Você está na página 1de 7

pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

CADERNO

172 . 1 . 394
227
CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS
DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TAIOBEIRAS – MG
EDITAL 1/2019
Médico Veterinário

ORIENTAÇÕES
01 - Este caderno contém questões do tipo múltipla escolha.
02 - Verifique se o caderno contém falhas: folhas em branco, má impressão, páginas trocadas, numeração errada,
etc. Encontrando falhas, levante a mão. O Fiscal o atenderá e trocará o seu caderno.
03 - Não marque mais de uma resposta para a mesma questão, nem deixe nenhuma delas sem resposta. Se isso
acontecer, a resposta não será computada.
04 - Para marcar as respostas, use preferencialmente caneta esferográfica com tinta azul ou preta. NÃO utilize
caneta com tinta vermelha. Assinale a resposta certa, preenchendo toda a área da bolinha.
05 - Tenha cuidado na marcação da Folha de Respostas, pois ela não será substituída em hipótese alguma.
06 - Confira e assine a Folha de Respostas, antes de entregá-la ao Fiscal. NA FALTA DA ASSINATURA, A SUA
PROVA SERÁ ANULADA.
07 - Não se esqueça de assinar a Lista de Presenças.
08 Após UMA HORA, a partir do início das provas, você poderá retirar-se da sala, SEM levar este caderno.
09 - Após DUAS HORAS, a partir do início das provas, você poderá retirar-se da sala, levando este caderno.
DURAÇÃO DESTAS PROVAS: TRÊS HORAS
OBS.: Candidatos com cabelos longos deverão deixar as orelhas totalmente descobertas durante a realização das
provas. É proibido o uso de boné.

NOME:

Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA


pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS


Questões numeradas de 01 a 10

QUESTÃO 01
No Decreto n.º 9.013/2017, que dispõe sobre a inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal, são
adotados os seguintes conceitos, dos quais o CORRETO é:
A) Animais silvestres – pertencentes às espécies da fauna silvestre, nativa, migratória e quaisquer outras terrestres
cujo ciclo de vida ocorra, no todo ou em parte, dentro dos limites do território brasileiro, não das águas
jurisdicionais brasileiras.
B) Boas práticas de fabricação (BPF) – condições e procedimentos higiênico-sanitários e operacionais
sistematizados aplicados em parte do fluxo de produção, com o objetivo de garantir a inocuidade, a identidade, a
qualidade e a integridade dos produtos de origem animal.
C) Análise pericial – análise laboratorial realizada a partir da amostra oficial de contraprova, quando o resultado da
amostra da análise fiscal for contestado por uma das partes envolvidas, para assegurar amplo direito de defesa
ao interessado, quando pertinente.
D) Sanitização – aplicação de agentes químicos aprovados pelo órgão regulador da saúde ou de métodos físicos
nas superfícies das instalações, dos equipamentos e dos utensílios, anteriormente aos procedimentos de limpeza,
com vistas a assegurar nível de higiene microbiologicamente aceitável.
E) Padrão de identidade – conjunto de parâmetros que permite identificar um produto de origem animal quanto à sua
natureza, à sua característica sensorial, à sua composição, ao seu tipo de processamento e ao seu modo de
apresentação, a ser fixado para o mercado consumidor.
QUESTÃO 02
No Decreto n.º 9.013/2017, que dispõe sobre a inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal, sobre
os estabelecimentos de ovos e derivados, pode-se afirmar:
A) A unidade de beneficiamento de ovos e derivados não pode ser dispensada da exigência de instalações para a
industrialização de ovos, caso se destine, exclusivamente, à expedição de ovos.
B) À granja avícola não é permitida a comercialização de ovos para a unidade de beneficiamento de ovos e
derivados.
C) Unidade de beneficiamento de ovos e derivados é o estabelecimento destinado apenas à recepção, à
industrialização, ao acondicionamento, à rotulagem, à armazenagem e à expedição de ovos ou de seus
derivados.
D) Mesmo no caso de a unidade de beneficiamento de ovos e derivados destinar-se, exclusivamente, à expedição
de ovos, ela não pode ser dispensada da exigência de instalações para a industrialização de ovos.
E) Granja avícola é o estabelecimento destinado à produção, à ovoscopia, à classificação, ao acondicionamento, à
rotulagem, à armazenagem e à expedição de ovos oriundos, exclusivamente, de produção própria destinada à
comercialização direta.
QUESTÃO 03
Quanto à importância do queijo e suas definições, pode-se afirmar estar CORRETA a alternativa:
A) O queijo obtém-se a partir de leite inteiro e servem também para a sua elaboração o leite desnatado e o soro da
manteiga, mas não a mistura desses líquidos.
B) O queijo é uma mistura de princípios nitrogenados (proteínas), gorduras e outros componentes lácteos que se
separa do soro por procedimentos adequados. Favorecem essa separação as enzimas, a acidificação e o calor.
C) A sua mistura é modelada, salgada e prensada, a qual se adicionam culturas de bactérias e fungos e,
ocasionalmente, especiarias e princípios nutritivos estranhos ao leite. O queijo pode ser consumido fresco ou em
algumas poucas fases de maturação.
D) As conservações são baseadas, geralmente, em processos microbiológicos que dão lugar a uma divisão, mais ou
menos intensa dos princípios, os quais diminuem a digestão e proporcionam poucas trocas de sabor.
E) O queijo é um alimento comum e de pouco valor para o homem, mas a produção queijeira oferece a
possibilidade de melhorar as proteínas do leite desnatado, transformando-as em um produto de interesse
comercial.
QUESTÃO 04
Considerando os sistemas de pasteurização do leite, é CORRETO afirmar:
A) Pasteurização rápida dá-se com temperatura entre 60ºC e 65ºC, duração de 8 a 40 segundos, o que gera efeito
germicida de 99%.
B) Pasteurização alta dá-se com temperatura de 85ºC, duração de 15 a 20 segundos, o que gera efeito germicida de
99 %.
C) Pasteurização baixa ou lenta dá-se com temperatura entre 62ºC e 65ºC, duração de 30 minutos, o que gera efeito
germicida de 95%.
D) Ultrapasteurização dá-se com temperatura entre 125ºC e 140ºC, duração de 5 a 10 segundos, o que gera efeito
germicida de 99,9% a 100%.
E) Esterilização dá-se com temperatura entre 110ºC e 115ºC, duração de 10 a 15 minutos, o que gera efeito
germicida de 100%.

