responder a questão, considere o texto abaixo.
Na literatura internacional da Ciência Política, é hoje dominante o entendimento de que democracia é um
arcabouço institucional para a pacificação das lutas inerentes à conquista e ao exercício do poder, não um
padrão de sociedade fundado na igualdade socioeconômica substantiva. A democracia surge
historicamente em sociedades com profunda desigualdade, estratificadas, sendo muito mais causa que
consequência da redução das desigualdades sociais.
De fato, certa tensão entre os conceitos institucional e substantivo da democracia existe por toda parte,
mas articula-se de maneira específica no pensamento de cada país. Durante todo o século XX, a avaliação
de que democracia só é “autêntica" quando estreitamente associada a avanços no plano da igualdade foi
compartilhada por correntes ideológicas diversas.
Endossar o conceito analítico da democracia como um arcabouço político-institucional, a meu ver correto,
não significa que o corpo de hipóteses históricas e empíricas que explica a consolidação da democracia
como sistema em casos concretos possa passar ao largo das desigualdades sociais e dos obstáculos
culturais delas recorrentes.
Como processo histórico, a evolução da democracia representativa deve ser compreendida como
resultante de dois vetores. De um lado, a formação de uma autoridade central capaz de arbitrar disputas
de poder, inclusive mediante a elaboração de uma complexa aparelhagem eleitoral; de outro, o
crescimento econômico, com todas as implicações para a elevação do piso de bem-estar e
desconcentração das posições de privilégio, status. Num período dilatado de tempo, tal processo propicia
efetiva redistribuição de renda e riqueza, facilita o surgimento econômico e político de uma classe média e
torna mais provável o fortalecimento da “sociedade civil".
Desde a Segunda Grande Guerra, o principal determinante da estabilidade democrática foi o crescimento
econômico. Mesmo democracias que no início pareciam débeis foram se robustecendo à medida que
ascendiam a níveis mais altos de renda per capita, melhoravam seus níveis educacionais e conseguiam
atender as demandas básicas da população. Mas nada assegura que a configuração de fatores relevantes
para a estabilidade permanecerá a mesma até, digamos, a metade do presente século. Na América Latina,
o regime democrático sabidamente convive com níveis infamantes de desigualdade social, corrupção e
criminalidade, e se beneficia cada vez menos da força moderadora de valores e instituições “tradicionais".
Assim, até onde a vista alcança, a estabilidade e o vigor da democracia dependerão muito do desempenho
do sistema político e do aprimoramento moral da vida pública.
Considerando-se o contexto, mantêm-se as relações de sentido e a correção gramatical substituindo-se
a) Assim por “Não obstante” (4º parágrafo).
b) quando por “enquanto” (2º parágrafo).
c) Mesmo por “Mediante” (4º parágrafo).
d) à medida que por “desde que” (4º parágrafo).
e) tal por “qualquer” (3º parágrafo).
Comentários:
Questão com texto enorme. Para ganhar tempo, o candidato não deveria ir a cada parte do texto ficar
conferindo as duas relações de sentido para cada opção. Temos que ir logo às opções e buscar dois
conectivos que tenham mesmo sentido.

41
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

a) Assim tem sentido conclusivo; “Não obstante” é adversativo.


b) Quando tem sentido de tempo; “enquanto” também tem sentido de tempo.
c) Mesmo tem sentido concessivo; “Mediante” tem sentido de “por meio de”.
d) À medida que tem sentido proporcional; “desde que” pode ser condicional ou temporal, a depender do
contexto, mas não pode ser proporcional.
e) Tal é pronome demonstrativo, indica uma situação determinada; “qualquer” é pronome indefinido,
indica algo indeterminado.
Dessa forma, o único par que apresenta a mesma ideia é a letra B.
69. (FCC / Analista de Controle Externo / TCE-GO / 2014)
Entretanto, essa vegetação vem sofrendo com o avanço das monoculturas.
Mantendo-se a correção e a o sentido, a conjunção sublinhada acima NÃO pode ser substituída por:
a) No entanto b) Todavia c) Nada obstante d) Contudo e) Conquanto.
Comentários:
Sabemos que “no entanto”, “todavia”, “contudo” e “nada obstante” são conjunções adversativas, pois
expressam oposição, contraste, adversidade. A conjunção “conquanto” é concessiva, como “embora”.
Gabarito letra E.
70. (FCC / TRF 4ª Região / Técnico / 2014)
Ler um livro é desinteressar-se a gente deste mundo comum e objetivo para viver noutro mundo. A janela
iluminada noite adentro isola o leitor da realidade da rua, que é o sumidouro da vida subjetiva. Árvores
ramalham. De vez em quando passam passos. Lá no alto estrelas teimosas namoram inutilmente a janela
iluminada. O homem, prisioneiro do círculo claro da lâmpada, apenas ligado a este mundo pela fatalidade
vegetativa do seu corpo, está suspenso no ponto ideal de uma outra dimensão, além do tempo e do espaço.
No tapete voador só há lugar para dois passageiros: Leitor e autor.
O leitor ingênuo é simplesmente ator. Quero dizer que, num folhetim ou num romance policial, procura o
reflexo dos seus sentimentos imediatos, identificando-se logo com o protagonista ou herói do romance.
Isto, aliás, se dá mais ou menos com qualquer leitor, iante de qualquer livro; de modo geral, nós nos lemos
através dos livros.
Mas no leitor ingênuo, essa lei dos reflexos toma a forma de um desinteresse pelo livro como obra de arte.
Pouco importa a impressão literária, o sabor do estilo, a voz do autor. Quer divertir-se, esquecer as
pequenas misérias da vida, vivendo outras vidas desencadeadas pelo bovarismo da leitura. E tem razão. Há
dentro dele uma floração de virtualidades recalcadas que, não encontrando desimpedido o caminho
estreito da ação, tentam fugir pela estrada larga do sonho.
Assim éramos nós então, por não sabermos ler nas entrelinhas. E daquela primeira fase de educação
sentimental, que parecia inevitável como as espinhas, passava quase sempre o
jovem monstro para uma crise de hipercrítica. Devido à necessidade de um restabelecimento de equilíbrio,
o excesso engendrava o excesso contrário. A pouco e pouco os românticos perdiam terreno em proveito dos
naturalistas. Dava-se uma verdadeira subversão de valores na escala da sensibilidade e a fantasia
comprazia-se em derrubar os antigos ídolos. Formava-se muitas vezes, coincidindo com manifestações
mórbidas que são do domínio da psicanálise, um pedantismo da clarividência, tão nocivo como a
intemperança imaginosa ou sentimental, e talvez mais ingênuo, pois refletia um ressentimento de
namorado ainda ferido nas suas primeiras ilusões.
O segmento que expressa causa está sublinhado em:

42
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

a) Há dentro dele uma floração de virtualidades recalcadas que, não encontrando desimpedido o
caminho... (3º parágrafo)
b) Dava-se uma verdadeira subversão de valores na escala da sensibilidade... (4º parágrafo)
c) ... éramos nós então, por não sabermos ler nas entrelinhas. (4º parágrafo)
d) E daquela primeira fase de educação sentimental ... passava quase sempre o jovem monstro... (4º
parágrafo)
e) Isto, aliás, se dá mais ou menos com qualquer leitor, diante de qualquer livro... (2º parágrafo).
Comentários:
Não era necessário ir ao texto. A relação causa-efeito está na letra c, experimente trocar por uma
conjunção causal (com as devidas adaptações):
...éramos nós, por não sabermos ler nas entrelinhas.
...éramos nós, porque não sabíamos ler nas entrelinhas.
Nas outras opções, os termos sublinhados não trazem sequer conjunções ou locuções com valor de
conjunção. Pense que, para haver uma relação de causa-efeito, deve haver dois fatos, geralmente
expressos por duas orações, num período composto. Nas demais opções, há apenas períodos simples, com
apenas uma oração, 1 verbo. Na letra a, até há 2 verbos, mas o segundo está numa oração adjetiva, sem
relação de causa. Gabarito letra C.
71. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Analista Biblioteconomia / 2016)
Sem exceção, homens e mulheres de todas as idades, culturas e níveis de instrução têm emoções, cultivam
passatempos que manipulam as emoções, atentam para as emoções dos outros, e em grande medida
governam suas vidas buscando uma emoção, a felicidade, e procurando evitar emoções desagradáveis. À
primeira vista, não existe nada caracteristicamente humano nas emoções, pois numerosas criaturas não
humanas têm emoções em abundância; entretanto, existe algo acentuadamente característico no modo
como as emoções vincularam-se a ideias, valores, princípios e juízos complexos que só os seres humanos
podem ter. De fato, a emoção humana é desencadeada até mesmo por uma música e por filmes banais
cujo poder não devemos subestimar.
Embora a composição e a dinâmica precisas das reações emocionais sejam moldadas em cada indivíduo
pelo meio e por um desenvolvimento único, há indícios de que a maioria das reações emocionais, se não
todas, resulta de longos ajustes evolutivos. As emoções são parte dos mecanismos biorreguladores com os
quais nascemos, visando à sobrevivência. Foi por isso que Darwin conseguiu catalogar as expressões
emocionais de tantas espécies e encontrar consistência nessas expressões, e é por isso que em diferentes
culturas as emoções são tão facilmente reconhecidas. É bem verdade que as expressões variam, assim
como varia a configuração exata dos estímulos que podem induzir uma emoção. Mas o que causa
admiração quando se observa o mundo do alto é a semelhança, e não a diferença. Aliás, é essa semelhança
que permite que a arte cruze fronteiras.
As emoções podem ser induzidas indiretamente, e o indutor pode bloquear o progresso de uma emoção
que já estava presente. O efeito purificador (catártico) que toda boa tragédia deve produzir, segundo
Aristóteles, tem por base a suspensão de um estado sistematicamente induzido de medo e compaixão.
Não precisamos ter consciência de uma emoção, com frequência não temos e somos incapazes de
controlar intencionalmente as emoções. Você pode perceber-se num estado de tristeza ou de felicidade e
ainda assim não ter ideia dos motivos responsáveis por esse estado específico. Uma investigação cuidadosa
pode revelar causas possíveis, porém frequentemente não se consegue ter certeza. O acionamento

