Você está na página 1de 1

TROVADORISMO

EXEMPLOS DE CANTIGAS TROVADORESCAS

Você me proibiu, senhora, Ai ondas do mar de Vigo, Uma dona, não vou dizer qual,
de que lhe dissesse qualquer coisa se vistes o meu amigo teve um forte agouro,
sobre o quanto morro por sua causa. dizei-me: voltará cedo? pelas oitavas de Natal:
Mas então me diga, saía de casa para ir à missa,
Por Deus, Senhora: a quem falarei Ondas do mar levantado mas ouviu um corvo carniceiro
o quanto sofro e já sofri por você se vistes o meu amado, e não quis mais sair de casa.
senão a você mesma? dizei-me: voltará cedo?
A dona, de um coração muito bom,
Ou a quem direi o meu amor Se vistes o meu amigo, ia à missa
Se eu não o disser a você? aquele por quem suspiro para ouvir seu sermão,
Calar -me não é o que quero dizei-me: voltará cedo? mas veja o que a impediu:
Mas dizê -lo também não adianta. ouviu um corvo sobre si
Sofro tanto de amor por você. Se vistes o meu amado, e não quis mais sair de casa.
Se eu não lhe falar sobre isso que me pôs neste cuidado A dona disse: - E agora?
Como saberá o que sinto? dizei-me: voltará cedo? O padre já está pronto
e irá maldizer-me
Ou a quem direi o sofrimento que me se não me vir na igreja.
faz sofrer, Foguete E disse o corvo: - Quá a cá
se eu não for dizê -lo a você? e ela não quis mais sair de casa.
Diga -me: o que faço? (Roque Ferreira)
E, assim, se Deus lhe perdoa, (Martim Codax) Nunca vi tais agouros,
coita do meu coração, a quem direi o desde o dia em que nasci,
Tantas vezes eu soltei foguete
meu amor? Imaginando que você já vinhacomo o que ocorreu neste ano por
aqui:
Ficava cá no meu canto calada
(D. Dinis) Ouvindo a barulheira ela quis tentar partir,
Que a saudade tinha mas ouviu um corvo sobre si
e nãoneto
É como diz joão cabral de mello quis mais sair de casa.
Foi um dia Lopo jogral Um galo sozinho não tece uma manhã
Cantar na casa de um fidalgo Senti na pele a mão do teu afeto
E deu-lhe este em pagamento Quando escutei o canto de acauã
Três coices na garganta, A brisa veio feito cana mole
E até foi moderado, a meu ver, Doce, me roubou um beijo
Pelo jeito como ele canta. Flor de querer bem
Tanta lembrança este carinho trouxe
E tratou-o com moderação Um beijo vale pelo que contém
Ao dar-lhe tão poucos coices,
Pois não deu a Lopo então Tantas vezes eu soltei foguete
Mais de três em sua garganta Imaginando que você já vinha
E mais merecia o jogralão, Ficava cá no meu canto calada
Pelo jeito como ele canta. Ouvindo a barulheira
Que a saudade tinha
(Joan Airas de Santiago)

Você também pode gostar