2
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

QUESTÃO 05
Em relação à estrutura epidemiológica, pode-se afirmar:
A) Um perfeito equilíbrio no ecossistema, embora custe a eliminação de indivíduos como resultado das interações
naturais, propicia, em compensação, que os interagentes se mantenham saudáveis, numericamente equilibrados,
tendam à extinção e busquem a erradicação um dos outros.
B) Num ecossistema desequilibrado, os elementos físicos, de cuja associação é gerado o meio ambiente propício à
vida, mantêm-se a salvo da espoliação e da destruição. Como elemento ao mesmo tempo formador e beneficiário
do ecossistema, cada indivíduo, isolado ou em grupo, é capaz de prover sua subsistência e sua defesa contra a
deterioração e a eliminação física.
C) Um ecossistema perfeitamente equilibrado só existe teoricamente. Sua praticabilidade no mundo das realidades
factuais não é conseguida. A ação de viver é espoliativa. Existem desequilíbrios provocados por adaptações
sistêmicas mal realizadas entre as espécies em associação, desiquilíbrios advindos da destruição do habitat
abiótico e da introdução de fatores novos indesejáveis.
D) No ecossistema concreto, dentro do qual uma multiplicidade de espécies vive, sobrevive e interage, a lei
fundamental pode ser assim traduzida: qualquer evento que modifique qualitativa ou quantitativamente, seja por
aumento, diminuição, supressão, troca, inclusão, modifica forçosamente as relações até então vigentes, em busca
de outro equilíbrio, que poderá ou não ser melhor.
E) Um ecossistema completo envolve seres vivos e seres inanimados em interação sistêmica. Um ecossistema que
inclui o homem também inclui, não necessariamente, suas relações específicas com outros seres vivos animais e
vegetais, as relações desses entre si e as relações de todos eles com o substrato inanimado, formador do
ambiente, no seio do qual se processa a vida e suas interações.
QUESTÃO 06
Em relação a eventos epidemiológicos, pode-se afirmar:
A) Dá-se o nome de epidemia a toda flutuação que exceda significativamente os valores normais de incidência de
doença, sem referência a uma série de casos ocorridos nos anos anteriores.
B) O surgimento de casos isolados de doenças, sem foco conhecido na região, não deve sempre ser atribuído ao
fato de serem as pessoas afetadas imigrantes.
C) Os migrantes podem veicular doenças de regiões epidêmicas para regiões indenes, mas não adquirir agentes
etiológicos típicos (para os quais a população autóctone já é resistente) do novo local de domicílio.
D) A caracterização de eventos epidemiológicos, na categoria de eventos isolados, não leva ao afastamento de
hipóteses referentes a possíveis epidemias ou à presença de focos na área onde se deu a ocorrência.
E) Quando a epidemia atinge vários países ou continentes, dá se o nome de pandemia e o surto epidêmico (ou
surto, simplesmente) é uma epidemia restrita a um espaço delimitado (colégio, quartel, bairro).
QUESTÃO 07
Em se tratando da brucelose, é CORRETO afirmar:
A) Os diferentes animais de um rebanho manifestam semelhantes graus de suscetibilidade à infecção,
independentemente da idade e do sexo. Bezerros, até os 6 meses de idade, são pouco suscetíveis à infecção e,
quando ela ocorre, é de forma temporária.
B) Novilhas são a categoria mais suscetível à infecção, principalmente quando estão prenhes. Nesse caso, a
infecção é comum e o aborto é frequente.
C) Na placenta das vacas, há grande quatidade de eritrol (hidrato de carbono), mas isso não explica, unicamente, a
grande quantidade de Brucelas no tecido uterino e a sua predileção por ele.
D) Além da idade e sexo, tem que se levar em conta a suscetibilidade individual. Mesmo sendo a categoria mais
suscetível, há vacas que nunca se infectam ou, se infectadas, essa infecção é temporária.
E) O homem é suscetível à infecção por B. Melitensis e não foram comprovados casos de B. Ovis, B. Suis, B.
Abortus, B. Canis e nem B. Neotomae. A mais patógena e invasora é a B. Melitensis.
QUESTÃO 08
Considerando a leptospirose, marque a alternativa CORRETA.
A) A leptospirose é comum em roedores, em mamíferos silvestres e em animais domésticos. Cada sorotipo tem
seu(s) hóspede(s), animal(is) predileto(s), mas cada espécie animal pode albergar um ou mais sorotipos.
B) O homem é suscetível a vários sorotipos, o período de incubação é de 1 a 2 dias, mas ele pode durar semanas. A
enfermidade caracteriza-se por fase de septicemia, de 7 a 10 dias, e leptospirúria, que varia em até meses.
C) Nos bovinos das Américas, os sorotipos predominantes são: L. Pomona, L. Hardjo e L. Grippotyphosa. Outros
sorotipos não são encontrados.
D) Nos homens, o diagnóstico dá-se por isolamento do agente etiológico no sangue, durante as duas primeiras
semanas da enfermidade; posteriormente, na urina, por cultivo direto ou inoculação em hamsters jovens.
E) Como medidas de controle, são suficientes: higiene pessoal, roupas protetoras em áreas rurais, construções à
prova de roedores e vacinação em grupos de risco.