43
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

inconsciente de emoções também explica por que não é fácil imitá-las voluntariamente. O sorriso nascido
de um prazer genuíno é produto de estruturas cerebrais localizadas em uma região profunda do tronco
cerebral. A imitação voluntária feita por quem não é um ator exímio é facilmente detectada como
fingimento – alguma coisa sempre falha, quer na configuração dos músculos faciais, quer no tom de voz.
(Adaptado de: DAMÁSIO, Antonio. O mistério da consciência. Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo, Cia das
letras, 2015, 2.ed, p. 39-49)
No texto, identifica-se relação de causa e consequência, respectivamente, entre:
a) processos evolutivos de adaptação que remontam a épocas distantes e grande parte das reações
emocionais.
b) a suscitação de uma emoção imprevista e a estratégia por trás de uma obra de arte vulgar feita para
agradar o público em geral.
c) o fato de Darwin ter sido bem-sucedido ao catalogar as expressões emocionais de diversas espécies e a
existência de emoções inerentes à regulação dos organismos.
d) nossa incapacidade de dissimular as emoções e o fato de que não precisamos ter consciência de uma
emoção para que ela aconteça.
e) a capacidade da arte de cruzar fronteiras culturais e o fato das reações emocionais serem moldadas por
uma composição complexa única e exclusiva a cada indivíduo.
Comentários:
Segundo o texto, as reações emocionais são consequência de uma necessidade de adaptação, de evolução:
há indícios de que a maioria das reações emocionais, se não todas, resulta de longos ajustes evolutivos. As
emoções são parte dos mecanismos biorreguladores com os quais nascemos, visando à sobrevivência
Se as reações emocionais resultam de longos ajustes evolutivos, podemos dizer que são consequência
deles. A assertiva diz que “remontam a épocas” distante em referência ao longo tempo de um processo
evolutivo.
Então, temos a relação causa-consequência que a banca pediu. Gabarito letra A.
72. (FCC / Auditor / SEFAZ-PE / 2014)
Não há hoje no mundo, em qualquer domínio de atividade artística, um artista cuja arte contenha maior
universalidade que a de Charles Chaplin. A razão vem de que o tipo de Carlito é uma dessas criações que,
salvo idiossincrasias muito raras, interessam e agradam a toda a gente. Como os heróis das lendas
populares ou as personagens das velhas farsas de mamulengos.
Carlito é popular no sentido mais alto da palavra. Não saiu completo e definitivo da cabeça de Chaplin: foi
uma criação em que o artista procedeu por uma sucessão de tentativas erradas.
Chaplin observava sobre o público o efeito de cada detalhe.
Um dos traços mais característicos da pessoa física de Carlito foi achado casual. Chaplin certa vez lembrou -
se de arremedar a marcha desgovernada de um tabético. O público riu: estava fixado o andar habitual de
Carlito.
O vestuário da personagem - fraquezinho humorístico, calças lambazonas, botinas escarrapachadas,
cartolinha - também se fixou pelo consenso do público.
Certa vez que Carlito trocou por outras as botinas escarrapachadas e a clássica cartolinha, o público não
achou graça: estava desapontado. Chaplin eliminou imediatamente a variante. Sentiu com o público que

44
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

ela destruía a unidade física do tipo. Podia ser jocosa também, mas não era mais Carlito.
Note-se que essa indumentária, que vem dos primeiros filmes do artista, não contém nada de
especialmente extravagante. Agrada por não sei quê de elegante que há no seu ridículo de miséria. Pode-
se dizer que Carlito possui o dandismo do grotesco.
Não será exagero afirmar que toda a humanidade viva colaborou nas salas de cinema para a realização da
personagem de Carlito, como ela aparece nessas estupendas obras-primas de humor que são O garoto, Em
busca do ouro e O circo.
Isto por si só atestaria em Chaplin um extraordinário discernimento psicológico. Não obstante, se não
houvesse nele profundidade de pensamento, lirismo, ternura, seria levado por esse processo de criação à
vulgaridade dos artistas medíocres que condescendem com o fácil gosto do público.
Aqui é que começa a genialidade de Chaplin. Descendo até o público, não só não se vulgarizou, mas ao
contrário ganhou maior força de emoção e de poesia. A sua originalidade extremou-se. Ele soube isolar em
seus dados pessoais, em sua inteligência e em sua sensibilidade de exceção, os elementos de irredutível
humanidade. Como se diz em linguagem matemática, pôs em evidência o fator comum de todas as
expressões humanas.
No contexto, observa-se relação de causa e efeito entre estes dois segmentos:
a) Carlito é popular / no sentido mais alto da palavra
b) Chaplin observava sobre o público o efeito de cada detalhe / O público riu
c) o público não achou graça / Chaplin eliminou imediatamente a variante
d) Podia ser jocosa também / mas não era mais Carlito
e) Descendo até o público / A sua originalidade extremou-se.
Comentários:
A relação lógica é clara. Chaplin era humorista, queria fazer rir. Se o público não achou graça daquela
roupa, isso era motivo suficiente para tentar outra. Chaplin eliminou a variante (a forma de se vestir)
porque o público não achou graça:
Certa vez que Carlito trocou por outras as botinas escarrapachadas e a clássica cartolinha, o público não
achou graça: estava desapontado. Chaplin eliminou imediatamente a variante. Sentiu com o público que
ela destruía a unidade física do tipo. Podia ser jocosa também, mas não era mais Carlito. Gabarito letra C.
73. (FCC / TRT 13ª Região / Técnico / 2016)
Verifica-se relação de causa e consequência, respectivamente, entre as orações que se encontram em:
a) Nossos contemporâneos vivem sem esse futuro, de modo que estamos mais descuidados, ignorantes e
negligentes...
b) As redes sociais eram atividades de difícil implementação entre as comunidades do passado. De algum
modo, elas continuam assim dentro do mundo off-line.
c) Ainda que a proclamação do “fim da história” de Francis Fukuyama não faça sentido, podemos falar
legitimamente do “fim do futuro”.
d) A meu ver, os otimistas acreditam que este mundo é o melhor possível...
e) Se Marx e Engels escrevessem o Manifesto Comunista hoje, teriam de substituir a célebre frase inicial...
Comentários:

45
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Para resolver questões de relação causa-consequência, temos que “farejar” conectivos com sentido
consecutivo, causal e até conclusivo, pois eles normalmente trazem a relação de um evento ocorrer em
função de outro.
No contexto, “de modo que” tem sentido de consequência, indica que algo vai ocorrer em função de outra
coisa: Por eles viverem sem esse futuro (causa), estamos mais descuidados, ignorante e negligentes
(efeito). Gabarito letra a.
Na letra b, há um sentido de comparação. Na letra c, há sentido de concessão. Na letra d, há sentido de
conformidade, opinião. Esse “que” é conjunção integrante, que não tem sentido próprio. Na letra e, há
sentido de condição.
74. (FCC / TRT 16ª REGIÃO / Oficial de Justiça / 2014)
...Mais de 1 bilhão de humanos ainda sofrem, em pleno século 21, com doenças cujo controle é não só
possível, mas também relativamente barato - eis um fato que depõe contra o atual estágio de nossa
organização global.
Na frase acima, a correlação estabelecida por não só... mas também pode ser igualmente estabelecida por
"tanto ... quanto também"..
Comentários:
Não só x...mas Y é um par correlativo aditivo. Vamos testar a substituição sugerida e ver se o sentido
aditivo permanece:
Mais de 1 bilhão de humanos ainda sofrem, em pleno século 21, com doenças cujo controle tanto é não só
possível, quanto também relativamente barato.
O sentido da correlação aditiva se mantém. Questão correta.
75. (FCC / TRT 16ª REGIÃO / Técnico / 2014)
... Identifica-se relação de causa e consequência, nessa ordem, na frase que se encontra em:
a) A relação entre povo e futebol tem sido tão profunda e produtiva por aqui, que muitos brasil eiros se
esquecem de que o futebol foi inventado na Inglaterra...
b) Embora tivesse a chancela colonial de tudo o que vinha de fora, o futebol sofreu muitos ataques em
nome de um nacionalismo...
c) ... pensam que ele é, como o samba e a feijoada, um produto brasileiro.
d) ... sendo rebatizado no Brasil como “futebol”, virou uma paixão nacional...
e) Como prova do imprevisível destino das coisas sociais, o futebol não veio confirmar a dominação
colonial.
Comentários:
Nessas questões, temos que “caçar” conjunções causais e consecutivas. Logo na letra a, temos a correlação
consecutiva “Tão X...QUE Y”, que indica consequência.
Na letra b, temos relação de concessão; na c, de comparação; na d, de conformidade; na e, de exemplo.
Gabarito letra A.
76. (FCC / TRT 2ª REGIÃO / Técnico / 2016)
Ainda que já tivesse uma carreira solo de sucesso [...], sentiu que era a hora de formar seu próprio grupo.

46
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Outra redação para a frase acima, iniciada por "Já tinha uma carreira..." e fiel ao sentido original, deve
gerar o seguinte elo entre as orações:
a) de maneira que. b) por isso. c) mas. d) embora. e) desde que.
Comentários:
Na concessão, o foco está na outra oração, não na própria concessiva. Já na oração adversativa, o foco está
no que vem depois da conjunção adversativa.
Para reescrever, mantendo o sentido original, ou seja, mantendo a ênfase na parte “sentiu que era a hora
de formar seu próprio grupo”, temos que iniciar a oração com “mas”:
Já tinha uma carreira solo de sucesso, mas sentiu que era a hora de formar seu próprio grupo.
Gabarito letra C.
77. (FCC / SABESP / 2014)
- Segundo ele, a mudança climática contribuiu para a ruína dessa sociedade, uma vez que eles dependiam
muito dos reservatórios que eram preenchidos pela chuva.
A locução conjuntiva grifada na frase acima pode ser corretamente substituída pela conjunção:
a) quando. b) porquanto. c) conquanto. d) todavia. e) contanto.
Comentários:
A locução conjuntiva “uma vez que” tem sentido de causa, então, deve ser trocada por uma conjunção
causal. A única causal entre as opções é “porquanto”, que equivale a “porque”. Gabarito letra B.
78. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Oficial de Justiça / 2014)
Reunir-se para ouvir alguém ler tornou-se uma prática necessária e comum no mundo laico da Idade
Média. Até a invenção da imprensa, a alfabetização era rara e os livros, propriedade dos ricos, privilégio de
um pequeno punhado de leitores.
Embora alguns desses senhores afortunados ocasionalmente emprestassem seus livros, eles o faziam para
um número limitado de pessoas da própria classe ou família.
Mantêm-se a correção e as relações de sentido estabelecidas no texto, substituindo-se Embora (2º
parágrafo) por;
a) Contudo. b) Desde que. c) Porquanto. d) Uma vez que e) Conquanto..
Comentários:
Embora é conjunção concessiva, equivalente a “conquanto”.
“Contudo” é adversativo; “Desde que” é condicional ou temporal; “porquanto” e “uma vez que” são
causais ou explicativos. Gabarito letra E.
79. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Técnico / 2014)
Seus subordinados, contudo, cumpriram fielmente a ordem de não soltá-lo até que estivessem longe da
zona de perigo.
Sem prejuízo para o sentido original e a correção gramatical, o elemento grifado acima pode ser Comentado [UDU1]: Destacar o elemento!!
substituído por:
a) embora. b) entretanto. c) portanto. d) onde. e) por isso.

