Você está na página 1de 1

NOTAS OBRIGATÓRIAS

1. O inversor será instalado em local de fácil acesso na parede da cabine de geração;


2. Somente deverá injetar energia na rede elétrica após a instalação do medidor bidirecional por parte da Energisa;
3. O padrão de entrada de energia está em condições técnicas e de conservação próprias para a instalação do medidor de energia;
4. As instalações serão executadas de acordo com a NBR-5410 e 14039 da ABNT;
5. Todos os disjuntores serão certificados pelo INMETRO;
6. A placa de advertência deverá ser confeccionada em PVC/acrílico com espessura mínima de 1mm;
7. O sistema de Aterramento do Sistema Solar Fotovoltaico será conectado no sistema de aterramento existente na U.C

PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS:


1. Em condições de Manutenção, conforme a norma NR10, devem ser adotados os recursos de:
a) "IMPEDIMENTO DE REENERGIZAÇÃO";
b) "ATERRAMENTO TEMPORÁRIO".
2. O "IMPEDIMENTO DE REENERGIZAÇÃO" deverá ser feito através do BLOQUEIO KIRK (específico para "IMPEDIMENTO
DE REENERGIZAÇÃO") acessório que está presente na chaves seccionadora.
3. O "ATERRAMENTO TEMPORÁRIO" deverá ser feito nos pontos indicados no projeto (Diagrama Unifilar) . Executa-se o
"ATERRAMENTO TEMPORÁRIO" através das lâminas de terra da respectiva seccionadora, no instante em que a chave
seccionadora é aberta, as lâminas de terra deverão ser fechadas através do segundo punho de manobra presente no frontal do
cubículo, quando este punho de manobra é acionado as lâminas são conectadas à barra de terra, este acessório faz parte da
chave seccionadora. OBSERVAÇÃO: O executante da manutenção NÃO deve entrar na cabina para executar este serviço, deve
PADRÃO DE ENTRADA observar as distâncias de segurança estabelecidas pela Norma, Não deve em hipotese alguma manobrar as chaves
seccionadoras com carga.
FABIO LUIZ GARCIA 4. SEQÜÊNCIA OBRIGATÓRIA dos procedimentos a serem executados para a Manutenção:
a) Identificar o local e equipamentos que compreendem a manutenção com placa de advertência;
026.927.691-20 b) Desligar a seccionadora de média tensão;
c) Desenergizar o painel ou circuito correspondente à manutenção;
U.C 6/3086419-1
d) Verificar a ausência de tensão nos circuitos onde será executada a manutenção;
220/127V e) Adoção do recurso de "IMPEDIMENTO DE REENERGIZAÇÃO";
M.I.: Micro Inversor QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO
Painéis fotovoltaicos M FONTE f) Adoção do recurso de "ATERRAMENTO TEMPORÁRIO";
Fabricante: AP Systems g) Verificar se a lâmina de terra da seccionadora de média tensão está conectada à barra de terra. "
Fabricante: CANADIAN SOLAR h) A manutenção pode ser executada.
Modelo: CS3W-430P Modelo: QS1- BR 3#16mm² - XLPE Disjuntor de BT
100A - 10kA Medidor Bidirecional Cabo 3#2CAA 5. Ao final dos serviços da manutenção, desfazer os procedimentos do item anterior, na ordem inversa em que foram
0,6/1kV 90ºC executados.
Potencia Nominal: 1200W

50 A
Potência nominal: 430Wp Ø=40mm 2x1x35+35mm²
6. Para a verificação da ausência de tensão usar ferramentas adequadas para a média tensão. Estas ferramentas não são
Quantidade total: 20 Frequência: 60Hz fornecidas juntamente com o painel.
Potência total: 8,6 kWp Quantidade Micro Inversor: 05
BREVE DESCRITIVO DO EMPREENDIMENTO

DPS CA
TIPO II
O projeto prevê a Instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica conectado ao sistema de distribuição de MT da Energisa para

50 A
acesso a microgeração distribuída, com potência instalada de 7,2 kW através da interface com o com a rede de baixa tensão da
QUADRO CA UFV distribuidora Energisa/MT e adesão ao sistema de compensação de energia.
O empreendimento é composto por 6 micro inversores CC/CA fabricante APsystems QS1- BR policristalino.
Cada micro inversor será alimentado por 4 módulos fotovoltaicos da fabricante CANADIAN SOLAR modelo CS3U-410P
Disjuntor de BT Disjuntor de BT Todos micro inversores serão alocados no telhado, juntamento com os módulos da Unidade Consumidora. O Sistema de aterramento será
2#2,5mm² - XLPE 16A - 10kA 50A - 10kA #6mm² - XLPE através do esquema TN - S (NBR 5410) e conectado ao sistema de aterramento existente da Unidade Consumidora.
0,6/1kV 90ºC 0,6/1kV 90ºC
2#2,5mm²
04 1kV 90°C
LEGENDA E ESPECIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

175 - VCA - 45 kA
M.I.01 M.I.02 M.I.03

DPS CA
TIPO II
PLACA SOLAR 435 W PROTEÇÃO INTERNA
CANADIAN SOLAR 435W - CS3W-435P 13
Relé de proteção anti-ilhamento.
25 Relé de verificação de Sincronismo ou Sincronização.
DISJUNTOR MONOPOLAR Relé de subtensão e Relé de sobretensão.
81 Relé de frequência (sub e sobre).
DISJUNTOR BIPOLAR

+- CIRCUITO ELÉTRICO DE CORRENTE CONTÍNUA


DPS CA
Disjuntor de BT CONTENDO POLO POSITIVO (+) E POLO
NEGATIVO (-) E TERRA
2# 2,5mm² - XLPE 16A - 10kA
0,6/1kV 90ºC
CA
MICRO INVERSOR CC/CA
CC
APsystems QS1- BR

DPS CC

2#2,5mm² Interligar a Malha de Terra - Cabo


1kV 90°C de Cobre nú 16mm²
M.I.05 M.I.06

2#2,5mm² - XLPE
0,6/1kV 90ºC DADOS DO PROJETO:

Endereço: RUA DO ARCO IRIS CAVALHADA 51 CÁCERES MT


Interligar a Malha de Terra - Cabo
de Cobre nú 16mm² Cidade / Setor: Caceres – MT
Proprietário: FABIO LUIZ GARCIA - UC 6/3086419-1
s
Autor do Projeto: GEAN VIEIRA DA SILVA
L
Resp. Técnico: GEAN VIEIRA DA SILVA
O
Coordenadas Geográficas (UTM):
N X: Y:

Ass:
Resp. Técnico: GEAN VIEIRA DA SILVA
Nº Crea: MT040673

VISTORIADO E APROVADO POR:


APROVADO POR:

DATA _____ / _____ / _____

Nº DO PROJETO ELÉTRICO (P E):

ANALISADO POR:

O acessante deve solicitar a vistoria à distribuidora acessada em até 120 (cento e vinte) dias após a
emissão do parecer de acesso. A inobservância do prazo estabelecido acima implica na perda das
condições de conexão estabelecidas no parecer de acesso, exceto se um novo prazo for pactuado
entre as partes.

PROJETO DE SISTEMA SOLAR FOTOVOLTAICO

02/02
Diagrama Unifilar Geral;
- Sistema de Aterramento.
DIAGRAMA UNIFILAR GERAL -

SEM ESCALA Projetista:


Eng. GEAN VIEIRA
Data Completa: Escala:
Sem Escala
NOV/2020

Você também pode gostar