3
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

QUESTÃO 09
Quanto à carne disponível para o consumo humano, é CORRETO afirmar:
A) O julgamento e o conhecimento do normal estado da carne dos animais de abate dependem da espécie animal,
raça, sexo, alimentação e idade do indivíduo em questão. A participação dos diferentes grupos musculares, entre
outros fatores, interfere muito pouco na análise.
B) A cor e o sabor da carne são peculiares de cada espécie e dependem da idade e sexo dos animais, assim como
o grau de maturação dos canais e a alimentação das reses. Segundo os estudos de Horstein e Crowie (1963), as
substâncias aromáticas encontram-se, preferentemente, na fração gordurosa.
C) O veterinário dedicado à inspeção deve apenas conhecer as enfermidades animais, no transcurso do exame,
para identificar qualquer anomalia que não seja causada por vírus, bactérias nem parasitos, incluindo defeitos que
reduzem valor nutritivo, sabor e outras propriedades.
D) A cor é considerada uma das características de qualidade da carne, ainda que as diferentes classes da carne se
encontrem relacionadas a quantias mais ou menos acentuadas a outras. Fixação de água, faculdade de reter
suco, sabor, consistência, entre outras, são pouco importantes.
E) A carne, no sentido da lei de inspeção de carnes, são as partes dos animais de sangue quente que servem para
consumo humano, incluindo, portanto, apenas os músculos esqueléticos, o tecido conjuntivo e os tecidos
gordurosos.
QUESTÃO 10
Em relação aos aspectos sanitários da água, pode-se afirmar estar CORRETA a alternativa:
A) Os teores de impurezas na água devem ser limitados até um nível não prejudicial à saúde do homem,
estabelecido pelos órgãos de saúde pública como “padrões de potabilidade” devido a não se encontrar na
natureza água totalmente pura.
B) Através da água, muitas doenças são transmitidas (veiculação hídrica), pois ela é meio de transporte secundário
de agentes patogênicos eliminados pelo homem através de dejetos, poluentes químicos e radioativos presentes
nos esgotos.
C) Entre as impurezas biológicas presentes na água (bactérias, vírus, protozoários e vermes), geralmente originárias
de dejetos humanos, os coliformes são os que permitem uma análise mais concreta da presença de fezes na
água de consumo.
D) As doenças transmitidas ao homem pelo contato com a pele ou pelas mucosas são: esquitossomose, infecções
de olhos, ouvidos, nariz e garganta, doenças de pele, enteroinfecções e hepatite infecciosa.
E) As impurezas encontradas na água são de ordem física, química ou biológica, mas a dureza da água revela uma
impureza de ordem física.

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA


Questões numeradas de 11 a 20
INSTRUÇÃO: Leia, com atenção, o texto a seguir para responder às questões que a ele se referem.

Texto 01
O tempo é a vida
1 Tenho ouvido muito as pessoas se queixarem do tempo. Dizem que o tempo passa rápido, ou devagar
demais, que o tempo de ser feliz já passou ou não chega nunca. É comum dizerem que “estão perdendo tempo” e
que isso não pode ocorrer, seja porque “tempo é dinheiro”, seja porque uma hora a grande ficha cairá com a
percepção de que se “era feliz e não sabia”. Estão “correndo contra o tempo” ou “aproveitando o tempo que ainda
5 têm”. Isso em nada diz do tempo, mas da relação que estabelecemos com ele. São frases prontas para produzir
angústia, ansiedade, culpa e tristeza. Como se pudéssemos e devêssemos controlar o tempo. Nessas relações
equivocadas com o tempo, a gente o chama para uma competição. Nem preciso contar para vocês quem perde com
issoR O tempo, senhor do universo – na mitologia grega, Cronos era o líder dos titãs – não perde nunca. E aí mais
armadilhas à vista. A tristeza pelo que já passou nos conecta com o tempo do passado. A ansiedade pelo que está
10 por vir nos conecta com o tempo do futuro. Ambas as situações nos tiram da única conexão real com o tempo, a
única que ele respeita: a presença.
Só no presente posso me relacionar com o tempo sem precisar correr ou lamentar. Fluindo com o tempo,
aproveito as possibilidades que a vida me apresenta agora. De modo gentil e leve, posso aprender as lições que
preciso sem culpa ou dor. Fluir no tempo, aceitar sua enormidade e minha submissão nessa relação, abre espaço
15 para a autonomia real (não aquela fantasia de controle). Isso é muito claro quando olhamos para as crianças, e para
o não lugar que o mundo de hoje oferece para a infância. As crianças sabem que o tempo está aí para que
possamos dançar com ele. E dança implica movimento com tônus, equilíbrio, abertura, desejo e presença, e elas são
absolutamente presentificadas. As crianças se encontram no tempo consigo mesmas a partir dos jogos e das
brincadeiras, mas também a partir do maravilhoso “não fazer nada” (que virou “ócio criativo” para ser admitido na
20 vida adulta-capital). Mas os adultos são cruéis na demolição do projeto educacional, e propõem que as crianças
sejam o que elas ainda não são. Solicitam que elas deem o que ainda não têm para dar, como fundamento do que
seria uma boa educação para o sucesso. Educação essa que supostamente lida bem com o tempo, que o
“aproveita”.