47
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Comentários:
“Contudo” é conjunção adversativa, equivalente a “mas”, “porém”, “entretanto”, “todavia”.
“Embora” é concessivo; “Portanto” é conclusivo; “onde” indica lugar; “por isso” é conclusivo. Gabarito letra B.
80. (FCC / TRT 15ª Região / Oficial de Justiça / 2013)
Reciclar os dejetos oriundos das criações animais e dos refugos das plantações deve ser encarado não
como custo ou gasto “a mais”, mas sim como uma excelente oportunidade de gerar toda ou parte da
energia necessária para executar as atividades econômicas (...)
Os termos em negrito podem ser substituídos, sem prejuízo do sentido e da correção, respectivamente,
por:
a) e - porém - a fim de
b) mas - todavia - a fim de
c) mas - porém - afim de
d) e - entretanto - afim de
e) porém - entretanto - a fim de.
Comentários:
Custo OU gasto tem sentido de inclusão, ou seja, sentido de Custo E Gasto. “Mas sim” tem sentido
adversativo, então, poderia ser trocado por “porém”. “Para” tem sentido de finalidade, podendo ser
trocado por “a fim de”, que se escreve separado. Gabarito letra A.
81. (FCC / TRT 2ª REGIÃO / Analista Judiciário / 2014)

48
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Análise da correlação entre frases do texto evidencia que,


a) (linhas 23 a 25) em ao passo que, uma vez livres, cada um no seu próprio interesse colaborava [...] para o
triunfo do empreendimento coletivo, a locução destacada equivale a "enquanto", exprimindo oposição.
b) (linhas 30 a 32) em as forças armadas de um país não eram compostas de mercenários, nem combatiam
por um príncipe, a inserção da conjunção "e" antes da conjunção destacada determinaria que as ideias
expostas tivessem o mesmo peso na argumentação, o que não ocorre com a formulação original.
c) (linha 32 e 33) em mas eram formadas de homens livres e iguais, a conjunção destacada tem valor
consecutivo.
d) (linhas 20 e 21) em livres, porém, da tirania, sua superioridade foi manifesta, o deslocamento da
conjunção para o início da frase altera significativamente o sentido original.
e) (linhas 22 e 23) em pois labutavam para um senhor, a conjunção equivale a "quando".
Comentários:
Questões com texto grande assim devem ser feitas com estratégia. Vamos eliminar aquelas que não
dependem de leitura. A letra a depende da leitura do texto, deixemo-la por último.
Letra b: A inserção do “e” antes de “nem” é condenada por alguns gramáticos, sob o argumento de que
seria redundante, já que o “nem” já significa “e não”. Pois bem, independente disso, temos que reconhecer
que inserir o “e” mudaria o peso do argumento sim, pois daria ênfase à segunda oração:
Não trabalha nem estuda. (os dois lados têm o mesmo valor argumentativo)
Não trabalha E nem estuda. (a segunda oração foi enfatizada, tem maior peso)
Dessa forma, o item está errado porque o peso mudaria com a ênfase.
Letra c: “Mas” é adversativo, não pode ser consecutivo.
Letra d: “Porém” é uma conjunção adversativa que permite ser deslocada, sem mudança de sentido. O
“mas” não admite deslocamento, devendo vir no início.
Letra e: “pois” pode assumir diversos valores, causal, explicativo e conclusivo. Mas não pode ter valor
temporal, como “quando”.
Letra a: “Enquanto” pode ser substituído por “ao passo que”, pois ambos indicam ações que ocorrem
paralelamente. A dúvida é verificar se há valor de oposição.
Por aí se vê que na servidão eles se recusavam a manifestar seu valor, pois labutavam para um senhor; ao
passo que, uma vez livres, cada um no seu próprio interesse colaborava, por todas as maneiras, para o
triunfo do empreendimento coletivo. Veja que há sim uma oposição: de um lado, os escravos recusavam a
manifestar seu valor, pois não trabalhavam para si. Por outro lado, quando estavam livres, faziam de tudo
pelo sucesso do empreendimento coletivo. Há oposição entre dois momentos, um trabalhando para um
senhor e outro trabalhando em interesse próprio. Portanto, o item está correto e a subs tituição é possível.
Gabarito letra A.

49
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

RESUMO
As conjunções coordenativas introduzem orações coordenadas, isto é, sintaticamente independentes
uma da outra. São diferentes das orações subordinadas, que estão ligadas sintaticamente à oração
principal.
Logo, então, Penso, logo existo.
Conclusivas portanto, por
conseguinte Estudei, portanto passei.

Saia, que não quero falar.


Explicativas pois, que, porque Estude, porque o concurso está
COORDENATIVAS

chegando.
Mas, entretanto, Ela é inteligente, mas não estuda.
Adversativas todavia, porém,
contudo Estudei, todavia não passei.

ou, quer...quer...; Ela ora lê teoria, ora faz questões.


Alternativas seja...seja...; Seja dia útil, seja feriado, sempre
ora...ora... devemos estudar.

E; Nem; Não Não só estuda, como trabalha.


Aditivas
só...como...; Estuda e trabalha.

Obs: o “mas” é uma conjunção adversativa que não pode ser deslocada. Ele inicia a oração adversativa.

50
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

As conjunções subordinativas são aquelas que unem uma oração a outra, chamada de principal.

Finais Para, Para que, *porque


CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS ADVERBIAIS

Quando, enquanto, antes que, depois que, desde que,


Temporais
logo que, assim que, até que, mal, sempre que
(Oração com função de advérbio)

À medida que, à proporção que, ao passo que, quanto


Proporcionais
mais x... mais y, quanto menos x... menos y
Se, caso, sem que, contanto que, desde que, a menos
Condicionais
que, a não ser que
Ainda que, apesar de que, embora, mesmo que, por mais
Concessivas
que, se bem que, por pouco que, em que pese

Conformativas Conforme, como, segundo

Que, do que, mais do que, menos do que, melhor que,


Comparativas
tal... qual, tanto... quanto, como, assim como
Porque, pois, como, visto que, uma vez que, que, já que,
Causais
*na medida em que

Consecutivas Tal... que, tanto... que, tão... que, de modo que

Aqui, segue uma sistematização das conjunções que podem aparecer com mais de um sentido.
Alternativo:
Saia, senão chamo a polícia
Adversativo:
SENÃO
Ele não estava triste, senão concentrado
Aditivo:
Era o favorito não só da sala, senão de toda a escola

Temporal:
Estava sozinha quando ele chegou
QUANDO
Condicional:
Enviarei o produto, mas só quando receber o pagamento

51
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

Modo
Entrou sem que fosse convidado.
Concessão
SEM QUE
Sem que estudasse, foi aprovado.
Condição
Sem que estude, será reprovado.

Causal
Ex. Choveu, pois o dia foi quente.
(Início da oração)
Explicativo
POIS Ex. Choveu, pois está tudo molhado.
(Início da oração)
Conclusivo Ex. Estudou muito, passou, pois, bem
(Deslocado) rápido.

Aditivo Ex. Cheguei, almocei e dormi.

E Adversativo Ex. Tentei muito ler o livro, e o sono não deixou.

Conclusivo Ex. Esforçou-se e passou em primeiro lugar.

Ex. Não fiz a questão porque não sabia. (Causal)


Explicativo ou
Causal
Ex. Choveu, porque o chão está molhado. (Explicativo)
PORQUE
Finalidade
Ex. Eu oro porque não haja uma guerra. (Finalidade)
= (para que)

Temporal Ex. Desde que casei, não joguei mais poker.


DESDE
QUE
Condicional Ex. Você poderá sair, desde que arrume o seu quarto.

Aqui, estão só as divisões. Recomendo você exercitar tentar preencher sozinho, ao lado de cada tipo de
conjunção, todas as aquelas que você lembrar, até garantir que você domina as listas. Esse exercício é
fundamental para ganhar tempo e confiança na hora da prova.

52
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

Integrantes Adverbiais

Causais
Que Se

Consecutivas

Comparativas

Conformativas

Concessivas

Finais

Temporais

Proporcionais

Condicionais

53
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

LISTA DE QUESTÕES
1. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)
O avanço ainda se restringe a âmbitos estritamente técnicos, sem utilidade cotidiana, mas já é apelidado
de “o Santo Graal da computação”. Isso porque o feito, se comprovado, atingiu o que se conhece como
“supremacia quântica”. A nomenclatura indica um momento da civilização em que os computadores talvez
sejam tão (ou mais) competentes quanto os seres humanos.
mas já é apelidado de “o Santo Graal da computação”. (5º parágrafo)
Sem prejuízo para as relações de sentido estabelecidas no texto, uma redação correta para o segmento
acima, transformando-o em um período independente, está em:
(A) Já é, porém, apelidado de “o Santo Graal da computação”.
(B) Com isso, é apelidado de “o Santo Graal da computação”.
(C) No entanto, foi apelidado “o Santo Graal da computação”.
(D) Assim, apelidaram-no de “o Santo Graal da computação”.
(E) Conforme já se apelidou de “o Santo Graal da computação”.
2. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
É importante guardar imagens. Porém, é mais importante viver cada momento com intensidade.
Sem que nenhuma outra alteração seja feita na frase, as relações de sentido e a correção do segmento
acima estarão preservadas caso se substitua o elemento sublinhado por
(A) Conquanto (B) Embora (C) Porquanto (D) Conforme (E) Todavia
3. (FCC / ALESE / TÉCNICO LEGISLATIVO / 2018)
A principal ressalva à inovação democrática do Jabuti, entretanto, é que já existe um prêmio do leitor.
Mantendo-se a correção e o sentido, sem que nenhuma outra modificação seja feita na frase, o elemento
sublinhado acima pode ser substituído por:
a) embora b) conquanto c) todavia d) porquanto e) assim
4. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
Porém, isso requererá a criação de diversas leis.
Em relação aos argumentos que a antecedem, a frase acima exprime noção de
(A) conclusão. (B) finalidade. (C) conformidade. (D) oposição. (E) causa.
5. (FCC / SEGEG-MA / Técnico Receita Estadual / 2016)
Ainda assim, atravessou aquele 27 de julho em relativa normalidade.
Porém, não houve resultado.
Sem prejuízo da correção e do sentido, os elementos sublinhados acima podem ser substituídos,
respectivamente, por:
a) Desse modo – Conquanto
b) Com isso – No entanto