4
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

E assim aprendemos a atravessar nossa conexão com o tempo da vida, o tempo para nascer e para morrer,
25 para contemplar, plantar e colher. E não o tempo dos “agrotóxicos”, que oferece tudo a qualquer momento, fora das
estações do ano, que não implica espera e que não abre espaço pra gente se conectar com o que temos de mais
sagrado: nosso silêncio. Que possamos fazer as pazes com o tempo, porque disso depende uma relação mais
harmônica com nossos parceiros de mundo.
COELHO, Myrna. O tempo e a vida. Disponível em: <https://vidasimples.co/colunistas/o-tempo-e-a-vida/>. Acesso em: 5 set. 2019. Adaptado.

QUESTÃO 11
De acordo com as ideias defendidas no texto,
A) o tempo passado é o que importa.
B) o tempo futuro é o que importa.
C) o tempo presente é o que importa.
D) o tempo não tem importância.
E) passado, presente e futuro são igualmente importantes.
QUESTÃO 12
De acordo com o texto, em relação ao tempo, devemos ser
A) submissos.
B) controladores.
C) manipuladores.
D) negligentes.
E) competitivos.
QUESTÃO 13
Assinale a alternativa que contradiz as ideias defendidas no texto.
A) Saber lidar com o tempo implica, inclusive, não ter pressa.
B) Viver o presente é uma maneira de aproveitar bem o tempo.
C) É necessário tempo para nos conectarmos com o nosso eu.
D) Na luta contra o tempo, há os vencedores e os perdedores.
E) Uma convivência pacífica depende da nossa harmonia com o tempo.
QUESTÃO 14
De acordo com o texto, a boa educação é aquela que ensina as pessoas a
A) serem bem-sucedidas.
B) terem pressa e agilidade.
C) conectarem-se com a vida.
D) negarem o ócio não criativo.
E) serem sempre produtivas.
QUESTÃO 15
Assinale a alternativa CORRETA, tendo em vista a linguagem do texto.
A) Há o predomínio do uso da linguagem informal.
B) Verifica-se o uso da linguagem figurada.
C) Não se observa o uso da linguagem denotativa.
D) Verifica-se uso reiterado da linguagem coloquial.
E) Não se observa o uso da linguagem conotativa.
QUESTÃO 16
De acordo com as ideias defendidas no texto,
A) todas as pessoas, mesmo vivendo em uma sociedade capitalista, aceitam a ideia do “não fazer nada”.
B) para as pessoas, os termos “não fazer nada” e “ócio criativo” têm o mesmo valor social.
C) a sociedade, sendo capitalista, iguala, em significação, as expressões “não fazer nada” e “ócio criativo”.
D) os adultos, mesmo tendo uma visão capitalista, não aceitam a ideia de “ócio criativo”.
E) o termo “ócio criativo” substitui o termo “não fazer nada”, o qual não é aceito pelos adultos capitalistas.
QUESTÃO 17
Considere os verbos destacados no trecho: “Solicitam que elas deem o que ainda não têm para dar, como
fundamento do que seria uma boa educação para o sucesso.” (Linhas 21-22)
Os verbos que, se flexionados na 3.ª pessoa do plural, seguirão as mesmas regras dos verbos “dar” e “ter” acima
são, respectivamente,
A) “ver” e “vir”.
B) “crer” e “ver”.
C) “ler” e “ver”.
D) “crer” e “ler”.
E) “vir” e “ver”.