54
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

c) Não obstante – Contudo


d) Portanto – Embora
e) Todavia − Porquanto
6. (FCC / TRE-PB / 2015)
E, no entanto, o cinema chegou num ponto em que é capaz de expressar...
Sem prejuízo da correção e do sentido, o elemento sublinhado acima pode ser substituído por:
a) porquanto b) em detrimento disso c) desse modo d) embora e) todavia.
7. (FCC / ALESE / TÉCNICO LEG. / 2018)
“Os artistas já estão aqui! Vai ter espetáculo, sim. Mãos à obra”. Ninguém sabia se acreditava ou não, mas
se apresentavam como bons soldados à ordem do comandante.
Na última linha, a conjunção “ou” exprime possibilidades que se excluem.
8. (FCC / Câmara Legislativa do DF / TÉC. LEGISLATIVO / 2018)
Por conseguinte, está relacionada com a existência de classes sociais.
O termo sublinhado acima assinala no texto noção de
a) conclusão. b) concessão. c) oposição. d) temporalidade. e) finalidade.
9. (FCC / TST - TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO / 2017)
É preciso investigar a si mesmo para perceber que você também tem falhas. Desse modo, fica mais fácil
diminuir o efeito das fraquezas.
Está CORRETO o que se afirma a respeito do texto em:
O elemento sublinhado em Desse modo, fica mais fácil aceitar e diminuir o efeito das fraquezas pode ser
substituído por “Assim”, sem prejuízo do sentido original.
10. (FCC / SEGEP-MA / Auxiliar de Fiscalização Agropecuária / 2018)
Dessa forma, as autoridades poderão não apenas confiscar equipamentos utilizados para piratear sinal de
TV por assinatura, mas também poderão prender os responsáveis e colocá-los no sistema sob legislação
específica.
O trecho acima fica corretamente reescrito com a mudança da expressão destacada, preservando-se seu
significado original, por:
a) Nada obstante b) Todavia c) Contudo d) Assim sendo e) Conquanto
11. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
Entretanto, o jornalismo dito de qualidade sempre foi objeto de uma minoria. // A maioria das pessoas
está de tal maneira consumida por seus dramas e divertimentos pessoais que sobra pouca atenção para o
que é público.
Fazendo os devidos ajustes na pontuação e entre maiúsculas e minúsculas, as frases acima se articulam
com coerência em um único período acrescentando-se, imediatamente após “minoria”,
(A) conforme (B) por que (C) contudo (D) uma vez que (E) porém

55
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

12. (FCC / SEPLAG RECIFE / ASS. DE GESTÃO PÚBLICA / 2019)


Para cobrir o território nacional e cumprir o calendário, enfrentaram selvas, secas, tempestades.
Preservando-se o sentido e a correção gramatical, a expressão sublinhada estará corretamente substituída
por
(A) A despeito de cobrir...
(B) A fim de cobrir...
(C) Em decorrência de cobrir...
(D) Com vistas à cobrir...
(E) No impeto a cobrir...
13. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)
O segmento em que se exprime noção de finalidade está em:
(A) as correções das provas tipográficas dos romances de Balzac pareciam fogos de artifícios.
(B) Se você quer fumar um charuto aperte um botão.
(C) esse empenho tão grande acabou por exauri-lo.
(D) O autor de Ilusões Perdidas não poupava esforço para alcançar o que desejava expressar.
(E) O celular na palma da mão desconcentra o estudante.
14. (FCC / SEFAZ-GO / AUDITOR / 2018)
Considerando-se o uso linguístico nos segmentos, no contexto em que ocorrem no texto, está correto o
que se afirma em:
Ao substituir-se a conjunção em Esta diferença é compreensível se pensarmos por caso, o verbo pensar
deve assumir a forma do presente do modo subjuntivo.
15. (FCC / SABESP / TÉCNICO EM GESTÃO / 2018)
Em enquanto um cesto trançado já é mais difícil, mantendo-se, em linhas gerais, o sentido original, o termo
sublinhado pode ser substituído por:
(A) ainda que
(B) portanto
(C) concomitantemente
(D) ao passo que
(E) ao mesmo tempo em que
16. (FCC / CLFD / Técnico Legislativo / 2018)
Mas eu não queria ser torneiro-mecânico, queria mesmo era ser bancário, que nem o marido da minha
professora, dona Aurora".
Sem prejuízo do sentido original, a expressão “que nem”, no segmento que nem o marido da minha
professora, pode ser substituída por “como”.

56
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

17. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)


O avanço (na velocidade de processamento computacional) ainda se restringe a âmbitos estritamente
técnicos, sem utilidade cotidiana, mas já é apelidado de “o Santo Graal da computação”. Isso porque o
feito, se comprovado, atingiu o que se conhece como “supremacia quântica”. A nomenclatura indica um
momento da civilização em que os computadores talvez sejam tão (ou mais) competentes quanto os seres
humanos.
Isso porque o feito, se comprovado, atingiu o que se conhece como “supremacia quântica”. (5º parágrafo)
O elemento sublinhado acima introduz noção de
(A) finalidade.
(B) consequência.
(C) condição.
(D) oposição.
(E) causa.
18. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência. Ficamos reféns da superficialidade.
Mantendo as relações de sentido e a correção, as frases acima podem ser articuladas em um único período
do seguinte modo:
(A) Ao ficarem reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
(B) Embora ficamos reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
(C) Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência: contudo, ficamos reféns da superficialidade.
(D) Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência, de modo que ficamos reféns da superficialidade.
(E) Conforme se ficam reféns da superficialidade, cuja enxurrada de estímulos dispersa a inteligência.
19. (FCC / SEGEP-MA / TÉCNICO / 2018)
E aproximou-se tanto do velho filósofo, que sua sombra se projetou sobre ele.
A atuação combinada dos vocábulos em destaque articula as orações, na ordem dada, numa relação de
a) conformidade e proporção.
b) intensidade e condição.
c) causa e consequência.
d) proporção e conformidade.
e) condição e causa.
20. (FCC / CLDF / 2018)
...como eu estava cansado, fechei os olhos três ou quatro vezes
Em relação à oração que a sucede, a oração destacada expressa sentido de
(A) causa. (B) comparação. (C) consequência. (D) proporção. (E) conclusão.

57
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

21. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)


Constituem uma causa e seu efeito, nessa ordem, os segmentos:
... os estudantes filmavam e fotografavam as aulas // em alguns cursos da Universidade de Princeton o
celular e o tablet foram proibidos.
22. (FCC / ARTESP / 2017)
Considerando o contexto, o vocábulo que apresenta valor consecutivo na seguinte passagem do texto:
... o jogo era tão emocionante, repleto de lances espetaculares, que tudo que tudo que queríamos no dia
seguinte era assistir os melhores momentos na televisão....
23. (FCC / SEPLAG RECIFE / ASS. DE GESTÃO PÚBLICA / 2019)
Plataformas digitais possibilitam acesso, abertura e transparência às operações de governos locais / e
provavelmente irão mudar a forma como os governos interagem com as pessoas.
Entre as ideias separadas por barra nessa passagem do texto, se estabelece relação de, respectivamente,
(A) concessão e adição.
(B) modo e tempo.
(C) causa e consequência.
(D) condição e conformidade.
(E) finalidade e comparação.
24. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUDICIÁRIO / 2018)
Está clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
Ainda que fosse necessário explicá-las, porquanto de algum mistério, toda obra de arte deveria ter alguma
força já em si mesma.
25. (FCC / TRT 23ª REGIÃO / 2016)
De quati
Aparece um quati escoteiro. Decerto perseguido de cachorro. No chão é ente insuficiente o quati. Imita
ser baleado. O rabo desequilibra de tanto rente na terra.
Agora, se alcança árvore, quati arma banzé1. Arreganha. Monta episódio. E até xinga cachorro.
Igual é o tamanduá. Fora do mato, no limpo, tamanduá nega encrenca. Porém se encontra zamboada2,
vira gente. E desafia cachorro, onça-pintada, tenente.
1. confusão, tumulto
2. moita formada por galhos e ramagens de árvores, cipós, trepadeiras
Um segmento que expressa ideia de causa, com relação ao trecho que o antecede imediatamente, está
sublinhado em:
a) No chão é ente insuficiente o quati.
b) Agora, se alcança árvore, quati arma banzé.
c) Fora do mato, no limpo, tamanduá nega encrenca.
d) Monta episódio. E até xinga cachorro.

58
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

e) O rabo desequilibra de tanto rente na terra.


26. (FCC / TRE-SP / Analista / 2017)
Eles [os museus] são grandes porque o artista moderno quer nos envolver com o seu trabalho...
Com as devidas alterações, caso se invertam as relações de subordinação da frase acima, mantém-se o
sentido original fazendo-se uso da conjunção:
a) a despeito de
b) conquanto
c) em conformidade com
d) de maneira que
e) uma vez que.
27. (FCC / ALAP / ASS. LEGISLATIVO / 2020)
Sem prejuízo para a correção e o sentido, o trecho sublinhado pode ser substituído pelo que se encontra
entre parênteses em:
(A) Mas só por enquanto, pois (conquanto) se trata do início de um caminho que levará a transformações
radicais em diversas áreas.
(B) A máxima, irretocável, à exceção de (à despeito de) pequenos detalhes, funcionou tal qual intuíra
Moore.
(C) Máquinas similares às hoje existentes (as quais se fabrica atualmente) serão construídas a custos mais
baixos.
(D) Pela (De acordo com a) “Lei de Moore”, a cada dois anos, em média, o desempenho dos chips de
computador dobra.
(E) Assim (Portanto), em um artigo de 1965, o empreendedor Gordon Moore, hoje com 90 anos de idade,
apresentou sua célebre ideia.
28. (FCC / CLDF / AG. POLÍCIA LEGISLATIVA / 2018)
Então, por mais que pareça um termo complicado, não existe nada de intrinsecamente difícil em
“ideologia”...
Mantendo-se as relações de sentido e a correção gramatical, sem que nenhuma outra modificação seja
feita na frase, o segmento sublinhado acima pode ser substituído por:
(A) Conforme (B) apesar de (C) desde que (D) embora (E) entretanto
29. (FCC / DPE-AM / ANALISTA DE BANCO DE DADOS / 2018)
ainda que horrível, na minha opinião...
O segmento sublinhado acima estabelece, no contexto, noção de
(A) conclusão. (B) concessão. (C) finalidade. (D) causa. (E) conformidade.
30. (FCC / TRT 14ª REGIÃO / Técnico / 2016)
O acervo do José Veríssimo estava com o marechal [Inácio José Veríssimo, filho do acadêmico], que era
uma pessoa voltada para a literatura, apesar de ser militar.
A passagem destacada permite concluir que, na opinião de Helena Araújo Lima Veríssimo,

59
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

a) não é muito comum haver militares interessados em literatura.


b) não é raro encontrar militares que entendam profundamente de literatura.
c) é esperado que os militares de alta patente entendam de literatura.
d) é natural que um filho de acadêmico se torne um militar apaixonado por literatura.
e) é frequente encontrar militares com formação especializada em literatura.
31. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
embora o poder político ainda fosse detido pelos grandes senhores das estâncias
O sentido e a correção do segmento acima estarão preservados caso se substituam os elementos
sublinhados, respectivamente, por
(A) porquanto – se detivesse nos
(B) mesmo que − se circunscrevesse aos
(C) desde que − se deixasse conter nos
(D) haja vista que − fosse submetido aos
(E) conquanto − estivesse adstrito aos
32. (FCC / SEPLAG RECIFE / ANA. PLAN. ORÇ. E GESTÃO / 2019)
Um juramento expõe a beleza da vontade humana, como afirmação nossa, mas sua quebra mostra
também nossos limites.
Numa nova e igualmente correta redação da frase acima, iniciada agora pelo segmento A quebra de um
juramento mostra nossos limites, pode-se seguir esta coerente complementação:
(A) embora não deixe de expor a beleza que está em afirmarmos nossa vontade.
(B) uma vez que nossa vontade, com sua beleza, afirma nosso acordo com a Natureza.
(C) à medida em que nossa vontade acaba expondo toda a sua beleza.
(D) até por que também se expõem o que há de belo na afirmação de nossa vontade.
(E) não fosse a beleza que também têm na quebra mesma da nossa vontade.
33. (FCC / ARTESP / 2017)
Cem anos depois, vivemos um momento semelhante diante da iminência de uma "nova revolução
industrial", como define o secretário de Transportes paulistano, Sérgio Avelleda.
O vocábulo como, nessa passagem do texto, estabelece a mesma relação de sentido que a verificada em:
(A) Como ainda há poucos carros autônomos nas ruas, seu impacto no cotidiano é desconhecido.
(B) Ainda não se sabe como ficarão as leis de trânsito com a popularização dos carros autônomos.
(C) Como dito no texto, os carros autônomos, com diferentes tecnologias, já são uma realidade.
(D) O modo acelerado como os carros sem motorista têm sido produzidos é realmente espantoso.
(E) Os carros autônomos são, para a sociedade atual, como eram os carros no início do século 20..
34. (FCC / MANAUSPREV / Administrativa / 2015)
João Barbosa Rodrigues faleceu em 1909. Em 1925, o famoso antropólogo Kurt Nimuendaju tentou

60
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

encontrar Miracanguera, mas a ilha já tinha sido tragada pelas águas do rio Amazonas. Arqueólogos
americanos também vasculharam áreas arqueológicas da Amazônia, inclusive no Equador, Peru e Guiana
Francesa, no final dos anos de 1940. Como não conseguiram achar Miracanguera, “decidiram” que a
descoberta do brasileiro tinha sido “apenas uma subtradição de agricultores andinos”.
Mantendo-se o sentido original, na frase “Como não conseguiram achar Miracanguera...”, o elemento
sublinhado pode ser corretamente substituído por:
a) Por mais que b) Conforme c) Ainda que d) De modo que e) Uma vez que
35. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. DE TI / 2019)
No contexto, exprime noção de causa o seguinte segmento:
(A) Mas é preciso, também, que façamos uma autocrítica sobre o modo como vemos o mundo...
(B) ...já que não dependemos, aparentemente, de ninguém.
(C) Milhares de fotos são incapazes de superar a vivência de um instante.
(D) Agora fotografamos tudo compulsivamente.
(E) Lá estavam as nossas lembranças, os nossos registros afetivos.
36. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Considerado o contexto, o segmento com valor concessivo está em:
(A) visto que causa danos irreversíveis ao meio ambiente
(B) uma vez que traz a ideia de que a assim chamada civilização destrói a diversidade cultural
(C) Contudo, há motivo para inquietação
(D) Portanto, é absurdo tentar distingui-las
(E) embora tenha sempre se preocupado em só falar como antropólogo
37. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Nossa espécie já enfrentou situações piores. Contudo, há motivo para inquietação.
Mantendo-se as relações de sentido, as frases acima articulam-se com correção, em um único período, do
seguinte modo:
(A) Não haveria motivo, para inquietação, caso já não tivessem enfrentado situações piores.
(B) Como nossa espécie já enfrentara situações piores, há motivo para inquietação.
(C) Apesar de nossa espécie já ter enfrentado situações piores, há motivo para inquietação.
(D) Há motivo para inquietação, eis que situações piores já enfrentaram nossa espécie.
(E) Há motivo para inquietação, por conseguinte, nossa espécie já enfrentou situações piores.
38. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Considerado o contexto, exprime noção de finalidade o segmento que se encontra em:
(A) Para sustentar uma democracia duradoura...
(B) ... ainda que o sistema não triunfasse no mundo todo...
(C) A despeito das críticas sofridas...

61
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(D) ... porquanto muitos países se mostrariam resistentes a essa ideia...


(E) ... embora evitando fazer grandes generalizações sobre o fim da história...
39. (FCC / ISS MANAUS / ASS. TÉC. FAZENDÁRIO / 2019)
Atente para o que se afirma abaixo a respeito do fragmento De tão difícil e cruel, a vida parece impossível e
no entanto o povo vive, luta, ri, não se entrega.
I. Na sequência de orações coordenadas, a última assinala noção de finalidade.
II. No contexto, a primeira oração introduz noção de causa.
III. O sentido e as relações sintáticas se preservam com a substituição de e no entanto por embora.
IV. Isolando-se por vírgulas o segmento no entanto, não haverá alteração do sentido e da correção.
Está correto o que se afirma APENAS em
(A) III. (B) I e IV. (C) I. (D) II e IV. (E) II e III.
40. (FCC / TCE RS / AUDITOR / 2018)
Considere: “a dependência da economia brasileira é inegável, mas não será, entretanto, uma dependência
colonial.”
Acerca do que se encontra acima, considerado em seu contexto, é acertado comentar:
A conjunção mas, usada mais comumente para expressar um contraste, está empregada especificamente
com valor aditivo, uma das suas possibilidades de sentido.
41. (FCC / ICMS-SC / AUDITOR / 2018)
Existe uma estreita relação entre nutrição, saúde e educação, de um lado, e capacidade de trabalho e
iniciativa de outro. A incompetência econômica do indivíduo resulta em privação material: sua demanda
por bens não corresponde a uma demanda recíproca, no mercado, por aquilo que ele é capaz de oferecer.
Ao mesmo tempo, a pobreza de uma geração se torna o berço da incompetência da geração seguinte: o
ambiente de privação material e ignorância em que nasce (e se forma) o indivíduo impede que ele
desenvolva todas as qualidades físicas, morais e intelectuais das quais dependerá sua competência na vida
prática e sua sobrevivência no mercado. Fecha-se assim o elo entre pobreza e improficiência.
Considere: “Fecha-se assim o elo entre pobreza e improficiência.”
Em relação aos argumentos que a antecedem, a frase acima exprime noção de
(A) oposição. (B) conclusão. (C) causa. (D) concessão. (E) finalidade.
42. (FCC / TRT 15ª REGIÃO / TÉCNICO / 2018)
E isso é assustador: se eu sou o mestre do meu destino, e o meu destino não se sai assim tão bem, não
tenho ninguém para culpar além de mim mesmo.
Caso se queira explicitar a relação de sentido entre as orações separadas pelos dois-pontos, deve-se
substituir o sinal de dois-pontos fazendo-se as devidas alterações, por:
a) conquanto. b) contudo. c) porém. d) pois. e) mesmo que.
43. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / ANALISTA / 2016)
No segmento ... nem se deve correr com estrondo atrás do sucesso, senão ele se assusta e foge logo, o
termo sublinhado pode ser substituído, mantendo-se a lógica e o sentido original, por:

62
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

a) exceto se b) salvo c) do contrário d) não obstante e) por mais que


44. (FCC / SEGEP-MA / ANALISTA AMBIENTAL / 2018)
Nosso corpo funciona de forma diferente de acordo com as mudanças no habitat. (2o parágrafo)
Sem prejuízo para a correção e a lógica, o segmento sublinhado acima pode ser substituído por
a) como b) devido c) consoante d) apesar de e) em relação
45. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / TÉCNICO JUDICIÁRIO / 2016)
Quando usamos essa terminologia, falamos da cidade enquanto um espaço de fluxos.
No contexto da frase, o segmento sublinhado tem sentido de proporção.
46. (FCC / Câmara Legislativa do DF / Técnico Legislativo / 2018)
Com o tempo, um estudo muito aplicado fica inacessível para aqueles que não se dedicaram muito a ele.
Por isso não entendemos de medicina, direito ou matemática...
Identificam-se nas ideias expostas acima, respectivamente, as noções de
a) consequência e oposição.
b) causa e consequência.
c) oposição e temporalidade.
d) concessão e consequência.
e) conclusão e concessão.
47. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
Considere as seguintes orações:
I. O universo é infinito.
II. A infinitude do universo atemoriza o homem.
III. O homem deplora sua condição de mortal.
Essas três orações constituem um período de redação clara, coerente e correta no seguinte caso:
(A) Ainda que seja infinito e atemorize o homem, o universo faz o homem deplorar sua condição de mortal.
(B) Ao deplorar sua condição de mortal, o homem considera infinito o universo em que se atemoriza.
(C) Atemorizado pela infinitude do universo, deplora o homem a sua mortalidade.
(D) Sendo infinito o universo, eis por que o homem se atemoriza, quando deplora sua condição de mortal.
(E) O universo infinito atemoriza o homem, cuja condição é assim mortalmente deplorável.
48. (FCC / TRT 14ª REGIÃO / Técnico / 2016)
O acervo do José Veríssimo estava com o marechal [Inácio José Veríssimo, filho do acadêmico], que era
uma pessoa voltada para a literatura, apesar de ser militar.
A passagem destacada permite concluir que, na opinião de Helena Araújo Lima Veríssimo,
a) não é muito comum haver militares interessados em literatura.
b) não é raro encontrar militares que entendam profundamente de literatura.