5
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

QUESTÃO 18
Considere o trecho: “As crianças se encontram no tempo consigo mesmas a partir dos jogos e das brincadeiras, mas
também a partir do maravilhoso ‘não fazer nada’ (que virou ‘ócio criativo’ para ser admitido na vida adulta-capital).”
(Linhas 18-20)
O termo “mas também” insere no trecho uma ideia de
A) adversidade.
B) concessão.
C) explicação.
D) causa.
E) adição.
INSTRUÇÃO: Leia, com atenção, o texto 02 a seguir para responder às questões 19 e 20.
Texto 02

Disponível em: <https:// www.google.com.br>. Acesso em: 5 out. 2019.


QUESTÃO 19
Assinale a passagem do texto 01 que melhor ratifica a ideia defendida no texto 02.
A) “E assim aprendemos a atravessar nossa conexão com o tempo da vida, o tempo para nascer e para morrer,
para contemplar, plantar e colher.” (Linhas 24-25)
B) “Mas os adultos são cruéis na demolição do projeto educacional, e propõem que as crianças sejam o que elas
ainda não são.” (Linhas 20-21)
C) “Que possamos fazer as pazes com o tempo, porque disso depende uma relação mais harmônica com nossos
parceiros de mundo.” (Linhas 27-28)
D) “O tempo, senhor do universo – na mitologia grega, Cronos era o líder dos titãs – não perde nunca.” (Linha 8)
E) “São frases prontas para produzir angústia, ansiedade, culpa e tristeza.Como se pudéssemos e devêssemos
controlar o tempo.” (Linhas 5-6)
QUESTÃO 20
Assinale a alternativa cuja interpretação extrapola o texto 02.
A) Os adultos estranham tanto o comportamento de uma criança, que é difícil acreditar que eles tenham sido
criança em algum dia.
B) As crianças esperam que os adultos entendam que elas são crianças, já que esses adultos já foram crianças um
dia.
C) As crianças não entendem o comportamento dos adultos, e os adultos não entendem o comportamento da
criança.
D) As crianças não acreditam que, pelo modo como se comportam, conseguirão, em algum dia, ter o
comportamento dos adultos.
E) Os adultos esperam que as crianças tenham um comportamento de adulto, embora esses adultos já tenham sido
criança.

PROVA DE NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA


Questões numeradas de 21 a 25
QUESTÃO 21
No que tange aos diversos tipos de vantagens ao servidor, em respeito ao que dispõe o Estatuto, marque a
alternativa CORRETA.
A) A concessão de ajuda de custo e a concessão de diárias são excludentes entre si.
B) A gratificação de Natal será calculada somente sobre o vencimento do servidor, nele não incluídas as vantagens,
exceto no caso de cargo em comissão, quando a gratificação incide sobre o vencimento desse cargo.
C) As gratificações e adicionais serão computadas e acumuladas para efeito de concessão de outros acréscimos
pecuniários ulteriores, desde que sob o mesmo título ou idêntico fundamento.
D) A ajuda de custo destina-se ao funcionário que se afasta do Município em caráter eventual ou transitório para
outro ponto do Território Nacional, e visa cobrir suas despesas de pousada, alimentação e locomoção.
E) O funcionário que fizer jus aos adicionais de insalubridade e periculosidade poderá acumulá-los, mas o direito de
recebê-los cessa com a eliminação das condições ou dos riscos que derem causa a sua concessão.