63
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

c) é esperado que os militares de alta patente entendam de literatura.


d) é natural que um filho de acadêmico se torne um militar apaixonado por literatura.
e) é frequente encontrar militares com formação especializada em literatura.
49. (FCC / AFAP / ASS. ADMINISTRATIVO DE FOMENTO / 2019)
Considere o sentido veiculado pelas orações sublinhadas nos trechos que seguem:
Em 1989, andando com Tom pelo Central Park, em Nova York, ouvi-o identificar vários pássaros pela música
que faziam...
Em jovem, nas suas incursões pelo mato, Tom piava inhambus para matá-los.
Estão integrados com tal naturalidade à orquestração que podem nem ser “escutados” pelos menos
atentos.
Nos contextos em que ocorrem, as orações sublinhadas exprimem, respectivamente, circunstâncias de
(A) causa, direção e condição.
(B) tempo, finalidade e consequência.
(C) conformidade, modo e tempo.
(D) modo, consequência e direção.
(E) condição, causa e modo.
50. (FCC / BANRISUL / ESCRITURÁRIO / 2019)
A partir da década de vinte do século XIX, o governo brasileiro resolveu estimular a vinda de imigrantes
europeus, para formar uma camada social de homens livres que tivessem habilitação profissional e
pudessem oferecer ao país os produtos que até então tinham que ser importados, ou que eram produzidos
em escala mínima. Os primeiros imigrantes que chegaram foram os alemães, em 1824. Eles foram
assentados em glebas de terra situadas nas proximidades da capital gaúcha. E, em pouco tempo,
começaram a mudar o perfil da economia do atual estado.
Julgue o item a seguir.
A oração para formar uma camada social de homens livres tem valor causal.
51. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUDICIÁRIO / 2018)
Não basta viver, é preciso dar sentido ao viver, ou tudo se evapora.
Uma nova, coerente e correta redação da frase acima, se iniciada pelo segmento Tudo se evapora..., deverá
complementar-se com:
conquanto não baste viver para dar-lhe sentido.
52. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
É um mal porque todo relato jornalístico tende ao provisório. (1º parágrafo)
Entretanto, o jornalismo dito de qualidade sempre foi objeto de uma minoria. (6º parágrafo)
Os elementos sublinhados acima introduzem, no contexto, respectivamente, noção de
(A) causa − finalidade
(B) finalidade − concessão

64
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

(C) consequência – temporalidade


(D) causa − oposição
(E) concessão – consequência
53. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / TÉC. JUD. – ÁREA ADM. / 2018)
Porém, estudos mostram que, embora exista seleção no consumo de notícias de acordo com a orientação
ideológica, a dieta informacional das pessoas é mais variada do que se supõe.
Uma redação alternativa para o segmento sublinhado acima, em que se mantêm a correção e a coerência,
está em:
(A) Contudo, estudos revelam que, apesar de a orientação ideológica interferir na seleção de notícias a
serem consumidas, a dieta...
(B) No entanto, já se estuda o fato de que, conforme a orientação ideológica interfere no consumo e
seleção de notícias, tem-se que a dieta...
(C) De acordo com estudos, ainda que se selecionam as notícias a consumir, a partir da orientação
ideológica, a dieta...
(D) Conforme estudos, mesmo existindo escolha à partir da orientação ideológica, no consumo de notícias,
a dieta...
(E) Todavia, estudos demonstram que haviam possibilidades de escolha no consumo de notícias, segundo a
orientação ideológica, ainda que a dieta...
54. (FCC / TRT 6ª REGIÃO / ANALISTA JUD. – ADM. / 2018)
Mantendo-se o sentido e a correção, o termo sublinhado pode ser substituído pelo que se encontra entre
parênteses em:
(A) A menos que renasça até que dele se possa dizer “esta é uma pessoa”. (Sem que)
(B) É, pois, menos perigoso escolher sozinho ser uma pessoa. (conquanto)
(C) Se bem que pode acontecer uma coisa que me humilha contar. (No entanto, seguido de vírgula)
(D) Bem sei que uma das qualidades de um ator está nas mutações... (Por mais que)
(E) ... a cabeça ergue-se altiva como a de quem superou um obstáculo. (conforme)
55. (FCC / TRT 9ª REGIÃO / Analista / 2015)
Embora as esculturas ficassem longe do público, elas foram vistas por artistas que visitavam Picasso.
Sem prejuízo da correção e do sentido, o elemento sublinhado acima pode ser substituído por:
a) Porquanto b) Apesar de c) Contudo d) Conquanto e) A despeito de.
56. (FCC / TRT 11ª REGIÃO / Técnico / 2017)
Contudo, a aparência de lugar protegido dos humores do clima e dos solavancos da geologia deve ser
relativizada. (2° parágrafo)
Considerado o contexto, o elemento sublinhado na frase acima introduz uma
a) ressalva. b) consequência. c) causa. d) explicação. e) condição.

65
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

57. (FCC / SABESP / Direito / 2017)


No período É verdade que o mundo continuou a ser uma colcha de retalhos; mas são todos da mesma cor,
não se altera o sentido da oração sublinhada caso se a substitua por:
(A) porquanto sejam todos da mesma cor.
(B) muito embora, portanto, todos da mesma cor.
(C) uma vez que sejam todos da mesma cor.
(D) haja vista que sejam todos da mesma cor.
(E) agora, porém, todos da mesma cor...
58. (FCC / TRT 11ª REGIÃO / Técnico / 2017)
Satisfação no trabalho não significa necessariamente prazer em trabalhar. Grande parte das pessoas não
trabalharia se não fosse necessário. O trabalho não é fonte de prazer, é fonte de sentido. Ele nos ajuda a
dar sentido à vida. Só que o sentido da vida profissional não vem pronto: ele é o efeito, e não a premissa,
dos anos de prática de uma profissão. Na contemporaneidade, em que se acredita em prazeres
instantâneos, resultados imediatos e felicidade instantânea, é bom lembrar que a construção de sentido
requer tempo e persistência. Por outro lado, quando uma escolha não faz sentido o sujeito percebe
rapidamente.
Só que o sentido da vida profissional não vem pronto...
Considerado o contexto e fazendo-se as devidas alterações na pontuação da frase acima, o segmento
sublinhado pode ser substituído por:
a) Porém b) Embora c) Porquanto d) Já que e) Mesmo que
59. (FCC / ARTESP / 2017)
Considerando o contexto, o vocábulo que apresenta valor consecutivo na seguinte passagem do texto:
(A) ... conhecimento humano que ela representou...
(B) ... tão emocionante, repleto de lances espetaculares, que tudo que tudo que queríamos no dia seguinte
era assistir os melhores momentos na televisão....
(C) ... tenho saudades do tempo em que se ouvia o futebol pelo rádio.
(D) Agora, que fique claro: em absoluto falo mal da tecnologia...
(E) Lembro que ainda engatinhava no plano do Direito....
60. (FCC / Analista / Prefeitura de Teresina / 2016)
A adolescência é um fenômeno moderno. Nossos ancestrais passavam da infância à vida adulta sem
estágios intermediários. (3º parágrafo)
Sem prejuízo do sentido, as duas frases acima podem ser articuladas em um único período, fazendo-se as
devidas alterações na pontuação e entre maiúsculas e minúsculas, com o uso do seguinte elemento:
a) à medida que b) por isso que c) haja vista que d) caso e) não obstante.
61. (FCC / TRE SP / Técnico / 2017)
Levado ao pé da letra, o resgate puramente historiográfico das contribuições da Antiguidade pode parecer
folclórico diante do conhecimento atual. Mas, mesmo que oculta, a influência de Aristóteles e de Platão

66
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

está presente na forma como o pensamento governa os hábitos intelectuais da civilização atual.
... mesmo que oculta, a influência de Aristóteles e de Platão... (2º parágrafo)
A conjunção da frase acima apresenta sentido
a) consecutivo. b) causal. c) concessivo. d) temporal. e) condicional.
62. (FCC / TRT 14ª Região / Oficial de Justiça / 2015)
Atente para esta sequência de frases que compõem um período do texto:
I. O ouvinte sente que o narrador se interessa por sua escuta,
II. o narrador sabe-se valorizado pela atenção de quem o ouve,
III. a narrativa os une como num caloroso laço de vozes e de palavras.
Não se altera o sentido do período acima introduzindo-se as frases II e III, respectivamente, com as
seguintes expressões:
a) uma vez que − ainda que
b) ao passo que − por conseguinte
c) desde que − mesmo que
d) conquanto − porquanto
e) portanto − entretanto.
63. (FCC / TRE AP / Técnico / 2016)
Michelangelo fugiu de Roma ao ser comunicado que, antes de produzir as estátuas da futura tumba do
papa Júlio II, deveria pintar o teto da Capela Sistina. Só a muito custo foi convencido a se aventurar na
pintura, meio que julgava não dominar tão bem quanto a escultura. ...... , ao ser tirado da zona de conforto,
o artista criaria sua obra máxima.
Mantendo-se as relações de sentido e a correção gramatical, preenche corretamente a lacuna acima o que
se encontra em:
a) Porquanto b) Embora c) Contudo d) Uma vez que e) Conquanto.
64. (FCC / TRE SE / Técnico / 2015)
A economia moderna surgiu como disciplina específica no século XVIII, sobretudo com a publicação em
1776 de A riqueza das nações, livro escrito pelo grande pensador escocês Adam Smith. Contudo, o que
motivou o interesse no assunto não foram os textos de economistas, mas as enormes mudanças na própria
economia com o advento da Revolução Industrial.
O termo Contudo, em destaque no segundo parágrafo, tem valor
a) explicativo, e equivale a Pois.
b) conclusivo, e equivale a Então.
c) final, e equivale a Para tanto.
d) adversativo, e equivale a Porém.
e) conformativo, e equivale a Conforme.

67
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

65. (FCC / TRT 4ª REGIÃO / Analista / 2015)


-O rubor pode subir às faces de alguém que está sendo objeto da atenção de uma plateia, mesmo que esta
atenção seja motivada pelo elogio, pelo recebimento de um prêmio, portanto acompanhada de um juízo
positivo.
Outra redação para o segmento acima manterá o sentido e a correção se o elemento destacado, e apenas
ele, for substituído por:
a) conforme. b) ainda que. c) embora. d) conquanto que. e) sempre que..
66. (FCC / TRT MG / Analista Judiciário / 2016)
Abre parêntese: há momentos − felizmente raros − em que a história pessoal se impõe às percepções
conjunturais e o relato na primeira pessoa, embora singular, parcial, às vezes suspeito, sobrepõe-se à
narrativa impessoal, ampla, genérica. Fecha parêntese.
Sem que haja prejuízo do sentido e correção originais, a conjunção acima destacada pode ser substituída
por:
a) contudo. b) apesar de. c) quando. d) porque. e) já que..
67. (FCC / TRE RR / Analista Judiciário / 2016)
Mas vou parar, que não pretendi nesta crônica escrever um manual do perfeito candidato.
Identifica-se, no segmento sublinhado acima,
a) uma finalidade, que reafirma as intenções do autor, expostas no texto.
b) condição, pois o autor conclui não ter conseguido aconselhar o candidato.
c) noção de causa, que justifica a decisão tomada pelo autor.
d) a consequência de uma ação deliberada anteriormente
e) ressalva que restringe o sentido da afirmativa anterior..
68. (FCC / CNPQ / Administração / 2015)
Para responder a questão, considere o texto abaixo.
Na literatura internacional da Ciência Política, é hoje dominante o entendimento de que democracia é um
arcabouço institucional para a pacificação das lutas inerentes à conquista e ao exercício do poder, não um
padrão de sociedade fundado na igualdade socioeconômica substantiva. A democracia surge
historicamente em sociedades com profunda desigualdade, estratificadas, sendo muito mais causa que
consequência da redução das desigualdades sociais.
De fato, certa tensão entre os conceitos institucional e substantivo da democracia existe por toda parte,
mas articula-se de maneira específica no pensamento de cada país. Durante todo o século XX, a avaliação
de que democracia só é “autêntica" quando estreitamente associada a avanços no plano da igualdade foi
compartilhada por correntes ideológicas diversas.
Endossar o conceito analítico da democracia como um arcabouço político-institucional, a meu ver correto,
não significa que o corpo de hipóteses históricas e empíricas que explica a consolidação da democracia
como sistema em casos concretos possa passar ao largo das desigualdades sociais e dos obstáculos
culturais delas recorrentes.
Como processo histórico, a evolução da democracia representativa deve ser compreendida como
resultante de dois vetores. De um lado, a formação de uma autoridade central capaz de arbitrar disputas

68
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

de poder, inclusive mediante a elaboração de uma complexa aparelhagem eleitoral; de outro, o


crescimento econômico, com todas as implicações para a elevação do piso de bem-estar e
desconcentração das posições de privilégio, status. Num período dilatado de tempo, tal processo propicia
efetiva redistribuição de renda e riqueza, facilita o surgimento econômico e político de uma classe média e
torna mais provável o fortalecimento da “sociedade civil".
Desde a Segunda Grande Guerra, o principal determinante da estabilidade democrática foi o crescimento
econômico. Mesmo democracias que no início pareciam débeis foram se robustecendo à medida que
ascendiam a níveis mais altos de renda per capita, melhoravam seus níveis educacionais e conseguiam
atender as demandas básicas da população. Mas nada assegura que a configuração de fatores relevantes
para a estabilidade permanecerá a mesma até, digamos, a metade do presente século. Na América Latina,
o regime democrático sabidamente convive com níveis infamantes de desigualdade social, corrupção e
criminalidade, e se beneficia cada vez menos da força moderadora de valores e instituições “tradicionais".
Assim, até onde a vista alcança, a estabilidade e o vigor da democracia dependerão muito do desempenho
do sistema político e do aprimoramento moral da vida pública.
Considerando-se o contexto, mantêm-se as relações de sentido e a correção gramatical substituindo-se
a) Assim por “Não obstante” (4º parágrafo).
b) quando por “enquanto” (2º parágrafo).
c) Mesmo por “Mediante” (4º parágrafo).
d) à medida que por “desde que” (4º parágrafo).
e) tal por “qualquer” (3º parágrafo).
69. (FCC / Analista de Controle Externo / TCE-GO / 2014)
Entretanto, essa vegetação vem sofrendo com o avanço das monoculturas.
Mantendo-se a correção e a o sentido, a conjunção sublinhada acima NÃO pode ser substituída por:
a) No entanto b) Todavia c) Nada obstante d) Contudo e) Conquanto.
70. (FCC / TRF 4ª Região / Técnico / 2014)
Ler um livro é desinteressar-se a gente deste mundo comum e objetivo para viver noutro mundo. A janela
iluminada noite adentro isola o leitor da realidade da rua, que é o sumidouro da vida subjetiva. Árvores
ramalham. De vez em quando passam passos. Lá no alto estrelas teimosas namoram inutilmente a janela
iluminada. O homem, prisioneiro do círculo claro da lâmpada, apenas ligado a este mundo pela fatalidade
vegetativa do seu corpo, está suspenso no ponto ideal de uma outra dimensão, além do tempo e do espaço.
No tapete voador só há lugar para dois passageiros: Leitor e autor.
O leitor ingênuo é simplesmente ator. Quero dizer que, num folhetim ou num romance policial, procura o
reflexo dos seus sentimentos imediatos, identificando-se logo com o protagonista ou herói do romance.
Isto, aliás, se dá mais ou menos com qualquer leitor, iante de qualquer livro; de modo geral, nós nos lemos
através dos livros.
Mas no leitor ingênuo, essa lei dos reflexos toma a forma de um desinteresse pelo livro como obra de arte.
Pouco importa a impressão literária, o sabor do estilo, a voz do autor. Quer divertir-se, esquecer as
pequenas misérias da vida, vivendo outras vidas desencadeadas pelo bovarismo da leitura. E tem razão. Há
dentro dele uma floração de virtualidades recalcadas que, não encontrando desimpedido o caminho
estreito da ação, tentam fugir pela estrada larga do sonho.
Assim éramos nós então, por não sabermos ler nas entrelinhas. E daquela primeira fase de educação
sentimental, que parecia inevitável como as espinhas, passava quase sempre o

69
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

jovem monstro para uma crise de hipercrítica. Devido à necessidade de um restabelecimento de equilíbrio,
o excesso engendrava o excesso contrário. A pouco e pouco os românticos perdiam terreno em proveito dos
naturalistas. Dava-se uma verdadeira subversão de valores na escala da sensibilidade e a fantasia
comprazia-se em derrubar os antigos ídolos. Formava-se muitas vezes, coincidindo com manifestações
mórbidas que são do domínio da psicanálise, um pedantismo da clarividência, tão nocivo como a
intemperança imaginosa ou sentimental, e talvez mais ingênuo, pois refletia um ressentimento de
namorado ainda ferido nas suas primeiras ilusões.
O segmento que expressa causa está sublinhado em:
a) Há dentro dele uma floração de virtualidades recalcadas que, não encontrando desimpedido o
caminho... (3º parágrafo)
b) Dava-se uma verdadeira subversão de valores na escala da sensibilidade... (4º parágrafo)
c) ... éramos nós então, por não sabermos ler nas entrelinhas. (4º parágrafo)
d) E daquela primeira fase de educação sentimental ... passava quase sempre o jovem monstro... (4º
parágrafo)
e) Isto, aliás, se dá mais ou menos com qualquer leitor, diante de qualquer livro... (2º parágrafo).
71. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Analista Biblioteconomia / 2016)
Sem exceção, homens e mulheres de todas as idades, culturas e níveis de instrução têm emoções, cult ivam
passatempos que manipulam as emoções, atentam para as emoções dos outros, e em grande medida
governam suas vidas buscando uma emoção, a felicidade, e procurando evitar emoções desagradáveis. À
primeira vista, não existe nada caracteristicamente humano nas emoções, pois numerosas criaturas não
humanas têm emoções em abundância; entretanto, existe algo acentuadamente característico no modo
como as emoções vincularam-se a ideias, valores, princípios e juízos complexos que só os seres humanos
podem ter. De fato, a emoção humana é desencadeada até mesmo por uma música e por filmes banais
cujo poder não devemos subestimar.
Embora a composição e a dinâmica precisas das reações emocionais sejam moldadas em cada indivíduo
pelo meio e por um desenvolvimento único, há indícios de que a maioria das reações emocionais, se não
todas, resulta de longos ajustes evolutivos. As emoções são parte dos mecanismos biorreguladores com os
quais nascemos, visando à sobrevivência. Foi por isso que Darwin conseguiu catalogar as expressões
emocionais de tantas espécies e encontrar consistência nessas expressões, e é por isso que em diferentes
culturas as emoções são tão facilmente reconhecidas. É bem verdade que as expressões variam, assim
como varia a configuração exata dos estímulos que podem induzir uma emoção. Mas o que causa
admiração quando se observa o mundo do alto é a semelhança, e não a diferença. Aliás, é essa semelhança
que permite que a arte cruze fronteiras.
As emoções podem ser induzidas indiretamente, e o indutor pode bloquear o progresso de uma emoção
que já estava presente. O efeito purificador (catártico) que toda boa tragédia deve produzir, segundo
Aristóteles, tem por base a suspensão de um estado sistematicamente induzido de medo e compaixão.
Não precisamos ter consciência de uma emoção, com frequência não temos e somos incapazes de
controlar intencionalmente as emoções. Você pode perceber-se num estado de tristeza ou de felicidade e
ainda assim não ter ideia dos motivos responsáveis por esse estado específico. Uma investigação cuidadosa
pode revelar causas possíveis, porém frequentemente não se consegue ter certeza. O acionamento
inconsciente de emoções também explica por que não é fácil imitá-las voluntariamente. O sorriso nascido
de um prazer genuíno é produto de estruturas cerebrais localizadas em uma região profunda do tronco
cerebral. A imitação voluntária feita por quem não é um ator exímio é facilmente detectada como