6
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjFkZTplNTFm:VGh1LCAyOCBKYW4gMjAyMSAxMjo1MDoyMCAtMDMwMA==

QUESTÃO 22
O Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Taiobeiras (Lei Complementar n.º 719/1993) apresenta-nos a
figura do afastamento preventivo, por meio do qual a autoridade instauradora do processo disciplinar, como medida
cautelar e buscando-se evitar que o funcionário venha a influir na apuração da irregularidade, pode determinar o seu
afastamento de seu cargo, o que se dará:
A) pelo prazo de, no mínimo, 90 (noventa) dias, sem prejuízo da remuneração.
B) pelo prazo de até 30 (trinta) dias, sem prejuízo da remuneração.
C) pelo prazo de, no mínimo, 60 (sessenta) dias, sem prejuízo da remuneração.
D) pelo prazo de até 90 (noventa) dias, sem prejuízo da remuneração.
E) pelo prazo de até 60 (sessenta) dias, sem prejuízo da remuneração.
QUESTÃO 23
A Lei n.º 1.361/2019 dispõe sobre a reformulação da estrutura orgânica da Administração Pública, princípios básicos
e organização, no âmbito do Poder Executivo Municipal, e dá outras providências. O Município de Taiobeiras (MG)
adota, no âmbito da centralização, modo de organização no qual órgãos são desmembrados para propiciar melhoria
na sua organização estrutural, sem a criação de nova pessoa jurídica, como é o caso de unidades setoriais de
determinada Secretaria do Município, cuja criação obedece ao disposto na lei relativa à estruturação do órgão ou
entidade.
A esse modo de organizar, conforme a Lei em questão, confere-se o nome de
A) desconcentração administrativa.
B) requisição administrativa.
C) deliberação administrativa.
D) centralização administrativa.
E) descentralização administrativa.
QUESTÃO 24
A Lei n.º 1.362/2019, que dispõe sobre a reformulação do plano de cargos, remuneração e carreiras dos servidores
da Prefeitura Municipal de Taiobeiras (MG), disciplina sobre a utilização da função gratificada no âmbito da
Administração.
Sobre a função gratificada, de acordo com a Lei Municipal n.º 1.362/2019, assinale a alternativa CORRETA.
A) A concessão da função gratificada, para os fins de atividades suplementares em comissões, comitês, juntas ou
unidades vinculadas, ocorrerá pelo prazo de um ano, permitida a prorrogação do benefício.
B) A prática administrativa em decorrência das atribuições do cargo, inerente ao servidor público, consiste em fato
motivador para a concessão da função gratificada.
C) A função gratificada não se aplica a servidores designados para representação dos órgãos da administração
pública municipal nos conselhos de controle social.
D) Em casos excepcionais, dada a comprovada necessidade, o benefício da função gratificada pode ser lançado a
crédito na folha de pagamento do servidor sem a prévia e expressa autorização do Secretário de Administração e
Recursos Humanos.
E) A função gratificada, por força de lei, somente será devida ao servidor comissionado, visando atender encargos
de coordenação ou outras funções e atividades que não justifiquem a criação de cargo.
QUESTÃO 25
Referido princípio da Administração Pública objetiva a igualdade de tratamento que a mesma deve dispensar aos
administrados que se encontrem em idêntica situação jurídica. Nesse ponto, representa uma faceta do princípio da
isonomia. Por outro lado, deve a Administração voltar-se exclusivamente para o interesse público, e não para o
privado, vedando-se, em consequência, que sejam favorecidos alguns indivíduos em detrimento de outros e
prejudicados alguns para favorecimento de outros (CARVALHO FILHO, 2019).
O texto transcrito acima é fiel tradutor do princípio fundamental da
A) legalidade.
B) moralidade.
C) publicidade.
D) impessoalidade.
E) razoabilidade.

Você também pode gostar