70
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

fingimento – alguma coisa sempre falha, quer na configuração dos músculos faciais, quer no tom de voz.
(Adaptado de: DAMÁSIO, Antonio. O mistério da consciência. Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo, Cia das letras, 2015, 2.ed, p.
39-49)
No texto, identifica-se relação de causa e consequência, respectivamente, entre:
a) processos evolutivos de adaptação que remontam a épocas distantes e grande parte das reações
emocionais.
b) a suscitação de uma emoção imprevista e a estratégia por trás de uma obra de arte vulgar feita para
agradar o público em geral.
c) o fato de Darwin ter sido bem-sucedido ao catalogar as expressões emocionais de diversas espécies e a
existência de emoções inerentes à regulação dos organismos.
d) nossa incapacidade de dissimular as emoções e o fato de que não precisamos ter consciência de uma
emoção para que ela aconteça.
e) a capacidade da arte de cruzar fronteiras culturais e o fato das reações emocionais serem moldadas por
uma composição complexa única e exclusiva a cada indivíduo.
72. (FCC / Auditor / SEFAZ-PE / 2014)
Não há hoje no mundo, em qualquer domínio de atividade artística, um artista cuja arte contenha maior
universalidade que a de Charles Chaplin. A razão vem de que o tipo de Carlito é uma dessas criações que,
salvo idiossincrasias muito raras, interessam e agradam a toda a gente. Como os heróis das lendas
populares ou as personagens das velhas farsas de mamulengos.
Carlito é popular no sentido mais alto da palavra. Não saiu completo e definitivo da cabeça de Chaplin: foi
uma criação em que o artista procedeu por uma sucessão de tentativas erradas.
Chaplin observava sobre o público o efeito de cada detalhe.
Um dos traços mais característicos da pessoa física de Carlito foi achado casual. Chaplin certa vez lembrou -
se de arremedar a marcha desgovernada de um tabético. O público riu: estava fixado o andar habitual de
Carlito.
O vestuário da personagem - fraquezinho humorístico, calças lambazonas, botinas escarrapachadas,
cartolinha - também se fixou pelo consenso do público.
Certa vez que Carlito trocou por outras as botinas escarrapachadas e a clássica cartolinha, o público não
achou graça: estava desapontado. Chaplin eliminou imediatamente a variante. Sentiu com o público que
ela destruía a unidade física do tipo. Podia ser jocosa também, mas não era mais Carlito.
Note-se que essa indumentária, que vem dos primeiros filmes do artista, não contém nada de
especialmente extravagante. Agrada por não sei quê de elegante que há no seu ridículo de miséria. Pode-
se dizer que Carlito possui o dandismo do grotesco.
Não será exagero afirmar que toda a humanidade viva colaborou nas salas de cinema para a realização da
personagem de Carlito, como ela aparece nessas estupendas obras-primas de humor que são O garoto, Em
busca do ouro e O circo.
Isto por si só atestaria em Chaplin um extraordinário discernimento psicológico. Não obstante, se não
houvesse nele profundidade de pensamento, lirismo, ternura, seria levado por esse processo de criação à
vulgaridade dos artistas medíocres que condescendem com o fácil gosto do público.
Aqui é que começa a genialidade de Chaplin. Descendo até o público, não só não se vulgarizou, mas ao

71
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

contrário ganhou maior força de emoção e de poesia. A sua originalidade extremou-se. Ele soube isolar em
seus dados pessoais, em sua inteligência e em sua sensibilidade de exceção, os elementos de irredutível
humanidade. Como se diz em linguagem matemática, pôs em evidência o fator comum de todas as
expressões humanas.
No contexto, observa-se relação de causa e efeito entre estes dois segmentos:
a) Carlito é popular / no sentido mais alto da palavra
b) Chaplin observava sobre o público o efeito de cada detalhe / O público riu
c) o público não achou graça / Chaplin eliminou imediatamente a variante
d) Podia ser jocosa também / mas não era mais Carlito
e) Descendo até o público / A sua originalidade extremou-se.
73. (FCC / TRT 13ª Região / Técnico / 2016)
Verifica-se relação de causa e consequência, respectivamente, entre as orações que se encontram em:
a) Nossos contemporâneos vivem sem esse futuro, de modo que estamos mais descuidados, ignorantes e
negligentes...
b) As redes sociais eram atividades de difícil implementação entre as comunidades do passado. De algum
modo, elas continuam assim dentro do mundo off-line.
c) Ainda que a proclamação do “fim da história” de Francis Fukuyama não faça sentido, podemos falar
legitimamente do “fim do futuro”.
d) A meu ver, os otimistas acreditam que este mundo é o melhor possível...
e) Se Marx e Engels escrevessem o Manifesto Comunista hoje, teriam de substituir a célebre frase inicial...
74. (FCC / TRT 16ª REGIÃO / Oficial de Justiça / 2014)
...Mais de 1 bilhão de humanos ainda sofrem, em pleno século 21, com doenças cujo controle é não só
possível, mas também relativamente barato - eis um fato que depõe contra o atual estágio de nossa
organização global.
Na frase acima, a correlação estabelecida por não só... mas também pode ser igualmente estabelecida por
"tanto ... quanto também"..
75. (FCC / TRT 16ª REGIÃO / Técnico / 2014)
... Identifica-se relação de causa e consequência, nessa ordem, na frase que se encontra em:
a) A relação entre povo e futebol tem sido tão profunda e produtiva por aqui, que muitos brasileiros se
esquecem de que o futebol foi inventado na Inglaterra...
b) Embora tivesse a chancela colonial de tudo o que vinha de fora, o futebol sofreu muitos ataques em
nome de um nacionalismo...
c) ... pensam que ele é, como o samba e a feijoada, um produto brasileiro.
d) ... sendo rebatizado no Brasil como “futebol”, virou uma paixão nacional...
e) Como prova do imprevisível destino das coisas sociais, o futebol não veio confirmar a dominação
colonial.

72
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

76. (FCC / TRT 2ª REGIÃO / Técnico / 2016)


Ainda que já tivesse uma carreira solo de sucesso [...], sentiu que era a hora de formar seu próprio grupo.
Outra redação para a frase acima, iniciada por "Já tinha uma carreira..." e fiel ao sentido original, deve
gerar o seguinte elo entre as orações:
a) de maneira que. b) por isso. c) mas. d) embora. e) desde que.
77. (FCC / SABESP / 2014)
- Segundo ele, a mudança climática contribuiu para a ruína dessa sociedade, uma vez que eles dependiam
muito dos reservatórios que eram preenchidos pela chuva.
A locução conjuntiva grifada na frase acima pode ser corretamente substituída pela conjunção:
a) quando. b) porquanto. c) conquanto. d) todavia. e) contanto.
78. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Oficial de Justiça / 2014)
Reunir-se para ouvir alguém ler tornou-se uma prática necessária e comum no mundo laico da Idade
Média. Até a invenção da imprensa, a alfabetização era rara e os livros, propriedade dos ricos, privilégio de
um pequeno punhado de leitores.
Embora alguns desses senhores afortunados ocasionalmente emprestassem seus livros, eles o faziam para
um número limitado de pessoas da própria classe ou família.
Mantêm-se a correção e as relações de sentido estabelecidas no texto, substituindo-se Embora (2o
parágrafo) por;
a) Contudo. b) Desde que. c) Porquanto. d) Uma vez que e) Conquanto..
79. (FCC / TRF 3ª REGIÃO / Técnico / 2014)
Seus subordinados, contudo, cumpriram fielmente a ordem de não soltá-lo até que estivessem longe da
zona de perigo.
Sem prejuízo para o sentido original e a correção gramatical, o elemento grifado acima pode ser Comentado [UDU2]: Destacar o elemento!!
substituído por:
a) embora. b) entretanto. c) portanto. d) onde. e) por isso.
80. (FCC / TRT 15ª Região / Oficial de Justiça / 2013)
Reciclar os dejetos oriundos das criações animais e dos refugos das plantações deve ser encarado não
como custo ou gasto “a mais”, mas sim como uma excelente oportunidade de gerar toda ou parte da
energia necessária para executar as atividades econômicas (...)
Os termos em negrito podem ser substituídos, sem prejuízo do sentido e da correção, respectivamente,
por:
a) e - porém - a fim de
b) mas - todavia - a fim de
c) mas - porém - afim de
d) e - entretanto - afim de
e) porém - entretanto - a fim de.

73
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

81. (FCC / TRT 2ª REGIÃO / Analista Judiciário / 2014)

Análise da correlação entre frases do texto evidencia que,


a) (linhas 23 a 25) em ao passo que, uma vez livres, cada um no seu próprio interesse colaborava [...] para o
triunfo do empreendimento coletivo, a locução destacada equivale a "enquanto", exprimindo oposição.
b) (linhas 30 a 32) em as forças armadas de um país não eram compostas de mercenários, nem combatiam
por um príncipe, a inserção da conjunção "e" antes da conjunção destacada determinaria que as ideias
expostas tivessem o mesmo peso na argumentação, o que não ocorre com a formulação original.
c) (linha 32 e 33) em mas eram formadas de homens livres e iguais, a conjunção destacada tem valor
consecutivo.
d) (linhas 20 e 21) em livres, porém, da tirania, sua superioridade foi manifesta, o deslocamento da
conjunção para o início da frase altera significativamente o sentido original.
e) (linhas 22 e 23) em pois labutavam para um senhor, a conjunção equivale a "quando".

74
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos


Aula 02
931424

GABARITO

1. LETRA A 30. LETRA A 59. LETRA B


2. LETRA E 31. LETRA E 60. LETRA C
3. LETRA C 32. I LETRA A 61. LETRA C
4. LETRA D 33. LETRA C 62. LETRA B
5. LETRA C 34. LETRA E 63. LETRA C
6. LETRA E 35. LETRA B 64. LETRA D
7. CORRETA 36. LETRA E 65. LETRA B
8. cLETRA A 37. LETRA C 66. LETRA B
9. CORRETA 38. LETRA A 67. LETRA C
10. LETRA D 39. LETRA D 68. LETRA B
11. LETRA D 40. INCORRETA 69. LETRA E
12. LETRA B 41. LETRA B 70. LETRA C
13. LETRA D 42. LETRA D 71. LETRA A
14. CORRETA 43. LETRA C 72. LETRA C
15. LETRA D 44. LETRA C 73. LETRA A
16. CORRETA 45. INCORRETA 74. CORRETA
17. LETRA E 46. LETRA B 75. LETRA A
18. LETRA D 47. LETRA C 76. LETRA C
19. LETRA C 48. LETRA A 77. LETRA B
20. LETRA A 49. LETRA B 78. LETRA E
21. CORRETA 50. INCORRETA 79. LETRA B
22. CORRETA 51. INCORRETA 80. LETRA A
23. LETRA C 52. LETRA D 81. LETRA A
24. INCORRETA 53. LETRA A
25. LETRA E 54. LETRA C
26. LETRA D 55. LETRA D
27. LLETRA D 56. LETRA A
28. LETRA D 57. LETRA E
29. LETRA B 58. LETRA A

75
75

Português p/ TRT 5º Região (Com videoaulas) - 2020 - Profª Adriana Figueiredo


www.estrategiaconcursos.com.br

06786471510 - Samuel Santos